Page 1

nยบ 11 agosto 2016

INFOMAIL

LITORAL DE ALCOBAร‡A: PRAIA PARA TODOS


4 DESTAQUE LITORAL DE ALCOBAÇA: PRAIAS PARA TODOS VINHOS DE ALCOBAÇA: TRADIÇÃO E PRESTÍGIO

12 ACONTECEU 13 OPINIÃO 14 OBRAS DE

PROXIMIDADE

15 AGÊNCIA DE

DESENVOLVIMENTO

18 POLÍTICAS

SOCIAIS INOVADORAS

20 PROJECTOS

& INICIATIVAS

27 DELIBERAÇÕES

CONFLUÊNCIA BOLETIM INFORMATIVO DA CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA Nº 11 AGOSTO 2016 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA PROPRIEDADE CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA PAÇOS DO CONCELHO, PRAÇA JOÃO DE DEUS RAMOS, 2461 – 501 ALCOBAÇA COORDENAÇÃO, EDIÇÃO, DESIGN E PAGINAÇÃO GABINETE DE RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO IMPRESSÃO E ACABAMENTO EMPRESA DIÁRIO DO PORTO, LDA RUA DE S. BENTO DA VITÓRIA, 10 4050 - 542 PORTO DEPÓSITO LEGAL 386990/15 TIRAGEM 33000 EX GABINETE DE RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO PAÇOS DO CONCELHO, PRAÇA JOÃO DE DEUS RAMOS, 2461 – 501 ALCOBAÇA TLF: 262 580 844 E-MAIL: GCRP@CM-ALCOBACA.PT WWW.CM-ALCOBACA.PT WWW.FACEBOOK.COM/MUNICIPIOALCOBACA


EDITORIAL É com enorme prazer que recebemos, essencialmente neste mês de agosto, os nossos emigrantes que regressam às suas raízes para rever amigos e familiares. Para eles um cumprimento muito especial que de resto estendo a todos os nossos visitantes que escolhem o nosso concelho como destino de férias. Verão é sinónimo de descanso para alguns, de festa e romaria para outros. Para todos, o concelho de Alcobaça apresenta uma oferta variada e de grande qualidade como se pode constatar nas páginas desta edição de agosto do Boletim Municipal. Propomos um périplo pelas praias do concelho, sublinhando as suas principais características e propondo atividades desportivas e de lazer que nelas se podem praticar. O destaque vai para a beleza natural de Paredes da Vitória e São Martinho do Porto, a melhor praia do País para a família. O crescimento e reconhecimento internacional de São Martinho do Porto têm o contributo decisivo por parte da Câmara na melhoria de infraestruturas e acessibilidades. É uma pérola que devemos preservar dado o seu imenso potencial turístico. De seguida falamos do setor vitivinícola de Alcobaça, uma atividade de enormíssima tradição na nossa região que tem sabido modernizar-se e destacar-se internacionalmente. Graças à dedicação e ao rigor de alguns produtores locais, o vinho de Alcobaça está a reconquistar cada vez mais mercado recuperando o prestígio de outrora. Como não podia deixar de ser, destaco como principais eventos de agosto, a Aljubarrota Medieval – uma referência incontornável que tem atraído milhares de visitantes todos os anos – e a Feira de São Bernardo – a grande festa do concelho que este ano apresenta no cartaz nomes como António Zambujo, José Cid, Herman José e Agir. A Feira de São Bernardo é sobretudo uma celebração das nossas gentes, das nossas terras, dos nossos feitos e das nossas capacidades. Ela simboliza o que de melhor fazemos e produzimos e como tal destaco duas novidades da Feira de São Bernardo: a Mostra de Cerâmica de Alcobaça – uma exposição das principais empresas deste setor historicamente ligado à região que apesar das dificuldades tem sabido resistir e modernizar-se – e do restaurante dedicado ao porco Malhado de Alcobaça – uma raça que esteve em vias de extinção, mas que foi mantida por um pequeno grupo de produtores para hoje se tornar numa das marcas mais importantes marcas identitárias do nosso concelho. Não é possível receber os nossos visitantes sem ter a casa arrumada. Esse trabalho é desenvolvido durante todo o ano, pela Câmara Municipal, na procura de construir e divulgar um concelho onde sabe bem passar as férias e, sobretudo, onde é bom viver. Seja bem-vindo, descanse e divirta-se em Alcobaça!

Paulo Jorge Marques Inácio (Presidente) Ordenamento e Gestão Urbanística Gabinete de Planeamento Estratégico e Desenvolvimento Departamento Jurídico e Administrativo Departamento de Gestão Financeira Gabinete de Desenvolvimento e Avaliação de Recursos Humanos Gabinete de Proteção Civil Gabinete de Relações Públicas e Protocolo Fiscalização Municipal Água e Saneamento Turismo Atendimento ao público: marcação prévia Tlf: 262 580 843/61

Hermínio Rodrigues (Vice-Presidente/Vereador) Obras Municipais e Ambiente Projetos Municipais Taxas e Licenças Gestão de Zonas Industriais Cadastro Imobiliário Informática Atendimento ao público: marcação prévia Tlf: 262 580 826

Inês Silva (Vereadora) Educação Ação Social e Juventude Cultura Associativismo Desporto Atendimento ao público: marcação prévia Tlf: 262 580 810

José Canha (Vereador) Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia

Eugénia Rodrigues (Vereadora) Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia

Carlos Bonifácio (Vereador) Sem pelouros atribuídos Atendimento ao público: marcação prévia

Rogério Raimundo (Vereador) Sem pelouros atribuídos

O Presidente da Câmara, Paulo Jorge Marques Inácio

Atendimento ao público: marcação prévia


Litoral de Alcobaça: Praia para todos Água de Madeiros | Pedra do Ouro | Polvoeira | Vale Furado | Légua | Falca Gralha | Paredes da Vitória | São Martinho do Porto

O concelho de Alcobaça situa-se entre a Serra dos Candeeiros e o Oceano Atlântico, com uma longa costa com nove praias, na maioria premiadas e para todos os gostos. São Martinho do Porto e Paredes da Vitória são praias galardoadas com a Bandeira Azul e com certificação Praia Acessível – Praia Para Todos. Mas, para além destes destinos já tradicionais, o Município tem também investido em toda a orla costeira para que esta possa ser usufruída com qualidade pelos veraneantes locais, visitantes e turistas. As praias de Água de Madeiros, Légua, Pedra do Ouro e Polvoeira receberam o galardão “Praia com Qualidade de Ouro 2016”, atribuído pela Quercus. Água de Madeiros e Pedra do Ouro foram ainda integradas num restrito lote de 71 praias sem poluição, identificadas pela Associação Zero. Goze o seu merecido descanso de verão na nossa costa, reconhecida pela sua beleza natural.

Água de Madeiros

Pedra do Ouro

A praia de Água de Madeiros foi identificada pela Associação Zero como uma das 71 praias nacionais sem poluição. De areal extenso e limitado por arribas altas, a praia é muito frequentada por praticantes de surf, de bodyboard e de pesca desportiva.

A praia da Pedra do Ouro beneficiou este ano de um importante investimento na criação de uma rede de saneamento e pavimentação das vias. Um acréscimo na qualidade de vida e de usufruto de uma “Praia com Qualidade de Ouro 2016” e incluída no restrito lote de praias sem poluição identificado pela Associação Zero.

4 » confluência


Litoral de Alcobaça: Praia para todos » Destaque

Polvoeira

Vale Furado

A praia da Polvoeira é uma praia ideal para a prática da pesca tendo sido recentemente distinguida com o galardão “Praia com Qualidade de Ouro 2016” atribuído pela Quercus.

A praia de Vale Furado é o destino de eleição de cada vez mais veraneantes. Situada entre magníficas falésias, é o local ideal para relaxar e apreciar tranquilamente os encantos da sua paisagem. Foi também distinguida este ano pela Quercus com o estatuto de “Praia com Qualidade de Ouro 2016”.

Légua

Falca

Premiada com a distinção “Praia com Qualidade de Ouro 2016”, a praia da Légua é também um destino muito apreciado pelos veraneantes, cujas infraestruturas de apoio e acessibilidades têm evoluído acentuadamente nos últimos anos.

A beleza natural e paisagística é um dos maiores trunfos da praia da Falca que convida à descoberta e à aventura.

Gralha LEGENDA

ÉPOCA BALNEAR 2016

18 JUNHO A 11 SETEMBRO: PAREDES DA VITÓRIA SÃO MARTINHO DO PORTO

informação geral

desportos

vigilância

surf

bar

bodybord

wc

pesca

choveiro

stand up paddle

parque infantil

natação

2 JULHO A 4 SETEMBRO: parapente

ÁGUA DE MADEIROS PEDRA DO OURO

Com o seu extenso areal – cerca de 1 quilómetro – e as suas escarpas de grande altura, a praia da Gralha é o local ideal para prática de desportos como a asa delta, o parapente ou a pesca.

bandeira azul

remo

POLVOEIRA vela

LÉGUA praia acessível praia para todos

motonáutica

confluência « 5


Destaque » Litoral de Alcobaça: Praia para todos

Paredes da Vitória A reputação da praia de Paredes da Vitória tem vindo em crescendo nos últimos anos devido à melhoria das suas infraestruturas e das condições propícias para a aprendizagem do surf. A existência do parque infantil e do parque de merendas permite um leque variado de experiências que tem vindo a atrair cada vez mais veraneantes. A praia foi, este ano, novamente galardoada com a Bandeira Azul e a certificação Praia Acessível – Praia Para Todos.

