Page 1


03 04

EDITORIAL DESTAQUE: RECUPERAÇÃO URBANISTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS

10 12 14 19 22 24 27 37 38 39

ESTRATÉGIA PARA O FUTURO AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO OBRAS DE PROXIMIDADE

PRESIDENTE: PAULO JORGE MARQUES INÁCIO Gabinete de Planeamento Estratégico e Desenvolvimento Departamento Jurídico e Administrativo Departamento de Gestão Financeira Gabinete de Desenvolvimento e Avaliação de Recursos Humanos Gabinete de Protecção Civil Gabinete de Informática Gabinete de Comunicação e Relações Públicas Fiscalização Municipal Água e Saneamento Atendimento ao público: marcação prévia Telf: 262 580 843/61

POLITICAS SOCIAIS INOVADORAS INFRAESTUTURAS DE EDUCAÇÃO MODERNAS PROJECTOS & INICIATIVAS ACONTECEU RADAR CULTURAL DELIBERAÇÕES

VEREADOR: HERMÍNIO RODRIGUES (Vice-Presidente) Pelouros das Obras Municipais e Ambiente Projectos Municipais Sistema de Informação Geográfica Taxas e Licenças Gestão de Zonas Industriais Cadastro Imobiliário Atendimento ao público: marcação prévia Telf: 262 580 826

INFORMAÇÕES ÚTEIS

ER ECEB EAR PASS FLUÊNCIA N A CO U E-MAIL E NO S PARA

IDO U PED t O SE IE baca.p V o N E cm-alc gcrp@

Boletim Informativo da Câmara Municipal de Alcobaça Nº 04 Ano 2013 Distribuição Gratuita

VEREADOR: BRUNO RIBEIRO LETRA Pelouro da Educação, Acção Social e Juventude, Pelouro Cultura e Turismo Associativismo Trânsito Atendimento ao público: marcação prévia Telf: 262 580 884

VEREADOR: JOSÉ VINAGRE Pelouros do Ordenamento e Gestão Urbanística Pelouro do Desporto Atendimento ao público: marcação prévia Telf: 262 580 912

VEREADOR: JOSÉ ACÁCIO BARBOSA Sem pelouros atribuídos Atendimento ao Público: marcação prévia

Propriedade Câmara Municipal de Alcobaça Coordenação, redacção, design e fotografia Gabinete de Comunicação e Relações Públicas Colaboraram connosco nesta edição Pelouros das Obras Municipais e Ambiente, Pelouro do Ordenamento e Gestão Urbanística, Gabinete de Desenvolvimento e Avaliação de Recursos Humanos, Pelouro da Juventude, Educação e Ação Social, Pelouro da Cultura; Pelouro do Desporto; Departamento Jurídico e Administrativo; Jornal Tinta Fresca, Colectividades do Concelho e Juntas de Freguesia Impressão e acabamento DL Publicidade Depósito Legal 181196/02 Tiragem 28.000 Gabinete de Comunicação e Relações Públicas Paços do Concelho, Praça João de Deus 2461-501 Alcobaça Tlf: 262 580 844 // gcrp@cm-alcobaca.pt www.alcobaca.pt www.facebook.com/concelhoalcobaca

VEREADOR: JORGE AGOSTINHO Sem pelouros atribuídos Atendimento ao Público: marcação prévia

VEREADOR: ROGÉRIO RAIMUNDO Sem pelouros atribuídos Atendimento ao Público: marcação prévia rogeriommr@gmail.com Tlm: 966 938 402


03

EDITORIAL

OS ALCOBACENSES ESTÃO DE PARABÉNS Nunca será demais aproveitar este espaço, para prestar a justa homenagem à sociedade civil do Concelho de Alcobaça. Efectivamente existem razões para isso. No feriado de 20 de Agosto, a Feira de São Bernardo, para além das características recreativas, lúdicas e culturais, habituais neste evento, é em simultâneo, uma oportunidade para o efeito, demonstrando parte do nosso potencial, industrial e comercial. Apesar dos tempos históricos de dificuldades, a tenacidade dos homens e mulheres do nosso concelho têm, nos últimos anos, provado à sociedade, o aumento significativo da nossa vocação exportadora. Da agricultura, à indústria de ponta, como é o caso dos moldes, cerâmica, pedra, cutelaria, mobiliário, calçado, entre outros, somos cada vez mais competitivos internacionalmente e co-responsáveis pelo saldo positivo da balança comercial de Portugal. A Feira de São Bernardo tem também o objectivo de reconquistarmos o nosso mercado interno, ficando aqui o repto de consumirmos, cada vez mais, o que é produzido no nosso Concelho. Foi igualmente, a nossa determinação, contra "ventos e marés" que nos levou a encontrar a solução que vincula o nosso Hospital, a um dos que é reconhecido como dos melhores do país (Hospital de Leiria). Quero aqui anunciar-vos que a partir do dia 1 de Setembro, próximo, estará consumada essa transferência. Com resistência e coragem, em conjunto com a sociedade civil, haveremos de ultrapassar todas as dificuldades e preparar os novos tempos, de peito aberto. Eu acredito nas nossas gentes, vamos a isso.

Paulo Jorge Marques Inácio, Presidente da Câmara Municipal de Alcobaça


04 DESTAQUE » RECUPERAÇÃO URBANÍSTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS

REQUALIFICAÇÃO DA PRAÇA JOÃO DE DEUS RAMOS ALCOBAÇA LIGADA DO ROSSIO À GAFA Um espaço mais amplo, mais moderno, para fruição de todos onde, certamente, haverá mais vivência, mais vida! Respeitando-se o traçado existente pretendeu-se dar mais amplitude à zona dos jardins do Tribunal ligando-os ao Mercado Municipal. A área de estacionamento passa a ser um espaço multiusos: são dois espaços diferentes mas que se completam mutuamente, coexistindo espaços de convívio, de lazer e de restauração. Para além dos processos de remodelação das áreas verdes, viárias e pedonais foi recuperado e remodelado todo o sistema de drenagem, passando agora a existir a separação entre esgotos pluviais e domésticos. Essa foi aliás a razão de fundo desta obra, a remodelação das redes de saneamento que estavam obsoletas. Tratou-se de uma opção estratégica, aproveitando a comparticipação do QREN: o valor total da obra foi de 2.012.618,71 Euros, sendo este valor comparticipado em 85%, ou seja, a obra custou ao Município 301.892,81 Euros. Foram feitas obras fundamentais ao nível das infraestruturas, aproveitando-se ainda para aumentar o passeio da zona comercial que foi substancialmente alargado. Pensou-se igualmente num espaço inclusivo e com acessibilidades para todos, e não se esqueceu a fundamental vertente ecológica. A inauguração está prevista para o dia 20 de agosto - dia do Concelho.


RECUPERAÇÃO URBANÍSTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS » DESTAQUE 05

1. Tribunal Judicial de Alcobaça

5

6

1

2 3

10

4 9 7 8

11 10

2. Quiosque tipo SIT para Venda de Revistas, Jornais, aluguer de livros e Vending Machine, a construir 3. Muro/Escultura a implementar (inclui gárgulas na escultura e saídas de água) 4. Escultura existente no lago principal a mover para ilha central 5. Palco em deck composito e anfiteatro existente 6. Ecran gigante para visualização de cinema ao ar livre e outros eventos 7. Café/Restaurante Existente 8. WC público do tipo SIT urban a construir 9. Bar/Café e estrutura de ensombramento do tipo SIT e a construir 10. Rede viária sobreelevada ao nível do passeio envolvente 11. Praça Município (Mercado Tradicional)


06 DESTAQUE » RECUPERAÇÃO URBANÍSTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS

FUTURO NÚCLEO DA CENTRAL ELÉCTRICA DA CONFLUÊNCIA DOS RIOS Deu-se início à execução do projecto de musealização da Central Eléctrica da Confluência dos Rios Alcoa e Baça, consequência da aprovação da candidatura ao Programa "Fundação EDP Ilumina o Património".

Da preparação da candidatura, desenvolvida até Julho de 2011, resultou um programa museológico ao abrigo do subprograma de apoio da EDP denominado "Património Eléctrico Nacional" cuja acção contínua de trabalho em proximidade com a própria Fundação EDP terá agora a sua materialização final. O projecto de execução conduzido pelo gabinete de museologia do Pelouro da Cultura, prevê: a recuperação da maquinaria; a constituição de um espaço expositivo de cariz museológico e a constituição de uma sala de exposição multimédia com fins pedagógicos e lúdicos. Entre as intervenções a preconizar, estão o restauro dos equipamentos hidroeléctricos, a automatização dos engenhos para fins pedagógicos e a implementação da museografia que contempla a arte gráfica e a aplicação de meios audiovisuais e multimédia.

É de referir que a Central Eléctrica da Confluência dos Rios Alcoa e Baça integra, desde Abril de 2011, a Rede de Museus de Energia (http://museus-energia.byclosure.net/) que dentro do conceito de redes de conhecimento pretende ser um espaço de partilha de informação e divulgação ao público dos aspectos mais relevantes do Património Energético existente em Portugal. O projecto, que tem um valor de investimento global de 43.400,00 Euro, comparticipado em 50% pela Fundação EDP, representa em última instancia a inscrição do património alcobacense num registo de amplitude nacional com o selo de qualidade da Fundação EDP, posicionando a mini-hídrica do Alcoa e Baça como um bem indissociável da história da energia eléctrica em Portugal.

MUSEU RAUL DA BERNARDA Desde a inauguração, a 20 de agosto de 2010, o Museu Raul da Bernarda tem vindo a assumir um programa técnico configurando ações técnicas com vista a salvaguarda e divulgação dos bens móveis a ele associado cumprindo as funções de conservação, documentação e divulgação. Entre as ações permanentes decorrentes destas funções museológicas, ganha realce o assegurar do serviço educativo e de extensão cultural da unidade museológica: organização e monitorização de visitas guiadas das áreas expositivas. Expostos ao abrigo do conceito da coleção visitável, o Museu Raul da Bernarda acolhe dois dos mais representativos e identitários espólios museológicos de Alcobaça: a arte decorativa da faiança da Fábrica Raul da Bernarda & Filhos, Lda e o legado etnográfico do Rancho Folclórico do Alcôa. A coleção de faiança, regista e enaltecer um património com mais de 135 anos de memória e cujas peças únicas expostas cronologicamente documentam a beleza, a importância e a riqueza da indústria cerâmica. Já a coleção etnográfica do Rancho do Alcôa, composta por um espólio doado à autarquia pelos antigos membros da coletividade, retrata a

memória histórica, etnográfica e artística de uma passado marcante da vida social e cultural de Alcobaça. Deste conjunto exposto, ganha relevo o conjunto de vestidos de cena que o seu Grupo Cénico levou ao palco na peça "Por Alcobaça" (1947) nas quais era feito um retrato transversal da então vila. Coleções visitáveis: Rancho do Alcoa Cerâmica Artística da Raul da Bernarda Horário (em vigor a partir de junho de 2013) Quarta a Sexta: 10h às 13h00 / 14h00 às 18h00 Sábados, domingos, feriados: 14h às 18h Entrada livre Visitas de grupos organizados (por marcação) Segunda a Sexta: 10h30 às 12h30 / 14h30 às 17h30 Público: Escolas (M/9) e grupos organizados Inscrições pelo tlm.: 925 651 638 ou e-mail: museu.raul.bernarda@cm-alcobaca.pt


RECUPERAÇÃO URBANÍSTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS » DESTAQUE 07

CONSTITUIDO NÚCLEO DE ARTE SACRA DE ALJUBARROTA ARTE E OFÍCIO DE FÉ Advento do pedido de apoio técnico especializado na área da Museologia e Património, dirigido ao Pelouro da Cultura pela Paróquia de Aljubarrota, foi dado cumprimento à solicitação do pároco local (Padre Ramiro Portela) para a constituição de um núcleo museológico de arte sacra na Igreja de São Vicente. Desde fevereiro de 2011, que sob a orientação do museólogo da Autarquia foi implementado um programação museológico tendo em vista a salvaguarda e a divulgação do espólio paroquial de Aljubarrota. O projeto resulta de uma ação multidisciplinar cujo programa geral de trabalhos compreendeu ações técnicas e científicas envolvendo a museologia (programação e gestão), a arquitetura (projeto de consolidação do espaço e de intervenção museográfica), a investigação (inventário) e a conservação e restauro (laboratório de restauro e reservas). A paroquia conta com um espólio de 257 peças de arte sacra e alfaias religiosas das quais foram selecionadas 33 peças de grande valor histórico, artístico e litúrgico, evocando a arte e ofício religioso do Século XV ao Século XX, tendo em vista a sua incorporação num ambiente espiritual e apelativo da futura exposição permanente.

