Issuu on Google+

ED

A

R

.ALCA E A.C

. R

A VEZ DO IPV6

O novo protocolo de internet chega para criar a nova geração do IP

DESCUBRA SÃO PAULO!

A metrópole oferece diferentes roteiros turísticos

Caroline Bittencourt

Beleza com conteúdo!

Capa.indd 3

14/09/12 12:38


web.indd 2

06/09/12 14:54


índice

CAPA CAR L E E C R F

RC RA C

ED R AL CAR AS AC ECE AR G GRAC A F ERS ALCA E A AR G R AL

indice.indd 3

A ARAL CA

A ER C RP RA A ER AREJ C R S DADES ESP R E RS

C L RA ERCAD PERF L E AR G FF PERS AGE F CR A A P ADAS LL E PED E E

13/09/12 12:05


editorial

“Ao dar às pessoas o poder de partilhar, estamos tornando o mundo mais transparente.” Mark Zuckerberg

Ao dizer isso, o criador do Facebook estava fazendo referência à sua rede social, uma das que mais revolucionou a maneira de as pessoas se comunicarem. No entanto, podemos aplicar essa frase perfeitamente ao nosso dia a dia, tanto na vida particular como no trabalho. Compartilhar algo construtivo é sempre uma maneira de crescimento, se a para quem doa, se a para aquele que recebe. Afinal, se a união faz a força, com certeza, o melhor que temos a fazer é nos unir para ganhar cada vez mais destaque por nosso trabalho, comprometimento e espírito coletivo. Disseminar conhecimento é uma importante ação para o sucesso. Com essa visão, todos crescem profissionalmente e se tornam pessoas melhores, pois assim é possível reconhecer e valorizar as conquistas que não são apenas nossas, mas de todos. Agora, vamos falar desta edição da InfoGente, que está especial como sempre. A começar pela nossa capa, a bela e talentosa Caroline Bi encourt, que prova não ser apenas um rosto lindíssimo, mas também muito articulada e inteligente. Sim, ve a em nossa entrevista... Além disso, voc encontra todas as novidades e no cias do mercado de TI, indicaç es de produtos tanto para o consumidor final como para empresas, e a participação da Alcateia na Eletrolar e Autocom. alorize sua equipe, trabalhe da melhor forma e tenha timas vendas. E partilhe seu sucesso, pois a vit ria será de todos.

FOTO: AR

SANDRA TESCHNER P BLISHER REDACAO INFOGENTE.COM.BR

I O INFOGENTE

Boa leitura,

4 | www.alcateia.com.br

editorial.indd 4

11/09/12 10:17


amd.indd 5

06/09/12 14:56


cartas

A sugestão de viagem para Angola foi muito bacana. Esse é um país para o qual nunca pensaria em ir, mas depois de ler a matéria e ver as fotos já estou planejando minhas próximas férias: com certeza, é para lá que eu vou! JOÃO SILVA CA P AS SP

Sou fã da dupla Ricardo e João Fernando e conheci o trabalho de Juju Salimeni por conta da música “Top do Brasil”, criada pelos sertanejos. Acabei virando fã dela também e por isso adorei a reportagem de capa da edição 40 da InfoGente. Parabéns, a revista está linda! CRISTINA RESENDE S PA L SP

Os artigos da revista são, para mim, a melhor parte da publicação. Não perco um, pois todos são bastante educativos e interessantes! JOSÉ ANTONIO LIMA S PA L SP

Os smartphones já dominaram o cenário e, com certeza, é questão de (pouco) tempo para que substituiam aç es que antes precisavam de outros meios para serem realizadas. PA L RGES R DE JA E R RJ

A Juju Salimeni é muito inteligente, adorei a entrevista porque pude conhecer esse lado dela. Claro, além de ser extremamente linda! CARLOS HENRIQUE SOUSA S PA L SP

Adorei a edição 40 da InfoGente! A matéria de capa com a Ju u Salimeni ficou show! Foi bacana saber mais sobre a sua carreira. Abraços. JOSIANE DOS SANTOS SAL AD R A

Muito interessante a matéria sobre a corrida Miranda! Seria muito bom se todas as empresas tivessem o mesmo interesse e preocupação com o bem-estar de seus colaboradores. Afinal, todos os seres humanos merecem respeito! CARLA AGUIAR S PA L SP

Adoro a seção “Curiosidades”. As pessoas inventam cada objeto diferente e divertido. Eu fico com vontade de comprar tudo! Amei a bicicleta com laptop. CECÍLIA GOMES R DE JA E R RJ

IMPORTANTE C ER C AR RECE E D A RE S A PARA ALCA E A AR E G ALCA E A.C . R

F GE

E GRATUITAMENTE? ENVIE SEUS DADOS

6 | www.alcateia.com.br

cartas.indd 6

11/09/12 10:18


honeywell.indd 5

19/06/12 13:01


acontece WINDOWS 8 COMEÇARÁ A SER VENDIDO NO DIA 26 DE OUTUBRO O indows 8 será lançado oficialmente no dia 26 de outubro. A Microso á havia antecipado que o seu novo sistema operacional chegaria s prateleiras no fim do m s de outubro, mas o dia e ato s foi confirmado durante evento oficial da companhia. O novo indows estará disponível em 10 países.

INTEL DIVULGA RECEITA DE US$ 13,5 BILHÕES

A LG Electronics lança no Brasil o smartphone Prada Phone by LG 3.0. Equipado com o sistema operacional Android, o aparelho apresenta interface customizada e e clusiva Prada, refer ncia mundial em moda. Desenvolvido a partir de uma filosofia de design de alto padrão, o novo smartphone tem display touchscreen de 4,3 polegadas equipado com a tecnologia Nova Plus de 800 nits, que concede mais brilho tela e economiza bateria. Além disso, o acabamento em preto clássico, com efeito Sa ano na parte traseira do produto, é característico da Prada. Conta ainda com mem ria interna de 8GB e cartão de mem ria de 4GB, que oferecem muito mais espaço para m sicas, aplicativos, vídeos e fotos que podem ser capturados por uma c mera principal de 8 megapi els e outra frontal de 1,3 megapi els.

IMAGENS: DIVULGAÇÃO

A Intel Corporation divulgou a receita trimestral de S 13,5 bilh es, lucro operacional de S 3,8 bilh es, lucro líquido de S 2,8 bilh es e lucro por ação (EPS, na sigla em ingl s) de S 0,54. A empresa gerou apro imadamente S 4,7 bilh es em efetivo com suas operaç es, pagou dividendos de S 1,1 bilhão e usou S 1,1 bilhão para recomprar aç es ao portador. O segundo trimestre teve como destaque uma s lida e ecução, com o fortalecimento con nuo no mercado de data center e m ltiplos lançamentos de produtos para os segmentos de ultrabooks e smartphones , declarou Paul Otellini, presidente e CEO da Intel. Para o terceiro trimestre, nosso crescimento será mais lento do que o previsto devido ao ambiente macroecon mico mais desafiador. Com um timo mi de ultrabooks e tablets baseados na Intel e o lançamento de telefones no segundo semestre, combinados com os investimentos de longo prazo que estamos fazendo em nossas áreas de produtos e manufatura, estamos bem posicionados para este ano e além , completa.

LG LANÇA PRIMEIRO SMARTPHONE PRADA NO BRASIL

8 | www.alcateia.com.br

acontece2.indd 8

11/09/12 10:19


automação.indd 9

06/09/12 15:01


acontece TV LG COMANDADA POR VOZ COMEÇA A SER VENDIDA NO BRASIL A LG começou a vender oficialmente a sua linha de televisores LED-LCD que trazem como grande atrativo a possibilidade de fazer buscas de conte do por comandos de voz, além de responderem a alguns comandos de gestos. Os aparelhos, que foram apresentados pela primeira vez na Consumer Electronics Show (CES), ainda v m com quatro culos 3D e com a nova versão do controle Magic Motion, que reconhece gestos feitos com o acess rio em frente T .

DIEBOLD APRESENTA NOVA LINHA DE IMPRESSORAS E SERVIDORES A Diebold Brasil, companhia que lidera o mercado de automação bancária no país e fabrica atualmente 100% das urnas brasileiras, está investindo cada vez mais em seu por lio. Entre as novidades, está a linha de impressoras portáteis Star Micronics. O modelo SM-T301 possui gabinete emborrachado IP54 – resistente a quedas, poeira e líquidos – e bateria de longa duração. Outros diferenciais são o carregamento de papel simplificado, a alta velocidade de 75 mm por segundo, o visor LCD, que indica o nível de conexão e da bateria, e as possibilidades de comunicação bluetooth e serial (modelo SM-T301-DB50) ou WiFi e serial (modelo SM-T301-D 50).

GOOGLE+ CRESCEU 66%

IMAGENS: DI

LGA

O

Estudos da ComScore revelam que o site cresceu 66 em visitantes nicos (pessoas diferentes que acessam a página) de novembro de 2011 para junho de 2012, passando de 66,8 milh es para 110,7 milh es de pessoas. Nos Estados nidos, o crescimento foi ainda maior, registrando 82 a mais de acessos nicos. Comentando a pesquisa, o vice-presidente s nior da rede social, ic Gundotra, voltou a afirmar que o conceito dessa página do Google é diferente, sendo ela uma reunião dos diversos serviços da empresa com uma camada de interação social.

10 | www.alcateia.com.br

acontece2.indd 10

11/09/12 10:20


samsung.indd 11

06/09/12 15:02


acontece TWITTER PASSA DOS 500 MILHÕES DE USUÁRIOS De acordo com dados divulgados pela empresa de métricas Semiocast, o Twi er ultrapassou, em junho, a marca de meio bilhão de usuários, com 517 milhões de contas. Segundo a consultoria francesa, a ultrapassagem dos 500 milhões aconteceu antes de 1 de julho, quando havia 517 milh es de tuiteiros no mundo. No mês de junho, foram postados 1,058 bilhão de tweets públicos – 25,8% deles, norte-americanos. Os EUA são responsáveis por 27,4 do total de usuários, tendo criado 141,8 milh es de contas nesse período. Houve queda em relação a aneiro, quando o país detinha 28,1 . Já o Brasil, que no começo de 2012 tomou do Japão a segunda posição como maior país na rede, tinha época 33,3 milh es de usuários, mas subiu para 41,2 milh es no mês passado. Em termos percentuais, ainda estamos bem abai o dos E A, á que a quantidade de tuiteiros brasileiros equivale a 0,8 do total, e apenas 6,6% dos tweets públicos do mundo saíram daqui.

GOVERNO SE UNE AO FACEBOOK PARA AMPLIAR DOAÇÃO DE ÓRGÃOS O Ministério da Saúde e a rede social Facebook fecharam uma parceria para ampliar o número de transplantes feitos no Brasil. Uma ferramenta, já disponível no perfil do usuário da rede social, possibilita que ele manifeste o desejo de ser doador de órgãos. Ainda assim, a doação só poderá acontecer após autorização da família. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou que a estratégia consiste em usar as redes sociais para aumentar o diálogo com a população brasileira. Ele lembrou que, atualmente, quase 180 milh es de brasileiros t m acesso internet e quase 40 milh es usam o Facebook. uem tiver interesse em utilizar a ferramenta deve entrar em seu perfil, clicar em Atualizar Status, escolher a opção Evento Cotidiano e, em seguida, a opção Saúde e Bem-Estar.

