Issuu on Google+

Crescimento de investidores no setor de franquias Segmento de alimentação é destaque Pág 04

Franqueados de todo o país se reúnem em Porto de Galinhas Pág 03 Grupo fecha parceria com C hef Thiago Freitas Pág 09


Editorial

É

com prazer que o Grupo Bonaparte recebe todos seus franqueados para a Convenção 2011. Esperamos que o evento propicie debates importantes, sobre assuntos que estão relacionados à organização e à gestão das lojas que integram nossa rede e ao setor de franquias como um todo. Durante os quatro dias de convenção, vamos relembrar a trajetória do Grupo Bonaparte e discutir estratégias para o futuro. Haverá oportunidades para debater sobre os investimentos de marketing, nossas soluções em sistema da informa-

ção e as visitas de supervisão e treinamento que estão sendo realizadas em todas as lojas da rede. Em nossa programação, também damos destaque a assuntos que estão relacionados à gestão de franquias de alimentos. Entre eles, a utilização das redes sociais para projetar nossas marcas. Atualmente, 99% dos internautas brasileiros participam dessas redes. Portanto, estar presente nelas e utilizá-las de forma adequada são fatores importantes para a construção de um bom relacionamento com os clientes.

Donatário promove festival “Massas e Molhos” As franquias da rede Donatário acabam de receber um novo festival, o “Massas e Molhos”. São seis receitas que combinam massas e molhos especiais com camarões, ingrediente de destaque no cardápio dos restaurantes da rede. Os pratos serão comercializados até o final de setembro em todas as unidades do Donatário.

Grupo participará de feira de negócios no Nordeste O Grupo Bonaparte participará da primeira edição da ABF Franchising Expo Nordeste, que ocorrerá de 08 a 11 de novembro, no Recife. A feira é promovida pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) em parceria com a Brazil Trade Show (BTS) e será voltada para o público interessado em abrir franquias na Região. Entre as empresas expositoras, estarão presentes representantes de diversos segmentos.

2

Fotos: Divulgação

Momento para debater ideias e confraternizar Leonardo Lamartine, presidente do Grupo Bonaparte

Nossa convenção também será um momento de confraternização e lazer. Aproveitaremos a oportunidade para comemorar as metas atingidas e homenagear os franqueados que se sobressaíram este ano. Esperamos que o evento seja proveitoso para todos.

Expediente Coordenação editorial e de comunicação Exclusiva!BR Jornalista responsável Luciana Lewis DRT 46551995 – Paraná Editores Fernando de Albuquerque fernando@exclusivabr.com Juliana Pessoa juliana@exclusivabr.com Redação Aline Franceschini aline@exclusivabr.com Rui Gonçalves rui@exclusivabr.com Felipe Dias Felipe@exclusivabr.com Márcia Lira marcia@exclusivabr.com Editora de arte Paula K. Santos Designers Isabela Freire e Rafaela Sarinho


Convenção

Convenção do Gru po Bonaparte

reúne franqueados de todo o país

O

Grupo Bonaparte promove, entre os dias 25 e 28 de agosto, a convenção anual da empresa, que reúne os franqueados da rede de todo o Brasil. O local escolhido para o evento foi o Nannai Beach Resort, localizado na praia de Muro Alto, no município de Ipojuca. Durante os quatro dias de atividades, os franqueados assistirão a diversas palestras sobre assuntos relacionados ao desenvolvimento das lojas que integram as redes de franquias do Grupo.

Fotos: Divulgação

Palestras sobre diversos assuntos relacionados ao setor de franquias integram a programação do evento

“Nossa convenção anual é um momento importante para apresentar aos franqueados o resultado do nosso trabalho e receber sugestões para novas ações. Podemos decidir juntos o direcionamento da empresa para o próximo ano, através de uma análise dos resultados do ano anterior”, afirma o presidente do Grupo Bonaparte, Leonardo Lamartine. De acordo com Luiz Barreto, executivo do Grupo, “durante a convenção, apresentaremos aos franqueados palestras sobre os assuntos que consideramos mais relevantes para o crescimento e o desenvolvimento dos negócios de franquias em todo o país. Também discutiremos as novas oportunidades de mercado e avaliaremos o desempenho da rede”. A programação do evento envolve discussões sobre a importância das redes sociais, as ações de marketing do Grupo, as novidades no setor de Sistema da Informação, Justiça do Trabalho e a realização de visitas de supervisão e treinamento nas lojas da rede. Além disso, haverá um momento de confraternização e a premiação das três lojas que receberem maior pontuação nos quesitos faturamento, melhor resultado na supervisão e avaliação do franqueado.

