Page 1

Maceió, 20 a 26 de outrubro de 2013 l Ano I l Nº 033

alagoas expresso Distribuição Gratuita

E-mail: redacao@alagoasexpresso.com.br l Fone: 3034.1651

Aterro sanitário ou um lixão? População amarga descaso na fiscalização do local Problemas no armazenamento do lixo são desafios para órgãos ambientais da atual gestão municipal O odor que incomoda a população já é conhecido antigo do IMA. Segundo o diretor técnico do órgão, o problema está ocorrendo por dois motivos: Um desmoronamento de uma parede pertencente a uma célula

(local que armazena os resíduos) e pelos ventos que vêm da terra para o mar, que de acordo com ele são chamados de ‘terral’ e teriam sido responsáveis pelo espalhamento do odor ao longo dos bairros. “Mas, é preciso que haja

um monitoramento desses odores poluentes, uma vez que não ultrapasse o estabelecido por lei”, explicou. O IMA também tem ciência de outros problemas, como a destinação irregular do chorume. pag. 5 Foto: Alagoas 24h

POLÊMICA

Dário César diz querer combater a violência e não ser candidato

O secretário de defesa social, Dário César é filiado ao PSDB, segundo ele, devido a um convite feito pelo governador Teotônio Vilela, que é presidente de honra do partido. ‘’Me senti no dever de atender o pedido do governador, que também convidou outras pessoas para se filiar, a exemplo do ex-chefe do Ministério Público Estadual, Eduardo Távares. O Brasil tem mais de 1 milhão de pessoas filiadas a partidos políticos. pag. 7

INFRAESTRUTURA

MEMÓRIA DA FLOR

Acompanhado do vice-governador José Thomaz Nonô, do secretário da Infraestrutura, Marco Fireman, e do diretor-presidente do DER, Marcos Vital, Vilela assinou a ordem de reativação da restauração da rodovia AL-430, entre Flexeiras e São Luiz do Quitunde. As atividades encerraram o Programa Governo Mais Perto de Você na Região Norte, onde o governo está investindo mais de meio bilhão de reais, a maior parte em obras de infraestrutura. pag. 7

Resultado de dois anos de intenso e cuidadoso trabalho assinado por Sue Chamusca, o show que aconteceu no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções de Maceió – arrebatou completamente a plateia durante aproximadamente 1h40 minutos de espetáculo. Dirigido por René Guerra e com a produção da Preta Portê Filmes, o clipe apresentou imagens em preto e branco com uma plasticidade comovente e rara hoje em dia.

Governador visita obras em rodovias

Júnior Almeida e Ney Matogrosso fazem parceria

pag. 11


2

Alagoas Expresso

POLÍTICA

DiretoaoPonto Voney Malta - vfamalta@ig.com.br PREFEITURAS

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

Deputado diz que Câmara e Senado trabalham para reduzir gastos

Mauricio Quintella espera que não haja divisão de grupo em 2014

Dados da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) revelam que dos 102 municípios alagoanos, 87 estão impedidos de firmar convênios federais. Maceió também está na lista dos impedidos de firmar convênios por possuírem algum tipo de restrição no Cauc, o Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias do Tesouro Nacional. Segundo o relatório da CNM, Alagoas tem o quarto pior desempenho do País. SENADO A Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS) aprovou, em caráter terminativo, projeto de lei do Senador Fernando Collor (PTB-AL) que isenta os trabalhadores da contribuição no custo do vale-transporte. O relator da matéria, senador Paulo Paim (PT-RS), considerou a proposição “uma revolução na sistemática da concessão do vale-transporte”. BRS As obras de pavimentação da BR 316, que liga Carié, em Alagoas, a Inajá, na divisa com Pernambuco, e as obras de duplicação da BR 101, também em Alagoas, terão as suas licitações concluídas em 30 dias. A decisão foi anunciada pelo ministro dos Transportes, César Borges, ao presidente da Comissão de Infraestrutura do senado, Fernando Collor (PTB-AL). INSEGURANÇA De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Alagoas ocupa a quinta colocação em assaltos em rodovias federais e o segundo no Nordeste, cuja liderança é da Bahia. No ranking nacional o primeiro colocado é Goiás, seguido pelo Distrito Federal. DESEMPREGO De acordo com dados divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Alagoas perdeu 21.576 postos de trabalho, ao contrário da tendência nacional que registrou aumento de 0,52% no mês de setembro na geração de emprego com carteira assinada. MACEIÓ A Prefeitura de Maceió enviou à Câmara de Vereadores projeto de lei para retirar carros abandonados das ruas. Através desse projeto, caso seja aprovado pelos vereadores, o executivo municipal fica autorizado a apreender os carros abandonados. ANORMALIDADE O prefeito interino de Campo Grande, Saulo Moura (PT), decretou estado anormalidade administrativa no município. Saulo Moura é presidente da Câmara Municipal. Ele assumiu o cargo após a cassação dos mandatos do prefeito Miguel Higino (PP) e do vice Edjalma da Silva (PCdoB). Os dois foram acusados de envolvimento em esquema de compra de votos e abuso de poder econômico nas eleições de 2012.

Parlamentar participou de reunião que decidiu pela redução de R$ 330 milhões na Câmara

Emanuelle Oliveira Editora O Deputado Federal por Alagoas Maurício Quintella (PR) falou à reportagem do Alagoas Expresso a respeito da postura adotada tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado acerca da redução de gastos públicos. Quintella, que é o terceiro secretário da Câmara, participou da reunião que decidiu pela redução de R$ 330 milhões na Casa, a partir do próximo ano. Segundo o deputado, também foi definido um limite de até R$ 10 mil por mês para a verba dos gabinetes destinada ao aluguel de automóveis. “Quando cheguei à mesa diretora, uma das primeiras propostas aprovadas foi o fim do 14º e 15º salários, pois não havia justificativa para manter essas remunerações e precisávamos estabelecer, de uma vez por todas, a utilização responsável dos recursos públicos. Depois, começamos a reduzir as despesas, dar publicidade a essa redução e economizar. O teto constitucional foi implantado. Tanto a Câmara quanto o Senado estão buscando agir de

forma conjunta”, disse o deputado. Quintella esclareceu que não houve criação de cargos na mesa diretora e sim, redistribuição. “Demos autonomia à Corregedoria e criamos o centro de estudos. Conseguimos um aumento nas emendas parlamentares. São 10 milhões por parlamentar, tivemos muitas vitórias por parte do governo federal, como a inclusão da pavimentação da BR 316 no PAC, R$ 50 milhões para o viaduto da Polícia Rodoviária Federal, integrado ao projeto do VLT, que vai até o aeroporto e que já está aprovado. Além disso, temos os projeto do Minha Casa, Minha vida, bolsa família e energia elétrica, visto o desabastecimento e variação de tensão no Sertão”, destacou. O deputado ressaltou o apoio junto ao Governo do Estado e comentou o quadro político para o próximo ano, ressaltado que o PR deverá trabalhar para fortalecer uma candidatura única. “Fazemos parte do governo, indicamos o secretário de recursos hídricos e também trabalhamos junto à Prefeitura de Maceió.