O uso de banda larga em resid ncias continua crescendo no Brasil. Em unho de 2012, o n mero de usuários ativos de cone es de mais de 2MB chegou a 16,8 milh es, ou 1 a mais do que em unho de 2011, segundo o estudo NetSpeed Report, do Ibope Nielsen Online. Comparado ao n mero de usuários de cone es mais rápidas no mesmo período do ano passado, isso representa mais 8 milh es de pessoas, segundo a metodologia de aferição de velocidade utilizada pela Nielsen em oito países. Enquanto isso, diminuiu a quantidade de usuários em cone es de menor capacidade. O n mero dos que usam até 512 Kb, que era de 10 milh es em unho de 2011, caiu 3 , ou 3, milh es de pessoas, e chegou a 6,1 milh es em unho de 2012. Esse n mero se manteve inalterado nos ltimos tr s meses.

IMAGENS: DIVULGAÇÃO

CRESCE USO DE BANDA LARGA NO BRASIL

12 | www.alcateia.com.br

acontece2.indd 12

11/09/12 10:20


diebold.indd 11

19/06/12 13:02


artigo JOSÉ GRACIA JUNIOR CIENTISTA E ENGENHEIRO DE SISTEMAS

e isso é importante para o que falaremos a seguir: nosso cérebro moderno está em torno desse primeiro cérebro. Em suma, o cérebro ho e tem áreas de processamento muito sofisticadas ligadas aos sentidos, mas o protocérebro como o do trilobita continua lá, funcionando e também interligado aos sentidos e comandos do corpo. E agora falemos da inteligência emocional. A pedra de toque dos estudos que versam sobre ela diz que temos hoje um processamento dual dos es mulos e teriores, como se tivéssemos dois cérebros – o mais antigo processa mais rápido, por ser mais simples, e é a sede da emoção; o mais novo processa mais lentamente, e nele reside a razão. Daí falar-se em inteligência emocional e inteligência racional. E emplo: se levamos uma fechada no tr nsito, o primeiro impulso é agredir quem nos fechou, e o segundo é tentar entender por que fomos fechados, se erramos a nossa manobra, se o outro motorista não nos viu etc. É como contrapor emoção e razão. E aí tudo gira em torno de uma discussão acadêmica sobre como equilibrarmos o pensamento-ação emocional e o pensamento-ação racional para sermos mais felizes e eficientes, apoiada em uma miríade de pesquisas de toda natureza. Aqui está o cerne da questão; o resto, que é muito interessante, baseia-se nesse ponto. Continuo lendo e recomendo fortemente o estudo da intelig ncia emocional, mas não posso dei ar de fazer uma inocente brincadeira: quem sabe venhamos a descobrir se somos ou não, além de Homo sapiens, trilobitas.

FOTO: AR

C

Caras leitoras e caros leitores, movidos pela nossa inteligência, raramente pensamos nela ou sobre ela. Pois bem, lendo recentemente sobre intelig ncia emocional – que, diga-se de passagem, é um dos assuntos hits da atualidade e contrapõe-se à clássica intelig ncia racional –, verifiquei o pensamento á bastante difundido que coloca a inteligência emocional como a chave do sucesso da vida profissional, con ugal, se ual etc. eio-me mente então a imagem do trilobita, uma forma de vida á e tinta. Primeiro vamos falar um pouco dos trilobitas: do mesmo ramo dos insetos modernos, viviam em águas marinhas rasas e e istiram do início do período Cambriano (cerca de 540 a 480 milhões de anos atrás) até o Permiano (apro imadamente 300 a 250 milh es de anos atrás). Eram formas sofisticadas de vida, tinham um corpo achatado com várias patas, e celentes olhos e um e oesqueleto (casca) que trocavam periodicamente. Medindo normalmente vinte cen metros, no Cambriano chegaram a estar no topo da cadeia alimentar, como um leão africano moderno. Bichinho feio, não é Mas subsistiu por cerca de 2 0 milh es de anos e, comparado conosco, que temos uns 5 milhões de anos, durou uma eternidade. Os trilobitas tinham um sistema nervoso cefalizado, ou se a, um cérebro primitivo, situado no topo dos fei es de nervos de comandos do corpo e dos sentidos (visão, tato etc.). Muito bem, é aceito pela ciência em geral que o cérebro, ao longo da evolução das espécies, cresceu de bai o para cima e sobre esse cérebro primitivo,

I O INFOGENTE

Dos trilobitas até nós, 500 milhões de anos

14 | www.alcateia.com.br

artigo_gracia.indd 14

11/09/12 10:23


zebra.indd 7

19/06/12 13:01


info

Mercado: brincadeira de gente grande Câmara aprova projeto que reduz impostos sobre produtos industrializados e faz cair os preços de jogos e consoles no mercado brasileiro

E

m alguns meses, os jogos e videogames podem ficar mais baratos no Brasil. É que tramita na Câmara dos Deputados um projeto que reduz o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para jogos e consoles. O Projeto de Lei 514/11 já foi aprovado na Comissão de Ciência e Tecnologia e agora espera apreciação das comissões de Finanças e Tributação e Constituição e Justiça. No texto, o relator, deputado Hugo Motta, encaixa jogos e

consoles na Lei da Informática (8.248/91) e reduz o IPI para fabricantes que invistam parte do faturamento em pesquisa e desenvolvimento dentro do Brasil. Além da produção nacional, o projeto também beneficia quem prefere importar seus jogos. A proposta é que as alíquotas de PIS e Cofins de importação de games para uso domiciliar sejam zeradas, o que favorece até mesmo quem compra lá fora e precisa passar pela alfândega brasileira.

FOTOS: FOTOLIA © KURHAN /© LIGHT IMPRESSION

POR COMUNICAÇÃO INTERATIVA

16 | www.alcateia.com.br

info2.indd 16

11/09/12 10:25


O projeto uniu outros três textos com propostas similares. Os projetos de lei 514/11, do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), 899/11, do deputado Mauro Mariani (PMDBSC), e 943/11, do deputado Sandro Alex (PPS-PR), atuam para reduzir preços para o consumidor, combater a pirataria e incentivar a produção nacional. Segundo estudo da PricewaterhouseCoopers, o Brasil é o segundo maior mercado da América Latina, superado apenas pelo México. No país, a área movimentou US$ 420 milhões em 2011, correspondendo a 31% do total de toda a região, enquanto no México o valor foi de US$ 639 milhões, representando 47%. De acordo com pesquisa realizada pelo Global Entertainment & Media Outlook, da PwC, os brasileiros devem gastar US$ 640 milhões em games em 2016, pois o país apresenta crescimento de 7,1% ao ano nesse segmento. O mercado de jogos movimentou US$ 1,3 bilhão em 2011 e a expectativa é que o valor chegue US$1,9 bilhão nos próximos quatro anos. Também por isso, o setor é um dos integrantes do pacote TI Maior, para fomentar o desenvolvimento de software e de serviços de TI, lançado pelo governo federal em meados de agosto. Foram definidos doze setores estratégicos para o desenvolvimento de softwares e soluções de alta complexidade e impacto econômico e social: educação, defesa e segurança cibernéticas, saúde, petróleo e gás, energia, aeroespacial/aeronáutico, grandes eventos esportivos, agricultura e meio ambiente, finanças, telecomunicações, mineração e tecnologias estratégicas (computação em nuvem, internet, jogos digitais, computação de alto desempenho e software livre).

Segundo estudo da PricewaterhouseCoopers, o Brasil é o se u do ma or mer ado da m r a a a superado apenas pelo México. No país, a área movimentou US$ 420 milhões em 2011, correspondendo a 31% do total de toda a região, enquanto no México o valor foi de US$ 639 milhões, representando 47%. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), responsável pelo Programa Estratégico de Software e Serviços de TI, o TI Maior, vai administrar o investimento de aproximadamente R$ 500 milhões para o período de 2012–2015. Estrutura-se em cinco pilares: desenvolvimento econômico e social; posicionamento internacional; inovação e empreendedorismo; produção científica, tecnológica e inovação; e competitividade. Os recursos serão subvencionados por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O TI Maior prevê ações como a

aceleração de empresas com base tecnológica, a consolidação de ecossistemas digitais, a preferência nas compras governamentais para softwares com tecnologia nacional, capacitação de jovens para atuar na área de TI e atração de centros de pesquisa globais. “Queremos que a produção de softwares cresça no Brasil a uma taxa muito alta e que esse crescimento represente divisas para o país, geração de renda para as empresas e criação de postos de trabalho qualificados para os brasileiros. O software brasileiro deve fazer frente ao produzido no exterior”, disse Marco Antônio Raupp, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação. O secretário de Política de Informática do MCT, Virgílio Almeida, destacou que um dos maiores desafios do programa será a redução da defasagem cien fica e tecnol gica que separa o Brasil das naç es mais desenvolvidas. O setor de TI já tem 73 mil empresas no Brasil e faturou US$ 37 bilhões apenas em 2011, ou seja, nossa indústria é qualificada. O TI Maior chega para fomentar esse campo portador de inovação, acelerando os demais setores econômicos do país, ressaltou Virgílio.

FOMENTO Um dos principais motores do Programa TI Maior será o fomento às startups, aceleradoras de pesquisa e desenvolvimento na área de so wares e serviços. As startups serão estruturadas em uma rede de mentores e investidores, por meio de consultorias tecnol gicas, institutos de pesquisa e incubadoras, parcerias com universidades e articulação com grandes empresas nacionais e internacionais, além de programas de acesso a mercado e compras públicas. A base tecnológica nacional deverá ser ampliada por meio de certificaç es de tecnologia nacional de so ware e serviços (Certics), estabelecendo uma metodologia de avaliação de so wares elaborados com tecnologia nacional. Os certificados nortearão o processo de preferência de compras e produtos resultantes de inovação e desenvolvimento tecnológico local, atendendo ao disposto na Lei 12.349/2010. O Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), vinculado ao MCTI, será responsável por emitir as certificações, explicou Virgílio Almeida. www.alcateia.com.br | 17

info2.indd 17

11/09/12 10:25


universo alcateia

Notícias do grupo

Aqui você encontra todas as novidades que fazem parte do Universo Alcateia

ELETROLAR 2012 Pelo quinto ano consecutivo, o Grupo Alcateia participou da Eletrolar Show, maior feira brasileira de eletrodomésticos, eletroeletr nicos, celulares e TI. Com foco no vare o, possibilita o contato direto entre fornecedores e compradores. Na Eletrolar, a Alcateia antecipa para o canal os lançamentos e novidades dos grandes players mundiais, além de apresentar ao mercado um mix de produtos com o conceito de one-stop shop. Entre as várias novidades, destacam-se os lançamentos da Apple – o iPad 3 – e de grandes players mundiais, como Garmin, Microso e D-Link, entre outros.

COMO TODOS OS ANOS, O ESTANDE DA ALCATEIA RE NI DIFERENTES ATRA

ES

18 | www.alcateia.com.br

universo alcateia.indd 18

11/09/12 18:04


N O FALTARAM NO IDADES DO MERCADO DE TI, ATRA

ES E BELDADES

O QUE ACONTECEU POR LÁ ARYANE STEINKOPF E BABI ROSSI As modelos e beldades trou eram ainda mais beleza ao estande da Alcateia. Os visitantes adoraram e fizeram fila

SANDISK A ação da SanDisk no estande da Alcateia proporcionou aos visitantes um momento de descontração com um ogo da mem ria. O participante tentava localizar os pares dos produtos SanDisk em até oito tentativas, no tempo de um minuto.

