Page 1

ESCOLA BÁSICA DE RATES APRESENTAÇÃO

Eco-Escolas Ano Lectivo 2011/2012


O QUE É O PROGRAMA ECO-ESCOLAS - Programa Internacional, desenvolvido em Portugal desde 1996. - Pretende encorajar acções e reconhecer e premiar o trabalho desenvolvido pela escola na melhoria do seu desempenho ambiental, gestão do espaço escolar e sensibilização da comunidade, no âmbito da Educação Ambiental e/ou Educação para o Desenvolvimento Sustentável. - Pretende estimular o hábito de participação e a adopção de comportamentos sustentáveis no quotidiano, ao nível pessoal, familiar e comunitário. - Fornece uma metodologia, formação, enquadramento e apoio a muitas das actividades que as escolas desenvolvem. - Visa contribuir para a criação de parcerias locais na perspectiva de implementação da Agenda 21 Local.


QUAIS OS TEMAS A ABORDAR? - Temas principais : água, resíduos, energia. - Temas do ano : agricultura biológica, floresta. - Temas complementares: educação para a saúde.


PROGRAMA ECO-ESCOLAS A metodologia do Programa Eco-Escolas envolve a adopção de Sete Passos: 1. Conselho Eco- Escolas 2. Auditoria Ambiental 3. Plano de Acção

4. Monitorização e Avaliação 5. Trabalho Curricular 6. Informação e Envolvimento da Comunidade Local 7. Eco-Código


CONSELHO ECO-ESCOLAS O que é o Conselho ECO-Escolas? É a força motriz do projecto e deve assegurar a execução dos outro seis passos. Quais são as competências do Conselho Eco-Escolas? - Implementar a auditoria ambiental; - Discutir o plano de acção; - Monitorizar e avaliar as actividades; - Coordenar as formas de divulgação do Programa na escola e Comunidade.


CONSELHO ECO-ESCOLAS Que representantes deverá ter o Conselho Eco-Escolas? - Professor coordenador (que preside às reuniões); - Representantes dos alunos (2º e 3º ciclos); - Representante dos professores de várias áreas curriculares; - Representante do pessoal não docente; - Representante dos encarregados de educação;


CONSELHO ECO-ESCOLAS Que representantes deverá ter o Conselho Eco-Escolas? - Representante do órgão de gestão; - Representantes de elementos externos à escola (por ex: Autarquia, Junta de Freguesia, Associações de Defesa do Ambiente, Empresas, Órgãos de Comunicação Social Locais, etc.). Nota: Por mais informal que seja o Conselho Eco-Escolas, deve ser representativo de todas as partes envolvidas neste programa e deve manter em actas o registo de todas as reuniões realizadas bem como das decisões tomadas.


CONSELHO ECO-ESCOLAS Quais as competências do professor coordenador no Conselho Eco-Escolas? - Formar um Conselho Eco-Escolas (através de convite escrito), garantindo assim um compromisso mais sério por parte dos elementos do Conselho Eco-Escolas; - Gerir o programa articulando as actividades com os vários elementos do Conselho Eco-Escolas e com os colegas;

- Agendar as reuniões necessárias (mínimo 3 por ano) e informar por convocatória, indicando a ordem de trabalhos, a todos os elementos do Conselho Eco-Escolas.


CONSELHO ECO-ESCOLAS Quais as competências dos elementos do Conselho Eco-Escolas? - Comparecer a todas as reuniões convocadas pelo professor coordenador; - Elaborar uma acta por cada reunião (no início de cada reunião eleger um secretário o qual ficará responsável pela elaboração da acta);

- Assegurar a comunicação da acta ao órgão de gestão (caso este não faça parte do Conselho EE) e a toda a comunidade escolar; - Ajudar na elaboração do Regulamento do Conselho Eco-Escolas; - Assegurar que os outros seis elementos são adoptados planeando a sua implementação;


CONSELHO ECO-ESCOLAS Quais as competências dos elementos do Conselho Eco-Escolas? - Assegurar a participação activa dos alunos no processo de decisão do Programa; - Assegurar que as opiniões de toda a comunidade escolar são tidas em consideração e, sempre que possível, postas em prática;

- Estabelecer a ligação com a estrutura de gestão da escola e com a comunidade local; - Assegurar a continuidade do Programa.


AUDITORIA AMBIENTAL A Auditoria Ambiental pretende caracterizar a situação existente, para identificação do que necessita de ser corrigido e/ou melhorado.


PLANO DE ACÇÃO Anualmente deverá ser aprovado um Plano de Acção pelo Conselho Eco-Escolas, elaborado com base na Auditoria Ambiental. Este Plano de acção que estrutura as actividades “Eco-Escola” deverá: - ser um plano escrito; - ter metas que sejam consideradas objectivos realista. As metas devem ser de preferência quantificáveis, devendo para isso estar associadas a indicadores;


PLANO DE ACÇÃO - definir, medidas a implementar, acções, actividades que permitam atingir os objectivos/metas a que se propõe;

-

deve

considerar

prazos

realistas

para

a

sua

concretização;

- sempre que possível, deve estar de acordo com o currículo escolar, podendo eventualmente ser completado em actividades de complemento curricular.


MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO O Conselho Eco-Escola quando reúne, deve preocupar-se em discutir a forma como está a decorrer o Plano, o que pode ou deve ser alterado, sugerir novas actividades, etc.

A Monitorização deve efectuar-se com base em indicadores, cuja evolução no tempo deve ser registada. O registo de alguns indicadores ao longo do tempo, por exemplo, mês a mês, permite medir a evolução do desempenho ambiental da escola. Deve existir o envolvimento dos alunos no processo de monitorização das acções previstas no Plano de Acção. O Plano de Acção é dinâmico, pelo que, durante a sua execução e, caso seja necessário, deverão ser introduzidos ajustamentos.


TRABALHO CURRICULAR O princípio que serve de base às Eco-Escolas é o de que os assuntos ambientais que são estudados na sala de aula devem influenciar a forma de funcionamento da Escola. Os trabalhos realizados nas aulas não devem restringir-se a essa turma. Toda a escola deve ser informada e estimulada a tomar medidas.


INFORMAÇÃO E ENVOLVIMENTO DA ESCOLA E DA COMUNIDADE LOCAL Deve fazer-se um esforço de envolvimento de toda a Escola e da Comunidade Local. Esse objectivo pode ser alcançado através da realização de exposições e outros eventos especiais, por forma a focar a atenção da comunidade no trabalho desenvolvido, realçando a evolução do desempenho ambiental da escola.

É fundamental que todos os alunos e restantes elementos da escola tomem conhecimento da participação da escola no Programa Eco-Escolas.


ECO-CÓDIGO O Eco - Código é uma declaração de objectivos traduzidos por acções concretas que todos os elementos da comunidade escolar, alunos, professores e funcionários, devem seguir.


Preserva o ambiente, salva o planeta.

Apresentascolas  

Liivro com a apresentação do Eco-Escolas.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you