Page 57

56

Liviu OLTEANU

facilmente manipulados para justificar limitações dos direitos e das liberdades fundamentais, incluindo os Direitos à Liberdade de Religião e Crença, e à liberdade de expressão de opinião. Nestes tempos difíceis, é importante que os atores internacionais, regionais e nacionais, incluindo os Estados-Membros, a sociedade civil e as organizações internacionais, nacionais e regionais – em particular os líderes religiosos, os eruditos e a Media – coordenem as suas respostas a estes fenómenos de maneira a promover o respeito pelas liberdades fundamentais, prevenir e responder às violações dos Direitos Humanos e das leis humanitárias internacionais que possam constituir crimes atrozes, e evitar e combater o extremismo violento, com o objetivo de proteger as populações e de promover a paz e a segurança internacionais, bem como sociedades pacíficas e inclusivas. Acreditamos que o respeito pela dignidade de cada pessoa, a proteção dos direitos fundamentais, da lei internacional e da Liberdade Religiosa de acordo com a consciência de cada um, ou o direito de cada pessoa a exprimir-se livremente e sem medo, deveriam representar para a comunidade internacional (Nações Unidas, União Europeia, Conselho da Europa, OSCE, OIC, etc.), não apenas uma prioridade, mas uma urgência; o respeito pela vida e pela dignidade de cada pessoa requer uma vigilância comum e empatia para com todos aqueles que estão a sofrer: crianças, raparigas, mulheres, jovens e adultos, não importam a cultura, a cor, a religião ou a crença, a educação, etc.. Amamos a diversidade e a cultura do respeito, e temos de fazer tudo para promover o diálogo intercultural e inter-religioso. A AIDLR é a favor da Resolução 2170 do Conselho de Segurança das NU (UNSC) (2014) sobre: “Reafirmar que o terrorismo constitui uma das mais graves ameaças à paz e à segurança internacionais”, “salientando que o terrorismo só pode ser derrotado com uma abordagem compreensiva e sustentável envolvendo a participação ativa e a colaboração de todos os Estados, e de todas as organizações internacionais e regionais”. Há uma série de valores universais na Declaração Universal dos Direitos Humanos que goza de aceitação internacional: Justiça, solidariedade, liberdade e tolerância. Mas existe uma diferença entre os valores das crenças que temos e os valores que realmente vivemos. Para este objetivo, a Associação Internacional para a Defesa da Liberdade Religiosa e o Gabinete das Nações Unidas para a Prevenção do Genocídio e a Responsabilidade de Proteger estão a convocar esta Cimeira Global sobre Religião, Paz e Segurança. O objetivo dessa Cimeira Global é debater como diferentes atores podem trabalhar em conjunto para implementar estratégias que promovam a paz e partilhar boas práticas. A Cimeira Global espera alcançar o

Profile for AIDLR AIDLR

Consciência & Liberdade 30 (2018)  

Consciência & Liberdade 30 (2018)  

Profile for aidlr
Advertisement