Page 1


Carta ao leitor com Felipe Duque

É

com muito prazer que publicamos a primeira edição da revista “Alerta Estudante”. Eu, com idéias malucas como sempre, decidi criar uma revista que ajudasse as pessoas. Mas que pessoas? Logo após refletir muito, conclui que pelo fato de ser um estudante, e estar no meio, fazer uma revista de auxilio a estudantes. Pretendo fazer dessa revista um arauto de esperança para os mais diversos tipos de estudantes, com matérias de temas atuais, e com ousadia, criticar as verdades que a própria mídia não mostra. Isto é ser uma pessoa alerta. Seja um alerta. Um estudante que é melhor do que os melhores. E para isso existimos. Pra te levar ao topo com a mídia e a informação.

Palavra do 1º Repórter

B

om galera, agora falando de estudo mesmo, é de suma importância que estudantes tenham uma fonte segura de informações com matérias importantes, livros recomendados, e todo o conteúdo que é importante para obtermos sucesso em um vestibular. Aqui vamos falar de tudo um pouco, desde física até atualidades. Vamos abordar fatos atuais do nosso país, assim como vamos instruir pessoas com informações valiosas sobre qualquer matéria. Ah sim, também queria avisar que não somos bitolados em estudos, somos como você, estudantes que tem acima de tudo bom humor e um pouco de ousadia. Bom acho que é só por enquanto, Abraços. Jonatã Serdan Marino.

PATROCINADORES Esta revista não tem fins lucrativos. Mas não somos isentos das despesas requeridas para que possamos sempre nos atualizar sobre todo e qualquer assunto. Pelo fato da revista ser distribuída pela internet sempre é necessário o pagamento da mesma. Temos uma meta. Fazer com que esta revista se torne conhecida. Para isso precisamos de ajuda. Faça uma doação para está causa. Os nomes do doadores apareceram nas próximas edições.

2


Em 2009, Avaliação do Saresp será obrigatória em escolas É assim como diz a chamada taria da Educação até o da reportagem. O

Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) deverá ser obrigatório também para as escolas da rede particular de ensino do Estado de São Paulo. Até o ano passado, somente as instituições públicas tinham de aplicar a avaliação que mede o desempenho dos estudantes; as particulares participavam de forma facultativa. A medida foi aprovada nesta semana pelo Ceesp (Conselho Estadual de Educação de São Paulo) e deve ser homologada pela Secre-

final do mês, para que possa valer já para o exame deste ano, segundo informou o vice-presidente do Ceesp, João Cardoso Palma Filho.O presidente da Funadesp (Federação Nacional das Escolas Particulares), José Augusto de Mattos Lourenço, disse que a federação e o Siesp (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo) não são contrários à avaliação: "Avaliar é obrigação do poder público. O que não queremos é o ranqueamento".

Para ele, o ranking é nocivo pois não dá a dimensão exata da qualidade da escola e pode servir de "propaganda" para algumas instituições. "O governo deveria avaliar melhor a forma de verificar o conhecimento dos estudantes."

Aluno fazendo prova do Saresp

Além disso, Lourenço diz que o Saresp é "incompleto", pois analisa só o aluno e deixa de fora as condições de estudo, como a infra-estrutura da escola e a qualidade dos professores. Atualmente, a rede particular tem 8.900 escolas e 1,8 milhão de alunos.

Fonte: UOL

Cursos Online : O futuro não está muito longe de você. Cursos, calculando todos os custos como, material, tempo, dinheiro, e muito será gasto. Talvez seja por isso que algumas pessoas não tenham o interesse em fazer um. Mas como tudo na vida uma hora evolui quando há necessidade, mudanças para melhor são feitas.Um exemplo hoje em dia é o mundo de cursos, que virou uma plataforma sofisticada e um requisito básico em qualquer currículo. Para pessoas que não tem a oportunidade de estar fazendo um curso, como de idioma, por exemplo,

hoje existem alternativas. Por exemplo, um curso de informática hoje custa em média R$1.200. Calculando material, tempo, e outras dependências, que você tem pelo fato de que o curso não é apenas assistir a aula e acabou. Você tem que ter tempo para praticar as atividades requisitadas pelos professores. Como dizia, as ferramentas que temos hoje na“World Wilde Web” (WWW) ou internet como preferir, é um exemplo de uma escola de idiomas gratuita chamada “Live Mocha!”. No site

que contem várias de informática que te instruem a fazer determinadas coisas no computador que só em cursos mesmo.

