Page 1


Meu voto está cobiçado Coluna do velho Antero (foto ao lado, fazendo pose. Sem fazer pose ele é mais feio). tos com os velhinhos. Ela deveria me pegar no colo e me fazer naná. Ainda denuncio essa menina no 181. Velho safado pagando mico é triste de ver.

O velho Antero, autor desta coluna (foto acima), é aposentado, viúvo, frequentador de botecos e casas de má reputação do bairro. Quando eu era jovem - e isso faz muito tempo - as mulheres eram bonitas, mas as mulheres de hoje são ainda mais bonitas. Pensei que envelhecendo ficaria mais tranquilo, mas quanto mais o tempo passa, mais safado fico. Não se enganem, meninas: quanto mais velho, mais sem vergonha. Pelo menos é isso o que acontece com os meus amigos. Não sei os outros. Quando eu apareço nos supermercados as meninas da degustação sentem vontade de ir ao banheiro e fecham o balcãozinho de servir vinho. Esses dias escutei (sou velho mas ainda ouço bem) a menina falando para a amiga: “lá vem aquele velho cachaceiro de novo. Fui!” Olha que isso é maus tra-

Em cada esquina que cruzo no bairro encontro um candidato que vem me abraçar e dar tapinhas nas costas. É velho Antero prá lá, velho Antero pra cá. - Aceita uma pinguinha, seu Antero? Aceito, é claro. Alguém já me viu recusar pinga, cerveja, vinho ou wisky? Nunca! meu pai - que também era cachaceiro - me ensinou que é pecado recusar bebida destilada ou fermentada. Mas nem por isso vou trocar meu voto por um copo de pinga, ou por um cesta básica, ou por um tanque de gasolina. Voto não se vende, nem se empresta. Olha que eu acho simpático o Gustavo Fruet, mas nunca vi na minha vida um político tão mal assessorado. Esse negócio de se aliar ao PT pegou muito mal junto ao eleitorado do Gustavo, e ficou pior ainda quando ele entregou a coordenação da campanha a um lernista. Agora desandou de vez: a direita não vota no PT, e a esquerda não engole o Lerner cujo governo promoveu os maiores escândalos de corrupção no Paraná - só do Banestado roubaram 18 bilhões de reais. Meu voto está muito cobiçado. Já re-

cebi mais de 20 convites para café da manhã, almoço ou jantar com candidatos. Na eleição passada ganhei uma gastrite e uma azia que não passa, de tanto comer churrasco de pão com linguiça de terceira categoria e feijoada que mais parecia lavagem. A culpa é da pinga. Se eu estivesse em sã conciência, não comeria. A região da Arena do Atlético está em obras. Agora que o Atlético recebeu dinheiro do BNDES (empréstimo, não doação, como afirmam os desinformados), tem filas de caminhões na rua Brasílio Itiberê todos os dias entrando e saindo do estádio que vai ser um dos mais bonitos e mais modernos do país. E ainda tem a Arena Multiuso, coberta, que vai trazer para o bairro jogos de futebol de salão, volei e basquete de nivel de Seleção, fora os shows internacionais que serão transmitidos para todo o mundo. Este bairro ficará conhecido no mundo inteiro. As ruas das redondezas do estádio estão sendo modernizadas, as calçadas trocadas. Está se transformando em um cartão postal da cidade. Isso dá um baita orgulho de ser da Água Verde, Rebouças, Portão, Vila Izabel etc. As obras do Metrô Curitibano devem começar em breve. Os comerciantes e moradores da avenida República Ar-

gentina já sentiram o impacto: os imóveis valorizaram 30% nos últimos dois meses. Imaginem quando começarem as obras. Os boulevards acima dos trilhos vão colocar a cidade em destaque na arquitetura internacional. Curitiba estará entre as cidades mais bonitas e mais modernas do mundo. Dá ou não dá um baita orgulho de ser curitibano? Na última vez que olhei o quadro de medalhas das Olimpíadas 2012, o Brasil estava em 21 lugar. O Brasil perdeu para a Coreia do Norte, Jamaica, Irã, entre outros. Como é que uma das principais economias do mundo - o Brasil - consegue resultados tão ridículos nos esportes? Pensei muito na resposta e acho que são dois os principais motivos: 1 - Dirigentes de federações e confederações esportivas incompetentes e/ou corruptos; 2 - baixo nível técnico dos profissionais de educação física nas escolas e universidades. Este resultrado é uma vergonha nacional. Tem shopping que será inaugurado em breve na região, com cinema a R$ 80 o ingresso. E dizem que em alguns países a idéia deu certo. Sei não, mas prefiro gastar essa grana num parque ou praia. É mais saudável.


Richa autoriza concursos para 19 mil vagas na polícia e educação governador Beto Richa autorizou nesta sextafeira, em Curitiba, a abertura de concursos públicos para a contratação de 19.435 servidores para as áreas da educação e segurança pública. São 5.264 policiais militares e bombeiros, 400 delegados e 13.771 professores e pedagogos. “A maior contratação de servidores públicos da história do Paraná é um ato de respeito deste governo a todos os cidadãos paranaenses”, disse o governador. “Estamos honrando os compromissos assumidos no plano de governo em áreas prioritárias desta gestão e garantindo mais qualidade de vida a população”. De acordo com o Richa, os concursos já estão em fase de preparação, com a abertura do processo licitatório para a contratação da instituição que realizará o processo seletivo. Os editais deverão ser divulgados nos próximos 60 dias e as provas realizadas ainda neste ano. A assinatura dos documentos aconteceu durante a solenidade em comemoração aos 158 anos da Polícia Militar do Paraná, no Palácio Iguaçu.

Polícia Militar na região da capital. Ele afirmou que já é possível ver resultados do esforço do governo, como a redução nas taxas de violência e homicídios. Os dados revelam que o índice de mortes violentas caiu 15% em Curitiba e 3,28% na região metropolitana, em comparação ao mesmo período do ano passado.

O governador Beto Richa autorizou nesta sexta-feira, em Curitiba, a abertura de concursos públicos para a contratação de 19.435 servidores para as áreas da educação e segurança pública. São 5.264 policiais militares e bombeiros, 400 delegados e 13.771 professores e pedagogos. Foto: ANPr No ato, o governador lembrou que neste ano foram integrados às forças de segurança do Estado 3.120 novos policiais. POLICIAIS – Para o ingresso na carreira de praças da Polícia Militar serão destinadas 4.445 vagas para policiais. Além disso, serão preenchidas 819 vagas de bombeiros. O concurso para a Polícia Civil ofertará 400 vagas para delegados, conforme previsto no programa Paraná Seguro. O governador destacou outras

medidas executadas para a reestruturação da segurança pública. Ele ressaltou a melhoria das condições salariais dos policiais; a contratação de policiais; a instalação do Batalhão de Fronteira, em Marechal Cândido Rondon; e a implantação de sete Unidades Paraná Seguro (UPS) nos bairros mais violentos de Curitiba. Richa ainda apontou outras ações que estão em andamento na área como a aquisição de 3,2 mil viaturas com tecnologia embarcada, a implantação de 400 módulos policiais móveis, a construção de 95 delegacias e implantação de novos batalhões da

PROFESSORES – As 13.771 vagas do concurso para professores e pedagogos da rede estadual de ensino são para todas as disciplinas da matriz curricular e serão distribuídas nos 32 Núcleos Regionais de Educação. Os cargos são para 20 horas semanais com nível superior. “São investimentos concretos na melhoria do ensino público estadual na busca por uma educação de excelência”, afirmou Richa. O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Flávio Arns, disse já foram nomeados 17.261 mil profissionais da área da educação na atual gestão. Ele adiantou que também está em discussão a realização de concurso público para a contratação de agentes educacionais – secretários, agentes de leitura, inspetores de alunos e merendeiras.