FOTOS: AR

I O INFOGENTE

SEAGATE A Seagate resolveu criar um ponto de encontro dentro do estande, com serviços de barista durante o dia e bartender ao cair da noite. Muita gente parou para tomar um café ou um drink especial em mais uma atração do local.

www.alcateia.com.br | 19

universo alcateia.indd 19

11/09/12 18:05


AUTOCOM 2012 A Alcateia estreou sua presença no maior encontro focado no setor de automação da América Latina, a Autocom 2012 – 14 E posição e Congresso de Automação Comercial, Serviços e Soluç es para o Comércio. No encontro, a distribuidora apresentou ofertas de automação (com Datalogic, Diebold, Elo Touch Solutions, Epson, Honeywell e Zebra) e TI (com APC, Cisco, Microso e HP). Além disso, ofereceu nove treinamentos gratuitos que visavam a apro imação entre os seus mais de 6 mil canais ativos nesse mercado. E, para a alegria dos visitantes, a modelo e apresentadora Ju u Salimeni, capa da edição 40 da InfoGente, esteve no estande da Alcateia para tirar fotos e autografar a revista.

A ALCATEIA FEZ S A ESTREIA NA A TOCOM EM GRANDE ESTILO

J J SALIMENI COM A EDI

O DA INFOGENTE DA

AL FOI CAPA

VIII PRÊMIO ANATEC

FOTOS: AR

A E IPE DA PROFASHIONAL EDITORA E REPRESEN TANTES DA ANATEC NO MOMENTO DA PREMIA O DA RE ISTA INFOGENTE

I O INFOGENTE/SERGIO SHIB

A

A revista InfoGente, editada pela Profashional, foi premiada com bronze na categoria Publicaç es Business to Business do III Pr mio Anatec, oferecido pela Associação Nacional de Editores de Publicaç es. Parabéns ao Grupo Alcateia e todos os envolvidos.

20 | www.alcateia.com.br

universo alcateia.indd 20

11/09/12 18:05


seagate.indd 45

19/06/12 13:27


artigo NORIVAL LUCIO JR. STRATEGY OFFICER DA BRANDME

Contratação da equipe de vendas

ender os produtos recém-lançados pela empresa. O vendedor profissional – ou se a, aquele que decidiu pela profissão – deve declarar e perseguir seus ob etivos com disciplina, para que cada passo percorrido no caminho do amadurecimento do neg cio se a uma evolução que se inicia na prospecção, avança na direção da qualificação e maturação e, finalmente, atinge a tão esperada e celebrada transação. Em um processo de vendas, o tipo de concentração e igida está mais para a de um ogo de adrez do que a de uma palestra motivacional barulhenta. Não confie nem pague por cursos de vendas ministrados por falastr es empolgados, engraçados e que falam alto para demonstrar energia. É obrigat rio que o vendedor saiba empreender sua função. Portanto, deve construir sua rede de relacionamentos sabendo como montar e gerir sua carteira de clientes.

I O INFOGENTE/S C.H

O sucesso do vendedor está na sua capacidade de ser um estrategista sensível, transformando-se num animal cauteloso ou agressivo conforme as fases naturais do ciclo de vendas.

FOTO: AR

A

A arte de vender, em suas várias definiç es, postulados, teses e principalmente chutes, poderia ser... Definição de um vendedor de alta performance – Possui a capacidade de articular de forma clara, concisa e compreensível os bene cios tangíveis dos produtos ou serviços oferecidos pela empresa para seus clientes. Ao mesmo tempo, é capaz de cutucar o cliente para, na sequ ncia, ouvir suas dores com o nico ob etivo de qualificá-lo, considerando quatro perspectivas: Se há budget Se possui autoridade para decidir a compra Se tem necessidade uando (em qual data) pretende contratar o produto ou serviço. O sucesso do vendedor está na sua capacidade de ser um estrategista sensível, transformando-se num animal cauteloso ou agressivo conforme as fases naturais do ciclo de vendas. Assim como em qualquer contratação, o processo não deve ser diferente no caso do vendedor. Por isso, detalhe quais e pectativas e metas serão cobradas. A meta deve obrigatoriamente ser composta por uma combinação destas variáveis: Manter a base de clientes ativos (manter market share) Aumentar participação nos clientes ativos (aumentar share of wallet) ender para novos clientes (aumentar market share) ender o mi de produtos oferecidos pela empresa (up sell e cross sell) 22 | www.alcateia.com.br

artigo_nori-AF.indd 22

11/09/12 10:36


linksys.indd 43

19/06/12 13:27


CR S F FF CE HOME & BUSINESS

AC

Fornece para os usuários de Mac todas as ferramentas conhecidas do PC para que você possa criar, compartilhar e colaborar virtualmente com qualquer pessoa. Conte com os aplicativos de produtividade mais conhecidos e confiáveis usados em todo o mundo, e crie excelentes documentos e apresentações com efeitos profissionais. Com o Outlook para Mac, você ainda poderá gerenciar e-mails, calendários e tarefas.

HP MULTIFUNCIONAL LJ PRO D Mais produtividade e eficiência para produzir dentro da sua própria empresa documentos em cores com qualidade profissional, em frente e verso, imprimir, digitalizar diretamente para e-mail, copiar e enviar/receber fax. Com essa multifuncional em cores a laser conectada à internet, você imprime de praticamente qualquer lugar usando o HP ePrint.

corporativo

também

DATALOGIC LEITOR MANUAL CÓDIGO DE BARRAS GRYPHON IGBT4400 T

Sem fio, com tecnologia Bluetooth, leitura rápida, ágil e omnidirecional. Ideal para aplicações de mobilidade e alto desempenho. A tecnologia de sensor de movimento permite detectar e alternar automaticamente o modo do leitor.

C

SC

SS FOTOS: DIVULGAÇÃO DAS MARCAS

C SC S

A série de switches Catalyst 3750 de 24 portas é de próxima geração com uso eficiente de energia. Empilháveis de camada 3 com alto desempenho em velocidade e alta segurança para seus dados. A venda desse produto está condicionada à compra do serviço CON-SMBS-C375X24S ou superior.

24 | www.alcateia.com.br

tb quero corporativo.indd 24

11/09/12 10:37


APPLE

AC PR

D

A

Com processador Intel 2 Xeon, poderosa memória RAM de 12GB e espaçoso 1TB de HD, você terá o máximo da eficiência para finalizar todas as suas tarefas diárias. Dinâmico, rápido e com o design arrojado da Apple.

EPSON IMPRESSORA R CA F SCAL Impressora USB de design compacto, ideal para a emissão de recibos térmicos em ambientes e aplicações diversas. Sistema de fácil troca da bobina e papel (drop-in) e guilhotina inclusa.

quero

SEAGA E AS LAC AR

R AS

Com 4TB de capacidade para armazenamento, SATA LAN 10/100/1000 e conexão USB 2.0. Armazena até 20 estações de trabalho na rede, além de backup automático de cada computador. É projetado principalmente para empresas de pequeno porte.

A

EC

F

A

Sob medida para sua empresa, possui tela de 14”, processador Intel Core i5-2410, 4GB de memória RAM e HD de 500GB. Oferece alto desempenho, conectividade, proteção de arquivos e controle de acesso para você se preocupar apenas com o seu cliente.

tb quero corporativo.indd 25

11/09/12 10:37


d-link.indd 26

19/06/12 13:24


d-link.indd 27

19/06/12 13:24


HP MICROCOMPUTADOR Z1 B2B86LA Experimente a simplicidade do design de um all-in-one com a Workstation HP Z1 de processador Intel Xeon E3-1245. Abra a tela de 27” e tenha acesso imediato a todos os componentes do sistema, além de poder atualizar o disco rígido de 1TB, a placa de vídeo ou a memória RAM de 4GB em questão de minutos. Não é preciso usar nenhuma ferramenta. Aprimore seu trabalho com a webcam HD, processamento com SRS Premium Sound e uma acústica supersilenciosa. Libere sua criatividade em uma workstation digna dela.

SAMSUNG TELEVISÃO 3D LED UN55ES7000 Traga o futuro do entretenimento para sua casa com essa Smart TV que utiliza controle de voz, reconhecimento facial e controle de movimento com o Smart Interaction. Agora, em vez de apertar um botão, você pode falar com a TV ou acenar com a mão para operá-la. Além disso, desfrute de outras funcionalidades, como os conteúdos exclusivos para você e sua família: Family Story, Fitness e Kids. Uma TV inteligente e sofisticada que oferece uma experiência diferenciada e qualidade de imagem superior.

varejo

também APPLE

AC

PR

C

A

DL

ACCESS P

DAP

O Access Point wireless N (DAP-1360) foi projetado para usuários que buscam criar uma nova rede wireless ou ampliar a cobertura de uma rede sem fio existente.

FOTOS: DIVULGAÇÃO DAS MARCAS

Conheça o novo MacBook Pro: mais fino, rápido, leve e com a surpreendente Tela Retina, com 15,4”. Desfrute de um superprocessador Intel Core i7, da eficiência de uma memória Flash SSD de 512GB e do poder dos 8GB de memória RAM para simplificar todas as suas tarefas diárias, tornando seu trabalho mais dinâmico e fácil.

28 | www.alcateia.com.br

tb quero varejo.indd 28

11/09/12 10:38


MICROSOFT XBOX 360 COM EC Agora você é o controle. O Kinect traz mais vida aos seus jogos, dando uma dose extra de diversão. Fácil de usar, o Kinect tira o jogador do sofá e o coloca dentro do jogo. Com Wi-Fi embutido e controle sem fio XBOX 360.

AC

D

RAD

Navegue por sites, veja fotos, ouça suas músicas preferidas e mande mensagens, tudo isso direto no celular C2-06 da Nokia, de tela de 2,6” sensível ao toque e teclado independente para digitação rápida e fácil. Com suporte para dois chips, alterne-os facilmente dentro do celular com um toque de botão. Controle custos de ligações e de dados e aproveite as promoções que as operadoras oferecem ao escolher o chip ideal para você.

quero ACER PR JE

R

A série K de projetores de bolso é tão pequena que você pode projetar imagens vibrantes da sua mão. Apesar de seu tamanho pequeno, esse miniprojetor possui alto brilho, uma interface de usuário intuitiva, funcionalidade de mídia avançada e configuração fácil em vários ambientes. Além disso, a série K utiliza o LED mercúrio como fonte de luz para garantir maior vida útil da lâmpada e ao mesmo tempo proteger o meio ambiente.

L

S SR

ER E

R

Um design arrojado e a qualidade Linksys da Cisco. Roteador de banda dupla N simultânea (2,4 & 5 GHz), Switch Fast Ethernet de 4 portas e velocidade rápida até 300 + 300Mbps. www.alcateia.com.br | 29

tb quero varejo.indd 29

11/09/12 10:38


curiosidades D D REC R E A S DE S D SP S PLES E F C L. LEC AR DE ELE C S A E

P

E

RA CER A

ER D PER E E S R ASS S A E SE D E DE JE AS A E CA AR P E S SE E L AR S R. E DA JAP ALE E A D LARES.

CR AD PELA ALE EGER F L C REL G E S RA AS RAS C ER S AS C PALA RAS. DE ESA LE A E DE L C C E A F C A C DESPER AD R. A S ES D SP E S E DE D AS E SE E C RES D FERE ES AL DE PRA A E D RAD ESC AD S.

CAL A GEE A ALP

D S R ES LA DEL DE JEA S DEL A EARC C LS RA SPARE E A C A E PER E R P D ACESS A ELEF E. SP RADA S F R ES DE P L S DE CA A ELA A DA P SS A A ER RA ESPEC AL PARA A PASSA GE D F E DE D .