contém cursos de inglês, espanhol, francês, italiano, japonês, coreano, mandarim e muitas outras opções de línguas. E quer saber o melhor disso tudo? É gratuito. Vale a pena conferir. Mas vamos supor que não seja o seu caso a linguagem e sim a informática em si. Em pesquisas na internet conheci um site chamado “Apostilando”,

Mas é claro, você apenas terá a limitação de não ter o instrutor do seu lado. Pois de resto, hoje em dia ser autodidata em determinados assuntos é uma normalidade. Mas o que você ainda esta esperando? Vá fazer um curso gratuito no “Live mocha”. Ou até pegar umas apostilas pra treinar um pouco de informática.

Matéria de Felipe Duque

3


Nova Gramática :Quais as principais Como disse um blog em uma de minhas pesquisas na internet: Atualizem-se escritores, atualizem-se jornalistas,atualizem-se estudantes e professores... E por ai vai. Mas o que o autor do blog disse é a pura verdade. No dia 1º de Janeiro de 2009 vem a tona a notícia: “ Instituições de ensino têm até 2012 para se adaptar às novas regras da língua portuguesa”. Isto significa que não é diferente para nós nativos falantes da língua português. Agora, porque mudar o nosso português? Quais foram as causas da mudança? O objetivo é uni-

4

ficar o padrão de escrita dos países falantes de português. "A ONU produz materiais em inglês, espanhol e alemão, mas não em português. Como temos duas grafias, acabamos deixados de lado. É um prejuízo sem tamanho para a divulgação da língua"disse o gramático brasileiro Evanlido Bechara no início do ano. Para o português do Brasil, apenas 0,8% das palavras passarão a ser escritas de maneira diferente. Em Portugal o impacto é maior: muda 1,3% dos vocábulos, principalmente pela queda das consoantes não pronunciadas (os portu-

gueses escrevem "óptimo" e "acto").O decreto presidencial 6.583 prevê um prazo de transição de três anos para que o Brasil adote a nova ortografia. Até 2012, as duas regras val e r ã o . Nas escolas, a mudança será sentida à medida em que os novos livros didáticos sejam p u b l i c a d o s .

Em Portugal, o prazo previsto para a mudança é de seis anos. Os portugueses apresentam maior resistência às novas regras, encaradas por muitos como "de interesse do Brasil". Agora depois de tudo isso Quais são as diferenças? Matéria de FELIPE DUQUE Fonte : UOL


5


Matemática: Por que existe?

6

Matemática, uma matéria que as vezes pode até assustar algumas pessoas, mas por incrível que pareça, está presente em tudo que está a nossa volta. Não é exagero, e sim realidade. O tamanho de cada objeto, a área total do quarto ou sala, o tamanho da tela do computador entre outras coisas. Agora, porque foi criada? Para responder esta pergunta faremos um breve “flashback” á então chamada “pré-história”. Quando os homens paleolíticos começaram a surgir, ou seja, os homens que tinham o domínio sobre a agropecuária, a necessidade do homem da época era saber a quantidade de animais que ele possuía. Para isso usava pedras. E cada ovelha ,por exemplo, que passava pela porteira, significava uma pedra. Assim podia ter um primeiro tipo de controle pela sua criação.

séculos e em outros locais de texto ou objetos. Estes pelo fato de sua evolução, já necessitavam de ordem. Ou seja, 35 era escrito com XXXV e não podia ser escrito de outra forma. Mas se indicasse 4 poderia se IV. O número que fosse antes do V por exemplo, significava a subtração. Assim já começou uma nova evolução, pois eles perceberam que os números ficavam muito grandes. Entram os nossos números atuais. Os arábicos. Esses sim, tem ordem e são bem especificados.1,2,3,4,5,6... Além disso, dos