Município promove atividades de educação ambiental Bandeira Azul 2016 Está em curso o programa de atividades de educação ambiental da Bandeira Azul 2016 nas duas praias galardoadas: São Martinho do Porto e Paredes da Vitória. Neste contexto, a autarquia promoveu, no início de junho, no Posto de Turismo de São Martinho do Porto, uma exposição temática sob o tema “Dos Resíduos À Arte-Maritimus”, expondo peças da autoria de Marcos Viana que reutiliza materiais em fim de vida. Realizaram-se também passeios interpretativos em ambas as praias e desenvolveu-se a campanha de sensibilização ambiental “Esquecidos e Achados Serão Seus?” uma iniciativa 6 » confluência

da SUMA que procura alertar os veraneantes para os pequenos lixos “esquecidos” nas praias. Outra das atividades em destaque foi a ação de formação, “Cetáceos e Tartarugas: Caixas Negras do Mar”. A iniciativa reuniu, em quatro sessões decorridas entre maio e julho no Parque de Negócios de Alcobaça, 15 docentes de Aveiro a Cascais para debater e compreender a importância do envolvimento da população na recolha de informação sobre a presença de cadáveres de cetáceos (ex: golfinhos, baleias) e de tartarugas nos areais das praias.


Litoral de Alcobaça: Praia para todos » Destaque

São Martinho do Porto A praia de São Martinho do Porto foi recentemente distinguida como a melhor praia do país para a família pelo conceituado website de viagens eDreams. A distinção é o resultado de todo o investimento na melhoria das condições de segurança e de acessibilidade efetuado pela Câmara nos últimos anos. São Martinho ostenta a Bandeira Azul e a certificação Praia Acessível – Praia Para Todos e apresenta características únicas que potenciam o lazer e a prática de vários desportos náuticos como a vela, o windsurf e o stand up paddle.

Biblioteca de Praia Passe o verão em São Martinho do Porto, a melhor praia do país para a família, e desfrute do prazer da leitura com a Biblioteca de Praia. De 1 de agosto a 4 de setembro, irá funcionar das 10h00 às 18h00, junto ao posto de primeiros socorros e instalações sanitárias oferecendo um conjunto de serviços variados: Internet, Jornais e registas online, Tablets, Empréstimo de Jornais e revistas, Desenhos para pintar e jogos didáticos. A Biblioteca de Praia é uma iniciativa da Câmara Municipal através da Biblioteca Municipal.

Aeróbica na Praia A praia de São Martinho do Porto promove, durante o verão, aulas de aeróbica no areal da baía. As aulas decorrem até 31 de agosto de terça-feira a domingo das 12h30 às 13h30.

confluência « 7


Destaque » Vinhos de Alcobaça: tradição e prestígio

Alcobaça esteve em destaque no evento “Vinhos – Região de Lisboa” de 30 de junho a 10 de julho. Este evento organizado pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Região de Vitivinícola de Lisboa, mostrou o melhor da produção vitivinícola e gastronómica dos 22 municípios que compõem esta Região, entre os quais o nosso concelho. Um evento que procurou estimular junto dos turistas a descoberta de toda a região envolvente da capital. A participação do Município neste evento enquadra-se numa estratégia de captação, trazendo os turistas de Lisboa a visitar Alcobaça.

Alcobaça na rota do turismo da capital Vinhos - Região de Lisboa “Este é um trabalho desenvolvido em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa com vista a proporcionar aos turistas um itinerário mais abrangente. Pretendemos absorver uma parte do turismo que tem crescido na capital. Alcobaça tem uma oferta complementar de qualidade para oferecer bem perto da capital, nomeadamente os seus produtos de excelência, o património, paisagem natural, os pomares, as vinhas e as praias”, sublinha o Paulo Inácio. A mostra esteve instalada no Mercado da Ribeira e na Rua Augusta, em Lisboa. Milhares de turistas tiveram oportunidade de provar os vinhos premiados da Adega Cooperativa de Alcobaça e da Quinta dos Capuchos. O Museu do Vinho de Alcobaça foi uma presença permanente no stand reservado ao Município o qual teve uma ocupação repartida por onze produtores alcobacenses ao longo do evento: Queijaria Flôr do Vale, Pastelaria Alcôa, Atelier do Doce, Casa dos Doces Conventuais/Casinha dos Montes, Associação de Produtores de Maçã de Alcobaça (maçãs, puré, sumos), produtores do Malhado de Alcobaça, Enchidos – Sabores Seculares, Abadia de Alcobaça, Frutos de Cister e Cisterdoce. Estão previstas outras iniciativas que irão contar com a presença de Alcobaça, nomeadamente a “LX Rural”, um mercado de produtores que decorrerá nos dias 23 e 30 de outubro e 4 e 11 junho de 2017 no LX Factory, em Lisboa.

Alcobaça beneficia com o aumento de turistas em Lisboa Segundo o Turismo de Lisboa, a capital portuguesa está no top de preferências turísticas na Europa enquanto melhor destino para visitar, em família ou de lua-de-mel. Lisboa foi também distinguida como um dos melhores locais

8 » confluência

para férias no Inverno, de acordo com o ranking Best Vacations do site U.S. News. “Alcobaça está certamente na rota destes turistas e o futuro hotel do Mosteiro será uma mais valia como destino de charme”, afirma o Presidente de Câmara.


Vinhos de Alcobaça: tradição e prestígio » Destaque

Vinho de Alcobaça: tradição e prestígio História do vinho de Alcobaça “Numa casa portuguesa fica bem Pão e Vinho sobre a mesa” e em Alcobaça não é exceção. A tradição do vinho e da vinha está muito enraizada na cultura e economia populares. O setor vitivinícola alcobacense está historicamente ligado ao trabalho desenvolvido pelos monges da Ordem de Cister. “O estabelecimento de uma abadia implicava a plantação de uma vinha para produzir o vinho da cerimónia eucarística e para fortalecer a dieta alimentar monástica”, explica o professor e historiador António Maduro. As melhores vinhas dos coutos de Alcobaça localizavam-se em Aljubarrota onde as castas brancas predominaram até ao surgimento de uma praga de fungos (1852) que obrigou ao arranque das vinhas brancas e à plantação de uvas tintas. Duas décadas depois, uma praga de filoxera resulta num aumento de importação de castas francesas. No início do século XX, destacavam-se quatro viticultores alcobacenses com marcas registadas: JEM (José Eduardo Magalhães); JPSR (José Pereira da Silva Rino); NM (Narciso Monteiro); AJ (Alfredo Jacobetty). Outros lavradores como Joaquim Ferreira de Araújo Guimarães, modernizaram as suas adegas com nova maquinaria e marcaram uma era. Nos anos 60, surge a Adega de Alcobaça que chega a produzir 13 milhões de litros por ano. Nas décadas subsequentes, o setor começa a perder fulgor, começando a sobressair outras áreas agrícolas nomeadamente a fruticultura. Atualmente tem-se assistido a uma renovação da vitivinicultura em Alcobaça, com a obtenção vários prémios nacionais e internacionais. José Emílio Raposo Guimarães; Quinta do Olival Fechado (atual Museu do Vinho); 1ª década do séc. XX

Perfil dos Vinhos de Alcobaça De acordo com Rodrigo Martins, enólogo que colabora com a Quinta dos Capuchos e com a Adega de Alcobaça, as principais castas do atual panorama vitivinícola são:

Tintas Portuguesas »Castelão »Tinta Roriz »Touriga Nacional

Tintas Francesas »Syrah »Cabernet Sauvignon »Merlot

Brancas Portuguesas »Arinto »Fernão Pires »Seara Nova »Vital

Brancas Francesas »Sauvignon Blanc »Chardonnay »Viognier

Os solos agrícolas do concelho apresentam características propícias ao cultivo do vinho devido à sua composição argilo-calcária. A oscilação térmica e a humidade derivada da proximidade do oceano são também fatores decisivos para a formação de uvas ricas em ácidos o que favorece o sabor frutado, jovem e com grande capacidade de envelhecimento do vinho. confluência « 9


Destaque » Vinhos de Alcobaça: tradição e prestígio

Retrato dos produtores certificados A produção de vinho ainda hoje é prática comum na maioria das freguesias do nosso concelho que mantêm esta tradição ancestral. A produção vitivinícola tem vindo a recuperar o seu estatuto. A Adega de Alcobaça e a Quinta dos Capuchos, produtores com vinhos certificados, muito têm contribuído para a renovação e modernização deste setor.

Fundada a 23 de julho de 1956, a Adega de Alcobaça celebra em 2016 os seus 60 anos de atividade. Foi constituída por 12 sócios fundadores tendo por sede as instalações da Junta Nacional do Vinho onde atualmente se encontra o Museu do Vinho de Alcobaça. Durante os anos 60, a Adega chegou a produzir 13 milhões de litros por ano enquanto que, atualmente, os 120 sócios ativos da instituição produzem cerca meio milhão de litros por ano. No seu portfolio constam 6 vinhos certificados (3 tintos, 2 brancos e 1 rosé) e 2 não certificados (1 branco e 1 tinto). Nos últimos anos, a sua produção tem vindo a ser reconhecida nacional e internacionalmente. Os vinhos da Adega de Alcobaça encontram-se à venda no Museu do Vinho de Alcobaça, na Granja de Cister, nos principais hipermercados da cidade, no comércio e na restauração locais. A exportação representa cerca de 10% da sua produção tendo como principais destinos China e Cabo Verde.

Vinhos premiados Adega de Alcobaça

MONTES Branco 2014

MONTES Tinto Colheita Selecionada 2013

10 » confluência

Os 12 hectares de vinhas da Quinta dos Capuchos situam-se no troço Sul do Vale do Alcoa, na zona da Beira Serra dos Candeeiros, onde o clima e a influência atlântica oferecem excelentes condições de maturação. Estas crescem nas terras cujo nome terá origem na fundação de um Convento de Franciscanos em meados do séc. XVI. A Quinta dos Capuchos trabalha essencialmente as castas tintas Touriga Nacional, Castelão, Syrah, Tinta Roriz e Cabernet Sauvignon e castas brancas Arinto, Verdelho, Sauvignon Blanc e Chardonnay. Comercializa atualmente 9 referências. O investimento em novas instalações, inauguradas em 2015, em conjunto com a aplicação das mais modernas técnicas enológicas e a criação de valor através do marketing resultaram numa combinação de grande sucesso com a obtenção de 14 prémios, incluindo 4 medalhas de ouro e cinco de prata, desde 2012. Conta já com algumas experiências em mercados externos como o Brasil, Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha e Áustria, embora o seu foco essencial seja a implantação regional dos seus vinhos, como estratégia de valorização da própria região. Marca anualmente presença em alguns dos mais prestigiados eventos nacionais e internacionais de promoção de vinhos como recentemente o fez no evento “Vinhos – Região de Lisboa”.