R A D FERE

AL R A PEEL F CR ADA PARA F CAR A A DA PAREDE E D E PARECE D E PEDA F P AD DESCASCAD . C DE E F CAR E RE E J DE D AS PA REDES F DESCE DE A E RA E D SCRE A E ASE SE C A AR A E . EFE

curiosidades.indd 30

AS A

E

ERESSA

E

E.

FOTOS: DIVULGAÇÃO DAS MARCAS

L

S AGLASSES DES G ER ALE AR S GER E DESE L E C CE DE C L S C F L R S. S S AGLASSES ASEAD S S AGRA PER E A E RA E S R EJA A DA A RA S D S F L R S SAD S AS F S D FA S APL CA . SL GA D S C L S F L RE SE PR PR D . AL D SS S C L S A P SS L AR A CAP RAR E P L CAR F S D RE A E E S AGRA .

11/09/12 10:39


inovar.indd 31

06/09/12 15:50


mat.capa2.indd 32

11/09/12 10:40


Naturalmente

bela

Linda e loira,Caroline Bittencourt divide-se entre os trabalhos como modelo, apresentadora e atriz e conta como ainda consegue tempo para a família e para os fãs. Confira!

FOTOS: INCLUSIVE CAPA MÁRCIO AMARAL/VIRA COMUNICAÇÃO

L

POR FERNANDA MENDONÇA

oira natural e privilegiada com lindos olhos azuis, Caroline Bittencourt é uma das modelos mais requisitadas do País. A paulista, que vive fotografando, também faz sucesso nas passarelas, onde desfila seus 62 kg bem distribuídos em 1,77 m de altura. Atualmente, como apresentadora do programa WhatWe Wonder, Carol prova que tem muito mais a oferecer do que um rosto bonito. Aqui ela conta que é totalmente contra dietas restritivas – inclusive está se preparando para estrelar uma peça que fala sobre o drama de garotas que sofrem com transtornos alimentares. A bela sonha em ser atriz, por isso se dedica bastante s aulas de interpretação. E mesmo com uma rotina atribulada que envolve trabalho, estudo e maternidade, ela garante que dá conta de tudo e que ainda sobra um tempo para via ar, curtir a família e dar atenção para os fãs, com os quais ela mantém contato frequentemente por e-mail e redes sociais.

IG: Quando você olha para trás e vê tudo o que conquistou, o que passa pela sua cabeça? C.B.: Sou muito grata ao p blico e a Deus por tudo que á aconteceu em minha vida. Vejo meu passado de uma forma muito bonita, aprendi muito e procuro aprender cada vez mais.

InfoGente: Você começou a trabalhar como modelo muito jovem. O começo da carreira foi complicado? a B c u t Acho que todo começo de carreira é complicado. A experiência ajuda muito na tomada de decisões. Mas foi uma época muito boa, de várias descobertas, e valeu muito a pena.

IG: Como você se divide entre trabalho e maternidade? C.B.: Consigo tirar um tempo para tudo, inclusive para curtir com a minha filha. Além disso, estou sempre falando com meus familiares. Por outro lado, também estou sempre fotografando, sempre correndo. Mas a rotina de trabalho é muito boa e consigo conciliar tudo. Vejo todos que quero e faço tudo o que preciso.

IG.: Você pensava em um dia trabalhar na TV, ou aconteceu por acaso? C.B.: Sempre sonhei em trabalhar com televisão. Por isso, ser apresentadora da hat e onder está sendo timo, me preparei para isso e estou muito contente. ut s sa s ss a s sta C.B.: Atualmente estudo bastante para me tornar atriz, quero começar á preparada, o que leva anos de estudo.

u u u a sua a c a c a a a sua a sa C.B.: Mudou praticamente tudo. Mais que mãe e filha, somos amigas. A Isabelle está com 10 anos e faz toda diferença no meu dia a dia. Hoje, tudo que eu faço é pensando nela. IG: Pensa em aumentar a família? C.B.: Ainda não sei. Por enquanto está timo assim, estou em um ritmo muito bom de trabalho, com vários pro etos bem encaminhados. Estou bastante focada nos meus projetos pessoais. Não é o momento de pensar em ter mais filhos.

IG: Como cuida do corpo, da saúde e da mente? C.B.: Sempre de forma consciente. Nunca faço dietas loucas. Cuido com bastante seriedade do meu bem-estar. Faço academia regularmente para manter a forma e cuido da alimentação para que a saúde esteja sempre em dia. Minhas refeições são balanceadas.Quanto à mente, procuro me manter informada sobre as no cias do dia a dia e ler livros. Conversar com meus amigos e com a minha família também me faz muito bem nesse sentido, www.alcateia.com.br | 33

mat.capa2.indd 33

11/09/12 10:40


IG: Você viaja bastante, não é mesmo? Qual o lugar mais incrível que já conheceu? C.B.: Já conheci o mundo inteiro, mas o lugar mais incrível é sem dúvida o Brasil. Nosso povo é sensacional e temos as maiores riquezas naturais do mundo. IG: O que costuma levar na bagagem? C.B.: Roupas confortáveis, um kit básico de maquiagem e alguns looks para eventos. Além disso, estou sempre com o celular. É uma forma de me manter conectada aos meus amigos e à minha família. IG: Você é adepta das redes sociais? C.B.: Considero as redes sociais muito importantes e tento ao má imo usá-las, mas não tenho o tempo que eu gostaria para me dedicar a elas. Uso de acordo com a minha agenda, mas sempre que posso dou uma olhadinha. Aliás, me sigam no twi er: cabi en. IG: De que maneira administra sites, blogs, e-mails e outras páginas na internet? C.B.: Navego sempre que posso. Eu mesma respondo meus e-mails e sempre procuro dar uma atenção especial a cada pessoa que me escreve. Gosto muito de receber mensagens de fãs. ta tas as c tat s s ca ca a as próximos de você. Você curte essa relação? C.B.: Eu simplesmente adoro. Os fãs são sempre muito carinhosos e fazem toda a diferença na minha carreira.

LA

pois acredito que tudo fica mais completo quando estamos perto de quem amamos.

stiss u s a ca a s ua u blema no mundo, você o programaria para quê? O que gostaria que fosse consertado? C.B.: Eu programaria um so ware para conscientizar as pessoas de que não adianta buscar a beleza a qualquer preço, pois ela vem naturalmente quando cuidamos da saúde. Vejo tanta gente sofrendo, passando por várias adversidades para conseguir uma apar ncia perfeita, quando o ideal seria e atamente o contrário. Precisamos estar bem com n s mesmos em primeiro lugar.

IG: O que costuma fazer no seu tempo livre? C.B.: Sempre que estou de folga, quero ficar com minha família, gosto de via ar, de ficar conversando, descansando. Porém, também aproveito para re etir um pouco sobre o meu trabalho.

IG: Quais são os seus projetos para o futuro? C.B.: Estou com um projeto muito legal sobre transtornos alimentares. Cada vez mais, busco me informar sobre isso e estou montando uma peça que quero estrear ainda este ano.

Amor: Maternidade Lu a tic São Miguel dos Milagres Um cheiro: de bolo recém-assado Um gosto: de chocolate Não vivo sem... amor Sinto falta de... dormir e descansar

FOTO: MÁRCIO AMARAL/VIRA COMUNICAÇÃO

A E

IG: Não acha que com isso eles se veem no direito de interferir a sua a a ticu a C.B.: Ainda não tive problemas com isso. Tenho uma relação muito boa com todos eles.

34 | www.alcateia.com.br

mat.capa2.indd 34

11/09/12 10:40


microsoft.indd 35

06/09/12 16:05


HP-familia.indd 36

06/09/12 16:06


HP-familia.indd 37

06/09/12 16:06


esporte

Mais perto do céu PICO DAS AG LHAS NEGRAS PAR

E NACIONAL DO ITATIAIA

O montanhismo e a escalada fazem parte da vida da e ecutiva Samantha Soifer há quase duas décadas. Afinal, a adrenalina e a emoção são parte do caminho rumo ao alto Muito se tem falado a respeito dos bene cios da prática de atividades sicas para garantir sa de e bem-estar, e isso vale tanto para uma simples caminhada quanto para quem quer se arriscar no triatlo. Tudo é válido. Muitas vezes, o início é frustrante ou a resistência à inércia é tamanha que só mesmo com a ajuda de outras pessoas próximas. Foi justamente isso que aconteceu com Samantha. Ela conta que há 17 anos foi convidada por algumas amigas a fazer um curso de escalada. Resisti a princípio, achando que era roubada. Mas de tanto que elas insistiram, acabei indo. Resultado: adorei e não parei mais. Ho e, se fico sem escalar por mais de uns dias me dá tremedeira , diverte-se.

A prática do esporte chegou para ficar definitivamente na vida dessa profissional da Seagate Technology, onde trabalha como Gerente de endas para a América Latina. Samantha fala que se tornou pai ão mesmo. Sinto que a escalada alivia meu estresse, melhora minha concentração, proporciona a oportunidade de conhecer lugares que eu amais teria imaginado ir antes de começar a praticar e também a uda a fazer muitos amigos, pessoas superinteressantes”. O segredinho da boa forma Samantha diz que come de tudo, mas com moderação. Minha sorte é que eu adoro comidas saudáveis, como pouca carne, pouca fritura, porém não dispenso um bom chocolate .

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL DE SAMANTHA SOIFER

MARIA HELENA BELLINI

38 | www.alcateia.com.br

esporte.indd 38

11/09/12 10:41


MACI O DA PEDRA DO BA

CAMPOS DO JORD O

ESCALANDO NA CALIFÓRNIA

TURMA DO BEM A escalada tem por princípio ser praticada com, no mínimo, dois participantes, pois é preciso alguém para fazer a segurança. E istem modalidades de escalada solo, mas os riscos são muito maiores , e plica e complementa, por escalar há mais de 15 anos, tenho uma turma de amigos escaladores e também frequento o Clube Alpino Paulista (CAP)”. Samantha nunca participou de campeonatos. Afinal, para ela, o desafio é a superação individual. O barato é estar unto natureza em lugares com visual incrível, na companhia de bons amigos, fazendo o que eu gosto . ia ar, para essa e ecutiva, está sempre na pauta do dia e, claro, para lugares onde possa subir montanhas e se pendurar em penhascos íngremes. Pode ser desde uma viagenzinha rápida de fim de semana para a Pedra do Ba , perto de Campos do Jordão (SP), até para lugares conhecidos mundialmente como centros de escalada, como Tail ndia, Mé ico, Alpes ou Estados nidos , destaca.

TECNOLOGIA NAS ALTURAS Para pesquisar os locais e vias de escalada e bai ar mapas e guias, ela costuma usar muito a internet. Sempre carrega na mochila sua c mera digital para documentar tudo. s vezes, é necessário usar o GPS para navegar nas trilhas e, logicamente, o smartphone para combinar as viagens com os amigos. Também curto sair e dei ar tudo para trás, viver sem eletricidade dentro de uma barraca por uns dias para me desconectar do mundo de verdade . Em sua rotina de trabalho e lazer, ela também não desgruda do smartphone e do laptop. Não vivo sem eles e sem i-Fi. Tenho clientes espalhados pelo Brasil e pela América do Sul e preciso estar em constante contato com eles , finaliza.