Tatiana Bini Esquinazi: “Investir em imóveis continua sendo um excelente negócio!” Dê 5 motivos pelos quais o investimento em imóvel é lucrativo. Tatiana - 1 - Valorização do patrimônio; 2 - Patrimônio que se mantém atualizado ao longo dos anos; 3 - Fonte de renda; 4 -Um imóvel é uma opção estável frente às flutuações do mercado; 5 - Imóvel é um investimento seguro O governo federal tem apoiado a aquisição de imóveis? De que forma? Tatiana - Sim, temos como exemplo, créditos atribuídos para aquisição de imóvel Minha Casa Minha Vida, um programa apoiado pelo Governo Federal . A valorização dos imóveis em Curitiba está dentro do esperado?

Tatiana - Para os últimos anos a valorização dos imóveis ultrapassou expectativas . A Roma Imóveis tem variadas ofertas para compra e venda de imóveis? Tatiana - Para cada cliente é um perfil de imóvel diferente, buscamos oferecer sempre os melhores produtos para atender todas as faixas de interesse. Qual a principal característica da Roma Imóveis para se diferenciar no mercado imobiliário de Curitiba? Tatiana - Confiança e atendimento personalizado, tratando nossos clientes com o devido respeito e honestidade.

Vantagens do Potencial Construtivo A valorização dos terrenos em Curitiba aqueceu o mercado de potencial construtivo, aumentando a arrecadação do município e de alguns proprietários de imóveis também. Mais de 140.000 cotas de potencial construtivo foram vendidas pela prefeitura em leilão na Bovespa a um preço médio de R$ 200,00. Os mais de R$ 28 milhões arrecadados devem ser aplicados nas obras da Linha Verde Norte. Para os proprietários de terrenos que pretendem construir além dos limites estabelecidos para o zoneamento a prefeitura dispõe de cotas de potencial construtivo que podem ser adquiridos ao preço de R$ 500,00. Cada cota corresponde a 1m2, porém dependendo do zoneamento do imóvel que receberá o potencial construtivo essa cota pode representar áreas diferentes. O Decreto 359/2012 regulamenta a aquisição e transferência desse potencial construtivo. Além da prefeitura os proprietários de imóveis cadastrados como integrantes do Setor Especial de Áreas Verdes também têm a possibilidade de vender potencial construtivo. A concessão do potencial é fornecida para que o proprietário não perca o valor do terreno devido a diminuição da área de construção visando a preservação ambiental obrigatória do Decreto 194/ 2000. A prefeitura orienta que os proprietários utilizem o potencial construtivo dentro do próprio terreno,

mas não proíbe sua comercialização. Assim como os imóveis do Setor Especial de Áreas Verdes as Unidades de Interesse de Preservação também possibilitam comercializar potencial construtivo. Como a utilização do terreno é comprometida pelo imóvel histórico a ser preservado a prefeitura permite aos proprietários a venda do potencial para incentivar sua conservação além de não depreciar o valor do imóvel. Adquirir esses potenciais construtivos é particularmente vantajoso para quem pretende construir nos bairros mais valorizados da cidade. Com vários terrenos em Curitiba custando R$ 1.500,00/m2 o acréscimo de área construída a um custo entre R$ 200,00 e R$ 500,00 pode tornar economicamente viável a construção de novos empreendimentos no nosso mercado que está desaquecendo e diminuindo a lucratividade das incorporadoras. As orientações técnicas e requisições sobre potencial construtivo podem ser adquiridas na Secretaria Municipal de Urbanismo de Curitiba. Carlos Eduardo Colombo


Café da manhã com jornais de bairros no Palácio Iguaçu iretores de dezenas de jornais de bairros participaram na última quinta-feira de um café da manhã no Palácio Iguaçu, a convite do governador Beto Richa e do secretário de Comunicação Social, Marcelo Cattani. Após o café, o Secretário Marcelo Cattani falou da importância dos jornais de bairros na mídia comunitária, onde a população recebe informações locais e publica suas reivindicações. O governador Beto Richa fez um resumo das principais obras do seu governo e afirmou que

é preciso valorizar os jornais de bairros, enquanto órgãos de divulgação dos anseios e interesses das comunidades. O diretor do jornal de bairro mais antigo de Curitiba, José Gil, do Jornal Água Verde, usou a palavra para afirmar que esta foi a primeira vez em 22 anos de atividades que os jornais de bairros foram convidados a tomar café no Palácio: “isso mostra que o governador Beto Richa valoriza a imprensa comunitária e a informação nos bairros da nossa capital. É um incentivo à imprensa livre ”.

Perto de 20 km de ciclovias estão em obras na cidade s principais obras viárias hoje em andamento na cidade incluem também a construção de ciclovias. Serão mais 19,9 quilômetros de vias exclusivas para bicicletas que estarão em eixos importantes como a Linha Verde Norte e Sul, Fredolin Wolf, Eduardo Pinto da Rocha, Mal. Floriano e Salgado Filho. Os quase 20 quilômetros irão se somar aos 120 quilômetros de malha cicloviária já implantada na cidade, uma das mais extensas do país. “Com a criação de novos caminhos para os ciclistas, estamos ampliando as alternativas de mobilidade e dando condições para que a bicicleta seja cada vez mais incorporada ao cenário urbano”, diz o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Clever Almeida. O projeto das novas ciclovias, elaborado pelos técnicos da área de mobilidade do Ippuc, estabelecem largura de 2,5 metros de pista para

permitir que as bicicletas possam circular ao mesmo tempo nos dois sentidos. Prevê, também, segregação de espaço para dar segurança ao trânsito de ciclistas e sinalização especial de alerta ao longo do trajeto. De norte a sul - Dos novos eixos cicloviários, o maior será o da rua Eduardo Pinto da Rocha, com 5,1 quilômetros de extensão, na região sul da cidade, unindo os bairros do Sítio Cercado, Alto Boqueirão, Ganchinho e, Umbará. A obra, que inclui pavimentação, calçadas e drenagem, tem um custo de R$ 13,3 milhões e está sendo financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento. Já a ciclovia da rua Fredolin Wolf, na região norte, terá 4,5 quilômetros, unindo os bairros do Órleans e São Lourenço. A obra também conta com recursos do BID e significa um investimento de R$ 15 milhões. Como no projeto da Eduardo Pinto da Rocha, a ciclovia se estenderá paralelamente à via e às calçadas.