Vinhos premiados Quinta dos Capuchos

MONTECAPUCHO Branco 2013

MONTECAPUCHO Branco 2014

MEMÓRIA Branco Reserva 2014

MONTECAPUCHO Tinto 2010

MEMÓRIA Tinto Reserva 2009

MEMÓRIA Tinto Reserva 2010

MEMÓRIA Tinto Reserva 2011

MEMÓRIA Tinto Reserva 2012

MEMÓRIA Tinto Grande Escolha 2009

MEMÓRIA Tinto Grande Escolha 2011


Vinhos de Alcobaça: tradição e prestígio » Destaque

O setor vitivinícola nacional A região vitivinícola de Alcobaça está enquadrada na denominação de origem controlada (DOC) Encostas D’Aire (Alcobaça e Medieval de Óbidos), uma das 9 DOC que integram a região de vinhos de Lisboa. Esta região atingiu recentemente um volume de exportação na ordem dos 32 milhões de garrafas certificadas.

fonte: www.viniportugal.pt

De acordo com dados de 2014, publicados pelo Instituto da Vinha e do Vinho, Portugal é o país do mundo que dedica maior área do seu território ao cultivo da vinha. Com uma média nacional de 2,59%, encontra-se ligeiramente à frente de Itália (2,55%). Espanha e França têm uma média de 2.01% e 1,45%, respetivamente.

confluência « 11


Aconteceu

>

Uma Empregada dos Diabos

>

Noite Ibérica de Folclore

Noite Ibérica de Folclore em São Martinho do Porto foi um evento único que contou com atuações do Grupo Regional de Folclore da Benedita (Portugal) e do Salleko Euskal Dantza Eta Txistu Taldea (País Basco, Espanha).

O Centro Cultural Gonçalves Sapinho, na Benedita, acolheu a comédia “Uma Empregada dos Diabos” que conta a história divertida de uma típica família portuguesa.

>

As Levianas em Cabaré Vaudeville

Desporto Sénior

>

“As Levianas em Cabaré Vaudeville” trouxeram ao Cine-Teatro de Alcobaça Joâo D’Oliva Monteiro uma peça com o apurado sentido de humor brasileiro e a música de Edith Piaf, La Lupe, Nina Simone e Billie Holiday.

Cerca de 700 pessoas participaram na festa de encerramento da época de inverno do Desporto Sénior, uma iniciativa decorrida no Parque dos Monges. A equipa de produção do programa MasterChef Junior esteve em março no Mosteiro de Alcobaça a gravar um episódio que contou com a participação das Padeiras de Aljubarrota e do Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio.

>

MasterChef Júnior

>

Festival de Folclore de Alcobaça

O anfiteatro da Praça João de Deus Ramos foi o palco da 30ª edição do Festival de Folclore de Alcobaça, um dos mais antigos eventos promovido e organizado pelo Rancho Folclórico dos Moleanos em parceria com a Câmara Municipal.

>

Exposição Caricatura de Cristiano Ronaldo

O Museu do Vinho de Alcobaça celebrou o início da campanha vitoriosa de Portugal no Euro 2016 com uma exposição de 30 caricaturas de Cristiano Ronaldo.

12 » confluência


Opinião

Ação social - um trabalho em rede Promover a ação social requer, mais do que nunca, um efetivo trabalho de rede entre múltiplos parceiros, que privilegie o efeito da proximidade, a personalização da ajuda, a flexibilização das ações de caráter social e a participação de todos, em prol de uma comunidade mais acompanhada e mais corresponsável. Assim sendo, o Município de Alcobaça tem apostado na descentralização do desenho de medidas sociais, partilhando a sua construção com as instituições locais, através de várias ações: tem contribuído financeiramente para a requalificação de vários equipamentos sociais, nomeadamente lares e centros de dia; criou o Observatório Social com o intuito de disponibilizar dados para, a partir deles, se traçarem caminhos com vista às soluções, convocando a parti-

cipação na criação e aplicação das medidas; colabora nas Comissões Sociais de Freguesia (no total de 13), com os parceiros de ação social existentes nas 13 Comissões, com vista à personalização da ajuda social, em vez da sua massificação; promove um Plano de Atividades destinadas ao público sénior com as IPSS e Universidades Seniores do concelho (Alcobaça, Alfeizerão, Benedita, Pataias e Martingança), colaborando na construção e execução das iniciativas. Estes cinco exemplos mostram como, de facto, se tem trabalhado em rede, o que requer junção de esforços, reuniões múltiplas, planeamento conjunto, avaliação de dados e procura de soluções. Se o resultado deste esforço conjunto é uma maior inclusão social, então só posso afirmar que estamos no bom caminho! Inês Silva, Vereadora

Europa - Tempo de reflexão e de desafios Para os Socialistas democráticos , que ajudamos a construir a Europa e vemos Nela um espaço de Paz, prosperidade e dos direitos e liberdades, os últimos tempos não foram, e não perspetivam nem confiança nem segurança. A crise dos refugiados, seria suficiente para nos preocuparmos. Temperada amargamente com a CRISE que desagrega e oprime os mais frágeis e de que maneira os Estados. Mas chegou entretanto o terrorismo às nossas portas e não distante como às vezes julgamos. E depois, os devaneios do Brexit, parece mesmo coisa de Ingleses; um pé dentro e outro fora. Golpes de Estado com ameaças de implantação da pena de morte. Conflitos militares nas nossas fronteiras , quase a lembrar tempos negros da guerra fria. Será que não é tempo de recentrar energias ,usar o nosso saber e criatividade noutros objetivos ?

Piso as Terras de Cister e vem-me à memoria o pensamento Europeu de Bernardo de Claraval. Não sendo um profundo conhecedor ou estudioso da sua obra, conhecendo as suas preocupações nucleares e os seus projetos, atrevo-me a dizer, que enquanto Europeus que somos e queremos continuar a ser, não estamos a honrar a herança dos nossos antepassados e certamente Ele não se sentiria realizado. É tempo de outros caminhos de outras preocupações, dos valores sociais e de solidariedade, seja o espaço a Europa, Portugal ou Alcobaça. Olhemos a realidade e não o virtual que alguns desenham. São as pessoas, nós, as suas carências e a resolução dos seus problemas que tem de ser o centro das preocupações dos políticos sejam eles os Comissários Europeus ou um Presidente de Câmara. Centremo-nos nesses desafios. Já é tempo!

José Canha e Eugénia Rodrigues, Vereadores

Desporto e Turismo de mãos dadas! O mês de Julho foi histórico para o desporto nacional, obtivemos várias medalhas no atletismo e fomos campeões europeus de futebol. As últimas semanas têm sido marcadas por sucessos e feitos extraordinários noutras modalidades. Estes sucessos desportivos vão despertar a atenção do mundo para nossa posição geográfica e aliada à instabilidade noutras regiões do globo corresponderá a um aumento do número de turistas em Portugal. O ano de 2016 poderá ser novamente um ano de recordes em termos de entradas de turistas no país. Sendo Alcobaça uma cidade visitada por milhares de turistas é natural que possamos beneficiar deste crescimento. É por isso, prioritário a reabilitação do Mercado Municipal de Alcobaça, como porta de entrada dos turistas, com um posto de turismo que ajude a divulgar o concelho, a nossa história, o património cultural e a criação de um espaço onde possa ser feita a promoção e venda dos nossos produtos regionais.

É fundamental cuidar com urgência das áreas já objecto de requalificação, nomeadamente em S. Martinho do Porto, Alcobaça e qualificar espaços degradados nas principais áreas urbanas e com carga histórica no concelho. É importante ter uma política ativa de promoção e valorização da rede museológica do concelho, criando um museu com escala e que reflita a história de Alcobaça. É prioritária a requalificação do Parque de Campismo. Anualmente Alcobaça é visitada por milhares de auto-caravanistas que por aqui pernoitam em ruas, praças, sem o mínimo de condições. Tudo isto tem que ter coerência e sustentabilidade, as oportunidades estão aí, haja vontade política, engenho e sobretudo determinação! Alcobaça merece e a economia do concelho agradece.

Carlos Bonifácio, Vereador

Confiar no Amanhã apesar da Gestão Ruinosa A CDU confia na força e no saber dos alcobacenses, no mar de potencialidades que Alcobaça tem, para ultrapassar erros do PSD, ao longo de 18 anos, que vão afectar-nos nos próximos anos, impedindo mais obras e mais acções. Uma das deliberações disparatadas em que a CDU ficou isolada, alertando, votando contra, mas plena de razão, foi a de construção de 2 Mega Centros Escolares e o Pavilhão de Évora (que ainda não abriu e que já precisa de obras) em parceria pública privada. Alertámos para os custos, para o não poder haver financiamento europeu. No dia 18.07.2016 a Câmara aprovou acabar com a empresa Cister, S.A.. CDU votou contra, apesar dos 17,75M€ de redução de custos, ainda tem um custo impressionante (45,7M€) nos próximos 17 anos, que vai prejudicar as novas gerações. A falta de financiamento europeu é gestão danosa porque levou a danos irrecuperáveis! Depois a expectativa de que o Tribunal de Contas vai deliberar em 3 meses é irrealista: acaba por não ser uma solução.

Outra das deliberações ruinosas foi avançar para as obras da envolvente ao mosteiro, inauguradas em 2015, ainda inacabadas, sem resolver o problema da R. D. Pedro V, nomeadamente com a empresa Raimundo&Maia. Em breve saberemos quanto custará, esta gestão danosa, ao erário público. A 3.ª é a da compra de água em alta. Está-se a aguardar decisões que poderão atenuar o rombo enorme de muitos milhões de euros por se comprar água QUE NÃO SE CONSUMIU! A 4.ª foi a adesão à Águas do Oeste, entregando as nossas ex-ETAR’s, passando a pagar o tratamento dos efluentes domésticos, pelo triplo que nos custava e durante 15 anos estivemos a pagar o tratamento da água da chuva!!! Temos muitos mais exemplos de péssima gestão. A CDU continuará com a mesma prática, procurando as melhores soluções.

