Page 1

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013 l Ano I l Nº 018

alagoas expresso Distribuição Grátis

E-mail: redacao@alagoasexpresso.com.br l Fone: 3034.1651

Presidente da Câmara diz que não há previsão para realização de concurso

Chico Filho afirmou que Legislativo Municipal não possui recursos nem para reformar sede O tão esperado concurso da Câmara Municipal de Maceió parece estar cada vez mais longe

de ser realizado, de acordo com o presidente da Casa, o vereador Chico Holanda Filho (PP), que

afirmou que o Legislativo Municipal não possue recursos para aumentar o número de servido-

Chuvas causam transtornos e prejuízos a maceioenses

Médicos protestam contra vinda de profissionais de Cuba ao país médicos em Cuba e no Brasil. “O regime de Cuba é diferente do nosso”, disse Fernando Pedrosa presidente do Conselho Regional de Medicina. pag. 4

Por toda cidade os pontos de alagamento deixaram a população ilhada e muitos não conse-

guiram sair das residências para seguir para o trabalho. Tanto nos bairros nobres quanto na perife-

ria, a água tomou conta das ruas e os veículos mal conseguiam seguir pela Capital. pag. 5

cadaminuto

cadaminuto

POLÊMICA

Não há carência de funcionários na Câmara e sim, um “efetivo envelhecido”. pag. 3

SUBMERSO

AL

O Conselho Federal de Medicina já se posicionou contrário a essa medida, argumentando como impedimento a diferença na formação dos

res nem reformar o prédio onde funciona, na Praça Deodoro, no Centro.

GASTRONOMIA “Plebiscito foi FLORAIS Flores compõe Conheça as sugerido para desviar atenção looks nas ruas delícias da da população”, e passarelas culinária local diz Senador Os looks mais sofisticados Além do sol e das belas praias Posicionando-se por meio de entrevistas, Aécio Neves criticou o governo pela retirada da proposta. pag. 13

da temporada são cobertos de flores remetendo a um visual anos 50, mas modernizados com estampas misturadas. pag. 9

os turistas que vêm a Maceió podem se deliciar com uma variedade de opções da culinária nordestina. pag. 14


2

Alagoas Expresso

POLÍTICA

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

DiretoaoPonto

TRE garante que população não será prejudicada com reforma

Voney Malta - vfamalta@ig.com.br

Presidente do órgão determinou plantão rodízio de funcionários

PLEBISCITO A presidente Dilma Rousseff foi esperta ao encaminhar para o Congresso Nacional alguns pontos exigidos pelas vozes das ruas. Ao propor o plebiscito jogou a bata quente no colo o Congresso Nacional. O problema é que o prazo é curto para que mudanças entrem em vigor já nas eleições de 2014. Qualquer modificação nas regras eleitorais precisa de um prazo mínimo de um ano. O TSE já anunciou que necessita de 70 dias para realizar o plebiscito. Resumo da ópera, não haverá mudanças, pelo menos para o ano que vem.

Emanuelle Oliveira Editora A presidente do Tribunal Regional Eleitoral - TRE - desembargadora Elizabete Carvalho tomou providências emergenciais para garantir a segurança dos servidores e usuários, Os setores do prédio, localizado na Praça Sinimbu e que apresenta problemas na estrutura física, vão ser deslocados. De acordo com a assessoria do TRE as mudanças não vão ocasionar prejuízos na emissão de títulos, alistamentos, transferências e todos os serviços cartorais, que estão sendo feitos normalmente no Fórum Eleitoral de Maceió, no bairro do Farol. Os setores da secretaria, que continuam no prédio-sede, estão funcionando normalmente. Dos seis andares do prédio, três foram completamente esvaziados. Os setores foram removidos para salas em andares inferiores e alguns passaram a dividir o mesmo espaço, bem como equipamentos de traba-

PLEBISCITO 1 Percebendo o momento político favorável, o senador Fernando Collor (PTB-AL) prontamente usou a tribuna do Senado para defender uma discussão em torno de mudanças no sistema de governo - parlamentarismo ou presidencialismo, e uma profunda reforma administrativa em todos em todos os poderes e em todo os entes da federação. Isso significa debater mudanças nos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo da União, Estados e Municípios.

RIBEIRINHOS A Polícia Federal em Alagoas deu mais uma pancada nos gestores públicos que querem enriquecer a custa de dinheiro público. Batizada de Operação Ribeirinhos deu continuidade a investigação ao cumprir mandados de busca e apreensão para desarticular um esquema montado durante a gestão dos ex-prefeitos da cidade de Porto Real do Colégio/AL, Eraldo Cavalcante Silva e Maria Rita Bomfim Evangelista. Os dois são acusados de terem utilizado centenas de notas fiscais falsas para desviar mais de R$ 4 milhões de reais dos cofres da Prefeitura nos últimos anos. ALE O deputado estadual João Henrique Caldas (PTN) entregou ao MP um calhamaço de informações sobre a movimentação financeira da Assembleia Legislativa. O procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá, disse que a análise dos documentos poderá levar mais tempo do que o previsto. Afinal de contas, são mais de 5 mil páginas de documentos. Mais da metade é sobre a folha de pagamento do Legislativo.

REPAROS Estão sendo feitos ajustes e reparos nos locais onde vão ser instalados - provisoriamente alguns setores do TRE/AL. No entanto, a empresa responsável pela instalação dos links de telefonia e internet pediu um prazo de 30 dias para concluir os serviços. Os setores do TRE funcionarão na Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal), Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Academia Alagoana de Letras e Justiça Federal. Um prédio deverá ser alugado para abrigar o TRE, até

Foto: Alagoas 24horas

SAIA JUSTA Agora quem ficou numa tremenda saia justa com a questão do plebiscito foi o presidente do Senado,, Renan Calheiros (PMDB), ao declarar que não sabe se o Congresso aprovará a proposta. Neste caso Renan foi o mais sincero dos líderes partidários. Afinal, extinguir a suplência no Senado e o fim do voto secreto no Congresso mexe com todas as bancadas e também com milhares de interesses políticos. O problema é que já tem uma turma fazendo campanha nas redes sociais pedindo o seu afastamento.

lho. Para viabilizar a evacuação dos andares e comportar os servidores, a Presidência determinou o “regime de plantão”, inclusive com rodízio de servidores. O expediente, que antes era de 13hs às 19hs, foi reduzido para quatro horas diárias, de 14hs às 18hs. Em diversos setores, os coordenadores dividiram em equipes o seu pessoal.