Para as próximas eleições, estamos aguardando o posicionamento do grupo, mas a intenção é que não haja uma divisão. O deputado federal Benedito de Lira será um dos candidatos ao governo e o PR estará fazendo parte”, afirmou. GASTOS PARLAMENTARES Os parlamentares deverão pagar no máximo 5% do valor do carro na locação, com o limite total de R$ 10 mil por mês. Segundo a tabela fixada pelo Ato da Mesa nº 93/2013, os valores máximos mensais que cada deputado pode gastar ficam entre R$ 25.962,94 (para a bancada do Distrito Federal) e R$ 38.616,18 (Roraima), acrescidos de mais R$ 1.244,54 pagos a líderes e vice-líderes de partidos ou do governo e a presidentes e vice-presidentes de comissões permanentes. Os recursos servem para bancar despesas necessárias ao bom exercício do mandato. Entre elas, auxílio para divulgação do mandato, passagens aéreas, aluguel de veículos e gastos com combustíveis.


Alagoas Expresso

POLÍTICA

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

3

Mesmo sendo filiado ao PSDB, secretário diz que não pretende disputar eleições Dário César afirmou que rumores de candidatura se deram devido a suas opiniões contundentes

Secretário de Defesa Social disse que prioridade é combater o crime em Alagoas

Emanuelle Oliveira Editora O secretário estadual de defesa social, coronel Dário César declarou, em entrevista ao Alagoas Expresso, que não pensa em se candidatar nas próximas eleições. Rumores na imprensa apontaram que a candidatura do secretário contaria com entusiastas dentro do próprio governo. Dário César é filiado ao PSDB, segundo ele, devido a um convite feito pelo governador Teotônio Vilela, que é presidente de honra do partido. ‘’Me senti no dever de atender o pedido do governador, que também convidou outras pessoas para se filiar, a exemplo do ex-chefe do Ministério Público Estadual, Eduardo Tavares. O Brasil tem mais de 1 milhão de pessoas filiadas a

partidos políticos e nem todas vão se candidatar. Estou focado na secretaria e em dar mais segurança à população, pensando 24h em diminuir a criminalidade. Essa conversa de candidatura pode ter surgido porque sou muito contundente nas minhas opiniões, disse. Dário César ressaltou que alguns militares têm optado pela vida política, mas que no entanto, a categoria não teria muitos representantes por causa do vínculo com a instituição. ‘Todo cidadão brasileiro tem interesse legítimo de um dia se submeter às urnas. No caso dos militares é mantido o vínculo com a Polícia Militar. Ao assumir o mandato o policial é aposentado compulsoriamente pelo tempo de serviço, com salário menor e não pode voltar. Por isso, ainda há poucos militares que decidiram se candidatar’, explicou..

SEGURANÇA PÚBLICA O secretário aproveitou para destacar a convocação dos aprovados no último concurso da PM. Na próxima semana divulgaremos o resultado do concurso da Polícia Civil e o curso de formação vai começar dia 4 de novembro. O concurso da perícia vem se somar ao esforço do governo em dotar a segurança pública, que padece de estrutura mínima para enfrentar a violência. Isso é fundamental para o enfrentamento da criminalidade. Também estamos investindo em tecnologia, rádio-comunicação virtual, inquéritos virtualizados, instalação da Delegacia de Homicídios em Maceió e Arapiraca. Há também a construção de novos presídios, para tirar os presos das delegacias e os policias só combaterem o

crime. Vamos aumentar o poder de investigação. Renovaremos a PM com jovens, que irão ficar nas bases de polícia comunitária e fazer o trabalho ostensivo’’, disse. O coronel ressaltou que o problema da violência não atinge só Alagoas e lamentou a falta de investimento na segurança pública. ‘Se voce ler um jornal ou site de outro estado percebe que um dos maiores problemas é a violência. Um médico alagoano foi assassinado em Caruaru, o crime toma conta do Brasil, por causa da falta de investimento no tripé educação, saúde e segurança. As duas primeiras áreas têm recursos garantidos por lei, já a segurança fica à mercê de investimentos estaduais’, pontuou. O coronel comentou os projetos de lei que preveem piso salarial para os policiais,,

a exemplo da PEC 300. Os estados nao têm condições de atender a questão salarial, por isso teria que haver um subsídio do governo federal. O policial precisa de um bom salário para morar longe do bandido. A Constituição deveria ter um orçamento para segurança. Em Alagoas nem contratar se pode, pois o orçamento está no limite. Apenas 0,35% do orçamento do governo é voltado para a segurança, provando que essa não é uma prioridade para o pais, disse ele, lembrando que o tráfico de drogas dificulta ainda mais o trabalho da polícia. As leis precisam ser revistas. É complicado prender um adolescente que assassinou alguém e logo em seguida soltar, disse.


4

Alagoas Expresso

CIDADES

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

Aterro sanitário causa “dor de cabeça”a moradores do Benedito Bentes e região

Descaso: Mau cheiro devido a problemas no armazenamento do lixo causa transtornos

Desmoronamento de parede onde os resíduos são armazenados contribuiu para piorar a situação

Railton Teixeira Repórter “Novo lixão”. É desta forma que os moradores de alguns conjuntos habitacionais em torno do aterro sanitário de Maceió o chamam. A proposta, considerada como um dos maiores empreendimentos do ex-prefeito Cícero Almeida (PRTB), agora é um problema para a atual gestão, administrada pelo tucano Rui Palmeira. Isso porque o que deveria servir como aterro de resíduos vem sendo tratado da mesma forma daquele que o antecedeu, o conhecido e tradicional lixão do bairro do São Jorge. O projeto – que teria o objetivo de aterrar os resíduos recolhidos ao longo da cidade de Maceió – foi orçado em R$ 390 milhões e – à época – tinha

como objetivo ser exemplo nacional de ação ambiental. Mas, as desculpas se esbarram na não separação do lixo seco do molhado, o que segundo a Superintendência de Limpeza Urbana (SLUM) seria uma responsabilidade da população. As reclamações são unânimes e todos se queixam dos for tes odores – popularmente chamado de ‘pudrice’. Segundo os moradores da região, “a fedentina” é sentida em vários momentos do dia, com freqüência em períodos chuvosos e a noite. “É um verdadeiro inferno de vida, se antes a gente convivia com a violência agora temos que suportar o fedor tóxico que vem do ‘novo lixão’”, disparou uma moradora do Conjunto Frei Damião, que pediu para não ser identificada. O motivo,

