Issuu on Google+

1 | CWBMODA


: : expediente : :

CWBMODA Publishers

Aline Santos Franciele Zucolin

Colunistas

Daniela Prosdocimo Caldeira Fernanda Viana Dias Luciana Fraguas Mariella Vieira Dias Mauricio Medeiros Ruy Barrozo Thiago Straub

Colaboradores

Antonio Wolff Cleverson Cassanelli Elen Pedroso Fernanda Ávila Goretti Carlos Julio K.

Editoras-chefe

Alline Santos Franciele Zucolin

Projeto, Conteúdo e Desenvolvimento

Projeto Comunicação – www.projetocomunicacao.com

Redação

Avenida Sete de Setembro, 5402, sala 68 Batel, Curitiba (PR), CEP 80 240 000 Telefone: 041 3082 8632

Financeiro

financeiro@cwbmoda.com.br

Departamento Comercial

alihsantos@gmail.com Francielezucolin@gmail.com


4 A relação moda and música Trilha sonora dos figurinos

21 Crystal Fashion Sexo, Moda e Rock n’Roll

6 All Star - Os clássicos da moda O modelo de tênis mais pop da estória

24 Crystal Fashion Sexo, Moda e Rock n’Roll

8 Glamour Rock O estilo glamourrock

27 Curitiba: Capital do Rock Alternativo Berço das diversas bandas de rock

11 11 tipos do Rock Os mais variados estilos Rock

24 Crystal Fashion Sexo, Moda e Rock n’Roll

CWBMODA A CWBMODA está presente nas principais bancas e livrarias da cidade, é distribuída por courrier nos principais restaurantes, cafés, consultórios médicos, academias de ginástica, bares e salões de beleza da cidade. Assim como nas lojas do ParkShopping Barigüi e Crystal Plaza Shopping. A CWBMODA é uma publicação mestra, com tiragem de 10mil exemplares, que circula na cidade de Curitiba (PR). Voltada ao público das classes A e B+, com idades entre 15 e 25 anos, a publicação traz novidades relacionadas a tendências,entretenimento, moda, cultura, comportamento, consumo, música, design, e beleza.


CWBMODA / A relação moda and música

A relação moda e música nunca foi tão próxima, seja

krisini nanini

na trilha sonora dos desfiles, seja no figurino dos popstars, copiados por fãs do mundo todo. No caso do rock, pode-se dizer que a moda ocupa papel central na composição dos ícones do gênero musical. E isso não é de hoje. Nos anos 50, Elvis Presley conquistou multidões certamente não só por causa de músicas como “Suspicious Mind”, mas também pelo visual. As meninas queriam homens como ele, os meninos queriam ser ele. O mesmo pode-se dizer dos The Beatles, com seus terninhos copiados por rapazes do mundo inteiro. Mas quem disse que as mulheres não têm espaço no mundo roqueiro? Não são poucas as que transformaram o gênero musical em um estilo de vida. Enquanto algumas seguiram a máxima de Cindy Lauper no anos 80, que dizia “girls just wanna have fun” (garotas só querem se divertir), outras fizeram do rock, já acostumado à condição de instrumento ideológico, veículo para preceitos feministas como as Riot Girls. Elas começaram a brotar no começo dos anos 90 e ainda hoje têm fôlego para lutar contra o machismo e os padrões discriminatórios da sociedade. No Brasil, já existe uma cena punk feminina consolidada há mais dez anos, com a participação de bandas como a Dominatrix, que se apresentou ano passado no Ladyfest, um festival de cultura feminina realizado pelo mundo inteiro e que, só na última versão brasileira, reuniu mais de duas mil pessoas. Reflexo da vitoriosa participação crescente das mulheres no mundo do rock. Isso, é claro, também sobrou para as passarelas do mundo todo. CWBMODA | 4


