Page 70

matérias-primas

portugal

Consumo de Matérias-Primas No que respeita ao consumo de matérias-primas, com uma conjuntura de preços relativamente mais favorável que no ano anterior, impulsionados pela baixa dos preços do petróleo e por uma boa campanha, o consumo de cereais manteve os níveis de consumo do ano anterior, diminuindo a taxa de aprovisionamento de 57,9% para 55,2% em 2015. No ano de 2015 de uma forma generalista assistimos a um aumento no consumo de total de matérias-primas na ordem dos 4,8%. Com poucas alternativas em termos de substituição e com preços mais competitivos que no ano anterior, apesar dos períodos de escassez física de soja no mercado nacional, em particular no último trimestre, o consumo de sementes e bagaços de oleaginosas aumentou (3,9%), apesar de na estrutura de consumo de matérias-primas se ter situado nos 23,6% versus os 23,8% em 2014 (dado o aumento do consumo total de matérias-primas, o consumo de soja

ficou diluído pelo aumentos das restantes matérias-primas). Quanto aos PSC, em 2015, repetiu-se a situação dos anos anteriores, com a problemática em torno da aprovação de novos eventos geneticamente modificados, que afetam o consumo de derivados de milho, perdendo-se a janela de oportunidade para a importação de corn glúten feed e DDGS que tivemos no passado. No entanto, com mais importações que no ano anterior, o consumo destas matérias-primas cresceu 21,7%, com uma taxa de consumo de 2,8%, contra os 2,4% do ano anterior. Finalmente, ao nível dos diversos, assistimos a uma alta no consumo (+ 21,0%) e na taxa de aprovisionamento, que se fixou em cerca de 18,4% (16,0% em 2014), demonstrando que a Indústria está atenta e preocupada em encontrar fontes alternativas, no sentido de melhorar a competitividade da Fileira da produção animal em Portugal.

Evolução do Consumo de Matérias-Primas Produção Total

Cereais, Sem/Bagaços, PSC, Diversos

4000

2800

4000 4000

2800 2800

3500

2400

3500 3500

2400 2400

Milhares de toneladas

Milhares detoneladas toneladas Milhares de

3000

2000

3000 3000

2000 2000

2500

2500 2500

1600

1600 1600

2000 2000 2000

1200 1200 1200

1500 1500 1500

800 800 800

1000 1000 1000

400 400 400

500 500

500

0

00

19 81 19 83 19 85 19 87 19 89 19 91 19 93 19 95 19 97 19 99 20 01 20 03 20 05 20 07 20 09 20 11 20 13 20 15

0

Total

Total

CEREAIS

CEREAIS

SEM/BAGAÇOS

SEM/BAGAÇOS

PSC

PSC

DIVERSOS

DIVERSOS

Estrutura do Consumo de Matérias-Primas em Portugal em 2015 Diversos DIVERSOS 18,4%16,0% PSC PSC 2,8% 2,4%

SEM/BAGAÇOS

Sem / Bagaços 23,8% 23,6%

68

Anuário 2016

Cereais 55,2%

CEREAIS 57,9%

0

Profile for IACA

Iaca2016  

Iaca2016  

Advertisement