TURMA DA ESCALADA NOS ESTADOS UNIDOS

Para os leitores da revista InfoGente que estão pensando em praticar esse esporte Samantha Soifer preparou algumas dicas importantes 1. Procure um curso de confiança, com instrutores habilitados. Um dos aspectos mais importantes da escalada é entender os procedimentos de segurança. Em São Paulo, o Clube Alpino Paulista oferece cursos básicos de montanhismo. A Casa de Pedra, no bairro de Perdizes, também possui instrutores bastante qualificados. É importante verificar as credenciais de quem quer que seja que você escolha para lhe ensinar. 2. Não tenha vergonha. Ninguém nasceu sabendo escalar e no começo é di cil mesmo. 3. Divirta-se Sempre

www.alcateia.com.br | 39

esporte.indd 39

11/09/12 10:41


turismo

Bem-vindos a Sampa! Conheça São Paulo, a capital que reúne lazer, agito, compras, negócios, muita diversidade cultural e uma variedade gastronômica incrível POR FERNANDA MENDONÇA

FOTOS: ROBERTO LARROUDE/FOTOLIA © HARMONIUM

SÃO PAULO OFERECE UMA VARIEDADE DE ROTEIROS TURÍSTICOS PARA TODOS OS GOSTOS

40 | www.alcateia.com.br

turismo.indd 40

11/09/12 10:44


São Paulo é capital do entretenimento e da diversidade, possui habitantes de mais de 70 nacionalidades diferentes, cerca de 280 salas de cinema, 180 teatros, mais de 90 centros culturais e 110 museus. Para quem curte agito e badalação, há ainda muitas opções de casas noturnas, ambientes para agradar todas as faixas etárias e econômicas e os mais variados gostos musicais. Fazer compras também é uma tima pedida: são 7 shoppings e dezenas de ruas de comércio especializado, sendo a Oscar Freire, na zona sul, a mais luxuosa de todas, e a 25 de Março, localizada na região central, a mais popular. Quando o assunto é gastronomia também não faltam opç es, são mais de 12 mil restaurantes, com 52 tipos de comidas diferentes, que incluem pratos picos nacionais e internacionais.

VÁ DE METRÔ! Passear por Sampa, como é chamada por grande parte de seus habitantes, é simples, fácil e barato, pois é possível utilizar o transporte público. A São Paulo Turismo criou em parceria com a Companhia do Metropolitano de São Paulo o programa TurisMetrô, que oferece cinco diferentes roteiros conduzidos por guias bilíngues (inglês ou espanhol). Os profissionais contam a hist ria da cidade e de alguns de seus principais pontos turísticos. Cada passeio custa apenas um bilhete de metrô (R$ 3). Escolha o que mais lhe agrada e divirta-se!

ORIENTE BRASILEIRO Um dos passeios oferecidos pelo TurisMetrô começa na Praça da Sé e vai até a Liberdade, um bairro rico em cultura e tradição, que tem suas ruas decoradas em estilo oriental com lanternas suzurant e até um grande p rtico vermelho, o Torii, situado na rua Galvão Bueno. Atualmente o local é reduto de japoneses, coreanos e chineses e tem ampla atividade comercial. Lá é possível visitar lugares de import ncia histórica, como o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, a igre a Santa Cruz dos Enforcados e a capela Nossa Senhora dos A itos. O roteiro também inclui visitas aos templos Sukyo Mahikari, onde são realizadas as cerim nias de imposição das mãos, para purificação espiritual; o Busshinji e o Templo Maçônico. A volta termina na Praça da Liberdade, onde acontece, aos sábados e domingos, a Feira Oriental, que oferece apeESTAÇÃO DA LUZ titosos pratos picos da terra do sol nascente.

ROTA ILUMINADA Outra opção leva os turistas à região da Luz, no centro da capital. Os guias começam mostrando as estruturas da estação de trem, que copia a arquitetura do Big Ben e da abadia de Westminster, da Inglaterra. Os viajantes conhecerão também o Museu da Língua Portuguesa, o belo Parque da Luz e a Pinacoteca do Estado. O fim do tra eto acontece no Mosteiro da Luz, considerado uma das mais importantes construções da arquitetura colonial. www.alcateia.com.br | 41

turismo.indd 41

11/09/12 10:44


Passear por Sampa, como é chamada por grande parte de seus habitantes, é simples, fácil e barato, pois é possível u l ar o tra sporte p l o ão Paulo Turismo criou em parceria com a Companhia do Metropolitano de ão aulo o pro rama ur s etr

CORAÇÃO METROPOLITANO A rota “Sé” conta muito sobre a história da cidade. Uma caminhada pelo Largo do Café, por exemplo, agrega bastante conhecimento. Era lá que acontecia a compra e venda do grão que transformou a economia local. A visita ao Pateo do Collegio também é imperdível, pois o lugar faz as pessoas imaginarem como era a paisagem há muitos anos, quando os esuítas se fi aram na região. Há ainda uma parada na Praça do Patriarca, além de passagens por diversas ruas hist ricas. O ponto final é a Praça da Sé e os turistas podem entrar na Catedral da Sé para ver de perto todos os detalhes do cartão postal mais famoso de São Paulo.

AVENIDA PAULISTA

CATEDRAL DA SÉ

Um tour pela avenida mais famosa do estado de São Paulo, que possui museus, espaços culturais, feiras de artesanato e antiguidades, construções históricas, arranha-céus e uma belíssima área verde. O parque Trianon, o Museu de Arte de São Paulo (Masp), o Centro Cultural Fiesp e a Casa das Rosas estão entre os lugares mostrados aos excursionistas. Vale lembrar que quem quiser conhecer o Masp por dentro paga ingresso, mas ganha desconto por participar do programa da SPturis.

TEATRO MUNICIPAL A principal atração da excursão é a visita interna ao Teatro, restaurado por inteiro recentemente. O passeio pelo cenário da revolucionária Semana de Arte Moderna de 1922 é, sem dúvida, emocionante. A Ladeira da Memória, o shopping Light e o Viaduto do Chá também fazem parte da rota que é finalizada na Praça do Patriarca.

FIQUE ATENTO! Os roteiros do TurisMetrô são oferecidos em dias e horários diferentes. Consulte as informações no site www.spturis.com.

PELOS TRILHOS E RUAS PAULISTAS

FOTOS: SXC.HU

A Prefeitura criou também um guia, o São Paulo Ponto a Ponto. Para quem quer conhecer a cidade sem orientadores, utilizando apenas ônibus, metrô e outros tipos de transporte público, o livreto reúne informações gerais sobre 219 atrativos da cidade. O informativo pode ser consultado no site www.cidadedesaopaulo.com. 42 | www.alcateia.com.br AVENIDA PAULISTA

turismo.indd 42

11/09/12 10:44


hp.indd 23

21/09/11 17:39


cultura

Filme COSMÓPOLIS Eric Packer é um bilionário de 28 anos que cruza a cidade atrás de um corte de cabelo e, no decorrer de um dia, perde sua fortuna depois de apostar na Bolsa contra o yen. No elenco, Robert Pa nson, Sarah Gadon, Samantha Morton, Julie e Binoche e Paul Giama . Distribuidora Imagem Filmes.

DVD MULTISHOW AO VIVO JOTA ES F L A E CA S Gravado ao longo da turn comemorativa Jota uest - 15 Anos Na Moral , que rodou o país de abril a dezembro de 2011, o quinteto de BH lança agora, em CD, D D e Blu-ray, o registro Multishow Ao ivo Jota uest Folia Caos, um perfil bem-humorado e emocionante do grupo que, há 15 anos, chegava pela primeira vez s paradas de sucesso com o álbum hom nimo J. uest. Sony Music

Livro Esse é considerado o melhor livro sobre a Apple depois da biografia de Steve Jobs. Traz informaç es e clusivas sobre a transição da era Jobs para a era Cook e sobre como a Apple usa o sigilo e sua peculiar estrutura de gestão para continuar sendo tão ágil como uma empresa em início de atividade. Cada capítulo traz uma abordagem nica da Apple sobre o design, o posicionamento da marca e a concorr ncia. O livro oferece liç es universais e vai interessar a quem quiser levar um pouco da magia da Apple para a pr pria carreira, empresa ou conduta criativa. De Adam Lashinsky. Editora Saraiva.

FOTOS/IMAGENS: DIVULGAÇÃO

NOS BASTIDORES DA APPLE

44 | www.alcateia.com.br

cultura.indd 44

11/09/12 10:47


aoc.indd 45

06/09/12 16:18


IMAGEM: FOTOLIA © JULIEN EICHINGER

mercado

46 | www.alcateia.com.br

mercado.indd 46

11/09/12 10:47


A vez do IPv6 POR COMUNICAÇÃO INTERATIVA

Essa é a versão mais atual do Protocolo de Internet. Oficializada em junho de 2012, é fruto do esforço do IETF para criar a “nova geração do IP” (IPng: Internet Protocol next generation)

O

dia 6 de junho de 2012 foi de extrema importância para a internet mundial. É que foi lançada mundialmente a nova versão do protocolo da internet, o IPv6, que substituirá o á quase esgotado IPv4. Com mais de 4,2 bilh es de n meros, o IPv4 é utilizado desde o início da comercialização da internet, na década de 1 0. Para aumentar os n meros de IP no mercado, foi criado o IPv6, que amplia exponencialmente os endereços disponíveis. O IPv6 garante que a internet vai continuar a crescer e conectar bilh es de pessoas e dispositivos em todo o mundo. Entre os participantes do lançamento mundial do IPv6, estavam os quatro sites mais visitados do mundo – Google, Facebook, YouTube e Yahoo! –, bem como fabricantes de roteadores domésticos e provedores de internet em mais de cem países. O apoio ao IPv6 dessas milhares de organizaç es passa uma mensagem crítica para o mundo: o IPv6 não é apenas bom de ter ele está pronto para os neg cios e, muito em breve, será um preciso ter , diz Leslie Daigle, diretora de tecnologia para internet da Internet Society. “Acreditamos que o compromisso dessas empresas em implantar o IPv6 garantirá que continuem líderes da ind stria. ualquer empresa que pretenda ser eficaz na nova internet deve fazer o mesmo.” No mercado corporativo, o gerente de redes da PromonLogicalis, Lucas Pinz, informa que 0 dos fabricantes á suportam o IPv6 em seus produtos. E os maiores consumidores desses equipamentos no Brasil são as operadoras, sendo que grande parte delas á suporta o novo protocolo para o mercado corporativo – e, em alguns casos, também para o consumidor final. Já as empresas de outros setores interessadas em atualizar suas redes “ainda são raras”, ressalta Pinz.

