Page 1

AGENDA CULTURAL LISBOA MAI 2017


11 MAI – 4 JUN

A DIVINA COMÉDIA

INFERNO SALA GARRETT

T E X TO DANTE ALIGHIERI CRIAÇÃO TEATRO O BANDO ENCENAÇÃO JOÃO BRITES

19 – 21 MAI

THE ADVENTURES OF WHITE-MAN FIMFA LX17

M/12 SALA ESTÚDIO DE PAUL ZALOOM M/6

25 – 28 MAI

NA MARGEM DE LÁ (RASCUNHOS) SALA ESTÚDIO ENCENAÇÃO JORGE SILVA MELO A CLASSIFICAR PELA CCE

PARC E I RO D E C O M U N I CAÇÃO

PARC E I RO S TN D M I I

Informações e reservas 800 213 250 Bilheteira online www.teatro-dmaria.pt


MUSEUS DE CIÊNCIA 2 ENCICLOPÉDIA DOS MIGRANTES 12

ENTRE RITA CABAÇO 20 VISTAS SAMUEL ÚRIA 62 O MAIS PROFUNDO É A PELE 24

DESTACÁVEL LISBOA CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 53

FIMFA DE LISBOA LX17 72 MARIA VLACHOU

106

CONVERSAS

AGENDA

ARTES28 CIÊNCIAS38 CINEMA42 DANÇA46 LITERATURA50 MÚSICA66 TEATRO76 VISITAS GUIADAS80 CRIANÇAS86

ARQUIVOS DE LISBOA 112


2

MUSEUS DE CIÊNCIA

MUSEU DE GEOLOGIA


3

A 18 de maio celebra-se o Dia Internacional dos Museus, este ano sob o tema Museus e histórias controversas: dizer o indizível. Para assinalar a data, a Agenda Cultural de Lisboa visitou cinco espaços dedicados ao conhecimento científico Fotografia e tecnológico. Reportagem TOMÁS PEREIRA

FRANCISCO LEVITA

A casa que viu nascer a Geologia e Arqueologia em Portugal, pouco mudou desde o século XIX. Armários e vitrines de época reúnem um enorme espólio acumulado por cientistas e servem ainda de base a muitos trabalhos de investigação atuais. A coleção de paleontologia apresenta um espaço dedicado à região de Lisboa em diferentes períodos da pré-história, onde desponta uma magnífica cabeça de crocodilo, entre outras curiosidades. Na secção de mineralogia, único espaço com uma apresentação moderna, podem apreciar-se notáveis exemplares das entranhas do nosso território. Rua da Escola Politécnica, 56 / www.museus.ulisboa.pt


4

MUSEU DA FARMÁCIA


5

No dia 18, o Museu organiza um evento em torno da mais recente incorporação, um conjunto de ordens de prisão dos criminosos médicos nazis.

Para João Neto, diretor do Museu da Farmácia, este poderia chamar-se também Museu da Saúde, já que nele se conta a história da humanidade através dos cuidados de saúde. Recolhendo um espólio notável de farmácias históricas nacionais e internacionais, reconstituídos em dioramas, o museu apresenta no piso superior uma coleção impressionante de relíquias ligadas à prática da medicina, desde as civilizações suméria e egípcia, aos nossos dias. Pelo meio podemos ver uma edição manuscrita do Cânone de Medicina de Avicena ou os estojos de viagem de Sir Walter Raleigh, uma amostra da cultura original de penicilina de Alexander Fleming, entre outras preciosidades históricas. Rua Marechal Saldanha, 1 / www.museudafarmacia.pt


6

MUSEU DECIVIL

O Museu do Departamento de Engenharia Civil, Arquitectura e Georrecursos (DECivil) foi criado em 1993 e reúne o espólio didático e histórico que se encontrava disperso por gabinetes, laboratórios e salas de aula, bem como doações externas. Ocupa uma sala de exposição no piso 0 do pavilhão de Engenharia Civil do Instituto Superior Técnico, onde se podem observar curiosidades como o modelo da locomotiva MBV1 (na foto), maquetas de pontes do engenheiro Edgar Cardoso, exemplos de técnicas de construção como a gaiola pombalina, entre outros. Apresenta ainda uma reconstituição fiel do ateliê de Álvaro Machado, primeiro professor de arquitetura do IST, resultado de uma doação dos descendentes do arquiteto. Avenida Rovisco Pais / museudec.tecnico.ulisboa.pt


7

A sala de exposição do Museu é de entrada livre, no horário das 13h30 às 17h, de segunda a sexta-feira.


8

O Museu participa nos programas do Dia (18 de maio) e da Noite dos Museus (20 de maio) com um conjunto alargado de programas.


9

MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

Um dia pode ser pouco para ver com calma a diversidade de exposições e espaços que o MUHNAC oferece. Comece-se desde logo pelo Laboratório e Anfiteatro Químico, notavelmente recuperados e que constituem um dos raros exemplares dos grandes laboratórios de química oitocentistas. O público escolar, uma importante fatia dos visitantes, sentirá maior atração pelos Dinossáurios que viveram na nossa Terra, patente até 18 de maio, ou pelos Reis da Europa Selvagem, onde se recriam os habitats dos principais predadores da Europa e que poderá ser vista até 2019. Rua da Escola Politécnica, 56 / www.museus.ulisboa.pt


10

No dia 18, o Museu apresenta uma novidade tecnológica que permitirá uma visão diferente da coleção e abre as suas reservas.

No final do percurso diz-se aos visitantes, especialmente aos mais novos, que tudo o que viram cabe hoje num telemóvel. A observação impressiona mas é justamente o que neste museu se mostra: todo o percurso tecnológico, criativo e de desenvolvimento de infraestruturas que está por detrás da facilidade com que hoje comunicamos. Acervos históricos dos correios, da rádio e da televisão nacionais exibem-se na coleção permanente deste espaço, bem como, até ao final do mês, uma exposição intitulada O cabo submarino num mar de conectividade onde se ilustra a rede de comunicações por onde passa 99% do tráfego mundial da internet. Rua do Instituto Industrial 16 / www.fpc.pt


11

MUSEU DAS COMUNICAÇÕES


12

ENCICLOPÉDIA DOS MIGRANTES

Texto MANUELA COSTA Fotografia HUMBERTO MOUCO

É uma herança do latim e diz-se “migrante” daquele que muda de país ou região. Processo tantas vezes presenciado pela Associação Renovar a Mouraria que, em conjunto com a Câmara Municipal de Lisboa, concretizou um projeto experimental e artístico que quer “reconhecer o lugar das pessoas migrantes e contribuir para a história e a memória das migrações”. A ideia partiu de Paloma Fernández Sobrinho e, da cidade francesa de Rennes ao território ultramarino de Gibraltar, havia de ligar 15 parceiros de europeia cooperação. Com início em 2014, recolheram-se 400 histórias, no formato de cartas aos mais queridos dos entes, para uma enciclopédia impressa em três tomos de nove quilos e 2.000 páginas em quatro línguas. Um exemplar fica disponível para consulta na edilidade, onde acontece também a entrega solene, dia 30 de maio às 19h, na Sala do Arquivo dos Paços do Concelho. E torna-se património da cidade, como as histórias destas sete pessoas que entrevistámos – como o contributo de quem migra.

Andanças de um beduíno Mourad Ghanem (1973) define-se como “beduíno”, de tal forma assimilou o estilo de vida nómada. “Eu fiz quase 16 anos na Argélia, passei 11 na França, nove em Espanha e já são oito em Portugal. Agora estou cada vez mais tempo em África, no Senegal, concretamente, e depois quem sabe…” Na sua carta ao primo, revela “o sonho, que até é mais um projeto, de criar uma república para os trinacionais, quadrinacionais ou até mesmo pentanacionais. Mas também aceitaríamos aqueles que só têm uma nacionalidade, pobrezinhos”, adianta, com humor. Tudo partiu do conceito de “binacional, e é uma reação a um debate atual, sobre nacionalidade, que não me parece muito são. Há um problema identitário, artificial e manipulado, criado por políticos, para se promoverem e alcançarem o poder. O mundo neste momento não é muito amável para as pessoas que vivem sem fronteiras.” Nestas andanças, dedica-se ao desenvolvimento local, foi presidente da rede Bairros, e trabalhou “com a equipa do António Costa no desenvolvimento da Mouraria e do Intendente. Sou principalmente formador, consultor, facilitador de processos para comunidades e organizações nãogovernamentais. Como viajo muito, estou sempre a ver boas práticas, experiências e inovações que se podem partilhar noutros sítios.”


13

MOURAD GHANEM ARGÉLIA


14

E NCICLOPÉ DIA DOS M IGRANTES

Viver na Babilónia Augusto Fernandes (1969) afirma-se “baiano” antes de ser brasileiro e ainda conta do espanto da descoberta da existência de árvores caducas à saída do aeroporto da Portela. Onde chegou a 8 de abril de 2004, com a namorada natural de Coimbra, que conheceu num espaço cultural em Salvador da Baía. Passados uns anos, uma amiga que sabia que se ajeitava com a máquina fotográfica pediu-lhe umas imagens para o Mural Sonoro. Abriam-se também as portas para a colaboração com os projetos Sou, Festival Todos, Largo e o jornal Rosa Maria da Renovar a Mouraria. Em 2015, apresentava a exposição Gente Linda do Intendente, fruto da proximidade de anos com residentes e comerciantes. “Eu sou bairrista. E descobri o Intendente antes do António Costa” explica, entusiasmado. Ainda trabalhou para a AR Magazine e como operador de câmara para o canal televisivo da junta de freguesia de Arroios, para o qual criou e apresentou o programa Sabores do Mundo (porque “não há momento mais sagrado no mundo inteiro do que aquele em que a gente se senta à mesa”). Agora freelancer, concentra-se no projeto Retina Esquerda e continua a registar a multiculturalidade daquela zona de Lisboa: “são 74 nacionalidades no mesmo lugar, eu vivo numa vila que é uma Babilónia!”

Visitas para mudar mentalidades Admite ter sentido o preconceito (“por ser mulher, por carregar o sotaque brasileiro”) mas não quer que seja isso a definir a sua história. Antes pelo contrário, a carta que Filomena Farinha (1966) escreveu para a enciclopédia quer ser acima de tudo uma homenagem sentida aos seus pais, que “pegaram nos quatro filhos e tiveram que começar tudo de novo” noutro continente. Nasceu em Angola, filha de mãe angolana e pai português (com raízes em Mortágua, zona do Freixo, distrito de Viseu) mas diz que sempre teve “nacionalidade e coração português”. Deu por si na pele de uma “refugiada com nove anos”, no Rio Grande do Sul, e ainda hoje sente gratidão para com os brasileiros que a acolheram vendo “os estrangeiros como uma mais-valia”. A licenciatura em Turismo pela PUC foi reconhecida em Portugal, onde chegou em 1975, e acabou por fundar a sua própria empresa em 2014. A Estrela D’Alva Tours (que dirige com o marido Pedro, filho de portugueses nascido na Alemanha), especializada em roteiros à medida para turistas e que tem nos brasileiros (“é uma forma de retribuir o acolhimento deles”, explica) 70% da sua clientela. Como o guia intercultural da Mouraria, um “migrant tour que é o que eu posso fazer para ajudar a mudar as mentalidades”.


FILOMENA FARINHA ANGOLA

AUGUSTO FERNANDES BRASIL

15


16

E NCICLOPÉ DIA DOS M IGRANTES

A culpa foi do Carlos Paredes

Trocar Cuba por Lisboa

O tema Verdes Anos, de Carlos Paredes, mexeu de tal maneira com Kaisa Masso (1985) que a levou a marcar a viagem. Primeiro de férias, depois por uma temporada mais alargada, para estudar na Universidade Nova, até ao dia em que se decidiu a perder o voo de regresso à sua Tallinn natal e estabelecer-se definitivamente em Lisboa. Sempre lhe agradou a proximidade com o mar mas o que mais a surpreendeu foi o lado caloroso dos portugueses. “Os nórdicos gozam sempre com as pessoas do sul, que estes não trabalham tanto como eles” escreveu na missiva ao pai, mas “dedicam-se uns aos outros, estão mais tempo juntos, enviam mensagens mais compridas e fazem telefonemas mais frequentes. (…) Mesmo os estranhos, ajudam-me imenso.” Desde 2007 em Lisboa, tem colaborado com várias instituições na área da cultura como o DocLisboa, a companhia de teatro Cepa Torta, e acabou por criar há três anos a sua própria “escolinha Piano Animado”. Entretanto, ainda arranjou tempo para escrever o livro Meu Portugal para uma série de viagens da editora Petrone Print, um bestseller na Estónia e de que já se fala para uma segunda edição. Como o genial guitarrista que aqui a trouxe, agora é Kaisa a levar o nome de Portugal mais além.

Ele queria mesmo era ir estudar para Cuba mas a mãe decretou o “embargo”, recomendou a Europa e Vladimir Vaz (1981) viu um aliciante no universo das capas negras de Coimbra. Mas ainda não era bem a Agronomia que lhe estava destinada e acabou em Lisboa a cursar Direito. O que mais lhe custa suportar é a saudade dos amigos, a quem dirigiu as suas linhas, e planeia regressar a Cabo Verde no longo prazo, para levar o que aprendeu e ajudar a fazer a diferença entre os seus. Mas entretanto, diz ter encontrado em Lisboa o melhor de dois mundos: a abertura de uma cidade global e uma comunidade caboverdiana que o faz sentir em casa. E tem-se ocupado a ser útil aos demais: “já há três anos que dou apoio jurídico a refugiados e emigrantes, por forma a facilitar o acesso à educação, à justiça e à saúde. Já fiz mais de 2.000 atendimentos; às vezes é frustrante porque nem sempre conseguimos, mas é muito recompensador quando vemos uma criança que consegue ter acesso ao ensino, um trabalhador a sair de uma situação de exploração laboral, uma pessoa que já cá está há 20 anos a receber finalmente o título de residência... Formas de direitos fundamentais, consagrados mas ainda não totalmente efetivados.”


KAISA MASSO

17

ESTÓNIA

VLADIMIR VAZ CABO VERDE


18

E NCICLOPÉ DIA DOS M IGRANTES

O mundo é de todos

Voltar à circum-navegação

Pode não o ser stricto sensu, porque veio ao mundo em Portugal, mas Fátima Ramos (1976) considera-se uma migrante “não só por ter nascido no seio de uma família cabo-verdiana, católica, que mantém as tradições e vive muito ligada à terra natal, mas porque todo o meu percurso de vida está muito relacionado com outras pessoas, que me fizeram saltar para outras culturas. Através do meu casamento, entrei em contacto com a cultura indiana e moçambicana, converti-me ao islamismo, fui a Meca, fui a Medina… E o meu filho é a fusão de todas estas caraterísticas culturais.” É professora de História na Escola Manuel da Maia, em Campo de Ourique (onde as turmas estão cada vez mais internacionais, com alunos da Coreia, do Nepal ou da Bulgária) e planeia usar a Enciclopédia dos Migrantes como ferramenta de trabalho, para explicar “que migrante não é o indivíduo que vem, de forma oportunista, ocupar o país deles; é um indivíduo quem vem à procura de melhores condições de vida num mundo que é de todos.” Nos cursos técnicoprofissionais que leciona no IFP “começava sempre por mostrar um quadro da Torre de Babel. Nós vamos ver torres destas a serem construídas e destruídas regulamente, é uma caraterística das sociedades. E nós vamos continuar a circular porque sempre foi assim.”

Malenga é o nome artístico de Simão Wiliamo (1977), artista plástico, escultor, pintor e músico moçambicano, que veio para Lisboa em “outubro de 2007, através de uma bolsa, para estudar Arte”. Os estudos ainda o levaram ao Porto e depois à Suécia, onde esteve durante ano e meio e começou a aprender a língua. Gaba o lado prático dos suecos mas acha que aquele não era o sítio certo para alguém que vem de Moçambique. “Não era só o frio”, faltavam-lhe “a proximidade e o convívio que, para mim, são muito importantes e se sentem mais aqui. Foi isso que fez voltar e fixar em Portugal.” E foi isso também que o levou a criar uma associação cultural no número 59 da Rua São João da Mata, na zona de Santos. “O Atelier Aberto é um espaço moçambicano em Portugal, para dinamizar a comunidade, mas virado para todo o mundo”, que quer ser de encontro de culturas. “Todas as semanas acontecem coisas diferentes, temos música três dias por semana, sessões de poesia vadia, oficinas de escrita criativa...” Sobre a participação na Enciclopédia dos Migrantes, diz que “valeu a pena porque fica um registo, é uma questão secular, e no futuro as pessoas vão poder ler o que se escreveu agora sobre Lisboa e as pessoas que passam por cá; como nós lemos os relatos das viagens pelo Índico.”

No âmbito do projeto de cooperação europeia L’Encyclopédie des migrants, (www.ency­clopedie-des-migrants.eu) coordenado por L’âge de la tortue, numa iniciativa da artista Paloma Fernández Sobrino e cofinanciado pela Comissão Europeia.


19

FÁTIMA RAMOS PORTUGAL

SIMÃO WILIAMO MOÇAMBIQUE


ENTREVISTA

20

RITA CABAÇO

O Cinema FREDERICO BERNARDINO

Quando em 2010 se estreou no Teatro Experimental de Cascais, pela mão de Carlos Avillez, Rita Cabaço estaria longe de imaginar que, em tão poucos anos, já teria somado ao currículo participações em dezenas de peças e trabalhado com algumas das mais importantes companhias do país, como a Cornucópia, a Comuna ou os Artistas Unidos. Pela interpretação da jovem Klara, em Música de Frank Wedekind, sob direção de Luís Miguel Cintra, a atriz foi distinguida com o Prémio da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro/2016. Agora, Rita regressa ao palco, com O Cinema, da norte-americana Annie Baker, em cena no Teatro da Politécnica a partir de dia 3. Em que momento da sua vida percebeu que iria ser atriz? Foi uma descoberta que surgiu com o tempo. Nunca me passou pela cabeça que queria ser atriz. Sem que consiga entender muito bem porquê, andava eu na escola secundária, e vejo numa revista o anúncio de abertura de audições para a Escola Profissional de Teatro de Cascais. Decidi experimentar e acabei por ficar. A partir daí, as coisas foram surgindo e, depois da minha formação, acabei por ficar um ano e meio no Teatro Experimental de Cascais (TEC), com o Carlos Avillez. Posteriormente, decidi-me pela licenciatura e ingressei

na Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC). Portanto, não foi a consumação de um sonho de criança… [risos] Nada mesmo. É verdade que me divertia imenso a fazer teatro na escola, mas nunca pensei que fosse esse o meu futuro. Em 2010 estreia-se numa produção do TEC… É verdade. Apesar de circular por todo o lado que foi em As Bruxas de Salém [de Arthur Miller], a minha estreia fez-se com A Nossa Cidade, de Thornton Wilder, um espetáculo dirigido pelo Carlos, e que serviu como exercício de conclusão do curso, culminando três anos muito importantes na minha vida, tanto a nível profissional como pessoal. Seguindo-se esse período no TEC, a sua carreira foi vertiginosa, multiplicando-se a presença em produções de algumas das mais conceituadas companhias de teatro independente do país. Foi uma ascensão medida, controlada? Há dias falava nisso a um amigo e confessava que a maior virtude foi não pensar, foi não tomar consciência de que tudo estava a acontecer ao mesmo tempo. Foram, de facto, muitos projetos em simultâneo, num curto espaço de tempo, e com maior ou menor dificuldade fui dando conta deles. Considero que, acima de tudo, tive sorte: as pessoas conheceram-me e quiseram trabalhar comigo…


© Humberto Mouco


22

E N T R E V I S TA R I TA CA B AÇ O

Referente a um trabalho de 2016, foi este país, estando já confirmada a ida ao Fesano distinguida com o Prémio da Crítica. tival de Almada, em julho. O que é que mudou em si? Em maio, sobe ao palco com O Cinema. Acima de tudo, fico profundamente Que olhar tem sobre a peça? grata pela Associação Portuguesa de É uma peça sobre três trabalhadores Críticos de Teatro achar-me merecedo- num velho cinema e o modo como ra do prémio, ainda mais porque sucedo eles vivem o dia-a-dia. Acima de tudo, à Cristina Reis, uma amiga que muito o texto fala de como a necessidade de admiro. Comoveu-me, emocionou-me, subsistência interfere no relacionamenmas não mudou nada na minha vida... to entre as pessoas. Durante algum temA profissão continua a ser instável e po reconhecemos a cumplicidade, e até não me garante, certamente, que daqui a amizade entre aqueles personagens. a uns seis meses tenha trabalho. Por- Isso é muito bonito! Até que tudo é tanto, o que mexeu comigo foi a felici- posto em causa, porque o que realmendade de saber que as pessoas viram o te importa é pagar a renda e ter algum espetáculo, gostaram e, de certa forma, dinheiro para comer. Afinal, é por isso eu estive à altura dele. mesmo que suportam aquele emprego. O espetáculo pelo qual foi distinguida Estas personagens parecem ter uma auacaba por ficar marcado por ter sido a tenticidade que nos faz mesmo duvidar última produção de palco da ficção. da Cornucópia, uma casa Acho que é precisamente que conheceu muito bem… O CINEMA É isso que o Pedro [CarraTambém por isso reco- SOBRE COMO A ca] queria ao colocar, linheço que este é um pré- NECESSIDADE DE teralmente, a plateia do mio importante. Música SUBSISTÊNCIA cinema no palco. O texto foi uma peça muito dura INTERFERE NO salta do quotidiano para e difícil, que me marcou RELACIONAMENTO ali: eles falam da sua reae desafiou como nenhum ENTRE AS PESSOAS. lidade e dos seus probleoutra. Independentemas, com a sua linguamente da distinção, é um espetáculo que gem. E isso é muito, muito autêntico. guardarei para sempre na memória. Depois de Punk Rock, de Simon SteTambém foi na Cornucópia que nasceu phens, volta a ser dirigida pelo Pedro o Teatro da Cidade, uma companhia que Carraca… fundou com o Bernardo Souto, o Guilher- São peças muito diferentes, mas é sempre me Gomes, a Nídia Roque e o João Reixa... bom trabalhar com alguém com quem Acima de tudo, para mim, continua a temos uma relação honesta e de mútua fazer sentido estar com essas pessoas: confiança. Sente-se isso no trabalho… com o Bernardo e a Nídia estou desde E, por falar em cinema, dentro em breve Cascais e, depois na ESTC, onde conhe- teremos a Rita no grande ecrã… cemos o Guilherme e o João. A seguir, Será no novo filme do Sérgio Tréfaut, na Cornucópia, voltámos a encontrar- baseado no romance Seara de Vento, de -nos, e nasce a vontade de criar qual- Manuel da Fonseca. Foi a minha priquer coisa nossa. Acaba por ser lá que meira experiência a sério no cinema e, apresentámos a nossa primeira criação, para mim, foi reveladora – adorei mesOs Justos, de Albert Camus, um texto mo! E, é engraçado, o Sérgio convidousugerido pelo Luís Lima Barreto. Ago- -me para o papel depois de me ter visto ra, estivemos na Ribeira com Topografia, no Punk Rock. espetáculo que pretendemos levar pelo Ver página 77


Chinese Music and Musical Instruments 2nd LISBON CONFERENCE

中国民乐与乐器:里斯本第二届研讨会

8 - 9 de Maio de 2017

A tribute to Sheng and Guqin 向笙和古琴致

Centro Científico e Cultural de Macau Rua da Junqueira, 30 1300-343 Lisboa Tel. 213617570 www.cccm.pt

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR


24

O MAIS PROFUNDO É A PELE COLEÇÃO DE TATUAGENS 1910-40

A mais recente mostra organizada pelo MUDE – Museu do Design e da Moda - O mais profundo é a pele - é uma exposição de pele humana tatuada entre 1910 e 1940, pertencente ao espólio do Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses, analisada agora na perspetiva científica e médico-legal, filosófica e artística. Os 61 frascos com fragmentos de pele humana provenientes de corpos autopsiados fazem-se acompanhar de livros de registo com o retrato sociocultural de cada indivíduo tatuado, fotografias, desenhos e a sua localização anatómica, o local, a data e os motivos da tatuagem, bem como os instrumentos de tatuagem da época. Esta coleção de inestimável valor museológico e científico dá a conhecer, e a sentir, a vivência da Lisboa marginal e boémia e dos seus típicos bairros na primeira metade do século XX, altura em que a tatuagem se misturava com a prostituição, a marinhagem, o fado e a marginalidade. A exposição faz ainda uma breve incursão pela atualidade, reconhecendo a tatuagem enquanto expressão artística capaz de influenciar outras áreas criativas, como o cinema, o design, a fotografia e a moda. ANA RITA VAZ PALÁCIO POMBAL

TERÇA A DOMINGO, DAS 10H ÀS 18H ATÉ 25 DE JULHO


25


26


27


28

A RT E S

CORDOARIA NACIONAL 18 A 21 DE MAIO AVENIDA DA ÍNDIA / 213 637 635

ARCOLISBOA 2017 De 18 a 21 de maio, Lisboa volta a receber a ARCOlisboa 2017, a prestigiada Feira Internacional de Arte Contemporânea madrilena. A Cordoaria Nacional abre assim as portas a 58 galerias, onde a qualidade dos conteúdos é o principal objetivo. Abrangendo desde artistas emergentes a criadores de renome internacional, passando por peças mais I N AU G U R A M APPLETON SQUARE TER A SÁB: 14H-19H

NOE SENDAS E JACOBO CASTELLANO 17 MAI A 13 JUN

MISHA BIES GOLAS ATÉ 11 MAI

O ARMÁRIO

ANA JOTTA

A IDADE DO ARMÁRIO Ação ao vivo 27 MAI A 24 JUN

JOÃO JACINTO

A ORELHA CORTADA ATÉ 19 MAI

ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL SEG A SEX: 12H-19H

ANA ROQUE DE OLIVEIRA

DE BARRO SE FIZERAM HOMENS Ensaio Fotográfico 17 A 31 MAI

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL SEG A SEX: 9H30-19H30 SÁB: 9H30-17H30

ANTÓNIO CARMO VIAGEM Pintura

clássicas dos mestres contemporâneos, o programa será composto por 50 galerias selecionadas pelo Comité Organizador, metade das quais estrangeiras. A novidade é a secção Opening, que contará com a participação de oito galerias nacionais e internacionais com menos de sete anos de antiguidade, selecionadas por João Laia. Ana Rita Vaz 16 MAI A 1 SET

INSÓLITA OFENSIVA DE CORRUPÇÃO A AFRODITE DE FERNANDO RIBEIRO DE MELLO ATÉ 20 MAI

CAROLINE PAGÈS GALLERY TER A SÁB: 15H-20H

TERESA HENRIQUES FOOTNOTE

ATÉ 27 MAI CASA DOS MUNDOS TER A SÁB: 14H30-19H30

EDUARDO SALAVISA

CADENOS DA AMÉRICA LATINA

Desenho e pintura 18 MAI A 31 AGO CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA SEG A SEX: 13H-17H30 SÁB: 10H-17H30

RENATO LEAL 8 A 30 MAI

NAZARENO RODRIGUES ALVES 8 MAI A 17 JUN

SALA DO LAGO QUI A DOM: 10H-17H30

COLEÇÃO DE JOALHARIA PORTUGUESA DA S.J. PHILLIPS 25 A 28 MAI


A R T E S I N AU G U R A M

ANTONIETA MARTINHO

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES – MUSEU DAS COMUNICAÇÕES SEG A SEX: 10H-18H SÁB: 14H-18H

CHANGING DIALOG

STEPHANIE PULLIN

ADRIANO DIAS PEREIRA

Pintura 12 MAI A 12 JUN

16 A 29 MAI

Pintura 30 MAI A 19 JUN

MARCELO LONDOÑO RE-FLECTERE

Fotografia ATÉ 15 MAI CULTURGEST TER A SEX: 11H-18H SÁB E DOM: 11H-19H

O FOTÓGRAFO ACIDENTAL: SERIALISMO E EXPERIMENTAÇÃO EM PORTUGAL, 1968-1980 Fotografia 20 MAI A 3 SET

SIMULTÂNEA

Obras da coleção da CGD 20 MAI A 10 SET ERMIDA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SEG A SEX: 10H-13H/14H17H, SÁB E DOM: 14H-18H

PAULO BRIGHENTI PAI

Pintura e escultura 13 MAI A 18 JUN

NELSON CARDOSO ALQUIMIA (NA TASCA) Instalação ATÉ 7 MAI

ROBERT PANDA MAY NOT LOAD

Intervenção urbana ATÉ 26 AGO FABULA URBIS SEG A DOM: 10H3013H30/15H-20H

DANIEL VIEIRA ETNOGRAFIAS Desenho 1 A 31 MAI

FACULDADE DE BELASARTES – UNIVERSIDADE DE LISBOA SEG A SEX: 11H-19H

LEONOR FONSECA KEEP IN __________ Fotografia 11 A 31 MAI

PERMANÊNCIAS ILUSÓRIAS

GALERIA AV. DA ÍNDIA

MANTHIA DIAWARA

PERCURSOS INTENSIVOS - REFLEXÕES SOBRE A CONTEMPORANEIDADE AFRICANA ATRAVÉS DA OBRA E DO PENSAMENTO DE UM AUTOR AFRICANO OU DA DIÁSPORA AFRICANA Instalação, filmes/palestras 13 MAI A 15 SET

GALERIA MUNICIPAL DO TORREÃO NASCENTE DA CORDOARIA TER A SEX: 10H-18H SÁB E DOM: 14H-18H

O OLHAR DO ARTISTA

Obras da coleção de Serralves 19 MAI A 6 AGO GALERIA RATTON SEG A SEX: 10H-13H30/15H-19H30

HELENA LAPAS

MATÉRIA DO TEMPO

Desenhos escultóricos 4 MAI A 31 JUL GALERIA REVERSO SEG A SEX: 14H-19H

O RETRATO NA JÓIA

Curso de Produção Artística Ourivesaria da Escola Artística António Arroio 6 A 12 MAI

YU HIRAISHI

POINT, LINE & PLANE Joias 19 MAI A 9 JUN

GALERIA TAPEÇARIAS DE PORTALEGRE SEG A SEX: 14H-19H30

COLETIVA DE TAPEÇARIA 2 A 31 MAI

LEITURIA SEG A SÁB: 10H-20H

CONCHA DEZA Fotografia 6 A 30 MAI

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA TER A DOM: 10-18H

ANA PÉREZ-QUIROGA APQHOME-MAAT

© Nuno Moreira Inácio

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DO EDIFÍCIO CENTRAL DO CAMPO GRANDE SEG A SEX: 8H-20H

29

GALERIA BELO -GALSTERER ATÉ 25 DE JULHO RUA CASTILHO, 71, R/C / 213 815 914 WWW.BELOGALSTERER.COM

ALEXANDRE CONEFREY PESO

Em Peso, Alexandre Conefrey apresenta trabalhos inéditos, com especial incidência em desenhos de grande formato, que não partem de uma imagem mas antes de uma construção quase escultórica. Nesta nova série, que começou a ser criada em 2016, continua a ser percetível o apego do artista à produção das suas obras e o poder evocador dos traços de grafite quando conduzido por mãos capazes. Em simultâneo, encontra-se também patente na Galeria Belo-Galsterer a exposição Void, onde a artista guatemalteca Maria Renée Morales Lam mostra uma instalação site-specific usando o seu material de eleição, o vidro. ARV Instalação 17 MAI A 4 SET

O QUE EU SOU

HINO À ALEGRIA

Pintura 4 MAI A 2 JUN

Ciclo Perspetivas ATÉ 29 MAI

RUA DO SOL AO RATO

DIMENSÕES VARIÁVEIS: ARTISTAS E ARQUITETURA

EXPLOSÃO DE VIDA

Arte e arquitetura ATÉ 29 MAI

UTOPIA/DISTOPIA

MUDANÇA DE PARADIGMA ATÉ 21 AGO

MAC_MOVIMENTO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 13H-20H, SÁB: 15H-19H AVENIDA ÁLVARES CABRAL

HILÁRIO TEIXEIRA LOPES

ÁLVARO ASSUNÇÃO Pintura 5 A 27 MAI

MIISO GALERIA D’ARTES TER A SÁB: 14H-19H

PAUL MATHIEU

DRAMATICAMENTE DIGITAL Fotografia digital 6 A 30 MAI

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA TER A DOM: 10H-13H/14H-18H PAVILHÃO BRANCO

PALOMA BOSQUÊ


30

A R T E S I N AU G U R A M / C O N T I N UA M 16 MAI A 8 OUT PISO 1

UM NOVO PADRÃO

A ESCOLA-FÁBRICA DE LOUÇA DO RATO, 1767 26 MAI A 30 SET

IMAGEM PARADOXAL: FRANCISCO AFONSO CHAVES (1857-1926). PARTE II

PAVILHÃO PRETO

Fotografia ATÉ 28 MAI

Projetos, maquetas, desenhos e propostas apresentadas para Lisboa, desde o século XVI ao XX ATÉ 18 JUN

MUSEU DE SÃO ROQUE SEG: 14H-19H, TER, QUA, SEX A DOM: 9H-19H, QUI: 9H-20H

A LISBOA QUE TERIA SIDO

MUSEU DE LISBOA – SANTO ANTÓNIO TER A DOM: 10H-18H

SANTO ANTÓNIO NA BANDA DESENHADA 9 A 31 MAI

MUSEU MILITAR DE LISBOA TER A DOM: 10H-17H

DELFIM MAYA

ESCULTOR IBÉRICO Escultura 6 MAI A 31 OUT

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA TER: 14H-18H QUA A DOM: 10H-18H

MADONNA. TESOUROS DOS MUSEUS DO VATICANO

Coletiva de pintura e tapeçaria 19 MAI A 10 SET

TODOS SOMOS MECENAS

RETRATO DE D. FREI JOSÉ MARIA DA FONSECA ÉVORA Pintura ATÉ 30 MAI

UM GOSTO PELA ALEGORIA DESENHOS EUROPEUS DOS SÉCULOS XVI A XVIII ATÉ 18 JUN

OBRA CONVIDADA

GIOVANNI ANTONIO CANAL, DITO IL CANALETTO

O CANAL GRANDE A PARTIR DO CAMPO SAN VIO

Villa Vauban - Musée d’Art de la Ville de Luxembourg, Luxemburgo ATÉ 2 JUL MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA TER A SEX: 10H-17H SÁB E DOM: 11H-18H

TOMAZ HIPÓLITO 2017 DIORAMA_01

Ver pág. 31 16 MAI A 2 JUL

UM COMPROMISSO PARA O FUTURO

500 ANOS DA 1.ª EDIÇÃO IMPRESSA DO COMPROMISSO DA CONFRARIA DA MISERICÓRDIA

ASSOCIAÇÃO CASTELO D’IF PAISAGEM

ATÉ 6 MAI

C O N T I N UA M 3+1 ARTE CONTEMPORÂNEA TER A SEX: 14H-20H SÁB: 11H-16H

ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR TER A DOM: 10H-18H

ESTRANHOS DIAS RECENTES DE UM TEMPO MENOS FELIZ Coletiva ATÉ 21 MAI

GABRIELA MACHADO

ATELIER NATÁLIA GROMICHO TER A SEX: 14H-18H

Escultura ATÉ 17 JUN

FREEDOM

UM MOMENTO

ALLARTS GALLERY TER A SÁB: 11H-19H

CONTRASTES

NATÁLIA GROMICHO Pintura ATÉ 3 MAI

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA SEG A DOM: 10H-18H

ATÉ 13 MAI

CALEIDOSCÓPIO – CENTRO ACADÉMICO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

ENCENAÇÕES PORTUGUESAS

APAIXONARTE SEG A SEX: 12H-19H30 SÁB: 12H-17H

TIBETE, NA SOMBRA DO TETO DO MUNDO

BÁRBARA GIL

Fotografia ATÉ 12 MAI

Pintura ATÉ 11 MAI

CARLOS CARVALHO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 10H-19H30 SÁB: 12H-19H30

2 MAI A 10 SET

GHEORGHE FIKL

Pintura 15 MAI A 31 AGO

UM OLHAR REAL

OBRA ARTÍSTICA DA RAINHA D. MARIA PIA

PINTURA

CARLOS BRUM MELO

LIKE THE OLD DAYS

Desenho, aguarela, fotografia ATÉ 30 MAI

AR.CO – CENTRO DE ARTE E COMUNICAÇÃO VISUAL

PASSEVITE TER A SÁB: 17H-20H

XABREGAS CITY

PRELUDE TO A LANDSCAPE

JOÃO PAULO FELICIANO

Coletiva ATÉ 27 MAI

SOLEDAD SEVILLA

Fotografia ATÉ 20 MAI

Pintura e instalação 13 MAI A 8 JUN

ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA | FOTOGRÁFICO SEG A SÁB: 10H-19H

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO SEG, QUI, SEX: 15H-20H SÁB E DOM: 11H-18H

RUTAS DEL DESASOSIEGO

LAINEZ & NUÑEZ UNREST

Pintura e fotografia ATÉ 10 MAI SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS ARTES SEG A SEX: 12H-19H SÁB: 14H-20H

MARIA JOSÉ OLIVEIRA 40 ANOS DE TRABALHO 15 MAI A 17 JUN

ALUNOS FINALISTAS DOS CURSOS DE SERIGRAFIA E GRAVURA DA ANTÓNIO ARROIO 26 MAI A 26 JUN

JOÃO MOTTA

A REALIDADE DA FICÇÃO Instalação ATÉ 27 MAI

TEORODO BRIZ

ELOGIO DA COR 2017 Fotografia ATÉ 13 MAI

RUY DA SILVEIRA FOTOMEMÓRIAS ATÉ 1 JUL

ARTUR BOURDAIN DE MACEDO

[ANTE] CÂMARA. FOTOGRAFIAS DE CENA ATÉ 1 JUL

|A IMAGEM CONTEXTUALIZADA | ANABELA MARAVILHAS ORIGEM

ATÉ 5 MAI

MARIANA ROMÃO AURORA

ATÉ 5 MAI ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA SEG A SEX: 9H-18H

CLOTILDE FAVA SER MULHER Pintura ATÉ 5 MAI

UMA OBRA PARA AS OBRAS

Exposição-venda de obras de arte do acervo da Casa da Achada ATÉ 22 MAI CASA DO ALENTEJO SEG A DOM: 10H-23H

DAVID ARBUS Pintura ATÉ 12 MAI

CASA-ATELIER VIEIRA DA SILVA

ANA VIDIGAL

MAS AO BRASIL JAMAIS VOLTARIA ATÉ 21 MAI

CASUAL LOUNGE CAFFÉ SEG A SÁB: 16H-02H

ARMANDO BORGES MEMÓRIAS

Pintura ATÉ 4 JUN


A R T E S C O N T I N UA M

31

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA 17 DE MAIO A 2 DE JULHO RUA DA ESCOLA POLITÉCNICA, 58 / 213 921 800 WWW.MUSEUS.ULISBOA.PT

TOMAZ HIPÓLITO 2017 DIORAMA_01 A performance, o vídeo, a fotografia, o desenho e a instalação vão ocupar diversos espaços do Museu Nacional de História Natural e da Ciência pela mão de Tomaz Hipólito. Em 2017 diorama_01, o corpo do artista surge como médium primordial de mapeamento e experimentação do espaço envolvente de forma a criar um novo território. Esta ação em que o museu é, afinal, ele próprio o diorama do visitante, estende-se pelo anfiteatro nobre, pelo átrio da entrada principal e por duas salas junto ao claustro. Inserida no programa paralelo da ARCOLisboa 2017, esta exposição apresenta trabalhos site-specific e outros desenvolvidos por Tomaz Hipólito nos últimos anos. ARV CENTRO CULTURAL DE BELÉM TER A DOM: 10H-19H GARAGEM SUL

VICTOR PALLA E BENTO D’ALMEIDA

ARQUITETURA DE OUTRO TEMPO ATÉ 18 JUN

PRAÇA CCB

ANTÓNIO GONÇALVES

CONTEMPLAÇÃO PARTICULAR Pintura ATÉ 30 JUN

CENTRO DE CULTURA E DESPORTO DO CRÉDITO AGRÍCOLA M ÚTUO SEG A SEX: 9H-19H30

FÁTIMA LOBO

EDGE ARTS – ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 10H-20H

FIDELIDADE CHIADO 8 – ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 12H-20H

TOBEL

ATÉ 14 JUL

SAMUEL MATZIG Fotografia ATÉ 4 MAI

ERMIDA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SEG A SEX:10H-13H/14H-17H SÁB E DOM: 14H-18H

CRISTIANA FERNANDES PRETTY QUIET ATÉ 8 MAI

ESPAÇO ÁGUAS LIVRES

INÊS TELES BLINDS

ITINERÂNCIAS

Pintura ATÉ 15 MAI

CONVENTO DAS TRINAS

ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA SEG A DOM: 10H-00H

Pintura ATÉ 8 MAI

CONVENTO DAS TRINAS, ANOS 40 / HOJE Fotografia ATÉ 5 MAI

CRISTINA GUERRA CONTEMPORARY ART TER A SEX: 11H-20H SÁB: 12H-20H

JOSÉ LOUREIRO BONÉ

ATÉ 10 MAI

INÊS SCHERTEL

JOSÉ PEDRO CROFT

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN QUA A SEG: 10H-18H MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN

TERRA INCÓGNITA

MANUELA MARQUES

VERSAILLES [LA FACE CACHÉE DU SOLEIL] Fotografia ATÉ 22 MAI

TAMÁS KASZÁS

ALEGRIA E SOBREVIVÊNCIA Instalação, desenho e vídeo ATÉ 15 MAI

PORTUGAL EM FLAGRANTE OPERAÇÃO 1, 2 E 3 Coletiva ATÉ 18 NOV

GALERIA PRINCIPAL E PISO INFERIOR

ESPAÇO NOVO BANCO SEG A SEX: 9H-19H

UMA MANEIRA DE SER MODERNO

EXPOSIÇÃO #28 - DA FUGA E DO ENCONTRO: INVERSÕES DO OLHAR Coletiva de fotografia ATÉ 31 MAI

