__MAIN_TEXT__

Page 1

O Ecossistema de Empreendedorismo PortuguĂŞs e o COVID-19 AnĂĄlise do Impacto


Aliados Consulting Capacitamos pessoas e organizações para a transição para um futuro sustentável. A Aliados Consulting reúne uma comunidade de empreendedores, inovadores sociais, designers de sustentabilidade, tecnólogos, filósofos e investigadores para oferecer um crescimento sustentável e lucrativo às organizações mais ambiciosas do mundo. www.aliados.consulting

Em parceria com:

FES Agency A FES Agency é uma agência de comunicação e eventos especializada em tecnologia, que tem vindo a trabalhar dentro do ecossistema tecnológico em Portugal, com startups, empresas tecnológicas e incubadoras nacionais e internacionais. www.fesagency.pt

2


Índice

1. Sumário Executivo

4

2. Impacto Económico

6

3. Medidas para apoiar as startups

11

4. Informação sobre a amostra

14

2 3


Sumรกrio Executivo

4


Esta análise visa identificar o impacto do COVID-19 no ecossistema de empreendedorismo português. Resulta da participação direta de 78 Empreendedores, CEOs e Diretores de startups, com escritórios em Portugal e foi realizada entre os dias 21 e 24 de Março, de 2020. Esta é uma primeira análise do impacto económico do COVID-19 no ecossistema de empreendedorismo nacional, que será repetida posteriormente, para acompanharmos o evoluir da situação. O impacto do COVID-19 nas startups é claro: 73% das startups estão a ser impactadas negativamente, para 43,9% as perdas nas vendas são superiores a 60% e 44,9% dos Empreendedores, CEOs e Diretores estão preocupados com o possível encerramento da sua startup, em consequência do COVID-19. A maioria dos participantes indica ainda que o valor da sua startup está a ser impactado negativamente. Face a este cenário, para além das medidas de apoio que já estão a ser implementadas, para apoiar as PME’s, torna-se importante desenhar medidas específicas, que garantam a sobrevivência das startups: 1. É necessário financiamento de curto prazo para as startups, ajudando-as a sobreviver à situação atípica que se vive atualmente. 2. Há necessidade de novas medidas que incentivem BA’s e VC’s a continuar a investir, garantindo a sobrevivência das startups (com e sem financiamento), que já operam no mercado. Como Aliados Consulting esperamos que este relatório forneça informações adequadas sobre desafios atuais das startups e possíveis caminhos a seguir.

Sumário Executivo

5


Impacto Econรณmico

6


O principal objetivo desta análise é identificar como o COVID-19 está a impactar as startups e qual a dimensão do impacto. Com a participação de 78 Empreendedores, CEOs e Diretores, conseguimos ter uma primeira visão geral adequada da situação.

A grande maioria (perto de 3/4) das startups portuguesas está a sofrer um impacto económico negativo com o surto do COVID-19, sendo que a situação torna-se ainda mais difícil, quando perto de 50% das startups está com quebras nas vendas superiores a 50%. É expectável que a situação piore, nas próximas semanas, em linha com o sentimento de 60,3% dos participantes.

6,4% das startups estão a ser positivamente afetadas pelo COVID-19. Estas startups são, na sua maioria, da área de saúde e bem-estar.

As vendas da startup estão a ser impactadas pelo COVID-19?

6.4%

Sim, negativamente 20.5%

73.1%

Sim, positivamente

Não

Impacto Económico

7


Se respondeste negativamente, qual tem sido a dimensão do impacto?

Até 10% 43.9%

Até 20% Até 30%

5.3%

Até 40%

8.8%

15.8%

Até 50% Até 60%

19.3%

Mais de 60%

Como esperas que a situação evolua nas próximas semanas?

60.3%

10.3%

Positivamente Negativamente Estável

29.5%

Impacto Económico

8


Olhando para o futuro, 62,8% dos inquiridos considera que o valor da sua startup está a ser negativamente impactado pelo surto de COVID-19. E 44,9% está preocupado com o possível encerramento da startup, em consequência do COVID-19. Consideras que o valor da tua startup está a ser impactada pelo COVID-19?

