Page 1

Jornal

1 Aguarela

NA ESCOLA BÁSICA DA JUNQUEIRA

do Agrupamento de Escolas Dr. Carlos Pinto Ferreira Junqueira - Vila do Conde Abril de 2019 Ano XVII »N.º66»

NOTÍCIAS

ATIVIDADES

ARTES&LETRAS

DESPORTO ESCOLAR

ÚLTIMA PÁGINA

No dia 29 de março, participaram os nove alunos vencedores do 1.º, 2.º e 3.º ciclos do Agrupamento, no 15.º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que se realizou no Pavilhão Municipal de Pedrouços- Maia.

No dia onze de janeiro, as turmas do 9.ºano juntaramse para cantar “As Janeiras” aos Vila-condenses .


Com o segundo período terminado, terminaram também os almoços confecionados pelos nossos alunos do CEF. Ao longo das semanas, pudemos apreciar diferentes e variadas refeições, que começavam com uma entrada, seguida de uma sopa, do prato principal e de deliciosas sobremesas. Foi uma iniciativa muito apreciada por todos os que dela beneficiaram, que para além de ter oferecido refeições saudáveis e equilibradas, num ambiente tranquilo, proporcionou um agradável convívio. Queremos deixar aqui o nosso agradecimento a todos os que estiveram envolvidos nesta iniciativa e desejar aos nossos alunos, que vão partir para o seu estágio, muito boa sorte!

Sofia Pinto da Silva

FICHA TÉCNICA Jornal Escolar «Aguarela» aguarelajornal@gmail.com Diretor : José Henriques Propriedade: Agrupamento de Escolas Dr. Carlos Pinto Ferreira - Vila do Conde

No dia onze de janeiro, as turmas do 9.ºano juntaram-se para cantar “As Janeiras” aos Vilacondenses e a todos aqueles que atravessaram o caminho deste belo grupo de alunos bem animado, desejando-lhes um Feliz Ano Novo.

O grupo percorreu vários locais, entre eles, a Junta de Freguesia da Junqueira, a Câmara Municipal de Vila do Conde e a Feira de Vila do Conde. Todos os envolvidos nesta atividade transmitiram alegria e boa disposição, recebendo alegria e sorrisos das pessoas com quem contactaram, sendo que muitas delas se juntaram ao grupo, cantando e dançando. Dar um sorriso sincero e, ao mesmo tempo, envergonhado; dar um olhar de carinho e de esperança; sentir a vida, nem que seja por alguns minutos, com outro olhar, um olhar mais positivo; são pequenos gestos que fazem a diferença e estão ao alcance de cada um de nós. Os alunos que estavam com o “saco dos sorrisos” sentiram a simpatia e a vontade de ajudar da generalidade das pessoas com quem comunicaram. Foi uma atividade, na opinião dos alunos, muito enriquecedora a vários níveis, fundamentalmente a nível humano. Deste modo, gostariam que a atividade se repetisse nos próximos anos, sendo esta também a opinião dos docentes que os acompanharam nesta viagem. Um agradecimento aos professores de música, Joaquim Bento e Jorge Marinho, e à professora Sandra Pinheiro, a nossa acordeonista. Não podemos deixar também de agradecer, a todos os Diretores de Turma de 9.ºano, que colaboraram nesta iniciativa. Bem-haja a todos. [Alexandre Araújo, 9.ºB; Ana Filipa Silva, 9.ºB; Lara Rodrigues, 9.ºB]

Redacção e Composição: Alunos e professores do Agrupamento Coordenação: Sofia Pinto da Silva Colaboradores: Alunos e professores do Agrupamento Impressão: Tipografia Minerva, Vila do Conde Periodicidade: Trimestral Tiragem: 200 exemplares Depósito Legal: 291420/09

2


NA ESCOLA BÁSICA DA JUNQUEIRA No dia dezoito do mês três Houve uma surpresa especial, Os alunos da Junqueira Inauguraram o recreio e viram o seu potencial. Foi ver a alegria, Os sorrisos e os abraços, Mais uma linda iniciativa Que reforçou vários laços.

No dia 29 de março, participaram os nove alunos vencedores do 1.º, 2.º e 3.º ciclos do Agrupamento, no 15.º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos, que se realizou no Pavilhão Municipal de Pedrouços- Maia.

Um recreio diferente, Dois campos para jogar, Vários torneios diferentes Que se vão poder organizar. A todos que este sonho possibilitaram Queremos agradecer Por todos estes miminhos Que os ajudam a crescer. [Professora Cátia Coelho, escola básica da Junqueira]

passava à final o jogador que ficasse em 1.º lugar, em cada torneio. Dos 9 participantes do Agrupamento, 3 passaram à final (33%), sendo um aluno de cada ciclo! Foram resultados muito bons! Todos os alunos estão de PARABÉNS, PELO SEU ESFORÇO, DEDICAÇÃO E ATITUDE. Os alunos do nosso Agrupamento conseguiram excelentes resultados. Foi novamente a melhor escola do Concelho de Vila do Conde. Vejamos as posições dos nossos alunos a NÍVEL NACIONAL: - 3.º lugar: Mateus Rosmaninho Amâncio, da turma J3, da escola básica da Junqueira no jogo Rastros; - 9º lugar: João Amorim, do 6.ºA, no jogo Produto; - 12.º lugar: Ricardo Ferreira, do 8.ºE no jogo Produto. Os resultados podem ser consultados no site: https://cnjm15.wixsite.com/pedroucos/ resultados-final. PARABÉNS a todos os alunos do Agrupamento pelo seu empenho e determinação. PARABÉNS a todos os professores que direta ou indiretamente contribuíram para que estes resultados fossem possíveis. E PARABÉNS aos Encarregados de Educação e familiares. Os resultados obtidos só foram possíveis com um grande envolvimento de todos.