ATÉ 27 MAI

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES – MUSEU DAS COMUNICAÇÕES SEG A SEX: 10H-18H SÁB: 14H-18H

SLOW DESIGN

ATÉ 29 MAI

O BIGODE ESCONDIDO NA BARBA

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS Pintura ATÉ 5 JUN

FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA QUA A SEX: 13H-20H

FRANCISCO TROPA

INEZ TEIXEIRA Desenho, pintura ATÉ 13 MAI

EM CARTAZ

Mostra de cartazes de propaganda e publicidade da coleção do Arquivo Iconográfico da FPC ATÉ 17 MAI

O CABO SUBMARINO NUM MAR DE CONETIVIDADES ATÉ 30 MAI

GALERIA BAGINSKI TER A SÁB: 13H-19H

ANA VIDIGAL

Colagem, pintura, desenho ATÉ 3 JUN GALERIA BELO GALSTERER TER A SEX: 12H-19H SÁB: 14H-19H

ALEXANDRE CONEFREY PESO

Desenho ATÉ 25 JUL

MARIA RENÉE MORALES LAM


32

A R T E S C O N T I N UA M VOID

Instalação site-specific ATÉ 25 JUL GALERIA BOAVISTA TER A DOM: 13H-18H

ALEJANDRO ALONSO DÍAZ COSMIC WORDS

Open Call Jovens Curadores ATÉ 15 JUN GALERIA FILOMENA SOARES TER A SÁB: 10H-20H

KILUANJI KIA HENDA

IN THE DAYS OF A DARK SAFARI Pintura ATÉ 6 MAI

GALERIA MADRAGOA

GONÇALO PRETO FRAGMENTO

Desenho, escultura ATÉ 6 MAI

DEANNA HAVAS INTO THE WOODS Pintura ATÉ 6 MAI

GALERIA MILLENNIUM SEG A SÁB: 10H-18H

A PRESSÃO DA LUZ -

ÁLVARO SIZA POR NUNO CERA

FERNANDO GASPAR

Fotografia ATÉ 26 MAI

Pintura ATÉ 2 MAI

GALERIA MONUMENTAL TER A SÁB: 15H-19H30

GALERIA ZÉ DOS BOIS QUA A SÁB: 19H-23H

ANTÓNIO MELO, DANIEL MELIM E MARTINHO COSTA Coletiva de pintura ATÉ 27 MAI

GALERIA QUADRUM TER A SEX: 10H-19H SÁB E DOM: 14H-19H

RUI INÁCIO

O MAR É VIVO E NÃO FALA ATÉ 2 JUL

GALERIA DAS SALGADEIRAS TER A SÁB: 15H-21H

SEPARATED LAND IV

MATTIA DENISSE DUPLO VÊ

Desenho ATÉ 24 JUN

DIOGO EVANGELISTA ESPAÇO DE FLUXOS Instalação ATÉ 24 JUN

GOETHE -INSTITUT SEG A SEX: 9H-21H

CARLOS GASPARINHO E THOMAS NÖLLE ELSEWHERE: UMA VIAGEM IMPROVÁVEL

PAULA ALMOZARA

Fotografia ATÉ 30 JUN

Gravura, instalação ATÉ 27 MAI

HANGAR – CENTRO DE INVESTIGAÇÃO ARTÍSTICA

CÉU

GALERIA SÃO MAMEDE SEG A SEX: 11H-20H SÁB: 11H-19H

CANIBALIA, REDUX Coletiva ATÉ 9 JUN

INSTITUTO CULTURAL ROMENO

RAÍZES E ECOS DA VANGUARDA ROMENA

NAS COLEÇÕES DE GRÁFICA DA BIBLIOTECA DA ACADEMIA ROMENA ATÉ 12 MAI

LIVRARIA SÁ DA COSTA SEG A SEX: 12H-19H

MIGUEL PALMA RÉPLICA

Escultura, desenho ATÉ 3 JUN LOST LISBON

GORDOLETTERS LUCY

Pintura de tinta da china em papel de arroz ATÉ 19 MAI MERCADO DE CAMPO DE OURIQUE

MAIS DE 80 ANOS DE HISTÓRIA Fotografia ATÉ OUT


A R T E S C O N T I N UA M

33

MUSEU DE ARTE POPULAR QUA A SEX: 10H-18H, SÁB E DOM: 10H-13H/14H-18H

DA FOTOGRAFIA AO AZULEJO

POVO, MONUMENTOS E PAISAGENS DE PORTUGAL NA PRIMEIRA METADE DO SÉC. XX ATÉ 1 OUT

MUSEU DE ARTES DECORATIVAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA TER A SEX 10H-18H, SÁB E DOM: 10H-13H/15H-18H

TANYA HABJOUQA

PRAZERES SOB OCUPAÇÃO Fotografia ATÉ 4 MAI

MUSEU BORDALO PINHEIRO TER A DOM: 10H-18H

LISBOA DE BORDALO ATÉ JUN

MUSEU COLEÇÃO BERARDO TER A DOM: 10H-19H

NOUVEAU RÉALISME, FIGURAÇÃO NARRATIVA E POP PELA EUROPA CONTINENTAL ATÉ 1 MAI

MUSEU DO DINHEIRO QUA A SÁB: 10H-18H

FRANCISCO DE HOLANDA DESEJO, DESÍGNIO E DESENHO (1517-2017) Desenho ATÉ 10 JUN

LUIS SILVEIRINHA ARQUIVO

Desenho ATÉ 10 JUN MUSEU DE LISBOA TORREÃO POENTE TER A DOM: 10H-18H

JOÃO PINA

OPERAÇÃO CONDOR Fotografia ATÉ 18 JUL

MUSEU DO ORIENTE TER A DOM: 10H-18H SEX: 10H-22H

O OLHAR DA SIBILA - CORPORALIDADE E TRANSFIGURAÇÃO Coletiva ATÉ 18 JUN

A ÓPERA CHINESA

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA 16 DE MAIO A 31 DE AGOSTO LARGO DA AJUDA / 213 637 095 / WWW.PALACIOAJUDA.PT

FIKL ENCENAÇÕES PORTUGUESAS O atual interesse dos colecionadores e a crescente valorização do seu trabalho está a tornar Gheorghe Fikl num dos mais conceituados artistas romenos contemporâneos. Na exposição que traz agora a Portugal, organizada pela Embaixada da Roménia, o Instituto Cultural Romeno, a Fundação Bonte e a Direção Geral do Património Cultural, Fikl apresenta 16 pinturas e cinco fotografias digitais de diversas coleções, obras expressivas das diferentes etapas e estilos de criação do artista. ARV Objetos, gravura, pintura, fotografia, vídeo ATÉ 31 DEZ/18 MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO TER A DOM: 10H-18H RUA SERPA PINTO

VALTER VENTURA

OBSERVATÓRIO DE TANGENTES Fotografia ATÉ 7 MAI

VANGUARDAS E NEOVANGUARDAS NA ARTE PORTUGUESA 1910 – 2011 ATÉ 17 JUN

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA TER: 14H-18H QUA A DOM: 10H-18H

PEÇAS EM PEÇAS

DO FIGURAR E DO TRAJAR ATÉ 30 MAI

ENTR’ACTO MODERNISTA: O TEATRO E A DANÇA NA OBRA DE ANTÓNIO SOARES

ATÉ 25 JUN PANTEÃO NACIONAL

REIS E HERÓIS – OS PANTEÕES EM PORTUGAL

ATÉ SET

Pintura, ourivesaria, escultura ATÉ 7 MAI

MUSEU NACIONAL DO TRAJE TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

PAVILHÃO DE PORTUGAL SEG A SEX: 10H-18H SÁB E DOM: 10H-20H

DO FIGURAR E DO TRAJAR

TUTANKAMON – TESOUROS DO EGIPTO

PALÁCIO CHIADO

PENSÃO AMOR

PALÁCIO CHIADO

Instalação ATÉ SET

PEÇAS EM PEÇAS ATÉ 30 MAI

SÓNIA DOMINGUES Pintura ATÉ 31 MAI

PALÁCIO POMBAL MUDE FORA DE PORTAS

O MAIS PROFUNDO É A PELE

COLEÇÃO DE TATUAGENS 1910-40

ATÉ 1 MAI

MAMBA-DE-JAMESON A PEQUENA GALERIA QUA A SEX: 18H-20H SÁB: 16H-20H

SÓNIA FIGUEIREDO DO LUGAR DE LÁ Fotografia ATÉ 6 MAI


34

A R T E S C O N T I N UA M / F E S T I VA I S / C O N C U R S O S SALA-GALERIA CARLOS PAREDES SEG A SEX: 9H-19H

O QUE FICOU POR DIZER

A CENSURA NA CULTURA E NAS ARTES 1936-1974 Documental ATÉ MAI

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

PAPEL DE PAREDE

TEATRO EM CARTAZ: A COLEÇÃO DO D. MARIA II, 1853-2015 Cartazes ATÉ 29 JUL

TEATRO DA POLITÉCNICA TER A SEX: 17H ATÉ FINAL DO ESPETÁCULO, SÁB: 15H ATÉ FINAL DO ESPETÁCULO

SÉRGIO POMBO AGORA

Pintura ATÉ 3 JUN TEATRO TABORDA

THOMAS MENDONÇA CHUVA DE ÍCONES Desenho ATÉ 7 MAI

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA

DILMA PEREIRA MALDOROR

ATÉ 31 MAI VELHA GAITEIRA SEG A DOM: 12H-02H

JOÃO SARAMAGO E RICARDO RODRIGUES

O MESMO MATERIAL, LINGUAGENS DIFERENTES Ilustração, desenho ATÉ 15 MAI

ZARATAN – ARTE CONTEMPORÂNEA QUI, SEX E SAB: 16H-24H, DOM: 16H-22H

CURATED CURATORS (I)

CURADORIA DE SARA & ANDRÉ

Pintura, escultura, vídeo, fotografia ATÉ 6 MAI

F E S T I VA I S

ARCOLISBOA 2017 CORDOARIA NACIONAL 18 A 20 MAI: 12H-20H, 21 MAI: 12H-18H www.ifema.es/arcolisboapr_01

GAB-A, GALERIAS ABERTAS DA BELAS ARTES FACULDADE DE BELAS-ARTES 6, 7 MAI: 14H-19H

MURO – FESTIVAL DE ARTE URBANA LX_2017 MARVILA 25 A 28 MAI

PRIMAVERA SÉNIOR 2017 INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA

ARTES PLÁSTICAS 22 MAI A 3 JUN

Conversas - Museus e histórias controversas: dizendo o indizível nos museus 18 MAI: 10H15-18H15

Discursos sobre Almada Negreiros - José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno Com Osvaldo Manuel Silvestre, Luís Trindade, Mariana Pinto dos Santos 31 MAI: 18H MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

Post-Internet Cities Conferência 26 MAI

MUSEU DO DINHEIRO

CONCURSOS CARPE DIEM ARTE E PESQUISA

PRÉMIO NACIONAL ARTE JOVEM 2017

Envio de candidaturas até 14 mai www.carpe.pt

CONVE RSAS/ CON FE RÊ NCIAS ACADEMIA NACIONAL DE BELAS-ARTES

A Arte do Ex-Libris: Trans-memória do verbo e da imagem Com Vitor Escudero 23 MAI: 15H CULTURGEST

Marc Lenot e Sérgio Mah

Conversa a propósito da exposição O Fotógrafo Acidental: Serialismo e experimentação em Portugal, 1968-1980 30 MAI: 18H FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

Modernismos e Estado Novo José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno

Com Gustavo Rubim, Manuel Deniz Silva, Joana Brites 10 MAI: 18H

Expect Resistance – Resiliência, autonomia e imaginação Mesa-Redonda 13 MAI: 17H

Conversas com artistas e curadores 25 MAI: 18H30

Francisco de Holanda cinco séculos depois: facetas de uma vida singular Seminário e debate 27 MAI: 15H

CU RSOS/ WORKSHOPS 40 CAMELS

Ateliê de fotografia de retratismo oitocentista VÁRIOS HORÁRIOS 933 139 785

ACADEMIA DE ARTES E TECNOLOGIAS

Desenhar&Pintar Lx, Fotografar Lx, Cerâmica, Pintura em Azulejo VÁRIOS HORÁRIOS ACADEMIA NOVAS LETRAS

Desenho e Pintura QUA: 15H-16H20

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

Ateliê de Máscaras, de Marionetas Marotes, Trabalhar o Papel / o Plástico VÁRIOS HORÁRIOS ARTE ILIMITADA

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA TER A DOM: 10H-13H/14H-18H PALÁCIO PIMENTA

Um Novo Padrão

Conversa com Anísio Franco 31 MAI: 18H PAVILHÃO PRETO

Desenho, pintura, ilustração e fotografia VÁRIOS HORÁRIOS ARTE PEL’ARTE

Pintura | Desenho SEG, QUI

A Lisboa que teria sido - Os Planos não Concretizados de Faria da Costa e a circular do casco histórico

Restauro

A Lisboa que teria sido A imagem da Cidade

Serigrafia caseira – estampagem em papel e tecido

16 MAI: 18H30

24 MAI: 18H30

MUSEU DO ORIENTE

A várias lentes

Ciclo de conferências A Índia Visual 31 MAI: 18H30 SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS-ARTES

Arte e investimento

Conferência com José Baptista 27 MAI: 18H-20H

QUI: 14H30-17H30 ARTLIER

Candeeiro em vidro (corte/perfuração) 28 MAI: 14H-17H

20 MAI: 14H-19H

Encadernação em capa dura 7 MAI: 10H-13H/14H-17H

Oficina de sapateiro 21 MAI: 10H-19H

Restauro & Reciclagem 13, 14 MAI: 10H-14H

Iniciação ao macramé 7 MAI: 10H-13H

Desenho de ornato iniciação 3 MAI A 21 JUN QUA: 14H-17H


A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S

Talha – iniciação

Encontro: Basílica da Estrela 13 MAI: 10H

Empalhamento

ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS

3 MAI A 21 JUN QUA: 18H-21H

24 MAI A 16 JUN QUA, SEX: 10H30-13H

Pop Art

8, 15, 22 MAI: 18H-21H

Polimento a goma-laca 31 MAI: 18H-21H

ASSOCIAÇÃO DOS ARTESÃOS DA REGIÃO DE LISBOA

Bordados e Arraiolos, cerâmica, costura, desenho e pintura, encadernação, pintura em azulejo, tecido e vidro, renda de Bilros, restauro de loiça, madeiras e iniciação à talha, tecelagem manual, tapeçaria Alto Liço e modelagem de vestuário VÁRIOS HORÁRIOS aarlisboa@gmail.com ASSOCIAÇÃO JUVEMEDIA

Micro maratona fotográfica

Percurso do elétrico 38

35

Iniciação e aprendizagem das técnicas e métodos da Joalharia

Pintura óleo acrílico

Por Catarina Silva VÁRIOS HORÁRIOS 965 424 279

ATELIÊ DE ARTE E ARTE PSICOTERAPIA

ATELIER DE LISBOA

SÁB: 10H-13H OU 15H-18H

Aulas de pintura terapêutica e sessões de arte-psicoterapia VÁRIOS HORÁRIOS 918 207 671 ATELIÊ CÁ

Pintura Manual do Azulejo QUA: 10H30-13H

Curso de cerâmica TER

Paisagem, fotografia e artes plásticas 4 ABR A 30 MAI TER: 19H30-21H30 ATELIÊ MELÍCIO

Aguarela, Pintura e Escultura QUI, SEX

ATELIÊ MF

Desenho e Pintura para Azulejos TER, QUI

ATELIER CABINE

Expressão plástica: desenho, pintura e gravura MP Atelier de gravura MP

ATELIER MUSICAL E ARTÍSTICO DO AREEIRO

ATELIÊ DE CERÂMICA CHAMOTE FINO

VÁRIOS HORÁRIOS

Pintura, Desenho, Pintura em Azulejo, Tapeçaria, Trabalhos Manuais e Fotografia

Cerâmica

ATELIER DO PAÇO

ATELIER DE JOALHARIA

SÁB: 14H-16H

TER, QUI, SEX: 15H-18H

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA 19 DE MAIO A 10 DE SETEMBRO RUA DAS JANELAS VERDES 213 912 800 / WWW.MUSEUDEARTEANTIGA.PT

MADONNA TESOUROS DOS MUSEUS DO VATICANO Do final da Antiguidade à época moderna, a iconografia da Virgem Maria nunca deixou de inspirar artistas e serve agora, no ano em que se celebra o centenário das aparições de Fátima, de eixo temático a esta mostra, que conta com um conjunto de obras das famosas coleções dos Museus do Vaticano, nomeadamente da sua valiosa Pinacoteca. Para além de extraordinárias tapeçarias e códices iluminados do acervo da Biblioteca Apostolica Vaticana, esta exposição apresenta também pinturas de Primitivos italianos, como Taddeo do Bartolo, Sano di Pietro e Fra Angelico, e de grandes mestres do Renascimento e do Barroco, como Rafael, Salviati, Pietro da Cortona e Barochi. Da Galleria Borghese chegam ainda pinturas de Venusti e Sassoferrato e da Galleria Corsini , obras de Gentileschi e Van Dyck. ARV

Livros de artista

Desenho iniciação QUA: 18H30-21H cursolisboa@gmail.com

ATELIER PASTA DE PAPEL

Workshop em pasta de papel TER: 10H30, 18H zabica@sapo.pt

ATELIÊ SANTA RUFINA

Workshop de Mosaicos SÁB: 11H-13H 934 188 287

ATELIER DE SÃO BENTO

Desenho, pintura, gravura e história de arte VÁRIOS HORÁRIOS

ATELIERS DE ALFAMA

Técnicas Criativas e Relaxamento pela Arte SÁB: 11H-14H

Desenho Artístico

QUI: 19H-22H ricardo.andrade@ncreatures.com BIBLIOTECA DOS AMIGOS DOS CASTELOS

As “artes da cal” em Portugal: estudo, análise e reabilitação 2 A 25 MAI TER, QUI: 18H-20H


36

A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S CASA-ATELIER VIEIRA DA SILVA

Desenhar à flor da pele Sessões regulares de desenho de modelo QUA: 18H-19H30

UM ANO A DESENHAR PARA O FUTURO 2017

Omar Jaramillo

Oficina de desenho em diário gráfico 6 MAI: 10H30-13H

CAULINO CERAMICS

Ateliê de cerâmica

de Barro

SEG A SEX: 11H-21H

TER: 14H15-16H45 919 981 288

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

CONTRAPROVA

Fotografia

Nível 1 QUI: 19H30-21H30 Nível 2 TER: 19H30-21H30

Técnicas de gravura QUI: 19H-22H

CONVENTO SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Desenhar no convento

C.E .M . – CENTRO EM MOVIMENTO

Workshop de desenho 6 MAI: 15H

ESCOLA DE BELAS ARTES PEDRO SERRENHO

QUI: 19H-20H30

Com Susana Salazar SÁB: 18H-20H suasalacubo@gmail.com

Workshops Temáticos de Fotografia

CENTRO DE RECREIO POPULAR DO BAIRRO

CASA ESTRELA DO MAR

Oficinas de Libertação Artística para Adultos

com João Caseiro SÁB: 14H-18H

CASA DE TRÁS-OSMONTES E ALTO DOURO

Pintura em azulejo e faiança QUA: 17H30-19H30

Desenho

HORÁRIO A COMBINAR

Fotografia

TER, QUI: PÓS-LABORAL

Artesanato em joias

Curso de Pintura

SEG A DOM: 15H-23H CERÂMICA BAIRRO ALTO

Cerâmica, Porcelana, Esmalte e Recriação de Bijuteria VÁRIOS HORÁRIOS CLUBE ESTEFÂNIA

Traço e Pintura de Azulejos e Modelação

Desenho/Pintura, Iniciação à Gravura, Desenho de Corpo Humano (com modelo), História da Arte, Desenho e Geometria Descritiva 917 540 178

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Pintura

FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

Curso de Peritagem de Mobiliário

SEG, TER: 18H-22H, QUA: 18H-22H (15 EM 15 DIAS) ESPAÇO INATEL MOURARIA

Costura criativa

TER, QUI: 9H30–13H30 ESPAÇO 62

Desenho de Modelo TER: 18H-19H30

FACULDADE DE BELASARTES – UNIVERSIDADE DE LISBOA

Workshop de reprodução de portfolios/livros/ cartazes 4, 18, 25 MAI: 10H-13H OU 13H30-16H30 GALERIA 36

Pintura sobre Azulejo QUA: 14H-19H

SÁB: 11H30

GALERIA REVERSO

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES DECORATIVAS DA

Cursos práticos de joalharia

O prazer de fazer, a Joia ao Alcance da Mão


37 GALERIA VALE FORMOSO

Desenho, Pintura e Ilustração QUA: 15H-17H

INSTITUTO DE ARTES E OFÍCIOS

Oficina de mobiliário, de pintura, de escultura e talha INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Pintura

Com Carlos Franco SÁB: 10H-13H INSTITUTO PORTUGU ÊS DE FOTOGRAFIA

Fotografia noturna 5 A 19 MAI SEX,SÁB

Composição

8 MAI A 5 JUN SEG: 10H-13H OU 20H-23H

O Flash não morde 11 A 13 MAI

Adobe Lightroom

15 MAI A 3 JUN SEG, SEX: 20H-23H, SÁB: 10H-13H LABORATÓRIO DE CRIAÇÃO ARTÍSTICA

Espelho meu Fotografia

O filme da nossa vida Vídeo IA

www.bairroaoespelho.com LISBON PHOTOGRAPHER

Atelier de fotografia a céu aberto 933 139 785 www.lisbonphotographer.com

MESTRES DO REGUEIRÃO

Introdução à cerâmica SEG: 19H-21H

MOB – ESPAÇO ASSOCIATIVO

Desenho de modelo nú QUI: 18H30-21H

conservação de coleções

20 MAI: 11H, 12H, 15H, 18H MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

Paixão

Ciclo de oficinas para jovens – 15-30 anos 14 MAI: 15H30-17H30 MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Modelação de barro e pintura de azulejo MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Oficina de tecelagem manual e tapeçaria QUA: 13H30-17H30

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

Iniciação à fotografia Com José Romão 13, 20 MAI: 9H30-18H, 21 MAI: 10H-13H

Jardim Azul

Oficina de cianotipia 28 ABR: 10H-14H NAF – N ÚCLEO DE ARTE FOTOGRÁFICA

4ª Aberta – Laboratório Comunitário QUA

MUSEU DO ORIENTE

Introdução à roda de oleiro

4, 5, 8, 9 A 11 MAI: 18H-21H

Workshop caixa de papel 6 MAI: 10H-13H

Desenhar é viajar: diários gráficos no Museu do Oriente

10, 20, 27 MAI: 10H-13H

Fotografia de viagem 27, 28 MAI: 10H-18H

Pintura sumi-e

27, 28 MAI: 10H-16H30

Workshop capa portólio

modelação em barro, técnicas de cerâmica e olaria, escultura, modelação em porcelana e grés, atelier de artes plásticas e cerâmica VÁRIOS HORÁRIOS

ORIGAMIGOS DE LISBOA

137º encontro dos Origamigos de Lisboa Local a definir 13 MAI: 15-19H 93 6 25 8 6 19

PONTO DE LUZ ATELIER

Desenho e gravura Por José Faria

Desenho de Figura Humana - Retrato, Técnicas de Calcografia e Gravura em Metal, Técnicas em Pintura SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Cursos de Formação

Com Luís Rocha e Tânia Araújo SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS-ARTES

Cursos Teóricos

História da Arte em Portugal, História da Arte I, História da Arte Contemporânea, Estética, Curso de Fotografia VÁRIOS HORÁRIOS

Cursos Práticos

Desenho (aulas com modelo), Introdução ao Estudo da Cor, Atelier com Modelo, Pintura, Oficina de Apoio em Pintura, Ilustração Artística, Atelier Experimental, Regime Tutorial VÁRIOS HORÁRIOS TEATRO DA VOZ

Desenho aberto

VÁRIOS HORÁRIOS VIRAGEM LAB

Técnicas de Impressão de Preto e Branco SÁB, DOM

27 MAI: 10H-13H MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO PELA ARTE

Memórias em álbum QUA: 10H-12H

MUSEU DO DINHEIRO

Ver a desenhar | Álbum de Desenhos 20 MAI: 18H-20H

Consultório de

N ÚCLEO DE ARTES E OFÍCIOS DO CCD -AT

Ourivesaria contemporânea, ateliê livre de esmaltes, bordados tradicionais, pintura em porcelana e faiança craquelada, artes decorativas,

O LIVRO

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

ARTHUR JÚLIO MACHADO E JOSÉ CANDIDO D’ASSUMPÇÃO E SOUZA

LISBOA UMA GRANDE SURPRESA ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA/FOTOGRÁFICO

Na segunda metade do século XIX, a representação fotográfica de Lisboa, para além das vistas sobre a cidade, destacava essencialmente o valor do edificado e das grandes obras públicas, documentando o espaço urbano. Com os novos projetos para a construção das avenidas, surgiram na Câmara Municipal de Lisboa tentativas de documentar a cidade focadas na intervenção urbanística da instituição, como documento privilegiado de estudo. O conjunto fotográfico Fundo Antigo, do Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico, dá corpo a esta intenção de forma sistematizada. O levantamento promovido por Arthur Júlio Machado e José Candido d’Assumpção e Souza, entre 1898 e 1912, com colaboração menos relevante de José Arthur Bárcia, intenta algo inédito na história de Lisboa: fotografar para documentar a cidade sem preocupações comerciais, sociais ou estéticas, mas urbanísticas. As fotos reproduzidas neste belíssimo álbum testemunham o objetivo de arquivar a memória visual da cidade em transformação e objetivo de conciliar a conservação do património lisboeta com a necessidade de estruturar uma consciente e bem planeada renovação urbanística. LAE


38

CI Ê N CI AS

TERREIRO DAS MISSAS – BELÉM A PARTIR DE 14 DE ABRIL, TODOS OD DIAS DAS 10H ÀS 20H 910 494 012 / WWW.COSMOSDISCOVERY.PT

EXPOSIÇÃO COSMOS DISCOVERY A exposição Cosmos Discovery acompanha o desenvolvimento de voos espaciais tripulados desde o início até aos dias atuais. Inclui mais de 200 artefactos originais da NASA e outras agências, dos EUA e da URSS, modelos realistas de foguetes e aviões espaciais, representações de estações orbitais e documentos autênticos. A exposição permite ver o satélite soviético Sputnik, a cadela ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA

VISITAS GUIADAS MP

EXPOSIÇÃO PERMANENTE NO MUSEU MAYNENSE SEG, QUA: 10H-18H

ESPECIALIZADA ANA DE CASTRO OSÓRIO AS MULHERES NOS MUSEUS

Por Simonetta Luz Afonso e Catarina Alfaro. Moderação por Teresa Salles 25 MAI: 17H30 EG

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

ATELIÊ DE MICROFOGUETES

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

MÁRIO DIONÍSIO NA RTP

MP

Por Adelino Gomes 13 MAI: 16H EG

BIBLIOTECA DE BELÉM

CASTELO DE SÃO JORGE

CICLO DE TERTÚLIAS NA BIBLIOTECA

SÍTIO ARQUEOLÓGICO TODOS OS DIAS: 10H30-19H30

Laika e a história de Yuri Gagarin - o primeiro humano no espaço - e um modelo em tamanho real da nave americana Mercury. Apresenta igualmente o programa americano Apollo e o Lunokhod soviético. Inclui um grande modelo do foguete Saturno V e a cápsula original russa Soyuz. Além disso, exibe uma vasta gama de fatos espaciais. Ricardo Gross

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

VISITAS ORIENTADAS ÀS INSTALAÇÕES DO CAL 1ª SEG: 10H30 EG

SEG, QUA EG / MP

centro.arqueologia@cm-lisboa.pt CENTRO DE CULTURA E INTERVENÇÃO FEMINISTA

HISTÓRIAS DE VIDA INSERIDAS NO PERCURSO DE 40 ANOS DE FEMINISMOS EM PORTUGAL

Seminário por Alice Samara, Ana

Cruz, Ana Pessoa, Maria José Magalhães, Manuela Tavares, Natividade Monteiro, Teresa Joaquim e Virgínia Baptista. Moderação por Anne Cova, Maria Augusta Seixas e Teresa Sales 27 MAI: 10H-17H30 ESPAÇO AMOREIRAS

CURSO DE FILOSOFIA MODERNA E CONTEMPORÂNEA Por Paulo José Miranda ATÉ 27 JUN TER: 21H-22H MP

info@edge-arts.org ESPAÇO MONSANTO

WORKSHOP EXPERIMENTAL DE


C I Ê N C I AS

CERÂMICA PRÉHISTÓRICA

13 MAI: 10H MP 218 172 180 (Centro de Arqueologia de Lisboa) FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES

DIA DAS JOVENS MULHERES NAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO 4 MAI

EG

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

III CICLO DE CONFERÊNCIAS TEMAS OLISIPONENSES PROJETO DE URBANIZAÇÃO DO CAMPO DE OURIQUE EM 1879 Por Susana Maia e Silva 4 MAI: 18H30

O QUARTEL DE CAMPO DE OURIQUE

Por Vítor Gregório Mendonça 18 MAI: 18H30 EG

7º CICLO DE CONFERÊNCIAS RELAÇÕES LUSO-ITALIANAS CHIFA QUESTO CAMINO É BEM NAVIGATE. CULTURAS E DINÂMICAS NOS PORTOS DE ITALIA E PORTUGAL (SÉCULOS XV-XVIII) DE PORTO EM PORTO ENTRE ITÁLIA E PORTUGAL: A LONGA VIAGEM DOS LIVROS DO BISPO D. JOÃO GALVÃO EM 1462

39 JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

VISITAS GUIADAS

Em português e inglês MP 933 756 154 (CERCiência) LIVRARIA BULHOSA (ENTRECAMPOS)

CICLO DE PALESTRAS SAÚDE ESPERTA O CANCRO TEM CURA? PORQUÊ EU E NÃO OUTRO? O CORPO AVARIOU OU FUI EU QUE O AVARIEI? O CANCRO É ASSIM TÃO MAU? QUE SOLUÇÕES? QUERO MESMO CURAR-ME? Por Manuela Cerejeira 6 MAI: 12H

MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

EXPOSIÇÃO PERMANENTE DO MUSEU DA ÁGUA TER A SÁB: 10H-12H30, 13H30-17H30

MUSEU DO COMBATENTE

A TRINCHEIRA

Exposição e workshop de construção de trincheiras.

A GRANDE GUERRA AO VIVO - EVOCANDO A PAZ ARMARIA - 200 ANOS DE ARMAS REGULAMENTARES EM PORTUGAL HISTÓRIA DA AVIAÇÃO NO SÉCULO XX Exposições TODOS OS DIAS: 10H-17H MUSEU DO DINHEIRO

lella.45@hotmail.com

NÚCLEO DE INTERPRETAÇÃO DA MURALHA DE D. DINIS VISITAS LIVRES

GALERIA ARTE GRAÇA

EG

Por Ana Clarinda Cardoso 8 MAI: 18H30 EG

ARQUEOLOGIA NO BAIRRO MIRADOURO SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN, UM VESTÍGIO DA MURALHA FERNANDINA 3 MAI: 18H30 EG

218 172 180 (Centro de Arqueologia de Lisboa)

QUA A SÁB: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

VISITAS ORIENTADAS SEX: 13H, SÁB: 11H EG / MP

213 213 240 MUSEU GEOLÓGICO DE PORTUGAL/LNEG

100 MILHÕES DE ANOS DA HISTÓRIA DE LISBOA

PORTUGAL ANTES DO HOMEM AS (PRIMEIRAS) 27 MARAVILHAS DO MUSEU GEOLÓGICO SEG A SÁB: 10H-18H

MUSEU DE LISBOA - CASA DOS BICOS

UMA HORA NO MUSEU 4 MAI: 16H

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA CASA DOS BICOS

SEG A SÁB: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) EG

217 513 200 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta) MUSEU DE LISBOA TEATRO ROMANO

POR DENTRO DE UMA ESCAVAÇÃO

3, 10, 17, 24, 31 MAI: 17H EG

FELICITAS JULIA OLISIPO, JÁ OUVIU FALAR? 14 MAI: 11H servicoeducativo@ museudelisboa.pt

VISITA NOTURNA EM TORNO DO TEATRO 19 MAI: 20H

A RENOVAÇÃO DO PROSCÉNIO DO TEATRO ROMANO: 0057 -2017 20 MAI: 15H

NOTHUS: O ESCRAVO DE OLISIPO QUE FOI MÉDICO 20 MAI A SET TER A DOM: 10H-18H

HORA DE BACO 25 MAI: 18H EG

VISITAS GUIADAS AO MUSEU TER A DOM: 10H-18H MP

217 513 215 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta)

CICLO DE PALESTRAS COMO SE CONSTRUIU LISBOA INTERIORES E SISTEMAS CONSTRUTIVOS DA ARQUITETURA REGIMENTADA

DOS SÉCULOS XVI-XVII Por António Miranda 30 MAI: 18H EG

MUSEU DE LISBOA TORREÃO POENTE

DEBAIXO DOS NOSSOS PÉS - PAVIMENTOS HISTÓRICOS DA CIDADE DE LISBOA Exposição ATÉ 24 SET TER A DOM: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) MUSEU DE MARINHA

VIKINGS - GUERREIROS DO MAR

Exposição TODOS OS DIAS: 10H-18H MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

A MÁSCARA IBÉRICA Debate 4 MAI: 18H

RELIGIÕES DA LUSITÂNIA LOQUUNTUR SAXA Visita à exposição por Isabel Leal 7 MAI: 11H

LUSITÂNIA DOS FLÁVIOS. A PROPÓSITO DE ESTÁCIO E DAS SILVAS ATÉ 1 OUT

RELIGIÕES DA LUSITÂNIA LOQUUNTUR SAXA TESOUROS DA ARQUEOLOGIA PORTUGUESA ANTIGUIDADES EGÍPCIAS Exposições TER A DOM: 10H-18H

1 MÊS/1 PEÇA A INSCRIÇÃO DE ARRONCHES Por José Cardim Ribeiro 20 MAI: 15H30 EG

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

DINOSSAUROS QUE VIVERAM NA NOSSA TERRA

Exposição ATÉ 18 MAI TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)


40

C I Ê N C I AS

PLANTAS E POVOS

Exposição TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

REIS DA EUROPA SELVAGEM - OS ÚLTIMOS GRANDES CARNÍVOROS

Exposição TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

MEMÓRIA DA POLITÉCNICA - QUATRO SÉCULOS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA Visita 6 MAI: 11H30-13H geral@museus.ulisboa.pt

EXPOSIÇÃO “A AVENTURA DA TERRA”

21 MAI: 16H-17H geral@museus.ulisboa.pt

ROTA DAS SIMETRIAS

27 MAI: 15H-16H30 MP geral@museus.ulisboa.pt

60 MINUTOS DE CIÊNCIA A SARDINHA ESTÁ A DESAPARECER? 18 MAI: 17H45 EG

DIA MUNDIAL DA TERRA PRAÇAS, JARDINS E ÁGUA

Visita orientada sobre a história associada à água e jardins na sétima colina 27 MAI: 15H-17H MP

geral@museus.ulisboa.pt

A OLHAR PARA O CÉU!

SESSÕES DE PLANETÁRIO

O CÉU DE GALILEU!

EXPOSIÇÃO HISTÓRICA E PARTICIPATIVA DE FÍSICA FRANCISCO ARRUDA FURTADO. DISCÍPULO DE

6 MAI: 16H30-18H

13 MAI: 16H30-18H

DO BIG BANG AO OBSERVADOR CÓSMICO -

SÁB: 16H30-18H geral@museus.ulisboa.pt

DARWIN MEMÓRIA DA POLITÉCNICA - QUATRO SÉCULOS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA A AVENTURA DA TERRA - UM PLANETA EM EVOLUÇÃO MINERAIS: IDENTIFICAR E CLASSIFICAR JOIAS DA TERRA - O MINÉRIO DA PANASQUEIRA ALLOSAURUS - UM DINOSSÁURIO, DOIS CONTINENTES? Exposições TER A SEX: 10H-17H, SÁB, DOM: 11H-18H

MUSEU DO ORIENTE

CICLO DE CONFERÊNCIAS A ÍNDIA VISUAL

ATÉ 29 NOV

A VÁRIAS LENTES

Por Rosa Maria Perez, Nuno Grancho e Nuno Lobito. Moderação de Filipe Reis 31 MAI: 18H30 EG N ÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA RUA DOS CORREEIROS

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 10H-12H, 14H-17H E / MP OCEANÁRIO DE LISBOA

FLORESTAS SUBMERSAS BY TAKASHI AMANO

Exposição TODOS OS DIAS: 10H-20H (ÚLTIMA ENTRADA 19H)

O MAR É PARA TODAS AS IDADES

Ateliê com visita guiada para maiores de 65 anos. TODOS OS DIAS: 10H-20H (ÚLTIMA ENTRADA 19H) MP

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO CIÊNCIA VIVA

VAMOS PROGRAMAR?


C I Ê N C I AS

41

SCRATCH DAY LISBOA Workshop 13 MAI: 15H30-18H30 EG / MP

RISCO - UMA EXPOSIÇÃO PARA AUDAZES

Exposição ATÉ SET TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

EXPLORA

Exposição TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

DÓING - OFICINA AUMENTADA

Oficina, ateliê de costura, workshops e pista de lançamento de grandes ideias. TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

DIA C: DESAFIOS PARA A SUSTENTABILIDADE ESPERAR O PIOR: A GESTÃO DO RISCO 25 MAI: 19H30

HÁ QUANTO TEMPO NÃO VAI A UMA AULA DE CIÊNCIA? DA BETERRABA À CAMISOLA PINTADA, LOLLIPOPS DE FRUTA, HORTAS À JANELA

Visitas acompanhadas, atividades de laboratório, cozinha e ateliês científicos para maiores de 65 anos. SEX: 10H15, 14H15 SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA

2º SEMINÁRIO FRAGMENTOS DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA MEIOS, VIAS E TRAJETOS, ENTRAR E SAIR DE LISBOA 30, 31 MAI: 9H30-18H MP

218 172 180 (Centro de Arqueologia de Lisboa) TERREIRO DAS MISSAS

COSMOS DISCOVERY

Exposição TODOS OS DIAS: 10H-20H 910 494 012

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA (SALA DO VEADO) A PARTIR DE 21 DE ABRIL 213 921 800 / WWW.MUSEUS.ULISBOA.PT

PLANTAS E POVOS A exposição baseia-se no conhecimento etnobotânico tropical no que respeita ao uso tradicional e local da flora pelas populações africanas, asiáticas e americanas, mas também na sua incorporação na ciência europeia a partir do império colonial português, com ênfase nos séculos XIX e XX. Dividida em três grandes núcleos – Transcender, Transformar e Cuidar – o visitante é convidado a conhecer o uso que o Homem tem feito das plantas ao longo da sua história para os mais diversos fins medicinais, estéticos, artísticos, alimentares, habitacionais, mobiliários, de transporte, vestuário, relacionados com rituais, entre outros. RG


42

CI N E M A

VÁRIOS LOCAIS ESTREIA A 18 DE MAIO

PERDIDOS O realizador Sérgio Graciano estreia, este mês, o thriller Perdidos , o filme é um remake da produção alemã Open Water 2 . A história centra-se num grupo de amigos que vai passar um fim de semana a bordo de um veleiro de luxo. Em alto mar o grupo decide nadar. Todos saltam para água, mas esquecem-se de

E S T R E I AS

ALIEN: COVENANT

De Ridley Scott, com Katherine Waterston, Michael Fassbender, James Franco

A tripulação da nave colonial Covenant descobre o que pensa ser um paraíso inexplorado, mas na realidade uma ameaça além da sua imaginação habita o local. O grupo tem de lutar arduamente para conseguir fugir com vida.

ALL NIGHTER

De Gavin Wiesen, com Analeigh Tipton, Emile Hirsch, J.K. Simmons

Um pai que aparece sem aviso para visitar a filha descobre que esta desapareceu. Juntamente com o ex-namorado da jovem tenta encontrá-la, mas para tal tem de enfrentar uma noite de arromba.

AMARELINHO

De Christian De Vita, com Arthur Dupont, Sara Forestier, Bruno Salomone

As aventuras de um pequeno pássaro amarelo, órfão, que vai encontrar uma família improvável.

IN BED WITH VICTORIA

De Justine Triet, com Virginie Efira, Vincent Lacoste, Melvil Poupaud

Victoria, uma mãe divorciada vê a sua vida alterar-se quando dois homens do passado reaparecem.

BRIMSTONE

De Martin Koolhoven, com Dakota Fanning, Carice van Houten, Kit Harington Quando um novo reverendo chega à cidade, Liz e a sua família percebem que estão em perigo. Alvo de perseguição por parte deste homem diabólico, Liz irá

baixar as escadas do barco, que se revela impossível de escalar. Dentro de água todos terão de lutar pela sobrevivência. Filmado em Porto Santo, conta com Dalila Carmo, Lourenço Ortigão, Dânia Neto, Afonso Pimentel, Diogo Amaral e Catarina Gouveia no elenco. Ana Figueiredo lutar com todas as suas forças para proteger os que a rodeiam.

A CIDADE PERDIDA DE Z

De James Gray, com Tom Holland, Charlie Hunnam, Sienna Miller Baseado em factos verídicos relata a jornada do explorador Colonel Percival Fawcett na tentativa de encontrar uma misteriosa cidade na Amazónia, na década de 1920.