No Brasil, a jovem estilista Athria Gomes, participante do Rio Moda Hype - evento de novos talentos do Fashion Rio - é uma das militantes do estilo. Até suas pin-ups do desfile verão 2006 tinham um jeito rock n’ roll, com muito batom vermelho. Para o inverno 2006, apresentou coleção inspirada nos 30 anos do movimento punk. Os metais, ferragens e tachas marcaram presença nas peças, todas muito sensuais. Apesar de as peças no estilo rock serem naturalmente conceituais e não passarem despercebidas, elas podem - e devem - ser usadas no dia-a-dia, até mesmo pela mais arrumadinha das meninas. A pergunta é: quer ser muito rock ou pouco rock? Caso a intenção seja entrar de cabeça no estilo, o segredo é ousar sem medo. O excesso, nesse caso, é permitido. Então é só colocar a saia de couro preta, camiseta da sua banda preferida - no Vale das Bonecas, do Rio de Janeiro, pode-se optar por Elvis e pelo Kiss -, bota de cano alto de verniz e correntes, muitas correntes. Nos olhos, muito delineador e sombra. Sim, os olhos são o destaque. Para as que gostam do estilo, mas preferem manter a discrição, uma opção é investir nos acessórios. Cinto de tachinhas, braceletes e um básico All Star já transformam a produção jeans + camiseta. Nas unhas, o esmalte vermelho faz toda a diferença. O rock n’ roll, quem diria, também pode ser básico.

krisini nanini

CWBMODA / A relação moda and música

5 | CWBMODA


CWBMODA / All Star - Os clássicos da moda

All Star

é um modelo de tênis fabricado pela marca Converse que surgiu em meados de 1917, porem sua popularização só ocorreu alguns anos depois, quando em 1923, foi criado o modelo All Star Chuck Taylor. Ele surgiu de uma parceria com o jogador americano de basquete Chuck Taylor. E foi desenvolvido exclusivamente para a prática do basquete, pois na época não existiam calçados especializados para a prática deste esporte. Posteriormente o calçado, começou a ser difundido por bandas como The Ramones, banda de punk rock do fim dos anos 70 e por artistas pop e pela mídia televisiva em meados da década de 80. A empresa Converse foi comprada pela Nike em 2003. O modelo All Star Chuck Taylor é vendido em 144 países. “O tênis foi o primeiro modelo pro-

CWBMODA | 6

duzido para o mercado de massa norte-americano. O design básico, o conforto, a durabilidade e funcionalidade foram características que determinaram a escolha do Converse ALL STAR como calçado oficial das forças armadas americanas durante a Segunda Guerra Mundial. Até 1955, cerca de 100.000.000 espectadores assistiam aos jogos da NBA e o All Star Chuck Taylor tornara-se o calçado número 1 na América. Na década de 60, Hollywood se encanta e utiliza cada vez mais seus produtos no cinema. A distância entre os mundos do esporte e da moda começa a se apagar. Foi febre nos anos 80, época da moda “vários em um”. O tênis manteve o modelo clássico, mas a sola era ligada com um zíper à parte de cima, dando a possibilidade de 3 ALL STAR em 1. Também foi lançado o modelo original em couro – chamado de All Star 2000 – e


CWBMODA / All Star - Os clássicos da moda

que se tornou um sucesso entre os consumidores, vendendo mais de 1.000.000 de pares. Nesta década algumas personalidades entraram para a história como adeptos dos tênis, entre eles o roqueiro Kurt Cobain, do Nirvana, e os integrantes do Ramones, que acabaram arregimentando usuários entre os fãs de suas bandas. Atualmente, existem inúmeros modelos e cores, mas por incrível que pareça os mais vendidos são: preto, branco e vermelho.

“O All Star sempre sugere o estilo grunge e descontraído. O modelo de cano baixo dá mais liberdade, pois fica bom com tudo (calça, saia, short), desde que sejam peças acima do joelho. Para o fim de semana, aposte no cano alto com calça de malha, plush ou também alfaiataria e por cima um tricot ou uma malha”, recomenda Elizangela.

ini kris

in nan

i

“OAllStarsempre sugereoestilogrunge e descontraído.”

7 | CWBMODA


CWBMODA / Glamrock

O estilo glamrock(mistura de glamour

com rock) é uma combinação que usa itens bem “rock’n’rolls” junto de peças finas e luxuosas. Ele está em alta, mas não é por isso que você precisa pintar suas unhas de preto ou vestir-se de forma inadequada ao seu corpo. Por isso, trouxemos algumas dicas do que dá pra combinar, seja com peças que você já tem e algumas para adquirir. O estilo rock’n’roll é mais ou menos assim: calças justas(muitas vezes rasgadas), camisetas de bandas, bandeiras ou divertidas(com imagens CWBMODA | 8

ou frases irônicas). Se estiver frio, jaqueta de couro ou em jeans. Para os pés, tênis tipo All Star(cano baixo ou botinha) ou coturno. Muitas tachas, muito preto e xadrez. Nos cabelos sempre bagunçados, chapéus, bandanas e faixas(para segurar os cabelos longos). Pode-se usar todos esses itens, mas lembre-se de que é uma inspiração e não um vestir 100% rock. Então, use apenas alguns ítens, cada um na sua vez.