INTERESSE DAS EMPRESAS Uma das empresas engajadas no Brasil é a KingHost, especializada em hospedagem de sites. “Percebemos a adesão ao IPv6 como fundamental para o bom u o de desenvolvimento da internet , diz Juliano Primavesi, diretor da empresa ga cha. Os endereços livres no IPv4 estão acabando, e pode ocorrer uma situação crítica sem um esforço coletivo para a implementação definitiva da versão 6 do protocolo IP.” O provedor de serviços web disponibiliza a ativação do IPv6 em tempo real e em ambiente compartilhado para todos os clientes. A solução foi disponibilizada na Semana do IPv6, que ocorreu em fevereiro deste ano durante o Campus Party, e é mantida até ho e pela empresa. Outra empresa atuante no país que anunciou suporte foi a fabricante D-Link, com o lançamento de roteadores e equipamentos com suporte ao novo padrão de endereçamento. Atualmente, segundo a empresa, mais de trinta equipamentos (incluindo câmeras de vigil ncia) recebem o logotipo IPv6 Ready .

ara te ue a ter et a o uar a crescer e conectar bilhões de pessoas e d spos os em todo o mu do tre os par pa tes do la ame to mu d al do esta am os uatro s tes ma s s tados do mu do oo le a e oo ou u e e a oo em omo a r a tes de roteadores dom s os e pro edores de ter et em ma s de em pa ses www.alcateia.com.br | 47

mercado.indd 47

11/09/12 10:47


No mundo, a adesão ao IPv6 mais que dobrou nos ltimos doze meses, como revela uma pesquisa realizada pela BT com organizaç es globais. A 2012 BT Diamond IP IPv6 Industry Survey reuniu respostas de profissionais de TI e de operaç es em todo o mundo, e aponta que 13 das organizaç es á implementaram o IPv6 em toda ou em parte de suas redes – bem acima dos 5 que utilizavam o padrão um ano antes. Mais de 44 dos entrevistados plane am implantar o IPv6 em dois anos, em razão tanto da crescente expansão da internet quanto do rápido esgotamento dos endereços IPv4. Globalmente, 55 dos entrevistados concordam que “o IPv6 deve ser implementado em toda a rede , mostrando que para a maior parte das organizaç es não será suficiente ter IPv6 em apenas uma parte da infraestrutura, e que elas buscarão adotar o novo sistema de endereçamento de forma a aproveitar tudo que ele oferece. Embora os benefícios provenientes do uso do IPv6 á se am suficientemente bvios para 57 dos entrevistados, que estão adiantados nos seus pro etos ou na pr pria implementação, 22 ainda acreditam que é necessário estruturar casos de neg cio mais s lidos para demonstrar um retorno satisfat rio do investimento. A percepção da complexidade, especialmente no que diz respeito infraestrutura necessária para o IPv6, é outra barreira – apesar de 60% dos entrevistados concordarem que a tecnologia IPv6 está suficientemente madura para uma efetiva consolidação. “Os resultados deste ano mostram um grande progresso na adoção do novo padrão, que vem se tornando prioridade para a maioria das organizaç es , finaliza Tim Rooney, responsável na BT Global Services pelos produtos Diamond IP.

SO47

ADESÃO GLOBAL

IMAGEM: FOTOLIA

Com os endereços IPv4 esgotando-se rapidamente, quanto mais rápido houver a migração em massa para IPv6, melhor será , defende ictor Proscurchin, presidente da D-Link no Brasil. A TIM Intelig lançou, no início de agosto, uma oferta em larga escala de conectividade IPv6, visando atender as necessidades dos clientes corporativos. A nova versão do protocolo estará disponível para habilitação em qualquer cliente da operadora com infraestrutura de endereçamento IPv6 ou Autonomous System sem custo adicional. Com o IPv6 dei amos nosso por lio adequado com o que há de mais moderno em termos de conexão de dados, oferecendo ganho imediato de escala para nossos clientes que terão ampliada a capacidade de roteamento e de transporte de dados”, diz Rafael Marquez, diretor de marketing da TIM Intelig. Estamos alinhados com a tendência do mercado e preparados para a expansão do uso de rede.” A Telebras também anunciou que a sua rede á está tecnicamente adaptada ao sistema de endereçamento IPv6, o que permite à estatal firmar contratos que contemplem esse protocolo, ainda que o backbone da rede nacional de telecomunicaç es também possa funcionar com o IPv4. A empresa disponibiliza troca de tráfego IPv6 tanto para os clientes diretamente ligados à sua rede quanto para aqueles conectados por meio dos Pontos de Troca de Tráfego (PTT), á tendo tr s clientes interligados via IPv6. Para o diretor técnico-operacional da Telebras, Vilmar José Pereira da Silva, a iniciativa também contribui para o fomento e disseminação do IPv6 no Brasil. Os clientes da estatal, além dos endereços IPv4 ofertados, recebem sem custo adicional um bloco de endereços IPv6 e optam ou não pela implementação. 48 | www.alcateia.com.br

mercado.indd 48

11/09/12 10:47


WD.indd 49

06/09/12 16:25


perfil

Conheça um pouco mais da Redes & Cia A empresa, especializada na comercialização de produtos, desenvolvimento de projetos e implantação de serviços na área TI, nasceu de um projeto na Universidade Federal de Lavras

I O PESSOAL REDES FOTOS: AR

A empresa Redes & Cia é uma empresa do ramo de Tecnologia da Informação que foi criada em 2003 por dois professores da Universidade Federal de Lavras (MG). O ob etivo era atender a uma demanda do mercado que carecia de profissionalização do setor. Nos dois primeiros anos de sua e ist ncia, a empresa apenas comercializava produtos e serviços de redes e cabeamento estruturado, atendendo somente a uma demanda local. Desde o início são oferecidos serviços de qualidade, com mão de obra qualificada, visando sempre conquistar a confiança de grandes clientes. Graças a essa visão inicial, em pouco tempo, a empresa conseguiu credibilidade no mercado e prestar serviços para empresas de grande porte. Ho e com 8 anos de e ist ncia, a empresa se tornou uma integradora de soluç es de infraestrutura e TI, que atende clientes corporativos de grande porte e rgãos do governo em todo o país , conta Maria Coelho de Oliveira Alves, diretora e ecutiva da empresa Redes Cia. Com unidades nos estados de Minas Gerais e São Paulo, o nome da empresa surgiu da simplicidade de transmitir a ideia de ser uma empresa especializada em redes de computadores, produtos e serviços afins. Atualmente cerca de 50 colaboradores fazem parte da empresa, que conta também com uma grande rede de parceiros atuantes em diferentes atividades e em diversas regi es onde são realizados seus serviços.

CIA

POR MIRELLA STI ANI

50 | www.alcateia.com.br

perfil.indd 50

11/09/12 10:51


QUALIDADE EM PRIMEIRO LUGAR

A REDES

CIA OFERECE SOL

ES

E MELHOR ATENDAM A NECESSIDADE DE SE S CLIENTES

A principal estratégia de marketing da Redes Cia é e ecutar serviços com alto padrão de qualidade e ética. Acreditamos que não e iste melhor estratégia de marketing, pois um cliente satisfeito nos indica a outros e nos confere credibilidade , acrescenta Maria. A empresa pratica sempre formas de valorizar e motivar seus colaboradores, favorecendo um ambiente de trabalho onde a alegria, a amizade e o respeito façam parte do dia a dia das atividades. O ob etivo é valorizar todas as boas práticas dos colaboradores com b nus e bene cios sob a forma de remuneração. “O maior diferencial da empresa é colocar sempre a qualidade em primeiro lugar, oferecendo soluç es que melhor atendam a necessidade de seus clientes com o melhor custo-benefício. Nosso maior plano futuro é o que temos procurado fazer ho e: crescer de forma responsável e sustentável , completa Maria.

PROGRAMA GREEN IT Atualmente, o destino do P C contido nos cabos pode ser o li o comum ou a queima. Neste ltimo caso, são liberadas danosas quantidades de elementos e tremamente t icos e cancerígenos que podem causar deformaç es genéticas, alergias, problemas respirat rios, desmineralização dos ossos e irritaç es em olhos e mucosas. Pensando no futuro da tecnologia e do meio ambiente, a Redes Cia, em parceria com a Furukawa, investe em pro etos de sustentabilidade. O Programa Green IT é um con unto de aç es simples, que certifica as empresas que adotam políticas de responsabilidade compartilhada. A coleta de materiais sucateados/sobras de instalaç es antigas reduz significativamente a utilização de recursos não renováveis, economiza energia e protege o ambiente de elementos nocivos natureza e sa de humana. Esse material é recolhido e

empresa pra a sempre ormas de alor ar e mo ar seus ola oradores a ore e do um am e te de tra al o o de a ale r a a am ade e o respe to a am parte do d a a d a das a dades o e o alor ar todas as oas prá as dos ola oradores om us e e e os so a orma de remu era ão

A EMPRESA PRATICA SEMPRE FORMAS DE ALORIZAR E MOTI AR SE S COLABORADORES

armazenado em recipientes que são enviados para uma unidade fabril em Curitiba/PR onde recebem tratamento adequado para reaproveitamento , e plica Maria. As matérias-primas não recicladas são aproveitadas por outras ind strias, com larga economia de recursos naturais e redução da emissão de gases poluentes. A Redes Cia utiliza também procedimentos operacionais que minimizam os desperdícios nas instalaç es, gerando maior economia para seus clientes e evitando o lixo excessivo. www.alcateia.com.br | 51

perfil.indd 51

11/09/12 10:51


web MEU CHIP

h p

.meuchip.com.br

APL CA E D FACE E A E VERSÃO MOBILE, O MEUCHIP DESCOBRE AUTOMATICA MENTE AS OPERADORAS DOS SEUS CONTATOS, TANTO DO FACE A D S AR P E.

OLD COMPUTERS

h p

.oldcomputers.net

ESSE MUSEU DA TECNOLOGIA OBSOLETA REÚNE INFOR MAÇÕES E IMAGENS DE COMPUTADORES ANTIGOS DE FA C PEL E A CAL F R A E SE DE F CA C S S P. P SS EL E C RAR R S AC AD S C AL S A S LG CA E A DE A E CL P R LAS C S CLA R E C D RE A S DA D CADA DE .

HIDE PICTURES

h p .androidpit.com.br pt android mar et apps app com.hand apps.photoLoc er Foto Loc er D I S P O N Í V E L PA R A S M A R T P H O N E S C O M S I S T E M A ANDROID, O APLICATIVO CAMUFLA FOTOS PESSOAIS OU CONFIDENCIAIS. DEPOIS DE INSTALAR O HIDE PICTURES P L C ER DE E SE CR AR A SE A DE A TRO A OITO DÍGITOS USADA PARA RESTRINGIR E/OU DES L EAR ACESS SF S.

DELITAPE

h p

app.delitape.com Deli ape.html

E AL DAR AR RE R A SE S AR P E P S APLICATIVO GRATUITO DELITAPE, DISPONÍVEL PARA IPHONE E CELULARES COM ANDROID, FAZ SEU APARELHO FICAR COM A CARA D S A G S CA F AS. E L A A ELA D APAREL A R PL CA REAL S A DESSA D A. 52 | www.alcateia.com.br

web.indd 52

11/09/12 10:54


HP-impressora.indd 53

06/09/12 16:37


artigo PROF. DR. JOÃO ANTONIO ZUFFO CIENTISTA E PROF. TITULAR DA ESCOLA POLITÉCNICA DA USP

entanto, a redund ncia tripla no armazenamento de informaç es permitiu que todas fossem recuperadas, e os AN s, recriados. Porém, a população humana e de ciberentidades perguntavam-se o que tinha ocorrido para que um sistema tão poderoso como a TOSFAM entrasse em colapso. Alguns aventavam a hip tese de que a e cessiva atividade solar, com grande quantidade de manchas solares, havia provocado a ionização intensa da ionosfera/termosfera terrestre, ocasionando um efeito cascata de saturação da Teia, criando dessa forma um ciclo mortal (deadlock) que s p de ser quebrado com o reinício de todos os processadores. Outros colocavam a hip tese de sabotagem, por meio da criação replicante indefinida e intensa de AN s sabotadores, que solicitavam aos sensores inteligentes massas e massas de informaç es in teis, de modo a e igir enormes tarefas de processamentos dos computadores e saturação crescente das vias de comunicação. Outras causas também foram levantadas. O governo mundial resolveu criar uma sindic ncia em nível planetário, com humanos e ciberentidades de reputação ilibada, os quais atuariam desligados da rede em um esquema paralelo, fortemente criptografado por processos qu nticos incorrup veis, com o ob etivo de levantarem as verdadeiras causas do apagão planetário. Afinal, a segurança e a e ist ncia de toda a civilização estavam em ogo. O planeta Terra não poderia, no futuro, continuar merc de apag es de origem indeterminada, em pleno meados do século I.