Leonardo Lamartine, presidente do Grupo Bonaparte, acompanha de perto todas as convenções da rede

3


Mercado

Segmento de alimentação é destaque no setor de franquias

Expansão da massa salarial e da classe C estimulam o setor, que cresceu mais de 20% entre 2009 e 2010 Por Aline Franceschini

I

mpulsionado pelo crescimento do poder de compra das classes C e D, o setor de franquias espera faturar R$ 87,2 bilhões em 2011, alta de 15% em relação a 2010. Só nos primeiros cinco meses do ano, o País ganhou, pelo menos, 60 novas redes, e a expectativa da Associação Brasileira de Franquias (ABF) é que outras 90 sejam abertas até dezembro, com foco na região Nordeste.

O segmento de maior destaque em 2010 foi o de alimentação. As redes de franquias de alimentos cresceram 39,9% e faturaram mais de R$ 15 bilhões. Entre 2001 e 2010, a quantidade de lojas do segmento cresceu 201%, enquanto a expansão geral do setor alcançou a taxa de 69%, segundo dados da ToolBoox. De acordo com Leonardo Lamartine, Presidente do Grupo Bonaparte de Restau-

rantes, “As franquias de alimentação vão manter um alto índice de crescimento este ano, devido, principalmente ao aumento do número de pessoas dispostas a fazer refeições fora de casa”. Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 60 milhões de brasileiros realizam suas refeições fora de casa diariamente, o que corresponde a cerca de 32% da população e representa um faturamento em torno de R$ 420 milhões por dia. Uma pesquisa desenvolvida pela ECD Consultoria aponta que 83 milhões de brasileiros devem comer fora de casa diariamente até 2014. A mesma pesquisa revela que o brasileiro gasta em torno de 25% de sua despesa

Divulgação

No ano passado, por exemplo, o setor cresceu 20,4% em relação a 2009, superando as projeções da ABF. A segurança inerente ao negócio foi um dos motivos para essa elevada taxa de crescimento. Para Wilson Moraes Neto, proprietário de duas lojas do Grupo Bonaparte em

João Pessoa, na Paraíba, “o principal ponto que me levou a abrir uma franquia foi a oferta de um know how que eu não possuía naquela época, bem como a relativa segurança de estar investindo em um negócio que já havia sido testado e aprovado em diversos locais”.

Franquias de alimentos são impulsionadas pela instalação de novos shoppings no Nordeste

4


Mercado

Associação Brasileira de Franquias aponta o nordeste como a região com maior potencial para assumir novas franquias

Impulsionado pela expansão do setor de franquias, principalmente no segmento de alimentação, o Grupo Bonaparte cresceu 16% em 2010, atingindo 15 estados brasileiros. Com 56 unidades instaladas, a empresa espera crescer mais 15% este ano. O foco da expansão do Grupo é o Nordeste, apontado pela ABF como a região com maior potencial para consumir novas franquias. Segundo Lamartine, “o desenvolvimento econômico do Nordeste, principalmente com a instalação de novos shoppings, favorece o setor de franquias na região. Além disso, o poder de consumo da população nordestina vem crescendo muito”. Entre 2011 e 2012, serão inaugurados seis novos shoppings na região Nordeste, segundo levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE). Dois deles abrirão as portas ainda este ano, um em Sergipe e outro no Maranhão. Os outros quatro serão inaugurados em 2012, nos estados de Pernambuco, Bahia, Pará e Ceará. A Área Bruta Locável (ABL) – disponível para instalação de lojas – desses novos centros comerciais, juntos, superará 160 mil

metros quadrados. Segundo Luiz Antônio Travaína, responsável por uma loja do Bonaparte em Belém (PA), “A expansão do setor de franquias aqui é visível. A própria cidade está em pleno crescimento, com dois shoppings em construção, o que favorece o mercado de franquias”. Em Pernambuco, o franqueado Carlos Antônio Pessoa de Mello vai aproveitar a abertura de um novo shopping center no próximo ano para inaugurar sua sexta franquia do Grupo Bonaparte: “Inaugurei minha primeira loja em 2003, quando estava buscando novos investimentos e surgiu a oportunidade de montar uma loja do Bonaparte. Agora, já fechamos com o Grupo para abrir uma unidade no shopping Rio Mar”.

