Page 1

PORTO

DE

SÃO

RAIMUNDO

-

AM PORTO

TERMINAL

TERMOPERNAMBUCO

-

DO

DE

PONTA

DA

MADEIRA

JACARÉ

-

-

MA

MARÍTIMO

DE

BELMONTE

-

SUAPE

MA

PORTO

PE

TERMINAL

ATRACADOURO

MARÍTIMO

DE

DE

TROMBETAS

-

PA

BA

TERMINAL

DE

DORALEH

-

DJIBOUTI

PE


APRESENTAÇÃO A eXe engenharia foi constituída em janeiro de 2000

com

o

intuito

de

prestar

s e r v i ço s

consultoria

e

assistência

técnica

para

portuárias

e

marítimas,

emissários

EMISSÁRIOS

SUBMARINOS

de

obras

submarinos,

serviços subaquáticos e obras industriais. Através de seus líderes, acumula vasta experiência no

desenvolvimento

de

projetos

básicos

e

e x e c u t i v o s , e s t u d o s d e v i a bi l i d a d e , m e t o d o l o g i a s e x e c u t i v a s , d i m e n si o n a m e n t o d e e q u i p e s e e q u i p a m e n t o s , o r ç a m e n t o s , e l a b o r a ç ã o de propostas, planejamento, gerenciamento e fiscalização de obras, podendo, desta maneira, atuar desde as fases preliminares até a execução. A e X e e n g e n h a r i a d i s p o n i bi l i z a e m u m s ó a m b i e n t e a e x p e r i ê n ci a e m e s t u d o s , projetos, planejamentos, orçamentos e execução de obras. EXPERIÊNCIA A

eXe

engenharia

experiência fundadores

carrega

adquirida na

por

p a r t i ci p a ç ã o

a seus de

importantes projetos e obras, no Brasil e no exterior, como engenheiros de grandes

construtoras

e

consultores

independentes. CANTITRAVELLERS

A e x p e ri ê n c i a d a e m p r e s a d e s t a c a - s e

nas seguintes áreas: ƒ

Obras portuárias e marítimas;

ƒ

Obras industriais;

ƒ

Reabilitação e recuperação de estruturas de obras marítimas;

ƒ

Emissários submarinos; e

ƒ

Oleodutos, gasodutos e adutoras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


PRODUTOS A e X e e n g e n h a r i a e s t á p r e p a r a d a p a r a d e s e n v o l v e r o s s e g ui n t e t r a b a l h o s : ƒ

Desenvolvimento de projetos conceituais, básicos e executivos;

ƒ

Estudos

de

alternativas

de

projetos

estruturais, visando processos construtivos m a i s e f i ci e n t e s ; ƒ

Gerenciamento de obras;

ƒ

Fiscalização de obras;

ƒ

Planejamento

detalhado

de

todas

as

etapas do processo de construção; ƒ

Estudo

de

metodologias

executivas,

CONTRAVENTAMENTOS

incluindo planejamento, análises de custos unitários, dimensionamento de equipamentos e mão de obra direta e indireta; ƒ

Acompanhamento e supervisão "in-loco" das atividades durante a construção;

ƒ

Dimensionamento e metodologias de movimentação de cargas de grande p o r t e , i n c l u i n d o e s t u d o s d e r i g g i n g e g ui n d a s t e s ;

ƒ

Elaboração

de

metodologia,

dimensionamento

de

equipamentos

e

acompanhamento de trabalhos subaquáticos; ƒ

E s t u d o s d e c r a v a bi l i d a d e d e e s t a c a s ;

ƒ

Elaboração

de

estudos

para

construção

de

quebra-mares,

molhes

e

enrocamentos; ƒ

Elaboração

de

estudos

para

lançamento de tubulações submarinas, através dos métodos de bottom pulling e f l o a t i n g p i p e i n c l u s i v e a v e r i fi c a ç ã o da estabilidade em todas as fases do processo; PROVAS

DE

CARGA

EM

ƒ

ESTACAS

Concepção,

dimensionamento

e

p r o j e t o d e e s t r u t u r a s a u x i l i a r e s e t e m p o r á ri a s , c a n t i t r a v e l l e r s , e t c ; e ƒ

Administração contratual e análises de equilíbrio econômico-financeiro de contratos de construção.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


SOFTWARES ƒ

S t r u c t u r a l A n a l y si s – S A P 2 0 0 0 V e r s i o n 1 0 - A d v a n c e d

ƒ

F o u n d a t i o n s - D y n a m i c A n a l y s i s – g r l we a p V e r s i o n 2 0 0 5 – (P i l e D y n a m i c s I n c . )

ƒ

D e t a i l e d D r a wi n g s – A u t o C a d V e r s i o n 2 0 0 7

ƒ

Concrete Detail – TQS

ƒ

T e x t , Wo r k s h e e t s a n d p r e s e n t a t i o n s - M i c r o s o f t O f f i c e V e r s i o n 2 0 0 3

ƒ

Planning – Microsoft Project

ƒ

CONDE

Concrete

structures

detailed

d e s i g n (a u x i l i a r y ) ; ƒ

ESBELT

Concrete

and

steel

structures

d e t a i l e d d e s i g n (a u x i l i a r y ) ; ƒ

D E S M E T – S t e e l s t r u c t u r e s d e si g n ;

ƒ

TEKLA – Structures 12. PRÉ-MOLDADOS

DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS ƒ

01 Escritório com área de 400 m²;

ƒ

27 Micro computadores Pentium 4;

ƒ

02 Notebooks Pentium 4;

ƒ

03 Notebooks DuoCore;

ƒ

01 Plotter HP Designjet 100;

ƒ

01 Impressora HP Deskjet 1220C; ƒ

01 Impressora HP Laserjet 1020;

ƒ

01 Impressora multifuncional HP PSC 500; e

ƒ

01 Impressora multifuncional HP Officejet 4255 all-in-one.

ESTACAS

ANCORADAS

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


EXPERIÊNCIA EM TRABALHOS COM EMPRESAS INTERNACIONAIS ƒ

D a n i s h H y d r a u l i c I n s t i t u t e (D H I ) – H ø r s h o l m – D i n a m a r c a - T e r m i n a l M a r í t i m o d a V e r a c e l e m B e l m o n t e – BA – B r a s i l

ƒ

Delft Hydraulics – Delft – Holanda - Terminal de Contêineres de Doraleh – Republica de Djibouti

