Page 1

nยบ 12 marรงo 2017

INFOMAIL

A CONSTRUIR O FUTURO DE ALCOBAร‡A


4 DESTAQUE A CONSTRUIR O FUTURO DE ALCOBAÇA

13 OPINIÃO

Paulo Jorge Marques Inácio (Presidente) Ordenamento e Gestão Urbanística Gabinete de Planeamento Estratégico e Desenvolvimento Departamento Jurídico e Administrativo Departamento de Gestão Financeira Gabinete de Desenvolvimento e Avaliação de Recursos Humanos Gabinete de Proteção Civil

14 ACONTECEU

Gabinete de Relações Públicas e Protocolo

16 AGÊNCIA DE

Turismo

DESENVOLVIMENTO

21 POLÍTICAS

SOCIAIS INOVADORAS

25 PROJECTOS

& INICIATIVAS

31 DELIBERAÇÕES

Fiscalização Municipal Água e Saneamento Atendimento ao público: marcação prévia Tlf: 262 580 843/61

Hermínio Rodrigues (Vice-Presidente/Vereador) Obras Municipais e Ambiente Projetos Municipais Taxas e Licenças Gestão de Zonas Industriais Cadastro Imobiliário Informática Atendimento ao público: marcação prévia Tlf: 262 580 826

Inês Silva (Vereadora) Educação Ação Social e Juventude Cultura Associativismo Desporto Atendimento ao público: marcação prévia Tlf: 262 580 810

CONFLUÊNCIA BOLETIM INFORMATIVO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA Nº 12 MARÇO 2017 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA PROPRIEDADE CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PAÇOS DO CONCELHO, PRAÇA JOÃO DE DEUS RAMOS, 2461 – 501 ALCOBAÇA COORDENAÇÃO, EDIÇÃO, DESIGN E PAGINAÇÃO GABINETE DE RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO IMPRESSÃO E ACABAMENTO FIG INDÚSTRIAS GRÁFICAS, S.A. RUA ADRIANO LUCAS, 3020-265 COIMBRA DEPÓSITO LEGAL 386990/15 TIRAGEM 33000 EX

José Canha (Vereador) Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia

Eugénia Rodrigues (Vereadora) Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia

Carlos Bonifácio (Vereador) GABINETE DE RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO PAÇOS DO CONCELHO, PRAÇA JOÃO DE DEUS RAMOS, 2461 – 501 ALCOBAÇA TLF: 262 580 844 E-MAIL: GCRP@CM-ALCOBACA.PT

Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia

WWW.CM-ALCOBACA.PT WWW.FACEBOOK.COM/MUNICIPIOALCOBACA

Rogério Raimundo (Vereador) Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia


EDITORIAL Seja bem-vindo a mais uma edição do Boletim Municipal “Confluência”. Nesta publicação, passamos em revista alguns dos principais momentos de 2016 e vislumbramos o futuro do concelho de Alcobaça que começa neste novo ano de 2017. Alcobaça sofreu com a recessão económica mas o Município nunca baixou os braços e paulatinamente foi superando diversas etapas para construir um futuro melhor. Os alicerces desse futuro fazem-se com obras que sirvam as pessoas. O Parque Verde, a Unidade de Saúde Familiar da Benedita e a requalificação do antigo Parque de Campismo, entre outros são exemplos da mudança que se está a gerar no concelho. São infraestruturas que vão criar novas rotinas e mais qualidade de vida para os munícipes e para os visitantes. Junto ao Parque Verde teremos o futuro Hotel do Mosteiro de Alcobaça onde estão a ser desenvolvidos os trabalhos preliminares. O Hotel do Mosteiro é uma solução viável para um problema de décadas: preservar e requalificar o Mosteiro de Santa Maria. Os novos Centros Escolares de Turquel, Pataias, Cela e Alfeizerão estão bem encaminhados e estamos a requalificar a rede viária do concelho com dezenas de quilómetros de estrada repavimentados recentemente. Todo este investimento é feito em prole do bem estar e da melhoria da qualidade de vida dos munícipes. Os novos regulamentos sociais vêm reforçar o auxílio às famílias mais carenciadas. Neste âmbito, criámos novos incentivos à natalidade e mais apoios ao arrendamento social. Fomos ainda pioneiros na oferta de manuais e materiais escolares para todo o 1º ciclo do ensino básico, sem olhar a escalões. Não esquecer igualmente o trabalho que já está a ser desenvolvido pela Alcobaça Amiga de há alguns anos a esta parte. O concelho de Alcobaça tem o seu setor industrial e empresarial em pleno crescimento com total disponibilidade e cooperação por parte do Município, por via do intermunicipalismo e do apoio às associações empresariais da região. Acreditamos que é esse o verdadeiro papel de uma autarquia neste contexto: ser um parceiro privilegiado de quem quer investir no concelho com responsabilidade e sustentabilidade económica, ambiental e social. Os números oficiais abrem boas perspetivas para o futuro do concelho de Alcobaça. Temos uma balança comercial positiva, acima dos 150% e uma taxa de desemprego situada nos 6,4% ao passo que a média nacional supera os 11%. Registamos com agrado o crescente interesse de novas empresas em instalarem-se no concelho, nomeadamente em Pataias. E não podemos esquecer que a futura Área de Localização Empresarial da Benedita recebeu recentemente aprovação dos órgãos municipais depois de anos de impasse. Alcobaça tem os alicerces para construir um futuro melhor.

O Presidente da Câmara Municipal Paulo Jorge Marques Inácio


Destaque » A construir o futuro de Alcobaça

Estão em curso diversos projetos e novas infraestruturas que representam um reforço significativo da qualidade de vida dos munícipes e das futuras gerações de alcobacenses. 2017 será um virar de página para Alcobaça. Obras como o Parque Verde, a requalificação do Parque de Campismo e a Unidade de Saúde Familiar da Benedita são bons exemplos do investimento que a Câmara Municipal tem feito no desenvolvimento do concelho.

A construir o futuro de Alcobaça Parque Verde Uma nova centralidade para a cidade “O projeto recupera uma extensa área verde cujo potencial queremos relevar para devolver o rio Alcoa a Alcobaça. Estamos a viver um sonho que agora é muito mais do que isso. É uma realidade que está a ser construída. Os monges da Ordem de Cister deixaram-nos um importante legado que este Parque Verde irá valorizar. Será, por isso mesmo, o nosso legado para os nossos filhos, os nossos netos e as subsequentes gerações.” Paulo Inácio, Presidente da Câmara Municipal

No dia 21 de fevereiro plantou-se a primeira árvore do futuro Parque Verde da cidade com a benção do pároco de Alcobaça, Ricardo Cristóvão. A primeira árvore do Parque Verde simboliza o arranque da obra que tem diversas potencialidades: será uma obra para a interação social, o turismo, atividades de lazer e desporto espontâneo, iniciativas educativas e científicas que aliam a memória cisterciense e o respeito pelo ambiente. Será também mais um espaço que, a par de outros, como o Mosteiro de Coz, Parreitas, vila de Aljubarrota, Mosteiro de Alcobaça e Lagoa de Pataias, darão à comunidade educativa, local e nacional, a oportunidade de participarem em atividades pedagógicas. É um investimento geracional, um legado sustentável para a comunidade que respeita as boas práticas urbanísticas e ambientais. Abre-se uma nova centralidade da cidade de Alcobaça que procura cruzar e valorizar os nossos dois maiores patrimónios: a cultura cisterciense (de valorização da água) e a beleza natural que nos rodeia.

4 » confluência


A construir o futuro de Alcobaça » Destaque

Parque Verde: ambiente e património Projeto concebido pela Câmara Municipal e submetido a um concurso de ideias, para a zona sul da cidade, situa-se nas margens do rio Alcoa.Este projeto inclui o Sistema Hidráulico Cisterciense, promove a recuperação da conduta de água potável, a conservação e reabilitação dos muros da levada. Privilegia a relação da cidade com o rio, a conservação da galeria ripícola, a mobilidade e as acessibilidades, numa utilização pedonal e ciclável.

Constituído por três eixos de fruição »Percurso Central: Desenvolve-se entre o rio Alcoa e o muro da Levada. Circulação automóvel apenas prevista para manutenção e situações de emergência. »Caminhos do Alcoa: Nas margens do rio, com aproximação à água e contacto com a galeria ripícola. Pedonal e ciclável. »Caminhos da Levada: Entre a Levada e a VCI. Permite uma visão mais abrangente do Sistema Hidráulico Cisterciense. Praça Costa Veiga: Zona de chegada e de entrada junto à rua Costa Veiga. Permite interligar os acessos da Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Cister ao Parque Verde e à cidade.

Espaços desportivos: Dois campos de jogos polivalentes, junto ao caminho principal, e um skatepark, em cota alta. Galeria Ripícola: De surpreendente beleza natural, oferece a oportunidade de ter contacto com o rio, e observar espécies endógenas. Sistema Hidráulico Cisterciense: Elemento de maior importância patrimonial. Encontra-se presente em toda a extensão do Parque Verde.

Anfiteatro: Zona propícia à realização de espetáculos ao ar livre, com socalcos em pedra/bancos. Clareiras: Permitem a utilização espontânea e polivalente em atividades de recreio, desporto e lazer.

Parque de estacionamento: Com 58 lugares e acesso à VCI, junto à zona comercial. Dotado de pavimento permeável e sombra.

Zonas arborizadas: Acompanham de forma linear, paralela ao rio, os percursos do parque. Espaços de caminhar, para momentos de ócio, lazer e atividade desportiva. Zona de Restauração e Lazer: Com uma área de 307m2 e vista panorâmica sobre o rio e a envolvente, tem capacidade para 50 pessoas. Edifício em madeira. Inclui sanitários públicos. Estufas: Duas estufas em policarbonato, uma com 200m e outra com 400m2. Edifícios multifuncionais de atividades relacionadas com a prática agrícola e ações de educação ambiental. 2

Parque Infantil e Floresta de Água: Em madeira, junto à zona de restauração e lazer, com jogos de água.

Mobiliário urbano: Procura o uso de materiais duráveis e de boa integração natural e paisagística. No futuro próximo o Parque Verde fará ligação ao Museu do Vinho e à urbanização Nova Alcobaça

confluência « 5


Destaque » A construir o futuro de Alcobaça

Skatepark Espaço para

»Área: 61 368,67 m2 »Prazo previsto de execução: 14 meses

a prática de desportos radicais.

