Jornal Farol Alto - Edição 9 - Maio 2013

Page 3

Farol Alto

www.jornalfarolalto.com.br Maio de 2013 | Número 9, Ano I

3

Curtas

A volta da Mercedes popular Divulgação

lar, ainda que a proposta da Mercedes tenha sido apresentar um modelo popular. Conclusão: o carro era excepcional, mas como toda máquina, precisa de manutenção, que era cara demais para os bolsos daqueles que se imaginavam em uma Mercedes. E assim passaram a compor um grupo seleto: dos que tiveram uma Mercedes. O mercado amadureceu, o consumidor passou a ter mais e melhores opções de compras, e a economia evolui. Agora é hora de diversificar a gama de produtos, com um modelo de

entrada, mas não popular. E, tal como fez a Audi, com o A1, a Mercedes chega com o novo Classe A, em duas versões, com preços sugeridos de R$ 99.900 (Style) e R$ 109.900 (Urban). Em comum, ambos contam com motor 1.6l turbo de injeção direta de 156 cv a 5.300 rpm e torque de 250 NM entre 1.200 a 4.000 rpm, com comando de válvula variável, transmissão de sete velocidades com dupla embreagem, e uma inovação: a ausência da alavanca de câmbio no console central. Para trocar as marchas é só usar os shift paddles.

Preço a partir de R$ 99.000, motor 1.6l de 156 cv e transmissão de dupla embreagem de 7 marchas

Na década de 1990, quando a Mercedes-Benz decidiu fabricar e vender o Classe A pela primeira vez no Brasil, a população mais carente por veículos premium foi às compras imaginando que passaria a compor um grupo seleto. De certa forma, foi exatamente isso que aconteceu. O primeiro Classe A era um veículo a frente de seu tempo, principalmente sob o ponto de vista da cultura brasileira. O sucesso foi imediato assim como a decepção. Afinal, não é possível ter uma Mercedes a custo de manutenção de um popu-

Made in Brazil

Kia New Cerato

Detalhe do console central, sem a tradicional alavanca do câmbio

Apresentado oficialmente ao consumidor brasileiro em outubro de 2011, o Ford New Fiesta entrou no mercado como veículo compacto premium da marca, importado do México. Menos de dois anos depois, ganha nacionalidade 100% brasileira, e passa a ser fabricado na planta de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Em relação ao antecessor, algumas boas melhorias. A principal é no conjunto powertrain, com duas opções de motorização: 1.5 e 1.6 litro, ambos flex, 16 válvulas, todo em alumínio e com sistema de partida a frio sem tanque auxiliar, que a marca batizou de Ford Easy Start. O motor Sigma 1.5 tem potência de 111 cv a 5.500 rpm com etanol, e 107 cv a 6.500 rpm com gasolina, e torque de 147/145 Nm a 4.250 rpm com etanol e gasolina, respectivamente. Já o 1.6 é mais tecnológico. Conta com duplo comando de válvulas variáveis, denominado pela Ford de TiVCT, e com isso desenvolve potência de 130/125 cv a 6.500 rpm (e/g) e torque máximo de

Divulgação

Agora com duas opções de motor: 1.5 e 1.6 flex sem tanquinho

Mais longo (30 mm), baixo (25 mm) e largo (5 mm) que a versão anterior e com uma distância entre-eixos maior (50 mm), o New Cerato, da Kia, chega à terceira geração com estilo futurista e dinâmico, além de perfil mais elegante. Assim, as novas dimensões externas são: 4,56 m de comprimento, 1,78 m de largura e 1,445 m de altura e entre-eixos de 2,7 m. Com preço de R$ 67.400 (manual de seis velocidades) e de R$ 71.900 (automático sequencial de seis marchas

JFA

Divulgação

Terceira geração do sedan está com estilo mais elegante

e com paddle shift), o motor é o mesmo Gamma 1.6 litro flexfuel, que rende potencia de 128 cv/122 cv a 6.000

rpm (etanol/gasolina) e torque de 16 kgm a 4.500 rpm com gasolina e 16,5 kgm a 5.000 rpm, com etanol. JFA

Saveiro global Agora com frente de Gol, a Saveiro 2014 entrou definitivamente para o time

global da Volkswagen. O motor é o mesmo 1.6 litro EA-111, de míseros 104/101

Câmbio automatizado de dupla embreagem é opcional

157 Nm a 5.000 rpm com etanol e 151 Nm a 4.250 rpm com gasolina. Vem em duas opções de câmbio, manual, nas versões 1.5 e 1.6, e automatizado de dupla embreagem (PowerShift) nas versões 1.6.

A mais em conta é a versão S 1.5, a partir de R$ 38.990. Já a SE 1.5 parte de R$ 42.490, enquanto a SE 1.6 custa R$ 45.490 (manual) e R$ 48.990 (PowerShift) e a top de linha, Titanium R$ 51.490 (manual) e R$ 54.990 (PowerShift). Reestilizado, o carro ficou com a frente do Gol JFA

Divulgação

cv de potência (etanol/gasolina), que faz feio frente à concorrência, com motores 1.6 com mais de 120 cv. Segundo a marca, a Saveiro traz como principal inovação a adoção da nova arquitetura eletrônica, que possibilita a introdução de uma série de dispositivos e soluções voltadas à segurança e ao conforto, como o ECO Comfort, que ‘fala’ com o motorista para dirigir de forma econômica. JFA


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.