CWBMODA / Glamrock

krisini nanini

Camisetas com estampas doidinhas ou frases engraçadas, que Britney Spears começou a usar há alguns anos e hoje é sucesso: As jaquetas de couro encararam o modelo “perfecto”(curta e justa). E a jeans remete ao estilo militar, ressaltando ombros e com abotoamentos laterais, BEM rock’n’roll. -Calças justas hoje são muito comuns e, além disso, surgiram algumas variações, como as leggings e até as meias-calças estão MUITO em alta hoje. Tudo para deixar as pernocas cada vez mais finas. O que

pode-se usar também são os shortinhos bem curtos, rasgados(e para o inverno, meia-calça por baixo)! Nos pés, roqueiro não usa chinelo. Se você quer ficar com os pés no chão, aposte no All Star. Mas cuidado para não ficar “rock’n’roll a la Beatles”, usando calças largas demais ou pantalonas. Para que o glamour não fique de fora, substitua o coturno por uma ankle boot ou sapatilha legal. -Sobre os detalhes: abuse de tachas, caveiras, franjas, xadrezes, preto e vermelho.

O Glam rock (Estilo criado na Inglaterra também conhecido como glitter rock), era um estilo de música nascido no final dos anos 60 e popularizado no início dos anos 70. Era principalmente um fenômeno inglês que foi difundido em meados de 1971 e 1973. Nos EUA, o Glam rock teve um menor impacto e foi apenas difundido por fãs de música nas cidades de Nova Iorque e Los Angeles.

i

in an

n ni

isi

kr

O glam rock está no subconsciente de todos as bandas britânicas de Rock Alternativo, mas não é comum que surjam artistas que o reivindiquem explicitamente. Apesar disto, durante os 90 apareceu um grupo de evidente ascendência Glam, Suede, que reuniam em seu som o melhor do David Bowie de Ziggy Stardust. Esta referência também é válida para o grupo Placebo, actualmente em activo. Os dois grupos adoptam o dramatismo e a ambigüedad sexual dos artistas Glam mas com uma imagem bem mais sobria e menos exagerada, mais conforme com a estética Indie.

9 | CWBMODA


CWBMODA | 10 krisini nanini

krisini nanini

krisini nanini

krisini nanini

CWBMODA / Glamrock


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

R

ock é um termo abrangente que define o gênero musical popular que se desenvolveu durante e após a década de 1950. Suas raízes se encontram no rock and roll e no rockabilly que emergiu e se definiu nos Estados Unidos da América no final dos anos quarenta e início dos cinqüenta, que evoluiu do blues, da música country e do rhythm and blues, entre outras influências musicais que ainda

incluem o folk, o gospel, o jazz e a música clássica. Todas estas influências combinadas em uma simples estrutura musical baseada no blues que era “rápida, dançável e pegajosa”. A moda rock and roll (ou rocker como muitos andam falando) será a grande presença da estação. Separamos 11 estilos para você querer entrar nessa moda.

11 | CWBMODA


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

Colorido

Em todas as épocas a música é tema

de grande inspiração para a moda. Bem diferente das regras e etiquetas, que ditam as tendências conforme a estação ou o gosto dos artistas a música traz o ritmo das nossas vidas e, por isso, tocam fundo no nosso visual. Desde o fim de 2009 pra cá, uma moda vinda de New York, traz a atualidade os Anos 80. A década de 80 foi marcada por roupas coloridas e chamativas, musicas agitadas, e pentedos diferentes. Essa coisa ‘’80’s’’ aqui no Brasil, virou tendencia na musica, e nas roupas, uma forte referencia são as bandas Cine e Restart, que fizeram com que essa moda virasse febre entre os jovens, - as calças que antes eram coloridas, hoje ganharam o formato skinni ; a moda que vem deixando o mundo mais ‘POP’ , traz tambem as cores em esmalte, e deixam as bandas e fãs cada vez mais COLORIDOS. Existe um outro nome usado “floggers” originalizado da Argentina.