Técnicos visitam aterro sanitário para tentar resolver situação

segundo ela, são as influências de organizações que “sobrevivem dos projetos desenvolvidos no local”. Não muito longe do “novo lixão” o mesmo odor é sentido em parte do Litoral Norte da Capital. Se o lixão do São Jorge foi desativado para atender a uma determinação da Lei de Política Nacional de Resíduos Sólidos, sacramentada pelo então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e, para não incomodar os ilustres vizinhos, inclusive turistas de parte do Litoral Norte, o novo aterro não vem surtido o seu real efeito. Nos bairros litorâneos da parte Norte de Maceió, e, até na orla, a população também reclama do “cheirinho estranho” trazido pelos ventos chamados ‘terrais’. Para o maranhense Leonardo Martins, que [e espe-

cializado em gestão ambiental e que “pega umas ondas em Maceió”, como assim prefere dizer, a situação é classificada como um ‘absurdo’, e que deveria haver uma intervenção do Ministério Público. “Isso mostra os erros na execução do projeto e alguém está sendo omisso. Então, com as falhas existentes só nos cabe uma pergunta; quem foi conivente ao erro, a Prefeitura ou a concessionária?”, questionou. “Ainda vou mais além e questiono: quais foram os critérios adotados pela Prefeitura ao permitir a execução da licitação?”, disparou o turista. E as indagações e perguntas não param por aí. Os próprios moradores alegam que há inúmeros erros. De acordo com a moradora do Conjunto Frei Damião, a população da região teme que o solo e o

riacho que passa próximo ao “novo lixão” estejam sendo prejudicados com os líquidos que escorrem dos pavimentos e vão direto para a praia. Segundo ela, uma explicação deveria ser dada pelos próprios g estores. “Acho que esses homens grandões deveriam dizer para a gente o que será feito de efetivo para resolver esse problema e como é que rios de dinheiros não sejam suficientes para evitar tantos erros que vem ocorrendo e prejudicando a população (sic)”, desabafou revoltada a moradora. O Alagoas Expresso tentou contactar o superintendente de Limpeza Urbana, de Maceió, mas até o fechamento dessa edição ele não foi encontrado.


Alagoas Expresso

CIDADES

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

5

Órgãos ambientais já conhecem reclamações e esperam melhorias no tratamento do lixo

Em setembro representantes do IMA estiveram no aterro para verificar denúncias da população

Ricardo Cesar, diretor técnico do IMA aguarda resultado de amostras enviadas para análise em São Paulo

Os problemas enfrentados pelos moradores em torno do “novo lixão” – como é carinhosamente chamado pela população o aterro sanitário de Maceió, localizado no complexo habitacional Benedito Bentes – já são conhecidos pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA). O órgão esteve no local no início do mês de setembro para verificar as denúncias que eram feitas pela população e para recolher algumas amostras que foram encaminhadas para um laboratório no estado de São Paulo. Os resultados das amostras deveriam sair em uma semana, após a visita, segundo o que noticiou o órgão na imprensa, mas, de acordo com o diretor técnico do IMA, Ricardo César, devido ao risco e á eficiência da verificação do material recolhido o resultado só chegará em Maceió no mês que vem. “Mas, a

responsabilidade da fiscalização não é do IMA, pois não licenciamos o aterro. As fiscalizações têm que ocorrer pela Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) só que não podemos ser omissos ás denúncias. Além do convite feito pela própria secretaria”, explicou o diretor. O odor que incomoda a população já é conhecido antigo do IMA. Segundo o diretor técnico, o problema está ocorrendo por dois motivos. Um desmoronamento de uma parede pertencente a uma célula (local que armazena os resíduos) e pelos ventos que vêm da terra para o mar, que de acordo com ele são chamados de ‘terral’ teriam sido responsáveis pelo espalhamento do odor ao longo dos bairros. “Mas, é preciso que haja um monitoramento desses odores poluentes, uma vez que

não ultrapasse o estabelecido por lei”, explicou. O IMA também tem ciência de outros problemas, como a destinação irregular do chorume (liquido tóxico produzido pelos resíduos), tanto no transporte como na destinação final no próprio aterro sanitário, além de possíveis problemas com o próprio solo e com as águas do Riacho Doce e das subterrâneas. Em decorrência disso, garantiu o técnico, foram recolhidas oito amostras e encaminhada para um laboratório em São Paulo. Segundo ele, apenas com a chegada da análise e com base nos detalhes técnicos é que será emitido um parecer sobre a realidade do aterro sanitário. Ele adverte que “mesmo sendo um equipamento bom, o aterro necessita e deve ser monitorado para que não haja falhas, principalmente da concessionária”.

Para alguns moradores da região, a fiscalização e vistoria do IMA foram tardias, algo que já vinha sendo solicitado há vários meses e só após dois anos e meio é que houve uma vistoria. “Agora pergunto, será que eles vieram conversar com a gente sobre o que estamos vivendo? Pelo menos na minha porta ninguém apareceu ou deu alguma satisfação (sic)”, desabafou uma moradora do Conjunto Frei Damião, no complexo habitacional Benedito Bentes, local onde fica instalado o aterro sanitário. A moradora não quis se identificar, com medo de retaliações. A reportagem do Alagoas Expresso esteve com o secretário da Sempma, no próprio IMA, mas ele não quis conversar sobre o assunto, por motivo superior. Mas, pediu para que entrar em contato com a sua

assessoria, para o possível agendamento de uma entrevista Até o fechamento desta edição não foi possível contato pelo telefone móvel. IMPASSES PROJETO

DO

Desde o início de sua instalação, o aterro sanitário causa polêmica. O impasse inicial foi acerca do local onde seria construído. A região da Guaxuma e Cachoeira do Meirim, no Benedito Bentes foram indicadas pelos técnicos da Universidade Federal de Alagoas-Ufal, como propícias para implantação do aterro sanitário da cidade de Maceió. Mesmo sob protestos da população do Benedito Bentes, o aterro foi instalado no local.


6

Alagoas Expresso

OPINIÃO

RESPEITO AOS MESTRES RENAN CALHEIROS - SENADOR Esta semana comemorou-se o Dia do Professor, a quem é delegada a tarefa de incentivar e orientar o crescimento intelectual e moral das novas

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

Todos querem ser políticos

gerações. A profissão de professor é talvez a mais nobre de todas aquelas que cuidam do desenvolvimento de uma nação. A valorização do magistério é essencial para que esses profissionais tenham condições de exercer plenamente sua missão. Os problemas de ensino têm persistido por décadas em nosso país. Especialmente em Alagoas, onde os baixos índices de escolaridade ainda são desafios a serem enfrentados. A boa notícia é que, em 2013, o piso nacional dos professores passou a ser implantado em Alagoas para todos os profissionais do ensino da rede pública estadual. Muitos estados, infelizmente, ainda não cumprem essa lei federal tão importante para o país. O piso nacional é um marco histórico, uma conquista dos professores e a garantia, que iniciamos um caminho rumo a uma educação de qualidade. A falta de implementação do piso salarial é um dos problemas que mais atinge a qualidade da educação no Brasil. Acertadamente o governo federal instituiu o programa Todos Pela Educação e a campanha “Um bom professor, um bom começo”, com o objetivo de valorizar o professor, que é a figura mais importante durante muitos anos na vida de um jovem. Sabemos que o caminho para valorizar o professor é o salário, o que, quase sempre, é abaixo de suas expectativas. Igualmente é imperiosa uma