»Total do investimento: 2.537.759,00€ (IVA incluído) »Investimento Municipal: 675.519,80€ (IVA incluído) »Projeto: SGHP- Sérgio Guerra, Hugo Pimenta & Associados Lda. - Benedita »Empreitada: TECNORÉM – Engenharia e Construções, S.A. - Ourém

Projeto co-financiado:

Anfiteatro Espaço polivalente para atividades culturais e lúdicas.

6 » confluência

ESPAÇO LÚDICO E DE LAZER | ENCONTRO DE GERAÇÕES |


A construir o futuro de Alcobaça » Destaque

Estufas pedagógicas únicas na

região que permitem a promoção do Turismo Escolar, para que crianças e jovens do concelho e de todo país possam beneficiar de ações de educação ambiental.

Área de restauração

Espaço de apoio ao visitantes com wc.

Sistema Hidráulico

Parque Infantil Floresta de Água Espaço de lazer para toda a família.

Valorização do património cisterciense

confluência « 7

| PIQUENIQUES | DESPORTO ESPONTÂNEO | FITNESS | DESPORTOS RADICAIS | EDUCAÇÃO AMBIENTAL | RESTAURAÇÂO


Destaque » A construir o futuro de Alcobaça

Alcobaça e Nazaré ligadas ao longo do Rio Alcoa Em novembro, os municípios de Alcobaça e Nazaré anunciaram um novo projeto conjunto que promete revolucionar o relacionamento entre os dois concelhos vizinhos. Depois das obras de requalificação e alcatroamento da estrada EM 549 (entre o Casal da Areia e Pataias) que atravessa os dois concelhos, segue-se o Projeto de Mobilidade Suave do Alcoa, um inovador percurso multimodal (pedonal, ciclovia e autocarro elétrico) ao longo do rio Alcoa. O projeto já está a ser desenvolvido por técnicos das respetivas Câmaras Municipais, com o acompanhamento do Ministério do Ambiente, cumprindo os requisitos em termos de sustentabilidade ambiental. Será desenvolvido um trabalho de alargamento das margens do rio Alcoa com consciência ecológica e respeitando toda a atividade agrícola que se desenvolve ao longo dos terrenos visados. Para Walter Chicharro, presidente da congénere nazarena, “este projeto tem um potencial turístico tremendo mas não se resume a isso. Ele irá servir as populações locais durante todo o ano pelo que será toda uma nova infraestrutura de apoio e de circulação entre os municípios vizinhos.” Paulo Inácio reforçou ainda que “este é um projeto que faz todo o sentido dada a ligação histórica entre a Alcobaça e Nazaré. Ambos os municípios têm muito a ganhar com este esforço conjunto e que terá um impacto no futuro de toda esta região.” Ter-se-á em conta a sensibilidade do local, recorrendo a materiais e equipamentos o menos intrusivos possível que permitam obter um percurso aprazível e confortável. O percurso será transitável por meio pedonal, de bicicleta e uma terceira opção para veículo elétrico com tipologia de pequeno autocarro, com capacidade para cerca de 25-30 pessoas. O projeto apresenta uma solução inovadora e sustentável de mobilidade que irá gerar novas dinâmicas de ligação entre os dois concelhos.

Este projeto contempla duas vertentes: - a primeira visa a recuperação ambiental, através da limpeza e desobstrução da linha de água, ou seja, melhorar a qualidade da água do rio, proceder à valorização ambiental e paisagística do percurso do rio, com a libertação da faixa adjacente do domínio hídrico; - a segunda visa um projeto de mobilidade suave e decorre do novo Regime Jurídico do Serviço Público de Transporte de Passageiros que procede à transferência de competências na área dos transportes e identifica como autoridades as Comunidades Intermunicipais. O poder de atribuir concessões é transferido para os municípios, no caso dos transportes internos. O presente projeto constitui uma oportunidade para os municípios envolvidos, com a abertura de uma concessão para a utilização de veículos elétricos ao longo do percurso do rio Alcoa.

Exemplo de trabalhos já efetuados

8 » confluência


A construir o futuro de Alcobaça » Destaque

Requalificação do antigo Parque de Campismo da cidade novo espaço de lazer aberto à comunidade Iniciadas em janeiro, as obras de Requalificação do Espaço Verde do Antigo Parque de Campismo de Alcobaça vão criar um novo espaço de fruição pública no coração da cidade. O parque terá capacidade para 24 caravanas que poderão ser limpas em estruturas especialmente preparadas para o efeito. O espaço será aberto à comunidade. Contempla ainda um circuito de manutenção, equipamentos de exercício físico, parque de merendas e instalações sanitárias.

»Área: 15.000 m2 »Prazo previsto de execução: 6 meses »Total do investimento: 329.535,53€ (IVA incluído) »Investimento Municipal: 117.035,53€ (IVA incluído) »Projeto: LASP - Consultoria e Gestão, Unipessoal, Lda »Empreitada: Manuel Pedro de Sousa & Filhos, Lda

Projeto co-financiado:

9

4

9

2 9 9

7 5

8

1» Entrada principal pela Rua Joaquim Vieira Natividade 2» Entrada secundária pela Rua Luís de Camões

6

3» Acesso pedonal ao parque infantil 4» Acesso pedonal à rua Luís de Camões

1

10

3

5» Espaço multiusos para acolhimento de feiras e festas tradicionais 6» WC de apoio 7» Zonas de relvado 8» Recuperação de via existente e colocação de calçada 9» Áreas de estadia informal 10» Parque de merendas

confluência « 9


Destaque » A construir o futuro de Alcobaça

USF da Benedita já está em marcha

USF da Benedita - imagem do projeto

As obras de construção da futura Unidade de Saúde Familiar da Benedita (USF da Benedita) já se encontram em plena execução desde setembro do ano transacto e avançam a bom ritmo. O projeto, apresentado aquando da inauguração da Praça Damasceno de Campos, em outubro de 2015, promete operar uma verdadeira revolução na qualidade de vida da vila. Será feita também uma reconfiguração profunda da sua envolvente onde se encontra a Casa da Vila e Junta de Freguesia. A requalificação criará uma nova centralidade na vila da Benedita com uma nova aparência em consonância com a USF. A zona de estacionamento e os jardins envolventes serão substancialmente melhorados permitindo diversas atividades desportivas e de lazer. Serão ainda construídos dois novos courts de ténis nesta zona. “Trata-se de um projeto ambicioso e determinante para o futuro e para o desenvolvimento da freguesia”, afirma o Presidente da Câmara Municipal.

USF da Benedita - obras em curso

10 » confluência

»População abrangida: 15.000 habitantes »Prazo previsto de execução: 16 meses »Total do investimento: 1.752.975,01€ (IVA incluído) »Investimento Municipal: 358.725,01€ (IVA incluído) »Projeto: PORMIN -Arquitectura e Engenharia »Empreitada: TECNORÉM – Engenharia e Construções, S.A. - Ourém

Projeto co-financiado:

Requalificação do Largo Padre José António da Silva


A construir o futuro de Alcobaça » Destaque

Pataias

Requalificação da Avenida Santa Isabel arranca com nova rede de abastecimento de água As obras de requalificação da Avenida Santa Isabel, principal artéria da freguesia de Pataias e Martingança, deverão arrancar em maio com a remodelação da rede de abastecimento de água da avenida. O facto das atuais condutas serem em fibrocimento, um material em desuso, e de os ramais domiciliários evidenciarem alguns problemas de obstrução, reforçou a necessidade de substituição e redimensionamento das condutas. Numa segunda fase será intervencionada a rede de águas pluviais.

O projeto de requalificação da avenida Santa Isabel irá operar uma verdadeira regeneração urbana na freguesia de Pataias e Martingança tendo em vista uma maior eficiência na circulação automóvel e a possibilidade de aumentar a capacidade de estacionamento. Será criada uma rotunda oval em frente à igreja que irá dispensar o uso do semáforo atualmente existente. Todos os estacionamentos passam a ser perpendiculares e afastados dos prédios, aumentando exponencialmente a capacidade de parqueamento da Avenida.

Centro Escolar e Centro de Saúde para Turquel Este ano arrancará a construção do Centro Escolar de Turquel, um desejo antigo dos habitantes da freguesia que agora está prestes a tornar-se numa realidade. A nova infraestrutura integra o lote de quatro centros escolares (Cela, Pataias, Turquel e Alfeizerão) que irão concluir a Carta Escolar. O Centro Escolar de Turquel terá uma capacidade máxima de 257 alunos (Jardim de Infância – 75 alunos; 1ª Ciclo do Ensino Básico – 182 alunos). Será dotado de um anfiteatro, ginásio, polidesportivo coberto, zona de estacionamento

temporário e de uma zona reservada para cargas e descargas. O projeto aguarda o visto do Tribunal de Contas e deverá arrancar em breve a sua construção. Quanto ao centro de saúde da vila, recorde-se que, em 2016, foi assinado com o governo nacional um protocolo que o compromete a realizar obras de requalificação, devendo estas ser materializadas durante este ano. São dois projetos essenciais para a freguesia e para os turquelenses.

confluência « 11


Destaque » A construir o futuro de Alcobaça

Alcatroamentos melhoria da rede viária

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

1 - Valado Santa Quitéria, Alfeizerão; 2 – Lameira, Aljubarrota; 3 – Ribeira do Pereiro, Alpedriz; 4 – Quinta do Campo, Bárrio; 5 – Estrada da Mata, Benedita; 6 – Rebelos, Cela; 7 – Vale do Amieiro, Coz; 8 – Capuchos, Évora de Alcobaça; 9 - Maiorga; 10 – Ardido, Turquel; 11 – Casais da Vestiaria, Vestiaria.

