Page 19

Silencio caiu sobre todo o Clã, e isso não poderia ficar muito mais incomodo. — Não parecia que ia dizer não, há alguns segundos. Dez tocou meu braço. — Jas... Um sentimento de mal-estar surgiu em meu estômago ante o uso do meu apelido. Afastando-me de seu lado, encontrei seu olhar. — Não, você não pode me chamar assim. — Mantive minha voz baixa, mas sabia que estávamos sendo ouvidos, o Clã na sua maioria homens, era pior que velhinhas quando se tratava de fofocas e dramas. — Você não pode voltar para a minha vida e... — Está bem. — disse meu pai diplomaticamente. — Acho que vocês precisam conversar. Eu puxei meu queixo para cima. — Eu não tenho certeza que há nada para falar. Dez manteve meu olhar por um momento e logo se afastou, um músculo marcando em sua mandíbula. — Jasmine, vocês dois precisam chegar a um acordo, tem sete dias para tomar uma decisão, não tem porque tomar uma decisão apressada. — Minha decisão não é... — Conversaremos. — interrompeu Dez agarrando meu braço firme, mas suavemente. — E não precisaremos de sete dias. Olhei em seus olhos, eu era alta, mas Dez era mais ainda. — Oh, é tão bom ver que sua arrogância não mudou. Os lábios de Dez se arquearam no canto. — Acho que você vai perceber que muitas coisas não mudaram. — Realmente não me importa — tentei me afastar, mas ele manteve seu aperto, seu sorriso se estendendo um pouco. — A sério. Seus olhos brilharam com o desafio e algo mais, algo que não pude compreender. — Veremos. **** Encontrar privacidade em uma casa cheia de gente que obviamente não tem nada melhor para fazer do que fofocar, demonstrou ser difícil. Poderíamos ter

19

Jennifer l armentrout dark elements #0 5 bitter sweet love [revisado]  
Jennifer l armentrout dark elements #0 5 bitter sweet love [revisado]  
Advertisement