Rogério Raimundo, Vereador confluência « 13


Obras de Proximidade

Investimento em obras de proximidade

A obtenção do estatuto de melhor praía do País para a família de São Martinho do Porto muito se deve ao investimento feito na melhoria das acessibilidades e pavimentação das vias dentro da vila, como na Rua Conde de Avelar.

Deram início recentemente os trabalhos de desassoreamento na barra de S. Martinho do Porto para repor as condições de acesso dos barcos ao cais.

A autarquia concluiu recentemente a limpeza do terreno contíguo à Igreja Matriz de Évora de Alcobaça, dando início ao processo da requalificação daquele espaço.

A pavimentação da Estrada da Portela, no Vimeiro, enquadra-se no programa alcatroamentos que o município tem vindo a implementar com vista à melhoria da qualidade e segurança da circulação rodoviária no concelho.

Arrancam brevemente os trabalhos de pavimentação no Loteamento Fortunato Casal Andrade, em São Martinho do Porto. A obra abrange a Rua D. Afonso III; Travessa D. Dinis I; Travessa D. Pedro I e Travessa D. Afonso IV.

Estão concluídos os trabalhos de construção da rede de saneamento doméstico, abastecimento de água e repavimentação das vias na praia Pedra do Ouro, uma obra que consolida a qualidade de vida da população residente e visitante.

14 » confluência


Agência de Desenvolvimento

Discussão pública da ALEB decorre entre agosto e setembro O Plano de Pormenor da Área de Localização Empresarial da Benedita (ALEB) estará em Discussão Pública durante o mês de Agosto e parte de Setembro. O Plano foi dividido em duas partes, por razões que se prendem com a exclusão da Reserva Ecológica Nacional e sugestão da CCDRLVT para a sua viabilização. A primeira fase, agora em discussão pública, é constituído por 76 parcelas com uma área máxima de construção (acima do solo) de 111 399,55 m2.

A segunda fase só se iniciará quando estiver executado 75% da taxa de ocupação da área prevista. A ALEB, que assumirá a designação de Zona Económica Responsável da Benedita (ZERB), foi candidatada a fundos comunitários no valor de 6,5 milhões de euros, no âmbito do Programa Centro 2020. Esta candidatura, caso seja bem-sucedida, compromete-se a modernizar e a reestruturar geograficamente o tecido empresarial da freguesia, de forma organizada e sustentável do ponto de vista ambiental.

Agenda 2020 arranca no concelho No âmbito do conjunto de obras cujo financiamento já foi atribuído pelo programa de fundos comunitários Centro 2020, o Município informa que o Parque Verde e o Centro Escolar de Turquel encontram-se neste momento em fase de relatório preliminar. Após a publicação em Diário da República dos respetivos concursos públicos, a autarquia já se encontra a analisar as propos-

tas submetidas para execução destes dois projetos com vista a serem ordenadas segundo os critérios concursais. Quanto aos Centros Escolares de Alfeizerão e da Cela, o lançamento do concurso de empreitada está previsto para setembro. Entretanto, o processo de adjudicação da futura Unidade de Saúde Familiar da Benedita já foi concluído estando a aguardar o visto do Tribunal de Contas.

confluência « 15


Agência de Desenvolvimento

A raça suína Malhado de Alcobaça está a ser preservada graças ao trabalho levado a cabo por um conjunto de produtores, da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores (FPAS), da Associação dos Agricultores da Região de Alcobaça e da Câmara Municipal de Alcobaça, que têm desenvolvido esforços com vista à divulgação, certificação e registo da marca.

Malhado de Alcobaça: uma marca do concelho AÇÕES DE PROMOÇÃO O Município tem apoiado a promoção do Malhado de Alcobaça em várias iniciativas: »Aquisição, em 2014, de porcos da raça Malhado de Alcobaça para reprodução na EPADRC; »Feira de São Bernardo: o Malhado de Alcobaça é uma presença assídua na habitual mostra animal da Feira de São Bernardo. Em 2015, abriu-se pela primeira vez um balcão de bifanas e este ano haverá u, restaurante exclusivo de carne do Malhado; »Visita a Vinhais: em outubro de 2015, o Município organizou uma visita a Vinhais onde os produtores do Malhado de Alcobaça puderam conhecer o trabalho de duas décadas de afirmação do porco Bísaro e da indústria de enchidos e fumeiro de Vinhais como marcas de qualidade; »Publicação do conto “O Porquinho Malhado”: da autoria da vereadora, Inês Silva, o conto infantil “O Porquinho Malhado” foi editado recentemente pela Câmara Municipal e entregue gratuitamente a cerca 2500 alunos do 1º ciclo do ensino básico. O conto será ainda apresentado e vendido na Feira de São Bernardo.

CARACTERÍSTICAS Este animal apresenta como principais características raciais uma boa corpulência, esqueleto forte, de temperamento calmo e rústico. A pele é revestida por cerdas fortes, compridas e grossas, de cores branca e preta, formando malhas. A cabeça grossa, de perfil côncavo, com tromba espessa e orelhas compridas, largas e pendentes. O tronco é comprido, largo e musculado, com espáduas bem desenvolvidas e linha dorso-lombar convexa. As coxas são musculadas e desenvolvidas. Os membros são altos de boa musculatura, com pés fortes e robustos.

Em relação à qualidade do produto há a reter a grande qualidade da carne em grelhados, enchidos, presunto, morcela de arroz e leitão assado.

A História do Malhado de Alcobaça O Malhado de Alcobaça apresenta-se como a 3ª raça suína autóctone portuguesa, a par das raças Alentejana e Bísara. Esta raça terá tido origem, em 1865, pela mão do veterinário Joaquim Inácio Ribeiro que operou sucessivos cruzamentos entre porcos bísaros açorianos e porcos ingleses. A população daí resultante foi designada por Malhado de Alcobaça, Torrejano ou porco da Granja, e foi produzido por toda a região Oeste. Estima-se que, em 1947, existiam cerca de 65 mil animais. O quase desaparecimento desta raça deveu-se ao surto de peste suína africana e ao fraco potencial económico dos seus criadores que não possuíam mais de duas porcas reprodutoras. 16 » confluência

Em risco de extinção, a raça foi preservada até aos dias de hoje, pelo produtor Selecpor, SA, na pessoa de Manuel Leal. Atualmente é composta por 130 fêmeas reprodutoras e 12 varrascos, distribuídos por 10 criadores registados na FPAS. São eles: A.M. Carmo (Alcobaça), Casa Agrícola Pedras Mateus, Lda (Alcobaça), Querido & Subtil, Lda (Alcobaça), Escola Profissional Agricultura e Desenvolvimento Rural de Cister (Alcobaça), Granja ABBATIALE (Nazaré), Tecniporc, Lda (Alcobaça), SELECPOR, SA (Aveiras de Cima), AIM CIALA, SA (Santiago do Cacém), Escola Superior Agrária Santarém (Santarém), EZN – INIAV (Santarém) e Ovinos do Futuro, Lda (Lourinhã).


Políticas Sociais Inovadoras

Município premeia alunos da ESAD.CR no âmbito do projeto COZ’ARTE A Câmara Municipal entregou recentemente, no Museu do Vinho, os prémios do projeto COZ’ARTE aos alunos da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) que responderam assertivamente ao desafio lançado pelo Município: conceber criações inovadoras e de grande potencial comercial com base na tradição artesanal do junco. Os trabalhos podem ser vistos e apreciados na exposição “JUNCO” patente até 30 de julho na Adega dos Toneis do Museu do Vinho de Alcobaça. Lançado no final de 2015, o COZ’ARTE é um projecto da Câmara Municipal em parceria com o Centro de Bem Estar Social (CBES) da Freguesia de Coz que visa (entre outros objectivos) a revitalização de uma arte centenária da freguesia, formando novos artesãos. Com esta aposta, de uma nova geração dedicada aos teares de junco, procurou-se encontrar inovação e conciliação de produtos, para além de novas formas. Foi então, celebrado um protocolo promovido pela Câmara Municipal e que proporcionou a cooperação entre o CBES da Freguesia de Coz e o Instituto Politécnico de Leiria, no qual integra a ESAD.CR, com vista à recuperação das antigas tradições de manufaturação de esteiras e ceiras de junco.

Projeto vencedor por Ana Casemiro

Alunos da ESAD.CR e parceiros do projeto

Município é o melhor pagador do Oeste Segundo dados da Direção-Geral das Autarquias Locais relativos ao prazo médio de pagamento (PMP), Alcobaça posicionou-se como o melhor pagador do Oeste e o 25º melhor do país. Em 2011, a autarquia demorava em média 201 dias a ressarcir os seus fornecedores. No último trimestre de 2014, o prazo de pagamento foi reduzido para 19 dias. Em 2015, o PMP de Alcobaça chegou a ser de quatro dias. Atualmente, o serviço de dívida do município está praticamente limitado ao processo de internalização da parceria público-privada Cister Equipamentos SA.

“Quando este executivo assumiu as suas funções na Câmara Municipal, em 2009, encontrámos um cenário complexo que tivemos de corrigir urgentemente. Hoje em dia, a autarquia tem as suas contas em dia e consegue honrar os seus compromissos atempadamente. Se for aprovada pela assembleia municipal, a internalização da Cister irá provocar um retrocesso do serviço de dívida para níveis semelhantes a 2011, mas a Câmara está hoje melhor preparada para esse cenário, que há muito está previsto e planeado”, explica o Presidente da Câmara, Paulo Inácio.

