Page 1

CONVERSAS DE LISBOA COM LABORINHO LUCIO ABRIL EM LISBOA ARTESAOS DA CERVEJA LEITURA PARTILHADA ALEXANDRE   CORTEZ

AGENDA CULTURAL LISBOA ABR 2017


2

ORGANIZAÇÃO

APOIOS INSTITUCIONAIS

CO-PRODUÇÃO

PATROCINADOR PRINCIPAL


2

ARTESÃOS

DA CERVEJA LEITURA10PARTILHADA

16 ABRIL

ALFREDO CUNHA18 EM LISBOA FOTÓGRAFO

104

CADERNOS 22 CINEMA EM 40 TRY BETTER 72 PROJECTO P! PORTUGUÊS FAIL BETTER ‘17 CONVERSAS DESTACÁVEL CAPITAL DE LISBOA LISBOA IBERO-AMERICANA LABORINHO LÚCIO DE CULTURA 53

AGENDA

ARTES24 CIÊNCIAS34 CINEMA48 DANÇA46 LITERATURA52 MÚSICA64 TEATRO74 VISITAS GUIADAS78 CRIANÇAS84

ARQUIVOS DE LISBOA 112


2

ARTESÃOS DA CERVEJA Já imaginou pedir vinho num restaurante e responderem-lhe que só têm uma única variedade? É o que se passa com a cerveja. Com esta analogia, um dos cervejeiros ilustra o trabalho que falta fazer no mercado das cervejas artesanais. O objetivo é educar o gosto e mostrar que a cerveja é tão diversificada e requintada quanto o vinho. Nos últimos anos têm surgido produtores em número suficiente para que se pondere a criação de uma associação para o setor. Na zona oriental de Lisboa há uma concentração particular destas cervejeiras e planos para a criação de um Beer District de Lisboa e de uma Oktoberfest à portuguesa. Fomos conhecer as pessoas que dão corpo a estes projetos. Reportagem TOMÁS COLLARES PEREIRA Fotografia HUMBERTO MOUCO

MUSA Chamaram-lhe Musa porque querem inspirar as pessoas para se aventurarem no mundo das cervejas artesanais, ou independentes, como preferem dizer. Bruno Carrilho e Nuno Melo partilhavam um passado como consultores e a vontade de entrar no mundo das cervejas. Lançaram os primeiros lotes em maio do ano passado, ainda com a produção feita fora de casa. Com a abertura da fábrica e tap room em Marvila, prevista para finais deste mês, passam a ter produção própria e uma capacidade para até 20 mil litros mensais. Rua do Açúcar 83 — www.cervejamusa.com


3

BRUNO CARRILHO NUNO MELLO


4

DOIS CORVOS Scott Steffens e Suzana Cascais vieram de Seattle nos EUA com este projeto na bagagem. Ambos tinham experiência na área, ele como cervejeiro, ela na área de negócio. O nome conjuga uma homenagem à cidade e uma identificação imediata de origem. Estão instalados num armazém em Marvila onde, para além da produção têm um espaço para os clientes degustarem as cervejas acompanhadas de petiscos. Organizam sessões de pairing, degustações de combinações entre diferentes cervejas e comidas. Abrem diariamente das 14h às 23h, sextas e sábados até à 1h. Rua Capitão Leitão 94 — www.doiscorvos.pt


5

SUZANA CASCAIS

SCOTT STEFFENS


6

JOÃO CAMEJO

JOÃO LOBO

8ª COLINA É a colina omissa de Lisboa, dizem-nos os sócios desta cervejeira, a que escapou quando se quis comparar Lisboa a Roma. É a colina da Graça, bairro onde fica a fábrica e que inspira as marcas desta cervejeira, que ostentam nomes bairristas como Urraca Vendaval ou Zé Arnaldo, com rótulos ilustrados pelo street artist Gonçalo Mar. Têm o toque do mestre cervejeiro Fernando Gonçalves, um engenheiro químico que andou pelos vinhos antes de se dedicar à cerveja. Venderam a primeira cerveja em maio de 2015. Travessa da Pereira 16A— www.oitavacolina.pt


7

FERNANDO GONÇALVES

PEDRO ROMÃO

SÉRGIO ROMÃO


8

CERVEJA LINCE Tudo começou com algumas experiências na garagem de um dos sócios. António Carriço e Pedro Vieira decidiram deixar para trás o mundo das telecomunicações e lançar-se a tempo inteiro nas cervejas. Escolheram o lince como símbolo por ser um animal português e para abraçar a causa da sua proteção. Lançada no ano passado, a Lince é, por enquanto, a única marca que comercializam, mas contam lançar a segunda em maio deste ano. Entretanto, acolheram outro sócio, Adão Coelho, com experiência em marketing de bebidas. Rua do Açúcar, 76 — www.cervejalince.pt


9

ANTÓNIO CARRIÇO

PEDRO VIEIRA


10

LEITURA

A grande escritora sul-africana Nadine Gordimer considerou o seu ofício como “a mais solitária das ocupações”. Característica afim à atividade do leitor, também ela de natureza essencialmente solitária. Mas nem sempre! Evocando o Dia Mundial do Livro, celebrado a 23 de abril, os nossos cinco convidados provam que a leitura pode ser partilhada. Com métodos e abordagens muito diferentes, trabalham em prol da literatura e dos livros, dos grandes autores e da leitura, um dos mais antigos e enriquecedores hábitos culturais da humanidade. Todos trazem um livro à escolha, instrumento de trabalho que não dispensam.

PARTI LHADA Reportagem LUÍS ALMEIDA D’EÇA Fotografia FRANCISCO LEVITA


Clube de Leitura do Lumiar O Clube de Leitura do Lumiar foi criado em 28 de janeiro de 2016. Na primeira sessão assinalouse o centenário do nascimento de Vergílio Ferreira. O clube surge na lógica de integrar uma vasta programação cultural da Junta de Freguesia do Lumiar para celebrar os seus 750 anos. Neste momento conta com cerca de 40 membros, estando os mais assíduos na casa dos 20/25. As sessões em que convida escritores ou personalidades para apresentarem os livros são as mais concorridas. Em fevereiro, o escritor João de Melo apresentou Gente Feliz com Lágrimas e “foi uma das nossas melhores sessões”. A Ana é responsável pela planificação do clube, gere as inscrições e modera as sessões. “Com base nas sugestões dos membros já escolhemos os livros dos próximos seis meses. Para cada mês existe um tema específico e o livro é escolhido em função dele. Os membros do clube leem-no e nas sessões partilham a sua experiência”. Ana traz-nos Os Memoráveis , de Lídia Jorge, o livro selecionado para a sessão deste mês dedicada ao 25 de Abril. cultura@jf-lumiar.pt

Ana Leite

11


12

Na Rua com Histórias Com o curso de Teatro do Chapitô, Elsa teve como atriz e produtora de teatro a sua primeira atividade. “Entretanto a vida tinha planos para mim e acabei por enveredar pelo mundo das histórias. Sempre gostei imenso de livros desde criança, de ler em voz alta, de gravar e de me ouvir”. Na Rua Com Histórias é um projeto que, por enquanto, funciona apenas na zona da Mouraria em parceria com a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior. Em fase embrionária, porque “falta financiamento para um tuk-tuk que circule nas zonas históricas”, aposta na criação de uma equipa de voluntários que vão a casa de idosos ler e partilhar histórias. O objetivo é combater a solidão dos séniores, sobretudo daqueles que estão prisioneiros do corpo e não conseguem sair de casa. “Nas duas primeiras sessões raramente leio, oiço-os e depois de os conhecer melhor vêm-me à lembrança autores que possam estar ligados às suas experiências. Li Uma Escuridão Bonita, de Ondjaki, a um casal que me contou como se tinha conhecido e que centrou a conversa no namoro e no casamento”. www.facebook.com/naruacomhistorias

Elsa Serra


Poetas do Povo Alexandre é socio da empresa CTL - Cultural Trend Lisbon que desenvolve atividades na área da cultura e que “tem como âncora” o Espaço Povo e o Musicbox. Organiza também o Festival Silêncio, inteiramente dedicado à palavra e à sua relação com outras disciplinas artísticas. A iniciativa Poetas do Povo surge com o objetivo de levar uma componente cultural para o espaço noturno Povo, no Cais do Sodré. Muito bem recebida pelo público, festeja já a sua 200ª edição. “Temos camadas de público muito jovens que começam a mostrar as suas apetências pela poesia, públicos com relação mais erudita com a poesia, outros com uma vertente académica. O formato é simples: quatro convidados ligados ao tema programado para essa semana e um músico que ilustra a declamação da poesia com ambientes musicais que ajudam o público a construir os seus imaginários em torno das palavras”. Uma das sessões de abril será dedicada a Luiz Pacheco. Alexandre folheia o terceiro número da revista bimestral de poesia Cidade Nua que edita. “A revista nasceu destas sessões, mas procuramos que tenha um corpo diferente”. www.facebook.com/poetasdopovo

Alexandre Cortez

13


14

Comunidade de Leitores da Fundação das Casas de Fronteira e Alorna Fundada nos anos 90 pelo falecido Marquês de Fronteira D. Fernando de Mascarenhas, e reunindo ininterruptamente, esta é a comunidade de leitores mais antiga de Lisboa. Vanda Anastácio, professora de Literatura e Cultura Portuguesas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, dirige o Gabinete Cultural do Palácio e dinamiza esta comunidade, chamando para cada uma das sessões especialistas, normalmente de uma faculdade, para introduzir o livro. A comunidade funciona por ciclos temáticos “porque permite que os nossos leitores leiam com tempo, e eles leem muito atentamente”. No caso de estarem associadas a cursos livres, incluem outras atividades como o visionamento de filmes e uma refeição ligeira. “O palácio, que é uma mansão familiar, pode tratar pessoas como se estivessem em casa, algo que os grandes espaços impessoais não podem fazer”. Vanda trouxe-nos o livro Amada Vida de Alice Munro, obra presente numa das sessões da comunidade de leitores dedicada ao Prémio Nobel, a decorrer até ao dia 12 deste mês. www.fronteira-alorna.pt

Vanda Anastácio


Mediação de Leitura Psicóloga de formação, foi trabalhar para a Biblioteca Municipal de Beja – José Saramago numa altura em que a rede de leitura pública começou a crescer, num contexto em que as bibliotecas têm que conquistar os leitores fora das suas salas, levando os livros onde fazem falta. Define-se como mediadora de leitura colocando em “diálogo as histórias do vivido, as histórias do sonhado e as histórias do ficcionado”. Lê para públicos muito diversificados. Os idosos “onde aquilo que deixamos é muito menos do que aquilo que trazemos, porque há sempre muita história, memória, autenticidade”. Os sem-abrigo que “por vezes pela história e pela relação com a palavra conseguem reorganizar a sua vida”. Os reclusos, “um contexto extremamente violento onde a evasão só se pode construir ficcionalmente”. E as famílias “de forma a permitir que sejam elas os motores de desenvolvimento leitor dos seus filhos”. Escolhe o livro Conto Contigo porque os textos do António Torrado “têm a medida justa para a escuta e ajudam a construir uma relação forte com a literatura”. http://narracaooral.blogspot.pt/2010/05/cristina-taquelim.html

Cristina Taquelim

15


16


De David Bernet, Alemanha, 2015 22 ABRIL: 17H

DEMOCRACIA – NA ONDA DOS DADOS

De Juan Miguel de Castillo, Espanha, 2015 21 ABRIL: 21H15

TECHO Y COMIDA

DOCUMENTÁRIOS

21 ABRIL: 19H30

O VOTO OBRIGATÓRIO É UMA SOLUÇÃO? O CASO BRASILEIRO*

Deputados de todas as bancadas parlamentares respondem às questões de cidadãos. Inscrição: festivalpolitica@gmail.com. Limitada a 12 pessoas por deputado. 21 ABRIL: 18H30

CARA A CARA COM DEPUTADOS

Debate que junta académicos, artistas e cidadãos. 21 ABRIL: 17H30

A ABSTENÇÃO*

DEBATES / CONVERSAS

CINEMA SÃO JORGE 21 E 22 DE ABRIL

FESTIVAL DA POLÍTICA

Curadoria Jorge Matos/Zurrumurru Serigrafias de André da Loba, Carolina Maria, Miguel Januário, Sara Maia e Alberto Faria sobre o impacto da abstenção na vida pública portuguesa. 22 ABRIL: 15H

ABSTENÇÃO DE 0 A 25

INICIATIVA ARTÍSTICA

Teatro Ibisco Inscrições: festivalpolitica@gmail.com 22 ABRIL: 12H15-13H

NHA CASA, NHA BAIRRO (COMO SE CONSTRÓI O FUTURO?)

Ateliê dinamizado pelo serviço educativo do Museu da Presidência da República. 6 a 12 anos. Máximo 25 crianças. Inscrição festivalpolítica@gmail.com 22 ABRIL: 10H ÀS 11H30

COMO SE FAZ UMA BANDEIRA

ATIVIDADES PARA CRIANÇAS

De Victor Lopes, Argentina, 2017 22 ABRIL: 19H30

ARISTIDES SOUSA MENDES – UN HOMBRE BUENO

De Dácia Ibiapina, Brasil, 2014 22 ABRIL: 18H

RESSURGENTES

TORREÃO POENTE DA PRAÇA DO COMÉRCIO 20 ABRIL A 18 JUNHO

JOÃO PINA - A SOMBRA DE CONDOR

EXPOSIÇÃO

* Com tradução simultânea para linguagem gestual

22 ABRIL: 17H

DEMOCRACIA ADICTA – OS VÍCIOS DA GOVERNAÇÃO *

22 ABRIL: 16H

A IMPORTÂNCIA DA TRANSPARÊNCIA: COMO ACEDER À INFORMAÇÃO PÚBLICA *

22 ABRIL: 15H

CIVIC TECH: COMO JUNTAR PESSOAS À VOLTA DA INFORMAÇÃO PÚBLICA *

WORKSHOPS

Date With Data especial que junta designers, programadores e demais interessados em novas tecnologias em torno da questão dos dados abertos. Limitado a 20 participantes. Inscrição: festivalpolitica@gmail.com 22 ABRIL: 16H30-20H

MINI HACKATHON

ENCONTROS

MEUS CAROS AMIGOS – AUGUSTO BOAL – CARTAS DO EXÍLIO

INFORMAÇÕES: 218 820 090 (EGEAC)

CINEMA SÃO JORGE / SALA DE CENSURA DO EDÍFICIO DA RANK FILMES 22, 23 E 24 ABRIL: 16H ÀS 22H Os 75 minutos de Cinema – Alguns Cortes: Censura,

Exposição 25 ABRIL: 17H

Documentário realizado nos dias de Abril de 1974 25 ABRIL: 11H30, 17H30 E 21H

VIVA PORTUGAL DE MALTE RAUCH

25 ABRIL: 10H30

VISITA GUIADA POR JUDITE ÁLVARES

Recolha de testemunhos e receção de objetos. 25 ABRIL: 10H-18H

DIAS DA MEMÓRIA

Conversa com Diana Andringa conduzida por Ana Aranha. 19 ABRIL: 16H

VIDAS PRISIONÁVEIS

MUSEU DO ALJUBE RESISTÊNCIA E LIBERDADE

MUSEUS

de Manuel Mozos (1999) incluem cortes feitos pela Censura de cerca de cinquenta filmes produzidos entre 1950 e 1972 que tiveram distribuição comercial em Portugal e foram conservados pela Cinemateca Portuguesa. O filme foi realizado em 1999 por ocasião do 25º Aniversário do 25 de Abril de 1974. A entrada é livre, limitada à lotação da sala

CINEMA – ALGUNS CORTES: CENSURA

CINEMA

PRAÇA DO COMÉRCIO 24 ABRIL: 21H30 A revolução mexicana, a guerra civil de Espanha, a revolução cubana, a resistência em países como o Chile, a Argentina e o Brasil e a revolução dos cravos de 1974, passam pelo palco do ?? num concerto que presta homenagem à música de intervenção. Dirigido pelo Maestro Cesário Costa, conta com a participação da Orquestra Metropolitana de Lisboa, Coro Lisboa Cantat, António Zambujo, Vitorino, Lura, Silvia Perez Cruz, Pedro Joia, Alexandre Frazão, Norton Daiello e os cantores líricos Mariana Pacheco e Mário Alves. Integra a programação Passado e Presente – Lisboa, Capital Ibero-americana de Cultura 2017.

CANÇÕES PARA REVOLUÇÕES

MÚSICA

TER A DOM: 10H-18H Durante nove anos João Pina percorreu os países da América latina envolvidos na Operação Condor, uma aliança político-militar entre as ditaduras de seis países - Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai – que nas décadas de 1970 e 1980 procurou eliminar a oposição política. O trabalho de recuperação da memória levado a cabo pelo fotojornalista português pode ser visto nesta exposição que trará a reedição do livro Condor, pelas Edições Tinta da China.

A revolução de abril de 1974 é evocada num programa cultural cujo ponto alto é o Festival da Política, a decorrer no Cinema São Jorge nos dias 21 e 22 de abril. Tendo como tema a Abstenção, convida à participação informada dos cidadãos nas decisões que importam a todos. A este momento de debate e reflexão juntam-se exposições, um concerto e visitas guiadas.

ABRIL EM LISBOA

17


18

ALFREDO CUNHA E O TEMPO DEPOIS DO TEMPO Naquela que é a sua grande retrospetiva até à data, Alfredo Cunha apresenta perto de 500 fotografias tiradas ao longo de quase 50 anos de carreira (1970-2017) que testemunham a sua visão do mundo. Escolhidas pelo repórter de entre mais de três milhões de imagens suas, as fotografias mostram histórias de guerra que ocorreram um pouco por todo o mundo, nomeadamente a guerra do Iraque, entre 2003 e 2015; de momentos chave da história portuguesa, como o 25 de abril e a descolonização; do quotidiano de países como Níger, Haiti, Nepal e Guiné-Bissau, bem como retratos de diversas personalidades. As fotografias tiradas já no decorrer do ano de 2017 e outras maioritariamente pertencentes ao século XXI podem ser agora vistas pela primeira vez. Pedimos ao antigo fotojornalista para selecionar algumas fotografias para este artigo. Estas foram as que escolheu. GALERIA MUNICIPAL DO TORREÃO NASCENTE DA CORDOARIA NACIONAL TERÇA A DOMINGO, DAS 10H ÀS 18H ATÉ 25 DE ABRIL


19

LISBOA, 1975


20

MOÇAMBIQUE, 1975

VILA VERDE, 2014


21

NEW YORK, 2016


22

PROJECTO P!

PERFORMANCE NA ESFERA PÚBLICA 10 A 14 DE ABRIL O Projecto P! é um evento único e irrepetível sobre performance arte que pretende celebrar os 100 anos da conferência futurista de José Almada Negreiros. Apresentada no dia 14 de abril de 1917, no Teatro da República – atual São Luiz Teatro Municipal, a conferência futurista de Almada Negreiros é considerada como o marco inaugural da performance arte em Portugal. Passados cem anos, o exercício passa por pensar a história deste género artístico, que faz política por via das experiências provocadoras, desconcertantes, excessivas e polémicas que gera. Através de um programa de pensamento crítico e de curadoria – conferências, lançamento de uma publicação e vários espetáculos - questiona-se o papel atual da performance arte e da sua intervenção na esfera pública, lugar de debate, influência e mobilização. ANA RITA VAZ

INCREMENTS

Instalação performativa de Kovács/O’Doherty Kata Kóvacs e Tom O’Doherty combinam elementos de arte duracional, eletroacústica, minimalismo, vídeo e movimento. Nesta instalação, os artistas executam uma série de ações simples em

dois tambores, gravando os sons e reproduzindo-os no espaço da performance. Increments apela a uma observação dos sistemas de gravação e reprodução áudio e à imersão no mundo acústico, onde se inclui a própria presença do público. Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado 12 e 13 de abril, das 13h às 18h


23

INTONARUMORI

Concerto: Luciano Chessa & The Orquestra Of Futurist Noise Intoners The Orchestra of Futurist Noise Intoners é a única réplica completa das máquinas de barulho – intonarumori – criadas pelo compositor futurista Luigi Russolo. O concerto inclui peças de

compositores oriundos de estilos musicais diversos e, em Lisboa, apresenta obras de Luigi Russolo, Lee Ranaldo, Lucianno Chessa, Blixa Barheld, Ellen Fullman, Paulino Oliveros, Teho Teardo, Mike Patton, James Fei, entre outros. Maria Matos Teatro Municipal 13 de abril, às 22h

PARTITURAS PARA O CORPO, O EDIFÍCIO E A ALMA Performance

Cada uma das performances criadas por David Helbich para o edifício do São Luiz Teatro Municipal interpela não só o espaço arquitetónico do próprio teatro como também a história da performance arte tendo como protagonista o espetador. Num itinerário bem-humorado, e com a presença do artista, o espetador poderá desempenhar várias ações. São Luiz Teatro Municipal 11 a 13 de abril, das 19h às 20h30

REINVENÇÕES 100 ANOS DA CONFERÊNCIA FUTURISTA DE ALMADA NEGREIROS Performances

Passados exatamente 100 anos do jovem Almada ter ocupado o palco do Teatro República para ler o seu Ultimatum às gerações futuristas do século XX, entre outros manifestos, serão ocupados vários espaços do mesmo teatro, agora São Luiz Teatro Municipal, por 14 artistas de diferentes gerações e de diversas áreas artísticas (poesia, dança, artes visuais, música e teatro) que reinventam a conferência futurista. São Luiz Teatro Municipal 14 de abril, às 17h

100 ANOS DA CONFERÊNCIA FUTURISTA, 100 ANOS DE PERFORMANCE ARTE EM PORTUGAL? Debate

A conferência futurista de Almada Negreiros, uma das mais emblemáticas ações do artista, teve como objetivo o lançamento do futurismo em Portugal, num movimento liderado por Santa Rita Pintor. Terá mesmo sido esta conferência o marco inaugural da performance arte portuguesa? Se tiver sido, qual o seu impacto nas gerações do século XX? Qual é a herança de Almada na performance? Debate com Sandra Guerreiro Dias, Fernando Rosa Dias, Mariana Pinto dos Santos e Sílvia Laureano Costa. Casa Fernando Pessoa 11 de abril, às 18h30

E AINDA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL, DESCONFERÊNCIA E LANÇAMENTO DE LIVRO: PERFORMANCE NA ESFERA PÚBLICA Com Jen Harvie, Christine Greiner e Idalina Conde Fundação Calouste Gulbenkian 10 de abril Conferência: 10h-13h Desconferência: 14h30-17h30 Lançamento do livro: 18h30 DEBATE: O PÚBLICO E O PRIVADO Dinamizado por Susana Mendes Silva, com a participação de Susana Chioca, Luísa Veloso e das curadoras do Festival Condomínio. Polo Cultural Gaivotas | Boavista 11 de abril, às 21h30 PERFORMANCE: REACTING TO TIME PORTUGUESES NA PERFORMANCE APRESENTAÇÃO DA TRANSMISSÃO X Projeto de Vânia Rovisco com Fernando Aguiar e a colaboração de Bruno Humberto Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado 12 de abril, às 19h DEBATE: PERFORMANCE ARTE E MEMÓRIA Dinamizado por Cláudia Madeira, com a participação de Fernando Aguiar, Ana Dinger e Clara Meneres Polo Cultural Gaivotas | Boavista 12 de abril, às 21h30 DEBATE: INTERVENÇÃO E ÉTICA Dinamizado por Vanessa Rato, com a participação de Pablo Alvez Artinprocess, Mário Caeiro, Joana Craveiro Polo Cultural Gaivotas | Boavista 13 de abril, às 15h FESTA-FUTURISTA-E-TUDO

Cocktails futuristas e surpresa culinária futurista pelo chef Joaquim de Sousa São Luiz Teatro Municipal 14 de abril, às 22h30


24

A RT E S

MUSEU DO DINHEIRO 6 DE ABRIL A 10 DE JUNHO LARGO DE SÃO JULIÃO / 213 213 280 / WWW.MUSEUDODINHEIRO.PT

FRANCISCO DE HOLANDA DESEJO, DESÍGNIO E DESENHO (1517-2017) Por ocasião do 500º aniversário do nascimento de Francisco de Holanda, o Museu do Dinheiro apresenta a exposição Desejo, Desígnio e Desenho como forma de homenagem a esta personagem maior da história de Portugal, desconhecida de muitos. Um dos maiores artistas da cena renascentista nacional e internacional, Francisco de Holanda contribuiu de forma determinante para a rutura com a mentalidade lusitana da sua época. Pintor, desenhador, iluminador, escultor, arquiteto, I N AU G U R A M APPLETON SQUARE TER A SÁB: 14H-19H

MISHA BIES GOLAS 19 ABR A 11 MAI

EDGAR PIRES Escultura ATÉ 6 ABR

O ARMÁRIO

JOÃO JACINTO

A ORELHA CORTADA

22 ABR A 19 MAI

ANDREA BRANDÃO COM JOSÉ BRAGANÇA DE MIRANDA PERFORMAR

Performance 22 ABR: 19H

pensador, humanista ou escritor são algumas das facetas de Francisco de Holanda que o Museu do Dinheiro quer agora mostrar. Com paixões que passavam pelo desenho e pelas viagens, o artista privou com Miguel Ângelo e desenhou moedas, igrejas, castelos, fortalezas, paisagens e mundos imaginários. Esta exposição, marcadamente gráfica, divide-se em três núcleos – desejo, desígnio e desenho - num olhar de síntese sobre a vida e a obra de Francisco de Holanda. Ana Rita Vaz

SARA E ANDRÉ

BUM! PUM! FOGO! CRAC! BANG. ATÉ 9 ABR

ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA | FOTOGRÁFICO SEG A SÁB: 10H-19H

FOTOMEMÓRIAS RUY DA SILVEIRA

29 ABR A 1 JUL

ARTUR BOURDAIN DE MACEDO

[ANTE] CÂMARA. FOTOGRAFIAS DE CENA 29 ABR A 1 JUL

A IMAGEM CONTEXTUALIZADA ANABELA MARAVILHAS ORIGEM

ATÉ 5 MAI


A R T E S I N AU G U R A M

MARIANA ROMÃO

MARCELO LONDOÑO

ATÉ 5 MAI

Fotografia 26 ABR A 15 MAI

AURORA

A ARTE DA TERRA

JOÃO GOMES

POEMAS DA TERRA Cerâmica 1 A 30 ABR

CARLOS CARVALHO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 10H-19H30, SÁB: 12H-19H30

PRELUDE TO A LANDSCAPE Coletiva 6 ABR A 27 MAI

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO SEG, QUI, SEX: 15H-20H, SÁB, DOM: 11H-18H

UMA OBRA PARA AS OBRAS

Exposição-venda de obras de arte do acervo da Casa da Achada 25 ABR A 22 MAI

MÁRIO DIONÍSIO

CORRESPONDÊNCIAS

Cartas, cartões, postais, telegramas e algumas obras de arte ATÉ 17 ABR CASA DO ALENTEJO SEG A DOM: 10H-23H

JOAQUIM ROSA Pintura 18 A 28 ABR

DAVID ARBUS

Pintura 29 ABR A 12 MAI CENTRO CULTURAL DE BELÉM TER A DOM: 10H-19H

RE-FLECTERE

MARISA PATRÍCIO

ENTRE O ABSTRATO E O FIGURATIVO Pintura ATÉ 3 ABR

CAMPO PEQUENO

A OBRA DE AMPLIAÇÃO, REABILITAÇÃO E RESTAURO Fotografias e maquetes ATÉ 28 ABR

EDGE ARTS – ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 10H-20H

SAMUEL MATZIG TOBEL

Fotografia 6 ABR A 4 MAI GALERIA BELO GALSTERER TER A SEX: 12H-19H, SÁB: 14H-19H

ALEXANDRE CONEFREY PESO

Desenho 7 ABR A 25 JUL

MARIA RENÉE MORALES LAM VOID

Instalação site-specific 7 ABR A 25 JUL GALERIA MONUMENTAL TER A SÁB: 15H-19H30

ANTÓNIO MELO, DANIEL MELIM E MARTINHO COSTA COLETIVA DE PINTURA 15 ABR A 20 MAI

MIMI TAVARES

GARAGEM SUL

SALA DE ESPERA

ARQUITETURA DE OUTRO TEMPO

TERESA DIAS COELHO

VICTOR PALLA E BENTO D’ALMEIDA 11 ABR A 18 JUN

Pintura ATÉ 8 ABR

INTERIORES

MÁRIO CESARINY: DE COR E SALTEADO

Pintura ATÉ 8 ABR

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO DO EDIFÍCIO CENTRAL DO CAMPO GRANDE SEG A SEX: 8H-20H

RUI INÁCIO

ATÉ 17 ABR

MARIA EDUARDA OLIVEIRA O PENSAMENTO E A ABSTRAÇÃO Pintura 4 A 24 ABR

25

GALERIA QUADRUM TER A SEX: 10H-19H, SÁB, DOM: 14H-19H

O MAR É VIVO E NÃO FALA 23 ABR A 2 JUL

GALERIA TAPEÇARIAS DE PORTALEGRE SEG A SEX: 14H-19H30

COLETIVA DE TAPEÇARIA 3 A 28 ABR

PAVILHÃO PRETO DO MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA ATÉ 18 DE JUNHO CAMPO GRANDE, 245 / 217 513 200 WWW.MUSEUDELISBOA.PT

A LISBOA QUE TERIA SIDO A Lisboa que Teria Sido mostra os projetos encomendados para a cidade ao longo de vários séculos mas que nunca saíram do papel. São aproximadamente 200 peças de projetos que nunca chegaram a ser concretizados, assinadas por personalidade que “pensaram a cidade”, como Francisco de Holanda, Eugénio dos Santos, Ventura Terra, Cristino da Silva, Raul Lino, Cottinelli Telmo, Cassiano Branco, entre outros. Para a mostra, fez-se uso dos arquivos da Câmara e do Museu de Lisboa, onde estão guardados esses projetos que, por diferentes razões, não foram total ou parcialmente realizados, mas que, apesar da sua diversidade e cronologia alargada, tinham em comum o desejo de monumentalizar e modernizar a cidade de Lisboa. A exposição dá agora a conhecer cerca de 200 desenhos, maquetas e fotografias de projetos de urbanismo e arquitetura desde o século XVI até aos dias de hoje, com particular incidência no século XX. ARV


