Page 1

de Flores a Timon • conhecer para amar

1


2

de Flores a Timon • conhecer para amar


de Flores a Timon l

conhecer para amar

de Flores a Timon • conhecer para amar

3


l Introdução “Timon (no começo, Flores) é o quarto município mais populoso do Estado do Maranhão, com uma população de 163 342 habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2014. Está conurbado à capital do vizinho estado do Piauí, Teresina, fazendo parte da Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina – Ride.” Estes são alguns dados de Timon que estão na rede mundial de computadores (no Google) e que precisam ser conhecidos pelos timonenses, especialmente das crianças de nossa cidade. O timonense precisa amar a sua cidade. Já fizeram campanhas diversas para resgatar a alta estima dos que moramos aqui ,mas elas não lograram êxito porque faltou o principal: o conhecimento. Ninguém ama aquilo que não conhece. E, “Quem ama cuida”, diz o poeta Pe-

4

de Flores a Timon • conhecer para amar

ninha. É preciso que, desde criança, nós conheçamos nossa cidade para podermos amá-la. Esta é a intenção deste livro: levar informações de Timon para os timonenses que ainda estão na escola. Desde o Hino Municipal de Timon – que poucos sabem de sua existência – passando por sua geografia, economia, cultura e esportes, dentre outras. É preciso que todos os dias, antes do início das aulas, os estudantes timonenses entoem o “Hino Municipal de Timon”. E passem a conhecê-lo e a amá-lo.


Unidade Escolar Duque de Caxias equipada com ar condicionado e rampa para deficiente

de Flores a Timon • conhecer para amar

5


l História A cidade de Timon surgiu a partir de um aglomerado urbano que se formou às margens do rio Parnaiba, chamado de “Porto de São José, que servia e interligação entre as cidades de Oeiras (capital do Piauí) e Caxias, uma das mais prósperas cidades do interior do Maranhão naquela época, o século XVIII. Até 1779, era o único aglomerado humano existente, inserido no traçado da “Estrada Real”, que ligava os dois estados. Com a instalação de Teresina, em meados do século XIX – precisamente em 16 de agosto de 1852 - ganhou importância o “Porto de São José do Parnaíba” (mais tarde das Cajazeiras), por situar-se privilegiadamente defronte a nova capital do Piauí. Em 1855, o presidente da Província do Maranhão, Eduardo Olímpio, promulgou uma lei elevando o povoado `a categoria de vila, que passou a chamar-se São José do Parnaíba.

6

de Flores a Timon • conhecer para amar

Proclamada a República, em 1889, o primeiro governador do estado do Maranhão sancionou, a 22 de dezembro de 1890, a lei que eleva o povoado de São José das Cajazeiras à categoria de vila com o nome de Flores. Em 10 de abril de 1924, Flores foi foi elevada à categoria de cidade, através da Lei nº 1.139, assinada pelo governador Godofredo Mendes Viana. Somente em 1943 Flores passou a se chamar Timon, por exigência do IBGE que não admitia cidades homônimas – já havia Flores no Rio Grande do Sul. Autor do Decreto Lei 820 que deu o novo nome à cidade, o Governador Paulo Ramos prestou uma homenagem ao intelectual maranhense João Francisco Lisboa, que deixou uma obra com o título “Jornal de Timon” ou “O Timonense”. O jornalista, por sua vez, criou o jornal inspirado no célebre filósofo da Antiga Grécia, cujo nome era Tímon, com sílaba forte no “TI”).


