Page 1

Apoio:

Alagoas,

terra de encantos e riquezas. A 8ª edição da Feira dos Municípios escolheu a temática “Alagoas, terras de encantos e riquezas” como tema de sua programação. O evento quer prestar uma homenagem as riquezas do nosso Estado. Pág. 04

Realização:


Realização:

Apoio:

A Feira de Negócios dos Municípios Alagoanos é um marco que vem se repetindo com sucesso. Realizada pela AMA – Associação dos Municípios Alagoanos e o IBCOM – Instituto Brasileiro de Consultoria a Municípios, a Feira reúne arte, cultura e desenvolvimento em um só lugar e já se firmou no calendário turístico do Estado. Em 2014, a AMA reitera seu compromisso de divulgar a diversidade sócio-cultural dos 102 municípios alagoanos, garantindo a oportunidade do público conhecer o que há de melhor nos quatro cantos do Estado. Além de promover as potencialidades municipais, com a realização da Feira dos Municípios, a AMA e o IBCOM também criam novas oportunidades de negócios, estimulam a economia regional e geram emprego e renda para pequenos empreendedores, associações, cooperativas a artesãos.

Agradecemos a todos aqueles que direta e indiretamente contribuiram para a continuidade deste grande evento de nosso calendário que é a Feira dos Municípios Alagoanos, este ano o evento realiza sua 8ª edição. A Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) na pessoa de seu presidente Marcelo Beltrão e sua equipe, assim como, o Instituto Brasileiro de Consultoria a Municípios (Ibcom), vem buscando a cada ano tornar este evento a maior síntese de nossa cultura para que seja exposta a todo povo alagoano e turistas que visitam no Estado. IBCOM - Instituto Brasileiro de Consultoria a Municípios (Responsavel pela organização do evento)

Zélia Cavalcanti Mtb 317 AL

2

Textos

Designer

Arquivo AMA, IBCOM. Fotos

Durante os quatro dias de realização do evento, o Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso receberá a visita de aproximadamente 200 mil pessoas, entre turistas, artistas da terra, estudantes, gestores públicos e parceiros. Além da Feira, a AMA realizará um seminário municipalista, para estimular ainda mais a participação dos municípios neste grande evento. A AMA e o IBCOM entendem que a união torna os municípios mais fortes, promove seu povo, as tradições, impulsiona negócios e gera novas oportunidades de crescimento. A 8ª edição da Feira de Negócios dos Municípios Alagoanos conta com o apoio de todos para repetir o sucesso das edições anteriores.


Realização:

Paraíso das Águas. Assim é conhecido o Estado de Alagoas. Esta fama deve-se, principalmente, por seu litoral que se estende por 230 quilômetros. De águas mornas e cristalinas, o mar alagoano abriga paradisíacas piscinas naturais que encantam a todos.

e Sergipe, Alagoas tem como capital a cidade litorânea de Maceió. Segundo dados do Censo 2010, a população do Estado é de pouco mais de três milhões de habitantes, divididos em uma área total de 27.767,661 km². Tem na agropecuária a base de sua economia e é um dos maiores produMas, não só de água salgada é tores de cana-de-açúcar do país. formado este paraíso. O famoso Rio São Francisco e seus cânions , as lagoas Mundaú e Manguaba, com seus passeios de barco e vasto manguezal, grande variedade de peixes, crustáceos e moluscos são outros atrativos. Localizado na região Nordeste do Brasil, entre os Estados de Pernambuco

Um pouco de história

A história de Alagoas começa com a povoação dos índios Caetés. A costa do atual Estado, reconhecida desde as primeiras expedições portugueses, também era visitada por embarcações de outras nacionalidades para escambo de pau-brasil.

de Pernambuco. A emancipação política aconteceu em 1817, quando a comarca foi elevada à condição de capitania. A Primeira Constituição de Alagoas foi assinada em 11 de junho de 1891. Em 1839, a sede do Governo foi transferida de Marechal Deodoro para Maceió.