CLASH

De Mohamed Diab, com Nelly Karim, Hani Adel, El Sebaii Mohamed

No Verão de 2013, no rescaldo da destituição do islamita Morsi, presidente do Egipto, uma carrinha da polícia, cheia de manifestantes com diferentes convicções políticas e religiosas, atravessa os tumultos. Serão os detidos capazes de se entender para sobreviver?

COLOSSAL

De Nacho Vigalondo, com Dan Stevens, Anne Hathaway, Jason Sudeikis

Uma mulher com um esgotamento percebe que o seu estado de espírito influencia uma série eventos catastróficos a nível mundial.

CONSPIRAÇÃO TERRORISTA

De Michael Apted, com Noomi Rapace, Orlando Bloom, Toni Collette

Uma agente da CIA é atraída para uma armadilha que coloca a cidade de Londres em perigo de um ataque terrorista.

A ESCOLHA DO REI

De Erik Poppe, com Jesper Christensen, Anders Baasmo Christiansen e Karl Markovics


C I N E M A E S T R E I AS A história verídica sobre os três dias de abril, de 1940, quando as forças do exército alemão fizeram um ultimato ao Rei da Noruega: render-se ou morrer.

FRANCISCO, O PAPA DO POVO

De Daniele Luchetti, com Leah Allers, Cuyle Carvin, Rodrigo De la Serna

Um filme biográfico sobre o atual Papa.

43

Um homem solteiro que, após a morte do irmão, cria a sobrinha sobredotada terá de enfrentar uma batalha judicial contra a sua mãe e avó da criança que pretende ficar com a custódia.

Animação que conta a história de um menino que após a morte da mãe vai viver para uma casa de acolhimento. Aí terá de enfrentar vários obstáculos, mas encontrará também uma família só sua.

A MINHA VIDA DE COURGETTE

MÚSICA A MÚSICA

De Claude Barras, com Gaspard Schlatter, Sixtine Murat, Paulin Jaccoud

De Terrence Malick, com Ryan Gosling, Michael Fassbender, Natalie Portman Dois casais cruzam-se na cena

musical em Austins. Amor, traição e obsessão são os elementos centrais do dia-a-dia destas pessoas.

OLHA QUE DUAS

De Jonathan Levine, com Amy Schumer, Goldie Hawn, Joan Cusack

Mãe e filha decidem passar férias no Equador. Mas as coisas não correm como o planeado: são

HERÓIS DA NAÇÃO

De Lone Scherfig, com Gemma Arterton, Sam Claflin, Bill Nighy

Durante a 2ª Guerra Mundial, em Londres, um grupo de pessoas ligadas ao cinema resolve fazer um filme para levantar a moral da nação e ao mesmo tempo inspirar os Estados Unidos a aliarem-se contra a Alemanha.

I AM NOT YOUR NEGRO

De Raoul Peck, com Samuel L. Jackson, James Baldwin, Harry Belafonte

O escritor James Baldwin quando morreu deixou um manuscrito inacabado que pretendia homenagear três dos seus amigos: Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King, Jr.. Este documentário tem por base o arquivo do escritor, enfatizando as questões raciais na América.

O ILUSTRE CIDADÃO

De Gastón Duprat, Mariano Cohn, com Oscar Martínez, Dady Brieva, Andrea Frigerio

O Sr.º Mantovani, vencedor do Prémio Nobel da Literatura, aceita o convite para visitar a sua terra natal na Argentina. Uma decisão pouco acertada, uma vez que todos os seus livros incluem personagens baseadas em pessoas reais que fazem parte do seu passado.

MÃE ROSA

De Brillante Mendoza, com Jaclyn Jose, Julio Diaz e Baron Geisler

Rosa é mãe de quatro filhos e dona de uma loja de conveniência, num bairro de Manila. Para se sustentarem, ela e o marido vendem paralelamente narcóticos. Um dia são presos. Os filhos tudo farão para os libertarem.

MEIN BLIND DATE MIT DEMN LEBEN

De Marc Rothemund, com Kostja Ullmann, Rouven Blessing, Ludger Pistor A história verdadeira de um jovem alemão que ficou quase cego na adolescência, mas que nunca desistiu do seu sonho: trabalhar num hotel de luxo.

MENTE BRILHANTE

De Marc Webb, com Jenny Slate, Chris Evans, Mckenna Grace

REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA ATÉ 5 DE JULHO ALAMEDA DA UNIVERSIDADE / 210 170 134 / WWW.ULISBOA.PT

AMÉRICA, AMÉRICA, PARA ONDE VAIS? O cinema está de regresso à Reitoria com o ciclo América, América para Onde Vais?, numa altura em que a eleição do novo presidente dos EUA tem gerado grande polémica e onde questões como racismo, xenofobia, perseguição e ódio estão na ordem do dia. Olhar a América através do cinema dos últimos 100 anos é a proposta deste ciclo, que começa com Tempos Modernos , de Charles Chaplin. É também possível assistir, ainda este mês, aos premiados 12 Anos Escravo, de Steve McQueen e América, América, de Elia Kazan. Em junho e julho destaque para As Portas do Céu, de Michael Cimino, Short Cuts – Os Americanos , de Robert Altman, Nascimento de Uma Nação, de D.W. Griffith e América, América, para Onde Vais?, de Haskell Wexler. AF


44

C I N E M A E S T R E I AS / C I C L O S / F E S T I VA I S raptadas, mas conseguem fugir. Durante a fuga a relação entre as duas é testada até ao limite.

PERDIDOS

Keaton

Filme musicado por António Reis 14 MAI: 17H

De Sérgio Graciano, com Diogo Amaral, Afonso Pimentel, Dalila Carmo

CICLO DE CINEMA GÉNERO & IDENTIDADE

PIRATAS DAS CARAÍBAS: HOMENS MORTOS NÃO CONTAM HISTÓRIAS

ESPAÇO NIMAS

De Joachim Rønning, Espen Sandberg, com Johnny Depp, Geoffrey Rush, Javier Bardem

O capitão Jack Sparrow regressa para procurar o tridente de Poseidon.

WOMAN POWER

O DIABO É UMA MULHER De Josef von Sternberg 10 MAI: 19H

UMA MULHER PARA DOIS De Ernst Lubitsch 24 MAI: 19H

ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE LISBOA

BANDE DE FILLES

EG

5 MAI: 10H30

CINEMA NA REITORIA

AMÉRICA, AMÉRICA, PARA ONDE VAIS? REITORIAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

TEMPOS MODERNOS De Charles Chaplin 3 MAI: 17H30

DOUTOR ESTRANHO AMOR

Justine, uma jovem vegetariana, ingressa na faculdade veterinária onde, durante as praxes, se realizam vários rituais carnívoros. Estes ritos despertam em Justine um gosto obscuro por sangue…

CASA DA ACHADA

De Steve McQueen

De José Elyseu

De Don Siegel

REI ARTUR – A LENDA DA ESPADA

CANTIGAMENTE #1

AMÉRICA, AMÉRICA

De Julia Ducournau, com Garance Marillier, Ella Rumpf, Rabah Nait Oufella

De Guy Ritchie, com Charlie Hunnam, Annabelle Wallis, Daniel Stisen

Uma versão do mito clássico de Excalibur. O percurso de Artur, das ruas até ao trono.

SIERANEVADA

De Cristi Puiu, com Mimi Branescu, Judith State, Bogdan Dumitrache

Lary, um neurologista, no auge da sua carreira, reúne-se com a família para assinalar os 40 anos da morte do seu pai. O convívio acontece três dias após o atentado terrorista aos escritórios da revista Charlie Hebdo. Confrontado com os seus medos e com o passado, a reunião toma um rumo inesperado.

SOUVENIR

De Bavo Defurne, com Isabelle Huppert, Kévin Azaïs, Johan Leysen Uma cantora do Eurofestival da Canção, de 1970, que agora trabalha numa fábrica, tenta voltar à ribalta depois de um colega de trabalho descobrir quem ela é.

C I C L O S/ / F E S T I VA I S

BUSTER KEATON MUSICADO EKA PALACE

SPITE MARRIAGE

De Edward Sedgwick, Buster

OS ANOS DO SÉCULO – 11º EPISÓDIO – A GUERRA INÚTIL 8 MAI: 21H30

De Stanley Kubrick

CONTOS DA LUA VAGA

3, 4, 7, 10 MAI: 13H30, 15H30, 17H30, 19H30, 21H30

OS AMANTES CRUCIFICADOS 5, 8 MAI: 13H30, 15H30, 17H30, 19H30, 21H30

COLÓQUIO DEVOÇÃO DE SANTO ANTÓNIO PORTUGAL-BRASIL: CINEMA CINEMA S. JORGE 31 MAI A 2 JUN

5 FILMES, 5 TEMAS, 5 ESCOLAS INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO DE LISBOA

TABÚ

De Miguel Gomes 2 MAI: 18H

De Paolo Sorrentino

Apresentado por Simão Valente 4 MAI: 18H30

LADRI DI BICICICLETTE De Vittorio de Sica

MADAME DE…

17 MAI: 17H30

Apresentado por Clara Rowland 18 MAI: 18H30

De Max Ophüls

A FÚRIA DA RAZÃO 24 MAI: 17H30

ENQUADRAMENTOS

1, 2, 6, 9 MAI: 13H30, 15H30, 17H30, 19H30, 21H30

IL DIVO

12 ANOS ESCRAVO

CICLO KENJI MIZOGUCHI A MULHER DE QUEM SE FALA

REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

Apresentado por Ivo Canelas 11 MAI: 18H30

De Fernando Lopes

ESPAÇO NIMAS

AS IMAGENS REECONTRADAS

10 MAI: 17H30

De Elia Kazan

15 MAI: 21H30

De Catarina Mourão 13 MAI: 16H

De Céline Sciamma

CICLO DE CINEMA: UM HOMEM NA REVOLUÇÃO – MÁRIO DIONÍSIO E A RTP

RAW

PELAS SOMBRAS

31 MAI: 17H30

EG

CINEMA CITY CLASSIC ALVALADE Visionamento e análise de filmes em cartaz. 3º SÁB: 10H Inscrições até à véspera da sessão

ESTÓRIAS DO TEMPO DA OUTRA SENHORA FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO Série documental por Edgar Feldman 3, 17, 24, 31 MAI: 18H30

FILMES DA COLECÇÃO CINED

GLORIA

De John Cassavetes

Apresentado por António M. Feijó 25 MAI: 18H30

INDIELISBOA 2017 VÁRIOS LOCAIS Festival Internacional de Cinema Independente 3 A 14 MAI indielisboa.com

NOVOS OLHARES: AS NOVAS GERAÇÕES DO CINEMA PORTUGUÊS CINEMATECA PORTUGUESA

PROCURAM-SE FILMES ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - VIDEOTECA Recolha de filmes caseiros feitos em Lisboa ou por lisboetas

CINEMATECA PORTUGUESA

SESSÕES DE CULTO

De Catalin Mitulescu

TOXIC AVENGER

CINEMA IDEAL

17 MAI: 19H30

COMO PASSEI O FIM DO MUNDO 23 MAI: 15H30

O EMPREGO

De Ermanno Olmi

28 MAI: 10H30

HÁ CINEMA NO MUSEU – RETRATOS DE VIDAS EXTRAORDINÁRIAS I MUSEU DO DINHEIRO

ESPAÇO NIMAS

De Lloyd Kaufman

RETURN TO NUKE ´EM HIGH - VOL. 1 De Lloyd Kaufman

CONVERSA COM O REALIZADOR LLOYD KAUFMAN E APRESENTAÇÃO TRAILER VOL.2 17 MAI: 21H30


CIN E MA CURSOS

SHORTCUTZ O BOM, O MAU E O VILÃO Exibição de curtas-metragens TER: 22H

CURSOS CINECLUBE CINE REACTOR 24I

12º Curso Geral de Cinema

ATÉ 30 JUN www.cursogeraldecinema.com DARC/DESTERRO

Curso de Documentário KINO-DOC ATÉ JUN 919 300 853

RESTART

Realização I

SEG, QUA, SEX

Realização II

TER, QUI : 19H-23H

Geral de Audiovisuais

TER, QUI: 9H-13H,14H-18H

Câmara e Iluminação para Audiovisuais

TER, QUI: 9H-13H, 19H-23H

Pós-Produção Audiovisual SEG, QUA, SEX

Produção e Marketing Audiovisual SEG, QUA, SEX: 9H-12H

Interpretação – Cinema e televisão TER, QUI: 19H-23H

Animação e Grafismo 2D/3D I TER, QUI

Animação e Grafismo 2D/3D II TER, QUI: 9H-13H

Escrita para Cinema, Televisão e New Media

SEG, QUA, SEX: 20H-23H

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

VÁRIOS LOCAIS 3 A 14 DE MAIO

INDIELISBOA 2017 O IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente regressa para a 14ª edição e reforça, mais uma vez, a presença portuguesa, abrindo com o filme Colo de Teresa Villaverde, uma reflexão sobre o caminho das sociedades europeias e sobre a perplexidade sentida perante as dificuldades. Na Competição Internacional de Longas-metragens destaque para Amor, Amor de Jorge Cramez, que retrata as dúvidas sobre o que significa entrar na idade adulta através do olhar de um grupo de amigos com 30 anos. De referir ainda a estreia mundial de Rosas de Ermera, documentário de Luís Filipe Rocha sobre a família de Zeca Afonso. Jem Cohen, um dos Heróis Independentes de 2017, realizador e artista multidisciplinar norte-americano, está presente com 13 obras. Homenagem também a Paul Vecchiali, com uma retrospetiva que inclui uma seleção de 17 filmes do cineasta francês. O Indie encerra com I Am Not Your Negro, de Raoul Peck, um documentário que enfatiza as lutas pelos direitos civis nos EUA e as questões da raça. Os mais novos não ficam esquecidos, com o IndieJúnior a apresentar um programa dirigido a crianças de diferentes idades que inclui cinema, oficinas e uma grande festa. AF

45


46

DA N ÇA

CULTURGEST 26 E 27 DE MAIO, ÀS 21H30 RUA ARCO DO CEGO 50, PISO 1 / 217 905 155 / WWW.CULTURGEST.PT

PÃO RICO Vera Mantero, conceção e interpretação.

Após uma primeira edição dos Encontros do DeVIR, para a qual Vera Mantero criou Os Serrenhos do Caldeirão (escolhida pelo jornal brasileiro O Globo como uma das 10 melhores peças de dança apresentadas em 2014), e que refletia sobre a desertificação nesta zona montanhosa, a coreógrafa foi novamente convidada para a terceira edição destes Encontros. Desta vez debruça-se sobre a descaracterização do litoral algarvio: “Pão Rico: Vale CASTELO DE SÃO JORGE

ASSOCIAÇÃO ADN

DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

Speedy, interpretação.

20 MAI: 20H30-24H

E S P E TÁC U L O S

Cabaret Solidário Speedy 6 MAI: 21H30

Licium 2017

Joa Gouveia, criação e interpretação.

20 MAI: 21H30 MP liciumjoa@gmail.com CASINO DE LISBOA

Exotika

Anastasia Sokolova, interpretação. 31 MAI: 21H30

Dias com História - Uma Noite no Castelo EG

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CECI N’ EST PAS UN FILM. DUETO PARA MAÇÃ E OVO Companhia Paulo Ribeiro. Paulo Ribeiro, autoria e coreografia; Ana Jezabel e João Cardoso, interpretação. 11, 12 MAI: 21H

de Lobo e Vilamoura. Quarteira é o recheio de uma sanduíche, a sanduíche dos €10 milhões. Por aqui já aconteceu há muito a invasão da marabunta.” Vera Mantero estudou dança clássica com Anna Mascolo e integrou o Ballet Gulbenkian entre 1984 e 1989. Começou a sua carreira coreográfica em 1987, e desde 1991 tem mostrado o seu trabalho por toda a Europa, Argentina, Brasil, Canadá, Coreia do Sul, EUA e Singapura. Leciona regularmente composição e improvisação, em Portugal e no estrangeiro. Ricardo Gross

CONVENTO DO BEATO

bodytech.producao@gmail.com

6 MAI: 19H30 (BAILE COM JANTAR), 21H30 (BAILE) reservas@wienerball.pt

TEATRO CAMÕES

CULTURGEST

Treze Gestos de um Corpo

WIENER BALL

PÃO RICO

26, 27 MAI: 21H30 RESERVATÓRIO DA MÃE D’ÁGUA - AMOREIRAS

BODY TECH PERFORMANCE ARTÍSTICA Cláudia Dias, conceito e direção artística; Cláudia Dias e Luca Bellezze, interpretação. 17 MAI: 21H, 22H

RORIZ/WELLENKAMP/ FORSYTHE/NAHARIN Companhia Nacional de Bailado. Olga Roriz, coreografia; António Emiliano, música.

Será que é uma Estrela? Companhia Nacional de Bailado. Vasco Wellenkamp, coreografia; Maria João, voz; João Farinha, piano.


DA N ÇA AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

47

Herman Schmerman (Dueto)

Companhia Nacional de Bailado. William Forsythe, coreografia; Tom Willems, música.

Minus 16

Companhia Nacional de Bailado. Ohad Naharin, coreografia; Tom Willems, música. 11, 12, 18, 19 MAI: 21H, 13, 20 MAI: 18H30, 14, 21 MAI: 16H 17 MAI: 15H E

ENSAIO GERAL SOLIDÁRIO 10 MAI: 21H

TEATRO TIVOLI BBVA

FOREVER TANGO

4, 5 MAI: 21H30, 6 MAI: 16H30, 21H30, 7 MAI: 16H30

AU LAS/C U RSOS WO R KS H O PS ACADEMIA LIFECLUB/ ESTÚDIO 1

Dança Contemporânea para Maiores de 55 anos e Séniores Por Rafael Alvarez TER: 17H30-19H15 bodybuilders321@gmail.com ARTA - TABERNA DAS ALMAS © José Alfredo

Oficina de Tango Por Miriam Nieli QUI: 20H-21H30 938 226 403

ASSOCIAÇÃO ADN

Acrobacia Aérea

Por Joa Gouveia e Mila Xavier SEG, QUA: 19H30-21H45

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 11 E 12 DE MAIO, ÀS 21H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

Dança Contemporânea

CECI N’EST PAS UN FILM DUETO PARA MAÇÃ E OVO

Malabarismo

Companhia Paulo Ribeiro. Paulo Ribeiro, autoria, coreografia e espaço cénico; Ana Jezabel e João Cardoso, interpretação.

Acrobacia de Chão Por Jocka Carvalho TER: 19H30-21H30

Pinos

Por Joa Gouveia TER: 19H30-21H30 Por Ana Sofia Leite QUI: 19H-20H30

Por Tiago Augusto SEX: 18H45-20H45

Mastro Chinês

SEX: 19H-21H aulas.adn.circo@gmail.com ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

Samba Gafieira

Por Livia Oliveira QUA: 20H30-22H30

O espetáculo consiste no diálogo que os bailarinos estabelecem com imagens, imagens com passado mas com futuro incerto. Imagens que se vão habitando de gente, de vivências, de histórias suspensas. Que caminham para o dueto da maçã e do ovo, que por sua vez sugere a elevação do amor. A Companhia Paulo Ribeiro foi fundada em 1995, na sequência de vários anos de trabalho do coreógrafo Paulo Ribeiro junto de algumas das mais prestigiadas companhias europeias. Nestes 22 anos de atividade, tem-se apresentando regularmente nas principais salas de espetáculo nacionais, bem como por toda a Europa, Brasil e Estados Unidos da América. RG


48

DA N ÇA

AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

Kizomba

SEX: 20H30-22H

Forró

Por Marquinhos SÁB: 17H-19H 916 540 235 ASSOCIAÇÃO SUBUD

Biodanza

TER: 19H30-21H45 965 350 034 AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Oficinas de Movimento Por Bruno Rodrigues SEG: 15H-16H15, 18H5020H05, 20H15-21H30 brunosebastiaorodrigues@ gmail.com B.LEZA

Workshops de Dança DOM: 18H 963 612 816

CASA DA COMARCA DE ARGANIL

Aula Aberta de Tango Argentino com Milonga 13 MAI: 19H30-20H30 964 859 049

Aulas Regulares de Tango Argentino (Iniciado/Intermédio) QUI: 20H30-21H30 964 859 049 CASA DE LAFÕES

Aulas de Tango TER: 19H30

Aulas de Forró TER, QUI: 21H

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Danças Orientais

Workshop por Carla Sofia QUA: 18H45-19H45

Técnicas de Manipulação

Por Tommaso Mortari TER: 19H30-21H

Capoeira

Por Mário Correia TER, QUI: 19H30-21H COMPANHIA OLGA RORIZ

Aulas de Contemporâneo

SEG, QUA, SEX: 10H3012H10, TER, QUI: 9H-10H30

Aulas de Condicionamento Físico SEG, QUA, SEX: 9H-10H30 COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

Curso de Dança Clássica Indiana - Kathak Para principiantes ATÉ 3 JUN SÁB: 11H30-12H30

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Dançar com Pk

Aulas de dança para pessoas com Parkinson e cuidadores por Rafael Alvarez e Leonor Tavares. SÁB: 10H-11H30 EG / MP

934 788 156 DANCE FACTORY STUDIOS

Aulas Regulares, Cursos e Workshops

Kizomba Zero, Tango Argentino, Danças de Salão, Salsa, Tarrachinha, Semba, Bachata, Forró, Street Jazz, Ragga, Hip-Hop, Kuduro, Belly Dance, Sevilhanas, Ritmos Latinos, Pole Dance, Ballet, Sapateado, Dança Afro 966 755 755 DANCE SPOT

Ballet, Danças Orientais e Hip-Hop

Artes de Palco, Street Dance e Danças Sociais

CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO GUIMARÃES

DE PURA CEPA - ESCUELA DE TANGO

Workshops

BalletArte

Dança Clássica, Dança Criativa, Dança Contemporânea e Barra de Chão pontifice73@gmail.com

915 773 155

Tango Argentino (Iniciação, Intermédio e Técnica) depuracepatango@gmail.com

CHAPITÔ

DOJO DA LUZ

Por Sâmara Botelho, Matias Hugo e Neuza Ribeiro SEG, QUA: 19H30-21H

Por Sofia Freire Diogo SEG, QUA: 10H30-11H30, SEG: 21H-22H, SEX. 20H30-21H30

Técnicas Circenses

Dança Contemporânea

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Cursos

Dança Criativa, Ballet, Contemporâneo, Jazz/Broadway, Sapateado/Tap Dance, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Bollywood e Barra de Chão 961 268 279 ESCOLA DE DANÇA PROJETO LATINO

Aulas e Workshops

Salsa, Roda de Casino, Ritmos Africanos, Bachata, Tango Argentino e Sevilhanas SEG A SEX: PÓS-LABORAL 917 860 556

3, 10, 17, 24, 31 MAI: 19H3020H45, 19H30-21H30 MP

marinanabais@gmail.com

Aulas de Dança Contemporânea

Por Sofia Silva TER, QUI: 10H30-12H, 19H-20H30, 20H30-22H 919 657 249 ESTÚDIOS VICTOR CÓRDON

Aulas de Ballet

Por Elsa Madeira TER: 18H30-19H45 Por Carla Pereira e Paulina Santos QUA: 18H-19H30

ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

FORUM DANÇA

ESPAÇO 9

Por Maria Ramos TER: 19H30-21H (NÍVEL ABERTO), QUI: 19H30-21H (NÍVEL INTERMÉDIO)

Dança Extemporânea e Danças Espanholas Gipsy Duende

SEG: 18H-19H30

Bellydance Rocks SEG: 19H45-20H45

Dança Criativa para Maiores 55 TER: 10H-11H

Ballet Iniciação

TER, QUI: 17H45-18H45

Danza Duende

QUA: 19H-20H30

Orient(al) Express(ion) QUI: 19H-20H

Flamenco Descalço SEX: 19H-20H

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Aulas e Workshops

Dança Criativa, Ballet, Repertório Clássico, Dança Contemporânea, Bollywood e Barra de Chão

Dança Contemporânea

Ballet e Barra de Chão Por Maria João Lopes SEG: 19H30-21H, QUA: 19H30-21H

Laboratório Coreográfico

Por Maria Ramos QUA: 19H30-21H FUNDAÇÃO LIGA

Atelier de Dança Inclusiva Por Rafael Alvarez SEG: 10H-11H

GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira

SEG, QUA, SEX: 19H3021H, TER, QUI: 20H30-22H IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DE CAMPOLIDE

Aulas de Biodanza QUA: 19H30-22H 911 068 976

ESPAÇO MATER

Aulas

Dança Clássica, Sevilhanas, Dança Mais, Dança Indiana, Danças Europeias, Danças Celtas e Danças Orientais amalgama.info.ins@gmail.com ESPASSUS 3G

Dança Escocesa TER: 20H-22H 931 462 215

KI’ANDA PRIME

Aulas

Salsa, Bachata, Kizomba e Semba SEG A SEX: 19H-22H LX DANCE - ESCOLA DE DANÇA E BAILADO DE LISBOA

Cursos

Ballet, Jazz, Musical, Barra no Chão, Contemporâneo, Flamenco/ Sevilhanas, Pontas e Dance Mix

ESTÚDIO ACCCA

Programa de Movimento e Dança Contemporânea: Aulas de Técnica e Laboratório Performativo Por Marina Nabais

MUSEU DO ORIENTE

Aulas Regulares de Dança Oriental Por Carla Sofia QUI: 13H-14H


DA N ÇA

AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

POLE HEART

Aulas de Pole Dance Por Carolina Ramos www.carolinaramos.net

PRO.DANÇA - ESCOLA DE DANÇA

TANGO D’AVENIDA

Aulas de Tango Argentino

Por Miriam Nieli QUA, QUI: 20H, QUI: 21H

Aulas

TAP DANCE CENTER LISBON

STAGE 81

Por Michel e Paula Cirino SEG, QUA: 17H30-20H30, SÁB: 10H30-12H30 932 940 988

Ballet Clássico, Sevilhanas e Flamenco, Barra no Chão, Hip-Hop, Burlesco e Broadway Jazz

Aulas

Kizomba, Broadway Jazz, Burlesco, Ballet, Contemporâneo e Modern Dance STEPS CLUBE

Aulas e Cursos

Aulas de Sapateado

TEATRO CINEARTE

Aulas de Tango Argentino

DOM: 20H-21H30 milongabarraca@gmail.com

Aulas de Novo Circo - Acrobacias Aéreas: Tecido, Trapézio e Lira SEG A QUI: 18H-21H, SÁB: 10H-13H 932 904 467

Aulas de Danças Tradicionais Europeias Tradballs SEG: 19H (INICIAÇÃO), 20H45 (INTERMÉDIOS) balldados@tradballs.pt

VOZES EM CONSERTO ACADEMIA DE CANTO E PERFORMANCE

WORK IN STUDIO

Aulas de Flamenco Por Tatiana Saceda QUA: 20H30-21H30

Aulas de Iniciação ao Tango Argentino Por Lua SEX: 19H45-21H15

EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

Aulas de Dança 911 155 558

© Bruno Simão

Tango, Salsa, Kizomba, Forró, Samba, Danças Orientais, Sapateado e Burlesque 914 890 204

TEATRO DOM LUIZ FILIPE (TEATRO DA LUZ)

49

TEATRO CAMÕES 11 A 21 DE MAIO, ÀS 21H, SÁBADO ÀS 18H30, DOMINGO ÀS 16H PASSEIO DO NEPTUNO – PARQUE DAS NAÇÕES / 218 923 477 / WWW.CNB.PT

RORIZ/WELLENKAMP/FORSYTHE/NAHARIN Programa constituído por quatro peças em reposição. As duas primeiras são dos criadores portugueses Olga Roriz e Vasco Wellenkamp, a terceira do norte-americano William Forsythe, e a última do israelita Ohad Naharin. Treze Gestos de um Corpo é das coreografias mais carismáticas de Olga Roriz, sucessão de solos num crescendo de intensidade dramática. Será que

é uma Estrela? é uma sentida homenagem de Vasco Wellenkamp à bailarina Graça Barroso. Herman Schemerman, dueto de Forsythe, mostra-nos o encontro de um casal que sugere uma narrativa de humor muito subtil. Por último, com Minus 16, confirma-se a habilidade de Ohad Naharin em saber fazer o público dançar. RG


50

LIT E R ATU R A

LIVRARIA BULHOSA DE ENTRECAMPOS 2, 9 E 23 DE MAIO ÀS 18H ?????

A LITERATURA E O INCONSCIENTE Carlos Céu e Silva, psicólogo clínico e presidente da Olhar – Associação pela Prevenção e Apoio à Saúde Mental, apresenta um novo curso, em três sessões, subordinado ao tema A Literatura e o Inconsciente. A primeira sessão, intitulada A Fantasia e o Desejo, parte dos livros Alice no país das Maravilhas , de Lewis Carrol, e O Principezinho, de Antoine de Saint-Exupéry, e questiona as razões porque precisamos fugir à realidade ou como seria viver no mundo da fantasia, sem coerência e uma ordem lógica. Romeu e Julieta, de William Shakespeare, e O Adeus às Armas , de Ernest Hemingway, são as obras que dão o mote a Amor e Guerra: as duas faces APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

ATELIÊ DE MARIONETAS DE DEDO E ANIMAÇÃO DO LIVRO E DA LEITURA MP

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

CONTARIA - UM BECO DE HISTÓRIAS Ana Sofia Paiva vai à Mouraria, para contar, cantar e encantar... ULTIMA QUA: 19H-21H EG

da vida, o segundo módulo do curso, que pretende refletir sobre temas como o bem e o mal, o amor e a violência, lado a lado, naquilo que é a realidade da condição humana. Para saber sobreviver, a terceira e última sessão, inspirada nas obras A Arte de Amar, de Ovídio, e a Arte da Guerra, de Sun Tzu, interroga a necessidade do homem recorrer a manuais para aprender a viver, a dependência do ser humano e o que nos leva a acreditar nos ensinamentos dos outros. Cada sessão tem a duração de 90 minutos e o preço de 5 euros. Inscrições: 217 994 190 ou entrecampos@bulhosa.pt. Luís Almeida d’Eça

ATELIER DDLX

ATELIER DE ESCRITA CRIATIVA LITERÁRIA Com Filipa Melo 4 ABR A 30 MAI TER: 18H30-20H30

TUTORIA E GRUPO DE ESCRITA

Com Filipa Melo Acompanhamento personalizado e em grupo de projetos de escrita de ficção SEX: 18H30-20H30 atelierfilipamelo@gmail.com


L I T E R AT U R A BIBLIOTECA CAMÕES

LER LER | GRUPO DE LEITORES DA BIBLIOTECA CAMÕES Tema: Mulher. Género: Poesia 17 MAI: 18H30 EG / MP

Info@escreverescrever.com BIBLIOTECA DOS CORUCHÉUS

STAR (T) IN ENGLISH

Formação não formal em língua inglesa destinada a adultos ATÉ 17 MAI QUA: 10H30-12H30

51

DE FERNANDO RIBEIRO DE MELLO DURANTE O ESTADO NOVO (E DEPOIS) Exposição ATÉ 20 MAI

& ETC: PROLEGÓMENOS A UMA EDITORA Exposição ATÉ 31 MAI

JOÃO PINTO DE FIGUEIREDO: 1917-1984

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

SÁB: 9H-11H, 11H-13H

Com Isabel Costa TER: 18H30-20H

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESAS MP

MP

CENTRO INTERCULTURACIDADE

CURSO DE INTRODUÇÃO AO CRIOULO DE CABO VERDE Língua e cultura

Mostra ATÉ 1 JUL

MP

EG / MP

EG

OFICINAS DE FILOSOFIA: CONVERSAS LITERÁRIAS

CENTRO NACIONAL DE CULTURA

BU ÉDALOUCO PHARMÁCIA DE CULTURA

Nestas conversas serão abordadas obras da literatura universal à luz da perspetiva filosófica e humanista. Fausto, de Goethe 11 MAI: 16H30-17H30

PENSAR O IMPENSÁVEL: A SABEDORIA DOS CONTOS SUFIS Mahmoud, o indeciso (conto sufi) Por Maria Luísa Abreu 17 MAI: 16H EG / MP

BIBLIOTECA DE MARVILA

BIBLIOTECA HUMANA: “NÃO JULGUE O LIVRO PELA CAPA”

A Biblioteca Humana consubstancia-se como um efetivo instrumento de transformação social e melhoria da qualidade de vida das pessoas envolvidas, assente num processo de aprendizagem cooperativo para “livros” e leitores. 27, 28 MAI: 15H-17H EG

TERTÚLIA DE POESIA

Cada sessão tem um poeta convidado e um poeta celebrado TER: 21H30 CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

CICLO A PALETA E O MUNDO

Uma hora semanal de leitura de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio com projeção de imagens. SEG: 18H30

LEITURA FURIOSA

Gente “zangada com a leitura” encontra-se com escritores em Centros Sociais e de Dia, escolas públicas e outros lugares, dando origem a textos assinados pelos escritores, que são ilustrados à vista de todos na Casa da Achada e lidos, no dia seguinte, em voz alta por actores, e alguns também musicados e cantados. 7 MAI: 15H EG

CASA FERNANDO PESSOA

CLUBE DE LEITURA - IR À ESTANTE

CURSO DE ESCRITA CRIATIVA

XAILES DE PRIMAVERA

Itinerário que parte de histórias publicadas e, através delas, projeta espaços de diálogo. ATÉ 1 JUN QUI: 18H-19H30 COMUNA TEATRO DE PESQUISA

A PALAVRA DOS POETAS Sessões de poesia Poeta de maio: António Botto QUI: 19H EG

ESCREVER ESCREVER

MAPA MUNDI – ESCRITA DE VIAGENS

Com Raquel Ochoa SEX: 12 A 26 MAI: 19H-22H

CURSOS

Ensaboadela no Português, Descomplicar a Escrita, Pontuação sem Dúvidas, Escrita Política, Contar Histórias, Escrever para Teatro, Escrever um Livro Infantil, Desformatar através da Escrita, Escrita Criativa, Escrever um Livro, Como Abordar as Editoras. MP

ESPAÇO BAIRRO ALTO – LISBOA

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INSTITUTO ORIENTAL

CURSO LIVRE DE LÍNGUA E CULTURA TURCA Info: 931 625 424 MP

FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

VI JORNADA DA LÍNGUA ROMENA NA UNIVERSIDADE DE LISBOA A Tradução Intersemiótica: Tradução ou Transdução? 18 MAI: 9H30-18H EG

FUNDAÇÃO DAS CASAS DE FRONTEIRA E ALORNA

FESTA DA MÚSICA E POESIA

Visões Românticas do Amor e da Morte Solistas da Camerata Atlântica. Leitura de poesia portuguesa do Romantismo por Joana Machado, João Maria Carvalho, Paulo Godinho e Raquel Coelho. 15 MAI: 19H FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

JOSÉ SARAMAGO – A SEMENTE E OS FRUTOS Exposição documental e bibliográfica

O LAGARTO, DE J. BORGES E JOSÉ SARAMAGO

QUA (QUINZENALMENTE): TUTORIA E GRUPO DE Exposição 18H-20H ESCRITA PASCOAES: DE AMARANTE Acompanhamento personalizado ILNOVA - INSTITUTO (SOLAR DE GATÃO) AO e em grupo de projetos de escrita DE LÍNGUAS DA CASA DE MACAU de ficção UNIVERSIDADE NOVA DE UNIVERSO SEX: 18H30-20H30 LISBOA CURSO DE LÍNGUA E Exposição atelierfilipamelo@gmail.com ATÉ 6 MAI CURSOS SEMESTRAIS CULTURA CHINESAS Alemão, Árabe, Búlgaro, Coreano, QUA: 18H30-20H ESPAÇO PESSOA E RESISTÊNCIA CIVIL | Dinamarquês, Espanhol, Finlandês, COMPANHIA Francês, Grego Moderno, Hebraico, ACORDO COM A NATUREZA CASA-MUSEU Hindi, Húngaro, Inglês, Italiano, INTERCÂMBIO POÉTICO; Mandarim, Neerlandês, - BICENTENÁRIO DE H. D. ANASTÁCIO GONÇALVES POEMAS SEM FRONTEIRAS Japonês, Polaco, Romeno, Russo, Sérvio, Sueco, Turco. Poesia nos mais diversos idiomas THOREAU CURSO DE ESCRITA do Mundo Mostra CRIATIVA 4ª SEX: 19H30-21H ATÉ 6 MAI INSTITUTO CULTURAL Com Sara Monteiro ROMENO 3, 10, 17, 24 MAI: INSÓLITA OFENSIVA DE 18H30-20H30 CURSOS DE LÍNGUA CORRUPÇÃO: A AFRODITE BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

EG / MP

MP

EG

MP


52

ROMENA

Prof.ª Rodica Adriana Covaci SEG, QUA: 19H-20H30 Prof. Simion Doru Cristea TER, QUI: 19H-20H30 JUNTA DE FREGUESIA DE ARROIOS

OFICINAS CINCO ÀS SEIS Escrita criativa por Filipa Melo SEG: 18H MP

LIVRARIA BULHOSA (ENTRECAMPOS)

MUSEU DO ORIENTE POESIA

Por Carlos Céu e Silva

Workshop com Leonilda Alfarrobinha 18, 25 MAI: 15H-17H

A LITERATURA E O INCONSCIENTE

A FANTASIA E O DESEJO 2 MAI: 18H

AMOR E GUERRA: AS DUAS FACES DA VIDA 9 MAI: 18H

PARA SABER SOBREVIVER 23 MAI:18H

JUNTA DE FREGUESIA DO LUMIAR

MP

CLUBE DE LEITORES

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

MP

Ciclo de Conversas 1984… e o Julgamento Final 21 MAI: 11H-12H30

Cinema Jane Austen, Sensibilidade e Bom Senso 17 MAI: 21H

ARTE E LITERATURA MP

LIVRARIA BULHOSA (AMOREIRAS)

CLUBE DE LEITURA

Peregrinação. Com a presença da autora, Leonor Xavier. Moderação de Olga Marques. 23 MAI: 18H30 EG

HAIKU E SAÚDE MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

SIMÏTÜ – MÚSICA AO POETA

Recital de poesia Joana Vasconcelos e Sá (piano) e Jorge Soares (poesia) 31 MAI: 19H ORIENTA-TE

INICIAÇÃO À LÍNGUA CHINESA

TER: 18H30-20H, QUA, QUI: 19H-20H30

TITANIC SUR MER

TERÇAS DE POESIA CLANDESTINA Nº 66 2 MAI: 21H30

TERÇAS DE POESIA CLANDESTINA Nº 67 16 MAI: 21H30

TERÇAS DE POESIA CLANDESTINA Nº 68 30 MAI: 21H30

Ciclo de eventos à volta de livros. Cada sessão tem quatro intervenções programadas mediadas por um intervalo entre a segunda e a terceira. EG ENTRADA GRATUITA IA INSCRIÇÕES ABERTAS MP MARCAÇÃO PRÉVIA

MP

MUSEU NACIONAL DA M ÚSICA

CICLO POESIA NO MUSEU

Plínio-o-Moço e a Poesia, por José Carlos Araújo 17 MAI: 19H EG

PORTUGU ÊS ET CETERA Cursos de português, língua estrangeira e língua materna

> Contactos pág 99


53

PASSADO E PRESENTE LISBOA, CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 2017 MAIO www.lisboacapitaliberoamericana.pt


54 MAIO

L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

IBERO-AMÉRICA NA FRENTE RIBEIRINHA PRAÇA DO IMPÉRIO - BELÉM

Festival Internacional Máscara Ibérica No XII Festival Internacional da Máscara Ibérica são esperados mais de 500 participantes. A iniciativa apresenta gastronomia ibérica e permite descobrir e adquirir algumas das tradicionais iguarias e peças artesanais nacionais e espanholas. Animação de rua, concertos, concurso de fotografias e desfile com a Máscara Ibérica completam a programação. 4 a 7 de maio quinta a domingo

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

Racismo e cidadania A exposição tem por objetivo discutir a relação entre racismo e cidadania num espaço de seis séculos, de 1497 ao presente. Ao longo deste período, ocorreram a expulsão de muçulmanos, a conversão forçada de judeus, o tráfico de escravos, a colonização de territórios em África, América e Ásia, a abolição da escravatura, a descolonização e o início de um processo inverso de imigração. 6 de maio a 3 de setembro terça a domingo das 10h às 18h


MAI RO Ç OL ILSIBSOA B OA , CA , CA P IPTA I TA L IL BIEBREO R-OA- M AE MREIRCA I CA NA NA D ED C EU CLT U LT U RUA RA 2 021071 7

55

Em maio, cinco novas propostas da programação da Capital Ibero-americana da Cultura concentram-se na zona ocidental da cidade, junto ao rio. À possibilidade de um percurso junta-se a possibilidade de uma narrativa que cruza diferentes dimensões do universo latino-americano, das mais tradicionais às mais contemporâneas. Destaque para duas grandes exposições: Amazogramas do peruano Roberto Huarcaya e Racismo e Cidadania.