DE JOGOS MATEMÁTICOS MAIS UM LUGAR NO PÓDIO NACIONAL3.º LUGAR NO JOGO RASTROS, NO 1.º CICLO

À hora marcada, estavam todos os alunos e professores acompanhantes junto da escola. Logo que chegou o autocarro, dirigiram-se para as outras duas escolas que com eles partilharam o autocarro, permitindo, desta forma, uma maior aproximação entre os alunos e professores das escolas do concelho de Vila do Conde, que anualmente participam neste jogos. Chegáram à hora prevista e a viagem correu muito bem. Todos os alunos se esforçaram ao MÁXIMO, deram muita luta aos seus adversários, mas só

3

O Campeonato Nacional foi organizado pela Associação LUDUS, pela Sociedade Portuguesa de Matemática e pela Associação de Professores de Matemática. O Campeonato tem como principal objetivo incentivar e motivar os jovens para a aprendizagem da Matemática e ainda promover e divulgar os jogos matemáticos na vertente pedagógica, cultural e histórica. O 15.º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos foi uma atividade plena de sucesso. [As professoras: Ana Sofia Lopes, Lúcia Figueiredo e Lucília Pinto]


empresa que contribuiu com a doação do kit microbit utilizado na construção do robô “Junqueirinho- Dr. Play”.

O agrupamento de Escolas Dr. Carlos Pinto Ferreira, recebeu a 5ª reunião transnacional do projeto Erasmus+ “Dr. Play” entre os dia 5 e 6 de fevereiro de 2019. No dia 5 de fevereiro foi feita a apresentação do novo website do projeto desenvolvido pela docente Tania Costa: www.erasmusdrplay.com O website encontra-se disponivel na página do nosso agrupamento de escolas.

Todo o trabalho realizado pelos três países foi compilado no website. Todos os produtos: MANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA E SAÚDE; VOCABULÁRIO MULTILINGUE e o ANATOMY QUIZ , foram compilados em RECEITAS do DR. Play de acordo com o estado físico e emocional das crianças hospitalizadas. No dia 6 de fevereiro dia do Patrono foi feita a apresentação do robô “Junqueirinho Dr. Play” desenvolvido pelo Clube de Programação e Robótica em articulação com o 1º ciclo. A apresentação foi realizada pelos alunos do 8º A que frequentam o Clube: Rui Lapa e Diogo Amorim e contou com a presença da turma J3 que participou na realização do projecto. Entre os presentes esteve o representante da empresa DEVSCOPE,

A partir do projeto europeu Erasmus+ Dr. Play, que pretende promover a interação e a solidariedade entre as crianças que frequentam as escolas regulares e as crianças hospitalizadas, e baseado nos valores do Projeto Educativo deste Agrupamento de Escolas – Honestidade, Responsabilidade, Cidadania e Solidariedade, o Clube de Programação e Robótica criou um robô denominado Junqueirinho. Este robô foi criado para as crianças que frequentam as salas de aula hospitalares utilizarem e, de uma maneira inclusiva, interativa e lúdica, possam aprender ou relembrar os conteúdos programáticos do 1.º ciclo sobre o corpo humano. A criança, ao interagir com o robô, vai selecionar a opção que mais se adequa ao seu estado. O robô apresenta três opções: “sem bateria”, “com pouca bateria” e “100%”. De acordo com o estado selecionado, o robô vai-lhe passar uma receita, tal e qual um médico, para a ajudar a melhorar. As diferentes receitas estão numeradas e categorizadas, de acordo com os estados psíquicos propostos. No ecrã aparecerá o número da receita, que a criança deve consultar e seguir. Para o estado “sem bateria”, o robô passa-lhe uma receita em que a criança irá ouvir alguns acordes de uma música tradicional infantil e terá que descobrir qual é, a partir das opções dadas. É a receita “Consegues adivinhar?”. Para o estado “com pouca bateria”, o robô passa-lhe uma receita em que a criança irá realizar uma tarefa escolar mais lúdica. Poderá ser Palavras Cruzadas ou uma pergunta de Verdadeiro ou Falso?. Para o estado “100%”, ”, o robô passa-lhe uma receita em que a criança irá realizar uma tarefa onde irá testar os seus conhecimentos sobre o corpo humano. É a receita “Tu sabes?”. Depois de realizar a tarefa proposta, e não esquecendo que o objetivo final do robô é a aprendizagem, o robô sugere que, caso a criança tenha dúvidas sobre o assunto abordado na receita ou tenha errado mais de três opções, esta consulte a ficha do respetivo tema, como por exemplo o sistema digestivo, que estará devidamente identificada. Importa referir que o robô foi idealizado e criado pelos alunos do segundo e terceiro ciclo que frequentam o Clube de Programação e Robótica com a utilização de recursos já existentes no Clube, e pelos alunos do primeiro ciclo das turmas J3 e M4 com a orientação das docentes Berta Cardoso e Dalila Sousa, que contribuíram com a elaboração das fichas sobre os sistemas e órgãos do corpo humano e a seleção das canções tradicionais. O robô “Junqueirinho - Dr.Play” foi construído para ser oferecido ao IPO do Porto. Esta iniciativa em virtude das suas condições específicas, objetiva o combate ao isolamento social e o incentivo à partilha de recursos didáticos, através da inovação. [Tânia Costa]

4


JOGO CÁLCULO MENTAL

JOGO DE LÓGICA

Mobilidade de Aprendizagem Erasmus+ “Maths through Games” Foram realizadas neste período as mobilidades: C3 - “Blended mobility of school learners” e C4 - “Short-term join staff trainings events”, que decorreram de 11 a 15 de março de 2019 em Liubliana - Eslovénia. Estiveram presentes nas modalidades a delegação de professores de cada uma das instituições parceiras. Da equipa portuguesa estiveram presentes as docentes: Berta Cardoso docente do 1.º ciclo e Tânia Costa com os alunos: Catarina de Sousa Ribeiro - 6.ºC n.º6; Carolina de Sá Martins – 6.ºD n.º2; Mateus Alves Moura - 6.ºC nº. 22 e Carlos Maia Barbosa Lima - 6.ºC nº. 3.

No âmbito das mobilidades foram dinamizadas as seguintes atividades: Ensino da matemática em dois domínios matemáticos específicos "cálculo (as 4 operações)" & "lógica"; Experimentação de jogos matemáticos; Lições e workshops no campo da matemática; Participação em um desafio matemático interno na escola; Atividades da vida cotidiana ligadas à matemática (arquitetura, educação física, tecnologia, saúde ...); Produções estudantis: publicações no blog do projeto durante a mobilidade: artigos sobre as atividades matemáticas realizadas e sobre a experiência dos estudantes em movimento; Dinamização de aulas de matemática, para a apresentação e utilização dos jogos preparados por cada país parceiro. A apresentação dos jogos construídos pela equipa portuguesa foi feita pela docente Berta Cardoso.