Maçã de Alcobaça dá sabor à nova Sagres Radler A Sociedade Central de Cervejas e Bebidas lançou uma nova de cerveja Sagres Radler com vários sabores, entre os quais, a Maçã de Alcobaça. A campanha publicitária identifica e potencia a marca Maçã de Alcobaça alavancando o nome e o prestígio do concelho.

confluência « 17


Políticas Sociais Inovadoras

Jovens do concelho vivem “Uma Aventura em Alcobaça” Cerca de 40 crianças e jovens do concelho usufruíram de duas semanas repletas de atividades no âmbito do projeto social e pedagógico “Uma Aventura em Alcobaça”. Decorrida entre 27 de junho e 8 de julho, a iniciativa pretende disponibilizar um serviço gratuito de apoio às famílias carenciadas, com vista a proporcionar atividades lúdicas, desportivas e culturais aos participantes, garantindo momentos de lazer e cultura num ambiente agradável e descontraído onde é favo-

recida a interação grupal, o contacto com o património local e a formação cívica. Durante as duas semanas do programa, realizaram-se passeios interpretativos na Lagoa de Pataias e no passadiço entre as praias da Polvoeira e Paredes da Vitória, mergulhos na Praia Fluvial de Alpedriz, atividades nas Piscinas Municipais de Pataias, visitas aos Bombeiros Voluntários de Alcobaça e à Policia de Segurança Pública de Alcobaça, entre muitas outras atividades.

Passeios Seniores 2016 visitam região de Azeitão O Município irá promover, de 1 de setembro a 4 de outubro, a 16.ª Edição dos Passeios Seniores, destinada a pessoas com mais de 65 anos de idade, residentes no Concelho. Este ano o destino escolhido aponta para a Região de Azeitão com o objetivo primordial de fomentar o convívio e a confraternização entre os participantes. No que concerne à visita da manhã a escolha recai no “Palácio e Quinta da Bacalhôa”, espaço este, onde os visitantes poderão usufruir de uma paisagem privilegiada com um enquadramento histórico que teve início com os fundadores da Dinastia de Avis.

18 » confluência

Seguir-se-á um almoço no Restaurante “O Jardim do Moscatel”, local onde os seniores usufruirão de um espaço aprazível e de um serviço de refeição da melhor qualidade. Quanto à visita da tarde, os seniores visitarão o “Museu e Loja da Bacalhôa”, onde os participantes terão a oportunidade de descobrir coleções de alto valor artístico organizadas em vários grupos temáticos e, por fim, poderão dirigir-se à Loja da Bacalhôa para experimentar os passos básicos de uma prova de vinho profissional e apreciar o prazer que se retira da verdadeira degustação.


Projetos & Iniciativas

Município angaria 2200 produtos de higiene pessoal e doméstica O Banco Local de Voluntariado do Município promoveu, nos dias 25 e 26 de junho, em conjunto com as parcerias das superfícies comerciais (Continente e Pingo Doce de Alcobaça), uma “Campanha de Recolha de Produtos de Higiene”, com o intuito de angariar diversos artigos de higiene.

Durante os dois dias, 37 voluntários do Banco Local de Voluntariado recolheram cerca de 2200 produtos de higiene pessoal e doméstico, os quais foram distribuídos pelos dez Bancos Alimentares existentes no concelho, para posteriormente serem encaminhados de acordo com as necessidades mais urgentes.

Alcobacences doam mais de 25 mil livros Inaugurada biblioteca em Moçambique No passado dia 21 de junho, foi inaugurada a Biblioteca da Missão de S. José de Lhanguene de Maputo, em Moçambique, para a qual os munícipes alcobacenses contribuíram com 25701 livros. A campanha de recolha de livros foi lançada durante a edição de 2015 do Festival Books&Movies, e decorreu até ao final do ano transato mobilizando várias instituições municipais e particulares. Durante os 7 meses da recolha (de junho a dezembro de 2015), foram angariados 19 842 manuais escolares, 1 167 livros de literatura infantil e 4 647 exemplares de literatura geral.

A Missão de S. José de Lhanguene de Maputo é coordenada pelo Padre Manuel Leal Gomes que esteve presente em Alcobaça aquando do lançamento da campanha de recolha. A vereadora da Cultura e Ação Social, Inês Silva, congratulou-se com a “conclusão de um projeto que nasceu da iniciativa conjunta da congregação religiosa e do Município e que contou com o envolvimento de toda a comunidade alcobacense. A Câmara Municipal estará sempre disponível para colaborar com os mais necessitados.”

Atribuídas mais 5 bolsas de estudo que no ano anterior O Município atribuiu no ano letivo de 2015/2016, um total de 25 bolsas de estudo, o que representa um acréscimo de 5 atribuições em relação ao ano anterior. As bolsas são direcionadas para estudantes que frequentam o Ensino Superior, residentes no Concelho, com manifestas carências económicas. As candidaturas decorreram durante

o mês de novembro conforme o sucedido em anos transatos. Cada aluno recebeu um total anual de € 1.363,50. A lista definitiva dos candidatos (efetivos, suplentes e excluídos) no âmbito do procedimento concursal para atribuição de bolsas de estudo aos alunos está disponível na página de internet do município.

confluência « 19


Projetos & Iniciativas

Aljubarrota Medieval assinala 631 anos da Batalha de Aljubarrota Comemora-se a 14 agosto os 631 anos da Batalha de Aljubarrota, uma das mais importantes batalhas da história de Portugal. Aqui se consolidou a independência portuguesa face a Castela, no reinado de D. João I. A data serve de mote para a realização anual da Aljubarrota Medieval, uma recriação festiva e dinâmica do ambiente que se vivia na Idade Média em Portugal. Marque já na sua agenda – 12 a 15 de agosto – e venha desfrutar desta viagem ao passado, no tempo das grandes figuras nacionais que muito dizem a esta terra: D. Nuno Álvares Pereira, Padeira de Aljubarrota e D. João I. A Aljubarrota Medieval arranca a 12 de agosto com o Torneio de Abertura na Liça de Aljubarrota e a Noite da Padeira que reserva muitas surpresas.

A noite de 13 agosto será dedicada a D. Nuno Álvares Pereira, o grande estratega da vitória portuguesa na Batalha de Aljubarrota. A 14 de agosto será feita a tradicional Recriação da Batalha de Aljubarrota com centenas de figurantes nos campos da vila de Aljubarrota a recontarem um dos mais importantes episódios da história de Portugal. No último dia do evento, a 15 de agosto, destaque para Casamento Medieval e o Cortejo de Encerramento. Ajubarrota Medieval – a História ao Vivo!

Rede de Municípios com Batalhas Históricas no Plano de Atividades Educativas 2016-2017 A novidade principal do Plano de Atividades Educativas do ano letivo de 2016-2017 será a dinamização da recém-criada “Rede de Municípios com Batalhas Históricas” que reúne, até ao momento, os concelhos de Alcobaça, Porto-de-Mós, Batalha e Castro Verde, Fronteira e Trancoso. A rede procura essencialmente fomentar o intercâmbio entre comunidades escolares com vista à partilha do conhecimento histórico e científico sobre as batalhas ocorridas em cada município e potenciar a sua promoção cultural e turística. Será também retomado o projeto “Era Uma Vez… Monges,

20 » confluência

Cavaleiros e Reis. À Descoberta dos Mosteiros Património Mundial do Centro” foi uma das atividades de maior relevo no ano letivo anterior. Trata-se de uma iniciativa conjunta dos Municípios de Alcobaça, Tomar e Batalha que permite aos alunos do 4º ano do 1º ciclo destes três concelhos participarem em visitas temáticas ao Mosteiro de Alcobaça, ao Convento de Cristo e ao Mosteiro da Batalha. Em 2015-2016, este projeto movimentou 1021 alunos em 33 visitas. Estão também a ser organizadas visitas a: Parreitas, Mosteiro de Coz e Aljubarrota.


Projetos & Iniciativas

Festas da Cidade Feira de São Bernardo No dia 20 de agosto celebra-se 863 anos da morte de São Bernardo, a figura maior da Ordem de Cister e, para celebrar esta data, temos a tradicional Feira de São Bernardo, a maior festa do concelho de Alcobaça. O cartaz musical traz a Alcobaça grandes nomes do panorama musical português: António Zambujo, José Cid, Herman José e Agir. Entrada livre.

PALCO PRINCIPAL António Zambujo é a primeira grande atuação da Feira de São Bernardo, a 20 de agosto pelas 22h00. A sua popularidade subiu em flecha com a edição do seu quinto álbum “Quinto” (2012) onde despontaram clássicos instantâneos como “Lambreta”. No dia seguinte, 21 de agosto, também pelas 22h00, sobe ao palco José CID, um dos maiores nomes da música popular portuguesa de sempre. Não irão faltar alguns dos seus maiores temas de sempre como “Adios, adieu, auf wiedersehen, goodbye” ou “A pouco e pouco (favas com chouriço)”. Considerado o maior humorista português de sempre, Herman José traz às festas da cidade o seu espetáculo de stand up com música e o humor divertido e mordaz. O espetáculo tem início marcado para as 22h00 de 22 de agosto. No último dia, a 23 de agosto, o rapper Agir faz a sua estreia em Alcobaça para um dos concertos mais aguardados na região. Vencedor em 2015 do prémio Best Portuguese Act atribuído pela MTV, Agir vem animar o palco principal da Feira de São Bernardo a partir das 22h00. PALCO 2 Uma das grandes novidades deste ano é a criação de um segundo palco que será preenchido, durante os quatro dias do evento, por atuações grupos culturais locais (ranchos folclóricos, fanfarras, orquestras e outros artistas) e um convidado muito especial oriundo de terras alentejanas: o Grupo Coral Os Ganhões de Castro Verde. MOSTRA DE CERÂMICA DE ALCOBAÇA Destaque também para a mostra de cerâmica, um espaço dedicado à cerâmica decorativa, um dos setores industriais mais emblemáticos do concelho. Nesta mostra de cerâmica haverá ainda espaço para a museologia e a história da cerâmica concretizadas pelo Museu Raul da Bernarda e pelo Museu da Cerâmica de Alcobaça. Em paralelo decorre a Mostra de Cerâmica Criativa Contemporânea com a presença de 16 ceramistas. CIRCUITO DE CICLISMO Nesta grande festa do concelho de Alcobaça não poderia faltar o ciclismo: a 25ª edição do Circuito de Ciclismo de S. Bernardo, terá lugar no feriado municipal do dia 20 de agosto, pelas 16h00.