Delegados, promotores, militares, advogados, médicos, engenheiros etc. Parece que todo mundo quer ser “político” em Alagoas. Para alguns, a vida política é sim um emprego, muito mais que uma vocação ou algo passageiro. Há até quem queira ter cargos vitalícios, nos quais permanecem, com a conivência dos colegas, mesmo sendo indiciados em operações por corrupção e até após serem presos. Mesmo antes da Lei da Ficha, que oxigenou os quadros da política brasileira, os partidos políticos já apostavam em novos nomes, menos conhecidos, mas a princípio com uma vida livre de falcatruas, para conquistar o eleitor. Nesse filão, também reforçado pela reforma política, muitos profissionais decidiram se arricar e se lançar na política, mesmo aqueles que já possuem um cargo público, que talvez não seja tão vantajoso quanto. Figuras públicas consideradas “salvadoras da pátria”, sindicalistas, conselheiros tutelares, apresentadores de televião etc voltaram sua atuação para angariar votos. Agora, o trabalho já não é mais o mesmo, é preciso ser popular até nas redes sociais, ser amigo e conquistar o eleitor. A receita deu certo, face os últimos vereadores e deputados eleitos no Estado. No caso do servidor público, antes de concorrer, é preciso pedir licença da função três meses antes do pleito. Caso contrário, sua candidatura seria considerada inelegível. Já a licença para exercício de mandato eletivo tem inicio a partir da investidura do servidor no cargo para cujo exercício foi eleito, sendo o seu prazo igual ao da duração do mandato. Quem sabe onde vai parar essa onda de todo mundo querer ser político? Os que se arriscam confiam no próprio taco, querem uma fatia maior do bolo e talvez até romper com as ideologias dos nossos “políticos vitalícios” ou se associar a elas.

definição sobre o Plano Nacional de Educação, em debate no Senado, que prevê a destinação de 10% do PIB para o setor. Enquanto o Brasil não priorizar os investimentos em educação e enquanto não for paga uma remuneração digna aos professores - que em muitos rincões ainda ganha R$ 700, R$ 800 - nada vai mudar. Enquanto essa distorção não for corrigida não podemos esperar um futuro melhor para os nossos jovens. Os professores precisam e querem mais do que um dia de reverência e homenagens. Eles esperam, há anos, por mais ações dos governos municipais, estaduais e Federal.

alagoas expresso EXPEDIENTE Premissa Comunicação e Eventos Ltda CNPJ 17.259.098/0001-07

Tiago Uzeda Diretor-Geral

Emanuelle Oliveira Editora-Geral

Jornal do Commércio Impressão

Endereço: Avenida Deputado José Lages, 850 - Ponta Verde - Maceió - Alagoas E-mail: redacao@alagoasexpresso.com.br - Fone: 3034.1651


Alagoas Expresso

ECONOMIA

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

7

LiderançaCorporativa Alça da Flamenguinha é vistoriada e deve facilitar acesso ao litoral norte Marcelo Homci * - www.zettacoaching.com.br

O livro Estruturas da Mente – A Teoria das Múltiplas Inteligências, publicado em 1983 por Howard Gardner ampliou a forma de compreender a inteligência humana e o seu potencial. Nele Gardner conceituou a inteligência como a habilidade para resolver problemas ou criar produtos que sejam significativos em um ou mais ambientes culturais. Esta definição foi mais abrangente do que a até então utilizada que abordava apenas as habilidades linguísticas e lógico-matemáticas. Gardner e sua equipe acrescentaram mais dois tipos de inteligências aos sete descritos no livro originalmente. Uma das afirmações importantes é que todas as pessoas consideradas funcionais possuem os nove tipos que se manifestam e se combinam de forma diferente em cada indivíduo. A seguir faço um resumo de cada uma ressaltando sua importância para questões de liderança: 1. Inteligência Verbal-Linguística – geralmente um líder de sucesso influente utiliza muito bem a comunicação verbal e escrita. 2. Inteligência Lógico-Matemática – líderes devem entender e aperfeiçoar processos e pessoas, saber pensar de forma abstrata e conceitual, além de compreender padrões lógicos e numéricos. 3. Inteligência Visual-Espacial – Ampliar o que se enxerga e olhar por novos ângulos pode trazer novas soluções ou novos projetos criativos. 4. Inteligência Corporal-Cinestésica – Conhecer seu corpo e seus limites, seu espaço e seu lugar. Muito importante! 5. Inteligência Interpessoal – Saber lidar com pessoas de forma eficaz é o maior desafio e a maior solução da atualidade. 6. Inteligência Intrapessoal – Como liderar alguém se o líder não conhece e não lidera a si mesmo? 7. Inteligência Musical – Fazer com que sua equipe produza como uma grande orquestra sinfônica... 8. Inteligência Naturalista – Esta inteligência tem a ver com a competência do homem de compreender a natureza e o mundo, além de sua relação e diferenças entre os diversos tipos de vida existentes no planeta. 9. Inteligência Existencial – Um líder de verdade desenvolve sua sensibilidade e se torna um profissional ético e eficaz entendendo questões profundas sobre o significado da vida. Viver por um propósito torna a vida mais plena e alegre de ser vivida. Espero encontrar você aqui na semana que vem mais feliz e com plenitude! Marcelo Homci é palestrante, coach de executivos e instrutor de coaching.

Foto: Agencia Alagoas

Líderes de Múltiplas Inteligências

Teotonio Vilela Filho estava acompanhado do vice-governador Thomaz Nonô, do secretário Marco Fireman e do diretor do DER

Atividades encerraram o Programa Mais Perto de Você na região norte

Agencia Alagoas O governador Teotonio Vilela Filho vistoriou, nesta quinta-feira (17), a obra de implantação da AL-105, mais conhecida como Alça da Flamenguinha, que vai reduzir o tempo de viagem da capital alagoana para o Litoral Norte de Alagoas. Acompanhado do vice-governador José Thomaz Nonô, do secretário da Infraestrutura, Marco Fireman, e do diretor-presidente do DER, Marcos Vital, Vilela também assinou a ordem de reativação da restauração da rodovia AL-430, entre Flexeiras e São Luiz do Quitunde. As atividades encerraram o Programa Governo Mais Perto de Você na Região Norte, onde o governo está investindo mais de meio bilhão de reais, a maior parte em obras de infraestrutura. “Termino esta semana satisfeito com as ações que estamos realizando de forma integrada nos municípios da região Norte”, disse o governador, lembrando a importância das duas rodovias visitadas nesta quinta. “A Alça da Flamen-

guinha vai alavancar o turismo e a AL-430 está fazendo falta para a população. No caso da AL-430, superamos os problemas jurídicos com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e vamos investir agora para que esta rodovia fique em perfeito estado”. Morador de Flexeiras, o gerente de TI Maxwell Santos, de 32 anos, comemorou a ação do Estado. “Preciso ir frequentemente a São Luiz e esta estrada atrapalha muito minha vida. Tenho certeza que agora minha vida e a da minha família vão melhorar bastante”, avaliou o morador. TURISMO COM INFRAESTRUTURA Depois de uma semana na Região Norte, o secretário Marco Fireman aproveitou esta quinta-feira para fazer um balanço das ações estruturantes realizadas na região. Entre as principais novidades do setor, o secretário destacou a recuperação da AL-101 Norte, o avanço dos serviços na Alça da

Flamenguinha e a implantação da Estrada Parque Rota Ecológica, entre Passo de Camaragibe e Porto de Pedras. “Estamos com o olhar voltado para a Região Norte, especialmente para o desenvolvimento do turismo, que só cresce quando tem infraestrutura adequada. Tanto a Alça da Flamenguinha quanto a Rota Ecológica são fundamentais para o polo turístico do Litoral Norte”, explica Marco Fireman. Além da importância para o turismo, o diretor-presidente do DER, Marcos Vital, destaca que as obras também facilitam o escoamento da produção regional. Vital lembrou o compromisso do governo em integrar os municípios alagoanos. “Entre 2007 e 2012, foram restaurados cerca de 80 acessos municipais e fizemos intervenções em mais de mil quilômetros de rodovias, seja recuperando, implantando, restaurando ou duplicando. A Alça da Flamenguinha e AL-430 são mais duas obras que se somam a estas ações”, destaca Marcos Vital.


