Issuu on Google+

AIESEC in Porto Cat贸lica NEWSLETTER III

2011/2012

apresenta


Índice 1. Introdução 2. Gala do 26º Aniversário da AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto 3. Mohamed Amine Ferhi – O relato duma experiência de estágio 4. Recrutamento de estagiários voluntários 5. Conclusão


Introdução A AIESEC na Universidade Católica do Porto, tratando-se de um escritório recente em Portugal e proveniente do rescaldo da AIESEC Porto Portucalense, tem vindo a crescer nos projetos que executa e no posicionamento a nível nacional. Somos já reconhecidos como um escritório que tem vindo a provar a sua consistência e coerência nos trabalhos realizados. Nesta terceira Newsletter do mandato 2011/2012 apresentamos novos projetos e resultados que temos vindo a conseguir com os diversos eventos locais, bem como os que marcaram mais a organização nos últimos meses. A AIESEC continua a proporcionar às empresas a oportunidade de integrar na equipa colaboradora um estagiário altamente qualificado bem como aos estudantes e recémlicenciados oportunidades e experiências no mercado de trabalho. A sua integração nas iniciativas organizadas pela AIESEC promovem o seu desenvolvimento pessoal e profissional. O apoio dos nossos parceiros nacionais e locais é fundamental para a continuação e evolução da organização, enquanto estrutura que promove o entendimento entre culturas e a racionalização do potencial humano.


Gala do 26º Aniversário da AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto No mês de maio realizou-se a gala do 26º Aniversário da AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto, anteriormente na Portucalense. O jantar reuniu a nova direção, bem como uma grande parte dos membros da organização. Cláudio Meireles, membro na área de finanças, foi juntamente com três elementos constituintes da sua equipa, o responsável pela organização do evento. Este diz ter sido uma experiência enriquecedora. “ Para mim foi bastante desafiante organizar um evento desta importância para o comité e assinalar desta forma o 26ª aniversário da AIESEC Porto Católica.”. Cláudio é da opinião de que todo o processo foi uma aprendizagem. “ O facto de ter uma equipa de três pessoas nas mãos permitiu-me trabalhar as minhas “skills de liderança” e aprendi a gerir melhor os momentos difíceis e o sucesso, porque sim, é complicado gerir o sucesso. Julgo importante no mundo atual saber trabalhar com orçamentos muito reduzidos e neste projeto trabalhei sem qualquer orçamento visto que o projeto tinha de se auto sustentar o que exigiu de nós uma flexibilidade máxima para fazer deste projeto um sucesso e ainda ter lucro financeiro”. Num dos momentos da gala deu-se a entrega de prémios de mérito, que pretenderam denominar os membros que neste último mandato mostraram mais atitude e resultados dentro da organização.


PRÉMIO EXTRA MILE - Membro que trabalhou mais do que o que lhe era pedido. António Rocha entrou na AIESEC em outubro de 2011 e foi o responsável pela organização da START, uma conferencia nacional onde as direções dos onze escritórios da AIESEC Portugal estiveram presentes. Para António receber o prémio foi uma honra. “Foi ver todo o meu esforço reconhecido e perceber que muita gente estava grata pelos sacrifícios que fiz durante aqueles meses. Não trabalhei para receber prémios nem ser congratulado, trabalhei para "crescer" e para "fazer crescer" uma organização em que acredito, mas sem dúvida que gostei que me fosse reconhecido o investimento.”. O jovem acredita ainda que os membros que constituem a nova direção “têm noção da responsabilidade que assumiram e sei que vão dar tudo o que têm para tornar o nosso escritório num dos melhores da AIESEC Portugal.”. PREMIO READY FOR DUTY – Membro que se demonstrou pronto para executar. Yara Pereira entrou na AIESEC em outubro de 2011 e foi durante este mandato, um dos membros da equipa de organização da RIMT II, bem como da START. Para a jovem o prémio significou acima de tudo reconhecimento. “ Foi muito motivador receber aquele prémio, primeiro porque não estava de todo à espera e depois porque de certa forma ficámos responsáveis por fazer valer o prémio que recebemos. Depois de todos os sacrifícios, noites mal dormidas e de muito stress aquele prémio significou que todo o trabalho que desenvolvi valeu a pena. Receber o reconhecimento das pessoas foi muito bom.” Yara espera continuar a ver “união entre todos mas sobretudo mais profissionalismo e organização”.


PREMIO HEAD OF THE CLASS - Membro que contribuiu para o crescimento do escritório. António Hierro entrou na AIESEC em março de 2011 e foi neste mandato o responsável pelo recrutamento extra de voluntários para estágios internacionais, realizado em Março. Com este projeto em mãos, o jovem aumentou o número de membros para estágio da AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto. A entrega do prémio significa assim um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido. “Sinceramente foi importante, foi um reconhecimento para mim e para a minha equipa de cinco semanas de recrutamento inesperado e complicado. Chegamos a faculdades que nunca tinham sido contactadas e recebemos os parabéns das instituições por esta iniciativa e por finalmente termos contactado faculdades que desconheciam o projeto”. Juntamente com a equipa, António conseguiu vinte candidatos que irão representar o comité na sua experiência internacional. O desejo do jovem é que o número cresça e a AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto “mostre ser dos melhores escritórios a nível nacional”.


