Page 1


PUBLICIDADE ANUNCIE AQUI geral@artswr.com


ALIMENTARTE Nº6 Mais um mês da revista Alimentarte, com a edição Nº6 a dar as boas-vindas à Primavera. Todos os meses será possível acompanhar dez novos talentos, em que um deles será o destaque, do mês pela escolha da equipa. Poderás conhecer um pouco melhor o artista e acompanhar mais de perto alguns projectos. -----------------------------------------------------------------

O Projecto Urban Camouflage de Fábio Kid Galindro faz a capa deste mês, podes ficar a conhecê-lo melhor nesta edição. As ilustrações magníficas de Ricardo Drumond e UIVO são também alguns dos artistas que podes encontrar.

Mais novidades a surgir, fica atento!

Não deixes de acreditar no teu trabalho, e envia-nos os teus projectos. Aceitamos todos os tipos de criatividade e estamos abertos a propostas. THERE IS ARTSOMEWHERE. alimentarte@artswr.com

Equipa ARTSWR

Breaking Bad - Walter White aka Heisenberg


Ricardo Drumond Ilustração | Desenho | Pintura | Banda Desenhada

NBA - Michael Jordan


Game of Thrones - Stark Family

Ricardo Drumond, de 28 anos, cedo desenvolveu o gosto pelo desenho, após descobrir a colecção de livros de Banda Desenhada doa Pais. Tudo o que o inspirava provinha então do mercado Franco-Belga. Mais tarde descobriu os Comics Americanos. Tendo as disciplinas de arte como favoritas, formou-se em Artes Visuais e em Arquitectura.

Já participou em várias exposições individuais e colectivas e arrecadou dois prémios de Banda Desenhada, em 1999 e em 2008, no Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora. É também músico. Cedo soube que o seu instrumento era o baixo e até hoje já participou em alguns projectos, tendo já dois álbuns editados.

The Walking Dead


The Sopranos | Tony Paul Silvio


Ana Santo Ilustração

A Rainha


Rei e a Rapariga Ana Santo adoptou o nome artístico Morgana pela grande influência das lendas arturianas. Nascida em 1991, reside no concelho de Sintra. Nunca estudou artes mas sim ciências, sendo levada para o campo artístico pelo gosto que

Gabriela

sempre teve. De momento faz todo o tipo de trabalhos que tenha a ver com desenho desde retratos, banda desenhada, ilustração, storyboard e alguns toques em animação.


Gonçalo Fialho | UIVO Ilustração

Nós | Nós, uma ilustração digital realizada no Adobe Illustrator.

“A mão que representa a morte e levanta um mistério, a quem ela pertence? Procuro nesta ilustração a fragilidade humana e ao mesmo tempo o quão somos frios quando lidamos com estes temas."


A escuridão da Alma Caneta de ponta fina, Canetas de Feltro, Lápis Grafite.

“Ilustração para o Livro Homónimo projectado pela comunidade de artistas 'Blacknezz'.  Infelizmente a 'Blacknezz' teve uma morte prematura, e antes de o livro ser lançado fecharam portas. Este Blackbook ia contar com a participação de vários artistas internacionais, tendo esta comunidade origem Brasileira."

No ano em que o Paquistão e a Índia iniciaram conversações sobre a disputa territorial de Caxemira, 1994, nasce o Gonçalo Fialho. O Uivo nasce uns anos depois, no ano em que o mundo acabou, 2012. Agora o Uivo ilustra e

o Gonçalo Fialho faz o Design, embora sejam exactamente a mesma coisa. A Índia e o Paquistão recomendam-se e o mundo acabou por não explodir. Gonçalo Fialho estuda Design Gráfico na ESAD das Caldas da Rainha. A Dor de um Gato Separado "Caneta de ponta fina e Marcador Branco Posca sobre Cartão. Um híbrido Humano-Animal e a dor da sua separação."

JOANA DE ROSA | ILUSTRAÇAO


EURÍDICE CONCEIÇÃO | Colagens sobre as imagens do antigo jornal DNA

Gone with the Mind Acrílico, marcadores Posca, Caneta de ponta fina 0,05.

“Homens a ser sugados por algo, caem no vazio. Uma ilustração espontânea de um sonho que uma vez tive. Representa a vulnerabilidade humana."


Raquel Costa

Ilustração | Pintura

Little Black Spot

Rainy Days #1


Rainy Days #3

Raquel Costa é artista plástica e ilustradora, licenciada em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes do Porto, onde também concluiu o Mestrado em Ensino de Artes Visuais. Em 2011, criou o projecto de ilustração little black spot, procurando revelar a magia escondida

na vida quotidiana. O seu trabalho tem uma forte inspiração literária, com uma predilecção pelos mistérios Vitorianos. Gosta de desenhar criaturas estranhas e de contar o lado torto das histórias. Rouba versos sempre que pode, e tem planos para dominar o mundo.

