__MAIN_TEXT__
5 minute read

PAINEL EMPRESARIAL

PAINEL EMPRESARIAL

Festa Junina Oportunidades para o setor de panificação e confeitaria

Data típica movimenta a economia e neste ano o cenário da COVID-19 exige adaptações por parte do empresário

As festas juninas e julinas são eventos muito tradicionais na cultura brasileira, mas a pandemia do COVID-19 impacta também na realização dos arraiais. Seja como expressão cultural, como evento social ou pela comida típica, as festas típicas dessa época movimentam a economia e são uma preciosa oportunidade de negócio. Para se ter uma ideia, no ano passado o Ministério do Turismo investiu R$ 4 milhões nas comemorações. Só em Campina Grande (PB), maior festa junina do Brasil, também em 2019, 3 milhões de pessoas participaram das festas, movimentando cerca de R$ 300 milhões. Cifras tão expressivas dão a dimensão da festa por todo país e convidam para uma reflexão: uma vez não terão as mesmas proporções em 2020, qual o papel e o espaço dos setores de padarias e confeitarias em fazer desses eventos uma oportunidade de negócio?

Atualmente a vida social das pessoas são as mídias digitais e a pandemia evidenciou ainda mais esse comportamento. Sendo assim, a utilização de todas as redes sociais tem se intensificado muito e creio que as festas juninas serão comemoradas também por elas – a exemplo dos grandes shows transmitidos como lives dos artistas de todo o Brasil. Ainda com a flexibilização das medidas de isolamento social, o consumidor está receoso e é preciso respeitar esse momento, oferecendo alternativas seguras e ágeis de atendimento. Mas diante de toda essa situação, é possível enxergar alguma oportunidade? Claro que sim!

As comemorações por meio de refeições de pratos e quitutes típicos serão transmitidas on-line entre amigos e familiares e as lives serão também assistidas e acompanhadas das iguarias de cada região. Como os supermercados e padarias estão em funcionamento, elas serão grandes fornecedores dos produtos juninos. Portanto, é importante ficar atento a alguns pontos:

• Defina o mix de produtos a ser ofertado e inicie a produção imediatamente, caso ainda não o tenha feito; • Atualize os custos das receitas pois alguns insumos têm sofrido aumento de preços devido às oscilações cambiais referente ao dólar; • Decore sua loja e ornamente sua equipe, pois a caracterização do ambiente contribui no estímulo às vendas. Não se esqueça do som ambiente com músicas típicas de sua região. O cliente está saindo menos, mas ele ainda está nas ruas e verá o seu esforço em oferecer um ambiente agradável; • Oferte kits de produtos juninos para pequenas comemorações que atendam até 5 pessoas. Lembre-se que os amigos e familiares comemorarão juntos, mas virtualmente; • Divulgue e crie um canal de relacionamento virtual com os clientes. O delivery é essencial e o consumidor está atento às empresas que oferecem esse serviço; • Através do uso do delivery, esta ação citada acima, também poderá ser um “correio elegante” utilizado nas festas juninas.

Agora que você já está inspirado, vamos falar de mix de produtos. Separei uma lista de produção própria e de revenda essenciais para esse período junino. Veja no quadro ao lado, adapte segundo a sua necessidade e aproveite!

Estamos em um momento desafiador, em que também podemos criar oportunidades nunca antes vividas e precisamos estar preparados para nos adaptar de maneira rápida. As mudanças sempre aconteceram, mas o mundo está a cada dia mais veloz e só permanecerão no mercado aqueles que se adaptarem aos novos modelos de consumo.

A festa tem que continuar e as empresas irão faturar! Lembre-se sempre de prezar pela saúde de seus colaboradores e clientes, oferecendo um ambiente e alimentos seguros.

Mix de produtos de produção própria

PÃES

- Donuts - Mini sonho s/ recheio - Mini sonho c/ recheio (doce de leite, creme, creme de brigadeiro) - Panhoca de sal - Panhoca de milho - Pão torresmo - Biscoito de polvilho c/ queijo (peta c/ queijo) - Baguete de queijo c/ calabresa - Brioches - Calzones - Pão caipira - Pão de mandioca (com linguiça / presunto) - Pão de milho c/ calabresa - Pão de tomate c/ torresmo - Rosca de queijo c/ chocolate - Rosca baroa - Rosca de leite condensado - Rosca Rainha - Rabanada - Rosca de milho c/ palmito - Hotdog assado / americano - Sanduíche de pão de queijo c/ linguiça - Sanduíche de pão c/ linguiça

OUTROS

- Caldos (feijão, verde, mandioca, mandioca c/ queijo, sopas, canjiquinha) acompanhado de torradas e cheiro verde - Canjica doce - Cachorro quente - Mingau de milho verde - Pamonha - Pipoca - Quentão

CONFEITARIA

- Amor em pedaços - Bolo caçarola - Bolo aipim - Bolo de cenoura c/ cobertura de brigadeiro - Bolo de chocolate - Bolo de milho verde - Bolo meio a meio (metade pudim de leite condensado e a outra metade de bolo de chocolate) - Bolo pé de moleque - Bomba de chocolate (recheio: creme, doce de leite, brigadeiro) - Bombocado - Bombinha - Bombinha (temperada, presunto, queijo prato, alho) - Brevidade - Broa de fubá c/ coco e queijo - Broa de fubá c/ coco e queijo e goiabada - Broa cremosa - Broa de fubá de canjica (Gr e mini) - Broa de fubá c/ queijo (broa caxambu) - Caçarola italiana - Carolina - Maria mole - Palha italiana - Pão de mel - Pastel de Belém - Pastéis de carne /queijo /frango/ banana - Pudim de pão - Pudim de pão c/ chocolate - Queijadinha - Samantilha (mini samanta) - Trança catarina Romeu e Julieta - Torta de ricota (cheesecake)

Mix de produtos de revenda

- Paçoca - Pé de moleque - Cocada - Leite condensado - Creme de leite - Amendoim - Canjica branca - Canela (pó e em casca) - Leite de coco - Rapadura - Coco ralado - Canjiquinha - Cigarro de palha - Cachaça - Torresmo - Estalinho (bombinha) - Queijo minas - Goiabada cascão - Milho de pipoca - Pipoca microondas

Emerson Amaral é diretor do Instituto de Desenvolvimento das Empresas de Alimentação (Ideal)