12 » confluência


Opinião

Alcobaça – um município amigo das famílias Traçado o caminho de uma política de proximidade, a ação social do Município tem procurado compreender as necessidades de todos. O conhecimento do território é uma das condições impostas quando se tem o objetivo de desenhar medidas de política social que privilegiem a inserção social, a inclusão, o apoio aos mais vulneráveis, o sucesso escolar, o aumento da taxa de natalidade e a fixação das famílias. Embora as medidas de apoio sigam muitas vezes a regra da flexibilização social, no sentido de serem individuais, aplicadas, em regra, a cada caso, é importante dispor de um conjunto de valências, que visam sobretudo as famílias do concelho. Para além do desconto no valor da fatura de fornecimento de água a agregados familiares com 5 ou mais elementos ou em situação de manifesta carência económica, a Câmara Municipal operou, em 2017, uma redução do IMI atendendo ao número de dependentes que compõe o agregado familiar. Os materiais e manuais escolares são gratuitos para todo o 1º ciclo do ensino básico, sendo esta uma medida pioneira iniciada em 2015 e agora replicada, em parte, a nível nacional. Este ano, vai ser ainda possível obter a gratuitidade das atividades de apoio à família no pré-

-escolar e do fornecimento de refeições no primeiro ciclo, para famílias numerosas, sendo o último filho a beneficiar. Além disso, cada criança nascida do concelho vai receber 250€, a atribuir sob a forma de reembolso de despesas elegíveis, feitas no comércio local. O Município garante ainda o transporte e as refeições escolares de forma gratuita ou comparticipada às famílias carenciadas, desenvolve programas de férias, atribui 30 bolsas de estudos a estudantes do ensino superior e dinamiza oficinas multitemáticas para pais e filhos. Em matéria de habitação, oferece pequenos arranjos domésticos e materiais de construção, com vista à melhoria das condições de habitabilidade, e vai apostar na comparticipação do pagamento da renda de habitação própria permanente. Disponibiliza apoio nas deslocações, apoio psicológico a vítimas de violência doméstica e a pessoas carenciadas e comparticipação nas despesas de saúde. Estas medidas exemplificam a abrangência da ação social desenvolvida pelo Município, que assume um papel de âncora da comunidade local. Resultam de um trabalho exaustivo no terreno, do qual nunca iremos prescindir e para o qual contamos com toda a comunidade.

Inês Silva, Vereadora

Compromisso com a Economia do Concelho A zona industrial das Alvas em Pataias, é uma área vital para o desenvolvimento económico do norte do Concelho. Assim, entendo ser uma prioridade a conclusão do plano de pormenor desta área industrial, que se arrasta há anos e que necessita de um impulso determinado. Toda esta área geográfica do concelho nas últimas décadas, tem-se afirmado com capacidade empreendedora acolhendo empresas de ponta em vários sectores industriais. Mas também a zona industrial do Casal da Areia necessita de atenção, devendo ser equacionada atempadamente o seu alargamento, uma gestão profissional e de promoção daquele espaço, dada a sua excelente localização. O mesmo sucede com a Área de Localização Empresarial da Benedita, que depois de aprovado o Plano de Pormenor necessita com urgência de encontrar financiamento europeu, evitando a fuga de empresas para outros concelhos.

Acredito na complementaridade entre o meio ambiente e a economia. Saiu no ano 2016, legislação facilitadora para a regularização das atividades extrativas, estabelecimentos e explorações que se destinem ao apoio da atividade agropecuária, da agricultura, como a hortocultura, fruticultura, silvicultura, apicultura, designadamente armazéns, anexos e centrais de frio em desacordo com os instrumentos de gestão territorial (PDM e outros planos). Assim, é fundamental que o município procure sensibilizar os empresários, para a necessidade, se for o caso, para aproveitarem esta “janela de oportunidades”. Hoje, os concelhos diferenciam-se pela capacidade de atrair investimento. Não basta assumir que se está ao lado dos empresários, é necessário um compromisso efetivo com quem gera riqueza, postos de trabalhos e fixa pessoas, designadamente, população jovem que tanta falta faz ao concelho.

Carlos Bonifácio, Vereador

Rentabilização das propriedades municipais Uma das críticas que temos feito à gestão PSD do município é a não rentabilização das propriedades que são de nós todos. Vou referir, apenas, 6. Fez 9 anos, a 25 fevereiro, que a Câmara de maioria PSD comprou a Quinta da Cela, bem no centro de Alfeizerão, para doar ao Ministério da Saúde, por 3,5 milhões de euros. Votámos contra por ser demasiado cara e por não haver garantias do Ministério da Saúde que iria lá construir o Hospital Oeste Norte. O tempo deu razão à CDU. Mais tarde o PSD doou o Mercoalcobaça à Ministra da Saúde para construir o Hospital novo de Alcobaça. Agora estamos sem os 2 Hospitais novos e sem as 2 propriedades com a devida fruição vantajosa para todos. A CDU sempre defendeu que a Quinta da Conceição (do quartel dos Bombeiros até ao Merco) devia ser urbanizada de acordo com as condições correctas para espectáculos ao ar livre e para uma boa organização de feiras.

O Merco teve, finalmente, após 15 anos do parecer do Tribunal de Contas, algum avanço com a criação da Comissão Liquidatária. A CDU votou contra pelo engano, destes anos todos, que a maioria PSD criou ao último trabalhador: vão despedi-lo! A Quinta da Cova da Onça está com um parque de estacionamento, provisório, há mais de 15 anos. Em 2009 o PSD fez, finalmente, a revisão do Plano de Pormenor e projectou para lá: 1 belo Parque Verde, 1 parque de estacionamento subterrâneo, 1 eventual Centro de Congressos e prédios. Só que, no mesmo ano, o PSD, com o Presidente actual, teve outro sonho e outro Parque Verde está agora em construção. A Quinta da Serra para a ALEB da Benedita demora demais. O espaço florestal desafectado para a ZI de Pataias (que caducou…) foi mais uma promessa desde 1997. 20 anos de gestão PSD que é uma vergonha, também, na gestão do património municipal.

Rogério Raimundo, Vereador confluência « 13


Aconteceu 10 a 16 outubro 2016

Book&Movies

A 3ª edição do festival Books&Movies encheu de vida a cidade. Em diversos espaços pudemos fruir de momentos únicos de partilha de experiências e vivências com os artistas e criadores dos mais diversos ramos da cultura, com especial enfoque na literatura e no cinema que são os géneros basilares deste evento. Ao todo, o Books&Movies movimentou cerca de 10 mil pessoas durante os sete dias do festival.

31 dezembro 2016

Passagem de Ano São Martinho do Porto

A Passagem de Ano de São Martinho do Porto enraizou-se definitivamente no mapa nacional das festividades de reveillon, depois de uma das mais bem sucedidas edições de sempre. Milhares de turistas e visitantes escolheram um dos mais belos cenários naturais de Portugal para celebrar a entrada em 2017 com uma grande festa.

14 » confluência


19 a 20 novembro 2016

XVIII Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais

A Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais aliou a tradição da doçaria conventual com a espiritualidade do espetáculo de video mapping UNIVERSALIS, projetado no interior do Mosteiro de Alcobaça. Dezenas de milhares de visitantes marcaram presença naquele que é um dos melhores eventos culturais de todo o país.

23 fevereiro a 1 março 2017

Carnaval de Alcobaça Folia&Algazarra

O “Melhor Carnaval do Mundo” juntou milhares de foliões na Tenda em frente ao Mosteiro de Alcobaça durante quatro noites de “Folia & Algazarra”. A enorme afluência de público fez do Carnaval de Alcobaça um dos mais concorridos da região. E já se está em contagem decrescente para o próximo ano.

confluência « 15


Agência de Desenvolvimento

Novo autocarro ao serviço dos munícipes e das coletividades A autarquia adquiriu recentemente um novo autocarro municipal, moderno e totalmente equipado para oferecer as melhores condições de conforto e de segurança aos seus utilizadores, nomeadamente escolas e coletividades concelhias. Dado o elevado número de actividades levadas a cabo pelas escolas, apoiadas pelo Município, e que implicam deslocações com

crianças, tornou-se imperiosa a aquisição de um novo autocarro com características adequadas para o transporte de menores. O novo veículo de transporte coletivo será um complemento valioso para a frota municipal de transporte coletivo que inclui ainda dois autocarros de 27 lugares e o antigo autocarro de 55 lugares.

Qualidade das empresas de Alcobaça reconhecida Internacionalmente Terminou no passado dia 14 de fevereiro a feira Ambiente, realizada na cidade alemã de Frankfurt e que consiste na maior feira internacional de artigos para a casa, mesa, cozinha e gifts. Nela participaram 14 empresas do concelho de Alcobaça, nomeadamente, a António Rosa cerâmicas, Sporvil, Ceramirup, Arfai-Jomazé, Cerâmicas São Bernardo, Ceriart e SPAL. A By Fly,

16 » confluência

marca da empresa fundada pelo histórico ceramista alcobacense António Rosa, recebeu durante o evento a distinção German Design Awards 2017 atribuída pelo German Design Councill. Estiveram ainda presentes as empresas do setor do vidro e cristal Atlantis-Vista Alegre, Favicri e Ifavidro. Do ramo da cutelaria, marcaram presença a ICEL, Ivo Cutelarias e a JERO.


Agência de Desenvolvimento

Rede dos Museus Portugueses do Vinho vai criar observatório online No rescaldo do II Encontro Nacional dos Museus do Vinho, decorrido em novembro último no Peso da Régua, a Rede dos Museus Portugueses do Vinho, cuja coordenação está a cargo do Museu do Vinho de Alcobaça, decidiu criar este ano um observatório online com o objetivo de obter uma visão, aprofundada e detalhada, do panorama dos museus do vinho nacionais. Para o efeito, este observatório será constituído através de um levantamento exaustivo sobre a realidade dos museus a partir de um inquérito de preenchimento online dirigido às tutelas com património vinhateiro, bem como visitas técnicas regulares no terreno. A ferramenta irá compilar esta informação e publicá-la como forma de divulgar e valorizar o património museológico vinhateiro nacional de grande potencial turístico e cultural.

O encontro fixou ainda a ideia de que os museus do vinho têm um papel central no desenvolvimento integrado das regiões, seja na sua dimensão local, nacional ou internacional, servindo de promotores da chamada “nova ruralidade” e da regeneração territorial. A Rede dos Museus Portugueses do Vinho foi constituída em fevereiro de 2016, aquando da criação de um grupo de trabalho promovida pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho. O Museu do Vinho de Alcobaça assume desde então a coordenação desta estrutura da qual fazem parte a própria AMPV e os museus do Douro, Vinho da Bairrada, Vinho de Bucelas, Vinho Verde Alvarinho de Monção, Vinho de Alenquer, Quinta/Museu do Sanguinhal e o Centro Interpretativo do Vinho Verde de Ponte Lima.

