Page 1

Folha Informativa do Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária de Alberto Sampaio N.º 2 – Ano 1 – abril de 2012

Índice Editorial .................................................................................................................... 2 Novos Grupos ......................................................................................................... 2 A Mulher na Sociedade Atual ............................................................................ 3 Dia dos Direitos do Consumidor ......................................................................... 3 Prevenção na Saúde Física e na Sexualidade ............................................... 3 Da Braga Romana à Braga Moderna .............................................................. 4 Visita à Assembleia da República e a Sintra ................................................... 4 Unindo Gerações através da Leitura ................................................................ 5 Círculo de Estudos ................................................................................................. 5 Redação: ................................................................................................................ 6


Folha Informativa N.º 2- Ano 1 – abril de 2012 Editorial A educação e a formação de adultos fazem parte da matriz da Escola Secundária de Alberto Sampaio, sendo já longa a sua tradição nesta área. Desde 5 de junho de 2006, esta escola possui um Centro Novas Oportunidades. Este Centro foi estruturado, desde a sua criação, dentro dos princípios que fundamentam a atuação da Escola como instituição: qualidade, credibilidade, exigência, dentro de uma dinâmica de trabalho colaborativo. Olhamos com serena satisfação o caminho percorrido. Acolhemos mais de 5000 adultos em busca de melhoria das suas qualificações, certificamos mais de 1000 adultos nos níveis básicos e secundário e encaminhamos para outras ofertas formativas cerca de 1400 adultos, para que persigam os seus legítimos anseios de cidadãos mais esclarecidos, mais conscientes da realidade que os cerca e mais preparados para os desafios da sociedade contemporânea. Num momento de grande indefinição quanto ao futuro dos CNO e do seu papel nas políticas educativas, decidimos, mais uma vez, dar um passo em frente. Ao lamento pelo desinvestimento do poder central contrapomos uma reinvenção do nosso papel: ultrapassado o primado da massificação, típico do período anterior, vemos esta aparente crise como uma oportunidade de reinvenção, de alargarmos os nossos horizontes, de aprofundarmos a nossa intervenção. Por isso, para este pequeno ciclo de oito meses, intensificamos as nossas atividades. Repensamos a nossa prática em oficinas de formação, criamos círculos de estudo, aprofundamos a autoavaliação do CNO, promovemos a partilha de resultados deste processo, promovemos a interação com o meio através da criação de protocolos com grande número de entidades de diferentes tipologias, dinamizamos visitas culturais ao teatro, à biblioteca e ao cinema. Dinamizamos palestras de forma regular, apelamos à solidariedade como mais uma dimensão do Ser Cidadão. Como dizia Pierre Dominicé, citado por Nóvoa, “ninguém forma ninguém, as pessoas formam-se a si próprias através de processos difíceis de prever e de programar”. É desta “vida”, para além dos processos de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, que é feita esta newsletter. Publicação que nasceu para dar a conhecer à nossa comunidade de aprendentes (que somos todos nós) - formandos, colegas, parceiros e demais instituições - o “pulsar” deste CNO, fazendo vivas as palavras de Agostinho da Silva: “(…) sejamos ao mesmo tempo discípulos e mestres: aprendamos sempre com alguém alguma coisa que verdadeiramente nos interessa, ensinemos sempre a alguém o que saibamos e o interesse a ele. Tenhamos por supremo guias ao proceder neste campo (Educação) dois provérbios populares: ‘Ninguém nasce ensinado’ e ‘Aprender até morrer’ ”. Benjamim Peixoto Coordenador Pedagógico CNO Escola Secundária Alberto Sampaio

Novos Grupos Como a atividade do Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária de Alberto Sampaio é constante, nos dias 23 e 27 de fevereiro, tiveram início mais dois grupos de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências – RVCC. São 33 os candidatos que pretendem aumentar o seu nível de habilitação escolar, através da valorização das aprendizagens adquiridas no referido processo. Os grupos estão a ser acompanhados pela profissional Ana Filipa Soares, assim distribuídos: um, de nível básico, com 18 adultos, que funciona todas as segundas e quartas-feiras em horário laboral; e outro, de nível

2

secundário, com 15 adultos, que funciona todas as terças e quintas-feiras, em horário pós-laboral. A equipa técnico-pedagógica do CNO da ESAS dá as boas vindas aos candidatos e congratula-se pela decisão de todos em investir no aumento das suas qualificações. Desejamos a todos muito sucesso neste regresso à Escola.