26

A R T E S I N AU G U R A M / C O N T I N UA M HOTEL NH CAMPO GRANDE

ISABEL CANCELA

HOMENAGEM À ARTISTA PLÁSTICA Pintura 4 A 29 ABR

MUSEU DO DINHEIRO QUA A SÁB: 10H-18H

FRANCISCO DE HOLANDA DESEJO, DESÍGNIO E DESENHO (1517-2017) Desenho 6 ABR A 10 JUN

LUIS SILVEIRINHA ARQUIVO

Desenho ATÉ 10 JUN MUSEU DE LISBOA TORREÃO POENTE

JOÃO PINA CONDOR

21 ABR A JUN MUSEU DO ORIENTE TER A DOM: 10H-18H, SEX: 10H-22H

O OLHAR DA SIBILA - CORPORALIDADE E TRANSFIGURAÇÃO Coletiva 6 ABR A 18 JUN

A ÓPERA CHINESA

Objetos, gravura, pintura, fotografia, video ATÉ 31 DEZ/18 PALAVRA DE VIAJANTE TER A SÁB: 10H-14H/15H-19H

13 ABR A 13 MAI

ASSOCIAÇÃO CASTELO D’IF PAISAGEM

20 ABR A 6 MAI

ANTÓNIO CANAU 20 A 30 ABR

FOTOGRAMMA PER FOTOGRAMMA

DA ILUSTRAÇÃO À ANIMAÇÃO

Exposição no âmbito da MONSTRA ATÉ 15 ABR

Fotografia e poesia 1 A 28 ABR

PASSEVITE TER A SÁB: 17H-20H

CARLOS FARINHA PODCAST

Pintura 1 A 20 ABR

ANTÓNIO QUINTANILHA 13 FIGURAS LENDÁRIAS ATÉ 8 ABR

STUDIOTEAMBOX DOM A QUI: 15H-19H

PILAR DOMINGO ILIMITE CÓSMICO Artes visuais 6 A 27 ABR

THE SWITCH

SÉBASTIEN ZANELLA 6 A 30 ABR

LORRAINE MAHOT ATÉ 2 ABR

3+1 ARTE CONTEMPORÂNEA TER A SEX: 14H-20H, SÁB: 11H-16H

Pintura ATÉ 22 ABR

ALECRIM 50 TER A SÁB: 14H-19H

TEORODO BRIZ Fotografia

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL SEG A SEX: 9H30-19H30, SÁB: 9H30-17H30

INSÓLITA OFENSIVA DE CORRUPÇÃO A AFRODITE DE FERNANDO RIBEIRO DE MELLO ATÉ 20 MAI

CADERNETAS DE CROMOS

100 ANOS DO CROMO COLECIONÁVEL EM PORTUGAL ATÉ 29 ABR

CÃO SOLTEIRO TEATRO

VASCO ARAÚJO

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA SEG A SEX: 9H-18H

CLOTILDE FAVA SER MULHER

ARMANDO BORGES MEMÓRIAS

Pintura ATÉ 4 JUN CENTRO PORTUGU ÊS DE SERIGRAFIA – CCB SEG A DOM: 10H-21H

HUMBERTO MARÇAL O POEMA DO MAR Gravura ATÉ 2 ABR

CRISTINA GUERRA CONTEMPORARY ART TER A SEX: 11H-20H, SÁB: 12H-20H

ROBERT BARRY ATÉ 14 ABR

CASA-ATELIER VIEIRA DA SILVA

ATÉ 30 ABR

ANA VIDIGAL

MAS AO BRASIL JAMAIS VOLTARIA ATÉ 21 MAI

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

CATHY DOUZIL

CASA DOS MUNDOS TER A SÁB: 14H30-19H30

Fotografia ATÉ 20 MAI

CASUAL LOUNGE CAFFÉ SEG A SÁB: 16H-02H

CULTURGEST TER A SEX: 11H-18H, SÁB, DOM: 11H-19H

ATÉ 29 ABR

JOÃO PAULO FELICIANO

FÓRMULAS NATURALISTAS DA ARTE MODERNA

Vídeo ATÉ 21 ABR

ATÉ 6 ABR

LÁPIS

XABREGAS CITY

SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS ARTES SEG A SEX: 12H-19H, SÁB: 14H-20H

Coletiva ATÉ 30 ABR

MARTA WENGOROVIUS

OLD SCHOOL #46 Performance 22 ABR: 22H

BIBLIOTECA DO ISCTE -IUL

Coletiva ATÉ 21 MAI

NA PELE

RUA DAS GAIVOTAS 6

ATÉ 22 ABR

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

PARQUE TEMÁTICO C O N T I N UA M

– 50 ANOS DE PINTURA (1967-2017)

ESTRANHOS DIAS RECENTES DE UM TEMPO MENOS FELIZ

ATÉ 15 ABR

AR.CO – CENTRO DE ARTE E COMUNICAÇÃO VISUAL

ALICE DOS REIS

ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR TER A DOM: 10H-18H

RIBEIRO A IRREVERSÍVEL VORAGEM PEDRO GRANDE LISBOA Fotografia DO TEMPO ATÉ 13 ABR

NORA GOERNE E NOUT VAN JORGE QUEIROZ DEN NESTE A MÚMIA E O ASTRONAUTA WALKING THE HORIZON

Pintura ATÉ 5 MAI

ANA JANEIRO

A RETINA DA MEMÓRIA: UMA HISTÓRIA DA DIÁSPORA Fotografia ATÉ 21 ABR

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA SEG A SEX: 13H-17H30, SÁB: 10H-17H30

ISTO NÃO É SÓ UM ÉCRAN - NORONHA DA COSTA

ALICE CREISCHER

ERMIDA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SEG A SEX: 10H-13H/14H17H, SÁB, DOM: 14H-18H

NELSON CARDOSO ALQUIMIA (NA TASCA) Instalação ATÉ 7 MAI

ROBERT PANDA MAY NOT LOAD

Intervenção urbana ATÉ 26 AGO ESPAÇO ÁGUAS LIVRES

INÊS TELES BLINDS

Pintura ATÉ 15 MAI ESPAÇO NOVO BANCO SEG A SEX: 9H-19H

EXPOSIÇÃO #28 - DA FUGA E DO ENCONTRO: INVERSÕES DO OLHAR


A R T E S C O N T I N UA M

27

ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR ATÉ 21 DE MAIO RUA DO VALE 7 / 215 880 793 / WWW.ATELIERMUSEUJULIOPOMAR.PT

ESTRANHOS DIAS RECENTES DE UM TEMPO MENOS FELIZ Estranhos dias recentes de um tempo menos feliz é a proposta curatorial vencedora da segunda edição do Prémio de Curadoria Atelier-Museu Júlio Pomar/EGEAC 2016 que o museu apresenta numa altura em que comemora o seu 4º aniversário. Com curadoria de Hugo Dinis, a mostra apresenta O Almoço do Trolha, de Júlio Pomar, bem como trabalhos dos artistas André Romão, Carlos Bunga, Igor Jesus, Joana Bastos, João Leonardo, João Pedro Vale & Nuno Alexandre Ferreira, Pedro Barateiro e Rodrigo Oliveira. Tendo como base os tempos de crise e de austeridade vividos em Portugal, bem como os desequilíbrios económicos, sociais e culturais, as peças apresentadas nesta exposição convergem, em última análise, para um tema comum: a nostalgia da perda, a precariedade e a decadência. ARV Coletiva de fotografia ATÉ MAI

GALERIA PRINCIPAL E PISO INFERIOR

EUROSTAR DAS LETRAS HOTEL

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS

MY LIFE | A MINHA HISTÓRIA

Pintura ATÉ 5 JUN

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN QUA A SEG: 10H-18H

FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD – CHAMPALIMAUD CENTRE FOR THE UNKNOWN SEG A SÁB: 14H-19H, DOM: 10H-19H

MICHAL ASHKENASI Pintura ATÉ 30 ABR

MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN

MANUELA MARQUES

VERSAILLES [LA FACE CACHÉE DU SOLEIL] Fotografia ATÉ 22 MAI

NORUZ, FESTIVIDADES NA PRIMAVERA FESTEJOS DE ANO NOVO: ARTE ISLÂMICA NO MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN ATÉ 3 ABR

TAMÁS KASZÁS JOY OF SURVIVING

UMA MANEIRA DE SER MODERNO

GRAÇA MORAIS

RESSONÂNCIAS: DA VOZ E DOS ECOS Pintura ATÉ 25 ABR

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES – MUSEU DAS COMUNICAÇÕES SEG A SEX: 10H-18H, SÁB: 14H-18H

EM CARTAZ

Mostra de cartazes de propaganda e publicidade da Coleção do Arquivo Iconográfico da FPC ATÉ 17 MAI

O CABO SUBMARINO NUM DE CONETIVIDADES PORTUGAL EM FLAGRANTE MAR ATÉ 30 ABR Instalação, desenho e vídeo ATÉ 15 MAI

OPERAÇÃO 1, 2 E 3 Coletiva ATÉ 18 NOV

GALERIA 111 TER A SÁB: 10H-19H

CELESTINO MUDAULANE MUDAULANE III Desenho ATÉ 22 ABR

GALERIA BAGINSKI TER A SÁB: 13H-19H

MARIANA GOMES ROMANIAN DANCES Pintura ATÉ 15 ABR

GALERIA BANGBANG TER A SÁB: 12H30-20

UNTITLED

Coletiva ATÉ 29 ABR GALERIA FILOMENA SOARES TER A SÁB: 10H-20H

KILUANJI KIA HENDA

IN THE DAYS OF A DARK SAFARI Pintura ATÉ 6 MAI

GALERIA GRAÇA BRANDÃO TER A SÁB: 12H-20H

NUNO RAMALHO NEGATIVOS

Pintura ATÉ 29 ABR

GALERIA MUNICIPAL DO TORREÃO NASCENTE DA CORDOARIA TER A DOM: 10H-18H

ALFREDO CUNHA

TEMPO DEPOIS DO TEMPO - FOTOGRAFIAS DE ALFREDO CUNHA – 1970-2017 ATÉ 25 ABR

GALERIA RATTON SEG A SEX: 10H-13H30/15H-19H30

JUN SHIRASU

A VIAGEM DA CAMÉLIA Azulejos ATÉ 28 ABR

GALERIA SÃO MAMEDE SEG A SEX: 11H-20H, SÁB: 11H-19H

NÉLIO SALTÃO

O FASCÍNIO DA COR Pintura ATÉ 3 ABR

MANUELA CASTRO MARTINS ESCULTURA

Esculturas de vidro ATÉ 3 ABR GALERIA VALBOM SEG A SÁB: 13H-19H30

COLETIVA DE PINTURA ATÉ 15 ABR


28

A R T E S C O N T I N UA M GIEFARTE SEG A SEX: 11H-14H/15H-20H

CATARINA PINTO LEITE SÓTÃO

Desenho ATÉ 13 ABR GIRADISCOS CAFÉ BAR

SUPRIYA PAVA

PLURALIDADES - UM OLHAR INCLUSIVO Fotografia ATÉ 30 ABR

GOETHE -INSTITUT SEG A SEX: 9H-21H

CARLOS GASPARINHO E THOMAS NÖLLE ELSEWHERE: UMA VIAGEM IMPROVÁVEL Fotografia ATÉ 30 JUN

HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

JOSÉ VICENTE

CONVENTOS DE LISBOA. PERMANÊNCIAS E METAMORFOSES (II) Fotografia ATÉ 26 ABR

IGREJA NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES SEG A DOM:

APICHATPONG WEERASETHAKUL E JOAQUIM SAPINHO

JOÃO VEIGA GOMES SANTOS DO DIA Pintura ATÉ 16 ABR

GORDOLETTERS

MUSEU ARPAD SZENES – VIEIRA DA SILVA SEG A DOM: 10H-18H

Arte e arquitetura ATÉ 29 MAI

LUMIAR CITÉ QUA A DOM: 15H-19H

UTOPIA/DISTOPIA

PETER FRIEDL

MUDANÇA DE PARADIGMA

TEATRO POPULAR

ATÉ 24 AGO

ATÉ 2 ABR

MAC_MOVIMENTO ARTE CONTEMPORÂNEA SEG A SEX: 13H-20H, SÁB: 15H-19H

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA TER A DOM: 10-18H

MIGUEL BARROS SULCOS/ FURROWS Pintura ATÉ 29 ABR

ARQUIVO E DEMOCRACIA Fotografia e vídeo ATÉ 24 ABR

MUSEU DE ARTE POPULAR QUA A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM: 10H-13H/14H-18H

DA FOTOGRAFIA AO AZULEJO

POVO, MONUMENTOS E PAISAGENS DE PORTUGAL NA PRIMEIRA METADE DO SÉC. XX ATÉ 1 OUT

MUSEU BORDALO PINHEIRO TER A DOM: 10H-18H

LISBOA DE BORDALO ATÉ JUN

(q u

CIO VO Á I IN É VI U R R 00 A h L A 8 1 ► O M ÃO FA 04 / : 22 017 EN 2 ção

ad

ru

ura 07 / g / u 2 ina a0 4 0 / 23

m)

terça a sexta ►10h–13h e 14h–18h sábado e domingo ►14h–18h encerra dia 1 maio

ESCADARIA DO MUSEU

AVENIDA ÁLVARES CABRAL

JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO

+351 215 830 022 galeriasmunicipais@egeac.pt

O QUE EU SOU

BERNARDINO GOMES DIMENSÕES VARIÁVEIS: Obras da Coleção ARTISTAS E ARQUITETURA ATÉ 30 ABR

Pintura de tinta da china em papel de arroz ATÉ 19 MAI

GALERIA QUADRUM Rua Alberto Oliveira, 52 1700-019 Lisboa

Escultura ATÉ 15 ABR

Ciclo Perspetivas ATÉ 29 MAI

LUCY

POLLYANNA FREIRE

LIQUID SKIN

Vídeo ATÉ 24 ABR

LOST LISBON

MÓDULO – CENTRO DIFUSOR DE ARTE TER A SÁB: 15H-19H30


A R T E S C O N T I N UA M

29

MUSEU COLEÇÃO BERARDO TER A DOM: 10H-19H

NOUVEAU RÉALISME, FIGURAÇÃO NARRATIVA E POP PELA EUROPA CONTINENTAL ATÉ 1 MAI

VISUALIDADE & VISÃO

ARTE PORTUGUESA NA COLEÇÃO BERARDO II ATÉ 16 ABR

FERNANDO LEMOS: PARA UM RETRATO COLETIVO EM PORTUGAL, NO FIM DOS ANOS 40 Fotografia ATÉ 2 ABR

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA TER A DOM: 10H-13H/14H-18H PAVILHÃO BRANCO

ANDRÉ GUEDES

PROSPECTO. PRINCÍPIO, MEIO E ULTIMAÇÃO ATÉ 9 ABR

PAVILHÃO PRETO

A LISBOA QUE TERIA SIDO Ver pág. 25 ATÉ 18 JUN

MUSEU DA MARIONETA TER A DOM: 10H-13H/14H-18H

LOUISE, PONPON, ANATOLE E OS OUTROS...20 ANOS DO CINEMA DE ANIMAÇÃO DA JPL FILMS MONSTRA – FESTIVAL DE ANIMAÇÃO DE LISBOA 2017 ATÉ 30 ABR

MUSEU MILITAR DE LISBOA TER A DOM: 10H-17H

JOÃO PAULO QUEIROZ ENTRE O CÉU E A TERRA Fotografia, pintura ATÉ 30 ABR

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

A CIDADE GLOBAL

LISBOA NO RENASCIMENTO Pintura ATÉ 9 ABR

TODOS SOMOS MECENAS

FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD – CHAMPALIMAUD CENTRE FOR THE UNKNOWN ATÉ 25 DE ABRIL AV. BRASÍLIA / 210 480 200 / WWW.FCHAMPALIMAUD.ORG

GRAÇA MORAIS RESSONÂNCIAS: DA VOZ E DOS ECOS

Ressonâncias: da voz e dos ecos , da autoria daquela que é considerada uma das artistas portuguesas mais importantes das últimas décadas, reúne cerca de 100 obras, na sua maioria pertencentes à coleção do seu amigo José Pedro Paço D’Arcos, mas conta também com alguns inéditos. Alguns destes trabalhos foram realizados ao longo de mais de 30 anos, inspirados na natureza, na vida, nas mulheres e na sua terra de origem, Trás-os-Montes, enquanto outros foram influenciados por artistas que admira, pela poesia de Sophia de Mello Breyner, ou pela atualidade, como a eleição de Donald Trump. As obras têm, na sua maioria, um cariz forte, imagens violentas, assustadoras, mas são todas elas intemporais. A pintora, de 69 anos, tem em simultâneo uma exposição no Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, em Bragança, onde expõe cerca de 50 trabalhos inéditos. ARV RETRATO DE D. FREI JOSÉ MARIA DA FONSECA ÉVORA Pintura ATÉ 30 MAI

UM GOSTO PELA ALEGORIA DESENHOS EUROPEUS DOS SÉCULOS XVI A XVIII ATÉ 18 JUN

OBRA CONVIDADA

GIOVANNI ANTONIO CANAL, DITO IL CANALETTO

O CANAL GRANDE A PARTIR DO CAMPO SAN VIO

Villa Vauban - Musée d’Art de la Ville de Luxembourg, Luxemburgo ATÉ 2 JUL MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO TER A DOM: 10H-18H

RUA SERPA PINTO

VALTER VENTURA

OBSERVATÓRIO DE TANGENTES Fotografia ATÉ 7 MAI

O GOSTO PARISIENSE

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA TER A SEX: 10H-17H, SÁB, DOM: 11H-18H

ANA MESQUITA FRIDA MIRANDA

Obras francesas ATÉ 6 ABR

Arte digital ATÉ 2 ABR

VANGUARDAS E NEOVANGUARDAS NA ARTE PORTUGUESA 1910 – 2011

IMAGEM PARADOXAL: FRANCISCO AFONSO CHAVES (1857-1926). PARTE II

ATÉ 17 JUN

MUSEU NACIONAL DOS COCHES TER A DOM: 10H-18H PICADEIRO REAL

HÁ FOGO! HÁ FOGO! ACUDAM, ACUDAM! ATÉ 17 ABR

Fotografia ATÉ 28 MAI

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

PEÇAS EM PEÇAS

DO FIGURAR E DO TRAJAR


30

A R T E S C O N T I N UA M / F E S T I VA I S / C O N C U R S O S ATÉ 30 MAI

ENTR’ACTO MODERNISTA

O TEATRO E A DANÇA NA OBRA DE ANTÓNIO SOARES ATÉ SET

SINDICATO DOS PROFESSORES DA GRANDE LISBOA

ANTÓNIO VIANA

DO YOU LOVE POP ART? Pintura ATÉ 11 ABR

MUSEU NACIONAL DO TRAJE TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

DO FIGURAR E DO TRAJAR

TEATRO EM CARTAZ: A COLEÇÃO DO D. MARIA II, 1853-2015

PEÇAS EM PEÇAS ATÉ 30 MAI

MUTE SEG A SEX: 15H30-19H30

PAPEL DE PAREDE Cartazes ATÉ 29 JUL

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

RODRIGO GARCIA

PINBALL BOSCH: VENHA JOGAR COM DEUS E COM O DEMÓNIO Instalação ATÉ 30 ABR

TEATRO DA POLÍTÉCNICA

TÂNIA CARVALHO TOLEDO

Desenho ATÉ 1 ABR

MÁRIO LOPES

SYNTAX QUA A SÁB: 14H-19H

PROJECTO P!

Escultura ATÉ 21 ABR

MIDCENTURY PARADOX

Ver pág. 22

FORMA CONCISA

ADRIAN DAN ATÉ 22 ABR

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA SEG A DOM: 10H-18H

UNDERDOGS GALLERY TER A SÁB: 14H-20H

OBRA ARTÍSTICA DA RAINHA D. MARIA PIA

ARTIFACT TO HUMAN COMMUNICATION

PALÁCIO POMBAL

VERSO BRANCO | GALERIA TER A SÁB: 11H30-20H

UM OLHAR REAL

Desenho, aguarela, fotografia ATÉ 30 MAI

MUDE FORA DE PORTAS

O MAIS PROFUNDO É A PELE

COLEÇÃO DE TATUAGENS 1910-40 ATÉ 25 JUN

PANTEÃO NACIONAL

REIS E HERÓIS – OS PANTEÕES EM PORTUGAL Pintura, ourivesaria, escultura, têxteis e livros ATÉ 7 MAI

PAVILHÃO DE PORTUGAL SEG A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM: 10H-20H

TUTANKAMON – TESOUROS DO EGIPTO ATÉ 1 MAI

PENSÃO AMOR

MAMBA-DE-JAMESON Instalação ATÉ SET

SALA-GALERIA CARLOS PAREDES SEG A SEX: 9H-19H

O QUE FICOU POR DIZER

A CENSURA NA CULTURA E NAS ARTES 1936-1974 Documental ATÉ MAI

FELIPE PANTONE ATÉ 22 ABR

THOMAS MENDONÇA E RAQUEL FIDALGO THALEIA

Desenho e cerâmica ATÉ 5 ABR ZARATAN – ARTE CONTEMPORÂNEA QUI, SEX E SAB: 16H-24H, DOM: 16H-22H

CURATED CURATORS (I)

CURADORIA DE SARA & ANDRÉ Pintura, escultura, vídeo, fotografia ATÉ 6 MAI

F E S T I VA I S

ALIBI ART WEEKEND

Visitas guiadas, inaugurações, performances, conversas, filmes, noite das galerias, projectos especiais 6 A 9 ABR www.artalibi.pt

BOCA - BIENNIAL OF CONTEMPORARY ARTS JARDIM DA GALERIA QUADRUM TER A DOM: 14H-18H

MUSA PARADISÍACA CASA-ANIMAL Ciclo de filmes ATÉ 7 ABR

PRFORMANCE NA ESFERA PÚBLICA CONCURSOS CARPE DIEM ARTE E PESQUISA

PRÉMIO NACIONAL ARTE JOVEM 2017

ENVIO DE CANDIDATURAS ATÉ 14 MAI www.carpe.pt

CU RSOS/ WORKSHOPS 40 CAMELS

Ateliê de fotografia de retratismo oitocentista VÁRIOS HORÁRIOS 933 139 785

ACADEMIA DE ARTES E TECNOLOGIAS

Desenhar&Pintar Lx, Fotografar Lx, Cerâmica, Pintura em Azulejo VÁRIOS HORÁRIOS ACADEMIA NOVAS LETRAS

Desenho e Pintura QUA: 15H-16H20

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

Ateliê de Máscaras, de Marionetas Marotes, Trabalhar o Papel / o Plástico VÁRIOS HORÁRIOS

OLIVAIS URBAN’ART _CONCURSO DE GRAFFITI

ARTE ILIMITADA

ENVIO DE CANDIDATURAS ATÉ 6 ABR cultura@jf-olivais.pt 21 8533527

ARTE PEL’ARTE

OLIVAIS 620 ANOS DE CULTURA E DESPORTO

CONVE RSAS/ CON FE RÊ NCIAS ACADEMIA NACIONAL DE BELAS-ARTES

Escultura quinhentista em Portugal Conferência com Fernando Grilo 18 ABR: 15H

Desenho, pintura, ilustração e fotografia VÁRIOS HORÁRIOS

Pintura | Desenho

SEG, QUI: 16H-18H OU 18H30-20H30

Restauro

QUI: 14H30-17H30 ARTLIER

Restauro & reciclagem 1, 2 ABR: 10H-14H

Oficina de sapateiro 30 ABR: 10H-19H

Estofagem

22, 29 ABR, 6 MAI: 15H-18H CASA FERNANDO PESSOA

Os quatro manifestos de Almada Negreiros | José de Almada Negreiros: uma maneira de ser moderno Ciclo de mesas redondas com Fernando Guerreiro, Sara Afonso Ferreira, Antonio Sáez Delgado 19 ABR: 18H MUSEU DO ORIENTE A ÍNDIA VISUAL Ciclo de conferências 19 ABR: 18H30

Iniciação à tapeçaria 30 ABR: 14H30-17H30

ASSOCIAÇÃO DOS ARTESÃOS DA REGIÃO DE LISBOA

Bordados e Arraiolos, cerâmica criativa e figurativa, costura criativa, desenho e pintura, encadernação, pintura em azulejo, tecido e vidro, renda de Bilros, restauro de loiça, madeiras e iniciação


A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S

à talha, tecelagem manual, tapeçaria Alto Liço e modelagem de vestuário VÁRIOS HORÁRIOS ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS

Aulas de pintura óleo acrílico

SÁB: 10H-13H OU 15H-18H

ATELIÊ CÁ

Pintura Manual do Azulejo QUA: 10H30-13H

Curso de cerâmica

TER: 10H-12H30 OU 18H3020H30 ATELIER CABINE

Expressão plástica: desenho, pintura e gravura MP

ATELIÊ DE ARTE E ARTE PSICOTERAPIA

Pintura terapêutica e sessões de artepsicoterapia VÁRIOS HORÁRIOS

Atelier de gravura MP

31 ATELIER DE JOALHARIA

Iniciação e aprendizagem das técnicas e métodos da Joalharia

Orientação pela artista Catarina Silva VÁRIOS HORÁRIOS catrinasilva@gmail.com / 965 424 279 ATELIER DE LISBOA

Paisagem, fotografia e artes plásticas 4 ABR A 30 MAI TER: 19H30-21H30

ATELIÊ DE CERÂMICA CHAMOTE FINO

ATELIÊ MELÍCIO

TER, QUI E SEX: 15H-18H

QUI, SEX

Cerâmica

Cursos de Aguarela, Pintura e Escultura

ATELIÊ MF

Workshop de Desenho e Pintura para Azulejos TER, QUI: 10H30-12H, 18H30-20H

ATELIER MUSICAL E ARTÍSTICO DO AREEIRO

Pintura, Desenho, Pintura em Azulejo, Tapeçaria, Trabalhos Manuais e Workshops de fotografia VÁRIOS HORÁRIOS ATELIER DO PAÇO

Livros de artista SÁB: 14H-16H

Desenho iniciação QUA: 18H30-21H cursolisboa@gmail.com

GOETHE -INSTITUT ATÉ 30 DE JUNHO CAMPO DOS MÁRTIRES DA PÁTRIA, 37 / 218 824 530 / WWW.GOETHE.DE

CARLOS GASPARINHO E THOMAS NÖLLE ELSEWHERE: UMA VIAGEM IMPROVÁVEL Em Elsewhere: uma viagem improvável , Carlos Gasparinho e Thomas Nölle apresentam paisagens pós-industriais e ícones do século XXI que resultam de um diálogo entre um artista português e um artista alemão. A ideia deste projeto surgiu das afinidades concetuais e temáticas da produção fotográfica de ambos, que já contam com uma longa trajetória nesse campo. Na origem desse diálogo

está o interesse que partilham pela paisagem e pela noção de arqueologia urbana contemporânea, que assume a forma de dípticos complementários. Gasparinho e Nöelle concretizam, através da fotografia e de forma independente, processos de arqueologia urbana e da paisagem, escolhendo cenários que, embora reais, parecem improváveis. ARV


32

A R T E S C U R S O S / WO R KS H O P S ATELIER PASTA DE PAPEL

Workshop em pasta de papel TER: 10H30, 18H zabica@sapo.pt

ATELIÊ SANTA RUFINA

Workshop de Mosaicos SÁB: 11H-13H 934 188 287

ATELIER DE SÃO BENTO

Desenho, pintura, gravura e história de arte VÁRIOS HORÁRIOS

ATELIERS DE ALFAMA

CASA-ATELIER VIEIRA DA SILVA

CASA NIC E IN ÊS

Sessões regulares de desenho de modelo 5, 12, 19, 26 ABR: 18H-19H30

1 ABR: 10H-13H

Desenhar à flor da pele

Um ano a desenhar para o futuro 2017 Norberto Dorantes Oficina de desenho em diário gráfico 1 ABR: 10H30-13H

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

Fotografia para Micro Empreendedores

Técnicas Criativas e Relaxamento pela Arte

1 ABR

Desenho Artístico

CASA ESTRELA DO MAR

cultura@jf-olivais.pt

Cool’ Arte Jovem 1 A 7 ABR: 14H

C.E .M . – CENTRO EM MOVIMENTO

Artesanato em joias Com Susana Salazar SÁB: 18H-20H suasalacubo@gmail.com

8 ABR: 10H-13H

CASA DE TRÁS-OSMONTES E ALTO DOURO

Pintura em azulejo e faiança QUA: 17H30-19H30

Desenho

HORÁRIO A COMBINAR

Fotografia

TER, QUI: PÓS-LABORAL

Ateliê de cerâmica SEG A SEX: 11H-21H

CENTRO DE RECREIO POPULAR DO BAIRRO

Curso de Pintura

SEG A DOM: 15H-23H CERÂMICA BAIRRO ALTO

Cerâmica, Porcelana, Esmalte e Recriação de Bijuteria VÁRIOS HORÁRIOS CLUBE ESTEFÂNIA

Traço e Pintura de Azulejos e Modelação de Barro

Oficinas de Libertação Artística para Adultos

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

TER: 14H15-16H45 919 981 288

Workshops Temáticos de Fotografia

Nível 1 QUI: 19H30-21H30 Nível 2 TER: 19H30-21H30

CONTRAPROVA

QUI: 19H-20H30 BIBLIOTECA DE BELÉM

Ilustração infantil

CAULINO CERAMICS

MP

SÁB: 11H-14H

QUI: 19H-22H ricardo.andrade@ncreatures.com

Encadernação de encaixe

com João Caseiro SÁB: 14H-18H

Fotografia

Técnicas de gravura QUI: 19H-22H

ESCOLA DE BELAS ARTES PEDRO SERRENHO

Desenho/Pintura,

Os Panteões em Portugal

Mecenas SeCReTÁRIO De eSTADO DA CULTURA

Apoio especial


33

Iniciação à Gravura, Desenho de Corpo Humano (com modelo), História da Arte, Desenho e Geometria Descritiva 917 540 178

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Pintura

SÁB: 11H30 ESCOLA SUPERIOR DE ARTES DECORATIVAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