Dos seis andares do prédio, três foram completamente esvaziados.

que se compre um outro imóvel para construir a nova sede. Um dos entraves é encontrar um prédio que abrigue todos os setores juntos. A previsão é que até o final do ano o prédio já tenha sido alugado. Os setores serão removidos para o novo local provisório. ELEIÇÕES As eleições de 2014 já deverão ser realizadas no prédio que a direção planeja alugar, abrigando todos os setores em um só lugar. A ideia é centralizar os serviços para melhor conduzir as eleições. “Estamos focados em resolver esta situação do prédio no menor tempo hábil possível, pois não é interessante ficarmos com os setores funcionando em locais diferentes. Já temos em vista alguns prédios para aluguel, enquanto resolvemos, junto com o TSE, se haverá a compra ou a construção de uma nova sede”, explicou Maria Celina Bravo, diretora-geral do TRE/AL.


Alagoas Expresso

POLÍTICA

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

3

Chico Filho afirmou que quadro de servidores da Casa está envelhecido Concurso anterior, que seria realizado em 2008, foi questionado pelo Ministério Público Estadual Emanuelle Oliveira Editora

lhecido” e uma das alternativas encontraradas para abrir vagas foi incentivar a aposentadoria dos servidores. “Não há previsão para a realização do concurso da Câmara de Maceió. Possuímos um quadro administrativo com servidores que têm em média 57 anos, que ingressaram no último certame, há muito tempo. Não temos intenção em fazer um concurso para cadastro de reserva, sem previsão de convocação”, afirmou o presidente da Casa. Segundo ele, no próximo ano a possibilidade de realização do concurso será novamente avaliada. “Esperamos ter uma

nova perspectiva em relação a isso, com mais possibilidades financeiras, para oxigenar nosso quadro de funcionários”, destacou. CONCURSO CANCELADO Os candidatos que pagaram a inscrição e se prepararam para fazer o concurso da Câmara de Maceió, em 2008, se frustraram com o cancelamento do certame, que foi questionado pelo Ministério Público Estadual, devido à falta de publicidade exigida por lei e à ausência do processo de licitação na escolha da empresa responsável, a Fundação de

Fotos: Alagoas 24horas

O tão esperado concurso da Câmara Municipal de Maceió parece estar cada vez mais longe de ser realizado, de acordo com o presidente da Casa, o vereador Chico Holanda Filho (PP), que afirmou que o Legislativo Municipal não possue recursos para aumentar o número de servidores nem reformar o prédio onde funciona, na Praça Deodoro, no Centro. Em fevereiro de 2012 o então presidente da Casa de Mário Guimarães, Galba Novaes garantiu que o concurso

público seria realizado, como um dos pontos do Plano de Metas e Gestão da atual Mesa Diretora. Ele e sua equipe jurídica chegaram a se reunir com representantes da Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes) para tratar do certame, que seria realizado sem licitação. Seriam ofertadas 50 vagas para cargos como redator de atas, assistente parlamentar, assistente jurídico, jornalista, procurador, além de vagas para cadastro de reserva. No entanto, Chico Filho afirmou que não há carência de funcionários na Câmara e sim, um “efetivo enve-

Fachada da Câmara Municipal de Maceió no Centro.

Presidente da Câmara Municipal de Maceió, Chico Filho.

apoio ao Cefet do Rio de Janeiro (Funcefet/RJ). Em 2009, os integrantes da então Mesa Diretora do Legislativo Municipal resolveram suspender o concurso, iniciando o litígio entre a Câmara de Maceió e a Funcefet/RJ, que arrecadou R$ 695 mil, referentes às inscrições dos candidatos. O valor foi bloqueado na conta da fundação, devido a uma determinação judicial. Apenas em 2011 Galba Novaes conseguiu, com o apoio do Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública, iniciar a devolução do dinheiro pago pelos candidatos.


Alagoas Expresso

CIDADES

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

Presidente do CRM/AL diz que categoria é contrária à medida do Governo

Foto: reprodução/facebook

4

Médicos reclamam da falta de investimento na área da saúde Anna Cláudia Almeida repórter Que no Brasil a área da saúde é uma das mais críticas não é novidade. No entanto, a solução encontrada pelo Governo Federal para tentar apaziguar essa realidade vem num estudo de importação de seis mil médicos cubanos para áreas remotas do Nordeste e Amazônia, locais onde os atendimentos são precários e os profissionais da área no país se recusam a trabalhar. Esta semana, a categoria esteve reunida numa mobilização nacional e pelas ruas do país protestou contra a vinda desses profissionais para atuar no Brasil. Para os médicos brasileiros essa alternativa defendida pelo Governo Federal não será a solução dos problemas de atendimento médico na rede pública, já que a necessidade maior são os investimentos e a valorização dos profissionais. Em Alagoas, um grande número de médicos e estudantes de medicina esteve reunido na sede do Conselho Regional de Medicina (CRM/AL), na última quarta-feira (03), cobrando soluções para a crise vivenciada no país. Para o presidente da entidade, Fernando Pedrosa, há manifestações contrárias acerca da medida da presidente Dilma Rousseff, que não recebe apoio das associações médicas. Pedrosa ressaltou que a legislação brasileira é clara quando trata deste assunto. “Nosso país só permite, conforme a lei, que médicos formados no país ou que passem por um exame de revalidação, tenham fluência na língua portuguesa e visto permanente, tenham direito para atuar livremente na profissão”, comentou.

O Conselho Federal de Medicina já se posicionou contrário a essa medida, argumentando como impedimento a diferença na formação dos médicos em Cuba e no Brasil. “Os níveis dos profissionais são bons em ambos os países, já que em Cuba alguns cursos de medicina são equivalentes aos de enfermagem no Brasil. Mas uma questão preocupante é que o médico que se forma em Cuba possui especialidades de acordo com a área que atua; já o brasileiro recém-formado se mostra apto a atuar em diversas áreas”. Fernando Pedrosa afirmou que para os médicos cubanos estarem aptos a atuar no Brasil, deverão ser submetidos a um teste de revalidação do diploma, teste de fluência em português e comprovar que sua formação condiz com as necessidades brasileiras. “O

regime de Cuba é diferente do nosso”, destacou. Quem também fez coro com as declarações durante a manifestação em Maceió foi o presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed), Welington Galvão. No Estado, segundo o sindicalista, há cerca de 3.800 mil médicos registrados, quando na verdade, o ideal seria um aumento de quase 100%. O número é considerado insuficiente, não por falta de profissionais e sim, pela falta de concursos públicos na área, há mais de dez anos. “A categoria exerce suas funções com baixos salários e muitas vezes sem a mínima condição estrutural. Temos que protestar, não podemos nos omitir em um momento em que o Brasil está mudando. Nas ruas a população está levantando bandeiras”, disse.