R$ 15 bilhões Franquias de alimentos foram destaque do setor e faturaram mais de R$ 15 bilhões em 2010

Divulgação

com alimentação em refeições fora de casa. Estima-se que daqui a 10 anos esse número subirá para 40%.

60 milhões de brasileiros realizam suas refeições fora de casa diariamente, segundo IBGE

5


Franquia

Cresce o interesse

das mulheres pelo mercado de franqu ias Possibilidade de trabalhar mais junto da família é um dos atrativos do setor

A produtora pernambucana Luciana Lins inaugurou a primeira unidade do Bonaparte em Petrolina, na região do semi árido pernambucano. Ela conta que sempre teve vontade de ter um negócio próprio e a oportunidade veio com um convite para sociedade com um casal de amigos. “Estou muito satisfeita, foi uma realização pessoal e profissional”, diz. O restaurante administrado por Luciana possui 62 metros quadrados, está localizado no River Shopping e comercializa, em média, mil pratos por semana. “Cuidar da própria franquia é um trabalho diário que exige muito do proprietário, mas eu organizo meu tempo e consigo atender às demandas profissionais e de casa”, afirma Luciana. Casada há dez anos e com uma filha, ela diz que é possível conciliar o trabalho com a vida doméstica.

6

Ainda de acordo com os dados apresentados pela Rizzo Franchise, as mulheres já correspondem a 42% do total de franqueados no país. Além disso, as franquias comandadas por elas têm faturamento bruto 45% maior do que as comandadas por homens. Leonardo Lamartine, presidente do Grupo Bonaparte, acredita que as mulheres detêm características que favorecem a administração da franquia. “Elas possuem mais capacidade de adaptação às regras colocadas pela empresa franqueadora, são organizadas e costumam construir bons relacionamentos com os funcionários”, afirma.

50% das franquias do Grupo Bonaparte são total ou parcialmente dirigidas por mulheres

Entre as franquias do Grupo Bonaparte, 50% são completa ou parcialmente (quando há mais de um proprietário) pertencentes a mulheres. Enquanto isso, 54% das unidades possuem mulheres nos cargos de gerência ou administração. “O ramo de alimentação é um dos que mais atraem as mulheres que procuram ingressar no setor, assim como moda, beleza e estética”, comenta Lamartine.

“Cuidar da própria franquia é um trabalho diário que exige muito do proprietário, mas eu organizo meu tempo e consigo atender às demandas profissionais e de casa”, diz Luciana Lins

Divulgação

N

um momento em que as mulheres procuram conciliar trabalho doméstico com vida profissional, o ingresso no setor de franquias se apresenta como uma boa solução. Pesquisa realizada pela Rizzo Franchise, empresa especializada em consultoria, aponta que um dos motivos que mais levam as mulheres a iniciar uma franquia é a possibilidade de trabalhar mais junto da família.


Perfil

Qualidade, credibilidade e confiança depositada nas franquias

F

irme e consolidado no mercado, o Grupo Bonaparte tem como principal característica oferecer a melhor alimentação fora do lar, com boa estrutura e conforto. O diferencial do Grupo é oferecer produtos com uma qualidade superior à concorrência. Ser um franqueado do Bonaparte é uma etapa interessante para a expansão da rede. Wilson Moraes Neto é o exemplo do excelente investimento e confiança do grupo nas franquias. Apesar de não estar se dedicando integralmente aos restaurantes, pois atua, também, no ofício de advogado, o empresário se sente realizado. “Os anos de dedicação total me possibilitaram continuar a exercer uma administração austera e focada em resultados, através da equipe que conseguimos construir, capacitada e comprometida com o negócio”, afirma o sócio administrador das duas unidades do restaurante Bonaparte em João Pessoa, Paraíba.