A Manual on Work and Hapiness conta com a participação do município Dos novos projetos da Artemrede, destacam-se a 1ªedição do Manobras - Festival Internacional de Marioneta e Formas Animadas e os projetos Visionários e A Manual on Work and Happiness. Será lançada em setembro e outubro a 1ª edição do Manobras - Festival Internacional de Marioneta e Formas Animadas: “Ao fim de oito edições da Festa da Marioneta decidimos reestruturá-la, dar-lhe um novo nome e maior dimensão, incluindo projetos nacionais e internacionais”, segundo Marta Martins, diretora desta Associação. Outra novidade são os grupos de Visionários, uma iniciativa inspirada num projeto italiano, mas pioneira em Portugal na qual se pretende que um “grupo de pessoas não relacionadas com o meio cultural e artístico participe na atividade cultural do seu município. Um dos grandes desafio é A Manual on Work and Happiness, que marca a internacionalização da Artemrede.

Financiado pelo programa Europa Criativa da União Europeia, o projeto “aborda a relação entre trabalho e felicidade através da participação direta de comunidades locais da Grécia, Itália e Portugal”. Para além de um seminário internacional que dará início à componente artística do projeto, e de um conjunto de formações para agentes culturais intituladas Southern Coalition, está ainda a ser preparado um espetáculo de teatro, com texto original do catalão Pablo Gisbert, encenado pela companhia portuguesa Mala Voadora, com a participação, em residência artística, de públicos locais de Patras (Grécia), Pergine (Itália), Montijo e Alcobaça. Os espetáculos terão lugar em 2018, mas uma plataforma digital que documenta toda a evolução do projeto será já lançada em breve (mais informação em www.artemrede.pt).

confluência « 17


Agência de Desenvolvimento

Autarquia aposta na floresta autóctone Uma obra para as gerações futuras Através de um protocolo com a Associação de Produtores Florestais dos Concelhos de Alcobaça e Nazaré (APFCAN), a autarquia promoveu a remoção de um eucaliptal para ser substituído por uma nova floresta de quase 30 mil árvores e arbustos. Esta propriedade municipal, situada na Quinta do Campo, nas freguesias do Bárrio e da União das Freguesias de Alcobaça e Vestiaria, não era intervencionada há cerca de 30 anos. Com esta reflorestação pretende-se criar uma mata de espécies autóctones para fruição pública. Plantaram-se espécies autóctones da região como o pinheiro manso, carvalho alvarinho, sobreiro, carvalho português, azinheira, sequoia, entre outras. Para o Presidente da Câmara o protocolo entre a Autarquia e a APFCAN visa a “atribuição de competências a esta associação para que fizesse o abate e posterior rentabilização dos eucaliptos daquele terreno. Os rendimentos obtidos neste processo reverteram para a consequente reflorestação. Estamos a construir o futuro das nossas gerações vindouras que poderão usufruir de uma nova floresta”. Promove-se a biodiversidade e a proteção de habitats com um tipo de floresta que apresenta uma menor combustibilidade e uma maior resiliência à propagação do fogo comparativamente a outros tipos de floresta presentes no nosso território (ex. pinhal, eucaliptal). A nova floresta terá uma importante função ambiental e ecológica, na conservação da água, do solo, da biodiversidade, produzindo um bom tipo de matéria orgânica. Este projeto de reflorestação irá potenciar a valorização turística dos vestígios românicos de Parreitas com percursos e caminhos devidamente zelados que darão acesso às ruínas.

Dada a tipologia da intervenção, no passado mês de dezembro, foi apresentada uma candidatura ao Prémio Floresta e Sustentabilidade, uma iniciativa desenvolvida pela CELPA em associação com o Correio da Manhã e o Jornal de Negócios, com o patrocínio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e com o apoio da PwC.

O legado de Joaquim Vieira Natividade Com a reflorestação da Quinta do Campo pretende-se honrar e revitalizar o legado de Joaquim Vieira Natividade, (1899-1968) figura cimeira entre os silvicultores europeus do século XX, que nos deixou a Mata Nacional do Vimeiro. Nascido em Alcobaça, Natividade foi o terceiro de quatro filhos de Manuel Vieira Natividade e D. Maria da Ajuda Garcez. Formou-se no Instituto Superior de Agronomia de Lisboa em Engenharia Agrónoma (1922) e Engenharia Silvícola (1929). Em Londres e em Coimbra especializou-se em genética e citologia tendo, mais tarde, fundado e dirigido o Departamento de Pomologia da Estação Agronómica Nacional, o Centro

18 » confluência

Nacional de Estudos e Fomento da Fruticultura e a Estação de Experimentação Florestal. Entre 1930 e 1950, Natividade foi diretor da Estação Experimental do Sobreiro, em Alcobaça. O seu trabalho assumiu um papel fulcral na construção e consolidação da investigação florestal, em Portugal. Ficou também conhecido pelos seus trabalhos na área da subericultura e fruticultura tendo publicado mais de uma centena de estudos científicos. Em Fevereiro de 1968, inaugura a Estação Nacional de Fruticultura em Alcobaça, tendo falecido em novembro do mesmo ano.


Agência de Desenvolvimento

Parque de Negócios ao serviço do empreendedorismo Em 2016, o Parque de Negócios de Alcobaça, através do Gabinete de Apoio ao Empreendedor (GAE), consolidou o seu papel de apoio ao tecido empresarial do concelho e a potenciais investidores. Através de ações de formação, sessões de esclarecimentos e organização de eventos, o GAE tem promovido o concelho para acolher novos investimentos, tem prestado auxílio a novos negócios e ao tecido empresarial já estabelecido e fornece informação sobre financiamento, licenciamento, regime jurídico, entre outros elementos. Aqui os empresários podem obter informação relativa a acesso a crédito, financiamentos, licenciamentos, subsídios previstos ou previsíveis no âmbito do Portugal 2020, assim como apoio na elaboração de projetos de candidatura a entidades financiadoras. Destacam-se projetos nas áreas de turismo (hostel, hotel, alojamento local, turismo rural); restauração (restaurante e bar; restaurante temático); lazer e tempos livres; confeção e costura; madeiras; tecnologia e informática; apoio a idosos e crianças; cafetaria, pastelaria e padaria; pronto a vestir; produtos para agricultura e animais; terapias alternativas. Alguns destes atendimentos foram devidamente encaminhados para as entidades acreditadas para apoio técnico (no caso do Oeste, a AIRO) e já se encontram a funcionar, nomeadamente nas áreas de restauração e bar, terapias alternativas e hotelaria. O GAE mantém estreitas ligações estratégicas com as associações empresariais locais e regionais, nomeadamente:

No concelho: ACSIA - Associação Comercial de Serviços e Industrial de Alcobaça; ADEB - Associação de Desenvolvimento Empresarial da Benedita; AARA - Associação de Agricultores da Região de Alcobaça e APMA - Associação de Produtores de Maçã de Alcobaça. Fora do concelho: IAPMEI - Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação; NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria; AIRO - Associação Empresarial da Região Oeste; OESTECIM - Comunidade Intermunicipal do Oeste e Turismo Centro de Portugal.

Concurso de Ideias decorre no Parque de Negócios O projeto Empreender Leiria foi apresentado, em janeiro, no Parque de Negócios com vista ao fomento do empreendedorismo local. A iniciativa, promovida pela Associação Empresarial de Leiria (NERLEI) com o apoio do Município, pretende ser essencialmente uma estrutura de apoio e estímulo à criação de novos negócios. No âmbito desta iniciativa, estão a decorrer um conjunto de workshops especializados e um concurso de ideias de negócio com um prémio final de 5000 euros. “Estas iniciativas são essenciais para ajudar potenciais empreendedores alcobacenses a amadurecer e/ou concretizar as suas ideias. Temos todo o interesse em estreitar cada vez mais o diálogo com as associações empresariais como a NERLEI

com vista à realização de iniciativas com a relevância do projeto Empreender Leiria e temos no Parque de Negócios instalações privilegiadas para o efeito”, afirma o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio. No âmbito do Empreender Leiria serão abertos três concursos com os seguintes prazos de entrega das candidaturas: • 1º concurso: 5 de março • 2º concurso: 7 de maio • 3º concurso: 20 de agosto Saiba mais em www.empreenderleiria.pt e informe-se no Parque de Negócios de Alcobaça (tlf: 262 598 020)

confluência « 19


Agência de Desenvolvimento

UNIVERSALIS: experiência divina na Cidade dos Doces Conventuais A 18ª edição da Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais, em novembro último, ficou marcada pelo inesquecível espetáculo de video mapping - intitulado UNIVERSALIS – que teve lugar na Igreja do Mosteiro de Alcobaça. UNIVERSALIS, um espetáculo imersivo, em 360º graus, transformou a Igreja do Mosteiro numa tela dinâmica, evocativa e introspetiva, convidando à reflexão sobre a condição humana e a evolução do homem e da civilização. Foi o maior espetáculo do género em Portugal e irá ficar na história. Milhares de visitantes e turistas rumaram a Alcobaça para partilhar desta experiência na Cidade dos Doces Conventuais. Mais um evento que promove a marca Alcobaça dando um importante estímulo aos empresários de todo o concelho.

UNIVERSALIS marcou a Mostra Internacional de Doces Conventuais que leva cada vez maiso o nome do concelho além fronteiras. Um evento cada vez mais carismático e que demonstra bem o potencial económico e turístico deste setor na região. Cabe a todos nós cuidar do legado riquíssimo deixado pelos monges de Cister, preservar a nossa identidade e tirar partido da harmonia entre o tradicional e o moderno.

Carnaval de Alcobaça distinguido como um dos 5 melhores do país O reconhecido motor de busca de voos Momondo incluiu recentemente o Carnaval de Alcobaça na lista dos 5 melhores Carnavais de Portugal. O site elegeu os festejos de Funchal, Loulé, Ovar, Alcobaça e Torres Vedras como os mais recomendáveis para os visitantes. O Momondo considera o Carnaval de Alcobaça “o mais brasileiro de Portugal com 5 dias de festa pensados para todas as idades. O programa deste Carnaval conta com baile para os mais velhos e DJ’s pela noite fora para os jovens”. A Tenda em frente ao Mosteiro e as ruas da cidade registaram verdadeiras enchentes de milhares de pessoas que festejaram

20 » confluência

até de madrugada. Destaque ainda para as várias celebrações que decorreram nas freguesias do Concelho que deram muita alegria e boa disposição às populações locais. O Carnaval de Alcobaça está devidamente enraizado na cultura da região. “Todos os anos desenvolvemos um enorme esforço para prevenir todos os riscos associados a este tipo de celebrações populares mas gostaria de deixar uma palavra de apreço a todos os alcobacenses pela sua postura de responsabilidade e civismo durante estes dias de natural euforia” sublinha o Presidente da Câmara Municipal.