Comissariado: Padre Ramiro Portela (Promotor); Alberto Guerreiro (Coordenação Geral, Programação e Gestão Museológica); João Pedro Evangelista (Arquitetura) e Rui Medalho (Conservação e Restauro). Parceria: Paróquia de Aljubarrota / CMA


08 DESTAQUE » RECUPERAÇÃO URBANÍSTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS

MUSEU DO VINHO DE ALCOBAÇA DE PORTAS ABERTAS Após a inauguração oficial, assinalada no passado dia 18 de maio, aquando da celebração do Dia Internacional de Museus, o Museu do Vinho de Alcobaça terá agora a sua abertura regular ao público, de forma contínua e quotidiana, a partir do dia 28 de junho. Desde a sua abertura regular no dia 28 de junho, o Museu do Vinho de Alcobaça passou a disponibilizar um conjunto de serviços tendo como conceito base o do "museu em [re]construção", um museu que dada a importância nacional do seu espólio (a mais completa e importante coleção vitivinícola incorporada num edifício) abre ao público enquanto se mantém em trabalhos visíveis de requalificação e reorganização museológica. O Museu do Vinho de Alcobaça é definitivamente uma das jóias do património vitivinícola nacional. Instalado na antiga adega que, em 1874, José Eduardo Raposo de Magalhães mandou edificar para aí implementar e desenvolver a sua produção de vinhos JEM, o imóvel representa, em si mesmo, um património museológico da maior importância no contexto da industria do vinho em Portugal. Enriquecido durante as décadas de 70, 80 e 90 (do século XX) pela personalidade coleccionista e obreira do Eng.º Paixão Marques (delegado regional da JNV/IVV), o acervo museológico é o mais abragente do país no que toca à temática vitivinícola, abarcando aspectos significativos da cultura material do vinho de inquestionável valor histórico, científico, indústrial e etnográfico que vão do século XVII ao advento do século XXI. Composto por um universo com mais de 8500 peças móveis, a coleção permanente contempla várias tipologias que vão da enologia, a etnologia, a tecnologia tradicional, a arqueologia industrial até às artes gráficas, plásticas ou decorativas. Um conjunto integrado dentro do conceito da exposição temáticas e da musealização de sítio, contextualizando a viticultura e a vinicultura (em diferentes momentos históricos), as indústrias correlativas (tanoaria, engarrafamento, vidro de embalagem), armazena-

mento, distribuição ou o consumo do vinho. Em 11 outubro de 2012, foi confirmada a passagem do Museu do Vinho de Alcobaça para a guarda do Município com a celebração do contrato de cedência do imóvel com a DGTF e do espólio móvel com o IVV. A 30 de novembro de 2012, decorrente da cedência das instalações, foi formalizada por despacho do Presidente da Câmara, a Comissão instaladora do Museu do Vinho de Alcobaça. Este órgão técnico e consultivo, chefiado pelo próprio Presidente da Câmara, integra como membros efetivos, o museólogo da Câmara Municipal (Alberto Guerreiro), bem como um especialista na área do património industrial (Jorge Custodio), três investigadores e técnicos locais (António Maduro, Rui Rasquilho e Gil Moreira) e dois representantes do sector vitivinícola e agrícola local, provenientes respetivamente da Adega Cooperativa de Alcobaça e da Cooperativa Agrícola de Alcobaça (António Caetano e Manuel Castelhano). A Comissão Instaladora incorpora como missão a preparação de elementos de índole técnica e científica potenciando a requalificação e programação futura do Museu do Vinho. É de referir que desde dezembro de 2012 este órgão está em funções regulares e quotidianas expressas, para além das competências técnicas, pela actividade cultural como são exemplo as sessões públicas de 1 dezembro (lançamento da obra biográfica de José Eduardo Raposo Magalhães de António Maduro), 18 abril (Dia Internacional dos Monumentos e Sítios) e 18 de maio (Dia Internacional dos Museus), com palestras e visitas temáticas ao espaços do museu protagonizadas pelos membros da comissão e convidados externos. Por sua vez, em abril de 2013, foi formalizado o protocolo tripartido entre a autarquia, a Adega Cooperativa de Alcobaça (ACA), oficializando a passagem da administração e gestão do espaço para esta entidade local, e a Cooperativa Agrícola de Alcobaça (CAA), tendo em vista o apoio ao desenvolvimento do plano de gestão junto dos produtores locais, ficando a direção técnica e científica à guarda da autarquia.


RECUPERAÇÃO URBANÍSTICA E ESPAÇOS COMERCIAIS » DESTAQUE 09

CÓS, ENTRE O PASSADO E O FUTURO

Rua do Olival Fechado, Alcobaça Tlf: +351 968 497 832 museudovinho@cm-alcobaca.pt Horário Fixo de Visita Terça-feira a Domingo: 11h00 e 15h00 Visitas por grupos organizados e escolas (marcação prévia) Terça-feira a sexta-feira: 9h30 às 11h30 | 14h00 às 17h00 Sábados, Domingos e feriados: 10h00 às 12h30 | 13h30 às 16h00 Bilhete geral: 2.5€ ACOMPANHE-NOS NO FACEBOOK EM www.facebook.com/MuseudoVinhodeAlcobaca

Em 2012 foi oportuno anunciar a perspetiva de desenvolvimento de um projeto de valorização do conjunto monástico de Cós, um dos mais belos tesouros patrimoniais do concelho. A aquisição de parcelas privadas que ocupavam a antiga propriedade monástica, desde a extinção das ordens religiosas, representou o primeiro grande esforço da autarquia tendo em vista viabilizar a recuperação do espaço com fins lúdicos, científicos e pedagógicos. No decurso do último ano, foi realizado o levantamento do existente e a identificação global do valor patrimonial do edificado, tendo-se concluído que qualquer processo de reabilitação e valorização terá de passar por três fases fundamentais. A primeira fase consistirá na remoção dos elementos arquitetónicos sem valor científico, cultural ou artístico, resultantes das ocupações posteriores à extinção das ordens religiosas. Depurada a área dos elementos dissonantes, terá de ter lugar o desenvolvimento de um programa de intervenção arqueológica de larga escala, que permita uma interpretação do recinto monástico, esclarecer questões formais do espaço e das respetivas cronologias e caracterizar, do ponto de vista da cultura material e da vivência quotidiana, a comunidade monástica intramuros e a sua relação com a comunidade extramuros. Por fim, com os conhecimentos adquiridos, num processo simultâneo e posterior à fase de estudo arqueológico, pretende-se desenvolver e concretizar o programa arquitetónico e museológico que melhor responda às exigências da divulgação científica e turística do sítio, de forma a viabilizar uma plena fruição por parte de visitantes e da comunidade, abrindo, outrossim, uma janela de oportunidade para a valorização de outras potencialidades locais. O conceito e o trabalho desenvolvidos até ao momento mereceram a aprovação da Direção Geral do Património Cultural, encontrando-se autorizada, desde o final de julho, a prossecução da fase 1, relativa à demolição de elementos atípicos e sem valor patrimonial. Os trabalhos serão devidamente acompanhados do ponto de vista técnico e deverão ter início nas próximas semanas, assim que sejam reunidas as condições logísticas. A prossecução das fases seguintes irá depender da capacidade de obtenção de financiamentos e irá requerer uma mobilização de recursos incomparavelmente mais complexa. Entretanto, a concretização da primeira fase irá, só por si, representar uma significativa valorização do conjunto monástico, por colocar em evidência pormenores sufocados por construções recentes e, num período transitório até a materialização das fases seguintes, por oferecer uma maior disponibilidade de espaço para a comunidade realizar eventos relacionados com o monumento e a vida religiosa e social da comunidade.


10 ESTRATÉGIA PARA O FUTURO

MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA AO SERVIÇO DOS MUNÍCIPES Em 2012, as alterações à legislação aplicável a impostos sobre o património imobiliário levaram a uma avaliação geral do valor dos prédios urbanos, que abrangeu cerca 5,2 milhões de prédios urbanos a avaliar numa média aproximada de 23 000 prédios/dia em todo o território nacional (no Município de Alcobaça foram avaliados aproximadamente 29 000 prédios urbanos), o que implicou um enorme esforço por parte de todos os Municípios, esforço esse no qual também Alcobaça se empenhou grandemente. A missão inicial prendia-se com o processo de avaliação geral dos prédios urbanos posteriormente entendeu-se que as sinergias criadas eram uma mais valia para outras metas de grande importância para o Município (nomeadamente a Loja do Munícipe). A experiência adquirida permitiu iniciar um processo de modernização administrativa, no que respeita às matérias da área do urbanismo e às matérias que com ele estão interligadas para se poder dar um apoio mais célere nas questões, dúvidas e incertezas que são colocadas pelos munícipes, quer enquanto particulares quer enquanto empresários. A grande etapa inicial, que esteve na origem na criação de um grupo de trabalho (para a conclusão do processo de avaliação

geral dos prédios urbanos) já foi finalizada, no início de 2013. Todo o trabalho desenvolvido no âmbito deste grupo teve como objectivo principal a criação de procedimentos que visem facilitar a interacção entre os munícipes e os serviços da autarquia, para que o relacionamento entre ambas as partes possa decorrer com maior facilidade, quer possibilitando um acesso mais rápido à informação necessária, quer servindo como meio de prevenir eventuais falhas nos procedimentos a desenvolver pelos munícipes. Mas, para esse efeito, é necessário realizar diversas tarefas invisíveis ao exterior, designadamente a inserção de informação de retaguarda que sirva de suporte à interacção pretendida: é o caso da digitalização das peças escritas e desenhadas de todos os processos de obras ou georeferenciação dos prédios urbanos (neste momento, estão cerca de 49.000 processos de licenciamento de obras recuperados em base de dados, de um universo estimado de aproximadamente 80.500 processos) ou georeferenciação dos prédios urbanos (já com cerca de 6.000 edifícios georreferenciados). Todo este trabalho de base destina-se a preparar, fundamentalmente, a futura Loja do Munícipe.

BREVEMENTE PORTAL DO MUNÍCIPE MAIS SERVIÇOS ONLINE MELHORIA NA RESPOSTA ACEDA EM:

portaldomunicipe.cm-alcobaca.pt


ESTRATÉGIA PARA O FUTURO

LOJA DO MUNÍCIPE A futura Loja do Munícipe será um espaço centralizador, num único ponto, de todo o atendimento do município, e este deverá responder com rapidez, clareza e eficácia às solicitações e necessidades dos munícipes.

Neste espaço funcionará o Balcão Único de Atendimento que será o local para tratar de todos os assuntos relacionados com a Autarquia, tais como, operações urbanísticas, incluindo a emissão de plantas de localização, obras municipais, ambiente, licenças de ruído, de publicidade, de terrado e ocupação da via pública, de horários dos estabelecimentos comerciais, emissão e renovação de cartas de caçador, pedidos de números de polícia, reclamações e pagamentos e recebimentos na tesouraria, também reunirá condições para poder prestar outros serviços complementares como a venda de bilhetes do Cine-Teatro e de passes para os transportes públicos. A escolha do edifício do Mercado Municipal para a implantação do Balcão Único de Atendimento deveu-se à sua localização privilegiada, central, próxima dos principais serviços públicos (Conservatórias, Tribunal, Policia, Finanças), assim como, do comércio local, dos transportes públicos e de parques de estacionamento. Actualmente o atendimento presencial com o Município de Alcobaça, faz-se nos diversos serviços espalhados pela cidade, com predominância em três locais, Paços de Concelho e edifícios dos Serviços Técnicos e dos Serviços Municipalizados, localizados respectivamente, na Praça João de Deus Ramos e na Rua da Liberdade. Pretende-se que, em breve, haja um espaço aberto a todos quantos procurem o contato com a Autarquia. O Balcão Único de Atendimento irá assegurar, para além de um atendimento presencial personalizado e de qualidade, um atendimento telefónico que responda às solicitações dos munícipes, passando a ser para aqui canalizadas as chamadas externas ou até mesmo aí instalada a telefonista. Na senda da implementação do chamado E-Goverment, a Loja do Munícipe será ainda ser dotada de um Quiosque do Cidadão, permitindo aos munícipes efetuar um conjunto de tarefas relacionadas com os organismos públicos, para além do âmbito municipal, contando com o apoio dos funcionários do Município.

11


12 AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO

EMPREGO E ATIVIDADE ECONÓMICA A diversidade do Concelho traduz bem o seu vasto território. Com especializações diversas, de acordo com a área geográfica ocupada, a indústria transformadora e o comércio configuram-se enquanto principais vetores, tanto no emprego como no volume de negócios, da economia do Concelho. O setor primário, nomeadamente a agricultura é, por tradição, um setor emblemático de Alcobaça. A qualidade das suas frutas e hortícolas, cultivadas há já tantos séculos (herança dos saberes dos Monges de Cister) é hoje, mais do que nunca, reconhecida em todo o mundo! E numa altura em que os números demonstram que o regresso e aposta neste setor é uma realidade, nomeadamente por uma franja significativa da população desempregada, a agroindústria é uma aposta com futuro! As exportações neste setor têm crescido sustentadamente, fruto do investimento e desenvolvimento, aliado ao saber fazer mais tradicional. Tendo já uma forte implantação no mercado interno e externo, o exemplo da maçã leva Alcobaça mais longe, a par dos vinhos e licores, e entre tantos outros produtos neste setor em expansão e gerador de emprego. Outro setor de grande tradição histórica é a cerâmica, indústria que se tem conseguido reinventar, com alguns bons exemplos e que tem sabido evoluir, conquistando o exigente mercado externo. Os moldes, tradicionalmente localizados a norte do Concelho

continuam a dar cartas, num setor com elevada especialização e know how, que tem sabido combinar eficiência organizativa com investimento tecnológico, aumentando o volume de negócios, a produção e, consequência direta, o aumento de postos de trabalho e das transações comerciais, nomeadamente com a aquisição de matérias primas, contribuindo indiretamente para a manutenção de mais postos de trabalho e garantindo a laboração de outras empresas. A indústria extratora e transformadora da pedra, outro setor emblemático do concelho, continua a dar cartas a nível económico e as cutelarias, calçado e marroquinaria, ambos tradicionalmente localizados no sul do concelho, continuam a singrar, mesmo com os tempos conturbados que temos vindo a atravessar. Pelos motivos acima apresentados, pela forte tradição empreendedora da população e também pela diversidade de setores económicos, o nosso concelho tem conseguido manter a taxa de desemprego em níveis mais baixos do que os concelhos limítrofes, com o valor das exportações, em 2012, a alcançar o valor de 189.633.488€, muito significativo se tivermos em consideração que em 2010 se tinha cifrado nos 142.154.057€. A constituição de pessoas coletivas registou em 2012 o n.º de 148, tendo recuado face a 2011, mas igualando o valor de 2010. (Fonte: INE e ODERL).