Manifestantes percorreram a Avenida Fernandes Lima Foto: cadaminuto

Para Welington Galvão, o número é considerado insuficiente, não por falta de profissionais e sim, pela falta de concursos públicos na área.


Alagoas Expresso

CIDADES

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

5

Ruas da Capital ficaram alagadas. Chuvas causaram desabamentos e deslizamentos Anna Cláudia Almeida Repórter Durante 24 horas, os maceioenses viveram momentos de sufoco e tiveram que contornar os transtornos ocasionados pelas intensas chuvas, que atingiram a Capital Alagoana. A quarta-feira (03) foi marcada por alagamentos, deslizamentos de barreiras, desabamentos, falta de energia, isso sem contar com os inúmeros protestos que bloquearam as principais vias das partes alta e baixa de Maceió. Dois dias antes, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) emitiu um sinal de atenção, conforme o alerta meteorológico da Diretoria de Meteorologia da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (DMET/SEMARH), que apontava no mapa chuva de intensidade moderada a forte. A previsão era que as regiões Metropolitana, Litoral, Zona da Mata, Baixo São Francisco e Sertão do São Francisco seriam as mais afetadas. E não foi diferente. Maceió amanheceu debaixo de chuva e várias equipes da Prefeitura foram mobilizadas para atender as ocorrências, monitorando as quase 600 áreas de risco espalhadas em diversos pontos da Capital. O coordenador da Comdec, Dinário Lemos, explicou que a previsão para o mês de julho era de 240 mm de chuva, no entanto, em 24h foram atingidos 120mm. “Todas as equipes estiveram mobilizadas por conta da quantidade de chuva que atingiou a capital”, colocou. Na Avenida Pierre Chalita, o problema de deslizamento e a água na pista voltou a persistir. A rua, que amanheceu alagada, teve a situação complicada com o aumento da chuva e o trânsito precisou ser interrompido, já que

o escoamento da água não acontecia da forma adequada. Por toda cidade os pontos de alagamento deixaram a população ilhada e muitos não conseguiram sair das residências para seguir para o trabalho. Tanto nos bairros nobres quanto na periferia, a água tomou conta das ruas e os veículos mal conseguiam seguir pela Capital. Muitos bueiros entupidos, principalmente por causa do lixo jogado por populares nas ruas da cidade, dificultaram o escoamento da água. Graciliano Ramos, Salvador Lyra, Village Campestre, Serraria, Ponta Verde, Pajuçara, Jatiúca, Bebedouro, Mangabeiras foram algumas das localidades mais afetadas. Em muitos bairros, a água invadiu residências e estabelecimentos comerciais, deixando um rastro de prejuízos para moradores e comerciantes. DESLIZAMENTOS E QUEDAS DE ÁRVORES Já os deslizamentos de encostas, segundo levantamentos do Corpo de Bombeiros, chegaram a nove por toda a cidade. O primeiro caso ocorreu em Ipioca, quando uma barreira destruiu uma residência; dentro dela um idoso foi resgatado sob os escombros, mas sem ferimentos. O mesmo aconteceu na Garça Torta. As ocorrências se estenderam durante o dia em Bebedouro, Antares, Chã da Jaqueira, Mutange, Grotas Santa Helena e do Cigano, além da localidade Alto da Alegria no Benedito Bentes. E não foram apenas os alagamentos que deixaram a situação caótica em Maceió. Isto porque a queda de árvores em vários pontos da Capital Alagoana trouxe transtornos ao trânsito e ocasionou a interrupção da energia elétrica em alguns bairros. Na principal avenida de Cruz

Foto: reprodução/facebook

Defesa Civil emitiu um sinal de atenção dois dias antes, conforme alerta meteorológico da SEMARH

Motoristas tiveram dificuldade de trafegar por ruas alagadas.

das Almas, quem trafegava no sentido Maceió – AL 101 Norte precisou ter bastante atenção, já que galhos de uma árvore deixaram apenas meia pista liberada. A situação aconteceu nas proximidades da sede da Delegacia Geral da Polícia Civil. Já no bairro do Poço, equipes da Prefeitura de Maceió foram deslocadas para fazer a retirada de uma enorme árvore que caiu devido às chuvas e intensa ventania; o tronco ficou atravessado numa praça. Nas proximidades do Pam Salgadinho, a queda de outra árvore deixou a região sem energia elétrica por mais de 10 horas. O incidente acarretou a interrupção do atendimento aos pacientes durante todo o dia. Outro registro aconteceu no Conjunto Virgem dos Pobres, nas proximidades do Papódromo. No total, foram dez árvores que caíram por conta das fortes chuvas. Também em Ipioca e no Tabuleiro do Martins, o Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer o corte das árvores que atrapalhavam o trânsito.

PERIGO NAS ESTRADAS Três trechos em rodovias federais ficaram parcialmente interditados por conta de deslizamentos de barreira. No quilômetro 48, da BR 104 em Branquinha, uma barreira deslizou e a lama tomou conta de parte da pista. Equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estão no local para realizar a desobstrução do trecho. Outro trecho da rodovia foi interditado por conta das chuvas em Murici, no quilômetro 54. A PRF também registrou queda de árvores nos trechos 58 e 68 da BR-101, que fica em Flexeiras. Um dos registros aconteceu próximo ao entroncamento das BRs 101 e 104. PROTESTOS PELA CIDADE Os estragos causados pelas chuvas motivaram diversos protestos em Maceió. Em pontos extremos, comunidades do Conjunto Gama Lins – Cidade Universitária – e moradores

da Vila Emater interditaram as rodovias para protestar contra os alagamentos. O bloqueio na AL 101 Norte, no trecho próximo à sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, foi protagonizado por moradores da Vila Emater que se mostravam desesperados com a situação agravada pelas chuvas, que destruiram a maior parte dos barracos onde eles vivem. Eles cobram do governo do Estado medidas imediatas para resolução de problema de moradia. Já na parte alta da Capital, a manifestação impediu o tráfego de veículos na rodovia federal BR 104, nas imediações do sistema prisional de Alagoas. Um grupo fechou duas faixas da rodovia, interrompendo o trânsito entre Maceió e Rio Largo. Eles usaram galhos de árvores, pneus e pedaços de madeira para protestar e cobrar do governo melhorias estruturais; o descaso, segundo o grupo, torna-se ainda mais visível no período chuvoso, quando as casas são invadidas pela água, e os prejuízos contabilizados pela população.


