Page 65

ESPACIALIZAÇÃO DA PROPOSTA

A COBERTURA COMO EXTENSÃO DA CALÇADA

BLOCOS MENORES: RELAÇÃO COM RESIDÊNCIAS E VISUAL SEM BARREIRAS

MAIOR VOLUME (TEATRO) DILUÍDO ATRÁS DE OUTROS ESPAÇOS

PÁTIOS INTERNOS:CONTATO INTERNOS:CONTATOCOM COMA A NATUREZA, QUALIDADE AMBIENTAL E VISIBILIDADE ENTRE NÍVEIS

PASSARELA: MARCO VISUAL NA PAISAGEM E QUE POSSUI SEU CARÁTER SIMBÓLICO DEVIDO A ÁREA SER UM ELEMENTO SEGREGADOR

1

- USO DA ESQUINA PARA ENFATIZAR AS ATIVIDADES ARTÍSTICAS DO COTIDIANO - VOLUMES MAIORES: RELAÇÃO COM OS GALPÕES COMERCIAIS

O PARTIDO SE DESENVOLVEU A PARTIR DA PERMEABILIDADE DO EDIFÍCIO, POSSIBILITANDO AO USUÁRIO VÁRIAS EXPERIÊNCIAS EM ‘‘ENTRAR, ESTAR E SAIR’’.

TEXTURAS A SEREM TRABALHADAS: VIDRO BLOCO DE ENSINO E ENSAIOS VOLTADO PARA O CENTRO DA CIDADE: EVIDENCIAR ATIVIDADES ARTÍSTICAS PARA A POPULAÇÃO E O VISUAL DA CIDADE PARA O ARTISTA

CONCRETO

TIJOLOS APARENTES E COBOGÓS

- ESPAÇO PARA APRESENTAÇÕES ABERTO PARA A RUA. TERÁ USO LIVRE E, PORTANTO, DIFERENTES APROPRIAÇÕES - S E RV I R Á TA M B É M PA R A P ROJ EÇ ÃO D E CINEMAS AO AR LIVRE.

2

AS APRESENTAÇÕES E ENSAIOS COTIDIANOS SÃO DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA O PROJETO, A FIM DO PEDESTRE VISUALIZAR O MOVIMENTO ARTÍSTICO DA CIDADE.

64 | 66

TFG I - Parque das Artes - UFFS  

Trabalho Final de Graduação I, desenvolvido no curso de Arquitetura e Urbanismo da UFFS - Universidade Federal da Fronteira Sul.

TFG I - Parque das Artes - UFFS  

Trabalho Final de Graduação I, desenvolvido no curso de Arquitetura e Urbanismo da UFFS - Universidade Federal da Fronteira Sul.

Advertisement