Issuu on Google+

The Power of Dreams

Ultrapassando os limites da mobilidade Por que uma empresa automobilística desenvolveria um projeto tão audacioso quanto criar um robô que caminhasse, subisse e descesse escadas, se comunicasse com as pessoas e até jogasse futebol? A resposta é simples: para ultrapassar os limites da tecnologia. Este foi um dos motivos que levaram a Honda, em 1986, a iniciar os estudos para a concepção de um robô humanóide que fizesse tudo isso e muito mais. Conheça a seguir a história de como a Honda conseguiu, mais uma vez, surpreender o mundo e criar o ASIMO (Advanced Step in Innovative Mobility).

Passado, Presente e Futuro O desenvolvimento dos primeiros modelos (E1, E2 e E3) teve o foco voltado para a criação de pernas que simulassem movimentos humanos, enquanto na geração seguinte (E4, E5 e E6) a meta era manter a estabilidade ao caminhar e subir escadas. Na seqüência, cabeça, corpo e braços foram adicionados para garantir o equilíbrio e mais funcionalidade. O primeiro robô da Honda, o P1, tinha 1,80 m de altura e pesava 175 kg. O modelo P2 teve o design e o caminhar aprimorados e ganhou movimentos automáticos via rede sem fio (wireless) e o P3 teve seu “corpo” reduzido para 1,5 m de altura e seu peso para 130 kg. A última geração do humanóide recebeu, em 2000, o nome de ASIMO. Hoje ele possui 1,20 m de altura e pesa 52kg, pode caminhar sobre pisos irregulares, com inclinação ou declive, virar suavemente, subir e descer escadas, alcançar e segurar objetos, acender e apagar um interruptor de luz e abrir e fechar portas. Além disso, o robô compreende e responde a comandos de voz, reconhece feições de um grupo selecionado de indivíduos, pode auxiliar pedestres a atravessar a rua e, utilizando câmeras instaladas em seus olhos, mapeia o ambiente, registra a presença de objetos e desvia de obstáculos. Atualmente, o ASIMO atua como guia turístico em museus e como recepcionista em algumas empresas de tecnologia no Japão. Mas, no futuro, o humanóide poderá ser utilizado em outras tarefas, como no auxílio a pessoas com necessidades especiais, fazendo o papel de olhos, ouvidos, mãos e pernas para esses indivíduos. Algum dia, ainda, ele poderá desempenhar outras importantes tarefas e ajudar na realização de atividades perigosas, como num incêndio ou no contato com produtos tóxicos. ASIMO auxiliando pedestres

Modelo E1

poster Tecnologia_opçao2.pmd

Modelo P1

1

Modelo P2

Modelo P3

ASIMO

5/6/2007, 16:18


poster Tecnologia_miolo.pmd

2

5/6/2007, 16:05


Honda RA107 F1 Especificações Técnicas

poster Tecnologia_miolo.pmd

3

5/6/2007, 16:05

Motor

RA807E 2.4l V8

Potência máxima

Mais de 700 HP

Rotação máxima

19.000 rpm

Sistema de injeção

Honda PGM-FI

Comprimento

4.700 mm

Altura

950 mm

Largura

1.800 mm


Pioneirismo também nas alturas As pesquisas da Honda não se limitam a motocicletas, automóveis e produtos de força. Desafio maior

Especificações Técnicas

para a empresa foi iniciar um programa para a aviação executiva, em 1986. O resultado foi o HondaJet, primeiro jato da divisão de aviões da Honda, que começou a ser vendido em 2006. Ao inaugurar novas referências em performance, qualidade e conforto, o HondaJet introduziu uma série de tecnologias que revolucionaram o design dos jatos leves. Sua maior inovação – a turbina montada sobre a asa (OTWEM, over-the-wing engine mount) –, libera grande espaço na fuselagem para oferecer mais lugares na cabine, enquanto reduz significativamente o arrasto aerodinâmico em

Capacidade

5 passageiros e 2 tripulantes

Turbina

GE-HONDA HF-120

Velocidade de cruzeiro

Aproximadamente 800 km/h

Comprimento

12,71 m

Altura

4,03 m

Envergadura

12,15 m

altas velocidades e contribui para a diminuição do consumo de combustível. Capaz de estabelecer uma velocidade de cruzeiro de 420 nós (cerca de 800 km/h), o HondaJet pode percorrer 1.180 milhas náuticas (3.540 km), com um ganho de 30% a 35% em eficiência de uso do combustível se comparado a outros jatos.

Tecnologia a serviço da natureza Ao longo de mais de cinco décadas a Honda cria produtos inovadores que contribuem para o conforto, segurança e bem-estar da sociedade e se antecipam às expectativas do consumidor. Entre as maiores fabricantes de motores do mundo, uma de suas metas é viabilizar a aplicação de combustíveis alternativos e tecnologias que preservem a natureza, o que se transformou em um dos diferenciais da marca. Da Honda o consumidor pode esperar mais que certificações ambientais e emissões em conformidade com a legislação. Prova disso é que desde 1999 é possível percorrer 26 km com um único litro de gasolina, graças ao sistema híbrido que equipa automóveis como o Honda Insight, em mercados como Estados Unidos, Europa e Japão. Os modelos híbridos são movidos à gasolina e eletricidade, emitem 30% menos poluentes e representam hoje um importante segmento da Honda mundial. A empresa também foi pioneira ao desenvolver a versão a gás natural do Honda Civic GX, que pode ser abastecido em casa, e o primeiro veículo movido a célula de combustível a ser homologado e comercializado no mundo, o Honda FCX. A tecnologia que converte hidrogênio em eletricidade, resultando na emissão apenas de vapor d’água, é considerada o futuro da energia limpa, assunto no qual a Honda está adiante. A célula de combustível da marca emprega o que há de mais moderno e prosseguirá em constante evolução.

Modelo híbrido Honda Insight

A valorização da pesquisa e do desenvolvimento, diretriz da empresa desde a sua fundação em 1948, tornou-a reconhecida como líder em tecnologias que minimizam os impactos à natureza. O ACEEE (American Council for

an Energy Efficient Economy), órgão norte-americano independente e sem fins lucrativos, é uma das instituições que, há seguidos anos, concede aos automóveis Honda o título de “Greenest Vehicles” ou Automóveis Mais Ecológicos. Respeitar o indivíduo e fabricar produtos de preço acessível que melhorem sua qualidade de vida são mais que princípios da empresa. Para a Honda, representam uma visão de negócio sustentável.

Tecnologia que converte hidrogênio em eletricidade equipa o Honda FCX

poster Tecnologia_opçao2.pmd

2

5/6/2007, 16:18


Poster Tecnologia_bx