Quando da constiO município de tuição das capitanias hereditárias, Alagoas Penedo é outra bela integrava a capitania cidade histórica. Já a

cidade de Piranhas, conta a história do Cangaço. Foi na cidade que Virgulino Ferreira da Silva - o famoso Lampião teve a cabeça exposta em praça pública. ZUMBI Além de Lampião, Alagoas também foi berço do maior líder negro do país: Zumbi dos Palmares que organizou o famoso Quilombo .

3


Tema edição 2014

Alagoas, terra de encantos e riquezas

s Alagoas Guerreiros da

co Tapioca de co

ralado

Praia de Pont

a Verde

Filé do Pontal

A Feira dos Municípios 2014 homenageia Alagoas - sua gente, sua natureza, seu folclore e gastronomia- em quatro dias. A terra que se transforma em arte e poesia e vê seus encantos emoldurando e definindo 102 municípios. Uma magia descrita em canções e poemas, traduzida por mestres que transformam conhecimento em arte e cultura vivas. É essa terra maravilhosa que une as linhas imagináveis de suas cidades e se transforma em um coração gigante, abençoado, mágico. Alagoas de mar, lagoas, rios, mangues, canaviais, dunas ,vastos coqueirais, céu azul, cores , sabores, gente fraterna e poetas apaixonados. De Ledo Ivo a Djavan, passando pela oração de Noaldo Dantas. A Feira dos Municípios Alagoanos os homenageia postando sua carta de amor a esta terra que gera encantos e riquezas através de suas cidades.

O Dia em que Deus criou Alagoas Escrevi certa vez que Deus, além de brasileiro, era alagoano. Em verdade, não se cria um estado com tanta beleza, sem cumplicidade. Sou capaz de imaginar o dia da criação de Alagoas. Ô São Pedro, pegue o estoque de azul mais puro e coloque dentro das manhãs encarnadas de sol; faça do mar um espelho do céu povilhado de jangadas brancas; que ao entardecer sangre o horizonte; que aquelas lagoas que estávamos guardando para uso particular, coloque-as neste paraíso. E tem mais, São Pedro: dê a esse estado um cheiro sensual de melaço e cubra os seus campos com o verde dos canaviais. As praias... Ora, as praias deverão ser fascinantementes belas, sob a vigilância de ativos e fies coqueirais. Faça piscinas naturais dentro do mar; coloque um povo hospitaleiro e bom; e que a terra seja fértil e a comida típica melhor que o nosso maná. Dê o nome de Alagoas e a capital pela ciganice e beleza de suas noites, Tema: deverá chamar-se Maceió e a padroeira; Zélia Cavalcanti Nossa Senhora dos Prazeres. Mtb 317 AL

4


Realização:

Foto: Stand de São José da Tapera

G as

a i m o n o r t

A gastronomia alagoana é rica e diversificada. São receitas feitas com variados elementos regionais e os mais típicos frutos do mar, dos rios e das lagoas. Entre peixes , mariscos e moluscos encontrados, o sururu é o mais autêntico ingrediente culinário do Estado. A tapioca de coco ralado é outra comida típica de Alagoas que seduz o paladar do turista. No entanto, nada representa melhor o Estado do que a famosa receita do “Camarão do Bar das Ostras”.

Patrimônio material

O “Camarão do Bar das Ostras” é tão importante para o Estado que, em agosto de 2011, ele passou a ser muito mais que uma receita: virou o primeiro registro do patrimônio imaterial do Estado, assim como o acarajé é da Bahia. Hoje quem visita o Paraíso das Águas pode degustar esta famosa iguaria nos restaurantes. Com tantas receitas deliciosas espalhadas pelos 102 municípios, os festivais gastronômicos promovidos no Estado são uma ótimas alternativas de conhecer o que há de melhor na nossa culinária. O Festival Gastronômico de Lagostas, por exemplo, movimenta as cidades de Maragogi e Japaratinga servindo degustação ao público e possibilitando interação com os chefes de cozinha.