MALHADO DE ALCOBAÇA Também haverá um espaço de promoção dedicado ao porco Malhado de Alcobaça, onde se destaca o restaurante com imensas iguarias desta raça autóctone de Alcobaça. À venda na Feira de São Bernardo estará o livro infantil “O Porquinho Malhado” recentemente editado pela Câmara Municipal de Alcobaça que procura sensibilizar os mais novos para a importância do Malhado de Alcobaça, uma das marcas identitárias do concelho. ESPAÇO DEDICADO AOS LIVROS E À LEITURA No anfiteatro do MercoAlcobaça, poderá assistir a lançamentos de livros, leitura animada, encontro de escritores, entre outras iniciativas. E AINDA… Haverá ainda a tradicional exposição de atividades económicas, divertimentos, atividades equestres, mini karts, sessões de degustação do Malhado de Alcobaça e ações de formação.

confluência « 21


Projetos & Iniciativas

Alcobaça | Benedita | Coz | São Martinho do Porto | Pataias

Cistermúsica trouxe-nos um Admirável Mundo Novo Alcobaça

O programa deste ano do Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça, que já vai na 24ª edição, celebrou os 400 anos da morte de William Shakespeare, e adotou como lema a alusão shakespeariana aos “novos mundos” que portugueses e espanhóis “mostraram ao mundo”. Com espetáculos em Pataias, Coz, São Martinho do Porto e Benedita, além dos que decorreram na cidade de Alcobaça e até inclusive noutros municípios como Arouca, Nazaré e São Pedro do Sul, demonstram a visão descentralizadora de toda a organização do evento. O Cistermúsica é um festival de grande prestígio internacional. Prova disso mesmo é o selo de qualidade do EFFE – Europe for Festivals, Festivals for Europe que foi atribuído ao Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça que assim se viu selecionado entre 875 candidaturas de 31 países europeus, entre as quais se encontravam 74 portuguesas. O Cistermúsica foi um dos poucos festivais dedicados à música clássica distinguidos com este selo e o mais eclético de todos estes, por apresentar anualmente todo o tipo de formações, desde recitais a grandes orquestras, e por abordar vários períodos da história da música. O Cistermúsica voltou a ser “um clássico para todos” – 35 espetáculos e 4905 espetadores – valorizando os “variados espaços deste concelho. Uma vez mais com a qualidade que sua Direção Artística nos vem habituando em cada edição e com uma programação que versa grandes obras e grandes autores, compositores e artistas nacionais e estrangeiros, composições raras e novas combinações que unem também a Música à Dança” referiu o Presidente da Câmara, Paulo Inácio.

Coz

Pataias

Benedita

São Martinho do Porto

Protocolo dinamiza Centro Cultural Gonçalves Sapinho na Benedita Em fevereiro deste ano, a Câmara Municipal assinou um protocolo com Instituto Nossa Senhora da Encarnação - Cooperativa de Ensino e Cultura (INSE-CEC) com vista à realização de espetáculos culturais no Centro Cultural Gonçalves Sapinho. Nestes primeiros seis meses do protocolo tiveram lugar seis espetáculos que atraíram até à data 1661 espetadores: 20 fevereiro – Banda Sinfónica de Alcobaça; 24 março – Flamenco Passion; 30 abril – Luis Represas; 20 e 21 maio – Festival Benedita Mágica; 24 junho – Uma empregada dos diabos e 22 julho – Alma Mater “As quatro estações de Vivaldi” (Cistermúsica).

22 » confluência

Brevemente serão anunciados mais espetáculos ao abrigo deste protocolo que, de acordo com o Presidente da Câmara, Paulo Inácio, “é um contributo decisivo para a descentralização da oferta cultural. Temos a sorte de ter no nosso concelho dois equipamentos – Centro Cultural Gonçalves Sapinho e o Cine-Teatro de Alcobaça João D’Oliva Monteiro – de excelência e que nos oferecem as melhores condições para organização e realização de espetáculos”.


Projetos & Iniciativas

Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais atinge a maturidade Em novembro de 2016, a Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais realiza a 18ª edição afirmando-se cada vez mais como o mais prestigiado evento do concelho. Depois do sucesso da edição de 2015, complementada pelo memorável espetáculo de vídeo mapping, “a Câmara Municipal, em estreita parceria com a Turismo Centro de Portugal, da qual faço parte, está a trabalhar para proporcionar aos munícipes e visitantes mais experiências inesquecíveis e surpreendentes como no ano transato” afirmou Paulo Inácio.

A Mostra colocou definitivamente Alcobaça no mapa dos grandes eventos gastronómicos internacionais. Todos os anos, mais de 30 expositores exibem deliciosas obras de arte, procurando recuperar as tradições conventuais e adaptá-las aos tempos modernos. De 17 a 20 de novembro, não tente resistir à tentação de experimentar em Alcobaça sabores ancestrais que passaram de geração em geração até aos nossos dias. Visite a XVIII Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais.

Município de Alcobaça é membro fundador da Associação Portuguesa das Cidades e Vilas Cerâmicas A Associação Portuguesa das Cidades e Vilas Cerâmicas (AptCC) é uma iniciativa conjunta de catorze municípios – Alcobaça, Aveiro, Barcelos, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Montemor-o-Novo, Óbidos, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Tondela, Viana do Alentejo, Viana do Castelo e Vila Nova de Poiares – recentemente constituída para a defesa, valorização e divulgação do património cultural e histórico cerâmico, bem como o intercâmbio de experiências entre os associados, nomeadamente a nível da conservação do património, o estabelecimento de parcerias entre cidades e vilas com vínculos tradicionais à cerâmica. Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio, “esta associação desempenhará um papel fulcral no reforço e potencia-

ção da indústria da cerâmica, a qual tem uma tradição ancestral no concelho. Pela quantidade de municípios que congrega e que representa centenas de empresas e milhares de trabalhadores, penso que esta estrutura será uma importante estrutura de apoio e divulgação da cerâmica nacional à qual temos todo o orgulho em nos associar”. A associação já tem os seus estatutos constituídos e aprovados. O próximo passo a concluir até finais de Setembro será a aprovação da adesão formal à Associação por todos os executivos camarários e pelas assembleias municipais, para depois poder ser realizada a escritura constitutiva da nova estrutura que será ainda submetida ao Tribunal de Contas.

confluência « 23


Projectos & Iniciativas

André Gago e Cristina Carvalho na antecâmara do festival Books&Movies O Books&Movies arranca já em outubro, de 10 a 16, realizando a sua 3ª edição que tem vindo a ser preparada ao longo do ano com a iniciativa “A Caminho do Books&Movies”. Depois das propostas vegetarianas de Gabriela Oliveira, na Granja de Cister, em maio, seguiu-se, em junho, o jantar literário com o ator e dramaturgo André Gago na Quinta dos Capuchos e a sessão com a escritora Cristina Carvalho, no final de julho. Nascido em 1964, André Gago construiu a sua carreira em torno essencialmente do teatro, mas também cimentou a sua presença na televisão portuguesa, onde interpretou dezenas de personagens em séries e novelas. Pontualmente, trabalhou no cinema e tem vindo a destacar-se como encenador e como autor. Filha da escritora Natália Nunes e do professor e poeta Rómulo de Carvalho, também conhecido pelo pseudónimo António Gedeão, Cristina Carvalho obteve recentemente o Prémio SPA/RTP 2016 na categoria de Ficção Narrativa com a obra “O Olhar e a Alma, romance de Modigliani”. Esta e outras das suas obras integram o Plano Nacional de Leitura.

Entrevista a José Fanha Escritor residente do Books&Movies 2016

Qual a importância dos municípios na divulgação da cultura? Uma das grandes conquistas do 25 de Abril foi sem dúvida o Poder Autárquico e posso afirmar com toda a certeza de que, hoje em dia, é muito maior a qualidade de vida em muitos Concelhos para lá dos grandes centros urbanos. É importante destacar o facto de a Cultura em Portugal passar cada vez mais pelas autarquias. E quando falo de Cultura, falo não só do acesso ao consumo cultural (exposições, festivais, concertos...) mas sobretudo da criação cultural local através de coros e grupos musicais, grupos de teatro, comunidades de leitores, oficinas de artes plásticas, etc, etc. Que papel pode desempenhar o Books&Movies na criação de novos públicos para a cultura? Acontecimentos como o Books&Movies, com toda a sua multiplicidade de propostas e ofertas, contribui imenso para a criação de públicos e para o desenvolvimento da obra de criadores locais, para além de constituir um forte incentivo à divulgação do Concelho e ao desenvolvimento do turismo. 24 » confluência

O que o inspira em Alcobaça? Obviamente que o Mosteiro de Alcobaça exerce um enorme fascínio em qualquer criador. A sua arquitetura fala-nos da nossa longa História, da nossa identidade como povo multifacetado e de uma dimensão espiritual que é muito importante realçar num mundo como o nosso dominado pelo utilitarismo economicista cada vez mais seco e desumano. Há também em Alcobaça a obra de um escultor fantástico como José Aurélio que merece um maior conhecimento a nível nacional pela maravilhosa poesia que é capaz de fazer nascer dos materiais que trabalha. Há ainda todo o aspeto da culinária em torno da fruta, dos licores e da doçaria que também contém uma memória do passado e uma marca que nos leva ao sabor próprio de uma terra única.

José Fanha terá uma residência artística em Alcobaça durante os sete dias de duração do festival com o objetivo de criar um texto que será continuado nas edições subsequentes do Books&Movies por futuros escritores residentes.


Projetos & Iniciativas

Município lança Manual de Proteção Civil O Serviço Municipal de Proteção Civil do Município apresentou em junho, na Biblioteca Municipal, o “Manual de Proteção Civil”, um guia essencial e inovador que contém um conjunto de medidas de autoproteção para dar resposta aos vários riscos e desafios do dia-a-dia. Trata-se da primeira publicação do género elaborada pelo município com uma edição de 10.000 exemplares que serão distribuídos pelos diversos agentes de proteção civil, juntas de freguesia, entidades cooperantes e a comunidade escolar. O Manual explora diversos conceitos e procedimentos para lidar com diversas situações de perigo: sismos, cheias e inundações, secas, ondas de calor, vagas e frio, incêndios florestais, precipitações intensas e trovoadas, tempestades e ventos fortes, deslizamento de terras e queda de rochas, incêndios urbanos,

acidentes no transporte de mercadorias perigosas e acidentes com veículos agrícolas e florestais e acidentes rodoviários. Dedica também algumas páginas à legislação em vigor em matéria de proteção civil. “Não são muitas as autarquias que dispõe de um instrumento desta natureza. O município tem apostado na sensibilização dos munícipes para as questões de proteção civil e este manual é um reflexo dessa aposta. Temos um concelho com mais de 400 km2, com mar, serra e rios. Esta variada geologia é um trunfo inegável que temos, mas também traz inúmeros desafios aos agentes de proteção civil. O município tem apostado na sua formação, para que possam exercer o seu trabalho de uma forma cada vez mais eficaz”, esclareceu o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio durante a sessão.

