Issuu on Google+

Informativo da Paróquia das Graças, Recife (PE) | Ano XXI | Nº 03 | 09/09/2006

Como ler a Bíblia No mês da Bíblia, o Porta-Voz traz uma texto recente de Bento XVI

Antes de tudo, é preciso dizer que se deve ler a Sagrada Escritura não como um livro histórico qualquer (...); é preciso lê-la realmente como Palavra de Deus, isto é, colocando-se em diálogo com Deus. Inicialmente deve-se rezar, falar com o Senhor: "Abre-me a porta". É quanto diz com freqüência Santo Agostinho nas suas homilias: "Bati à porta da tua Palavra para encontrar finalmente o que o Senhor me quer dizer". Isto parece-me um ponto muito importante. Não se lê a Escritura num clima acadêmico, mas rezando e dizendo ao Senhor: "Ajuda-me a compreender a tua Palavra, o que agora tu me queres dizer nesta página". O segundo ponto é: a Sagrada Escritura introduz na comunhão com a família de Deus. Por conseguinte, não se pode ler sozinhos a Sagrada Escritura. Não há dúvida de que é sempre importante ler a Bíblia de modo muito pessoal, num diálogo pessoal com Deus, mas ao mesmo tempo é importante lê-la na companhia de pessoas com as quais se caminha. Deixar-se ajudar pelos grandes mestres da "Lectio divina".(...) Estes mestres ajudam-nos a compreender melhor e também a aprender como ler bem a Sagrada Escritura. Depois, em geral, é oportuno lê-la também em companhia dos amigos

que estão a caminho conosco e procuram, juntos, o modo de viver com Cristo, qual deve ser a vida que nos vem da Palavra de Deus. O terceiro ponto: se é importante ler a Sagrada Escritura ajudados pelos mestres, acompanhados pelos amigos, pelos companheiros de caminhada, é importante em particular lê-la na grande companhia do Povo de Deus peregrino, isto é, na Igreja. A Sagrada Escritura tem dois sujeitos. Antes de tudo, o sujeito divino: é Deus que fala. Mas Deus quis envolver o homem na sua Palavra. Enquanto os muçulmanos têm a convicção de que o Alcorão seja inspirado verbalmente por Deus, nós cremos que a Sagrada Escritura se caracteriza, como dizem os teólogos, pela "sinergia", a colaboração de Deus com o Homem. Ele envolve o seu Povo com a sua palavra e assim, como disse, o

NESTA EDIÇÃO

2

3

As Atividades Paroquiais Horários das Missas nas Capelas Créditos desta Edição Notícias Rápidas Devoção a Nossa Senhora das Dores Dizimistas aniversariantes

3

4

5

de Agosto Agenda de Agosto A Alegria dos Apóstolos diante da Ascenção do Senhor A Ostra e a Pérola Preservativos e Mal Menor Perguntas e Respostas Aconteceu: 10º Kayrós /

6

7

primeiro sujeito é Deus e o segundo sujeito é humano. Nela há escritores individuais, mas também a continuidade de um sujeito permanente o Povo de Deus que caminha com a Palavra de Deus e está em diálogo com Deus. Ouvindo Deus, aprende-se a ouvir a Palavra de Deus e depois também a interpretá-la. E assim a Palavra de Deus tornase presente, porque as pessoas morrem, mas o sujeito vital, o Povo de Deus, está sempre vivo, e é idêntico ao longo dos milênios: é sempre o mesmo sujeito vivente, no qual vive a Palavra. Explicam-se assim também muitas estruturas da Sagrada Escritura, sobretudo a chamada "releitura". Um texto antigo é lido de novo noutro livro, digamos 100 anos mais tarde, e então o que ainda não era compreensível naquele momento precedente é compreendido em profundidade, mesmo se já estava contido no texto precedente. E volta a ser lido de novo mais tarde, e de novo se compreendem outros aspectos, outras dimensões da Palavra, e assim nesta permanente releitura e reescritura no contexto de uma continuidade profunda, enquanto se sucediam os tempos da expectativa, a Sagrada Escritura cresceu. Por fim, com a vinda de Cristo e com a experiência dos Apóstolos a Palavra tornou-se definitiva, de forma que não podem

Pastoral Social Diocesana Acontecerá: 32º Encontro de Casais com Cristo / Semana da Vida Falece Dom Luciano Mendes Sete anos sem Dom Helder Vaticano publica obra do Cardeal Ângelo Sodano Encontro Nacional das