Folha Informativa N.º 2- Ano 1 – abril de 2012 A Mulher na Sociedade Atual No dia 8 de março de 2012, a propósito da comemoração do Dia Internacional da Mulher, as equipas EFA e CNO da Escola Alberto Sampaio organizaram a palestra “A Mulher na sociedade atual – uma conquista ou uma quimera”. Para o que foi convidada a Professora Doutora Custódia Rocha, do Departamento de Ciências Sociais de Educação da Universidade do Minho, cuja tese de doutoramento consistira numa abordagem política, sociológica e organizacional das articulações entre educação, género e poder. A palestra foi iniciada com a intervenção do coordenador do CNO da ESAS, Dr. Benjamim Peixoto, que, contextualizando a temática, referiu manifestações culturais e económicas onde persistem diferenças entre homens e mulheres, designadamente na família, na profissão, etc.. Seguidamente, perante um auditório com cerca de uma centena de espetadores, a palestrante fez a sua apresentação, através de um power point, demonstrando as várias conceções que, ao longo dos séculos, evidenciam o preconceito e a discriminação em torno dos papéis do género masculino e feminino. No fim da palestra, duas mulheres, recentemente certificadas pelo CNO da ESAS, deram o seu contributo para esta comemoração. Com um poema e um discurso muito aplaudidos, foi fechada com chave de ouro mais uma atividade do Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária de Alberto Sampaio.

Dia dos Direitos do Consumidor Na comemoração do Dia Mundial dos Direitos do Consumidor e inserido no Plano Anual de Atividades do CNO da ESAS, realizou-se, no dia 15 de março, uma conferência neste estabelecimento de ensino subordinada ao tema “O Direito do Consumidor”. O palestrante, Dr. Fernando Viana, que faz parte do Centro de Informação e Arbitragem – CIAB, Braga, abordou brilhantemente o tema, de uma forma clara e objetiva, envolvendo com facilidade toda a audiência, maioritariamente composta por adultos em formação nesta escola. Numa sessão concorrida e com sala cheia, verificou-se que a assistência, para além de muito interessada, se mostrou também muito participativa, pelo que se pode concluir que a palestra foi um grande êxito.

Prevenção na Saúde Física e na Sexualidade Decorreu no dia 20 de março, às 21 horas, a palestra “Prevenção na Saúde Física e na Sexualidade”, que conto u com a participação do Dr. Manuel Vila Mendes, urologista do Hospital Escala Braga, do Professor André Ferreira,

3

personal trainer no “Holmes Place”, e das enfermeiras Maria Manuela e Lígia Rocha, também do referido hospital. A palestra foi organizada pela equipa pedagógica e pelos formandos da turma EFA SEC12, no âmbito do núcleo gerador “Saúde”. Nesta sessão, foram abordadas as doenças


Folha Informativa N.º 2- Ano 1 – abril de 2012 sexualmente transmissíveis, os benefícios económicos, sociais e ambientais da atividade física, e os cuidados a ter com a alimentação. No repleto auditório Centenário da República da ESAS, os participantes revelaram-se bastante interventivos, colocando questões pertinentes sobre os temas abordados com recurso a situações das suas próprias vidas. Tal foi a adesão e o interesse gerado pela temática que, na sequência desta palestra, irá decorrer, a pedido de muitos formandos, no início do mês de maio, outra palestra, agora de sensibilização e esclarecimento, sobre a doação de medula óssea, inserida no projeto “Ser… A solidariedade na escola à noite – Braga solidária até à medula”. Os interessados nesta temática deverão contactar o CNO através do correio eletrónico novasoportunidades@esas.pt, deixando o nome e um contacto (telemóvel), até ao dia 30 de abril.

Da Braga Romana à Braga Moderna O CNO da ESAS, no âmbito do seu Plano Anual de Atividades, promoveu, no dia 28 de março, uma palestra subordinada ao tema “Da Braga Romana à Braga Moderna – A transformação de uma paisagem urbana”, orientada pela Dra. Teresa Ribeiro e pelo professor estagiário António Marques. Foi feita uma abordagem histórica desde a época romana até à época moderna, relevando as diferentes centralidades que a cidade foi tendo ao longo dos tempos. Nesta palestra, participaram os adultos dos cursos EFA, os adultos em processo de RVCC, bem como professores e formadores, terminando com um vivo debate sobre a temática apresentada.

Visita à Assembleia da República e a Sintra

No passado dia 30 de março, as turmas dos cursos de Educação e Formação de Adultos da ESAS realizaram uma visita de estudo a Lisboa, nomeadamente à Assembleia da República e ao Palácio e Quinta da Regaleira, em Sintra. Os objetivos gerais da visita visavam: identificar diferentes escalas institucionais; compreender múltiplos mecanismos deliberativos e distinguir formas democráticas de intervenção pública. As turmas deslocaram-se à Assembleia da República para assistir a uma sessão plenária, sendo, no entanto, surpreendidas pelos deputados Fernando Negrão e Hugo Soares que, sabendo da participação de formandos da cidade pela qual foram eleitos (Braga), fizeram questão de lhes proporcionar uma visita guiada à Assembleia da República, disponibilizando-se para responder a algumas questões, entre as quais: O que é que um deputado faz

4

para ter conhecimento das reais necessidades da cidade pela qual foi eleito? Como é possível tratar de assuntos tão sérios, enquanto um grande número de deputados se encontra, ao que parece, a tratar de outros assuntos no computador ou a conversar com o deputado do lado?