TURISMO DE EXCELÊNCIA

INVESTIMENTOS PRIVADOS Alcobaça, terra de grandes empreendores, continua a ser um exemplo da luta contra a corrente e, nesta conjuntura de retracção económica, destacam-se dois empreendimentos na área do turismo (de lazer, de negócios e desportivo): O Real Abadia Congress & SPA Hotel e o CEIA - Centro Equestre Internacional de Alfeizerão. Coragem e visão deram lugar a dois avultados investimentos em equipamentos, comparticipados por fundos comunitários, que se pautam pela qualidade e pela dinâmica que dão ao Concelho de Alcobaça, para além do fôlego económico que gera e de dezenas de empregos diretos e indiretos. O CEIA - Centro Equestre Internacional de Alfeizerão - é um complexo desportivo destinado principalmente à prática de actividades hípicas, podendo também servir para a realização de outros desportos, nomeadamente desportos de pavilhão, tais como futsal, voleibol, basquetebol, entre outros, com a possibilidade de montagem de piso próprio. Pode ainda servir para exposições ou congressos. Pretende atrair o maior número de turistas, nacionais e estrangeiros, tendo sempre

por base os cavalos, a boa gastronomia e os execelentes atrativos naturais e culturais do nosso concelho e da nossa região. O Real Abadia Congress & SPA Hotel (com 4 estrelas) localizado nos Capuchos e a cerca de 3 km da zona histórica de Alcobaça, é um Hotel de inspiração cisterciense, oferece 32 quartos, restaurante com cozinha de autor com influência dos produtos da região, bar, serviços de SPA com banhos turcos e sauna, duas salas polivalentes, piscinas interior e exterior aquecidas, biblioteca e fantásticos espaços exteriores. Encontra-se patente em todo o projeto a preocupação com o ambiente e a utilização de recursos naturais. Pretende-se também promover a região e os produtos regionais no estrangeiro, por forma a atrair mais turistas. O turismo de eventos e de negócios é também um ponto forte deste Hotel. O Concelho tem aumentado a capacidade para captar turismo com alojamentos de qualidade, bem situados e aproveitando os recursos e atributos que a região tem para oferecer. Neste sentido, foi aprovada recentemente outra Unidade Hoteleira de 4 estrelas para a freguesia da Cela.


AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO 13

PARQUE DE NEGÓCIOS

AJUDANDO A DINAMIZAR AS EMPRESAS DO CONCELHO O Parque de Negócios após um ano de intensa atividade é já reconhecidamente uma agência de desenvolvimento local e regional, um espaço aberto a todos os empresários ou potenciais empresários, no qual se destaca: - A promoção e apoio ao Empreendedorismo; - O espírito Empresarial; - A promoção do Auto - Emprego / Incubadora de Empresas; - O desenvolvimento de competências na área do empreendedorismo (formação, seminários, workshops); - Gabinete de Apoio ao Empreendedor. O Gabinete de Apoio ao Empreendedor contribui para o apoio e desenvolvimento económico local e regional, dando apoio e encaminhamento a ideias de negócio. Entre outras vertentes, esse apoio passa fundamentalmente por: - Elaborar um plano de negócios; - Perceber a viabilidade de um ideia; - Candidaturas a fundos comunitários.

Na sequência do trabalho já desenvolvido e da própria dinâmica do Gabinete foram apoiados novas empresas e estabelecidas parcerias, das quais se destacam: - O Acordo de Cooperação pelo Empreendedorismo, na vertente do microcrédito entre a Autarquia e o Millennium bcp, com vista à identificação, apoio e desenvolvimento de projectos de criação de micro-empresas e de auto-emprego. Sendo este mais um instrumento de crédito disponível que poderá tornar realidade uma ideia de negócio. O Millennium bcp analisará e financiará os projectos de criação de microempresas, ou auto-emprego, que sejam considerados viáveis. - Protocolo com a NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria, que visa a cedência de um espaço, no Parque de Negócios de Alcobaça, para que esta Associação possa prestar apoio aos empresários do Concelho: informação, apoio técnico e consultadoria, designadamente nas áreas da formação e instrução de projetos para efeito de apresentação de candidaturas a financiamento comunitário.

POTENCIAL ENERGÉTICO EM ALJUBARROTA A 3 de setembro de 2012 o Ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, esteve no Parque de Negócios de Alcobaça na assinatura do contrato entre a Galp Energia e a Mohave Oil & Gás. Apesar da prospecção realizada no subsolo de Alcobaça não ter tido os resultados esperados a Galp Energia confirmou, recentemente, que se mantém interessada em se manter na região. A empresa acredita no potencial de Portugal a nível energético e, nesse sentido, exerceu a opção de se tornar operador na concessão de gás natural Aljubarrota-3.

RECORTE DE NOTÍCIA DO DOSSIÊ ESPECIAL PETRÓLEO & GÁS - JORNAL EXPRESSO 27.07.2013


14 OBRAS DE PROXIMIDADE

RENOVAÇÃO DO SISTEMA DE FORNECIMENTO DE ÁGUA ALCOBAÇA, VESTIARIA, BÁRRIO E CELA Esta obra consistiu na substituição da conduta adutora (de alimentação ao reservatório da Cela Nova), na substituição da conduta de distribuição ao longo de toda a estrada principal entre a Vestiaria (corte para a Aliceira) e o reservatório elevado da Cela Nova, e no reforço da capacidade de armazenamento com o aumento de capacidade em cerca de 2000 m3. Garante-se agora a qualidade e a eficácia do sistema de fornecimento de água: - anteriormente a água era transportada e distribuída numa conduta de fibrocimento com uma idade superior a 40 anos, o que lhe diminuía a qualidade; - aumento do conforto dos consumidores com colocação de uma pressão de serviço constante e em conformidade com o regulamentado em cada ponto da rede, o que não se verificava antes, dado que a conduta anterior fazia o transporte da água para o reservatório fazendo ao mesmo tempo a distribuição, o que provocava alterações constantes na pressão de serviço, afetando por isso de forma significativa a qualidade do serviço; - redução da quantidade de roturas provocadas não só pela idade e deterioração da tubagem anterior, mas também porque com as alterações frequentes da pressão, a tubagem sofria um desgaste maior;

JÁ ADERIU À FATURA ELETRONICA?

- aumento da capacidade de armazenamento (que passou de 1000 m3 para 3000 m3), permite que mesmo que aconteça uma necessidade de interrupção da adução (por exemplo por uma falha de energia, ou outro motivo alheio ao Município) a distribuição não sofra interrupções para nenhum consumidor durante cerca de 48 horas. Um investimento de 3.086.010 Euros (com comparticipação de 85% de fundos comunitários) para uma melhoria significativa na qualidade e eficácia do fornecimento de água para a população abrangida.

Os Serviços Municipalizados passaram a emitir fatura de água com novo layout, de mais fácil de interpretação e ainda disponibilizaram as faturas de água em formato eletrónico. Para se aderir a este novo serviço basta preencher o formulário disponibilizado no site (www.smalcobaca.pt) ou dirigir-se à secretaria dos Serviços Municipalizados. Posteriormente os serviços confirmarão a adesão passando assim a receber, no e-mail que indicar, a nova fatura. Esta é uma forma mais cómoda de receber, consultar e arquivar facilmente as faturas em formato digital e mais amiga do ambiente, uma vez que contribui para a redução do consumo de papel.


OBRAS DE PROXIMIDADE 15

CUIDADOS DE SAÚDE DE PROXIMIDADE Na estratégia de dotar a população do Concelho de equipamentos de saúde dignos e de proximidade, estão em fase de conclusão as extensões de Saúde do Vimeiro e de São Martinho do Porto, sendo que a da Benedita é uma verdade irreversível, havendo já um protocolo nesse sentido. Há uma vontade da Autarquia de fazer mais e melhor no que diz respeito à saúde. Gastar bem no tempo certo, da melhor

forma possível, dando à população do Concelho as condições necessárias para uma vida melhor. Estes equipamentos de saúde de proximidade permitem um acesso democrático aos cuidados primários de saúde tendo, também, um papel relevante na promoção de hábitos e que tragam maior qualidades de vida. As obras são comparticipadas a 85% pelos fundos comunitários.

EXTENSÃO DE SAÚDE DO VIMEIRO

EXTENSÃO DE SAÚDE DE SÃO MARTINHO DO PORTO


16 OBRAS DE PROXIMIDADE

UMA OBRA PERTO DE SI

ARRANJOS EXTERIORES DA EB1 DE TURQUEL

ARRANJO DOS SANITÁRIOS DA EB1 DO CARVALHAL DE TURQUEL - TURQUEL

REPARAÇÃO DAS VALETAS DE BETÃO NA ESTRADA DE CARRASCAS - JUNQUEIRA - CELA

ARRANJOS EXTERIORES NA ZONA ENVOLVENTE AOS PAVILHÕES DA COOPERATIVA EM ALCOBAÇA

ARRANJOS DA ENVOLVENTE À MISERICÓRDIA DE ALFEIZERÃO

ALCATROAMENTO JUNTO À ROTUNDA DE ÉVORA

LAGOA DO CÃO - PRAZERES DE ALJUBARROTA

ALCATROAMENTO NOS MOLEANOS - PRAZERES DE ALJUBARROTA

ALCATROAMENTO EM TURQUEL

ALARGAMENTO DA VIA - CELA NOVA

AMPLIAÇÃO DO CEMITÉRIO DE ALFEIZERÃO

REQUALIFICAÇÃO DO MERCADO DA BENEDITA

ARRANJOS EXTERIORES ENVOLVENTES AO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DE ÉVORA (EM EXECUÇÃO)

REPARAÇÃO DO FUNDO DO LEITO DO RIO ALCOA EM CHIQUEDA - PRAZERES DE ALJUBARROTA

EXECUÇÃO DE PASSEIOS NA ZONA DA COVA DA ONÇA - ALCOBAÇA (EM EXECUÇÃO)


OBRAS DE PROXIMIDADE 17

CAMPOS SINTÉTICOS APOSTA COM RETORNO NO FUTURO Na área de desportiva houve uma forte aposta na renovação dos campos desportivos: os relvados sintéticos de Alfeizerão e Benedita já são uma realidade (o campo do Estádio Municipal de Alcobaça terá início em breve). As condições desportivas dos nossos atletas são fundamen-

tais, assim como a boa aplicação dos dinheiros públicos: os campos sintéticos a médio prazo trarão retorno económico devido a sua reduzida manutenção, à durabilidade e à gestão de recursos, tanto energéticos como materiais.

CAMPO MUNICIPAL DE ALFEIZERÃO

CAMPO ABCD - BENEDITA

ESTÁDIO MUNICIPAL DE ALCOBAÇA


18 OBRAS DE PROXIMIDADE

PARQUE VERDE

JARDIM DO OBELISCO

LEVADA

As obras da Levada já são uma realidade. Em breve os alcobacenses e todos os turísticas que nos visitam terão mais um espaço de fruição. Esta obra será a primeira de outras fundamentais em que a Autarquia muito se tem empenhado e debatido. A estratégia de intervenção no espaço público tem uma visão clara e um fio condutor que pretende articular entre si o percurso da Levada, que levará tanto ao Jardim do Obelisco como ao Parque Verde (este último um sonho a realizar, ultrapassados que estão os obstáculos com a Direcção Geral do Património Cultural), esta visão é fundamental para a identidade histórica e cultural de Alcobaça e da preservação do legado histórico dos Monges de Cister. São estes pilares que nos trarão mais valias turísticas de diferenciação e de excelência.

LEVADA PRIMEIRO PASSO PARA O SONHO LIGAÇÃO DO JARDIM DO OBELISCO AO FUTURO PARQUE VERDE


POLITICAS SOCIAIS INOVADORAS

PASSEIOS SENIORES 12 ANOS DE VIAGENS ÚNICAS O Município de Alcobaça, promove a 13.ª edição dos Passeios Seniores, uma das iniciativas da Autarquia com maior sucesso na área da ação social. Durante os últimos 12 anos os passeios tiveram um total de mais 18000 participantes. Os passeios são destinados a pessoas com mais de 65 anos de idade, residentes no Concelho, e para além do seu papel lúdico, desempenham uma ferramenta crucial no trabalho da Autarquia contra o isolamento social e na promoção do bem-estar dos participantes. O investimento é grande mas compensador. A viagem deste ano terá como destino, as regiões de Alpiarça/Santarém, onde os participantes terão a oportunidade de visitar o Museu - Casa dos Patudos e a Casa Agrícola Paciência em Alpiarça, abrangendo, uma passagem pelo Concelho de Santarém. As visitas decorrerão no período compreendido de 26 de agosto a 4 de outubro.