Relato dos alunos sobre a mobilidade “Olá, eu sou o Carlos Maia Barbosa Lima e irei contar a maravilhosa experiência que vivi no projeto Erasmus+ que este ano de 2019 foi na Eslovénia, na cidade de Liubliana. Tudo começou numa aula completamente normal no Clube de Programação e Robótica numa quarta-feira. Estávamos todos muito bem, quando a professora Tânia Costa anunciou que, eu, a Catarina Ribeiro, a Carolina Martins e o Mateus Moura, iríamos representar o nosso país no projecto Erasmus+. Nós todos ficamos super felizes e a ligar aos nossos pais a contar a novidade. Estávamos mais ou menos em janeiro e iríamos de avião no dia 10 de março. O jovem Carlos, nervoso, como sempre, ficou muito ansioso que chegasse o dia 10 de março. No dia 10 de março nós comparecemos no aeroporto às 5 horas , sendo o voo às 6h30, porque tínhamos de estar lá para cumprir horários. Quando entramos no voo, estava eu, a Catarina, o Mateus e a Carolina, a professora Tânia e a professora Berta Cardoso que é professora da escola primária da Junqueira. o voo acabou perto das 8h30 e quando chegamos ao aeroporto de Malpensa em Milão, que é uma cidade de Italia fomos 6 horas de mini-bus para Liubliana. Quando chegamos ao hotel que se chama;"BB PARK HOTEL"eu falei com os representantes da Itália e ficamos logo muito amigos, fazendo jogos e jantar fora dias depois. Eu e os meus colegas fizemos amizades com Belgas, Polacos, Franceses, Italianos e as raparigas portuguesas com uma família eslovena e os rapazes com outra. Falando da família que eu e o Mateus visitamos, eles eram simpáticos. O apelido deles é: Rozánc. Eu adoro mesmo aquela família. Nesta viagem os meus melhores amigos de outros países são: o Milosz Rezepniewski, da Polónia, a Julia Jermolai, também da Polónia,o Bazile Jacqmin,da Bélgica, o Miha Rozánc (que é o rapaz da tal família que visitei),da Eslovénia, o Mattia Maestri, da Itália e o Simone Boccardo, também da Itália. Nós visitamos vários lugares tais como: uma cave com o "human fish", uma escola chamada Osnovna Sola Vic e também andámos de barco, porém o que nós fizemos principalmente foi jogar os jogos feitos pelos outros países. Voltamos a Portugal no dia 16 de março pelas 23:55h. Esta foi a minha história dos momentos que passei no projeto Erasmus+ e um pouco fora porque acho que também é importante falar o que se passou comigo antes da viagem. Espero que tenham gostado e um enorme obrigado às professoras Tânia e Berta por estarem comigo neste momento que para mim foi muito importante.” Carlos Maia Barbosa Lima - 6.ºC n.º 3

[Tânia Costa]

5


“Olá, chamo-me Carolina Martins e fui uma das alunas privilegiadas para fazer a viagem a Liubliana, Eslovénia de 10 a 16 de março com a professora Berta e a professora Tânia no âmbito do projeto Erasmus+. Este projeto consiste em fazer jogos em que se aprenda matemática através deles. Neste projeto desenvolvi o meu inglês, convivi com os outros países e fiz amigos de outras nacionalidades. Todos os dias de manhã ia tomar o pequeno-almoço no hotel, era delicioso mas diferente do que estávamos habituados a comer em casa. De seguida ia para a escola “Osnovna šola Vič”. Todos os dias aprendíamos e jogávamos os jogos dos outros países, cada país fez um jogo de lógica e outro de calculo mental. O meu preferido foi o de lógica da França que é sobre perspetiva. Portugal apresentou um jogo de lógica parecido com um puzzle, mas com indicações de onde tínhamos de colocar as peças. O de cálculo era para descobrir a resposta correta à operação. Houve dois dias (terça-feira e quinta-feira), que eu e a catarina fomos para a casa de uma menina chamada Ana. No entanto, houve um dia, quarta-feira, que fomos visitar a cidade e monumentos históricos. Fomos visitar uma gruta em que foi encontrado um animal chamado “human fish” (peixe humano), este animal consegue viver até cem anos e é branco como todos os animais que vivem na gruta, devido à falta de luz. O que eu mais gostei nesta viagem foi conhecer novas culturas, a comida, os monumentos, a escola. A todos os alunos que um dia poderão vir a fazer esta viagem, só lhes posso dar uma dica, quando a fizerem aprendam e conheçam coisas novas, aproveitem, mas o mais importante te tudo divirtam-se porque de certeza que vai ser uma viagem única. Queria agradecer especialmente à professora Berta e à professora Tânia por me terem escolhido para ir nesta viagem, queria também agradecer aos meus pais por me terem deixado ir.”

dos mais variados postais de amizade e respetivas caixas de correio, bem como, na escrita de versos e quadras em inglês com mensagens de carinho e ternura. Na atividade participaram ativa e entusiasticamente todas as turmas do 1.º ciclo das escolas básicas atrás descritas, tendo os alunos recebido individualmente um postal cujo remetente “misteriosamente” desconheciam. Mediante esta atividade propiciou-se o desenvolvimento de competências artísticas e linguísticas (em inglês), designadamente, as da escrita, da leitura e da audição, dado que os alunos leram os versos (dos seus postais) ao público assistente, versos que foram simultaneamente traduzidos para que “miúdos e graúdos” compreendessem o seu significado.