ƒ

National Research Council – Ottawa – Canadá - Terminal Portuário de Sergipe – Brasil

ƒ

Saipem – França – Peru LNG Export Project

TRABALHOS PUBLICADOS ƒ

C o n s t r u c t i n g o f F i r s t A r t i fi c i a l I s l a n d T r a n s - S h i p pi n g T e r m i n a l O p e n S e a – “ P o r t s and Harbours”, april, v. 9, n. 4, 1974

ƒ

“ D e r B a u d e s T e r m i n a l s f u r we i z e n u n d s o j a i n R S , B r a z i l i a n ” R e v i s t a D i e Bautechnick v. 4, p. 109-119 e v. 5, p. 160-172, 1982

ƒ

“ D e s i g n a n d C o n s t r u c t i o n o f a T e r m i n a l f o r t h e E x p o r t o f . Wh e a t a n d S o y b e a n s ” International Waterways,

Seminar B.

Aires,

on

Ports

Argentina,

and

Outubro,

1986 ƒ

“Planung und Aufbau eines Erdölterminals am Rio Negro” Revista

Die Bautechnick,

dezembro, 1993, Helft 12 ƒ

“Proyecto

y

Construcción

Terminales

en

A m é ri c a

de

del

Puertos

Sur”

-

y

Primer

Congreso Argentino de Ingeniería Portuaria, AADIP - Asociación Argentina De Ingenieros P o r t u a r i o s , B u e n o s A i re s , n o v e m b r o , 1 9 9 9 ƒ

“Offshore

Bulk

Countries

Terminals

in

D e v e l o pi n g

Innovative

Techniques

International

Congress,

for

Construction” 31st

PIANC

CAPTAÇÃO

DE

ÁGUA

May

2006, Estoril, Portugal

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


CLIENTES ƒ

Arteleste Construções

ƒ

Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina - APPA

ƒ

Cia Brasileira de Projetos e Obras

ƒ

C i a V a l e d o Ri o D o c e - C V R D

ƒ

Construtora Norberto Odebrecht

ƒ

Construtora Roca

ƒ

Construções e Comércio Camargo Corrêa

ƒ

Construtora Triunfo

ƒ

Ivaí Engenharia de Obras

ƒ

Mineração Rio do Norte - MRN

ƒ

Pieracciani

ƒ

Queiroz Galvão

ƒ

SEI Consultoria e Projetos

ƒ

Yasuda Seguros

ESTRUTURAS

ƒ

Saipem

ƒ

Porto

Pontal

METÁLICAS

Paraná

OFFSHORE

Importação

e

Exportação ƒ

COPAPE Terminais e Armazéns Gerais

ƒ

Libra Terminal Imbituba

ƒ

Dreer Consultores Associados S/C Ltda.

ƒ

Cia. de Docas do Estado do Rio Grande do Norte Ltda.

DOLFINS

COM

JAQUETAS

DE

ƒ

AÇO

Beton Stahl Engenharia Ltda.

ƒ

Construtora Andrade Gutierrez S.A.

ƒ

Cia. Docas do Estado do Rio de Janeiro – CDRJ

ƒ

Bunge Alimentos S.A.

ƒ

Jan de Nul

ƒ

Soprim

ƒ

Concessionária Jaguaribe

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


TRABALHOS EM ANDAMENTO

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Peru LNG Export Terminal Local:

Pampa Melchorita, Peru

Período:

Em andamento

Cliente:

Joint Venture CDB Melchorita (Saipem/Odebrecht Construction/Jan de Nul)

Proprietário:

Peru LNG

Características Básicas:

Terminal offshore para carregamento de gás para navios de até 165.000m3 e quebramar com 760 m de extensão, compreendendo: - Ponte de Acesso / Tubovia com 1350 m; - Plataforma de Operações; - 6 Dolfins de Amarração e 4 Dolfins de Atracação; e - Píer de Rebocadores.

Trabalho em Andamento:

Projeto Executivo; Planejamento da obra e metodologia executiva; Projeto de estruturas auxiliares e temporárias (contraventamentos e escoramentos metálicos, e projeto de cantitraveller); e Assistência técnica, mediante visitas periódicas de engenheiros à obra.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Contêineres de Doraleh Local:

Doraleh, República de Djibouti

Período:

Em andamento

Cliente:

Joint Venture Odebrecht - Soprim

Proprietário:

DPW - Dubai Ports World

Características Básicas:

Terminal de contêineres para navios de até 12.500 TEU's, compreendendo: - Cais com extensão de 1050 m; - Pátio com área de 400.000 m²; - Edificações de apoio; e - Utilidades.

Trabalhos em Andamento:

Projeto executivo completo do cais, pátios e utilidades. Planejamento da obra e metodologia executiva; Projeto de estruturas auxiliares e temporárias (contraventamentos e escoramentos metálicos, e projeto de cantitraveller); e Assistência técnica, mediante visitas periódicas de engenheiros à obra.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Contêineres da Embraport em Santos

Local:

Santos, São Paulo, Brasil

Período:

Em andamento

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A.

Proprietário:

Embraport

Características Básicas:

Terminal de contêineres com profundidade de 16 m; Píer para Álcool; e Cais para contêineres com extensão de 1.000 m.

Trabalhos em Andamento:

Projeto básico alternativo para licitação; Planejamento da obra e metodologia executiva; Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Contêineres de Callao

Local:

Callao, Peru

Período:

Em andamento

Cliente:

Joint Venture Odebrecht - Saipem S.A. - Jan de Null

Proprietário

DPWC - Dubai Ports World Callao

Características Básicas:

Cais com extensão de 660 m; Pátio com área de 215.000 m²; Edificações de apoio; e Utilidades.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo completo do cais, pátios e utilidades; Planejamento da obra e metodologia executiva; e Assistência técnica, mediante visitas periódicas de engenheiros à obra. Projeto de estruturas auxiliares e temporárias (contra ventamentos e escoramentos metálicos, e projeto de cantitraveller)

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Emissário Submarino Jaguaribe

Local:

Salvador, Bahia, Brasil

Período:

Em andamento

Cliente:

Concessionária Jaguaribe

Proprietário:

Concessionária Jaguaribe

Características Básicas: Trabalhos em Andamento:

Emissário Submarino com 3170 m de extensão em tubos 1.600 mm de diâmetro em PEAD. Projeto executivo compreendendo: Consolidação do projeto conceitual, desenvolvido pela EXE; Cálculo da estabilidade da tubulação; Dimensionamento dos blocos de ancoragem; Projeto dos difusores; Metodologia executiva para lançamento da tubulação; e Projeto e detalhamento de estruturas auxiliares (ancoragem, forma, etc.).