6

Alagoas Expresso

OPINIÃO

Sonhos de um legítimo cidadão OLAVO CÂMARA*

O nosso Brasil possui mais de 8,5 milhões quilômetros quadrados em extensão e perto de duzentos milhões de habitantes. As riquezas naturais são imensas. Certa vez viajando pelo México nos deparamos com uma região que chove somente a cada seis anos. Em outra ocasião viajando pelo Rio Nilo, no Egito, vimos que a única fonte de água daquele país é o Nilo. As áreas férteis estão aos lados das margens, em torno de oito quilômetros. Em Israel anotamos as dificuldades daqueles povos, pois possuem apenas o Rio Jordão. Há ainda outros povos que não possuem áreas para plantio e passam dificuldades. Enquanto por aqui, o Brasil é rico em águas, florestas, recursos naturais e terras férteis. Os sonhos de todo cidadão de bem é ter um país sem criminalidade e violência, com o tráfico de entorpecentes devidamente controlados pelas fronteiras e internamente. Reformar os presídios e exigir que os presidiários trabalhem e estudem. O que fazer com os menores que cometem crimes? Eis um grande desafio. Os indultos em geral devem ser eliminados. Com 13% do PIB na educação o Brasil daria um salto. Pensemos um pouquinho: povo limpo, educado, com um sistema de saúde de alto nível, transportes de qualidade (ninguém viajando em pé), a renda per capita do brasileiro sendo igualada a dos países escandinavos, ou seja, com mais de quarenta mil dólares anuais, educação de período integral e nenhum servidor reclamando do seu salário. Ah! Acordaremos e receberemos a notícia: “A corrupção acabou definitivamente, tanto nos setores públicos como privados”. O mundo inteiro passa a fazer turismo por aqui, pois sabe que não há mais crimes e assassinatos. As doenças estão controladas e não é preciso mais importar médicos. Os bacharéis em direito não prestam mais exames para a OAB. De onde sairiam riquezas para tudo isso? Do pré-sal? Ora o Brasil é o único país de mundo com 90% de nióbio (produto natural) do planeta. Os presidiários trabalhando na agricultura (em fazendas) produziriam milhões em alimentos que seriam exportados. O Brasil, dizem, já é a sexta economia do mundo, mas poderia ser a primeira, segunda ou terceira. Esta Pátria querida e abençoada poderá dar um salto em todas as áreas. O brasileiro precisa ser honesto e não somente probo, dedicar-se, auto educar-se (não cuspir nas ruas, atirar papéis nas vias ou pneus nos rios). Outro dia sonhei que as favelas haviam acabado e todos tinham moradias dignas. Que país maravilhoso. Bem, acordei! *Olavo Câmara é advogado e professor de Política

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

Sorte no futebol e azar em outras coisas A Copa do Mundo de 2014 ainda nem começou, mas as críticas acerca do mundial são pontuais e se estendem entre os mais diversos setores. Durante os jogos da Copa das Confederações, da qual a seleção brasileira saiu vitoriosa, após derrotar a Espanha, no último domingo (30) os manifestantes só faltaram invadir os estádios, questionando os investimentos milionários feitos pelo Governo Federal e que segundo muitos, poderiam ser revertidos para a saúde e educação. O deputado federal Mendonça Prado - DEM/SE - chegou a declarar, durante uma reunião partidária, ser contrário à realização da Copa do Mundo no Brasil. Ele classificou como irresponsabilidade promover o mundial quando faltam recursos para oferecer saúde, educação e segurança de qualidade à população. O parlamentar disse que a cidade de Roma, na Itália, renunciou à candidatura para sediar a Olimpíada 2020, por entender que o País atravessa uma série de crise econômica. E o que era pra ser um marco do governo Dilma, que pleiteia a reeleição acabou se transformando numa batata

quente. Não se sabe a que ou a quem atribuir a incitação popular. Há quem diga se tratar de um golpe da oposição. Mas, o que parece é que a política do pão e circo não está funcionando como o esperado. Na contramão da politica, teve até gente culpando a imprensa pelas revoltas populares, como o ministro do esporte, Aldo Rebelo, que é alagoano. Mas, qual brasileiro não ficou feliz, se emocionou e esqueceu um pouco das mazelas ao sentar em frente á televisão para ver o futebol? Os mais abastados pagaram uma média de 200 reais para ver o jogo no estádio. Durante a copa também teve jogador assaltado em Recife, mulher de goleiro assaltada em Fortaleza e por aí vai. Incidentes que poderiam ser consideradas corriqueiros, se não estivéssemos no Brasil. Em um país onde boa parte das pessoas ainda é carente de tudo, não se pode esperar muito. Isso mostra o quanto o Brasil ainda está despreparado para o mundial de 2014. Se o desejo é se equiparar, em termos de desenvolvimento, aos países cujas seleções foram derrotadas, o Brasil ainda tem muito o que aprender.

alagoas expresso EXPEDIENTE Premissa Comunicação e Eventos Ltda CNPJ 17.259.098/0001-07

Tiago Uzeda Diretor-Geral

Emanuelle Oliveira Editora-Geral

Jornal do Commércio Impressão

Endereço: Avenida Deputado José Lages, 850 - Ponta Verde - Maceió - Alagoas E-mail: redacao@alagoasexpresso.com.br - Fone: 3034.1651


Alagoas Expresso

CIDADES

Deputado Alexandre Toledo propõe carteira de motorista grátis

Foto: Assessoria

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

População tem reclamado do valor das taxas cobradas O deputado alagoano apresentou, hoje (03/07/13), um Projeto de Lei para criar o Programa Nacional Social de Habilitação Profissional de Condutores de Veículos Automotores, com a finalidade de permitir o acesso das pessoas de baixo poder aquisitivo, gratuitamente, à obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação – CNH nas categorias A, B e AB. Alexandre ponderou que, atualmente, a CNH é um docu-

mento indispensável no currículo dos trabalhadores, uma vez que estar habilitado para condução de veículos automotores é, também, uma forma de qualificação, nem sempre acessível às pessoas de baixo poder aquisitivo em face do seu alto custo, o que dificulta o acesso às oportunidades de emprego. A maioria da população tem reclamado do valor das taxas cobradas pelas carteiras, que somados aos valores estipulados pelas autoescolas,

transformam-se em um ônus gigantesco. Alertou que a medida tem fortíssimo impacto social, por dar condição de tirar da informalidade e de dar oportunidade de emprego às pessoas que poderiam estar integradas ao processo produtivo como motoristas profissionais, diminuindo a insegurança no trânsito, aumentando a empregabilidade e permitindo-lhes contribuir com o sustento familiar.