Peritagem de Mobiliário

INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

manual e tapeçaria

Com Carlos Franco SÁB: 10H-13H

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

Pintura

LABORATÓRIO DE CRIAÇÃO ARTÍSTICA

O bairro sobre cavalete Pintura

Espelho meu Fotografia

O filme da nossa vida Vídeo

Postais do Bairro Desenho IA

SEG, TER: 18H-22H, QUA: 18H-22H (15 EM 15 DIAS)

laboratorios@bairroaoespelho.com 934 269 690 www.bairroaoespelho.com

ESPAÇO INATEL MOURARIA

LISBON PHOTOGRAPHER

Costura criativa

TER, QUI: 9H30–13H30 ESPAÇO 62

Desenho de Modelo TER: 18H-19H30 GALERIA 36

Pintura sobre Azulejo QUA: 14H-19H

GALERIA REVERSO

O prazer de fazer, a Joia ao Alcance da Mão Cursos práticos de joalharia

GALERIA VALE FORMOSO

Desenho, Pintura e Ilustração QUA: 15H-17H

IMAGERIE – CASA DE IMAGENS

Tosca - oficina de fotografia estenopeica 1 ABR: 10H30-14H30

Tosca - oficina de fotografia estenopeica + revelação 1, 8 ABR: 10H30-14H30

Oficina de processos alternativos - goma bicromatada 22 ABR: 10H3013H30/14H30-17H30

INSTITUTO DE ARTES E OFÍCIOS

Oficina de mobiliário, de pintura, de escultura e talha

Atelier de fotografia a céu aberto www.lisbonphotographer.com MEF - MOVIMENTO DE EXPRESSÃO FOTOGRÁFICA

Workshop de Fotografia de Teatro – FATAL

QUA: 13H30-17H30

Origami – Vamos dobrar a matemática 22 ABR: 15H-16H30

Jardim Azul

Oficina de cianotipia 23 ABR: 10H-14H NAF – N ÚCLEO DE ARTE FOTOGRÁFICA

4ª Aberta – Laboratório Comunitário QUA

MUSEU DO ORIENTE

Mizuhiki – nós japoneses decorativos 8 ABR: 10H-12H

Kanzashi - flores de verão 22 ABR: 10H-12H

Lanternas

29 ABR: 10H-13H

Decoração de mesa 29 ABR: 10H-13H

18 ABR A 18 MAI

MESTRES DO REGUEIRÃO

Introdução à cerâmica SEG: 19H-21H

MOB – ESPAÇO ASSOCIATIVO

Desenho de modelo nú QUI: 18H30-21H

MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO PELA ARTE

Memórias em álbum QUA: 10H-12H

MUSEU BORDALO PINHEIRO

Animais Sociais

Pintar em azulejo 2 ABR: 10H30-17H30 MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

Liberdade

Ciclo de oficinas para jovens 15-30 anos 9 ABR: 15H30-17H30 MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

N ÚCLEO DE ARTES E OFÍCIOS DO CCD -AT

Curso Intensivo de Olaria - I

3, 5 ABR: 14H-20H, 6, 7 ABR: 14H-18H

Curso Intensivo de Olaria - II

Desenho e gravura Por José Faria

Desenho de Figura Humana - Retrato, Técnicas de Calcografia e Gravura em Metal, Técnicas em Pintura SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Cursos de Formação

Com Luís Rocha e Tânia Araújo SOCIEDADE NACIONAL DE BELAS-ARTES

Cursos Teóricos

História da Arte em Portugal, História da Arte I, História da Arte Contemporânea, Estética, Curso de Fotografia VÁRIOS HORÁRIOS

Cursos Práticos

Desenho (aulas com modelo), Introdução ao Estudo da Cor, Atelier com Modelo, Pintura, Oficina de Apoio em Pintura, Ilustração Artística, Atelier Experimental, Regime Tutorial VÁRIOS HORÁRIOS TEATRO DA VOZ

Desenho aberto

VÁRIOS HORÁRIOS VIRAGEM LAB

Técnicas de Impressão de Preto e Branco SÁB, DOM

10, 12 ABR: 14H-20H, 11, 13 ABR: 14H-18H

Ourivesaria contemporânea, atelier livre de esmaltes, bordados tradicionais, pintura em porcelana e faiança craquelada, artes decorativas, modelação em barro, técnicas de cerâmica e olaria, escultura, modelação em porcelana e grés, atelier de artes plásticas e cerâmica VÁRIOS HORÁRIOS

Modelação de barro e pintura de azulejo

ORIGAMIGOS DE LISBOA

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

local a definir | 93 625 86 19 1 ABR: 15-19H

Oficina de tecelagem

PONTO DE LUZ ATELIER

13º encontro dos Origamigos de Lisboa

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


34

CI Ê N CI AS

MUSEU DE LISBOA - TORREÃO POENTE A PARTIR DE 18 DE ABRIL PRAÇA DO COMÉRCIO, 1 / WWW.MUSEUDELISBOA.PT

DEBAIXO DOS NOSSOS PÉS PAVIMENTOS HISTÓRICOS DA CIDADE DE LISBOA Será que conhece o chão que todos os dias pisamos? Esta exposição dá a conhecer os pavimentos de Lisboa explorando as técnicas, materiais, formas, composições e cores que revestiram o chão da cidade desde a pré-história até ao início do século XX. Ao longo do tempo as soluções de pavimentação

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS ASSOCIAÇÃO DOS ARQUEÓLOGOS PORTUGUESES

ARQUEOLOGIA NO CLAUSTRO DA SÉ DE LISBOA. DE ESPAÇO CONTEMPLATIVO AOS MERCADORES FENÍCIOS Por Clementino Amaro

O CLAUSTRO DA SÉ DE

LISBOA: DA ESCAVAÇÃO À VALORIZAÇÃO

Por Alexandra Gaspar e Ana Gomes 18 ABR: 18H EG CASTELO DE SÃO JORGE

4º TORNEIO DE TIRO COM ARCO HISTÓRICO 22 ABR: 15H-17H EG / MP

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

A PRÉ-HISTÓRIA EM LISBOA - TESTEMUNHOS

foram-se modificando sendo a pedra e a cerâmica os materiais mais utilizados, embora trabalhados de forma distinta. A análise dos pavimentos que o Homem criou e pisou leva a um conhecimento mais profundo de uma cidade tão antiga como Lisboa e da história das pessoas que a habitaram. Cristina Engrácia

REGISTADOS PELA ARQUEOLOGIA INDÍGENAS E FENÍCIOS EM LISBOA A HISTÓRIA DE LISBOA NA ESCRITA DOS SEUS MUROS - PERCURSO EPIGRÁFICO PELA VERTENTE SUL DA COLINA DO CASTELO PELA ENCOSTA À BAIXA: PERCURSO EM TORNO

DA MURALHA URBANA E DOS APROVEITAMENTOS HIDRÁULICOS DA LISBOA ANTIGA PATRIMÓNIO INDUSTRIAL - NÚCLEO DE BELÉM/BOM SUCESSO

18 ABR EG / MP

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

A SÉTIMA COLINA A 3


C I Ê N C I AS 22 ABR: 10H-13H, 14H-17H

VOZES

MP

Visita guiada sobre a história da sétima colina de Lisboa. 18 ABR: 14H30-1H EG ACADEMIA DAS CIÊNCIAS DE LISBOA

VISITAS GUIADAS EXPOSIÇÃO PERMANENTE NO MUSEU MAYNENSE MP

SEG, QUA: 10H-18H

APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

ATELIÊ DE MICROFOGUETES

MP

ASSOCIAÇÃO DOS ARQUEÓLOGOS PORTUGUESES

A MORTE EM LISBOA. NOVOS DADOS, NOVAS PROBLEMÁTICAS Colóquio 8 ABR: 10H-18H EG

CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

MUDAR A ESCOLA: UMA BARAFUNDA? Debate aberto 29 ABR: 16H

HISTÓRIAS DA HISTÓRIA OS NAZIS NÃO MORREM NA CAMA Por Sebastião Lima Rego 13 ABR: 18H30 EG

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

SEMPRE NÓS - CONHAQUE PHILO 2017 A FORÇA HUMANA Por António Correia de Campos, Filipe Sousa Magalhães e Higino Cruz 4 ABR: 21H30

TENS OS OLHOS DE DEUS

Por Pedro Abrunhosa, Rui de Carvalho e Paula Roque 12 ABR: 21H30 EG CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

ANTROPOLOGIA BIOLÓGICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS FORENSES E À ARQUEOLOGIA Workshop

35

antropologia.icfpem@egasmoniz. edu.pt

VISITAS ORIENTADAS ÀS INSTALAÇÕES DO CAL SEG: 10H30 SEG, QUA

EG EG / MP

ESPAÇO AMOREIRAS

CURSO DE FILOSOFIA MODERNA E CONTEMPORÂNEA Por Paulo José Miranda ATÉ 27 JUN TER: 21H-22H MP info@edge-arts.org

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

COLÓQUIO INTERNACIONAL IMPÉRIO E ARTE COLONIAL Por Eduardo Lourenço, Geoffrey Quilley, Guilherme d’Oliveira Martins, Nuno Júdice, Pedro Lapa e Rui Zink 6, 7 ABR: 9H-18H FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

SPEAKING FOR SCIENCE

Workshop em inglês por Malcolm Love 28 ABR: 10H GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

III CICLO DE CONFERÊNCIAS TEMAS OLISIPONENSES ASPETOS INÉDITOS DO BEAU SÉJOUR Por Carlos Dias Almeida 5 ABR: 18H30

CONVENTO DA ESPERANÇA E O PROJETO DE 1879. NOTAS DE URBANISMO Por Elisabete Gama 20 ABR: 18H30 EG

GRUPO AMIGOS DE LISBOA

OBRAS DE PEDRARIA NA IGREJA DE S. JOÃO BAPTISTA DO LUMIAR Conferência por Maria João Coutinho 1 ABR: 15H

DA PIA PÉTREA À BACIA

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA 6 E 7 DE ABRIL, DAS 9H ÀS 18H AV. DE BERNA, 26 C 217 908 300 / WWW.FCSH.UNL.PT

COLÓQUIO INTERNACIONAL IMPÉRIO E ARTE COLONIAL O colóquio, realizado no âmbito do projeto ArTravel, pretende refletir sobre o modo como a deslocação entre as ex-colónias europeias e a metrópole inspirou a criação de uma arte que se implantou não só no território nacional, mas também se estruturou a partir das antigas províncias ultramarinas. Eduardo Lourenço, Geoffrey Quilley, Guilherme d’Oliveira Martins, Nuno Júdice, Pedro Lapa e Rui Zink são os oradores convidados. Mais informações em fcsh.unl. pt/artravel. CE


36

C I Ê N C I AS

ARGÊNTEA: RITUAIS DE BAPTISMO NO ANTIGO REGIME (O EXEMPLO DE D. JOÃO II)

AFROTOPIAS - ECONOMIAS E DESENVOLVIMENTO HUMANO NO PLURAL

ARQUEOLOGIA E CONSTRUÇÃO NAVAL EM LISBOA

EG

Conferência por Heitor Baptista Pato 8 ABR: 15H

Conferência por José Bettencourt 22 ABR: 15H JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

VISITAS GUIADAS Em português e inglês MP

933 756 154 (CERCiência) MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

UTOPIAS - ARQUIPÉLAGO CAPITAL COMO COLOCAR AS COISAS NO SEU DEVIDO LUGAR ERRADO? Debate por António Alvarenga 5 ABR: 18H30 EG

Debate em francês com tradução simultânea por Felwine Sarr, Monika Gintersdorfer, Roch Bodo, Hauke Heimann e Eric Taregue 19 ABR: 18H30

MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

EXPOSIÇÃO PERMANENTE DO MUSEU DA ÁGUA TER A SÁB: 10H-12H30, 13H30-17H30

MUSEU DO COMBATENTE

A TRINCHEIRA

Exposição e workshop de construção de trincheiras.

Exposições TODOS OS DIAS: 10H-17H MUSEU DO DINHEIRO

REABILITAÇÃO DA ANTIGA IGREJA DE S. JULIÃO Visita

22 ABR: 11H30 A SEDA E O CORDEIRO VEGETAL DA TARTÁRIA OU UMA CURTA HISTÓRIA DAS NÚCLEO DE INTERPRETAÇÃO DA FIBRAS NATURAIS Curso MURALHA DE D. DINIS 8 ABR: 10H30 VISITAS LIVRES A SÁB: 10H-18H O GOSTO DO NUMISMATA QUA (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) MP

Visita 8 ABR: 15H

EG

VISITAS ORIENTADAS

MP

BOTÂNICA E NUMISMÁTICA

SEX: 13H, SÁB: 11H EG / MP

MUSEU GEOLÓGICO DE PORTUGAL/LNEG

Curso 22 ABR: 10H30 MP

MUSEU DO DINHEIRO: A GRANDE GUERRA AO PERCURSO PELA COLEÇÃO VIVO - EVOCANDO A PAZ Visita ARMARIA - 200 ANOS DE 22 ABR: 10H30 ARMAS REGULAMENTARES MURALHA DE D. DINIS EM PORTUGAL Visita HISTÓRIA DA AVIAÇÃO NO 22 ABR: 11H SÉCULO XX MP

MP

100 MILHÕES DE ANOS DA HISTÓRIA DE LISBOA PORTUGAL ANTES DO HOMEM AS (PRIMEIRAS) 27 MARAVILHAS DO MUSEU GEOLÓGICO SEG A SÁB: 10H-18H

Macau and Lisbon on the same page

www.martmagazine.net

Your new online cultural magazine


C I Ê N C I AS MUSEU DE LISBOA - CASA DOS BICOS

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA CASA DOS BICOS

SEG A SÁB: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) EG

217 513 200 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta) MUSEU DE LISBOA TEATRO ROMANO

VISITAS GUIADAS AO MUSEU TER A DOM: 10H-18H MP

217 513 215 (Museu de Lisboa Palácio Pimenta) MUSEU DE LISBOA TORREÃO POENTE

DEBAIXO DOS NOSSOS PÉS - PAVIMENTOS HISTÓRICOS DA CIDADE DE LISBOA

Exposição A PARTIR 18 ABR TER A DOM: 10H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30) MUSEU DE MARINHA

VIKINGS - GUERREIROS DO MAR

Exposição A PARTIR 12 ABR TODOS OS DIAS: 10H-18H MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

TESOUROS DA ARQUEOLOGIA PORTUGUESA

37 sétima colina de Lisboa. 20 ABR: 17H45 EG

DIA MUNDIAL DA TERRA PRAÇAS, JARDINS E ÁGUA

Visita orientada sobre a história associada à água e jardins na sétima colina. 22 ABR: 15H-17H MP

A OLHAR PARA O CÉU! 1 ABR: 16H30-18H

O CÉU DE GALILEU! 8 ABR: 16H30-18H

COLEÇÕES GEOLÓGICAS EM LISBOA

Visita às coleções do MNHNC, Museu Geológico e Museu Alfredo Bensaúde 29 ABR: 15H-17H

DINOSSAUROS QUE VIVERAM NA NOSSA TERRA

Exposição ATÉ 18 MAI TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

REIS DA EUROPA SELVAGEM - OS ÚLTIMOS GRANDES CARNÍVOROS

Exposição TER A SEX: 10H-17H (ÚLTIMA ENTRADA 16H30), SÁB, DOM: 11H-18H (ÚLTIMA ENTRADA 17H30)

SESSÕES DE PLANETÁRIO SÁB: 16H30-18H

EXPOSIÇÃO HISTÓRICA E PARTICIPATIVA DE FÍSICA FRANCISCO ARRUDA RELIGIÕES DA LUSITÂNIA - FURTADO. DISCÍPULO DE LOQUUNTUR SAXA DARWIN TESOUROS DA MEMÓRIA DA ARQUEOLOGIA POLITÉCNICA - QUATRO PORTUGUESA SÉCULOS DE EDUCAÇÃO, ANTIGUIDADES EGÍPCIAS CIÊNCIA E CULTURA Exposições TER A DOM: 10H-18H A AVENTURA DA TERRA - UM PLANETA EM MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA EVOLUÇÃO CIÊNCIA 60 MINUTOS DE CIÊNCIA MINERAIS: IDENTIFICAR E CLASSIFICAR TERÁ SIDO O SISMO DE 1755 O PRENÚNCIO DO FECHO DO JOIAS DA TERRA OCEANO ATLÂNTICO? - O MINÉRIO DA Visita guiada sobre a história da Visita guiada por Isabel Leal 2 ABR: 11H EG / MP

MUSEU DO ORIENTE 22 DE ABRIL A 24 DE JUNHO, AOS SÁBADOS, DAS 10H ÀS 13H AV. BRASILIA, DOCA DE ALCÂNTARA 213 585 200 / WWW.MUSEUDOORIENTE.PT

CULTURA E CIVILIZAÇÃO CHINESA Orientado pelo escritor e historiador António Graça de Abreu, este curso tem o objetivo de compreender o mundo chinês através de um diálogo aberto e multifacetado com a cultura e a civilização chinesa. Uma viagem pela história do velho e novo Império do Meio através de uma abordagem às suas manifestações culturais, artes e religiões. Ao longo das nove sessões procurase a ligação entre a China histórico-cultural e a contemporaneidade e também se passa por Macau e pela presença portuguesa no império chinês. CE

PANASQUEIRA ALLOSAURUS - UM DINOSSÁURIO, DOIS CONTINENTES?

AS GLÓRIAS DESCONHECIDAS DO IMAN: O SILÊNCIO, A AUSÊNCIA E O ISLAMICATE NA ÍNDIA DA COLEÇÃO KWOK ON

Exposições TER A SEX: 10H-17H, SÁB, DOM: 11H-18H

Por Jason Fernandes 19 ABR: 18H30

MUSEU DO ORIENTE

N ÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA RUA DOS CORREEIROS

CULTURA E CIVILIZAÇÃO CHINESA

Curso por António Graça de Abreu 22 ABR A 24 JUN SÁB: 10H-13H

EG

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 10H-12H, 14H-17H E / MP

CICLO DE CONFERÊNCIAS A OCEANÁRIO DE LISBOA ÍNDIA VISUAL FLORESTAS SUBMERSAS ATÉ 29 NOV


C I Ê N C I AS

Museu Bordalo Pinheiro

38

MARÇO JUNHO 2017

LISB A DE BORDALO

Exposição

Uma visita bem-humorada à Lisboa do final do século XIX, tal como Rafael Bordalo Pinheiro a desenhou e os lisboetas a viveram.

Todos os dias, das 10 às 18 horas | Encerra à 2ª feira Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382 | 1700-097 Lisboa T. 21 5818544 info@museubordalopinheiro.pt


C I Ê N C I AS

BY TAKASHI AMANO

Exposição TODOS OS DIAS: 10H-20H (ÚLTIMA ENTRADA 19H)

O MAR É PARA TODAS AS IDADES

Ateliê com visita guiada para maiores de 65 anos. TODOS OS DIAS: 10H-20H (ÚLTIMA ENTRADA 19H) MP

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO CIÊNCIA VIVA

RISCO - UMA EXPOSIÇÃO PARA AUDAZES

Exposição ATÉ SET TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

EXPLORA

Exposição TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

DÓING - OFICINA AUMENTADA

Oficina, ateliê de costura, workshops e pista de lançamento de grandes ideias. TER A SEX: 10H-18H, SÁB, DOM, FER: 11H-19H

39

PEIXE EM LISBOA PEIXE COM CIÊNCIA Debate 4 ABR: 18H-20H

BINA MARINHA

8 ABR: 11H30-19H30

CONSERVAS, ALGAS E AQUACULTURA: UMA EMENTA COM FUTURO

DA BETERRABA À CAMISOLA PINTADA, LOLLIPOPS DE FRUTA, HORTAS À JANELA

Visitas acompanhadas, atividades de laboratório, cozinha e ateliês científicos para maiores de 65 anos. SEX: 10H15, 14H15 PLANETÁRIO CALOUSTE GULBENKIAN

PARTÍCULAS - DO BOSÃO DE HIGGS À MATÉRIA CARAPAU SECO - DA CONSERVA ESCURA Exposição TRADICIONAL AO PRATO ATÉ 2 ABR GOURMET TER A SEX, DOM: 9H30Showcooking 8 ABR: 15H-17H

Showcooking 8 ABR: 17H30-19H30

12H, 13H45-16H, SÁB: 13H45-17H

DIA C: DESAFIOS PARA A SUSTENTABILIDADE MEXER NA VIDA: APLICAÇÕES E IMPLICAÇÕES DA BIOLOGIA SINTÉTICA

EG

27 ABR: 19H30

HÁ QUANTO TEMPO NÃO VAI A UMA AULA DE CIÊNCIA?

particulas@lip.pt SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA

A ARQUEOLOGIA NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA INTERVENÇÕES ARQUEOLÓGICAS MARCANTES EM LISBOA Por António Marques

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO - CIÊNCIA VIVA 4 E 8 DE ABRIL ALAMEDA DOS OCEANOS / 218 917 100 WWW.PAVCONHECIMENTO.PT

PEIXE COM CIÊNCIA

No âmbito do evento gastronómico Peixe em Lisboa, o Pavilhão do Conhecimento apresenta algumas atividades paralelas a este festival dedicado aos produtos do mar. No dia 4 de abril, investigadores, empresários e público debatem informalmente sobre o consumo de produtos marinhos de forma sustentável sem colocar em risco a biodiversidade do oceano. A 8 de abril, podemos aprender a cozinhar iguarias amigas do oceano e preparar receitas gourmet com carapau seco da Nazaré. Também a Bina Marinha, uma bicicleta de gelados adaptada à temática do mar, vai estar à entrada do Peixe em Lisboa para alertar os presentes para as temáticas marinhas com um cariz mais científico. CE

6 ABR: 10H-12H EG

218 172 180 (Centro de Arqueologia de Lisboa) UNIÃO DE ASSOCIAÇÕES DO COM ÉRCIO E SERVIÇOS

CICLO DE CONFERÊNCIAS NOVOS ESTUDOS & NOVOS OLHARES SOBRE A CIDADE: LISBOA DO TERRAMOTO À REVOLUÇÃO DE ABRIL ATÉ 13 DEZ AS VÁRIAS NOITES DE LISBOA (1780-1900): UMA PERSPETIVA HISTÓRICA, SOCIAL E LITERÁRIA Por Rosa Fina 26 ABR: 18H EG

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


40

CINEMA EM ANA FIGUEIREDO

A ILHA DOS CÃES DE JORGE ANTÓNIO ESTREIA A 20 DE ABRIL

O realizador e produtor Jorge António estreia o seu mais recente trabalho este mês. A Ilha dos Cães é uma adaptação do livro Os Senhores do Areal de Henrique Abranches, e conta a história de uma multinacional que está a construir um resort na Ilha dos Cães, em Angola. Os trabalhos encontram-se atrasados porque os funcionários estão assustados. Vários cães selvagens que habitam na ilha atacam e matam trabalhadores. A empresa luta para expulsar os cães da ilha, mas também os pescadores que, como os cães, sempre ali estiveram. Para o realizador há um certo misticismo na história, mas é sobretudo um filme político onde a luta de classes é evidente. Filmado em São Tomé e Príncipe e em Angola, conta com as participações de Nicolau Breyner, Ângelo Torres, João Cabral e Ciomara Morais.

FÁTIMA

DE JOÃO CANIJO ESTREIA A 27 DE ABRIL João Canijo regressa aos filmes cinco anos depois de Sangue do Meu Sangue. O realizador estreia este mês Fátima, a história de um grupo de 11 mulheres que ao longo de dez dias percorre mais de 400 quilómetros a pé, em peregrinação. Filmado desde os arredores de Vinhais (distrito de Bragança) até Fátima, o percurso feito por estas mulheres dá a conhecer as terras do país profundo, desertificado e envelhecido, onde sobressai a decadência arquitetónica e humana. Esta paisagem influencia também o estado de espírito do grupo: cada uma caminha com uma causa própria, mas o esforço e sofrimento da travessia fá-las revelarem as suas identidades e motivações profundas. O elenco é formado por Rita Blanco, Anabela Moreira, Cleia Almeida, entre outras.


41

PORTUGUÊS JACINTA

DE JORGE PAIXÃO DA COSTA ESTREIA A 13 DE ABRIL No ano em que se assinala o centenário das aparições de Fátima, chega ao cinema o filme Jacinta, de Jorge Paixão da Costa. O realizador, que tem trabalhado sobretudo para televisão, nomeadamente em telenovelas e séries, apresenta um filme que dá a conhecer o mistério das aparições de Fátima sobre a perspetiva de um dos três pastorinhos, Jacinta. O realizador trabalhou com Manuel Arouca autor do livro Jacinta. A profecia e argumentista do filme. O fenómeno que aconteceu em 1917, não é abordado através de uma visão teológica, mas revelando o impacto que teve nos três pastorinhos, particularmente em Jacinta, mostrando como a personalidade da criança se vai alterando depois do acontecimento e como isso influenciou todos em seu redor.

PAULA REGO, HISTÓRIAS & SEGREDOS DE NICK WILLING ESTREIA A 4 DE ABRIL

Paula Rego revela-se pela primeira vez neste documentário filmado pelo seu filho, o cineasta Nick Willing. Através de filmes caseiros, fotografias, entrevistas que percorrem 60 anos de vida e imagens de Paula Rego a trabalhar no seu estúdio, é dada a conhecer a obra da artista mas também o seu lado mais pessoal. A sua história de vida, a atitude contra o fascismo, a misoginia do mundo da arte e o reconhecimento internacional tardio da sua obra, são questões abordadas. Através da sua pintura, onde se vislumbram a tragédia pessoal, fantasias perversas e verdades constrangedoras, conseguimos compreender a grande pintora que é Paula Rego.


42

CI N E M A

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL 24 A 29 DE ABRIL CAMPO GRANDE, 83 / 217 982 168 / WWW.BNPORTUGAL.PT

CICLO DE CINEMA VENEZUELANO No sentido de comemorar o dia da independência da Venezuela (19 de abril de 1810), o Consulado Geral da República Bolivariana da Venezuela em Lisboa organiza um ciclo de cinema na Biblioteca Nacional de Portugal. Durante cinco dias são apresentadas cinco longas-metragens ilustrativas das diversas E S T R E I AS

BAILARINA

De Eric Summer, Éric Warin, com (vozes) Dane DeHaan, Elle Fanning, Maddie Ziegler

Felícia, uma menina órfã, tem um único objetivo: ser bailarina. Com a ajuda do seu amigo Victor, viaja até Paris onde tudo fará para realizar o seu sonho.

THE BOSS BABY

De Tom McGrath, com (vozes) Kevin Spacey, Alec Baldwin, Eric Bell Jr.

Tim, de 7 anos, tem de lutar para conseguir a atenção dos pais depois da chegada do irmão. Mas o bebé amoroso esconde uma personalidade madura e astuta, que consegue conquistar Tim. Os dois acabam por trabalhar em conjunto contra uma ameaça real, que pretende acabar com o amor no mundo.

A CABANA

De Stuart Hazeldine, com Sam

Worthington, Octavia Spencer, Tim McGraw

Um pai que vive amargurado depois de a filha ter sido raptada e assassinada numa cabana perdida nas montanhas, recebe uma carta, supostamente de Deus, para se dirigir ao local da tragédia.

O CIRCULO

De James Ponsoldt, com Emma Watson, Tom Hanks, Karen Gillan

Mae é contratada para trabalhar na maior empresa de tecnologia e redes sociais do mundo. Tudo corre bem, mas quando o fundador a convida para uma experiência inovadora que testa os limites da privacidade, Mae percebe que toda a sua vida pode estar em perigo.

DOISNEAU: THROUGH THE LENS De Clémentine Deroudille

Um documentário sobre o fotógrafo Robert Doisneau que inclui fotografias e vídeos nunca antes revelados, assim como entrevistas com vários dos seus amigos.

fases da história da Venezuela, acompanhadas de documentários que mostram o nascimento da nação venezuelana e o sincretismo cultural do país. Bolívar; O homem das dificuldades; Zamora, Diário de Bucaramanga; Miranda Regressa e Azú, são os títulos exibidos duas vezes ao dia, às 10h e às 15h. Ana Figueiredo

IN DUBIOUS BATTLE

De James Franco, com Vincent D’Onofrio, James Franco, Josh Hutcherson

Nos anos de 1930 o ativista Jim Nolan tenta consciencializar politicamente um grupo de imigrantes que trabalha na apanha de fruta, na Califórnia, organizando uma grande greve na região.

L’EMPEREUR De Luc Jacquet

Um documentário sobre a viagem que os pinguins empreendem, durante o Inverno, para um destino desconhecido quando ouvem uma chamada misteriosa.

ESTA TERRA É NOSSA

De Lucas Belvaux, com Émilie Dequenne, André Dussollier, Guillaume Gouix

Uma enfermeira de um distrito mineiro no Norte de França é muito popular na zona onde vive, um partido nacionalista em ascensão aproveita-se do protagonismo desta mulher e transforma-a na sua candidata às eleições locais.

FÁTIMA

De João Canijo, com Rita Blanco, Anabela Moreira, Cleia Almeida

THE HEADHUNTER’S CALLING

De Mark Williams, com Alison Brie, Gerard Butler, Willem Dafoe

Dane Jasen é um executivo ambicioso que ao fim de vários anos tem finalmente a oportunidade de chefiar a empresa onde trabalha há vários anos. A vida de Dane complica-se quando um problema familiar grave surge, uma vez que as exigências profissionais entram em colisão com as responsabilidades pessoais.

A ILHA DOS CÃES

De Jorge António, com Nicolau Breyner, Ciomara Morais, Júlio Mesquita

O ILUSTRE CIDADÃO

De Gastón Duprat, Mariano Cohn, com Oscar Martínez, Dady Brieva, Andrea Frigerio


C I N E M A E S T R E I AS

43

O Sr. Mantovani, vencedor do Prémio Nobel da Literatura, aceita o convite para visitar a sua terra natal na Argentina. Uma decisão pouco acertada, uma vez que todos os seus livros incluem personagens baseadas em pessoas reais que fazem parte do seu passado.

JACINTA

De Jorge Paixão da Costa, com Filipe Vargas, Dalila Carmo, António Pedro Cerdeira

O JARDIM DA ESPERANÇA De Niki Caro, com Jessica Chastain, Johan Heldenbergh, Daniel Brühl

Durante a 2ª Guerra Mundial um casal que gere, em Varsóvia, um Jardim Zoológico sob as ordens de um zoologista do Reich, começa a colaborar com a Resistência resgatando pessoas que vivem no recém-criado Gueto de Varsóvia.

LE JEUNE KARL MARX

De Raoul Peck, com August Diehl, Stefan Konarske, Vicky Krieps Um retrato da amizade entre Marx e Engels, e de como essa ligação ajudou a criar um movimento revolucionário que marcou para sempre a História da humanidade.

JUNTOS PARA SEMPRE

De Lasse Hallström, com Britt Robertson, Josh Gad, Dennis Quaid

Um cão morre e reencarna quatro vezes sempre com raças diferentes. O seu objetivo é encontrar o primeiro dono, o seu melhor amigo.