Já pulando um fase no tempo, passamos aos gregos. Que, pode se dizer, inventaram os primeiros números. Que não possuíam uma ordem de escrita. Por exemplo, o número 20 poderia ser escrito de varias maneiras, sem necessariamente ter uma ordem. Por exemplo: RI, IR, LIL, LLI, ILL.... E por assim vai. Após o homem ter visto que essa forma já não era tão eficiente, e que já necessitava de nova evolução, os romanos, classicamente, apresentaram os números romanos. Estes números são usados em certas ferramentas até o dia de hoje. Um exemplo são os famosos relógios de pulso, fixos e outros modelos. Algumas marcas, para preservar sua originalidade, ainda utilizam os números romanos para mostrar a hora. Não são usados apenas em relógios. Podem ser usados em tópicos, capítulos,

números, houve a evolução dos cálculos.

Números Romanos

Já ouviu falar em Pitágoras? Ou do teorema de Pitágoras? Ele foi o pai da matemática. Mas isto é uma longa história que já não interessa a esta matéria. Agora, e hoje em dia? Em que é usada a matemática? Com a evolução dos cálculos, surgiram as fórmulas. Estas são usadas para determinar um valor. A matemática está presente em tudo. Na física, na química, na biologia, na economia, na cozinha de sua casa e em outros tantos luga-

Relógio com números romanos

Falando em escolhas agora, quando começou a surgir a engenharia, a física, em geral falando, a área de exatas surgiram outras áreas também para opção de um ensino superior. Como a área de humanas, enfim, as varias áreas de conhecimento. Hoje em dia temos uma opção clássica chamada: Livre Arbítrio. Que é o que queremos para o nosso futuro. As vezes uma determinada pessoa não se simpatiza com a área de exatas. E logo vai para uma outra área. É um gosto pessoal. Como é o caso de Thiame Pinheiro de 21 anos que diz: “não gosto de matem á t i c a ” . Já as pessoas que trabalham na área, tem um interesse maior pela Matéria, pelo fato de conviver com ela. Como é o exemplo de Luciana Duque de 42 anos, projetista de construção civil e consultora de projetos na cidade de Ibitinga. ESTUDANTE - O que a matemática representa para você? LUCIANA - Representa tudo o que eu faço no meu trabalho e meu “ganha-pão”. Em geral e como últimas palavras, a matemática não é apenas uma “chatice”. E sim além uma fonte de renda, um paixão e o básico de alguma nova tecnologia.

Matéria de Felipe Duque


Vocação: A escolha do futuro Muitas pessoas ficam indecisas ao chegar ao terceiro ano do ensino médio e não saber o que vão fazer da vida, ou seja, a sua profissão, e ainda tem medo de fazer uma escolha tão difícil como esta, pois tem medo de errar na escolha do curso da faculdade. E pode se dizer com todas as letras, que é melhor você desistir no meio do caminho, e desperdiçar metade do dinheiro, do que chegar ao final do curso e dizer: Não era isso que eu queria. E pelo fato de já estar formado e não ter fundos para bancar uma outro curso para faculdade, ser literalmente obrigado a c o n t i n u a r c a m i n h o . É uma situação horrível que certamente ninguém gostaria de passar, mas é comum acontecer. Uma escolha para pessoas que estão indecisas ainda sobre a profissão é uma ferramenta que algumas pessoas

julgam ser “mágica”. É chamada de Teste Vocacional. Isto mesmo. É um teste disponibilizado gratuitamente em alguns sites que através de perguntas de múltipla escolha, dependendo do teste, analisa o seu perfil e através do resultado, vê em seu banco de dados a profissão que mais combina com o seu perfil. Certas pessoas se surpreendem com os resultados. O indicado é fazer o teste e independente do resultado, pesquisar sobre a profissão. Saber como é o diaa-dia dos profissionais da área e exatamente o que eles fazem. Está sim pode se chamar fuga pela tangente, ou fuga da infelicidade. Caso tenha gostado dessa opção, entre no site:

e faça seu teste vocacional. Quem sabe não de um professor, ou um jornalista, ou um advogado.. Tudo depende do seu perfil.