Fotos: Divulgação

Wilson Moraes Neto é sócio administrador de duas franquias do Grupo Bonaparte em João Pessoa a compra de duas unidades que já estavam em funcionamento. Eram rentáveis, mas estavam, ainda, aquém de suas capacidades por diversos fatores”, afirma. “Com muito empenho e suporte da matriz, conseguimos aumentar as vendas consideravelmente”. E Wilson apresenta dados consideráveis de sua estabilidade no mercado gourmet. “Após cinco meses, havíamos dobrado o faturamento da primeira unidade. Na outra, tivemos o crescimento girando na casa dos 45%, um bom número”. Wilson aponta, também, para a facilidade com que seu negócio foi rapidamente aceito pelo Grupo. “Quando surgiu a oportunidade do negócio, logo iniciamos as conversas com o antigo proprietário e, em dois meses, já estávamos à frente das operações”, conclui.

Wilson Moraes, o mais jovem franqueado a ingressar na rede

Há quatro anos e meio inserido no Grupo Bonaparte, ele ressalta o crescimento de suas franquias desde a primeira unidade. “Ingressamos no Grupo com

Qualidade dos pratos é o principal motivo de sucesso das franquias em João Pessoa

7


Mídias Sociais

O consumidor

ao alcance de um clique Twitter e Facebook aproximam o consumidor das empresas e alavancam a marcha do consumo Por Márcia Lira

Não há muito o que pensar quando 99% dos internautas brasileiros aderiram às mídias sociais, segundo estudo da ComScore. São pessoas que gastam menos tempo em sites e mais no Twitter, Facebook, Orkut, YouTube, Foursquare, entre outros. Por isso que o Grupo Bonaparte entrou nas redes sociais em 2011, criando perfis para cada marca nas principais ferramentas. Por meio delas, os restaurantes Bonaparte, Donatário, Galileu e Monalisa vêm ganhando presença digital. “As mídias sociais são as ferramentas que mais nos aproximam do consumidor, pois nos permitem despertar o interesse dele pela marca, interagir e conhecer seu sentimento real sobre o nosso negócio”, ressalta o executivo do Grupo Bonaparte Luiz Barreto. Em seis meses de atuação, ele sente os efeitos positivos. “Começamos a fazer parte do dia a dia dos clientes. Isso reforça nosso recall e torna esta relação mais

8

Divulgação

É

verdade que na internet tem de tudo um pouco. Para um empresário, no entanto, há algo especial: o consumidor. Só que ele se comporta de forma diferente, pois saiu da passividade on-line e passou a compartilhar informações, fotos e vídeos. E para conquistar novos clientes e fidelizar os antigos é importante atuar também de forma pulverizada nessas redes.

pessoal. É como se nossas marcas fossem personificadas pelos perfis no Twitter e fan page no Facebook”. O trabalho entrou na segunda fase, por meio da realização de ações com envolvimento on-line e off-line. A primeira foi a parceria com blogueiros de sete estados estratégicos para promover o Festival de Grelhados do Bonaparte: Recife, Bahia, Ceará, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte e Pará. Junto aos leitores dos blogs de cada lugar foram sorteados vouchers dos novos pratos no Twitter. A iniciativa dobrou o número de seguidores, multiplicando o alcance da marca. O desafio é oferecer na internet conteúdo e serviços de qualidade com agilidade. “Na essência, é o mesmo desafio que nossas lojas têm de oferecer um produto gourmet através de um serviço de fast food”, compara Barreto. Os próximos passos são explorar novas ferramentas, como o aplicativo de geolocalização Foursquare e reformular os sites de todas as marcas.

Conheça as marcas do Grupo Bonaparte nas redes sociais: Grupo Bonaparte

Twitter @grupo_bonaparte Facebook facebook.com/grupobonaparte

Restaurante Bonaparte

Twitter @rest_bonaparte Facebook facebook.com/bonaparterestaurante

Restaurante Donatário

Twitter @rest_donatario Facebook facebook.com/donatariorestaurante

Restaurante Monalisa

Twitter @rest_monalisa Facebook facebook.com/monalisarestaurante

Restaurante Galileu

Twitter @restgalileu Facebook facebook.com/galileurestaurante


Fotos: Divulgação

Gastronomia

Chef Thiago Freitas

assina próximos festivais do Bonaparte Cada vez mais focada no conceito de ser menos fast e mais gourmet, rede aposta em festivais para conquistar clientes