MAAT - SALA OVAL

Yo nunca he sido Surrealista hasta el día de hoy (2016) Carlos Garaicoa [Cuba] Carlos Garaicoa é um dos nomes mais importantes do panorama artístico internacional, tendo sido convidado para desenvolver um novo projeto de grande escala para a Sala Oval do MAAT. O artista foca-se em temas como o fracasso do projeto modernista e o fim das grandes utopias do século XX. 16 de maio a 18 de setembro quarta a segunda das 12h às 20h

CASA DA AMÉRICA LATINA

O Estranho Caso do Bigode Irónico – Investigação sentimental sobre a vida e obra de Mario Benedetti Esta é uma viagem pessoal pela personagem real e fictícia do escritor, poeta, ensaísta, jornalista e crítico uruguaio, pouco conhecido em Portugal, Mario Benedetti (Uruguai, 1920-2009). Uma jornada com paragens pelo universo cómico, insólito, irónico, romântico e comovente do autor e do seu bigode. 26 de maio sexta, às 21h30

LosCONTENTORES Carpinteros

EM (Cuba) FRENTE Carpintarias de São Lázaro – Centro de Artes Contemporâneas À CORDOARIA NACIONAL 18 de fevereiro até maio Inaugura aAmazogramas 18 de fevereiro, sábado, às 17h

Roberto Huarcaya [Peru] Roberto Huarcaya (Lima, 1959) quis transportar Os cubanos Marco Castillo Valdes e Dagoberto Sánchez formam a dupla a floresta tropical amazónica para a cidade Los Carpinteros. A viver e a trabalhar entre Madrid e Havana, os artistas, urbanizada. Recorrendo mais uma vez a um que expõem regularmente por todo o mundo, chegam a Lisboa com uma processo de produção experimental, utilizou trêsespaço instalação que marca o início das atividades culturais no antigo de papel fotográfico para fotografar a dasbobinas Carpintarias de São Lázaro. Relacionando questões corporais, psicológicas, culturais da sociedade os artistas desennoite napolíticas regiãoede Bahuaja Sonema.atual, O resultado volvem uma relação o próxima com oapúblico. Incorporando elementos de combina mistério, monumentalidade arquitetura e design nas suas esculturas e ilustrações, criam obras que e a fantasmagoria. complementam os espaços em que são expostas. A partir do convite das

20Mello de maio a Galsterer, 18 de junho curadoras Verónica de e Alda Los Carpinteros têm agora a oportunidade de criar uma mostra site-specific para o local onde funcionava uma antiga carpintaria. A dupla integra as coleções de museus como o Solomon R. Guggenheim Museum, em Nova Iorque, o Museum of Contemporary Art, em Los Angeles e o britânico Tate Modern, em Londres. Thiago Moraes di Fonzo


56 MAIO

L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Shadows Alfredo Jaar (Chile)

CARPINTARIAS DE SÃO LÁZARO 20 de maio a 10 de setembro

Alfredo Jaar (1956, Santiago do Chile) é um artista reconhecido pelo carácter interventivo, denso e incontornável das suas obras. Shadows (2014) é uma homenagem ao fotógrafo sueco Koen Wessing que em 1978, na Nicarágua, testemunhou um grupo de camponeses a carregar o corpo de um homem morto pela guarda nacional do ditador Somoza. Koen fotografou o que viu e seguiu para casa da vítima, onde se deparou com o desespero e os gritos das filhas do assassinado, momento que registou também. Foi a partir deste trabalho que Alfredo Jaar construiu a sua obra constituída por sete fotografias. É a segunda parte de uma trilogia sobre o poder de denúncia das imagens relativamente à barbárie dos regimes ditatoriais.


MAI RO Ç OL ILSIBSOA B OA , CA , CA P IPTA I TA L IL BIEBREO R-OA- M AE MREIRCA I CA NA NA D ED C EU CLT U LT U RUA RA 2 021071 7

Questões indígenas Ecologia, terra e saberes ameríndios MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 5 a 7, 26 e 27 de maio

Liliana Coutinho e Susana de Matos Viegas comissariam este ciclo feito de debates, filmes e uma peça de teatro. A intenção é cimentar a solidariedade com os povos indígenas da América do Sul através do conhecimento das suas culturas e lutas políticas. O programa abre a 5 de maio com o etnólogo brasileiro Eduardo Viveiros de Castro e os debates prosseguem com nomes como Alejandro Reig (Venezuela), Elisa Loncon Antileo (Chile), Elvira Belaunde (Peru), Ailton Krenak (Brasil), Aparecida Vilaça (Brasil), Felipe Milanez (Brasil), José Bengoa (Chile) e Raúl Llasag Fernández (Equador). Destaque ainda para a peça Pájaro (na foto) do chileno Trinidad González, nos dias 25 e 26 de maio, às 21h30.

57


58 MAIO

L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

MURO Festival de Arte Urbana MARVILA 25 a 28 de maio

O MURO tem lugar em Marvila e integra as principais áreas de atuação da GAU - Galeria de Arte Urbana. Será desenvolvido num formato semelhante ao da primeira edição, realizada no Bairro Padre Cruz, em maio de 2016, contemplando também a componente de animação e espetáculos de rua. O festival, enquanto projeto artístico abrangente e inclusivo, pretende deixar um legado cultural e social único na cidade. Com intervenções artísticas em muros e empenas deste território, culmina com uma componente festiva, com enfoque na participação de criadores nacionais e na vinda de criadores de arte urbana provenientes de Espanha, Colômbia, Brasil e México.


MAI RO Ç OL ILSIBSOA B OA , CA , CA P IPTA I TA L IL BIEBREO R-OA- M AE MREIRCA I CA NA NA D ED C EU CLT U LT U RUA RA 2 021071 7

Feos Teatro y su Doble (Chile)

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 12, 13 de maio às 21h; 14 de maio às 17h30

A mais recente criação do Teatro y su Doble é inspirada no conto La Noche de los Feos do uruguaio Mario Bennedetti. Tal como nas peças anteriores, as marionetas e a animação dão corpo à história, neste caso a de um homem e uma mulher que se encontram numa fila de cinema. Em comum têm deficiências físicas que os afastam dos outros e que os juntam numa demanda pela “luz ao fundo do túnel”. A encenação é de Aline Kuppenheim e a cenografia de Cristián Reyes.

59


60 MAIO

L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

CONTINUAM EXPOSIÇÃO

E AINDA TEATRO

MUSEU ARPAD SZENES-VIEIRA DA SILVA

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

Arpad Szenes e Vieira da Silva, os Anos do Exílio no Brasil (1940-1947)

Pájaro Trinidad González

ATÉ 7 DE MAIO

25 E 26 DE MAIO QUINTA E SEXTA ÀS 21H30 Terceira obra do autor chileno, depois de La Reunión e Elías . Espetáculo em espanhol sem legendagem.

TERÇA A DOMINGO, DAS 10H00 ÀS 18H00

INSTALAÇÃO GALERIA DOS PAÇOS DO CONCELHO

Atardecer Pablo Uribe [Uruguai] ATÉ 22 DE JUNHO SEGUNDA A SEXTA, DAS 10H00 ÀS 17H30

LIVRO E LEITURA

BLX ORLANDO RIBEIRO, CORUCHÉUS E CAMÕES

33 (Três ao Cubo) Ilustração Ibero-Americana ATÉ 30 DE JUNHO

EXPOSIÇÃO MAAT

X-Ville Jordi Colomer [Espanha] ATÉ 21 DE AGOSTO QUARTA A SEGUNDA, DAS 12H00 ÀS 20H00

TOPONÍMIA

RUAS DE LISBOA

Um roteiro iberoamericano

[Chile]

MÚSICA

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

Délibab Vitor Ramil [Brasil] 28 DE MAIO DOMINGO ÀS 21H Vitor Ramil volta ao palco do Sâo Luiz depois de, em 2014, o ter partilhado com Gisela João, Mário Laginha e Carlos Moscardini. Neste regresso traz o espetáculo Délibab, palavra húngara que em espanhol significa miragem. Várias vezes premiado, o disco que lhe deu origem reúne as milongas compostas para poemas do argentino Jorge Luis Borges e do brasileiro João da Cunha Vargas.

EXPOSIÇÃO

MUSEU DO FADO

Saura: 10 Anos de “Fados” 20 DE MAIO A 8 DE OUTUBRO DE TERÇA A DOMINGO, DAS 10H00 ÀS 18H00 Em 2007, Carlos Saura estreou o filme que constituiu o fecho da sua trilogia da canção urbana. Depois de Flamenco e Tango, Saura embrenhou-se nos mistérios do Fado. Dez anos volvidos, regressamos a esta viagem através dos seus esboços, pinturas, desenhos, guiões e filmes.

EXPOSIÇÃO

ATÉ DEZEMBRO (mapa digital e impresso)

HANGAR – ESPAÇO CULTURAL

VISITAS

Canibalia

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

ATÉ 9 DE JUNHO Projeto expositivo e de investigação da autoria de Julia Morandeira Arrizabalaga acerca da figura e da noção do canibal, assente em documentos históricos, obras e objetos contemporâneos.

Galerias da Amazónia - Reserva visitável ATÉ DEZEMBRO QUARTA A DOMINGO, ÀS 10H30, 12H30, 14H30 E 16H30 marcação prévia (visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt)

DESENHO

FUNDAÇÃO ARPAD SZENES VIEIRA DA SILVA

Lisboa - um ano a desenhar para o futuro 2017 Associação de Urban Sketchers de Portugal ATÉ DEZEMBRO

EXPOSIÇÃO

PALÁCIO DOS CONDES DA CALHETA (JARDIM BOTÂNICO TROPICAL)

Novo Mundo - Visões através da Bienal Iberoamericana de Diseño 2008-2016 ATÉ 2 DE JULHO Um espaço de reflexão sobre o nosso mundo, sobre o interculturalismo do espaço ibero-americano e a propósito do próprio processo curatorial que construiu esta exposição, na medida em que este permite debater alguns estereótipos e preconceitos que ainda persistem.


L I T E R AT U R A O S L I V R O S D E M A I O

61

ORHAM PAMUK

JOSÉ MEDEIROS FERREIRA

ARLINDO MANUAL CALDEIRA

YASUNARI KAWABATA

CEVDET BEI E OS SEUS FILHOS

MEMÓRIAS ANOTADAS

ESCRAVOS EM PORTUGAL

A CASA DAS BELAS ADORMECIDAS

PRESENÇA

TEMAS E DEBATES CÍRCULO DE LEITORES

A ESFERA DOS LIVROS

DOM QUIXOTE

Uma das personagens desta obra monumental, o romance de estreia de Orham Pamuk, define de forma lapidar a diferença entre o Império Otomano e a nova República da Turquia: “antigamente havia sultões, agora há comerciantes”. Cevdet Bei, o protagonista do livro, é um desses comerciantes. Acompanhamos a história da sua família de 1910, data do seu casamento, a 1970 quando, duas gerações depois, Ahmet decide pintar o retrato do avô. Pamuk traça um vasto fresco da Turquia, da queda do sultão Abdülhamid II à fundação da República, desenvolvendo, pela primeira vez, os temas do confronto entre tradição e modernidade, Oriente e Ocidente. Simultaneamente, promove uma meditação sobre a inelutável passagem do tempo e descreve a formação de um artista no seio de uma família de comerciantes. A decisão do jovem Ahmet de retratar o avô surge como uma tentativa de contrariar esse “rio que corre”, dando corpo ao célebre aforismo de Hipócrates: “a arte é duradoira, a vida é breve”.

José Medeiros Ferreira (1942-2014), enquanto Ministro dos Negócios Estrangeiros, preparou e formalizou o pedido de adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia, em 1977. Este académico distinto, intelectual brilhante que conciliava um racionalismo rigoroso com um apuradíssimo sentido de humor, foi um dos políticos mais bem preparados das últimas décadas, que o país não soube aproveitar devidamente. Este volume póstumo reúne uma narrativa cronológica que termina com a eleição para a Assembleia constituinte, uma série de retratos de personalidade sobre as quais escreveu (Natália Correia, Mário Soares, José Saramago ou Henrique de Barros); várias entrevistas e textos dispersos do seu diário. Num dos seus derradeiros escritos interroga-se: “As memórias poderão ser uma mensagem política?” A resposta talvez possa ser encontrada nas palavras do seu amigo Vasco Pulido Valente que advertia para terem cuidado com Medeiros Ferreira “que até no duche pensava em termos políticos.”

A pequena Catarina “natural do mato de Angola” foi trazida aos dez anos como escrava e vendida pouco depois a um amo que, em 1733, a denuncia à Inquisição por prática de feitiçaria, fazendo “malefícios com a vista e com palavras” e tendo “cópula carnal com o demónio”. Este livro é a história de Catarina e de muitos outros escravos que viveram em Portugal. O estudo mostra que a escravidão no nosso país é tão antiga como a própria nacionalidade. Porém, a partir do século XV, com a expansão altera-se a composição étnica dos escravizados provenientes de África, do reino de Granada e de Marrocos, da China, do Japão ou da Índia. Anteriormente não havia identificação da situação de escravo com a cor da pele, escravos e não escravos eram na grande maioria de pele branca, sendo a religião o fator distintivo. Com esta obra notável se dá voz aos excluídos, cerca de um milhão de pessoas sujeitas a cativeiro e “protagonistas involuntários” de um sistema social ignóbil.

Yasunari Kawabata (1899-1972) foi o primeiro escritor japonês a receber o Prémio Nobel de Literatura (1968). A sua obra dá uma atenção minuciosa às mais subtis variações psicológicas e sensações eróticas, numa evocativa definição das atmosferas e num estilo refinadamente clássico. No centro da sua ficção reside a ideia de que só no efémero se pode encontrar a beleza e o significado da vida. Num quarto secreto na “casa das belas adormecidas”, jovens virgens dormem profundamente sob o efeito de poderosos narcóticos. Quando o desespero de envelhecer se torna insuportável, cavalheiros de idade frequentam a casa sob condição de não corromperem as jovens. Essa relação funciona como consolação ilusória na perseguição da vida que se escapa. Yukio Mishima, na introdução ao livro, realça a relação do tema do culto das virgens com o da morte, acrescentando que “o esplendor da vida apenas pode aparecer numa região onde erotismo e morte se juntam”. LAE


ENTREVISTA

62

SAMUEL ÚRIA

& Amigos FILIPA SANTOS

Carga de Ombro, o mais recente álbum de Samuel Úria, foi lançado há um ano. Em jeito de celebração, o músico convida Ana Moura, Golden Slumbers e ainda Manuela Azevedo e Miguel Ferreira, dos Clã, para com ele partilharem o palco do Tivoli, a 27 deste mês. As suas músicas nem sempre são fáceis de decifrar. Contêm referências literárias, biblícas… Preocupa-o que a mensagem possa passar ao lado ou é esse o objetivo? Proporcionar alguma descoberta ou algum mistério a quem está a ouvir é um lado que me entusiasma. A minha descoberta da poesia dentro da música e de um manancial subterrâneo que pode estar dentro das canções acontece com alguns autores que me entusiasmam em ir à procura, a desconfiar do que dizem. Não tenho pretensão nenhuma que as pessoas façam isso com as minhas músicas e até fico muito feliz se gostarem das minhas canções ao nível mais básico, de ouvirem no canto do ouvido sem pensarem na mensagem, mas não conseguiria dar uma canção por terminada se não fizesse justiça, na minha maneira de escrever, àquilo de que gosto na minha maneira de ouvir. É Preciso que eu Diminua é uma letra que parece ter sido retirada de um diá-

rio. É uma forma saudável de se libertar de algum tipo de complexo? Esta é uma canção-lamento de alguns defeitos que considero que tenho, mas por outro lado é uma “canção-panaceia”, porque à medida que exponho o problema também estou a identificar a maneira de o resolver, que passa por eliminar algumas questões de ego. Até acho que não sou uma pessoa egoísta, não sou vaidoso nem centrado em mim mesmo, mas sou como toda a gente. É uma canção que identifica e goza com isso, que escarnece de mim próprio. O vídeo desta canção (de Pedro Serrazina) venceu o Prémio de Melhor Filme Português na edição deste ano da Monstra. Como vê este tipo de distinção? Fiquei muito surpreendido. O vídeo é de facto bom, é feito por alguém que considero um génio, uma referência incontornável na animação em Portugal. Obviamente que ligo a estes prémios, porque sou fã do cinema de animação e vou estando dentro daquilo que se passa na Monstra. O prémio não é meu, mas senti-me no meio de um circuito para o qual olho com muita admiração distante. É um bocado aquele otimismo de acharmos que as coisas são tão boas que não as merecemos. Carga de Ombro dá nome a este disco e é também uma expressão da gíria fu-


© Humberto Mouco

63


64

E N T R E V I S TA S A M U E L Ú R I A

tebolística. Pode ser interpretada como veu para o álbum Moura. Foi um desafio escrever para o universo do fado, tão uma canção romântica? Trazer uma expressão da gíria futebo- diferente do seu? lística para uma canção romântica cau- Não foi a primeira pessoa para quem sa essa espécie de desconforto de estar eu escrevi fado, mas foi a primeira pesa juntar dois mundos que não fazem soa para quem escrevi uma canção de parte um do outro. Acho que podemos raiz, que se assemelhava ao fado. Foi recuperar substância de outros mundos um desafio escrever para uma voz tão e usá-la como figuras de estilo perfei- superior, mas por um lado havia uma tamente válidas. No futebol, a carga de rede de segurança maior por saber que ombro é se calhar a coisa mais violenta qualquer coisa que escrevesse para ela que se pode fazer dentro da legalidade e iria sair sempre bem, esperando que a acho que muitas vezes o amor também alquimia entre o meu chumbo e o ouro é isso: tem que nos tomar de assalto, dela se transformasse em ouro. sem ser uma disputa em que queremos É uma figura com um lugar muito próprio magoar o outro. Carga de Ombro descre- no panorama musical atual. Tem noção ve aquilo que é o meu amor pela minha desse estatuto? mulher e a necessidade que tivemos de Houve uma altura em que estranhava largarmos o conforto e juntarmo-nos, muito a simpatia das pessoas. Quando era convidado de outros múencostarmos os ombros, sicos e subia ao palco recarregarmo-nos um ao cebia um carinho que esoutro, que é uma analo- PROPORCIONAR tranhava. Interrogava-me gia melhor do que dizer ALGUMA DESCOse as pessoas saberiam ‘juntar os trapinhos’. BERTA OU ALGUM realmente quem eu era ou É uma declararação de MISTÉRIO A QUEM se seria apenas simpatia. amor e uma descrição ESTÁ A OUVIR É Entretanto deixei de ter o daquilo que tem sido UM LADO QUE ME drama dessa incompreenuma vida a dois. ENTUSIASMA. são, porque há uma reciEste álbum tem uma soprocidade brutal. Quando noridade diferente do anterior e há menos duetos. O que mu- chego a um palco e recebo a simpatia das pessoas, tento dar o máximo. A minha dou no processo criativo? O processo criativo foi diferente. Foi vontade é acarinhar cada pessoa que cono primeiro disco que trabalhei de raiz sigo ver. Cada vez que o holofote passa por com o produtor. Em relação às parti- uma cara sorridente, apetece-me ir lá dar cipações, houve uma contenção auto- um ‘passou-bem’ ou um abraço. -imposta. O disco anterior, não sendo Já há data para um sucessor de Carga de duetos, quase que o era. Neste dis- de Ombro? co, não só tenho menos participações, Este álbum saiu há mais ou menos um como elas são a antítese das do disco ano, por isso começa a chegar a altura anterior, em que partilhávamos pratica- em que não me sinto confortável por não mente metade da canção. Aqui as parti- estar a trabalhar em canções novas. Não cipações não tomam o disco de assalto estou a planear o álbum, mas sim essa almas são absolutamente indispensáveis. tura em que me retiro e começo a juntar Este mês recebe vários amigos no palco ideias, ou a deixar que as ideias escapem do Tivoli. Uma delas é Ana Moura, para de mim e a registá-las em canção. cantar Cantiga de Abrigo, que escre- Ver página 68


RA A W S DIA

O SIV N E N INT RSES S MA O U S UR E CO C PER ENSIV INT

IA TH

Reflexões sobre a contemporaneidade africana através da obra e do pensamento de um autor africano ou da diáspora africana Reflections on African contemporaneity through the work and thought of an African author or from the African diaspora

ion

llat

g m

alerias unicipais

dia

)

ala Inst lms res s Fi e ctu e m l L i F ras est Pal

12 / 05 ▼ 15 / 09 / 2017

(í n

ção

a Inst

Galeria Avenida da Índia Avenida da Índia, 170 1400-207 Belém


66

M Ú S ICA

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 25 E 26 DE MAIO RUA ANTÓNIO MARIA CARDOSO, 38 / 213 257 650 / WWW.TEATROSAOLUIZ.PT

PEDRO CALDEIRA CABRAL GUITARRA DE ONTEM E DE HOJE Este mês, a guitarra portuguesa está em grande destaque no São Luiz. O músico e compositor Pedro Caldeira Cabral celebra 50 anos de carreira num evento que decorre em dois dias e que pretende valorizar e promover o legado patrimonial da guitarra portuguesa. No dia 25 de maio, na sala Luís Miguel Cintra, o músico partilha o palco com dois convidados especiais: Ricardo Rocha, um dos melhores intérpretes da obra de Carlos E S P E TÁC U L O S AV. DA REPÚBLICA 10 - 2 E

MAGASESSIONS JOANA GAMA & RICARDO JACINTO 21 MAI: 18H EG

ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

FORRÓ PESADO APRESENTA KABAÇA ROOTS AO VIVO SÁB: 23H

AULA MAGNA

JOSÉ CID

10.000 ANOS DEPOIS ENTRE VÉNUS E MARTE 1 MAI: 21H30

JOSÉ GONZÁLEZ 3 MAI: 21H30

CASA FERNANDO PESSOA

SOLISTAS DA METROPOLITANA BEETHOVEN, BRAHMS 12 MAI: 18H30 EG

Paredes e de Pedro Caldeira Cabral, e Luís Marques, seguidor da tradição de Coimbra e fundador do grupo de fados Almedina. No dia 26, o Jardim de Inverno recebe encontros em torno da guitarra portuguesa, que incluem masterclasses e uma mesa-redonda. Pedro Caldeira Cabral é ainda investigador na área da música tradicional, e a sua discografia conta com quase duas dezenas de obras. Filipa Santos CENTRO CULTURAL DE BELÉM

ORQUESTRA JAZZ DO HOT CLUB DE PORTUGAL 5 MAI: 21H

ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA

CLOTILDE ROSA | TCHAIKOVSKY 14 MAI: 17H

IVAN LINS

LISBOA

AO ENTARDECER: SCHUBERT, SCHOSTAKOVICH 21 MAI: 17H

ORQUESTRA DE CÂMARA PORTUGUESA 28 MAI: 17H

CCBEAT GOLDEN SLUMBERS

VIVA IVAN

6 MAI: 21H

ORQUESTRA METROPOLITANA DE

19 MAI: 21H

18 MAI: 21H

WHITE HAUS QUINTAS ÀS 7


M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S

LOURENÇO SAMPAIO E OLGA VASILYEVA 18 MAI: 19H

HÁ FADO NO CAIS MÍSIA E OS SEUS POETAS 19 MAI: 21H

CARLOS LEITÃO 20 MAI: 21H CHAPITÔ

CLUBE DO CHORO DE LISBOA

1, 8, 15, 22, 29 MAI: 22H30 EG

TERÇA EM FADO

2, 9, 16, 23, 30 MAI: 22H30

STAND-UP MUSIC HALL 3 MAI: 22H

FADO NO BARTÔ COM FLÁVIO GIL 10 MAI: 22H

FADO COM MARIFÁ

25 ANOS ESTUDANTINA CICLO GRANDES INTÉRPRETES UNIVERSITÁRIA DE LISBOA RINALDO ALESSANDRINI 12 MAI: 21H

EL CORTE INGLÉS

SOLISTAS DA METROPOLITANA

FUNDAÇÃO ARPAD SZENES-VIEIRA DA SILVA

6 MAI: 22H

11 MAI: 19H EG relacoespublicas@elcorteingles.pt

SOLISTAS DA METROPOLITANA HAYDN, BRITTEN

13 MAI: 16H EG FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN

MORTE E TRANSFIGURAÇÃO 4 MAI: 21H, 5 MAI: 19H

ORQUESTRA GULBENKIAN

EG

CINE THEATRO GYMNÁSIO

FADO IN CHIADO SEG A SÁB: 19H

CINEMA SÃO JORGE

LUÍZ CARACOL METADE E MEIA 26 MAI: 22H

CINEMA NIMAS

THE LEGENDARY TIGERMAN

HOW TO BECOME NOTHING Cine-concerto 19 MAI: 19H, 22H30

5, 26 MAI: 21H30 EG

HEROICA DE BEETHOVEN

18 MAI: 21H, 19 MAI: 19H

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN O SONHO DE GERONTIUS

25 MAI: 21H, 26 MAI: 19H

MET OPERA LIVE EM HD LA TRAVIATA, GIUSEPPE VERDI 6 MAI: 18H

O CAVALEIRO DA ROSA, RICHARD STRAUSS 13 MAI: 17H30

IDOMENEO, WOLFGANG AMADEUS MOZART 20 MAI: 17H

COLISEU DOS RECREIOS

PLACEBO

2 MAI: 20H30

SIMPLE MINDS ACOUSTIC LIVE’17

MÚSICAS DO MUNDO ASIF ALI KHAN & PARTY MÚSICA SUFI DO PAQUISTÃO 9 MAI: 21H

DANIEL

CICLO GRANDES VOZES KARITA MATILLA

4 MAI: 21H30

12 MAI: 19H

3 MAI: 20H30

INEVITAVELMENTE

O REGRESSO DA DIVA

OKEAN ELZY

CONCERTOS DE DOMINGO MÚSICA DOS ANIMAIS

WORLD TOUR

6 MAI: 20H

PHARMAKON | PÄ 3 MAI: 22H

MÚSICAS DO MUNDO

7, 14, 21, 28, 30 MAI: 22H

GALERIA ZÉ DOS BOIS

HAYDN, BRITTEN Comentado por Alexandre Delgado

5, 12, 19, 26 MAI: 22H30 EG

SAMBA À MESA

CONCERTO MOZART 17 MAI: 21H

SOLISTAS DA ORQUESTRA GULBENKIAN

4, 11, 18, 25 MAI: 22H30

67

14 MAI: 11H, 16H

BEAU WANZER | DJ PROBLEMAS | PUDEUR | STASERA | SAR AFROBAILE COM DJUMBAI JAZZ + CELESTE/ MARIPOSA

MARCO FRANCO MUDRA

31 MAI: 22H MEO ARENA

JORGE FERNANDO

CONCERTO POR UM NOVO FUTURO Com Agir, Ana Moura, Camané, Expensive Soul, Fábia Rebordão, José Gonçalez, Sam the Kid, Virgul, Dino D’Santiago 4 MAI: 21H30

SHAWN MENDES

ILLUMINATE WORLD TOUR 10 MAI: 19H30

HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL EM CONCERTO

12 MAI: 22H

20 MAI: 20H30

CARLA DAL FORNO | YAN-GANT T-TAN

NOS 80 ANOS DA RENASCENÇA

13 MAI: 22H

BONG

18 MAI: 22H

BING & RUTH 23 MAI: 22H

NORBERTO LOBO: RESIDÊNCIA ARTÍSTICA #3 26 MAI: 22H

DUCKTAILS | JAMES FERRARO | TYPHONIAN HIGHLIFE 27 MAI: 22H

FILIPE FELIZARDO & THE THINGS PREVIOUS: RESIDÊNCIA ARTÍSTICA

PLACIDO DOMINGO 22 MAI: 21H30

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

BANDA SINFÓNICA DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA 11 MAI: 17H EG

MUSEU DE LISBOA – SANTO ANTÓNIO

FADOS, PETISCOS E PASSEIOS 19 MAI: 19H

MUSEU DE LISBOA – TEATRO ROMANO

HORA DE BACO

25 MAI: 18H-20H

31 MAI: 22H

MUSEU DO FADO IGREJA NOSSA SRA DA PENHA DE FRANÇA

CENTENÁRIO DE FÁTIMA VOX ANGELIS 26 MAI: 21H30 EG

IMPRENSA NACIONAL – CASA DA MOEDA

SOLISTAS DA METROPOLITANA HAYDN, BRITTEN

12 MAI: 18H30 MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

JOSHUA ABRAMS & NATURAL INFORMATION SOCIETY SIMULTONALITY 3 MAI: 22H

SAURA: 10 ANOS DE ‘FADOS’ 20 MAI: 17H

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA LULLY, REBEL, RAMEAU 13 MAI: 21H

MUSEU DO ORIENTE

SOLISTAS DA METROPOLITANA BEETHOVEN, BRAHMS 14 MAI: 17H


68

M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S / F E S T I VA I S

CONCERTO AMIGU DI MACAU

RCA – CLUB

WOVENHAND 5 MAI: 19H

27 MAI: 18H

O´CULTO DA AJUDA

GIBSON | TRILLA | ANDRADE | MITZLAFF | - 4TET 5 MAI: 21H30

POPULAR ALVALADE

JONZIP

11 MAI: 22H PRAÇA PAIVA COUCEIRO

CONCERTO DA ORQUESTRA LIGEIRA DA CASA PIA 27 MAI: 21H30 EG

PRAÇA DE TOIROS DO CAMPO PEQUENO

RIGOLETTO

27 MAI: 21H RUA DAS GAIVOTAS 6

VATSUN

13 MAI: 21H30

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

PEDRO CALDEIRA CABRAL GUITARRA DE ONTEM E DE HOJE

TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

PETER GRIMES, BENJAMIN BRITTEN 30 MAI, 1, 5, 7 JUN: 20H 3 JUN: 16H TEATRO THALIA

FESTIVAL ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA

VÍTOR RAMIL

6 MAI: 21H

25 MAI: 21H

27 MAI: 15H

28 MAI: 21H

SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES

SOLISTAS DA METROPOLITANA BEETHOVEN, BRAHMS 11 MAI: 18H30 EG

AMORES IMPOSSÍVEIS: CARVALHO, SIBELIUS, STRAVINSKY

O DIA SEGUINTE - VENHA OUVIR UMA ORQUESTRA POR DENTRO! ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA 7, 28 MAI: 11H

THE GUEST

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA

8 MAI: 21H30

27 MAI: 21H

TEATRO ARMANDO CORTEZ

THE GUEST MOTHER CONCERT

STRAVINSKY, AZEVEDO

TEATRO TIVOLI BBVA

SAMUEL ÚRIA

Com Ana Moura, Golden Slumbers, Manuela Azevedo, Miguel Ferreira 27 MAI: 21H30

GRUPO COMPAY SEGUNDO Concerto de homenagem 110º aniversário 30 MAI: 21H30

MARTA PEREIRA DA COSTA

Com Dulce Pontes, Helder Moutinho, Pedro Jóia, Rui Veloso, Tara Tiba 31 MAI: 21H30 UNIVERSIDADE DE LISBOA (CAMPUS DE CAMPOLIDE)

ORQUESTRA ACADÉMICA METROPOLITANA

QUINTA SINFONIA DE SCHUBERT | PRÉMIO FUNDAÇÃO INATEL 19 MAI: 21H

F E S T I VA I S

CONCERTOS COMEMORATIVOS DO


M Ú S I CA F E S T I VA I S

40.º ANIVERSÁRIO DO INSTITUTO GREGORIANO DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO

RECITAL DE CANTO E PIANO 5 MAI: 21H30

RECITAL DE PIANO

12, 19 MAI: 21H30

RECITAL DE MÚSICA DE CÂMARA 26 MAI: 21H30

IGREJA DE N . SR.ª DE FÁTIMA

CONCERTO DE ÓRGÃO E CANTO GREGORIANO 7 MAI: 16H

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

RECITAL DE FLAUTA DE BISEL E CRAVO 28 MAI: 16H

CASA-MUSEU ANASTÁCIO GONÇALVES

RECITAL DE MÚSICA DE CÂMARA 2 JUN: 21H30

FESTIVAL MÚSICA VIVA O’CULTO DA AJUDA

SOND’AR-TE ELECTRIC ENSEMBLE 20 MAI: 21H30

MUTABILIS/ROSA 21 MAI: 21H30

SOLI-TUTTI

23 MAI: 21H30

PERFORMA ENSEMBLE 24 MAI: 21H30

LABORATÓRIO DE MÚSICA MISTA DA ESML 25 MAI: 21H30

ANÚNCIO PREMIADOS DO CONCURSO DE COMPOSIÇÃO MÚSICA VIVA 2017 26 MAI: 21H30

ORQUESTRA DE ALTIFALANTES, ART CLANG ENSEMBLE 27MAI: 21H30

LISBOA A SORRIR: UM PASSEIO DE MÚSICA E HUMOR, COM HERMAN JOSÉ E AMIGOS

O’CULTO DA AJUDA 20 A 27 DE MAIO TRAVESSA DAS ZEBRAS 25/27 / WWW.MISOMUSIC.COM

FESTIVAL MÚSICA VIVA Maio marca o regresso de mais um Festival Música Viva, evento que fomenta e divulga a criação musical contemporânea. Com organização da Miso Music Portugal, o festival celebra este ano a sua 23ª edição, continuando a apostar nos compositores e intérpretes portugueses e na relação da música com a tecnologia. A decorrer no O’culto da Ajuda, de 20 a 27 de maio, o certame mostra a vitalidade da criação musical nacional, num confronto de ideias e estéticas, proporcionando novas possibilidades de experimentação e de aproximação com o público. Programa disponível em www.misomusic.com. FS

69


70

M Ú S I CA F E S T I VA I S / C O N C U R S O S / C U R S O S CAPELA DE SANTO AMARO (ALCÂNTARA)

RICARDO RIBEIRO

MONSANTO PRIMAVERA FEST 2017

Violoncelo, Violino, Bateria, Baixo MP

LARGO DA AJUDA

R. TENENTE CORONEL RIBEIRO DOS REIS

ACADEMIA DE M ÚSICA EM LISBOA

5 MAI: 21H30

MARINA MOTA

7 MAI: 21H30 QUINTA DA ALFARROBEIRA

LENITA GENTIL, SANGRE IBÉRICO

VIRGUL, MIGUEL ARAÚJO, DAVID FONSECA, AMOR ELECTRO, SIMONE DE OLIVEIRA 5 A 7 MAI

CONCURSOS

18 MAI: 21H30

EG

PARQUE OESTE

III CONCURSO INTERNACIONAL DE COMPOSIÇÃO GMCL / JORGE PEIXINHO

MARCO RODRIGUES, FILIPA CARDOSO 20 MAI: 21H30

JARDIM DO CAMPO GRANDE

JORGE FERNANDO, FÁBIA REBORDÃO

www.gmcl.pt Inscrições até 2 out

Iniciação ao Violino ATÉ JUL SÁB: 10H-12H

ARTS2SCIENCE

Aulas e workshops

Teoria Musical, Piano, Violino, Violoncelo, Guitarra, Técnica Vocal e Tecnologias da Música SEG A SÁB: 10H-20H MP ASSOCIAÇÃO GAITADE -FOLES

Oficinas de gaita-defoles MP

ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE 26 MAI: 21H30 CURSOS TELHEIRAS - ART nda Cultural_137x106mm_Lisbon Eco Marathon2017.pdf 1 07-04-2017 11:17:33 BIBLIOTECA DE MP ACADEMIA DO LUMIAR MARVILA

Guitarra e piano

Encerramento do festival MURO

FF, DIAMANTINA 28 MAI: 18H EG

Formação instrumental, musical, coral ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Canto, Guitarra, Piano,

LISBON ECO

ATELIER MUSICAL DO AREEIRO

Aulas de acordeão, contrabaixo, flauta transversal, guitarra,

MARATHON

piano e violino CASA DO ALENTEJO

Tardes alentejanas SÁB: 15H30 EG

CASA DO BRASIL

Violão Brasileiro e Guitarra, Criar e Gerenciar Bandas, Aulas permanentes MP 968 870 282

CASA DA COMARCA DA SERTÃ

Aulas de Acordeão QUI, DOM

CENTRO CULTURAL ARTE PURA

Forró, Samba no Pé, Maracatu, Afro Brasil, Percussão, Violão VÁRIOS HORÁRIOS

CENTRO INTERCULTURACIDADE

Canto e Técnica Vocal SEG A SEX: 17H-19H MP


M Ú S I CA C U R S O S

71

MEO ARENA 4 DE MAIO, ÀS 21H30 ROSSIO DOS OLIVAIS, PARQUE DAS NAÇÕES / 218 918 409 /ARENA.MEO.PT

CONCERTO POR UM NOVO FUTURO HOMENAGEM A JORGE FERNANDO Jorge Fernando é um dos cantores e compositores mais acarinhados do nosso país. Tocou durante 20 anos ao lado de Amália e compôs para grandes nomes do fado, tendo alcançado grande sucesso nos anos 80 com Umbadá, tema que levou ao Festival da Canção. Em maio, o músico e os seus 40 anos de carreira são celebrados com um concerto no Meo COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

Raga

Curso de Música Indiana VÁRIOS HORÁRIOS EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

Aulas de voz e canto TER: 18H30-20H30

ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

Piano, guitarra MP

ESTÚDIO VANDA MELO

Voz e Canto

TER: 19H-20H30 MP icampelo58@gmail.com

IN IMPETUS

Aulas de Canto

Com a soprano Ângela Silva MP

MUSEU DO FADO

Cursos

Guitarra portuguesa, seminário de letristas, seminário de poética de fado, gabinete de ensaios para intérpretes MUSEU DO ORIENTE

Aulas de Violino TER: 13H-14H

PRIMO CANTO ASSOCIAÇÃO CULTURAL

Curso de Canto

Arena. Nesta comemoração estarão presentes os amigos Ana Moura, Agir, Camané, Expensive Soul, Fábia Rebordão, José Gonçalez, Sam The Kid, Virgul e Dino D’Santiago, pessoas que fazem parte da família musical de Jorge Fernando. O concerto é promovido pela Associação Novo Futuro, que presta cuidados a crianças e jovens. FS S ESPAÇO

Adufe, Canto Tradicional SAGRADA FAMÍLIA

Aulas de Forró

QUA: 20H-21H30

Baile com o Quinteto Luso Baião

Concertina I

TER: 19H30 balltoques@tradballs.pt VOZES EM CONSERTO

Aulas de canto, piano, guitarra clássica, pianista acompanhador, teoria musical, coro

QUA: 22H

XUVENTUDE DE GALICIA SOU – MOVIMENTO E ARTE

Aulas livres de música

Aulas de pandeireta SEX: 20H30

MP

TEATRO DOM LUIZ FILIPE

EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

Canto Tradicional SEG: 21H

> Contactos pág 99


72

FIMFALX17 FREDERICO BERNARDINO

© Lionel Pesqué

© Valeria Tomasulo

A aFIMFAr desde 2001, o festival vem reunindo, a cada edição, modernidade e tradição em prol de uma arte ancestral que foi durante demasiado tempo menorizada. O resultado tem sido surpreendente e desafiador, sintomático da presença cada vez maior da marioneta, das formas animadas e das suas técnicas na criação contemporânea internacional. A Agenda Cultural sugere oito espetáculos que prometem marcar a 17.ª edição do festival dirigido por Luís Vieira e Rute Ribeiro.

TEATRO DELUSIO

BÊTES DE FOIRE

Familie Flöz (Alemanha). Michael Vogel, encenação. São considerados os grandes virtuosos da máscara alemã e apresentam, no arranque deste FIMFA, aquela que é uma das suas criações mais aplaudidas e premiadas internacionalmente. Seguindo a fórmula do teatro dentro do teatro, em cena encontramos três atores dando vida a cerca de 30 personagens que, com humor e sensibilidade (e sem uma única palavra), nos levam numa intensa viagem pelos dramas e pelos sonhos dos artistas de palco.

Petit Théâtre de Gestes (França). Laurent Cabrol e Elsa De Witte, concepção. Na pista de estrelas, um casal envolto numa aura de mistério coloca em funcionamento uma “maquinaria lírica”, capaz de nos transportar para um universo onírico, para lá da tenda de circo onde nos encontramos. A ajudá-los nesta deliciosa ilusão emergem “figuras criadas com materiais reciclados, roupas usadas e mecanismos”. O resultado é um momento capaz de proporcionar a toda a família o reencontro com o mundo mágico do circo.

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 11 A 13 MAIO: 21H30

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA 13, 14, 20 E 21 MAIO: 19H; 18 E 19 MAIO: 21H


© Alípio Padilha

73

ESTE NÃO É O NARIZ DE GÓGOL, MAS PODIA SER…

THE ADVENTURES OF WHITE-MAN

A Tarumba (Portugal). Luís Vieira e Rute Ribeiro, criação e interpretação. Através de pequenos objetos, figuras articuladas em papel, um velho gira-discos e um sem-número de artefactos kitsch, A Tarumba discorre sobre “a importância de ter um nariz”. Pelo caminho, recorre-se a Nikolai Gógol (o russo que colocou um nariz a protagonizar um conto) e ainda se dá “um toque de Jacques Prévert”, não deixando de lado algumas vedetas pop rock nem sequer os senhores Trump e Putin.

Paul Zaloom (Estados Unidos da América), texto, concepção e interpretação. Corrosivo, controverso e brilhante, Paul Zaloom é um dos mais aplaudidos marionetistas e humoristas da atualidade. Com o mundo ainda mais ao contrário por ação do efeito Trump, eis-nos perante a odisseia do White-Man, um herói intergalático caucasiano que, num futuro próximo, chega à Terra para a civilizar, libertando-a de ameaças alienígenas, como imigrantes ilegais e políticos socialistas. O texto é coassinado por Lynn Jeffries e a encenação é de Randee Trabitz.

LIVRARIA FERIN | 16 E 17 MAIO: 21H

TEATRO NACIONAL D. MARIA II | 19 MAIO: 21H30; 20 E 21 MAIO: 19H

CELUI QUI TOMBE

CENDRES

CCN2 - Centre Chorégraphique National de Grenoble (França). Yoann Bourgeois, concepção e encenação. Desafiando a gravidade e os limites do risco, seis intérpretes procuram manter-se em equilíbrio numa plataforma flutuante, tal qual marionetas humanas. Num misto de circo e dança, Yoann Bourgeois oferece-nos “uma luta de forças” entre “uma simples plataforma movida por diferentes mecanismos (o equilíbrio, a força centrífuga, o balanço...)” e “uma espécie de humanidade minimal” que reage “aos constrangimentos físicos.”