7 8

continua na página 4

Congregações e Movimentos Eclesiais Campanha da Fraternidade 2007 Intenções do Papa para o mês Curso de Crisma - quase 30 participantes Clube Colmeia realiza encontro com adolescentes


2 | AS ATIVIDADES PAROQUIAIS ENCONTRO DE CASAIS COM CRISTO Quinta, 19h30 (Reuniões do Núcleo)

SECRETARIA PAROQUIAL Terça à Sexta: 08 às 11h e 14 às 16h15 Sábado: 08 às 11h Domingo e Segunda: fechado Tel. (81) 3222.0774 Fax: (81) 3423.8107 www.matrizdasgracas.com.br secretaria@matrizdasgracas.com.br

ENCONTRO DE NOIVOS (2006): 11-12 de novembro INFÂNCIA MISSIONÁRIA Quarta, 9h ou 15h30 MÃE RAINHA 1ª Quinta, 14h (reunião mensal da Renovação de Amor da Mãe Rainha); Dia 18, missa

SACRAMENTOS BATIZADOS 1º e 3º Domingo, às 10h (outras opções na Capela da Jaqueira) MISSAS Terça à Sexta: 16h30 (às sextas durante a Quaresma, Via Sacra às 16h) Sábado: 18h30 (Terço às 18h) Domingo: 7, 9 e 19h CONFISSÕES Meia-hora antes das Missas. UNÇÃO DOS ENFERMOS mediante agendamento na secretaria CRISMA No início de Dezembro PREPARAÇÃO PARA SACRAMENTOS BATISMO Preparação para os pais e padrinhos antes da Celebração PRIMEIRA COMUNHÃO A partir de 03 de maio Toda quarta, 8 e 14h.

OFICINA DE ORAÇÃO Terça, 14h30

PASTORAIS PASTORAL DA FAMÍLIA PASTORAL DA SAÚDE 1ª Terça do mês, 15h PASTORAL SOCIAL Segunda, 15h (estudo do Evangelho segundo São Marcos) 3ª Terça do mês, 8h17h 3ª Quarta, 8-12h MOVIMENTOS AMOR EXIGENTE Quinta, 15h (Matriz) No colégio Vera Cruz: Quarta, 19h

CRISMA (para Jovens) Sábado, 15h (de Agosto a Dezembro)

APOSTOLADO DA ORAÇÃO 1ª Sexta do mês, 15h 1ª Quinta do mês, 15h30 (Adoração ao Santíssimo Sacramento)

MATRIMÔNIO (Curso de Noivos 2006): 11-12/11

CRUZADA DO ROSÁRIO Quintas, 9h

CRÉDITOS DESTA EDIÇÃO Direção Editorial: Pe. João Novais Conteúdo e Diagramação: Anderson Pontes Impressão: Gráfica O Guarany Colaboraram com esta edição: - Lourdes e Celeste (Secretaria Paroquial) - Lígia Rabelo (Pastoral da Saúde) - D. Sônia (Caminhando com Jesus) - Flávio (Crisma) - Tatiana (Colmeia) - Bruno Melo (Paroquiano em SP) As notícias foram extraídas de vários portais de notícias como zenit e institucionais, como cnbb.

REDE MUNDIAL DE JUVENTUDE CATÓLICA (CYWN) E BASE NET Grupo Colméia (meninas de 11 a 16 anos): Domingo, 16h Base Net (crianças dos 6 aos11 anos): Sábados, 18h30 e Domingo, 17h. REGNUM CHRISTI Domingo, 16h30 (rapazes e moças) Terça-feira, 18h30 (moças) RENOVAÇÃO CARISMÁTICA Grupo Caminhando com Jesus: Terçafeira, 19h30 Grupo Nossa Senhora das Graças: Segunda, 14h; Quarta, 14h30; 2ª Quarta do mês, 14h30, Terço e Adoração TERÇO DOS HOMENS Quintas, 19h30 ESCOLA PAROQUIAL CONVENIADA ESCOLA PAROQUIAL DONA OLEGARINHA Ofícios e Artes. Em convênio com a Prefeitura do Recife. Tel. (81) 3423.6301 / 3222.0335

HORÁRIOS DAS MISSAS NAS CAPELAS Capela da Jaqueira (Nossa Senhora da Conceição das Barreiras) Tel. (81) 3442.8591 Fax. 3426.8905 Expediente: Segunda à Sexta, 19-21h Sábado, 9 às 12h Quarta: 20h (antecedida por terço às 19h e Ofício de N. Sra. às 19h30) Quinta: 20h (antecedida por Adoração ao Santíssimo Sacramento às 19h) Sábado: 10h (antecedida por terço às 9h e Ofício de N. Sra. às 9h30) Domingo: 10 (para crianças, antecedida por terço às 9h30) e 19h

