Page 1

G20, Obama e o mundo - Mundo Melhor no Bolsa de Mulher

http://www.bolsademulher.com/mundomelhor/g20-obama-e-o-...

Casa e Família Corpo e Bem estar dinheiro Especial Criança Estilo de Viver Gourmet moda Mundo Melhor Amor Beleza Cabelos Casa e Família Casamento Corpo e Bem estar Decoração Dinheiro Dia dos Namorados Estilo de Viver Gourmet Homem Moda Mundo Melhor Pink ad Network Sexo Trabalho 1 a 3 anos 0 a 1 ano Grávida Planejamento Vídeos Comunidade Todos Mostre seu Estilo Tabela de Calorias MakeUP Mobile Jogos Bolsa de Noiva Todos os Blogs Amor Beleza Corpo e Bem estar Estilo de Viver Gourmet Moda Mundo Melhor Pink Ad Network Petrobras De Carona com Elas

Mundo Melhor

G20, Obama e o mundo por Alessandra Cayley, do Canadá | 03/07/2010

Ferramentas: estrela imprimir

A reunião dos 20 países mais ricos do mundo e o carisma de Barack Obama matéria | comentários (1) anterior 1 2 próxima Curtir

Seja o primeiro de seus amigos a curtir isso.

Não é de se admirar que, quando um lider de estado entra para uma coletiva de imprensa, paira no ar um

2 of 14

12-06-01 4:54 PM


G20, Obama e o mundo - Mundo Melhor no Bolsa de Mulher

http://www.bolsademulher.com/mundomelhor/g20-obama-e-o-...

silencioso respeito por parte da audiência. Foi o que aconteceu domingo, dia 27, quando o primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, encerrou os trabalhos do Grupo dos 20, em Toronto. Mas, o que é de se admirar é o esquema de segurança, a atenção aos detalhes e expectativa que rodeia a presença de um líder em especial: o presidente dos Estados Unidos. Ainda mais quando essa figura responde pelo nome de Barack Obama, o presidente mais cool do planeta.

“Nós podemos limitar nossas diferenças. Nós podemos coordenar nossas abordagens. Nós podemos continuar nosso foco incansável num crescimento durável, que coloque nosso povo para trabalhar e traga prosperidade para o mundo” E não há nenhuma alusão ideológica ou protecionismo de fã de carteirinha aqui, não. Também não sou a primeira a falar. É Veja Também uninâme, o cara é cool mesmo. Eu estava lá e vi. A eloquência no tom certo, os dados na ponta da lingua, o discurso todos positivista, porém preciso, mas principalmente o respeito e o matérias trato informal com que lida com a imprensa é o que o faz vídeos mereceredor do título. ferramentas Teste: você está por dentro da política? Obama se pronunciou após Harper, que teve seu país como sede de ambas as reuniões do G8 e do G20; a primeira em Muskoka, região de lagos, a 200 quilômetros de Toronto, e a segunda, no coração da cidade, no Metro Toronto Convention Centre. Economia no mercado Nos dois discursos e durante os três dias de encontros, as palavras de ordem foram: recuperação da crise financeira que abalou o mundo e crescimento sustentável, para que tal desastre econômico "jamais aconteça novamente", como disse Obama. O presidente dos EUA quer que seu país seja um exemplo a ser seguido e diz já ver um crescimento, "que será traduzido na criação de empregos", prioridade máxima durante sua gestão. Para ele, é necessário deixar a crise para trás e seguir adiante. A taxa de desemprego no país é hoje de 9,7% para uma população de mais de 154 milhões de trabalhadores na ativa. Obama disse que os países participantes do G20 vieram a Toronto com três objetivos: assegurar um crescimento global sólido e durável, dar continuidade na reforma do sistema financeiro e delimitar os problemas que afetam a prosperidade e segurança de países. Para ele, houve progresso em cada item

3 of 14

Confira as dicas para você saber o que comprar e assim economizar no mercado

Gourmet Anéis de lula ao curry Uma exótica receita que mistura arroz de côco com lula e amendoim

12-06-01 4:54 PM


G20, Obama e o mundo - Mundo Melhor no Bolsa de Mulher

http://www.bolsademulher.com/mundomelhor/g20-obama-e-o-...

da agenda durante o encontro. Obama admitiu que é preciso frear os gastos de seu país e aposta na geração de empregos para o reaquecimento da economia dos Estados Unidos, que ainda caminha com pernas frágeis. Outro pilar de seu plano econômico é dobrar as exportações dos EUA nos próximos cinco anos. Rússia e Coreia do Sul estão na lista com quem os Estados Unidos pretendem afinar o discurso. Para Obama, comércio exterior "não é uma cortesia, é uma necessidade". Em tom conciliador, Obama diz várias vezes que é preciso um convívio pacífico entre as nações para que todos saiam ganhando. "Nós podemos limitar nossas diferenças. Nós podemos coordenar nossas abordagens. Nós podemos continuar nosso foco incansável num crescimento durável, que coloque nosso povo para trabalhar e traga prosperidade para o mundo".

Economia no mercado Confira as dicas para você saber o que comprar e assim economizar no mercado

Mas é categórico quanto às regras do jogo: "...uma recuperação permanente deve incluir a responsabilidade fiscal e nós [participantes do G20] concordamos em balancear a necessidade de um crescimento contínuo a curto prazo com um ajuste fiscal sustentável a médio prazo". Nesse ponto, os vizinhos Canadá e Estados Unidos fizeram promessas extraordinárias: de reduzirem pela metade seus déficits até 2013 e baixarem a relação dívida/PIB até 2016. As duas metas foram um ponto de contra-senso entre os demais países participantes, devido às diferentes realidades em que vivem. No final, ficou resolvido que cada um fará o seu melhor para reduzir os gastos do governo e equilibrar o orçamento interno.

Mora sozinha? Veja dicas de como fazer compras no supermercado Saiba o que vale ou não a pena colocar no carrinho

anterior 1 2 próxima Bento: a marmita fashion Famoso no Japão, utensílio ajuda a separar os diferentes tipos de alimentos

4 of 14

12-06-01 4:54 PM

G20, Obama e o mundo  

Barak Obama's news conference during the G20 Summit in Toronto

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you