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Porto Beira

Local:

Beira - Moçambique

Período:

Em andamento

Cliente:

Vale - Odebrecht

Proprietário:

Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), Empresa estatal do governo de Moçambique

Características Básicas:

Terminal para carregamento de carvão em navios de 80.000 TPB até 180.000 TPB; ─ Píer com extensão de 467 m; ─ Ponte de acesso com extensão de 240 m; ─ Plataforma de transição incorporada ao píer com 24,3 m de largura; ─ Pátio de estocagem e pêra ferroviária; e ─ Virador de vagões, torres de transferências, stackers reclaimers, etc.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto básico das instalações marítimas (píer, plataforma de transição e ponte de acesso); Projeto básico das instalações mecânicas (stackers reclaimers, torres de transferências, etc); Planejamento da obra; Metodologia executiva; Levantamento quantitativo; e Orçamento preliminar da obra

Moatize Coal

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


TRABALHOS DESENVOLVIDOS

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Granéis Líquidos de Doraleh

Local:

Doraleh, Republica de Djibouti

Período:

Setembro 2003 – Agosto 2004

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht – Gulf Region

Proprietário:

The Emirates National Oil Company Ltd

Características Básicas: Píer offshore constituído por 2 berços, sendo um berço para navios de 5.000 a 80.000 TPB e um berço para navios de 1.000 TPB a 30.000 TPB, para manuseio de diesel, combustível para aviação, óleo combustível, JP-5 eF-75, produtos químicos, GLP e óleos. Trabalhos Desenvolvidos: Projeto básico; Projeto executivo; Orçamento detalhado dos custos diretos das obras; Planejamento da obra e metodologia executiva; Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e Projeto de estruturas auxiliares e temporárias (contraventamentos e escoramentos metálicos e projeto de cantitraveller). Os trabalhos foram desenvolvidos no Brasil, na Colômbia e nos Emirados Árabes Unidos.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro - CEP 80430 -180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./ Fax : +55 (41) 3014-3515


Píer III – Terminal Marítimo da Ponta da Madeira

Local:

Itaqui, São Luís, Maranhão, Brasil

Período:

Novembro 2000 – Fevereiro 2003

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A.

Proprietário:

Companhia Vale do Rio Doce S.A.

Características Básicas:

Terminal para carregamento de minério em navios de até 364.767 TPB ou de um navio de 75.000 TPB e um de 125.000 TPB, compreendendo: ─ Enrocamento de acesso com 250 m; ─ Ponte de acesso com 10,10 x 132 m; ─ Plataforma de transição; e ─ Cais de atracação de 18,75 x 534 m.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto básico alternativo; Planejamento da obra e metodologia executiva; Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras; Projeto executivo; Projeto de estruturas auxiliares e temporárias (contraventamentos escoramentos metálicos, e projeto de cantitraveller); e Assistência técnica, mediante visitas periódicas de engenheiros à obra.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro - CEP 80430 -180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./ Fax : +55 (41) 3014-3515

e


Expansão Píer III – Terminal Marítimo da Ponta da Madeira Local:

Itaqui, São Luís, Maranhão, Brasil

Período:

Setembro 2004 – Fevereiro 2007

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A.

Proprietário:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Características Básicas:

Expansão do terminal para aumento dos berços e conseqüente aumento da capacidade de exportação, compreendendo: ─ Prolongamento do cais de atracação em 71,00 m; ─ Bases para o novo transportador ao longo da retaguarda do píer existente e ao longo do prolongamento; ─ Bases para o novo transportador ao longo do enrocamento de acesso e ao longo da ponte de acesso existentes; ─ Plataforma para nova subestação adjacente a ponte de acesso existente; ─ Plataforma para nova torre de transferência junto a plataforma de transição do píer existente; e ─ Torres metálicas para suporte do novo transportador.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto básico; Projeto executivo; Especificações técnicas; Orçamento detalhado dos custos diretos das obras; Projeto de estruturas auxiliares e temporárias (contraventamentos escoramentos metálicos, e projeto de cantitraveller); e

e

Assistência técnica, mediante visitas periódicas de engenheiros à obra.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro - CEP 80430 -180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./ Fax : +55 (41) 3014-3515


Píer Rebocadores no Píer I e Barreira de Proteção contra Colisões no Píer III do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira Local:

Itaqui, São Luis, Maranhão, Brasil

Período:

Outubro 2003 − Abril de 2004

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A

Proprietário:

Cia. Vale do Rio Doce S.A.

Característica Básica:

Píer de Rebocadores; Implantado ao longo da face interna da ponte de acesso do Píer I, este possibilita a atracação simultânea de três rebocadores de 31 m de comprimento, do tipo Damen ASD Tug 3110. A plataforma de atracação, com 5 m de largura e extensão total de 80 m, acompanha a geometria da ponte de acesso. Sistema de Proteção Contra Colisões de Embarcações Têm por finalidade proteger a ponte de acesso do Píer III contra uma eventual colisão, por meio de uma barreira fixa com 94 m de comprimento constituída por vigas longitudinais de concreto armado em dois níveis, apoiadas sobre estacas de concreto armado executadas com camisas metálicas perdidas de 1 m de diâmetro. A barreira tem capacidade de absorver a energia da colisão de um rebocador a uma velocidade de impacto de cerca de até 3 nós.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo compreendendo: ─ Memória de cálculo, compreendendo cálculos dos esforços de atracação, amarração e colisão de rebocadores e modelagens estruturais para cálculos; e ─ Desenhos detalhados.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro - CEP 80430 -180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./ Fax : +55 (41) 3014-3515


Sistema de Proteção de Navios no Píer III do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira

Local:

Itaqui, São Luís, Maranhão, Brasil

Período:

Fevereiro 2005 - Março 2005

Cliente:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Proprietário:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Características Básicas:

Barreira de proteção contra colisão acidental de navios de até 125.000 TPB, constituída por: - Estacas de concreto armado executadas com camisa metálica perdida diâmetro externo 2.032 mm, apoiadas, em seu topo, em novas defensas de borracha fixadas no paramento do pier;

