Issuu on Google+

23

GAZETA DO POVO SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.gazetadopovo.com.br/mundo EDITOR EXECUTIVO: RHODRIGO DEDA EDITOR RESPONSÁVEL: CÉLIO MARTINS

IGREJA

Papa Francisco criminaliza pedofilia, prostituição e lavagem de dinheiro

mundo@gazetadopovo.com.br

Mundo

❚❚Página 24

>>> ESPIONAGEM

Microsoft ajudou NSA a interceptar mensagens, afirma jornal britânico Reportagem do Guardian cita mais documentos de Snowden para cravar que empresa californiana facilitou o acesso de dados de usuários pelos EUA

❚ ❚

LONDRES Efe

❚❚A Microsoft manteve uma estreita colaboração com as agências de inteligência americanas para facilitar a interceptação de mensagens privadas de seus usuários, segundo documentos da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) revelados nesta quinta-feira pelo jornal britânico The Guardian. A nova informação divulgada pelo ex-técnico da CIA Edward Snowden revela como a empresa do Vale do Silício ajudou a NSA a evitar o sistema de criptografia que protege as conversas entre os usuários através do chat do site Outlook.com. Segundo os documentos, a agência tinha capacidade de acesso às mensagens de e-mail enviadas com o Outlook – que inclui o Hotmail – antes que o programa as codificasse para envio seguro. Neste ano, a Microsoft trabalhou com o FBI e a NSA para facilitar o acesso indiscriminado às informações arquivadas na nuvem através do serviço SkyDrive, que conta com cerca de 250 milhões de usuários. Também o Skype, uma companhia que a Microsoft adquiriu em 2011 por cerca de 6 bilhões de euros, ajudou os serviços secretos dos EUA a facilitar seu trabalho de interceptar conversas em formato de vídeo e áudio, segundo o Guardian.

Snowden, que permanece na zona de trânsito do aeroporto de Moscou desde 23 de junho, divulgou no início de junho documentos que revelam a existência do programa Prism, que permite que as agências de inteligência tenham acesso às informações armazenadas por milhões de usuários nos servidores de empresas como Google, Microsoft e Facebook. As empresas que apareceram nos documentos de Microsoft, em comunicado enviado ao jornal The Guardian. Snowden negaram que seus programas contenham “portas traseiras” para facilitar o acesso à informação privada de seus servidores. A nova informação indica, no entanto, que a Microsoft forneceu soluções técnicas para os serviços secretos para permitir o acesso direto às conversas criptografadas no site Outlook.com. Um documento com data de 26 de dezembro de 2012 – que o Guardian atribuiu a uma comunicação interna da NSA – diz: “MS [Microsoft], trabalhando com o FBI, desenvolvida a capacidade de vigilância para fazer frente [ao problema]”. “As soluções foram testadas com sucesso e entraram em funcionamento no dia 12 de dezembro de 2012”, acrescenta o documento. Outra nota descreve como a companhia trabalhou “durante muitos meses” com os serviços secretos para permitir que o programa Prism Mais documentos t ivesse acesem posse do exso ao SkyDrive dias na área de trânsito do técnico da CIA Edward sem a necessida- aeroporto Sheremetyevo, Snowden foram de de autoriza- de Moscou. Essa é a situação atual do delator divulgados ontem ção prévia. pelo jornal britânico Essa capaci- Edward Snowden. The Guardian. dade de acesso “sig nif ica O problema que os analistas já não teA Microsoft colaborou de rão de fazer um pedido esperto com o sistema de especial (...) para isso”, afirma pionagem da Agência de o documento.

“Quando atualizamos produtos, em algumas circunstâncias existem obrigações legais que requerem que seja mantida a possibilidade de oferecer informações para cumprir a lei ou em resposta a pedidos sobre segurança nacional.”

18

Leia mais na página 24.

