Page 1

o tratamento de รกguas na industria transformadora de cortiรงa


A Cortiรงa


A Água

A água é um elemento de primordial importância na maioria dos processos industriais. Na indústria de transformação de cortiça a água é um auxiliar de destaque no processo de fabrico, principalmente na cosedura da cortiça e lavação de rolhas. A qualidade da água é uma exigência para este setor industrial, quer pelos problemas que esta pode causar no processo de fabrico ou pelas exigências das Normas das Boas Práticas Rolheiras. Depois de usada no processo a água tem que ser descarregada no meio hídrico. A carga poluente que estes efluentes líquidos trazem do processo é extremamente prejudicial para o meio ambiente, por isso têm de ser tratados antes da sua descarga no meio recetor, não só por uma questão ética e cívica mas também para se cumprir a lei e evitar as pesadas coimas que estas más práticas implicam. Neste pequeno portfólio apresentamos algumas das soluções e equipamentos que a nossa empresa está habilitada a fornecer, com especial destaque para a industria transformadora de cortiça.

...porque a água é importante, conte connosco.


Águas de abastecimento e processo de fabrico A água proveniente dos furos e poços, na sua grande parte, não reúne as condições necessárias para o seu uso nos processos de fabrico da indústria corticeira. A presença de compostos indesejáveis provenientes da poluição dos solos e meios aquíferos, como metais pesados, nitratos e outros derivados da indústria ou agricultura, ou outros elementos naturais como o ferro, manganés ou calcário, criam enormes problemas na utilização da água nos processos de fabrico, circuitos de refrigeração, canalização e equipamentos. Por sua vez a água proveniente da rede de abastecimento público, embora seja de boa qualidade para consumo, a sua utilização é imprópria para este setor industrial, devido ao residual de cloro proveniente do seu tratamento e cuja presença não é recomendável para o setor. Por isso a água deve ser tratada e controlada antes de entrar na rede de distribuição. Despesas com sistemas de tratamento de águas de abastecimento não são simples gastos, mas antes investimentos na prevenção de problemas no processo de fabrico e gastos supérfluos com manutenção e por vezes substituição de equipamentos e canalizações, deteriorados pelas condições impróprias da água que utilizam no seu funcionamento. Sistemas de filtração, desinfeção, remoção de ferro, manganés ou calcário, são equipamentos seguros, eficazes e de funcionamento quase autónomo que evitam a maioria dos problemas apontados acima. Os custos deste tipo de equipamento, quer na sua aquisição quer na sua manutenção, são dentro do razoável. Sempre mais económicos que a manutenção ou substituição de equipamentos e canalizações ou possíveis paragens na produção devido a problemas originados pela má qualidade da água.


Águas da rede de incêndios ou depósitos de reserva Os sistemas de reserva de água para a rede de incêndios ou depósitos de reserva de água para o processo normalmente contêm grandes quantidades de água que, por muitas vezes, estão paradas por grandes períodos de tempo. Essas longas paragens permitem o aparecimento de algas, sedimentos e outros contaminantes que, muitas vezes e na hora em que essa água é necessária, originam enormes problemas como bloqueio de bombas, entupimentos nas canalizações e outros. A instalação de sistemas de filtração, arejamento e desinfeção é um processo de baixo custo e que evita a maioria de todos estes problemas.


Águas residuais e efluentes industriais líquidos As instalações fabris e os processos de fabrico originam a produção de águas residuais e outros efluentes liquidos que devem ser tratadas antes da sua descarga no meio recetor. Desde o normal efluente do tipo doméstico, passando pelas águas da caldeira de cosedura e as águas provenientes da lavação de rolhas de cortiça, estes efluentes contêm uma elevada carga de poluição que, se descarregados no meio hídrico e sem tratamento, são extremamente prejudiciais para o ambiente. As águas residuais de origem industrial, cosedura ou lavação, também podem ser descarregadas no coletor público, mas sempre após um pré tratamento que as deixe com os parâmetros dentro dos VLE (Valor Limite de Emissão) exigidos pela lei. Nos casos em que não exista rede pública de saneamento para a descarga, esta tem que ser feita no domínio hídrico público (rios, poços absorventes ou outros meios recetores indicados pelas respetivas autoridades). Aqui o tipo de tratamento é mais exigente pois os VLE são muito mais apertados.