Hard Rock O hard rock é um gênero musical que teve grande sucesso durante as décadas de 70 e 80, principalmente. Tratou-se de um regresso aos princípios do rock and roll, na sua base mais primária, apoiado por uma seção rítmica proeminente, arranjos simples , e som ao máximo da sua potência. O estilo surgiu do rock and roll em sua CWBMODA | 12

forma mais pura, o rock recém “retirado” do blues, o rock de artistas como Chuck Berry e vários outros, quando bandas novas passaram a tocar esse estilo musical e incluir ritmos mais frenéticos, baixo ainda mais presente e guitarra mais distorcida, surgindo o hard rock. Muitas bandas o misturaram a outros estilos, como o funk de James Brown (Grand Funk Railroad), o blues (Led Zeppelin), o Rock Progressivo (Deep Purple,Uriah Heep), além de estilos mais pesados com guitarras distorcidas (Blue Cheer, Black Sabbath). São reconhecidos por seus cabelo levantado com laque, todo desfiado, ou lisão, camisa cortada ou justa, jaqueta de couro quando usa, botas, um monte de pulseira, calça justa ou de couro justa também, em alguns casos abusam das estampas de oncinhas.

Emocore Ooriginalmente dado às bandas do cenário punk de Washington, DC que compunham num lirismo mais emotivo que o habitual. Outras bandas já estabelecidas de hardcore, como 7 Seconds, Government Issue e Scream também aderiram à esta onda inicial do chamado “emocore”, diminuindo o andamento, escrevendo letras mais introspectivas e acrescentando influências do rock alternativo de então. A palavra “Emo” era vista como uma piada ou algo pejorativo e artificial.O gênero se estabeleceu sob forte influência norte-americana em meados de 2003, na cidade de


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

São Paulo, espalhando-se para outras capitais do Sul e do Sudeste, e influenciou também uma moda de adolescentes caracterizada não somente pela música, mas também pelo comportamento geralmente emotivo e tolerante, e também pelo visual, que consiste em geral em trajes pretos, trajes listrados, mad rats, piercings, cabelos coloridos e franjas caídas sobre os olhos.

Grunge Grunge é o nome dado ao movimento musical de Seattle iniciado no fim dos anos 80, um movimento que se diferenciava do Rock que era tocado na época. Foi preciso dar um nome a essa explosão musical que estava se tornando a nova moda, e Grunge (que quer dizer sujo em inglês) é esse nome.As bandas na verdade não possuem, necessariamente, semelhança musical, cada uma possui influências diferentes e características particulares, como em qualquer movimento, porém, todas enfrentavam a mesma realidade; Associa-se ao grunge, na mídia principalmente, bandas como Nirvana, Alice in Chains, Soundgarden, Pearl Jam, Mudhoney, Mother Love Bone, Temple of the Dog e outras bandas que pegaram carona nesse movimento como Stone Temple Pilots, L7 e Hole. Geralmente são contra os valores da sociedade, o consumismo exagerado e a beleza superficial, portanto muitos não se importam com a própria aparência e adotam um jeito largado e despreocupado de ser.

Também costumam trajar roupas velhas e sujas, como calças rasgadas e camisas de flanela xadres. All Stars muitas vezes também são usadas, devido ao preço barato do calçado. Era esse o modo como se apresentavam os jovens no início da década de 1990, sendo esta a imagem que até hoje associam ao movimento.

Punk Durante o meio da década de 70, rock perdia popularidade, e sua vertente mais popular na época era o rock progressivo. Um grupo de bandas começou a tocar em lugares pouco populares, entre elas Iggy Pop e os Stooges, The Voidoids e Johnny Thunders and the Heartbreakers, entre outras. Tinham como influência a música hippie e propagavam um estilo fácil, com letras sobre diversão, drogas e coisas da adolescência. Esse grupo de bandas atingiu algum destaque, e influenciou outras já citadas anteriormente, entre elas os Ramones, que possuíam um estilo ainda mais simples que o de suas influências. Essa banda foi essencial para a popularização do novo estilo. Pode ser reconhecido pela combinação de alguns elementos típicos como alfinetes, pathes, lenços no pescoço ou à mostra no bolso traseiro da calça, calças jeans rasgadas, calças pretas justas, bondage pants, bottons de bandas punk e de protesto, jaquetas de couro com rebites e mensagens inscritas nas costas, coturnos, All Stars, correntes, corte de cabelo moicano, colorido ou espetado, 13 | CWBMODA


krisini nanini

CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

CWBMODA | 14


krisini nanini

CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

15 | CWBMODA


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

etc), sendo esta combinação aleatória ou de acordo com combinações comuns à certos sub-gêneros punk, ou ainda o reconhecimento pode ser pelo uso de uma aparência que seja desleixada, “artesanalmente” adaptada e que carregue alguma sugestão ou similaridade com o punk sem necessariamente utilizar os itens tradicionais do estilo.