Para isso, a rede aposta no talento do jovem chef Thiago Freitas, um dos sócios do Thaal Cuisine e dono do Bio, para assinar os seus dois próximos festivais gastronômicos, que deverão ser realizados até o final do ano. A expectativa é que o Bonaparte esteja cada vez mais atrelado à ideia de qualidade gastronômica e que agregue novos clientes. O ponto fundamental da consultoria de Freitas é a apresentação dos

pratos, que já começaram a ganhar um maior destaque dentro da rede de Restaurantes Bonaparte. Para o primeiro festival, previsto para setembro, a aposta é um cardápio leve, saudável, mas fugindo do tradicionalismo das saladas. “A ideia é fazer uma comida mais saudável, mas não pensando apenas em saladas. Vamos apostar em alguns ingredientes leves”, conta o chef Thiago Freitas. Segundo ele, o mote do festival é aproveitar o verão, que pede necessariamente comidas mais leves.

Freitas é um destaque na culinária nacional. No mês de setembro, por exemplo, ele representará o País no Brazilian Day, em Nova Iorque, apresentando pratos que tenham um pé no tradicional, mas que estejam alinhados ao que há de mais moderno. O chef Thiago Freitas, 26 anos, apesar da juventude, é uma das revelações da cena gastronômica. Ele passou por renomados restaurantes como La Campanina e Verdicchio até abrir sua própria casa, o Thaal, que propõe em um mix de tradição e contemporaneidade. Dellany Meira

C

om a ideia de fortalecer ainda mais o conceito “Menos Fast, Mais Gourmet”, os restaurantes Bonaparte investem nos festivais para diferenciar seu cardápio e sempre conquistar novos clientes.

Thiago Freitas foi vencedor por três anos consecutivos da Fispal Recife, na categoria Jovens Talentos

9


Capacitação

Treinamento

impulsiona crescimento Grupo Bonaparte foca suas ações no treinamento de colaboradores para padronizar procedimentos e aumentar qualidade no atendimento

O

Grupo Bonaparte tem investido na área de treinamento das franquias, com 81% de suas unidades contempladas pela ação. Até o final de setembro, a meta é atingir os 100%. “E não vamos parar por aí, o objetivo é que, até o final do ano, façamos o segundo ciclo de treinamento, revisitando todas as unidades”, conta Fátima Barroso, gerente de operações do Grupo. Segundo a gerente, o investimento se deve ao fato de apostar em profissionais preparados, expandindo a oferta com um produto de qualidade, seguro e um serviço ágil com base na excelência. “Infelizmente, ainda existem empresas que veem treinamento como custo e não como aposta”, afirma. “Há uma resistência por que acreditam que  treinar um profissional que pode sair da sua empresa a qualquer momento para trabalhar em um concorrente não vale a pena”. A mudança tem sido notória, os colaboradores vêm se aproximando do grupo cada vez mais. Ela também frisa sobre a importância do feedback dos clientes, que observam o atendimento diferenciado. “Como resultado, pode-se ver uma melhoria latente no que diz respeito ao aumento de produção, atitudes assertivas e colaboradores vestindo a camisa da empresa, tudo sendo obser-

10

vado pelos clientes”, coloca. “É muito gratificante ao final de um treinamento receber o reconhecimento da equipe, e melhor ainda quando recebo ligações dos franqueados e gerentes dizendo que o serviço melhorou bastante e, como consequência, as vendas aumentaram”, relembra. Assim como os demais profissionais, o líder deve saber sobre tudo que é relevante para a sua empresa. “A participação dos líderes é importante nos processos de treinamento, pois os colaboradores tendem a se espelhar nos gestores. Para saber delegar, é preciso saber fazer”, conclui Fátima.