A entrega de efluentes para tratamento no exterior é uma outra opção mas, na maioria dos casos, só resolve o problema administrativamente. Quando se contorna a lei enviando apenas uma parcela do volume de efluente para tratamento, este não é um ato ética e ambientalmente mais correto e torna esta prática numa falsa solução. Por esses motivos as autoridades ambientais ja estão alertadas para os factos e já estudam novas medidas para evitar estes abusos. Se esta opção fosse feita corretamente, com o volume total do efluente, os valores a pagar por metro cubico tratado, compensavam largamente a instalação de um sistema de tratamento adequado. a solução mais correta, ambientalmente honesta e eficaz para resolver este problema. Os custos de um equipamento destes não são tão elevados como à primeira vista se possa imaginar e os custos de operação são muito baixos. Estes sistemas funcionam de modo totalmente automático e com um minimo de intervenção de um operador. A sua montagem é muito compacta e transportável, requerendo por isso muito pouco espaço para a sua instalação. Só com esta opção as empresas conseguem uma Licença de Descarga, o unico documento válido perante a Lei e que só pode ser passado pela Agência Portuguesa do Ambiente, ex-ARH, ou a entidade regional gestora do saneamento, no caso do concelho de Santa Maria da Feira, a Indáqua Feira.


Águas residuais do tipo doméstico As águas residuais do tipo doméstico, provenientes das casas de banho e cantinas, podem ser descarregadas no coletor de saneamento público e sem qualquer tipo de tratamento, desde que a empresa esteja autorizada para tal. Para situações onde a rede de saneamento não existe ou é de dificil acessívilidade, a instalação de uma pequena estação de tratamento biológico é a opção mais prática e económica para resolver esta questão. Este tipo de equipamento é normalmente instalado no subsolo, sem impactos visuais nem cheiros. O seu funcionamento é totalmente automático e quase sem operador. Apenas exige pequenas intervenções para limpeza da grelha de desbaste e uma recolha periodica do excesso de lamas por uma auto cisterna apropriada. Este sistema de depuração, quando devidamente dimensionado, tem capacidade de tratamento de um efluente doméstico para atingir VLE que satisfazem as exigências de Lei.


Outros seviços e equipamentos Serviços Águas de consumo e residuais domésticas Águas de processo e consumo industrial Águas residuais industriais Águas de lazer Análises de Águas. Quimicas e Bacteriológicas Análises Específicas. Piscinas, Cortiça, Vinho, Residuais, etc. Equipamentos Filtração. Microfiltração, Ultrafiltração e Osmose Desferrização Descalcificação Desnitrificação Desinfeçao. UV, Ozono e Cloro Controlo. Caudal, pH, Redox, Cl, Condutividade, etc. Dosagem Dispensadores de água. Natural, Quente, Fresca, Gaseificada Depósitos. Polipropileno, Fibra, Aço e Betão Bombas. Submersiveis, Plasticas, Anti corrosivas, etc. Agitadores Arejadores Etc. Piscinas

Construção, Remodelação, Manutenção Bombagem, Filtração, Tratamento automático Aspiradores automáticos, elétricos e hidromecânicos Coberturas. Térmicas, Lona, Alumínio Deck em madeira compósita Relva artificial Acessórios decorativos


Quem somos Com uma vasta experiência no ramo do tratamento de águas, fruto de mais de 20 anos a trabalhar neste campo, já temos muita confiança e capacidade para enfrentar qualquer desafio que se nos apresente. A água é para nós um elemento familiar. Em 20 anos de trabalhos, já cometemos alguns erros, mas estes também serviram para melhorar o nosso “know how” de hoje. Trabalhamos em diversas áreas: piscinas, fontes, águas de consumo, saneamento básico, na indústria da cortiça, tintas, papel, ramo automóvel e outras. Esta diversidade proporcionounos um conhecimento generalizado dos problemas da água como nenhuma universidade pode facultar, só mesmo a experiência. Apesar dessa grande experiência, temos plena consciência de que ainda não sabemos tudo, mas para colmatar isso, reunimos um leque de parceiros tecnológicos com quem trocamos ideias e problemas técnicos, e assim as soluções aparecem. A nossa filosofia de trabalho é servir o cliente o melhor possível, pelo melhor preço possível. O fator preço não pode ser prioritário neste tipo de trabalho, nós damos prioridade á eficácia. A nossa relação com o cliente vai muito mais além da simples venda e instalação de um equipamento. O apoio continuado na operação, manutenção e, muitas vezes, legalização desse serviço são também uma das nossas imagens de marca. A longa experiência proporcionou-nos um vasto leque de conhecimentos técnicos e burocráticos que nos permite resolver de forma mais fácil alguns problemas aparentemente “bicudos”. Porque a água é importante, estamos ao dispor para tratar os vossos problemas com as águas.

+351 919 158909 americo.a.reis@gmail.com

agua e novas energias

rua m. do outeiro, 82 - Arm. 1 4520-462 rio meão - feira Portugal


...porque a ĂĄgua ĂŠ importante!...

news on time - Jan 2014

Tratamento de aguas na industria da cortiça  

Apresentação

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you