LADRÕES COM MUITO ESTILO

De Zach Braff, com Morgan Freeman, Alan Arkin, Michael Caine

Quando o banco recusa pagar o dinheiro que três reformados reuniram ao longo da vida, os três homens tomam uma decisão drástica: assaltar o banco.

THE LAST FACE

De Sean Penn, com Charlize Theron, Javier Bardem, Adèle Exarchopoulos

A diretora de uma agência de ajuda humanitária, em África, apaixonase por um médico voluntário. Os dois constroem uma relação num mundo de violência e incerteza, onde diariamente tomam decisões éticas difíceis.

MA LOUTE

De Bruno Dumont, com Fabrice Luchini, Juliette Binoche, Valeria Bruni Tedeschi Verão de 1910, nas praias do Canal da Mancha desaparecem vários turistas. Dois inspetores investigam o sucedido. Nesse mesmo local vive uma estranha

VÁRIOS LOCAIS 5 A 13 DE ABRIL WWW.FESTADOCINEMAITALIANO.COM

10ª FESTA DO CINEMA ITALIANO Itália volta a ser destaque, em Lisboa, com a 10ª Festa do Cinema Italiano. Nápoles é a cidade celebrada e a sua cultura é dada a conhecer através do cinema, pela figura de Totò, ator de relevo da comédia italiana; da literatura com o fenómeno literário Elena Ferrante, e também através da música e gastronomia. Um dos grandes cineastas da comédia, Dino Risi, é homenageado com a exibição de clássicos como A Ultrapassagem, Os Monstros e Perfume de Mulher que têm em comum notáveis interpretações de um dos ícones do cinema italiano: Vittorio Gassman. Das várias antestreias, destaque para Sonhos Cor-de-Rosa, de Marco Bellochi, e Il Guerra per Amore, de Pif-Pierfrancesco Diliberto. A programação inclui ainda música, com a presença dos Spaghetti Fusion, um coletivo que adapta temas musicais do cinema italiano, cinema para os mais pequenos e uma Rota dos Sabores, com provas, aulas e encontros. AF família de pescadores e no topo da baía uma mansão alberga durante as férias uma família burguesa degenerada. Neste contexto a confusão instala-se e o mistério será difícil de desvendar.

IN MEMORIAM

De Mark Pellington, com Shirley MacLaine, Amanda Seyfried, Anne Heche

Harriet é uma mulher de negócios reformada, amarga e controladora por natureza. Por essa razão resolve pedir ajuda a uma jovem escritora para escrever o seu obituário. O que começa como uma relação profissional transforma-se numa amizade que irá mostrar a Harriet que a vida é incontrolável.

NOCTURAMA

De Bertrand Bonello, com Finnegan Oldfield, Vincent Rottiers, Hamza Meziani

Em Paris, vários jovens, cansados da sociedade onde vivem, resolvem infiltrar-se num centro comercial durante a noite, com o objetivo de organizar um ataque terrorista na cidade.

PATERSON

De Jim Jarmusch, com Adam Driver, Golshifteh Farahani, Kara Hayward Paterson é um motorista de autocarro na cidade de Paterson, New Jersey. Durante a sua rota diária escreve poemas. O filme acompanha o dia-a-dia deste

homem e da sua companheira, onde a poesia está sempre presente.

PAULA REGO, HISTÓRIAS E SEGREDOS De Nick Willing

O PORTAL DO GUERREIRO De Matthias Hoene, com Mark Chao, Ni Ni, Dave Bautista

Um jovem fascinado por videojogos é misteriosamente transportado para o universo mágico da China medieval. Para conseguir restabelecer a paz entre dois impérios terá de lutar como um verdadeiro mestre de Kung Fu antes que o gongo anuncie game over.


44

C I N E M A C I C L O S / F E S T I VA I S

RADIN!

De Fred Cavayé, com Dany Boon, Laurence Arné, Noémie Schmidt François Gautier é um forreta. O seu objetivo de vida é não gastar um cêntimo. Quando descobre que tem uma filha, François vai perceber que o preço a pagar é demasiado alto para os seus parâmetros.

SONG TO SONG

De Terrence Malick, com Ryan Gosling, Michael Fassbender, Natalie Portman

Dois casais cruzam-se na cena musical em Austin, Texas. Amor, traição e obsessão são os elementos centrais do dia-a-dia destas pessoas.

SONHOS COR-DE-ROSA De Marco Bellochio, com Bérénice Bejo, Valerio Mastandrea, Fabrizio Gifuni

A vida de Massimo, um rapaz de 9 anos, é abalada de forma irreversível pela morte misteriosa da mãe. Já adulto Massimo regressa à casa de família onde tem de enfrentar os fantasmas do passado.

USS INDIANOPOLIS: HOMENS DE CORAGEM De Mario Van Peebles, com

Nicolas Cage, Tom Sizemore, Thomas Jane

Baseado na história verídica da tripulação do USS Indianapolis, o navio de guerra afundado pelos japoneses no mar das Filipinas. Durante cinco dias a tripulação teve de esperar por auxílio ficando à mercê da fome, desidratação e ataques de tubarões.

VELOCIDADE FURIOSA 8

De F. Gary Gray, com Vin Diesel, Dwayne Johnson, Charlize Theron

A saga continua e a força de elite volta a enfrentar uma grande ameaça: um anarquista que quer espalhar o caos no mundo.

UMA VIAGEM PELO CINEMA FRANCÊS De Bertrand Tavernier

Um documentário sobre o cinema francês através do olhar de Bertrand Tavernier.

De Cecil B. DeMille 14 ABR: 16H

BUSTER KEATON MUSICADO

BELÉM CINEMA CENTRO CULTURAL DE BELÉM

OS DEZ MANDAMENTOS

PRÉMIo de CURAdoRIA (2ª edIÇão) ATeLIeR-MUSeU JÚLIo PoMAR/eGeAC 2016

De Roberto Girault

24 ABR: 10H, 15H

ZAMORA

De Román Chalbaud

EKA PALACE

26 ABR: 10H, 15H

Filme musicado por David Larisch Frazer 9 ABR: 17H

De Carlos Alberto Fung

STEAMBOAT BILL JR

CICLO DE CINEMA GÉNERO & IDENTIDADE ESPAÇO NIMAS

SUBJUGAÇÃO E VIOLÊNCIA

O CÍRCULO De Panahi

12 ABR: 19H

MARTHA

De Fassbinder 16 ABR: 19H

C I C L O S/ / F E S T I VA I S

DIFICULTADES

CICLO DE CINEMA HISTÓRICO DA VENEZUELA BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

BOLÍVAR, EL HOMBRE DE LAS

DIARIO DE BUCARAMANGA 27 ABR: 10H, 15H

MIRANDA REGRESSA

De Luis Alberto Lamata 28 ABR: 10H, 15H

AZÚ

De Luis Alberto Lamata 29 ABR: 10H, 15H EG

CICLO DE CINEMA: UM HOMEM NA REVOLUÇÃO – MÁRIO DIONÍSIO E A RTP CASA DA ACHADA

A LINHA GERAL

De Sergei Eisenstein 3 ABR: 21H30

OS DEZ MIL SÓIS De Ferenc Kósa

10 ABR: 21H30

inauguração 30 de MARÇo às 18h ARTISTAS

anDré roMão CarLos Bunga igor JEsus Joana BasTos João LEonarDo João PEDro VaLE & nuno aLEXanDrE FErrEira JúLio PoMar PEDro BaraTEiro roDrigo oLiVEira CuRAdoRIA

hugo Dinis

30.03.2017 21.05.2017 atelier-Museu Júlio Pomar rua do Vale, 7 1200-472 Lisboa facebook.com/ateliermuseujuliopomar www. ateliermuseujuliopomar.pt

TERÇA A DOMINGO 10h - 13h // 14h - 18h ENCERRA SEGUNDA EnTraDa gEraL 2€ TERÇA-FEIRA EnTraDa graTuiTa


C I N E M A C I C L O S / F E S T I VA I S

45

CINEMATECA PORTUGUESA ATÉ MAIO RUA BARATA SALGUEIRO, 39 213 596 200 / WWW.CINEMATECA.PT

NOVOS OLHARES A Cinemateca Portuguesa dá continuidade, durante os meses de abril e maio, ao ciclo Novos Olhares: As Novas Gerações do Cinema Português que teve início em março. Este pretende ser um espaço onde se dá a conhecer a diversidade de propostas das novas gerações do cinema português. O ciclo incide por isso em autores que nasceram num período pós1974 e que apresentaram os seus trabalhos, em circuito cultural ou comercial, já depois da viragem do século. O objetivo é refletir sobre as diferenças e semelhanças destes realizadores, mas também perceber como nos últimos anos Portugal tem visto nascer, mesmo em circunstâncias adversas, um grande número de novos cineastas. Cláudia Varejão, Gabriel Abrantes, João Nicolau, Nuno Rocha e Cláudia Rita Oliveira, são alguns dos nomes presentes no ciclo, que conta com mais de 60 realizadores. A par da exibição dos filmes há debates e encontros. AF

3 ABR: 19H

ENQUADRAMENTOS

De Xavier Beauvois

O ECLIPSE

De Cinequipa

CINEMA NA REITORIA AMÉRICA, AMÉRICA, PARA ONDE VAIS?

CINEMA CITY CLASSIC ALVALADE Visionamento e análise de filmes em cartaz conduzido por um crítico de cinema. 3º SÁB: 10H Inscrições até à véspera da sessão

CICLO KENJI MIZOGUCHI

REITORIAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

O DELFIM

De Fernando Lopes 17 ABR: 21H30

O ABORTO NÃO É UM CRIME 24 ABR: 21H30

ESPAÇO NIMAS

A SENHORA OYU FESTA EM GION OS AMANTES CRUCIFICADOS O INTENDENTE SANSHO A MULHER DE QUEM SE FALA A IMPERATRIZ YANG KWEI FEI RUA DA VERGONHA CONTOS DA LUA VAGA O CONTO DOS CRISÂNTEMOS TARDIOS A PARTIR DE 13 ABR

CICLO LUNEDÌ AL CINEMA! INSTITUTO ITALIANO DE CULTURA DE LISBOA

LE COSE BELLE

De Agostino Ferrende e Giovanni

Piperno

O GRANDE GATSBY De Jack Clayton 5 ABR: 17H30

FÚRIA DE VIVER

FILMES DA COLECÇÃO CINED

17 ABR: 21H

De Michelagelo Antonioni 24 ABR: 21H

EG

HÁ CINEMA NO MUSEU – RETRATOS DE VIDAS EXTRAORDINÁRIAS I MUSEU DO DINHEIRO

O SANGUE

ALEXANDRE O’NEILL – TOMAI LÁ DO O’NEILL

27 ABR: 15H30

1 ABR: 16H

CINEMATECA PORTUGUESA

De Pedro Costa

De Fernando Lopes

NA SOMBRA E NO SILÊNCIO

CINEMA IDEAL

PINTURA HABITADA

19 ABR: 17H30

De Víctor Erice

De Nicholas Ray

12 ABR: 17H30

De Robert Mulligan

OS HOMENS DO PRESIDENTE De Alan J. Pakula

26 ABR: 17H30 EG

O ESPÍRITO DA COLMEIA 28 ABR: 10H30

OS FILMES DAS NOSSAS VIDAS - 3

CINEPOP

PADARIA DO POVO

FÓRUM LISBOA

De Federico Fellini

VERTIGO

ROMA

3 ABR: 21H

De Joana Ascensão 29 ABR: 16H

EG

AS IMAGENS REECONTRADAS REITORIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

SENSO

De Luchino Visconti

Apresentado por Tiago J. Silva 6 ABR: 18H30

ALFRED HITCHCOCK 23 ABR: 16H

O NOME DA ROSA

DUNE

10 ABR:21H

RIO BRAVO

DOS HOMENS E DOS DEUSES

Apresentado por Mário Jorge Torres

De David Lynch 30 ABR: 16H

De Jean-Jacques Annaud

De Howard Hawks


46

S E C ÇÃO C O N T I N UA M / C I R C O / AU L AS / WO R KS H O P S

GINT

ER S D K L A O R FER SSEN / o g o l á i D o t e D ir a s a h s Kin b o a Li s

TEATRO ★ 20 a 22 abril 2017 quinta a sábado ↣ 21h30 7€ a 14€ classificação etária: a classificar uma coprodução House on Fire com o apoio do Programa Cultura da União Europeia

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL w w w.teatromariamatos.pt • telf. 218 438 801


C I N E M A C I C L O S / F E S T I VA I S / C U R S O S

47

ESPAÇO NIMAS A PARTIR DE 13 DE ABRIL AVENIDA 5 DE OUTUBRO 42 / 213 574 362

OBRAS RARAS DE KENJI MIZOGUCHI O Nimas acolhe um ciclo dedicado a um grande cineasta e um dos maiores nomes do cinema japonês, Kenji Mizoguchi. O programa exibe nove obras, a maior parte delas inéditas em Portugal. Contos da Lua Vaga e A Mulher de Quem se Fala são os títulos que abrem o ciclo. Mizoguchi iniciou a sua carreira como ator e realiza o seu primeiro filme em 1922. A sua obra retrata, de forma recorrente, a vida no Japão e 20 ABR: 18H30

HALLOWEEN

De John Carpenter

Apresentado por Fernando Guerreiro 27 ABR: 18H30

NOVOS OLHARES: AS NOVAS GERAÇÕES DO CINEMA PORTUGUÊS CINEMATECA PORTUGUESA ATÉ MAI

PROCURAM-SE FILMES ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA - VIDEOTECA Recolha de filmes caseiros feitos em Lisboa ou por lisboetas

SESSÕES DE CULTO ESPAÇO NIMAS

As escolhas de Filipe Melo, realizador

Dellamorte Dellamore De Michele Soavi, com a presença do realizador 19 ABR: 21H30

ARRIVEDERCI AMORE, CIAO

De Michele Soavi, com presença do realizador e da atriz Alina Nedelea

a condição feminina na sociedade, apresentando um espelho do país. Após a Segunda Guerra Mundial o seu trabalho foi redescoberto no Ocidente e é reconhecido como um dos três mestres do cinema japonês, juntamente com Yasujiro Ozu e Akira Kurosawa. Jean Luc-Godard definiu-o como “o melhor dos realizadores japoneses. Ou, simplesmente, um dos melhores realizadores do mundo.” AF www.cursogeraldecinema.com DARC/DESTERRO

Curso de Documentário KINO-DOC ATÉ JUN 919 300 853

Produção e Marketing Audiovisual SEG, QUA, SEX: 9H-12H

Interpretação – Cinema e televisão TER, QUI: 19H-23H

Realização I

Animação e Grafismo 2D/3D I

SHORTCUTZ

Realização II

Animação e Grafismo 2D/3D II

O BOM, O MAU E O VILÃO Exibição de curtas-metragens TER: 22H

Geral de Audiovisuais

20 ABR: 21H30

CURSOS

RESTART

SEG, QUA, SEX: 9H-12H, 20H-23H TER, QUI : 19H-23H TER, QUI: 9H-13H,14H-18H

Câmara e Iluminação para Audiovisuais

TER, QUI: 9H-13H, 19H-23H CINECLUBE CINE REACTOR 24I

12º Curso Geral de Cinema ATÉ 30 JUN

Pós-Produção Audiovisual

SEG, QUA, SEX: 9H-12H, 13H-16H, 20H -23H

TER, QUI

TER, QUI: 9H-13H

Escrita para Cinema, Televisão e New Media

SEG, QUA, SEX: 20H-23H E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


DA N ÇA

© Paulo Pacheco

48

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 27 A 29 DE ABRIL, ÀS 21H30 AV. FREI MIGUEL CONTREIRAS, 52 / 218 438 801 / WWW.TEATROMARIAMATOS.PT

ADORABILIS Jonas&Lander, criação; Jonas Lopes, Lander Patrick, Lewis Seivwright, interpretação.

Jonas&Lander descobriram recentemente uma nova espécie de polvo. Adorabilis tem um olho gigante, é barulhento, as suas ventosas têm um poder de sucção invulgar e ao invés de tinta preta esguicha champanhe como estratégia de defesa. Ele dispõe de uma extraordinária capacidade de camuflagem, adquirindo E S P E TÁC U L O S CULTURGEST

TÔZAI!...

7, 8 ABR: 21H30 MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

TERÇA-FEIRA: TUDO O QUE É SÓLIDO DISSOLVE-SE Cláudia Dias, conceito e direção artística; Cláudia Dias e Luca Bellezze, interpretação.

1 ABR: 21H30, 2 ABR: 18H30

ADORABILIS

27 A 29 ABR: 21H30

MUSEU DO ORIENTE

JIYA - FESTIVAL DE ARTES DA ÍNDIA Chantelle Gomez , direção artística; Catarina Guerra, Chantelle Gomez, Lajja Shambavnath, Goura Prema Riggin, Rakesh Sai Babu, Rajesh Sai Baba e Mira Amaida, interpretação. 29 ABR: 21H

RUA DAS GAIVOTAS 6

ELOQUÊNCIA INSUPORTÁVEL

Ana Trincão e Diethild Meier, conceção.

a um ritmo alucinante várias formas que podem remeter para figuras de um quadro de Hieronymus Bosch. Os Adorabilis são observados maioritariamente numa movimentação em uníssono rigoroso como estratégia de defesa (ou será de ataque?). Pensando no polvo enquanto símbolo de multiplicidade, Jonas&Lander decidem criar uma dança-polvo com o objetivo de ingerir, digerir e regurgitar distintas referências culturais e naturais. Ricardo Gross 8 ABR: 22H, 9 ABR: 19H

POR SI MESMO Ecco, criação.

ATÉ 1 ABR: 21H30 TEATRO ARMANDO CORTEZ

SAVE THE DATE 29 ABR: 17H

TEATRO CAMÕES

A PERNA ESQUERDA DE TCHAIKOVSKI

Tiago Rodrigues, texto e direção; Barbora Hruskova, interpretação; Mário Laginha, música e piano. 1 ABR: 18H30, 2 ABR: 16H

TEATRO TIVOLI BBVA

FÁTIMA - O DIA EM QUE O SOL BAILOU

Vortice Dance Company. Cláudia Martins e Rafael Carriço, direção artística. 27, 28 ABR: 21H30, 29 ABR: 16H30, 21H30, 30 ABR: 16H30

AU LAS/C U RSOS WO R KS H O PS ACADEMIA LIFECLUB/ ESTÚDIO 1

Aulas de Dança Contemporânea para


DA N ÇA AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

Maiores de 55 anos e Séniores

Por Rafael Alvarez TER: 17H30-19H15 bodybuilders321@gmail.com ALUNOS DE APOLO ESCOLA DE DANÇA

Danças de Salão

SEG A SEX: 19H-23H, SÁB: 15H-19H ARTA - TABERNA DAS ALMAS

Oficina de Tango Por Miriam Nieli QUI: 20H-21H30 938 226 403

ASSOCIAÇÃO ADN

Acrobacia Aérea

Por Joa Gouveia e Mila Xavier SEG, QUA: 19H30-21H45

Acrobacia de Chão Por Jocka Carvalho TER: 19H30-21H30

Pinos

Por Joa Gouveia TER: 19H30-21H30

CASA DA COMARCA DE ARGANIL

Aulas Regulares de Tango Argentino (Iniciado/Intermédio) QUI: 20H30-21H30 964 859 049

49

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Workshop por Carla Sofia QUA: 18H45-19H45

Aulas de dança para pessoas com Parkinson e cuidadores por Rafael Alvarez e Leonor Tavares. SÁB: 10H-11H30

Danças Orientais Workshops

Ballet, Danças Orientais e Hip-Hop

Dançar com Pk

EG / MP

934 788 156 CASA DE LAFÕES

Aulas de Tango TER: 19H30

Aulas de Forró TER, QUI: 21H

C.E .M - CENTRO EM MOVIMENTO

Espacioproprio. augenblick

Workshop de dança contemporânea por Carlos Osatinsky e Fernando Pelliccioli 29 A 30 ABR: 10H-14H

LABORATÓRIOS DE INVESTIGAÇÃO ARTÍSTICA

Labo-Cine-Doc

Por Alex Campos 3 A 8 ABR: 11H-16H

CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO GUIMARÃES

BalletArte

Dança Clássica, Dança Criativa, Dança Contemporânea e Barra de Chão pontifice73@gmail.com CHAPITÔ

Bar Tô no Brasil - Samba à Mesa

7, 14, 21, 28 ABR: 22H30 EG

Encontro de Malabaristas

4 ABR: 19H-21H30

DANCE FACTORY STUDIOS

Aulas Regulares, Cursos e Workshops

Kizomba Zero, Tango Argentino, Danças de Salão, Salsa, Tarrachinha, Semba, Bachata, Forró, Street Jazz, Ragga, Hip-Hop, Kuduro, Belly Dance, Sevilhanas, Ritmos Latinos, Pole Dance, Ballet, Sapateado, Dança Afro 966 755 755 DANCE SPOT

EG

Encontro de Técnicas Circenses: Aéreos 26 ABR: 19H-21H30 EG

Artes de Palco, Street Dance e Danças Sociais 915 773 155

DE PURA CEPA - ESCUELA DE TANGO

Comunicação

Técnicas Circenses

Por Ana Sofia Leite QUI: 19H-20H30

Por Sofia Neuparth, Valentina Parravicini e convidados 10 A 13 ABR: 11H-16H

Por Sâmara Botelho, Matias Hugo e Neuza Ribeiro SEG, QUA: 19H30-21H

Tango Argentino (Iniciação, Intermédio e Técnica)

Malabarismo

Tempo da Demora

Técnicas de Manipulação

DOJO DA LUZ

Dança Contemporânea

Por Tiago Augusto SEX: 18H45-20H45

Mastro Chinês

SEX: 19H-21H aulas.adn.circo@gmail.com ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

Samba Gafieira

Por Livia Oliveira QUA: 20H30-22H30

Kizomba

SEX: 20H30-22H

Forró

Por Marquinhos SÁB: 17H-19H 916 540 235

Por Sofia Neuparth e Margarida Agostinho 17 A 20 ABR: 11H-16H

In>Pulsos

Por Carlos Osatinsky e Fernando Pelliccioli 24 A 27 ABR: 11H16H

AULAS REGULARES

Vertical

Por Sofia Neuparth SEG: 17H30-19H, QUA: 8H30-10H

Corpo Dinâmico/Corpo Flutuante Por Peter Michael Dietz SEG, QUA: 19H30-21H30

Em Dança

ASSOCIAÇÃO SUBUD

Por Valentina Parravicini TER: 19H30-21H

TER: 19H30-21H45 965 350 034

Corpo, Dança e Movimento

AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Práticas de Dança

Biodanza

Oficinas de Movimento Por Bruno Rodrigues SEG brunosebastiaorodrigues@ gmail.com B.LEZA

Workshops de Dança DOM: 18H 963 612 816

Por Mariana Lemos TER, QUI: 18H-19H30 Por Sílvia Pinto Coelho QUI: 19H30-21H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

Dance for PD

Workshop por David Leventhal 1, 2 ABR: 10H MP www.danceforpd.org

Por Tommaso Mortari TER: 19H30-21H

Capoeira

Por Mário Correia TER, QUI: 19H30-21H COMPANHIA OLGA RORIZ

Aulas de Contemporâneo

SEG, QUA, SEX: 10H3012H10, TER, QUI: 9H-10H30

Aulas de Condicionamento Físico SEG, QUA, SEX: 9H-10H30 COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

LISBON WEEK

Tarde Indiana

Workshop de dança e conversa 1 ABR: 17H30

Experience India

Workshops de dança e visita 2 ABR: 17H contact@lisbonweek.com

Curso de Dança Clássica Indiana - Kathak Para principiantes ATÉ 3 JUN SÁB: 11H30-12H30

depuracepatango@gmail.com

Dança Contemporânea Por Sofia Freire Diogo VÁRIOS HORÁRIOS

ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Cursos

Dança Criativa, Ballet, Contemporâneo, Jazz/Broadway, Sapateado/Tap Dance, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Bollywood e Barra de Chão 961 268 279 ESCOLA DE DANÇA DO CONSERVATÓRIO NACIONAL

Curso Dança Primavera 2017 5 A 11 ABR MP www.cursosdanca.pt

ESCOLA DE DANÇA PROJETO LATINO

Aulas e Workshops

Salsa, Roda de Casino, Ritmos Africanos, Bachata, Tango Argentino e Sevilhanas SEG A SEX: PÓS-LABORAL 917 860 556 ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

Dança Extemporânea e Danças Espanholas

escoladedanca@raquel-oliveira.pt


50

DA N ÇA

AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

ESPAÇO 9

Gipsy Duende

SEG: 18H-19H30

Bellydance Rocks SEG: 19H45-20H45

Dança Criativa para Maiores 55 TER: 10H-11H

Ballet Iniciação

TER, QUI: 17H45-18H45

Danza Duende

ESPASSUS 3G

Dança Escocesa TER: 20H-22H 931 462 215

ESTÚDIO ACCCA

Programa de Movimento e Dança Contemporânea: Aulas de Técnica e Laboratório Performativo

Orient(al) Express(ion)

Por Marina Nabais 5, 12, 19, 26 ABR: 19H3020H45, 19H30-21H30 MP marinanabais@gmail.com

Flamenco Descalço

Aulas de Dança Contemporânea

QUA: 19H-20H30 QUI: 19H-20H SEX: 19H-20H

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Aulas e Workshops

Dança Criativa, Ballet, Repertório Clássico, Dança Contemporânea, Bollywood e Barra de Chão ESPAÇO MATER

Aulas

Dança Clássica, Sevilhanas, Dança Mais, Dança Indiana, Danças Europeias, Danças Celtas e Danças Orientais amalgama.info.ins@gmail.com

Ballet e Barra de Chão Por Maria João Lopes SEG, QUA: 19H30-21H

Laboratório Coreográfico

Por Maria Ramos QUA: 19H30-21H FUNDAÇÃO LIGA

Atelier de Dança Inclusiva

Por Rafael Alvarez SEG: 10H-11H fundacaoliga@fundacaoliga.pt GINÁSIO BEIJA-FLOR

Capoeira

Por Sofia Silva TER, QUI: 10H30-12H, 19H-20H30, 20H30-22H 919 657 249

SEG, QUA, SEX: 19H3021H, TER, QUI: 20H30-22H

ESTÚDIOS VICTOR CÓRDON

Aulas de Biodanza

Aulas de Ballet

IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DE CAMPOLIDE QUA: 19H30-22H 911 068 976

QUA: 18H-19H15

KI’ANDA PRIME FORUM DANÇA

Dança Contemporânea

Por Maria Ramos TER: 19H30-21H (NÍVEL ABERTO), QUI: 19H30-21H (NÍVEL INTERMÉDIO)

Aulas

Salsa, Bachata, Kizomba e Semba SEG A SEX: 19H-22H

LX DANCE - ESCOLA DE DANÇA E BAILADO DE LISBOA

Cursos

Ballet, Jazz, Musical, Barra no Chão, Contemporâneo, Flamenco/ Sevilhanas, Pontas e Dance Mix MUSEU DO ORIENTE

Aulas Regulares de Dança Oriental Por Carla Sofia QUI: 13H-14H POLE HEART

Aulas de Pole Dance Por Carolina Ramos www.carolinaramos.net

PRO.DANÇA - ESCOLA DE DANÇA

Aulas

Ballet Clássico, Sevilhanas e Flamenco, Barra no Chão, Hip-Hop, Burlesco e Broadway Jazz STAGE 81

Aulas

Kizomba, Broadway Jazz, Burlesco, Ballet, Contemporâneo e Modern Dance


DA N ÇA

AU L AS / C U R S O S / WO R KS H O P S

51

STEPS CLUBE

Aulas e Cursos

Tango, Salsa, Kizomba, Forró, Samba, Danças Orientais, Sapateado e Burlesque TANGO D’AVENIDA

Aulas de Tango Argentino

Por Miriam Nieli QUA, QUI: 20H, QUI: 21H 938 226 403 TAP DANCE CENTER LISBON

Aulas de Sapateado

Por Michel e Paula Cirino SEG, QUA: 17H30-20H30, SÁB: 10H30-12H30 932 940 988 TEATRO CINEARTE

Aulas de Tango Argentino

DOM: 20H-21H30 milongabarraca@gmail.com TEATRO DOM LUIZ FILIPE (TEATRO DA LUZ)

Aulas de Novo Circo - Acrobacias Aéreas: Tecido, Trapézio e Lira SEG A QUI: 18H-21H, SÁB: 10H-13H 932 904 467

Aulas de Danças Tradicionais Europeias Tradballs

VOZES EM CONSERTO ACADEMIA DE CANTO E PERFORMANCE

© Marc Domage

SEG: 19H (INICIAÇÃO), 20H45 (INTERMÉDIOS) balldados@tradballs.pt

Aulas de Dança

CULTURGEST 7 E 8 DE ABRIL, ÀS 21H30 RUA ARCO DO CEGO 50 / 217 905 155 / WWW.CULTURGEST.PT

WORK IN STUDIO

TÔZAI!...

911 155 558

Aulas de Flamenco Por Tatiana Saceda QUA: 20H30-21H30

Aulas de Iniciação ao Tango Argentino Por Lua SEX: 19H45-21H15 geral@workin.com.pt

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99

Emmanuelle Huynh, conceção e coreografia; Pascal Queneau, colaboração e assistência; Katerina Andreou, Jérome Andrieu, Bryan Campbell, Volmir Cordeiro, Madeleine Fournier e Emmanuelle Huynh, construção e interpretação.