Plexus Polaire (França-Noruega). Yngvild Aspeli, encenação. Inspirado no romance Before I Burn de Gaute Heivoll, esta é a história da pequena comunidade de Finsland, no sul da Noruega, que, na década de 1970, foi amedrontada por um incendiário desconhecido. Segundo Laura Collins-Hughes, do New York Times, é “uma peça assombrada e fascinante sobre incêndios e tormentos interiores, com marionetas de tamanho humano [manipulada segundo o método de Bunraku] e prédios em miniatura em chamas.”

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 20 MAIO: 21H; 21 MAIO: 17H30

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 20 E 21 MAIO: 21H30

© Claire Leroux

© Géraldine Aresteanu

COM UM TOQUE DE JACQUES PRÉVERT


74

E AINDA FANTASMAS André Murraças (Portugal)

© Benoît Schupp

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 12 A 14 MAIO: 19H E 22H30

FEOS

MILIEU Renaud Herbin (França), concepção e interpretação. A marioneta de fios é a mais emblemática das técnicas do teatro de marionetas e Herbin oferece aqui uma singular abordagem. A personagem da peça inspira-se em O Despovoador, de Beckett, e é uma marioneta concebida pelo português Paulo Duarte. Manipulada a mais de três metros de altura, com Herbin suspenso no alto de uma estrutura cilíndrica, o dispositivo é um castelet vertical que permite acompanhar em simultâneo a personagem e o manipulador. SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 22 E 23 MAIO: 19H E 21H

Teatro y su Doble (Chile) SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 12 E 13 MAIO: 21H 14 MAIO: 17H30

Inserido em Lisboa 2017 – Capital Ibero-Americana de Cultura

OS SAPATOS DO SENHOR LUIZ Madalena Marques (Portugal) SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 14 MAIO: 11H E 14H30 São Luiz Mais Novos

L’APRÈS-MIDI D’UN FOEHN – VERSION 1 Phia Ménard e Cie Non Nova (França)

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 18 E 19 MAIO: 10H30 E 14H30 (ESCOLAS) 20 E 21 MAIO: 11H E 16H (PÚBLICO EM GERAL)

TRIA FATA © Susana Neves

Cie La Pendue (França)

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 26 E 27 MAIO: 21H, 28 MAIO: 17H30

COMO UM CARROSSEL

BELA ADORMECIDA

Teatro de Marionetas do Porto (Portugal). Isabel Barros, encenação. Presença habitual no programa do FIMFA, o TMP apresenta este ano a nova versão de um espetáculo originalmente escrito e encenado por João Paulo Seara Cardoso (1956-2010). Para Isabel Barros, “esta peça representa a caminhada pela vida, entre a alegria e a tristeza, o medo e a esperança,” que conta a história de “uma menina que vai crescendo numa espécie de viagem ao longo da qual muitas perguntas são lançadas e estimulam a sua relação com o mundo.”

TEATRO TABORDA 27 E 28 MAIO: 16H

TEATRO TABORDA 24 E 25 MAIO: 14H30

Teatro de Ferro (Portugal)

CINEMA

PUPPET

Documentário de David Soll (EUA, 2010) CINEMATECA PORTUGUESA-MUSEU DO CINEMA 22 MAIO: 21H30 Programação sujeita a alterações www.fimfalx.blogspot.com


75


76

T E ATRO

NEGÓCIO ZDB 17 A 20 DE MAIO RUA DE O SÉCULO, N.º 9, PORTA 5 / 213 430 205 / WWW.ZEDOSBOIS.PT

NOME VAGAR. Carolina Campos e Márcia Lança, criação e performance ; João Fiadeiro, apoio dramatúrgico.

A partir de “imagens antigas, abandonadas em feiras, esquecidas, deixadas para trás”, a coreógrafa e performer portuguesa Márcia Lança e a bailarina brasileira Carolina Campos propuseram-se descobrir “ficções que contêm realidades”. Ao longo de uma residência artística no Atelier Real, estas fotografias

E S T R E I AS AULA MAGNA

AS MARIAS

António Raminhos, autoria e interpretação. 19 MAI: 22H CHAPITÔ

CANÇÕES DA MINHA VIDA Miguel Dias, autoria e interpre-

tação.

Espetáculo de café-teatro. 24 MAI: 22H

TÁS AQUI TÁS A QUINAR

Flávio Gil e Paulo César, autoria e interpretação. 31 MAI: 22H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

HENRIQUE IV

Comuna-Teatro de Pesquisa/

abriram caminho a outros tempos e a outras histórias que não as das pessoas (desconhecidas, incógnitas, anónimas) que mostram. Assim, foi permitido às criadoras construir narrativas em torno delas, num “exercício de imaginar que a nossa memória e o nosso esquecimento, aquela matéria indispensável para nos tornarmos singulares, podem estar em qualquer corpo, em qualquer vida, num outro qualquer.” Frederico Bernardino

CCB. Luigi Pirandello, texto; João Mota, encenação; João Mota, Custódia Gallego, Carlos Paulo, Guilherme Filipe, Hugo Franco, Maria Ana Filipe, Igor Sampaio, Miguel Sermão, Francisco Pereira de Almeida, Rogério Vale e Gonçalo Botelho, interpretação. Ver destaque. 30, 31 MAI: 21H COMUNA

A ILHA DESCONHECIDA

Trigo Limpo teatro ACERT e Fundação José Saramago. A partir de José Saramago. José Rui Martins, encenação; Catarina Moura e Luís Pedro Madeira, interpretação.

A companhia de Tondela regressa a Lisboa para apresentar a sua versão de O Conto da Ilha Desconhecida do Prémio Nobel da Literatura português. 10 A 14 MAI: 21H30


T E AT R O E S T R E I AS / C O N T I N UA M LEITURIA

O ESPAÇO ENTRE AS CEREJAS

Gato que Ladra. Afonso Cruz, texto; Rute Rocha, encenação. 25 MAI A 10 JUN QUI A SÁB: 21H

MUSEU DO DINHEIRO

QUEM É QUEM? FRANCISCO DE HOLANDA Luís Godinho, criação e interpretação.

Imagine se Francisco da Holanda voltasse à vida para visitar as suas obras no museu. 20 MAI: 16H, 21H MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

MIGUEL E LOS ANGELES Escola de Circo do Chapitô.

Um espetáculo de circo e música inspirado na iconografia do arcanjo S. Miguel. 20 MAI: 21H NEGÓCIO ZDB

NOME

17 A 20 MAI: 21H30 RUA DAS GAIVOTAS 6

A GRANDE VIAGEM

Inês Lago, direção; Beatriz Maia e João Santos Silva, interpretação.

A partir de A Viagem do Elefante, de José Saramago, Inês Lago propõe um olhar sobre uma Europa em clivagem. 18 A 21 MAI: 21H30

CRIME & CASTIGO

Rabbit Hole. João Estevens, Mafalda Miranda Jacinto e Mariana Nobre Vieira, interpretação. Partindo da obra-prima de Fiodor Dostoievski, a nova criação do coletivo Rabbit Hole é um jogo onde se negoceiam regras, se ganha e se perde e nem sempre se sai penalizado por transgredir a norma. 25 A 27 MAI QUI A SÁB: 21H30, DOM: 18H TEATRO DO BAIRRO

A MORTE DE TINTAGILES

A partir de Maurice Maeterlinck. Ricardo Aibéo, encenação; Dinis Gomes, Duarte Guimarães, Rita Durão e Sofia Marques, interpretação.

Um “pequeno drama para marionetas” interpretado por atores de carne e osso que contam a história do jovem Tintagiles no regresso ao seu sombrio reino natal. 19 MAI A 4 JUN QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H

TEATRO MERIDIONAL

O SENHOR IBRAHIM E AS FLORES DO CORÃO

Eric-Emmanuel Schmitt, autoria; Miguel Seabra, encenação e interpretação; Rui Rebelo, músico. As comemorações dos 25 anos do grupo liderado por Miguel Seabra e Natália Luiza continuam, com a reposição de um dos mais aclamados espetáculos do teatro português dos últimos anos. 10 A 28 MAI QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H TEATRO NACIONAL D. MARIA II

NA MARGEM DE LÁ (RASCUNHOS)

Artistas Unidos. Jorge Silva Melo, autoria e direção; João Pedro Mamede, Hugo Tourita, André Loubet, Pedro Baptista e Nuno Gonçalo Rodrigues, interpretação.

Antecâmara de um espetáculo futuro, esta é uma peça experimental que resulta de um seminário de escrita em torno da trágica história de Dido e Eneias com 12 jovens criadores. 25 A 28 MAI QUI A SÁB: 21H30, DOM:16H30 TEATRO DA POLITÉCNICA

O CINEMA

Artistas Unidos. Annie Baker, texto; Pedro Carraca, encenação; António Simão, Bruno Huca, Rita Cabaço e Pedro Gabriel Marques, interpretação. Ver entrevista a Rita Cabaço. 3 MAI A 3 JUN TER, QUA: 19H, QUI, SEX:21H, SÁB: 16H, 21H

TEATRO DA TRINDADE

SENHOR HENRI

A partir de Gonçalo M. Tavares. Teresa Sobral, encenação; Filipe Duarte, interpretação. Segunda incursão n’ O Bairro. Depois de José Raposo ter interpretado o Senhor Valery, Filipe Duarte é um homem apaixonado pelo absinto e as enciclopédias. 13 MAI: 16H, 18H TEATRO TURIM

CONFISSÕES

A partir de Luciano Luppi. Marisa Manarte, encenação; Hugo Santos Silva, Mariana Belo e Alice Cunha, interpretação. Em luta contra o pouco tempo que lhe resta, um homem confessa-se. 4 A 7 MAI QUI SÁB: 21H30, DOM: 17H

A LUA DE JOANA

Umbigo-Companhia de Teatro. A partir de Maria Teresa Maia Gonzalez. Ricardo Barceló, adaptação, encenação e dramaturgia; Beatriz Benvindo, Joana Rodrigues e Melissa Logrado, interpretação.

Joana procura entender como é que a sua melhor amiga Marta se envolveu com o mundo das drogas num caminho que a levou à morte por overdose. 11 A 14 MAI QUIA SÁB: 21H30, DOM: 17H

MARIAS E MANÉIS

A partir de Bertolt Brecht. João André, encenação; Carolina P.P., Matilde Jalles, Mariana Portocarrero, Rita Liberal e Rodrigo Ribeiro, interpretação.

Uma peça dançada a partir da obra Horácios e Curiácios de Bertolt Brecht concebida como um “jogo da repetição, numa dança e nas guerrilhas quotidianas que assomam o ser humano numa sociedade pejada de luta.” 18 A 21 MAI QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H

COMPOTA DE POESIA

Fernando Pessoa, textos; Paula Antunes, encenação; Ana Videira, Francisco Gomes, Hugo Baptista, Natacha de Noronha e Pedro A. Rodrigues, interpretação. Pessoa e seus heterónimos unidos num espetáculo de poesia em palco. 26 A 28 MAI QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H

C O N T I N UA M AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

JOÃO D.

A partir de Javier Tomeo. António Jorge, encenação; Guilherme Nascimento, Isabel Simões e Paula Só, interpretação. 4, 11 MAI: 21H30

AUDITÓRIO DO GRUPO DRAMÁTICO OS COMBATENTES

LISBOA LEVADA DA BRECA

Nuno Lopes, textos; João Simões, encenação; Rui Vaz, direção musical; Bruna Silva, Diogo Consciência, Joana Gonçalves, João Silva, Luís Mercês e Miguel Carvalho, interpretação; Cristiana Canaveira, Inês Martins, Mónica Caldeira, Rebecca Gonçalves e Sandra Fernandes, corpo de baile. 6, 13, 20 MAI: 21H30

77

CASINO DE LISBOA

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE

Hernán Casciari, texto; Joaquim Monchique, encenação; Joaquim Monchique, Luís Mascarenhas, Joel Branco, Tiago Aldeia, Rita Tristão da Silva, Rui Andrade, Diogo Mesquita, Bruna Andrade e Leonor Biscaia, interpretação. QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30 COMUNA

HENRIQUE IV

Ver destaque. ATÉ 28 MAI QUA A SÁB: 21H30 DOM: 16H SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

O NOSSO DESPORTO PREFERIDO – FUTURO DISTANTE

Gonçalo Waddington, texto e encenação; Carla Maciel, Crista Alfaiate, Gonçalo Waddington, Tiago Lima e Vânia Rovisco, interpretação. ATÉ 6 MAI QUA A SÁB: 21H, DOM: 17H30

JÚLIA

Teatro do Vão / SLTM. A partir de Menina Júlia de August Strindberg. Daniel Gorjão, direção; Romeu Costa e Teresa Tavares, interpretação. ATÉ 7 MAI QUI A SÁB: 21H, DOM: 17H30

SOCIEDADE MUSICAL ORDEM E PROGRESSO

E AGORA QUEM É QUE MANDA?

Carlos Jorge Español com a participação de Tito Lívio, textos; Carlos Jorge Español, direção; Felipa Banazol, Victor Nascimento, Beatriz Cassona, João Roque, Melissa Alves, Nuno Alho, Iara Alves, Joel Carvalho, Leny Dias, João Paulo e Tânia Passos, interpretação; Sónia Carvalho, Inês Sophya, Mafalda Silva e Marko Almeida, corpo de baile. ATÉ 27 MAI SÁB: 21H30

TEATRO ARMANDO CORTEZ

OS 39 DEGRAUS

Yellow Star. A partir do texto de John Buchan e da adaptação de Patrick Barlow e Alfred


78

T E AT R O C O N T I N UA M / F E S T I VA I S / C U R S O S Hitchcock. Claudio Hochman, encenação; João Didelet, Rita Pereira, Martinho Silva e Pedro Pernas, interpretação. QUI A SÁB: 21H30, DOM: 18H

TEATRO CINEARTE A BARRACA

ERÊNDIRA! SIM, AVÓ…

A Barraca. A partir de Gabriel Garcia Marquez. Rita Lello, direção; Maria do Céu Guerra, João Maria Pinto, Adérito Lopes, João Parreira, Rita Soares, Ruben Garcia, Samuel Moura, Sara Rio Frio, Sérgio Moras, Alexandre Castro e Diogo Varela, interpretação.

Com adaptação de Rita Lello, A Barraca penetra no universo do colombiano Gabriel Garcia Marquez e leva ao palco A Incrivel e triste história de Cândida Erêndira e sua Avó Desalmada. QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H TEATRO MARIA VITÓRIA

PARQUE À VISTA

Flávio Gil, Miguel Dias e Renato Pino, autoria; Flávio Gil, encenação; Miguel Dias, Paulo Vasco, Susana Cacela, Flávio Gil, Filipa Godinho, Diogo Martins, Maria Giestas, Pedro Silva e Patrícia Teixeira, interpretação. QUI, SEX: 21H30, SÁB, DOM: 16H30, 21H30 TEATRO POLITEAMA

AMÁLIA – O MUSICAL

Filipe La Féria, autoria e encenação; Alexandra, Anabela, Liana, Carlos Quintas, Tiago Diogo, entre outros, interpretação. QUA A SEX: 21H30, SÁB: 17H, 21H30, DOM: 17H TEATRO DA TRINDADE

QUEM TEM MEDO DE VIRGINA WOOLF?

Edward Albee, texto sob versão de João Perry, a partir da tradução de Ana Luísa Guimarães e de Miguel Granja. Diogo Infante, encenação; Alexandra Lencastre, Diogo Infante, Lia Carvalho e José Pimentão, interpretação. ATÉ 11 JUN QUA A SÁB: 21H, DOM: 16H30

REHAB

SillySeason. Ana Sampaio e Maia, Cátia Tomé, Ivo Silva e Ricardo Teixeira, criação e interpretação. ATÉ 7 MAI QUA A SÁB: 21H45, DOM: 17H

F E S T I VA I S

10.º CICLO DE MULHERES PALHAÇO CHAPITÔ

PALHAÇA MARGARITA 5 A 7 MAI: 22H

LAS EXPERTAS

12 A 14 MAI: 22H

PEPA PLENA

18 A 21 MAI: 22H

SILVIA LEBLON

26 A 28 MAI: 22H

JÚLIA

Teatro da Academia (IPV). A partir de August Strinberg. Fraga, encenação. 11 MAI: 18H30

OXIGÉNIO

Grupo de Teatro dos Funcionários da Universidade de Lisboa. Carl Djerassi e Roald Hoffmann, texto; João Ferrador, encenação. 10 MAI: 18H30

LORCA

MalaEstirpe-Universidade de Castilla-La Mancha. Álvaro Arribas, encenação.

FACULDADE DE FARMÁCIA (UL)

PODE PASSAR A VIDA TODA

Tubo de Ensaios. Criação coletiva. 3 MAI: 21H30

FACULDADE DE LETRAS (UL)

FERNANDO… EM PESSOA!

ArTeC-Faculdade de Letras UL. Fernando Pessoa, textos; Marcantónio Del Carlo, encenação. 5 MAI: 21H30 www.fatal.ulisboa.pt

FIMFA LX’17

COMUNA

VÁRIOS LOCAIS 11 A 28 MAI www.fimfalx.blogspot.com

Martin da Fonseca, encenação.

CULTURGEST

ENSAIO PARA O FIM

Tina Satter, texto.

12 MAI: 18H30

FATAL – FESTIVAL ANUAL REVOLUÇÃO DE TEATRO ACADÉMICO DE Teatro Académico da UniverPANOS – PALCOS NOVOS sidade de Lisboa. A partir de LISBOA PALAVRAS NOVAS Marat-Sade, de Peter Weiss. Júlio CALEIDOSCÓPIO (CAMPO GRANDE)

UMA CONVERSA (BREVE) CONTEMPORÂNEA

Fc-Acto - Faculdade de Ciências UL. A. Branco, texto e encenação. 3 MAI: 18H30

LOVE AND INFORMATION

Katharsis-Grupo de Medicina de Madrid. Caryl Churchill, texto; Jaime Cano, direção. 6 MAI: 18H30

LISBOA E OUTROS TÍTULOS ALEATÓRIOS

Universidade Federal do Rio de Janeiro. Gabriella Giffosi, autoria; Leandro Romano, encenação. 11, 12 MAI: 18H30

CANTINA VELHA (UL)

112 O JANTAR ESTÁ MESMO QUASE

Coletivo 112/ESTC (IPL). Mariana Fonseca, autoria; Criação coletiva. 2, 8 MAI: 14H

FREAK SHOW

TUTRA. Bruna Rolo, texto; Raquel Barbarroxa, João Dantas e Cláudia Joana Martins, encenação. 4 MAI: 21H30

SANTUÁRIO

Ultimacto. Hugo Gama, encenação. 6 MAI: 21H30

O MERCADOR DE VENEZA

Noster (UCP). William Shakespeare, texto; A. Branco, encenação. 8 MAI: 18H30

2 MAI: 21H30

Universidade de Évora. Mariana Rosário, encenação. 6 MAI: 21H30

O MALUQUINHO DE ARROIOS

mISCuTEm. Ana Isabel Augusto, encenação.

AOS POUCOS ATALHOS

Joana Craveiro, texto.

ODE INACABADA

Cláudia R. Sampaio, texto. 19 A 21 MAI

8 MAI: 21H30

ESPELHOS E REFLEXOS

Grupo de Teatro de Letras. A partir de Jean Genet. Ávila Costa, encenação. 10 MAI: 21H30

AMA COMO A ESTRADA COMEÇA

Grupo de Teatro do Instituto Superior Técnico. Daniel Gorjão, encenação. 11 MAI: 21H30

A ÚLTIMA CORNIJA DO MUNDO Maricastaña (Universidade de Vigo). A partir de Alessandro Baricco. Fernando Dacosta, direção. 12 MAI: 21H30

DE NOVO MAR

GEFAC- Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra. 13 MAI: 21H30

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS (UNL)

MORRER OU NÃO MORRER

Grupo de Teatro da Nova. Sergi Belbel, texto; Marina Albuquerque, encenação. 9 MAI: 21H30

TRY BETTER, FAIL BETTER’17 – CICLO NOVOS CRIADORES TEATRO TABORDA

ZERO

Herlandson Lima Duarte, criação; Catarina Moita, Pedro O Parente, Roxana Lugojan e Tadeu Faustino, interpretação. 6, 7 MAI: 21H30

TRAGÉDIA + TEMPO SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira, comissários. ATÉ JUN

C U R S O S/ / WO R KS H O P S ACT – ESCOLA DE ATORES

Iniciação às técnicas do ator IA

Michael Chekhov technique - módulo 2 5 A 7 MAI IA


T E AT R O F E S T I VA I S / C U R S O S / WO R KS H O P S

79

CASA DO ARTISTA

Formação de Atores para Teatro Oficinas Teatro Lisboa. IA

CHAPITÔ

Expressão Dramática Por Bruno Schiappa.

SEG, QUA: 19H-21H IA

EVOÉ

Iniciação ao Teatro IA

IN IMPETUS

Iniciação ao Teatro TER: 20H-21H30 IA

213 157 815 MOB

Teatro

QUA: 19H IA

TEATRO DA LUZ

Teatro

Pela Companhia da Esquina PÓS-LABORAL IA

968 060 047 | 917 549 657 TEATRO TABORDA © CITAC/MEF/Tânia Araújo

Clubes de Teatro

Maria João Vicente, coordenação do serviço educativo; Nuno Nolasco, Nuno Pinheiro e Teresa Vaz, direção. SÁB: 15H-19H IA

SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Formação de Atores

ATÉ JUN SEG, QUA: 21H30-23H30 IA

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

VÁRIOS LOCAIS ATÉ 13 DE MAIO WWW.FATAL.ULISBOA.PT

FATAL FESTIVAL ANUAL DE TEATRO ACADÉMICO DE LISBOA Organizado pela Universidade de Lisboa, o FATAL apresenta, uma vez mais, a criatividade e o talento de várias estruturas nacionais e internacionais de teatro académico. Esta edição inclui 30 espetáculos de palco, concebidos por grupos provenientes de 14 universidades portuguesas e estrangeiras. A professora, romancista e tradutora Yvette K. Centeno é a figura homenageada, destacando-se o seu contributo no teatro universitário, nomeadamente na fundação do CITAC - Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra. O festival prossegue em maio, sublinhando-se a presença em Lisboa de coletivos oriundos de Espanha (destaque para os Katharsis, de Madrid, que apresentam Love and Information, da britânica Caryl Churchill, texto que fez grande sucesso em Portugal aquando da sua representação pelo Teatro Aberto) e Brasil (com a participação das universidades federais do Rio de Janeiro e Paraíba). FB


80

VI S ITAS G U I A DAS

DIVISÃO DE GESTÃO CEMITERIAL 13 DE MAIO, ÀS 10H 218 172 375 / WWW.CM-LISBOA.PT

A MEMÓRIA DAS PALAVRAS ESCRITORES Nesta visita irão contar-se algumas histórias de poetas e escritores que estão ou estiveram sepultados no Cemitério dos Prazeres, como Fernando Pessoa, Aquilino Ribeiro, Cesário Verde, AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES

VISITAS GUIADAS 1º SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água) ARCO TRIUNFAL DA RUA AUGUSTA

VISITA LIVRE

TODOS OS DIAS: 9H-19H 210 998 599 ARQUIVO HISTÓRICO DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

ARQUIVOS SALVAGUARDA DE MEMÓRIAS

Visita guiada temática com workshop. SEG: 14H-18H, TER A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30

ARQUIVO NACIONAL TORRE DO TOMBO

VISITAS GUIADAS ÀS EXPOSIÇÕES E ÁREA PÚBLICA

SEG A SEX: 9H30-15H ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DE S. BENTO ÚLTIMO SÁB MP

David Mourão-Ferreira, Marquesa de Alorna, António Gedeão, entre outros, e que fazem parte da memória coletiva da cidade, tendo-nos feito refletir tantas vezes, chorar também e até sonhar. Ricardo Gross

DAS CULTURAS

Visitas guiadas em português, inglês, francês, italiano, espanhol e alemão. TODOS OS DIAS

BIKE A WISH

TOURS

Passeios guiados de bicicleta elétrica. lisboa@bikeawish.com

MP

MIGRANTOUR ROTAS URBANAS INTERCULTURAIS

Visitas guiadas em português, inglês e francês. TODOS OS DIAS MP

213 919 625

927 522 883

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

BICLALX

BOUTIQUE DA CULTURA

STREET ART CARNIDE

Visitas guiadas à Galeria Pública de Arte Urbana do Bairro Padre Cruz Encontro: entrada do Centro Cultural de Carnide 6 MAI: 10H Além destas realizam-se também visitas guiadas em português ou em inglês para grupos MP

MOURARIA DAS TRADIÇÕES MOURARIA DO FADO DO CASTELO À MOURARIA MOURARIA DOS POVOS E

PASSEIOS CULTURAIS DE BICICLETA POR LISBOA ROTA PELOS PALÁCIOS POMBALINOS 14 MAI: 10H MP

eliseubike.co@gmail.com

boutiquedacultura@gmail.com CASA FERNANDO PESSOA

VISITAS GUIADAS

SEG, QUI, SÁB: 15H (em português) SEG, SEX, SÁB: 11H30 (em inglês)


V I S I TAS G U I A DAS CASA-MUSEU AMÁLIA RODRIGUES

VISITAS GUIADAS TER A DOM: 10H-13H, 14H-18H

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

PINTURA NATURALISTA PORTUGUESA, MOBILIÁRIO PORTUGUÊS E ESTRANGEIRO DOS SÉCULOS XVII A XIX E PORCELANA DA CHINA TER A DOM: 10H-18H EG

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

VISITAS GUIADAS

Permitem conhecer a história do fundador e de toda a coleção SEG A SÁB: 13H-17H30

PAUSA DO MÊS

Visitas guiadas que permitem conhecer a história de uma peça. 2ª, 4ª QUI: 13H30 EG

SÁBADOS NO MUSEU

Visitas guiadas que permitem conhecer o fundador da instituição e as peças que mais se destacam na coleção. 1º, 3º SÁB: 12H EG CASTELO DE SÃO JORGE

VISITAS GUIADAS

Visitas em português, inglês e espanhol. TODOS OS DIAS

LISBOA VISTA AO ESPELHO - CÂMARA ESCURA A descoberta de Lisboa através do periscópio. TODOS OS DIAS: 10H-17H20

À DESCOBERTA DO CASTELO

Visita orientada ao Castelejo. TODOS OS DIAS: 13H, 16H MP

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

81

CCB - UMA CIDADE À BEIRA-RIO

Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H 213 612 650 CENTRO CULTURAL CASAPIANO

VISITAS GUIADAS À EXPOSIÇÃO PERMANENTE SEG A SEX: 9H30-17H30, SÁB: 10H-17H CONVENTO DOS CARDAES

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 14H30-17H30 CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

VISITAS GUIADAS

SEX: 11H30 (EM FRANCÊS), 15H (EM INGLÊS), SÁB: 15H, 16H30 (EM PORTUGUÊS) 213 240 869/7 CONVENTO DAS TRINAS DO MOCAMBO

VISITAS GUIADAS QUA: 15H 210 943 151

MP

CCB - UMA LEITURA GERAL DO EDIFÍCIO Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H

Por Mariana Pinto Santos 6 MAI: 11H, 26 MAI: 16H Por Hugo Barata, Margarida Carmona Rodrigues e Raquel Feliciano 6 MAI: 11H30, 15H, 15H30 Por Ana Vasconcelos 12 MAI: 16H Por Carlos Carrilho, Cristina Campos e Raquel Feliciano 13 MAI: 11H30, 15H, 15H30 Por Filipa Santos, Hilda Frias e Hugo Barata 20 MAI: 11H30, 15H, 15H30 Por Hilda Frias, Hugo Barata e Raquel Feliciano 27 MAI: 11H30, 15H, 15H30

AS AVES E A SAÚDE DO JARDIM Por João E. Rabaça 10 MAI:13H30

MP

ENIGMA LISBON

ESCAPE GAME

Tem 60 minutos para tentar escapar. TODOS OS DIAS ESTAÇÃO ELEVATÓRIA A VAPOR DOS BARBADINHOS

VISITAS GUIADAS 3º SÁB: 10H E / MP

707 200 100

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS: UMA MANEIRA DE SER

1º SÁB: 15H MP museu@fpc.pt

DO MUSEU AO BAIRRO DA MADRAGOA ÚLTIMO SÁB: 10H MP 213 942 810 (Museu da Marioneta) GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA

PAINÉIS DE ALMADA NEGREIROS

SEG A SEX: 10H30, 14H30 MP

PLANTAS COMESTÍVEIS, HOSPITAL DE BONECAS NUTRITIVAS E MEDICINAIS VISITAS GUIADAS A SÁB: 10H30-12H30, NO JARDIM GULBENKIAN SEG 15H30-17H Por Fernanda Botelho 13 MAI: 15H30

COMEÇAR: UMA VIAGEM MATEMÁTICA POR ALMADA NEGREIROS Por Pedro Freitas e Simão Palmeirim 14 MAI: 11H

DIÁLOGO ENTRE… OBJETO-PORTA, DE ANA ESPÓLIO MUSEOLÓGICO DO VIEIRA E YELLOW LEAF, DE RACHEL WHITEREAD CPAS 969 017 128

O MUSEU SAI À RUA… VENHA CONHECER O BAIRRO DE SÃO PAULO

213 611 025

CPAS - CENTRO PORTUGU ÊS DE ACTIVIDADES SUBAQUÁTICAS

ESTÁDIO DO SPORT VÍTOR PALLA E BENTO E BENFICA D’ALMEIDA: ARQUITETURA LISBOA VISITA AO ESTÁDIO DE OUTRO TEMPO TODOS OS DIAS: 10H-17H 7 MAI, 4 JUN: 15H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES

MODERNO

Por Diana Pereira 17 MAI: 13H30

EG

O PODER DA SÍNTESE SIMPLIFICAR O TRAÇO, REPRESENTAR A NATUREZA Visita desenhada por Ricardo Mendes 21 MAI: 11H EG

ENTRE A DITADURA E A DEMOCRACIA - A ARTE NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XX PORTUGUÊS Por Hilda Frias 27 MAI: 11H

ALMADA NAS GARES MARÍTIMAS DE ALCÂNTARA E DA ROCHA DO CONDE DE ÓBIDOS Por Ana Vasconcelos 27 MAI: 15H30

info@hospitaldebonecas.com

HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

VISITAS GUIADAS

Por Célia Pilão MP celia.pilao@chlc.min-saude.pt LABIRINTO LISBOA

A HISTÓRIA DE PORTUGAL QUE OS LIVROS NÃO CONTAM. ATREVA-SE! QUA, QUI, DOM: 17H-22H, SEX, SÁB: 17H-24H sales@labirintolisboa.com LISBOA AUTÊNTICA

LISBOA GASTRONÓMICA

Encontro: Praça Luís de Camões 6 MAI: 11H MP

LISBOA COM FERNANDO PESSOA I Encontro: Brasileira do Chiado 6 MAI: 15H MP

LISBOA DO FADO

Encontro: Capela N. Sra. da Saúde 12 MAI: 18H MP

LISBOA COM FERNANDO PESSOA II

Encontro: Príncipe Real, junto ao quiosque da Rua de O Século 13 MAI: 15H MP

PASSEIO PARA DESENHAR III - ESTUFA FRIA Encontro: Parque Eduardo VII, entrada da Estufa Fria 14 MAI: 9H30 MP


82

LISBOA

V I S I TAS G U I A DAS

A SORRIR’17 UM PASSEIO DE MÚSICA E HUMOR

COM HERMAN JOSÉ E AMIGOS

Nasceu em 2016 como um conceito de espetáculo que espelha o melhor do espírito alfacinha: o bom humor, a música, o fado, todos unidos num evento que reflete a capacidade muito lisboeta de fazer da arte paliativo para todas as tristezas.A repercussão do seu inusitado sucesso junto das populações levou a que a experiência seja repetida este ano com um elenco renovado e

5 MAIO - SEX 21H30 ALCÂNTARA JUNTO À CAPELA DE SANTO AMARO CONVIDADO - RICARDO RIBEIRO

7 MAIO - DOM 21H30 AJUDA

LARGO DA AJUDA CONVIDADA - MARINA MOTA

18 MAIO - QUI 21H30

S. DOMINGOS BENFICA QUINTA DA ALFARROBEIRA CONVIDADOS - LENITA GENTIL E SANGRE IBÉRICO

20 MAIO - SÁB 21H30 SANTA CLARA PARQUE OESTE CONVIDADOS - MARCO RODRIGUES E FILIPA CARDOSO

redobrada energia. Os quarenta anos de carreira, repertório e estórias de Herman José, servem de fio condutor a este espetáculo que decorre em palcos montados em várias freguesias de Lisboa. Acompanhado pelo quarteto do Pedro Duarte (piano, bateria, viola baixo e saxofone), “Lisboa a Sorrir” terá mais uma vez convidados transversais da área do fado.

26 MAIO - SEX 21H30 ALVALADE

JARDIM DO CAMPO GRANDE CONVIDADOS - JORGE FERNANDO E FÁBIA REBORDÃO

28 MAIO - DOM 18H00 MARVILA

ENCERRAMENTO FESTIVAL MURO EM FRENTE À BIBLIOTECA MUNICIPAL CONVIDADOS - FF E DIAMANTINA

2 JUNHO - SEX 21H30 BEATO

MATA DA MADREDEUS CONVIDADA - KÁTIA GUERREIRO

4 JUNHO - DOM 21H30 AV. NOVAS JARDIM DO ARCO DO CEGO CONVIDADA - MARIA DA FÉ ENTRADA LIVRE M /6 ANOS

LISBOA OPERÁRIA

Encontro: Miradouro da Graça 14 MAI: 15H

LISBOA DAS ARTES E OFÍCIOS

Encontro: Arco da Rua Augusta 18 MAI: 10H MP

A LISBOA DE ANTERO DE QUENTAL E DA GERAÇÃO DE 70

Encontro: Príncipe Real, junto ao quiosque da Rua de O Século 20 MAI: 11H MP

CERCA VELHA

Encontro: Largo do Calvário 27 MAI: 10H

PADRE ANTÓNIO VIEIRA

Encontro: Largo Trindade Coelho, junto à Igreja de S. Roque 28 MAI: 10H MP

LISBOA RIBEIRINHA I - DO CAIS DO SODRÉ AO CHAFARIZ DE DENTRO Encontro: Praça D. Luís I, junto à estátua Sá da Bandeira 28 MAI: 10H MP

LISBON MOVIE TOUR

LENDAS E MISTÉRIOS

28 MAI: 14H30 Encontro: Praça do Comércio, do lado da Rua do Arsenal, em frente ao posto de turismo, debaixo das arcadas LIVRARIA MÓVEL TELL A STORY

PASSEIOS LITERÁRIOS

WALK A STORY LISBOA LITERÁRIA

Passeio dedicado a Luís de Camões, Eça de Queirós, Fernando Pessoa e José Saramago. TODOS OS DIAS MP walks@tellastory.pt MAAT - MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

ARTE E VIDA

Visita orientada no âmbito da exposição O Que Eu Sou 6 MAI: 16H

ESPAÇOS LEGÍVEIS

Visita temática de arquitetura 1º SÁB: 16H

PERCURSO MONUMENTAL SÁB: 12H, DOM: 15H

PERCURSO SECRETO 1º DOM: 16H

FERNANDO PESSOA EXPERIENCE

MASSA CRÍTICA DE LISBOA

AFIRMA PEREIRA

EG

O passeio inclui dormida no quarto onde viveu Fernando Pessoa entre 1908 e 1912.

À descoberta de Lisboa com Marcello Mastroianni.

FILME DO DESASSOSSEGO Passeio dedicado a Fernando Pessoa no cinema.

CAPITÃES DE ABRIL

Passeio dedicado à Revolução de Abril.