Carolina de Sá Martins – 6.ºD n.º2 “Foi uma enorme e agradável emoção quando recebi o convite da professora Tânia para esta viagem. No dia 10 de março pelas 05h30 minutos de 2019 estava no aeroporto para realizar a viagem pelo Erasmus+ para a Eslovénia e senti uma grande alegria porque era a primeira vez que ia andar de avião, já para não falar na ansiedade que esta viagem me estava a causar, pois iria sentir muitas saudades dos meus pais e irmão. Era um país de língua diferente e que estava longe da minha família. Entre as várias atividades efetuadas adorei tudo como a cerimónia na Câmara, andar de barco, visitar as grutas, a cidade e jantar com uma família eslovena. Vou ficar sempre com uma recordação para toda a vida, como foi a apresentação dos nossos jogos e da forma como fomos recebidos na escola pelos alunos e professores. Nós, os pais, sentimos um aperto no coração mas ao mesmo tempo ficamos orgulhosos por aquilo que ela alcançou, pois o sorriso dela na partida e à chegada, cansada mas com um sorriso de satisfação, valeu as saudades. Agradecemos à professora Tânia e á professora Berta porque sem elas esta viagem não era possível, a confiança que nos deram foi espetacular. Um muito obrigado ao agrupamento.” Catarina de Sousa Ribeiro - 6.ºC n.º6

Para assinalar a festividade de S. Valentim desenvolveu-se a atividade Love me Tender nas Escolas Básicas de Arcos, Bagunte, Junqueira, Rio Mau e Touguinha, nos dias 14, 18, 20 e 22 de fevereiro. Esta consistiu na criação e decoração

6

O grupo disciplinar de Inglês Curricular pôde ainda contar com a preciosa colaboração de alguns professores titulares de turma, que auxiliaram na decoração do exterior do postal, e da professora de inglês das AEC, que se dedicou à elaboração e decoração de postais das turmas do 1.º e 2.º anos. Atendendo a que alguns alunos estiveram doentes e não tiveram a oportunidade de elaborar o seu postal, as professoras de inglês criaram, elas mesmas, postais de forma a cobrir o universo total de alunos envolvidos para que nenhum deles se sentisse esquecido(a).


ALUNOS DE TOUGUINHÓ APRENDEM FORA DE PORTAS

No dia 3 de abril, nós, os alunos da Escola Básica de Monte – Touguinhó, fomos visitar a vacaria de dois alunos do ensino pré-escolar, os irmãos Inês e Delfim, em Touguinhó, a convite da mãe Alice. O transporte foi disponibilizado pela Junta de Freguesia da Touguinhó. Foi uma viagem muito curta e alegre! Fomos muito bem recebidos pelo avô Delfim e pela mãe Alice que nos levaram a ver as vacas a serem ordenhadas na sala de ordenha. Reparamos que as vacas adultas são animais de grande porte e muito pesadas! Na vacaria, vimos um corredor de vacas e vitelos alinhados que comiam palha. Os vitelos também beberam leite aquecido. Todos os animais tinham etiquetas de identificação nas orelhas. Alguns vitelos recuavam assustados e outros, mais aventureiros, lambiam as mãos dos meninos. As pessoas que trabalham numa vacaria fazem-no todos os dias do ano, pois tratar de animais e recolher o leite assim o exige. Vimos os silos com a comida das vacas (celagem), a fossa, a cama quente das vacas (terra revolvida com serrim), as vacas prenhas, e as vacas separadas num outro espaço na companhia de um enorme touro preto.

Também nos mostraram as novas áreas da futura vacaria que estão em obras.Ainda pudemos ver a capoeira com as galinhas, patos e perus para consumo doméstico. Conseguimos apanhar dois ovos.O almoço foi espectacular e ainda rebentámos balões com ovinhos de chocolate. A visita foi um sucesso! Queremos agradecer o convite da D. Alice e por toda a amabilidade que recebemos:

Obrigado por este dia MARAVILHOSO!

NA ESCOLA BÁSICA DA JUNQUEIRA

Na escola básica da Junqueira, dedicamos a última semana do período à Semana da Leitura. Assim, de 1 a 5 de abril foram diversas as atividades desenvolvidas em torno da leitura e dos livros. Iniciámos a semana com a ilustradora Dina Sachse que nos veio contar como se desenrola todo o processo de ilustração de livro. Mostrou-nos as ilustrações de um dos livros por si ilustrados, o “Sr. Rimas” e explicou todo o processo de criação. Foi muito interessante! No dia 2 de abril, os meninos do Jardim-de-infância deslocaram-se à biblioteca da escola sede do nosso agrupamento para assinalarem o Dia Mundial do Livro Infantil. No âmbito da articulação do préescolar com primeiro ciclo, a professora Sofia contou aos mais pequenos a história “O ciclo do Leite”. Ainda houve tempo para realizar um jogo muito divertido sobre os benefícios do consumo do leite e para fazer leite-creme. Que docinho que estava! Na quinta-feira contamos com a presença da professora bibliotecária, Inês Soares na nossa escola para dinamizar a atividade “Poesia a várias vozes”. Escutamos a história “Sábios como camelos” de José Eduardo Agualusa e, a várias vozes, declamamos um poema de Carlos Pinhão. Ao longo da semana, foram muitas as mães e pais que se deslocaram às salas de aula dos seus educandos para contarem uma história às crianças. Que momentos especiais! Ter a presença das famílias na escola é tão importante! E terminamos a semana em grande com poesia dramatizada. Os alunos do quarto ano encenaram o poema “Cores” do livro “Versos de Cacaracá” de António Manuel Couto Viana. E ainda escutamos a declamação do poema “Cantiga de mãe!” de Alice Vieira e “História de uma conta de somar” de Manuel António Pina, pelos alunos do terceiro ano. Queremos agradecer a todos que connosco colaboram para enriquecer ainda mais os nossos alunos! Que bela semana foi esta! [Os professores e Educadora da Escola Básica da Junqueira]

[Alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo de Touguinhó]

7


Os jogos apresentados referiam-se aos domínios do cálculo e da lógica. Tivemos a oportunidade de jogar, no domínio do cálculo, o jogo francês “The fireman”, os jogos belgas Mikado e Bingo e o jogo italiano “Reaching the number”. No domínio da lógica, tivemos a oportunidade de jogar o jogo esloveno “Last stick”, o jogo belga “Logicturpi” e o jogo português “Logic Challenge”. Não jogamos o jogo português de cálculo porque já o tínhamos experimentado – fomos o grupo de teste do jogo. Nós gostamos muito desta experiência. Para além de ser muito divertida, aprendemos mais e desenvolvemos o nosso cálculo mental, o raciocínio lógico e a nossa estratégia de jogo. Obrigado aos alunos Carlos, Carolina, Catarina e Mateus por se disponibilizarem a nos ensinar! [A turma J3, do 3.º ano de escolaridade da Escola Básica da Junqueira]

Na segunda-feira, dia 25 de março, a nossa turma, J3, recebeu a visita dos quatro alunos do 6.º ano que participaram na segunda mobilidade de aprendizagem do projeto europeu Erasmus+ Math through Games que decorreu na Eslovénia. Eles vieram à nossa sala, na companhia da professora Tânia Costa, para nos ensinar alguns dos jogos matemáticos que foram apresentados pelos vários países que participam neste projeto. A nossa turma estava organizada em quatro grupos e cada um dos alunos do 6.º ano era o monitor de cada grupo, descrevendo as regras de cada jogo e orientando as partidas. À medida que os jogos se foram realizando, foram sendo trocados pelos diferentes grupos.