Trabalhos Desenvolvidos:

- Vigas metálicas interligando e contraventando as estacas em 4 elevações, materializando uma barreira de proteção. Anteprojeto compreendendo: - Avaliação de possíveis alternativas e escolha da solução; - Pré-dimensionamento e desenhos conceituais do sistema; - Memorial descritivo, especificações e orçamento estimativo.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Píer de Rebocadores e “ Ship Arrester ” no Píer III Terminal Marítimo da Ponta da Madeira Local:

Itaqui, São Luis, Maranhão, Brasil

Período:

Março 2003 - Abril de 2003

Cliente:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Proprietário:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Características Básicas:

Píer de Rebocadores Constituído por três berços de 4,2 m x 22 m de extensão, será localizado na face interna do Píer III, podendo acomodar simultaneamente três rebocadores com deslocamento de 720 tf. Sistema de Proteção Contra Colisões de Rebocadores Trata-se de um sistema tipo “Ship Arrester”, constituído por uma rede vertical de cabos desenvolvendo-se paralelamente a ponte de acesso do Píer III. O funcionamento do sistema é baseado na absorção da energia embarcação desgovernada através do alongamento dos cabos da rede.

da

A rede, com 160 m de comprimento, foi projetada para resistir em qualquer ponto a um impacto acidental do maior rebocador a uma velocidade de 2,98 nós (1,54 m/s). Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto básico; Memorial descritivo e memórias de cálculo; Desenhos; e Orçamento detalhado.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Sistema de Coleta de Finos do Pier III do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira

Local:

Itaqui, São Luís, Maranhão, Brasil

Período:

Fevereiro 2005 - Março 2005

Cliente:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Proprietário:

Cia Vale do Rio Doce S.A.

Características Básicas:

Desenvolvimento de estudos conceituais para execução coleta de materiais precipitados das correias transportadoras.

de

sistema

de

- Alternativa 1: Referente à criação de piso ao nível do piso do cais existente, executado em vigas de concreto pré-moldado apoiadas em estacas de camisa metálica perdida com diâmetro de 80 cm. O piso servirá de apoio para os materiais precipitados durante o processo de transporte, que poderão ser recolhidos posteriormente. - Alternativa 2: Referente à criação de reforços nas vigas transversais existentes e ainda a criação de vigas longitudinais nos locais onde necessário, possibilitando a adaptação de calhas e correias de captação nas torres transportadoras existentes. Trabalhos Desenvolvidos:

Estudo conceitual compreendendo: - Elaboração dos desenhos para ambas as alternativas; - Memorial descritivo; e - Orçamento estimativo das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Novo Berço para Granéis Líquidos do Porto de Itaqui

Local:

Itaqui, São Luis, Maranhão, Brasil

Período:

Agosto de 2004 - Outubro de 2004

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A

Proprietário:

EMAP – Empresa Maranhense de Administração Portuária

Característica Básicas:

Construção do Berço 108, do Complexo Portuário do Itaqui, para acomodar navios de até 91.000 TPB, compreendendo: ─ Ponte de acesso dividido em três trechos, sendo o primeiro trecho entre a plataforma do Berço 106 e a plataforma de transição e amarração, o segundo entre a referida plataforma e o dolfim de amarração DAM-1 e o terceiro entre o dolfim de amarração DAM-1 e a plataforma de operações; ─ Plataforma de transição e amarração; ─ Dolfim de amarração DAM-1; ─ Plataforma de operações; ─ Dolfins de atracação DAT-1 a DAT-4, com as respectivas passarelas; ─ Passarela de ligação da plataforma de operações ao atracadouro de rebocadores; ─ Atracadouro de rebocadores.

Trabalhos Desenvolvidos:

Estudos para concorrência compreendendo: ─ Planejamento da obra e metodologia executiva; ─ Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; ─ Orçamento detalhado dos custos diretos das obras; e ─ Projeto básico alternativo.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3ºandar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Atracadouro de Passageiros Flutuante do Jacaré

Local:

Alcântara, Maranhão, Brasil

Período:

Novembro 2001 – Novembro 2002

Cliente:

Construtora Roca Ltda.

Proprietário:

Centro de Lançamento de Alcântara

Características Básicas:

Atracadouro flutuante para passageiros constituído por: - Berço flutuante de aço medindo 10 x 50 m, fixado por estacas metálicas guia, com diâmetro de 1m; - Ponte metálica fixa com vão de 19,7 m; - Ponte metálica móvel com vão de 32 m; e - Enrocamento de aproximação com 76 m de extensão.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo; e Gerenciamento da obra

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3ºandar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Píer para Carregamento de Bauxita do Porto de Trombetas

Local:

Oriximiná, Pará, Brasil

Período:

Fevereiro 2002 – Abril 2004

Cliente:

MRN - Mineração Rio Norte S.A.

Proprietário:

MRN - Mineração Rio Norte S.A.

Características Básicas: Trabalhos Desenvolvidos:

Porto destinado ao carregamento de bauxita em navios graneleiros de até 80.000 TPB. Análise das condições operacionais e projeto de adequação para navios de até 80.000 TPB, compreendendo: ─ Projeto básico; ─ Orçamento detalhado dos custos diretos; ─ Planejamento da obra e metodologia executiva; ─ Projeto executivo de dois novos dolfins de atracação / amarração e novo sistema de defensas; ─ Especificações básicas para execução das obras de recuperação e reabilitação; ─ Assistência técnica mediante visitas periódicas de engenheiros à obra; e ─ Supervisão permanente no local por técnico especializado em obras marítimas.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3ºandar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Bóia de Amarração para Navios em Espera no Porto de Trombetas

Local:

Oriximiná, Pará, Brasil

Período:

Agosto de 2004 - Setembro de 2004

Cliente:

MRN - Mineração Rio do Norte S.A.

Proprietário:

MRN - Mineração Rio do Norte S.A.