COMBOIO NOTURNO PARA LISBOA Seguindo Jeremy Irons pela cidade. TODOS OS DIAS MP

LISBON WALKER

BELÉM

Encontro: Jardim Afonso de Albuquerque, junto à estátua 7 MAI: 14H30

A PRESENÇA AFRICANA EM LISBOA 14 MAI: 14H30

O TERRAMOTO DE 1755 21 MAI: 14H30

BICICLETADA

Encontro: Parque Eduardo VII, no Marquês de Pombal ÚLTIMA SEX: 18H massacriticapt.net MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

GALERIA DO LORETO

Visitas guiadas aos subterrâneos do Aqueduto das Águas Livres. SEX: 15H, 1º E ÚLTIMO SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água) MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

VISITAS GUIADAS AO MUSEU E ÀS OFICINAS DE ARTES E OFÍCIOS DA FRESS SEG A SEX: 10H-13H, 14H30-16H30 E / MP SEG, QUA: 11H, 15H, QUI: 15H

MUSEU BENFICA - COSME DAMIÃO

VISITAS GUIADAS 1º DOM: 11H


V I S I TAS G U I A DAS

VISITAS LIVRES

TODOS OS DIAS: 10H-18H Em dias de jogo realizam visitas até ao início do mesmo. museu@slbenfica.pt MUSEU BORDALO PINHEIRO

VISITAS ORIENTADAS ÀS EXPOSIÇÕES 218 170 667

MUSEU DA CARRIS

VISITAS ORIENTADAS museu@carris.pt

MUSEU DO DINHEIRO

PERCURSO PELA COLEÇÃO SÁB: 15H, QUI: 13H

FRANCISCO DE HOLANDA: DESEJO, DESÍGNIO E DESENHO (1517-2017) Visitas à exposição 6, 13 MAI: 16H

ESPECIAL NOITE DOS MUSEUS

VISITA À MURALHA DE D. DINIS 20MAI: 11H MP

PERCURSO PELA COLEÇÃO 20 MAI: 15H MP

TESTEMUNHOS DA ESCRAVATURA 20 MAI: 17H MP

REABILITAÇÃO DA ANTIGA IGREJA DE SÃO JULIÃO 20 MAI: 19H MP

MUSEU DE LISBOA - CASA DOS BICOS

PELA RIBEIRA VELHA - DO CHAFARIZ DE DENTRO À CASA DOS BICOS 25 MAI: 15H30 MP

servicoeducativo@ museudelisboa.pt MUSEU DE LISBOA PALÁCIO PIMENTA

A VER PASSAR A PROCISSÃO

Encontro: Capela de N. Sra. da Saúde 6 MAI: 14H30

VISITAS ORIENTADAS TER A SEX EG / MP

217 513 214 MUSEU DE LISBOA SANTO ANTÓNIO

83

PARQUE BOTÂNICO DO MONTEIRO-MOR

PAÇOS DO CONCELHO

E / MP

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

MUSEU DO ORIENTE

ALFACINHAS DO SÉCULO A ESTAMPAGEM CHINESA XII - A CIDADE DE MOUROS, NA COLEÇÃO KWOK ON JUDEUS E CRISTÃOS VISITA ÀS RESERVAS DO 20 MAI: 15H MUSEU DO ORIENTE VISITAS ORIENTADAS TER A SEX EG / MP

217 513 256 MUSEU DA MARIONETA

NO MUSEU COM OS ROBERTOS DE CONVENTO A MUSEU MARIONETAS PORTUGUESAS E MARIONETAS ORIENTAIS Visitas temáticas MP

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

Por Constança Arouca 19 MAI: 15H-17H

VISITAS ORIENTADAS GERAIS

PRESENÇA PORTUGUESA NA ÁSIA E A ÓPERA CHINESA Visitas às exposições permanentes. ÚLTIMO DOM: 16H

18 MAI: 16H30

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

VISITA AO MUSEU E CONVENTO DA MADRE DE DEUS

TER A DOM: 10H-16H30 MP MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

RESERVAS VISITÁVEIS

SÁB: 10H30, 11H30, 14H30, 15H30, 16H30 MP

VISITAS GUIADAS À IGREJA E AO MUSEU DE SÃO ROQUE QUI A DOM

1 MÊS/1 CAPELA

CAPELA DE NOSSA SENHORA DA DOUTRINA 3 MAI: 13H15, 7 MAI: 15H EG / MP

ITINERÁRIOS EM LISBOA

OS JAZIGOS DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA NO CEMITÉRIO DO ALTO DE SÃO JOÃO Encontro: Cemitério do Alto de S. João 6 MAI: 10H

GALERIAS DA AMAZÓNIA

EG / MP

MP

TER, QUI, SÁB: 15H30

servicoeducativo@ museudelisboa.pt

GALERIAS DA VIDA RURAL

PERCURSO DA BAIXA

A VER PASSAR A PROCISSÃO DO CORPO DE DEUS 27 MAI: 14H30 MP

servicoeducativo@ museudelisboa.pt

TER, QUI, SÁB: 14H30 MP

visitasguiadas@mnetnologia. dgpc.pt MUSEU NACIONAL DO TRAJE

VISITA AO MUSEU E AO

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO

O QUOTIDIANO DA FAMÍLIA REAL UM DIA DE GALA NO PAÇO DA AJUDA MP

servicoeducativo@pnajuda. dgpc.pt

Visita temática à exposição ATÉ 7 MAI TER A DOM: 10H-15H30

MUSEU DE SÃO ROQUE

TESTEMUNHOS DA ESCRAVATURA NEGRA NA COLEÇÃO DO MNAA

E / MP

TER A SEX: 10H-13H, 14H-18H MP

VISITAS ORIENTADAS AO MUSEU

DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS 18 MAI: 15H

VISITAS GUIADAS AO PADRÃO E À ROSA-DOSVENTOS

PANTEÃO NACIONAL

7 MAI: 11H30

OBRAS-PRIMAS DA COLEÇÃO DO MNAA

1º DOM: 11H EG ezequiel.marinho@cm-lisboa.pt

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO NACIONAL DE BELÉM E JARDINS

A MULHER NA COLEÇÃO DO MNAA

VISITA AO EDIFÍCIO

ITINERÁRIOS DA FÉ Encontro: Sé de Lisboa 6 MAI: 10H

PERCURSO DO BAIRRO ALTO

Encontro: Museu de São Roque 27 MAI: 10H EG / MP

218 879 549 (Paróquia de S. Nicolau)

REIS E HERÓIS NO PANTEÃO MP

VEM DESCOBRIR O PANTEÃO

Visita orientada ao monumento. TER A DOM: 10H-15H30 MP

ALMEIDA GARRETT NO PANTEÃO

Visita temática TER A DOM: 10H-15H30 MP

PARQUE FLORESTAL DE MONSANTO

PERCURSOS PEDESTRES COMBATELASER PAINTBALL ELECTRÓNICO 968 297 047 (Ação Natura)

PEDDY PAPER

O jogo parte de Campolide, atravessa o Aqueduto e termina em Monsanto. MP 218 452 689 (Papa-Léguas) SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

SANTA CASA CONVIDA VISITAS GUIADAS A VÁRIOS ESPAÇOS DA INSTITUIÇÃO

SÁB (QUINZENALMENTE): 11H EG / MP

213 235 325


84

V I S I TAS G U I A DAS SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

VISITAS GUIADAS

27 MAI, 24 JUN: 14H30 SOCIEDADE HISTÓRICA DA INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA SEG A SEX MP

SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS-ARTES

A REALIDADE DA FICÇÃO Visita guiada à exposição 27 MAI: 18H-20H

TCHARAN EVENTOS

JANTARES MISTÉRIO A MORTE DO ARTISTA NOITE DE GANGSTERS OS RÚSTICOS MP

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

VISITAS GUIADAS

Visitas guiadas aos bastidores do Teatro em português, inglês,

francês, castelhano, alemão e italiano. SEG: 11H MP

213 250 829 TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

VISITAS GUIADAS E / MP

TRAFARIA PRAIA

URBAN ROLLERS LISBOA

Entre o Cais do Sodré e a Torre de Belém TER A DOM: 10H30, 14H30, 16H30 lisbonbluebus@douroazul.pt

Encontro: em frente à esplanada do Galeto, Av. da República, 14 SEX: 21H30 eliseubike.co@gmail.com

CRUZEIROS TURÍSTICOS NO RIO TEJO

UM OUTRO OLHAR

visitas@saocarlos.pt TIME TRAVELLERS

LISBOA ROMANA

ANTIGAS FÁBRICAS: DA CABRINHA À LISBONENSE

Encontro: Praça do Comércio 6 MAI: 9H30-13H Inscrições abertas até 4 mai

Encontro: Associação Academia Cidadã, no bairro da Quinta do Cabrinha 6, 27 MAI: 14H30

LISBOA NO FEMININO

ALCÂNTARA - AZULEJOS

LISBOA DAS LENDAS E DOS MITOS

VILAS, UM PALÁCIO E O CHINQUILHO

Encontro: Praça do Comércio 7 MAI: 10H-13H Inscrições abertas até 5 mai

Encontro: Largo do Carmo 14 MAI: 10H-13H Inscrições abertas 12 mai

A LISBOA D’OS MAIAS

Encontro: Praça da Armada, junto ao chafariz 14 MAI: 10H

Encontro: Largo do Rio Seco à Rua Aliança Operária 20 MAI: 10H EG umoutroolhar@sapo.pt

PASSEIO DE PATINS POR LISBOA

WALK AND SEE

PASSEIOS GUIADOS A PÉ MP

917 443 389 WILD WALKERS

CRIMES DE LISBOA

Encontro: Arco da Rua Augusta SEX: 21H30, DOM: 18H MP 916 014 842

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

Encontro: Rossio 28 MAI: 10H13H Inscrições abertas 26 mai geral@timetravellers.pt

GRUPO AMIGOS DE LISBOA

De turista disfarçado Anda o Santo por Lisboa (Mote obrigatório)

1º Prémio 500 €

2º Prémio 450 €

3º Prémio 400 €

Concorra até 30 de Abril

Informações e Regulamento

21 780 01 56 | www.amigosdelisboa.com amigosdelisboa@mail.telepac.pt


V I S I TAS G U I A DAS

Museu de Santo António

85

V I S I TAS M U N I C I PA I S BIBLIOTECAS DE BELÉM, CAMÕES, MARIA KEIL, MARVILA , ORLANDO RIBEIRO, PENHA DE FRANÇA E SÃO LÁZARO

UMA VIAGEM PELA BIBLIOTECA

Visitas guiadas dirigidas a centros de dia, universidades de 3ª idade e outros grupos organizados. EG / MP

DIVISÃO DE GESTÃO CEMITERIAL

PERCURSOS TEMÁTICOS NOS CEMITÉRIOS

OS CAFÉS ALFACINHAS

CLUBE MILITAR NAVAL

LISBOA NO TEMPO DA GRANDE GUERRA

FAB LAB - LABORATÓRIO MUNICIPAL DE FABRICAÇÃO DIGITAL

2, 3, 9 JUN

3 JUN

MARECHAL DUQUE DE SALDANHA 5 JUN

A EXPOSIÇÃO DO MUNDO PORTUGUÊS

5 MAI

6 JUN

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA JARDIM BOTÂNICO

6 JUN

7 JUN

A PRIMEIRA INVASÃO FRANCESA E A CIDADE DE JUNOT

PANTEÃO NACIONAL

LISBOA DE SANTO ANTÓNIO

7 JUN

POÇO DO BISPO E MARVILA ANTIGA

7 JUN

7, 24, 28 JUN 8 JUN

17 JUN

7 JUN

IGREJA DE FÁTIMA MUSEU DA ÁGUA - AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD

DE XABREGAS AO BEATO

8, 22 JUN

O RETÁBULO E A TALHA NAS IGREJAS DO CHIADO

8 JUN

13 MAI: 10H

LISBOA ESCANDALOSA

CEMITÉRIO DOS PRAZERES VISITA NOTURNA

ESCOLA DE CALCETEIROS “PERCURSO PELA CALÇADA”

TEATROS DE OUTROS TEMPOS

CEMITÉRIO DOS PRAZERES - A MEMÓRIA DAS PALAVRAS: ESCRITORES

20 MAI: 10H

19 JUN

20 JUN 22 JUN 23 JUN

CEMITÉRIO DO ALTO DE SÃO JOÃO (GENERALISTA)

EDIFÍCIOS NOTÁVEIS DAS AVENIDAS NOVAS

24 MAI: 10H

26 JUN

CEMITÉRIO DOS PRAZERES (GENERALISTA)

LISBOA MAÇÓNICA 27 JUN

27 MAI: 10H EG / MP

dmevae.dgc@cm-lisboa.pt DIVISÃO DE PROMOÇÃO E COMUNICAÇÃO CULTURAL

ITINERÁRIOS DE LISBOA

LISBOA DO FADO NA MADRAGOA E NA MOURARIA 1, 15 JUN

A RAINHA D. AMÉLIA DE ORLEÃES

PALÁCIO DA ALFARROBEIRA 27 JUN

PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA 28 JUN

ARTES E OFÍCIOS: PASTELARIA MEXICANA/CAFÉ IMPÉRIO 28 JUN

MUSEU FARADAY 29 JUN

CASA-MUSEU JOÃO DE DEUS 29 JUN

ESTAÇÃO DO ROSSIO - OS AZULEJOS NA ESTAÇÃO DO ROSSIO 29 JUN

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

PALÁCIO VALE FLOR

EG

8 JUN

9 JUN

ARTES E OFÍCIOS: CONSERVAÇÃO E RESTAURAÇÃO DE MÓVEIS PEDRO SEIXAS/ATELIÊ DE FOTOGRAFIA LUÍS PAVÃO 19 JUN

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DAS RUA DOS CORREEIROS 20 JUN

LISBOA DE RAFAEL BORDALO PINHEIRO

ESTAÇÃO DO ROSSIO 21 JUN

30 JUN Marcações a partir de 2 mai 218 170 742 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt

CASA DO ALENTEJO

VISITAS COMENTADAS

22 JUN

2 JUN

27 JUN

CASA DA MOEDA

29 JUN

PALÁCIO DO LAVRADIO

NOVO BANCO - COLEÇÃO DE NUMISMÁTICA

21 JUN

MUSEU DE SÃO ROQUE - EXPOSIÇÃO O COMPROMISSO CASA DOS GESSOS 23 JUN

30 JUN Marcações a partir de 2 mai

218 170 593 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

PALÁCIO DO BEAU SÉJOUR 18 MAI: 10H30 EG / MP

217 701 103/35

QUARTEL DE CAMPO DE OURIQUE

Por Vítor Gregório Mendonça. Encontro: Coreto do Jardim da Parada 25 MAI: 10H30 EG / MP

vanda.souto@cm-lisboa.pt


86

C R I A N ÇAS


CUCU! BOCA ABERTA

ISTO NÃO É UM SONHO?

ESPETÁCULOS PARA BEBÉS Ana Figueiredo Frederico Bernardino

A companhia Lua Cheia teatro para todos apresenta o Festival Depois das histórias encenadas do projeto Boca Aberta de Artes para a 1a Infância, Cucu! Ajudar os mais pequeninos a terem encantado os muito jovens espectadores dos jardinsdescobrir o mundo que os rodeia, abrir horizontes e proporcionar de-infância de Lisboa, chega a vez do Teatro Nacional D. novas experiências, são os principais objetivos do evento. Teatro, Maria II estender o convite a outras crianças e, claro, às histórias, oficinas, canções contam-se entre as atividades suas famílias. Pensado especialmente para esse “público presentes na programação. Destaque para a peça À Procura tão exigente” dos 3 aos 5 anos de idade, março é o mês de do Ó-Ó Perdido, uma produção da Lua Cheia teatro para todos, estreia de Isto não é um Sonho?, um divertido espetáculo dirigido a crianças do um aos cinco anos. A história segue um interpretado por Carla Galvão, Lucília Raimundo, Sandra bebé que perde o seu ó-ó macio e branco e só com ajuda do Pereira e Vítor onde “os sonhos são De as Espinho, brincadeiras ar, da água e doYovani, fogo o conseguirá encontrar. pelo do sono, e as aventuras de quem sonha acordado”. Para Teatro e Marionetas de Mandrágora, chegam os Descobridores, introduzir as crianças nesta eviagem, pedimos à encenadora um espetáculo de marionetas uma exposição para bebés (0-2 Catarina Requeijo que nos contasse quem são os simpáticos anos). A poesia é igualmente explorada através dos poemas de amiguinhos que servem de guia à aventura e… lá está Fernando Pessoa pela Associação Artística Andante. Também a “o Escaravelho, essa deliciosa personagem pelo Oficina das Auroras Boreais – As Cores, A Luz e o criada Belo!, de Marina escritor Manuel António Pina” e “trêscromática carteirossensorial sonhadores Palácio, apresenta um conto e poesia sobre que viajam através das cartas a vários sítios os habitantes do Ártico, a partir doque livrolevam Baltazar, o Grande , de do mundo”, homenagem curta-metragem Kirsten Sims. Anuma Valdevinos Teatro deàMarionetas oferece Escola uma de Carteiros, dirigida por um célebre cineasta francês viagem guiada pelos sonhos e pelo mundo encantado que os chamado Tati.espetáculos Mas, este espetáculo reserva habita. ParaJacques além destes há ainda espaço para mais histórias, novasmais emoções e afetos todos dirigidos àqueles que ainda muitas surpresas, e textos muito bonitos que começaram agora descobrir o mundo. as escritoras InêsaFonseca Santos e Maria João Cruz Toda a programação em recolheram, capazes decucufest.wordpress.com. nos deixar a todos de boca aberta. CASA DO CORETO TEATRO NACIONAL D. MARIA II RUA NEVES DA COSTA / 211213 548 979/ WWW.TEATRO-DMARIA.PT / CUCUFEST.WORDPRESS.COM PRAÇA D. PEDRO IV / 800 250 111,A1814E DE MAIO 25 DE MARÇO, ÀS 11H


88

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA ATÉ 28 DE MAIO, SÁBADO, ÀS 16H, DOMINGO, ÀS 11H30 E 16H RUA DA ESCOLA POLITÉCNICA 56/58 / 213 921 800 / WWW.MUSEUS.ULISBOA.PT

OS TRÊS PORQUINHOS E TUDO UM SOPRO LEVOU O clássico intemporal Os Três Porquinhos nunca envelhece. Por mais versões que se façam, esta é sempre uma das histórias mais apreciadas pelas crianças. A pensar nisso, a bYfurcação Teatro decidiu desconstruir o conto como todos o conhecemos e fazer uma versão bem diferente e original. Em vez de três porquinhos, há três porquinhas. São amigas e ESTE M ÊS ACADEMIA DE SANTO AMARO

HAKUNA MATATA O MUSICAL Teatro Maiores de 3 anos 8 MAI: 10H30

A ABELHA – UMA AVENTURA FORA DA COLMEIA

Teatro Maiores de 3 anos 14, 21 MAI: 11H, 20 MAI: 15H AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS

TEMPO DE EMAGRECER, UM DIA DE SOL, AS AVENTURAS DE MIRIAM: AS CORES, A TRANSFORMAÇÃO, CORRIDA, MANCHA E MANCHINHAS: O PIQUENIQUE, O PEQUENO RUDY, A NUVEM FOFINHA, RUMORES 4-10 anos 14 MAI: 11H30 servicoeducativo@ zeroemcomportamento.org BAOBÁ LIVRARIA

HISTÓRIA PARA BEBÉS - O PIOLHO SABE QUE, DE MATHIS E AURORE PETIT Leitura encenada Maiores de 12 meses 13 MAI: 11H MP

muito divertidas mas zangam-se com frequência, ou não fossem elas irmãs. O que será que prepararam para o Lobo Mau? A peça é para maiores de três anos e está em cena ao fim de semana no Museu Nacional da História Natural e da Ciência, e durante a semana para escolas mediante marcação. Os bilhetes custam 8€. Filipa Santos

OFICINA LIVROS POP-UP 7-14 anos 13 MAI: 16H-17H30 MP

DEU-ME O NOME LIBERDADE O AVÔ AGOSTINHO DA SILVA, DE PATRÍCIA MARTINS E TENÓRIO História e brincadeira com os autores 20 MAI: 16H EG

OFICINA MÃOS NA TERRA! Plantar e pintar Maiores de 5 anos 27 MAI: 11H-12H30 MP

ELMER, O ELEFANTE COLORIDO Leituras e jogos 27 MAI: 16H EG

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS

TEMPO DE EMAGRECER, UM DIA DE SOL, AS AVENTURAS DE MIRIAM: AS CORES, A TRANSFORMAÇÃO, CORRIDA, MANCHA E MANCHINHAS: O PIQUENIQUE, O PEQUENO RUDY, A NUVEM FOFINHA, RUMORES 4-10 anos 27 MAI: 15H servicoeducativo@ zeroemcomportamento.org

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

GIRO PELA LITERATURA NA BIBLIOTECA NACIONAL Visita guiada e oficina de livros pop-up


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S Famílias 27 MAI: 10H-13H cultura@inatel.pt CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

A ARTE DAS SOMBRAS

Oficina Maiores de 6 anos 14, 21 MAI: 15H30-17H30 CASA DO CORETO

FESTIVAL DE ARTES PARA A 1ª INFÂNCIA - CUCU! À PROCURA DO Ó-Ó PERDIDO - TEATRO 1 MAI: 11H, 2 MAI: 10H30 E

MACAPÉ, O ESCONDIDINHO Espetáculo oficina 1 MAI: 16H

À PROCURA DE TESOUROS Oficina 3 MAI: 17H30

VAMOS À CAÇA DO URSO Teatro oficina 4 MAI: 10H30

O JARDIM – TOMO I – A PRIMAVERA Teatro 5 MAI: 10H30

DESCOBRIDORES Teatro e exposição 0-2 anos 6 MAI: 11H 3-5 anos 6 MAI: 16H

AFINAL O CARACOL Teatro 7 MAI: 11H

OFICINA DAS AURORAS BOREAIS 7 MAI: 16H PG 8 MAI: 10H, 14H E

PIU

Teatro 9 MAI: 10H30 E CASTELO DE S. JORGE

JOGOS EM FAMÍLIA Maiores de 5 anos 7 MAI: 11H

ARTES BÉLICAS – BATALHA DE ALJUBARROTA (1385) 14 MAI: 11H

O CASTELO NA 1ª REPÚBLICA Maiores de 6 anos 28 MAI: 11H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

ISTO NÃO É UMA NUVEM

Espetáculo-oficina 0-2 anos 9 A 14, 16 A 21 MAI: 10H 3-5 anos 9 A 14, 16 A 21 MAI: 11H15

DO AR E OUTROS ELEMENTOS

Espetáculo-oficina 0-2 anos 9, 10, 16, 17 MAI: 10H30 13, 14, 20, 21 MAI: 10H 3-5 anos 11, 12, 18, 19 MAI: 10H30 13, 14, 20, 21 MAI: 11H30

ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA PATHÉTIQUE

Concertos comentados Maiores de 6 anos 15 MAI: 11H

MANIPULA#SOM

Espetáculo de música e artes circenses Maiores de 6 anos 18, 19 MAI: 11H, 20 MAI: 15H30, 21 MAI: 11H30

MÚSICA PRA TI INSTRUMENTOS IMPROVÁVEIS “MICROSCOPIOFONIA” – SONOSCOPIA Henrique Fernandes e Gustavo Costa Maiores de 6 anos 27 MAI: 18H

89

AMAR

6-24 meses 28 MAI: 10H30-11H30

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

Oficina 2- 5 anos 7, 21 MAI: 10H30-11H30

6 MAI: 16H-18H MP

OFICINAS CRIATIVAS COLECIONADORES DE ALMADA O FAZ-TUDO! PIM! RETRATOS 7-12 anos Oficina 7- 11 anos 6 MAI: 15H30

ANTES DE COMEÇAR, DE ALMADA NEGREIROS

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

PEQUENA COLEÇÃO DE SOMBRAS

Maiores de 8 anos 4, 5 MAI: 10H E / MP 6 MAI: 16H30, 7 MAI: 11H, 16H30 PG

Teatro Maiores de 6 anos 13 MAI: 16H, 14 MAI: 11H

Oficina 5-7 anos 20 MAI: 15H30

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES - MUSEU DAS COMUNICAÇÕES

4 SÁBADOS, 4 TEMAS! Famílias CONHECER O MUSEU: CONTADORES DE ESTÓRIAS 6 MAI: 15H30

COLÉGIO SÃO JOÃO DE BRITO

CIENTISTAS INVADEM O MUSEU: PASSA A MENSAGEM

CONCERTO CANTAR JUNTOS 7 MAI: 16H PG

DANCE SPOT

13 MAI: 15H30

20 MAI: 15H30

MEIOS E FORMAS DE COMUNICAÇÃO: OFICINA DE TV 27 MAI: 15H30

WORKSHOP DE MÚSICA PARA BEBÉS

MP

DISCO KIDS

MÃMÃ… VAMOS FAZÊ BINCADEIAS?

3 meses-4 anos 6 MAI: 15H-16H

Até aos 16 anos 20 MAI: 17H-19H30 ESPAÇO ALCÂNTARA STOCK

BIRRAS – UMA (ESTRANHA) FORMA DE

entrecampos@bulhosa.pt

PEQUENA COLEÇÃO DE TRAÇOS

BALBUCIA

Teatro 6 meses-3 anos 13 MAI: 16H

3-10 anos 6 MAI: 11H MP

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

ESPAÇO DAS ARTES: ARTPOSTCOM

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

O LIVRO DOS PORQUINHOS

IPDJ – INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Oficina de movimento 3-5 anos 7 MAI: 10H- 11H

LIVRARIA BULHOSA

SÁBADOS DE CONTOS

MINI-CONFERÊNCIA PARA MIÚDOS CURIOSOS UTOPIA GRANDE CORRIDA

Teatro Maiores de 5 anos 11, 12 MAI: 10H E / MP 13, 14 MAI: 16H30 PG MUSEU DO DINHEIRO

VIAJAR COM FRANCISCO DE HOLANDA Oficina pais e filhos Maiores de 6 anos 6 MAI: 15H MP

DESENHOS ÀS ESCURAS Oficina Maiores de 6 anos 20 MAI: 10H30 MP

QUEM É QUEM?

EM CENA COM… FRANCISCO DE HOLANDA Teatro Maiores de 6 anos 20 MAI: 16H MP

MUSEU GEOLÓGICO DE LISBOA

SE EU FOSSE… GEÓLOGO Oficina 8-12 anos 27 MAI: 10H30 Inscrições até 17 mai MP

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA

MÚSICA PARA BEBÉS 6 MAI: 15H30, 16H30 MP

servicoeducativo@ museudelisboa.pt


90

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS A GLÓRIA DE LISBOA

Jogo 18, 19 MAI: 10H-18H E 18, 19 MAI:18H-20H PG

A LISBOA QUE EU QUERO 18, 19 MAI: 10H-18H E 18, 19 MAI: 18H-20H PG MUSEU DE LISBOA – SANTO ANTÓNIO

DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS SCRIPTORIUM

18, 19 MAI: 10H-18H E 18, 19 MAI:18H-20H PG

PROFISSÕES MEDIEVAIS 18, 19 MAI: 10H-18H E 18, 19 MAI:18H-20H PG

Teatro Maiores de 6 anos ATÉ MAI TER A SEX: 10H30, 14H30

6, 20 MAI: 10H-10H45, 11H30-12H15

2-8 anos 5 MAI: 17H30-18H30

E / MP

SAÍDO DE UM LIVRO

PINTURA EM AÇÃO

reservas@focolunar.com

Oficina 3-5 anos 7, 21 MAI: 10H-11H, 11H30-12H30

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

PERFUMES E COMPANHIA

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO

7, 21 MAI: 16H PG

OS TRÊS PORQUINHOS Teatro Maiores de 3 anos ATÉ 28 MAI DOM: 11H30, 16H

O BAIRRO DO MUSEU Visita ao museu 6-12 anos 14 MAI: 11H-13H Marcações até 12 mai info@lisbonforkids.com

A OLHAR PARA O CÉU!

MUSEU DE LISBOA – TEATRO ROMANO

Sessão de planetário Famílias 6 MAI: 16H30-18H

Teatro 13 MAI: 15H servicoeducativo@ museudelisboa.pt

Famílias 7 MAI: 16H30-18H

OS TRÊS CAVALOS DO REI DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS JOGOS ROMANOS

18, 19 MAI: 10H-18H E 18, 19 MAI:18H-20H PG

DEBAIXO DA TERRA! ARQUEÓLOGOS EM 90 MINUTOS

18, 19 MAI: 10H-18H E 18, 19 MAI:18H-20H PG MUSEU DE LISBOA – TORREÃO POENTE

VISITA GUIADA À EXPOSIÇÃO DEBAIXO DOS NOSSOS PÉS Maiores de 8 anos 13 MAI: 15H MP

servicoeducativo@ museudelisboa.pt MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

HÁ SUPERMULHERES NA COLEÇÃO DO MNAA? Visita-jogo 6-12 anos 7 MAI: 11H30 Marcações até 5 mai se@mnaa.dgpc.pt

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

PORTUGAL POR MIÚDOS

Oficina 6-12 anos 13, 27 MAI: 15H-17H

BRINCANDO COM O BELO Oficina para pais e filhos 6-12 anos 14 MAI: 15H-17H MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

PAIAÇU OU PAI GRANDE Teatro 15-18 anos ATÉ 29 MAI

18 MAI: 10H-18H30 EG www.museus.ulisboa.pt

CURSO DE DESENHO CIENTÍFICO

13-16 anos 14, 28 MAI: 14H30-17H30 7-12 anos 21 MAI: 10H-13H geral@museus.ulisboa.pt

JARDIM AZUL

Oficina Maiores de 10 anos 28 MAI: 10H-14H geral@imagerieonline.com MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

CAPUCHINHO VERMELHO

213 240 869

Teatro 1-5 anos 14 MAI: 10H30

CINDERELA ENTRE NÓS

Teatro Maiores de 2 anos 28 MAI: 10H30 217 567 410 (Palco de Chocolate) MUSEU DO ORIENTE

BRANCO OU AZUL? Oficina Até aos 12 meses

Inscrições até 17 mai MP

HÁ ANIMAIS NO MUSEU? Visita animada 6-10 anos 7 MAI: 15H EG / MP

PERSONAGENS ANIMADAS, HISTÓRIAS TRANSFORMADAS Visita com ateliê de animação 8-12 anos 14 MAI: 15H EG / MP

HÁ DANÇA NO MUSEU!

Workshop de dança 16-28 meses 27 MAI: 10H 28 meses-6 anos 27 MAI: 11H MP

O QUE NOS DIZEM AS CORES? Visita animada 6-12 anos 28 MAI: 15H

Exposição ATÉ SET

OFICINAS

CANTINHO DA CIÊNCIA POSTAL ESPECIAL

Maiores de 3 anos 7 MAI: 11H30, 15H30, 17H15

A COZINHA É UM LABORATÓRIO BOLACHAS DE AÇAFRÃO LABORATÓRIO UMA QUESTÃO DE ESCALAS

Maiores de 6 anos 28 MAI: 15H30, 17H15

OFICINAS DÒING

Explorar, criar e imaginar: Shurikens de Papel Maiores de 8 anos 6, 7 MAI: 11H-19H

EXPLORAR, CRIAR E IMAGINAR: LANÇA TEIAS Maiores de 8 anos 20 MAI: 11H30-18H30

EXPLORAR, CRIAR E IMAGINAR: PORTÕES TRADICIONAIS JAPONESES Maiores de 8 anos 27 MAI: 11H30-18H30

ATELIÊS DE COSTURA E DE SAPATOS Maiores de 6 anos

MOLDURAS

13, 14 MAI: 11H-19H MP

NEXTART – CENTRO DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA

PEQUENOS GRANDES ARTISTAS Oficina Dia da Mãe 6-12 anos 7 MAI: 15H-18H

EXPERIÊNCIAS COM BARRO Oficina

BOM APETITE! A CIÊNCIA À MESA

Maiores de 6 anos 14 MAI: 15H30, 17H15

E / MP

EU FOSSE… GEÓLOGO HISTÓRIAS DE ESTRELAS E SE Oficina 8-12 anos PLANETAS 20 MAI: 10H30 DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS E DIA INTERNACIONAL DO FASCÍNIO DAS PLANTAS

Oficina 3-6 anos 13 MAI: 15H-16H

LAMPADINHAS

27, 28 MAI: 11H-19H MP

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

OS SAPATOS DO SR. LUIZ Visita-espetáculo 4, 17 MAI: 10H30 E / MP

POESIA-ME VIAS ALGUM


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S / TO D O O A N O

91

INCONVENIENTE SE ME ASSOASSE?

Catarina Requeijo e Victor Yovani Leituras para a infância Maiores de 6 anos 6 MAI: 16H PG

TEATRO ARMANDO CORTEZ

O GATO DAS BOTAS Teatro Maiores de 3 anos SÁB, DOM: 15H PG

DIAS ÚTEIS: 11H, 14H0 E / MP

MOZARTINI – TEATRO PARA BEBÉS ATÉ 18 JUN DOM: 11H PG DIAS ÚTEIS: 10H30 ATÉ JUL MP

info@til-tl.com TEATRO DA COMUNA

A ILHA DESCONHECIDA 10 A 14 MAI E / MP

917 362 881 TEATRO POLITEAMA

A PEQUENA SEREIA TER A SEX: 11H, 14H E / MP

SÁB, DOM: 15H 213 405 700 TEATRO TURIM

O SONHO DE TRAPITAS Teatro 6 A 28 MAI SÁB: 16H, DOM: 11H

TODO O ANO

O Mundo dos Legumes, O Cozinheiro Trapalhão, A Lição da Árvore, O Mimo vai à Escola, A Castanha Brincalhona, O Livro Amigo Peças itinerantes lanterna.magica@iol.pt (Teatro Lanterna Mágica) 30 DA MOURARIA – PSICOTERAPIA E MOVIMENTO

Drama e Movimento para Miúdos Tímidos, Atrevidos e Mais ou Menos 4-10 anos QUA: 17H-18H MP

30damouraria@gmail.com

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 4 A 7 DE MAIO, DIAS ÚTEIS, ÀS 10H (ESCOLAS), SÁBADO, ÀS 16H30 E DOMINGO, ÀS 11H E 16H30 (FAMÍLIAS) AV. FREI MIGUEL CONTREIRAS, 52 / 218 438 800 / WWW.TEATROMARIAMATOS.PT

MINI-CONFERÊNCIA PARA MIÚDOS CURIOSOS UTOPIA Que a curiosidade é uma característica inerente a todas as crianças já o sabíamos. Mas será que essa vontade de descobrir coisas novas permite aos mais novos entender conceitos complexos e assuntos difíceis? É este o desafio a que se propõe André Leonor, licenciado em Filosofia e Psicologia. Através de uma série de mini-conferências para miúdos com mais de oito anos, o professor da Escola Profissional de Teatro de Cascais irá apresentar o mundo e os seus discursos a tão inquieta audiência. Na primeira mini-conferência, que decorre no Maria Matos de 4 a 7 de maio, o tema em destaque é a utopia. Como se explica isto às crianças? O desafio está lançado. Durante a semana para escolas e ao fim de semana para famílias. Cada bilhete custa 2€. FS ACADEMIA DE FILOSOFIA 4-17 anos 936 140 727

Violoncelo, Bateria, Canto, Baixo

MP

MP

ACADEMIA DE M ÚSICA

ACADEMIA DE M ÚSICA DE TELHEIRAS

Iniciação Musical 0-36 meses MP

ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Guitarra, Piano, Violino,

Maiores de 6 anos

Música para Bebés e Papás Até aos 3 anos TER: 18H30

ACADEMIA NACIONAL DE M ÚSICA CARLOS SEIXAS - PÓLO DE ROMA/ ALVALADE

Música para Bebés, Flauta Transversal, Aulas de Piano MP

ACADEMIA NOVAS LETRAS

Piano, Guitarra, Saxofone, Violino,


92

C R I A N ÇAS TO D O O A N O

Violoncelo, Bateria, Flauta, Acordeão SEG A SEX: 14H-20H

ASSOCIAÇÃO MUSICAL LISBOA CANTAT

Coro Infantil Lisboa Cantat

Aulas de Taekwondo

7-13 anos DOM: 17H30-19H30 coroinfantillisboacantat@ gmail.com

ADCEO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS AMIGOS DOS CASTELOS

ACADEMIA TALENTOS À VISTA 4-14 anos TER, SEX: 18H15-19H

Auto da Barca do Inferno, Falar a Verdade a Mentir SEG A SEX: 10H30, 14H30 E / MP

ALUNOS DE APOLO – ESCOLA DE DANÇA

Aulas de Dança SÁB: 10H

ARMAZÉM 13

Introdução às Técnicas Circenses SÁB: 11H-12H30

Vita Civitatis… A Cidade e o Quotidiano Medieval

SEG A SEX: 9H30, 11H, 14H, 15H30

3-16 anos TER: 17H30, QUA, SEX: 15H, SÁB: 11H30 ARTE GRAÇA

Música para Bebés 4 meses-3 anos DOM: 10H geral@anapar.pt

ARTE ILIMITADA

Ilustração, Plano Tridimensional 12-15 anos ATÉ 26 JUN SEG: 17H30-19H30 MP

ART!IST – ACADEMIA DE DANÇA , TEATRO & PERFORMANCE

Hip-Hop, Judo, Condição Física 912 561 972

ARTYAPLAUSOS

Iniciação às Artes Perfomativas 8-12 anos SÁB: 10H-13H

ASSOCIAÇÃO ADN

Introdução às Técnicas Circenses SÁB: 10H-11H30, 12H-13H30 MP

ACADEMIA NACIONAL DE MÚSICA CARLOS SEIXAS

Música para Bebés, Piano, Violino, Violoncelo, Flauta Travessa MP

AUDITÓRIO PEDRO ARRUPE

A Aventura de Ulisses Maiores de 6 anos

Auto da Barca do Inferno

Curso de Teatro Classe Drama Maiores de 15 anos SÁB: 15H-18H 963 773 636

CASA DO BRASIL

Oficina de Teatro 10-14 anos TER, QUI: 17H-19H

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

Projeto Reciclo Orquestra

Maiores de 12 anos www.culturalkids.com.pt

Oficina de construção de instrumentos musicais 6-16 anos SÁB: 10H12H

E / MP

EG

918 748 695

BANCO DE PORTUGAL

CASA DOS DIREITOS SOCIAS

ATELIER CABINE

Visita-ateliê

E / MP

Percurso Medieval, Pombalino, Lisboa Quinhentista E / MP

Desenhos à Desgarrada Porquê visitar o Museu?

Aulas de Ballet e Dança Criativa

6-13 anos TER, QUI: 18H-20H

Oficina lúdica QUA, QUI, SEX: 10H30, 14H30

AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

O Tempo narrado pela Arqueologia

Aulas de Dança Contemporânea

De D. Dinis a Fernando Pessoa – O Tempo e a Palavra

CASA FERNANDO PESSOA

Curso de expressão plástica

ART KIDS

Oficinas de Artes Plásticas e Sessões de Arte como Terapia

ATENEU COMERCIAL DE LISBOA

Oficinas de Movimento 6-9 anos ATÉ MAI SEG: 17H40-18H40 MP

AUDITÓRIO SONHO

Auto da Barca do Inferno, Farsa de Inês Pereira, Aquilo que os Olhos veem ou o Adamastor, Leandro, Rei da Helíria, O Cavaleiro 218 861 799 (Companhia de Teatro O Sonho) MP

ATELIÊ CÁ

Ateliê Criativo

5-12 anos QUA: 17H-18H30 atelie.ca@gmail.com ATELIER DO PAÇO

Ateliê de Arte 5-12 anos SÁB: 10H-12H

Danças Tradicionais e de Roda Maiores de 5 anos DOM: 10H-11H cursolisboa@gmail.com

ATELIER DE SÃO BENTO

Artes Plásticas

TER: 15H-17H, 17H-19H MP

Visita-oficina

Visita-ateliê E / MP

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

Curso do Teatro

10-16 anos SEG: 17H30- 18H30 5-9 anos SEG: 18H40-19H4O 214 194 893 | 964 379 701 CARAVELA VERA CRUZ DOCA DO ESPANHOL

Um dos Principais Laboratórios da Terra é o Mar Visita SEG A SEX: 10H-17H E / MP

6-11 anos QUI: 17H30-18H30, SÁB: 11H-12H

12-18 anos QUI: 18H30-19H30, SÁB: 12H-13H 968 884 787

Pela Cidade de Pessoa Percurso pedestre

Aqui viveu Pessoa Visita guiada

“Um, dois, três. Quem é? Quem são?” Teatro de Fantoches

Descalçar Botas d’Elástico e fazer uma Revista Modernista, Hora do conto - Leituras Enviesadas Oficinas

Nós, os de Orpheu Exposição itinerante E / MP

www.caravelaveracruz.pt

info@casafernandopessoa.pt

CASA DA AM ÉRICA LATINA E UCCLA

CASA DE GIZ

Sul

Oficinas

Happy Yoga

5-12 anos TER: 18H-18H45

E / MP

MP

CASA DO ARTISTA

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

Curso de Teatro Musical Classe Júnior 7-15 anos SÁB: 10H-13H

Recriação de Época: Elisa, a criada do Dr. Anastácio Gonçalves, apresenta a Casa e


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

as Obras de Arte às crianças Visita guiada EG / MP

CASA DO SER

Aulas de Biodanza 3-10 anos QUA: 18H30-19H30 910 952 541

CAULINO CERAMICS

Workshops de Cerâmica

Aprender com os Objetos

Oficina lúdico-pedagógica sobre a Pré-História no território de Lisboa 9-14 anos

Eu também sou Arqueológo

Oficina lúdico-pedagógica sobre o trabalho do arqueólogo 9-14 anos E / MP / EG

centro.arqueologia@cm-lisboa.pt

5-14 anos QUA: 17H-18H30

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

Maiores de 6 anos

Visitas Orientadas ao Centro de Arqueologia de Lisboa

Instrumentos Musicais Chineses Maiores de 6 anos

Visitas Guiadas Maiores de 6 anos MP

C.E .M – CENTRO EM MOVIMENTO

BAILEIA

0-3 anos QUA: 17H30-18H30

DANÇAR UMA HISTÓRIA 5-10 anos QUA: 18H30-19H30

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Tendas Circus

Workshop de artes circenses QUA: 18H-20H, DOM: 9H-13H

Ballet, Hip-Hop

VÁRIOS HORÁRIOS CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO

pontas Curso de Expressão Dramática 6-12 anos pontifice73@gmail.com

CENTRO EUROPEU DE LÍNGUAS

Estudo Lúdico da Língua Inglesa Maiores de 6 anos MP

CENTRO DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA

Desenho Aberto

Maiores de 7 anos SEG: 16H45-18H25, QUA: 18H45-20H15

Dança clássica, dança contemporânea, dança criativa, barra de chão,

© Teresa Couto

E / MP / EG

A Escrita Chinesa

93

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 18 A 21 DE MAIO PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

MANIPULA#SOM A companhia Radar 360º apresenta um concerto visual de caráter circense dirigido a crianças maiores de seis anos. Manipula#Som é um espetáculo que dá ao malabarismo uma dimensão sonora. O gesto do manipulador desencadeia sequências, ritmos e outros padrões sonoros e visuais. Este é também um

projeto experimental, um processo de investigação criativa e pedagógica que tem origem na relação entre o mundo físico e o mundo virtual. A direção artística é de António Oliveira (sonoplasta e malabarista) e a direção musical de Tiago Ângelo (instrumentista e compositor). AF


94

C R I A N ÇAS TO D O O A N O CENTRO INTERCULTURACIDADE

COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

Projeto de música coral de inclusão social, com temas lusófonos

5-7 anos TER, QUI: 17H-18H 7-9 anos TER, QUI: 18H-19H

CIL – CORO INFANTIL LUSÓFONO 8-14 anos SEX: 18H-19H30 CHAPITÔ

Ateliê de Circo 4-12 anos QUA: 18H

CINEMATECA JÚNIOR

Sessões de Cinema SÁB: 15H

Escola da Companhia Nacional de Bailado

Todos Bailarinos

Crianças com perturbação do desenvolvimento intelectual 5-14 anos TER, QUI: 17H, 18H COMUNIDADE HINDU

Aulas de canto e instrumentos MP

CULTURGEST

Visita à Exposição permanente de précinema

Oficinas do pré-escolar ao ensino secundário ATÉ MAI

SEG A SEX: 10H-17H SÁB: 11H-18H

CLAVE E SOM, ESCOLA DE M ÚSICA

Iniciação Musical 4-6 anos

Cursos de Piano, Teclado, Flauta, Guitarra, Acordeão, Violino, Violoncelo Maiores de 6 anos MP

CLUB CLÍNICA DAS CONCHAS

A Culturgest na Escola: Serviço Educativo portátil MP

DANÇA LIVRE - ESCOLA DE DANÇA

Ballet

A partir dos 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS MP

DANÇA DO SABER

Ballet kids, Hip-Hop kids, Contemporânea kids e teens VÁRIOS HORÁRIOS MP

DANÇARTE

Curso de Música para Bebés

Ballet, Dança Criativa, Sevilhanas, Flamenco, Hip-Hop

MP

MP

CMS ESPAÇO TERRAPURIANO

DANÇATTITUDE

Maiores de 10 anos SÁB: 12H-13H

3-8 anos SÁB: 10H-11H xavierflamenco@gmail.com

SÁB

Tai-Chi

Ateliê de Competências para Crianças SÁB: 18H-19H

COLÉGIO LUSO -SUÍÇO

Curso de Expressão Dramática e Cinema 3-13 anos ATÉ JUN MP

asformigas@sapo.pt

A segurança em casa, na rua e nos espaços públicos 5-10 anos SEG A SEX: 9H-12H, 14H-16H30

Aulas de Dança Flamenca

DANCE FACTORY STUDIOS

Dança Criativa

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Ballet Kids MP

ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA

Tardes de Histórias

MP

Até aos 10 anos DOM: 13H30-16H

DOJO DA LUZ

EG

Dança Criativa

6-14 anos TER, SEX: 18H-19H ESCOLA DE ACTORES ILHA D’ARTE

Cursos e workshops Maiores de 8 anos

Ateliê

ÚLTIMO SÁB: 11H www.cinemateca.pt/CinematecaJunior.aspx

DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO CIVIL

ESCOLA BÁSICA PEDRO DE SANTARÉM

Curso de Percussão, Afro Brasileira, Samba Reggae Maiores de 10 anos TER: 18H blocooxala@gmail.com (Bloco Oxalá)

213 010 510 ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

Hora do Conto

3-5 anos SEG: 17H30-18H MP / EG

FORUM DANÇA

Pré-Ballet, Dança Criativa 3-5 anos

Ballet 5-7 anos

Dança Contemporânea 9-13 anos

Teatro

ESCOLA DE BELAS-ARTES PEDRO SERRENHO

7-15 anos

5-12 anos QUA: 14H-16H, 17H-19H30, SÁB: 10H-13H

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

MP

Maiores de 10 anos

Artes Plásticas

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Ballet, Dança Contemporânea, Dança Jazz, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Danças Orientais MP

MP

Peddy-paper

Visitas Guiadas à Fundação José Saramago E / MP

FULLOUT DANCE ACADEMY

Ballet, Hip-Hop MP

ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

MP

MP / EG

Danças Espanholas, Dança para crianças ESCOLA DE JARDINAGEM E CALCETEIROS

Programas de Educação e Sensibilização MP / E

Visitas guiadas ao Palácio do Beau Séjour GALERIA 36

Pintura sobre Azulejo, Artes Plásticas 4-12 anos MP

3-6 anos

Hip-Hop Teens MP

DANCE SPOT

Hip-Hop, Ballet, Contemporâneo, Sapateado MP

ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO NUNES

Aulas de Mandarim QUA: 14H30-15H30 ESPAÇO 62

Artes plásticas 5-12 anos QUI: 18H-19H

GALERIA MILLENNIUM

Visitas orientadas E / MP

GATO QUE LADRA

OFICINAS

Teatro aos Sábados 4-12 anos SÁB: 11H


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

Mikado Grupo de Teatro 13-18 anos SÁB: 16H MP

GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira Infantil

3-16 anos QUA E SEX: 19H30-20H30

JARDIM BOTÂNICO DA AJUDA

Visita Geral, As Plantas Oficinais, O Sabor e os Cheiros PG / MP

Os Campeões do Jardim, À Descoberta do Jardim 4-5 anos

GINÁSIO CLUBE PORTUGU ÊS

Aikido, Ginástica, Judo, Esgrima, Tiro com Arco, Capoeira, Futebol, Baby Gym MP

GRUPO DRAMÁTICO RAMIRO JOSÉ

Aulas de Teatro Crianças e jovens MP

935 627 536 GYMBOREE

Play & Learn: Música, Artes, School Skills, Sports, Mommy and Baby Fitness

A Planta, O Herbário Ensino básico

Plantas de todo o Mundo, Quem sou Eu? Como me Chamo?, Da Alga à Laranjeira, Os Botânicos e a Conservação da Biodiversidade Ensino secundário

95

Karaté

3-6 anos DOM: 11H-11H45 7-12 anos DOM: 12H-12H45

Pilates

Maiores de 14 anos SÁB: 11H-11H45

Pequenas atividades para grandes crianças Maiores de 3 anos DOM: 9H30-13H MP

A LOJA DA TIA GLÓRIA

Yoga, expressão dramática, artemix, expressão musical, danças do mundo Oficinas artísticas VÁRIOS HORÁRIOS

E / MP

JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

Os Sentidos no Jardim, Um Povo Descobridor, Na Ponta do Lápis Visitas guiadas e atividades temáticas

LX DANCE

Ballet MP

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

Dentro de Cena

Programas de desenvolvimento infantil 0-5 anos

E / MP

Visita guiada ao Teatro Maiores de 3 anos TER A DOM: 15H-20H

JAZZY DANCE STUDIOS

EG / MP

WORKSHOPS

Break Dance Kids, Capoeira Kids, Hip-Hop, Shake-it-up Teens, Ginástica, Capoeira

The happiest baby on the block, baby signs 0-24 meses

HELEN DORON EARLY ENGLISH

Ensino de inglês 3 meses-14 anos MP

HIPÓDROMO DO CAMPO GRANDE

Aulas de equitação Isshin Dojo Aikido 6-14 anos

Yoga

Maiores de 3 anos Vários horários IPDJ – INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Truz, Truz… Deixa-me Dançar! Aulas de dança criativa 3-5 anos QUA: 17H45-18H35 MP

Vamos Todos ao Mercado

JUST4TEENS

E / MP

TER A QUI: 10H-12H

LAVADOURO PÚBLICO DE CARNIDE

À Descoberta do Lavadouro!