Presidente da Assembléia Legislativa

7


8

Alagoas Expresso

ECONOMIA

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

Rede de empresas apoia o crescimento econômico no Estado

LiderançaCorporativa Marcelo Homci* - www.zettacoaching.com.br

Onze Verbos para o Líder de Sucesso

Secretário apresentou meios de promover o crescimento

Não há fórmula mágica para ter sucesso como líder ou empresário, mas, existem habilidades e comportamentos que podem favorecer com que você se destaque na empresa ou no mercado. Abaixo escrevo onze dicas que chamo de “Verbos da 1ª Conjugação doLíder”.

O secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, esteve reunido nesta segunda-feira (01º) com a diretoria da Rede Petro Alagoas para conhecer o apoio que a entidade pode propiciar para o setor industrial de PVC, petróleo, gás e energia em Alagoas A rede de empresas, criada através de um convênio entre a Petrobras e o Sebrae, busca obter apoio para o fomento de uma

economia coesa que seja geradora de emprego e renda dentro das cadeias produtivas. Empresas como a Jaraguá Equipamentos e a unidade fabril do consórcio Tomé-Ferrostal são clientes da Rede que fornece serviços que vão de terraplanagem, passando por recursos humanos e gestão, à operacionalização da indústria. “Queremos impulsionar a inclusão da Rede Petro nas ações do Governo do Estado. Acreditamos que a Seplande pode nos fazer chegar mais próximo das indústrias e empresas, oferecendo

produtos e serviços com prazo, qualidade e melhor custo.”, explicou o diretor Executivo da Rede, Ademilton Tenório. Diante disso, um representante da Seplande foi designado para informar aos representantes da Rede os nichos de mercado que podem demandar negociações com as empresas da associação. Rodadas de negócios com todas as Secretarias de Estados para identificar potenciais fornecedores, serviços e materiais também foi uma ideia apresentada e será estudada.

Foto: Ascom

1. Desejar – o primeiro grande passo é querer fazer a diferença através de uma visão empreendedora poderosa; 2. Inspirar – estimular outras pessoas com o seu sonho faz com que o caminho se torne mais fácil de trilhar; 3. Transpirar – entrar em ação incansavelmente e servir de exemplo pode garantir resultados positivos; 4. Planejar – de nada adianta fazer sem base em umplanejamento para minimizar riscos e garantir uma boa direção para o líder e a equipe; 5. Solucionar –líderes devem resolver problemase não criar problemas querendo que todos apenas façam “as coisas do seu jeito”; 6. Engajar– integrar a equipe é uma das principais responsabilidades do líder. Um time não é apenas um grupo de pessoas que trabalham no mesmo local; 7. Renovar – ouse mudar mesmo se pensa que não precisa e, introduza novos elementos no seu negócio, isto pode lhe surpreender positivamente; 8. Valorizar – dar valor a quem contribui com os resultados aumenta sua influência e responde a uma das maiores necessidades do ser humano que é a de ser reconhecido; 9. Delegar – o líder de sucesso sabe que uma equipe motivada e desafiada faz com que as coisas aconteçam mais rapidamente; 10. Treinar – quem pensa que perde tempo treinando e fazendo coaching com a equipe está apenas antecipando o próprio fracasso; 11. Inovar – para garantir a perenidade do sucesso é preciso criar, realizar, superar e ainda assim, se desapegar do sucesso alcançado. Quem dorme no trono vira múmia...

Ascom Seplande

Além de conhecer muito bem os verbos da primeira conjugação dos líderes, humildade e generosidade podem ser fundamentais para o sucesso da liderança. Isto pode ampliar a influência e os resultados do líder, desde que seja autêntico e natural. Finalizando, lembro que para iniciar este ciclo de sucesso, é preciso automotivação, autoconhecimento e propósito. Dessa forma ficará mais fácil e legítimo para o líder trabalhar pelo legado que deseja deixarpara sua família e para a humanidade. *Marcelo Homci é palestrante, coach de executivos e instrutor de coaching.

O secretário Luiz Otavio Gomes avaliou a importância desses investimentos e o compromisso das equipes na realização.


Alagoas Expresso

MODA

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

TREND Aline e Tristanna Baltar - www.blogdablueberry.com

Jardim de inverno Os Florais estão mais em alta do que nunca na gringa! Os looks mais sofisticados da temporada são cobertos de flores remetendo a um visual anos 50. Mas para modernizar um pouco, eles estão vindo com um super mix. As estampas são misturadas com onça, listras, renda e até com outras flores também. A marca Dolce & Gabbana é uma das precursoras dessa nova trend, seu floral é inspirado nos

pontos de cruz. Perfeitos! Ela é seguida pela marca francesa Balmain, que misturou as flores com o estilo rococó que ficou demais. E não é só pelo street style que essas estampas andam por aí... Na Haute Couture também elas vêm super empregadas. Lindas demais não? A Blueberry está lançando sua nova coleção essa semana e está repleta de flores! Aproveitem essa nova trend!

9


Alagoas Expresso

10 DECORAÇÃO

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

DECOR Laura Amaral - amarallaura@ig.com.br

Batizado cor de rosa Como sei que o tema Batizado faz muito sucesso por aqui, hoje trago para vocês uma opção de decoração para um almoço de batizado. Este foi para uma menina e as cores predominantes foram rosa e verde. Realizado no salão de festas do prédio da familia, contou com 80 convidados. O

ponto alto ficou por conta da mesa de doces e bolo que foi a atração. Usei uma mesa antiga no formato oval e mesclei com bases de louça branca o que deu a leveza. A penteadeira antiga por trás da mesa principal serviu para apoio das lembranças dos convidados que fizeram muito sucesso sendo de dois modelos:

uma opção era um cupcake e a outra uma caixa com a o doce palha Italiana. Dificil foi escolher entre as duas. Nas fotos vocês podem conferir todos os detalhes e fornecedores. Até a próxima semana, Laura.

Vista geral da mesa de doces e bolo com a penteadeira ao fundo.

Docinhos em formato de vasinhos de flores.

Vasos de louça, flores e doces tudo em harmonia.

Arranjos de mesa e porta guardanapo da loja Festão.

Cupcakes com anjinhos feito por Bianca e as forminhas por Joy Joy atelier.


