Issuu on Google+

O elefante diferente que espantava toda a gente

Manuela Castro Neves Madalena Matoso


O elefante era diferente porque: (antes de ver a capa) porque n達o tem tromba. (depois de ver a capa) porque tinha roupa.


O elefante abre o port達o. A tromba cheira as panelas do fog達o.


O elefante compra cereais. A tromba vasculha os jornais.


O elefante ao sol, a bronzear. A tromba a nadar no mar.


O elefante come bolinhos quentes. A tromba atrapalha os clientes.


O elefante a folhear a revista. A tromba a falar com o maquinista.


O elefante vai dormir. A tromba foi Ă  discoteca para se divertir.


AtĂŠ que um dia a tromba desapareceu e foi mascarada para o parque.


A tromba foi: pedir desculpa a toda a gente e ao maquinista. brincar no parque. para o jardim. mascarar-se. para a cozinha. para o banco. para a discoteca. para o Zoo ver outros elefantes. para o salão de chá. para a floresta. comprar cereais para o pequeno almoço do elefante. aos montes passear e apanhar flores. mascarar-se e foi para o parque. pedir desculpa aos clientes e ao maquinista.


Como a tromba n達o aparecia:


O livro é engraçado. - Manuel Tem um final muito bonito. – Margarida Sousa Gostei da parte em que a tromba fugiu. – Sofia Gostei das aventuras da história- Lucas É uma história muito criativa (Leonor Maia), fantástica. (Ana Leonor) A história parecia um poema. – Manuel As rimas dão alegria ao livro. – Maria João A história tem muita imaginação. - Tiago A tromba não devia ter vida porque é uma parte do elefante. – Zé Francisco Como surgiu a ideia para escrever este livro? – Zé Pedro Porque é que decidiu ser escritora? - Luís


O elefante diferente