Visita guiada com encenação Maiores de 4 anos 1º DOM: 11H LEAP – ESPAÇO AMOREIRAS

Visitas guiadas e atividades para escolas 6-10 anos MP / EG

info@edge-arts.org A LOJA DAS ATIVIDADES

Ballet Criativo 3-6 anos SÁB: 15H

Programa de Educação Patrimonial Maiores de 4 anos QUA: 11H30-19H

Mundo Património LAB Laboratório de criatividade DIAS ÚTEIS: 16H-19H mundopatrimonio@spira.pt

MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

Visitas Guiadas ao Museu e às Oficinas SEG A SEX MP

MUSEU DA CARRIS

Visitas orientadas e visitas-jogo Fantoches de dedos, Construção de Transporte à nossa Escala e Desfile, Carrinhos de Rolamentos, Lisboa em Sombras!, Janelas Mágicas, Diário de Bordo MP

MP

Socialização e Descoberta para Bebés e Crianças

Aproxima-te!

MERCADO 31 DE JANEIRO

Visita guiada e atividade lúdica no âmbito da Educação Alimentar Maiores de 8 anos TER A SEX: 9H30-12H

4-12 anos

MUNDO PATRIMÓNIO LAB

MINIMUNDO

Música para Bebés

MUSEU DAS CRIANÇAS

Viagem ao Meu... Futuro! Exposição 3-11 anos

O Corpo Humano, Ciência com Balões, Brincar com a Matemática MP / E

Até aos 3 anos

MUSEU DO DINHEIRO MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS

Brincando no Mosteiro, Animais do Mundo, Animais do Rei, Jogo do Mosteiro, Jogo dos Descobrimentos, Ateliê das Iluminuras, Jogando com o Tempo, Viagem de Vasco da Gama, Vem Conhecer o Mosteiro Visitas guiadas e oficinas pedagógicas TER A SEX E / MP

Museu do Dinheiro: percurso pela Coleção, Uma “peça” ao Almoço, A Arte do Dinheiro, A História da Banca, Muralha de D. Dinis, Reabilitação da antiga Igreja de S. Julião Visitas E / MP

Troco por Trocas, Desenho à Desgarrada, O Tempo narrado pela Arqueologia, As Rotas do Comércio, Quando a Terra tremeu… Visitas-oficina E / MP


96

C R I A N ÇAS TO D O O A N O MUSEU DO FADO

Fado Menor 6-10 anos

Só é Fadista quem Quer 6-15 anos MP

MUSEU DA MARIONETA

Um Mundo de Histórias Visitas para famílias PG / MP

Vila das Cores (Contos e Marionetas) Oficina de leitura e construção de marionetas MP

Manhãs Criativas Oficinas para famílias ÚLTIMO DOM MP

MUSEU MILITAR

Uma história com… Ateliê 4-8 anos

Escrita Criativa 8-12 anos

Visitas históricas guiadas

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Moinhos e Moídos, Panelas Cantoras

Oficinas de expressão plástica 4-12 anos

Galerias da Amazónia Visitas guiadas

Galerias da Vida Rural Visitas guiadas E / MP / EG

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

Visitas guiadas E / MP

Era uma vez uma Princesa que queria entrar numa História, Cabeçudos e Divertidos

Ateliês de construção de fantoches E / MP

Ateliê de Escrita e Caracterização: do Texto ao Palco Maiores de 10 anos E / MP

Um enigma no Museu

Ateliê de Expressão Corporal: o Corpo também Fala

E / MP

E / MP

8-12 anos E / MP

8-12 anos

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Pintar um Azulejo! Oficina de pintura Maiores de 3 anos

Maiores de 6 anos

Jogos Teatrais, Hora do Conto, A Princesa Baixinha, A Princesa em Busca da Felicidade E / MP

E / MP

Há música no Azulejo!

Visita de descoberta e concerto de piano comentado 4-12 anos

Uma Viagem pela História do Azulejo Visita orientada Maiores de 8 anos E / MP / EG

Peddy Paper no Museu 4-12 anos

MUSEU NACIONAL DO TRAJE E DA MODA

VISITAS GERAIS

TRAJES NO PAÇO: MEMÓRIAS ESCONDIDAS E / MP

Há vida no Parque!, A minha primeira Visita ao Parque Botânico do Monteiro-Mor

E / MP / EG

E / MP

MUSEU NACIONAL DOS COCHES

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Visitas Guiadas, Visitas a Grupos com Necessidades Especiais MP / E

Peddy-Paper, Guia de Exploração Pedagógica, Caça ao Tesouro, Quem é Quem? Jogos

E / MP / PG

OFICINAS PEDAGÓGICAS

Frente a frente… com um Presidente 4-12 anos

Como se faz uma bandeira 6-12 anos

Outras viagens 7-12 anos

Acrescenta um Ponto! 9-12 anos

No Bosque dos Passarinhos

NB ACADEMIA

Visitas orientadas

10-16 anos ATÉ JUN SÁB: 10H-13H

4-10 anos MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

Uma História Colorida Visita animada 3-6 anos

O que nos dizem as Cores? Visita animada 6-12 anos

Há Animais no Museu? Visita animada 3-8 anos

D. Leonor, a Princesa Perfeitíssima Visita animada 3-12 anos

Personagens Animadas, Histórias Transformadas

WORKSHOP DE REPRESENTAÇÃO NEXGYM

Dodgeball, Defesa Pessoal, Fitness, Badminton, Ginástica Aulas de Teatro MP

OFICINA DA PESSOA

Expressão teatral 6-12 anos SÁB: 14H-15H30 OLÁ MAMÃ

Massagem para Bebés Até aos 12 meses

Babyoga 1-9 meses MP

Visita-ateliê 8-12 anos

OCEANÁRIO DE LISBOA

Vamos conhecer a Capela de São João Baptista

Maiores de 4 anos

Visita-jogo 8-12 anos

A Brincar Construímos o Passado

Dormindo com os Tubarões E / PG / MP

Fado Miudinho Até aos 4 anos DOM: 09H

Concerto para Bebés

Visita-ateliê 6-12 anos

Até aos 3 anos SÁB: 09H

Desenhar a Cidade. Exercícios sobre Arquitetura e Urbanismo

Visitas guiadas à exposição permanente

Visita-ateliê 12-15 anos

Vamos conhecer o Oriente em São Roque Visita-jogo 12-15 anos

Pelos Sentidos do Barroco

Visita guiada temática com atividades 12-15 anos

O Padre António Vieira e o Barroco em São Roque Visita guiada temática com atividades 16-18 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / EG / MP/ PG

M ÚSICA – CAMPO DE OURIQUE

Aulas de piano e música 931 402 010

Maiores de 4 anos E / PG

Visitas guiadas à exposição Florestas Submersas by Takashi Amano Maiores de 4 anos E / PG

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

O médico do mar, Os segredos do mar, O Grande Jogo dos descobrimentos, Puzzle fantástico, Entre fronteiras, Vou de viagem, o que levo na bagagem, Herbarium, Cruzando mares e oceanos Ateliês MP


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

A Primeira visita, Visita encenada e Um Monumento singular Visitas E / MP

PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA

Visitas Guiadas SEG A SEX MP

PALÁCIO DE LAGUARES

Crescer Teatrando Oficina de teatro 4-12 anos

PANTEÃO NACIONAL

Era uma vez uma Igreja e uma Princesa Visita com atividade 4-6 anos

Contos no Panteão – Uma História de Mar Visita com atividade 4-10 anos

Peddy-Paper - Uma Aventura no Panteão

RUÍNAS E MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO

No Dia em que a Terra Tremeu, Rei por um Dia, Os Guardiões da Memória, Idade Média, Liberdade!, Arquitetar no MAC, Esculturas de Pedra e Ar, Múmias, Faraós e outros Amigos Assustadores!, Los Precolombinos, Quem tem Boca vai a Roma!, O Colecionador de Maravilhas, Há Mistérios no Carmo, O Estranho Caso do Misterioso Mestre, Spy Story no Museu, Qual é qual?, Com as Mãos na Arqueologia, Os Grandes Mistérios da Arqueologia, EscavaAção

Visita com atividade 5-12 anos

SALA D’AULA

Joga e descobre o Panteão

6-12 anos

Visita-jogo 7-12 anos TER A DOM: 10H-17H30 E / PG / MP

PENTÁCULO EXPO – ACADEMIA DE ESTUDOS

Atividades lúdicas e culturais com visitas a museus e castelos MP

A PISCINA DOS BEBÉS

Natação, Hidroterapia MP

POLIVALENTE DE SANTA CATARINA

Futsal

6-12 anos TER, QUI: 18H30-20H PROPOSITÁRIO AZUL, ASSOCIAÇÃO ARTÍSTICA

Auto da Índia, Auto da Barca do Inferno, Luzes, Câmara… Confusão!!, O Cavaleiro da Dinamarca Peças itinerantes E / MP

Mandarim

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA (ARQUIVO HISTÓRICO)

Letras Habitadas

Visita com aletiê 6-10 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

À Descoberta do Arquivo

Visita-jogo 6-10 anos SEG A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / MP / EG / PG

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA (BIBLIOTECA)

Perlim Pim Pim os Livros São Assim…

Oficina de leitura com atividade 3-5 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / MP / EG / PG

Ser Bibliotecário por um dia

Visita guiada temática com atividades 12-18 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / MP / EG / PG

97 SMART WAY

THE LITTLE GYM

ATÉ JUN 11-15 anos SÁB: 9H-9H45 6-10 anos SÁB: 10H-10H45

4 meses-12 anos VÁRIOS HORÁRIOS

Mindfullness

MP

educaremocoes@sapo.pt SOU – MOVIMENTO E ARTE

Dança Criativa 2-14 anos

Guitarra, Violino, Piano, Flauta Transversal, Sitar e Alaúde Turco 2-16 anos

Acordeão de Teclas Maiores de 10 anos

Curso de Teatro 14-16 anos SEX: 17H-19H MP

Ginástica para Bebés e Crianças MP

TORRE DE BELÉM

Há Piratas Na Torre !, A viagem de Nuno Tristão, Armas e Brasões, À Descoberta de Novos Mundos, Vem Conhecer a Torre Visitas guiadas e oficinas pedagógicas 3-12 anos TER A SEX E / MP

VOZES EM CONSERTO

Canto, Dança, Piano, Guitarra, Coro, Teoria Musical, Arte Dramática

STAGE 81

MP

MP

Aulas de Dança Criativa Contemporânea 6-9 anos

Ballet

TEATRO DA LUZ

Auto da Barca do Inferno, Ulisses

Teatro ATÉ JUN SEG A SEX: 11H, 14H E / MP

Aulas de Novo Circo, Acrobacias Aéreas: Tecido, Trapézio e Lira SEG A QUI: 18H-21H, SÁB: 10H-13H 932 904 467/8

TEAR – ESPAÇO DE ARTES

Dança Aérea, Coreografia, Teatro 6-12 anos SÁB MP

TEATRO BOCAGE

Workshops de teatro 6-12 anos SÁB: 10H-12H 13-17 anos SÁB: 12H-14H MP

TEATRO PAPA-LÉGUAS

Aventuras de João Ratão

Todos os dias, vários horários

Kéketem?!

Espetáculo itinerante E / MP

Work in Studio

ZEN KIDS

Meditação e Mindfulness para Crianças

QUA: 18H30-19H30 projetozenkids@gmail.com

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


98

C R I A N ÇAS TO D O O A N O

Linha verde:

800 20 20 13


> CONTACTOS A

Abysmo Galeria R. da Horta Seca, 40; 211 912 775; www.abysmo. pt • Academia de Artes e Tecnologias R. Silva e Albuquerque, 9, 3ºdto; 922 025 297 • Academia Lifeclub/Estúdio 1 R. de Cintura ao Porto de Santos, Armazém J; 968 037 924 • Academia do Lumiar Lg. Júlio Castilho, 3; 217 524 263; www.academialumiar.org • Academia de Música R. Rodrigues Sampaio, 170, 4º; 968 982 158; academiademusica. blogs.sapo.pt • Academia de Música da Graça Tv. S. Vicente, 15, 1º dt; 917 687 025 • Academia de Música de Telheiras R. Armindo Rodrigues, 11C; 217 524 795; www.academiamusicatelheiras.com • Academia Nacional de Música Carlos Seixas - Pólo Roma/Alvalade Av. EUA, 100, 1º • Academia Novas Letras Av. Maria Helena Vieira da Silva, 42A; 217 541 015; www.novasletras.com • Academia Talentos à Vista R. Álvaro Benamor, lt 8, lj 8A; 913 619 021 • Alecrim 50 R. do Alecrim, 48/50; 213 465 258; www.alecrim50.pt • Alunos de Apolo, Escola de Dança R. Silva Carvalho, 225; 213 885 366; www.alunosdeapolo.com • Apaixonarte R. Poiais de S. Bento 57; 213 904 333; www.apaixonarte. com • O Apartamento Av. Duque de Loulé 1, 5 dto; 216 029 812; www. oapartamento.com • APCC - Associação Para a Promoção Cultural da Criança R. dos Lagares de El-Rei, 21A, 1º esq; 218 429 730; www.apcc. org.pt • Appleton Square R. Acácio Paiva, 27, r/c; 210 993 660; www. appletonsquare.pt • Aqueduto das Águas Livres Cç. da Quintinha, 6; 218 100 215; www.epal.pt • Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual R. de Santiago, 18; 218 801 010; www.arco.pt • O Armário Cç. da Estrela, 132; 213 954 401; www.a-montra.com • Arquivo Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml. pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Videoteca Lg. do Calvário, 2; 218 170 433; videoteca.cm-lisboa. pt • Arquivo Nacional da Torre do Tombo Al. da Universidade; 210 037 100; antt.dglab.gov.pt • Arta - Taberna das Almas Regueirão dos Anjos, 68; 963 023 435; mestresdoregueirao.pt • Arte Graça R. da Graça, 27-29; 965 858 009 • Arte Ilimitada Cç. da Estrela 128 - Anexo A; 213 954 401; www.arteilimitada.com • Arte pel’Arte R. Rodrigues Sampaio, 76, 2º; 917 937 703; www.artepelarte.com • A Arte da Terra R. Augusto Rosa, 40; 212 745 975; www.aartedaterra.pt • Artes de São Bento R. de S. Bento, 69/71 • Art!ist – Academia de Dança, Teatro & Performance R. da Manutenção, 45; 218 689 416; www.artist-ac.com • ArtKids R. Pinheiro Chagas, 8, r/c; 912 341 222; www.artkids.branded.me • Artlier R. Gervásio Lobato, 47B; 939 067 111; www.cursos-artlier.com • Arts2Science R. Jorge Colaço 17B; 918 880 375; www.arts2science.com • Artyaplausos Urb. da Ameixoeira, R. Varela Silva, Lt. 11 e 12, Lj. A e B • Assembleia da República Palácio de São Bento; 213 919 000; www.parlamento.pt • Associação ADN Av. Gomes Pereira 11; 963 061 995; www.adn-lx.com • Associação de Artesãos da Região de Lisboa R. de Entrecampos, 66; 217 962 497; aarl.pt • Associação Cristã da Mocidade de Lisboa R. de S. Bento, 329, 2º; 213 845 380; www.acmlisboa.com • Associação Desportiva e Cultural da Encarnação e Olivais - ADCEO R. Quinta Santa Maria, Bairro da Encarnação; 218 510 203; http://adceo.webnode. pt • Associação Gaita-de-foles 938 118 192; www.gaitadefoles.net • Associação de Gravura Água-Forte R. de Santo Amaro à Estrela 41 r/c esq; 213 956 295; www.agua-forte.com • Associação Musical Lisboa Cantat R. Teixeira de Pascoais, 10; www.lisboacantat.com • Associação Portuguesa dos Amigos dos Castelos R. Barros Queirós, 20, 2º; 218 885 381; www.amigosdoscastelos.org.pt • Associação Renovar a Mouraria Beco do Rosendo, 8; 218 885 203; www.renovaramouraria.pt • Associação de Residentes de Telheiras R. Prof. Mário Chicó, 5; 217 568 103; artelheiras.wordpress.com • Associação Subud R. do Centro Cultural, 23, 2º; 917 392 663 • Ateliê de Arte e ArtePsicoterapia R. Alexandre Herculano, 19; 213 558 060; www.a-ama.com.pt • Ateliê Cá R. da Páscoa, 12 r/c dto; 211 561 348; www.facebook.com/AtelieCa • Ateliê de Cerâmica Chamote Fino Cç. da Quintinha, 17A; 969 578 860 • Ateliê Melício Trav. Sargento Abílio, Ateliê 5; 967 521 886 • Atelier Cabine R. Palmira, lj. 36; 916 579 045; facebook.com/ateliercabine • Atelier Joana Simões www.joanasimoes.com • Atelier de Lisboa Av. de Berna, 31 - 2ºdto; www. atelierdelisboa.pt • Atelier Musical do Areeiro R. Abade Faria 48, R/C dto; 211 820 077 • Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; www.ateliermuseujuliopomar.pt • Atelier do Paço R. da Padaria 25, 1ºdto; 962 457 850; cursolisboa.wix.com/atelierdopaco • Ateliê Santa Rufina Cç. Conde de Penafiel, 9 A/B; 213 225 727 • Atelier de São Bento R. da Quintinha 15, cave dta; 965 769 007; atelierdesaobento.blogspot.pt • Ateliers de Alfama R. Terreiro do Trigo, 52, 1º; 965 297 046 • Ateneu Comercial de Lisboa R. das Portas de Santo Antão, 110; 213 246 060

B Biblioteca Arquiteto Cosmelli Sant’anna Lg. de S. Mamede 7; 213 928 090 • Biblioteca de Belém R. da Junqueira, 295; 213 616 620 • Biblioteca Nacional de Portugal Cp. Grande 83; 217 982 000; www.bnportugal.pt • Biblioteca Orlando Ribeiro Antigo Solar da Nora, Est. de Telheiras, 146; 218 172 660; blx.cm-lisboa.pt • Biblioteca da Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410; blx. cm-lisboa.pt • O Bom o Mau o Vilão R. do Alecrim, 21; 964 531 423; thegoodthebadandtheuglybar.com • Boutique da Cultura Lg. das Pimenteiras 6; 926 830 272; www.facebook.com/boutiquedacultura • Buédalouco Pharmácia de Cultura R. do Norte, 60; 933 479 161 C Café Tati R. da Ribeira Nova 36; 213 461 279; cafetati.blogspot. pt • Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa R. das Portas de St. Antão 89; 213 224 050; www.ccip.pt • Carlos Carvalho Arte Contemporânea R. Joly Braga Santos, Lt. F r/c; 217 261 831; www. carloscarvalho-ac.com • Carpe Diem Arte e Pesquisa R. de O Século 79; 211 977 102; www.carpediemartepesquisa.com • Casa da Achada – Centro Mário Dionísio R. da Achada, 11, r/c; 218 877 090; www. centromariodionisio.org • Casa do Alentejo R. das Portas de Sto. Antão, 58; 213 405 140; www.casadoalentejo.com.pt • Casa da América Latina e UCCLA Casa das Galeotas, Av. da Índia 110; 218 172 490; www.casamericalatina.pt • Casa do Artista Est. da Pontinha, 7; 217 110 890; www.casadoartista.net • Casa-Atelier Vieira da Silva Alto de S. Francisco, 3; 213 880 044; www.fasvs.pt/casa-atelier • Casa do Brasil R. Luz Soriano 42; 213 400 000 • Casa da Comarca de Arganil R. da Fé, 23; 218 851 896 • Casa da Comarca da Sertã R. da Madalena, 171, 3º; 218 872 154; casacomarcaserta.webnode.com • Casa Conveniente/Zona Não Vigiada Av. João Paulo II, lote 536, 1 A • Casa da Cultura Junta de Freguesia dos Olivais R. General Silva Freire, Lote C; 218 540 690 • Casa dos Direitos Socias R. Ferreira de Castro; 217 988 000; http:// lisboasolidaria.cm-lisboa.pt • Casa Estrela do Mar Estrada Poço do Chão, Lt 7, Lj A; 214 083 125; www.casaestreladomar.pt • Casa Fernando Pessoa R. Coelho da Rocha, 16; 213 913 270; casafernandopessoa.cmlisboa.pt • Casa de Giz R. Prior do Crato, 41/43; 216 013 994 • Casa da Imprensa R. da Horta Seca, 20; 213 420 277/8 • Casa Independente Lg. do Intendente, 45; 218 875 143; www.casaindependente.com • Casa de Lafões R. da Madalena, 199, 1º; 218 872 065; casa-de-lafoes.org • Casa da Liberdade - Mário Cesariny R. das Escolas Gerais, 13; 218 822 607; www. pervegaleria.eu • Casa de Macau Av. Almirante Gago Coutinho, 142; 218 495 342; www.casademacau.pt • Casa dos Mundos R. Nova da Piedade, 66 • Casa-Museu Amália Rodrigues R. de S. Bento, 193; 213 971 896 • Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves Av. 5 de Outubro, 6; 213 540 823; blogdacmag.blogspot.pt • Casa-Museu Medeiros e Almeida R. Rosa Araújo, 41; 213 547 892; www.casa-museumedeirosealmeida.pt • Casa Nic e Inês 963 731 318; casaniceines.blogspot.pt • Casa de Trásos-Montes e Alto Douro Campo Pequeno, 50, 3.º esq; 217 939 311; ctmad. pt • Casino de Lisboa Al. dos Oceanos; 218 929 000; www.casinolisboa.pt • Castelo de S. Jorge 218 800 620; www.castelodesaojorge.pt • Casual Lounge Caffé R. Bartolomeu Dias, 148B; 213 019 024; www.facebook.com/ casuallounge • Caulino Ceramics R. de S. Mamede ao Caldas, 28; 917 296 439; caulinoceramics.com • c.e.m – centro em movimento R. dos Fanqueiros, 150, 1º; 218 871 763; www.c-e-m.org • Centro de Arqueologia de Lisboa Av. da Índia, 166; 218 172 180 • Centro Científico e Cultural de Macau R. da Junqueira, 30; 213 617 796; www.cccm.mctes.pt • Centro Comunitário da Madragoa R. da Esperança 49; 808 911 313 • Centro de Cultura e Intervenção Feminista R. da Cozinha Económica, Bloco D, 30 M-N; 218 873 005; centrodeculturaeintervencaofeminista. wordpress.com • Centro Cultural Arte Pura R. do Loreto, 42; 927 924 763 • Centro Cultural de Belém Pç. do Império; 213 612 400; www. ccb.pt • Centro Cultural de Carnide R. Rio Cavado, 3, B.º Padre Cruz; 931 462 210; www.jf-carnide.pt • Centro Cultural Casapiano R. dos Jerónimos, 7 A; 213 614 090; www.casapia.pt • Centro Cultural Padre Carlos Alberto Guimarães R. Lagares de El-Rei 4; 218 454 458 • Centro de Documentação do Edifício Central do Município Campo Grande, 25, 1º F; 217 989 637; www.cm-lisboa.pt • Centro Europeu de Línguas www.cel.pt • Centro de Formação Artística Tv. de São Vicente, 11; 21 353 09 31; www.eira.pt • Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa Av. do Brasil, 53; 217 917 000 • Centro de Informação Urbana de Lisboa - CIUL R. Viriato, 13E; 218 172 100 • Centro de Inovação da Mouraria Tv. dos Lagares 1; 218 170 202; www.cm-lisboa.pt/centro-de-inovacaoda-mouraria-mouraria-creative-hub • Centro InterculturaCidade Tv. do Convento de Jesus, 16 A; 21 820 7657; interculturacidade.wordpress. com • Centro Ismaili Av. Lusíada, 1 • Centro Nacional de Cultura R. António Maria Cardoso, 68; 213 466 722; www.cnc.pt • Centro de Recreio Popular do Bairro Cç. dos Mestres, R. 7; 966 037 222 • Cerâmica do Bairro Alto R. Diário de Notícias, 24; 919 492 318 • Chapitô Costa do Castelo, 1/7; 218 855 550; www.chapito.org • Cineclube Cine-Reactor

99


100

> CONTACTOS 24i R. Latino Coelho, 87; 926 536 179; www.cine-reactor24i.com • Cinema City Classic Alvalade Av. de Roma, 100; 218 413 040; www.cinemacity.pt • Cinema Ideal R. do Loreto, 15/17; 210 998 295 • Cinema São Jorge Av. da Liberdade, 175; 213 103 402; cinemasaojorge.pt • Cinemateca R. Barata Salgueiro 39; 213 596 200; www.cinemateca.pt • Cinemateca Júnior Palácio Foz, Pç. dos Restauradores; 213 462 157; www.cinemateca.pt/ cinemateca-junior.aspx • Cine Theatro Gymnásio R. da Misericórdia, 14; 213 430 184 • Clave e Som, Escola de Música Lg. Santa Bárbara, 3B; 213 150 886; www.claveesom.com • Club Clínica das Conchas R. Luís Pastor Macedo, 27C; 217 507 000; www.clinicadasconchas.pt • Clube Estefânia R. Alexandre Braga, 24A; 213 542 318 • CMS Espaço Terrapuriano www. centrodemeditacaosolaris.com • Colégio Luso-Suíço R. de Santo Amaro, 18; 213 906 979; www.colegiolusosuico.com • Coliseu dos Recreios R. das Portas de Santo Antão, 96; 213 240 585; www.coliseulisboa.com • Companhia Olga Roriz R. de Santa Apolónia, 12; 218 872 383; www. olgaroriz.com • Complexo Desportivo Alto do Lumiar (Campo de Futebol) Junto à Av. Santos e Castro, lt. 2; 218 170 137 • Complexo Desportivo do Boavista (Pavilhão e Piscina) R. das Azáleas; 218 170 053 • Complexo Desportivo do Casal Vistoso (Pavilhão e Piscina) R. João Silva; 218 170 107 • Comuna Teatro de Pesquisa Pç. de Espanha; 217 221 770; www.comunateatropesquisa.pt • Comunidade Hindu de Portugal Al. Mahatma Gandhi; 217 576 524; www.comunidadehindu.org • Confiquatro – Desportos Naúticos R. José Dias Coelho, 36B; 213 627 984; www.confiquatro.pt • Contraprova R. do Garrido 62; contraprovagravura.blogspot.pt • Convento do Beato R. do Beato, 48; 210 109 923; conventodobeato.pai.pt • Convento dos Cardaes R. de O Século, 123; 213 427 525; www.conventodoscardaes.pt • Convento de São Pedro de Alcântara R. Luísa Todi, 1; 213 243 930; www.scml.pt • Convento das Trinas do Mocambo R. das Trinas, 49; 210 943 283; www.hidrografico.pt • Convento da Trindade R. Nova da Trindade 20; 210 993 045 • Cordoaria Nacional Av. da Índia; 213 637 635 • El Corte Inglés Av. António Augusto Aguiar, 31; 213 711 700; www.elcorteingles.pt • CPAS - Centro Português de Actividades Subaquáticas R. Alto do Duque, 45; 213 016 961; www. cpas.pt • Cristina Guerra Contemporary Art R. Santo António à Estrela 33; 213 959 559; www.cristinaguerra.com • Culturgest R. Arco do Cego 50, Piso 1; 217 905 155; www.culturgest.pt D Dança Livre - Escola de Dança R. Marquês da Fronteira, 76; 213 894 190; www.dancalivre.com • Dançarte R. Professor Simões Raposo, 8 A; 217 147 244; www.dancarte.pt • Dança do Saber R. Barão de Sabrosa, 161 A; 215 932 074; www.dancadosaber.pt • Dançattitude Tv. Escola Araújo, 3 A; 965 127 123; www.dancattitude.com • Dance Factory Studios R. Soares dos Reis, 11A; 210 169 043; www.dancefactory.com.pt • Dance Spot R. Fernando Vaz, 10B; 214 003 877; www.palcoplural.com • Darc/Desterro Calç. do Desterro, 7; dar.pt • Departamento de Proteção Civil R. Cardeal Saraiva; 217 825 240 • De Pura Cepa - Escuela de Tango Tv. da Escola Araújo , 3A; 965 127 123 • Direção Municipal de Cultura R. do Machadinho, 20; 218 170 900 • Divisão de Gestão Cemiterial R. do Rio Zêzere; 218 172 375 E Edge Arts - Arte Contemporânea Espaço Amoreiras, Centro Empresarial, R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www.edge-arts.org • EKA [Palace] Cç. de D. Gastão 12, porta 8; 969 300 402 • Enigma Lisbon R. do Crucifixo, 86, 4º esq; 211 358 975; www.enigmalisbon.com • Ermida Nossa Srª da Conceição Trav. do Marta Pinto, 21; 213 637 700; www.ermidabelem.com • Escola de Actores Ilha D’Arte R. Antero de Quental, 18 c/v; 936 411 313; www.escoladeactoresilhadarte.com • Escola Básica Pedro de Santarém Est. de Benfica 535; 217 160 684 • Escola de Belas-Artes Pedro Serrenho R. Campo de Ourique, 61; 218 063 436; escoladeartespedroserrenho.blogspot.pt • Escola de Dança Ana Köhler R. Luís Pastor de Macedo, 37A; 217 150 738; www.edak.pt • Escola de Dança Projeto Latino Havana e Hawaii, Doca de Santo Amaro, Armazém 1; 917 860 556 • Escola de Dança Raquel Oliveira R. dos Anjos; www.raquel-oliveira.com/escoladedanca • Escola de Jardinagem e Calceteiros Av. Dr. Francisco Luís Gomes, Quinta Conde dos Arcos; 218 550 690 • Escola de Medicina Tradicional Chinesa R. Dona Estefânia, 175; 213 475 605; www.esmtc.pt • Escola de Música do Conservatório Nacional R. dos Caetanos, 29; 213 425 922 • Escola Secundária Pedro Nunes Av. Álvares Cabral; 213 940 090; www.espn.edu.pt • Escola Superior de Educação de Lisboa Estr. do Calhariz de Benfica; 217 115 500; www.eselx.ipl.pt • Escrever Escrever R. do Alecrim 47 - 4ºA; 911 197 797; www.escreverescrever.com • Espaço 9 R. Coronel Luna de Oliveira, 9; espaco9.weebly.com • Espaço 62 R. Conceição da Glória, 62; 968 506

535 • Espaço Cultural das Mercês R. Cecílio de Sousa, 94; 963 061 995 • Espaço Dança de Palmira Camargo Av. das Forças Armadas (Centro de Apoio à Juventude); 934 531 025; www.palmira.camargo.com • Espaço Eira 33 R. Camilo Castelo Branco, 33, 1º; 213 530 931; eira33.blogspot.com • Espaço INATEL Mouraria R. da Mouraria, 64, 4º; 210 027 150; www.inatel. pt • Espaço Invitro Univ. Aberta, R. da Escola Politécnica 147; 300 002 918 • Espaço Lua Cheia R. de Barcelona 128, c/v, Bairro Padre Cruz; 211 548 979; www.luacheia.pt • Espaço Monsanto Estr. do Barcal, Monte das Perdizes; 218 170 200 • Espaço Nimas Av. 5 de Outubro 42B; 213 574 362 • Espaço Novo Banco Pç. Marquês de Pombal 3; 213 501 112; www. novobanco.pt/espaconovobanco • Espaço Pessoa e Companhia Cç. de Santana, 177 • Espaço Ribeira (Primeiros Sintomas) R. da Ribeira Nova 44; www.primeiros-sintomas.com • Espaço Santa Catarina Lg. Dr. António de Sousa Macedo, 7; 211 339 837; www.facebook.com/ espacosantacatarina • Espassus 3G R. dos Táxis Palhinha; 931 462 215 • Esplanada da Mata - Parque José Gomes Ferreira Av. Almirante Gago Coutinho, junto à antiga Rotunda do Relógio • Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos R. do Alviela, 12; 218 100 263; www.epal.pt • Estádio do Sport Lisboa e Benfica Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt • Estúdio ACCCA Edif. Interpress, R. Luz Soriano, 67, 1º; 967 031 110 • Estúdio Vanda Melo Pç. Olegário Mariano, 5, 2ºdt; 932 015 610 • Evoé - Escola de Actores R. das Canastras, 36/40; 218 880 838; www.evoe.pt F 40 Camels R. da Senhora do Monte 34, 3ºA; 214 059 311; www.40camels. com • Fábrica Braço de Prata R. da Fábrica de Material de Guerra, 1; 925 864 579; www.bracodeprata.com • Fabula Urbis R. de Augusto Rosa 27; 218 885 032; www.fabula-urbis.pt • Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa Lg. da Academia Nacional de Belas-Artes; 213 252 100; www.fba.ul.pt • Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Alameda da Universidade ; 217 960 063 • Fnac Colombo C. C. Colombo, lj. A - 103; 707 313 435; www.fnac.pt • Forum Dança Tv. do Calado, 26 B; 213 428 985; www.forumdanca.pt • Fórum Lisboa Av. de Roma, 14L; 218 170 400 • FullOut Dance Academy R. Almirante Barroso 52A; 213 155 431; fulloutda.weebly.com • Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 841 490; http://fasvs.pt • Fundação Calouste Gulbenkian Av. de Berna, 45A; 217 823 000; www.gulbenkian. pt • Fundação Carmona e Costa R. Soeiro Pereira Gomes, Lt. 1; 217 803 003; www.fundacaocarmona.org.pt • Fundação das Casas de Fronteira e Alorna Palácio Fronteira, Lg. de S. Domingos de Benfica; 217 784 599; www.fronteira-alorna.pt • Fundação José Saramago Casa dos Bicos, R. dos Bacalhoeiros; 218 802 040; www.josesaramago.org • Fundação Leal Rios R. do Centro Cultural, 17B; 210 998 623; www.lealriosfoundation.com • Fundação LIGA R. do Sítio ao Casalinho da Ajuda; 213 616 910; www. fundacaoliga.pt • Fundação Portuguesa das Comunicações – Museu das Comunicações R. do Instituto Industrial, 16; 213 935 000; www.fpc.pt G Gabinete de Estudos Olisiponenses Palácio do Beau Séjour, Est. de Benfica, 368; 217 701 100; geo.cm-lisboa.pt • Galeria 111 Cp. Grande, 113; 217 977 418; R. Dr. João Soares, 5B; 217 819 907; www.111.pt • Galeria Abraço R. Poço do Borratém, 39; 218 884 310 • Galeria Acervo R. do Machadinho 1; 213 974 325; www.acervo.com.pt • Galeria Arte Graça R. da Graça 27-29; 935 208 471 • Galeria da Associação 25 de Abril R. da Misericórdia 95; 213 241 420; www.25abril.org • Galeria Avenida da Índia Av. da Índia, 170; 215 830 010 • Galeria Baginski R. Capitão Leitão, 51-53; 213 970 719; www.baginski.com.pt • Galeria Bangbang R. Dr. Almeida Amaral, 30B; 213 148 018; www.galeriabangbang.com • Galeria Belo-Galsterer R. Castilho, 71, r/c esq; 213 815 914; www. belogalsterer.com • Galeria Diferença R. S. Filipe Nery, 42, c/v; 213 832 193; diferencagaleria.blogspot.pt • Galeria Filomena Soares R. da Manutenção 80; 218 624 122; www.gfilomenasoares.com • Galeria Graça Brandão R. dos Caetanos 26A; 213 469 183; www.galeriagracabrandao. com • Galeria João Esteves de Oliveira Rua Ivens, 38; 213 259 940 • Galeria Maria Lucília Cruz Rua das Salgadeiras, 22; 213 421 135 • Galeria Millennium R. Augusta, 96; facebook.com/fundacaomillennium • Galeria Monumental Campo dos Mártires da Pátria, 101; 213 533 8 48 • Galeria Municipal Pavilhão Branco Cp. Grande, 245; 215 891 259; www.egeac.pt • Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010 • Galeria Opus 14 R. das Gáveas, 14; 213 460 216; www.opus14.com.pt • Galeria Pedro Alfacinha R. de S. Mamede 25C; 211 359 220; www.pedroalfacinha.pt • Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; www.facebook.com/ galeriasmunicipaislisboa • Galeria Ratton R. Academia das Ciências 2C; 213 460 948; www.galeriaratton.blogspot.com • Galeria Reverso R. da Esperança, 59/61; 213 951 407; www.reversodasbernardas.com • Galeria das Salgadeiras R. da Atalaia, 12-16; 213 460 881; www.salgadeiras.com • Galeria Tapeçarias de Portalegre R. da Academia das Ciências, 2J;