Skinhead A moda skinhead apresenta um estilo particular de se vestir que costuma incluir botas e/ou suspensórios, o culto à virilidade, ao futebol e ao hábito de beber cerveja. A cultura skinhead é também ligada à música, especialmente ska, skinhead reggae e streetpunk/oi!, mas também punk rock e hardcore punk. O vestuário skinhead, com botas e suspensório, reflete em certa medida a indumentária operária da Inglaterra desta época. Existem diversas particularidades culturais e ideológicas que definem diferentes tipos de skinheads, é impossível distingui-los pela avaliação visual um skinhead de direita, tradicional, SHARP ou RASH. A ligação entre skinheads e a música jamaicana levou ao estilo reggae original ser chamado na Inglaterra de skinhead reggae, têrmo este utilizado por artistas como Desmond Dekker, Derrick Morgan e Poneers.

CWBMODA | 16

MOD A subcultura mod teve inicio com algumas turmas de garotos adolescentes com conexões familiares com o comércio de tecidos em Londres em 1958. Esses primeiros mods eram geralmente de classe média, obcecados com tendências da moda e estilos musicais. Hoje em dia em Curitiba possui uma das maiores cenas desse estilo. O vestuário é baseado em : Homens: ternos justos, calça justa, sapato ou tênis adidas, carpa verde com capus (seguindo estilo do exercito inglês) ou terno, camisa Fred Perry , gravata fina estilo inglesa, possuem costeletas. Mulheres: penteado desde o centro da cabeça com franjinha. Roupas de bolinha, sapatos planos com pontas arredondadas, influenciado pelo estilo sessentista, saia retas, calças justas.

Rockabilly Rockabilly é um dos primeiros subgêneros do rock and roll tendo surgido no começo da década de 1950.O termo “rockabilly” é um portmanteau de rock e hillbilly, este último uma referência à música country (que costumava ser chamada de música hillbilly nos anos 40 e 50), que contribuiu enormemente ao desenvolvimento do gênero. Outras influências importantes foram o western swing, o boogie woogie e o rhythm and blues.A influência e a notoriedade


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

do estilo desvaneceram-se nos anos 60, mas durante o final dos anos 70 e começo dos 80 o rockabilly passou por uma recuperação em sua popularidade que permanece até os dias de hoje, frequentemente vinculada a uma subcultura própria. O estilo rockabilly é uma referência aos grandes mestres do rock’n’roll dos anos 50, e que nos anos 80 voltou com muita força com Stray Cats, The Cramps e Revendo Horton Heat. O visual, que conta com jaquetas de couro, camisa branca e calças jeans. E os cabelos sempre perfeitos com grandes topetes. Alguns exageram, mas outras são mais discretos. A moda rockabilly está sempre em alta, essas roupas antigas fazem o maior sucesso no mercado internacional, a fabrica de roupas de Tara Starlet é a prova disso, a marca faz sucesso por onde passa e deixa cada vez mais adeptos, os que já gostavam continuam usando e os que conheceram se encantam com os cortes e a beleza das roupas.

Metal O termo heavy metal, “metal pesado”. Hoje em dia é um estilo musical complexo, difícil de ser definido, pois pode ser subdividido em diversos subgêneros distintos, bastante diferentes uns dos outros, tanto lírica quanto musicalmente, tendo como característica comum a todos unicamente o “peso” das músicas. O heavy metal surgiu, assim como

o movimento hippie, como um levante da contracultura, que, em resposta à sociedade que julgavam conservadora, utilizava um visual alternativo (cabelos longos, roupa rasgada) como forma de protesto. Uso despikes, corpse paint, cabelos compridos desgrenhados, rapazes geralmente fortes, roupas de couro, cintos com balas de armas. Jaquetas de couro com rebites. Expressões e gestos que expressem poder, atitude, força. Replicas de armas, em estilo medieval. Roupas que expressem o fator violento do som. Os visuais femininos tendem a parecer algo mais vulgar, com roupas mais juntas ao corpo, vestidos com aquele ar mais “antiquado”, pouca maquiagem. Cabelos sempre perfeitos, sedosos, compridos. O heavy metal carrega valores altamente masculinos, que são a força, a conquista, a brutalidade, o machismo. Roupas negras, pulseiras pontiagudas, cabelos compridos, casacos de couro e tatuagens.