Revelação e abertura de cortinas e depois o grito “Tôzaiiii…”. É assim que começam os espetáculos de bunraku, no Japão. Emmanuelle Huynh retém desta tradição teatral japonesa datada do século XVII, a atenção, a ritualização do momento de expectativa que precede a subida da cortina e o primeiro movimento. A coreógrafa explora a gestualidade da preparação, a génese do movimento, essa dança escondida nas dobras da cortina que é encarnada pelos seis intérpretes de Tôzai!… Os corpos expressam a excitação, a espera que passa do frenesim das danças livres de Josephine Baker ao controle e à precisão ordenada da tradição, dobrando-se e desdobrando-se e desenvolvendo gestos vindos de longe, de há muito tempo, ou ainda por vir. RG


52

LIT E R ATU R A

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL – SALA DE REFERÊNCIA ATÉ 20 DE MAIO CAMPO GRANDE, 83 / 217 982 000 / WWW.BNPORTUGAL.PT

INSÓLITA OFENSIVA DE CORRUPÇÃO A AFRODITE DE FERNANDO RIBEIRO DE MELLO DURANTE O ESTADO NOVO (E DEPOIS) Com a frase “uma insólita ofensiva de corrupção”, o chefe do “Serviço de Leitura de Livros” da Direção dos Serviços de Censura do Estado Novo classificava o primeiro ano de atividade da Afrodite e do seu editor, Fernando Ribeiro de Mello. Os efeitos não se fizeram esperar: um ano após o seu início, a editora tinha todos os seus livros proibidos pela Censura. Dois deles – a Antologia da Poesia Portuguesa Erótica e Satírica, coordenada por Natália Correia, e A Filosofia na Alcova do Marquês de Sade – foram também alvos de processos por “abuso de liberdade de imprensa”, delito gravoso julgado sem apelo nem agravo nos Tribunais Plenários. Esta exposição marca a primeira homenagem pública ao editor da Afrodite. Para APCC - ASSOCIAÇÃO PARA A PROMOÇÃO CULTURAL DA CRIANÇA

ATELIÊ DE MARIONETAS DE DEDO E ANIMAÇÃO DO LIVRO E DA LEITURA MP

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

CONTARIA - UM BECO DE HISTÓRIAS Ana Sofia Paiva vai à Mouraria, para contar, cantar e encantar... ÚLTIMA QUA: 19H-21H EG

ATELIER DDLX

ATELIER DE ESCRITA CRIATIVA LITERÁRIA Com Filipa Melo 4 ABR A 30 MAI TER: 18H30-20H30

TUTORIA E GRUPO DE ESCRITA

Com Filipa Melo Acompanhamento personalizado e em grupo de projetos de escrita de ficção SEX: 18H30-20H30 atelierfilipamelo@gmail.com

além da bibliografia do projeto editorial, inclui um grupo de edições de “contexto”, livros referenciais para o editor: edições da Contraponto de Luiz Pacheco, da Minotauro ou da Ulisseia na fase em que Vitor Silva Tavares a dirigiu. Mostra também livros estrangeiros alvo de processos judiciais semelhantes, demonstrando que o caso da editora portuguesa se inseria num contexto internacional de luta de alguns editores em tribunal pela liberdade de expressão e publicação. Durante o consulado de Marcello Caetano e nos primeiros anos do Portugal democrático, os livros da Afrodite eram, segundo Vitor Silva Tavares, “objetos quase ostensivos na sua originalidade conceptual”. Luís Almeida d’Eça BIBLIOTECA DOS CORUCHÉUS

STAR (T) IN ENGLISH

Formação não formal em língua inglesa destinada a adultos ATÉ 17 MAI QUA: 10H30-12H30 EG / MP

PENSAR O IMPENSÁVEL: A SABEDORIA DOS CONTOS SUFIS A romã (conto sufi) por Maria Luísa Abreu 12 ABR: 16H EG / MP

BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL

PASCOAES: DE AMARANTE (SOLAR DE GATÃO) AO UNIVERSO Exposição ATÉ 6 MAI

INSÓLITA OFENSIVA DE CORRUPÇÃO»: A AFRODITE DE FERNANDO RIBEIRO DE MELLO DURANTE O ESTADO NOVO (E DEPOIS) Exposição


53

PASSADO E PRESENTE LISBOA, CAPITAL IBERO-AMERICANA DE CULTURA 2017 ABRIL www.lisboacapitaliberoamericana.pt


54 A B R I L L I S B OA ,

CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

TESTEMUNHOS D Abril é mês de celebrar a liberdade, também por oposição aos regimes esclavagistas do passado. O Gabinete de Estudos Olisiponenses (GEO) desafiou um conjunto de museus, arquivos e bibliotecas de Lisboa a selecionar peças e documentos relacionados com o conceito de memória africana e escravatura negra. E o que surgiu desse desafio, para refletir sobre um tema que ainda ressoa para os povos ibero-americanos, permite traçar um roteiro pela cidade. Testemunhos da Escravatura, projeto abrangente com curadoria de Anabela Valente e Ana Cristina Leite, arrancou em janeiro último, prolonga-se até dezembro com iniciativas múltiplas, e tem a sua apresentação oficial dia 22 de abril às 15h. Manuela Costa

Todas as informações em: www.testemunhosdaescravatura.pt – www.lisboacapitaliberoamericana.pt

ET

NO

LO

IA G

2

Arrancamos o périplo da Belém que viu partir as caravelas. No Museu Nacional de Arqueologia (1) desfrutamos de Um Museu, tantas Coleções! e daí para o Museu Nacional de Etnologia (2), onde é dada a ver a Prisão para Escravos, de Ouro Preto no Brasil, agora símbolo do projeto. Também ali encontramos a Manilhabracelete usada na troca em sistemas pré-monetários africanos, onde, em 1519, um escravo valia 40 destes objetos em bronze. De caminho, espreitamos a Iconografia do Negro e África no Museu Nacional dos Coches (3) e seguimos até ao Museu da Marioneta (4), em Santos, para conhecer os Mamulengos. Este Teatro de Bonecos Popular do Nordeste

M

1

A

RQ

U

EO

C

LO

O

C

S

A

4

IA G

HE

A

O RI

T NE

3

5 O SÃ

RO

Q

UE


A B R I L L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

55

A ESCRAVATURA M

Ú

C SI

LO A RO R D EI O B INH P

A

10

9 oportunidade para explorar a riqueza das Origens do Fado no Brasil. A viagem até ao Sítio do Mocambo e Iconografia do Negro, a partir de dia 11, faz-se cobrindo a distância até ao Museu do Azulejo (8). Já o Museu Bordalo Pinheiro (9) dá destaque, a partir de dia 1, à Figura do Gungunhana e no Museu Nacional da Música (10), ouvidos voltados para os instrumentos ligados à iconografia do negro, como o Quissange, de percussão em metal, originário de Angola, presente em vários países ao sul do Sahara e levado até ao Brasil pelos escravos africanos.

Brasileiro retrata frequentemente, de forma cómica e subversiva, o desafio do escravo às figuras de autoridade. Conceito com que decerto simpatizaria o padre António Vieira, com que nos cruzamos no Museu de São Roque (5), na peça Paiaçu – como era chamado no Brasil de Seiscentos este pioneiro da interculturalidade (entre os dias 22 e 29 de abril às 19h). Saltamos a colina para uma imagem do quotidiano da segunda metade do século XVIII em Lisboa: Negro Servindo e Negra com Bandeja esperam-nos no Museu de Artes Decorativas Portuguesas (6). Descendo a colina até ao Museu do Fado (7),

ES RA T R O A EC D

6

T

A IV

S

FA

7

D

O A

Z

E UL

JO

8


56 ABRIL

L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Archivo Cordero (Bolívia)

Arquivo Fotográfico: Arquivos Municipais de Lisboa inaugura a 29 de abril às 17h até 1 de julho

Contradizendo a crença popular, a lente de Julio Cordero (18791961) nunca roubou a alma a ninguém. Antes pelo contrário, deu voz e visibilidade a muitos excluídos de entre os seus conterrâneos bolivianos. Retratou gente de rua, andou por prisões e funerais; registou festividades e factos históricos de todo um quotidiano entre 1900 e 1961. Tendo aprendido a transformar o negativo em positivo no estúdio fotográfico dos aclamados irmãos Valdés, de nacionalidade peruana, em La Paz, deixou um legado notável em milhares de chapas na forma do Archivo Cordero, que agora chega até nós numa seleção com curadoria de Miguel López-Pelegrin. Se uma imagem diz mais do que mil palavras, é multiplicar por 70. MC


A B R I L L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Fixando Breve O Momento (Portugal, México, Argentina, Chile, Peru, Espanha, Colômbia) Casa Fernando Pessoa 7 e 8 de abril às 18h30

Há uma emotividade que é comum tanto à crónica jornalística como ao texto poético e interessa à Casa Fernando Pessoa dissecar, através do olho vivo dos especialistas de várias nacionalidades. Partindo da herança dos grandes romancistas da América Latina, percursores também eles da crónica e da reportagem (género que continua pujante e se recomenda, até mesmo como fonte de inspiração para outras partes do globo) analisam-se as semelhanças e as diferenças entre práticas e estilos. A escritora Raquel Ribeiro e o radialista Fernando Alves moderam a mesa redonda com Alberto Salcedo Ramos (Colômbia), Graciela Mochkofsky (Argentina), Julio Villanueva Chang (Peru), Leila Guerriero (Argentina), Lydia Cacho (México) e Rui Cardoso Martins (Portugal). MC

57


58 A B R I L L I S B OA ,

CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Novo Mundo Palácio dos Condes da Calheta inaugura a 22 de abril às 17h até 2 de julho

São trabalhos de mais de 200 designers de 20 países que nos dão as Visões através da Bienal Iberoamericana de Diseño 2008-2016 e permitem analisar o contributo daquela geografia para o design, enquanto elemento transformador da sociedade, de vocação universalista. Presentemente “fora de portas” por motivo de obras, o MUDE serve-se do espaço do Palácio dos Condes da Calheta, no Jardim Botânico Tropical de Belém, numa parceria com o Museu Nacional de História Natural e da Ciência e a Asociación Dissecadores de Madrid (DIMAD). A curadoria é de Bárbara Coutinho, que partilha o comissariado científico com Francisco Providência e Henrique Cayatte (Portugal), Manuel Estrada (Espanha), Ruth Klotzel (Brasil), Ignacio Urbina (Venezuela), Carlos Hinrichsen (Chile) e Félix Beltrán (Cuba). MC


© Rita Delille

A B R I L L I S B OA , CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Storni-Quiroga (Portugal)

Casa das Galeotas: Casa da América Latina 21 de abril às 21h30

“Morir como tú, Horacio, en tus cabales, / y así como siempre en tus cuentos, no está mal”. As palavras de Alfonsina Storni a Horacio Quiroga dão a medida da história de amor avassalador com final trágico: o suicídio de ambos com um ano de intervalo. Ela, professora, poeta e escritora argentina; ele, contista, dramaturgo e poeta uruguaio; duas das mais proeminentes figuras do modernismo sul-americano. Agora resgatadas pela companhia 33 Ânimos, que se afirma pelas criações experimentais de fragmentação e poesia. Como neste espetáculo escrito e encenado por Ricardo Cabaça; interpretado por Daniela Rosado, Elisabete Pedreira e Zé Bernardino. Entrada gratuita para um poema sobre poetas ou o teatro ao serviço dos amores que não morrem. MC

59


60 A B R I L L I S B OA ,

CA P I TA L I B E R O - A M E R I CA N A D E C U LT U R A 2 0 1 7

Canta Violeta Parra Teatro Capitólio 8 de abril às 21h30

Mesmo quem não reconheça de imediato o nome, há-de ter cantarolado de certeza Gracias a la Vida, dádiva da maior referência da música popular do Chile, que também foi artista plástica, poeta e voz dos direitos humanos. Nasceu Violeta del Carmen Parra Sandoval, em 1917, num 4 de outubro que passou a ser “Dia da música e dos músicos chilenos” em sua honra. Deixou-nos em 1967 mas o seu legado perdura, e fazse ouvir no Teatro Capitólio (Travessa do Salitre 35, com entrada pelo Parque Mayer) pelas vozes de Aline Frazão, Lula Pena, Rita Redshoes e Señoritas, sob a direção musical de Francisco Rebelo. Um concerto de homenagem que é uma forma de cantar “gracias a la vida, que nos ha dado Violeta Parra”. MC


L I T E R AT U R A ATÉ 20 MAI SEG A SEX: 9H30-19H30, SÁB: 9H30-17H30

& ETC: PROLEGÓMENOS A UMA EDITORA Exposição ATÉ 31 MAI

61 ESCREVER ESCREVER

CURSOS

Escrita Criativa, Escrita do Eu, Guionismo, Ensaboadela no Português, Revisão de Textos, Assessoria de Imprensa, Comunicação Escrita no Trabalho, Publicidade

EG

BU ÉDALOUCO PHARMÁCIA DE CULTURA

TERTÚLIA DE POESIA

Cada sessão tem um poeta convidado e um poeta celebrado TER: 21H30 CASA DA ACHADA - CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

CICLO A PALETA E O MUNDO

Uma hora semanal de leitura de A Paleta e o Mundo de Mário Dionísio com projeção de imagens. SEG: 18H30 EG

CASA FERNANDO PESSOA

CLUBE DE LEITURA - IR À ESTANTE

QUA (QUINZENALMENTE): 18H-20H EG / MP

CASA DE MACAU

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESA QUA: 18H30-20H MP

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

CURSO DE LÍNGUA E CULTURA CHINESAS

SÁB: 9H-11H, 11H-13H MP

CENTRO INTERCULTURACIDADE

CURSO DE INTRODUÇÃO AO CRIOULO DE CABO VERDE Língua e cultura MP

CENTRO NACIONAL DE CULTURA

XAILES DE PRIMAVERA

Itinerário em seis sessões, que parte de histórias publicadas e, através delas, projeta espaços de diálogo. 27 ABR A 1 JUN QUI: 18H-19H30

ESPAÇO BAIRRO ALTO – LISBOA

TUTORIA E GRUPO DE ESCRITA

Acompanhamento personalizado e em grupo de projetos de escrita de ficção SEX: 18H30-20H30 atelierfilipamelo@gmail.com ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

INTERCÂMBIO POÉTICO; POEMAS SEM FRONTEIRAS Poesia nos mais diversos idiomas 4ª SEX: 19H30-21H EG

EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

CURSO DE ESCRITA CRIATIVA Com Isabel Costa TER: 18H30-20H MP

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INSTITUTO ORIENTAL

CURSO LIVRE DE LÍNGUA E CULTURA TURCA 931 625 424 MP

FUNDAÇÃO DAS CASAS DE FRONTEIRA E ALORNA

O NOBEL REVISITADO. TRÊS GÉNEROS E TRÊS AUTORES PREMIADO

O Fim do Homem Soviético, de Svetlana Aleksievitch 12 ABR:19H MP

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

JOSÉ SARAMAGO – A SEMENTE E OS FRUTOS Exposição documental e bibliográfica

GALERIA QUADRUM

INTERDITO

Relato informal sobre a experiência da censura tendo como base os cerca de 900 livros proibidos em Portugal, entre 1933 e 1974.

Conversa orientada por Marilá Dardot. Convidados: António Mota Redol, José Viale Moutinho, Luís Alves, Manuela Tavares, Modesto Navarro e Sérgio Ribeiro. 5 ABR: 18H-20H EG / MP

GALERIA ZÉ DOS BOIS

VERBIVOCOVISUAL

Retrospetiva sobre a primeira geração de poetas experimentais portugueses. ATÉ 15 ABR SEG A SÁB: 19H-23H GRUPO AMIGOS DE LISBOA

CONCURSO QUADRAS POPULARES DE SANTO ANTÓNIO ATÉ 30 ABR www.amigosdelisboa.com HEMEROTECA

LIVRARIA BULHOSA (AMOREIRAS)

CLUBE DE LEITURA

O Livro Grande de Tebas Navio e Mariana. Com a presença de Mário de Carvalho 18 ABR: 18H30 EG

MUSEU NACIONAL DA M ÚSICA

CICLO POESIA NO MUSEU São Paulo, poeta por Frederico Lourenço 5 ABR: 19H EG

ORIENTA-TE

INICIAÇÃO À LÍNGUA CHINESA

TER: 18H30-20H, QUA, QUI: 19H-20H30 MP

PORTUGU ÊS ET CETERA

COMUNIDADE DE LEITORES CURSOS DE PORTUGUÊS, Obra poética de Sofia de Melo LÍNGUA ESTRANGEIRA E Breyner Andresen 18 ABR: 17H30 LÍNGUA MATERNA EG / MP

ILNOVA - INSTITUTO DE LÍNGUAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

CURSOS SEMESTRAIS

Alemão, Árabe, Búlgaro, Coreano, Dinamarquês, Espanhol, Finlandês, Francês, Grego Moderno, Hebraico, Hindi, Húngaro, Inglês, Italiano, Japonês, Mandarim, Neerlandês, Polaco, Romeno, Russo, Sérvio, Sueco, Turco. INSTITUTO CULTURAL ROMENO

CURSOS DE LÍNGUA ROMENA

Prof.ª Rodica Adriana Covaci SEG, QUA: 19H-20H30 Prof. Simion Doru Cristea TER, QUI: 19H-20H30 JUNTA DE FREGUESIA DE ARROIOS

OFICINAS CINCO ÀS SEIS Escrita criativa por Filipa Melo SEG: 18H MP

JUNTA DE FREGUESIA DO LUMIAR

CLUBE DE LEITORES

Liberdade Lídia Jorge, Os Memoráveis 19 ABR: 21H MP

TITANIC SUR MER

TERÇAS DE POESIA CLANDESTINA Nº 64 4 ABR: 21H30

TERÇAS DE POESIA CLANDESTINA Nº 65 18 ABR: 21H30

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


L I T E R AT U R A

OS DIR£1TOS HUMANOS EST.AO NAS NOSSAS MAOS

juntos quebramos o ciclo dos comportamentos aditivos e dependencias

lisboasolidaria.cm-lisboa.pt

.(i>. LISBOA -

C.I.MA�4 ... U�IC PAl


L I T E R AT U R A O S L I V R O S D E A B R I L

H. G. WELLS

63

HELDER MACEDO

MARIA TERESA HORTA

RUI LAGE

EMA

ESTRADA NACIONAL

CAMÕES E OUTROS CONTEMPORÂNEOS

RELÓGIO D’ÁGUA

DOM QUIXOTE

INCM

PRESENÇA

H.G. Wells, “um Jules Verne científico”, como lhe chamou Oscar Wilde, foi um dos fundadores da moderna ficção científica. Se os enredos das suas novelas podiam parecer implausíveis à época, cem anos depois a tecnologia encarregou-se de estreitar a diferença entre a sua ficção e a realidade. O autor antecipou a bomba atómica, a engenharia genética, a robótica, as viagens espaciais. Nesta novela publicada em 1896, um náufrago chega a uma ilha povoada por 60 pessoas-animais, estranhas criaturas criadas por um médico expulso da Inglaterra que aí se refugiou. Esses seres vivem um simulacro de existência humana com “Ideias Fixas” implantadas nas suas mentes, sujeitos à “Lei”, uma série de restrições que recitam repetidamente. Jorge Luis Borges salientou não só o engenho do enredo, mas também o simbolismo de “processos inerentes a todos os destinos humanos” vendo nesta “seita de monstros que recitam um credo servil”, “o Vaticano e Lassa”.

“Acredita que possamos viver várias vezes a mesma vida?” Pergunta Ema, uma das personagens deste livro, acrescentando: “Pois eu recusei-me a viver a mesma morte.” Uma mulher depois de assassinar o marido conta a sua existência à psiquiatra que a examina. O universo repressivo em que viveu “a sombra de um tão pouco amor” não foi muito diferente daquele que conheceram a sua avó, morta pelo avô, e a sua mãe louca, internada num manicómio. Ema é o nome das três. Nesta narrativa estilhaçada, assomam os testemunhos destas mulheres num extraordinário efeito de luminescência feminina. Um relato visceral fecundado pela vingança e pelo ódio, mas onde apesar de tudo perdura o amor e a paixão. Publicado em novembro de 1984, Ema conheceu apenas mais uma edição em janeiro do ano seguinte. As Publicações Dom Quixote restituem esta obra notável aos leitores portugueses numa bela edição que reproduz na capa o Retrato de Jeanne Hébuterne por Amedeo Modigliani.

O volume de poemas Estrada Nacional, Prémio Literário Fundação Inês de Castro 2016, encerra um ciclo dedicado ao mundo rural e dá continuidade a uma reflexão frequentemente sarcástica sobre o Portugal contemporâneo. Convém referir, porém, que a aldeia de Rui Lage é o mundo, como sublinha num dos poemas: “não são as aldeias mundo / como o demais imundo?” Esta é uma viagem com partida e regresso pelo mundo rural, com o itinerário definido poema a poema, estrada a estrada. Mas, para o poeta: “Toda a viagem é inversão de marcha”. Por isso, este é também um livro sobre a infância e a evocação dos “antepassados traídos”, os avós, a “Maria do Carmo”. E, sobretudo, uma meditação sobre a finitude e a constatação (dolorosa?) de que o mundo rural é um “museu/ onde as estátuas estão todas mortas / e os quadros são todos falsos”. Que “As estrelas dão-se a morte lá no alto, / e só nelas, nas suas vastas e atrozes parcelas, / no seu mudo e disperso povoamento, / ainda há vida no campo”.

Sob a premissa “contemporâneos são todos aqueles com quem vivemos”, esta coletânea de 24 ensaios apresenta “Luís de Camões em predominante recorrência entre D. Dinis e Herberto Helder”. Dos quatro admiráveis textos sobre o vate lusitano destacamos Luso, filho de Baco, no qual se analisam exemplarmente as críticas de Camões feitas ao Império através das personagens do Velho do Restelo (“o sábio velho”) e de Baco. Helder Macedo, professor catedrático jubilado da Universidade de Londres, King’s College, onde foi titular da Cátedra Camões até 2004, escreve sobre o autor dos Lusíadas: “um poeta desinstaladoramente moderno, porque é o poeta da incerteza num mundo em transição, (…) que contrapõe a dúvida à crença, a rotura à continuidade, a imanência à transcendência, a sexualidade à espiritualidade, a experiência à fé”. De Bernardim Ribeiro a José Saramago, de Sá de Miranda a Mário Cesariny, estes ensaios são complementados por uma visão crítica global de oito séculos de literatura portuguesa. LAE

A ILHA DO DOUTOR MOREAU


64

M Ú S ICA E S P E TÁC U L O S AV. DA REPÚBLICA 10 - 2 E

MAGASESSIONS BRUNO PERNADAS 2 ABR: 18H

ASSOCIAÇÃO CRISTÃ DA MOCIDADE DE LISBOA

FORRÓ PESADO APRESENTA KABAÇA ROOTS AO VIVO SÁB: 23H

BASÍLICA DOS MÁRTIRES

MARIA TERESA FONSECA, ORGANISTA

CONCERTO DE ÓRGÃO DA PÁSCOA 23 ABR: 16H EG

CAPITÓLIO

CONCERTO DE HOMENAGEM A VIOLETA PARRA Ver pág. 66 8 ABR: 21H30 EG

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

TENHO MAIS DE MIL AMIGOS CORO DA ACHADA 25 ABR: 19H

CASINO LISBOA

CONCERTO DE PRIMAVERA DA RÁDIO AMÁLIA

Com Carlos Leitão, Tânia Oleiro, Pedro Galveias, Conceição Ribeiro, Miguel Ramos, Joana Rios, António Vasco Moraes, Francisca 3 ABR: 21H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM 6 DE ABRIL, ÀS 21H PRAÇA DO IMPÉRIO / 213 612 400 / WWW.CCB.PT

MACY GRAY A inconfundível Macy Gray está de regresso ao nosso país. Depois do concerto em 2010 na Aula Magna, a cantora americana volta a Lisboa, desta vez para atuar no CCB, onde apresentará o mais recente álbum, Stripped. O fenómeno ‘Macy Gray’ começou em 1999 com o lançamento do álbum de estreia, On How Life Is , de onde saiu o épico I Try, um dos seus maiores sucessos. A sua música respira soul e R&B, tendo sido nomeada para cinco Grammys e comparada a Billie Holiday. No concerto que traz ao CCB dia 6 de abril, Macy Gray mostrase sem artifícios tecnológicos: só voz, palco e grandes canções. Os bilhetes custam entre 20€ a 60€. Filipa Santos

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CONCERTO DE´CAVALIERI 1 ABR: 21H

NUNO COSTA SAGA CEGA

1 ABR: 21H

MACY GRAY

2017 EUROPEAN TOUR 6 ABR: 21H

ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA BEETHOVEN | MACMILIAN 9 ABR: 17H


M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S

OS MÚSICOS DO TEJO CONCERTO DE PÁSCOA 13 ABR: 21H

THE GIFT

CINE THEATRO GYMNÁSIO

FADO IN CHIADO SEG A SÁB: 19H

ALTAR

COLISEU DOS RECREIOS

CCBEAT

AMANHECER AO VIVO

19 ABR: 21H CACHUPA PSICADÉLICA 21 ABR: 21H

DIAS DA MÚSICA EM BELÉM AS LETRAS DA MÚSICA 28, 29, 30 ABR CHAPITÔ

CLUBE DO CHORO DE LISBOA

3, 10, 17, 24 ABR: 22H30 EG

PAULA FERNANDES 6 ABR: 21H30

GISELA JOÃO NUA

7 ABR: 21H30

DAVE MATTHEWS & TIM REYNOLDS 10 ABR: 21H

SCOTT BRADLEE’S POSTMODERN JUKEBOX 11 ABR: 21H30

TERÇA EM FADO

LUKAS GRAHAM

4, 11, 18, 25 ABR: 22H30

12 ABR: 21H

FADO NO BARTÔ COM FLÁVIO GIL

RAQUEL TAVARES 21 ABR: 21H30

FADO COM MARIFÁ

30 ABR: 21H30

12 ABR: 22H

6, 13, 20, 27 ABR: 22H30

SAMBA À MESA

7, 17, 21, 28 ABR: 22H30 EG

MATIAS DAMÁSIO CULTURGEST

MÁRIO LAGINHA TRIO 19 ABR: 21H30

MÚSICAS DO MUNDO

MARTY EHRLICH

EG

27 ABR: 21H30

2, 9, 16, 23, 30 ABR: 22H

TRIO EXALTATION

GALERIA ZÉ DOS BOIS 12 DE ABRIL, ÀS 22H RUA DA BARROCA, 59 / 213 430 205 WWW.ZEDOSBOIS.ORG

RYLEY WALKER BAND 12 de abril marca o regresso de Ryley Walker ao nosso país. Depois de, no ano passado, ter atuado no Festival Paredes de Coura, o cantor norte-americano de indie-folk estreia-se em Lisboa com um concerto na ZDB. O músico, cuja sonoridade nos remete imediatamente para cantores como Tim Buckley (ou o seu filho Jeff Buckley), vem apresentar o mais recente disco, Golden Sings that have been Sung. Desta vez, Ryley Walker não vem sozinho. Consigo em concerto estarão Ryan Jewell, na bateria, e Julius Lind, no baixo. Os bilhetes custam 8€ e estão disponíveis para venda na Flur Discos, Tabacaria Martins e ZDB. FS

65 EL CORTE INGLÉS

JOSÉ CARLOS ARAÚJO Cravo

SONATAS, FANTASIAS...

Comentado por Alexandre Delgado 20 ABR: 19H EG

relacoespublicas@elcorteingles.pt FUNDAÇÃO ARPAD SZENES-VIEIRA DA SILVA

SOLISTAS DA METROPOLITANA

SONATAS PARA VIOLINO DE J. S. BACH 8 ABR: 16H EG

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN REQUIEM DE MOZART

11 ABR: 21H, 12 ABR: 19H

ORQUESTRA GULBENKIAN

GAUTIER CAPUÇON, VIOLONCELO 20 ABR: 21H, 21 ABR: 19H

SOLISTAS DA ORQUESTRA GULBENKIAN 21 ABR: 21H30 EG

CORO E ORQUESTRA GULBENKIAN 9.ª DE BEETHOVEN

27 ABR: 21H, 28 ABR: 19H

CICLO DE PIANO HÉLÈNE GRIMAUD ESPELHOS D’ÁGUA 1 ABR: 19H

YUJA WANG 9 ABR: 19H

GRIGORY SOKOLOV 23 ABR: 19H

CICLO GRANDES VOZES ORQUESTRA GULBENKIAN WALTRAUD MEIER 6 ABR: 21H

CICLO GRANDES INTÉRPRETES JORDI SAVALL AS ROTAS DA ESCRAVATURA 13 ABR: 19H

GIDON KREMER

KREMERATA BALTICA 17 ABR: 21H

MET OPERA LIVE EM HD EVGENY ONEGIN, PIOTR ILITCH TCHAIKOVSKY 22 ABR: 18H


66

M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S GALERIA ZÉ DOS BOIS

VICTOR HERRERO 1 ABR: 22H

DRINKS (CATE LE BON + TIM PRESLEY) 10 ABR: 22H

RYLEY WALKER BAND Ver pág. 65 12 ABR: 22H

DANIEL BACHMAN + PEDRO SOUSA 19 ABR: 22H

MOOR MOTHER + JOANA DA CONCEIÇÃO 20 ABR: 22H

SPECTRUM (AKA SONIC BOOM)

IMPRENSA NACIONAL – CASA DA MOEDA

NORBERTO LOBO: RESIDÊNCIA ARTÍSTICA #2

SONATAS, FANTASIAS...

GO KLEZMER!

