Page 1

Aula 11 Responsabilidade Socioambiental

Justiça Ambiental

Há menos de um mês os jornais noticiaram que mais de um contêiner vindo dos Estados Unidos trazia lixo hospitalar para a cidade de Recife. Na nota fiscal constava que o produto era tecido de algodão descartado em razão de defeitos de fabricação. Desconfiado pelo baixo preço do produto as autoridades brasileiras decidiram averiguar o contêiner e descobriu seu verdadeiro conteúdo: o lixo hospitalar. Ainda não se sabe se o produto foi enviado de má fé ou se determinadas pessoas no Brasil realmente importaram o lixo hospitalar, que teria como destino final uma cidade no interior de Pernambuco que se dedica a atividades têxteis. Essa situação faz emergir um problema mais antigo que diz respeito ao fato determinados países receberem entulhos e dejetos de nações mais desenvolvidas, como pneus velhos, por exemplo. A essa situação se cunhou o conceito de justiça ambiental, para se referir, por exemplo, ao processo pelo qual as nações mais ricas, bem como setores mais ricos das cidades descartam seu lixo: nas periferias, ou seja, bem longe de seus locais de moradia, afetando então outras populações. No último conteúdo de ensino, discutimos a partir dos princípios do desenvolvimento sustentável como o modelo de produção industrial compromete a capacidade dos recursos pesqueiros. Contudo, no âmbito da responsabilidade socioambiental veremos que o impacto causado pelas práticas baseadas no crescimento econômico ilimitado afeta também as populações mais pobres, principalmente nos centros urbanos. Com isso quero dizer que o capitalismo não gera apenas desigualdade social e econômica, uma vez que gera também a desigualdade ambiental. Por desigualdade ambiental devemos entender o processo através do qual as populações mais pobres são afetadas pelo risco ambiental, em razão, por exemplo, de suas áreas de moradias, por serem muitas vezes periféricas, serem locais de descarte de entulhos dos mais diversos tipos: desde lixo hospitalar a lixo industrial. Para aprofundarmos sobre esse tema, estudaremos o pequeno texto do sociólogo


Henry Acserald, que tem diversos trabalhos publicados sobre esse assunto. Por meio de seu artigo poderemos compreender melhor a dinâmica que torna determinadas parcelas da sociedade mais vulneráveis aos diferentes tipos de degradação ambiental. Discutiremos então sobre os riscos sociais e ambientais que incidem sobre as populações em razão da falta de comprometimento ético no que diz respeito a forma como nossa sociedade se relaciona com a natureza.


Aula 11 responsabilidade socioambiental  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you