8

Alagoas Expresso

NACIONAL

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

Datafolha:Piora atendimento por planos de saúde Pacientes têm procurado serviços particulares ou até mesmo o Sistema Único de Saúde (SUS) Agencia Brasil A maioria dos associados aos planos de saúde no estado de São Paulo enfrentou dificuldades na hora em que precisou dos serviços contratados. Os problemas ocorreram nos dois últimos anos, segundo pesquisa do Instituto Datafolha encomendada pela Associação Paulista de Medicina. O levantamento mostra que a deterioração do atendimento levou 30% dos pacientes a pagar por serviços particulares ou a procurar o Sistema Único de Saúde. Em comparação a pesquisa anterior, cresceu em 50% a procura da rede pública, por falta de opção de atendimento por meio dos planos. O número de segurados que se sentiram obrigados a buscar atendimento particular cresceu entre 2012 e 2013. No ano passado, 9% declararam ter feito a opção ante 12%, neste ano

de 2013. O grupo que recorreu ao sistema público passou de 15%, em 2012, para 22% neste ano. O presidente da associação dos médicos e do Conselho Regional de Medicina de São Paulo, Florisval Meinão, esclareceu que a “questão está na estrutura da iniciativa privada e não na qualidade do atendimento médico”. Ele observou que a quantidade de leitos oferecidos no Brasil oscila entre dois a três a cada mil habitantes enquanto o recomendado pela Organização Mundial da Saúde é três a cinco. “Nos precisaríamos criar mais 16 mil leitos até 2016”, defendeu. A principal queixa ouvida pelos pesquisadores do Datafolha diz respeito à sala de espera lotada em prontos-socorros, e a demora no atendimento, apontada por 66% dos entrevistados. As dificuldades em agendar exames e obter diagnósticos atingiu 47% das cita-

ções. As reclamações de falhas no pronto-atendimento foram feitas por 80%. A demora em autorizar exames mais complexos ou mesmo a negativa foi citada por 16% dos entrevistados. A pesquisa foi feita com 861 pessoas das quais 422 residentes na região metropolitana de São Paulo e 439, no interior. Na amostragem projetada, estimou-se que 79% de um universo de 10,4 milhões de usuários ou 8,2 milhões tiveram algum tipo de problema relacionado ao plano de saúde. Cada uma relatou, em média, 4,3 questões de conflito. O levantamento mostrou também que a maioria dos associados faz a sua queixa diretamente às seguradoras, caso de 11% dos consultados. Apenas 2% recorrem ao Procon e 1% chegaram à Agência Nacional de Saúde.


Alagoas Expresso

NACIONAL

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

9

DaRedação redação - redacao@alagoasexpresso.com.br

INSCRIÇÕES SUSPENSAS As inscrições do concurso público da Educação de Alagoas foram temporariamente suspensas. A decisão foi tomada pelo Governo do Estado após um consenso de que cláusulas do edital precisavam ser modificadas para evitar que, durante o andamento do certame, candidatos que se sentissem prejudicados fizessem questionamentos. A previsão é de que a empresa organizadora do certame, Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) publique um novo edital até o dia 30 de outubro, segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Educação (SEE). Ainda não se sabe se a mudança do edital irá afetar o cronograma e o dia da prova. MINIRREFORMA APROVADA Decisão ocorreu após pedido de saída de Aldo Rebelo do Ministério do Esporte

Crise no Pc do B pode levar Dilma a apoiar José Sarney

Comunistas tentam acordo para que o PT apoie Flávio Dino brasil247 O anúncio repentino do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, de que deixará a pasta para se candidatar ao governo de São Paulo pelo PCdoB pode fazer com que a presidente Dilma Rousseff apoie a família Sarney no Maranhão. Aldo já tinha manifestado a intenção de sair em conversa reservada com a presidente, mas a combinação era manter isso em sigilo. Os comunistas tentam um acordo para que o PT apoie o nome do presidente da Embratur, Flávio Dino, candidato pela sigla no Estado e líder nas pesquisas, mas a saída de Aldo, que pegou Dilma de surpresa, sugere o caminho oposto: a aliança dos petistas ao candidato apoiado por Roseana Sarney, do PMDB, maior aliado do governo na esfera federal. Substituição A SUBSTITUIÇÃO A substituição no Esporte será complicada. O cargo deve continuar com o PCdoB, mas o dilema é quem colocar no lugar de Aldo Rebelo. Uma opção é a senadora

Vanessa Grazziotin (AM), nome que recebe o apoio de Dilma, mas cujo vice, que é do PP, traria problemas para o partido, que perderia uma vaga no Senado. Além disso, Francisco Garcia, primeiro-suplente de Vanessa, é pai da deputada federal Rebecca Garcia, pré-candidata ao governo do Amazonas. E Rebecca é adversária do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB). A segunda hipótese é promover Flávio Dino e retirá-lo da disputa no Maranhão, mas o governo anda irritado com o presidente da Embratur, que abriu uma guerra contra as companhias aéreas por conta do preço das passagens durante a Copa do Mundo. Uma última esperança era convencer Aldo Rebelo a ficar, mas ela está praticamente descartada. SAÍDA DE ALDO O ministro do Esporte, Aldo Rebelo deve deixar o comando do Ministério do Esporte em dezembro, quando for concluído o ciclo de entregas de estádios para a Copa do Mundo de 2014, para se candidatar nas eleições do ano que vem.

O ministro, que é filiado ao PCdoB, foi lançado pelo diretório estadual do partido em São Paulo como pré-candidato ao governo do Estado em 2014. Segundo a assessoria de imprensa do ministério, Aldo disse a jornalistas após participar de audiência numa comissão da Câmara dos Deputados que sua previsão é entregar o comando da pasta em dezembro, quando forem concluídas as entregas de todos os estádios para o Mundial do ano que vem. “O ministro do Esporte informou nesta tarde que a previsão inicial é deixar o ministério em dezembro, porque completará um ciclo de entrega dos estádios para a Copa do Mundo”, informou a pasta por email à Reuters. A saída de Aldo provavelmente se somará a de outros ministros que devem deixar o governo para disputar as eleições do ano que vem, abrindo espaço para que a presidente Dilma Rousseff faça uma reforma ministerial e entre no ano em que disputará a reeleição com uma nova equipe de auxiliares.