21 ABR: 18H

6 ABR: 19H EG

JUNTA DE FREGUESIA DE ALCÂNTARA

LISBOA AO VIVO

24 ABR: 22H

28 ABR: 22H

IGREJA DE SÃO ROQUE

CICLO DE MÚSICA ANTIGA GRAINDELAVOIX IMPRESSOS EM ANTUÉRPIA 8 ABR: 21H

IGREJA DE ST. GEORGE

LES SECRETS DES ROYS

JOSÉ CARLOS ARAÚJO Cravo

1º ANIVERSÁRIO DO ALCANTE / 1º ENCONTRO DE CORAIS ALENTEJANOS Desfile 8 ABR: 16H Espetáculo 8 ABR: 17H EG

2 ABR: 19H30

LICEU CAMÕES

SOLISTAS DA METROPOLITANA PARKWAY DRIVE 28 ABR: 20H30 LX FACTORY

SNARKY PUPPY 27 ABR: 21H30

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

QUEST + ORQUESTRA DE GUIMARÃES AT THE STILL POINT OF THE TURNING WORLD 8 ABR: 22H

LUCIANO CHESSA & THE ORCHESTRA OF FUTURIST NOISE INTONERS INTONARUMORI 13 ABR: 22H

MEO ARENA

C4PEDRO

7 ABR: 22H30

GHOST

15 ABR: 21H

ROBERTO CARLOS 19, 21 ABR: 21H

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS © Direitos Reservados

BANDA SINFÓNICA DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA 27 ABR: 17H EG

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN 6 DE ABRIL, ÀS 21H AV. DE BERNA, 45 A / 217 823 000 / WWW.GULBENKIAN.PT

WALTRAUD MEIER Inserido no ciclo Grandes Vozes , a Fundação Gulbenkian recebe, dia 6 deste mês, o concerto da mezzo-soprano alemã Waltraud Meier. A cantora é considerada uma das mais importantes intérpretes do repertório wagneriano, muito devido ao furor que causou em 1983, no festival anual em Bayreuth, com a sua interpretação de Kundry, em Parsifal, de Wagner. A partir daí passou a ser considerada uma cantora de renome internacional, atuando nos principais teatros mundiais. Depois da sua interpretação das Canções de Wesendonck , de Wagner, na temporada passada da Gulbenkian, Waltraud Meier regressa para interpretar Mahler, nomeadamente os dois ciclos de Lieder sobre poemas de Friedrich Rückert. Os bilhetes custam entre 25€ e 40€. FS

MUSEU DO FADO

HÁ FADO NO CAIS JOANA RIOS 20 ABR: 21H

MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA | CORO VOCES CAELESTES CONCERTO DE PÁSCOA 1 ABR: 21H

JOSÉ CARLOS ARAÚJO Cravo

SONATAS, FANTASIAS... 22 ABR: 21H


M Ú S I CA E S P E TÁC U L O S / F E S T I VA I S MUSEU DO ORIENTE

ACADEMIA DE MÚSICA DE LISBOA CONCERTO DE PRIMAVERA 1 ABR: 17H

ORQUESTRA JUVENIL DA ACADEMIA MUSICAL DOS AMIGOS DAS CRIANÇAS E CAMERATA DE CORDAS DO INSTITUTO GREGORIANO DE LISBOA CONCERTO DE ORQUESTRAS DE JOVENS

TEATRO THALIA

ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA DE MOZART A JANÁČEK 8 ABR: 21H

O DIA SEGUINTE - VENHA OUVIR UMA ORQUESTRA POR DENTRO! ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA 9 ABR: 11H

2 ABR: 17H

TEATRO TIVOLI BBVA

SOLISTAS DA METROPOLITANA

ENCONTRO DE GERAÇÕES

PEDRO E O LOBO 9 ABR: 17H EG

PAULO FLORES & BONGA 1 ABR: 21H30

ELIDA ALMEIDA DJUNTA KUDJER 6 ABR: 21H30

PAÇOS DO CONCELHO

SOLISTAS DA METROPOLITANA GO KLEZMER! 7 ABR: 13H EG

PRAÇA DE TOIROS DO CAMPO PEQUENO

GABRIEL O PENSADOR 22 ABR: 21H30

SABOTAGE CLUB

EMMA RUTH RUNDLE 20 ABR

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

ORQUESTRA DE JAZZ DA ESCOLA SUPERIOR DE MÚSICA DE LISBOA CONCERTO BIG BAND 3 ABR: 18H30

15ª FESTA DO JAZZ DO SÃO LUIZ Ver pág. 69 7 ABR: 21H30-02H 8, 9 ABR: 14H30-02H

VOCA PEOPLE

12, 13, 14 ABR: 21H30, 15 ABR: 16H30, 21H30, 16 ABR: 16H30

JAQUES MORELENBAUM CELLO SAMBA TRIO Ver pág. 71 18 ABR: 21H30

MÁRCIA

Com Tiago Bettencourt 20 ABR:21H30 TIME OUT – MERCADO DA RIBEIRA

SEBASTIAN OLZANSKI NOBODY BUT US

7 ABR: 20H30

TRÊSPORCENTO

TERRITÓRIO DESCONHECIDO 20 ABR: 22H

F E S T I VA I S

BoCA – BIENNIAL OF CONTEMPORARY ARTS LUX FRÁGIL

YVES TUMOR 6 ABR: 23H

TEATRO DO BAIRRO

LISBON PSYCH FEST 13 ABR: 22H30

DIAS DA MÚSICA EM BELÉM – AS LETRAS DA MÚSICA

TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

GRANDE AUDITÓRIO

7, 8 ABR

OLUDO

PAGLIACCI + DER ZWERG

2 ABR: 16H, 4, 6, 8 ABR: 20H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

ORQUESTRA SINFÓNICA METROPOLITANA + CORO DA

LUX FRÁGIL 6 DE ABRIL, ÀS 23H AVENIDA INFANTE D. HENRIQUE, ARMAZÉM A, CAIS DA PEDRA A STA. APOLÓNIA / 21 882 08 90 WWW.LUXFRAGIL.COM

YVES TUMOR Inserido na programação do BocA – Biennal of Contemporary Arts , o Lux recebe um concerto do multi-instrumentista, performer e produtor norte-americano Yves Tumor. Depois de ter estado o ano passado no Madeira Dig Festival , evento dedicado às artes digitais com destaque para a música eletrónica experimental, o músico vem atuar em Lisboa. Dub, pop, hip-hop, ruído, soul e psicadelismos são algumas das linguagens que podemos encontrar na sua música. Serpent Music, o disco que vem apresentar, tem sido muito aclamado pela crítica. FS

67


68

M Ú S I CA F E S T I VA I S

FUNDAÇÃO PRINCESA DAS ASTÚRIAS Concerto de abertura 28 ABR: 21H30

CORO VOCES CAELESTES

Concerto de encerramento dos Mini Dias da Música 28 ABR: 12H

JP SIMÕES INTERPRETA CHICO BUARQUE 28 ABR: 21H

ORQUESTRA GERAÇÃO

ORQUESTRA DE CÂMARA PORTUGUESA + CORO VOCES CAELESTES

CORO DO TEATRO NACIONAL DE LUDOVICE ENSEMBLE “TUDO AQUILO QUE NÃO É PROSA, SÃO CARLOS É VERSO; E TUDO O QUE NÃO É

29 ABR: 20H

30 ABR: 21H30

CORO E ORQUESTRA XXI + CORO VOCES CAELESTES

PEQUENO AUDITÓRIO

ARTUR PIZARRO PIANO

MÚSICOS DO TEJO

29 ABR: 14H

30 ABR: 19H

29 ABR: 22H

MELLEO HARMONIA

SALA LUÍS DE FREITAS BRANCO

PAIXÃO SEGUNDO SÃO JOÃO

ORQUESTRA SINFÓNICA APROARTE

CANDIDE OU O OTIMISMO

GASPARD DE LA NUIT

VERSO É PROSA” 30 ABR: 17H

O SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO

CAMERATA ATLÂNTICA

ANA ESTER NEVES, SOPRANO PAULO JORGE FERREIRA, ACORDEÃO

29 ABR: 18H

29 ABR: 14H

DO POEMÁRIO MUSICAL ROMÂNTICO | WAGNER & MAHLER

O POEMA SINFÓNICO

29 ABR: 16H

ORQUESTRA SINFÓNICA ENSEMBLE

JOVEM ORQUESTRA PORTUGUESA

EL AMOR BRUJO

RECITAL DE VOZ E ACORDEÃO

QUARTETO VINTAGE

30 ABR. 15H

ENSEMBLE DARCOS

29 ABR: 14H

29 ABR: 12H

SEDUÇÃO E AMORES PROIBIDOS

ORQUESTRA DE CÂMARA PORTUGUESA BEETHOVEN E GOETHE 29 ABR: 16H

ORQUESTRA SINFÓNICA PORTUGUESA

DOS LIVROS PARA A MÚSICA | PERSONAGENS INTEMPORAIS 29 ABR: 18H

j u n t a d e freguesia

30 ABR: 13H

MEDITAÇÃO E ÊXTASE

ENSEMBLE E CORO MPMP A MEMÓRIAS DE CAMÕES 30 ABR: 17H

ORQUESTRA SINFÓNICA METROPOLITANA

O HINO DA ALEGRIA DE SCHILLER 30 ABR: 19H

O RAPAZ DE BRONZE 29 ABR: 20H

ENSEMBLE MEDITERRAIN A VIAGEM DE INVERNO

A SERRANA, A DUPLA ALFREDO KEIL E HENRIQUE LOPES DE MENDONÇA 29 ABR: 16H

29 ABR: 22H

SETE LÁGRIMAS

TOY ENSEMBLE

29 ABR: 18H

O DOIDO E A MORTE 30 ABR: 13H

MELLEO HARMONIA 30 ABR: 16H

QUANTAS SABEDES AMAR AMIGO

ANTÓNIO ROSADO, PIANO HARMONIAS POÉTICAS E RELIGIOSAS 29 ABR: 20H


M Ú S I CA F E S T I VA I S

69

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 7 A 9 DE ABRIL RUA ANTÓNIO MARIA CARDOSO, 38 / 213 257 650 / WWW.TEATROSAOLUIZ.PT

15ª FESTA DO JAZZ NO SÃO LUIZ Abril traz o regresso da Festa do Jazz ao São Luiz. Músicos, estudantes, produtores, amantes do jazz, técnicos, jornalistas, pais, amigos e conhecidos juntam-se para a 15ª Festa do Jazz , que mostra o melhor da música improvisada feita em Portugal. Esta edição dá destaque ao trabalho que a Associação Sons da Lusofonia desenvolveu ao longo

do ano em parceria com escolas de todo o país, e que espelha a vitalidade do jazz nacional. O evento surge como oportunidade para que jovens talentos dêem os primeiros passos nas suas carreiras. A direção artística está, uma vez mais, a cargo do saxofonista, compositor e professor de jazz Carlos Martins. FS

ANGLO-PORTUGUESE ENSEMBLE NUNO VIEIRA DE ALMEIDA, 29 ABR: 22H PIANO CANÇÕES ESPANHOLAS DSCH – SCHOSTAKOVICH 30 ABR: 19H ENSEMBLE SALA SOPHIA DE MELLO

TATIANA SAMOUIL, VIOLINO

30 ABR: 13H

PROGRAMA GRAÇA MOURA

O CARNAVAL DOS ANIMAIS

BREYNER ANDRESEN

CARLOS DAMAS, VIOLINO ANGLO-PORTUGUESE ENSEMBLE JILL LAWSON, PIANO A NOITE TRANSFIGURADA 30 ABR: 15H

DSCH – SCHOSTAKOVICH ENSEMBLE LA BONNE CHANSON 30 ABR: 17H

SUSANA GASPAR, SOPRANO JOÃO TERLEIRA, TENOR

A SONATA KREUTZER 29 ABR: 14H

LUÍSA TENDER PIANO

CANÇÕES SEM PALAVRAS 29 ABR: 16H

VASCO DANTAS, PIANO

CONTOS E OUTRAS HISTÓRIAS FANTÁSTICAS 29 ABR: 18H

O VIOLINO DE SHERLOCK HOLMES 29 ABR: 20H

PAVEL GOMZIAKOV, VIOLONCELO 29 ABR: 22H

PAVEL GOMZIAKOV, VIOLONCELO

PROGRAMA GRAÇA MOURA 30 ABR: 19H

SALA ALMADA NEGREIROS

QUARTETO ARABESCO MÚSICA SEM PALAVRAS

QUARTETO CAMÕES

29 ABR: 14H

30 ABR: 13H

QUANDO A PERFEIÇÃO ENCONTRA A PERFEIÇÃO

OS COMPOSITORES DE ÓPERA

VOCAL ENSEMBLE

PERSPECTIVE TRIO

29 ABR: 16H

PEER GYNT

30 ABR: 15H

ARTUR PIZARRO, PIANO

A POESIA LEVADA PARA A MÚSICA 30 ABR: 17H

SUSANA GASPAR, SOPRANO RITA BLANCO, RECITAÇÃO NUNO VIEIRA DE ALMEIDA,


70

M Ú S I CA F E S T I VA I S / C U R S O S

PIANO

SONS PELA CIDADE

29 ABR: 18H

IGREJA DE S. MAXIMILIANO KOLBE

SHAKESPEARE NA MÚSICA

COUPLE COFFEE

ESTRELA DA TARDE 29 ABR: 20H

SÉRGIO GODINHO 29 ABR: 22H

ALIS UBBO ENSEMBLE

AS SETE ÚLTIMAS PALAVRAS DE JOSÉ SARAMAGO 30 ABR: 13H

FAUKSA 4TET

AS CANÇÕES E A LITERATURA FRANCESA (LOU TAVANO – FAUKSA 4TET) 30 ABR: 15H

TRIO ORFEU

A GRANDE BOSSA DO BRASIL NA POESIA DE VINÍCIUS DE MORAES E TOM JOBIM

SOLISTAS DA ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA QUARTETOS COM FLAUTA DE MOZART 1 ABR: 21H30

JUNTA DE FREGUESIA DE SANTA CLARA

SOLISTAS DA ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA

SONATAS PARA VIOLINO DE J. S. BACH (II) 7 ABR: 21H30

AUDITÓRIO CAROS PAREDES

SOLISTAS DA ORQUESTRA METROPOLITANA DE LISBOA PEDRO E O LOBO

8 ABR: 21H30 EG

30 ABR: 17H

GISELA JOÃO

OS POEMAS DE OULMAN 30 ABR: 19H

CURSOS ACADEMIA DO LUMIAR

Formação instrumental, musical, coral

ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Canto, Guitarra, Piano, Violoncelo, Violino, Bateria, Baixo MP ACADEMIA DE M ÚSICA EM LISBOA

Iniciação ao Violino ATÉ JUL SÁB: 10H-12H

ARTS2SCIENCE

Aulas Regulares e workshops de Teoria Musical, Piano, Violino, Violoncelo, Guitarra, Técnica Vocal e Tecnologias da Música

ASSOCIAÇÃO DE RESIDENTES DE TELHEIRAS - ART

Aulas de guitarra e piano MP

ATELIER MUSICAL DO AREEIRO

Aulas de acordeão, contrabaixo, flauta transversal, guitarra, piano e violino BIBLIOTECA DE MARVILA

Canções de Abril Oficina musical 19 ABR: 11H, 14H30 EG / MP

SEG A SÁB: 10H-20H MP

ASSOCIAÇÃO GAITADE -FOLES

Oficinas de gaita-defoles MP

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

Canções de Abril Oficina musical 21 ABR: 11H, 14H30 EG / MP

CASA DO ALENTEJO

Tardes alentejanas SÁB: 15H30 EG


M Ú S I CA C U R S O S

71 MUSEU DO FADO

Cursos de guitarra portuguesa, seminário de letristas, seminário de poética de fado, gabinete de ensaios para intérpretes MUSEU DO ORIENTE

Tambores das Ilhas de Java e Bali – Explosão de Ritmos Ateliê com Elizabeth Davis 17 ABR: 18H-20H

PRIMO CANTO ASSOCIAÇÃO CULTURAL

Curso de Canto S ESPAÇO

Adufe, Canto Tradicional TEATRO TIVOLI BBVA 18 DE ABRIL, ÀS 21H30 AVENIDA DA LIBERDADE, 182-188 / 213 572 025 / WWW.TEATRO-TIVOLI.COM

JAQUES MORELENBAUM CELLOSAMBATRIO No dia 18 de abril, o Tivoli recebe Jaques Morelenbaum, uma das figuras incontornáveis da música popular brasileira, para uma aula sobre a história do samba. Não se trata de uma aula teórica, mas sim de um concerto onde o violoncelista, compositor e maestro, partindo do seu disco Saudade do Futuro Futuro da Saudade, enaltece a importância histórica do samba, umas das principais manifestações culturais brasileiras. O músico irá percorrer repertório que vai de António Jobim a João Gilberto, passando por Caetano Veloso e Gilberto Gil, para além de tocar algumas composições originais. O espetáculo conta com a participação especial de Adriana Calcanhoto. FS CASA DO BRASIL

Violão Brasileiro e Guitarra, Criar e Gerenciar Bandas, Aulas permanentes MP

968 870 282 CASA DA COMARCA DA SERTÃ

Aulas de Acordeão

QUI: 18H30, 19H30, 20H30 DOM: 10H, 11H CENTRO CULTURAL ARTE PURA

Forró, Samba no Pé, Maracatu, Afro Brasil, Percussão, Violão VÁRIOS HORÁRIOS

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

EVOÉ – ESCOLA DE ACTORES

Ciclo Literatura e Pensamento 3, 10, 17 ABR: 18H

TER: 18H30-20H30

Letras da Música

CENTRO INTERCULTURACIDADE

Construção de Instrumentos de Percussão

SEG A SEX: 16H-19H MP

Aulas de voz e canto ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

Raga

Curso de Música Indiana VÁRIOS HORÁRIOS

Aulas de Forró

QUA: 20H-21H30

Baile com o Quinteto Luso Baião QUA: 22H

SOU – MOVIMENTO E ARTE

Aulas livres de música MP

TEATRO DOM LUIZ FILIPE

Canto Tradicional SEG: 21H

Concertina I

TER: 19H30 balltoques@tradballs.pt VOZES EM CONSERTO

Aulas de canto, piano, guitarra clássica, pianista acompanhador, teoria musical, coro XUVENTUDE DE GALICIA

Aulas de pandeireta SEX: 20H30

Aulas de piano, guitarra MP

ESTÚDIO VANDA MELO

Voz e Canto

TER: 19H-20H30 MP

COMUNIDADE HINDU DE PORTUGAL

SAGRADA FAMÍLIA

icampelo58@gmail.com IN IMPETUS

Aulas de Canto

Com a soprano Ângela Silva MP

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


72

TRY BETTER, FAIL BETTER’17 CICLO NOVOS CRIADORES NO TEATRO TABORDA Organizado pelo Teatro da Garagem, o Try Better, Fail Better destina-se a apoiar e promover o trabalho de novos criadores. O mote é, justamente, o da criação por tentativa e erro, enunciado na frase de Beckett, que dá título ao ciclo. Nesta 10.a edição, para assinalar tão relevante aniversário, apresenta-se uma programação mais alargada que inclui teatro, performance, dança e artes plásticas. FREDERICO BERNARDINO

MAPAS INTENSIVOS SARA ANJO & THEA PATTERSON

NA REALIDADE LUÍSA AMORIM

Entre a dança e a performance, o percurso da coreógrafa e bailarina madeirense Sara Anjo (de quem vimos recentemente o surpreendente Em Forma de Árvore) tem procurado estabelecer relações entre a “vivência da paisagem” e o corpo do performer. Aqui, ao lado da também coreógrafa Thea Patterson, busca-se “desenhar um mapa intensivo, uma cartografia do corpo”, capaz de perseguir um olhar sobre “o mundo através das suas diferentes texturas.”

Com uma carreira marcadamente alicerçada em Londres, Luísa Amorim propõe neste espetáculo de teatro, “semi-ensaiado” e com cenário construído em tempo real, um olhar quotidiano sobre uma família emigrante. A história a contar tem por isso um forte cunho autobiográfico, e nele surgem, para além da criadora e atriz, o marido, Todor (mesmo que seja em vídeo), e a presença muito ativa da filha de seis anos, Graça. O resultado será, em síntese, um “surreality-show”.

6 E 7 DE ABRIL, ÀS 21H30

8 E 9 DE ABRIL, ÀS 21H30


73

COCOON MATTHIEU EHRLACHER

Depois de ter trocado França por Portugal, mais precisamente por Lisboa, onde vive atualmente, Eva Baudry criou, ao longo de duas residências no Espaço Alkantara, em 2016, A4, 3, 2, 1. Nesta peça, a coreógrafa e bailarina, inspirada pelo encontro com o artista Alexandre Grave (“encontrei na sua voz outra maneira de me relacionar com o corpo”, confessa), apresenta “um desenho em movimento de um corpo numa linha de convergência.”

Chegou a Portugal para estudar saxofone na Escola de Jazz Luiz Villas-Boas, mas a paixão pela performance levaram-no a interpretar criações de Carlota Lagido, Miguel Loureiro, Vera Mantero ou Ana Borralho e João Galante. O francês Matthieu Ehrlacher tem, por isso, ao longo dos últimos anos, dividido a sua atividade entre a música e as artes performativas, e é com um misto de teatro e instalação que se apresenta nesta edição do ciclo.

22 E 23 DE ABRIL, ÀS 21H30

29 E 30 DE ABRIL, ÀS 21H30

ZERO HERLANDSON LIMA DUARTE

A CHUVA DE ÍCONES DESENHOS DE THOMAS MENDONÇA

A partir de poemas de João Pedro Grabato Dias (nome literário do pintor e gravador português António Quadros), o encenador cabo-verdiano Herlandson Lima Duarte (fundador da Companhia de Teatro Solaris, do Mindelo) propõe nesta nova criação “um ataque à perceção”. Concebido como um espetáculo que projeta um “novo universo”, num tempo e num espaço que é obrigatório redefinir, Zero conta com interpretações de Catarina Moita, Pedro O Parente, Roxana Lugojan e Tadeu Faustino.

Depois da exibição de Congratulations, it’s a boy! Again, o artista plástico Thomas Mendonça regressa ao Taborda com uma série de desenhos baseados em fotografias da infância, da maturidade de seus pais, das férias dos avós, da “banal existência de alguns desconhecidos” e “da importância dos meus amores”. São retratos onde o artista parece captar, citando-o, “a cativante e bela singularidade de uma lágrima no topo da pirâmide.”

© Alípio Padilha

A4, 3, 2, 1 EVA BAUDRY

6 E 7 DE MAIO, ÀS 21H30

EM ABRIL


74

T E ATRO

TEATRO POLITEAMA EM CENA RUA DAS PORTAS DE SANTO ANTÃO, 109 / 213 405 700 / WWW.FILIPELAFERIA.PT

AMÁLIA, O MUSICAL Filipe La Féria, autoria e encenação; Alexandra, Anabela, Liana, Carlos Quintas, Tiago Diogo, Nuno Guerreiro, Rosa Areia, Cristina Oliveira, Francisco Sobral, Hugo Rendas, João Duarte Costa, Carlos Veríssimo, entre outros, interpretação.

Poucos anos depois do retumbante sucesso de Passa por mim no Rossio, Filipe La Féria superava os seus próprios recordes e encenava aquele que viria a ser, até hoje, o maior sucesso do teatro português. Em Amália, La Féria cumpria a promessa, feita ainda em vida à própria Amália Rodrigues (falecida a 6 de outubro de 1999), de torná-la personagem E S T R E I AS CASA DO CORETO

A VIDA DA MORTE

Pepa Diaz-Meco e José Graça, criação; Pepa Diaz-Meco, encenação; José Graça, interpretação.

Um espetáculo de clown sobre um bufão que morre e uma mala capaz de criar vida. 21 A 30 ABR SEX A DOM: 21H30 CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

NÔS TERRA É PA NÔS POVE Paula Torres de Carvalho, autoria. Uma evocação da independência cabo-verdiana ilustrada com músicas e poemas da época. 22 ABR: 21H

CHAPITÔ

OL(H)Á FLORBELA

Flávio Gil, Renato Pino e Marisa Carvalho, textos; Isabel Damatta, encenação; Florbela Queiroz, Vera Mónica, Marisa Carvalho, Gonçalo Brandão e Raquel Caneca, interpretação. A revista à portuguesa vai ao Chapitô, num espetáculo concebido em redor da atriz Florbela Queiroz. 7 A 9 ABR: 22H COMUNA

ELENA

Mário Coelho, texto e encenação; Ana Valentim, Cleo Tavares, Elena Rudakova, Leonor Wellenkamp Carretas, Mariana Pacheco de Medeiros, Pedro Baptista e Rita Silvestre, interpretação.

numa grande produção de teatro musical. A peça estrearia pouco tempo depois da morte da grande diva do fado, e permaneceria em cena durante seis anos consecutivos, estimando-se que tenha sido vista por cerca de três milhões de espetadores. Agora, o popular musical, que percorre a vida e os temas mais emblemáticos que fizeram de Amália “o grande ícone do século XX português”, volta ao Teatro Politeama, reunindo em palco mais de meia centena de atores e fadistas, incluindo parte do elenco que protagonizou a versão original, como Alexandra e Carlos Quintas. Frederico Bernardino Sete indivíduos mergulham num cenário apocalíptico em que cada momento arrisca ser um golpe fatídico. 25 A 30 ABR TER A SÁB: 21H30, DOM: 17H CULTURGEST

O CINEMA

Artistas Unidos. Annie Baker, texto; Pedro Carraca, encenação; António Simão, Bruno Huca, Rita Cabaço  e Pedro Gabriel Marques, interpretação.

A peça de Annie Baker é, simultaneamente, um tributo ao cinema e o retrato de três trabalhadores mal pagos. 19 A 23 ABR: 21H30

LATOARIA

KASPAR: PALAVRA SOPRADA + INTERVALO + ACÇÃO

Programa de lançamento do projeto Parole Soufflée com a apresentação de um espetáculo de Alexandre Pieroni Calado, uma instalação sonora de João Ferro Martins e um concerto de Gonçalo Alegria e João Ferro Martins. 1 ABR: A PARTIR DAS 16H MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

DIÁLOGO DIRETO KINSHASA LISBOA

Gintersdorfer/Klaßen, criação; Roch Bodo, Hauke Heumann, Eric Parfait


T E AT R O E S T R E I AS / C O N T I N UA M Francis Taregue alias SKelly, entre outros, interpretação.

Uma combinação ímpar de atores, bailarinos e estrelas de showbiz, entram em diálogo com imagens de Kinshasa numa reflexão sobre o desenvolvimento urbano e artístico em África. 20 A 22 ABR: 21H30 MOB

UMBRA | MORTIS + QUATRO HOMENS RICOS Peças curtas para café-teatro. 21 ABR: 22H30 MUSEU DO ORIENTE

AUTO DA ÍNDIA

Gil Vicente, autoria; José Henrique Neto, encenação; Diogo Vaz Cavaleiro e José Henrique Neto, marionetas e interpretação.

Versão para teatro de marionetas sobre um dos mais divertidos textos de Gil Vicente, onde o enriquecimento e o adultério são temas preponderantes no retrato da Lisboa quinhentista. 30 ABR: 18H RUA DAS GAIVOTAS 6

LEÔNCIO E LENA

LAMA. João de Brito, espaço cénico e encenação; André Nunes, Carlos Malvarez e Joana Ribeiro Santos, interpretação. O Algarve divide-se em dois reinos beligerantes. O príncipe Leôncio apaixona-se pela princesa Lena e, para consumar esse amor proibido, fogem para Lisboa. 11 A 16 ABR TER A SÁB: 21H30, DOM: 18H SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

CUTTING EDGE

WHS. Kalle Nio, textos e encenação; Inês Campos, Vera Selene Tegelman e Jukka Tarvainen, interpretação.

Uma performance teatral e visual que vai buscar a sua inspiração a pinturas históricas, imagens e mitos sobre decapitações e velhos truques de ilusionistas. 1, 2 ABR: 21H

O NOSSO DESPORTO PREFERIDO – FUTURO DISTANTE

Gonçalo Waddington, texto e encenação; Carla Maciel, Crista Alfaiate, Gonçalo Waddington, Tiago Lima e Vânia Rovisco, interpretação.

Segundo espetáculo de uma tetralogia escrita e encenada por Gonçalo Waddington, em que o autor propõe uma reflexão sobre

a nossa evolução como espécie universal. 27 ABR A 6 MAI QUA A SÁB: 21H, DOM: 17H30

JÚLIA

Teatro do Vão / SLTM. A partir de Menina Júlia de August Strindberg. Daniel Gorjão, direção; Romeu Costa e Teresa Tavares, interpretação. Ver destaque 28 ABR A 7 MAI QUI A SÁB: 21H, DOM: 17H30

TEATRO DO BAIRRO

OVERDOSE DE TOURETTE

Rui Cruz, Manuel Cardoso, Diogo Batáguas e Paulo Almeida, criação e interpretação.

Uma comédia completamente fora das normas. 10 ABR: 22H TEATRO DE CARNIDE

QUÉ FRÔ

Teatro de Carnide. Sofia Ângelo, encenação. 20 A 30 ABR QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H

TEATRO CINEARTE

ERÊNDIRA! SIM, AVÓ…

A Barraca. A partir de Gabriel Garcia Marquez. Rita Lello, direção; Maria do Céu Guerra, João Maria Pinto, Adérito Lopes, João Parreira, Rita Soares, Ruben Garcia, Samuel Moura, Sara Rio Frio, Sérgio Moras, Alexandre Castro e Diogo Varela, interpretação.

Com adaptação de Rita Lello, A Barraca penetra no universo do colombiano Gabriel Garcia Marquez e leva ao palco A Incrivel e triste história de Cândida Erêndira e sua Avó Desalmada. ESTREIA ABR QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H TEATRO NACIONAL D. MARIA II

OS VERANEANTES

Ao Cabo Teatro. Máximo Gorki, texto; Nuno Cardoso, encenação; Albano Jerónimo, Afonso Santos, António Parra, Carolina Amaral, Cristina Carvalhal, Íris Cayatte, João Melo, Joana Carvalho, Margarida Carvalho, Maria João Pinho, Mário Santos, Nuno Nunes, Pedro Frias, Rodrigo Santos e Sérgio Sá Cunha, interpretação. Um clássico de Gorki sobre quatro famílias imersas numa letargia de aborrecimento, ciúme e medo, enquanto à distância o mundo se

revolve e muda. 6 A 9 ABR QUI A SÁB: 21H, DOM: 16H

BACANTES - PRELÚDIO PARA UMA FUGA

P.OR.K. Marlene Monteiro Freitas, coreografia; Andreas Merk, Betty Tchomanga, Cookie, Cláudio Silva, Flora Détraz, Gonçalo Marques, Guillaume Gardey de Soos, Johannes Krieger, Lander Patrick, Marlene Monteiro Freitas, Miguel Filipe, Tomás Moital e Yaw Tembe, interpretação. A coreógrafa Marlene Monteiro Freitas aborda o clássico de Eurípedes para levar, à Sala Garrett, um autêntico combate de aparências e dissimulações, polarizado entre os campos de Apolo e Dionísio. 20 A 30 ABR QUA: 19H,QUI A SÁB: 21H, DOM: 16H TEATRO DA POLITÉCNICA

MARCHA INVENCÍVEL

Os Possessos. João Pedro Mamede, texto e encenação; Ana Valente, Catarina Rôlo Salgueiro, Frederico Serpa, Inês Laranjeira, Isabel Costa, Mia Tomé, Miguel Cunha, Nádia Yracema, Nuno Gonçalo Rodrigues, Rafael Gomes e Vicente Wallenstein, interpretação.