Matéria de Felipe Duque

http://www.carlosmartins.com.br/ testevocacional.htm

PATROCINADORES

ÁREA DESTINADA A FUTUROS PATROCINADORES 7


Hábito de leitura: Como começar ? Amigos do Livro. Já ouviu falar desse projeto? Se não, o Amigos do Livro é um projeto criado pelo grupo editorial Scortecci para criar o hábito de leitura nas pessoas que não tem. O site dessa obra foi criado no dia 6 de outubro de 2001.

ra atual antes de ir As pessoas, por para romantismo enmuitas vezes não tem o hábitre outras. to de leitura, pelos livros serem muito grandes, por 4. Não entendeu uma não entender o assunto e por palavra? Anote-a e várias outras razões. procure no dicionário Quer começar a ter depois essa atitude que só trás bene5. Comece a lendo um fícios a você? Ai vão algulivro revista e jornal O hábito de leitura mas dicas: pela capa. Pois não só tem bem a te trazer. É 1. Comece lendo revisteria capa se não fosimportante ler pois esse tas e jornais ; se pra ler. hábito desenvolve seu inte2. Leia um livro até can- 6. Leia o livro inteiralecto, enriquece seu vocabusar. Não precisa ler o mente. Inclusive inlário, desenvolve seu senso livro inteiro em um trodução. crítico, melhora o desempedia nho escolar entre outros váIai... Vamos pegar 3. Comece pela literatu- um livro? rios benefícios.

Matéria de Felipe Duque

Tabela de livros mais vendidos

8

Fonte: Revista Veja


Leitura para vestibular: O que fazer ? Bom galera, como é de praxe, não se fala em vestibular sem falar em leitura. Sentiu, um frio na barriga né? Nada de preocupação galera, afinal, estamos aqui para suavizar esse medo e mostrar que, ler pode ser bem legal, e pode se tornar uma rotina bem interessante na vida de pessoas que pretender prestar em uma faculdade. O que recomendamos é iniciar a leitura obrigatória com antecedência, isso vai aliviar um pouco a carga final e lhe proporcionar um tempo maior para outras matérias. É importante saber que cada pessoa tem seu ritmo de leitura, então não adianta ler freneticamente porque, além de se confundir, você vai acabar “estragando seu cérebro.” A dica é separar os livros que já foram lidos e as obras de poesia. Depois disso, fica mais fácil se você começar por obras que considere mais fácil, como “Vidas Secas” de Graciliano Ramos, ou o “Auto Da Barca Do Inferno” de Gil Vicente. As obras consideradas mais complexas são, “Grande Sertão Veredas”, de Guimarães Rosa, ou a “Cidade e As Serras” do português Eça de Queiroz, geralmente, os livros mais difíceis são os

mais afastados do publico brasileiro. Agora você deve estar se perguntando: Mas porque separar os poemas dos outros livros? É simples, um livro de poema pode ser carregado no bolso, e uma leitura tranqüila que pode ser feita aos poucos. Uma coisa importante é que, se na lista há uma peça de teatro, os

te ler os estudante consegue lê-la em um dia, e se livrar de um livro, impulsionando assim a vontade de ler, o que funciona muito bem psicologicamente. Ler os livros em ordem cronológica também pode ajudar pois, cursos de literatura seguem a ordem cronológica, e assim o vestibulando pode ir seguindo a tradição literária, desse modo, fica mais fácil identificar as ligações dos resumos ao menos. Também é importante ter convicção de quais vestibulares realmente importam de verdade! Se você pretende prestar três ou quatro federais, não vai conseguir ler todas as obras, é necessário que o candidato escolha o que pretende prestar e que procure informações.

Matéria de Jonatã Serdan Marino

livros com suas respectivas épocas. Para que pensa em prestar muitas faculdades, principalmente federais, é importante saber que a lista de livros será realmente extensa, essa pode alcançar até trinta livros de leitura obrigatória.Nessas hora, caso não consiga ler todas as obras, é importan-

9


QUER SER UM REPORTER CONOSCO? ENVIE PARA (alertaestudante@hotmail.com) ALGUNS EXEMPLOS DE SEU TRABALHO.

REVISTA ALERTA ESTUDANTE FELIPE DUQUE alertaestudante@hotmail.com

Revista Alerta Estudante - Erros Corrigidos  

Olá amigos, a versão completa da nossa revista.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you