Page 70

Fonte: Ferrer, I. et al, 2010.

Ilustração 4: Implementação de um biodigestor melhorado de PVC dentro de um curso de capacitação de yachachiq em Yanaoca, Cusco (2008) São alimentadas diariamente diluindo esterco com água. Funcionam a temperatura ambiente e, por este motivo, sua localização dentro de pequenas estufas permite amortizar as oscilações térmicas dianoite, aumentando a temperatura do processo (Martí, 2008). Para seu funcionamento, os biodigestores foram inoculados com esterco e rumem de vaca e/ou ovelha. Implantação e acompanhamento: Os biodigestores são implementados a nível familiar, atualmente dentro dos cursos de capacitação dos chamados yachachiq, que em um futuro serão os encarregados de transmitir o conhecimento da tecnologia aos camponeses, para assim difundir o uso dos biodigestores. Dentre os anos 2005-2008 foram introduzidas melhoras de desenho do biodigestor tipo e, além disso, desenhou-se um novo modelo pré-fabricado de PVC. Recentemente revisou-se o estado dos biodigestores implementados e foram realizadas entrevistas com os usuários para detectar pontos a melhorar. Avaliação do projeto: A entrevista com os usuários revelou que, de modo geral, as famílias sabem gerir bem os digestores, mas destacam que sua alimentação e manutenção requer um esforço de trabalho importante, de modo que é interessante incorporar elementos que permitam simplificar estas tarefas. A diluição típica esterco/água é 1:1. Normalmente alimentam 26 kg de esterco ao dia que, com a diluição, correspondem a um tempo de retenção de desenho (90 dias). Graças às melhoras incorporadas ao desenho, a temperatura do liquido no biodigestores aumentou da temperatura ambiente (10ºC) a cerca de 12.5ºC (2006), 20ºC (2007) e 23ºC (2008). A produção diária de biogás é aproximadamente de 0.2 m3biogás/m3digestor.dia, dentro da gama descrita na bibliografia para digestão anaeróbica psicrofílica (Kashyap et al, 2003). Com volumes úteis de digestores de 5 m3, a produção de gás é suficiente para cozinhar durante 3-4 h por dia, que coincide com as estimativas experimentais realizadas em Cajamarca (Paz, 2008). Isto permite cobrir parte da necessidade de combustível de uma família de 4-5 pessoas, reduzindo a queima de esterco seco para cozinhar em 50 % (de 15 a 6 kg por dia). A maioria dos usuários utilizam os digestores nas plantações e observou-se melhoras em seu crescimento, mas não existem critérios bem definidos para sua aplicação. A eficácia global do sistema aumentaria através da integração do biodigestor na fazenda, conectando-o à latrina e otimizando o uso de digestores como fertilizantes para os cultivos.

O Biogás

64

Biogasconteudo extensivo pt  

Programa de Capacitação em Energias Renováveis Fonte: ONUDI

Biogasconteudo extensivo pt  

Programa de Capacitação em Energias Renováveis Fonte: ONUDI

Advertisement