GABINETE DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO JÁ ABRIU Cada vez mais o Associativismo se assume como principal motor de desenvolvimento local e comunitário, quer através da implementação de ofertas socioculturais, quer através do incentivo à participação e exercício de uma cidadania ativa. Assim, a Câmara Municipal de Alcobaça criou durante o primeiro semestre de 2012 o Gabinete de Apoio ao Associativismo do Município de Alcobaça, cujo grande objetivo é fortalecer a intervenção social, cultural, recreativa e desportiva do associativismo concelhio. O gabinete de apoio tem como missão facilitar o contato entre a autarquia, as estruturas associativas do concelho e a população, de modo a apoiar, dinamizar e enquadrar a sua atividade. Dispõe de uma visão global sobre o movimento associativo, desenvolvendo diversas formas de relacionamento e mecanismos de gestão dos apoios, de modo a corresponder de uma forma justa às necessidades das associações do concelho. Através de uma rede comunicacional este gabinete, sempre que solicitado, apoiará na divulgação de atividades organizadas pelas associações e coletividades, no sentido de contribuir para a promoção de eventos Pretende ainda favorecer e incentivar um maior envolvimento das populações na vivência comunitária, promovendo o

diálogo e o intercâmbio institucional entre a autarquia e os órgãos sociais das associações e coletividades do concelho, no sentido de estimular e valorizar o empenho e a dedicação de todos os voluntários que dedicam o seu tempo ao serviço da população. Assentará na definição de ações conjuntas do movimento associativo, na organização de fóruns e encontros de associativismo, no apoio à legalização de novas coletividades.

Local do gabinete: Alcobaça Amiga Modo de funcionamento: atendimento realizado através de marcação prévia, por telefone ou por e-mail. Telefone: 262 184 662 associativismo@cm-alcobaca.pt neuza.farracho@cm-alcobaca.pt Atendimento presencial: 3.ª feira e 4.ª feira: 10h às 12h30.

19


20 POLITICAS SOCIAIS INOVADORAS

CENTRO DE ATENDIMENTO A JOVENS 'FORA DE PORTAS' Considerando o Centro de Atendimento a Jovens enquanto estrutura de apoio à comunidade, implementou-se, no ano lectivo 2012/2013, pela experiência acumulada nos últimos anos de actuação, um novo serviço: o CAJ - Fora de Portas. Com o objectivo de aumentar o acesso à informação, por parte dos/as jovens adolescentes e respectivas famílias, a estratégia utilizada traduziu-se, no 1.º semestre de 2013, pela deslocação dos/as Técnicos/as às Instituições que solicitaram marcações de sessões / 'oficinas' temáticas. A oferta inicial de formação proposta previu a abordagem de temáticas / problemáticas tão complexas quanto: a prevenção da gravidez indesejada e da maternidade precoce na adolescência; o sentimento de perda e o luto; as novas dependências e as relações interpessoais; a gestão de conflitos; a autonomia; e, a necessidade de se construir / proporcionar ambientes familiares positivos. Estruturadas tendo em consideração o público-alvo (adolescentes por um lado e/ou encarregados de educação, por outro), as 'oficinas' solicitadas chegaram a cerca de 1 000

jovens integrados nas diversas instituições de ensino do Concelho de Alcobaça. Partindo do pressuposto que a abordagem deve contemplar a Família realizaram-se, de igual forma, sessões para cerca de 270 Encarregados de Educação. Numa segunda fase de abordagem à comunidade irá trabalhar-se a constituição de grupos de discussão alargados e regulares de discussão de temáticas / problemáticas específicas que foram sinalizadas ao longo das 'oficinas' realizadas com os Encarregados de Educação.

GABINETE DE ENCAMINHAMENTO DE

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA No seguimento de uma parceria estabelecida entre o Município de Alcobaça e a AHME - Associação Humanitária de Mulheres Empreendedoras (ONG que actua nas áreas do Empreendedorismo Feminino, da Igualdade de Género, do Combate à Violência Doméstica e no Combate ao Tráfico de Seres Humanos), e no âmbito do projecto "Equal Rights & Equal Duties", delineou-se: i) a implementação de um Gabinete de Encaminhamento de Vítimas de Violência Doméstica (que funcionará todas as 4.as feiras, entre as 09h e as 12:30h, no Edifício Alcobaça Amiga - Alcobaça) disponibilizando apoio psicológico directo e encaminhamento a vítimas de violência residentes no concelho e/ou concelhos limítrofes (Junho 2013); ii) a realização de um Seminário subordinado à temática "O impacto do envolvimento paterno no desenvolvimento e progressão na família e na criança" (Junho 2013); iii) a realização de um Seminário subordinado à temática "Saúde e Violência" (Abril de 2014); e, iv) a produção de uma campanha de sensibilização subordinada ao tema "É um pai presente?" que decorrerá até Maio de 2014. Relativamente ao Gabinete de Encaminhamento de Vítimas de Violência Doméstica, funciona, numa 1.ª fase, todas as

4.as feiras, entre as 09h e as 12h30, no Edifício Alcobaça Amiga e apresenta como principais estratégias de actuação: a realização de diagnósticos de situação, a avaliação de risco, o acompanhamento psicológico, a prestação de informação relativa aos direitos da vítima e aos recursos existentes na comunidade, o aconselhamento jurídico e o encaminhamento e/ou articulação com outros Serviços com competências na área. De salientar que o conjunto de acções contemplado na parceria entre o Município de Alcobaça e a AHME integra o Plano Municipal para a Igualdade. Neste último estabelecem-se um conjunto de acções através das quais se pretende introduzir factores de mudança facilitadores da promoção da igualdade e não discriminação. É, igualmente, pretensão do Município contribuir para um trabalho alargado de parceria, semelhante ao efectuado internamente através da Rede Social, mas neste caso específico a nível intermunicipal, apresentando como principal objectivo a implementação de uma rede sustentada de apoio à vítima de violência.


POLITICAS SOCIAIS INOVADORAS

APOIO A INSTITUIÇÕES SOCIAIS A Câmara Municipal apoiou financeiramente diversas Instituição Sociais (Centro Paroquial de Alfeizerão, Santa Casa da Misericórdia de Alfeizerão, Lar de Idosos da Associação de Bem Estar e Ocupação de Tempos Livres de Pataias, Lar de Idosos do Centro Cénico da Cela e CEERIA). O Concelho de Alcobaça dispõe atualmente de uma rede de apoio social aos mais idosos e, em breve, será inaugurada a nova sede do CEERIA que dá apoio às pessoas portadoras de deficiência. O apoio social da Autarquia, entre outras vertentes, consubstancia-se no projeto Alcobaça Amiga: onde a Autarquia pretende continuar o seu trabalho de apoio aos idosos mais carenciados promovendo os pequenos arranjos domésticos e o desenvolvimento de atividades diversas que promovam o bem-estar físico e emocional dos beneficiários. É importante que, sempre que possível, a assistência aos mais idosos seja feita nas suas próprias casas.

ALCOBAÇA AMIGA CONTINUAMOS A DAR RESPOSTAS SOCIAIS COMPLEMENTARES Inaugurado a 21 de junho de 2011, o programa Alcobaça Amiga continua a dar respostas sociais complementares aos munícipes que se encontrem em situação socioeconómica e/ou afetiva considerada precária, principalmente às pessoas, agregados familiares e grupos mais vulneráveis, em situação de maior risco ou dependência física e funcional. Com este objetivo, o programa assegura e desenvolve um conjunto de vertentes / ações: - Espaço Solidário: prestação de apoio psico-social a munícipes em situação de vulnerabilidade; - Pequenos arranjos domésticos: execução de pequenas reparações em casa de munícipes reformados por velhice, invalidez ou dependentes com baixos rendimentos; - Desporto Sénior: desenvolvimento de atividades diversas que promovam o bem-estar físico e emocional dos beneficiários (Passeios Seniores; Desporto Sénior; Carnaval Sénior; Magusto Sénior; Dia da Terceira Idade; Sénior Ativo; Projeto Leitura Intemporal). Ao longo do programa foram várias as campanhas e apoios dirigidos ao munícipe nomeadamente: Campanha Doar, Campanha de Recolha de Produtos de Higiene, encaminhamentos para Cantina Social, apoio a deslocações, apoio ao Serviço de Teleassistência, emissão de pareceres técnicos (Tarifário Social e/ou Familiar), protocolos interinstitucionais (Unidade de Cuidados na Comunidade).

Edifício Alcobaça Amiga Sede: Rua Bombeiros Voluntários - Alcobaça Tel.: 262 184 662 Linha Verde: 800 086 060 E-mail : alcobaca.amiga@cm-alcobaca.pt Horário: 2.ª a 6.ª: 9h - 12h30 / 14h -17h30

Caso prentenda ou conheça alguém que queira desfazerse de qualquer móvel ou eletrodoméstico em bom estado, pode colaborar connosco. Nós iremos ao seu encontro (marcamos um dia e hora para a recolha) e encaminharemos os bens doados para pessoas que deles necessitem realmente. Contacte-nos pela Linha Verde.

21


22 INFRAESTRUTURAS DE EDUCAÇÃO MODERNAS

INVESTINDO NO DESENVOLVIMENTO DAS NOSSAS CRIANÇAS A Câmara Municipal tem vindo a efectuar um investimento forte e consistente na educação daqueles que serão o futuro do Concelho e do País. Investimento que é bem visivel nas obras em curso, dando novas condições aos nossos alunos e ainda no apoio social, desde o fornecimento de refeições até aos subsidios de estudo. As escolas do Aljubarrota, Bárrio e São Martinho do Porto foram requalificadas e adequadas aos actuais contextos pedagógicos, sociais e legais e, em comparação com os novos Centros Escolares (Alcobaça e Benedita), também estes alunos mereciam condições adequadas para a sua educação. Foi um planeamento exaustivo do ponto de vista da gestão da construção e dos dinheiros públicos. Estas obras de renovação constituem também uma importante requalificação urbana, reabilitando a imagem do Concelho, dando novas e melhores condições aos nossos alunos.

EB1 ALJUBARROTA

EB1 BÁRRIO

Encontra-se concluída a ampliação para mais uma sala de aulas para apoio a crianças com idade pré-escolar. Foi reconvertida uma arrecadação para wc's dimensionados para crianças com essas idades. Está concluída também toda a envolvente para recreio, dotada de campo de jogos, horta pedagógica e equipamentos/brinquedos de divertimento infantil. Tinha sido já recentemente efetuada uma ampliação para uma sala polivalente e novos wc's.

Encontra-se em utilização desde fevereiro de 2013. A intervenção consistiu na requalificação do edifício existente, tendo sido acrescentado mais uma sala de aula, ficando no total com 4 salas. Foi criada uma sala de apoio polivalente e uma copa de apoio, para o caso de pretenderem servir alguma refeição na escola, desde que préconfeccionada noutro local. O edifício foi dotado de climatização adequada. Foi reabilitado e beneficiado o espaço de recreio envolvente, onde se previu um espaço para horta pedagógica.

Inauguração: 12 de outubro de 2012

Inauguração: 22 de fevereiro de 2013


INFRAESTRUTURAS DE EDUCAÇÃO MODERNAS 23

BOLSAS DE ESTUDO Durante mês de novembro decorrem as candidaturas com vista à obtenção de Bolsas de Estudo para estudantes que frequentam o Ensino Superior. Todos os anos são atribuídas um total 20 bolsas mensais que perfazem um valor anual de 1309,50 Euros cada, para jovens residentes no Concelho de Alcobaça, com manifestas carências económicas. Esteja atento ao portal da CMA em www.cm-alcobaca.pt.

FORNECIMENTO DE REFEIÇÕES DURANTE AS FÉRIAS ESCOLARES Como medida de prevenção contra a fome das crianças mais necessitadas, a autarquia decidiu manter abertas as cantinas escolares durante as férias escolares. Desde setembro de 2012, beneficiam desta iniciativa mais de uma centena de alunos referenciados pelas 34 escolas do Concelho como estando em situação de carência económica grave. Esta medida conta com a colaboração de 16 entidades: Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Associações de Pais que garantem o funcionamento do programa de apoio sociofamiliar nos períodos de férias, tal como durante o período letivo.

EB 2,3 SÃO MARTINHO DO PORTO As obras de requalificação da Escola Básica e Secundária de São Martinho do Porto, que se iniciaram em julho de 2011, foram inauguradas a 14 de junho de 2013. A requalificação da escola assentou em duas premissas. A intervenção em todos os edifícios existentes com o intuito de adequar a escola a um novo programa funcional e ás exigências de conforto e segurança impostas actualmente pelas diversas legislações e a construção de um edifício de raiz onde foi implantado um auditório com capacidade para 116 lugares e (re) localizada a biblioteca onde funcionam os meios audiovisuais, nomeadamente uma videoteca. Foram ainda intervencionados os blocos de aulas com a criação de novas salas de aulas e o aproveitamento de espaços vazios sub aproveitados. Com a conclusão da obra, a escola ficou assim com um total de 28 salas de aulas como também uma sala para aulas de música e três salas com laboratórios. Inauguração: 14 de junho de 2013

LANCHEIRA HIPER COOL Desde 2005 têm sido vários os projetos desenvolvidos no âmbito da Educação alimentar sempre, com o principal objetivo de estimular a prática de hábitos alimentares saudáveis nas nossas crianças. No ano letivo de 2012/2013 o projeto "Lancheira Híper Cool " teve como principal objetivo, ajudar e sensibilizar as crianças para a adoção de lanches mais saudáveis, no âmbito de uma alimentação saudável. Contou com uma componente teórica /prática várias alternativas de lanches saudáveis, saborosos, coloridos e divertidos. A ação foi desenvolvida junto de 48 turmas do jardim-de-infância e 1º ciclo do ensino básico, abrangendo 955 alunos.