Indie No Reino Unido, as paradas musicais indie vêm sendo compiladas desde o início da década de 1980. Inicialmente ela tratava de bandas que emergiram do punk e outras formas alternativas do rock. Tais bandas eram caracterizadas meramente por lançarem álbuns por pequenas gravadoras, independente da cena musical em vigor. Apesar disso, o termo indie começou a ser associado com o estilo de rock alternativo baseado majoritariamente 17 | CWBMODA


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

ni isi kr nin

na i

CWBMODA | 18


krisini nanini

CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

19 | CWBMODA


CWBMODA / 11 ESTILOS DO ROCK

em guitarras que dominava a parada, particularmente artistas de indie pop como Aztec Camera e Orange Juice. As bandas que marcaram o estilo na década de 1980 foram The Smiths, the Stone Roses e The Jesus and Mary Chain, Happy Mondays, My Bloody Valentine que influenciaram diretamente os movimentos alternativos de rock da década de 1990 como o shoegaze e o britpop. Os indies, assim denominados, também fazem a sua própria moda. Costumam usar calças skinny e tênis no estilo All-Star. Gostam de usar roupas justas, estampadas em xadrez e camisetas com imagens de filmes ou personagens musicais. Entretanto, há ainda indies que preferem usar roupas sociais, como blazers e ternos, às vezes, desajeitados ou “bagunçados”. Com isso, o significado da denominação alternativo mudou de sua forma original, uma contracultura, para uma cultura comercialmente bem sucedida e apelativa ao grande público, enquanto o termo indie rock passou a denominar bandas e gêneros que permaneceram na cena underground.

Gotico As roupas, por mais sombrias que sejam, nem sempre são pretas ou trazem aquele ar carregado e agressivo. Os homens tendem a usar sobretudos, capas, roupas femininas, maquiagem, penteados diversos. As mulheres possuem um apelo mais sensual e mais provocativo, usando menos CWBMODA | 20

da vulgaridade para compor seu estilo. Há o uso intenso de maquiagens, sombras e outros apetrechos. Muito embora seja uma forma mais exagerada de conceber um visual, o gótico não se torna agressivo. Ele deixa transparecer um sentimento mais nostálgico e menos “heróico”. Isso acontece por conta dos valores. Por herança do glam rock, traz no seu visual uma estética feminina, que se preocupa com detalhes, com as sutilezas e com a beleza. A moda, gótica, contudo, só ganharia esse estado graças a um clube londrino, a Batcave. Seu foco era a new wave e o glam rock. Pessoas como Robert Smith, Siouxsie Sioux, Steve Severin, Foetus, Marc Almond, Nick Cave e Danielle Dax eram freqüentadores desse clube. Por conta disso que a moda dark começou a ser incorporada a uma nascente cena gótica. Movimentos como o gothic rock, dark cabaret e deathrock ganharam força com o advento da batcave. Nela começaram também os experimentos com música eletrônica, visível em boa parte das bandas de darkwave Já no visual gótico, há uma tendência mais glam, mais feminina.


CWBMODA / SEXO, MODA E ROCK’NROLL - CAVALERA

A Cavalera abre a temporada de Outono /Inverno 2010 no CF com muito Sexo, Moda e Rock’n’Roll! Realizado na Galeria do Rock, no centro de Curitiba, o lugar sagrado dos roqueiros e cia, foi uma ótima escolha para ambientar a atmosfera do desfile que apresentou uma

rebeldia elegante e cartela de cores com muito preto, cinzas, dourados e toques de azul, pink, verde e amarelo. Anos 80, taxas, metal, acessórios pesados, estampas grandes inpiradas nos Punks, Rockers e Metaleiros. Confira: 21 | CWBMODA