A Câmara dos Deputados aprovou no último dia 16 o texto principal do projeto de lei que trata da minirreforma eleitoral (PL 6397/13), por 222 votos favoráveis, 161 contrários e 1 abstenção. A proposta limita a propaganda em bens particulares, proibindo placas, cavaletes e envelopamento de carros, e fixa teto para gastos com alimentação e aluguel de veículos em campanhas. O relator da matéria, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ressaltou que não foram acrescentados itens no texto aprovado pelo Senado, apenas suprimidos. CONVÊNIOS FEDERAIS Levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) revela que 87,3% das 102 cidades alagoanas estão impedidas de firmar convênios federais, por possuírem algum tipo de restrição no Cauc, o Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias do Tesouro Nacional. Segundo o relatório da CNM, Alagoas tem o quarto pior desempenho do País, ficando atrás apenas do Pará, onde 92,4% dos municípios estão irregulares, Pernambuco (91,8%) e Amapá (87,5%). Apenas 15 municípios alagoanos estão com seus requisitos fiscais devidamente cumpridos. Maceió é uma das que apresentam irregularidades em itens como a “prestação de contas de recursos federais recebidos anteriormente” – uma das 13 exigências que as administrações municipais precisam cumprir para serem consideradas adimplentes. PARLAMENTO JOVEM A implantação do Parlamento Jovem de Maceió aconteceu nesta quinta-feira (17), na Câmara Municipal de Maceió. O Parlamento Jovem é um projeto que faz parte da Caravana de Cidadania, iniciativa desenvolvida pela Comissão de capacitação do Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas - FOCCO/AL. O parlamento, que já foi instalado em alguns municípios alagoanos, é composto por alunos na faixa etária de 16 a 22 anos, estudantes de turmas de 1º a 2º ano do Ensino médio de escolas da rede pública, tem como objetivo capacitar a sociedade, desenvolvendo uma consciência crítica sobre a necessidade do acompanhamento das políticas públicas municipais, sobretudo nas áreas de educação, saúde, assistência social, criança e adolescente.


10

Alagoas Expresso

DECOR

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

DECOR Laura Amaral - amarallaura@ig.com.br

Clássico Um casamento com cerimonia e festa no mesmo local, assim foi este que realizamos semana passada na casa de festas Espaço Pierre Chalita. A cerimonia foi realizada no Museu em anexo a casa de festas que abriga obras do renomado pinto Pierre Chalita. Projetamos uma passarela clean para nao brigar com o ambiente com lustres de cristal e a passarela de espelho que deu um toque de modernidade. Quanto aos arranjos, buques de egypsofila nas cadeiras e dois grandes jarros no altar foram o suficiente para deixar o espaço elegante e chic. Já na área da festa, o cor de rosa estava presente nas flores. Foi criado um espaço entre o museu e o salão para abrigar as mesas de doce, cafe e lembranças . Uma parede de Madeira e uma mesa de doces que envolvia o bolo foram os destaques. Moveis nos tons de marrom e dourado também foram pensados para deixar o ambiente aconchegante. Para as mesas, arranjos em castiçais de prata com vime torto e orquídeas e floreiras de prata. Uma grande mesa de frios no centro do salão e as de jantar estavam em baixo de um gazebo de Madeira . Tudo isto complementado por 6 lustres de cristal e lustres de fita pendurados por todo o salão . Ate a próxima semana, Laura.


Alagoas Expresso

CULTURA

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

11

Show de Júnior Almeida lotou o Centro de Convenções; videoclipe foi exibido Dirigido por René Guerra e com a produção da Preta Portê Filmes, o clipe apresentou imagens em preto e branco

Assessoria Sim, nós podemos. Essa frase está um tanto batida, mas ela cai como luva neste momento. O show de lançamento do CD Memória da Flor, do cantor e compositor Júnior Almeida, foi uma prova de que atingimos técnica e esteticamente alto nível de produção aqui em Alagoas. Resultado de dois anos de intenso e cuidadoso trabalho assinado por Sue Chamusca, o show aconteceu no dia 20 de setembro, no Teatro Gustavo Leite – Centro de Convenções de Maceió – e arrebatou completamente a plateia durante aproximadamente 1h40 minutos de espetáculo. Aos olhos do público, tudo era uma grande e saborosa novidade milimetricamente realizada ao vivo. Logo na abertura da noite, a exibição do belíssimo clipe da faixa título arrancou elogios rasgados e lágrimas até mesmo dos mais contidos. Dirigido por René Guerra e com a produção da Preta Portê

Filmes, o clipe apresentou imagens em preto e branco com uma plasticidade comovente e rara hoje em dia. Na telona de quase 14 metros de comprimento e 7 de altura, colocada estrategicamente na boca de cena, Júnior Almeida movia-se como se ator fosse, alternando a sua imagem com o multifacetado e talentoso Ney Matogrosso. Destaque também para a participação de Olodum Serafim, um anjo negro exuberante e de energia feminina perturbadora. Ao término da exibição, outra surpresa. A sincronia perfeita entre a última cena do clipe e o primeiro “ataque” da banda no subir lento da tela branca, teve como pano de fundo a luz vermelha densa e quase palpável criada por Eris Maximiano. A sensação era de que uma obra prima estava sendo criada ali, naquele exato momento. Daí por diante a música invadiu os ouvidos de todos generosa e harmonicamente. A qualidade do som, aliás, foi outro ponto bastante

elogiado do show. “Parecia som de estúdio”, esse era o comentário geral. O som perfeito e a elegância das palhetas de cores deram o tom aconchegante, instigante do espetáculo onde Júnior Almeida presenteou a plateia com as 10 músicas de Memória da Flor e outras 8 composições que não integram o seu 4º e novíssimo CD, mas que são importantes dentro da sua trajetória artística. A cada canção, aplausos calorosos, assovios e palavras de bravo. E a cada música, um novo quadro de matizes de cores variadas, mas elegantemente trabalhadas, preenchia o olhar atento e cúmplice de todos. A cumplicidade também era explicitamente notada no palco. Júnior Almeida desfrutou da companhia dos músicos-parceiros Toni Augusto (guitarra, violões e caxixi), Dinho Zampier (teclado e programações), Fabinho Oliveira (baixo elétrico, Fretless e baixo

vertical), Márcio Cavalcanti (bateria, pandeiro e moringa) e Bruno Palagani (cavaquinho, bandolim e guitarra baiana). O roteiro impecável, elaborado cuidadosamente por Sue Chamusca, foi o seguinte: no primeiro bloco, A Poesia (parceria comDanielleCândido),OPresente, À Toa (parceria com Vera Rocha) e Catarina (parceria com Fernando Fiúza). No segundo bloco, canções que marcaram a carreira do cantor e compositor alagoano, como Custe o que Custar (de Roberto Carlos), Verde e A Cor do Desejo (parceria com Ricardo Guima). Dando sequência, vieram Pequenas Misérias (parceria com Fernando Fiúza) e O Cavaleiro e os Moinhos (João Bosco). Um dos momentos mais emocionantes foi o duo com Irina Costa na canção Tal Sol, Tal Homem, Tal Maria. Em seguida, vieram Ser-te-ei Teu (parceria com Ricardo Cabús), Poema nº 8 (de Júnior Almeida e Arriete Vilela), Nem Uma Pétala

(parceria com José Silva Ferreira ) e Parabolicamará (de Gilberto Gil). Outro momento marcante do show foi a brilhante participação de Olodum Serafim na música que dá título ao disco, Memória da Flor (outra composição em parceria com José Silva Ferreira). Para encerrar, Júnior Almeida cantou Seu Perdão (sua mais nova composição) e Os Sinais, canção dele que está no mais recente CD de Mart’nália. Após o show, um emocionado Júnior Almeida se dirigiu ao foyer para autografar os CDs. Na fila, praticamente todo os seus parceiros nas composições do disco, amigos, parentes, fãs, colegas, admiradores e pessoas que não conheciam o seu trabalho, mas que a partir de agora vão ouvir com cuidado e carinho o que este artista tem a dizer. Pronto, foi dada a largada de Memória da Flor… Agora é desejar longa estrada para este nosso projeto.