Câmara investe na formação de Bombeiros do concelho Doze bombeiros do concelho – três de cada uma das quatro corporações do concelho – concluíram, no início de junho, o Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro (TAS), um investimento na formação dos agentes de Proteção Civil realizado pelo Município. Esta formação visou diretamente o reforço da segurança dos Bombeiros do Município, com o objetivo de estes desenvolverem uma melhor prestação nas ações de socorro, procurando servir cada vez melhor as populações. Presente na última aula do curso, o Presidente da Câmara Mu-

nicipal Paulo Inácio, agradeceu a “disponibilidade e dedicação dos elementos presentes” e reconheceu “o esforço e a dedicação dos bombeiros que efetuaram esta formação aos fins de semana” - num total de 250 horas - privando-se de dias de descanso com a família. Nesta formação, os bombeiros adquiriram novas competências, que irão depois colocar ao serviço das populações. O edil não fechou a porta a novos apoios, além desta formação financiada pelo Município e dos equipamentos de proteção individual para fogos florestais entregues recentemente.

confluência « 25


Projectos & Iniciativas

Clubes desportivos do concelho homenageados No dia em que se comemorou a vitória da Seleção Nacional no Campeonato da Europa, em França, a autarquia convidou três representantes do desporto concelhio para ouvirem uma palavra de louvor e reconhecimento pelo seu desempenho na última época desportiva. Representantes do Ginásio Clube de Alcobaça, da Associação Beneditense de Cultura e Desporto e o do Centro Cultural, Recreativo e Desportivo da Burinhosa estiveram presentes na Reunião de Câmara, em julho, para receberem uma condecoração, não apenas pelos feitos desportivos alcançados na última temporada, mas também pelo “papel decisivo que desempenham ao longo dos anos na formação e integração dos nossos jovens na sociedade”, sublinhou o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio.

“O desporto tem o condão de fazer sobressair o melhor que nós temos enquanto seres humanos. É por isso que a Câmara deverá sempre reconhecer as instituições que ajudam a fomentar o espírito de coesão entre as pessoas. Os clubes que estão aqui hoje obtiveram resultados desportivos notáveis assim como outras instituições e atletas individuais do concelho que elevaram o nome de Alcobaça. Eles representam o melhor das nossas gentes, da sua cultura e do seu caráter trabalhador e abnegado”, acrescentou o autarca. A Vereadora do Desporto, Inês Silva, destacou “a articulação dos clubes desportivos com as escolas do concelho que proporcionam aos jovens e às suas respetivas famílias uma importante estrutura de apoio social. Esse é seguramente o seu maior contributo e pelo qual o Município estará sempre grato”.

Biblioteca aposta em novas tecnologias como incentivo à leitura A Biblioteca Municipal de Alcobaça tem ao dispor de todos os munícipes um conjunto de valências sustentadas nas novas tecnologias como forma de incentivo à leitura. »Cartão Único da Rede de Bibliotecas do Concelho de Alcobaça - dá acesso a todas infraestruturas bibliotecárias do concelho; »Catálogo da Rede de Bibliotecas do concelho de Alcobaça - consultável na Internet ou a partir de qualquer biblioteca escolar concelhia; através desta interface pode consultar o catálogo e obter informações acerca dos exemplares e a localização de documentos na biblioteca. Caso seja um utilizador registado pode ainda e ter acesso aos serviços de reserva e renovação de documentos; 26 » confluência

»Biblioteca Digital - disponibiliza gratuitamente um conjunto de equipamentos nomeadamente, tablets, consolas de jogos entre outros; »Leitura de Jornais em formato PDF. O Município, através da Biblioteca Municipal de Alcobaça adquiriu um conjunto de Assinaturas Digitais, nomeadamente, jornais e revistas que podem ser consultadas em formato digital, nos equipamentos da Biblioteca Municipal (Tablets e Computadores). Destas assinaturas destacam-se: Exame, Exame informática, Visão, Caras, Jornal de Letras, Jornal público.


Deliberações

APOIOS FINANCEIROS CONCEDIDOS PELO MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA

REUNIÃO ORDINÁRIA 04.04.2016 »ALFAIATE D’HISTÓRIAS – ASSOCIAÇÃO CULTURAL - € 3.500,00 (Realização da 3ª Edição do: ‘Ao Teatro! Festival’); »INCENTIVOS AO DESPORTO – ANO DE 2015 A 2016 – ATRIBUIÇÃO DE APOIOS Clube de Natação de Alcobaça – € 8.615,00; União Desportiva de Turquel - € 11.535,00; Clube de Ténis de Alcobaça - € 7.355,00; Centro Cultural Desportivo e Social do Casal Velho - € 11.837,00; Clube de Ténis da Benedita - € 2.601,00; Cister Sport Alcobaça - € 7.290,00; Associação Alcobacense de Cultura e Desporto - € 9.529,00; Grupo Desportivo Concha Azul - € 2.911,00; Sport União Alfeizerense - € 7.184,00; Associação Peão Cavalgante - € 1.539,00; Centro Recreativo da Ribafria - € 12.464,00; Associação Cultural e Recreativa Norte da Vila - € 4.325,00; Centro Cultural Recreativo e Desportivo da Burinhosa - € 13.335,00; União Recreativa do Bárrio - € 3.065,00; Benedita Sport Clube de Natação - € 4.131,00; Grupo Desportivo da Martingança - € 3.896,00; Grupo Desportivo dos Candeeiros - € 436,00; CEERIA – Centro de Educação Especial, Reabilitação e Integração de Alcobaça - € 1.610,00; Clube Náutico de São Martinho do Porto - € 1.064,00; Associação de Karaté do Luso Francesa - - € 498,00; Associação Cultural e Recreativa São João da Bairrada do Casal Velho - € 672,00; »CLUBE DE NATAÇÃO DE ALCOBAÇA - € 3.500,00 (Realização do ‘XX Torneio Cidade de Alcobaça’); SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE ALCOBAÇA - Apoio em Materiais (Pintura das instalações do Lar de Évora de Alcobaça); »CENTRO DE BEM-ESTAR SOCIAL DE COZ - € 6.500,00 (Execução de um espaço para tear e aquisição do respetivo equipamento); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO TIAGO DE ÉVORA DE ALCOBAÇA - € 15.000,00 (Realização de obras na Igreja do Acipreste); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DOS PRAZERES - Apoio em Materiais (Realização do evento denominado ‘Festa da Espiga’); »ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE PATAIAS - € 9.000,00 (Realização de formação para Tripulante de Ambulância de Socorro, de três (3) elementos do corpo de bombeiros); REUNIÃO ORDINÁRIA 11.04.2016 NÃO HÁ APOIOS REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 15.04.2016 NÃO HÁ APOIOS REUNIÃO ORDINÁRIA 21.04.2016 »CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DO BÁRRIO - € 16.632,64 (Realização de obras); »FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DA ENCARNAÇÃO DA BENEDITA - € 1.136,00 (Publicação de Cadernos Culturais da autoria de Fernando Luís Pereira Maurício, relativos à história da Benedita); »FÁBRICA DA IGREJA DE NOSSA SENHORA DOS PRAZERES - € 7.500,00 (Realização de obras); »IGREJA PAROQUIAL DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO DE ALCOBAÇA - € 1.500,00 (Realização de jogo solidário entre os Veteranos do Sporting Clube de Portugal e os Veteranos do Ginásio Clube de Alcobaça); »SOCIEDADE FILARMÓNICA MAIORGUENSE - € 9.000,00 (Realização de obras); »FREGUESIA DE BENEDITA - € 20.000,00 (Beneficiação da freguesia); »FREGUESIA DE BENEDITA - € 7.000,00 (Comemorações do 32º aniversário da elevação da Benedita a Vila); »FREGUESIA DE CELA - € 7.000,00 (Realização do evento denominado ‘Festa da Fruta’); »FREGUESIA DE SÃO MARTINHO DO PORTO - € 25.000,00 (Realização de limpeza da denominada ‘Vala Real de São Martinho do Porto’, numa extensão de cerca de três quilómetros); »FREGUESIA DE TURQUEL - € 7.000,00 (Comemorações do aniversário da elevação da reelevação de Turquel a Vila); »FREGUESIA DE TURQUEL - € 30.000,00 (Beneficiação da freguesia); »UNIÃO DAS FREGUESIAS DE PATAIAS E MARTINGANÇA - € 45.000,00 (Construção, em Martingança, de um parque infantil de acesso público); REUNIÃO ORDINÁRIA 10.05.2016 »ASSOCIAÇÃO PARA A DEFESA E VALORIZAÇÃO DO PATRIMÓNIO CULTURAL DA REGIÃO DE ALCOBAÇA (ADEPA) - €11.000,00 (Realização da edição de 2015 a 2016 do ‘Programa de Promoção Ambiental’); »UNIÃO DAS FREGUESIAS DE ALCOBAÇA E VESTIARIA – Apoio logístico (Disponibilização do antigo Parque de Campismo de Alcobaça, pelo período de um mês, no âmbito da realização do evento denominado ‘Santos Populares’); »ASSOCIAÇÃO ALCOBACENSE DE CULTURA E DESPORTO – € 3.000,00 (Realização da 5ª edição do evento denominado ‘Taça Latina de Veteranos de Hóquei em Patins’); »ASSOCIAÇÃO BENEDITENSE DE CULTURA E DESPORTO – € 2.170,00 (Realização de obras de manutenção do relvado sintético do denominado ‘Parque de Jogos Fonte da Senhora’); »SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DO VIMEIRO - € 100.000,00 (Realização de obras); REUNIÃO ORDINÁRIA 20.05.2016 »FREGUESIA DE MAIORGA – € 17.000,00 (Realização de obras de requalificação do espaço da antiga casa da Sociedade Filarmónica Maiorguense); »FREGUESIA DE ALJUBARROTA - € 15.000,00 (Realização de obras de pavimentação da Rua Boavista de Baixo); »NÚCLEO SPORTINGUISTA DE ALCOBAÇA – Apoio logístico (disponibilização das instalações do Mercado Municipal de Alcobaça, no âmbito da realização de um jantar de comemoração do XXIII aniversário daquele Núcleo); »ASSOCIAÇÃO RECREATIVA DESPORTIVA CULTURAL E SOCIAL DO CASAL PARDO - € 10.000,00 (Realização de obras); REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 30.05.2016 »EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA - € 2.000,00 (realização do evento denominado ‘Semana Cultural Externato Cooperativo da Benedita); »IGREJA PAROQUIAL DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO DE ALCOBAÇA – Apoio logístico (Disponibilização de equipamento diverso no âmbito da realização de um arraial de Santos Populares, no estacionamento em frente ao edifício do mercado municipal); »CENTRO RECREATIVO POPULAR DE RIBAFRIA, ALGARÃO E BAIRRO DA FIGUEIRA - € 1.800,00 (Realização do evento denominado ‘5º Enduro Trail do CRP’).

