Issuu on Google+

≈ Inspiring Portugal Identidade Visual

*

BOOKLET INSPIRAÇÃO* 1


INSPIRING ~~~~~~ PORTUGAL


≈TIPOGRAFIA≈


O lettering tanto assume a descrição mínima que permita transmitir informação como pode ser parte da ilustração.

TIPOGRAFIA* 5


˜

Jornal de Notícias 2015 DSType

˜

Símbolos Sebastião Rodrigues

TIPOGRAFIA* 6


˜

Todos ao Grande Baile! 2010 Silvadesigners

Os portugueses são um povo latino, quente e orgânico. As fontes e elementos tipográficos desenhados por criadores portugueses reflete­m‑no.

TIPOGRAFIA* 7


˜

Sinalética Autor desconhecido

˜

Alquerubim, 1979 Salette Tavares

TIPOGRAFIA* 8


˜

Sul Sans, 2016 Rui Abreu

A tipografia criada para a marca Inspiring Portugal é uma reinterpretação de uma tipografia portuguesa antiga, encontrada por todo o país na sinalética de aldeias, vilas e cidades.

TIPOGRAFIA* 9


≈REFERÊNCIAS≈


Vai para quarenta e três anos que quase diariamente, talvez por atavismo, administro, organizo e desenho com a maior parcimónia os mais diversos símbolos, para os dispor da melhor maneira que sei em variadíssimos espaços, além da parcimónia, também utilizo a alegria, um certo olhar, o jogo, e sempre o espírito de serviço, tentando que a comunicação (que de comunicação se trata) tenha a mais limpa emissão e a mais clara recepção.

Sebastião Rodrigues

REFERÊNCIAS * 11


˜

Diversos trabalhos Sebastião Rodrigues

˜

Três Movimentos da Letra, 2012 Jorge dos Reis

REFERÊNCIAS * 12


˜

Capa Revista Almanaque, 1960 Sebastião Rodrigues

˜

Salão dos Novíssimos, 1981 Sebastião Rodrigues

˜

Ciência em Cena, 2014 Silvadesigners

REFERÊNCIAS * 13


˜

Conjunto de Selos Design em Portugal, 2003 José Brandão

REFERÊNCIAS * 14


˜

Do Mar Oceano ao Mar Português, 2015 José Brandão e Susana Brito

REFERÊNCIAS * 15


≈MAR≈


Os portugueses são um povo com vocação marítima. Há 500 anos que fazemos do mar um motor da nossa economia.

MAR* 17


˜

Padrão dos Descobrimentos Lisboa

˜

Navegações Sophia de Mello Breyner Andesen

MAR* 18


˜˜˜˜˜˜˜˜˜ O mar é também fonte de criatividade para os portugueses. ~ Na época dos Descobrimentos o estilo Manuelino atinge o seu auge, compreendendo elementos ligados ao mar: corais, algas, nós, sereias. ~ É também nesta época dedicada ao mar que os portugueses colocam o seu engenho ao serviço da compreensão do desconhecido. Inspirados no mistério que é o mar, criam o astrolábio náutico para navegar com a ajuda do sol e desenham a caravela redonda para avançar por ventos inconstantes. MAR* 19


˜

Mar Ilustrações 2014 André Letria, Pato Lógico

Há mar, há mar, há ir e voltar Alexandre O’Neill

˜

Praia do Ocidente e do Crepusculo, 1970 João Fragoso

MAR* 20


Na arte contemporânea, o mar continua a despertar a criatividade dos portugueses. O mar é fonte de inspiração de grandes escritores portugueses como Sophia de Mello Breyner Andresen (Mar Novo, Navegações, Mar, Menina do Mar, O Bojador), Alexandre O’Neill, ou Valter Hugo Mãe (Três Minutos Antes de a Maré Encher). ~ Na Escultura destaca­‑se o mestre João Fragoso, que sempre denotou o mar como uma das principais temáticas.

MAR* 21


≈SOL≈

SOL* 22


Tal como o girassol procura o sol para crescer, muitos artistas portugueses se viram para o sol como fonte de inspiração. As 3 mil horas de sol anuais do território português têm deixado a sua marca na cultura, arte e design português. O sol dá também vida à nossa economia. Com ele cultivamos algumas das melhores frutas e legumes do mundo, recebemos turistas de todo o mundo, criamos energia limpa e irradiamos felicidade.

*

SOL* 23


˜

Série Cor–Luz, 2008 Eduardo Nery

˜

Visitez le Portugal, 1962 Sebastião Rodrigues

˜

Manual de Ciências da Natureza, 1968 Sebastião Rodrigues

SOL* 24


Escritores contemporâneos: Urbano Tavares Rodrigues (Bastardos do Sol), António Ramos Rosa (Estou Vivo e Escrevo Sol), Jacinto Lucas Pires (Do Sol) Escultura: Jorge Vieira (Homem Sol) Pintura: Eduardo Nery (Fúria Solar, Respiração Solar, Atividade Solar, Axis Mundi, Rastos de Luz).

* *

SOL* 25


˜

Museu de Arte Contemporânea de Serralves Siza Vieira

Uso a luz para dar conforto e beleza aos espaços, e também para dar o carácter do exterior, das frentes do edifício

Siza Vieira

SOL* 26


Arquitetura: Manuel Vieira Lopes (Casa em Movimento). O sol é também uma metáfora para a luz. Luz patente no trabalho do arquiteto Siza Vieira, interpretado frequentemente como “Escultor da luz”. Em 1992, quando recebeu o prémio Pritzker, os jurados afirmavam que “as suas formas, modeladas pela luz, apresentam uma simplicidade enganosa; são honestas”. Na pintura de José Malhoa, naturalista e realista, vemos a exaltação da luz de Portugal. Através de uma paleta de cores vivas e da perícia da sua técnica impressionista da representação da luz solar, o artista celebra a natureza, e com ela o próprio sol.

*

SOL* 27


≈IDENTIDADE VISUAL≈


O sol desperta o intelecto. O mar refresca as ideias. Portugal inspira os artistas.

IDENTIDADE VISUAL* 29


˜

Estudos

IDENTIDADE VISUAL* 30


˜

Estudos

IDENTIDADE VISUAL* 31


˜

Estudos

IDENTIDADE VISUAL* 32


˜

Estudos

IDENTIDADE VISUAL* 33


˜

Proposta Final

IDENTIDADE VISUAL* 35


˜

Proposta Final

IDENTIDADE VISUAL* 36


Ao reinterpretar uma fonte tipográfica encontrada por todo o território português, juntando-lhe elementos gráficos, alusivos ao sol e mar, procura-se fazer uma interpretação da cultura portuguesa e, nesse sentido, de quem somos. A marca Inspiring Portugal é assim uma expressão identitária, que procura afirmar a cultura portuguesa, em contraciclo com a tendência de anonimato do design global.

IDENTIDADE VISUAL* 37


FICHA TÉCNICA Projecto gráfico Lúcia Buisel Catarina Palma Texto Beatriz Fonseca Comunicação e Marketing Corporativo aicep Portugal Global 2016



Booklet~inspiring~portugal