12

Alagoas Expresso

SOCIAL

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

ZOOM elzlane@espalhai.com

Rossana Castro_ Esbanjando charme na equipe de produção do #Espalhaí durante o ensaio fotográfico da campanha de verão da Kocmoc Jeans

Dupla de fotógrafos nota 10! Felipe Camelo e Chico Brandão

Ana Loureiro e Cinha Couto comemorando o sucesso da Schutz 285 Mário de Gusmão que completa um ano em novembro.

Espalhaí Rosa Passos hoje no Gustavo Leite A cantora faz show de lançamento do CD Samba Dobrado Canções de Djavan a partir das 20h. Nordestão do Stand Up Comedy Evento reúne humoristas de Pernambuco, Alagoas e Paraíba no próximo dia 02 de novembro no Gustavo Leite, das 20 às 22h. Semana de Moda e Consumo

Vida Geraldo Gabi Sales e Andreia Geraldo que comandam o desfile da coleção verão 2014 da Kocmoc Jeans na próxima sexta, 25, no Maceió Fashion Design.

Dois eventos prometem deixar a rotina da mulherada ainda mais agitada esta semana em Maceió. O Maceió Fashion Design de 22 a 27 no Maceió Shopping apresenta as novidades da moda para o verão 2014 e nos dias 23 e 24 o Bazzar Fashion Day promete boas compras na reunião de grifes famosas liquidando suas pontas de estoque.


Alagoas Expresso

MODA

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

TREND Aline e Tristanna Baltar - www.blogdablueberry.com

Jumpsuits Os jumpsuits vieram para ficar. Além da praticidade de uma única peça fazer o look inteiro, o resultado é super trendy! Como usar: Para um visual descolado, o ideal é escolher os macaquinhos estampados, eles ficam uma graça. Os jeans têm uma bossa e um quê fashionista sem igual. Os lisos são super elegantes. Nossa aposta é no vermelho! Fica demais!!

13


14

Alagoas Expresso

TURISMO

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

Belezas naturais de Alagoas impulsionam chegada de redes hoteleiras no Estado Complexo hoteleiro da Iberostar Hotels e Resorts será construido na praia de Ipioca

Tatiana Carvalho e Vanessa Rocha

A rede Iberostar Hotels & Resorts assinou acordo para administrar complexo hoteleiro na praia de Ipioca, em Maceió, durante solenidade no Palácio do Governo nesta terça-feira (15). A assinatura do acordo foi acompanhada pelo prefeito de Maceió, Rui Palmeira; pela secretária de Estado do Turismo de Alagoas, Danielle Novis e pela secretária de Turismo de Maceió, Claudia Pessoa. “O turismo é uma vertente importante para o desenvolvimento de Alagoas, lugar certo para se investir. Tenho certeza de que outros investimentos desse tipo virão aqui se instalar”, enfatizou o governador Teotonio Vilela. Já o prefeito de Maceió, Rui Palmeira disse que o empreendimento hoteleiro tem tudo para ser um sucesso e contribuirá, e muito, para o desenvolvimento do turismo de Alagoas. “Para mim é um prazer ver mais um hotel de porte se instalar em Maceió”, acrescentou.

De acordo com a secretária de Estado do Turismo, Danielle Novis, o Governo de Alagoas tem uma política prioritária voltada para a o turismo e à captação de investimentos imobiliários em Alagoas. “Nos últimos anos, inauguramos 20 novos hotéis, um incremento de 8 mil leitos no Estado. Somos, hoje, a rede hoteleira mais moderna do Nordeste”, ressaltou. José Antonio González, vice-presidente e CEO América do GRUPO IBEROSTAR, oficializou a incorporação de um novo hotel ao portfólio da rede espanhola de hoteis e resorts. Nomeado IBEROSTAR Magia Maceió, o resort – localizado no Estado de Alagoas – será construído pela empresa Havengrid Group e administrado pelo IBEROSTAR. Para González “esse acordo é uma amostra do nosso firme compromisso com um destino emergente que consideramos prioritário em nossa estratégia de expansão internacional. Nós

acreditamos no potencial desse destino e estamos satisfeitos em contribuir com o aumento da oferta de alojamento e a criação de novos empregos, sem dúvida duas grandes notícias que com certeza serão recebidas com muito entusiasmo na região”. O novo complexo hoteleiro se encontra em fase de construção e está previsto para 2015. O IBEROSTAR Magia Maceió fará parte da categoria Premium Gold da rede, que se caracteriza por oferecer hotéis 5 estrelas com serviços de luxo para toda a família. Com um total de 226 quartos e 18 suítes – essas últimas dotadas de cama de casal, sofá-cama, banheiro e terraço coberto – o hotel estará localizado em uma área total de 90.000m² e terá mais de 2.000m² de piscinas, bar, spa, centro de fitness, 4 salas de convenções, sendo uma delas para 500 pessoas, minimercado, lojas e centro médico, além de restaurantes de diversas especialidades: buffet internacional,

japonês, italiano e mediterrâneo. Tudo desenhado especialmente para a satisfação de seus clientes. O IBEROSTAR Hotels & Resorts mantém uma constante busca de oportunidades de negócio para continuar a sua expansão e crescimento através de duas vias: novos destinos a serem incorporados à sua oferta e crescimento em destinos nos quais já opera atualmente. Esse acordo assinado pela Companhia é uma combinação de ambos, mesmo que esse seja o quarto hotel da rede no Brasil, será o primeiro na região de Alagoas, um dos mais importantes destinos turísticos do Brasil. Sobre Maceió, o Litoral Norte da cidade se encontra em pleno auge turístico. Suas belas praias de areia fina e branca, as centenas de coqueiros e o clima favorável formam uma paisagem convidativa. Além disso, o Estado de Alagoas é famoso por possuir a segunda maior barreira de corais do mundo, o que resulta na formação de piscinas naturais nos arre-

dores da costa. SEGMENTO COMEMORA Para a diretora executiva do Sindicato de hoteis, restaurantes, bares e similares de Alagoas, Eliete Morais o turismo pode chegar a ser a primeira economia do Estado em geração de emprego e renda. “Aqui não existe mais baixa temporada e sim, média e alta temporada. Além da instalação de hoteis, devido a nossas belezas naturais, o turismo de negócio também tem se desenvolvido, com eventos no Centro de Convenções e até mesmo em hoteis”, destacou. Eliete lembrou que Alagoas já conta com outras redes hoteleiras internacionais. “Temos o Holiday, Radisson, Mabu, o Ibis. O turismo está em moda, graças aos investimentos do governo em divulgação em grandes eventos, inclusive no exterior. Hoje, contamos com 18 mil leitos, o que duplicou a mão de obra direta e indireta”, afirmou.