Características Básicas:

O sistema de fundeio é constituído por uma bóia de amarração conectada a uma poita de concreto armado, ancorada a duas âncoras tipo Stato de 4,1 tf simetricamente posicionadas em relação à poita. A profundidade mínima no local é de 19 m. O sistema foi dimensionado para uma força de 400 kN atuando na bóia em direções que poderão variar de – 45º a + 45º em relação ao eixo longitudinal do navio.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo compreendendo: ─ Cálculos dos esforços de amarração e dimensionamento dos componentes do sistema; ─ Orçamento detalhado dos custos diretos; ─ Planejamento da obra e metodologia executiva; e ─ Desenhos detalhados.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3ºandar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Atracadouro de Passageiros Flutuante no Porto Trombetas

Local:

Oriximiná, Pará, Brasil

Período:

Setembro de 2004 - Novembro de 2004

Cliente:

MRN - Mineração Rio do Norte S.A.

Proprietário:

MRN - Mineração Rio do Norte S.A.

Características Básicas:

Trabalhos Desenvolvidos:

Atracadouro constituído por flutuante de concreto armado medindo 36 x 14 x 3 m, fixado através de estroncas de aço bi-articuladas à blocos de concreto na margem do rio e com acesso através de passarela metálica de 2,5 m de largura e 32 m de comprimento, fixa ao convés do flutuante e com a extremidade superior deslizando sobre uma rampa de concerto armado, viabilizando o embarque e desembarque de pessoal e mercadorias em qualquer situação do nível de água do rio que tem variação de até 10 m. Projeto executivo compreendendo: ─ Memorial descritivo; ─ Memórias de cálculo; ─ Desenhos detalhados; ─ Lista de material; ─ Orçamento estimativo dos custos diretos; ─ Planejamento da obra; ─ Metodologia executiva; e ─ Especificações técnicas.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3ºandar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – Paraná – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Obras de Melhoramentos do Porto de Paranaguá

Local:

Paranaguá, Paraná, Brasil

Período:

Julho 2001 - Fevereiro 2002

Cliente:

Dreer Consultores Associados S/C Ltda

Proprietário:

Governo do Estado do Paraná

Características Básicas:

Remodelagem do cais em três trechos, extensão total de 2.616 m compreendendo o aprofundamento de dois dos berços para profundidade de 13,7 m referida ao zero hidrográfico da DHN, recuperação de paramentos e cortinas de estacas prancha e implantação de linhas para guindastes com bitola de 10 m. Novo cais de múltipla utilização no prolongamento do cais oeste com extensão total de 820 m e profundidade de 13,7 m, referida ao zero hidrográfico da DNH.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto básico compreendendo: ─ Cálculo estrutural e dimensionamento das estruturas; ─ Desenhos; ─ Especificações técnicas; ─ Memorial descritivo; ─ Memórias de cálculo; ─ Orçamento detalhado; ─ Cronograma físico das obras; e ─ Critérios de medição e pagamento dos serviços.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Vistoria, Orçamento e Avaliação dos Cais de Paranaguá e Antonina

Local:

Paranaguá e Antonina, Paraná, Brasil

Período:

Agosto de 2002 - Outubro de 2002

Cliente:

Yasuda Seguros S.A.

Proprietário:

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Característica Básicas:

Cais acostável do Porto de Paranaguá, compreendendo 16 trechos diferentes com extensão total de 2.616 m. Cais acostável do Porto de Antonina com 64 m de extensão.

Trabalhos Desenvolvidos:

Avaliação, vistoria e orçamento dos cais de Paranaguá e Antonina bem como cálculos de depreciação para determinação do valor atual para fins de seguros, compreendendo: - Vistoria e cadastro no local do cais acostável do Porto de Paranaguá, e caracterização do mesmo por meio de seções transversais típicas da estrutura e estaqueamento, cálculo de quantitativos, elaboração de planilhas de quantidades e orçamento de preços atualizados; - Vistoria e cadastro no local do cais acostável do Porto de Antonina, e caracterização do mesmo por meio de desenhos de seções transversais típicas da estrutura e estaqueamento, cálculo de quantitativos, elaboração de planilhas de quantidades e orçamento de preços atualizados; e - Determinação do valor global atual dos cais de Paranaguá e Antonina pelo método de Ross-Heidecke, a partir do valor atual calculado para o bem novo, mediante critérios de depreciação, vida útil, estado de conservação e vida útil remanescente.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Recuperação do Berço 213 do Porto de Paranaguá

Local:

Paranaguá, Paraná, Brasil

Período:

Maio 2002 – Junho 2002

Cliente:

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Proprietário:

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Características Básicas:

Trabalhos Desenvolvidos:

O trecho avariado pela colisão do navio Bunga – Sato é do tipo dinamarquês, com cortina de estacas prancha, de concreto armado, do tipo fêmea-fêmea, de 38 x 45 cm. As avarias detectadas estendem-se de pequenas fissuras até a destruição total de várias estacas e danos ao paramento. Coleta e levantamento de dados; e Projeto executivo compreendendo: ─ Cálculo verificação estrutural, e dimensionamento das obras de recuperação; ─ Desenhos detalhados; ─ Memorial descritivo; ─ Memórias de cálculo; ─ Especificações técnicas; ─ Orçamento detalhado; e ─ Cronograma físico das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Cais de inflamáveis do Porto de Paranaguá

Local:

Paranaguá, Paraná, Brasil

Período:

Setembro 2003 – Outubro 2003

Cliente:

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Proprietário:

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Características Básicas: Trabalhos Desenvolvidos:

O píer compreende dois berços para navios de até 45.000 TPB, constituído por 5 dolfins de peso materializados por gabiões circulares de 11m de diâmetro, cheios de pedras, executados com estacas pré-moldadas de concreto. Projeto executivo para a execução das obras de recuperação do dolfim D3 e reabilitação de píer atingido por navio. O reforço foi projetado com estrutura envolvente ao dolfim, apoiada sobre estacas de 1.300 mm de diâmetro. Planejamento da obra. Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Píer Flutuante para o Atracadouro do Terminal Aquaviário de São Francisco do Sul - TEFRAN

Local:

São Francisco do Sul, Santa Catarina, Brasil

Período:

Outubro de 2003 - Novembro de 2003

Cliente:

Arteleste Construções Ltda

Proprietário:

Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobrás

Características Básicas:

Dois píers flutuantes, cada um com 15 x 6,3 m. Cada píer é composto por 4 flutuantes interligados por um deck metálico, sendo este fixado em estacas guia de concreto armado, com diâmetro 508 mm executadas com camisa metálica perdida; Passarela entre os píers, com 2 x 2 m; Duas rampas metálicas de acesso, uma com 7,9 m e outra com 1,75 m de comprimento, e ambas com 2 m de largura; e Uma plataforma de acesso, com 10,50 x 3 m de largura, sobre estrutura de concreto existente.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Píer Flutuante para o Atracadouro do Terminal de Paranaguá – TEPAR