Ponte metálica João Luis Ferreira (Cartao Postal de Timon)

de Flores a Timon • conhecer para amar

7


l Geografia Situada na margem esquerda do Rio Parnaíba, tendo como divisa leste, do lado do estado do Piauí, a cidade deTeresina, faz parte da Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina (Região Metropolitana de Teresina). A sede do município de Timon localiza-se a 5º5’ de latitude sul e 42º50’ de longitude oeste, estando 69 m acima do nível do mar, distante 426 km de São Luís por rodovia e, em linha reta, apenas 322 km. A cidade possui uma área de 1.743,228 km² e sua densidade demográfica de 74,7 hab/ km². Existem cerca de 55 balneários no município de Timon, um dos pontos fortes em relação ao turismo, pois possuem um forte potencial de atração. A culinária também é outro ponto forte. O município esta situado na microrregião geográfica de Caxias, Mesorregião do Leste Maranhense e Região de Planejamento do Médio

8

de Flores a Timon • conhecer para amar

Parnaíba, à margem esquerda do rio Parnaíba, limitando-se ao leste com Teresina capital do Piauí ao norte e ao oeste com o município de Caxias, e ao sul com o município de Matões. Foi a segunda cidade do Nordeste a possuir uma usina de reciclagem de lixo, implantada na administração Chico Leitoa (2000 a 2004). Timon passou recentemente a ser o terceiro município em população do estado, superando Caxias. É o 169º no país, em contingente populacional, e o quinto em arrecadação de ICMS no estado do Maranhão. Ressalte-se que Timon está inserido no projeto “Grande Teresina”, como o segundo maior município, tornando-se assim um ponto estratégico para o desenvolvimento dessa região. Timon possui um clima quente o ano inteiro, com a temperatura média variando pouco no ano inteiro, onde podem as vezes superar os 40°C, e a mínima raramente é inferior a 22°C. Até mesmo o mês mais


frio da cidade (fevereiro), tem uma temperatura anual alta: máxima de 32°C e mínima de 22°C. O mês mais quente é outubro e a temperatura média é de 39°C ao dia e 27°C à noite(às vezes pela manhã). A chuva influencia muito na temperatura da cidade, os meses mais frios (dezembro-abril) são os mais chuvosos, assim, a umidade na cidade e a água fria diminuem a temperatura, então nesses meses a temperatura vai ser mais baixa. Dentre esses meses, o mais chuvoso é abril, chove cerca de 287 mm. O período mais seco (junho-setembro), possui temperaturas mais elevadas. O mês mais seco é agosto, chove aproximadamente apenas 13 mm. Uma peculiar característica das chuvas da cidade é por serem rápidas (normalmente não ultrapassam os 30 minutos) e bastante fortes (grande força da água e ventos). A incidência de raios também é muito comum. de Flores a Timon • conhecer para amar

9


l Educação

Creches, como a Dra. ZILDA ARNS NEUMANN acolhem as crianças timonenses 10

de Flores a Timon • conhecer para amar


l Parceria com a saĂşde

Prefeitura de Timon realiza entrega de 284 oculos pelo Projeto Olhar Brasil. de Flores a Timon • conhecer para amar

11


l Cultura A cidade de Timon conta com vários seg- vários eventos importantes, como: 1° Circuito de mentos artísticos, associações de cunho culturais Miniramp do Piauí e o mais recente que aconteceu e um número muito grande de artistas na litera- no dia 1º de maio o campeonato de luta de braço. tura, na música, nas artes plásticas, na dança e no teatro. Neste último segmento, nos últimos anos houve um progresso notável. O Grupo Proposta de Teatro (criado em 1990), por exemplo, recentemente participou do ENTEPOLA - Encontro de Teatro Popular Latino Americano, que aconteceu em Colatina-ES e contou com a participação de grupos da Espanha, da Argentina e de vários Estados do Brasil, sendo o Grupo Proposta de Teatro o único do Maranhão a participar do evento, com apenas três grupos do Nordeste. Centro da Juventude de Timon - Inaugurado pelo falecido Ex-Governador Jackson Lago em 31/03/2009 - o Centro da Juventude possui anfiteatro, quadra poliesportiva, pista de skate, auditório, sala de música, Foram promovidos

12

de Flores a Timon • conhecer para amar


Projeto Beija-Flor educa crianรงas na comunidade.

de Flores a Timon โ€ข conhecer para amar

13


l Zé Pereira O Zé Pereira é a Tradicional festa de carnaval que conta com dois blocos, Gaiola das loucas e D’pileque. Durantes os três dias passam pela avenida Piauí, à beira do Rio Parnaíba, grandes nomes da música nacional. O Zé Pereira de Timon é um evento que traz uma grande geração de renda tanto para município quanto para as famílias carentes que vêem no evento uma possibilidade de aumentar a renda familiar. Todos os blocos mantêm a tradição de participar todos os anos do Zé Pereira. Com uma estrutura de 80 camarotes, os turistas podem aproveitar os três dias de eventos com muita segurança.