5


Realização:

Alagoas é o Estado que detém a maior diversidade de manifestações culturais populares do País. Com esta informação é possivel ter uma ideia da variedade de cores, ritmos e danças que fazem deste local um celeiro de arte e cultura. Baianas, Bumba-meu-boi, Cavalhada, Fandago, Guerreiro, Pastoril, Quilombo, Reisado e muito mais. Ao todo, são mais de vinte e cinco manifestações culturais espalhadas por todo o território alagoano. Como se não bastasse ser expoente em folclore, o Estado também é referência em artesanato. Esta expressão cultural ajuda o desenvolvimento do turismo e contribui para o sustento da família de centenas de artesãos que vivem do barro, do bilro, da renda, do filé, da cerâmica, da fibra de bananeira e de tantas outras matérias primas.

Apresentação Cultural

Para manter toda esta cultura viva é preciso o trabalho de pessoas comprometidas em passar os ensinamentos da arte para outras gerações. São mestres da cultura reconhecidos pelo Estado por meio da Lei do Registro do Patrimônio Vivo de Alagoas.

Objetivo

6

Foto: Stand de Satuba

Arte com Frutas

O objetivo geral do evento é reunir, em um único espaço, toda a diversidade sócio-cultural dos 102 municípios alagoanos, gerando oportunidade de mostrar suas potencialidades ao público, bem como gerar emprego e renda para os expositores. A Feira dos Municípios Alagoanos tem como objetivos específicos o fomento do turismo alagoano, a promoção das diversas manifestações culturais, a divulgação das potencialidades locais, o desenvolvimento da economia municipal e a inserção do evento no calendário turístico nacional.


Alagoas possui 102 municípios vocacionados para o turismo, cultura e bons negócios A Associação dos Municípios Alagoanos - AMA, representa os municípios apoiando e realizando um dos maiores eventos de Alagoas. A AMA exerce um trabalho de liderança junto aos prefeitos, proporcionando a cada município presente ao evento a demonstração da sua cultura, dando oportunidade de excelentes investimentos. Artesanato, artes plásticas, literatura, música, danças, folclore, culinária, enfim tudo que o interior de Alagoas tem de mais característico é apresentado.

Público O evento hoje reúne visitantes de todo Estado bem como turistas que chegam a nossa capital. É justamente neste período que Alagoas recebe turistas vindos de todas as partes do país e do mundo. Além dos expositores, das prefeituras, órgãos públicos, empresas privadas, artesões e artistas em geral. Realização:

Apoio:

7


Maceió é palco das bele

Barra de Santo Antônio

8

Batalha

Boca da Mata

Branquinha

Realizada e coordenada pela AMA e o IBCOM, a Feira dos Municípios Alagoanos tem como finalidade a criação de oportunidades de negócios, promoção de intercãmbio entre os municípios e divulgação das potencialidades do Estado de Alagoas.

Na última edição da Feira dos Municípios, realizada em 2013, cerca de 200 mil pessoas visitaram o local. Além disto, foram criados mais de 1.500 empregos diretos e indiretos e gerado renda extra para famílias de todo território de Alagoas.

Com o sucesso das edições anteriores, em 2014, a AMA e o IBCOM investe para fazer do evento um marco em promoção do desenvolvimento municipal. Neste sentido, os 102 municípios vão expor o que cada local tem de mais relevante para o turismo, arte, cultura e economia.

Em 2014, as expectativas são ainda melhores. Prevista para ser realizada no mês de janeiro, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, a 8ª edição da Feira deve bater recordes de públicos, empregos gerados e negócios fechados.