Numa realidade distópica, um homem conhece uma mulher na Sala 34. O modo como se relacionarem deverá condicionar todas as decisões a tomar segundo o denominado Conselho de Sábios Desconhecidos. 14 A 29 ABR TER, QUA: 19H, QUI, SEX: 21H, SÁB: 16H, 21H TEATRO TURIM

OS NOSSOS VIZINHOS DORMEM CÁ EM CASA

Carlos Alves, texto e encenação; Ana Campaniço, Carlos Alves, Rafael Dias Costa e Susana Rodrigues, interpretação. Numa noite, um casal muito conservador recebe a inesperada visita de duas pessoas, supostamente os novos vizinhos. 20 A 30 ABR QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H

C O N T I N UA M AUDITÓRIO DO GRUPO DRAMÁTICO OS COMBATENTES

LISBOA LEVADA DA BRECA

75

Nuno Lopes, textos; João Simões, encenação; Rui Vaz, direção musical; Bruna Silva, Diogo Consciência, Joana Gonçalves, João Silva, Luís Mercês e Miguel Carvalho, interpretação; Cristiana Canaveira, Inês Martins, Mónica Caldeira, Rebecca Gonçalves e Sandra Fernandes, corpo de baile. 8, 22, 29 ABR: 21H30 CASA DO CORETO

CANTO DO CISNE… OU TALVEZ NÃO

Grupo Flor na Boca Projectos. A partir de Antón Tchekov, por Álvaro Cordeiro. Paulo Vaz, encenação e interpretação. ATÉ 1 ABR SEX, SÁB: 21H30

CASINO DE LISBOA

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE

Hernán Casciari, texto; Joaquim Monchique, encenação; Joaquim Monchique, Luís Mascarenhas, Joel Branco, Tiago Aldeia, Rita Tristão da Silva, Rui Andrade, Diogo Mesquita, Bruna Andrade e Leonor Biscaia, interpretação. QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30 CHAPITÔ

A VIDA DA MORTE

Pepa Diaz-Meco e José Graça, criação; Pepa Diaz-Meco, encenação; José Graça, interpretação. ATÉ 2 ABR SEX A DOM: 22H

SOCIEDADE MUSICAL ORDEM E PROGRESSO

E AGORA QUEM É QUE MANDA?

Carlos Jorge Español com a participação de Tito Lívio, textos; Carlos Jorge Español, direção; Felipa Banazol, Victor Nascimento, Beatriz Cassona, João Roque, Melissa Alves, Nuno Alho, Iara Alves, Joel Carvalho, Leny Dias, João Paulo e Tânia Passos, interpretação; Sónia Carvalho, Inês Sophya, Mafalda Silva e Marko Almeida, corpo de baile. ATÉ 27 MAI SÁB: 21H30

SOCIEDADE PROMOTORA DE EDUCAÇÃO POPULAR

UM HOMEM A DIAS

Teatr’Alma-Companhia de Actores. Isilda Paulo e Teresa


76

T E AT R O C O N T I N UA M / F E S T I VA I S Wong, texto; Isilda Paulo, encenação; Amândio De Sousa, Francisco Macedo, Isilda Paulo, Joana Azevedo, Raquel Ferreira, Sandra Néry, Teresa Brito e Zé Maria Serafim, interpretação. 7, 8 ABR: 21H30

TEATRO ABERTO

TENTATIVAS PARA MATAR O AMOR Teatro Aberto/Companhia Mascarenhas Martins. Marta Figueiredo, texto; Levi Martins e Maria Mascarenhas, encenação; Cleia Almeida, Eurico Lopes e Tomás Alves, interpretação.

Peça galardoada com o Grande Prémio de Teatro Português SPA/ Teatro Aberto sobre um casal que, apesar de unido pelo amor, sente não cconseguir conciliar as suas vidas. ATÉ 16 ABR QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H TEATRO ARMANDO CORTEZ

OS 39 DEGRAUS

Uma comédia repleta de conspiração, crime e romance. QUI A SÁB: 21H30, DOM: 18H TEATRO MARIA VITÓRIA

PARQUE À VISTA

Flávio Gil, Miguel Dias e Renato Pino, autoria; Flávio Gil, encenação; Miguel Dias, Paulo Vasco, Susana Cacela, Flávio Gil, Filipa Godinho, Diogo Martins, Maria Giestas, Pedro Silva e Patrícia Teixeira, interpretação. QUI, SEX: 21H30, SÁB, DOM: 16H30, 21H30 TEATRO MERIDIONAL

ANTÓNIO E MARIA

Teatro Meridional. António Lobo Antunes, autoria; Miguel Seabra, encenação; Maria Rueff, interpretação. ATÉ 9 ABR QUA A SÁB: 21H30, DOM: 16H TEATRO NACIONAL D. MARIA II

ENSAIO PARA UMA CARTOGRAFIA

Mónica Calle, Mónica Garnel, Sílvia Barbeiro, Sofia Dinger e Sofia Vitória, interpretação.

TEATRO TURIM

TEATRO POLITEAMA

Catarina Viegas, texto; Mouzinho Arsénio, encenação.

AMÁLIA – O MUSICAL

Filipe La Féria, autoria e encenação; Alexandra, Anabela, Liana, Carlos Quintas, Tiago Diogo, entre outros, interpretação.

Ver destaque QUA A SEX: 21H30, SÁB: 17H, 21H30, DOM: 17H TEATRO DA TRINDADE

AVENIDA Q

Robert Lopez, Jeff Marx e Jeff Whitty, autoria; Rui Melo, encenação; Ana Cloe, Diogo Valsassina, Gabriela Barros, Inês Aires Pereira, Manuel Moreira, Rodrigo Saraiva, Rui Maria Pêgo, Samuel Alves, Artur Guimarães, Luís Neiva e André Galvão, interpretação.

DESCOBRIMENTOS

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

ATÉ 1 ABR QUI A SÁB: 21H45

ATÉ 9 ABR QUA: 19H30, QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30

Yellow Star. A partir do texto de ATÉ 2 ABR John Buchan e da adaptação Casa Conveniente - Zona QUA A SÁB: 21H30, de Patrick Barlow e Alfred Não Vigiada. Mónica Calle, DOM: 16H30 Hitchcock. Claudio Hochman, encenação; Ana Água, Ana encenação; João Didelet, Rita Monte Real, Carla Bolito, Cláudia AgendaCultural_137x106_Programa25Anos.pdf 1 14/03/2017 Pereira, Martinho Silva e Pedro Gaiolas, Cleo Tavares, Inês Vaz, Pedro Tochas, autoria e Pernas, interpretação. Joana de Verona, Marta Félix,

C

interpretação.

TRANSMUTAÇÃO

ATÉ 2 ABR QUI A SÁB: 21H30, DOM: 17H

TEATRO VILLARET

DOIS HOMENS COMPLETAMENTE NUS

Sébastien Thiéry, texto; Tiago Guedes, encenação; Miguel Guilherme, Jorge Mourato, Sandra Faleiro e Susana Blazer, interpretação. QUI A SÁB: 21H30, DOM: 16H30

F E S T I VA I S

BOCA - BIENNIAL OF CONTEMPORARY ARTS CENTRO CULTURAL DE BELÉM

16:53

PERIFÉRICO

Alexandre Farto (Vhils), conceção


T E AT R O F E S T I VA I S / C U R S O S / WO R KS H O P S

77

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 28 DE ABRIL A 7 DE MAIO RUA ANTÓNIO MARIA CARDOSO, 38 / 213 257 640 WWW.TEATROSAOLUIZ.PT

JÚLIA

Teatro do Vão / SLTM. A partir de August Strindberg. Daniel Gorjão, direção; Romeu Costa e Teresa Tavares, interpretação.

e direção; Anaísa Lopes, encenação e coreografia. 7, 8 ABR: 21H

FATAMORGANA

Isabel Ramos em colaboração com Salomé Lamas, texto; Antónia Terrinha, interpretação. 12, 13 ABR: 21H

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA

PALHAÇO RICO FODE PALHAÇO POBRE São Luiz Teatro Municipal. João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, conceito e criação; Cláudia Jardim, Daniel Seabra, Diogo Bento, Flávio Leihan, Gonçalo Beira, Ivo Silva, João Pedro Vale, Nuno Alexandre Ferreira, Paulo Duarte Ribeiro, Symone de la Dragma e Vânia Rovisco, interpretação. ATÉ 2 ABR SEX A DOM: 21H

QUE DIFÍCIL É SER UM DEUS John Romão e Romeu Runa, criação e interpretação.

© Direitos Reservados

Se recuarmos pouco mais de um ano, a Dessa Carne Lassa do Mundo, peça inspirada em Romeu e Julieta de Shakespeare, os amores trágicos aparentam continuar a inspirar o teatro coreográfico e imagético de Daniel Gorjão. Agora, o cofundador do Teatro do Vão parte para outro clássico, A Menina Júlia de Strindberg, fazendo de Jean, o criado, e de Júlia, a jovem aristocrata, instrumentos que permitam “olhar para o fundo de nós”. A Gorjão “interessa o motor dessa paixão, o desejo bruto que nos atrai uns para os outros como animais ferozes e quebra todas as barreiras, para chegarmos ao outro e para chegarmos a nós próprios”. E, A Menina Júlia, texto que o próprio Strindberg considerou ser sobre o “problema da superioridade e da inferioridade, do bem e do mal, dos homens e das mulheres”, continua passível de questionar e transportar cada um de nós para, como sublinha o encenador, “a zona onde a temperatura acende e abala a consciência”. FB 26 ABR: 21H EG

TRY BETTER, FAIL BETTER’17 – CICLO NOVOS CRIADORES

TEATRO DA LUZ

Por Bruno Schiappa.

Pela Companhia da Esquina

Expressão Dramática SEG, QUA: 19H ÀS 21H IA

TRAGÉDIA + TEMPO

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira, comissários. ATÉ JUN

IN IMPETUS

Iniciação ao Teatro MOB

Teatro

QUA: 19H

ACT – ESCOLA DE ATORES

Iniciação às técnicas do ator IA CASA DO ARTISTA

Formação de Atores para Teatro IA

PÓS-LABORAL

968 060 047 | 917 549 657 EVOÉ

TER: 20H ÀS 21H30 IA 213 157 815

C U R S O S/ / WO R KS H O P S

Teatro IA

Teatro Físico – Método Lecoq IA Iniciação ao Teatro IA

TEATRO TABORDA 6 ABR A 8 MAI

Oficinas Teatro Lisboa

CHAPITÔ

IA

TEATRO MERIDIONAL

Laboratório de Dramaturgia

Miguel Seabra e Natália Luiza, direção do Teatro Meridional

INSCRIÇÕES ATÉ 18 ABR

TEATRO TABORDA

Clubes de Teatro

Maria João Vicente, coordenação do serviço educativo; Nuno Nolasco, Nuno Pinheiro e Teresa Vaz, direção. SÁB: 15H-19H IA

SOCIEDADE DE INSTRUÇÃO GUILHERME COSSOUL

Formação de Atores

ATÉ JUN SEG, QUA: 21H30-23H30 IA E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


78

VI S ITAS G U I A DAS

UM OUTRO OLHAR 8 E 22 DE ABRIL, ÀS 14H30 938 258 919 / WWW.UMOUTROOLHAR.COM

ANTIGAS FÁBRICAS DA CABRINHA À LISBONENSE Integrada no Programa BIP/ZIP da Câmara Municipal de Lisboa, esta visita tem início nas instalações da Associação Academia Cidadã, no bairro da Quinta do Cabrinha e termina na Lx Factory. Desde o século XVIII, instalaram-se em Alcântara várias fábricas que funcionaram até ao século XX, entre as quais a

DIA INTERNACIONAL DOS MONUMENTOS E SÍTIOS

PATRIARCAL À RUA DE O SÉCULO

DEPARTAMENTO DE PATRIMÓNIO CULTURAL

1 ABR: 18H, 19H, 20H 218 100 215 (Museu da Água)

Visita Encontro: Rua do Chão da Feira, junto ao Hotel Palácio Belmonte 18 ABR: 10H, 14H30

LISBOA SUBTERRÂNEA

CERCA VELHA DE LISBOA EG / MP

GALERIAS ROMANAS DA RUA DA PRATA 6 A 8 ABR: 10H-19H EG / MP

visitaslisboadentro@egeac.pt

218 874 278 GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES

Visita 18 ABR: 10H30

1º SÁB: 11H 218 100 215 (Museu da Água)

PALÁCIO DO BEAU SÉJOUR EG / MP

VISITAS GUIADAS E / MP

217 701 103/35 MUSEU DA MARIONETA

A SUBIR E A DESCER, A MADRAGOA VAIS CONHECER! Peddy paper 18 ABR: 10H30-12H30, 14H-17H

LISBOA POR DENTRO RESERVATÓRIO DA PATRIARCAL

VISITAS GUIADAS DA

ARCO TRIUNFAL DA RUA AUGUSTA

VISITA LIVRE

TODOS OS DIAS: 9H-19H 210 998 599 ARQUIVO HISTÓRICO DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

ARQUIVOS SALVAGUARDA DE MEMÓRIAS

Companhia de Fiação e Tecidos Lisbonense, um dos mais importantes complexos fabris de Lisboa do setor têxtil. Durante o percurso descobrem-se alguns desses locais, fala-se de ilustres habitantes da zona e visitam-se as máquinas de Pietro Proserpio na Livraria Ler Devagar. A visita é gratuita. Cristina Engrácia

Visita guiada temática com workshop. SEG: 14H-18H, TER A SEX: 10H-12H30, 14H-17H30 ARQUIVO NACIONAL TORRE DO TOMBO

VISITAS GUIADAS ÀS EXPOSIÇÕES E ÁREA PÚBLICA

inglês, francês, italiano, espanhol e alemão. TODOS OS DIAS MP

MIGRANTOUR ROTAS URBANAS INTERCULTURAIS

Visitas guiadas em português, inglês e francês. TODOS OS DIAS MP 927 522 883

SEG A SEX: 9H30-15H ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DE S. BENTO ÚLTIMO SÁB 213 919 625

MP

ASSOCIAÇÃO RENOVAR A MOURARIA

MOURARIA DAS TRADIÇÕES, MOURARIA DO FADO, DO CASTELO À MOURARIA, MOURARIA DOS POVOS E DAS CULTURAS Visitas guiadas em português,

BICLALX

PASSEIOS CULTURAIS DE BICICLETA POR LISBOA ROTA PELOS GRAFISMOS E INSÓLITOS DE LISBOA

Encontro: Largo do Intendente 9 ABR: 10H MP

eliseubike.co@gmail.com BIKE A WISH

TOURS

Passeios guiados de bicicleta elétrica. lisboa@bikeawish.com BOUTIQUE DA CULTURA

STREET ART CARNIDE

Visitas guiadas à Galeria Pública de


V I S I TAS G U I A DAS Arte Urbana do Bairro Padre Cruz Encontro: entrada do Centro Cultural de Carnide 8 ABR, 6 MAI: 10H Além destas realizam-se também visitas guiadas em português ou em inglês para grupos MP

boutiquedacultura@gmail.com CASA FERNANDO PESSOA

VISITAS GUIADAS

SEG, QUI, SÁB: 15H (EM PORTUGUÊS) SEG, SEX, SÁB: 11H30 (EM INGLÊS) CASA-MUSEU AMÁLIA RODRIGUES

VISITAS GUIADAS

TER A DOM: 10H-13H, 14H-18H CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

PINTURA NATURALISTA PORTUGUESA, MOBILIÁRIO PORTUGUÊS E ESTRANGEIRO DOS SÉCULOS XVII A XIX E PORCELANA DA CHINA TER A DOM: 10H-18H EG

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

VISITAS GUIADAS

79

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

CCB - UMA LEITURA GERAL DO EDIFÍCIO Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H

CCB - UMA CIDADE À BEIRA-RIO

Por Fabrícia Valente e Maribel Sobreira SEG A SÁB: 10H30-18H 213 612 650 CENTRO CULTURAL CASAPIANO

VISITAS GUIADAS À EXPOSIÇÃO PERMANENTE SEG A SÁB: 10H-18H

CONFIQUATRO DESPORTOS NAÚTICOS

PASSEIOS TEMÁTICOS

ROTA DO SOL, ENTRE PONTES, DE LISBOA ATÉ À BARRA, FORTES DA BARRA DO TEJO, POR ESSE RIO ACIMA

Passeios à vela no Estuário do Tejo. MP

CONVENTO DOS CARDAES

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 14H30-17H30

Permitem conhecer a história do fundador e de toda a coleção SEG A SÁB: 13H-17H30

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

PAUSA DO MÊS

SEX: 11H30 (EM FRANCÊS), 15H (EM INGLÊS), SÁB: 15H, 16H30 (EM PORTUGUÊS) 213 240 869/7

Visitas guiadas que permitem conhecer a história de uma peça. 2ª, 4ª QUI: 13H30 EG

SÁBADOS NO MUSEU

Visitas guiadas que permitem conhecer o fundador da instituição e as peças que mais se destacam na coleção. 1º E 3º SÁB: 12H EG CASTELO DE SÃO JORGE

VISITAS GUIADAS

Visitas em português, inglês e espanhol. TODOS OS DIAS

VISITAS GUIADAS

CONVENTO DAS TRINAS DO MOCAMBO

VISITAS GUIADAS QUA: 10H 210 943 151

MP

ENIGMA LISBON

ESCAPE GAME

Tem 60 minutos para tentar escapar. TODOS OS DIAS

LISBOA VISTA AO ESPELHO ESTAÇÃO ELEVATÓRIA VAPOR DOS A DESCOBERTA DE LISBOA ABARBADINHOS ATRAVÉS DO PERISCÓPIO. VISITAS GUIADAS TODOS OS DIAS: 10H-17H30

3º SÁB: 10H

À DESCOBERTA DO CASTELO

ESTÁDIO DO SPORT LISBOA E BENFICA

A história do Castelo e das personagens que nele habitaram. TODOS OS DIAS: 13H, 16H MP

E / MP

VISITA AO ESTÁDIO

TODOS OS DIAS: 10H-17H 707 200 100

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

JOY OF SURVIVING, DE TAMÁS KASZÁS Por Raquel Feliciano 1 ABR: 15H

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS: UMA MANEIRA DE SER MODERNO Por Hilda Frias 1, 8 ABR 15H

O EXOTISMO RECRIADO NO SÉCULO XVIII FRANCÊS Por Nuno Vassallo Silva 8 ABR: 16H

O PODER DA SÍNTESE SIMPLIFICAR O TRAÇO, REPRESENTAR A NATUREZA Por Ricardo Mendes 9 ABR: 11H

DIÁLOGO ENTRE… A VIRGEM E O MENINO E RETRATO DE MADAME CLAUDE MONET Por Diana Pereira 12 ABR: 13H30 EG

MANUELA MARQUES E VERSAILLES Por Hugo Barata 19 ABR: 15H EG

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS: UMA MANEIRA DE SER MODERNO Por Cristina Campos 19 ABR: 15H EG

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS: UMA MANEIRA DE SER MODERNO Por Carlos Carrilho 22 ABR: 15H EG

DA LIBERDADE NA ARTE E DA ARTE ENQUANTO LIBERDADE - O 25 DE ABRIL NO PORTUGAL EM FLAGRANTE Por Emília Ferreira 23 ABR: 11H

JOSÉ DE ALMADA NEGREIROS: UMA MANEIRA DE SER

MODERNO

Por Raquel Feliciano 29 ABR: 15H

ALMADA NAS GARES MARÍTIMAS DE ALCÂNTARA E DA ROCHA DO CONDE DE ÓBIDOS Por Ana Vasconcelos e Mariana Pinto dos Santos 29 ABR: 15H30

SETE OBRAS IMPERDÍVEIS Por Filipa Santos 30 ABR: 11H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES

O MUSEU SAI À RUA… VENHA CONHECER O BAIRRO DE SÃO PAULO PRIMEIRO SÁB: 10H museu@fpc.pt

MP

DO MUSEU AO BAIRRO DA MADRAGOA ÚLTIMO SÁB: 10H MP 213 942 810 (Museu da Marioneta) GARE MARÍTIMA DE ALCÂNTARA

PAINÉIS DE ALMADA NEGREIROS

SEG A SEX: 10H30, 14H30 EG / MP

213 611 025 HOSPITAL DE BONECAS

VISITAS GUIADAS

SEG A SÁB: 10H30-12H30, 15H30-17H info@hospitaldebonecas.com HOSPITAL DE SÃO JOSÉ

VISITAS GUIADAS

Por Célia Pilão MP celia.pilao@chlc.min-saude.pt JUNTA DE FREGUESIA DO LUMIAR

ERA UMA VEZ NO PALACETE DAS CONCHAS…

Visita guiada encenada. ATÉ ABR ÚLTIMA SEX, SÁB: 16H EG / MP

info@jf-lumiar.pt LABIRINTO LISBOA

A HISTÓRIA DE PORTUGAL QUE OS LIVROS NÃO CONTAM. ATREVA-SE! QUA, QUI, DOM: 17H-22H, SEX, SÁB: 17H-24H sales@labirintolisboa.com


80

V I S I TAS G U I A DAS LISBOA AUTÊNTICA

15 ABR: 10H MP

30 ABR: 18H MP

Encontro: Praça Luís de Camões 1 ABR: 11H MP

LISBOA COM FERNANDO PESSOA II

LISBON MOVIE TOUR

23 ABR: 14H30

O passeio inclui dormida no quarto onde viveu Fernando Pessoa entre 1908 e 1912.

30 ABR: 14H30 Encontro: Praça do Comércio, do lado da Rua do Arsenal, em frente ao posto de turismo, debaixo das arcadas

LISBOA GASTRONÓMICA LISBOA OPERÁRIA

Encontro: Miradouro da Graça 2 ABR: 15H

PASSEIO PARA DESENHAR I - LISBOA INTRAMURALHAS

Encontro: Príncipe Real, junto ao quiosque da Rua de O Século 15 ABR: 15H MP

A LISBOA DE ANTERO DE QUENTAL E DA GERAÇÃO DE 70

Encontro: Largo das Portas do Sol 8 ABR: 9H30 MP

Encontro: Príncipe Real, junto ao quiosque da Rua de O Século 22 ABR: 15H MP

PELO CORREDOR VERDE ATÉ MONSANTO

LSIBOA DAS SETE COLINAS - SÃO VICENTE

Encontro: Alto do Parque Eduardo VII, junto à fonte 8 ABR: 10H MP

LISBOA COM FERNANDO PESSOA I Encontro: Brasileira do Chiado 8 ABR: 15H MP

PASSEIO PARA DESENHAR IV - MUSEU DE S. ROQUE Encontro: entrada do Museu de S. Roque 9 ABR: 9H30 MP

LISBOA DAS ARTES E OFÍCIOS

Encontro: Arco da Rua Augusta

Encontro: Miradouro da Graça 22 ABR: 15H

PADRE ANTÓNIO VIEIRA

Encontro: Largo Trindade Coelho, junto à Igreja de S. Roque 23 ABR: 10H MP

ALFAMA AUTÊNTICA

FERNANDO PESSOA EXPERIENCE AFIRMA PEREIRA

O 25 DE ABRIL

CIDADE DE ESPIÕES

À descoberta de Lisboa com Marcello Mastroianni.

LIVRARIA MÓVEL TELL A STORY

FILME DO DESASSOSSEGO

WALK A STORY LISBOA LITERÁRIA

Passeio dedicado a Fernando Pessoa no cinema.

CAPITÃES DE ABRIL

Passeio dedicado à Revolução de Abril.

COMBOIO NOTURNO PARA LISBOA Seguindo Jeremy Irons pela cidade. TODOS OS DIAS MP

PASSEIOS LITERÁRIOS

Passeio dedicado a Luís de Camões, Eça de Queirós, Fernando Pessoa e José Saramago. TODOS OS DIAS MP

walks@tellastory.pt MAAT - MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

INTERSEÇÕES E LIMITES 1 ABR: 17H

Encontro: Portas do Sol, junto à estátua de S. Vicente 23 ABR: 10H MP

LISBON WALKER

LISBOA ÁRABE

2 ABR: 14H30

MEMÓRIAS DA DEMOCRACIA

AS IGREJAS DO CHIADO 9 ABR: 14H30

UM IMAGINÁRIO REAL

A CIDADE VELHA

O QUE EU SOU

Encontro: Campo das Cebolas, em frente à Casa dos Bicos 29 ABR: 15H MP

LISBOA DO FADO

Encontro: Capela N. Sra. da Saúde

A PRESENÇA JUDAICA

16 ABR: 14H30

2 ABR: 17H 8 ABR: 17H

Visita comentada por Inês Grosso e

GRUPO AMIGOS DE LISBOA

De turista disfarçado Anda o Santo por Lisboa (Mote obrigatório)

1º Prémio 500 €

2º Prémio 450 €

3º Prémio 400 €

Concorra até 30 de Abril

Informações e Regulamento

21 780 01 56 | www.amigosdelisboa.com amigosdelisboa@mail.telepac.pt


V I S I TAS G U I A DAS Luiza Teixeira Freitas 29 ABR: 17H

MUSEU DE LISBOA SANTO ANTÓNIO

MASSA CRÍTICA DE LISBOA

TER A SEX

BICICLETADA

Encontro: Parque Eduardo VII, no Marquês de Pombal ÚLTIMA SEX: 18H EG

massacriticapt.net MUSEU DA ÁGUA DA EPAL

GALERIA DO LORETO

Visitas guiadas aos subterrâneos do Aqueduto das Águas Livres. SEX: 15H, PRIMEIRO E ÚLTIMO SÁB: 11H E / MP

218 100 215 (Museu da Água) MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

VISITAS GUIADAS AO MUSEU E ÀS OFICINAS DE ARTES E OFÍCIOS DA FRESS SEG A SEX: 10H-13H, 14H30-16H30 E / MP

SEG, QUA: 11H, 15H, QUI: 15H MUSEU DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

VISITAS GUIADAS

SEG A SEX: 9H30, 11H, 14H, 15H30 EG

MUSEU BENFICA - COSME DAMIÃO

VISITAS GUIADAS 1º DOM: 11H

VISITAS LIVRES

TODOS OS DIAS: 10H-18H Em dias de jogo realizam visitas até ao início do mesmo. museu@slbenfica.pt MUSEU BORDALO PINHEIRO

VISITAS ORIENTADAS ÀS EXPOSIÇÕES 218 170 667

VISITAS ORIENTADAS EG / MP

217 513 256 MUSEU DA MARIONETA

NO MUSEU COM OS ROBERTOS, DE CONVENTO A MUSEU, MARIONETAS PORTUGUESAS E MARIONETAS ORIENTAIS Visitas temáticas MP

MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

VISITA AO MUSEU E CONVENTO DA MADRE DE DEUS TER A DOM: 10H-16H30 MP

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

VISITAS ORIENTADAS museu@carris.pt

MUSEU DE LISBOA PALÁCIO PIMENTA

VISITAS ORIENTADAS TER A SEX EG / MP

217 513 214

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

VISITAS ORIENTADAS AO MUSEU TER A SEX: 10H-13H, 14H-18H MP

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO NACIONAL DE BELÉM E JARDINS

SÁB: 10H30, 11H30, 14H30, 15H30, 16H30 MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

VISITAS GUIADAS À IGREJA E AO MUSEU DE SÃO ROQUE

MP

visitasguiadas@mnetnologia. dgpc.pt MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

DO TEATRO E DA DANÇA: PEÇAS, OBJETOS E FRAGMENTOS NAS COLEÇÕES DO MUSEU Visitas guiadas à exposição permanente. TER A DOM: 10H-18H servicoseducativos@ mnteatroedanca.dgpc.pt

MUSEU NACIONAL DO TRAJE

VISITA AO MUSEU E AO PARQUE BOTÂNICO DO MONTEIRO-MOR TER: 14H-18H, QUA A DOM: 10H-18H

MUSEU DO ORIENTE

VISITAS ORIENTADAS GERAIS

PRESENÇA PORTUGUESA NA ÁSIA E A ÓPERA CHINESA Visitas às exposições permanentes. ÚLTIMO DOM: 16H

PALÁCIO NACIONAL DA AJUDA

VISITAS ORIENTADAS AO PALÁCIO

O QUOTIDIANO DA FAMÍLIA REAL UM DIA DE GALA NO PAÇO DA AJUDA MP

servicoeducativo@pnajuda. dgpc.pt PANTEÃO NACIONAL

MP

EG / MP

Encontro: Sé de Lisboa 1 ABR: 10H 218 879 549 (Paróquia de S. Nicolau)

TER, QUI, SÁB: 14H30

E / MP

Percurso de bicicleta. Encontro: Praça David Leandro Silva 1 ABR: 10H

OS RECOLHIMENTOS DA CAPITAL

TER, QUI, SÁB: 15H30

GALERIAS DA VIDA RURAL

VISITAS GUIADAS AO PADRÃO E À ROSA-DOSVENTOS

REIS E HERÓIS NO PANTEÃO

ITINERÁRIOS DA FÉ

GALERIAS DA AMAZÓNIA

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

ITINERÁRIOS EM LISBOA

QUI A DOM

RESERVAS VISITÁVEIS

E / MP

MUSEU DA CARRIS

81

PERCURSO DA BAIXA

PERCURSO DO BAIRRO ALTO

Encontro: Museu de São Roque 22 ABR: 10H EG / MP

1 MÊS/1 CAPELA

CAPELA DE SÃO FRANCISCO XAVIER

2 ABR: 15H, 5 ABR: 13H15 EG / MP

SANTA CASA ABRE PORTAS

CONVENTO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA 15 ABR: 10H

Visita temática à exposição ATÉ 7 MAI TER A DOM: 10H-15H30

VEM DESCOBRIR O PANTEÃO

Visita orientada ao monumento. TER A DOM: 10H-15H30 MP

ALMEIDA GARRETT NO PANTEÃO

Visita temática TER A DOM: 10H-15H30 MP

PARQUE FLORESTAL DE MONSANTO

PERCURSOS PEDESTRES COMBATELASER PAINTBALL ELECTRÓNICO 968 297 047 (Ação Natura)

PEDDY PAPER

EG / MP

O jogo parte de Campolide, atravessa o Aqueduto e termina em Monsanto.