14

de Flores a Timon • conhecer para amar


Zé Pereira de Timon é o Carnaval fora de época mais famoso da região Norte/Nordeste

de Flores a Timon • conhecer para amar

15


l Educação A rede municipal de ensino de Timon conta com mais de 33 mil alunos, distribuídos em 168 escolas, sendo 75 na zona urbana e 93 na zona rural. A partir de 2014 as escolas começaram a ser climatizadas. No ensino superior contamos com a Faculdade São José - FSJ - É tida como uma faculdade de prestígio dentro da cidade de Timon. Suas turmas de Direito são em média formadas por quase que 70% de teresinenses.Oferece também curso de Administração e de Ciências Contábeis.

• Centro de Estudos Superiores de Timon - CESTI/ UEMA - Oferece cursos de pedagogia, letras e administração. O centro também oferece cursos a distância através do programa “UEMA NET”. • Instituto de Ensino Superior Múltiplo - IESM Oferece cursos de: Pedagogia, Ciências Contábeis, Letras Línguas - Portuguesa e Inglesa, Enfermagem, Educação Física e destaca-se por ser a única faculdade do leste maranhense a oferecer o curso de Zootecnia. • Instituto Federal e Educação Ciência e Tecnologia - IFMA - Oferece ate o momento somente o curso superior de Ciências Biológicas.

16

de Flores a Timon • conhecer para amar


Estudantes de Timon contam com escola refrigerada, fardamento e material escolar.

de Flores a Timon • conhecer para amar

17


l Reforma e Ampliação

Prefeitura de Timon reinaugura Escola Tia Maria Luiza Moura. 18

de Flores a Timon • conhecer para amar


l Merenda Escolar

Projeto Desperdício Zero da Merenda Escolar de Flores a Timon • conhecer para amar

19


l Esporte Em Timon há vários clubes amadores, mas poucos profissionais. No futebol, destaca-se o Timon Esporte Clube( TEC), que se encontra na segunda divisão do campeonato maranhense. No futsal, o Futebol Clube Barceloninha (FCB), amador, que chega a fazer vários amistosos fora da cidade ao longo do ano. A Prefeitura Municipal de Timon patrocina prática esportivas e atletas de diversos setores, como ciclismo, corridas e até badmitom.

20

de Flores a Timon • conhecer para amar


de Flores a Timon • conhecer para amar

21


l Datas comemorativas 19 DE MARÇO Homenagem a São José, padroeiro do município, Lei Municipal nº 1210, de 14 de março de 2001; 16 DE AGOSTO Considera como feriado religioso municipal, o dia 16 de agosto em homenagem ao “Dia do Evangélico”, Lei Municipal nº 1424, de 23 de agosto de 2007; 15 DE OUTUBRO Homenagem a Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Lei Municipal nº 126, de 13 de outubro de 1953; 22 DE DEZEMBRO Criação da Vila de Flores, Aniversário da Cidade, Lei Municipal nº 109, de 27 de outubro de 1952;

22

de Flores a Timon • conhecer para amar


Hino Municipal de Timon

Salve amada terra Bravo povo inteligente Que em si encerra Todo o valor da nossa gente Dos engenhos e das flores Tu surgiste para nós Entre lutas e ardores Levantaste a tua voz Timonense, tu és um forte Timonense, tu és um bom Enfrentas até a morte Pela defesa de Timon