São José da Tapera

São Luiz

São Miguel

São Sebastião

Satuba

Tanque D’arca

Traipu

Coruripe


ezas do Estado

Realização:

Cajueiro

Campo Alegre

Capela

São José da Laje

Lagoa da Canoa

Paulo Jacinto

Pão de Açucar

Paripueira

A Feira dos Municípios inova a cada ano

União dos Palmares

Viçosa

Penedo

Piaçabuçu

Estrela de Alagoas

Feira Grande

Feliz Deserto

Igreja Nova

Japaratinga

Jequiá da Praia

Pindoba

Piranhas

9


Depoimentos

Apoio:

Realização:

A Feira dos Municípios já entrou para o calendário turístico, cultural e político de Alagoas. Aqui nós encontramos o melhor de cada lugar, representado no artesanato, na culinária e no rico folclore. A feira apresenta a essência de Alagoas. É um evento que dinamiza a economia e cria oportunidades de negócios. Os turistas adoram a feira, e os alagoanos também. Além de tudo isso, eu sou de Viçosa, e como todo viçosense, desde criança adoro uma feira. Sempre fui apaixonado por todo esse movimento, os produtos e, principalmente, a interação das pessoas. Eu gostaria de parabenizar a AMA pela iniciativa e destacar o apoio do Governo do Estado ao evento, através da Secretaria de Estado do Planejamento e Desenvolvimento (Seplande). Teotonio Vilela Filho Governador

A Feira surgiu como uma forma de estreitar a comunicação com os prefeitos, mas também para ajudar as prefeituras a superar o momento de crise. “São ações como essa que dão possibilidade e visibilidade para auxiliar essa crise enfrentada pelos municípios por causa da queda das transferências constitucionais”, ressaltou Toledo. Fernando Toledo Presidente da ALE

“Gostei dos estandes e dos artesanatos, assim que cheguei ao Centro de Convenções já vi uma banda do município de Piranhas, também já comprei uma colher artesanal feita de madeira”, afirmou o turista. Carlos Eugenio

André Fontes, artesão do município de Pão de Açúcar, comemorou as vendas. Foram mais de 80 peças de suas esculturas e móveis em madeira rústica vendidas até o terceiro dia do evento. “Este já é o terceiro ano que participo da Feira dos Municípios. Esse foi o melhor ano, tanto em organização como em público”, afirmou.

Turista do Rio de Janeiro

André Fontes

Artesão de Pão de Açucar

Presenças Ilustres

“Desenvolvo minha arte desde criança e percebo que muita coisa está se perdendo. Aqui na Feira muita gente conhece um pouco do quilombo”, afirmou Laelson da Silva, que expôs suas esculturas em argila, o doce de mamão, abacaxi e banana. Laelson da Silva Artesão de União dos Palmares

Governador Teotonio Vilela conhece artista de São Miguel dos Campos

Governador Teotonio Vilela e o Presidente da ALE Fernando Toledo fazem degustação no stand de Cajueiro

Senador Fernando Collor entra na dança no stand de São José da Laje

Prefeito Marcelo Beltrão e o Senador Fernando Collor

Deputado Federal Maurício Quintella conferiu a irreverência do stand de Campo Alegre

Prefeito de Coruripe, e colaboradores recebem a visita do Senador Fernando Collor

Governador e presidente da ALE visitam o stand de Capela

Stand de Japaratinga recebe a visita do Governador Teotonio Vilela

10


Luz na passarela que lá vêm elas...

M

Lourrane de Matos do município de Igreja Nova, vencedora da musa dos municípios 2013

uito brilho e glamour envolveram o desfile que elegeu a Garota Município 2013. Foram 30 bélissimas candidatas que representaram as suas cidades com muito requinte. A plateia eufórica se dividia entre tanta formosura, o que dificultou o trabalho dos jurados, afinal, era uma menina mais bonita que a outra. Simpatia, beleza e desenvoltura na passarela foram os quesitos avaliados. A representante de Igreja Nova, Lourranne de Matos, levou o primeiro lugar e ganhou um tablet. em segundo lugar ficou a Luana Karla de Arapiraca que recebeu um notebook e o terceiro Lugar ficou com Aline Brandão de Maravilha que ganhou um celular Samsung Galaxy. Já a Musa Simpatia foi eleita a representante de Cajueiro Lívia Paulino que foi presenteada com um lindo buquê. Confira os melhores cliques do desfile.