Social

Geraldo Eustaquio, delegado da Polícia Federal de Foz do Iguaçu, organizando uma feijoada para apoiar a entidade assistencial Arca.

Simone e Kiko (engenheiros) e a farmacêutica Cintia, de Santa Catarina, visitando a nossa redação.

Laufram, Gisele, José Gil, Cris e Cícero, curtindo um final de semana em Puerto Iguazu, na Argentina.

A simpatia de Gisele Amaral ao lado de Bruno Pessuti.

Mohamad Barakat ao lado do deputado estadual Reni Pereira, candidato a prefeito de Foz do Iguaçu.

Joel, o Motoqueiro Rebelde, do 5 de Maio Cabeleireiros, em uma de suas viagens pelos states.

Luciano Ducci na inauguração do comitê da vereadora Julieta Reis no bairro Água Verde.


O estudo de uma língua estrangeira na terceira idade O mundo está evoluindo e hoje uma pessoa de 65 anos tem uma excelente qualidade de vida, pode desfrutar de alguns benefícios como menor tempo de espera na fila do banco ou obter uma melhor vaga de

estacionamento no supermercado, mas em geral as pessoas da melhor idade apesar de terem alguns problemas físicos, são mentalmente tão capazes quanto os seus filhos e netos. Novos estudos mostram que para manter a boa forma, os idosos precisam cuidar da alimentação, praticar exercícios físicos, mas também cuidar da saúde mental. Um estudo da Universidade de Toronto no Canadá aponta um fator importante que pode contribuir: ser bilíngüe. Poucos brasileiros tiveram a oportunidade de aprender uma língua estrangeira na juventude. Agora, com um pouco mais tempo, muitos se recusam a fazer um curso

de língua estrangeira por não querer passar vergonha na frente de colegas ou não querer competir com jovens que fazem o curso e tem uma melhor memória. Por isso é fundamental achar um curso adaptado, com menos constrangimentos e que inclui também o lado lúdico. Por exemplo, fazer um curso de Inglês e na mesma aula discutir o planejamento de um viajem ou explorar os melhores destinos de passeio no mundo estudando a tão falada língua de Shakespeare pode trazer muito prazer, ou ainda fazer um curso de Francês e a cada aula aprender a fazer uma sobremesa francesa para depois da aula degustar os frutos do trabalho com as colegas, vai ser divertido. O que importa no final das contas é manter a mente ágil e transformar o tempo de estudo em algo agradável compartilhando com pessoas que tem o mesmo interesse. Estudar uma língua estrangeira na terceira idade precisa ser lúdico, com foco terapêutico e também educacional. Texto: Pierre Terlinchamp diretor do grupo Babel Group (41 3242 9696 em Curitiba ou 51 3062 0975 em Porto Alegre)

Data Nacional do Uruguai é comemorada com altruísmo Todos os anos - desde 1987 - a Cônsul Honorária do Uruguai em Paranaguá, Leda Neli da Silva Pedrosa Borges, comemora a Data Nacional do Uruguai - 25 de agosto - com uma ação de generosidade que revela altruísmo e bondade. No lugar de organizar coquetel ou evento festivo, ela visita na Santa Casa de Misericórdia de Paranaguá uma família carente, cujo filho ou filha tenha nascido no dia 25 de agosto. Motivo da comemoração: festejar a Data Magna do Uruguai, quando no dia 25 de agosto do ano de 1825 foi declarada a Independência do país irmão.

O bebê nascido na Data Nacional do Uruguai recebe como presente da senhora Cônsul um moisés cheio de produtos para lactantes. Desde roupas, produtos de higiene até roupas de cama e banho. Neste ano, após a cerimônia de entrega do enxoval, a senhora Cônsul oferecerá um almoço aos presentes, entre eles o prefeito municipal de Paranaguá, engenheiro José Baka, o Cônsul Geral do Uruguai para o Estado do Paraná, Embaixador Dr. Joaquim Pires Borges e senhora, entre outras autoridades, colônia uruguaia em Paranaguá e amigos de Curitiba.

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos O Al-Anon é um recurso para familiares e amigos de alcoólicos que proporciona informações e ajuda para familiares quer ou não o alcoólico tenha procurado ajuda ou reconheça a existência de um problema de bebida. Não há taxas ou mensalidades. O ALANON não está ligado a nenhuma outra

organização. O propósito primordial de seus membros é se recuperar do impacto do alcoolismo em suas próprias vidas. Se você sente que sua vida foi afetada pela convivência com um alcoólico e está interessado em participar de um Grupo ALANON entre em contato com o SIAPAR, pode ser que tenha um Grupo perto de você - Serviço de Informação Al-Anon do Paraná - Fone: (41) 3223-9100 - Rua 24 de Maio nº 95 sala 22.


Carta do ex-governador Orlando Pessuti Nestes últimos anos, estivemos lado a lado trabalhando pelo nosso povo. Fui Deputado Estadual, Vice Governador, Secretário da Agricultura e Governador do Estado do Paraná. Agora é meu filho, Bruno Pessuti, que se candidata a Vereador na cidade de Curitiba. Peço a sua ajuda. Fale com seus parentes, amigos e conhecidos que moram em Curitiba para que votem no meu filho. Conto com você para que no dia 7 de outubro, possamos celebrar a grande vitória. Um abraço do amigo, ORLANDO PESSUTI


Como roubar 19 bilhões dos paranaenses e ficar impune? sta matéria é parte da série de artigos revelando o maior roubo na história do Paraná, a quebra do Banestado no governo Jaime Lerner, quando verdadeiras quadrilhas organizadas, dentro e fora do Banestado, com o apoio de várias autoridades, promoveram um rombo nas contas públicas, deixando para os paranaenses pagarem a conta até 2029, algo em torno de 52 milhões de reais mensais, ultrapassando a soma de 19 bilhões ao final. A quebra do Banestado, e sua venda ao Banco Itaú, foi uma tramóia para enrriquecer alguns poucos e enganar todo o povo do Paraná. Dinheiro de impostos que deveria estar sendo aplicado em educação, habitação, segurança, está sendo usado para pagar a roubalheira de pessoas ligadas ao ex-governador Jaime Lerner. Citando fatos publicados no livro “Histórias sobre Corrupção e Ganância”, do corajoso jornalista Wilson J. Gasino, destacamos a seguir mais uma das muitas operações que fraudaram os paranaenses. Diversos políticos famosos alguns com mandatos até hoje - e grandes empresas do nosso estado se beneficiaram com a roubalheira no Banestado. A chamada grande imprensa silenciou covardemente sobre fatos gravíssimos, para se

beneficiar do dinheiro que jorrava sem controle. Entre as centenas de casos escandalosos, podemos citar a denúncia ao Juízo da 2º Vara Federal Criminal de Curitiba: os advogados Fausto Pereira de Lacerda e Milton João Bettenheuser Júnior, ambos funcionários do Banestado e também colaboradores credenciados para cobranças do banco, exercendo a mesma função dentro e fora do banco, recebendo duplamente para isso e tendo a facilidade de controlar todo o processo de cobrança. “Esses dois funcionários tiveram participação decisiva na seleção dos créditos que seriam repassados ao Banco Itaú e à Agência de Fomento do Estado do Paraná no processo de privatização. Fausto de Lacerda era advogado da empresa de cobrança