CWBMODA / SEXO, MODA E ROCK’NROLL - CAVALERA

CWBMODA | 22


CWBMODA / SEXO, MODA E ROCK’NROLL - CAVALERA

A

“ Cavalera nasceu em 1995 da parceria entre o deputado estadual pelo PSDB Alberto Hiar, o “Turco Loco”, e o baterista da banda Sepultura, Igor Cavalera, que posteriormente abandonou a empresa. Hiar havia iniciado a carreira como comerciante de roupas no Brás, tradicional bairro lojista de São

Paulo, e já era bastante conhecido entre a juventude paulistana por conta de sua ligação com a Vision Streetwear, marca popular de surfwear. A Cavalera também celebrizou-se como criadouro de novos estilistas.

23 | CWBMODA


CWBMODA / CURITIBA: CAPITAL DO ROCK

Berço de diversas bandas de rock de

qualidade, Curitiba ganha cada vez mais espaço no cenário musical Capital ecológica, capital cultural, cidade sorriso. Entre as diversas alcunhas atribuídas à Curitiba, muito se cogitou a inserção também do título de Capital do rock. Isso porque a cidade possui público fiel às letras que

CWBMODA | 24

falam abertamente de amor, política, sexo e drogas. É na cinzenta Curitiba, por exemplo, que foi criada, nos anos 1990, a primeira rádio brasileira dedicada exclusivamente ao rock: a Estação Primeira. Para Marcos Ceslinski, baterista da banda de rock curitibana Falsos Vértices, que faz cover de artistas dos anos 1980, o fator que


CWBMODA / CURITIBA: CAPITAL DO ROCK

interliga o estilo à capital paranaense não é de todo conhecido. Ele acredita, entretanto, que o culto ao rock pode estar relacionado às origens da cidade. “Nossos ascendentes já vieram com essa influência”, opina. O estudante Renan Ferreira, que compõe o contingente de ouvintes do rock alternativo, afirma que a preferência pelo estilo na capital paranaense é compatível com a introspecção do curitibano. “O rock não é uma música alegre no geral. Sempre tem uma veia com atitude”, diz. Conhecedor de bandas como Jethro Tull e Os Inocentes, o estudante, que também toca em uma banda curitibana de rock, acredita que esta vertente musical está relacionada ao bom gosto cultural. “Predileção por um intelecto saudável não inclui axé. Fico com o rock alternativo”. Para Marcelinho, baixista da renomada banda curitibana Anacrônica, o motivo de a capital paranaense ser lembrada quando o assunto é rock alternativo ainda é obscuro. “É uma boa pergunta”, diz. Ele considera que está se formando na cidade um novo tipo de público: o que consome o que é originado aqui. Exemplo disso é o estouro de bandas como Relespública e Terminal Guadalupe.

Curitiba versus Brasília Nos anos 1980, a situação política bastante conturbada propiciou o surgimento de bandas de rock em Brasília. Aborto Elétrico, Capital Inicial e Legião Urbana - as duas últimas inspiradas na primeira - são os exemplos mais notáveis. Com letras que repudiam a “Geração Coca-Cola” e fazem uma ácida crítica à polícia brasileira, como em “Veraneio Vascaína”, as bandas da época eram o retrato da indignação brasiliense. Álvaro Neves Jr., baterista da banda curitibana Stereo33, traça um paralelo entre ambas cidades: “Brasília é tão fria quanto Curitiba, no que diz respeito a tudo”. Para ele, essa semelhança é o que faz com que tanto uma capital quanto a outra seja nascedouro de bandas de rock de quali25 | CWBMODA


CWBMODA / CURITIBA: CAPITAL DO ROCK

dade. Marcelinho considera que a aproximação dos músicos de Brasília com a política é fator indispensável para que surjam parcerias musicais. “Brasília é uma cidade muito louca, os caras vivem em meio ao poder. Mas que poder é esse?”. Para ele, é justamente esta questão que propulsiona o aparecimento das bandas de rock. Curitiba também possui bandas com reivindicações políticas, assim como em Brasília. Exemplo é Terminal Guadalupe, que retrata em algumas letras indignação pelo fato de a favela curitibana ser excluída do resto da sociedade.