Sagrado Coração de Jesus)

1ª Sexta-feira do mês: 19h30 (em honra ao Sagrado Coração de Jesus) Dia 18: cada mês num horário diferente (Celebração da Aliança de Amor com a Mãe Rainha)

Capela do Colégio São Luís Tel. (81) 3427.5355 Quarta e Sexta: 6h50

Reza do terço de segunda à sexta às 9h

O PORTA-VOZ

Batizados: 2º e 4º Domingo, às 11h30

Anuncie, sugira, critique, pergunte... Tel. (81) 3083.4619 contato@matrizdasgracas.com.br Envie sua notícia através do link www.matrizdasgracas.com.br/new sletter (sem espaço e acentuação)

Capela do Derby (Santa Teresinha do Menino Jesus) Tel. (81) 3221.1396 Quarta e Sábado: 16h Quinta: 10h Domingo: 16 e 19h 1ª Sexta-feira do mês: 10h (em honra ao

Capela do Hospital da Polícia Militar (Quartel do Derby, 4º andar) Quinta: 10h Capela São José dos Manguinhos Domingo: 10h (expediente no horário) Capela do Colégio das Damas Cristãs Tel. (81) 3241.6690 Segunda a Sexta: 6h30 Sábado: 17h Domingo: 7 e 11h

Capela do Colégio Vera Cruz Tel. (81) 3222.1876 Terças a quintas e sábados: 17h Capela do Colégio N. Sra de Lourdes Tel. (81) 3441.9396 / 3268.3777 Quarta e Sexta: 6h Sábado: 17h Capela do Colégio Maria Auxiliadora Tel. (81) 3221.3542 Segunda à Sexta: 6h30 Dia 24: 12h (Hora da Graça)


AGENDA E NOTÍCIAS DA COMUNIDADE | 3 Notícias rápidas

Setembro Estacionando na Matriz - A nossa paróquia conseguiu junto à CTTU autorização para que, na rua das Graças, se possa estacionar do lado da rua em que fica nossa igreja matriz. Para Cantar e Rezar - Este é o nome dos livros publicados para nossa paróquia e à venda na Secretaria e Sacristia da Matriz. Lá é possível encontrar cânticos, orações e outras informações que serão úteis numa participação mais efetiva na vida em comunidade.

Festa dos Talentos - Já tradicional festa promovida pelo grupo Caminhando com Jesus ocorre em Outubro. Mantenha-se atento. Festa da Padroeira - Uma comissão formada por Letícia já está em pleno vapor para a festa em novembro!

DEVOÇÕES

Nossa Senhora das Dores A devoção à Nossa Senhora das Dores tem origem na tradição que conta o encontro de Maria com seu filho Jesus, a caminho do Calvário. Ao ver o amado filho carregando a pesada cruz, torturado e sofrido, coroado de espinhos e ensangüentado, a dor da Mãe de Deus foi tão profunda que nos faz refletir até hoje sobre as nossas próprias dores.

3- A perda do Menino no templo, em Jerusalém - Lc 2, 48 4- O encontro com Jesus no caminho do calvário - Lc 23, 27 5- A morte de Jesus na cruz - Jo 19, 25-27 6- A lançada no coração e a descida de Jesus da cruz - Lc 23, 53 7- O sepultamento de Jesus e a solidão de Nossa Senhora - Lc, 23, 55

Nos primórdios da Igreja, a festa era celebrada com o nome de Nossa Senhora da Piedade e da Compaixão. No século XVIII, o papa Bento XIII determinou, então, que se passasse a chamar de Nossa Senhora das Dores.

Oração a Nossa Senhora das Dores Virgem Santíssima das Dores, olhai-me carregando a cruz de meu sofrimento. Acompanhai-me como acompanhastes a Vosso Filho Jesus no caminho do Calvário.

A ordem dos servitas foi responsável por criar uma devoção especial conhecida como "As Sete Dores de Nossa Senhora", que nos lembram os momentos de sofrimento e entrega de Maria ao seu Senhor. São elas:

Sois minha Mãe e vos necessito. Ajudai-me a sofrer com amor e esperança para que minha dor seja dor redentora. Que as mãos de Deus se convertam num grande bem para a salvação de almas.