FOTO: AR

Não e istiam ainda e plicaç es claras do colapso ocorrido na operação da TOSFAM ( O ), mas as consequ ncias foram dramáticas com a cessação de todas as atividades automáticas, desde a operação de casas e veículos inteligentes até operaç es fabris e cien ficas. Todos os AN s e outras formas de intelig ncias artificiais ficaram letárgicas, como que paralisadas, e muito dos serviços essenciais foram suspensos, sendo mantidos apenas por fontes enérgicas locais, através da operação manual. eículos aéreos e espaciais tiveram que ser comandados apenas por recursos computacionais pr prios, evitando-se, com isso, tragédias que poderiam ter transformado aquele dia no mais negro da Hist ria. Toda a humanidade teve que agir como se estivesse ainda no século , há mais de cem anos. As atividades começaram a rodar novamente a partir do momento em que se passou a utilizar os antiquíssimos equipamentos anal gicos de radiotransmissão por amadores, e os equipamentos, também antiquíssimos, de fiação e fibras pticas para a comunicação. Conseguiu-se dessa forma a reiniciação (reboot) de alguns processadores periféricos que foram sendo ativados sucessivamente e em cascata até que toda a capacidade de comunicação e processamento da TOSFAM fosse restaurada. Assim, aos poucos e paulatinamente, Gaia e os AN s foram despertando da intensa letargia em que estavam mergulhados, recuperando suas funç es. Não se lembravam do que tinha ocorrido, nem quanto tempo ficaram desativados. Os pre uízos para o planeta, todavia, tinham sido enormes, com o desaparecimento de milhares de AN s. No

I O INFOGENTE

O dia em que a Terra parou N

54 | www.alcateia.com.br

artigo_zuffo.indd 54

11/09/12 10:55


IBM.indd 55

06/09/12 16:44


personagem

Ele não perde tempo! Luiz Sales é gerente geral da Targus Brasil, mas não para por aí. Ele dá palestras sobre networking, tem uma banda de rock e nas horas vagas se dedica à sua outra paixão, a culinária POR FERNANDA MENDON A

L

InfoGente.: Conseguiria fazer um breve resumo da sua carreira para os leitores da InfoGente? Luiz Sales.: Minha carreira começou como estagiário na Equitel,

NAS HORAS AGAS SALES DI ERTE SE COM A FAM LIA

na época a divisão de telecom da Siemens no Brasil. Fui efetivado na área técnica, mas depois de alguns anos migrei para o marketing de produto. Depois de sete anos de Siemens, fui convidado a abrir a divisão de telecomunicaç es da empresa Seal Tecnologia. Essa divisão cresceu e, ap s tr s anos, se transformou em uma nova empresa – a Seal Telecom, que ho e é uma das líderes no segmento de videocolaboração. Em 2002, assumi a ger ncia de p s-vendas da Motorola, onde, por cinco anos, fui responsável pela rede nacional de assist ncia técnica, considerada na época a melhor do país. Nos

FOTOS: AR I O PESSOAL DE L IZ FERNANDO SALES DOS SANTOS

uiz Fernando Sales dos Santos, conhecido profissionalmente apenas como Luiz Sales, é gerente geral da Targus Brasil. O sobrenome Sales (vendas, em ingl s) parece lhe trazer sorte nos neg cios – afinal, aos 42 anos, ele já está no comando de uma multinacional no País. No entanto, foi com muito trabalho que chegou Targus. Sempre foi um funcionário dedicado, porém nunca deixou de lado os seus hobbies, entre eles o rock. Como todo adolescente sempre sonhou em ter a sua própria banda. Chegou a formar uma, mas o ideal foi interrompido pelos estudos e depois pelo trabalho. Enfim há 10 anos realizou seu dese o de uventude. A Rockaholics, sua banda de rock n roll, foi criada na época em que ele ocupava o cargo de gerente de pós-vendas da Motorola. O grupo foi fundado por tr s e -funcionários da empresa e o nome surgiu da união das palavras rock e workaholics. Apesar da falta de tempo para ensaiar, eles á tocaram na noite paulistana diversas vezes. Hoje, além do trabalho na Targus, Luiz ainda encontra tempo para se dedicar a uma outra profissão: dá palestras sobre networking e ainda mantém um blog sobre o assunto. Apesar de já ter sido considerado um workaholic, ele garante que sempre arruma um tempinho para curtir a família e os amigos. Conheça um pouco mais sobre seu dia a dia a seguir:

56 | www.alcateia.com.br

personagem2.indd 56

11/09/12 10:55


ROCKAHOLICS: A REALIZA

O DE M SONHO ANTIGO

ltimos dois anos de Motorola atuei na área comercial, especificamente no segmento de acessórios de celular. O conhecimento de anos do mercado celular e a experiência com acess rios me levaram SanDisk. Nos dois anos na empresa, atuei junto ao varejo, distribuição e operadoras de celular da América Latina. O convite da Targus veio há quase dois anos. Apesar de continuar no segmento de acess rios, o mercado de informática era novidade para mim. O desafio foi enorme, pois tive que estruturar a empresa do zero. Ho e estamos estabelecidos com escritório próprio e uma equipe dedicada ao mercado brasileiro. a sua ti a t a a a a us L.S.: Como gerente geral da subsidiária da Targus no Brasil, acabo dedicando mais tempo ao planejamento estratégico da empresa. Me empenho para garantir a implantação das medidas de médio e longo prazo, mas não fico preso mesa do escrit rio para isso. Dou muito valor mobilidade. Estou grande parte do tempo na rua, visitando nossos parceiros e clientes para sentir o que o mercado espera da Targus. Além do varejo, que é atendido pelos nossos distribuidores, entre eles a Alcateia, a empresa tem uma atuação muito forte nos principais fabricantes de notebooks presentes no país. Ainda tento encontrar tempo para ouvir os usuários dos nossos produtos, o que é fundamental para o crescimento da empresa. A preocupação com a marca é uma das minhas prioridades, tanto que acompanho de perto a interação dos consumidores por meio do nosso serviço de atendimento ao consumidor ou outros meios. O retorno é e tremamente positivo IG.: Como decidiu montar a sua primeira banda? L.S.: Com a ascensão das bandas nacionais nos anos 1 80, o sonho de qualquer adolescente era ter sua própria banda. Meu irmão montou a dele quando eu ainda era adolescente e eu me tornei o fã n mero um. Eu vivia de perto os bastidores daquele mundo. Depois de um tempo, segui os passos dele e também me tornei vocalista, até porque não sabia tocar nenhum instrumento. Mas, como acontece com a maioria dos ovens, as obrigaç es escolares acabaram interrompendo o sonho. S depois de formado e bem encaminhado profissionalmente é que eu finalmente consegui fazer parte de uma banda de verdade. IG.: Assim surgiu a Rockhalics? L.S.: A Rockaholics surgiu na Motorola, onde eu, o baterista e um dos guitarristas trabalhávamos. O nome da banda surgiu justamente da mistura de rock com workaholics. Todos os integrantes são apai onados por esse estilo, mas quase nunca t m tempo de tocar por causa da correria da vida profissional. Apesar do pouco tempo que dedicamos a esse hobby, nesses dez anos de estrada já

Hoje, além do trabalho na Targus, Luiz ainda encontra tempo para se dedicar a uma outra profissão: ele dá palestras sobre networking e ainda mantém um blog sobre o assunto tocamos na noite em vários bares de São Paulo. O rock clássico é nossa prefer ncia, e o repert rio inclui Led Zeppelin, Deep Purple, KISS, AC/DC, Pearl Jam e Red Hot Chilli Peppers. s ca u uu as u a ss L.S.: A música é apenas um dos meus hobbies. O que posso, sim, considerar uma segunda profissão é o networking. Nos ltimos anos, venho estudando a fundo o tema. Há dois anos criei um blog chamado Network-4-Sales para escrever sobre o assunto (http://network4sales.blogspot.com). Esse espaço, que começou sem muita pretensão, ho e á tem cerca de 7.500 acessos. Isso sem nenhuma divulgação específica. Esse interesse todo me incentivou a começar a dar palestras. Por enquanto, não recebo nada por elas, mas isso certamente vai acontecer em breve. IG.: Você tem algum outro hobby? L.S.: Além da música, adoro cozinhar. Fiz vários cursos de culinária e sou um curioso no assunto. Adoro me arriscar na cozinha. Faço de tudo um pouco – pães, massas, risotos, tortas e bolos, carnes e peixes. Agora que já me sinto à vontade com o tema, comecei a divulgar minhas “obras” na internet. Criei um canal no YouTube e uma página no Facebook com o nome Pitadas de Sales . É bem recente, mas os amigos estão curtindo IG.: Também usa a rede para divulgar a sua música? L.S.: A Rockaholics até tem uma página no MySpace, mas não divulgamos muito nosso trabalho porque quase nunca temos tempo para tocar. Então, nosso hobby está mais em ensaiar do que fazer shows, apesar dos in meros pedidos dos nossos amigos-fãs. www.alcateia.com.br | 57

personagem2.indd 57

11/09/12 10:55


personagem

Ele não perde tempo! Luiz Sales é gerente geral da Targus Brasil, mas não para por aí. Ele dá palestras sobre networking, tem uma banda de rock e nas horas vagas se dedica à sua outra paixão, a culinária POR FERNANDA MENDON A

L

InfoGente.: Conseguiria fazer um breve resumo da sua carreira para os leitores da InfoGente? Luiz Sales.: Minha carreira começou como estagiário na Equitel,

NAS HORAS AGAS SALES DI ERTE SE COM A FAM LIA

na época a divisão de telecom da Siemens no Brasil. Fui efetivado na área técnica, mas depois de alguns anos migrei para o marketing de produto. Depois de sete anos de Siemens, fui convidado a abrir a divisão de telecomunicaç es da empresa Seal Tecnologia. Essa divisão cresceu e, ap s tr s anos, se transformou em uma nova empresa – a Seal Telecom, que ho e é uma das líderes no segmento de videocolaboração. Em 2002, assumi a ger ncia de p s-vendas da Motorola, onde, por cinco anos, fui responsável pela rede nacional de assist ncia técnica, considerada na época a melhor do país. Nos

FOTOS: AR I O PESSOAL DE L IZ FERNANDO SALES DOS SANTOS

uiz Fernando Sales dos Santos, conhecido profissionalmente apenas como Luiz Sales, é gerente geral da Targus Brasil. O sobrenome Sales (vendas, em ingl s) parece lhe trazer sorte nos neg cios – afinal, aos 42 anos, ele já está no comando de uma multinacional no País. No entanto, foi com muito trabalho que chegou Targus. Sempre foi um funcionário dedicado, porém nunca deixou de lado os seus hobbies, entre eles o rock. Como todo adolescente sempre sonhou em ter a sua própria banda. Chegou a formar uma, mas o ideal foi interrompido pelos estudos e depois pelo trabalho. Enfim há 10 anos realizou seu dese o de uventude. A Rockaholics, sua banda de rock n roll, foi criada na época em que ele ocupava o cargo de gerente de pós-vendas da Motorola. O grupo foi fundado por tr s e -funcionários da empresa e o nome surgiu da união das palavras rock e workaholics. Apesar da falta de tempo para ensaiar, eles á tocaram na noite paulistana diversas vezes. Hoje, além do trabalho na Targus, Luiz ainda encontra tempo para se dedicar a uma outra profissão: dá palestras sobre networking e ainda mantém um blog sobre o assunto. Apesar de já ter sido considerado um workaholic, ele garante que sempre arruma um tempinho para curtir a família e os amigos. Conheça um pouco mais sobre seu dia a dia a seguir:

