Issuu on Google+

Cursos 2014 Suplementação na Prática Clínica Foco no resultado 23/03/2014


DOENÇAS do aparelho digestório & NUTRIÇÃO

(com suplementos?) Dra. Andréa Esquivel Nutricionista CRN3: 3050 CEDIG – CENTRO DE MEDICINA E DIAGNOSTICO EM GASTROENTEROLOGIA & Consultoria Nutricional

PREVENIR CURAR OU RETARDAR A PROGRESSÃO DE DOENÇAS


Alimentação mudou???? Suplementar é o melhor??? Porque? Quando? Como? Quanto? Prazo?


Preocupação com alimentação e com a nutrição nas doenças inflamatórias intestinais é grande e necessária

Pacientes muitas vezes acreditam que a doenças é causada por alimentação errada e que pode curar com uma dieta adequada

DIETA PODE AFETAR DIRETAMENTE A TERAPÊUTICA DA DOENÇA E PODE DESEMPENHAR PAPEL IMPORTANTE NOS PROCESSOS INFLAMATÓRIOS. Será necessário o acompanhamento nutricional constante com profissional especializado.


Dieta pobre e sem variações Filme Super Size Me - 2004

Microbiota intestinal Balanceamento por meio de: • probióticos • prebióticos


MICROBIOTA INTESTINAL

PREBIÓTICOS Fibras Dietéticas Solúveis ou Fibras Alimentares (FA) que quando ingeridas são resistentes às enzimas digestivas, ou seja, à hidrólise, digestão e absorção no intestino delgado, atingindo o intestino grosso intactas. Aonde serão degradadas pela microbiota local. A importância do prebiótico é que ele seja fermentado pela microbiota promotora de saúde, como os lactobacilos e bifidobactérias. (DUARTE, 2003,)


FIBRA

O Butirato Diminui o pH no cólon.O pH baixo reduz a síntese de mutágenos

Fibra Fermentada: BUTIRATO

Bactérias O Butirato Aumenta o trofismo das células da mucosa do cólon sãs. Diminui a proliferação das células neoplásicas

FIBRA

A fibra Inibe o crescimento de cepas bacterianas que degradam os ácidos biliares em compostos cancerígenos

O Butirato Induz o crescimento celular fisiológico na base das criptas do cólon e inibe os crescimentos neoplásicos das zonas superiores


SEM FIBRA

Sem Butirato

Pouca Fermentação

Maior síntese de mutágenos

Ausência de BUTIRATO

Bactérias Sem Butirato Facilidade de proliferação de células neoplásicas na mucosa do cólon

SEM FIBRA

Sem fibra Transformação de Lactobacillus em bacteróides, capazes de degradar os ácidos biliares em compostos cancerígenos (deshidronorcoleno, metilcolantreno)

Sem Butirato Maior proliferação celular nas zonas superiores das criptas, onde se produzem os crescimentos neoplásicos

Aspectos fisiológicos da fibra dietética sobre o intestino grosso •  peso e  consistência das fezes •  tempo de trânsito intestinal •  pressão no interior do cólon • manutenção da função normal da parede (trofismo) • manutenção da ecologia do cólon


Doenças inflamatórias intestinais • Com o intestino inflamado suas paredes ficam sensíveis e a alimentação tem que ter grande atenção para não piorar ou prejudicar ainda mais. • As DII não estão relacionadas com alergia alimentar • Alimentos contaminados não são causa de DII mas podem agravar o quadro da doença

Dieta para DII • Não existe uma única dieta para as DII, irá sempre ser pessoal pois depende da condição do organismo, estágio da doença e necessidades nutricionais • A dieta sempre será para minimizar as consequências da DII, recuperar as perdas nutricionais e auxiliar na recuperação da fase ativa e contribuir para as fases inativas


suplementaçþes Exemplos B12 Vit D Zinco Digestivos Figado Complexo B

Vitamina B12


Refluxo – preocupação: digestão • • • • •

Uso oral: mandar manipular CÁPSULAS, sendo cada dose contendo: 10 mg de Zinco quelado 50 mg de ácido ascórbico (vit C) Tomar 1 dose junto ao almoço ou jantar. Uso por 30 dias.