Local: SESC Água Verde Av. República Argentina, 944 Fone 3342.7577 - www.sescpr.com.br

Rio Paraná e Milton Bettenheuser passou a ser após a privatização do Banco. A Rio Paraná, foi, após a compra do Banestado pelo Itaú, a empresa encarregada de cobrança dos créditos pendentes. Milton chefiava o Departamento Jurídico do Banestado no processo de saneamento preparatório para a Privatização e Fausto. que também dirigiu esse Departamento, foi Diretor de Reestruturação em Privatização, além de Consultor Jurídico da Presidência. Um exemplo de como esse esquema pode beneficiar empresas devedoras, funcionários da área de cobrança e o próprio Banco Itaú em detrimento do Banestado e do povo do Paraná, é o caso da Fortuna Factoring e Arrendamento Mercantil Ltda. Essa empresa tinha dívidas da

ordem de R$ 2,5 milhões com o Banestado. Esse montante foi assumido como perda pelo banco no período de privatização e constou como valor podre de venda para o Itaú. No entanto, após a privatização, a Fortuna quitou o valor da sua dívida por R$ 800 mil junto ao Itaú e à Rio Paraná, ou seja, 30% do valor. Para a Fortuna foi uma economia de R$ 1,7 milhão e para o Itaú e a Rio Paraná um lucro de R$ 800 mil sobre um valor comprado como podre. Para o Banestado (leia-se povo do Paraná) porém, representou a perda do valor financiado de R$ 2,5 milhões. “Além disso, há o aspecto político envolvido, já que o avalista da Fortuna era o ex-presidente do Partido da Frente Liberal (PFL) no Paraná, João Elísio Ferraz de Campos, correligionário do exgovernador Jaime Lerner.” A CPI do Banestado na Assembléia Legislativa do Paraná avaliou uma pequena amostragem de créditos herdados pela Rio Paraná após a privatização e foram encontrados muitos casos onde dívidas gigantescas foram quitadas por em média 10% do seu valor. É para isso que os paranaenses pagam impostos? Para que quadrilhas lideradas por políticos que compram a imprensa e a opinião pública, roubem, impunemente. Continua na próxima edição.


COLUNA DO CONDOMÍNIO

Dicas práticas para uma boa convivência em condomínio Quando chegar ao seu andar, faça com que o elevador volte para o andar térreo. Use o salão de festas de forma responsável. Apesar de haver uma pessoa encarregada da limpeza, deixe o ambiente em condições de civilidade. Respeite os ouvidos e a paciência do vizinho. Ele não é obrigado a ouvir a música que você tanto gosta e ele odeia. Ele, também, não é obrigado a ouvir detalhes escabrosos da sua vida pessoal em uma discussão familiar. Converse e solicite permissão ao síndico para fazer algo que não esteja mencionado na convenção ou regimento interno ou que possa descumprí-los de forma excepcional tais como usar uma furadeira em horário impróprio ou receber algum material em dias não permitidos. Feche as portas que dão aces-

so a garagem ou outros locais que são vulneráveis a pessoas estranhas do condomínio. Cuidados com acesso de visitantes. Lembre-se que as regras, para garantir a segurança de todos, devem ser igualitárias. Vá a todas as reuniões de condomínios para as quais tenha sido convocado. Caso não consiga ir, não reclame das decisões tomadas. Afinal, você não estava presente! Valorize as ações do síndico. Em geral, ele faz tanto pelo seu condomínio quanto você faria se assumisse este cargo. Respeite e cumpra a convenção e o regimento interno do condomínio. Não esqueça: porteiros e zeladores são pessoas tão dignas quanto nós. Ao cruzar pelas pessoas, em quaisquer das áreas de uso comum, saúde-as.

Vereador Celso Torquato destaca parceria com MP-PR O procurador-geral de Justiça do Paraná, Gilberto Giacoia, recebeu, nesta terça-feira, representantes da Câmara Municipal de Curitiba. O encontro foi realizado na sede do Ministério Público do Estado do Paraná (MPPR). Participaram da reunião o presidente da Casa, vereador João Luiz Cordeiro (PSDB); o primeiro-secretário, Celso Torquato (PSD), e o corregedor, Roberto Hinça (PSD). Segundo o presidente, a atividade teve o objetivo de ampliar a relação entre a Câmara e o MP-PR. João Luiz Cordeiro também afirmou que as instituições poderão firmar convênios. O Legislativo municipal busca, ao longo dos últimos meses, estabelecer uma agenda positiva com diferentes entidades. Já foram contatadas a Associação Comercial do Paraná (ACP), a Escola da Magistratura Federal e o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran/PR). Diversas medidas estão sendo estudadas, como convênios e parcerias. “As instituições têm o mesmo objetivo, que é melhorar a vida na cidade. Para avançar nessa agenda positiva, estamos discutindo medidas práticas, que

repercutam no cotidiano das pessoas, com várias organizações”, afirma o presidente. O vereador Celso Torquato (PSD) destacou a parceria com o Ministério Público do Paraná como uma forma de avançar no trabalho constante por maior transparência e modernidade na Câmara Municipal de Curitiba: “O Ministério Público paranaense tem atuado com rapidez e eficiência em todas as ações que visam a transparência do serviço público, e neste sentido, deve ser fortalecido e prestigiado”, finalizou Celso Torquato.


Comitê de Ratinho Junior é invadido

Começaram as prisões pela roubalheira na Assembleia Legislativa do Paraná Para aqueles que apostavam em “pizza” no escândalo da roubalheira na Assembleia Legislativa do Paraná a notícia não é das melhores: começaram as decretações de prisões. A primeira delas atinge o funcionário Daor de Oliveira, funcionário fantasma que desviou R$ 1,4 milhão em salários, cooptando parentes para o esquema criminoso. A condenação de Oliveira a 15 anos de prisão foi determinada pela juíza Ângela Regina Ramina de Lucca, da 9.ª Vara Criminal de Curitiba. Ela entendeu que o acusado fazia parte de uma organiza-

ção criminosa “instalada no seio da Assembleia”. O esquema, segundo denúncia do Ministério Público Estadual (MP) acatada pela juíza, utilizava funcionários fantasmas para desviar dinheiro da Assembleia. O esquema, de acordo como MP, desviou mais de R$ 200 milhões. A opinião pública espera que os demais operadores e “laranjas” do esquema sigam o mesmo caminho das prisões, e que os deputados envolvidos também sejam condenados, pelo menos para colocar em dúvida aquela máxima popular que “no Brasil somente pobre vai para a cadeia”.