1- A profecia de Simeão - Lc 2, 35 2- A fuga com o Menino para o Egito - Mt 2, 14

Dizimistas Aniversariantes de Setembro

Amém.

02 05 06 07 08 10

Mirian Moura Ana Rosa Terezinha de Jesus Carvalho Neusa Guerra Tarciana Terezinha Cisneiros Lívia Mendes 14 Marcos José 15 Pedro 22 Jarbas

03 (Domingo), 08-20h - Primeiro Retiro Mensal do Curso de Crisma para Jovens, no Salão Paroquial. O próximo será no dia 08 de Outubro. 16 e 17 (Sábado e Domingo, 8 e 10h, respectivamente) - Seminário de Dons do Espírito Santo no Grupo de Oração Caminhando com Jesus, da Renovação Carismática. Final de Semana, com atividades encerradas em ambos os dias às 17h. 18 (Segunda-feira) - Renovação da Aliança de Amor com a Mãe Rainha. Entre em contato com a Secretaria Paroquial ou capelas para se informar sobre o horário (vide página 2) 20 (Quarta-feira), 8-12h - Pastoral Social promove o mês da Bíblia no Salão Paroquial entre os mais necessitados. Com distribuição das Cestas Básicas pela Pastoral Social. Mais de 140 famílias cadastradas são beneficiadas todos os meses. Ajude com suas doações e faça este grupo crescer! Doações de alimentos não perecíveis podem ser entregues até o domingo anterior na secretaria paroquial ou na sacristia da matriz. 27 (Quarta-feira) - A Igreja Matriz da Boa Vista tem adoração permanente ao Santíssimo Sacramento, sob responsabilidade das mais diversas paróquias da Arquidiocese. A Paróquia das Graças está responsável por promover a Adoração no horário das 9 às 10h e 15 às 16h. Todos os paroquianos serão muito bem-vindos a esta iniciativa.

23 Áurea Ferraz 24 Sílvio Romero Carmy 26 Áurea Martins Fernanda Olívia 27 Ana Cristina 30 Eliane Nascimento Nira Feitosa Henrique Eduardo

O Porta-Voz na internet: www.matrizdasgracas.com.br

Recesso do Conselho Paroquial - Em virtude das férias do Pe. João Novais, nosso pároco, não haverá reunião do Conselho Pastoral Paroquial em Setembro. Em compensação, a reunião de Outubro ocorrerá na quinta-feira 05.

(todas estas datas estão sujeitas a alterações. Confirmar na secretaria paroquial)


4 | FORMAÇÃO E REFLEXÃO A Alegria dos Apóstolos diante da Ascenção do Senhor São Siluane (1866-1938), monge ortodoxo - Escritos. Depois da Ascensão do Senhor, os apóstolos ficaram cheios de uma grande alegria, tal como nos diz o Evangelho (Lc 24,52). O Senhor sabe que alegria lhes deu e quão intensamente a alma deles a experimentou.

recai sobretudo nos pastores da Igreja, que têm em si uma graça tão grande que, se os homens lhe pudessem ver o brilho, o mundo inteiro ficaria maravilhado. Mas o Senhor escondeu-o, a fim de que os seus servos não se orgulhem dele mas se salvem na humildade.

A sua primeira alegria era a de conhecerem o verdadeiro Senhor, Jesus Cristo; a segunda, a de o amarem; a terceira, a de conhecerem a vida eterna e celestial; a quarta, a de desejarem a salvação para todo o mundo, tal como para eles próprios. Por fim, estavam inundados de alegria porque conheciam o Espírito Santo e viam com agia neles. Os apóstolos percorriam a terra e falavam ao povo do Senhor e do Reino dos Céus, mas as suas almas estavam cheias de saudades e aspiravam a ver o Senhor. Por isso, eles não temiam a morte mas iam ao seu encontro cheios de alegria; se desejavam viver na terra, era apenas por amor aos homens. Os apóstolos amavam o Senhor e por isso não receavam qualquer tribulação. Amavam o Senhor, mas

A Ostra e a Pérola Só quem é ferido pode produzir pérolas

amavam também os homens, e esse amor retirava-lhes todo o temor. Não temiam nem as tribulações nem a morte e por isso o Senhor os enviou por todo o mundo para iluminarem os homens. Até aos nossos dias, há gente de oração que experimenta este amor divino e a ele aspira dia e noite. Servem o mundo com a sua oração e com os seus escritos. Mas esta tarefa

As pérolas são ferimentos curados. Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia a penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada...