Mais de 80% da rede já foi contemplada com visitas de supervisão e treinamento

Fotos: Divulgação

Por Felipe Dias


Marketing

Campanha anuncia novo conceito “Menos Fast, Mais Gourmet” diferencia Grupo Bonaparte da concorrência

“Uma vez que nossa percepção é construída baseada nos estímulos que filtramos a nossa volta, decidimos que o caminho apropriado poderia ser uma campanha com caráter mais institucional focada em um conceito gastronômico diferenciado para, com isso, sermos percebidos como uma opção de melhor qualidade”, explica Luiz Barreto, gerente de Marketing e Novos Negócios. Em conjunto com um grupo de franqueados que tem participado ativamente do desenvolvimento de ações estratégicas para o crescimento da rede, foi criada a campanha institucional “Menos Fast, Mais Gourmet”.

Com isso, o Bonaparte se posiciona para o consumidor como uma opção gastronômica diferenciada alicerçada na capacidade do grupo de criar novos espaços, novas opções gastronômicas e novos nichos de mercado. Com o acelerado crescimento da oferta no setor, as opções de produtos se apresentam cada vez mais semelhantes, o que ocasiona a decisão de compra baseada no custo. “Nosso movimento estratégico busca a inovação de valor agregado, a criação de um novo espaço no mercado e o rompimento com a concorrência”, diz o gerente.

do país, nas TV’s que compõem o novo visual merchandising das novas operações e em redes televisivas abertas, como MTV, em todo o Brasil. Até o fim do ano, novas inserções serão veiculadas nesses meios e em outras redes, como Rede Globo, SBT e Record em praças específicas. As peças do projeto de comunicação do grupo estão à disposição da rede franqueada para uso local, conforme interesse e disposição de cada unidade através da agência de publicidades do grupo. Em caso de interesse ou dúvidas, o marketing está pronto para atendê-los.

A nova campanha “Menos Fast, Mais Gourmet” possui desdobramentos em diversos formatos de mídia e será executada de acordo com a vitalidade financeira do Fundo de Participação em Promoção (FPP) e o plano de mídia aprovado em reunião, conforme ata enviada para os franqueados em março desse ano. Entre as peças produzidas, o VT já está em circulação em salas de cinema de algumas cidades

Divulgação

A

tualmente, o Grupo Bonaparte dedica uma atenção especial para as ações de marketing. Com a chegada de novos players no setor, agindo de maneira agressiva na conquista de mercado, o Grupo decidiu buscar uma posição estratégica de diferenciação do que vem sendo apresentado pela concorrência.

Luiz Barreto Bisneto, gerente de MKT e Novos Negócios, lidera a campanha do Grupo mais focada no conceito “Menos Fast, Mais Gourmet”

11


Localização

Franquias do Grupo Bonaparte PA

CE RN PB

TO

AC

PE

RO

BA

12

SE

DF

O

Grupo Bonaparte é um dos que mais crescem no segmento de alimentação fora de casa no Brasil. A história do Grupo é pautada pela inovação, ousadia e sofisticação, marcas registradas e presentes em todas as operações que realiza. Ao longo dos anos de atuação, o Grupo estabeleceu muitas metas e alcançou todas. Conseguiu imprimir excelência ao que faz, tornando-se líder em vendas por metro quadrado, nos principais shoppings em que está presente. As marcas viraram sinônimo de refeições saborosas, variadas e de qualidade. Mas o motivo de maior orgulho do Grupo Bonaparte é poder atender às necessidades dos franqueados e clientes, vendo na satisfação deles o resultado de um trabalho bem feito.

AL

MG

Grupo Bonaparte presente em 11 estados LEGENDA:


Monalisa

Novo modelo de serviço Acompanhamento dos pratos terá maior visibilidade dos clientes, abandonando o estilo self-service Divulgação

A

partir de setembro deste ano, o Grupo Bonaparte lança um novo modelo de serviços de cozinha nos restaurantes Monalisa. Todo processo de alimentação deste segmento será a partir do cardápio, em que o cliente escolhe e decide o que desejar. A montagem fica a cargo do Chef da franquia que confeccionará os pratos de maneira segura e saudável, sem esquecer o sabor. Segundo Luiz Barreto Bisneto, executivo do Grupo Bonaparte, um levantamento detectou as vantagens do novo serviço, que pode trazer visibilidade e satisfação. O novo modelo obedece a padrões europeus de alimentação, trazendo um processo de qualidade à produção dos pratos. “Fizemos uma pesquisa há dois anos, em termos de modelos de serviços nas diversas praças de alimentação europeias”, coloca Barreto. “Identificamos em Paris, e outras cidades, que não existe mais o uso do self-service”, afirma. O executivo assegura que o Grupo vem realizando estudos de mercado em outros países, visando estabelecer um modelo adequado para a segurança na alimentação dos clientes do restaurante Monalisa e de outras franquias do Grupo Bonaparte. “Nós estudamos um modelo que melhor se encaixe para este restaurante, inclusive em algumas operações nos Esta-