Sempre foste bem valoroso pelo trabalho e pela fé Cultuas o glorioso Marceneiro São José Teu trabalho sempre novo De artista artesão Orgulha o nosso povo E exalta o Maranhão Timonense, tu és um forte Timonense, tu és um bom Enfrentas até a morte Pela defesa de Timon

de Flores a Timon • conhecer para amar

23


l O Brasão A primeira Bandeira do município de Timon foi idealizada pela Professora Raimunda de Carvalho Sousa, conhecida popularmente como Dona Mundoca. A bandeira foi criada através da Lei Nº460, de 20 de junho de 1972, quando foi aprovada pela Câmara Municipal. De acordo com Dona Mundoca, a ideia de criar a bandeira surgiu porque todas as vezes que acompanhava os alunos nos eventos que a Prefeitura de Timon participava, as pessoas sempre perguntavam se a cidade tinha uma bandeira, e não tinha. “E foi aí que solicitei à Câmara a criação da bandeira e a ideia foi aprovada”, explica Dona Mundoca. A primeira Bandeira de Timon era feita nas cores banco, marrom, cinza e verde. Os símbolos presentes na bandeira possuem os seguintes significados:

24

de Flores a Timon • conhecer para amar

• Retângulo branco: simboliza a paz no município; • Cacho de coco babaçu nas cores marrom e cinza: representando a maior fonte de economia no município; • Duas palhas verdes de coco babaçu entrelaçadas: significa a união dos municípios e a esperança de melhores dias.


l O Brasão A Professora Mundoca Dona Mundoca nasceu na localidade Santa Inês, zona rural de Timon, onde hoje estão as terras do loteamento Roncador Balneário Clube. Teve sua primeira experiência como professora no ano de 1948 e participou de inúmeros cursos, congressos, treinamentos e seminários, em busca de aperfeiçoar sua carreira. Formouse em Letras e em Pedagogia com habilitação em Administração Escolar. Possui especialização em Supervisão de Ensino e implantou o ginásio Bandeirante de Timon, que dirigiu durante 13 anos. Atualmente, com 84 anos, é membro da Academia de Letras, Ciências e Ecologia do Leste Maranhense. Ocupa a 13ª cadeira e tem como patrono o ilustre timonense Jaime Rios.

de Flores a Timon • conhecer para amar

25


l A nova Bandeira de Timon Simbologia do brasão e da nova bandeira A nova bandeira de Timon tem o formato retangular, de estilo terciado em banda, sendo uma na cor amarelo ouro, a outra azul e a parte central branca, onde o brasão da cidade é aplicado. Este simbolismo das três cores representa os três poderes: Poder Legislativo, representado pela faixa amarelo ouro; Poder Executivo, representado pela parte central da bandeira, em branco – o local onde o brasão está aplicado representa a sede da cidade; e Poder Judiciário, representado pela faixa azul. O brasão inclui os seguintes elementos:

2–Coroa Mural: simboliza a emancipação político-administrativa acontecida em 1890. Posicionado em local de destaque no mural da coroa e na cor dourada, encontra-se o primeiro símbolo da bandeira, criado por iniciativa da professora Mundoca em 1972. 3– Suportes: palmeira do babaçu – que aparece no símbolo criado pela professora Mundoca –, representando a presença abundante na Região dos Cocais. 4– Listel: o primeiro listel traz a data 1890, uma referência à elevação do povoado de São José das Cajazeiras à categoria de vila com o nome de Flores. No segundo, está escrito em Latim: Non Dvcor Duco, que significa: “Não sou conduzido, conduzo”.

1– Escudo Português: representando a origem da nacionalidade brasileira e homenageando os pri- 5- O sol: De cor amarelo ouro, o sol ardente e implameiros colonizadores. cável, muito intenso na nossa região, representa uma

26

de Flores a Timon • conhecer para amar


das principais características do timonense: a resistência. 6 - Região verde dentro do escudo: A faixa verde abaixo do sol representa a fertilidade do solo timonense e a abundante Região dos Cocais. Simboliza também potencial para o desenvolvimento da atividade agrícola da Zona Rural de Timon. 7- Região azul dentro do escudo: O azul do escudo simboliza uma das maiores riqueza da região: as águas (Rio Parnaíba e balneários). 8 – Timão: representa as emborcações da época do porto de São José do Parnaíba, primeiro nome dado à nossa cidade. Outra importante referência do timão no brasão é uma homenagem aos artesãos que, até hoje, esculpem suas artes na madeira.