Políticas Sociais Inovadoras

TAXA DE DESEMPREGO (%), PORTUGAL VS. ALCOBAÇA (2016)

Observatório Social destaca crescimento económico do concelho Em 2016, o concelho de Alcobaça registou uma taxa de desemprego de 6,4% - significativamente inferior à media nacional (11,1%) - e uma balança comercial positiva de 151,8% - os valores nacionais situam-se nos 89,6%. Do mesmo modo, o concelho de Alcobaça é responsável por 22,1% das exportações do Oeste, quando em termos de população residente representa 14%. Esta informação está disponível para consulta no Observatório Social, uma ferramenta online de estatística lançada em 2016. “Desmistifica alguns preconceitos que se criam em torno da realidade económica e social do concelho. São números que demonstram de forma clara e objetiva o crescimento económico consolidado do concelho nos últimos anos”, afirma o Presidente da Câmara Municipal. Os dados apontam igualmente para um crescimento do turismo na ordem dos 24% entre 2014 e 2015 e uma variação positiva de 11% do número de dormidas, no mesmo período. Paulo Inácio afirma ainda que “este trabalho é essencialmente dos empresários. No entanto, a Câmara tem sido uma presença permanente no apoio aos empresários e na construção desta conjuntura de crescimento económico”.

TAXA DE COBERTURA (%), COMÉRCIO INTERNACIONAL (2016)

Consulte o Observatório Social através da página oficial de internet do Município – www.cm-alcobaca.pt

TAXA DE VARIAÇÃO DE PROVEITOS (%) (2014-2015)

confluência « 21


Políticas Sociais Inovadoras

Iniciativa “Transforma-te”: uma reflexão sobre a violência nas relações A violência nas relações é um tema que carece de discussão pública dada a sua condição de flagelo social muitas vezes remetido ao silêncio. Com o intuito de debater esta questão, o Gabinete de Apoio à Vítima de Violência Doméstica do Município desenvolveu a iniciativa “Transforma-te”, uma reflexão que contou com o envolvimento da comunidade alcobacense. Em julho passado, 20 munícipes passaram por uma experiência de transformação visual, com a colaboração de uma cabeleireira, de uma maquilhadora e de uma consultora de imagem. Este processo de transformação foi registado em vídeo e fotografia. Os trabalhos fotográficos estiveram em exposição no átrio da Biblioteca Municipal de Alcobaça e no Posto de Turismo de São Martinho do Porto. Foi também publicado na rede social Facebook um video que desafiou o espetador a distinguir uma vítima de uma não-vítima. Através de “Transforma-te” chamou-se a atenção para o que está oculto, escondido atrás de uma peça de vestuário, de um penteado mais elaborado ou de um baton mais carregado. “Este tipo de iniciativas apenas funciona se usufruírem do contributo da comunidade pois é um problema que nos diz respeito a todos e não apenas às vítimas de violência. Gostaria de destacar o trabalho do Gabinete de Apoio à Vítima de Violência Doméstica, que é visto como um exemplo a seguir por outras autarquias”, sublinhou a Vereadora da Cultura e Ação Social Inês Silva. A iniciativa enquadrou-se nas Jornadas Sociais que este ano teve como tema “Laços para o Futuro”. Temas como “Inovação Social”, “Paradigma da Mudança”, “Terapia Assistida por Animais”, “Violência nas Relações” e “Avaliação e Diagnóstico do Risco e do Perigo - Maus Tratos contra Crianças e Jovens” foram abordados e debatidos por técnicos especializados, durante dois dias.

22 » confluência


Políticas Sociais Inovadoras

1. TARIFA FAMILIAR / SOCIAL DO CONSUMO DE ÁGUA PARA FAMÍLIAS NUMEROSAS E CARENCIADAS Desconto no valor da fatura de fornecimento de água a agregados familiares com 5, ou mais elementos, ou em situação de manifesta carência económica. 2. REDUÇÃO DO IMI EM FUNÇÃO DO NÚMERO DE DEPENDENTES Redução do Imposto Municipal de Imóveis, a vigorar em 2017, atendendo ao número de dependentes que, nos termos do código do IRS, compõem o respetivo agregado familiar. Um dependente a cargo – redução fixa de €20; Dois dependentes a cargo – redução fixa de €40; Três ou mais dependentes a cargo – redução fixa de €70. 3. APOIO NAS REFEIÇÕES ESCOLARES Refeições escolares gratuitas para os alunos carenciados. Comparticipação nas refeições escolares dos alunos do escalão A(100%) e B (75%) que frequentam o Jardim de Infância e o 1º Ciclo. 4. APOIO NO TRANSPORTE ESCOLAR Comparticipação em 50% do passe dos alunos que frequentam o ensino vocacional e o ensino secundário que residam a mais de 4Kms do Estabelecimento de Ensino onde estão matriculados. Comparticipação de 100% nos transportes escolares para os alunos do 1º,2ºe 3º ciclo que residam a mais de 4Kms do Estabelecimento de Ensino onde estão matriculados. 5. MOCHILAS / MATERIAL ESCOLAR / MANUAIS ESCOLARES PARA TODOS OS ALUNOS DO 1º CICLO Programa que consiste na entrega de mochila e materiais escolares a todos os alunos do 1º ciclo, independentemente do escalão. Contempla ainda empréstimo de manuais para as disciplinas de Português, Estudo do Meio, Matemática e Inglês.

9. APOIO A VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Apoio psicológico e social a vítimas de violência doméstica e/ou familiares. Encaminhamento para estruturas de proteção da vítima. Promoção de grupos de trabalho / seminários / ações de sensibilização com vista à prevenção da Violência Doméstica. 10. SESSÕES DE PSICOLOGIA PARA MUNÍCIPES CARENCIADOS Sessões de acompanhamento e apoio psicológico especializado. 11. PROGRAMA DE FÉRIAS PARA CRIANÇAS E JOVENS (“UMA AVENTURA EM ALCOBAÇA”) Programa de cariz social e pedagógico de apoio a famílias mais vulneráveis, que consiste na oferta de atividades lúdicas, desportivas e culturais a crianças e jovens do ensino básico (1º, 2º e 3º. ciclos). Decorre nas férias do Natal, Páscoa e do verão. 12. BOLSAS DE ESTUDO PARA ALUNOS DO ENSINO SUPERIOR Atribuição de 30 bolsas de estudo a estudantes do ensino superior, residentes no concelho, em situação de carência económica. 13. BENEFICIAÇÃO DE HABITAÇÃO PRÓPRIA PERMANENTE Execução de pequenos arranjos domésticos em habitações de famílias em situação de carência económica. Cedência de materiais de construção com vista à melhoria das condições de habitabilidade. 14. CAMPANHA DOAR Angariação de mobiliário e eletrodomésticos em bom estado para encaminhar para famílias carenciadas e com dificuldades económicas. 15. APOIO A DESLOCAÇÕES A MUNÍCIPES DE FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE CARÊNCIA ECONÓMICA Apoio nas deslocações de munícipes carenciados e dos que se encontrem em situação de risco social. 16. RESPOSTAS SOCIAIS AOS MUNÍCIPES SENIORES Sénior Ativo: desenvolvimento de atividades diversas que promovam o bem-estar físico e emocional dos beneficiários (Passeios Seniores, Desporto Sénior; Carnaval Sénior; Magusto Sénior; Dia da Terceira Idade). Acompanhamento da atividades socioculturais das Universidades Seniores e das IPSS. 17. COMPARTICIPAÇÃO NAS DESPESAS DE SAÚDE * Apoio financeiro para despesas associadas a doenças crónicas ou incapacitantes. Comparticipação em encargos para a aquisição de equipamentos ou na adaptação de instalações ou viaturas para utilização por portadores de deficiência.

6. HABITAÇÃO SOCIAL O Município faz a atribuição, gestão e acompanhamento dos fogos dos cinco Bairros Sociais do Município – Arrendamento sob Regime de Renda Apoiada. 7. APOIO À RENDA * Comparticipação no pagamento da renda de habitação própria permanente, por um período de 12 a 36 meses, em situações de vulnerabilidade e emergência social e perigo físico ou moral, incluindo as relativas a violência doméstica. 8. INCENTIVO À NATALIDADE * Apoio no valor de €250,00 por cada criança nascida no concelho, a atribuir sob a forma de reembolso de despesas elegíveis, realizadas em estabelecimentos comerciais situados no concelho. Gratuitidade das atividades de apoio à família no pré-escolar e do fornecimento de refeições no 1º ciclo do ensino básico, aplicável no terceiro filho e seguintes.

18. ELABORAÇÃO DE OFICINAS MULTITEMÁTICAS (CRIANÇAS, JOVENS E RESTANTES AGENTES EDUCATIVOS) Implementação de projetos direcionados aos diferentes agentes educativos, para o fortalecimento e diversificação das metodologias e estratégias, de forma a proporcionar aos alunos o desenvolvimento de competências de autonomia, criatividade, iniciativa, inovação e organização; renovando os mecanismos de aproximação entre a escola e a família. * Aguarda publicação em Diário da República

CONTACTOS ÚTEIS - Serviços Municipalizados: T. 262 580 900 | Serviços de Ação Social: T. 262 580 899 | Unidade de Educação: T. 262 580 831

confluência « 23


Políticas Sociais Inovadoras

Seis escolas do concelho participaram no concurso Heróis da Fruta O Município associou-se uma vez mais à iniciativa “Heróis da Fruta - Lanche Escolar Saudável”, promovida pela APCOI Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil. Nesta divertida competição nacional, onde este ano participam 53.399 alunos de todos os distritos do país, as crianças partilham a cantar as lições que aprenderam ao longo do projeto sobre a importância dos hábitos saudáveis e convidam os adultos para votar no “Hino da Fruta” da turma ou da escola. Depois do sucesso das edições anteriores que envolveram no total 236.227 alunos, no ano letivo 2016/2017 participam no projeto «Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável», 53.399 alunos, de 2.665 turmas, de 900 jardins de infância e escolas básicas do 1º ciclo de todos os distritos do país, incluindo as regiões autónomas da Madeira e dos Açores. «Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável» é atualmente o maior programa gratuito de educação para a saúde de âmbito nacional, com uma das maiores taxas de sucesso de sempre em reeducação alimentar infantil em Portugal.