Alagoas Expresso

CULTURA

Da TV aos palcos do Brasil: a comédia de Eduardo Sterblitch

11

Fotos: divulgação

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

Personagem do programa “Pânico na Band” vai aos palcos Da editoria Dançar sem música, passar trote pra ele mesmo e atender o celular de forma ignorante. Em 15 esquetes inéditas o personagem principal mostra ao público o porquê do nome do espetáculo teatral: “O Melhor Melhor Show do Mundo”, estrelado por Eduardo Sterblitch, que se destaca em sua participação no programa Pânico da Rede Bandeirantes de Televisão. Como o nome do espetáculo sugere, é a estreia do Melhor do Melhor do Mundo no teatro e leva ao palco um personagem feito para a televisão. O comediante caracteriza-se como o Melhor Melhor do Mundo, persona famosa no programa “Pânico na Band”, e faz apresentação única no Teatro Gustavo Leite, no Centro de Convenções de Maceió, no próximo dia 20 de julho. Como é de praxe, o personagem criado por Eduardo Sterblitch para o programa Pânico quer agora provar que pode apresentar o melhor melhor show do mundo. E, para tanto,

oferecerá à sua plateia uma série de números irreverentes e imprevisíveis que darão o que falar. Será a oportunidade para um grande número de fãs de Eduardo Sterblitch de todo país conferir de perto uma de suas criações de maior sucesso. Também dividem o palco com Eduardo o ator Rodrigo de Arruda e o músico Marcinho Eiras, e a direção do espetáculo é de Rafael Queiroga. Sterblitch costuma criar personagens especialmente para o teatro e, além de conceber o Melhor Melhor do Mundo, também é responsável pela criação de outros personagens, como César Polvilho, Freddie Mercury Prateado e Ursinho Gente Fina para o programa Pânico na Band. Ano passado viajou o país numa turnê de sucesso com o espetáculo Minhas Sinceras Desculpas, uma cômica-tragédia moderna que envolvia dramaturgia, cinema e músicos de altíssima qualidade como o mestre das guitarras Marcinho Eiras, parceria que agora se repete no novo espetáculo.

Este ano estreou a comédia “A Velha”, de sua própria autoria, que girava em torno dos humores e as histórias de uma velha narcoléptica de 180 anos. Marcinho Eiras é um brilhante guitarrista autodidata que desenvolveu a técnica two handed tapping (mas ele chega a tocar três guitarras simultaneamente). Ele já se apresentou na Musik Messe na Alemanha, a maior feira de instrumentos musicais do mundo por três anos ( 2000, 2003 e 2004). E também já compôs a Banda Domingão, do apresentador Fausto Silva pela Rede Globo. Rodrigo de Arruda começou sua carreira no teatro e depois migrou para TV, onde se destacou como Lázaro Ramos da Vida Real do Pânico na Band e fez uma participação na série Vendemos Cadeiras do Multishow. Rafael Queiroga, além de atuar em novelas, ficou conhecido em todo país por ser parceiro de Marcelo Adnet no 15 Minutos, depois por ser o diretor e redator do irreverente programa Comédia MTV.

Sterblitch no papel que o deixou famoso, o melhor melhor do mundo. ao lado, ele junto ao resto do elenco do espetáculo.

SERVIÇO: O MELHOR MELHOR SHOW DO MUNDO Local: Teatro Gustavo Leite

Classificação: 14 anos

Dias: 20 de julho, às 21h

Ingressos: Mezanino e Platéia: R$80,00 (inteira) / R$ 40,00(meia)


SOCIAL

Alagoas Expresso

RAFAFÁ

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013 Dressa Melo

12

Elaine Rafaella - elainerafaella@hotmail.com

O jornalista Alexandre Lino em clima de descontração ao lado do cantor Borba de Paula

Mel e Zé Márcio felizes da vida com o nascimento de suas gêmeas Maria Cecília e Maria Eduarda

A renomada cabeleireira de São Miguel dos Campos Denise Soares ao lado de sua competente equipe

Todo charme da bela Mirella Cabús

Os vereadores por Maceió Dr.Cléber Costa e Chico Holanda em recente evento social

Toda elegância do casal Thiago Madeiro e Gabrielly Farias

Serginho Almeida e Roberta sempre sintonizados

Com a paixão em alta Alessandra e Diogo Valente ficaram noivos

João César, Vice-Prefeita Ana Lúcia, Prefeito de Anadia José Augusto e sua esposa Lucineide curtindo a festa de São Pedro daquele município.

Em clima de festa junina,Temisthon Medeiros e Rafaela Maranhão trocaram alianças e já estão oficialmente casados


Alagoas Expresso

NACIONAL

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

13

Foto: Assessoria

DaRedação redação - redacao@alagoasexpresso.com.br

AUMENTO SUSPENSO O desembargador James Magalhães suspendeu, nesta segunda-feira (02), a tramitação do recurso acerca do aumento da tarifa de ônibus em Maceió, por 180 dias, atendendo à solicitação da Associação dos Transportadores de Passageiros do Estado de Alagoas (Transpal). A decisão foi comunicada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador José Carlos Malta, durante reunião com integrantes do Movimento Passe Livre (MPL).

AÉCIO: “O PLEBISCITO NASCEU MORTO E O GOVERNO SABIA

Senador não perdeu a chance de criticar o governo Brasil247 Posicionando-se todos os dias, por meio de entrevista coletiva na sede nacional do PSDB, em Brasília, o senador Aécio Neves não perdeu a chance, nesta quinta-feira 4, de criticar o governo pela retirada da proposta de realização de um plebiscito já. “Nasceu morto e o governo sabia disso”, afirmou o presidenciável tucano. Ele lembrou que a proposta de Constituinte exclusiva, lançada antes, “não durou 24 horas”. O plebiscito nasceu morto?

Nasceu morto e o governo sabia disso. O governo, quando criou a Constituinte exclusiva, que durou 24 horas, sabia que ela era inviável. Quando apresentou uma proposta de plebiscito sobre temas tão complexos em um prazo tão curto, sabia que era inviável. Era um engodo. Era uma forma de desviar a atenção da população das questões centrais. O governo erra muito e quem perde é a população brasileira. Infelizmente, estamos vendo passar o tempo e as questões centrais, da mobilidade urbana, da saúde de qualidade, da diminuição desse número escandaloso de ministérios e de cargos em comissão, melhoria da qualidade da segurança pública, nada disso acontece no Brasil. O que estamos assistindo, infelizmente

para o Brasil, é o fim antecipado de um governo que não consegue dar respostas, não consegue mostrar efetivamente que tem disposição. Em primeiro lugar, de reconhecer os seus equívocos, de fazer um mea culpa e iniciar uma fase nova. O governo velho continua falando para um Brasil novo, que surgiu das ruas. Fala-se em fazer um plebiscito junto às eleições do ano que vem. Isso parece mais razoável?