T I M O N -M A NO

N

O

O

de Flores a Timon • conhecer para amar

27


l A nova Bandeira de Timon Simbolismo das cores Amarelo A cor amarelo ouro, simboliza o sol ardente e implacável, muito intenso da nossa região, representa uma das principais características do timonense, a resistência, simboliza também as riquezas da nossa cidade.

Branco Simboliza a riqueza imaterial do nosso povo: Hospitalidade, força para o trabalho, coragem, dignidade e sentimento de paz.

28

de Flores a Timon • conhecer para amar


Azul A Abundância das águas da cidade de Timon, de um lado as margens do Rio Parnaíba, do outro lado as águas dos banhos e riachos, os chamados balneários.

de Flores a Timon • conhecer para amar

29


l Os prefeitos de Timon Desde a sua fundação como Vila Flores em 22 de dezembro de 1890, Timon contou com 30 prefeitos, sendo que quatro tiveram dois mandatos – Francisco Vitorino de Assunção (1928 e 1951), Luiz de Sousa Pires(1977 e 1989), Chico Leitoa(1993 e 2001) e Socorro Waquim (2005 e 2009)– e Napoleão Guimarães(1966, 1974 e 1983) teve três mandatos.

30

de Flores a Timon • conhecer para amar

Veja a lista dos prefeitos de Timon e o ano em que foram empossados: 1891 a 1895 – Cel. Hermógenes de Carvalho. 1895 a 1899– Olegário da Silva Rios 1899 a 1903– Francisco Rocha Galvão 1903 a 1907– Cel. Francisco Rocha Falcão 1907 a 1911– Luis Rocha Pimentel 1911 a 1915– Otávio Odílio de Moura Falcão 1915 a 1919– Marcelino Machado 1919 a 1923– Cel. Jaime de Moura Rios 1923 a 1926– Cel. Simão Pedreira 1926 a 1928– Francisco Falcão Costa 1928 a 1930– Francisco Vitorino de Assunção 1930 a 1933– José Marçal Cavalcante 1933 a 1934– João Cursino Veras


1934 a 1937– Sesostre Silvio de Moraes Sarmento 1937 – Benjamim Marques Monteiro 1937 a 1941 – Urbano de Sousa Martins 1941 a 1946 – Rufino da Costa Sousa 1946 – Ulisses Marques 1946 – José do Egito 1946 a 1947 – João Miguel Budaruiche 1947 a 1951 – Jaime de Moura Rios 1951 a 1956 – Francisco Vitorino de Assunção 1956 a 1961 – Joaquim Martins ferreira 1961 a 1966 – José Nilton Nunes 1966 a 1970 – Napoleão Guimarães 1970 a 1974 – Domingos Rego 1974 a 1977 – Napoleão Guimarães 1977 a 1983 – Luis de Sousa Pires

1983 a 1989 – Napoleão Guimarães 1989 a 1993 – Luis de Sousa Pires 1993 a 1997 – Francisco Rodrigues de Sousa (Chico Leitoa) 1997 a 2001 – Sebastião de Deus Rodrigues Ferreira(De Deus) 2001 a 2005 – Francisco Rodrigues de Sousa (Chico Leitoa) 2005 a 2009 – Maria do Socorro Almeida Waquim 2009 a 2013– Maria do Socorro Almeida Waquim 2013 – Luciano Ferreira de Sousa (Luciano Leitoa).

de Flores a Timon • conhecer para amar

31


32

de Flores a Timon • conhecer para amar

Livro educação  
Livro educação  
Advertisement