Os Hinos da Fruta vão ser apresentados publicamente na Semana da Criança que decorrerá de 26 de maio a 2 de junho em várias freguesias do concelho. Escolas do concelho envolvidas neste projeto: »Escola Básica do 1º Ciclo e Jardim de Infância de Areeiro - Sala Única, AR-A, AR-B »Centro Escolar de Alcobaça - Sala 1, Sala 2 e Sala 3 »Centro Escolar da Benedita - Sala 3 »Escola Básica do 1º Ciclo da Póvoa - PO-A, PO-B »Escola Básica do 1º Ciclo de Burinhosa - 1 »Escola Básica de Turquel - A, B, C, D

Passeios Seniores de visita a Azeitão A edição de 2016 dos Passeios Seniores do Município teve como destino a região de Azeitão. De 1 de setembro a 4 de outubro, 1921 municípes tiveram a oportunidade de usufruir de uma paisagem privilegiada no Palácio e Quinta da Bacalhôa e de admirar o Museu e Loja da Bacalhôa, onde descobriram coleções de alto valor artístico organizadas em vários grupos temáticos. Depois visitaram a Loja da Bacalhôa para experimentar os passos básicos

24 » confluência

de uma prova de vinho profissional e apreciar o prazer que se retira da verdadeira degustação. Os Passeios Séniores são destinados a pessoas com mais de 65 anos de idade, residentes no Concelho, e para além do seu papel lúdico, desempenham uma ferramenta crucial no trabalho da Autarquia contra o isolamento social e na promoção do bem-estar dos participantes. Nos últimos cinco anos mais de 10 mil municípes participaram nesta iniciativa.


Projetos & Iniciativas

Mosteiro de Coz aberto ao público O Mosteiro de Santa Maria de Coz está aberto ao público, com visitas guiadas gratuitas. Coz é uma das mais antigas povoações dos Coutos de Alcobaça. Aqui ganhou forma, no séc. XIII, uma comunidade de religiosas que viria a ser integrada na ordem cisterciense, no século XVI. Por esta altura, Santa Maria de Coz tornou-se num dos mais ricos mosteiros femininos da Ordem de Cister em Portugal. Na segunda metade do século XVII e no século XVIII, o Mosteiro passa por um processo de profunda renovação da qual sobrevive o templo com as suas preciosas produções artísticas. Nos últimos anos a Câmara Municipal de Alcobaça tem em curso um projeto de revalorização e revitalização do Mosteiro e do espaço adjacente que conta com um contributo ativo da comunidade. Desde 22 de abril de 2016, o Mosteiro integra a Carta Europeia de Abadias e Sítios Cistercienses.

VISITAS GUIADAS GRATUITAS terça-feira a sábado: 09h30-12h30 | 14h00-18h00 Receção na antiga adega do Mosteiro Contacto: 969 642 970 INFORMAÇÕES E-mail: turismo@cm-alcobaca.pt | gcrp@cm-alcobaca.pt Tel. 262 582 377 | 262 580 844 SERVIÇO EDUCATIVO O Município de Alcobaça promove visitas guiadas a escolas e a Universidades Séniores, mediante marcação prévia. E-mail: servico.educativo@cm-alcobaca.pt / Tel. 262 580 800

ROTA DAS ABADIAS CISTERCIENSES

500 anos dos Forais Manuelinos celebrados em livro A obra “500 Anos da Outorga dos Forais do Concelho de Alcobaça por D. Manuel I” editada pela Câmara Municipal, com a coordenação científica do Professor Saul António Gomes, foi lançada em setembro último. O livro retrata um processo complexo e longo, feito de sucessivos avanços e recuos que se traduziram em conflitos de interesses entre a Abadia de Alcobaça e a tendência municipalista centrada nos direitos das populações locais dos antigos coutos de Alcobaça.

Faz um levantamento de todos os forais concedidos pelo Rei D. Manuel I no território do atual concelho, entre 1514 e 1515, recorrendo aos originais e a reproduções de época que sobreviveram até aos dias de hoje. No concelho, existem três forais originais, nomeadamente, os de Cela, Turquel e Alpedriz. Este último foi recentemente adquirido pela Câmara Municipal. Adquira o seu exemplar na Biblioteca Municipal de Alcobaça. confluência « 25


Projectos & Iniciativas

Alunos dedicam Dia Municipal da Educação aos professores O espetáculo “PegaDá”, exibido no Cine-Teatro de Alcobaça, no passado dia 11 de janeiro, revelou-se uma excelente e justa homenagem aos professores por parte de um grupo de alunos de várias escolas do concelho de Alcobaça. A iniciativa serviu para assinalar o Dia Municipal de Educação que comemora a primeira aula pública em Portugal decorrida a 11 de janeiro de 1269 no Mosteiro de Alcobaça. A iniciativa partiu de um desafio lançado pela Câmara Municipal aos alunos para desenvolver uma forma original de honrar os seus professores e, deste modo, redescobrir o mundo da Educação. “Pegadá”, uma produção do Teatro a Transformação teve

momentos de muito boa disposição e muito sentido de humor e celebrou a construção da pegada educacional que se alimenta da partilha constante entre professor-aluno: de “pegar” e dar. Para a Vereadora da Educação Inês Silva “este trabalho dos alunos é sobretudo uma prova de gratidão para com os professores que dedicam a sua vida à formação de futuros cidadãos e líderes da sociedade. Procura também desmistificar o preconceito de que as gerações mais novas não sabem valorizar o legado deixado pelas gerações anteriores. Este espetáculo é uma prova disso mesmo pois estamos a falar de alunos de todo o concelho que se unem em prole desta homenagem.”

Alcobaça teve papel fundamental na criação do sistema público de ensino A exposição Tempo(s) de Escola reuniu na Galeria de Exposições Temporárias do Mosteiro de Alcobaça um conjunto de objetos e fotografias que ilustraram o vanguardismo e o pioneirismo de Alcobaça na construção do ensino público em Portugal. A mostra foi visitada por 2244 pessoas que testemunharam um registo cronológico no espaço e no tempo, em que o Mosteiro de Santa Maria e Alcobaça assume um papel de relevo no contexto histórico da educação nacional, tendo sido o local da primeira aula pública realizada em Portugal, a 11 de janeiro de 1269. Nesta data assinala-se o Dia Municipal da Educação evocando precisamente esse marco pioneiro na história do ensino português.

26 » confluência

O encerramento da exposição deu-se com a palestra “Ensino em Alcobaça – uma Viagem no Tempo e no Espaço”, proferida pelos seus respetivos comissários Alberto Guerreiro (Câmara Municipal de Alcobaça) e Jorge Pereira de Sampaio (Direção-Geral do Património Cultural), que fizeram uma retrospetiva da evolução histórica da instrução pública no concelho de Alcobaça ao longo de 755 anos (dos Estudos Gerais de 1262 até ao ensino atual, em 2017). Na sessão estiveram também presentes antigos professores e alunos das escolas do concelho que partilharam as suas memórias e vivências de alguns períodos, factos, personalidades e edifícios escolares mencionados na palestra.


Projetos & Iniciativas

Visitas guiadas

(Re)descubra Alcobaça, Aljubarrota, Coz e Parreitas O Município de Alcobaça está a organizar, desde setembro, visitas guiadas a Alcobaça, Aljubarrota, Coz e Parreitas. As visitas destinam-se à comunidade escolar e estão contempladas no Plano de Atividades Educativas 2016-2017. A visita a Parreitas pretende dar a conhecer a presença romana na região de Alcobaça e os vestígios do processo de romanização conhecidos, em íntima relação com a desaparecida Lagoa da Pederneira e com o contexto do Império Romano no seu todo; inclui visitas ao Museu Monográfico do Bárrio e aos vestígios visitáveis da villa. Em Coz será apresentado o mosteiro feminino cisterciense de Coz, com particular ênfase na igreja e na sua riqueza artística: a arquitetura, a azulejaria, a pintura e a talha dourada. A visita compreende igualmente uma breve visita ao espaço exterior acompanhada de uma explicação da dimensão do mosteiro desaparecido e da paisagem envolvente na qual se insere, numa perspetiva ambiental e histórica. A visita a Aljubarrota tem por objetivo promover o conhecimento da figura de Brites de Almeida, na sua dimensão histórica e lendária, enquadrando a mensagem pedagógica da lenda da Padeira de Aljubarrota de acordo com o conhecimento científico, e fomentando o conhecimento do núcleo histórico da vila que deu nome à batalha. Em Alcobaça, o Município criou a rota “Dê Lugar Ao Amor” que percorre a pé os principais pontos de interesse da cidade, enquadrando-os histórica e socialmente e oferecendo uma visão do desenvolvimento urbano da sede de concelho. Para se inscrever nas visitas contacte a Câmara Municipal através dos emails: servico.educativo@cm-alcobaca.pt e cultura@ cm-alcobaca.pt.

Alcobaça recebe Colóquio Internacional de Batalhas Fundacionais A Rede de Municípios com Batalhas Históricas está a organizar um colóquio internacional inteiramente dedicado às “Batalhas Fundacionais”. Este evento terá lugar de 25 a 27 de maio de 2017. Iniciada em maio de 2016, a rede reúne os concelhos de Alcobaça, Porto de Mós, Batalha, Castro Verde, Fronteira e Gaia com o objetivo de fomentar o intercâmbio entre comunidades escolares e incentivar a produção e partilha de conhecimento científico sobre as batalhas históricas portuguesas, potenciando a mútua promoção cultural e turística. O colóquio reunirá um conjunto de historiadores e especialistas que irão analisar o impacto e a influência destes acontecimen-

tos na construção da nacionalidade e a forma como as sociedades contemporâneas apreendem e valorizam a memória em torno desta temática. Irá desenvolver uma narrativa que passa por três locais: 25 de maio em Porto de Mós; 26 de maio na Batalha; e a 27 de maio em Alcobaça. A integração do Município de Alcobaça neste projeto emergente deve-se, naturalmente, à associação do nome da Batalha de Aljubarrota à vila do mesmo nome e ao simbolismo histórico e lendário correlacionado. O colóquio é uma iniciativa aberta e aguarda a presença e a participação da comunidade.

confluência « 27


Projectos & Iniciativas

Cidade de Alcobaça, melhor limpeza e manutenção do espaço público No âmbito da renovação do contrato da prestação de serviço da recolha e transporte de Resíduos Sólidos Urbanos com a empresa SUMA (SUMA - Serviços Urbanos e Meio Ambiente, S.A), que ocorreu em setembro de 2016, foi incluído o serviço da limpeza urbana da cidade de Alcobaça que consiste na varredura manual da cidade, corte de ervas e limpeza de sarjetas. De referir que existe um complemento da varredura mecânica.