24 PROJETOS & INICIATIVAS

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

PERSONALIDADES E ALGUMAS VISITAS OFICIAIS QUE PRESTIGIARAM ALCOBAÇA NOS ÚLTIMOS ANOS 1. 7 de maio de 2010: Aníbal Cavaco Silva, Presidente da República Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras

7. 18 de novembro de 2012: Programa "Somos Portugal", TVI - Em direto da XIV Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais

2. 20 de julho de 2010: António Serrano, Ex-Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas - Visita e contacto com dossiers estratégicos para a Autarquia 3. 26 de julho de 2011: D. Ximenes Belo, Bispo de Timor - celebração

8. 7 de abril de 2013: Paulo Lemos, Secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território - Inauguração do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Alfeizerão 9. 8 de junho de 2013: Marta Suplicy, Ministra da Cultura do Brasil -

da missa na Capela do Senhor dos Passos, Mosteiro de Alcobaça 4. 26 de abril de 2012: Maria Cavaco Silva - Visita à Galeria de Exposições Temporárias do Mosteiro de Alcobaça

Inauguração da exposição "OBRANOME II" - Mosteiro de Alcobaça 10. 14 de junho de 2013: António Amaro, Secretário de Estado Inauguração da Escola Básica e Secundária de S. Martinho do Porto

5. 14 de agosto de 2012: Programa "Verão Total", RTP1 - Em direto da Praça do Mosteiro de Alcobaça 6. 3 de setembro de 2012: Álvaro Santos Pereira, Ex-Ministro da

11. 22 de junho de 2013: Reunião do Conselho de Ministros Mosteiro de Alcobaça 12. 25 de julho de 2013: Luis Mira Amaral, Presidente do BIC -

Economia - Visita ao Parque de Negócios de Alcobaça

Assinatura do Protocolo CMA e NERLEI - Parque de Negócios


PROJETOS & INICIATIVAS

PRAIAS DE EXCELÊNCIA Alcobaça é um Concelho de excelência ao nível de qualidade das suas praias. A prova é que foram vários os galardões atribuídos este ano: - QualityCost (a todos os Municípios do Oeste) - Praias com qualidade de Ouro (Água de Madeiros; Légua; Pedra do Ouro; Polvoeira e São Martinho do Porto) - Bandeira Azul (Paredes de Vitória e São Martinho do Porto) - Bandeira Praia Acessível Praia para Todos (Paredes de Vitória e São Martinho do Porto) Os Municípios do Oeste receberam a Bandeira QualityCoast, a qual resulta do galardão atribuído à Região Oeste Portugal e que a distingue, com reconhecimento internacional, como sendo um destino turístico atrativo, de qualidade, com esforços demonstrados na procura da sustentabilidade. Este prémio decorre de uma candidatura elaborada pela Comunidade Intermunicipal do Oeste, seus Municípios e Turismo do Oeste, e apresentada ao Programa Europeu QualityCoast, o qual é coordenado pela Coastal & Marine Union - EUCC. O galardão QualityCoast 2013 é importante para a região pois pode, através da divulgação que será feita junto de operadores turísticos com ação e influência em mercados turísticos de relevância, potenciar um maior desenvolvimento da economia local e captação de novos investimentos compatíveis com critérios de desenvolvimento sustentável, permitindo, igualmente à Região Oeste Portugal, ganhar mais prestígio e visibilidade internacional, já que esta foi considerada como um destino que faz parte dos 20 melhores destinos turísticos sustentáveis. A Quercus atribuiu ao Concelho de Alcobaça classificação de

Praias com qualidade de Ouro a 5 praias: Água de Madeiros; Légua; Pedra do Ouro; Polvoeira e São Martinho do Porto. No início de todas as épocas balneares, a Quercus atribui a classificação de 'praias com qualidade de ouro' às zonas balneares do país com melhores resultados em termos de qualidade da água. O objetivo da Quercus é realçar as praias que ao longo de vários anos (cinco, neste caso), apresentam sistematicamente boa qualidade ou qualidade excelente (tendo em conta a classificação da legislação em vigor), e que, nesse sentido, oferecem uma maior fiabilidade no que respeita à qualidade da água. As praias de Paredes de Vitória e São Martinho do Porto de receberam, mais uma vez, a Bandeira Azul, atribuída pela Associação Bandeira Azul da Europa, um certificado de qualidade ambiental que distingue o esforço de diversas entidades no sentido da melhoria do ambiente marinho e costeiro. Os critérios exigidos são relativos à Qualidade da Água, Informação e Educação Ambiental, Gestão Ambiental e Equipamentos e Segurança e Serviços. As praias de Paredes de Vitória e São Martinho do Porto receberam, mais um ano, a Bandeira Praia Acessível Praia para Todos, promovida pelo Instituto Nacional de Reabilitação, certifica que as pessoas com mobilidade condicionada podem usufruir das praias portuguesas, costeiras e interiores, em condições de igualdade com os restantes cidadãos, mediante a criação de um conjunto de condições de utilização destes espaços de lazer, que incluem os serviços que ali são disponibilizados à população em geral, em condições de conforto e de segurança.

25


26 PROJETOS & INICIATIVAS

DIVERSIDADE DE OPINIÃO NOVA FEIRA DE SÃO BERNARDO OU FEIRA DO MUNICÍPIO DE ALCOBAÇA COM PROGRAMA ESPECÍFICO RELIGIOSO/HISTÓRICO À PARTE? Aproveito este pequeno espaço permitido pela maioria PSD, ao fim de 16 anos, de ser vereador eleito pela CDU, para levantar um debate, polémico para alguns, sobre o que defendemos para a Feira de São Bernardo, outras comemorações do dia do município e uma separação clara da parte religiosa e da componente histórica de Cister / São Bernardo. Sobre a Feira do Município, resumidamente, defendemos que seja de coesão de todas as forças do concelho: freguesias, emigrantes, colectividades, geminações, artesanato… As potencialidades económicas e comerciais devem poder ter espaços condignos ou então ter feiras específicas bem organizadas com os empresários e associações. Como a 30 de agosto se comemora a elevação a cidade, devemos ponderar se temos condições para fazer uma Feira de 20 a 30 de agosto ou se mantemos o número de dias actuais. De qualquer modo a ligação do espaço feira ao Centro da Cidade é um princípio a atingir, envolvendo todos os comerciantes e promovendo a criatividade para termos na cidade todas as 18 freguesias… O Feriado Municipal deve ser momento de festa e convívio mas também de enaltecer instituições, trabalhadores do município, ideias e personalidades. Não podemos ignorar a história e a força do património de Cister. Pela sua expansão pelo mundo, em poucos anos, é um bom exemplo inspirador do que poderemos fazer com as nossas empresas, instituições e talentos. Também nos parece que a figura de São Bernardo deve ser respeitada, pelo que com acordo com a paróquia, encontraremos a melhor forma de comemorar esse património. Colóquios, edição de livro, investigação. O espaço Merco (propriedade ainda não resolvida!) tem de ter restauros evidentes e progressivos. Os WC são urgentes. Os espaços da envolvente (Quinta da Conceição, beira rio, buraco da Crisal…) também devem ser urbanizados de forma a permitir estas ideias… Querendo melhor, entretanto, podemos todos conviver com o que há…

Vereador Rogério Raimundo Eleito pela CDU

SÃO BERNARDO Bernardo de Claraval. 860 anos após a sua morte1. Alcobaça vive mais uma festa a que chamou feira de S. Bernardo. Carrosséis, algodão doce, um passeio à noite por uma parte da cidade que parece esquecida pelo tempo. Pelo tempo e pelos homens. 860 anos, quando o mosteiro de Alcobaça se erguia e que Bernardo de Claraval não viu. Soam os primeiros acordes da música e o canto, que não é gregoriano, espalha-se. E o miúdo, pela mão da mãe, que a aperta para ele não fugir dali, teima em pedir " Mãe, quero ver os palhaços!". Não, diz-lhe a mãe. Aqui não há palhaços! E o circo, ali bem perto, abria as portas para o miúdo entrar. Mas a mãe diz que não. É tarde. Já entraram todos! Não há lugar para nós! O miúdo só resignou quando o pai o ameaçou com o regresso a casa se a tonteira continuasse. O carro bateu violentamente no outro carro, saltando uma faísca, de luz amarela, no alto. O miúdo ria. Tinha esquecido os palhaços. O pai agarrava com força o volante. Pai, agora sou eu! E o carro parava, apesar do miúdo pôr toda a sua força no pé esquerdo, empurrando o pedal para o fundo. Com a boca doce, o miúdo batia com os sapatos nas pedras levantando um pó cinzento e que se misturava no algodão azul. No calor sufocante das quatro paredes que acomodavam brinquedos, tachos e panelas, cintos e carteiras, o miúdo pedia tudo. De regresso, rasgava o papel que coloria os bonecos e animava-os. Dava-lhes a voz que não tinham. E mantinha a esperança de ver os palhaços. No próximo ano como lhe prometeu a mãe. E ele acreditava na mãe. No olhar levava as cores. Muitas cores. A festa, para ele, acabou. 1

S. Bernardo de Claraval faleceu a 20 de Agosto de 1153.

Vereador José Acácio Barbosa Eleito pelo PS


ACONTECEU 27

FEIRA DE SÃO BERNARDO FESTAS DA CIDADE A Feira de São Bernardo 2012, teve lugar junto ao MercoAlcobaça onde os concertos, de entrada livre, encheram o recinto com milhares de pessoas. Houve oportunidade para ver grandes nomes da música portuguesa, desde à Áurea, ao Filipe Pinto, ao duo Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, à Mónica Sintra, aos alcobacenses Sidewalker, Black Leather, Meu & Teu e Ruben Palmeira com o seu "Tributo a Tony Carreira". Nesta Feira secular não faltaram os habituais carrocéis, a venda ambulante e a mostra de atividades económicas e serviços de todo o Concelho. Uma Feira de cariz popular onde o desporto também marca uma forte presença: a perícia automóvel e as provas equestres foram muito concorridas (em 2012 não teve lugar a tradicional prova Circuito São Bernardo), São Bernardo, patrono da Cidade de Alcobaça, um dos grandes teólogos da Igreja Católica e um dos mais influentes da Ordem de Cister dá o nome a esta feira anual que se perde no tempo, remontando aos tempos medievais, e que se vive anualmente de forma intensa.

A 29 de outubro o “Baile da Melhor Idade” trouxe, ao Mercado Municipal dezenas de pessoas de todas as idades. Estas comemorações homenageam todos aqueles que estão reformados, por idade ou por invalidez, com atividades que promovam o convívio e o bem estar.

O CULTO MARIANO NOS COUTOS DE ALCOBAÇA A Câmara Municipal associou-se ao Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, ao Museu Dr. Joaquim Manso e à Confraria de N.ª Sra. da Nazaré, e, em parceria com as Jornadas Europeias do Património 2012, realizaram no dia 29 de setembro uma visita temática intitulada: "O Culto Mariano nos Coutos de Alcobaça - das origens ao Mosteiro de Santa Maria". As origens do culto mariano antecedem a fundação da nacionalidade, tendo D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, dedicado o reino a Santa Maria de Claraval, patrona da ordem de Cister. Todas estas memórias do culto de Maria, que tanta devoção inspira na memória coletiva, levaram a que estas entidades se juntassem e preparassem esta visita a terras de Alcobaça e Nazaré.

DIA DA TERCEIRA IDADE No âmbito destas comemorações no dia 27 de outubro, Herman José atuou no Cine-Teatro de Alcobaça com o espetáculo "One (Her) Man Show" que tem divertido milhares de pessoas por todo o país.

FEIRA DE SÃO SIMÃO A Feira de São Simão de 2012 decorreu de 26 de outubro a 1 de novembro, no Mercado Municipal.


28 ACONTECEU

O sagrado e o profano juntam-se nesta Feira tradicional: por um lado, assinalam-se duas datas religiosas o Dia de São Simão (28 de outubro) e o Dia de Todos os Santos (1 de novembro) e, por outro, promove-se a venda dos tradicionais frutos secos e os passados, muito apreciados nesta época, com muita animação (Pregões, Desgarradas, Acordeonistas, Bailes, Ranchos Folclóricos). A novidade foi a sua deslocalização para o Mercado Municipal de Alcobaça, uma aposta da Autarquia no sentido de revitalizar este espaço que futuramente poderá ser palco de outros eventos.

XIV MOSTRA INTERNACIONAL DE DOCES & LICORES CONVENTUAIS

Foi, entre 15 e 18 de novembro de 2012, que o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça acolheu a XIV Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais visitada por mais de 30 mil pessoas. A Câmara Municipal de Alcobaça pioneira, desde 1999, na preservação e divulgação do riquíssimo Património Cultural que é a doçaria Conventual, na tradição deixada pela presença dos Monges e Monjas Cistercienses dos Conventos de Alcobaça e Cós, as delícias sedutoras, verdadeiras maravilhas criadas através de inúmeras experiências, de longa prática e dedicação, de paciência e devoção, bem como os licores que ao longo dos séculos foram rodeados de secretismo, são colocados ao dispor de todos os visitantes durante a Mostra, os mais de 40 participantes nacionais e internacionais, com destaque para os conventos portugueses, Mosteiros de Espanha, Abadias da Bretanha e Normandia (França), Bélgica e Polónia, fazem deste evento, não só um dos mais relevantes eventos de turismo cultural em Portugal, mas também um evento que enche de orgulhos todos os Alcobacenses, ano após ano, e que torna por esta altura do ano Alcobaça como uma das mais mediáticas cidades do país.


ACONTECEU 29

Durante o evento para além dos concursos de melhor doce e melhor licor, são muitos as atividades para adultos e crianças ficarem a saber mais sobre esta arte da doçaria conventual, nomeadamente ateliers, conferências, animações e recriações históricas.

“SOMOS PORTUGAL” No último dia da Mostra a TVI esteve em direto de Alcobaça, das 14h00 às 20h00 com o programa "Somos Portugal". Alcobaça e os Doces Conventuais estiveram na casa de milhões de espectadores. Foi um dia memorável: milhares de pessoas de todo o país vieram à cidade para verem ao vivo o programa.