O que seria razoável hoje é o governo assumir a sua responsabilidade. O governo tem um mandato que só se encerra no final do ano que vem. O governo tem que garantir financiamento para a saúde, para a educação. O governo tem que cortar os gastos supérfluos, tem que investir nos metrôs das capitais, tem que agir com ética e com decência. É isso que o Brasil quer. Nós, congressistas, temos sim que votar, dentre tantas questões, o tema da reforma política. E nós da oposição defendemos que, votada a reforma política, possamos submetê-la a um referendo junto com as eleições do ano que vem. Isso é racional, isso é bom para o Brasil. O resto é engodo. O resto é um governo que não tem coragem de assumir as suas responsabilidades. E fazer uma reforma política

fatiada, ou seja, votar os projetos aos poucos como vem se falando?

Acho que esse é o único caminho. Até porque a maioria que você tem para determinado tema não é exatamente a mesma maioria que você tem para determinada outra questão. O PSDB estará apresentando na próxima terça-feira, em uma reunião da sua Executiva, um conjunto de ideias consensuais no partido. Vamos conversar com outras forças partidárias já na próxima semana e estamos dispostos a construir uma agenda, no Parlamento, para uma reforma política. Veja bem, que atenda ao país, e não ao partido da presidente. Em relação à questão do voto secreto, o presidente Renan disse que não vem para o plenário tão cedo e uma outra questão seria em relação à oposição que não estaria de acordo em acabar com o voto secreto em todas as votações.

Defendemos, há muito tempo, o fim do voto secreto. Em todas as votações. Na votação de vetos. Porque preservar o voto secreto na derrubada de um veto presidencial é preservar o parlamento das pressões do Poder Executivo. Porque com o voto aberto na maioria grande que o governo tem, é muito difícil de ser derrubado.

PLEBISCITO I A ministra Cármen Lúcia definiu que o prazo mínimo para preparação do plebiscito que versa sobre a Reforma Política seria de 70 dias, a partir de 1º de julho. Assim, a consulta popular poderá acontecer a partir do dia 8 de setembro. No entanto, segundo documento oficial divulgado pelo TSE a Corte considerou que o prazo só poderia ser cumprido se as providências para realizar a consulta tivessem início imediato. PLEBISCITO II O envio do plebiscito ao tribunal eleitoral ainda depende da publicação de decreto com os questionamentos pelo Congresso Nacional. O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), já afirmou que poderia levar até 90 dias para a formulação do primeiro projeto. Depois de tramitar na Câmara, o projeto deverá ser aprovado pelos senadores. Se for mantido o plebiscito para 8 de setembro, o Congresso terá menos de um mês para aprovar a Reforma Política na Câmara e no Senado para que as novas regras sejam aplicadas nas Eleições 2014. FICHA LIMPA O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (2) uma proposta de emenda à Constituição que cria a “ficha limpa” para cargos públicos, tanto comissionados quanto efetivos. A proposta original -PEC nº 6/2012 - é de autoria do senador Pedro Taques (PDT-MT) e previa a ficha limpa apenas para cargos comissionados e de confiança. Os senadores concordaram em aprovar um substitutivo do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), que estendeu a regra para todos os servidores públicos. “CURA GAY” O plenário da Câmara dos Deputados arquivou, nesta terça-feira (2), o projeto que ficou conhecido como “Cura gay”, que tinha sido aprovado na Comissão de Direitos Humanos e motivou muitos protestos pelo Brasil. O deputado João Campos, autor do projeto, disse que votou pelo arquivamento depois que o partido dele, o PSDB, divulgou nota se posicionando contra a “cura gay”.


14

Alagoas Expresso

TURISMO

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

Delícias da culinária local são “tentação” para quem visita o Estado de Alagoas Entre os pratos típicos estão a moqueca de peixe, a tapioca e o sururu.

MACEIÓ Além da culinária típica de Alagoas, existem outras opções gastronômicas para conquistar o paladar dos visitantes. Pratos da comida japonesa, peruana, portuguesa, italiana, francesa e chinesa, constam no cardápio dos restaurantes da cidade. A culinária também se destaca pela variedade dos pratos da comida regional, a exemplo de carne-de-sol com fava ou feijão verde, feijoada, galinha ao molho pardo, picanha grelhada ou na chapa, pernil, bisteca, frango assado e as nobres carnes de avestruz e de búfalo, uma atração à parte. Para acompanhar as refeições, deliciosos sucos de laranja, acerola, mangaba, graviola, caju, goiaba entre outros, e para sobremesa, doces de frutas tropicais. O camarão, peixe, carapeba, siri, polvo e outros frutos do mar ou das lagoas fazem parte do

Foto: Setur

Além do sol e das belas praias os turistas que vêm a Maceió podem se deliciar com uma variedade de opções da culinária nordestina. A Capital Alagoana possui uma rede de renomados restaurantes, que servem desde comida peruana à tradicional moqueca de peixe. O serviço gastronômico oferece cardápios com produtos do mar, dos rios e lagoas. O sururu, por exemplo, encontrado nas lagoas, é um molusco preparado à base do ingrediente da terra: leite de coco, já que o coqueiro está presente em todo o Estado. A água-de-coco gelada é uma delícia. Do fruto do coco se extrai o leite para realçar o sabor dos pratos à base de frutos do mar e também para a fabricação de doces e cocadas, sobremesas deliciosas da culinária alagoana.

siri na água e sal, maçunim ao leite de coco, lagosta cozida, lula e polvo acompanhado de vinagrete, fazem parte dos cardápios dos restaurantes de grande porte ou dos singelos e típicos estabelecimentos do Litoral Norte. Um elemento típico da região é o bolinho de goma em forma de concha, chamado de sequilho.

Acima, as tapiocas, que com seus diversos sabores ficaram famosas na orla de Maceió. Abaixo, a pituzada típica das cidades ribeirinhas do São Franscisco, no interior de Alagoas, acompanhada do tradicional pirão e arroz. Foto: acozinhadacacau.com

Redação

cardápio, bem como o sururu, molusco extraído das lagoas, que pode ser preparado ao molho de coco ou cozinhado na água e sal (Sururu de Capote) e servido com casca. Do caldo é feito o pirão, que cai bem acompanhado com arroz. LITORAL NORTE Variedades de quitutes espe-

ciais são os doces e bolos de tabuleiros encontrados no bairro de Riacho Doce, no Litoral Norte. São produzidos no forno à lenha e alguns embalados com folhas de bananeira, como pé-de-moleque, brasileiras, bolos de milho, macaxeira e massa puba. Destacamos o sabor incomparável das tapiocas recheadas, encontradas na orla das praias de

Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca e que são feitas na chapa quente e servidas na hora. A tradicional tapioca é feita com a goma e recheio de coco ralado, mas entre as opções estão a tapioca de banana, camarão, carne de sol entre outras. Pratos como moqueca de peixe, camarão no alho e óleo, lagosta temperada com azeite,