CONTINUAÇÃO DA CAPA

Como ler a Bíblia haver mais reescrituras, mas continuam a ser necessários novos aprofundamentos da nossa compreensão. O Senhor disse: "O Espírito Santo introduzir-vos-á numa profundidade que agora não podeis ter". Por conseguinte, a comunhão da Igreja é o sujeito vivo da Escritura. Mas também agora o sujeito é o próprio Senhor, o qual continua a falar na Escritura que temos nas mãos. Penso que devemos aprender estes três elementos: ler em

Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas. Pérolas são produtos da dor, resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.

diálogo pessoal com o Senhor; ler acompanhados por mestres que têm a experiência da fé, que entraram na Sagrada Escritura; ler na grande companhia da Igreja, em cuja Liturgia estes acontecimentos se tornam sempre de novo presentes, na qual o Senhor fala agora conosco, para que, lentamente entremos cada vez mais na Sagrada Escritura, na qual Deus fala realmente conosco, hoje.

Você foi ferido? Então, produza uma pérola!!! Cubra suas mágoas com várias camadas de amor. Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento. A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, deixando as feridas abertas, alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem. Assim, na prática, o que vemos são muitas ostras vazias, não porque não tenham sido feridas, mas, porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor.


A PALAVRA DO ARCEBISPO | 5 Preservativos e Mal Menor Arcebispo de Olinda e Recife discorre sobre questões morais e filosóficas

Recentemente a mídia nacional e internacional atribuiu a Prelados católicos o recurso à teoria do "mal menor" para justificar o uso de preservativos masculinos. O silogismo usado é o seguinte: é lícito tolerar um mal menor para evitar um mal maior; ora, aqueles que não usam preservativos estão contraindo o vírus da AIDS e, consequentemente, pondo em risco a vida própria e – o que é mais grave – a vida alheia, como no caso de maridos depravados que contaminam suas esposas inocentes. Portanto, para evitar esse mal maior (risco de vida para si e para outrem), é lícito praticar o mal menor (uso de preservativos). Que dizer deste raciocínio? Em primeiro lugar, parece-nos bastante ingênuo pressupor ou acreditar que adúlteros ou fornicadores depravados estejam realmente interessados em conhecer o ponto de vista da Igreja para decidirem se vão ou não vão usar preservativos. A impressão geral é exatamente o contrário, isto é, que estão seguindo cegamente seus caminhos, seus instintos e paixões, como aqueles pagãos aos quais se referia o Apóstolo Paulo no capítulo primeiro da carta aos Romanos. Entretanto, tendo em vista a gravidade e atualidade do problema, tentaremos refutar aquele silogismo, que consideramos um autêntico sofisma. Nos tratados de Teologia Moral, aprovados e usados, durante séculos, pela Igreja Católica e acessíveis ainda hoje a qualquer pesquisador sério, o tema em pauta é examinado no contexto mais amplo da cooperação ou indução ao mal. Depois de afirmarem, sem hesitação, que é ilícito induzir alguém a praticar o mal, os moralistas se perguntam se não seria lícito aconselhar (induzir) alguém a escolher um mal menor, quando o agente já está decidido a praticar um mal maior. A resposta é afirmativa, contanto que não se trate de uma ação intrinsecamente má. O exemplo clássico, repetido nos manuais, é o seguinte: se alguém está decidido a

matar o adversário, é lícito induzi-lo a produzir apenas algum ferimento, evitando o homicídio. Um aspecto essencial da questão está sendo esquecido ou distorcido, isto é, que o aludido problema é colocado com relação à liceidade do ato de aconselhar ou induzir; com outras palavras, a pergunta se refere ao ato do conselheiro, daquele que, nas circunstâncias descritas, induziu outrem a praticar um mal (menor). Não se levanta a mínima dúvida sobre a iliceidade do ato praticado pelo agente principal. Quem fere ou mutila o próximo (excetuando-se os casos justos, como na cirurgia e na legítima defesa contra o injusto agressor) está perpetrando uma ação ilícita. Mas quem aconselha ou induz outrem a ferir, com o objetivo único de evitar um homicídio, este conselheiro não está praticando nada de ilícito. E por que não aplicar esta teoria ao uso de preservativos? A resposta direta a esta pergunta nos é dada pelo Papa Paulo VI, no número 14 da profética e inspirada encíclica Humanae Vitae. Eis as palavras textuais do grande Pontífice: "Não se podem invocar como razões válidas, para a justificação dos atos conjugais tornados intencionalmente infecundos, o mal menor... Na verdade, se é lícito algumas vezes, tolerar o mal menor para evitar um mal maior, ou para promover um bem superior, nunca é lícito nem sequer por razões gravíssimas, fazer o mal, para que daí provenha o bem; isto é, ter como objetivo de um ato positivo da vontade aquilo que é intrinsecamente desordenado e, portanto, indigno da pessoa humana, mesmo se for praticado com intenção de salvaguardar bens individuais, familiares ou sociais". Esta afirmação da malícia intrínseca do uso de preservativos já se encontra na Casti Connubii de Pio XI e está repetida na Veritatis Splendor de João Paulo II. Alguns renitentes insistem, observando que os citados textos papais se referem ao ato conjugal e não à fornicação ou outros pecados sexuais. Aqui também há sofismas. Se a teoria do mal menor