dos Unidos. Mas o fator chave foi a análise de risco na alimentação por meio do self-service”, pondera Bisneto. “O maior deles, é a contaminação do alimento”. E parece funcionar. Os números mostram que há uma redução no investimento e um maior controle no tempo de preparo. “O serviço do restaurante melhora. Reduzimos cerca de 20% do investimento em relação a outras operações em outros segmentos, além de termos um maior controle sobre o tempo de serviço e preparo dos pratos”, analisa Luiz Barreto Bisneto fazendo link com a diminuição dos gastos e a melhora efetiva na produção.

Com este novo modelo de serviço, o Grupo Bonaparte espera aumentar ainda mais o fluxo de clientes. “A visibilidade da cozinha é a melhor coisa possível. O cliente poderá ver o preparo dos pratos, construindo um sentimento de familiaridade e segurança. Uma verdadeira troca para nós, pois você observa como o Chef está preparando seu prato”, conclui Barreto.

Franquias – No Recife, dois restaurantes Monalisa serão abertos. Teresina e Juazeiro do Norte também ganharão um, cada. O novo modelo de serviço será implantado em setembro, quando o Grupo Bonaparte inaugura o restaurante Galileu em Palmas, Tocantins.

13


Expansão

Gru po Bonaparte amplia sua rede de lojas

“Além de reforçar nosso posicionamento e consolidar ainda mais nossa marca na região, as novas franquias em São Luís e Teresina são o resultado de um trabalho seguro e planejado que traz para estes novos consumidores a oportunidade de desfrutarem de uma experiência gastronômica extraordinária nas lojas do Grupo Bonaparte”, afirma o executivo do Grupo Luiz Barreto. Com estas novas unidades, o Grupo totalizará 48 franquias distribuídas entre todas as capitais nordestinas e 64 em todo o país. Também serão inauguradas, até o fim do ano, uma loja do Bonaparte no Shopping Cariri (Juazeiro do Norte – CE), uma unidade do Galileu no Palmas Shopping (Palmas – TO), uma franquia do Bonaparte e uma do Donatário no Shopping

14

Fotos: Divulgação

Divulgação

P

ara consolidar a ampliação de sua rede este ano, o Grupo Bonaparte prevê a inauguração de novas franquias em seis estados do país. A abertura de unidades em dois desses estados, Piauí e Maranhão, consolidará uma das principais metas do Grupo Bonaparte: estar presente em todos os estados nordestinos. No Piauí, o Teresina Shopping, localizado na cidade de Teresina, receberá uma loja do Bonaparte, uma do Donatário e uma do Monalisa. Já a capital maranhense, São Luís, receberá duas unidades do Bonaparte, uma no São Luís Shopping e uma no Shopping da Ilha.

Bruna Pontual

A partir de outubro, o Grupo estará presente em todos os estados do Nordeste

Grupo se consolida enquanto líder de mercado com presença em todos os Estados do Nordeste Via Verde (Rio Branco – AC), e uma unidade do Donatário no Shopping Boa Vista (Recife – PE). Além disso, serão reinauguradas, após reforma, duas lojas do Bonaparte: uma no Shopping Boa Vista (Recife – PE) e a outra no Shopping Boulevard (Feira de Santana – BA).