Edésio Passos recebe título ”Doutor Honoris Causa” em Florianópolis Um dos mais notáveis advogados trabalhistas do Brasil será também nome de sala na Faculdade de Ciências Sociais do Cesusc e lançará livro sobre seus 50 anos de atuação

Um dos mais notáveis advogados trabalhistas do Brasil, o paranaense Edésio Passos, recebeu na noite de segunda-feira passada o título “Doutor Honoris Causa”, outorgado pela Faculdade de Ciências Sociais do Complexo

de Ensino Superior de Santa Catarina (Cesusc). É a mais alta honraria da instituição e marca os 50 anos de uma brilhante carreira pautada na defesa dos trabalhadores, na resistência política e na luta pela redemocratização do país. A cerimônia de titulação aconteceu às 19h no auditório da faculdade e, na ocasião, Edésio Passos sfoi homenageado também com o batismo de uma sala da instituição com seu nome e a biblioteca da universidade fez uma noite de autógrafos para o lançamento do livro que conta os 50 anos de atuação do advogado paranaense.

Pelo que tudo indica, começou a baixaria na campanha eleitoral deste ano em Curitiba: o comitê político do pré-candidato a prefeito de Curitiba Ratinho Júnior, do PSC, foi invadido na madrugada deste sábado. A casa, localizada na rua Comendador Macedo, ao lado da Museu do Expedicionário, foi alugada para a campanha há um mês. O local é usado para reuniões partidárias e de discussão do plano de governo. A invasão foi descoberta por vizinhos que chamaram a Polícia Militar na manhã deste sábado. Os militares foram até o local e constataram que os invasores entraram no comitê depois de

cortarem a cerca elétrica e pularem o muro que fica nos fundos. Eles arrombaram a porta da cozinha, mas não conseguiram entrar no setor administrativo que estava chaveado. O que chamou a atenção da polícia é que os invasores não levaram nada do local, apenas tentaram entrar nos escritórios talvez para furtar documentos e, como não conseguiram, foram embora. Na cozinha, único local que eles tiveram acesso, havia uma televisão que não foi roubada. A polícia fez o boletim de ocorrência – registro AD 96585 – e investiga se a invasão teve motivação política.

Lernista assume coordenação da campanha de Gustavo Fruet Ao assumir a coordenação da campanha de Gustavo Fruet (PDT) a prefeito de Curitiba, o exchefe de gabinete e ex-secretário de Jaime Lerner, Gerson Guelmann, coloca em cheque a filosofia petista. Guelmann é considerado porta-voz e braço direito do ex-governador Jaime Lerner, aquele que liquidou o Banestado deixando um rombo de 19 bilhões nos cofres públicos do Paraná. Tentou vender a Copel e a Sanepar. Criou alguns dos pedágios mais caros do país no Paraná. Foi condenado pelo juiz da 3.ª Vara Federal Criminal de Curitiba,

Nivaldo Brunoni, a três anos e seis meses de detenção, em regime inicial aberto, e ao pagamento de 96 dias-multa, sob acusação de favorecimento indevido à concessionária de rodovias Caminhos do Paraná. Gerson Guelmann é sionista militante, um “estranho no ninho” do PT que sempre apoiou a Causa Palestina. Gustavo corre o risco de ser crucificado pela direita – por coligar com o PT – e pela esquerda – por entregar sua campanha a um lernista, ou ao grupo de Jaime Lerner, de triste memória.


Alguns motivos para você trocar o refrigerante por água Maneco Ferreira , o analfabeto Conta-se que essa história aconteceu por volta dos anos 50. O centro comercial de Curitiba circulava em torno da Rua XV, Praça Tiradentes e Largo da Ordem. Neste último, na Rua José Bonifácio, existia uma conceituada loja de tecidos chamada “Capital dos Tecidos” de propriedade de um sírio-libanês de nome Samir Nagib Zaccar. A loja instalada há uns vinte anos atrás tinha poucos funcionários. Talvez oito; entre eles um chamado “seu” Maneco que, sendo analfabeto, exercia a função de “faz de tudo”. Honesto, trabalhador e muito prestativo, trabalhava na loja desde que fora inaugurada, gozando sempre de toda a confiança do patrão. Inesperadamente, certo dia o proprietário reuniu seus funcionários e comunicou que a loja fora vendida e que ele, junto com toda a família, estava de partida para o Líbano para onde retornava depois de tantos e tantos anos. “Seu” Maneco foi o que mais sentiu. Tinha grande admiração e respeito pelo patrão e, analfabeto como era, onde iria arranjar outro emprego! Tinha um mês para resolver seu problema. Pôs-se então em campo na busca de outro trabalho. Cerca de vinte dias depois conseguiu um lugar modesto em um posto de gasolina ali na Rua Matheus Leme, como “quebra galho e guarda noturno” como se falava na época. O futuro novo patrão solicitou ao Maneco Ferreira uma carta de recomendação de seu antigo empregador, para sua garantia já que não conhecia o rapaz. Maneco foi até seu Samir e solicitou o tal documento. O libanês sentiu-se um pouco incomodado com o pedido, mas, foi até seu escritório, e dez minutos depois voltou com um envelope e entregou ao fiel Maneco. Sem perder tempo, Maneco foi até o posto de gasolina e entregou a carta ao proprietário. Este, depois de observar o escrito por alguns minutos, umas quatro ou cinco linhas apenas, inelegíveis, falou:

- Olhe. Não entendi o que está escrito aqui. Leve de volta e peça pra esse senhor traduzir o que está escrito, devolvendo o envelope ao moço. Chateado e com vergonha de voltar até seu Samir, ficou pensando em quem poderia “traduzir” aquele documento. Lembrou então do seu Antoninho, conhecido farmacêutico e dono da Farmácia Imperial, na Rua XV de Novembro. Se ele conseguia ler aqueles garranchos escritos nas receitas médicas, seria fácil entender a letra do seu Samir, pensou e se pôs em direção à farmácia. O estabelecimento estava lotado de clientes e seu Antoninho, todo de branco e óculos redondos, suado, corria de um lado pra outro. Era o único profissional ali do centro que tinha a confiança absoluta dos médicos na manipulação de suas fórmulas. Aliás, nesse tempo, havia muito pouca variedade de medicamentos industriais. Assim, 90% das receitas médicas eram manipuladas, conforme as receitas médicas. Maneco aproveitou um momento em que seu Antoninho fazia a entrega de uma encomenda a um cliente no balcão e pediu - rapidamente- para que o farmacêutico desse uma olhada em sua carta. Nervoso com tanto trabalho, Antoninho pegou o envelope, recomendando: - Agora estou muito ocupado. Passe bem à tardinha que eu vejo isso pra você, está bem? Eram quase cinco horas da tarde quando o Maneco entrou na farmácia em busca de seu documento devidamente traduzido. - Oi seu Antoninho. Tá pronto meu papel? O farmacêutico sorridente fez meia volta; foi até o fundo da farmácia e voltou com três frascos de remédios nas mãos. - Pronto. Está aqui do que você precisa. Tome uma colher de sopa, de cada um, duas vezes por dia. A carta de seu Samir fora aviada.

ÁGUA

A maioria dos refrigerantes contém produtos químicos cancerígenos. Não passa de água com açúcar e produtos químicos. Refrigerantes engordam e enfraquecem os ossos, e pode causar osteoporose. Beba água sempre! O total de água corporal varia de acordo com idade, sexo, massa muscular e o percentual de tecido adiposo.