Rainy Days #2


Fábio Kid Galindro Colagem | Print | Pintura

Fábio Galindro tem 22 anos e vem de Lisboa.

4. Aquela música que me acompanha

É estudante de Design e Cultura Visual

diariamente... Sem dúvida que Soul, Jazz, Funk

e Illustrator and Graphic Design Hustler, para os amigos. A cultura de graffiti e street art teve sempre uma grande influência na sua maneira de abordar os trabalhos e na forma como vê o mundo. Dessa influência, nasceu o projecto Urban

e Black Music em geral são as constantes diárias, mas ouço de tudo um pouco, mesmo. 5. Principal inspiração para o que faço... é criar. Gosto de fazer coisas novas, seja em digital ou manual, gosto mesmo de criar. 6. O meu livro preferido é... Devo confessar que livros mesmo, já são um gosto recente, por isso, esta é complicada.

Camouflage LX, precisamente para tentar

7. O meu filme preferido é... Star Wars – The

exprimir, longe dos computadores, este lado

Phantom Menace. Vou fazer maratonas de Star

de Lisboa que considera bastante importante.

Wars até ser velhote.

Essenciais:

para o dia seguinte organizados.

1. Acordo sempre com...Kush – Marcelo D2. 2. Nunca sais de casa sem... Telemóvel. Sou de 90, por isso o telemóvel esteve sempre ali, hoje em dia não vivo sem ele. 3. Quando desenho sinto-me... Produtivo. Ultimamente, desenho mais quando tenho uma ideia e tenho que a desenhar para não esquecer. Por isso, quando desenho, é sinal que vem aí alguma coisa que se segue.

8. Não vou para a cama sem... deixar os planos 9. A minha superstição é... Acho que não tenho superstições. 10. A arte para mim é... Uma poderosa forma de expressão, que reflecte os tempos em que vivemos.


Como surge o projecto Urban Camouflage e qual

Sem querer parecer cliché (mas parecendo),

o principal objectivo?

não queria deixar de lado o trabalho de Jackson

- O projecto surge ao tentar sair da minha

Pollock, sem dúvida que é um nome importante

zona de conforto. O Digital é a base da minha

para mim. Mais contemporâneo, estou a gostar

formação, por isso, este projecto é quase como

muito da direcção para onde o Shepard Fairey

uma terapia. Sair da frente de um computador e

está a ir, e admiro muito a relação destruição /

“pôr a mão na massa”.

construção de Alexandre Farto (Vhils). -

Tenho uma ligação forte com Lisboa.

Que projecto(s) tens planeado(s) para o ano

Para além de ser a cidade onde nasci, tenho

2013?

o prazer de passar lá grande parte do meu tempo

- Quero continuar a fazer as séries de quadros

e viver de perto todo o seu movimento, observar

que tenho feito até agora.

diferentes culturas e as histórias que as ruas têm para contar. O movimento de Arte Urbana sempre

Nos últimos trabalhos, tenho explorado uma parte

me fascinou, e comecei a descobrir diferentes

mais simbólica de Lisboa, ícones que tenham

formas de expressão artística ao mesmo tempo

uma ligação com a cidade, a Amália foi a primeira

que descobria a cidade.

experiência, e tive bom feedback, por isso, queria adicionar essa vertente aos trabalhos.

A velocidade com que as paredes se vestem de posters, graffitis, stickers, e intervenções

Tenho pensado também em maneiras de deixar

artísticas é muito grande, e dou muito valor

alguma marca directamente na rua. Penso que

a isso. É para mim uma das grandes

possa ser também um dos próximos passos. -

características de Lisboa. O projecto pretende capturar precisamente essa

Qual a tua visão sobre o panorama artístico

característica, a camuflagem urbana que reveste

nacional?

a cidade, e que se vai alterando todos os dias

- Portugal é um país com tradições fortes, e tudo

à medida que o tempo passa. -

o que venha de mais diferente, torcemos o nariz, mas acho que isso tem vindo a mudar, as mentes

Onde vais buscar inspiração? Quais/quem são as

estão mais abertas e receptivas a novos artistas

tuas maiores influências?

com linguagens próprias que trazem valor para a

- A cidade em si é a maior inspiração.

cultura.