56 | www.alcateia.com.br

personagem2.indd 56

11/09/12 18:02


ROCKAHOLICS: A REALIZA

O DE M SONHO ANTIGO

ltimos dois anos de Motorola atuei na área comercial, especificamente no segmento de acessórios de celular. O conhecimento de anos do mercado celular e a experiência com acess rios me levaram SanDisk. Nos dois anos na empresa, atuei junto ao varejo, distribuição e operadoras de celular da América Latina. O convite da Targus veio há quase dois anos. Apesar de continuar no segmento de acess rios, o mercado de informática era novidade para mim. O desafio foi enorme, pois tive que estruturar a empresa do zero. Ho e estamos estabelecidos com escritório próprio e uma equipe dedicada ao mercado brasileiro. a sua ti a t a a a a us L.S.: Como gerente geral da subsidiária da Targus no Brasil, acabo dedicando mais tempo ao planejamento estratégico da empresa. Eu me empenho para garantir a implantação das medidas de médio e longo prazo, mas não fico preso mesa do escrit rio para isso. Dou muito valor mobilidade. Estou grande parte do tempo na rua, visitando nossos parceiros e clientes para sentir o que o mercado espera da Targus. Além do varejo, que é atendido pelos nossos distribuidores, entre eles a Alcateia, a empresa tem uma atuação muito forte nos principais fabricantes de notebooks presentes no país. Ainda tento encontrar tempo para ouvir os usuários dos nossos produtos, o que é fundamental para o crescimento da empresa. A preocupação com a marca é uma das minhas prioridades, tanto que acompanho de perto a interação dos consumidores por meio do nosso serviço de atendimento ao consumidor ou outros meios. O retorno é e tremamente positivo IG.: Como decidiu montar a sua primeira banda? L.S.: Com a ascensão das bandas nacionais nos anos 1 80, o sonho de qualquer adolescente era ter sua própria banda. Meu irmão montou a dele quando eu ainda era adolescente e eu me tornei o fã n mero um. Eu vivia de perto os bastidores daquele mundo. Depois de um tempo, segui os passos dele e também me tornei vocalista, até porque não sabia tocar nenhum instrumento. Mas, como acontece com a maioria dos ovens, as obrigaç es escolares acabaram interrompendo o sonho. S depois de formado e bem encaminhado profissionalmente é que eu finalmente consegui fazer parte de uma banda de verdade. IG.: Assim surgiu a Rockhalics? L.S.: A banda surgiu na Motorola, onde eu, o baterista e um dos guitarristas trabalhávamos. O nome da banda surgiu justamente da mistura de rock com workaholics. Todos os integrantes são apai onados por esse estilo, mas quase nunca t m tempo de tocar por causa da correria da vida profissional. Apesar do pouco tempo que dedicamos a esse hobby, nesses dez anos de estrada já toca-

Hoje, além do trabalho na Targus, Luiz ainda encontra tempo para se dedicar a uma outra profissão: ele dá palestras sobre networking e ainda mantém um blog sobre o assunto mos na noite em vários bares de São Paulo. O rock clássico é nossa prefer ncia, e o repert rio inclui Led Zeppelin, Deep Purple, KISS, AC/DC, Pearl Jam e Red Hot Chili Peppers. s ca u uu as u a ss L.S.: A música é apenas um dos meus hobbies. O que posso, sim, considerar uma segunda profissão é o networking. Nos ltimos anos, venho estudando a fundo o tema. Há dois anos criei um blog chamado Network-4-Sales para escrever sobre o assunto (http://network4sales.blogspot.com). Esse espaço, que começou sem muita pretensão, ho e á tem cerca de 7.500 acessos. Isso sem nenhuma divulgação específica. Esse interesse todo me incentivou a começar a dar palestras. Por enquanto, não recebo nada por elas, mas isso certamente vai acontecer em breve. IG.: Você tem algum outro hobby? L.S.: Além da música, adoro cozinhar. Fiz vários cursos de culinária e sou um curioso no assunto. Adoro me arriscar na cozinha. Faço de tudo um pouco – pães, massas, risotos, tortas e bolos, carnes e peixes. Agora que já me sinto à vontade com o tema, comecei a divulgar minhas “obras” na internet. Criei um canal no YouTube e uma página no Facebook com o nome Pitadas de Sales . É bem recente, mas os amigos estão curtindo IG.: Também usa a rede para divulgar a sua música? L.S.: A Rockaholics até tem uma página no MySpace, mas não divulgamos muito nosso trabalho porque quase nunca temos tempo para tocar. Então, nosso hobby está mais em ensaiar do que fazer shows, apesar dos in meros pedidos dos nossos amigos-fãs. www.alcateia.com.br | 57

personagem2.indd 57

11/09/12 18:03


info criança

Qual o vilão de desenho animado você acha o mais temível?

O maior vilão é o Robbie Rotten, que faz de tudo para expulsar o Sportacus de LazyTown. Eduardo Ventura 6 anos

O Plâncton do Bob Esponja. João Vitor Dalpino 1 ano

O Plâncton, pois vive aterrorizando a Fenda do Biquíni atrás da fórmula secreta. Pedro Lucas Pires Perez 2 anos

FOTOS: AR

O vilão mais temível é o Ragnarok do desenho BEN 10: Força Alienígena. Gabriel Franco Ferreira 4 anos

I O PESSOAL FOTOS EN IADAS PELOS PARTICIPANTES / IMAGENS: S C.H

O maior vilão é o Coringa, que sempre tenta fazer mal ao Batman. Lucas Batista 5 anos

58 | www.alcateia.com.br

criança.indd 58

11/09/12 11:00


O vilão mais terrível é o Macaco Louco, das Meninas Superpoderosas. Lara Coelho Lima 5 anos

Cérebro, pois ele não cansa de querer dominar o mundo. Davi Pires Vieira 6 anos

Tenho medo do Macaco Louco. Isabella Montenegro 1 ano

O vilão mais terrível é o Duende erde, do Homem Aranha. Pablo Henrique de Rezende Lima 3 anos

criança.indd 59

A Bru a da Branca de Neve. Lívia Fernandes Caconde 7 meses

11/09/12 11:00


piadas

E

RE AD

A D DE S CR AD E E A D SSE A S D S E D S PRESE ES PARA D S R R E RE C S PARA FA ER E P E... AD A S S ERR PE GR A D E E E E ER P R FA R... SE R P R FA R. S R A E FAC L AR A DA S S A C AL E E P R FA R P R FA R E A C C RD E D SSE E ESSAS C SAS A P R C A PARA ELA. E DE S PRESE E AD E FC ARA L AD . GR A A DE ALEGR A C RR A PEL JARD D DE FA E D E DAS AS R RES. C RRE PELA PRA A FA E D DESE SC SE A ARE A. R CA A DE C AFAR . ACE D A AF G ER A E R CA A DE E R ... DE S E E A C E PLA A E L C DE FEL C DADE A E E A PERG A DE S E... AL R PRESE E SE R DE S RESP DE C RE R E A C RE R SE .

TROCA DE NOME O ÍNDIO VAI AO CARTÓRIO E O FUNCIONÁRIO PERGUNTA: E E P SS AJ D L SE R D ER DAR DE E. AS SE R S ES D GE AS S PAR E DE S AS RA ES C L RA S. E CER E A E DE SEJA D L S D ER CER E A. D A S SE D E ER ESSE E SE D ASS AL SE E A AL GRA DE E A L E LE A E SAGE PARA R LAD DA A AED D . EC SE R DESEJA SE C A AR E AL

AS F L S F CAS DE AR A E DA. A SE LE RAR DE. A E SE DE ES DAR E SER S CAD ER C L . E S E D EL R AS CAR SS . S C PLE L... A E SS R DE A E E PL . P R A E SA ER AS ER ELEF E DE E SA E. E SA E SA E. E SA E C EFE. E DE S DA E PAC C A... AS E E SER J ERRAR A AS AC AR E E C L CAR A C LPA AS A A DA. E E E S R EC AS L E RES SA E A S R E E E . RA AL AR CA A G AS... P R E SE ARR SCAR LE E A DA A S R AF AL E SA R DELA LC L A A LE A E E. E PR LE A E E PRESSA. SE C PAR E DA S L PAR E D PR LE A. D AS PALA RAS E A RE AS P R AS P E E E P RRE.

IMAGEM: CHRISTER RØNNING AUSTAD/SXC.HU

D S E EVA

60 | www.alcateia.com.br

piadas.indd 60

11/09/12 11:02


intel.indd 61

06/09/12 16:53


willy.indd 64

06/09/12 16:59


elo.indd 63

06/09/12 16:58


www.infogente.com.br Publisher Sandra Teschner Diretor Administrativo e Financeiro Gabriel Sales Gerente de Jornalismo Adriana Rosa – Mtb 47337 Jornalista Responsável Mirella Stivani – Mtb 50483 Direção de Criação e Projeto Gráfico Alice Hecker Direção Digital e Edição de Arte Danielle Lima Conselho Editorial Alberto Marcolino Jeronimo Rodrigues, Andrezza Araujo, Adriana Maria Dias Rodrigues, Carlos Henrique Tirich, Camilo Rodrigues, Caroline Bragato Bassi , Gabriel Pino Semedo, Maria Daniela Rodrigues, Sandra Teschner e Thieny Biló Jornalistas Dio Jaguarível, Fernanda Mendonça, Jackeline Carvalho (Comunicação Interativa) e Maria Helena Bellini Colaboradores Danyael Lopes José Gracia Junior João Antonio Zuffo Norival Lucio Jr. Designers: Claudia Carvalho, Humberto Lima, Katherine Gomes e Moacyr Toledo Revisão Laura Moreira, Pamela Andrade Atendimento ao Cliente e Publicidade redacao@infogente.com.br Impressão CTP, Impressão e Acabamento IBEP gráfica A revista InfoGente® é uma publicação da Profashional Editora Ltda., sob licença da Alcateia Engenharia de Sistemas Ltda. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos autores e não representam a opinião da revista, da Editora ou da Alcateia. É permitida a reprodução das matérias e dos artigos, desde que previamente autorizado por escrito pela Editora e com crédito da fonte.

Alcateia Engenharia de Sistemas Ltda. Rua dos Italianos, 1.127 – Bom Retiro | CEP 01131- 000 | São Paulo/SP Telefone: (11) 3226 - 2626 | www.alcateia.com.br

Profashional Editora Ltda. Av. Jandira, 843 – Moema CEP 04080-005 | São Paulo/SP Telefone: (11) 5051- 4084 www.profashional.com

expediente.indd 62

Filiada à

11/09/12 11:03


LG.indd 65

06/09/12 16:59


cisco.indd 58

19/06/12 13:28


cisco.indd 59

19/06/12 13:28


apple.indd 68

06/09/12 17:00


INFOGENTE ed 41