Combata a acne com Biosalix Extract Produzido por meio de cascas frescas de Salix Nigra, ou Black Willow, uma espécie de salgueiro comum na América do Norte, o Biosalix Extract é indicado para combater a acne. Na medicina popular, o Willow é usado como analgésico, antisséptico, adstringente e antiinflamatório. Além disso, é considerado fonte natural de materiais do tipo aspirina. Com utilização indicada contra vários microrganismos, Biosalix Extract apresentou uma maior eficácia do que o ácido salicílico sintético, principalmente atuando contra os microrganismos da pele

Nossos órgãos e tecidos são formados por água. O cérebro, por exemplo, é constituído por 85% de água. Os pulmões são constituídos por 80% de água, os rins 80%, sangue 79% e o coração 77%. O consumo da dose diária de água pode evitar dores de cabeça, problemas renais e evitar diversas doenças.

Staphylococcus aureus e Propionibacterium acnes, responsável pela formação da acne. De baixa irritação, o ativo também se mostrou mais seguro que o ácido salicílico. O Wasabi Extract é produzido a partir da raiz Wasabia japônica, nativa do Japão, e contém um grupo de compostos chamados glucosinolatos e a enzima myrosinase. Os isothiocianatos produzidos pela ação da myrosinase em glucosinolatos apresentam propriedades bacteriostáticas e fungistáticas. Além disso, o Biosalix Extract conta com outros insumos, como o Ácido Lactobiônico, que além de possuir ação antioxidante, hidratante e rejuvenescedora, tem poder cicatrizante que possibilita a utilização em produtos antiacneicos e em peles sensíveis. A Nicotanamida é uma vitamina B3 na forma amida, indicada para o tratamento tópico da acne leve e moderada. Para combater as manchas resultantes da acne, é indicado o Ácido Tranexâmico, que reduz a atividade da tirosinase, enzima chave da síntese de melanina. Você encontra Biosalix Extract na Dermo Formulações, na avenida Água Verde, 595, telefone 41 3244.0277 e 3244.1204.


Economia Criativa e Sustentabilidade A Economia Criativa é uma nova proposta para atender o mercado de forma inovadora, empreendedora e sustentável. Não apenas como um simples conceito, mas com uma nova dinâmica dentro da tradicional economia, com base mais acentuada na cultura criativa, com potencial de gerenciamento com mais liberdade de ação. Não exigindo formação especializada, mas usando novos “insight” de economia voltados para um desenvolvimento com mais criatividade e liberdade. Se considerar que o sistema capitalista não pode prescindir da inovação, agora mais voltada para a sustentabilidade dos recursos naturais, requer então uma dinâmica que atenda e gerencie melhores os recursos de forma a proteger o consumo mais sustentável. Como a sociedade cria parâmetros de distribuição a Economia Criativa tem o cuidado de distribuir e gerenciar os três sentidos: · A aplicação racional do trabalho. · A preservação cuidadosa dos seus frutos. · A distribuição oportuna dos mesmos. Segundo economistas “ A inovação e o desenvolvimento vem de uma dinâmica cíclica e da ruptura estrutural que leva a modelos alternativos de organização econômica”. Esse modelo alternativo de Economia Criativa tem levado alguns países europeus a

apostar em um bom desenvolvimento de modelos criativos, para transpor a economia convencional atualmente em colapso, para um modelo mais sustentável econômico. O valor maior está em agregar valores culturais, às práticas de mercados. Esse potencial está sendo resgatado cultivando tradições culturais e inovando alguns nichos de mercado, possibilitando novos arranjos mercadológicos. Exemplos de cidades que estavam com economias falidas ou estagnadas, que conseguiram através das práticas econômicas mais criativas, suplantar as dificuldades e criar novos pólos de trabalhos. O impacto dessa Economia Criativa é a inclusão de valores como identidade social, cultural e natural. O valor dessa Economia criativa é mais amplo, porque absorve também a inovação social, gerando o desenvolvimento humano e criando núcleos humanos os chamados “ clusters” reconhecendo as atividades em grupo como parte da economia focal voltados para a cultura em geral . Essa dinâmica trará à questão econômica maior inclusão social com educação para a sustentabilidade dos recursos naturais, gerando assim o desenvolvimento das cidades com mais criatividade. Vera Lucia Haut Ambientalista

Luciano Ducci registra plano de governo em cartório O prefeito Luciano Ducci, candidato à reeleição pela Coligação Curitiba Sempre na Frente, registrou o Plano de Governo para a gestão 2013-2016, nesta segundafeira, no cartório do 4º Ofício de Registro de Títulos e Documentos de Curitiba. “Fazemos isso para que o plano de governo seja claro, transparente e esteja disponível para toda a sociedade. Elaboramos um plano consistente e real, com metas compatíveis com o orçamento público municipal”, disse Luciano Ducci. O prefeito destacou as principais propostas que estão no documento, como a construção do hospital e pronto socorro norte, na saúde; obras viárias e de transporte e mobilidade, como a implantação do metrô entre o Centro e a Cidade Industrial, canaletas exclusivas para a linha de

ônibus Inter 2, o viaduto estaiado da Avenida das Torres, a ampliação da rede de ciclovias e a pavimentação de vias estruturantes como a Linha Verde Norte, além de asfalto novo em 1.000 km de ruas. Na área de educação, destaca-se a proposta de abertura de 15 mil vagas em creches da educação infantil e ampliação da oferta de vagas em tempo integral no ensino fundamental, especialmente em áreas alta de vulnerabilidade social. Na segurança, são destacadas as parcerias com o governo do estado, a ampliação do sistema de videomonitoramento e a implantação da Liga do Bem, para prevenção, assistência e repressão ao uso de crack e outras drogas. Para conhecer o Plano de Governo Luciano Ducci: 2013-2016, acesse o site www.luciano40.com.br/planogoverno/

Produtos transgênicos ameaçam a humanidade Investigação conjunta realizada por cientistas da Associação Nacional de Segurança de Genes (Rússia) e do Instituto de Problemas de Ecologia e Evolução descobriu que hamsters alimentados com soja transgênica (GM) não pode reproduzir depois de três gerações. “Nós trabalhamos com quatro grupos de hamsters: um grupo alimentado com soja transgênica e outro alimentado com soja nãotransgênica, um terceiro e quarto grupo com maior quantidade de soja transgênica”, disse o biólogo Alexei Surov. Depois de alimentar os hamsters por dois anos, a terceira geração apresentou resultados devastadores. Foram encontrados problemas perigosos naqueles que ingeriram apenas soja transgênica e, particularmente naqueles com dietas mais altas de transgênicos. Constatou-se também um crescimento mais lento e uma alta taxa de mortalidade entre os seus descendentes. Em outro estudo similar na Rússia, os pesquisadores descobriram um crescimento retardado em animais, mortalidade alta entre os jovens, e até mesmo o crescimento de pelos no interior da boca dos hamsters. Cientistas da

