Issuu on Google+


O vencedor, Manuel Cintra


BRUNO BROA FERNANDO K.MONTENEGRO JOANA SANTIAGO MANUEL CINTRA NUNO VALENTE ANA CANEIRAS NUNO GERALDES BARBA SARA TIMÓTEO

FINAL: JOANA SANTIAGO vs MANUEL CINTRA

VENCEDOR Poetry Slam / SLAM LX Nº6 MANUEL CINTRA

JURI: NUNO MIGUEL GUEDES RITA CORREIA HELDER GOMES 2 ELEMENTOS DO PÚBLICO

PRÉMIOS: BERTRAND EDITORA, QUETZAL, PERGAMINHO, 101 NOITES,TRANSFORMADORES/ MUSICBOX, AVENIDA DE POEMAS, JAMESON


SLAM LX Nº 6 / Programa 22 de Março, sex 22h 22h30 - Apresentação pelo Mc Filipe Homem Fonseca 22h40 - Convidado DAVID ALMEIDA 22h50 - Vídeo 22h55 - ANDRÉ GAGO 23h10 - Intervalo 23h20 - Poetry Slam 8 concorrentes 3 eliminatórias 1 finalista 00h30 - Entrega de prémios 00h45 - Open Mic 01h00 - Fim


O meu nome é David Almeida tenho 53.43 polegadas de altura, apesar de pequeno sou bem constituído e tenho uma grande cabeça, tenho 6,5 dioptrias no olho esquerdo e 7 no olho direito, odeio a história da branca de neve e o slogan: "Eu vou, eu vou trabalhar agora eu vou, lalalala". A vida fez de mim um "Grande" actor para provar isso aqui vai o meu currículo resumido

David Almeida comecei a minha carreira em 1994 na peça de teatro “Acordei Bicéfalo” encenada por Duarte Barrilaro Ruas. Desde então trabalhei com encenadores como Luís Miguel Cintra, António Pires, Ricardo Aibéo, Jean Jourdheil, Christine Laurent, José Wallenstein, Adelino Tavares, Fernanda Lapa, João Brites, Gonçalo Amorim,, Marina Albuquerque, Pedro Gil, Bruno Bravo, Miguel Melo, Hugo Sequeira, João Galante,. Na dança trabalhei com os coreografos Clara Andermatt e Pedro Mendes. No cinema trabalhei com Manoel de Oliveira, João César Monteiro, Edgar Pêra, José Álvaro de Morais, Raul Ruíz, António Pedro Vasconcelos, Eduardo Guedes, Solveig Nordlund, Rosa Coutinho Cabral, Fernando Vendrerell, Rodrigo Areias, João Botelho, Jacques Weber, Francis Manceau, João Trabulo, Miguel Angel Vivas, Leonel Vieira, Francisco Manso, Jean Paul Rouve, Paulo Abreu. Na televisão participei em cerca de vinte programas das mais diversas áreas desde ficção, documentário, publicidade, institucional.


ANDRÉ GAGO Actor, encenador, professor e autor. Em 2004 criou o Teatro Instável, onde encenou e actuou em “A Gargalhada de Yorick” , “Hamlet, Heterónimos, Pessoa”, “Noite Antiquíssima”, “Acerca de Música” e “Hamlet”. A Commedia dell'Arte e a sua paixão pela máscara levaram-no a estagiar com Ferrucio Soleri, no Piccolo Teatro di Milano. Tendo representado Arlequim e Pantalone na companhia Meia Preta, começou a ensinar Técnica da Máscara em inúmeros cursos e workshops: Cendrev, Citac, Teatro Universitário do Porto, Universidade de Évora, Teatro Instável, etc. Adaptou Jorge de Sena e Aquilino Ribeiro para o palco, e traduziu e encenou “A Orquestra”, de Jean Anouihl, e “Hamlet”, de William Shakespeare. Ganhou, com o conto “O Circo da Lua”, publicado em 2001, o prémio Revelação da Associação Portuguesa de Escritores, e a partir do qual criou o espectáculo de Novo Circo “Lua!”. Em 2010 publica o seu primeiro romance, “Rio Homem”, finalista do prémio Leya e Prémio PEN Clube Portugal para 1a Obra. Tem uma vasta experiência como actor em televisão. Actuou de forma mais pontual, no cinema, destacando-se “Solo de Violino”, de Monique Rutler, e “Making Of”, de Thijs Bayens.


MR. MITSURIHATO Hugo Moutinho, más conocido como Mr. Mitsuhirato, DJ Lisboeta y personaje importante dentro de Discotexas, nos presenta un resumen en forma de mixtape de los grandes lanzamientos que el gran sello portugués nos ha dejado durante el pasado 2011. Un fantástico resumen de 70 minutos de duración donde podemos disfrutar de todos los grandes artistas del sello y sus últimas producciones, desde Kamp! a Appaloosa pasando por Lazydisco, Mirror People, Zimmer, Justin Faust ó Douze, entre un largo etcétera. Esperemos que este nuevo año sea igual de bueno para Discotexas. Enjoy! Download here 2011: A Discotexas Review by Mr. Mitsuhirato by Mr Mitsuhirato


Poetry Slam - Regulamento A. Regulamento: 1. Os poetas concorrentes terão de ter mais de 16 anos de idade; 2. Os poetas podem abordar qualquer tema em qualquer estilo; 3. Os poetas devem utilizar os seus próprios poemas; 4. Nenhum poema poderá ultrapassar os três minutos. As performances serão cronometradas; 5. Não é permitido: a utilização de instrumentos musicais ou música pré-gravada, cenários, recurso a acessórios, disfarces ou máscaras. O poeta deverá vestir as roupas que usa no seu dia-a-dia; 6. Cada poeta que participe no Poetry Slam do Festival Silêncio deverá preparar pelo menos 3 poemas de sua autoria; 7. Os poetas não podem repetir duas vezes o mesmo poema excepto na final; 8. O júri constituído por 5/6 elementos atribui uma nota após cada poema numa escala de 1 à 10; 9. O concurso desenrola-se por eliminatórias da seguinte forma: 9.1 – Primeira etapa com os 8 poetas concorrentes. Os 4 poetas mais pontuados passam à meiafinal; 9.2 – Meia-final: dos 4 seleccionados serão escolhidos 2 para a final; 9.3 – Final: com os 2 mais pontuados; 9.4 – Performance final do vencedor. 10.A decisão do júri é soberana. Os concorrentes não poderão recorrer do resultado das pontuações atribuídas pelo júri 11.aos vencedores é oferecido um prémio de participação. B. Notas e penalizações 1. O júri atribui uma nota a cada poema indo de 1 a 9.9, sendo 10 a nota máxima; 2. Os elementos do júri serão encorajados a utilizar décimas após a vírgula de forma a desempatar poemas cujas notas sejam demasiado próximas; 3. Se a regra dos três minutos for infringida por um poeta durante a sua actuação, este terá 10 segundos de tolerância; 4. Caso ultrapasse os 3 minutos e 10 segundos, o poeta verá o seu score final penalizado, segundo o seguinte esquema: 0,5 pontos por cada período de 10 segundos acima de 3 min. e 10 seg.


Inscrições em :

programacao@musicboxlisboa.com Musicbox Rua Nova do Carvalho, nº 24. Cais do Sodré. Lisboa 21 343 01017 www.musicboxlisboa.com


SLAM LX Nº7 V1