não justifica o uso de preservativos nem mesmo entre cônjuges legítimos, com muito maior razão (a fortiori) a mesma teoria deve ser excluída de atos que são sempre intrinsecamente maus, como a fornicação e outras aberrações, as quais, conforme a Bíblia, excluem do Reino de Deus (cf 1 Cor 6,9-10; Gal 5, 19-21). Se o supracitado silogismo fosse teoricamente válido e aceitável, deverse-ia, como dedução lógica, aprovar e aplaudir essa campanha indecorosa e deletéria em favor do uso de preservativos, promovida pelo próprio governo e cuja consequência prática haverá de ser uma maior decadência moral na sociedade. As raízes últimas do problema são mais profundas e podem ser identificadas, ao menos em parte, na rejeição teórica e prática de uma ordem moral objetiva e, em última análise, no repúdio, ao menos parcial, do Evangelho de Jesus Cristo.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

O que é que Deus revela ao homem? Compêndio do Catecismo da Igreja Católica (N° 006)

Deus revela-se ao homem, na sua bondade e sabedoria. Mediante acontecimentos e palavras, Deus revela-se a Si mesmo e ao seu desígnio de benevolência, que Ele, desde a eternidade, preestabeleceu em Cristo a favor dos homens. Tal desígnio consiste em fazer participar, pela graça do Espírito Santo, todos os homens na vida divina, como seus filhos adoptivos no seu único Filho.

Anuncie aqui! e faça seus talentos aparecerem para mais de 5000 pessoas Entre em contato com a Secretaria Paroquial (página 2)


6 | EVENTOS NA PARÓQUIA E NA ARQUIDIOCESE ACONTECEU

ACONTECERÁ

10º Kayrós

32º Encontro de Casais com Cristo das Graças

Tempo de graça, tempo de Deus. Há dez anos vem se realizando com sucesso o Kayrós, que com o passar do tempo torna-se cada vez mais conhecido não só na nossa paróquia, como nas demais da Arquidiocese. Este ano foi bastante concorrido, contando com a presença de mais de duzentas pessoas, que aceitaram o nosso convite e vieram participar desse momento de reflexão e louvor. Agradecemos ao Pe. Adilson, que veio nos fazer grandes pregações, tocando profundamente os corações dos presentes e parabenizando nossa paróquia pela iniciativa, pois não conhecia o Kayrós, e no final do mesmo, nos sugeriu realizar o primeiro encontro desse porte para os jovens, tendo se colocado à disposição para vim pregá-lo. Agradecemos ainda, a todos que se empenharam no serviço do Senhor, ao nosso Pároco Pe. João, a Nossa Senhora das Graças, pela sua intercessão e principalmente a Deus, sem o qual nada teria acontecido. Para nós, do grupo “Caminhando com Jesus”, é muito gratificante saber que o Kayrós contribui com a missão evangelizadora de nossa paróquia. ACONTECEU

Pastoral Social Arquidiocesana Com o objetivo de integrar as atividades promovidas pelas mais diversas paróquias e formar um banco de dados arquidiocesano, aconteceu no dia 28 de agosto, no salão paroquial da Igreja da Soledade, um encontro organizado pela Arquidiocese. Além do coordenador da Pastoral Social da Arquidiocese, o Pe. Marcelo José da Silva, esteve presente também o nosso arcebispo. Nossa paróquia esteve devidamente representada por Letícia, responsável pela atividade na paróquia, e Lígia, coordenadora do Conselho Pastoral Paroquial. Ambas deixaram registrado a experiência obtida por nossa comunidade.

