Page 1

Colecção Olhar Português Vol. XVI

Vol. XXXX Colecção Olhar Português


Título Tiago Bento Fotografia Autor Tiago Bento Colecção Olhar Português Vol. XVI Editora Mindaffair Lda Direção e Coordenação Editorial Jorge Pinto Guedes Design/Produção Mindaffair Lda Data de Publicação Novembro 2016 www.issuu.com/almalusa.org © Copyright. Todos os Direitos Reservados


prefácio Nunca descurando a coesão, “À luz da Fotografia”, de Tiago Bento, apresenta um verdadeiro olhar português sobre o seu objecto. Existe algo de simultaneamente simples e épico nesta colecção de fotografias que, tendo sido meticulosamente seleccionadas, nos transportam numa viagem do geral para o particular e contam uma história da relação do homem com a natureza e, numa perspectiva mais alargada, da relação do homem com o seu passado. Creio que podemos dividir a obra em três partes, embora estas comuniquem umas com as outras. Numa primeira parte, realçam-se as paisagens aquáticas em grande plano, tanto as fluviais como as marítimas, paisagens essas que o fotógrafo usa como um espelho. É notória a solidão que atravessa todas estas fotografias, tanto no que toca ao conteúdo, como no que toca à forma. Nunca vemos mais do que uma figura humana. As luzes da cidade, quando não apagadas pelo horizonte ou neblina, parecem sempre distantes. A maioria das vezes, resta apenas um barco vetusto e vazio, um posto de vigia abandonado ou uma vara de madeira ou bóia lodosa emergindo da imensidão das águas. É tudo o que resta de um país que um dia partiu destes mesmos rios e mares e da qual agora resta apenas a saudade. Depois, numa segunda parte, saímos do mar e chegamos a terra, mas a solidão continua. Chegamos a uma velha capela no topo de um monte e a cidade, essa, parece já mais próxima, mas contínua inatingível. Finalmente, na secção final, saímos do bucolismo das paisagens vastas e místicas e focamo-nos no próximo e concreto. São-nos mostradas imagens detalhadas de aves com um rigor quase científico, já que a vida, por si só, não necessita de mais bucolismo para se tornar poética. E eis que esta beleza latente à vida e aos pequenos detalhes é como que um regressar a casa, um libertar-se da saudade e do sonho e uma renovação do contacto humano com a natureza. Estamos, em suma, perante não apenas uma viagem exterior da imensidão marítima para a pequenez da vida. Trata-se também de uma viagem interior, uma viagem do pessimismo para o optimismo, pois, muitas vezes, e tal ideia aplica-se perfeitamente ao nosso país, de nada vale viver-se no passado, sendo antes melhor aproveitar-se o que o presente tem para nos oferecer.

João Pedro Oliveira


12


13


25


42


SĂŁo Martinho do Porto 43


50


51


70


Monte de S.BrĂĄs / NazarĂŠ 71


78


79


98


Corvo-marinho 99


Tiago Bento nasceu em 1988, natural de Alcobaça. Desde sempre foi interessado pelas artes visuais, inicialmente pelo desenho, depois pela pintura e por último veio a paixão pela fotografia. A fotografia veio como mais um meio de se expressar, transmitindo emoções e sentimentos através da imagem. O que sabe até hoje aprendeu através de livros, em sites e workshops de fotografia. Faz fotografia por hobbie, os seus temas dominantes são paisagens, barcos, reflexos e ultimamente tem-se dedicado mais à fotografia de aves. O seu objectivo é tentar transparecer toda a beleza da natureza, interpretando a melhor luz para o momento, criando composições equilibradas e apelativas para o observador.

"À Luz da Fotografia" de Tiago Bento  

Colecção Olhar Português, Vol XVI Medidas: 22X22 Nº de Páginas: 100 + capas Preço : €30,00 ( + portes se aplicáveis) - Contactos para encom...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you