CAMPANHA: SEM PLÁSTICOS A VOAR, A FEIRA FICA A GANHAR! A campanha "Sem plásticos a voar, o mercado fica a ganhar!" foi promovida através de contacto pró-ativo junto dos feirantes, nos dias 11 e 25 de novembro e 17 de dezembro nos mercados de Pataias, Turquel e Alcobaça respetivamente. Foram distribuidos folhetos informativos sobre a problemática em causa reforçando os objetivos desta iniciativa, salientando, simultaneamente, as vantagens comerciais decorrentes da adoção de cuidados ambientais destinados a colherem a natural preferência dos clientes por

espaços limpos e arrumados. Os níveis de insalubridade dos espaços após a realização das feiras, os custos associados à sua limpeza, e a recuperação da dignificação dessas áreas são os principais motivos que levaram a Câmara Municipal de Alcobaça e a SUMA, a unir esforços numa ação de sensibilização destinada aos vendedores. Assumindo que as atuais condições podem ser facilmente reversíveis através da responsabilização partilhada pelos espaços e estruturas onde decorrem os mercados e da adoção de boas práticas de triagem, acondicionamento e deposição dos resíduos produzidos.

PASSAGEM DE ANO S. MARTINHO DO PORTO A emblemática Vila de São Martinho do Porto tem acolhido nos últimos anos milhares de pessoas que se juntam, na noite de 31 de dezembro, para festejarem a Passagem de Ano. A Câmara Municipal de Alcobaça, em parceria com a Junta de Freguesia de São Martinho do Porto, têm apostado numa passagem de ano de qualidade, de forma a cativar turismo de inverno, num espaço acolhedor, dirigido a todas as idades. As celebrações tiveram como ponto alto um magnifico espectáculo de fogo de artifício sincronizado com música, realizado a partir de várias plataformas flutuantes colocadas no mar e a partir de um ponto fixo em terra. As fantásticas condições meteorológicas muita música e animação em dois palcos colocados na avenida marginal para o efeito, saldou-se assim o ano com cerca de 50 mil pessoas a assistir gratuitamente.


30 ACONTECEU

CARNAVAL DE ALCOBAÇA FOLIA & ALGAZARRA Na última edição do Folia & Algazarra em Alcobaça (de 7 a 13 de fevereiro) estiveram milhares de pessoas, nas noites de Carnaval mais divertidas da região Oeste. A tenda gigante montada na Praça frente ao Mosteiro foi mais uma vez palco de muita diversão dirigida a todas as idades. Os bares e cafés do Rossio também estiveram abertos como é tradição promovendo a circulação de pessoas num ambiente seguro e muito divertido. Aproveitando o espaço da tenda houve lugar para o baile dos seniores, desfile das escolas, a festa do CEERIA e das crianças. No dia 13 fechou-se o Carnaval com o tradicional Enterro do Entrudo. Com o apoio da Câmara Municipal de Alcobaça o Carnaval e a diversão saíram à rua um todo por todo o Concelho, nos corsos de Turquel, Maiorga, Pataias e no desfile noturno da Benedita.

SARAUS DE POESIA NA BIBLIOTECA MUNICIPAL No âmbito do projeto Clube de Leitura, teve lugar na Biblioteca Municipal nos meses de março, abril, maio e junho Saraus de Poesia com participação da Casa da Cultura de Pataias. Durante as sessões foram declamados poemas de autores

portugueses contemporâneos em diversos registos. O Clube de Leitura tem como finalidade desenvolver uma comunidade de leitores interessados em partilhar o prazer de ler e as experiências provenientes de leituras individuais, promovendo, em torno do livro e da leitura, um espaço informal onde poderão usufruir de textos literários, em prosa e em poesia.

COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA ÁGUA No dia 19 de março comemorou-se o Dia Mundial da Água, onde os alunos da USALCOA tiveram a oportunidade de visitar a ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais) de Alpedriz. O principal objetivo foi mostrar a importância da água: desde a sua captação na natureza até à devolução nos rios e no mar, e o importante papel que as entidades gestoras da água (Serviços Municipalizados de Alcobaça e Águas do Oeste) têm na correta gestão do Ciclo Urbano da Água e, consequentemente, na preservação dos recursos hídricos das bacias hidrográficas dos rios Alcoa e Baça.

MUNDIAL DA ÁRVORE E DA FLORESTA


ACONTECEU 31

CAMPANHA: TROQUE PAPEL VELHO POR PLANTAS NOVAS Como forma simbólica de assinalar um dia que pretende lembrar ao Planeta a importância das árvores e as florestas para a existência da vida humana, no dia 21 de março, a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Alcobaça, ofereceram plantas e kits de ecopontos a quem entregou papel, revistas e jornais. Na campanha de 2012 foram recolhidas 4.322kg de papel (por cada tonelada de papel reciclado evita-se o abate de 15 árvores).

RECRIAÇÃO DO MERCADO DO SÉC. XIX Nos dias 11 e 12 de maio a Praça 25 de Abril, frente ao Mosteiro, encheu-se de vida, centenas de visitantes quiseram apreciar a recriação do Mercado do século XIX. A Praça encheu-se de vendedores (de frutas, hortícolas, pão, enchidos, doçaria) de artesãos e ainda recriações de costumes antigos como danças, cantares e bailes, jogos tradicionais, idas à fonte e desfiles de noivos, como era tradicional fazer-se naquela época. Uma organização da Autarquia e dos Ranchos folclóricos do Concelho de Alcobaça.

DIA MUNICIPAL DO BOMBEIRO No dia 26 de maio, foi comemorado o Dia Municipal do Bombeiro, desta vez na Vila da Benedita. Uma iniciativa da Câmara Municipal de Alcobaça, que já vai na 4ª edição, pretende homenagear os Bombeiros das quatro corporações do Concelho: Alcobaça, Benedita, Pataias e São Martinho do Porto, em reconhecimento da importância dos seus serviços na área da proteção civil durante todo o ano.

PRÓ-SAÚDE No mês de maio decorreu uma campanha de sensibilização e prevenção na área da saúde e hábitos saudáveis: "PróSaúde em Alcobaça". Esta iniciativa teve lugar em várias freguesias do Concelho (Cós, Maiorga e Alcobaça) com o intuito de motivar as pessoas para a Saúde e a qualidade de vida, para o efeito a campanha abarcou várias vertentes: Rastreios de colesterol, glicémia, tensão arterial, índice de massa corporal e avaliação postural, ações de sensibilização para uma vida mais saudável, ações de sensibilização para as questões ambientais, sensibilização na área da Saúde Pública Veterinária e atividade física.


32 ACONTECEU

COMPOSTAR, OUTRA FORMA DE RECICLAR Realizou-se a 16 de maio o workshop de compostagem: "Compostar, outra forma de reciclar", dirigido a toda a população, na Escola Adães Bermudes, em Alcobaça. Esta iniciativa teve como objetivo de valorizar a matéria orgânica passível de ser compostada e transformada em fertilizante natural para ser utilizado na horta ou no jardim e, deste modo, enriquecer os terrenos e diminuir a quantidade de matéria orgânica que vai misturada com os resíduos sólidos urbanos. Esta ação insere-se no programa de incentivo à compostagem doméstica, promovido pela empresa Valorsul, responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos urbanos (produzidos em 19 municípios da Grande Lisboa e da Região Oeste), que consiste na realização de ações de sensibilização designadas por "Compostar, outra forma de reciclar".

CAMINHAR EM LIBERDADE No dia "25 de Abril", o Município organizou a 7ª edição de "Caminhar em Liberdade", contando com mais de 800 pessoas, de várias gerações, que aproveitaram a iniciativa para passar um dia diferente, confraternizar e fazer desporto. A caminhada começou pelas 10 horas, num trajeto de cerca de 5 km pelas ruas da Cidade. Uma oportunidade para caminhar na cidade sem trânsito. Foram distribuídas 500 t-

shirt's e águas e Maçãs de Alcobaça a todos os participantes. Após a caminhada foi tempo para uma aula de zumba que animou os participantes até à hora de almoço.

FESTA DO DESPORTO SÉNIOR A Festa do Desporto Sénior decorre anualmente numa zona diferente do Concelho, este ano foi a vez de Pataias acolher, no dia 22 de junho, cerca de 500 pessoas, vindas de todas as freguesia do Concelho, para uma caminhada e um almoço-convívio. A festa terminou com música e karaoke. A Câmara Municipal assegurou transporte a todos os participantes.

PERCURSO DE ORIENTAÇÃO EM FAMÍLIA No âmbito das atividades de Educação Ambiental , inseridas na candidatura à Bandeira Azul 2013 cujo tema é "Património Natural e Cultural" realizou-se um "Percurso de Orientação em Família" a 30 de junho na cidade de Alcobaça. Esta atividade foi realizada com o apoio técnico do COC (Clube de Orientação do Centro), pretendeu-se conciliar o desporto com o lazer, num espaço que proporciona um per-


ACONTECEU 33

manente contato numa zona urbana com pontos de interesse diversos.

FESTA DA CRIANÇA A celebração do Dia Mundial da Criança no Jardim dos Paços do Concelho na Praça João de Deus Ramos, ofereceu múltiplas atividades a todas as crianças durante o fim-de-semana de 1 a 3 de junho. No final do dia 3, teve lugar a final do 6.º concurso de canções dos alunos de 1º ciclo das escolas do Concelho, promovido pela Academia de Música de Alcobaça e pela Câmara Municipal de Alcobaça, que depois de muitas eliminatórias apurou para a final cerca de 1200 crianças de 17 diferentes escolas do Concelho.

PROJETO ECO - ESCOLAS É um projecto europeu de certificação dos estabelecimentos de ensino: o bom desempenho ambiental da escola é sinalizado com a atribuição de uma BANDEIRA VERDE a ser hasteada na escola. A coordenação nacional é da Associação Bandeira Azul da Europa. Localmente, o Município designa um técnico que acompanha a implementação e decorrer do projecto com os estabelecimentos de ensino. O Município é ainda parceiro das Eco-Escolas locais assumindo a inscrição das mesmas na A.B.A.E. e promovendo visitas de estudo no âmbito das temáticas a tratar. No ano letivo 2012/2013 inscreveram-se 11 escolas no projecto Eco-Escolas.

LIXOTECA ITINERANTE A campanha LIXOTECA ITINERANTE com o novo CD interativo, "O Glorioso Percurso à Lixoteca", teve início no dia 13 de maio e decorreu até ao dia 12 de junho. Percorreu todas as Escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico e Centros Escolares, tendo sido visitada por 2.140 crianças.

LITORAL EM DESTAQUE O município é parceiro do projeto europeu Coastwatch há 10 anos. A monitorização do Concelho neste intervalo de tempo abrangeu já mais de 1500 pessoas em 59 visitas de estudo ao litoral concelhio. A formação de docentes neste contexto decorreu nos últimos 2 anos letivos, uma parceria com o G.E.O.T.A. e Ordem dos Biólogos. O lixo marinho é um problema global estando em cursos investigação sobre um 7º continente, uma ilha que tem três vezes a dimensão da Península Ibérica e é exclusivamente constituído por resíduos e animais que lá ficam aprisionados. Devido ao lixo marinho se destacar também localmente nas épocas de monitorização Coastwatch- Outono/Inverno - estabeleceuse uma parceria com a Univerisdade Nova de LisboaFaculdade de Ciências- com monitorização de microplásticos e contaminação das praias locais pelos mesmos. Neste contexto o projecto europeu MARLISCO( www.marliscoportugal.org). Esteve representado na cidade no formato de uma exposição que, de 20-24 de maio recebeu 17 turmas concelhias: “Lixo marinho: um problema global com expressão local”. Entre vários conteúdos estiveram expostas


34 RADAR CULTURAL

as 3 fotografias vencedoras da campanha Coatwatch 2013. O trabalho municipal no litoral concelhio tem também considerado a monitorização de cetáceos, com registos que, nos últimos 10 anos ultrapassam a centena de animais de 9 espécies. As principais causas de morte apontam para contacto com artes de pesca. Todos estes assuntos sobre o litoral concelhio foram reportados pela RTP no programa Biosfera, emitido domingo 28 de julho de 2013, (programa no Arquivo da Farol de Ideias, em www.faroldeideias.com).

BIOLOGIA DE VERÃO Este verão decorreram 2 atividades no Concelho: “Entre a cidade e a serra”, percursos pedestres em que o contacto estreito com natureza local é uma realidade e “Árvores Locais e Outras coisas mais”, uma atividade que procura divulgar que em Alcobaça há árvores notáveis, tão antigas quanto diversas. Estas atividades são uma parceria com a Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica (www.cienciaviva.pt) e centram-se na divulgação científica e promoção do património natural local. A Biologia no Verão em Alcobaça remonta a 2005 e durante todos estes anos recebemos participantes dos 7 aos 77 e de vários concelhos.

CORTIÇA E SOBREIROS EM DESTAQUE A terra de Joaquim Vieira Natividade recebeu dias 22, 23 e 24 de fevereiro o 1º encontro Green Cork, uma parceria com a Ordem dos Biólogos e Quercus-Porto. Participaram no evento 70 docentes, vindos desde Évora ao Porto. Para

além das comunicaçõe orais realizou-se uma visita de estudo com aula no campo à Mata Nacional do Vimeiro. O Município realizou pelo 5º ano consecutivo a recolha de rolhas de cortiça na rede escolar, com um total de 1.186 kg de resíduo encaminhado para reciclagem. A escola vencedora foi a EB1 de Évora que realizou uma visita de estudo para reforço pedagógico, especificamente para conhecer o acervo do subericultor alcobacence que se encontra exposto em Lisboa. Importa referir que o Município é parceiro do projeto Green Cork desde a origem do mesmo! Este projeto é um dos 269 projetos europeus escolhidos para o concurso “Um Mundo Que Me Agrada” (http://world-youlike.europa.eu/en/success-stories/project-overview/gr). A votação por todo o país decorre até dia 6 de setembro de 2013 e, o Green Cork já se encontra em 4º lugar.

CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA O Cine-Teatro de Alcobaça - João D'Oliva Monteiro mantém uma oferta de programação regular (teatro, música, dança e cinema), que continua a pautar-se pela qualidade, apesar dos ajustes financeiros, decorrentes da atual conjuntura económica. Em 2012 mais de 14 mil pessoas passaram por esta sala, cuja lotação é de 315 lugares. Da programação de 2012 e do último quadrimestre de 2013, entre vários espectáculos destacam-se: os UHF - Ao Norte Unplugged, e o espetáculo de dança Excentric Concentric + Mesa e as lotações esgotadas com o Diogo Infante "Preocupe-me, Logo Existo" e Jorge Palma.


RADAR CULTURAL 35

XXI FESTIVAL CISTERMÚSICA Sem prejuízo de um balanço mais detalhado, este terá sido o Cistermúsica mais conseguido de sempre! À elevada qualidade artística juntou-se a afluência e entusiasmo do público fazendo com que em muitos dos concertos e bailados a lotação dos espaços tenha esgotado! Foi efetivamente o Cistermúsica com mais público tendo atingindo vários recordes de assistência, desde logo no total das várias seções (principal, dança e júnior e famílias), mas também na programação principal - 3.317 - e ainda com a melhor média de assistência, 221 pessoas por concerto. Não cabendo aqui uma apreciação mais detalhada do ponto de vista artístico, temos de salientar, no entanto, que o encerramento com alguns dos coros de ópera mais populares de Verdi e Wagner foi um momento marcante da história do festival! A todos os músicos e bailarinos, parceiros quer públicos quer privados envolvidos, colaboradores e voluntários, sem esquecer o público, queremos deixar os nossos sinceros agradecimentos, renovando a promessa de manter a ambição e qualidade que, perdoem-nos a imodéstia, julgamos ter atingido neste 21º Cistermúsica.

RABISCUITS Na edição de 2013, que teve lugar de 2 a 3 de agosto, como sempre no centro histórico de Alcobaça, estiveram presentes mais de 50 trabalhos: artes plásticas, performativas, audiovisuais, atuações de video mapping, escultura, pintura,

instalação, grafiti e desenho e música com destaque para o Candidato Vieira Trio, e ainda atuações dos Lavoisier, Les Enfants Terribles, Subway Riders e Hugo Trindade & João Barradas. Neste edição a Bienal propôs o tema AR e VENTO, tema bastante abrangente, mantendo assim espírito inerente às edições anteriores, conseguindo uma relação mais coerente entre todas as obras participantes, desafiando os artistas a desenvolver a sua imaginação e a sua capacidade de realização de obras inspiradas num tema. Rabiscuits é um projeto de divulgação da atividade artística local e regional no âmbito da Arte Contemporânea, que surgiu da necessidade de dar a conhecer a capacidade criativa dos artistas, refletir sobre a sua produção artística e sensibilizar o espectador em relação às novas formas de expressão.

ALJUBARROTA MEDIEVAL De 10 a 15 de agosto deste ano, as ruas estreitas que caracterizam a Vila de Aljubarrota vestiram-se novamente a rigor para recordar os tempos medievais: tavernas com refeições medievais onde não faltaram iguarias da época, espaços de venda e exposição de produtos medievais, torneio de xadrez medieval, torneio de armas e um acampamento medieval. Pela vila passearam-se cerca de 500 que ajudaram a recriar esta viagem no tempo. Música, poesia, feiticeiras, cartomantes, banquetes e serões… foram inventadas muitas formas de passar o tempo, no tempo em que o tempo ainda não tinha ponteiros


36 RADAR CULTURAL

de horas, minutos e segundos. O grande destaque deste ano foi a RECRIAÇÃO DA BATALHA DE ALJUBARROTA: Como começou a Batalha? Quem participa? Como estavam divididos os exércitos? O que aconteceu no desenrolar da Batalha? Quem foram: Nuno Álvares Pereira, Martim de Macedo, Antão Vaz, William de Montferrat e Álvaro de Sandoval? A estas e outras perguntas a Câmara Municipal de Alcobaça, a Junta de freguesia dos Prazeres, a Junta de freguesia de S. Vicente, a Associação Companhia Livre, com o apoio do Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota e a presença de voluntários responderam na recriação histórica, que teve lugar no dia 11 de agosto.

ALCOBAÇA ESTÁ NO FACEBOOK! Visite-nos em www.facebook.com/concelhoalcobaca e faça GOSTO na nossa página e fique a par de todas a novidades.


RADAR CULTURAL 37

XIV MOSTRA INTERNACIONAL DE DOCES & LICORES CONVENTUAIS 14 A 17 NOVEMBRO 2013

A XIV edição da Mostra conta com a presença de mais de duas dezenas de participantes, onde estão incluídas presenças estrangeiras. A Câmara Municipal de Alcobaça, que se assume como pioneira do evento desde 1999, continua a apostar no acontecimento cultural que mais visitantes traz ao Concelho, e que dá vida às receitas que durante séculos ficaram no segredo dos deuses. Aceite o desafio e saboreie as melhores delícias conventuais. Local: Mosteiro de Alcobaça www.alcobaca.pt www.facebook.com/doceselicoresconventuais Org.: Câmara Municipal de Alcobaça

2013

2014


38

DELIBERAÇÕES REUNIÃO ORDINÁRIA 23.07.2012 » EURICO TEODORO PEREIRA SOUSA - Apoio social em materiais (Beneficiação de habitação) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 06.08.2012 » ASS. DE BEM-ESTAR E OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES DE PATAIAS: 1.365,30€ (Execução de ramal de abastecimento de água ao novo lar de idosos); » ASS. PEÃO CAVALGANTE: 500€; » ASS. HÍPICA DE ALCOBAÇA:10.000€; » ASS. DE PRODUTORES FLORESTAIS DOS CONCELHOS DE ALCOBAÇA E NAZARÉ: 17.513,80€(Ações de reconhecimento, monitorização e apoio à Comissão Municipal de Defesa das Florestas Contra Incêndios, não subsidiadas nem abrangidas pelo Protocolo de Sapadores Florestais). REUNIÃO ORDINÁRIA 13.08.2012 » STA. CASA DA MISERICÓRDIA DE ALFEIZERÃO: 1.180,80€ (Isenção do pagamento dos encargos com a execução do ramal de abastecimento de água). REUNIÃO ORDINÁRIA 08.10.2012 » S.A. MARIONETAS - TEATRO E BONECOS: 5.000€ (encargos com a realização da 15ª edição do Festival Nacional de Teatro de Marionetas Marionetas na Cidade). REUNIÃO ORDINÁRIA 26.11.2012 » LÚCIA FERREIRA DOMINGOS DOS SANTOS - Apoio social em materiais (Beneficiação de habitação) » AGRUP. DE ESCOLAS DE S. MARTINHO DO PORTO: 6.405€ (encargos com expediente, limpeza e material didático durante o 1º período do ano letivo de 2011 a 2012). REUNIÃO ORDINÁRIA 03.12.2012 » NERVO – ASS. CULTURAL: 3.000€ (Na sequência da revogação da deliberação da reunião ordinária de 17 de outubro de 2011). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 11.12.2012 » PLANO DE INCENTIVOS DESPORTIVOS: 91.245,60€ (Clube de Natação de Alcobaça: 12.803,63€; União Desportiva de Turquel: 9.313,88€; Clube de Ténis de Alcobaça: € 6.638€; Centro Recreativo e Popular da Ribafria: 11.686,50€; Centro Cultural, Desp. e Social do Casal Velho: 8.124,30€; Benedita Sport Clube de Natação: 4.653€; Cister Sport de Alcobaça: 4.325,63€; Ass. Alcobacense de Cultura e Desporto: 7.122,38€; Grupo Desp. da Martingança: 3.148.20€; Centro de Cultura e Recreio da Burinhosa: 4.727,25€; Grupo Desp. Concha Azul: 2.812,50€; Sport União Alfeizerense: 3.615,08€; Casa do Benfica de Alcobaça: 598,50€; Ass. Recreativa e Desportiva do Casal Pardo: 2.175,00€; Ass. Desportiva da Ferraria: 1.685,25€; Ass. Cultural e Recreativa ‘Norte da Vila’: 1.717,20€; Freguesia de Pataias: 824,40€; Marco Alexandre Delgado Vicente: 673,65€; Luís Edgar Santos Salustiano: 673,65€; Ass. ‘Peão Cavalgante’, Academia de Xadrez da Benedita: 821,70€; Grupo de Desp. e Recreio de Mendalvo: 781,20€; Armando Rei Silva: 407,25€; Ana Mafalda Cunha Ferreira: 292,50€; Eduardo Alberto Paulino de Sousa: 258,75€; Paulo Jorge Alves de Sousa: 330,75€; Ana Teresa Fragoso Almeida: 210,60€; Casa da Cultura José Bento da Silva: 306,90€; João Pedro Lopes da Silva: 517,50€). REUNIÃO ORDINÁRIA 20.12.2012 » FREG. DE ALFEIZERÃO: 8.000€ (Encargos diversos); FREG. DE BENEDITA: 5.000€ (Pavimentação de via); FREG. DA CELA: 5.000€ (Encargos diversos); FREG. DE ÉVORA DE ALCOBAÇA: 4.368,96€ (Aquisição de cilindro); FREG. DE MAIORGA: 1.500€ (Realização do Dia Ecológico da Maiorga); FREG. DE MARTINGANÇA: 10.000€ (Pavimentação de vias); FREG. DE PATAIAS: 20.000€ (Encargos diversos); FREG. DE SÃO MARTINHO DO PORTO: 5.000€ (Encargos diversos); FREG. DE S. VICENTE DE ALJUBARROTA: 3.000€ (Reparação de caminho vicinal); FREG. DE TURQUEL: 5.000€ (Reparação de trator corta sebes); FREG. DE VESTIARIA: 2.500€ (Encargos diversos); CLUBE DESP. PATAIENSE: 5.000€ (Encargos diversos); CASA DO POVO DE ALFEIZERÃO: 2.000€ (Encargos diversos); CENTRO CÉNICO DE CELA: 10.000€ (Arranjos exteriores do lar residencial); STA. CASA DA MISERICÓRDIA DA FREG. DE ALFEIZERÃO: 10.000€ (Obras de construção do lar residencial).

APOIOS FINANCEIROS CONCEDIDOS PELO MUNICÍPIO

REUNIÃO ORDINÁRIA 14.01.2013 » CEERIA: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações); » STA. CASA DA MISERICÓRDIA DE ALFEIZERÃO: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações); » CASA DO POVO ALFEIZERÃO: 2.000€ (Encargos diversos). REUNIÃO ORDINÁRIA 29.01.2013 » HÓQUEI CLUBE DE TURQUEL: 20.000€ (Pela subida à 1.ª divisão de hóquei em patins) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 01.02.2013 » PROGRAMA DE INCENTIVOS DESPORTIVOS: 79.990€ (Ginásio Clube de Alcobaça: 27.209€, Hóquei Clube de Turquel: 26.909€, Ass. Beneditense de Cultura e Desporto: 25.872€). REUNIÃO ORDINÁRIA 11.02.2013 » ASS. DE ACÓRDEÃO DE ALCOBAÇA: 4.000€ (Organização do Troféu Nacional e Semana Intern. do Acordeão) REUNIÃO ORDINÁRIA 25.02.2013 » FREG. DE MAIORGA: 1.200€ (Prova de ciclismo - Prémio Vítor Rocha); FREG. DE ALFEIZERÃO: 22.000€ (Encargos diversos); FREG. DE BENEDITA: 13.000€ (Pavimentação de via); FREG. DE CELA: 20.000€ (Encargos diversos); FREG. DE ÉVORA DE ALCOBAÇA: 9.000€ (Encargos diversos); FREG. DE MARTINGANÇA: 32.274€ (Pavimentação de vias); FREG. DE PATAIAS: 32.000€ (Encargos diversos); FREG. DE SÃO MARTINHO DO PORTO: 15.000€ (Encargos diversos); FREG. DE SÃO VICENTE DE ALJUBARROTA: 3.500€ (Encargos diversos); FREGUESIA DE VESTIARIA: 3.000€ (Encargos diversos); ASS. BENEDITENSE DE CULTURA E DESPORTO: 5.000€ (Piso sintético no Parque de Jogos Fonte da Senhora); ASS. RECREATIVA DO ACIPRESTE: 10.000€ (Obras de reparação dos danos na sede, pelo temporal); CENTRO CÉNICO E DE BEM-ESTAR SOCIAL DE CELA: 140.000€ (Obras de construção do lar residencial); STA. CASA DA MISERICÓRDIA DA FREG. DE ALFEIZERÃO: 140.000€ (Obras de construção do lar residencial); » FESTEJOS DE CARNAVAL (Freguesia de Maiorga: 1.000€ Hóquei Clube de Turquel: € 2.000,00, Comissão Organizadora do Carnaval de Pataias (COCAPA): 5.000€ e Associação Beneditense Cultura e Desporto: 2.000€). REUNIÃO ORDINÁRIA 11.03.2013 » FREGUESIA DE TURQUEL: 50.000€ (Encargos diversos) » CENTRO CULTURAL, RECR. E DESP. DA BURINHOSA: 15.000€ (Obras de reparação das instalações). REUNIÃO ORDINÁRIA 27.03.2013 » SOC. FILARMÓNICA RECREATIVA PATAIENSE: 738€ (Obras de reparação dos danos nas instalações, pelo temporal); » FUNDAÇÃO MARIA E OLIVEIRA: 20.000€ (Obras de beneficiação do lar residencial); » ASS. DOS BOMBEIROS V. DE ALCOBAÇA: 10.000€ (Substituição de uma viatura de socorro); 20.000€ (Aquisição de uma viatura de socorro); » ASS. H. DOS BOMBEIROS V. DE BENEDITA: 6.000€ (Aquisição de uma viatura de socorro); 7.500€ (Obras de reparação e conservação das instalações); » ASS. ‘A TEIA DE CISTER’:3.000€ (Evento ‘Bienal de Arte Contemporânea – Rabiscuits’). REUNIÃO ORDINÁRIA 08.04.2013 » STA. CASA DA MISERICÓRDIA DA FREG. DE ALFEIZERÃO - Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações). REUNIÃO ORDINÁRIA 22.04.2013 » CLUBE DE TÉNIS DE ALCOBAÇA: 5.000€ (Realização do Torneio ‘Open Cidade de Alcobaça’); » CENTRO R.P. DA RIBAFRIA: 15.000€ (Requalificação da iluminação e cobertura do pavilhão desportivo). REUNIÃO ORDINÁRIA 13.05.2013 » FREG. DE BÁRRIO: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) » FREG. DE MARTINGANÇA: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) » CISTER SPORT DE ALCOBAÇA:1.100€ (Realização da jornada da fase final do Campeonato Nacional de Juniores Masculinos) » ASS. BENEDITENSE DE CULTURA E DESPORTO: Apoio