Acesse:

www.achadao.al ano I | edição 033

cursos & empregos imóveis automóveis variados concursos

AUTOMÓVEIS CHEVROLET Agile LTZ 2010 1.4, verde, 4 portas, flex, completo. Tel. 32028023 Astra Hatch ADV 2.0 2009 2.0, prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 3202-8027 Celta 2004 1.0, braco, gasolina, 4 portas, Ar. Tel. 3324-1304 Celta 2004 1.0, prata, gasolina, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 3311-7160 Celta 2010 1.0, cinza, 4 portas, flex, ar, te. Tel. 3202-8027 Celta 2010 1.0, prata, 4 portas, flex, ar e te. Tel. 3202-7939 Celta 2010 1.0, prata, flex, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 33117160 Celta 2010 1.0, preto, flex, 4 portas, completo. Tel. 32027930 Celta 2011 1.0, prata, 4 prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 32315110 Celta 2011 1.0, preto, flex, 4 portas, Ar, TE

e Alarme. Tel. 32027930 Celta 2012 1.0, cinza, flex, 4 portas, completo. Tel. 30314806 Celta Life 2002 1.0, prata, gasolina, 2 portas. Tel. 3202-8051 Celta Life 2008 1.0, preto, flex, 2 portas, Ar. Tel. 3202-7930 Celta Life 2008 1.0, vermelho, 4 portas, flex, ar. Tel. 3202-7939 Celta Life 2010 1.0, prata, flex, 2 portas, TE e Alarme. Tel. 3311-7160 Celta Spirit 2010 1.0, prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 32315110 Celta Spirit 2010 1.0, preto, flex, 4 portas, completo. Tel. 32027949 Classic 2004 1.0, bege, gasolina, 4 portas, Ar, DH, TE e Alarme. Tel. 3031-4806 Classic 2012 1.0, cinza, flex, 4 portas, completo – VE. Tel. 3031-4806 Corsa 2009 1.0, cinza, flex, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 3202-

7930

VOLKSWAGEN Baby Buggy 1600 1986, branco pérola, gasolina - novissimo. Tel. 9616-0536

MOTOS BMW BMW GS 1200 R, 2011, Preta. R$ 58.000,00. Tel. 3216-8000

HONDA Cargo 125 KS, 2009, Branca. R$ 4.500,00. Tel. 3202-3656 | 93268320 CB 1000 R, 2013, Ve r m e l h r a . R $ 4 3 . 6 9 0 , 0 0 . Te l . 3216-8000 CB 1000, 2013, Branca. R$ 47.290,00. Tel. 3216-8000 CB 300 STD, 2011, Preta, R$ 9.500,00. Tel. 3202-3656 | 9326-8320 CBR 1000 FireBlade, 2009, Preta. R$ 46.000,00. Tel .32168000 CBR 1000 FireBlade, 2012, Vermelha. R$ 60.000,00. Tel .32168000 CBR 1000, 2007, Ve r m e l h r a . R $

37.000,00. Tel. 32168000 CBR 250 R, 2012, Preta, R$ 14.500,00. Tel. 3202-3656 | 93268320 CBR 250, 2012, Azul. R$ 17.620,00. Tel. 3216-8000 CBR 600 F, 2013, Azul. R$ 36.910,00. Tel .3216-8000 Crosstourer VFR X 1200, 2013, Vermelha. R$ 83.000,00. Tel. 3216-8000 Fan 125 KS, 2009, Preta. R$ 4.000,00. Tel. 3202-3656 | 9326-8320 Hornet 600, 2011, Preta. R$ 27.500,00. Tel .3216-8000 NC 700 X, 2013, Branca. R$ 31.800,00. Tel. 3216-8000 Pop 100, 2012, Preta. R$ 4.200,00. Tel. 32023656 | 9326-8320 Shadow 750, 2011, Preta. R$ 25.000,00. Tel. 3216-8000 Titan 150 ESD Flex, 2011, Vermelhra. R$ 6.000,00. Tel. 32023656 | 9326-8320 Titan 150 EX Flex, 2012, Azul, R$ 7.000,00. Tel. 3202-

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

3656 | 9326-8320 Titan 150 EX Flex, 2012, Cinza, R$ 6.000,00. Tel. 32023656 | 9326-8320 Transalp XL STD, 2013, Branca. R$ 33.000,00. Tel. 32168000 V F R 1 2 0 0 , 2011,Vermelhra. R$ 68.500,00. Tel. 32168000 V F R Au t o m a t i c a 1200, 2011, Preta. R$ 55.000,00. Tel. 32168000 XR 250 Tornado, 2008, Laranja. R$ 7.500,00. Tel. 32023656 | 9326-8320 XRE 300, 2011, Preta, R$ 10.500,00. Tel. 3202-3656 | 9326-8320

SUZUKI

Boulevard 800, 2007, Preta. R$ 19.000,00. Tel. 3216-8000 Boulevard 800, 2009, Preta. R$ 23.000,00. Tel. 3216-8000 GSX-R 1000, 2005, Amarela. R$ 30.000,00. Tel. 32168000 V-Storm 1000, 2009, Preta. R$ 30.000,00. Tel. 3216-8000

DEDETIZAÇÃO Nossos Serviços:

*Controle de pragas *Limpeza de caixa d`agua *Descupinização *Desrratização Trabalhamos com produtos sem cheiro

Contato: (82) 8844-2452 (82) 9127-5302

WALDIR


16

Alagoas Expresso

PUBLICIDADE

O FUTURO DOS NOSSOS ALUNOS COMEÇA AQUI. AS INSCRIÇÕES PARA O PROJOVEM ESTÃO ABERTAS. ESSA É UMA GRANDE OPORTUNIDADE QUE O GOVERNO DE ALAGOAS, EM PARCERIA COM O GOVERNO FEDERAL, ATRAVÉS DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO, ESTÁ PROMOVENDO NA FORMA DE CURSOS E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PARA OS JOVENS ENTRE 18 E 29 ANOS QUE NÃO CONCLUÍRAM O ENSINO FUNDAMENTAL. É O GOVERNO DE ALAGOAS CAPACITANDO NOSSOS JOVENS E DANDO A ELES MAIS CHANCES.

informações:

(82) 3315.1275

Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013

ÁREAS DOS CURSOS: SAÚDE EDUCAÇÃO VESTUÁRIO TURISMO CONSTRUÇÃO E REPAROS TELEMÁTICA E ADMINISTRAÇÃO INSCRIÇÕES: ATÉ 30 DE OUTUBRO.

INÍCIO DAS AULAS: 23 DE OUTUBRO.

Alagoas Expresso  

Edição N. 33 Maceió, 20 a 26 de outubro de 2013.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you