Local:

Paranaguá, Paraná, Brasil

Período:

Janeiro de 2004 - Fevereiro de 2004

Cliente:

Arteleste Construções Ltda

Proprietário:

Petróleo Brasileiro S.A. - Petrobrás

Características Básicas:

Dois píers flutuantes, cada um com 15 x 6,3 m. Cada píer é composto por 4 flutuantes interligados por um deck metálico, sendo este fixado em estacas guia de concreto armado, com diâmetro de 508 mm executadas com camisa metálica perdida; Passarela entre os píers, com 3,97 x 2,4 m; Duas rampas metálicas de acesso, uma com 7,9 m e outra com 1,75 m de comprimento, e ambas com 2 m de largura; e Uma plataforma de acesso, com 6,77 x 3 m de largura, sobre estrutura de concreto existente, com uma escada de acesso a estrutura existente de 1,99 x 1,68 m e outra escada de 2,24 x 3 m até o topo do bloco de apoio da rampa de acesso.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Repontecialização do Berço de Atracação do Terminal Salineiro Offshore de Areia Branca

Local:

Areia Branca, Rio Grande de Norte, Brasil

Período:

Fevereiro 2005 - Maio 2005

Cliente:

CODERN - Cia. Docas do Estado do Rio Grande do Norte S.A.

Proprietário:

CODERN - Cia. Docas do Estado do Rio Grande do Norte S.A.

Características Básicas:

Terminal offshore localizado em alto mar a cerca de 10 milhas da costa constituído por: - Ilha artificial medindo aproximadamente 100 x 200 m destinada à estocagem de sal com cais para descarga de barcaças; - Ponte dos transportadores interligando a ilha ao carregador de navios com extensão de cerca de 500 m; e - Berço de atracação originalmente projetado para navios de até 25.000 TPB com 3 dolfins de atracação / amarração e 3 bóias de amarração.

Trabalhos Desenvolvidos:

Projeto executivo para repotencialização do berço de atracação para receber navios de até 75.000 TPB, compreendendo: - Definição do layout do berço repontecializado compreendendo novos dolfins e novo sistema de bóias de amarração; - Desenhos detalhados de dois novos dolfins de atracação/ amarração; - Desenhos detalhados de capacitação dos dolfins existentes; - Desenhos detalhados de passarelas de acesso aos novos dolfins; - Desenhos detalhados de novo sistema de bóias de amarração com 4 conjuntos; - Memórias de cálculo; - Especificações; - Planejamento; e - Orçamento detalhado das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Usina Termoelétrica de Suape

Local:

Suape, Pernambuco, Brasil

Período:

Janeiro 2001 – Abril 2004

Cliente:

CBPO – Cia. Brasileira de Projetos e Obras

Proprietário:

Termopernambuco (Iberdrola – Promon – Odebrecht – Inepar)

Características Básicas: Trabalhos Desenvolvidos:

Usina termoelétrica com capacidade de 500 MW com tomada d’água e captação offshore protegida por enrocamento de 600 m. Assistência técnica para estudos de concepção de alternativas para tomada d’água; Concepção básica e avaliação de custos de alternativas em ponte sobre estacas e quebra-mar; Assistência técnica para projeto executivo dos quebra-mares; Assistência técnica para trabalhos marítimos; e Metodologia executiva para lançamento de tubulação de diâmetro 1.600 mm.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3° andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal Marítimo de Belmonte

Local:

Belmonte, Bahia, Brasil

Período:

Abril 2001 – Maio 2002

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A.

Proprietário:

Veracel Celulose S.A.

Características Básicas:

Terminal marítimo offshore para movimentação de celulose e toras de madeira em barcaças de 5.000 TPB, compreendendo: ─ Plataforma de operações com 136 x 30 m; ─ Sete dolfins de atracação / amarração; ─ Quebra-mar de berma com 320 m de extensão; e ─ Ponte de acesso com 382 m de extensão.

Trabalhos Desenvolvidos:

Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; Planejamento da obra e metodologia executiva; Estudo para otimização dos vãos da ponte de acesso; Projeto de estruturas auxiliares e temporárias escoramentos metálicos e projeto de cantitraveller);

(contraventamentos

e

Projeto detalhado de passarelas estaiadas entre dolfins; Procedimentos para estaqueamento e provas de cargas; Análise do projeto do quebra-mar e acompanhamento dos ensaios nos laboratórios do DHI – Danish Hydraulic Institute – Dinamarca; e Assistência técnica mediante visitas periódicas de engenheiros à obra.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal Químico Offshore de Ilo

Local:

Ilo – Peru

Período:

Maio 2002 – Junho 2002

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht S.A.

Proprietário:

Chiyoda Corporation – Japan

Características Básicas:

Terminal offshore para carregamento de ácido em navios de até 35.000 TPB, compreendendo: ─ Ponte de acesso com 450 m; ─

Enrocamento com 70 m; e

─ Plataforma de operações de 15 x 20 m. Trabalhos Desenvolvidos:

Estudos para concorrência compreendendo: ─ Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras; ─ Planejamento da obra e metodologia executiva; ─ Projeto básico; ─ Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e ─ Visita ao local para análise das condições regionais.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Contêineres do Porto de Jebel Ali

Local:

Jebel Ali, Dubai, Emirados Árabes Unidos

Período:

Julho 2003 – Setembro 2003

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht – Gulf Region

Proprietário:

Jebel Ali Port Authority

Características Básicas:

Trabalhos Desenvolvidos:

Cais em caixões flutuantes de concreto armado, retangulares, justapostos, medindo 9 x 22,3 x 22,45 m, com extensão total de 1.220 m, largura da plataforma de 10,1 m, profundidade mínima de 16 m e linhas para portêineres com bitola de 30,48 m. Estudos para concorrência compreendendo: ─ Projeto básico; ─ Planejamento da obra; ─ Metodologia executiva; ─ Orçamento detalhado dos custos diretos das obras; e ─ Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção. Os trabalhos foram desenvolvidos no Brasil e nos Emirados Árabes Unidos.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Inspeção Submarina da Infra-estrutura do Píer Uno

Local:

Ilha de Mocanguê, Niterói, Rio de Janeiro, Brasil

Período:

Novembro de 2003

Cliente:

Beton Stahl Engenharia Ltda.