Rock como forma de evasão

Com relacao ao futuro ele cre no crescimento das bandas curitibanas no cenario nacional CWBMODA | 26

O rock alternativo comumente está relacionado à transmissão de mensagens. Algumas composições intimistas refletem o cotidiano do músico, seus protestos e suas desilusões. Para Álvaro Neves Jr., o rock proporciona uma catarse de sentimentos, o que pode justificar o gosto curitibano pelo gênero. “Curitibano, por ser frio, guarda sentimento para dentro de si. O rock é uma forma de pôr pra fora”, explica. Já Marcos Ceslinski afirma ter predileção por bandas dos anos 1980 por serem justamente de cunho reivindicatório. “Para nós, essa foi a melhor época em questão musical”. Hoje, o baterista acredita que músicas pertencentes à indústria cultural estão ganhando as rádios e fazendo com que Curitiba experimente estilos que atendam puramente a demanda comercial, o que prejudica a identidade da capital com o rock alternativo. Marcelinho explica que, de fato, o rock alternativo já teve mais espaço em Curitiba. Hoje, entretanto, embora haja menor presença de shows desse estilo, eles são feitos com uma melhor qualidade. Com relação ao futuro, ele crê no crescimento das bandas curitibanas no cenário nacional. “Daqui a pouco vão estourar pelo Brasil”, diz. Assim seja.


CWBMODA / NIGHT CURITIBANA

JAMES alorizando artistas plásticos curitibanos, o James agora está com nova decoração idealizada pelos arquitetos Eduardo Pinha e Márcia Bley. O desenhista André Ducci assina as ilustrações nas paredes e na entrada do bar. A programação visual foi concebida pela artista Karen Tortato. Com as mudanças, James Brown, James Bond e até Jimi Hendrix integram a balada e dão uma cara ainda mais moderna ao local. A partir da mudança na decoração, a

V

proposta da programação também mudou. Agora ela é fixa, com atrações diferenciadas a cada noite. A quarta é o dia do Rock, a quinta é do Groove, a sexta é da música independente e foi batizada de sexta Alta Fidelidade, o sábado é dia de festa com pop e eletrônico, e o domingo é o dia das bandas. WONKA Inaugurado em 2005 o Wonka Bar, nome dado pela proprietária Ieda (dona do saudoso Bar Dromedário) em homenagem ao filme A Fantástica Fábrica de Chocolate da década de 27 | CWBMODA


CWBMODA / NIGHT CURITIBANA

70, é uma casa que reúne estilos musicais que vão desde os clássicos do Jazz e MPB até Rock alternativo da melhor qualidade, apresentações de teatro e obras de artistas plásticos. Um dos grandes diferenciais da casa é a programação cultural e musical. A casa oferece música ao vivo com cássicos do jazz, blues e música contemporânea, MPB e discotecagem com muito Rock and roll, musica eletrônica, anos 50 e 60, e rock alternativo. Outro diferencial são as atrações de teatro, artistas plásticos e escritores que também participam da programação semanal da casa.outros de prestígio nacional dentro do Rock e do Metal.

CWBMODA | 28

BLOOD A nova era do rock em Curitiba chegou. Blood Rock Bar é um espaço projetado para osmmais exigentes fãs de metal e do bom e velho rock n’roll, abrindo suas portas para todas as vertentes do estilo em um imóvel que é uma antiga casa de família de mais de100 anos de idade no bairro São Francisco, centro boêmio de Curitiba. Com entrada e pub completo localizados no porão da estrutura, no melhor estilo dos bares europeus, a casa oferece a mais completa infra-estrutura para atender seus clientes diversões eletrônicas e passagem para uma área externa exclusiva, onde os fumantes poderão sentir-se confortáveis.


CWBMODA / NA MODINHA

Apesar de as peças no estilo rock se-

rem naturalmente conceituais e não passarem despercebidas, elas podem - e devem ser usadas no dia-a-dia, até mesmo pela mais arrumadinha das meninas. A pergunta é: quer ser muito rock ou pouco rock? Caso a intenção seja entrar de cabeça no estilo, o segredo é ousar sem medo. O excesso, nesse caso, é permitido. Então é só colocar a saia de couro preta, camiseta da sua banda preferida - no Vale das Bonecas, do Rio de Janeiro, pode-se

optar por Elvis e pelo Kiss -, bota de cano alto de verniz e correntes, muitas correntes. Nos olhos, muito delineador e sombra. Sim, os olhos são o destaque.

29 | CWBMODA



CWBMODA