• • Ultrazyme – Douglas laboratorie (Langfor3848-0038) ou substituto no exterior

Suplementações: • • • •

Uso oral: MANDAR MANIPULAR Comprimido OU LIQUIDO sublingual, contendo: 10mcg de Vitamina B12 Tomar 1 dose sob a língua junto ao almoço ou jantar. Uso 30 dias.

• • • • •

Uso oral: mandar manipular CÁPSULAS, sendo cada dose contendo: 10 mg de Zinco quelado 50 mg de ácido ascórbico (vit C) Tomar 1 dose junto ao almoço ou jantar. Uso por 30 dias.

Ultrazyme – Douglas laboratorie (Langfor- 3848-0038) ou substituto no exterior Tomar 1 no almoço e 1 no jantar. Se fizer um desjejum mais completo, pode tomar junto. – Manter na geladeira – 1 frasco


RCU ou Crohn • Probióticos: LACTOFOS, OU SIMBIOFLORA OU LACTIVOS – não tomar com alimento quente – tomar 1 por dia por 30 dias • Tomar até o dia do REMICADE, depois tomar a partir do sétimo dia após, isto a partir da A PARTIR DA TERCEIRA APLICAÇÃO • Uso oral: MANDAR MANIPULAR • Solução ou pastilha sublingual, sendo contendo: • 15mcg de Vitamina B12 • Tomar 1 dose sob a língua junto ao almoço ou jantar. • Uso oral: ADDERA D3 • Tomar 8 gotas ao dia pela manhã, junto com desjejum

Probióticos: (VITAL IMUNE ou vital plex (Aplacom www.aplacom.com.br 3151 5685 ou farmácia BUENOS AYRES), MULTIPROBIOTIC (LANGFOR- 3848-0038) – 1 POR DIA quando tiver crise – não tomar com alimento quente – tomar por 60 dias – tomar até o dia da infusão Humira – suspender por 7 dias depois e retoma no 8 dia.

GLUTAMAX, Resource Glutamina (Nestle), Gluta flora (SKL) (GLUTAMINA), Biosen (Biosenior) – sachê de 5g – tomar de ½ a 1 sachê por dia – 30 dias

• • • •

Uso oral: MANDAR MANIPULAR Solução ou pastilha sublingual, sendo contendo: 10mcg de Vitamina B12 Tomar 1 dose sob a língua junto ao almoço ou jantar.

• •

Uso oral: ADDERA D3 Tomar 4 gotas ao dia pela manhã, junto com desjejum

• • • •

Uso oral: Complexo B – Beneroc em gotas Tomar 15 gotas por dia – no desjejum Ultrazyme – Douglas laboratorie (Langfor- 3848-0038) Tomar 1 no almoço e 1 no jantar. Uso por 30 dias.


Suplementação figado • • • • • • • • • • • • •

Uso oral: CÁPSULAS, sendo cada dose contendo: 300 mg de Extrato de Cynara Scolymus L. 200 mg de Metionina 150 mg de Silimarina 200 mg de Arginina 200 mg de Colina 100 mg de Quercetina 100 mcg de Ácido fólico 100 mg de Inositol 60 mg de ácido ascórbico (vit C) 10 mcg de Cianocobalamina (B12) Tomar 1 dose, junto ao almoço e 1 no jantar. Fazer refeições ricas em frutas e vegetais e com baixa quantidade de alimentos gordurosos. Uso por 60 dias.

Fibra soluvel • gel de linhaça: em um vidro pequeno, coloque 1 colher sopa de semente de linhaça e completa com água. Tampe e guarde na geladeira por 1 noite. Pela manhã, misturar bem, coar, jogar fora as sementes e usar o líquido durante o dia ou tomar de 1 vez só. • Ou tomar a pasta Dra. Andréa


Um Bom Alimento...... • Aquele que nutri, alimenta, restaura perda • “o alimento restaura a perda e prolonga a existência” – Brillat Savarin 1848

Considerações finais • Conhecer a doença que irá tratar • Conhecer a vida do paciente e seus hábitos alimentares • Entender o que deverá suplementar • Por quanto tempo suplementar • Como suplementar • Adequar ao padrão econômico do paciente • Manter alimentação saudável e equilibrada para a doença que irá tratar.


Obrigada! www.clinicacedig.com.br


Alessandra Coelho - Cursos