Este ano, o JI da Junqueira, entrou no projeto Heróis da Fruta, promovido pela APCOI, que, tal como o nome sugere, promove uma alimentação saudável, prevenindo a obesidade infantil. Este ano, a Missão do Projeto era “Sorrisos Saudáveis”.

O projeto terminou em fevereiro, com a elaboração de um vídeo, protagonizado pelas crianças, que entrou num concurso a nível nacional (continente e ilhas), junto com mais 823 outros vídeos de outras escolas. É com muito orgulho que comunicamos que ficamos em 1º lugar no Distrito do Porto e em 5º a nível Nacional. Agora vamos a Lisboa, participar no 1º festival dos Heróis da Fruta, no dia 18 de maio. [Paula Neto]

8


No passado dia 4 de abril, apesar do tempo não ter ajudado, na EB de Bouçó – Rio Mau, realizou-se uma “Easter egg hunt” com a turma BRM3, no âmbito da atividade intitulada “The other half: da partilha à amizade”. Os alunos responderam a várias questões em inglês, fazendo uma revisão dos conteúdos lecionados. Como prémio, deliciaram-se com saborosos “chocolate eggs”. Aqui está o registo de alguns dos momentos .

belo dia na companhia de muitos jovens estudantes de muitas escolas do norte do país. 2019 é um ano muito especial para os Químicos pois é o Ano Internacional da Tabela Periódica dos Elementos Químicos. Em 1869 o Químico russo Dmitry Mendeleev criou o Sistema Periódico dos Elementos Químicos. Passados 150 anos celebramos a criação desse instrumento que nos permitiu e permite prever as propriedades dos elementos na Terra ou em qualquer parte do Universo e este foi o tema central da semifinal das Olimpíadas da Química Júnior. [Projeto “Jovens Cientistas”]

[Sara Castro]

A Sociedade Portuguesa de Química voltou a convidar o nosso Agrupamento a participar nas OLIMPÍADAS DE QUÍMICA JUNIOR. Dissemos que sim e os nossos alunos tiveram, uma vez mais, um belo desempenho. Pese embora o processo de inscrição do Agrupamento e de preparação de toda a documentação tenha começado bem mais cedo, para os nossos alunos tudo começou no dia 27 de fevereiro quando 31 alunos do oitavo ano e 19 alunos do nono ano realizaram uma prova de seleção que apurou os três alunos que nos representaram na semifinal das Olimpíadas na cidade do Porto. A Ana Rita, o Filipe Campos da turma A do nono ano e a Daniela Pereira da turma A do oitavo ano formaram a nossa equipa, os Protões, que no dia 6 de abril, bem cedo, se encontraram na estação de metro de Vila do Conde e, na companhia de um professor de Física e Química, rumaram à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto para passarem um

Estando as turmas do 7º ano a estudar vocabulário relativo às atividades de tempos livres, nomeadamente, os desportos, foi-lhes apresentado o Padel por ser o desporto mais praticado em Espanha, a seguir ao futebol, sendo este, assim, um conteúdo cultural. A verdade é que, também em Portugal, a modalidade tem registado, nos últimos tempos, um enorme crescimento no panorama desportivo nacional. Reconhecendo a importância dos jovens para a sustentabilidade desse crescimento, a Federação Portuguesa de Padel e a Direcção-Geral da Educação celebraram, inclusivamente, um "Protocolo de Cooperação Institucional" para o desenvolvimento da modalidade. Uma vez que estas turmas manifestaram interesse em conhecer o desporto, a disciplina de Espanhol, em interdisciplinaridade com a disciplina de Educação Física, promoveram um contacto com a modalidade, no Mar Padel, Leça da Palmeira, no dia 3 de abril, onde os alunos participaram num workshop da modalidade. Nesta atividade participaram as turmas D, E e F, acompanhados pelos professores Joaquim Páscoa, Mariana Xavier, Valéria Gomes, Mário Mineiro e Cristina Figueiredo. [Mariana Xavier]

9


Das várias iniciativas realizadas inerentes ao projeto Parlamento dos Jovens, que a seguir descrevemos e que não constam do Jornal Aguarela de dezembro, salientamos com enorme satisfação o civismo e a responsabilidade com que os alunos encararam todas as etapas deste projeto.

putados; Lista D, da turma 7.ºA, três deputados; Lista E, da turma 7.ºF, dois deputados; Lista F, da turma 9.ºC, quatro deputados.

Dezembro No dia treze de dezembro reuniram em plenário todas as turmas envolvidas no projeto, sendo que cada turma apresentou os dez candidatos da sua lista a deputados, bem como o seu “programa eleitoral”. Deste modo, todos os presentes tomaram conhecimento das medidas propostas por cada turma e das respetivas fundamentações, no âmbito do tema “Alterações Climáticas-Salvar os Oceanos”. Apesar do nervosismo evidente em alguns alunos, sinónimo de responsabilidade e da importância do momento, todos defenderam o seu “programa eleitoral”, não apenas na apresentação do mesmo, mas também aquando das questões colocadas pelos colegas das outras listas. No dia dezasseis, reuniram em assembleia os trinta e um deputados com o objetivo de aprovar o “Projeto de Recomendação do Agrupamento de Escolas Dr. Carlos Pinto Ferreira”, bem como eleger os três alunos que iriam representar a Escola na Sessão Distrital, nos dias onze e doze de março, no Fórum da Maia. Ana Rita Viso e Miguel Ramalho, do 9.ºA, e Alexandre Araújo, do 9.ºB, foram os deputados eleitos para a Sessão Distrital, tendo a missiva de defender as seguintes medidas que constam no Projeto de Recomendação referido anteriormente: 1) O governo deve investir em grupos universitários de investigação com a missão de construírem novos filtros para as chaminés 100% eficazes na retenção dos gases poluentes libertados pela indústria. 2) Promover a fertilização em massa de plantas marinhas nos oceanos para reduzir aquecimento global. 3) Criar benefícios de modo a promover uma maior utilização de energias renováveis tanto por parte dos consumidores como dos fornecedores.