Nos próximos dias 6, 7 e 8 de outubro acontecerá o 32º Encontro de Casais com Cristo da Paróquia, com o tema “Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,6).

para inscrição na Secretaria Paroquial e com os casais que formam o atual núcleo do ECC, após a missa do sábado, das 18h30, no tradicional cafezinho.

O Encontro é, sem dúvida, uma oportunidade para os casais que querem vivenciar uma experiência cristã, rica, fecunda e transformadora. Os interessados encontram fichas

ACONTECERÁ

Arquidiocese e Paróquia dizem “Sim à Vida!” Na semana de 2 a 8 de outubro estaremos dizendo “Sim a Vida”. Será um grito silencioso para dar voz as crianças massacradas no ventre materno. Em todo Brasil estão sendo articulados celebrações. Na nossa Arquidiocese esta sendo proposta a seguinte programação: Dia 2 de outubro - Celebração Eucarística com a presença de Dom Jose, arcebispo de Olinda e Recife. Um convite para todos os padres as 19h30 no Salesiano.

56. Dia 8 - no Marco Zero, evento contando com cantores e bandas no horário da tarde. Contamos com a presença de todos os paroquianos que puderem comparecer. É muito importante a sua presença!. Procurem a Pastoral Familiar José Maria e Dinane para mais informações. Vamos dizer o nosso Sim a Vida!

Dias 3 e 4 - Seminário para todos os agentes de Pastoral com os Temas: - “Magistério da Igreja Defesa da vida”, com Frei Sales; - “Leis e Aspectos Biológicos e Médicos”, com Especialistas. Local: Auditório do Salesiano Horário: das 19h30 às 21h30. Dias 5 e 7 - Atividades nas Paróquias com sugestões no Livreto Hora da família, número 10, página

POLÍTICA E FÉ

O tema do aborto é importante na hora de escolher os candidatos?

Dom Dimas Lara Barbosa, Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, discorreu sobre este tema em entrevista a Agência Internacional de Notícias Zenit. Na entrevista ele abortou sobretudo critérios que devem nortear os católicos na escolha dos seus candidatos. Leia a entrevista na íntegra em www.matrizdasgracas.com.br


NOTÍCIAS DA IGREJA NO BRASIL E NO MUNDO | 7 Falece Dom Luciano Mendes de Almeida “A vida dos justos está na mão de Deus” (cf Sb3,1)

Morreu no Domingo 27 de agosto, aos 75 anos, o arcebispo de Mariana, dom Luciano Mendes de Almeida, informou a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Conforme nota divulgada no site da entidade, dom Luciano, que presidiu a CNBB por dois mandatos consecutivos, de 1987 a 1994, deixa um legado de "dinamismo, inteligência privilegiada, dedicação incansável e testemunho de amor à Igreja". "Seu amor aos pobres o fez servidor e amigo dos pobres e defensor zeloso de suas causas. Sua vida de oração e o testemunho de amor a Deus e ao próximo ajudaram muitas pessoas a se aproximarem de Deus", afirmou a nota, assinada pelo presidente da CNBB, o cardeal Geraldo Majella Agnelo.

Sete anos sem Dom Helder Lembramos esta data com um poema de sua autoria, no Recife, em 14 de abril de 1980.

Angústia da Pomba da Paz

Preciso levar aos homens o ramo de oliveira que o Senhor Deus me confiou! Por enquanto não há lugar nenhum onde pousar: as grandes águas se espalham a perder de vista... Dom Helder Câmara

Por enquanto serão trucidadas as mãos que tentarem segurar meu ramo... Voarei a qualquer preço... Enquanto eu não cair de cansaço. Enquanto não for morta, voarei, voarei, voarei... O Senhor-Deus que me confiou esta missão divina. Ele me protegerá!