logístico e em material (Beneficiação de instalações) REUNIÃO ORDINÁRIA 27.05.2013 » AGRUP. DE ESCOLAS DE S. MARTINHO DO PORTO: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) » CEERIA: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) » EXTERNATO COOP. DA BENEDITA - Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) » STA. CASA DA MISERICÓRDIA DA FREG. DE ALFEIZERÃO - Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) » PARÓQUIA DE ALCOBAÇA - Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 31.05.2013 » FREG. DE BENEDITA: 6.000€ (Comemoração do aniversário da elevação da Benedita a vila); FREG. DE CELA: 50.000€ (Pavimentação de diversos caminhos vicinais); FREG. DE MARTINGANÇA: 25.529,88€ (Reparação de caminhos vicinais); FREG. DE PATAIAS: 6.000€ (Comemoração do aniversário da elevação de Pataias a vila); FREG. DE S. VICENTE DE ALJUBARROTA: 5.000€ (Realização de obras diversas); FREGUESIA DE TURQUEL: 40.500€ (Encargos diversos); CENTRO R. P. DE RIBAFRIA, ALGARÃO E BAIRRO DA FIGUEIRA: 2.500€ (Evento ‘Festa do Algarão’); HÓQUEI CLUBE DE TURQUEL: 23.000€ (Obras de arranjos exteriores das instalações); » GRUPO DESP. E CULTURAL DE CANDEEIROS: 4.000€ (Obras de arranjos exteriores das instalações); » ASS. H. DOS BOMBEIROS VOL. DA BENEDITA: 3.968€ (Comemoração do Dia Municipal do Bombeiro); » DIRECÇÃO-GERAL DAS ARTES E BANDA DE ALCOBAÇA – APOIO INDIRECTO ÀS ARTES: 5.000€ (Apoio cultural). REUNIÃO ORDINÁRIA 11.06.2013 » ASS. DE BEM-ESTAR SOCIAL, D.R. DE MENDALVO: 500€ (Evento “1.º Almoço do Idoso”); » FREG. DE BENEDITA: 35.000€ (Encargos diversos); » FREG. DE PATAIAS: 28.078,70€ (Realização das festas de Verão 2012); » FREG. DE PRAZERES DE ALJUBARROTA: 5.000€ (Serviço de retroescavadora); » ASS. DE BEM-ESTAR SOCIAL E REC. DE ALPEDRIZ: 10.000€ (Obras de reparação do telhado das instalações); » ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DA FERRARIA: 20.000€ (Obras de edificação da sede); » GRUPO R.D. VALE DE MACEIRA: 7.000€ (Obras de substituição do chão do pavilhão); » FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREG. DE SÃO TIAGO DE ÉVORA DE ALCOBAÇA: 5.000€ (Realização de obras na Igreja de Acipreste); » SOC. FILARMÓNICA R. PATAIENSE: 3.644,14€ (Aquisição de flautas e clarinetes); » RANCHO FOLCLÓRICO DOS MOLEANOS: 1.500€ (Organização do Festival de Folclore Concelhio); » AGRUP. DE ESCOLAS DE S. MARTINHO DO PORTO: Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações). REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA 14.06.2013 » ASS. DOS PRODUTORES FLORESTAIS DOS CONCELHOS DE ALCOBAÇA E NAZARÉ – FORMAÇÃO DE EQUIPA DE SAPADORES FLORESTAIS: 20.000€ (Protocolo). REUNIÃO ORDINÁRIA 24.06.2013 » FREG. DE MAIORGA: 1.200€ (Realização da prova desportiva ‘Prémio Vítor Rocha’); 2.750€ (Realização do evento ‘Dia Ecológico’); » PARÓQUIA DO S.S. DE ALCOBAÇA - Apoio logístico e em material; » FREG. DE PRAZERES DE ALJUBARROTA - Apoio logístico e em material (Beneficiação de instalações). RETIFICAÇÃO: Por lapso, na edição anterior, na página 38, está referido que na Reunião Ordinária 15.06.2011 a ASSOCIAÇÃO DE BEMESTAR E OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES DE PATAIAS recebeu um apoio financeiro no montante de € 756.588,07, quando deveria referir o valor de € 75.000,00. Pedimos desculpa pelo lapso.


CONTACTOS ÚTEIS CÂMARA MUNICIPAL DE ALCOBAÇA Geral: 262 580 800 Fax Geral: 262 580 850 e-mail geral: cmalcobaca@cm-alcobaca.pt www.cm-alcobaca.pt Edifício Paços do Concelho: Praça João de Deus Ramos 2461-501 Alcobaça Serviços Técnicos: Rua da Liberdade 2460-060 Alcobaça Assembleia Municipal Telf. 266 580 820 e-mail: assembleia@cm-alcobaca.pt CMA - SERVIÇOS ALCOBAÇA AMIGA BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO

Rua Bombeiros Voluntários – Alcobaça (Junto aos Bombeiros Voluntários) Linha Verde: 800 086 060 LINHA GRATUITA Tlf.: 262 184 662 alcobaca.amiga@cm-alcobaca.pt AMBIENTE

Linha Verde do Ambiente: 800 206 624 Recolha de Monos: 262 597 706 BIBLIOTECA MUNICIPAL

Telf: 262 580 880 e-mail: biblioteca@cm-alcobaca.pt CINE-TEATRO DE ALCOBAÇA JOÃO D'OLIVA MONTEIRO

Telf: 262 580 890/885/892 e-mail: cine.teatro@cm-alcobaca.pt CULTURA / TURISMO

OBRAS MUNICIPAIS OBRAS PARTICULARES

Telf: 262 580 832 PROTECÇÃO CIVIL

Telf: 262 580 805 e-mail: smpc@cm-alcobaca.pt SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS

Telf: 262 580 900 N.º Verde / Avarias: 800 206 419 e-mail: geral@smalcobaca.pt TAXAS E LICENÇAS

Telf: 262 580 808 MUSEUS MUSEU RAUL DA BERNARDA

Ponte D. Elias, 2460-261 Alcobaça museu.raul.bernarda@cm-alcobaca.pt tm.: 925 651 638 Horário: 4.ª a 6.ª f.: 10h às 13h00 / 14h00 às 18h00 Sábados, domingos, feriados: 14h às 18h Entrada gratuita MUSEU DO VINHO DE ALCOBAÇA

Rua de Leiria - Olival Fechado, 2460-059 Alcobaça Horário Fixo de Visita: Terça-feira a Domingo Manhã: 11h00 | Tarde: 15h00 Bilhete geral: 2.5€ museudovinho@cm-alcobaca.pt tm.: 968 497 832 www.cm-alcobaca.pt MUSEU DA ATLANTIS

Telf. 262 580 812 DEP. GESTÃO FINANCEIRA

MUSEU MONOGRÁFICO DO BÁRRIO

DEP. ADMINISTRAÇÃO GERAL

Telf: 262 580 804 DEP. GESTÃO E PLAN. URBANÍSTICO

Telf: 262 580 842

GABINETE DE APOIO À PRESIDÊNCIA

Telf. 262 580 843 e-mail:secretariado.gap@cm-alcobaca.pt GAB. RELAÇÕES PÚBLICAS E PROTOCOLO

Telf. 262 580 844 e-mail: gcrp@cm-alcobaca.pt PARQUE DE NEGÓCIOS DE ALCOBAÇA GAE - GABINETE DE APOIO AO EMPREENDEDOR

Telf: 262 598 020 e-mail: empreendedor@cm-alcobaca.pt GABINETE MÉDICO VETERINÁRIO

Rua da Liberdade Telf: +351 262 580 879 Atendimento ao público: 2.ª feira: Médica Veterinária Municipal 4.ª feira: Eng. dos Sistemas agrícolas/ambientais

Centro Escolar de Alcobaça: 262 595 457 Centro Escolar da Benedita: 262 926 325 Posto Turismo de Alcobaça: 262 582 377 e-mail: turismo_alcobaca@turismodooeste.pt Posto Turismo de S. Martinho do Porto: 262 989 110 e-mail: turismo_smporto@turismodooeste.pt CTT Alcobaça: 262 590 351 CTT Benedita: 262 925 281 CTT Pataias: 244 587 180 CTT S. Martinho do Porto: 262 985 001 Rodoviária de Alcobaça: 262 582 221 Rodoviária de Benedita: 262 929 406 Táxis de Alcobaça: 262 582 273 / 262 581 222 Táxis da Benedita: 262 929 193 Táxis de Pataias: 244 589 163 Táxis de S. Martinho do Porto: 262 989 891

JUNTAS DE FREGUESIA

Centro Emprego de Alcobaça: 262 505 610

ESCOLA ADÃES BERMUDES

Espaço Internet, Centro de Atendimento a Jovens e Sala de Exposições Telf: 262 580 899 e-mail: escola.a.bermudes@cm-alcobaca.pt

DIVERSOS

Largo João Soares, 2460-302 Bárrio Telf: 262 581 959 Horário: 10h00-12h30 e 14h00-16h30 (dias úteis) Entrada gratuita

EDUCAÇÃO

Telf: 262 580 831

Hospital Distrital de Alcobaça: 262 590 400 Centro de S. Alcobaça: 262 590 510 / 262 590 515 Centro de Saúde Alfeizerão: 262 999 687 Centro de Saúde Aljubarrota: 262 508 112 Centro de Saúde Alpedriz: 262 544 291 Centro de Saúde Benedita: 262 925 490 Centro de Saúde Cela: 262 503 068 Centro de Saúde Cós: 262 544 161 Centro de Saúde Évora de Alcobaça: 262 509 458 Centro de Saúde Martingança: 244 585 090 Centro de Saúde Pataias: 244 589 180 Centro de Saúde Pinhal Fanheiro : 262 503 522 Centro de Saúde São Martinho Porto: 262 989 289 Centro de Saúde Turquel: 262 919 250 Centro de Saúde Vimeiro: 262 910 237

ABERTURA REGULAR A PARTIR DE 28 JUNHO DE 2013

Centro de Visitas da Atlantis Morada: Casal da Areia, Cós, 2460-392 Alcobaça Telf.: 262 540 269 E-mail: atlantis.alcobaca@vaa.pt http://myvistaalegre.com

Telf: 262 580 810 e-mail: cultura@cm-alcobaca.pt

SERVIÇOS DE SAÚDE

Telf: 262 580 803

J.F. Alcobaça: 262 581 997 J.F. Alfeizerão: 262 999 290 J.F. Prazeres de Aljubarrota: 262 508 111 J.F. São Vicente de Aljubarrota: 262 507 300 J.F. Alpedriz: 262 544 730 J.F. Bárrio: 262 581 959 J.F. Benedita: 262 929 493 J.F. Cela: 262 503 126 J.F. Cós: 262 544 155 J.F. Évora de Alcobaça: 262 509 161 J.F. Maiorga: 262 583 244 J.F. Martingança: 244 589 585 J.F. Montes: 262 545 252 J.F. Pataias: 244 589 156 J.F. São Martinho do Porto: 262 989 188 J.F. Turquel: 262 919 733 J.F. Vestiaria: 262 596 099 J.F. Vimeiro: 262 910 598

Serviço Local de Seg. Social: 262 505 570 Cartório Notarial: 262 503 256 Tribunal Judicial de Alcobaça: 262 580 060 GNR de Alcobaça: 262 580 100 GNR da Benedita: 262 925 120 GNR de Pataias: 244 589 393 GNR de São Martinho do Porto: 262 995 038 PSP de Alcobaça: 262 505 650 Bombeiros Voluntários de Alcobaça: 262 505 300 Bombeiros Voluntários da Benedita: 262 925 500 Bombeiros Voluntários de Pataias: 244 587 240 Bombeiros Voluntários de S. Martinho: 262 985 100 Protecção Civil de Alcobaça: 262 580 805 Número Nacional de Socorro: 112 Protecção à Floresta: 117 Saúde 24: 808 242 424


Confluência 04  

Boletim Municipal 2013 Câmara Municipal de Alcobaça

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you