Janeiro A Campanha Eleitoral ocorreu nos dias quatro e sete de janeiro, havendo uma grande euforia por parte das várias listas com o objetivo da conquista do voto. Desde cartazes e pequenos papéis promocionais, até à oferta de pequenas lembranças, foram estas as estratégias utilizadas pela generalidade das turmas envolvidas. No dia nove realizaram-se as eleições. A mesa de voto foi colocada no 1.ºpiso, junto aos cacifos dos alunos, estando sempre presentes elementos da Comissão Eleitoral e das listas envolvidas nas eleições. 67,4%

dos alunos da escola exerceram o seu direito de voto, revelando responsabilidade, respeito e educação no exercício deste ato, uma vez que em alguns intervalos a fila para votar era longa. No final do dia nove de janeiro, foram apurados os resultados na presença de elementos da Comissão Eleitoral e de dois alunos de cada lista levada a sufrágio. A lista B, da turma 9.ºA, ganhou as eleições, elegendo, de acordo com a percentagem de votos alcançados, dez deputados. Aplicando-se o Método D`Hondt, apurou-se os seguintes resultados: Lista A, da turma 8.ºA, três deputados; Lista C, da turma 9.ºB, nove de-

10

Fevereiro

No dia seis de fevereiro recebemos na nossa Escola o Sr. Deputado da Assembleia da República, Dr. Virgílio Macedo, que presenteou os presentes com uma pequena palestra sobre o funcionamento da Assembleia da República, abordando, também, o tema em debate nesta edição do Parlamento dos Jovens: “Alterações Climáticas- Salvar os Oceanos”. Após auscultarmos alguns dos alunos presentes nesta sessão, estes confidenciaram-nos que a mesma foi importante e enriquecedora. No final da sessão, o Sr. Deputado acedeu, gentilmente, responder a algumas questões, que a seguir apresentamos.


No seu dia-a-dia, e como cidadão, que práticas executa com a finalidade de proteger o Meio Ambiente? Por exemplo, faço separação de lixo, utilizo muitos transportes públicos em detrimento do uso do carro, tento que não haja desperdício alimentar, sendo, esta última, uma área interessante que os jovens podem explorar. Nós, países desenvolvidos, desperdiçamos muita comida e, está provado, desperdiçamos entre 30% a 40% da comida que produzimos. Reparem a cadeia de produção; o que produzimos, o gasóleo, o trabalho, o esforço, o esforço sobre a terra para produzir comida e, depois, deitamos fora uma enorme quantidade de comida. Esta é uma área em que Portugal deve dar muita atenção e deve ter uma maior consciencialização para que não haja desperdício alimentar.

Quando tinha a nossa idade, qual a profissão que gostava de ter? Quando tinha a vossa idade gostava de ter a profissão que tenho: economista e trabalhar diretamente com crianças. Quando e porque é que a política entrou na sua vida? Sempre gostei de ter participação cívica e de ter opinião relativamente ao que se estava a passar no nosso país e no nosso mundo. Por uma coincidência de vários fatores, em 2003/2005 entrei na política através de uma comissão politica distrital de um partido do distrito do Porto. Nessa comissão, passei de membro a tesoureiro, de tesoureiro a secretáriogeral, de secretário-geral a presidente da comissão politica distrital e, finalmente, deputado. Como é que gere o seu tempo com a família? Esse é o principal problema da política. Estou no Porto, e com a minha família, aos fins-de-semana e à segunda-feira, pois nos restantes dias estou em Lisboa. Acresce referir, que muitos sábados são passados a trabalhar porque tenho muitas reuniões políticas. E, efetivamente, às vezes a vida particular/familiar fica um pouco prejudicada. Consequentemente, a minha filha fica, também, um pouco prejudicada com a ausência dos pais, embora já esteja habituada a este biorritmo. Efetivamente, tenho poucos tempos livres em casa, fruto desta atividade que muitas vezes é um pouco irracional em termos de utilização de tempo - de roubo de tempo à família, que é dramático. Como deputado, que decisão mais difícil teve de tomar? A decisão mais difícil que tive que tomar foi a implementação de medidas, entre 2011 e 2015, que sabia que ia prejudicar o bem-estar dos portugueses, dos cidadãos. Mas, na conjuntura que estávamos, não tínhamos alternativa. Naquela altura, Portugal estava altamente condicionado e foi obrigado a implementar medidas que foram votadas na Assembleia da República e que, obviamente, afetou o bem-estar dos portugueses. Foi a única forma que existiu, na altura, de tentarmos que o nosso país ainda não tivesse mais dificuldades, permitindo que hoje a situação esteja um pouco melhor e que estejamos a recuperar a nossa normalidade em termos de governação. Cortes nos salários ou retirar o subsídio de Natal aos funcionários públicos, são exemplos das decisões difíceis que tivemos que tomar, que continuo a considerar que foram as certas.

No âmbito das alterações climáticas, se tivesse o poder, económico e político, de proteger a vida futura de cada um de nós, que medida prática de imediato implementava? Implementava uma medida rigorosa em relação aos plásticos. O plástico é um veneno que devemos evitar e, por isso, fazia uma taxação agressiva relativamente a práticas não ambientais, ou seja, devemos transformar o Ambiente num negócio no sentido positivo e não negativo, pois deste modo tudo avança rapidamente. Se penalizarmos fortemente quem não tem boas práticas ambientais, a sociedade, do ponto de vista economicista, adapta-se muito mais rapidamente e é esse impulso que devemos dar. Devemos também dar benefícios a quem tem um comportamento ambiental correto.