Proprietário:

Base Naval do Rio de Janeiro, Marinha do Brasil

Características Básicas:

Dimensões 407,23 m de comprimento e 15 m de largura; Área total de 6.108,45 m²; e Infra-estrutura: 184 estacas de concreto armado centrifugado.

Trabalhos Desenvolvidos:

Foram inspecionadas 20 estacas pré-moldadas de diâmetro externo de 700 mm, selecionadas previamente e informadas pelo cliente. A profundidade média encontrada foi de 14 m. As inspeções foram feitas com equipamentos fotográficos e de filmagem digitais e consubstanciadas através de um relatório contemplando: ─ Filmagens subaquáticas; ─ Fotos subaquáticas; ─ Memorial descritivo das inspeções realizadas; ─ Cadastro do levantamento efetuado; ─ Caracterização das não conformidades comparadas com a situação de projeto;

da

obra

“as

built” ;

─ Caracterização das anomalias e deficiências constatadas; e ─ Pareceres técnicos da condição de cada estaca inspecionada.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Infra-estrutura Portuária de Manaus

Local:

Manaus, Amazonas, Brasil

Período:

Outubro 2003 - Dezembro de 2003

Cliente:

Pieracciani

Proprietário:

Governo do Estado do Amazonas

Características Básicas:

Porto de São Raimundo com dois berços constituídos por atracadouros flutuantes destinados a ferry-boats e pequenas embarcações. Porto de Manaus com aumento do cais flutuante do roadway, constituindo uma ampliação do Terminal Hidroviário Regional Terminal da Manaus Moderna para pescado e hortifruti, constituído por 6 píeres metálicos flutuantes; e Porto nas proximidades do distrito industrial com um terminal de contêineres flutuante, um atracadouro flutuante para ferry-boats e um atracadouro flutuante para pequenas embarcações.

Trabalhos Desenvolvidos:

Visita técnica para determinação das possíveis localizações das instalações portuárias; Projeto conceitual das instalações de acostagem para viabilizar as operações de carga e descarga, em qualquer condição do nível de água do rio, constituídas por rampas, pontes de acesso metálicas e flutuantes metálicos e sistemas de ancoragem; e Orçamento estimativo dos custos diretos dos investimentos relativos às instalações portuárias.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal Portuário Offshore de Pecém

Local:

Pecém, Ceará, Brasil

Período:

Junho 2000 − Julho 2000

Cliente:

Construtora Andrade Gutierrez S.A

Proprietário:

Governo do Ceará

Características Básicas:

Terminal offshore constituído por: ─ Ponte de acesso de 2.160 m de extensão; ─ Píer para produtos siderúrgicos medindo 45 x 330 m para navios de até 120.000 TPB; ─ Píer para granéis líquidos para navios de até 175.000 TPB; e ─ Quebra-mar de 1.700 m de comprimento.

Trabalhos Desenvolvidos:

Análise dos custos da construção; Determinação de índices representativos de projeto e consumo dos insumos; e Análise comparativa de custos com os de outros terminais offshore no Brasil.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Granéis Líquidos em Barra do Riacho

Local:

Barra do Riacho, Espírito Santo, Brasil

Período:

Novembro 2000 – Março 2001

Cliente:

Ivaí Engenharia de Obras S.A.

Proprietário:

CODESA - Companhia Docas do Espírito Santo

Características Básicas:

Trabalhos Desenvolvidos:

Terminal marítimo constituído por 2 berços, sendo o berço nº 1 para navios de 16.000 a 40.000 TPB e o berço nº 2 para navios de 16.000 a 40.000 TPB e para supply boats de até 3.000 TPB, compreendendo ainda retroárea com instalações para tancagem. Estudos para concorrência compreendendo: ─ Planejamento da obra e metodologia executiva; ─ Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e ─ Plano logístico.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Molhes Norte e Sul, Canal de Acesso e Bacia de Evolução do Porto de Itajaí

Local:

Itajaí, Santa Catarina, Brasil

Período:

Outubro 2000 – Novembro 2000

Cliente:

Ivaí Engenharia de Obras S.A.

Proprietário:

Superintendência do Porto de Itajaí

Características Básicas: Trabalhos Desenvolvidos:

Serviços nos molhes norte e sul do Porto de Itajaí, compreendendo derrocagem submarina, recomposição de enrocamentos com pedras de até 7t e tetrápodes de até 12,5 t. Estudos para concorrência compreendendo: ─ Planejamento da obra e metodologia executiva; ─ Logística da obra; ─ Localização, layout e dimensionamento dos canteiros de obras, inclusive embarcadouros provisórios; ─ Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e ─ Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº 603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal Roll On – Roll Off da Ford

Local:

Candeias, Bahia, Brasil

Período:

Janeiro 2001

Cliente:

Construtora Queiroz Galvão S.A.

Proprietário:

Governo da Bahia

Características Básicas: Cais de atracação de 22 x 193,4 m, profundidade de 11 m, para navios porta contêineres de até 33.600 TPB e navios Roll On - Roll Off de até 12.000 TPB. Trabalhos Desenvolvidos: Estudos para concorrência compreendendo: ─ Planejamento da obra; ─ Metodologia executiva; ─ Estudo e dimensionamento do canteiro de obras; ─ Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; ─ Projeto básico de duas alternativas, uma com o emprego de estrutura em caixões flutuantes e uma com o emprego de fundações em estacas de concreto com camisa metálica perdida; e ─ Orçamento detalhado dos custos diretos das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Projeto Codemin III

Local:

Barro Alto e Niquelândia, Goiás, Brasil

Período:

Junho 2002 – Agosto 2002

Cliente:

SEI Consultoria

Proprietário:

Codemin (Anglo American)

Características Básicas: Estudo para verificação da viabilidade da operação de barcaças singulares ou em comboios, para transporte lacustre de minério entre as cidades de Barro Alto e Niquelândia, no lago de Serra da Mesa. Trabalhos Desenvolvidos: Projeto básico de cais de embarque e cais para descarga do minério,compreendendo: ─ Planejamento da obra e metodologia executiva ─ Orçamento detalhado dos custos diretos das obras e dos custos operacionais ─ Dimensionamento da capacidade e quantidade do comboio de barcaças e empurradores para percurso de 216 milhas náuticas e movimentação anual de 750.000 t de minério; ─ Definição das características básicas operacionais das embarcações do comboio, para chatas não propulsadas de 5.100 TPB e empurradores de 2.500 HP.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal Portuário de Sergipe

Local:

Barra dos Coqueiros, Sergipe, Brasil

Período:

Dezembro 1987 - Dezembro 1992

Cliente:

Construtora Norberto Odebrecht

Proprietário:

Governo do Estado de Sergipe - Petrobras

Características Básicas:

Cais de atracação de 22 x 340 m, profundidade de 12 m, para navios graneleiros de até 30.000 TPB e quebra-mar offshore de 580 m.