Folha Informativa N.º 2- Ano 1 – abril de 2012 Com esta visita de estudo, os formandos puderam consolidar conhecimentos adquiridos nas sessões de formação, de uma forma participativa e presente, e, ao mesmo tempo, adquirir novas competências, sobretudo pelo contacto com uma nova realidade, até porque alguns deles nunca haviam ido a Lisboa e esta foi a oportunidade que tiveram para fazê-lo. O saldo foi muito positivo e as opiniões foram unânimes: foi uma visita deveras enriquecedora e marcante a todos os níveis, uma sexta-feira para não esquecer, particularmente porque todos os presentes criaram relações de proximidade que certamente originarão outras atividades do género e que, provavelmente, alargar-se-ão a toda a comunidade educativa.

Fiquem atentos!

Unindo Gerações através da Leitura Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil, o Centro Novas Oportunidades, no âmbito do Plano Anual de atividades e da iniciativa “Ser… A solidariedade na escola à noite - Unindo gerações”, no dia 2 de abril, levou a cabo a leitura animada do conto infantil “A Galinha Ruiva”. Um conto que, de forma lúdica, acabou por incutir nas crianças o conceito da entreajuda e da partilha, conceitos de suma importância nos dias que correm. A atividade foi dinamizada pelas técnicas Joana Prata, Sandra Boulhosa e Tatiana Silva, através da utilização de fantoches e interação com o público presente, crianças dos 2 aos 11 anos, filhos de adultos certificados ou em processo de qualificação, e também de funcionários da escola, que acabaram por encher de alegria a Biblioteca Manuel Monteiro da Escola Secundária de Alberto Sampaio. No final da sessão, cada criança foi agraciada com um livro, gentilmente cedido pela referida Biblioteca, e também com um certificado de bom comportamento. E não ficou só por aí: para demonstrar o quão atentos estavam à história, os miúdos afixaram no mural da Biblioteca da ESAS pinturas alusivas ao conto, realizadas por eles durante a sessão. Mais uma iniciativa que confirma que nunca é cedo demais para incentivar o gosto pela leitura e pela leitura em família, contribuindo, assim, para a promoção da leitura intergeracional, indo de encontro ao “Ano Europeu do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações” e estimulando, desta forma, os adultos a requisitarem livros infantis e a lerem histórias às crianças dos seus círculos, de familiares e de amigos. Em suma, uma atividade que se transformou num exemplo-vivo de que Ler+ compensa. E assim, o conto chega ao fim…

Círculo de Estudos Vivemos uma altura em que se constata uma certa indefinição sobre o futuro dos processos de reconhecimento de aprendizagens experienciais. Até aqui, tem-se verificado o encerramento de alguns CNO e continua a

5

questionar-se (justa ou injustamente) a qualidade e a pertinência dos processos de RVCC, não só pelos resultados obtidos, mas também pelas metodologias utilizadas.


Folha Informativa N.º 2- Ano 1 – abril de 2012 Do que se vai conhecendo - das intenções políticas e das diversas movimentações e reivindicações de associações profissionais do setor, das redes locais e outras entidades -, podem antecipar-se algumas transformações. No entanto, se, por um lado, têm sido muito debatidas a matriz institucional e a dimensão da rede, por outro, já são em menor número as discussões que visam a eventual melhoria das metodologias de reconhecimento de competências. Algumas questões nos ocorrem: serão possíveis, ou existirão abordagens mais pertinentes? Haverá metodologias mais adequadas à realidade portuguesa? Será proveitoso organizar os processos de uma outra forma, fazendo convergir outros instrumentos e métodos? No sentido de encontrar respostas a estas questões, um grupo de profissionais de Educação e Formação de Adultos, que trabalha no CNO da Escola Secundária de Alberto Sampaio, resolveu promover um Círculo de Estudos sobre o tema “Novas abordagens e metodologias para os processos de RVCC”. Nestes dias e mais do que nunca, consideramos que possibilitar momentos e espaços que suscitem o aprofundamento e partilha de ideias é essencial por diversos motivos: pela possibilidade de aprofundamento, organização e formulação dos nossos próprios pensamentos; pela partilha e confronto com os pensamentos dos outros; pela promoção do sentimento de pertença a uma comunidade de ação e prática educativa. Julgamos que seria muito vantajoso se, neste Círculo de Estudos, profissionais de outras instituições de Educação e Formação de Adultos pudessem participar ativamente. Os encontros decorrerão em cinco sextas-feiras dos meses de abril e maio, entre as 17h 15 e as 19h 15. Informamos, ainda, que, a partir do dia 11 de maio, das 15h às 17h, iniciaremos o Círculo de Estudos “Sabedoria e Afetos”. Se quiser participar e para obter mais informações, deverá contactar Margarida Cardozo, através do correio eletrónico mcardozo@netcabo.pt, ou através do CNO/ESAS (253204223).

Participem…

Redação: Coordenação: Benjamim Peixoto Edição Gráfica: Hélio Vilas | João Andrade Redação: Equipa CNO e EFA Revisão: Fernando Silva | Joaquim Monteiro

6

Governo da República Portuguesa

Rua Álvaro Carneiro, 4710-216 - Braga | tel: +351 253 204 223 | fax: +351 253 204 223 novasoportunidades@esas.pt

Boletim Informativo CNO ESAS #2  

Boletim Informativo CNO ESAS #2 de Abril 2012