28.2% Positivamente Negativamente 62.8%

9%

Sem impacto

Estás preocupado com o possível encerramento da startup, em consequência do COVID-19?

55.1% Sim Não

44.9%

Impacto Económico

9


Por agora, a maioria dos empreendedores e CEOs portugueses não estão a considerar nem cortes de salários, nem despedimentos.

Estás a considerar corte de salários?

70.5%

Sim Não

29.5%

Estás a considerar despedimentos?

75.6%

Sim Não

24.4%

Impacto Económico

10


Medidas para apoiar startups

11


As startups têm algumas características que as distinguem das restantes empresas. E uma delas, está relacionada com as vendas. Dada a natureza inovadora e o potencial de escala, as startups podem, numa fase inicial, não apresentar vendas, sendo que, por vezes, essa situação prolonga-se por vários meses e até anos. Assim, estas empresas não poderão beneficiar de muitas das medidas propostas pelo governo, nomeadamente no que diz respeito a lay-off e outras medidas que têm como critério quebra de vendas. Posto isto, quando questionados sobre as medidas que o governo pode tomar para apoiar as startups, os inquiridos destacam:

1. Layoff simplificado imediato e sem requisitos; 2. Critérios de acesso ao financiamento, de curto e médio prazo, alinhados com a situação específica das startups; 3. Rondas de financiamento - bridge rounds - apoiados pela Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD); 4. Incentivos fiscais e de outra natureza para que Capitais de Risco e Business Angels continuem a investir, nesta fase de grande incerteza; 5. Aceleração dos pagamentos e reembolsos do financiamento obtido via Portugal2020; 6. Isenções fiscais e redução da carga contributiva a curto e médio prazo.

Medidas para apoiar startups

12


Obrigada a todos os Empreendedores, CEOs e Diretores de startups que participaram nesta análise. Um agradecimento a todos aqueles que divulgaram este questionário, em especial à UPTEC, Startup Braga e Startup Lisboa. Como Aliados Consulting, esperamos que este relatório tenha trazido clareza sobre os impactos reais do COVID-19, sobre os problemas que as startups estão a enfrentar e sobre possíveis caminhos e soluções de curto e médio-prazo. Nos últimos anos, as startups e o ecossistema de empreendedorismo têm sido um desígnio nacional e uma aposta forte do governo nacional e dos governos locais. Estas empresas são fonte de inovação e competitividade, além de crescimento económico e emprego. Continuar a apoiá-las, neste momento difícil, não só é crucial para a sua sobrevivência, mas também para a futura competitividade do nosso país.

Medidas para apoiar startups

13


Informação sobre a amostra

14


Esta análise, resulta da participação de 78 Empreendedores, CEOs e Diretores de startups, com escritórios em Portugal, e foi realizada entre os dias 21 e 24 de Março, de 2020.

Localização

Distrito do Porto Distrito de Lisboa

41%

Distrito de Leiria Distrito de Coimbra

35.9%

Distrito de Braga 14.1%

Distrito de Aveiro Distrito de Viseu

Número de colaboradores

1 - 10 25.6%

14.1%

11 - 25 25 - 50 51 - 100 + 100

55.1%

+ 200 + 500

Informação sobre a amostra

15


A tua startup tem Investimento de Capital de Risco?

53.8%

Sim Não 46.2%

Tu e/ou a tua startup têm estado envolvidos na criação de soluções para mitigar o COVID-19?

46.2% Sim Não 53.8%

Informação sobre a amostra

16


hello@aliados.consulting

hello@fesagency.pt

Profile for Aliados Consulting

O Ecossistema de Empreendedorismo Português e o COVID-19 .: Análise do Impacto  

Esta análise visa identificar o impacto do COVID-19 no ecossistema de empreendedorismo português.

O Ecossistema de Empreendedorismo Português e o COVID-19 .: Análise do Impacto  

Esta análise visa identificar o impacto do COVID-19 no ecossistema de empreendedorismo português.

Advertisement