Para Bernardo, EUA acessaram conteúdos ❚ ❚

BRASÍLIA Agência O Globo

❚❚O ministro das Comuni­ cações, Paulo Bernardo, disse ontem ter certeza de que os EUA tiveram acesso ao conteúdo de e-mails e ligações telefônicas supostamente espionados no Brasil. Em audiência na Comissão de Relações Exteriores do Senado, Bernardo chamou de “bisbilhotagem” e “xeretagem” a ofensiva do governo americano e afirmou que informações técnicas sobre os e-mails e telefonemas – como a duração das ligações, número dos telefones, registro de hora e dia e destinatários – não foram as únicas a serem acessadas. Esses são os chamados metadados. Até agora, o embaixador americano no Brasil,

Thomas Shannon, admitiu apenas o acesso a metadados referentes à internet e à telefonia, sem citar que se tratam de dados de brasileiros. “Se você tem os dados resumidos, é evidente que, no universo todo, tem de ter esses dados. Como é que você vai selecionar algo e isso não foi gravado? A evidência é que os dados são todos cole- “Se vai mandar tados, embora e-mail secreto ao a análise seja colega, pode tirar o apenas desses cavalinho da chuva: a chamados me- cópia já vai para lá tadados. Fiquei [para os EUA].” convencido de que o conteú- Paulo Bernardo, do é recolhido ministro das Comunicações. junto com outras informações. Não dá para gravar a posteriori. É uma coletânea com todos os dados”, disse o ministro. Para Bernardo, a suposta espionagem busca informações industriais e comerciais como forma de “burlar a concorrência”.

Pichi Chuang/Reuters

Estande da Microsoft na exposição Computex, realizada neste ano em Taiwan.

A DENÚNCIA

Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês). De acordo com o jornal britânico, a própria empresa teria ajudado o serviço secreto norte-americano a burlar a criptografia da companhia para interceptar comunicações de usuários.

Hotmail O relatório, que guarda informações de três anos, afirma que conversas de usuários no portal do

Outlook teriam sigo acessadas pela agência com ajuda da própria Microsoft. A companhia também teria facilitado a obtenção de dados de contas no Hotmail e do serviço SkyDrive, que tem mais de 250 milhões de usuários no mundo.

Skype Outro alvo da agência teria sido o Skype, adquirido pela Microsoft em outubro de 2011. Segundo o Guardian, a NSA teria obtido dados em vídeo e áudio de conversas de internautas. O jornal também afirma que os dados coletados são rotineiramente compartilhados com o FBI e a CIA.

Negação Antes, empresas do Vale do Silício negaram acusações de que estariam co-

laborando com o esquema de espionagem dos EUA, argumentando que toda obtenção de dados de usuários teria que passar primeiro pela Justiça.

Porém No entanto, o Guardian afirma que ordens judiciais previamente programadas permitem que comunicações sejam acessadas sem um mandato individual se a NSA tiver ao menos 51% de certeza que o usuário não é norte-americano e não está no território dos EUA. Para espionar um cidadão norte-americano seria necessário um mandato individual. Se o usuário for estrangeiro e estiver fora dos EUA, a agência seria capaz de conseguir o acesso. Fonte: Agência O Globo

Senado prepara a CPI da espionagem ❚ ❚

BRASÍLIA Agência O Globo

❚❚O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), leu na madrugada de ontem o requerimento da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoBAM) para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com objetivo de investigar as denúncias de espionagem pelos Estados

Unidos em e-mails e ligações telefônicas no Brasil. O jornal O Globo mostrou que, na última década, a NSA espionou telefonemas e correspondência eletrônica de pessoas residentes ou em trânsito no território brasileiro, assim como empresas instaladas no país. Não há números precisos, mas em janeiro passado, por exemplo, o Brasil ficou pouco atrás

dos Estados Unidos, que teve 2,3 bilhões de telefonemas e mensagens espionados. Protocolo O pedido para instalação da CPI da Espionagem foi protocolado ontem na Secretaria-Geral da Mesa da Casa com 41 assinaturas. O requerimento precisava ter no mínimo a assinatura de um terço dos parlamentares: 27 senadores. Agora, os líderes partidários serão notificados para a indicação dos membros da comissão. Este é o primeiro passo para a instalação da CPI no Senado.


Capa mundo 12 de julho