Musa dos Municípios, bate recorde de candidatas.

Aline Brandão - Maravilha

Bruna Vanessa - Jequiá da Praia

Dary Oliveira - Feira Grande

Lívia Paulino - Cajueiro

Gabriele Paula - São Luiz do Quitunde

Juliana Gomes - Capela

Wedna Araujo - Craíbas

Luana Karla - Arapiraca

11


Parceria, a certeza para um grande evento. Todos os anos a Feira dos Municípios Alagoanos encanta o público por sua diversidade, seja no que diz respeitos aos artesões com suas obras de arte, seja no conjunto parceria para cada vez mais mostrar uma estrutura mais forte das belezas de nosso povo.

Governo de Alagoas

Sistema FIEA

Banco do Nordeste

Banco do Brasil

Prefeitura de Maceió

O SEBRAE destaca a moda e a riqueza do artesanato alagoano.

O SEBRAE reuniu dez empresas de artesanatos, apoiadas pela Unidade de Atendimento Coletivo, Turismo, Artesanato, e Cultura, além de seis peças produzidas por empresárias da Cadeia Produtiva Têxtil e de Confecções em Alagoas (CPTC). Esse grupo recebe o incentivo da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) e do Sebrae Alagoas, através da Unidade de Atendimento Coletivo Indústria. As peças escolhidas representam a produção das empresárias de União dos Palmares, Piranhas, Capela, Olho d´Água das Flores, e Maceió. No conceito, a valorização do artesanato alagoano. “Nosso objetivo é mostrar o que melhor representa a nossa cultura, através da personalidade de cada empresária, seja pelos cortes, bordados, cores e estilos das roupas” justifica a analista da Unidade da Indústria, Ana Paula Dantas.

12

Sis tem a

FIEA


Cigip esbanjou beleza na Feira O Consórcio Intermunicipal para Gestão da Iluminação Pública estava entre os maiores destaques na ultima edição da feira.

O evento contará com a melhor estrutura para atender expositores e visitantes: posto de saúde, posto policial, palco para show e apresentações culturais, praça de alimentação, banheiros, stands para as prefeituras e estacionamento. O expositor contará ainda com serviço de apoio, sala de imprensa e central de cartão de crédito.

A Feira dos Municípios é um evento amplamente divulgado no Estado. Tanto por meio de campanhas publicitárias em rádios, jornais, televisões, outdoors, panfletos, cartazes, como por meio de um trabalho intenso da assessoria de imprensa da AMA. O trabalho de assessoria de imprensa é aquele que gera mídia espontânea, com apelo noticioso e não comercial. Vale observar que a notícia, em virtude de seu caráter espontâneo, acaba tendo um valor institucional imensurável, superando os valores das tabelas comerciais pela sua credibilidade garantida.

13


Foto: Stand de Satuba

Premiações Com o objetivo de valorizar os municípios e empresas presentes, a AMA e o IBCOM, entregaram aos Prefeitos e reponsáveis pelos stands um troféu de participação na sétima edição da Feira de Negócios do Municípios Alagoanos.

14

Piranhas

Viçosa

Tanque D`Arca

São Luiz

Messias

Maravilha

Santana do Ipanema

Olho D’ Água do Casado

Porto Real do Colégio


feiradosmunicipiosibcom.blogspot.com

REALIZAÇÃO:


Um evento que reúne a maior mostra de nossa cultura em um único lugar.

Realização:

Produção:

Revista com cota ( finalizada )  

feira dos municípios 2014