Março Nos dias onze e doze de março, como já foi referido, a Ana Rita Viso, o Miguel Ramalho e o Alexandre Araújo, representaram com excelência a nossa Escola, na Sessão Distrital, alcançando a 12.ª posição, num universo de sessenta e cinco escolas. Nestes dois dias, os alunos debateram, votaram e aprovaram o Projeto de Recomendação do círculo do Porto, elegendo os deputados que irão representar, este círculo, na Sessão Nacional, em junho. Entrevistamos a aluna Ana Rita Viso sobre o ambiente vivido na Sessão Distrital, como deputada, tendo a mesma referido o seguinte: “… foram bons momentos, com um bom ambiente entre os deputados das inúmeras escolas, sendo evidente alguma competitividade entre os mesmos o que, também, é importante. Penso que foi uma experiência muito enriquecedora, na qual desenvolvemos as nossas capacidades de expressão e de comunicação.” [Alice Fonseca, Ana Paula Costa, Matilde Nova do 9.ºA Alexandre Araújo, Ana Filipa Silva e Lara Rodrigues do 9.ºB]

Pode-nos contar um momento feliz que tenha vivido como deputado? Os momentos felizes também existem. Por exemplo, vir a uma escola é um momento feliz ou quando somos reconhecidos, num café ou num restaurante, pelo trabalho que realizamos também é um momento feliz. No entanto, como deputado estou na Assembleia para trabalhar e não para ser reconhecido, pois tenho consciência que estou na Assembleia para servir um coletivo, estou ao serviço dos nossos concidadãos e estou numa missão. Todos nós (deputados) devemos, todos os dias, exercer o nosso mandato, a nossa missão, de forma rigorosa e séria porque os portugueses confiam em nós e, por isso, não devemos defraudar as expetativas e a confiança dos mesmos.

11


Desafios Seguranet A sociedade atual coloca-nos desafios inquietantes. A participação de jovens e adolescentes nos inúmeros ambientes virtuais é uma realidade incontornável e o tempo que passam na Internet através dos computadores ou dos dispositivos móveis é cada vez maior. É na escola que os aparelhos digitais são utilizados pelos estudantes, desde os telemóveis, tablets, ipods, Ipad, notebook e outros dispositivos com acesso à internet. Com o advento das tecnologias mudam os processos produtivos, as relações sociais e o professor é desafiado a ser um profissional autónomo, criativo, crítico, cooperativo e gerador de novas ideias e práticas. A escola, na sua missão educativa, tem uma palavra a dizer na consciencialização dos alunos para uma utilização responsável da Internet e na formação contínua da sua comunidade docente. Assim, ao longo do ano letivo serão implementadas diversas atividades no âmbito da segurança digital, contribuindo para que as nossas crianças sejam jovens esclarecidos e conscientes na navegação segura da internet. Pretendemos ainda servir de guião à comunidade, maximizando os benefícios que a internet tem para oferecer, evitando todas as situações de risco. Atividades realizadas:

Workshop Escola Virtual

Ação de Formação “Plataformas Digitais”

Podes encontrar jogos em http://portal.agrupajunqueira.pt/ index.php/8-agrupamento/137jogos-realizados-pelos-alunos e https://padlet.com/ EDCPF/7ggyzyjs04vn

Sessão Cyberbullying proposta pelo GID em parceria com o Projeto Segurança Digital e a GNR

Mês da Cibersegurança

12


Para mostrar aos alunos que existem outras formas de comunicação, e não somente aquelas que requerem o acesso à internet, e pôr em prática os conceitos aprendidos sobre a carta e a sua estrutura, os alunos escreveram, em sala de aula, diversas cartas com vários destinatários.

Escritora Palmira Martins na EB1 de Medados – Touguinha

De entre elas surgiu uma carta diferente, repleta de afeto, iluminada pela saudade e pela satisfação de “estar conversando” com um ente querido.

Vila de Conde, 26 de janeiro de 2018

A EB de Medados tem implementado uma cultura de motivação para a leitura nos seus alunos, ao longo dos anos, sob o lema “A leitura liberta”. À semelhança do que tem sido feito nos últimos anos, no passado dia 14 de março decorreu a atividade “A escritora vem Escola”. Recebemos Palmira Martins que, tendo sido professora do 1º ciclo durante grande parte de sua vida, é agora autora de livros infantis. Trouxe-nos a sua obra “Conversas de capoeira e muita brincadeira”. Preparámos a visita com a elaboração de trabalhos resultantes da exploração das temáticas das histórias desta escritora, que serviram de decoração à sala onde iria decorrer esta atividade. Palmira Martins iniciou a sua narração com a história “Conversas de capoeira e muita brincadeira” com apoio multimédia, a que se seguiu uma abordagem de outras obras de sua autoria que foram enriquecidas com acompanhamento musical, de guitarra clássica ao vivo, sendo que as peças tocadas foram compostas especificamente para as histórias apresentadas, e terminou com o convívio direto com as crianças e com uma sessão de autógrafos. Foram momentos de alegria e boa disposição, com as crianças a envolverem-se com entusiasmo sentindo-se incentivadas ao gosto pelos livros. Este intercâmbio autora-leitor promove o gosto pela atividade literária e pela leitura.

Olá avô Manel, Como estás? O meu nome é Inês Ribeiro Borda, tenho onze anos e nasci dia 13 de dezembro de 2007. Tenho cabelo loiro e olhos azuis, adoro chocolate e conviver com os meus amigos e família. Escrevo-te esta carta pois não tive a chance de te conhecer e é algo que me deixa triste. Criaste quatro filhas fantásticas e simpáticas que só falam bem de ti, tenho a certeza que eras uma pessoa fantástica. Eu gostaria de te poder perguntar qual era o teu gelado favorito (o meu é da Haggen Dazz, eles fazem gelado de frutos vermelhos com cobertura de chocolate), qual era a tua ocupação favorita, se praticavas desporto ou qual era a tua estação do ano preferida... Eu sei que adoravas o Natal e o Benfica, nisso somos parecidos, eu adoro o Natal até mais que o meu próprio aniversário e eu adoraria se pudesses lá estar. Quando eu crescer, irei enfeitar a minha casa no Natal, dos pés à cabeça, tal como tu fazias! Adoro isso.... E eu também sou do Benfica, sou sócia até. No meu aniversário, eles mandam-me mensagens a desejar um bom aniversário. Eu fiquei com algumas coisas tuas, como a tua colher do Benfica, as tuas lindas miniaturas de louças antigas... algumas eu parti... desculpa... Sabes, a tua família tem vindo a crescer! Nasceram mais duas netas, para além de mim. A Carolina é a primeira filha da Paula. A Carol tem sete anos e o seu aniversário é três dias antes do meu. É muito animada e simpática, tem cabelo loiro e olhos azuis, tal como eu. A irmã dela chama-se Matilde, nasceu há pouco tempo, tem cinco meses. O pai delas chama-se Paulo, tu chegaste a conhecêlo. A Paula e o Paulo moram em Moçambique com as filhas, mas vem nos visitar frequentemente. O meu irmão, não sei se te lembras dele, era bebé quando partiste. Chama-se Henrique, ele só tem notas excelentes e é um jogador de futebol muito bom! Ele tem doze anos e está no oitavo ano. A Bá está no décimo segundo ano, toca clarinete na banda filarmónica da Póvoa de Varzim e já foi nomeada duas vezes para melhor música do ano. O Pedro foi aceite na Universidade do Minho por ser bom a tocar trompete, e quando tocava na banda filarmónica foi eleito o melhor músico do ano. E assim vive esta tua família que sente saudades tuas. Voltarei a escrever-te com mais novidades.