Mohamed Amine Ferhi – O relato duma experiência de estágio

Mohamed Amine Ferhi tem 25 anos, vem da Tunísia e está no Porto a fazer um estágio pela AIESEC, na IPBrick, uma empresa portuguesa pioneira na implementação do conceito UCoIP Unified Communications over IP, com uma forte presença internacional. O jovem está a trabalhar como engenheiro informático. O projeto tem a duração de doze meses, sendo que Mohamed já se encontra no país há meio ano. O membro da organização no seu país há um ano, não hesitou em participar nesta oportunidade. “Estava muito entusiasmado com a minha presença na AIESEC e queria permanecer ativamente envolvido, por isso quando ouvi falar desta oportunidade não hesitei em agarra-la.”. O estágio profissional que se encontra a fazer é uma forma de melhorar competências e desenvolver conhecimentos. Não só se torna positivo para o jovem, como também para a empresa que é envolvida numa atmosfera internacional. Desde o momento em que chegou ao Porto, “esta cidade maravilhosa”, Mohamed sentiu por um lado dificuldade na integração mas por outro alegria por estar num país diferente. “A minha integração inicial foi um desafio, sendo que vim de uma cultura e estilo de vida completamente diferentes. Foi um passo que sempre achei que precisava de dar”. Na empresa onde se integrou foi o primeiro trabalhador estrangeiro a trabalhar numa equipa de 50 portugueses. Teve momentos desafiantes no inicio mas o trabalho na empresa ajudou-o muito a integrar-se e a ambientar-se ao estilo de vida e a todas os procedimentos e rotinas.” Em poucos meses senti que o meu trabalho estava a fazer a diferença e a ser valorizado. Isto deu-me não só confiança mas fez-me respeitar ainda mais as pessoas com quem estava a trabalhar e com quem estava a aprender muito, não só a nível profissional mas também pessoal/humano.”.


Para além do trabalho, Mohamed considera as pessoas com quem se cruzou desde o inicio no Porto, “extraordinárias”. “ Foram pessoas que me fizeram sentir em casa. Fui um sortudo por interagir com tanta diversidade de nacionalidades e mesmo formas de ser. Estas pessoas fizeram com que os momentos mais difíceis passassem de forma mais leve e os bons fossem vividos com mais intensidade. Acima de tudo foi um prazer ser um dos participantes deste projeto de estágio profissional da AIESEC. Tive uma experiencia que mudou a minha vida e isso não tem preço.”. O jovem estagiário recomenda outras pessoas a viverem uma experiência destas pela AIESEC. " Recomendo este projeto a alguém que queira viver uma experiencia que lhe vá muda a vida. Depende de nós próprios torna-la inesquecível".


Recrutamento de estagiários voluntários A AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto contou com mais um recrutamento, para além dos dois habituais por mandato. Desta vez interessava-nos candidatos disponíveis para uma experiência internacional de voluntariado. Os interessados foram muitos e vinte são que passaram pelo processo rigoroso de seleção, composto por uma dinâmica de grupo, um fim de semana de integração e uma entrevista. António Hierro, responsável pelo recrutamento diz ter sido um desafio organizar o projeto. “Organizar o recrutamento foi ao inicio difícil porque nunca tinha estado nesta posição. No entanto com a equipa de sete elementos que me foi dada as coisas acabaram por tornar-se mais fluentes e tudo correu pelo melhor. Contactámos todas as universidades alocadas ao nosso escritório e até recebemos vários emails a agradecerem-nos a iniciativa.” António diz ter ainda desenvolvido competências profissionais e pessoais. “Gostei muito da experiência e acho que aprendi bastante tanto ao nível de gestão de tempo como na área dos Recursos Humanos”. Das vinte pessoas que se tornaram membros da AIESEC neste recrutamento, sete estão já ligadas à organização internacional onde vão viver um determinado período de tempo. António e a restante equipa ligada ao apoio aos candidatos portugueses está não só a acompanha-los mas a ajudar a encontrar a solução ideal para outros vinte candidatos, alguns deles que foram já aprovados no recrutamento anterior.


Recrutamentos em junho e julho A AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto está ainda este mês e até ao dia 10 de Junho a realizar um novo recrutamento, para permitir a mais jovens a oportunidade inesquecível de viver uma experiência internacional de voluntariado. Para todos aqueles que têm interesse em realizar um estágio profissional no estrangeiro, dá-se também inicio a um novo recrutamento em julho, desta vez focado nesse projeto.


A AIESEC na Universidade Católica Portuguesa do Porto agradece a todos os que contribuem para a organização e o sucesso dos projetos, nomeadamente à Universidade Católica, às empresas nossas parceiras, à equipa de direção, antigos e novos membros. Esperamos continuar a provar o nosso mérito e a desenvolver cada vez mais o potencial humano dos jovens de todo o mundo, tal como dita a nossa visão.


Contacto

Maria Igl茅sias Communication Team Member email | maria.iglesias@porto.ucp.aiesec.pt telem贸vel | 914421944 Catarina Cruz Communication Team Member email | catarina.cruz@porto.ucp.aiesec.pt telem贸vel | 914409804

The international platform for young people to explore and develop their leadership potential


Aiesec Porto Católica - Newsletter III 11/12