A limpeza urbana da cidade é mais cuidada e regular, para que as ruas da sede de concelho estejam sempre prontas a serem apreciadas por quem cá vive e por quem nos visita. Esta parceria além de ser benéfica para a higiene urbana do concelho representa também um decréscimo nos gastos da autarquia nesta área pelo que se trata de uma medida duplamente vantajosa para o Município.

Munícipes alertados para o excesso de produção de resíduos A 8ª edição da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos decorreu no final de novembro através de diversas ações para alertar os consumidores, trabalhadores, estudantes e outros grupos populacionais para o problema dos resíduos urbanos e sensibilizar para a sua redução e prevenção. A Câmara Municipal, através da Unidade de Ambiente e Espaços Verdes, e em parceria com a SUMA, promoveu ações para vários tipos de público-alvo: distribuição sacos reutilizáveis nas grandes superfícies comerciais; campanha de sensibilização na rede social Facebook e através de email com a publicação diária de pequenas dicas práticas para gestão e redução de resíduos; Workhshop sobre

28 » confluência

como confecionar refeições com sobras de alimentos; realização de ateliers nas escolas do concelho sobre como transformar uma t-shirt num saco reutilizável; sensibilização dos funcionários da câmara para redução de resíduos resultantes do almoço nas cantinas municipais, através da substituição de guardanapos de papel por guardanapos de pano; participação por parte dos colaboradores da autarquia e juntas de freguesia em esquemas de triagem, para que todo o papel e cartão utilizado no âmbito das rotinas normais de trabalho sejam encaminhados para valorização através da reciclagem.


Projetos & Iniciativas

Município assinala Ano Internacional do Turismo Sustentável 2017 é o Ano Internacional do Turismo Sustentável (ONU) no âmbito do qual o Município irá promover diversos Percursos Interpretativos, entre fevereiro e julho, valorizando o seu património natural. Os quatro primeiros percursos constituem uma ação de formação para docentes em articulação com o Centro de Formação a Associação de Escolas. Todos os percursos inscrevem-se nas atividades de educação ambiental de realização obrigatória no âmbito da Bandeira Azul 2017.

O balanço dos percursos será apresentado na Feira de São Bernardo, que este ano terá uma mostra sobre turismo sustentável, e ficará também disponível para as escolas. Conhecer, interpretar e estimar para assim legar o que nos foi legado é o cerne desta iniciativa. Confira o calendário dos Percursos Interpretativos no site do município (www.cm-alcobaca.pt).

Município disponibiliza gratuitamente plataforma Escola Virtual O Município disponibiliza gratuitamente 15 licenças da Plataforma: “Escola Virtual” da Porto Editora a todos os utilizadores da Biblioteca Municipal de Alcobaça. Do que se trata: É uma plataforma online que permite aceder a todos os conteúdos, desde os níveis do 1.º ao 12.º ano (ensino regular ou profissional) da Escola Virtual. É o serviço mais completo de suporte às aulas regulares, permitindo realizarem um reforço das matérias lecionadas e tirarem as suas dúvidas, através de aulas interativas como ainda a realização de pequenos testes para avaliarem os seus conhecimentos.

Entidades que aconselham a utilização da Escola Virtual: ACPEEP - Associação de Creches e Pequenos Estabelecimentos de Ensino Particular; ANESPO - Associação Nacional de Escolas Profissionais; AEEP - Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo; Associação Portuguesa de Escolas Católicas e Rede de Bibliotecas Escolares. Consulte toda a informação adicional e oficial no site da Escola Virtual: www.escolavirtual.pt

confluência « 29


Projectos & Iniciativas

2016 foi o segundo ano com menos incêndios da última década Nos últimos 11 anos, apenas em 2014 ocorreram menos incêndios no concelho de Alcobaça do que em 2016 que registou 88 ocorrências. A área ardida (21,7 hectares) ficou também bastante aquém da média do decénio. “São dados que contrastam claramente com o preocupante panorama nacional de incêndios vivido no ano transato e que se justificam pelo trabalho de organização, prevenção e vigilância que tem vindo ser efetuado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil”, afirmou o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio, esta quarta-feira numa apresentação dos mais recentes dados estatísticos relevantes do concelho. As campanhas de prevenção contra os incêndios começam a dar frutos uma vez que a limpeza de terrenos é o principal motivo de contacto com o Serviço de Municipal de Proteção Civil, em 2016 (283 contactos registados). “Demos passos significativos em matéria de prevenção mas sabemos que os incêndios caracterizam-se pela sua volatilidade e imprevisibilidade. É imperativo que os agentes se mantenham vigilantes”, alertou o edil. Entretanto, foi aprovado no início de fevereiro o Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios. Esta aprovação permitiu atualizar o documento e assim, possibilitar a candidatura de alguns mosaicos florestais a fundos comunitários, além de terem ficado previstos, a construção de mais dois novos pontos de água para abastecimento aéreo e terrestre, reforçando assim, as infraestruturas municipais de defesa da floresta. Foi igualmente aprovado o Plano de Fiscalização dos Terrenos Rurais e Florestais, por parte dos GIPS/GNR, que terão lugar nos dias 17 e 20 de março do presente ano, dando assim continuidade ao projeto iniciado no ano de 2014.

30 » confluência


Deliberações

APOIOS FINANCEIROS CONCEDIDOS PELO MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA

REUNIÃO ORDINÁRIA 13.06.2016 »COMISSÃO DE FESTAS DOS REBELOS - apoio logístico (Cedência de tenda, gerador, palco, autocarro, alcatifas e sanitários públicos, no âmbito dos festejos anuais); »ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA NORTE DA VILA, BENEDITA, E ASSOCIAÇÃO ALCOBACENSE DE CULTURA E DESPORTO – €5 000,00 (€2.500,00 a cada uma das entidades no âmbito da realização do evento ‘Maratona de Cister’); »ASSOCIAÇÃO DOS AGRICULTORES DA REGIÃO DE ALCOBAÇA - €1.000,00. (promoção e divulgação da raça suína portuguesa autóctone ‘Malhado de Alcobaça’, no âmbito da Feira Nacional do Porto); REUNIÃO ORDINÁRIA 29.06.2016 »FREGUESIA DA CELA -€48.500,00 (realização de obras nas respetivas instalações); »FREGUESIA DE ÉVORA DE ALCOBAÇA - €7.000,00 (no âmbito da realização do evento denominado ‘2ª Festa da Freguesia’); »FREGUESIA DE SÃO MARTINHO DO PORTO - €7.000,00 (no âmbito da realização do evento denominado ‘Festas de Santo António’); »UNIÃO DAS FREGUESIAS DE PATAIAS E MARTINGANÇA - €12.000,00 (comemorações do aniversário da elevação de Pataias a Vila); »CENTRO SOCIAL DE ÉVORA DE ALCOBAÇA, IPSS - €1.000,00 (no âmbito da realização do evento denominado ‘Segundo Passeio de Tratores’); »BANDA DE ALCOBAÇA - (€43.600,00) (Comparticipação municipal no âmbito de acordo de apoio às artes celebrado com a Direção-Geral das Artes); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DE TURQUEL - apoio logístico (no âmbito da realização da ‘Festa de Santa Susana de Turquel’); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SANTA EUFÉMIA DE COZ - apoio logístico (no âmbito da realização das ‘Festas em Honra de Santa Marta’); »GRUPO DESPORTIVO CONCHA AZUL - apoio logístico (no âmbito da realização do ‘Festival do Marisco GD Concha Azul’; »GRUPO DESPORTIVO E CULTURAL DOS CANDEEIROS - €2.500,00 (no âmbito da realização do ‘Torneio Anual de Pool Português’; »SOCIEDADE FILARMÓNICA MAIORGUENSE – apoio logístico (no âmbito da realização da ‘Festa de Verão’); »SOCIEDADE FILARMÓNICA TURQUELENSE - €1.500,00 (no âmbito da realização do ‘Encontro de Bandas Filarmónicas’; »S.A. MARIONETAS TEATRO & BONECOS - €10.000,00 (no âmbito da realização do evento ‘Marionetas na Cidade’);. »ROTARY CLUBE DA BENEDITA - €10.000,00 (no âmbito da realização do ‘Festival Bango’); »ALCOBAÇA CLUBE DE CICLISMO - €17.500,00 (no âmbito da realização do ‘Circuito de São Bernardo’); »CLUBE DE NATAÇÃO DE ALCOBAÇA - apoio logístico (no âmbito da realização do ‘Festival n’Água); »CLUBE NÁUTICO DE SÃO MARTINHO DO PORTO - €7.500,00 (no âmbito da realização do programa de atividades de verão); »GRUPO DESPORTIVO DA MARTINGANÇA - €7.500,00 (realização de obras nas respetivas instalações e organização da ‘Final Nacional de Voleibol’); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SANTO ANDRÉ DA CELA - €4.900,00 (aquisição de equipamento para as respetivas instalações); »SOCIEDADE FILARMÓNICA TURQUELENSE - €2.620,00 (realização de obras de reparação e reconstrução das respetivas instalações); »ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE BENEDITA - €7.500,00 (no âmbito da realização das comemorações do aniversário desta entidade). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 11.07.2016 »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE ALPEDRIZ - €11.000,00 (intervenção na imagem de Santa Marta e no Pelourinho em que aquela está colocada, no lugar de Montes); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DE NOSSA SENHORA DA AJUDA DA VESTIARIA - apoio logístico (cedência de palco grande com toldo e de tenda no âmbito da realização da festa em honra de Santo António dos Casais da Vestiaria). REUNIÃO ORDINÁRIA 26.07.2016 »FREGUESIA DE ALFEIZERÃO - €7.000,00 (no âmbito da realização do ‘Dia da Vila’); »ASSOCIAÇÃO HÍPICA DE ALCOBAÇA - €10.000,00 (no âmbito da realização do evento denominado ‘Alcobaça Equestre’. REUNIÃO ORDINÁRIA 09.08.2016 »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DA AJUDA DA VESTIARIA - apoio logístico (no âmbito da realização de festa); »ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO MOSTEIRO DE ALCOBAÇA -€2.000,00 (no âmbito da realização do colóquio ‘Cister e os Templários’); »ASSOCIAÇÃO DE BEM ESTAR E TEMPOS LIVRES DA MARTINGANÇA - €6.000,00 (realização de obras de beneficiação das respetivas instalações). REUNIÃO ORDINÁRIA 22.08.2016 »GINÁSIO CLUBE DE ALCOBAÇA - €15.000,00 (aquisição de material desportivo no âmbito da participação no Campeonato Nacional de Seniores Desportivos); »CLUBE DE TÉNIS DE ALCOBAÇA - €5.000,00 no âmbito da organização do ‘Campeonato Nacional Equipas Sub 16’, e do ‘Campeonato Nacional Equipas Sub 14’). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 14.09.2016 »BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME DO OESTE - €1.000,00 (ajuda à atividade de apoio social desta entidade); »FREGUESIA DE SÃO MARTINHO DO PORTO - €15.000,00 (vedação da Vala Real, em São Martinho do Porto); »AAOTA - ASSOCIAÇÃO DE ARTESANATO E OFÍCIOS TRADICIONAIS DE ALCOBAÇA - apoio logístico no âmbito da realização do evento denominado ‘O Meu Mundo – Ricardo Carriço’; »ASSOCIAÇÃO ALCOBACENSE DE CULTURA E DESPORTO - apoio logístico (no âmbito da realização da quinta edição da ‘Taça Latina de Veteranos de Hóquei em Patins’). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 26.09.2016 »FREGUESIA DE TURQUEL - €20.000,00 (a aquisição de terreno adjacente ao cemitério para alargamento do mesmo); »UNIÃO DAS FREGUESIAS DE ALCOBAÇA E VESTIARIA - €35.000,00 (encargos com obras diversas); »GRUPO DESPORTIVO E RECREATIVO DO CASAL PEREIRO - €8.000,00 (reparação das instalações desta entidade); »HÓQUEI CLUBE DE TURQUEL - €15.000,00 (participação do Clube no Comité Europeéne de Roller Skating (CERS). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 11.10.2016 »ASSOCIAÇÃO CULTURAL E RECREATIVA – NORTE DA VILA BENEDITA - €1.500,00 (organização de eventos diversos); »ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE SÃO MARTINHO DO PORTO - €3.000,00 (funcionamento do Posto de Primeiros Socorros na Praia de São Martinho do Porto). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 24.11.2016 »S.A. MARIONETAS – TEATRO & BONECOS - €20.000,00 (realização da vigésima edição de ‘Marionetas na Cidade’); »CÍRCULO DE ARTE, CULTURA E DESPORTO DO VIMEIRO - €1.500,00 (organização do ‘Festival de Folclore Concelhio’); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DA ENCARNAÇÃO DA BENEDITA - €3.500,00 (obras de conservação e restauro da Capela do Bairro da Figueira). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 11.11.2016 »CENTRO RECREATIVO DESPORTIVO FREI DOMINGOS – apoio logístico ( uma tenda realização da quarta edição da ‘Festa de Sopas’); »ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA BENEDITA - €14.268,00 (realização de obras de reparação das respetivas instalações); »ADEB - ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL DA BENEDITA - €7.500,00 (realização da segunda edição do evento ‘Vive o Natal na Benedita’);. »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE PRAZERES DE ALJUBARROTA - €17.830,00 (realização de obras de conservação e restauro do Salão Paroquial dos Moleanos). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 28.11.2016