Inês Ribeiro Borda

13


No decorrer deste período, os alunos da nossa escola participaram em todas competições externas de Desporto Escolar do grupo/equipa de Badminton. Nos encontros realizados nos dias 9 e 16 de fevereiro e 2 e 9 de março, competiram alunos das escolas de Vila do Conde: EB Dr. Carlos Pinto ferreira, EB D. Pedro IV- Mindelo e EB Frei João. A nossa escola terminou esta fase da competição (CLDE- Vila do Conde 1) com os seguintes resultados de destaque:

No escalão Iniciados feminino, a Carolina Silva- 1.º lugar, a Isabel Gomes- 2.º lugar e a Joana Silva- 3.º lugar do ranking.

Na competição de pares, no escalão de Iniciados os nossos alunos alcançaram os seguintes resultados: em Pares Femininos: 1.º lugar-Isabel Gomes/ Beatriz Lopes e em 2.º lugar- Joana Silva/Lara Costa No escalão Infantis B masculino, o Tiago Alves- 2.º lugar e o Diogo Ferreira- 3.º lugar, do ranking. No escalão Inf B feminino, a Paula Fernandes- 2.º lugar e a Lara Neto3.º lugar, do ranking

.

Em Pares Masculinos: 1.º lugar-Miguel Ramalho/ Igor Silva e em 2.º lugarHélder Ferreira e Jorge Figueiras.

No escalão Iniciados masculino, o Miguel Ramalho- 1.º lugar, o Hélder Ferreira- 2.º lugar e o Igor Silva- 3.º lugar, do ranking.

Em Pares Misto: 1.º lugar-Carolina Silva/Hélder Ferreira e em 2.º lugar- Isabel Gomes/ Igor Silva.

14


Realizou-se no dia 2 de março, na Póvoa de Varzim, o 11.º Encontro Regional de Natação. Aqui fica o registo fotográfico da representação da nossa escola.

No dia 20 de março realizou-se a prova Mega Sprinter em Vila Nova de Gaia, no estádio das Lavandeiras. Os alunos da nossa escola estiveram representados em todos os escalões, quer no género masculino quer no feminino, competindo nas provas de mega sprint-40m e mega salto. Os resultados foram muito bons, destacando-se a nossa aluna Inês Costa que venceu a prova de Mega salto Infantis A Feminino. Esta aluna conseguiu, assim, o apuramento para a mesma prova a nível Nacional, XV Mega Sprinter, que se realizou em Faro, nos dias 5 e 6 de abril, onde obteve um brilhante 7.º lugar a nível Nacional!

O Nelo e a sua empresa, a maior referência mundial da construção de Kayaks, são amigos de longa data do nosso agrupamento, tendo por várias vezes oferecido equipamentos aos nossos alunos. Desta vez, reforçou essas ofertas com um equipamento de som, imprescindível às aulas de Educação Física e, em particular, à aplicação do programa FITescola® - que tem como objetivo avaliar a aptidão física e a atividade física de crianças e adolescentes. Para o efeito, integra uma bateria de testes dividida em três áreas, a Aptidão Aeróbia, a Composição Corporal e a Aptidão Neuromuscular. O som é parte integrante da aplicação destes testes que de outro modo não poderiam ser aplicados e assim, despertar os nossos jovens alunos para a importância da prática da atividade física na sua saúde e no seu futuro. Estamos gratos por, também deste modo, a empresa Nelo exercer a cidadania que tanto pode contribuir para um mundo melhor.

15


No dia seis de fevereiro de 2019, como em todos os anos letivos anteriores, celebrou-se o “Dia do Patrono” na nossa Escola. Este é um dia diferente, podendo até mesmo considera-lo especial, no qual os alunos realizam atividades e aprendem, não apenas conhecimentos, de um modo mais cativante e, fundamentalmente, são dias como estes que aproximam alunos dos vários ciclos, fomentando-se, também, os laços entre alunos e professores. As atividades nesse dia são inúmeras, sempre com muita música e alegria contagiante: jogos desportivos, jogos de tabuleiros/cartas/online, concursos, sessões de cinema/documentários, … Para os 9.ºanos pode considerar-se que foi ainda mais especial, pois os alunos em causa realizaram as suas “Feirinhas”, apresentando um vasto leque de produtos/alimentos, entre outros, fruta, legumes, sumos, sem esquecer os belos doces confecionados pelos familiares destes alunos. Foi evidente o trabalho de equipa, de cumplicidade e de união entre os alunos de cada turma, bem como entre os vários alunos das diferentes turmas de 9.ºano. Obrigado aos familiares dos alunos de 9.ºano que contribuíram ativamente para o sucesso desta atividade, sem esquecer, também, os vários elementos da Comunidade Educativa que passaram junto das “Feirinhas”, distribuindo sorrisos. Para finalizar, gostaria de reforçar mais uma vez, que este dia foi importante para aumentar os nossos conhecimentos, fomentando a aprendizagem, para fortalecer laços afetivos através do trabalho de equipa e para aumentar os sorrisos no rosto e no olhar de todos, e em parti cucular, em cada um de nós. [Lara Rodrigues, 9.ºB]

16

Profile for Agrupamento Dr Carlos Pinto Ferreira

Jornal Aguarela abril de 2019  

Jornal Aguarela abril de 2019