Setor de franquias cresce apesar da valorização imobiliária O setor de franquias superou as expectativas projetadas pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e cresceu 20,4% em 2010. Impulsionadas pelo aquecimento da economia brasileira e pelo aumento do poder de consumo da população, as empresas do setor faturaram R$ 76 bilhões no ano passado. O número de redes cresceu 12,9%, com 1.855 marcas em operação no país, e o de unidades subiu para

86.365, somando 8% em relação a 2009. Só nos primeiros cinco meses deste ano, o país ganhou pelo menos 60 novas redes, e a expectativa da ABF é de que outras 90 sejam abertas até dezembro. Apesar dos números positivos, o setor ainda enfrenta alguns desafios, sendo a valorização imobiliária o maior deles. Uma pesquisa comparativa feita em 37 países mostra que o Brasil teve a maior valorização imobiliária do mundo em 2010. De acordo com a Global Property Guide, responsável pela pesquisa, a alta média no País foi de 24,7%, à frente de Hong Kong (21,9%), Letônia (21,2%), Singapura (17,6%) e Israel (16,2%). Foram considerados os preços dos imóveis em cinco capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Recife e Brasília.


“Uma saída para as empresas franqueadoras tem sido apostar em cidades de médio porte, onde a valorização imobiliária não é tão grande e o poder de consumo da população tem crescido cada vez mais”, comenta o presidente do Grupo Bonaparte, Leonardo Lamartine. O Grupo Bonaparte já possui franquias abertas no interior de Pernambuco e Bahia. Outra estratégia, adotada principalmente pelas redes de franquias do segmento de alimentação, é abrir unidades nos novos shoppings centers. O Brasil deve fechar o ano de 2011 com 14 novos shoppings. Além disso, uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (ABRASCE) mostra que a praça de alimentação é o setor que mais cresce dentro dos centros de compras e já aumentou 13,56% em relação a 2010. Entre os clientes que

participaram da pesquisa, 39% dizem que frequentam a praça de alimentação cada vez que vão a um shopping center. “Estudamos abrir outras unidades do Bonaparte nos estados de Pernambuco, Bahia, Maranhão e Acre, a partir da inauguração de novos shoppings”, comenta Leonardo Lamartine. “O segmento de alimentação foi o que mais cresceu dentro do setor de franquias no ano passado. O Grupo Bonaparte está aproveitando o bom momento do mercado para inovar e ampliar a rede em áreas que ainda foram pouco exploradas”, complementa o empresário.

“Estamos apostando e investindo na abertura de lojas em cidades de grande e médio porte”

Divulgação

Expansão


Tu rismo

A praia mais

paradisíaca do Nordeste Culinária local, clima quente e conforto são alguns atrativos de Porto de Galinhas Fotos: Divulgação

A

praia mais famosa do Brasil se localiza ao lado do município de Ipojuca, a 60 km da cidade do Recife. Passeios de caiaque, praias desertas – propícias para grupos e acampamentos – e banhos de mar em piscinas naturais são só alguns exemplos de atrativos encontrados em Porto de Galinhas. O primeiro dia pode ser usado para descanso, depois de uma longa viagem. Aproveitar para dar uma caminhada leve e saborear alguns pratos nos restaurantes da região.

O segundo dia é para se jogar no mar. Alugar um bugue pode ser uma ótima opção para visitar as praias. E um passeio conhecendo as praias espalhadas pela região pode ser uma boa pedida. Camboa, Muro Alto, Cupe, Maracaípe, Enseadinha, Toquinho, Serrambi e Cacimbas podem ser consideradas paradisíacas. É importante verificar, também, a tábua de marés para não haver acidentes com mergulhos. Dica: a praia de Camboa pode ser uma excelente opção a dois. Um passeio pela trilha histórico-ecológica pode ser feito a pé ou a cavalo. A Trilha de Maracaípe parte da praia e passa pela mata atlântica e manguezal. O resultado são alguns pontos históricos como o Mirante de Outeiro e a casa de farinha. Pode-se visitar, também, um antigo engenho de açúcar, o Canoas, onde o visitante saboreia uma rapadura ou compra um saboroso mel de engenho. A culinária é uma das melhores partes do passeio. Frutos do mar, massas e delícias da região acompanham o clima quente das praias. Comer bem pode trazer bem- estar e energia para aproveitar todos os esportes. Surf e Kitesurf são os preferidos. Em Porto de Galinhas existem inúmeros pontos para a prática de ambos os esportes. Uma das práticas mais legais, também, é o Safari. O passeio é feito de jipe e totalmente off road, onde, além das trilhas citadas, é possível encontrar cachoeiras e entrar em contato direto com a natureza.

16

A cada ano, mais de meio milhão de pessoas visitam Porto de Galinhas


Jornal Bonaparte - ed. 2