Características Gerais:

Ponte de acesso com sistema cantitravel - extensão 1250 m Ponte de acesso com plataforma auto-elevatória - extensão 1250 m Plataforma de transição Cais de atracação - extensão 340 m Ponte de acesso ao quebra mar - extensão 120 m Quebra-mar tipo berma - 3 milhões de toneladas de pedra, sendo a distância de transporte de 70 km

Participação dos Engenheiros da Rubens Sabino: Gerente de Engenharia e Gerente de Produção da eXe Construtora Norberto Odebrecht Leandro Sabino: Consultoria para análise da estabilidade do quebra-mar offhore, para a CNT Consult / Odebrecht, e de projetos e metodologias executivas do Complexo Portuário de Sergipe, para a Petrobrás.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Complexo Portuário de Porto Pontal

Local:

Pontal do Paraná, Paraná, Brasil

Período:

Setembro 2006 – Setembro 2007

Cliente:

Porto Pontal Paraná Exportação e Importação Ltda.

Proprietário:

Porto Pontal Paraná Exportação e Importação Ltda.

Características Básicas:

Complexo Portuário em águas com profundidade de 16 m compreendendo: ─ Pátio e cais para contêineres com extensão de 1000 m; ─ Terminal de grãos e fertilizantes para navios de até 125.000 TPB; ─ Terminal de granéis líquidos para navios de até 105.000 TPB; e ─ Píer de rebocadores.

Trabalhos em Andamento:

Projeto básico; Planejamento das obras; e Orçamento das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Minério de Itaguaí

Local:

Itaguaí, Rio de Janeiro, Brasil

Período:

Agosto 2007 – Junho 2008

Cliente:

Grupo de Mineradoras e Investidores Privados

Proprietário:

Cia. Docas do Estado do Rio de Janeiro - CDRJ.

Características Básicas:

Terminal para carregamento de minério em navios de até 120. 000 TPB ─ Píer com extensão de 364 m; ─ Ponte de acesso com extensão de 840 m; ─ Pátio de estocagem e pêra ferroviária; e ─ Virador de vagões, utilidades, stackers reclaimers etc.

Trabalhos em Andamento:

Projeto básico para licitação de concessão da área; Planejamento da obra e metodologia executiva; Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal de Minério de Itaguaí

Local:

Itaguaí, Rio de Janeiro, Brasil

Período:

Agosto 2007 – Junho 2008

Cliente:

Grupo de Mineradoras e Investidores Privados

Proprietário:

Cia. Docas do Estado do Rio de Janeiro - CDRJ.

Características Básicas:

Terminal para carregamento de minério em navios de até 120. 000 TPB ─ Píer com extensão de 364 m; ─ Ponte de acesso com extensão de 840 m; ─ Pátio de estocagem e pêra ferroviária; e ─ Virador de vagões, utilidades, stackers reclaimers etc.

Trabalhos em Andamento:

Projeto básico para licitação de concessão da área; Planejamento da obra e metodologia executiva; Dimensionamento de equipes e equipamentos para construção; e Orçamento detalhado dos custos diretos e indiretos das obras.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho, nº 603 – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Píer do Terminal de Granéis Líquidos e Fertilizantes da Ilha de Barnabé

Local:

Ilha Barnabé, Santos , São Paulo - Brasil

Período:

Março 2008 – Agosto 2008

Cliente:

COPAPE Terminais

Proprietário:

COPAPE Terminais

Características Básicas:

Porto destinado ao carregamento de granéis líquidos e descarga de fertilizantes. Ponte de Acesso ao Píer com extensão de 61,25 m acomodando rodovia, tubovia e galeria de utilidades; Píer de Atracação com largura de 24 m e extensão total de 223 m acomodando equipamento para o carregamento das embarcações e instalações auxiliares; Dois Dolfins de Amarração com dimensões de 6,4 x 6,4 m, cada um equipado com um gancho de desengate rápido duplo com capacidade de 100 toneladas; Terminal com capacidade para a operação de navios de 40.000 TPB até 80.000 TPB, implantado em área a ser dragada até a cota – 15 m referida ao zero hidrográfico da DHN.

Trabalhos em Andamento:

Desenhos detalhados; Memorial descritivo; Memórias de cálculo; Planilha de Quantidades; e Orçamento estimativa das obras e serviços.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515


Terminal Graneis Sólidos de Paranaguá

Local:

Paranaguá, Paraná, Brasil

Período:

Maio 2007 – Fevereiro 2008

Cliente:

Bunge Alimentos S.A.

Proprietário:

APPA – Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina

Características Básicas:

Píer de Carregamento ─ Dois berços de atracação para carregamento de navios; ─ Quatro linhas de transportadores sendo duas linhas para cada berço. Capacidade de 1500 t/h(cada linha; ─ Profundidade prevista nos berços de 13,8 m; ─ Tamanho dos maiores navios previstos: Cape Size de 125.000 TPB. Prolongamento do Berço 201 do cais do Porto de Paranaguá ─ Trata-se de um prolongamento do cais com extensão de cerca de 61 m e largura de 13 m.

Trabalhos Desenvolvidos:

Estudo de localização do terminal; Definição da implantação geral e do layout do terminal; Análise estrutural, pré-dimensionamento e desenhos das estruturas; Planilha de quantidades; Planilha orçamentária; Memorial descritivo; e Especificações técnicas e critérios de medição dos serviços.

Alameda Doutor Carlos de Carvalho nº603, 3º andar – Centro – CEP 80430-180 – Curitiba – PR – Brasil www.exeengenharia.com e-mail: exe@exeengenharia.com Tel./Fax: +55 (41) 3014-3515

eXe engenharia  

Perfil da empresa

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you