LAGOAS E MARES DO SUL O sur ur u, caldeirada, moqueca de mariscos, fritada de siri, maçunim ao coco, carapeba frita, camarão, polvo, patinha de uçá, siri, ostras, agulhinha frita, caranguejo, guaiamum são atrações gastronômicas que podem ser encontradas na Massagueira, considerado o maior pólo gastronômico do Nordeste, onde é possível se deliciar com as iguarias curtindo o visual das lagoas da região. Como sobremesa, uma tentação são as cocadas ou os doces de frutas variadas: mamão, caju, jaca, goiaba, abacaxi, que podem ser degustados com queijo tipo coalho ou manteiga, uma combinação saborosa. CIDADES DO RIO SÃO FRANCISCO Cidades do Sertão alagoano, margeadas pelo Rio São Francisco, têm na tradicional culinária regional seu ponto forte: pratos exóticos como a buchada de bode, sarapatel, charque na brasa com fava, galinha guisada ou ao molho pardo, macaxeira com carne sol e outras delicias da cozinha sertaneja. Nos municípios ribeirinhos, o pitu é o carro-chefe da culinária. É um tipo de camarão grande extraído das águas do Rio São Francisco. A Pituzada é feita ao molho de coco, acompanhada de pirão e arroz, prato muito apreciado pelos nativos e visitantes.


Acesse:

www.achadao.al ano I | edição 018

cursos & empregos imóveis automóveis variados concursos

AUTOMÓVEIS AUDI Audi A3 2003 1.8, preto, gasolina, 4 portas, completo. Tel. 3311-7160

CHEVROLET Agile LTZ 2010 1.4, verde, 4 portas, flex, completo. Tel. 32028023 Astra Hatch ADV 2.0 2009 2.0, prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 3202-8027 Celta 2004 1.0, braco, gasolina, 4 portas, Ar. Tel. 3324-1304 Celta 2004 1.0, prata, gasolina, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 3311-7160 Celta 2010 1.0, cinza, 4 portas, flex, ar, te. Tel. 3202-8027 Celta 2010 1.0, prata, 4 portas, flex, ar e te. Tel. 3202-7939 Celta 2010 1.0, prata, flex, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 33117160 Celta 2010 1.0, preto, flex, 4 portas, completo. Tel. 32027930 Celta 2011 1.0, prata,

4 prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 32315110 Celta 2011 1.0, preto, flex, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 32027930 Celta 2012 1.0, cinza, flex, 4 portas, completo. Tel. 30314806 Celta Life 2002 1.0, prata, gasolina, 2 portas. Tel. 3202-8051 Celta Life 2008 1.0, preto, flex, 2 portas, Ar. Tel. 3202-7930 Celta Life 2008 1.0, vermelho, 4 portas, flex, ar. Tel. 3202-7939 Celta Life 2008 1.0, vermelho, flex, 4 portas, Ar. TE e Alarme. Tel. 32027984 Celta Life 2009 1.0, vermelho, 4 portas, flex, completo –dh e ve. Tel. 3202-8027 Celta Life 2010 1.0, prata, flex, 2 portas, TE e Alarme. Tel. 3311-7160 Celta Spirit 2010 1.0, prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 32315110 Celta Spirit 2010 1.0,

preto, flex, 4 portas, completo. Tel. 32027949 Classic 2004 1.0, bege, gasolina, 4 portas, Ar, DH, TE e Alarme. Tel. 3031-4806 Classic 2012 1.0, cinza, flex, 4 portas, completo – VE. Tel. 3031-4806 Corsa 2009 1.0, cinza, flex, 4 portas, Ar, TE e Alarme. Tel. 32027930 Corsa Maxx 2009 1.0, bege, 4 portas, flex, completo. Tel. 32315110

MOTOS HONDA 600RR 2007 Vermelha R$ 29.900,00. Tel. 3216-8000 600RR 2008 Branca R$ 33.000,00. Tel. 32168000 Fireblade 1000RR 2011 Vermelho R$ 52.000,00. Tel. 32168000 Hornet ABS 2013 Branca R$ 35.500,00. Tel. 3216-8000 Shadow 600 2001 Cinza R$ 12.500,00. Tel. 3216-8000

Shadow 750 2009 Preto R$ 23.000,00. Tel. 3216-8000 Shadow 750 2009 Preto R$ 24.000,00. Tel. 3216-8000

KAWASAKI Versus 2011 Preto R$ 25.000,00. Tel. 32168000

SUZUKI Bandit 2011 Preto R$ 24.000,00. Tel. 32168000 Boulevard M800 2009 Preta R$ 24.500,00. Tel. 3216-8000 Boulevard M800 2011 Branco R$ 27.500,00. Tel. 3216-8000 Hayabuza 1300 2010 Laranja R$ 39.000,00. Tel. 32168000 SRDA 1000 2005 Amarelo R$ 30.000,00. Tel. 3216-8000 SRDA 750 2009 Preta R$ 33.000,00. Tel. 3216-8000 Hayabuza 1300 2011 branca R$ 44.000,00. Tel. 3216-8000

YAMAHA R-6 2009 Laranja R$38.000,00. Tel. 3216-

Maceió, 05 a 11 de julho de 2013

8000 Palio 2011 1.0, prata, flex, 4 portas, completo. Tel. 33117160 Palio Adventure 2000 1.6, branco, gasolina, 4 portas, completo. Tel. 3202-7949 Palio Celebration 2009 1.0, prata, flex, 4 portas, Ar, DH e VE. Tel. 3031-4806 Palio Celebration 2010 1.0, azul, 4 portas, flex, completo. Tel. 32028023 Palio Celebration Economy 2012 1.0, cinza, flex, 4 portas, completo. Tel. 30314806 Palio Economy 2011 1.0, prata, flex, 4 portas, completo. Tel. 3202-7938 Palio Fire Economy 2011 1.0, prata, 4 portas, flex, completo. Tel. 3202-7939 Palio R 2007 1.8, vermelho, flex, 4 portas, completo. Tel. 3202-7984 Punto Attractive 2011 1.4, vinho, 4 portas, flex, completo. Tel. 3202-8023

DEDETIZAÇÃO Nossos Serviços:

*Controle de pragas *Limpeza de caixa d`agua *Descupinização *Desrratização Trabalhamos com produtos sem cheiro

Contato: (82) 8844-2452 (82) 9127-5302

WALDIR


16

PUBLICIDADE

Alagoas Expresso Macei贸, 05 a 11 de julho de 2013

Alagoas Expresso  

Edição N. 18 Maceió, 05 a 11 de julho de 2013.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you