Vaticano publica obra do Cardeal Sodano A sala de imprensa da Santa Sé anunciou que na próxima quinta-feira, 7 de Setembro, será apresentada no Vaticano a obra “O fermente do Evangelho. A presença da Santa Sé na vida dos povos”, que recolhe uma série de intervenções de caráter diplomático e eclesial do Cardeal Angelo Sodano. O atual Secretário de Estado do Vaticano, que abandona o cargo a 15 de Setembro, deixa atrás de si mais de 15 anos de trabalho como o máximo expoente da atividade diplomática e política da Santa Sé com João Paulo II e Bento XVI, num período de grande mudança na história mundial. O livro será apresentado por D. Gabriele Giordano Caccia, assessor da seção para os assuntos gerais da Secretaria de Estado, e por D. Pietro Parolin, subsecretário para as relações com os Estados da mesma Secretaria. O Cardeal Sodano teve uma longa carreira diplomática ao serviço da Santa Sé, passando pelo Equador, Uruguai e Chile antes de chegar àquela que hoje é a Secretaria de Estado, como membro da Missão da Santa Sé junto dos Governos da Romênia, Hungria e RFA. Após a reforma da Cúria Romana, com João Paulo II, foi secretário do Vaticano para as relações com os Estados, dando particular atenção à Comissão Pontifícia para a Rússia, da qual foi presidente. Tornou-se Secretario de Estado do Vaticano a 29 de Junho de 1991. Após a eleição de Bento XVI foi reconfirmado no cargo e é hoje o Decano do Colégio dos Cardeais.

Encontro Nacional das Congregações e Movimentos Eclesiais De 14 a 17 de setembro, acontecerá em Belo Horizonte (MG) o 11º Encontro Nacional das Congregações e Movimentos Eclesiais que trabalham com a juventude. O evento é uma iniciativa da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, por meio do Setor Juventude. O tema será o mesmo da 44ª Assembléia Geral (AG) dos Bispos do Brasil, realizada em maio deste ano: "Evangelização da Juventude". Será orientado pelo Documento de Estudo da 44ª AG. O encontro tem como objetivo fortalecer a comunhão e o diálogo entre congregações e movimentos eclesiais e novas comunidades, que trabalham no serviço de Evangelização da Juventude do Brasil. Pretende também aprofundar o diálogo sobre a Evangelização da Juventude e estudar novas práticas pedagógicas neste serviço de evangelização em comunhão com a 44ª AG. Informações: pjb@cnbb.org.br ou pelo telefone: (61) 2103-8300.

Campanha da Fraternidade 2007 Já estão definidos o tema e o lema da Campanha da Fraternidade promovida pela CNBB, na edição 2007: Tema: “Fraternidade e Amazônia” Lema: “Vida e missão neste chão!” O tema está em conformidade com o impulso missionário desejado e planejado pelos bispos do Brasil para todo o ano que vem. Aguarde mais notícias ou acompanhe em www.cnbb.org.br

Intenções do Papa para Setembro: Intenção Geral - Para que todos os comunicadores desempenhem sua missão com lucidez e responsabilidade. Intenção Missionária - Que o povo de Deus, em territórios de missão, considere prioritária a formação permanente.


SACRAMENTOS

Curso de Crisma encerra primeiro mês com quase 30 participantes A já tradicional formação para jovens da paróquia entre os meses de agosto e dezembro atrai, todos os anos, dezenas de rapazes e moças oriundos não só do território paroquial mas também de outras regiões da arquidiocese. É difícil saber ao certo, mas ao longo dos últimos 12 anos o número de jovens crismados na Matriz deve chegar próximo aos 500. Isto seria pouco relevante se não houvesse, por sua vez, um alto nível de perseverança entre os membros, seja na vida paroquial, seja em movimentos como Base Net, ECyD,

Regnum Christi e Renovação Carismática ou ainda no Acampamento Maanaim, da Igreja da Soledade. Na equipe de serviço, formada todos os anos, são mobilizados, a cada nova turma, cerca de 30 jovens já engajados e muitas vezes crismados nas edições anteriores do curso. Se na Paróquia não há ainda uma Pastoral da Juventude devidamente instituída, é possível ver nesta atividade o que poderia chegar mais próximo disso.

Clube Colmeia realiza aprofundamento espiritual Estas e outras garotas com idade entre 11 e 16 anos encontraram-se nos dias 26 e 27 de agosto uma convivência e jornada de crescimento espiritual. Entre atividades formativas e recreativas, promoveu-se o espírito de liderança cristã e de Unidade. As jovens encontram-se todos os domingos às 17h. Ah, detalhe: neste clube, meninos não entram!

O curso tem uma carga horária próxima a 100 horas de formação, por isso não se deve enganar com o fato ter duração de apenas quatro meses. É realmente um intensivo. Uma maratona na qual se busca fazer do jovem um verdadeiro soldado de Cristo. No final dos quatro meses, nenhum dos formadores poderá dizer que todos irão perseverar. Mas poderão dizer, com forte convicção, que os novos crismados possuem ferramentas suficientes para verdadeiramente seguir a Cristo.


O Porta-Voz - Setembro de 2006 (Ano XXI Nº03)