»CENTRO CÉNICO E DE BEM-ESTAR SOCIAL DA CELA - €3.000,00 (realização da edição de dois mil e dezasseis do ‘Dia do Xadrez’); »CLUBE DE TÉNIS DE ALCOBAÇA - €6.250,00 (realização do evento denominado ‘Torneio Os Caloiros’).

CONTACTOS ÚTEIS CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA Tel: 262 580 800 Fax: 262 580 850 e-mail: cmalcobaca@cm-alcobaca.pt web: www.cm-alcobaca.pt Edifício Paços do Concelho: Praça João de Deus Ramos 2461-501 Alcobaça Serviços Técnicos: Rua da Liberdade 2460-060 Alcobaça Assembleia Municipal Tel: 262 580 820 e-mail: assembleia@cm-alcobaca.pt

SERVIÇOS

MUSEU DO VINHO Rua do Olival Fechado, 2460-059 Alcobaça Visita: terça a domingo Manhã: 10h, 11h, 12h Tarde: 14h, 15h, 16h e 17h Tlm: 968 497 832 e-mail: museus@cm-alcobaca.pt MUSEU RAUL DA BERNARDA Ponte D. ELias, 2460-261 Alcobaça quarta a sexta: 10h às 13h e 14h às 17h sábados, domingos, feriados: 14h às 17h Tlm: 925 651 638 e-mail: museus@cm-alcobaca.pt MUSEU MONOGRÁFICO DO BÁRRIO Largo João Soares, Bárrio Tel: 262 581 959 e-mail: juntafreguesiabarrio@sapo.pt

ALCOBAÇA AMIGA BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO Escola Adães Bermudes Rua Afonso Albuquerque n.º 42 – Alcobaça Tel: 262 580 899 e-mail: alcobaca.amiga@cm-alcobaca.pt

MUSEU DA FAIANÇA DE ALCOBAÇA Rua Frei Fortunato, 2460-261 Alcobaça Manhãs – mediante marcação Tel: 262 582 955

AMBIENTE Linha Verde do Ambiente: 800 206 624 Recolha de Monos: 262 597 706

NÚCLEO DE ARTE SACRA DE ALJUBARROTA Praça do Pelourinho s/n 2460-601 Aljubarrota Marcação: Junta de Freguesia de Aljubarrota Tel: 262 507 113 e-mail: j.f.prazeres@gmail.com

BIBLIOTECA MUNICIPAL terça a sexta: 10h às 18h sábado e segunda: 14h às 18h Tel: 262 580 880 e-mail:biblioteca@cm-alcobaca.pt CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA JOÃO D’OLIVA MONTEIRO bilheteira - terça a sexta: 13:30h às 17h Tel: 262 580 890 / 885 / 892 e-mail: cine.teatro@cm-alcobaca.pt CULTURA \ TURISMO Tel: 262 580 810 e-mail: cultura@cm-alcobaca.pt DEP. ADMINISTRAÇÃO GERAL Tel: 262 580 812 DEP. GESTÃO FINANCEIRA Tel: 262 580 804 DEP. GESTÃO E PLANO URBANÍSTICO Tel: 262 580 842 EDUCAÇÃO Tel: 262 580 831 ESCOLA ADÃES BERMUDES Espaço Internet, Centro de Atendimento a Jovens e Sala de Exposições Tel: 262 580 899 e-mail: escola.a.bermudes@cm-alcobaca.pt GAB. APOIO À PRESIDÊNCIA Tel: 262 580 843 GAB. APOIO A VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Tel: 262 580 899 e-mail:gavvd.alcobaca@gmail.com GAB. RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO Tel: 262 580 844 e-mail: gcrp@cm-alcobaca.pt GAB. MÉDICO VETERINÁRIO Atendimento ao Publico: 2ª feira – Médica Veterinária Municipal 4ª feira – Eng dos Sistemas agrícolas/ambientais Tel: 262 580 879 OBRAS MUNICIPAIS Tel: 262 580 803 OBRAS PARTICULARES Tel: 262 580 832 PROTEÇÃO CIVIL Tel: 262 580 805 e-mail: smpc@cm-alcobaca.pt SERV. MUNICIPALIZADOS Tel: 262 580 900 Nº Verde / Avarias 808 206 419 TAXAS E LICENÇAS Tel: 262 580 808 MUSEUS CENTRAL DA CONFLUÊNCIA DOS RIOS Jardim da Biblioteca Municipal segunda a sábado: 14h30 às 17h30 Tel: 968 497 832 e-mail: museus@cm-alcobaca.pt

PARQUE DOS MONGES E MUSEU DOS DOCES CONVENTUAIS Rua Quinta das Freiras, 10 Chiqueda Tel: 262 581 306 e-mail: geral@parquedosmonges.com JUNTAS DE FREGUESIA Alcobaça e Vestiaria Sede: 262 581 130 Delegação: 262 596 099 Alfeizerão: 262 999 290 Aljubarrota Sede: 262 507 113 Correios e Atendimento: 262 508 111 Alpedriz, Coz e Montes: 262 544 155 Bárrio: 262 581 959 Benedita: 262 929 493 Cela: 262 503 126 Évora de Alcobaça: 262 509 161 Maiorga: 262 583 244 Martingança e Pataias Sede: 244 589 156 Pólo: 244 589 585 São Martinho do Porto: 262 989 188 Turquel: 262 919 733 Vimeiro: 262 910 598 SERVIÇOS DE SAÚDE Hospital de Alcobaça: 262 590 400 Centro de Saúde Alcobaça: 262 590 510 Centro de Saúde Alfeizerão: 262 999 687 Centro de Saúde Aljubarrota: 262 508 112 Centro de Saúde Alpedriz: 262 544 291 Centro de Saúde Benedita: 262 925 490 Centro de Saúde Cela: 262 503 068 Centro de Saúde Cós: 262 544 161 Centro de Saúde Évora de Alcobaça: 262 509 458 Centro de Saúde Martingança: 244 585 090 Centro de Saúde Pataias: 244 585 090 Centro de Saúde Pinhal Fanheiro: 262 503 522 Centro de Saúde São Martinho Porto: 262 989 289 Centro de Saúde Turquel: 262 919 250 Centro de Saúde Vimeiro: 262 910 237 DIVERSOS Posto Turismo Alcobaça: 262 582 377 e-mail: turismo_alcobaça@turismodooeste.pt Posto Turismo São Martinho Porto: 262 989 110 e-mail: turismo_smporto@turismodooeste.pt CTT CTT CTT CTT

Alcobaça: 262 590 351 Benedita: 262 925 281 Pataias: 244 587 180 S. Martinho do Porto: 262 985 001

GNR de Alcobaça: 262 580 100 GNR da Benedita: 262 925 120 GNR de Pataias: 244 589 393 GNR de S. Martinho do Porto: 262 995 038 PSP de Alcobaça: 262 505 650 Bombeiros Voluntários Alcobaça: 262 505 300 Bombeiros Voluntários Benedita: 262 925 500 Bombeiros Voluntários Pataias: 244 587 240 Bombeiros Volun. S. Martinho Porto: 262 985 100 Protecção Civil de Alcobaça: 262 580 805 Número Nacional de Socorro: 112 Proteção à Floresta: 117 Saúde 24: 808 24 24 24

confluência « 31


Confluência 12 - março 2017  

Boletim Municipal de Alcobaça - março 2017

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you