França, Áustria, EUA e Índia também realizaram experimentos com ratos, porcos e vacas, e também confirmaram o perigo real ou potencial dos produtos geneticamente modificados na saúde humana, animais, plantas e, especialmente, no meio ambiente. Frankenstenianos experimentos As corporações transnacionais da

indústria GM Monsanto, Dow Agroscience, Pioneer, Syngenta, entre outros, promovem o consumo de alimentos geneticamente modificados e ignoram constantemente as pesquisas de especialistas que se opõem à liberação de organismos geneticamente modificados (OGM). Especialistas dizem sobre o assunto que as transnacionais iludem os consumidores

de sementes geneticamente modificadas, sem saber como eles afetam a saúde, porque o único objetivo das empresas do setor é o lucro. “A ganância de um grupo de poder mundial está levando ao caos da saúde”, diz o professor de biotecnologia Alejandro Romero. Especialistas pediram esses experimentos com milho transgênico ou outros produtos GM (transgênicos) ”sementes Frankenstein”, enquanto aquelas destinadas ao consumo humano ou animal são consideradas “experiências frankenstenianas.” “Milhões morrem a cada ano sem saber se é devido aos pesticidas, sementes modificadas ou alimentos fabricados a partir de sementes geneticamente modificadas ou impregnados com venenos que matam ou causam esterilização humana”, disse Romero. Nos últimos anos aumentou muito o número de pessoas inférteis, que recorrem a tratamentos para conseguir gerar filhos, mas a mídia e os governos não revelam que por trás desse problema está a ação nefasta dos produtos geneticamente modificados, consumidos pela população sem nenhum tipo de alerta.


Esporte

Jefferson Gomes e Silva

FURACÃO ESTÁ ENTROSANDO O TIME

Ferruzi recepcionou recepcionou oo Pelé Pelé em em Londres Londres Ferruzi

Durante as Olimpíadas de Londres, o ex-morador do bairro Água Verde, Sérgio Ferruzi, trabalhou como segurança do evento e recepcionou o Pelé no Hilton Hotel. Parabéns.

Receita caseira para evitar a gripe H1N1 O anis estrelado, amplamente cultivado na China, é o extrato-base (75%), da produção do comprimido Tamiflu, da Roche. Além do chá de anis estrelado, podemos usar o nosso anis mesmo - a erva-doce- pois esta erva possui as mesmas substâncias, ou seja, o mesmo princípio ativo do anis estrelado, e age como antiinflamatório, sedativa da tosse, expectorante, digestivo, contra asma, diarréia, gases, cólicas, cãibras, náuseas, doenças da bexiga, gastrointestinais, etc... Seu efeito é rápido no organismo e baixa um pouco a pressão, devendo ser feito o chá c/apenas uma colher de café das sementes para cada 200 ml de água,

administrado uma a duas vezes dia, de preferência após uma refeição em que se tenha ingerido sal. Porém, pouco ou nada adiantará utilizar a erva-doce ou o anis estrelado, após 36 horas do possível contágio pelo H1N1, pois, não terá mais força substancial para bloquear a propagação do vírus no sistema respiratório. Efeitos colaterais: pequena sonolência nas 2 primeiras horas evitar dirigir e/ou operar máquinas. Obs: O uso da erva-doce e do anis estrelado, é alternativo e poderá ser até eficaz, mas não substitui a assistência médica necessária. Em caso de gripe com tosse e febre alta, procure um médico.

Espaço da Poesia Antonio Pedro Flores Amaral, morador na divisa dos bairros Água Verde e Rebouças

Esboços traçados em linhas esquivas Os vales admiro Tão verdes, tão calmos! Mas hoje prefiro O livro dos Salmos! Entre tantas flores Qual a mais formosa? Que festa de cores Nas cores da rosa!

Esqueço tristezas E todas insônias! Que raras belezas Contém as peônias!

Em toda romagem No brejal impuro O lírio – selvagem Ávido procuro...

Olvido verrinas A falta de paz Ao ver balsaminas E fiéis resedas!

O verso que finge Nem ouro nem prata, O canto restringe, As musas maltrata!

Em remotas raias O lamento cessa... Agora não saias, És toda promessa!

Aromas de nardo No bosque feliz! Sou verso bastardo Sem rimas gentis!

O Furacão está acertando o time. Com muita luta, tenho certeza que lutará para subir. Os jogadores estão pegando ritmo de jogo. Com as novas contratações e com o entrosamento do elenco a tendencia a voltar à elite do futebol é grande. Ricardo Drubscy merece uma oportunidade é um bom técnico, conhece muito futebol e é da escola mineira que hoje revela os melhores técnicos do futebol brasileiro. Seria interessante contratar talvez Toninho Cereso como coordenador geral de futebol do Furacão. A maior torcida do estado pode ficar tranquila, Petraglia vai fazer o Furacão voltar a elite do futebol. Acredito muito na competência de Petraglia, João Alfredo Costa, Alberto, Dagoberto do Santos e Tataio. Parabenizo também o marketing do Furacão, parabenizando Mauro Holzmman, Nelsinho Fannaya, e Jacson que fazem o melhor marketing do futebol brasileiro. Os jogos do Furacão em Paranaguá são um sucesso de público. Tenho certeza que com o time em alta, que virá com o entrosamento, o povão vai apoiar de vez os jogos no Caranguejão. O povo do litoral assumiu de vez a paixão pelo Atlético Paranaense. Novas campanhas de marketing feitas antes da partida levarão um público fantástico ao jogos do Furacão no Caranguejão. O Paraná Clube vive um momento decisivo. Tem um excelente técnico, Ricardinho, tem um excelente elenco, mas

O excelente zagueiro Alex Moraes do Furacão

é o momento da torcida comparecer em peso nos jogos do tricolor na Vila Capanema. O fato da torcida comparecer no estádio fará a diferença da aproximação do tricolor no G4. No Coritiba o sinal de alerta continua ligado. Sem contratações o time não irá longe. O elenco é regular, para disputar um série A, ou melhor, para se manter na série A precisa urgentemente de contratações. Pois se não corre o risco de ser um ano perdido. Uma mudança no comando técnico seria boa para mexer e incentivar os jogadores. Destaques - João Carlos, do Restaurante Danúbio Azul em Paranaguá - Cauê do Restaurante A Bombordo no Iate Clube de Paranaguá - Marcos do Restaurante Veneza, o melhor de Santa Felicidade Henri do Restaurante Moustache em Balneário Camboriu, na Avenida Atlântica Osvaldo da Lanchonete do Gordo no Mercado Novo em Paranaguá. Grande torcedor do Furacão - Luqui da Pizzaria Delícias do Luqui no Mercado Novo em Paranaguá - Dr. Flavio Micima, dentista, na Praça Rui Barbosa em Curitiba , fone 3223-4152.

Leia o Jornal Água Verde na internet

www.jornalaguaverde.com.br


Como é que se faz um monte de velhinhas gritar “Merda”? R: É só gritar “Bingo”!