CONTACTOS ÚTEIS CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA Tel: 262 580 800 Fax: 262 580 850 e-mail: cmalcobaca@cm-alcobaca.pt web: www.cm-alcobaca.pt Edifício Paços do Concelho: Praça João de Deus Ramos 2461-501 Alcobaça Serviços Técnicos: Rua da Liberdade 2460-060 Alcobaça Assembleia Municipal Tel: 262 580 820 e-mail: assembleia@cm-alcobaca.pt

SERVIÇOS

MUSEU DO VINHO Rua do Olival Fechado, 2460-059 Alcobaça Visita: terça a domingo Manhã: 10h, 11h, 12h Tarde: 14h, 15h, 16h e 17h Tlm: 968 497 832 e-mail: museus@cm-alcobaca.pt MUSEU RAUL DA BERNARDA Ponte D. ELias, 2460-261 Alcobaça quarta a sexta: 10h às 13h e 14h às 17h sábados, domingos, feriados: 14h às 17h Tlm: 925 651 638 e-mail: museus@cm-alcobaca.pt MUSEU MONOGRÁFICO DO BÁRRIO Largo João Soares, Bárrio Tel: 262 581 959 e-mail: juntafreguesiabarrio@sapo.pt

ALCOBAÇA AMIGA BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO Escola Adães Bermudes Rua Afonso Albuquerque n.º 42 – Alcobaça Tel: 262 580 899 e-mail: alcobaca.amiga@cm-alcobaca.pt

MUSEU DA FAIANÇA DE ALCOBAÇA Rua Frei Fortunato, 2460-261 Alcobaça Manhãs – mediante marcação Tel: 262 582 955

AMBIENTE Linha Verde do Ambiente: 800 206 624 Recolha de Monos: 262 597 706

NÚCLEO DE ARTE SACRA DE ALJUBARROTA Praça do Pelourinho s/n 2460-601 Aljubarrota Marcação: Junta de Freguesia de Aljubarrota Tel: 262 507 113 e-mail: j.f.prazeres@gmail.com

BIBLIOTECA MUNICIPAL terça a sexta: 10h às 18h sábado e segunda: 14h às 18h Tel: 262 580 880 e-mail:biblioteca@cm-alcobaca.pt CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA JOÃO D’OLIVA MONTEIRO bilheteira - terça a sexta: 13:30h às 17h Tel: 262 580 890 / 885 / 892 e-mail: cine.teatro@cm-alcobaca.pt CULTURA \ TURISMO Tel: 262 580 810 e-mail: cultura@cm-alcobaca.pt DEP. ADMINISTRAÇÃO GERAL Tel: 262 580 812 DEP. GESTÃO FINANCEIRA Tel: 262 580 804 DEP. GESTÃO E PLANO URBANÍSTICO Tel: 262 580 842 EDUCAÇÃO Tel: 262 580 831 ESCOLA ADÃES BERMUDES Espaço Internet, Centro de Atendimento a Jovens e Sala de Exposições Tel: 262 580 899 e-mail: escola.a.bermudes@cm-alcobaca.pt GAB. APOIO À PRESIDÊNCIA Tel: 262 580 843 GAB. APOIO A VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Tel: 262 580 899 e-mail:gavvd.alcobaca@gmail.com GAB. RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO Tel: 262 580 844 e-mail: gcrp@cm-alcobaca.pt GAB. MÉDICO VETERINÁRIO Atendimento ao Publico: 2ª feira – Médica Veterinária Municipal 4ª feira – Eng dos Sistemas agrícolas/ambientais Tel: 262 580 879 OBRAS MUNICIPAIS Tel: 262 580 803 OBRAS PARTICULARES Tel: 262 580 832 PROTEÇÃO CIVIL Tel: 262 580 805 e-mail: smpc@cm-alcobaca.pt SERV. MUNICIPALIZADOS Tel: 262 580 900 Nº Verde / Avarias 800 206 419 TAXAS E LICENÇAS Tel: 262 580 808 MUSEUS CENTRAL DA CONFLUÊNCIA DOS RIOS Jardim da Biblioteca Municipal segunda a sábado: 14h30 às 17h30 Tel: 968 497 832 e-mail: museus@cm-alcobaca.pt

PARQUE DOS MONGES E MUSEU DOS DOCES CONVENTUAIS Rua Quinta das Freiras, 10 Chiqueda Tel: 262 581 306 e-mail: geral@parquedosmonges.com JUNTAS DE FREGUESIA Alcobaça e Vestiaria Sede: 262 581 130 Delegação: 262 596 099 Alfeizerão: 262 999 290 Aljubarrota Sede: 262 507 113 Correios e Atendimento: 262 508 111 Alpedriz, Coz e Montes: 262 544 155 Bárrio: 262 581 959 Benedita: 262 929 493 Cela: 262 503 126 Évora de Alcobaça: 262 509 161 Maiorga: 262 583 244 Martingança e Pataias Sede: 244 589 156 Pólo: 244 589 585 São Martinho do Porto: 262 989 188 Turquel: 262 919 733 Vimeiro: 262 910 598 SERVIÇOS DE SAÚDE Hospital de Alcobaça: 262 590 400 Centro de Saúde Alcobaça: 262 590 510 Centro de Saúde Alfeizerão: 262 999 687 Centro de Saúde Aljubarrota: 262 508 112 Centro de Saúde Alpedriz: 262 544 291 Centro de Saúde Benedita: 262 925 490 Centro de Saúde Cela: 262 503 068 Centro de Saúde Cós: 262 544 161 Centro de Saúde Évora de Alcobaça: 262 509 458 Centro de Saúde Martingança: 244 585 090 Centro de Saúde Pataias: 244 585 090 Centro de Saúde Pinhal Fanheiro: 262 503 522 Centro de Saúde São Martinho Porto: 262 989 289 Centro de Saúde Turquel: 262 919 250 Centro de Saúde Vimeiro: 262 910 237 DIVERSOS Posto Turismo Alcobaça: 262 582 377 e-mail: turismo_alcobaça@turismodooeste.pt Posto Turismo São Martinho Porto: 262 929 406 e-mail: turismo_smporto@turismodooeste.pt CTT CTT CTT CTT

Alcobaça: 262 590 351 Benedita: 262 925 281 Pataias: 244 587 180 S. Martinho do Porto: 262 985 001

GNR de Alcobaça: 262 580 100 GNR da Benedita: 262 925 120 GNR de Pataias: 244 589 393 GNR de S. Martinho do Porto: 262 995 038 PSP de Alcobaça: 262 505 650 Bombeiros Voluntários Alcobaça: 262 505 300 Bombeiros Voluntários Benedita: 262 925 500 Bombeiros Voluntários Pataias: 244 587 240 Bombeiros Volun. S. Martinho Porto: 262 985 100 Protecção Civil de Alcobaça: 262 580 805 Número Nacional de Socorro: 112 Proteção à Floresta: 117 Saúde 24: 808 24 24 24

confluência « 27


20

22H

ANTÓNIO ZAMBUJO 21

22H

JOSÉ CID 22

22H

HERMAN JOSÉ 23

MOSTRA DE CERÂMICA DE ALCOBAÇA EXPOSIÇÃO DE ATIVIDADES ECONÓMICAS RESTAURANTE / PRODUTOS GASTRONÓMICOS PORCO MALHADO DE ALCOBAÇA

22H

AGIR

DIVERTIMENTOS ALCOBAÇA EQUESTRE

CARTAZ PREVISIONAL

20 AGOSTO | FERIADO MUNICIPAL /municipioalcobaca | www.cm-alcobaca.pt ENTRADA LIVRE

14H: DESFILE DE GRUPOS CULTURAIS E DESPORTIVOS DO CONCELHO 16H: CIRCUITO DE CICLISMO DE SÃO BERNARDO

MOSTRA DE CERÂMICA DE ALCOBAÇA | EXPOSIÇÃO DE ATIVIDADES ECONÓMICAS | RESTAURANTE DO “MALHADO DE ALCOBAÇA” | DIVERTIMENTOS | CARROSSÉIS | ALCOBAÇA EQUESTRE CIRCUITO DE CICLISMO DE SÃO BERNARDO | MINI KARTS | APRESENTAÇÃO E LANÇAMENTO DE LIVROS | SESSÕES DE FORMAÇÃO | ANIMAÇÃO COM GRUPOS DO CONCELHO


Profile for Câmara Municipal de Alcobaça

Confluência 11 - agosto 2016  

Boletim Municipal de Alcobaça - agosto 2016

Confluência 11 - agosto 2016  

Boletim Municipal de Alcobaça - agosto 2016

Advertisement