A simples deslocação de um ponto para outro da cidade, faz com que seja “bombardeado” com

As novas tecnologias trouxeram uma nova

quilos de informação nova, cores, formas

dimensão para a exposição de novos artistas,

e texturas que me inspiram, sem dúvida.

houve um aumento considerável de artistas a aparecer e com muito bons trabalhos. Urban Camouflage #4


Urban Camouflage #1

Urban Camouflage #2


Urban Camouflage #3


PUBLICIDADE ANUNCIE AQUI

alimentarte@artswr.com


Zana Moraes Ilustração | Desenho

Monstros#3

GEvan | ILUSTRAÇÃO


Vidrão Lisboa ZANA é Susana de Campos Moraes, ilustradora e designer gráfica de formação no IADE, nascida em Lisboa. Trabalhou nalgumas empresas como designer enquanto estudava e mais tarde alargou a sua experiência noutras instituições e campos artísticos. Desde cedo procurou conciliar várias vertentes artísticas no seu trabalho, desde o Design, às Artes Plásticas, Dança e Arte Terapia. Após esta procura, dedicou-se à área do desenho e ilustração, fazendo disso o seu principal interesse e ocupação. Desenha pessoas, rostos, letras, criaturas

que vêm da floresta imaginária. Usa vários tipos de materiais como cartão, madeira, acrílicos, marcadores. O seu trabalho revela-se autobiográfico, muitas vezes resultado do seu passado, das suas experiências e viagens. Cada vez mais procura realizar o trabalho dito de galeria, nas ruas. A rua, o exterior, permite uma nova escala, um novo olhar sobre as coisas. Hoje em dia trabalha como freelancer e agarra-se com unhas e dentes a todos os projectos que surgem.

Mulher Casulo


Peixe Gl贸ria


Sara Lima

Design Gráfico

Cartaz Feira de Natal | Design FILIPA SILVA Gráfico, | ILUSTRAÇÃO Ilustração


Casa de Dardos | Branding

Sara Lima nasceu em Guimarães no ano de 1991. Frequentou, na mesma cidade, o curso de Artes Visuais e a licenciatura em Artes/Grafismo e Multimédia na Escola Superior Artística do Porto

-  Guimarães. Os seus trabalhos de Design são apoiados muitas vezes na fotografia, ilustração ou em formas mais simplistas. É viciada em viagens e festivais.

Core | Poster Design


BAR | Ilustração de Tipografia


Manuela Rocha

Ilustração


Nascida a 2 de Maio de 1990, Manuela é natural de Braga. Apaixonou-se desde cedo pelo mundo da pintura e do desenho. Licenciou-se em Design Gráfico, onde se apaixonou pela ilustração e foi durante o percurso académico que surgiu o primeiro livro editado com título “A casinha Créditos/Informação dos trabalhos: Os trabalhos são referentes ao livro “Um grãozinho de areia” e “A casinha do senhor Vento”. Segue também um postal realizado para o dia dos namorados e uma simulação de material escolar realizado em âmbito académico inseridos todos no âmbito da ilustração.

do senhor Vento”. A partir daí têm vindo a surgir novas oportunidades a nível da ilustração infantil, que é o mais gosta de fazer. “Um grãozinho de areia” foi o segundo livro ilustrado por Manuela Rocha.


Marina Mendes

JOANA NEVES | PINTURA

Ilustração | Design


Marina Mendes tem 19 anos e vem de Setúbal. Actualmente está a frequentar o curso de Design Comunicação e Multimédia, em Lisboa. Gosta de ilustração e tem vindo a evoluir e a aprender cada vez mais sobre este mundo.

Tem como objectivo integrar a Ilustração no mundo do Design, criando assim novos conceitos. Pretende evoluir muito mais e dar a conhecer os seus trabalhos.


Ana Camilo

Sonhos

Pintura


Simbiose #2 Ana Camilo nasceu em Lisboa, em 1989. Aos 8 anos começou a frequentar um atelier de pintura. Participou pela primeira vez numa exposição aos 9 anos. Actualmente, expõe com regularidade em Portugal e no estrangeiro. É licenciada em Conservação e Restauro e uma apaixonada quer pela sua arte quer pela profissão

que abraçou. “É sabido que todos nós, ao longo da vida, guardamos imagens, momentos e sensações. Estes sentimentos, podem expressar-se numa tela, e é nesta que com o traço, o movimento do pincel e a cor, se gravam e transmitem esses tempos ainda que de uma forma intemporal!”

Segredos


PUBLICIDADE Ficha Técnica Edição AlimentARTE - Abril 2013 Capa: Fábio Kid Galindro | UrbanCamouflage Editorial: Joana Domingues Gestor de informação: Filipa David Colaboradores: - Bruno Teixeira - Ana Rita Brioso - Luis Carvalho - Ricardo Amado - Catarina Martins - Dalila Gomes - Luís Cunha - Carolina Esteves (c) ARTSWR 2010-2013. www.artswr.com

ANUNCIE AQUI geral@artswr.com


Alimentarte | 6  

Alimentarte 6ª Edição Abril 2013

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you