> CONTACTOS 213 421 481; www.mtportalegre.pt • Galeria 36 R. S. Filipe Néri 36; 918 972 966; www.artelinguas.com • Galeria Valbom Av. Conde Valbom, 89A; 217 801 110; www.galeriavalbom.com • Galeria Vale Formoso R. Fernando Farinha 18A; 218 597 246; www.galeriadeartevaleformoso.com • Galeria Zé dos Bois R. da Barroca, 59; 213 430 205; www.zedosbois. org • Gare Marítima de Alcântara Estação Marítima de Alcântara, Ed. Infante; 213 969 551 • Gato que Ladra R. Prof. Sousa da Câmara, 156; 968 382 245; www.gatoqueladra.com • Giefarte R. da Arrábida, 54BC; 213 880 381 • Ginásio Beija-Flor R. Severo Portela Lt. C1, Piso 0; 913 276 159; www. adccbf.com • Ginásio Clube Português Pç. Ginásio Clube Português, 1; 213 841 580; www.gcp.pt • Ginásio Pombalino R. dos Correeiros, 184-1º; 939 831 643 • Goethe-Institut Cp. Mártires da Pátria, 37; 218 824 510; www. goethe.delisboa • Grupo Amigos de Lisboa R. Portugal Durão, 58ª; 217 800 156; www.amigosdelisboa.com • Grupo Dramático e Escolar “Os Combatentes” R. do Possolo 5-9; 213 961 846; http://oscombatentes.com. sapo.pt • Gymboree Azinhaga da Torre do Fato, 19B, lj. 1; 910 277 128; www. gymboree.pt H Helen Doron Early English Learning Center Av. Álvaro Cunhal 1B; 217 551 870 • Hipódromo do Campo Grande Cp. Grande; 217 817 410 • Hospital de São José R. José António Serrano; www.chlc.min-saude. pt • Hot Club de Portugal Pç. da Alegria, 48; 213 460 305 • Hotel NH Campo Grande Cp. Grande, 7; 210 020 848; www.nh-hoteles.pt I I-Art Cç. Marquês de Abrantes, 115; 969 090 881; www.carolinaramos. net • Igreja de Santo António de Campolide Tv. Estevão Pinto; 213 850 477 • Ilnova - Instituto de Línguas da Universidade Nova de Lisboa Av. de Berna, 26; 217 908 382; ilnova.fcsh.unl.pt • In Impetus R. de Campolide, 27A; 213 157 815; www.inimpetus.org • Instituto de Artes e Ofícios R. Particular à R. Saraiva de Carvalho, 207; 213 964 502; www. iao.ual.pt • Instituto Cultural Romeno R. Barão 10/08; 213 537 060; www.icr.ro/lisboa • Instituto Português do Desporto e Juventude R. de Moscavide 71; 218 920 800; www.ipdj.pt • Instituto Português de Fotografia R. da Ilha Terceira 31A; 213 147 305; www.ipf.pt • Instituto Português do Mar e da Atmosfera R. C do Aeroporto; 218 447 000; www. ipma.pt • Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa Av. Miguel Bombarda 20; 217 984 500; www.iscal.ipl.pt • Instituto Superior Técnico Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; tecnico. ulisboa.pt • Isshin Dojo LxFactory - Edif. principal, sala 2.15C (2º piso); 918 228 949; www.isshindojo.com J Jardim Botânico da Ajuda Cç. da Ajuda; 213 622 503; www. jardimbotanicodaajuda.com • Jardim Botânico Tropical Lg. dos Jerónimos; 213 609 660; www.iict.pt • Jazzy Dance Studios R. da Cintura do Porto a Santos, Armazém J; 213 950 763; www.jazzy.pt • Just4Teens Azinhaga dos Barros, 27, lj. 1; 218 003 949; www.just4teens.pt k Kunsthalle Lissabon R. José Sobral Cid, 9E; 912 045 650; www. kunsthalle-lissabon.org L Labirinto Lisboa R. do Instituto Industrial, 6-10; 213 900 365; www. labirintolisboa.com • Lavadouro Público de Carnide Est. da Correia; 217 121 330 • Leap – Espaço Amoreiras R. D. João V, nº 24, piso -1, 1.03; 210 415 920 • Lisboa Autêntica 913 221 790; lisboaautentica.com • Lisboa Camping & Bungalows Est. da Circunvalação; 217 628 200; www. lisboacamping.com • Lisboa Ginásio Clube R. dos Anjos, 63; 213 154 002; www.lgc.pt • Lisboa Story Centre Terreiro do Paço, 78-81; 211 941 099; www.lisboastorycentre.pt • Lisboa ao Vivo Av. Infante D. Henrique, Armazém 3; 967 089 462 • Lisbon Gallery Lusitano Clube, R. S. João da Praça 81 r/c: 218 869 472; www.lisbongallery.net • Lisbon Movie Tour 969 616 063; www.lisbonmovietour • Lisbon Walker R. do Jardim do Tabaco, 126; 218 861 840; www.lisbonwalker.com • Livraria Bulhosa (Amoreiras) Amoreiras Shopping; 213 812 254; www.bulhosa.pt • Livraria Bulhosa (Entrecampos) Campo Grande, 10B; 217 994 190; www.bulhosa.pt • Livraria Ler Devagar LxFactory, R. Rodrigues Faria 103; 213 259 992; www. lerdevagar.com • Livraria Móvel Tell a Story 963 171 710 • Logradouro - Mercearia de aromáticas & Sala de Estar R. da Bempostinha 22; 934 075 275 • A Loja das Atividades Av. Álvaro Cunhal, 3A; 965 261 132 • A Loja da tia Glória 912 441 735; facebook.com/aloja.datiagloria • Lumiar Cité R. Tomás del Negro 8A; 217 551 570; www.maumaus.org • Lx Dance - Escola de Dança e Bailado de Lisboa R. João Amaral, Pista de Atletismo Municipal Prof. Moniz Pereira; 961 722 039; www.escolalxdance. com

M MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia Av. de

Brasília, Central Tejo; 210 028 190; www.maat.pt • MAC_Movimento Arte Contemporânea R. do Sol ao Rato 9C; 213 850 789; www. movimentoartecontemporanea.com • Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www.teatromariamatos.pt • MEF - Movimento de Expressão Fotográfica Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara 156; 962 527 453; www.mef.pt • MEO Arena Rossio dos Olivais, Lt. 2.13.01A; 218 918 409; arena.meo.pt • Mercado 31 de Janeiro R. Eng. Vieira da Silva; 213 501 327 • Mercado do Forno do Tijolo R. Maria da Fonte • Mestres do Regueirão Regueirão dos Anjos, 68; mestresdoregueirao.pt • Minimundo R. Armindo Rodrigues, 7A; 936 969 949; www.minimundo.pt • Módulo – Centro Difusor de Arte Cç. dos Mestres, 34 A/B; 213 885 570; www.modulo.com.pt • MOB R. dos Anjos 12 F; moblisboa@gmail.com • MONA - loja de ideias R. das Janelas Verdes 70; 309 944 586; mona.pt • Mosteiro dos Jerónimos Pç. do Império; 213 620 034; www.mosteirojeronimos.pt • Movimento de Educação pela Arte Pólo da Pena da Junta de Freg. de Arroios, R. Saco 1-A; 926 848 392 • MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo R. Augusta, 24; 218 171 892; www.mude.pt • Mundo Património LAB R. de Campo de Ourique, 169-171; 217 974 587; www.mundopatrimonio.com • Museu da Água da EPAL – Galeria do Loreto Pç. do Príncipe Real; 218 100 215; www.epal.pt • Museu da Água da EPAL - Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras Pç. das Amoreiras 10; 218 100 262; www.epal.pt • Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; www.museudoaljube.pt • Museu Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 880 044; www.fasvs.pt • Museu Arqueológico do Carmo Lg. do Carmo; 213 478 629; www.museuarqueologicodocarmo.pt • Museu de Arte Popular Av. Brasília; 213 011 675; www.map.imc-ip.pt • Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lg. das Portas do Sol, 2; 218 814 600; www.fress.pt • Museu Benfica Cosme Damião Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt/museu • Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 218 170 667; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt • Museu da Carris R. 1º de Maio 101; 213 613 087; museu.carris.pt • Museu Coleção Berardo Pç. do Império; 213 612 878; www.museuberardo.pt • Museu do Combatente Av. Brasília; 919 903 210; www.facebook.com/museucombatente.oficial • Museu das Crianças Est. de Benfica, 158-160; 213 976 007; www. museudascriancas.eu • Museu do Dinheiro Lg. de S. Julião; 213 213 240; www.museudodinheiro.pt • Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; www.museudofado.pt • Museu da Farmácia R. Marechal Saldanha, 1; 213 400 600; www.museudafarmacia.pt • Museu Geológico - LNEG R. da Academia das Ciências, 19, 2º; 213 463 915; www. lneg.pt/museugeologico • Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Cp. Grande 245; 217 513 200; www.museudelisboa. pt • Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 820 320; www.museudelisboa.pt • Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; www.museudamarioneta. pt • Museu Militar de Lisboa Lg. do Museu da Artilharia; 218 842 300 • Museu Nacional de Arqueologia Pç. do Império; 213 620 000; www. museuarqueologia.pt • Museu Nacional de Arte Antiga R. das Janelas Verdes; 213 912 800; www.museudearteantiga.pt • Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado R. Serpa Pinto, 4 | R. Capelo, 13; 213 432 148; www.museuartecontemporanea.pt • Museu Nacional do Azulejo R. da Madre de Deus, 4; 218 100 340; www.museudoazulejo.pt • Museu Nacional dos Coches Pç. da Afonso de Albuquerque; 213 610 850; www.museudoscoches.pt • Museu Nacional de Etnologia Av. Ilha da Madeira; 213 041 160; mnetnologia.wordpress.com • Museu Nacional de História Natural e da Ciência R. da Escola Politécnica 56/58; 213 921 800; www.museus.ulisboa.pt • Museu Nacional do Teatro e da Dança Est. do Lumiar, 10; 217 567 410; www.museudoteatroedanca.pt • Museu Nacional do Traje Lg. Júlio de Castilho; 217 567 620; museudotraje. imc-ip.pt • Museu do Oriente Av. Brasília, Doca de Alcântara; 213 585 200; www.museudooriente.pt • Museu da Presidência da República Palácio de Belém, Pç. Afonso de Albuquerque; 213 614 660; www.museu. presidencia.pt • Museu de São Roque Lg. Trindade Coelho; 213 235 444; www.museudesaoroque.com • Música - Campo de Ourique R. Coronel Ribeiro Viana, 25 cv • Musickbox R. Nova do Carvalho 24; 213 473 188; musicboxlisboa.com • Mute Art Project R. Cecílio de Sousa 20C; 917 920 013; www.muteart.org N NAF - Núcleo de Arte Fotográfica Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; www.nucleodeartefotografica.pt • NB Academia Trav. do Recolhimento Lázaro Leitão, 1; 218 438 020, www.nbacademia.pt • Negócio R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165;;www.nexgym.pt • NexGym R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165; www.nexgym.pt • Núcleo Arqueológico da Rua

101


102

> CONTACTOS dos Correeiros R. dos Correeiros, 9; 211 131 004 • Núcleo de Artes e Ofícios Av. João XXI 76; 210 027 154; www.inatel.pt O Oceanário de Lisboa Esplanada D. Carlos I; 218 917 002; www. oceanario.pt • Oficina do Cego R. Sabino de Sousa; oficinadocego. blogspot.pt • Oficina da Pessoa Av. 5 de Outubro, 122, 3º dto; 217 957 393 • Olá mamã R. Fernando Lopes Graça, 12 C; 217 580 301; www.olamama. com • Orienta-te Asian Studies orientate.pt/pt • Origem - Cozinha Saudável Espaço Amoreiras - Centro Empresarial, R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www.edge-arts.org P Paços do Concelho Pç. do Município; 213 236 200; www. cm-lisboa.pt • Padaria do Povo R. Luís Derouet, 20A; 213 620 464 • Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; www. padraodosdescobrimentos.pt • Palácio Foz Pç. dos Restauradores; 213 221 200; www.gmcs.pt/palaciofoz • Palácio da Independência Lg. de S. Domingos, 11; 213 241 470 • Palácio de Laguares R. Prof. Sousa da Câmara, 156 • Palácio Nacional da Ajuda Lg. da Ajuda; 213 637 095; www.palacioajuda.pt • Palácio Pombal R. do Século, 65-103 • Palavra de Viajante R. de S. Bento 34; 213 950 328 • Pando Atelier R. Particular à Manuel Soares Guedes 7B; 211 934 826 • Panteão Nacional Cp. de Santa Clara; 218 854 820 • Parque Florestal de Monsanto - Espaço Monsanto Est. do Barcal, Monte das Perdizes; 218 170 200; lisboaverde.cmlisboa.pt • Parque das Nações www.parquedasnacoes.pt • Passevite White Cube R. Maria da Fonte, 54; facebook.com/passevitelx • Pátio da Galé Pç. do Comércio; 210 312 700 • Pavilhão da Ajuda Cç. da Tapada; 218 170 143 • Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva Al. dos Oceanos; 218 917 100; www.pavconhecimento.pt • Pavilhão de Portugal Al. dos Oceanos, Pq. das Nações; 218 918 409 • Pavilhão Preto do Museu de Lisboa Cp. Grande 245; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Pensão Amor R. do Alecrim 19; 928 639 054; www.pensaoamor.pt • Pentáculo - Academia de Estudos Av. Maria Helena Vieira da Silva, 36A e 44A; 217 578 110; www.pentaculo.pt • A Pequena Galeria Av. 24 de julho, 4C; 213 950 356; apequenagaleria.tumblr.com • Perve Galeria R. das Escolas Gerais 17; 218 822 607; www.pervegaleria.eu • Piscina de Alfama 218 170 873 • Piscina da Ameixoeira 218 170 306 • A Piscina dos bebés Ed. Gonçalves Zarco, Doca de Alcântara Norte; 913 171 158; www.apiscinadocas. com • Piscina do Oriente 218 170 124 • Piscina da Penha de França 218 170 103 • Piscina do Rego 218 170 309 • Piscina do Restelo 218 170 309 • Piscina Vale Fundão 218 170 121 • Planetário Calouste Gulbenkian Pç. do Império; 213 620 002; planetário.marinha.pt • Polivalente de Santa Catarina Cç. do Combro, 82A • Ponto de Luz Ateliê Lg. de Sto António da Sé, 21; 218 871 136 • Português Et Cetera R. dos Douradores, 11, 1º, Sala 3; 969 056 067; www.portuguesetcetera.com • Pousada da Juventude do Parque das Nações R. de Moscavide 71; 219 920 890 • Primo Canto – Associação Cultural R. da Mouraria, 64, 1º; 966 555 048; primocanto. com.sapo.pt • Pro.Dança - Escola de Dança R. de S. Domingos à Lapa, 8; 213 979 937; www.prodanca.pt • Propositário Azul, Associação Artística R. do Grilo, 104, 4ºesq; 933 288 560 Q Quinta das Conchas e dos Lilazes Al. das Linhas de Torres; 217

594 516

R RCA Club | Real Companhia dos Animais R. João Saraiva 18; 211 972 610; www.rcaclub.com • Restart R. Quinta do Almargem, 10; 213 609 450; www.restart.pt • Roca Lisboa Gallery Pç. dos Restauradores, 46; 213 404 260; www.rocalisboagallery.com Rua das Gaivotas 6 R. das Gaivotas 6; 210 962 355; ruadasgaivotas6.pt S Sabotage Club R. de S. Paulo 16; 213 470 235; www.sabotage.pt • Sagrada Família R. dos Remédios, 98; 213 520 159 • Sala d’Aula Av. da República, 41, 6ºE; 217 957 083; www.saladaula.com • Sala - Galeria Carlos Paredes R. Gonçalves Crespo 62; 213 594 453; www.spautores. pt • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml.pt • São Luiz Teatro Municipal R. António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt • Sé Patriarcal Lg. da Sé; 218 866 752; www.patriarcado-lisboa.pt • S Espaço R. das Farinhas, 26; 924 368 752 • Smart Way R. Ilha dos Amores, lj. 51; 962 361 041 • Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul Av. D. Carlos I, 61-1º; 213 973 471; www.guilhermecossoul.pt • Sociedade Nacional de BelasArtes R. Barata Salgueiro, 36; 213 138 510; www.snba.pt • Sociedade Portuguesa de Autores Av. Duque de Loulé, 31; 213 594 400; www. spautores.pt • Sou – Movimento e Arte R. Maria, 73; 211 547 790; www.

sou.pt • Stage 81 R. Portas de St. Antão, 110; 912 629 568; www.stage81.com • Steps Clube R. dos Caminhos de Ferros, 90 B; 210 150 893; www.steps.pt • Studio 8A R. Luciano Freire 8A; 217 960 007; www.cursosdefotografia. pt • Studioteambox LxFactory, Ed. G, sala 6A; 965 786 793; www. studioteambox.org • Syntax R. Coronel Ferreira do Amaral 21A; 912 325 052; www.syntaxproject.org T 30 da Mouraria - Psicoterapia e Movimento R. da Mouraria, 30, 4º; 30damouraria.weebly.com • 3+1 Arte Contemporânea Lg. Hintze Ribeiro 2E-F; 210 170 765; www.3m1arte.com • Tap Dance Center Lisbon R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin.com.pt • Tcharan Eventos Tv. dos Fornos, 15, 1º dto; 914 107 158; www.tcharan.com • TEAR - Espaço de Artes R. Dr. Estevão de Vasconcelos, 13; 913 754 661; www. arproducoes.org • Teatro Aberto R. Armando Cortez; 213 880 086 • Teatro Armando Cortez Est. da Pontinha 7; www.teatroarmandocortez. pt • Teatro do Bairro Alto R. Tenente Raúl Cascais 1A; 213 961 515; www.teatro-cornucopia.pt • Teatro Camões Pq. das Nações, Passeio de Neptuno; 218 923 470 • Teatro Cinearte Lg. de Santos, 2; 213 965 360; www.abarraca.com • Teatro Dom Luiz Filipe (Teatro da Luz) Lg. da Luz; 211 536 034; http://teatrodluisfilipe.wix.com/tdlf • Teatro Maria Vitória Parque Mayer; 213 475 454; www.teatromariavitoria.com • Teatro de Marionetas Algazarra Cç. da Boa-Hora, 58, 2º; 962 429 895; www. algazarrateatro.blogspot.pt • Teatro Meridional R. do Açúcar, 64, Beco da Mitra; 218 689 245; www.teatromeridional.net • Teatro Nacional D. Maria II Pç. D. Pedro IV; 213 250 800; www.teatro-dmaria.pt • Teatro Nacional de São Carlos R. de Serpa Pinto, 9; 213 253 000; www.saocarlos. pt • Teatro Papa-Léguas R. Prof. Santos Lucas, 36A; 210 970 654; www. teatropapaleguas.net • Teatro Politeama R. das Portas de Sto. Antão, 109; 213 405 700; www.teatro-politeama.com • Teatro da Politécnica R. da Escola Politécnica, 56; 961 960 281 • Teatro Taborda R. da Costa do Castelo, 75; 218 854 190; www.teatrodagaragem.com • Teatro Thalia Estr. das Laranjeiras 205; 217 811 690 • Teatro Tivoli BBVA Av. da Liberdade nº 182 A; 213 151 050 • Teatro da Trindade Lg. da Trindade, 7A; 213 423 200; www.inatel.pt • Teatro Turim Est. de Benfica, 723 A; 217 606 666; www. teatroturim.com • Teatro Villaret Av. Fontes Pereira de Melo 30 A; 213 538 586 • Teatro da Voz Tv. de São Vicente, 11; 213 530 931; www.eira.pt • TheBlackSheep Art Gallery R. do Sol ao Rato 45A • The Little Gym R. 1 à R. Direita de Palma, 4B; 217 269 464; www.thelittlegym.pt • Time Out Mercado da Ribeira Av. 24 de Julho, 49; 213 593 100 • Time Travellers 965 107 188; www.timetravellers.pt • Top Ensino R. Gaivotas em Terra, Lt. 4A; 218 016 482; www.topensino.pt • Torre de Belém Av. de Brasília; 213 620 034; www.torrebelem.pt U Universidade Autónoma de Lisboa R. Santa Marta 56, Palácio dos Condes do Redondo; 213 177 600; www.ual.pt V Vera Cortês Art Agency Av. 24 de Julho 54 - 1ºE; 213 950 177; www. veracortes.com • Verso Branco R. da Boavista, 132-134; 211 342 634 • Viragem Lab R. de Santa Marta, 73 A; 213 580 733; www.viragem-lab.com. pt • Voz do Operário R. da Voz do Operário, 13; 218 862 155; vozoperario.pt • Vozes em Conserto – Academia de Canto e Performance R. João Menezes, 4A; 218 400 213; www.vozesemconserto.com w Wilde Walkers 918 921 589; wildwalkerstours.com • Work in Studio R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin.com.pt • Wozen R. das Janelas Verdes 128, Lj. B; 912 700 506; www.wozenstudio.com X Xuventude de GaliciaR. Júlio de Andrade, 3; 218 853 680; www. juventudedagaliza.com Z Zen KidsR. Alexandre Herculano, 19; 960 271 750; www.zen-kids.org

EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS ARQUIVO

Arquivo Municipal de Lisboa R. B ao Bairro da Liberdade, lt 3-6, piso 0; 213 807 108; seg a sex: 9h-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Arco do Cego R. Nunes Claro, 8 A; 218 411 170; seg a sex: 9h-17h, encerra fer Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; sala de exposições: seg a sáb: 10h-19h, encerra dom, fer; sala de leitura: seg a sex: 9h30-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt


> CONTACTOS Videoteca Largo do Calvário, 2; 218 170 433 BIBLIOTECAS

Consultar horários em blx.cm-lisboa.pt Belém R. da Junqueira, 295; 218 172 580 Camões Largo do Calhariz, 17, 2º esq; 218 172 360 Coruchéus R. Alberto Oliveira; 218 172 049 David Mourão-Ferreira R. Padre Abel Varzim, 7 D; Casal dos Machados; 218 536 337 Gabinete de Referência Cultural R. Cidade do Lobito; 218 507 100; Reservado a atividades com estabelecimentos de ensino especial e regular, entidades para deficientes e outras instituições culturais; marcação prévia Hemeroteca R. Lúcio de Azevedo, 21B; 218 172 430 Maria Keil R. Maria José da Guia, 8; 217 589 280 Marvila R. António Gedeão; 218 173 000 Natália Correia Centro Social Polivalente; R. Rio Cávado, B.º Padre Cruz; 218 054 526 Olivais/Bedeteca R. Cidade do Lobito; 218 507 100 Orlando Ribeiro/Fonoteca Antigo Solar da Nora, Estrada de Telheiras; 218 172 660 Palácio Galveias encerrada temporariamente Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410 Por Timor R. de São Bento, 182-184; 213 905 702 Quiosque Jardim da Estrela Jardim da Estrela; 213 904 198 República e Resistência - Cidade Universitária R. Alberto de Sousa, zona B do Rêgo; 217 802 760 São Lázaro R. do Saco, 1; 218 852 672 ITINERANTES/ MÓVEIS 21 8 170 544 / 910 238 089 CASA FERNANDO PESSOA

R. Coelho da Rocha, 16-18; 213 913 270; seg a sáb: 10h-18h; casafernandopessoa.cm-lisboa.pt

10h-13h/14h-18h, sáb, dom: 14h-18h Galeria Boavista Rua da Boavista, 47-50; 213 476 335; ter a dom: 13h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/galeriasmunicipaislisboa Galeria Municipal Pavilhão Branco Campo Grande, 245; 215 891 259; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; encerra dom, fer; www.egeac.pt Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010; ter a sex: 10h-18h, sáb, dom: 14h-19h Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; ter a dom: 10h-18h, sáb, dom: 14h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/ galeriasmunicipaislisboa MONUMENTOS

Castelo de São Jorge 218 800 620; Núcleo Museológico; Núcleo Arqueológico; todos os dias: 9h-21h; www.castelosaojorge.pt Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; todos os dias: 10h-19h; www.padraodosdescobrimentos.pt MUSEUS

Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; ter a dom: 10h-18h; www.ateliermuseujuliopomar.pt Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; ter a dom: 10h-18h; www.museudoaljube.pt Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 215 818 540; ter a dom: 10h-18h, encerra seg, fer; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo 218 171 892; www.mude.pt Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; ter a dom: 10h-18h; www.museudofado.pt Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 217 513 200; seg a sáb: 10h-18h, encerra dom, fer; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Campo Grande, 245; 217 513 200; ter a dom: 10h-13h/14h-18h, encerra seg, fer; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Santo António Lg. de Santo António da Sé, 22; 218 860 447; ter a dom: 10h-18h Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 818 530; ter a dom: 10h-18h, encerra seg, www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Torreão Poente Pç. do Comércio, 1; www. museudelisboa.pt Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; www.museudamarioneta.pt

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

Av. da Índia, 166; 218 172 180; centro.arqueologia@cm-lisboa.pt

POLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTA

Rua das Gaivotas, 8; todos os dias: 8h-23h30; pologaivotasboavista@ cm-lisboa.pt

CINEMA SÃO JORGE

Avenida da Liberdade, 175; 213 103 400; cinemasaojorge.pt GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

Est. de Benfica, 368; 217 701 100; seg a sex: 9h-18h; geo.cm-lisboa.pt

TEATROS

Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www.teatromariamatos.pt São Luiz Teatro Municipal Rua António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt

GALERIAS

Galeria Avenida da Índia Avenida da Índia, 170; 215 830 010; ter a dom:

AGENDA CULTURAL LISBOA Mai 2017 / N.º 311

na capa

Samuel Úria fotografia de Humberto Mouco, tipografia de Elisabete Gomes copy desk

Manuel Veiga editora executiva

Paula Teixeira editor

Luís Almeida d’Eça direção de arte

Jorge Silva/Silva!Designers design

Inês do Carmo

Marco Mateus publicidade

Sara Simões

Sónia Maia Just Media / 213 219 120

coordenação

impressão

Manuela Costa diretor

relações públicas, publicidade institucional, circulação e assinaturas

redação

Ana Figueiredo Ana Rita Vaz Cristina Engrácia Filipa Santos Frederico Bernardino Ricardo Gross Tomás Collares Pereira fotografia

Francisco Levita Humberto Mouco

Digipress distribuição

JMTOSCANO, Lda tiragem

40 000 exemplares depósito Legal

40722/90 periodicidade

Mensal Isenta de registo na ERC ao abrigo da lei de imprensa 2/99

edição

câmara municipal de lisboa/ EGEAC vereadora do pelouro da cultura Catarina Vaz Pinto recolha de informação

Rua do Machadinho, 20 1249-150 Lisboa Tel. 218 170 900 agenda.cultural@cm-lisboa.pt www.agendalx.pt

103


104

CONVERSAS DE LISBOA (V)


MARIA VLACHOU ACESSIBILIDADE E CULTURA Entrevista SUSANA PINA Fotografia FRANCISCO LEVITA

105


106

Maria Vlachou é grega, veio para Portugal há mais de duas décadas, e está, aos poucos, a fazer uma revolução. E não se deixem enganar pela voz doce e pelo sorriso luminoso; Maria é determinada e tem um objetivo: tornar a Cultura um lugar acessível, onde todos, mesmo todos, se sintam bem-vindos. Ela e a associação que ajudou a fundar, em 2013, com um grupo restrito de pioneiros, que hoje estende a sua influência a todo o país, e tem formado e sensibilizado milhares de profissionais do setor: a Acesso Cultura. Quisemos entrevistá-la para saber se Lisboa está no bom caminho, e se a oferta cultural da capital é inclusiva, quer na acessibilidade física dos equipamentos, quer nas questões da comunicação e linguagem, que tantas vezes afastam e desencorajam os públicos.

Contando por alto, Lisboa tem 55 museus, cerca de 50 teatros, 17 bibliotecas municipais, uma hemeroteca, uma bedeteca, uma fonoteca, uma videoteca, cinco galerias municipais1 e um sem número de salas de cinema. Diria que, quanto a números, estamos bem servidos?

Mais que uma questão de números, penso que é uma questão de conteúdos, de relevância, de colaboração entre estas várias entidades, e de ligação entre

estas e os habitantes e visitantes de Lisboa. Poderíamos ter mais, e não fazer diferença nenhuma; ou menos, e fazer toda a diferença. E quanto às condições de acesso físico, social e intelectual? Temos uma oferta cultural inclusiva ou ainda há muito por fazer?

Temos uma oferta cultural que, em termos gerais, não é inclusiva – do ponto de vista físico, social e intelectual –, mas com sinais brilhantes de que as coisas estão a mudar. Em muitos casos, ainda, as questões da acessibilidade resumem-se à existência de uma rampa ou de uma casa de banho adaptada. Persiste a ideia que tudo se pode tornar acessível porque estamos disponíveis para dar uma “ajudinha” a quem precisa de subir e descer numa cadeira de rodas ou a quem pede uma “explicação”. Mas o objetivo não é esse. O objetivo é proporcionar a todas as pessoas igualdade nas condições de acesso, respeitando a sua vontade e os seus interesses, tomando em consideração as suas capacidades e garantindo a sua autonomia. O que há, sem dúvida, hoje, é uma maior sensibilização em relação a estas questões, que resulta na procura ativa de informação, de formação, de aconselhamento. A Acesso Cultura fomenta essa procura e dá apoio aos profissionais do sector cultural nas questões da acessibilidade. Mas não podemos esquecer que há profissionais de outras áreas que interagem com este sector: arquitetos, professores, terapeutas, jornalistas, agentes de segurança… é com o contributo de cada um que


107

A acessibilidade e a inclusão nunca serão o resultado do trabalho de uma pessoa dentro de uma instituição. É preciso haver uma visão, capacidade de gestão e envolvimento de todas as áreas.

vamos conseguir criar uma oferta cultural inclusiva. O entendimento destas questões deve ser partilhado, temos de falar a mesma língua. Quando se fala em barreiras físicas, pensa-se imediatamente no acesso a cadeiras de rodas, mas as barreiras físicas podem passar por coisas tão simples como a localização da legenda ou o tamanho da letra…

É verdade que, em termos gerais, entendemos o conceito da acessibilidade física como algo que diz respeito apenas a pessoas com deficiência e, em especial, a pessoas em cadeira de rodas. No entanto, as necessidades são diversas. Temos pessoas com diferentes tipos de mobilidade condicionada: pessoas com mais idade, pessoas que não podem andar muito por várias razões. Mas existem também pessoas cegas ou com baixa visão, pessoas surdas, pessoas de baixa estatura, crianças. É a localização das legendas ou o tamanho da letra, como referiu. Mas é também a possibilidade de consultar o website (comecemos por aqui, pela primeira porta de entrada), a altura do balcão da bilheteira, o pavimento, a orientação dentro do espaço, a iluminação, a largura dos corredores, o tipo de portas, a altura a que são expostos os objetos, a falta ou não de inclinação, a existência de assentos para descansar, a altura das mesas na cafetaria ou na biblioteca, a disposição dos auditórios… Uma série de barreiras, hoje conhecidas e perfeitamente evitáveis, mas que persistem nos espaços culturais.

Partindo do conhecimento que tem sobre várias instituições culturais, em Portugal e no mundo, que boas práticas destacaria na promoção da acessibilidade? Dê-nos alguns exemplos.

Penso que mais do que dar um ou outro exemplo, é importante dizer que resulta melhor quando a acessibilidade é vista como uma questão de gestão, como um conceito de “acessibilidade total” que, para acontecer, tem de ser o resultado de uma política central de gestão para a qual contribuem todas as áreas de determinada entidade: gestão, programação, técnica, educação, comunicação, relações públicas. Em março de 2016, a Acesso Cultura organizou no Teatro Nacional D. Maria II, em parceria com o British Council, uma jornada intitulada precisamente Acessibilidade: uma questão de gestão. Ouvimos vários testemunhos, mas penso que muitos de nós ficámos impressionados e muito sensibilizados com a apresentação do representante da Tate Modern que nos mostrou como as coisas podem e devem funcionar dentro de uma instituição cultural, com total articulação entre as várias áreas (o vídeo desta jornada está disponível no website da Acesso Cultura). A acessibilidade e a inclusão nunca serão o resultado do trabalho de uma pessoa dentro de uma instituição. É preciso haver uma visão, capacidade de gestão e envolvimento de todas as áreas. Na cidade de Lisboa, espaços como o Teatro D. Maria II ou o Teatro São Luiz estão a seguir este caminho.


108

Há outras entidades culturais a investir nesta área (dentro e fora de Lisboa), mas refiro estes dois casos, arriscando parecer injusta, porque considero que o seu trabalho começa a consolidar-se, tornando-se exemplos, em Portugal, de organizações culturais que caminham para uma “acessibilidade total” (física, social e intelectual), resultado de uma política central que envolve todas as áreas. E porque são dois exemplos nesta cidade, claro, e esta é uma entrevista para a Agenda Cultural de Lisboa. Os teatros Maria Matos e São Luiz [municipais] e o teatro D. Maria II [nacional] promovem espetáculos com tradução simultânea em língua gestual, com audiodescrição, e fazem ainda as “sessões descontraídas”. Quer falar-nos um pouco sobre esses projetos?

A interpretação em língua gestual portuguesa começou no São Luiz em 2007. Mais tarde juntou-se o D. Maria II. Criaram novas relações com pessoas que nunca antes tinham ido ao teatro porque não tinham condições de acesso. Através deste trabalho continuado, consolidaram a relação com a comunidade surda e abriram o precedente. O facto de a programação para crianças e jovens incluir sessões com língua gestual significa que se está também a trabalhar para o futuro. A audiodescrição e as sessões descontraídas são serviços mais recentes. A primeira, permite aos cegos assistirem a um espetáculo de teatro ou dança podendo ter acesso também ao que não

podem ver (o audiodescritor descreve-lhes movimentos, expressões, gestos, etc., tudo o que não é dito e ouvido). É um serviço que é usado também por alguns museus em Portugal, que incluem a audiodescrição das obras e objetos nos seus audioguias. As sessões descontraídas são sessões de teatro, música ou dança que decorrem numa atmosfera mais acolhedora e com regras mais tolerantes no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia. Podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som, etc.) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. Destinam-se a todos os indivíduos e famílias que preferem ou beneficiam de um ambiente menos constrangedor, onde não se exige um comportamento padronizado. A experiência mostra que, havendo o recurso, há público também: todas aquelas pessoas que, de outra forma, não poderiam ir. Podem ser poucas no início, como é natural, mas as relações vão crescendo, diversificam-se, consolidam-se. A Acesso Cultura foi pioneira a trazer as questões da linguagem e da comunicação cultural para o debate público. Este ano, paralelamente ao prémio Acesso Cultura [atribuído desde 2014] promoveu o prémio Linguagem Simples [atribuído à folha de sala do Teatro Maria Matos, referente ao espetáculo A Caminhada dos Elefantes]. Estes prémios são para continuar?

Há muitos anos que evito usar a palavra “público”. Evito também as expressões “criação de públicos”, “fidelização de públicos”... Prefiro falar de pessoas e de relações.


109

Há elites que querem sentir que se movem em espaços exclusivos, só para alguns, e há aquelas que querem criar acesso ao seu espaço e partilhá-lo. No sector cultural existem ambas.

Sim, são para continuar. O prémio Acesso Cultura – Linguagem Simples veio complementar um esforço consciente e determinado da nossa associação em eliminar barreiras criadas pelas entidades culturais através de um recurso de que todas dispõem (independentemente de serem grandes ou pequenas, de terem muitos ou poucos meios): a linguagem. O prémio veio juntar-se ao curso Comunicação Acessível: design de comunicação e linguagem simples, que teve já várias edições e que foi realizado em várias cidades. Veio ainda juntar-se a debates públicos e conferências promovidas pela nossa associação. É preciso dar visibilidade às entidades que se esforçam para comunicar melhor, e mostrar como é possível fazer isso sem banalizar, sem infantilizar. Diria, então, que os agentes culturais estão hoje mais disponíveis para incorporar os princípios da acessibilidade na linguagem que utilizam…

Ainda não... A simplicidade na linguagem continua a ser equiparada à infantilização, que é uma coisa completamente diferente. E mesmo que, em teoria, concordemos todos (ou muitos) que os conteúdos e a linguagem devem ser outros, na prática, no momento de colocar o texto na legenda, o que mais pesa é aquilo que os nossos pares vão achar... em vez de tentarmos comunicar com as pessoas que são os verdadeiros destinatários da nossa ação. Se um cientista quiser explicar a sua investigação a um jovem de 12 anos, não

vai infantilizar o seu discurso, vai procurar partilhar a informação de forma que possa ser entendida pela pessoa que tem à sua frente, vai exemplificar a relevância da sua investigação para a vida dessa pessoa. Quem puder comunicar com uma pessoa de 12 anos, pode comunicar com qualquer pessoa não especialista, usando as mesmas palavras. Além do blogue Musing on Culture, a Maria gere uma página de Facebook só dedicada a “Textos em Museus”, aliás, com enorme sucesso. Em síntese, o que é, para si, um bom texto de parede, uma boa legenda?

É um texto que nos revela algo. Que acrescenta algo. Que não nos deixa sair iguais a quando entrámos. Como dizia Freeman Tilden, “A interpretação não é nem factos nem ficção literária. É revelação através da informação”. Simples... [risos] Já todos vimos trabalhos artísticos que dificilmente comunicam per si, sobretudo na arte contemporânea; e muitos curadores têm relutância em “descodificar” a intencionalidade do autor e em contextualizar as condições da produção, ou seja, entendem que a introdução de uma metalinguagem interfere com a experiência individual e única de cada um frente à obra de arte. O que pensa disto?

As pessoas não são todas iguais, não leram todas os mesmos livros, não tiveram todas o mesmo percurso. São estas pessoas, muito diversas, que vi-


110

sitam também as exposições de arte contemporânea. Não se trata nem de descodificar nem de explicar. Trata-se de criar contextos que possam dar às pessoas a oportunidade de criar ligações, a suas ligações, às obras de arte. Quando vi as sementes de girassol de Ai WeiWei na Tate Modern poderia ter ficado pelo “wow” e pronto, mais nada. Mas foi mais que isso. Vi um vídeo, vi os artesãos a trabalhar na produção das peças, soube da importância e dos variados simbolismos que os girassóis têm para o povo chinês. Sem isto, as sementes de girassol teriam sido para mim “apenas” uma obra monumental que impressiona, sozinha não teria conseguido criar nenhum significado, faltava-me informação. “A interpretação é revelação através da informação”. Cultura acessível e cultura de elite não são, portanto, mutuamente excludentes…

Não.... Há elites que querem sentir que se movem em espaços exclusivos, só para alguns, e há aquelas que querem criar acesso ao seu espaço e partilhá-lo. No sector cultural existem ambas. A Acesso Cultura realizou um debate sobre isto em novembro de 2016 e o tema será novamente discutido este ano, a pedido das pessoas que seguem a nossa atividade. O resumo do primeiro debate está no nosso website. Das suas intervenções públicas, depreende-se que considera a capacidade de despertar emoções uma das formas de criar pontes, de tornar a Cultura acessível. Emoção e rigor são compatíveis?

Absolutamente. A emoção humaniza a comunicação, aproxima as pessoas, não afeta (ou não deve afetar) o rigor na apresentação dos conteúdos, não o substitui. Nas minhas aulas apresento dois excertos do diário de Darwin: um parágrafo em que não percebo nada e outro em que me são revelados dados fascinantes sobre a geologia da América do Sul. Não falta rigor científico em nenhum deles, mas a linguagem é diferente. Há diferença entre um museu que trabalha para o público e um museu que trabalha com a comunidade? Pensa que será esse o próximo passo da museologia?

Há muitos anos que evito usar a palavra “público”. Evito também as expressões “criação de públicos”, “fidelização de públicos”... Prefiro falar de pessoas e de relações. Para responder à sua pergunta, diria que neste momento estamos a viver a transição do “para” para o “com”. Sendo que, pelo meio, vivemos o “sobre”. Os primeiros períodos da nossa relação com as pessoas foram períodos em que decidíamos o que era importante mostrar-lhes, e o que era importante discutir com elas. Primeiro fizemo-lo “para” elas e depois, na tentativa de nos tornarmos mais relevantes, procuramos também fazer algo “sobre” elas. Hoje estamos a caminhar para uma cultura mais democrática, onde não há guardiões e beneficiários, mas pessoas que querem ter uma relação e que procuram partilhar experiências. Trabalhar com as pessoas não significa “dar às pessoas o que querem” (conhe-

A emoção humaniza a comunicação, aproxima as pessoas, não afeta (ou não deve afetar) o rigor na apresentação dos conteúdos, não o substitui.


111

Um mesmo produto cultural não significa o mesmo para todas as pessoas. De uma forma geral, diria que aquilo que nos ajuda a criar significado é aquilo que se torna relevante para cada um de nós.

Qual é o museu que ainda faria falta em Lisboa?

Não sei… Poderiam ser vários, se procurássemos ter um museu para cada temática. Ou poderia não ser nenhum, se os atuais procurassem contar outras histórias. No seu livro [Musing on Culture, 2013] diz que “de uma maneira ou de outra, os museus, de qualquer tipo, contam histórias, fazem interpretações”, ainda que “muitas vezes sejam idealmente vistos como lugares neutros”. Os museus devem tomar partido? Devem assumir uma função pedagógica, a partir de um determinado quadro de valores?

Assumir-se como neutro é tomar partido. Durante muito, demasiado tempo, os museus e as entidades culturais em geral optaram por esta postura de conforto, mas não menos política. Não ganharam algo com isso, não se tornaram nem mais nem menos interessantes para a sociedade. Mantiveram a relação com algumas pessoas, continuaram a ser irrelevantes para outras. Assumir uma posição política envolve os mesmos “riscos”: alienar alguns e atrair outros. Mas esta

é, para mim, uma atitude que faz mais sentido, que está ligada à missão das entidades culturais, à sua razão de existir. Não se trata propriamente de tomar partido ou de apoiar um partido. Trata-se de reconhecer que existem assuntos que nos dizem respeito, que se prendem com a nossa vida em comum em sociedade e que precisam de um espaço para ser discutidos. Os meios podem ser diferentes: não se discute política da mesma forma no parlamento e num teatro ou museu. Agora, é também importante dizer que isto deve ser feito com seriedade, de uma forma que não seja estranha à identidade de determinada instituição cultural, muito menos deve ser feito de uma forma superficial e oportunista. As pessoas são sensíveis a estes sinais, sabem distinguir. Como se afere a relevância social de um produto cultural?

Um mesmo produto cultural não significa o mesmo para todas as pessoas. De uma forma geral, diria que aquilo que nos ajuda a criar significado é aquilo que se torna relevante para cada um de nós. Nem tudo o que se faz, no entanto, é relevante para todos nós. Nem é com base no que é relevante para os muitos que se deve dizer “isto deve acontecer” ou “isto não merece acontecer”. Nesta relação, o que é importante definir, logo no início, é com quem pretendemos comunicar, o quê e porquê. Consegue dizer-nos, por alto, quantos museus já visitou?

Muitos! [risos] 1

Fonte: www.cm-lisboa.pt

A Agenda Cultural de Lisboa agradece a colaboração do Departamento de Marca e Comunicação.

ço os contra-argumentos…). É estarmos sensíveis ao que interessa, preocupa, inquieta, alegra a comunidade que nos envolve, e procurar construir uma programação que nos permite refletir, em conjunto, sobre tudo isso. Isto é ser programador, diretor artístico, diretor de um museu ou de uma companhia.


VIATURAS DE BOMBEIROS / EDUARDO PORTUGAL, S.D. / ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA | FOTOGRÁFICO

4 DE MAIO DIA INTERNACIONAL DO BOMBEIRO

ARQUIVOS DE LISBOA

112


MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

Questões indígenas: ecologia, terra e saberes ameríndios

A TERRA VAI FICAR MAL

DEBATE E PENSAMENTO, FILMES, WORKSHOP e TEATRO 5 a 7 maio e 25 a 27 maio 2017

w w w.teatromariamatos.pt • telf. 218 438 801

Uma apresentação no âmbito da rede Imagine 2020 com o apoio do Programa Europa Criativa da União Europeia

Media Partner

PROCUREM DANÇAR,

Agenda Cultural Lisboa | maio'17  

Para maio, propomos que descubra alguns dos mais emblemáticos museus de ciência de Lisboa e que fique a conhecer algumas histórias de migran...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you