O QUE AS MULHERES DIZEM DEPOIS

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oNo meio da missa, todos ouvindo o padre e nesse instante o diabo aparece no altar. Todos saem correndo, até o padre, mas fica um velhinho.. - E o senhor? – o diabo pergunta – O senhor não tem medo de mim? - Imagina! – responde o velhinho – Eu já fiquei 40 anos casado com sua irmã!

AS ADOLESCENTES - Ai, será que vou engravidar? AS NAMORADEIRAS - Qual é o seu nome mesmo? AS TARADAS - Por que parou ? Parou por quê?

CORAGEM DE BÊBADO AS MODERNINHAS - Você é bem melhor que meu marido! AS DONAS-DE-CASA - Terminou? Posso fazer o jantar? AS EXIGENTES - Isso é o melhor que você pode fazer? AS INGRATAS - Só isso? AS INSEGURAS - E agora ? O que as minhas amigas vão pensar de mim? AS MENTIROSAS - Você é o primeiro que me faz sentir isso. AS INSACIÁVEIS - As preliminares foram ótimas. Agora vamos fazer pra valer. AS PROFISSIONAIS - São 100 reais. A SUA - Pô, broxou de novo? -o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-oO segredo da minhoca O avô observa o neto brincando no quintal e vai perguntar o que ele está fazendo. O neto diz: - Enfiando as minhocas de volta para a toca delas... - E como é que você consegue, meu neto, o bicho é todo molenguento? - É segredo vovô! - Te dou dez reais para você me ensinar a fazer isso. - Bem, eu passo laquê, espero secar esticando a minhoca... aí é só colocar no buraco. - Toma os dez reais... No dia seguinte O avô chega para o neto, tira cem reais do bolso e dá pro neto... - Tá ficando esquecido, vô? O senhor já me deu os 10 reais. - Eu sei. Esses 100 foi a tua avó quem mandou.

O que o tomate foi fazer no banco? R. Foi tirar extrato. Você sabe qual a diferença entre a lagoa e a padaria ? R.Na lagoa há sapinho, e na padaria, assa pão. Por que as plantinhas não falam? R. Porque elas são mudas!!

Um homem chega a um bar e vê um vaso cheio de dinheiro no canto. É claro que ele pergunta: - Por que este vaso está cheio de dinheiro? E o barman: - Bem, você paga R$10,00 e, se passar por três testes, então terá todo o dinheiro do vaso. - Quais são os testes? - Primeiro pague.. Esta é a regra. Então o homem pagou ao barman os R$ 10,00 e este o colocou a nota no vaso, com as demais. - Ok. Aqui está o que você deve fazer: - Primeiro: você tem de beber toda esta garrafa de tequila apimentada, tudo de uma vez só e sem fazer nenhuma careta. - Segundo: há um Pitbull lá fora, com um dente estragado que dói muito. Você tem que arrancar o tal dente com as próprias mãos. - Terceiro: Há uma senhora de 90 anos, no segundo andar, que nunca teve um orgasmo na vida. Você terá que fazer com que ela finalmente o tenha. - Não posso fazer tudo isso... é impossível! Depois de algum tempo e de várias biritas, o homem perguntou: - Caadêe aaz tequillaah? O garçom deu a ele a garrafa. O homem a segurou com as duas mãos e entornou-a inteira, sem fazer nenhuma careta, apesar das lágrimas que banhavam seu rosto. Depois, levantou-se com dificuldade, olhou para todos, com cara de valente, e saiu do bar em direção ao Pitbull. Todos escutaram os latidos do cão, os gritos do homem, uma confusão infernal, até que o Pitbull uivou longamente, por 3 minutos, e, de repente, um silêncio imenso pairou no ar... Todos pensaram que o homem havia morrido. Repentinamente, ele entra no bar, todo arranhado, e pergunta: - E agora, cadê a velha do dente estragado?


PARAGUAI: “A maioria dos políticos paraguaios não presta”. velho Nicolás aperta a bomba na erva Ibicuy enquanto está mateando. Lança um olhar perdido no horizonte e sentencia: “A maioria dos políticos paraguaios não presta”. Fala isso com tristeza de um paraguaio legítimo, filho e neto de paraguaios que tombaram na Guerra da Tríplice Aliança e na Guerra do Chaco. “Sou descendente de heróis paraguaios”, lembra, com orgulho, e arremata: “Antes da Guerra da Tríplice Aliança o Paraguai era o país mais evoluído da América Latina: tinha estradas de ferro, fabricava locomotivas, tinha indústrias e até reforma agrária. Mas a guerra foi um ato imperialistas de grandes potências contra um pequeno país soberano. Após a guerra, os invasores colocaram no poder políticos da pior espécie, que continuam até os dias de hoje a dominar o país, por isso tanta pobreza, atraso e corrupção no Paraguai.” Quando jovem, Nicolás foi militante do movimento estudantil contra a ditadura de Stroessner. Perseguido e preso, fugiu para o

Brasil onde constituiu família, casando com uma paraguaia que veio estudar em Curitiba, e aqui ficou. Alguns dos filhos nasceram no Paraguai, outros no Brasil, mas o ele jamais perdeu o vínculo com a terra nativa. Até hoje, passados mais de 50 anos, não perdeu o sotaque fronteiriço, e a cada 2 ou 3 meses faz questão de visitar parentes e amigos no Paraguai. Crítico ferrenho dos políticos paraguaios, também não morre de amores pelos políticos brasileiros, e lembra que os velhos interesses brasileiros-paraguaios sempre se somam para explorar o povo paraguaio: “O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso concedeu asilo e protegeu o ditador Stroessner em Brasília. O empreiteiro da Itaipu, Wasmosy, que desviou US$ 1,4 bilhão de dólares

da Itaipu e comprou o cargo de presidente do Paraguai, jamais recebeu crítica dos governantes brasileiros. O golpistas e expresidente Macchi andava em veículo roubado no Brasil, e também

nunca sofreu críticas do governo brasileiro. E os atuais golpistas contam com apoio das elites latifundiárias brasileiras, representadas pelo senador Álvaro Dias”.

Para Nicolás a maioria dos políticos paraguaios são corruptos da pior espécie. “Eles impediam a entrada da Venezula no Mercosul para agradar a diplomacia norteamericana, e pediam dinheiro ao presidente Hugo Chavez para mudar de posição. Chantagistas que não se importavam com o progresso dos povos do nosso continente”. Nicolás considera preocuante a situação dos brasiguaios “São mais de 600 mil brasileiros ocupando terras no Paraguai, principalmente nas terras de fronteira. É uma verdadeira invasão. Área de fronteira é área de segurança nacional e não poderia ter brasileiros, mas sim paraguaios, mas a corrupção em todos os setores do governo paraguaio permitiu esse absurdo. E bastou os campesinos paraguaios se mobilizarem pela reforma agrária para a repressão e os interesses anti-nacionais desencadearam um massacre em Curuguaty e derrubar um governo legítimo. E quem são os golpistas? Os contrabandistas, os traficantes de armas e drogas, os fazendeiros brasileiros, a Monsanto, o embaixador norte-americano e os políticos e policiais corruptos.” www.comiteparaguai.blogspot.com

Jornal Água Verde  

Jornal do bairro Água Verde de Curitiba.