OUTRA LISBOA

MP

VIAGENS NUM ESPAÇO URBANO MAIOR

Sete percursos para uma perspetiva urbanística sobre Lisboa. TODOS OS DIAS: 10H30 E / MP

218 452 689 (Papa-Léguas) PARQUE DAS NAÇÕES

COMBOIO DE PASSEIO SEG A DOM: 10H-19H

TELEFÉRICO

927 136 291

SEG A SEX: 11H-19H, SÁB, DOM, FER: 10H-20H

PAÇOS DO CONCELHO

TEJO BIKE

VISITA AO EDIFÍCIO 1º DOM: 11H EG

ezequiel.marinho@cm-lisboa.pt

Aluguer de bicicletas. TODOS OS DIAS: 12H-18H 218 919 333


82

V I S I TAS G U I A DAS SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA

SANTA CASA CONVIDA VISITAS GUIADAS A VÁRIOS ESPAÇOS DA INSTITUIÇÃO

SÁB (QUINZENALMENTE): 11H EG / MP

213 235 325 SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

VISITAS GUIADAS

1 ABR, 27 MAI, 24 JUN: 14H30 SOCIEDADE HISTÓRICA DA INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL

VISITAS GUIADAS AO PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA SEG A SEX MP

TCHARAN EVENTOS

JANTARES MISTÉRIO A MORTE DO ARTISTA NOITE DE GANGSTERS OS RÚSTICOS MP

TEATRO NACIONAL D. MARIA II

VISITAS GUIADAS

Visitas guiadas aos bastidores do Teatro em português, inglês, francês, castelhano, alemão e italiano. SEG: 11H MP

TRAFARIA PRAIA

CRUZEIROS TURÍSTICOS NO RIO TEJO

Entre o Cais do Sodré e a Torre de Belém TER A DOM: 10H30, 14H30, 16H30 lisbonbluebus@douroazul.pt

213 250 829 UM OUTRO OLHAR TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS

VISITAS GUIADAS E / MP

visitas@saocarlos.pt TIME TRAVELLERS

VIAGEM FOTOGRÁFICA PELA CIDADE DE LISBOA Encontro: Praça do Comércio 22 ABR: 10H-13H Inscrições abertas até 21 abr

A LISBOA DOS CRAVOS Encontro: Praça do Comércio 29 ABR: 10H-13H Inscrições abertas até 27 abr

BOTEQUINS, CAFÉS E LOJAS - A LISBOA BOÉMIA DO SÉCULO XIX Encontro: Praça do Comércio 30 ABR: 10H-13H Inscrições abertas até 27 abr

ANTIGAS FÁBRICAS: DA CABRINHA À LISBONENSE Ver pág 78 8, 22 ABR: 14H30

TRÊS EDIFÍCIOS RELIGIOSOS EM ALCÂNTARA: IGREJA DE S. PEDRO DE ALCÂNTARA, IGREJA DE NOSSA SRA. DA QUIETAÇÃO E CAPELA DE SANTO AMARO Encontro: porta da Igreja de S. Pedro de Alcântara 29 ABR: 10H EG

umoutroolhar@sapo.pt URBAN ROLLERS LISBOA

PASSEIO DE PATINS POR LISBOA

Encontro: em frente à esplanada do Galeto, Av. da República, 14 SEX: 21H30 eliseubike.co@gmail.com WALK AND SEE

MADRAGOA - AZULEJOS E CONVENTOS Encontro: Chafariz da Esperança, Av. D. Carlos I 9 ABR: 10H

PASSEIOS GUIADOS A PÉ MP

917 443 389

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


V I S I TAS G U I A DAS

83

MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO 11 MAI

ARQUIVO FOTOGRÁFICO MUNICIPAL - EXPOSIÇÃO ARCHIVO CORDERO DE JULIO CORDERO 11 MAI

NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA RUA DOS CORREEIROS 12 MAI

ARTES E OFÍCIOS: LEILOEIROS DE ARTE BESTNET/RESTAURANTE GALETO 15 MAI Museu Arqueológico do Carmo

FAB LAB: LABORATÓRIO MUNICIPAL DE FABRICAÇÃO DIGITAL 16 MAI

SOCIEDADE HÍPICA PORTUGUESA 17 MAI

V I S I TAS M U N I C I PA I S BIBLIOTECAS DE BELÉM, CAMÕES, MARIA KEIL, MARVILA , ORLANDO RIBEIRO, PENHA DE FRANÇA E SÃO LÁZARO

UMA VIAGEM PELA BIBLIOTECA

Visitas guiadas dirigidas a centros de dia, universidades de 3ª idade e outros grupos organizados. EG / MP

DIVISÃO DE GESTÃO CEMITERIAL

PERCURSOS TEMÁTICOS NOS CEMITÉRIOS CEMITÉRIO DOS PRAZERES ÚLTIMO PALCO: ATORES 1 ABR: 10H

CEMITÉRIO DOS PRAZERES ARQUITETURA FUNERÁRIA UM CAMINHO DIFERENTE 22 ABR: 10H EG / MP

dmevae.dgc@cm-lisboa.pt DIVISÃO DE PROMOÇÃO E COMUNICAÇÃO CULTURAL

ITINERÁRIOS DE LISBOA 25 DE ABRIL 2 MAI

O RETÁBULO E A TALHA NAS IGREJAS DO CHIADO 2 MAI

LA BELLE ÉPOQUE E OS FRANCESISMOS ALFACINHAS 3 MAI

A RAINHA D. AMÉLIA DE ORLEÃES 4 MAI

A HISTÓRIA DO LIVRO E OS PRIMEIROS LIVREIROS DE LISBOA 5, 12, 20, 26 MAI

LOJAS DE TRADIÇÃO DO CHIADO 6 MAI

LISBOA MAÇÓNICA 9 MAI

OS GALEGOS EM LISBOA 10 MAI

BAIRRO ALTO 11 MAI

DE XABREGAS AO BEATO 15 MAI

LISBOA ROMANA 16 MAI

NO RASTO DE UM ATENTADO 17 MAI

O BAIRRO DA LAPA 18 MAI

LISBOA NO TEMPO DA GRANDE GUERRA

30 MAI Marcações a partir do 1º dia útil do mês que antecede o itinerário. 218 170 742 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt www.facebook.com/ lisboacultura.itinerarios/

VISITAS COMENTADAS

INSTITUTO DE OFTALMOLOGIA DR. GAMA PINTO 17 MAI

ESTAÇÃO DE SANTA APOLÓNIA 17 MAI

NO RASTO DE UM ATENTADO 17 MAI

FACULDADE DE BELAS ARTES 18 MAI

EX-HOSPITAL MILITAR PRINCIPAL 19 MAI

SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

2 MAI

23 MAI

IGREJA DE SÃO LUÍS DOS FRANCESES

ESPAÇO NOVO BANCO EXPOSIÇÃO “DA FUGA E DO ENCONTRO: INVERSÕES DO OLHAR” COLETIVA DE PINTURA

2 MAI

O RETÁBULO E A TALHA NAS IGREJAS DO CHIADO

23 MAI

3 MAI

CAPELA VALE DE SANTO ANTÓNIO/IGREJA DE SANTA ENGRÁCIA - BARBADINHOS

CASA-MUSEU MEDEIROS E ALMEIDA

24 MAI

PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA

4 MAI

25 MAI

CASA VEVA DE LIMA

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA SESSÃO PLANETÁRIO

2 MAI

PALÁCIO MAGALHÃES

5 MAI

A MÃE DE ÁGUA E OS CHAFARIZES DE LISBOA

PALÁCIO DO LAVRADIO

CAMPO DE OURIQUE

ARTES E OFÍCIOS: LIVRARIA BERTRAND/MANUSCRITO HISTÓRICO-ANTIGUIDADES

PALÁCIO DOS MARQUESES DE MINAS

FUNDAÇÃO CHAMPALIMAUD

30 MAI

CASA-MUSEU JOÃO DE DEUS

31 MAI Marcações a partir do 1º dia útil do mês que antecede o itinerário.

20 MAI 23 MAI

O TERRAMOTO DE 1755 E A RECONSTRUÇÃO POMBALINA 25 MAI

A JUNQUEIRA PALACIANA 27 MAI

EDIFÍCIOS NOTÁVEIS DAS AVENIDAS NOVAS 29 MAI

5 MAI

8 MAI

9, 18 MAI 9 MAI

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO 10 MAI

TORRE VTS 10 MAI

25 MAI

26 MAI

CASA FERNANDO PESSOA MUSEU FARADAY

EG

218 170 593 lisboa.cultural@cm-lisboa.pt www.facebook.com/ lisboacultura.visitas/


84

C R I A N ÇAS


ANTIPRINCESAS Filipa Santos

Não têm tiaras nem superpoderes. São mulheres reais que, à sua maneira, conseguiram mudar o mundo. A pintora mexicana Frida Kahlo, a escritora brasileira Clarice Lispector, a cantora chilena Violeta Parra e Juana Azurduy, guerrilheira que lutou pela independência da Bolívia, são as protagonistas de uma nova coleção infanto-juvenil lançada em Portugal pela Tinta-da-China, em parceria com a EGEAC. São quatro livros dedicados a supermulheres da vida real, que pretendem inspirar os mais novos. Afinal, histórias sobre homens há muitas. A coleção foi lançada pela editora argentina Chirimbote a partir de uma ideia da jornalista argentina Nadia Fink, autora dos textos. Cada livro é dedicado a uma destas mulheres, contando a sua história com uma linguagem acessível e ilustrações do também argentino Pitu Saá. A coleção, que pretende combater estereótipos de género junto dos mais novos, foi lançada no Dia da Mulher, num evento inserido na programação do festival Lisboa Por Dentro. Os livros já estão disponíveis numa livraria perto de si.

TINTA-DA-CHINA NÁDIA FINK PITU SAÁ


86

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL 21 A 30 DE ABRIL AV. FREI MIGUEL CONTREIRAS, 52 / 218 438 801 / WWW.TEATROMARIAMATOS.PT

BIANCA BRANCA Bianca Branca é um espetáculo coreografado por Leonor Keil e interpretado por Marta Cerqueira. A partir do conto Bianca, de Fausto Gilberti, este é o primeiro trabalho de Leonor Keil dirigido a crianças. Branco é a cor preferida de Bianca, embora para

F É R I AS DA PÁS C OA ACADEMIA NOVAS LETRAS

JOGOS TRADICIONAIS, OFICINAS VARIADAS DE ORIGAMI, CULINÁRIA, DESENHO, PINTURA, TRABALHOS MANUAIS

5-12 anos 5 A 13 ABR: 08H30-18H30 MP

contactos@novasletras.com AMAC – ACADEMIA MUSICAL DOS AMIGOS DAS CRIANÇAS

3 DIAS COM MÚSICA 6-10 anos 5 A 7 ABR: 9H-17H MP

secretaria@amac.pt

alguns o branco seja uma cor sem cor. Bianca fala sobre os seus sonhos, medos e desejos, todos eles de cor branca. Mas quando menos se espera surge um sentimento forte e colorido e o mundo fica mais bonito e mais humano. Ana Figueiredo

ATELIER DE SÃO BENTO

ATELIÊ DE ARTES PLÁSTICAS

5-14 anos 3 A 7 ABR, 10 A 14 ABR: 10H-17H30 MP

atelierdesaobento@gmail.com BAOBÁ LIVRARIA

A NOSSA NATUREZA

Oficina de ilustração e construção

de livros 6-12 anos 10 A 13 ABR: 10H-17H MP

livraria@orfeunegro.org FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

MUNDOS SUSTENTÁVEIS 5-12 anos 5 A 7 ABR: 10H-17H30


C R I A N ÇAS F É R I AS DA PÁS C OA / E S T E M Ê S

A LINHA FINA E O CENÁRIO INDISPOSTO 12-15 anos 5 A 7 ABR: 10H-17H30 MP

LANTERNAS MÁGICAS

Oficina 5-15 anos 10 A 13 ABR: 10H-17H30

servicoeducativo@ museubordalopinheiro.pt MUSEU DA CARRIS

CAÇA AO OVO MÁGICO E JOGOS TRADICIONAIS 4-14 anos ABR E / MP

22 ABR: 10H-12H30 PG / MP

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES - MUSEU DAS COMUNICAÇÕES + MUSEU DA MARIONETA

OFICINAS DE FÉRIAS DA PÁSCOA 10 A 13 ABR MP

museu@fpc.pt LEAP – ESPAÇO AMOREIRAS

OFICINA DE ILUSTRAÇÃO DE COLAGEM 6-11 anos 11 ABR: 10H30-13H MP

info@edge-arts.org MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

CARRINHOS ELÉTRICOS Oficinas criativas 6-8 anos 5 A 7 ABR: 14H30-17H30 MP

CIDADE AUTORETRATO Oficinas criativas 6-8 anos 5 A 7 ABR: 10H-13H

MUSEU DE LISBOA

FÉRIAS NO MUSEU

Programa de férias com visitas e atividades aos núcleos do Museu de Lisboa 6-12 anos 10 A 13 ABR: 9H30-17H30 MP

servicoeducativo@museudelisboa. pt MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

CUIDAR DA TERRA

6-12 anos 5, 6, 7, 17, 18 ABR: 9H3012H30, 14H-17H MP

geral@museus.ulisboa.pt MUSEU NACIONAL DO TRAJE & PARQUE BOTÂNICO DO MONTEIRO -MOR

PASSEIOS, ATIVIDADES, JOGOS, BRINCADEIRAS, ARTES PLÁSTICAS 3-9 anos 5 A 13 ABR: 9H15-17H30 MP

cangulula@cangulula.com

MP

VAMOS PROGRAMAR UMA VIAGEM PELO ESPAÇO Oficinas criativas 9-13 anos 10 A 13 ABR: 14H30-17H30 MP

VAMOS NAVEGAR NO MUSEU? Oficinas criativas 9-13 anos 10 A 13 ABR: 10H-13H MP

MUSEU BORDALO PINHEIRO

APRENDIZES CERAMISTAS 6-10 anos 10 A 13 ABR: 10H-13H

TÉCNICAS E MISTÉRIOS DO RETRATO 9-13 anos 10 A 13 ABR: 14H30-17H30 MP

MUSEU DO ORIENTE

OFICINAS 6-10 anos

O DRAGÃO DO IMPERADOR

PRÓXIMA PARAGEM: MUSEU DO CARMO Oficinas e passeios 7-12 anos 5 A 7 ABR: 9H30-18H MP

info@lisbonforkids.com

ESTE M ÊS AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES

DO AQUEDUTO AO RESERVATÓRIO DA PATRIARCAL

Visita-jogo 6-12 anos 29 ABR: 14H30-17H30 MP

info@lisbonforkids.com AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS

O rapaz bolota, a fuga para a liberdade, mancha e manchinhas: o dentista, o barco, as aventuras de miriam: o ninho, o irmão grande, o passarinho e a folha, foxy&meg vão à praia, no fim do mundo 4-10 Anos 2 ABR: 11H30 servicoeducativo@ zeroemcomportamento.org BAOBÁ LIVRARIA

CONTA-ME UMA MENTIRA Leitura encenada 1 ABR: 16H MP

OFICINA ZOËLÓGICA

Expressão plástica e escrita criativa 6-12 anos 6 ABR: 10H-13H EG / MP

OVOS FABERGÉ?

HISTÓRIAS CURIOSAS & CANÇÕES SABOROSAS

EM BUSCA DO JADE PERDIDO

EG

5 A 7 ABR: 9H30-10H30

10 A 12 ABR: 9H30-10H30

17, 18 ABR: 9H30-10H30

PARA QUEM NUNCA TOCOU VIOLINO!

Workshop intensivo de violino 7-12 anos 5 A, 7, 10 A 12 ABR: 14H30-17H30 MP

RUÍNAS E MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO

DESTINO: LISBOA,

Canções, histórias, rimas, brincadeiras, jogos e danças 0-6 anos 8 ABR: 11H

AQUÁRIO, DE CYNTHIA ALONSO (ORFEU NEGRO)

Leitura encenada com Madalena Marques 8 ABR: 16H EG

LET’S LOOK AT THE TRAILER!

Uma tarde a ver book trailers 15 ABR: 16H EG / MP

87

A RAINHA DAS CORES, DE JUTTA BAUER Leitura encenada 22 ABR: 16H MP

ONDE MORAM AS COISAS? Hora do conto e do jogo 29 ABR: 11H-12H EG / MP

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO

URGENTE FILMAR! Oficinas Maiores de 6 anos 2, 9, 16, 30 ABR: 15H30-17H30

CASTELO DE S. JORGE

JOGOS EM FAMÍLIA Maiores de 5 anos 2 ABR: 11H

ARTES BÉLICAS – BATALHA DE NAVAS DE TOLOSA (1212) 9 ABR: 11H

DANÇAS COM HISTÓRIA DANÇAS DO TEMPO DE D. JOÃO I Maiores de 5 anos 16 ABR: 11H

CENTRO CULTURAL DE BELÉM

MÚSICA PRA TI INSTRUMENTOS IMPROVÁVEIS VINCENT MARTIAL: EXTENSION Miniconcerto Maiores de 6 anos 8 ABR: 18H

DIAS DA MÚSICA EM BELÉM – AS LETRAS DA MÚSICA BALADA (DAS VINTES MENINAS FRIORENTAS)

Conceção e interpretação vocal: Margarida Mestre 3-6 anos 29, 30 ABR: 12H, 14H45

COMO DORMIRÃO OS MEUS OLHOS Concerto com Filipe Faria e Pedro Castro Maiores de 5 anos 29, 30 ABR: 10H30, 12H15, 14H30

MENINA DO MAR

DE SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN A PARTIR DA MÚSICA DE BERNARDO SASSETTI


88

C R I A N ÇAS E S T E M Ê S Maiores de 6 anos 29 ABR: 10H30, 30 ABR: 10H30, 13H30, 16H CULTURGEST

EXPOSIÇÃO DE ALICE CREISCHER

Visita-jogo no âmbito da exposição ATÉ 30 ABR E DANCE SPOT

WORKSHOP DE MÚSICA PARA BEBÉS 3 meses-4 anos 8 ABR: 15H-16H

ESPAÇO ALCÂNTARA STOCK

MÚSICA & MOVIMENTO ATELIÊ DE INTRODUÇÃO AO ESTÍMULO MUSICAL 6-24 meses 30 ABR: 10H30–11H10

TOCA A MEXER! - MÚSICA & MOVIMENTO 2-4 anos 30 ABR: 11H30-12H10

FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN

PIQUENIQUE DE PLANTAS

MECANISMÓFUTURISTA – PIM! Oficina famílias 5-7 anos 2, 23 ABR: 10H30 7-11 anos 2, 23 ABR: 15H30

PEQUENA COLEÇÃO DE TRAÇOS Oficina 5-7 anos 8 ABR: 15H30

ARTE ACESSÍVEL – DESCOBRIR A ARTE EM FAMÍLIA DE FORMA INCLUSIVA

Famílias com crianças, jovens e adultos com necessidades educativas especiais Oficinas Maiores de 6 anos

VISITA DANÇADA

22 ABR: 14H, 15H15

VISITA DESENHADA

22 ABR: 10H15, 11H30

BRINCAR ATRAVÉS DA ARTE

22 ABR: 10H15, 11H30, 14H, 15H15

Oficina famílias 5-10 anos 2 ABR: 11H

TEATRO TURIM 1 A 30 DE ABRIL: SÁBADOS ÀS 16H, DOMINGOS ÀS 11H ESTRADA DE BENFICA 723A 217 606 666 / WWW.TEATROTURIM.COM

POPPINS UM MUSICAL

Em Londres, no nº 17 vive uma família com quatro crianças. O Sr. Banks, o pai, está sempre a trabalhar e a Srª Banks, a mãe, anda demasiado ocupada para tomar conta dos filhos. Esta família não vive sem uma ama, por isso no dia em que Katie, a ama de serviço, se despede sem aviso prévio, ficam todos num alvoroço. É urgente arranjar uma substituta. Subitamente aparece alguém, chama-se Mary Poppins e está disponível para ajudar. Esta nova ama, muito diferente e especial, educa as crianças de forma pouco convencional… Tiago da Cruz encena esta peça musical, uma adaptação da obra de Pamela Lyndon Travers, dirigida a crianças com mais de três anos. AF

DJ POR UM DIA

22 ABR: 10H15, 11H30, 14H, 15H15

O MEU, O TEU, O NOSSO JARDIM

22 ABR: 10H15, 11H30, 14H, 15H15

CIRCO PARA TODOS!

22 ABR: 10H15, 11H30, 14H, 15H15

MEIOS E FORMAS DE COMUNICAÇÃO: OFICINA DE TV 22 ABR: 15H30 MP

museu@fpc.pt LIVRARIA BULHOSA

SÁBADOS DE CONTOS 1 ABR: 11H

FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES - MUSEU DAS COMUNICAÇÕES

MAAT – MUSEU DE ARTE, ARQUITETURA E TECNOLOGIA

Famílias

Maiores de 6 anos 2 ABR: 14H30

4 SÁBADOS, 4 TEMAS!

CONHECER O MUSEU: CONTADORES DE ESTÓRIAS 1 ABR: 15H30

ESPAÇO DAS ARTES: ARTPOSTCOM 8 ABR: 15H30

CIENTISTAS INVADEM O MUSEU: PASSA A MENSAGEM 15 ABR: 15H30

OFICINAS CRIATIVAS NÃO ACORDES O DRAGÃO COLECIONADORES DE RETRATOS 7-12 anos 8 ABR: 16H-18H

CARRINHOS SOLARES Maiores de 6 anos 9 ABR: 14H30

OFICINA DE LUZ Maiores de 8 anos 15 ABR: 16H30

O AMARELO ESCONDIDO NA MÃO 18-36 meses 22 ABR: 16H


C R I A N ÇAS E S T E M Ê S

A MAGIA DO ELETROÍMAN Maiores de 9 anos 23 ABR: 14H30

ESPAÇOS EM CONSTRUÇÃO - CIDADES EM EXPANSÃO! 4-6 anos 29 ABR: 16H

MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA

PORTUGAL POR MIÚDOS

Teatro Maiores de 6 anos ATÉ MAI TER A SEX: 10H30, 14H30 E / MP

2, 16 ABR: 16H PG

reservas@focolunar.com

MP / PG

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

Dança Maiores de 3 anos 21, 27, 28 ABR: 10H

Sessão de planetário Famílias 1 ABR: 16H30-18H

BIANCA BRANCA E / MP

29 ABR: 16H30, 30 ABR: 11H, 16H30 MUSEU DO DINHEIRO

VIAJAR COM FRANCISCO DE HOLANDA Oficina pais e filhos Maiores de 6 anos 22 ABR: 10H30

A OLHAR PARA O CÉU!

2 ABR: 16H30-18H

ORIGAMI – VAMOS DOBRAR A MATEMÁTICA Maiores de 6 anos 22 ABR: 15H-16H30

QUEM É QUEM?

CURSO DE DESENHO CIENTÍFICO

MP

MUSEU DE LISBOA – PALÁCIO PIMENTA

MÚSICA PARA BEBÉS 1 ABR: 15H30, 16H30

13-16 anos 9, 23 ABR: 14H30-17H30 7-12 anos 9, 23 ABR: 10H-13H geral@museus.ulisboa.pt

JARDIM AZUL

Oficina Maiores de 10 anos 23 ABR: 10H-14H geral@imagerieonline.com

MP

É MESMO UM JAVALI? Visita-oficina famílias Maiores de 6 anos 22 ABR: 15H EG / MP

MANIFESTO DA LISBOA MULTICULTURAL Visita famílias Maiores de 6 anos 29 ABR: 15H EG / MP

servicoeducativo@ museudelisboa.pt MUSEU DE LISBOA – TEATRO ROMANO

PASSEIO EM FELICITAS IULIA OLISIPO

Percurso do Teatro Romano à Casa dos Bicos Maiores de 6 anos 1 ABR: 14H30 MP

servicoeducativo@ museudelisboa.pt

PAIAÇU OU PAI GRANDE Teatro 15-18 anos ATÉ 29 MAI E / MP

213 240 869

SE EU FOSSE… PALEONTÓLOGO Oficina-expedição 6-12 anos 22 ABR: 15H Inscrições até 18 abr MP

HÁ ANIMAIS NO MUSEU? Visita animada 6-10 anos 9 ABR: 15H EG / MP

MP

Teatro Maiores de 6 anos 22 ABR: 15H

MUSEU DE SÃO ROQUE

HISTÓRIAS DE ESTRELAS E PLANETAS HÁ DANÇA NO MUSEU! Famílias

MP

EM CENA COM… FRANCISCO DE HOLANDA

89

MUSEU DO ORIENTE

O REI NÃO VAI NU!

Workshop de dança 16-28 meses 22 ABR: 10H 28 meses-6 anos MP

O QUE NOS DIZEM AS CORES? Visita animada 6-12 anos 23 ABR: 15H MP

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

ATÉ 2 ABR E / MP

OFICINA

8-12 anos ATÉ 2 ABR

O SOL E A LUA NUNCA SE ENCONTRAM?

PAVILHÃO DO CONHECIMENTO

A LENDA DA SERPENTE BRANCA EM MARIONETAS DE LUVA Oficina 6-12 anos 8, 29 ABR: 15H-17H

SILÊNCIO, O ESPETÁCULO VAI COMEÇAR! Oficina 3-5 anos 9, 23 ABR: 10H-11H, 11H30-12H30

Maiores de 6 anos 23 ABR: 15H30, 17H15

OFICINAS DÒING EXPLORAR, CRIAR E IMAGINAR: AVIÕES

Maiores de 8 anos 15 ABR: 11H30-18H30

EXPLORAR, CRIAR E IMAGINAR: AUTÓMATOS Maiores de 10 anos 22 ABR: 11H30-18H30

VAMOS PROGRAMAR? VITRÚVIO VS. ARDUÍNO Maiores de 12 anos 8 ABR: 15H30-18H30

ATELIÊS DE COSTURA E DE SAPATOS Maiores de 6 anos COELHOS, OVOS E OUTRAS PÁSCOAS 14 A 16 ABR: 11H-19H

TECELAGEM EM TEARES CASEIROS 29, 30 ABR: 11H-19H

MP

SÃO LUIZ TEATRO

MUNICIPAL VISITAS GUIADAS NO ÂMBITO DA EXPOSIÇÃO AL POESIA-ME O JOGO DA FINAL DEL PARAÍSO A partir do 2º ciclo GAULINHALINHA TODOS OS DIAS

Oficina 1-2 anos 1, 15 ABR: 10H-10H30, 11H-11H30

Oficina Até aos 12 meses 8, 22 ABR: 10H-10H45, 11H30-12H15

LABORATÓRIO MINHOCAS NA CABEÇA

E / MP

BOM APETITE! A CIÊNCIA À MESA Exposição ATÉ SET

OFICINAS

CANTINHO DA CIÊNCIA HOJE VOU SER MÉDICO IMUNOLOGISTA

Patrícia Portela e Cláudia Jardim Leituras para a infância Maiores de 6 anos 1 ABR: 16H

UMA COISA ASSIM PERFEITA

Isabel Minhós Martins e Yara Kono Leituras para a infância Maiores de 6 anos 29 ABR: 16H

ASAS DE PAPEL

Dança 3-5 anos 19 A 21 ABR: 10H30, 14H30 E / MP

22, 23 ABR: 11H, 16H PG

OS SAPATOS DO SR. LUIZ Visita-espetáculo 28 ABR: 10H30

Maiores de 3 anos 2 ABR: 11H30, 15H30, 17H15

E / MP

A COZINHA É UM LABORATÓRIO REBUÇADOS DA PÁSCOA

TEATRO ARMANDO CORTEZ

Maiores de 6 anos 9 ABR: 15H30, 17H15

O GATO DAS BOTAS

Teatro Maiores de 3 anos PG SÁB, DOM: 15H DIAS ÚTEIS: 11H, 14H0 E / MP


90

C R I A N ÇAS TO D O O A N O TEATRO CINEARTE

PROCESSO: FADAS/ COTTINGLEY – 1917 Teatro Maiores de 4 anos ATÉ 30 ABR SÁB: 16H, DOM: 11H

TEATRO POLITEAMA

A PEQUENA SEREIA

ACADEMIA DE M ÚSICA DE TELHEIRAS

Música para Bebés e Papás Até aos 3 anos TER: 18H30

ACADEMIA NACIONAL DE M ÚSICA CARLOS SEIXAS - PÓLO DE ROMA/ ALVALADE

E / MP

Música para Bebés, Flauta Transversal, Aulas de Piano

TEATRO TURIM

MP

TER A SEX: 11H, 14H SÁB, DOM: 15H PG

POPPINS, UM MUSICAL Teatro Maiores de 3 anos 1 A 30 ABR SÁB: 16H, DOM: 11H

TODO O ANO

O Mundo dos Legumes, O Cozinheiro Trapalhão, A Lição da Árvore, O Mimo vai à Escola, A Castanha Brincalhona, O Livro Amigo Peças itinerantes lanterna.magica@iol.pt (Teatro Lanterna Mágica)

30 DA MOURARIA – PSICOTERAPIA E MOVIMENTO

Drama e Movimento para Miúdos Tímidos, Atrevidos e Mais ou Menos 4-10 anos QUA: 17H-18H MP

30damouraria@gmail.com ACADEMIA DE FILOSOFIA 4-17 anos 936 140 727 MP

ACADEMIA DE M ÚSICA

Iniciação Musical 0-36 meses MP

ACADEMIA DE M ÚSICA DA GRAÇA

Guitarra, Piano, Violino, Violoncelo, Bateria, Canto, Baixo Maiores de 6 anos MP

ACADEMIA NOVAS LETRAS

Piano, Guitarra, Saxofone, Violino, Violoncelo, Bateria, Flauta, Acordeão SEG A SEX: 14H-20H

ACADEMIA TALENTOS À VISTA

Aulas de Taekwondo 4-14 anos TER, SEX: 18H15-19H ADCEO

Auto da Barca do Inferno, Falar a Verdade a Mentir SEG A SEX: 10H30, 14H30 E / MP

ALUNOS DE APOLO – ESCOLA DE DANÇA

Aulas de Dança

ART!IST – ACADEMIA DE DANÇA , TEATRO & PERFORMANCE

Hip-Hop, Judo, Condição Física 912 561 972

ARTYAPLAUSOS

Iniciação às Artes Perfomativas

Introdução às Técnicas Circenses SÁB: 11H-12H30 ART KIDS

Oficinas de Artes Plásticas e Sessões de Arte como Terapia

3-16 anos TER: 17H30, QUA, SEX: 15H, SÁB: 11H30 ARTE GRAÇA

Música para Bebés 4 meses-3 anos DOM: 10H geral@anapar.pt

ARTE ILIMITADA

Ilustração, Plano Tridimensional 12-15 anos 3 ABR A 26 JUN SEG: 17H30-19H30 MP

ATELIER DO PAÇO

Ateliê de Arte 5-12 anos SÁB: 10H-12H

Danças Tradicionais e de Roda

8-12 anos SÁB: 10H-13H

Maiores de 5 anos DOM: 10H-11H cursolisboa@gmail.com

ASSOCIAÇÃO ADN

ATELIER DE SÃO BENTO

Introdução às Técnicas Circenses SÁB: 10H-11H30, 12H-13H30 MP

ASSOCIAÇÃO MUSICAL LISBOA CANTAT

Coro Infantil Lisboa Cantat 7-13 anos DOM: 17H30-19H30

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS AMIGOS DOS CASTELOS

Vita Civitatis… A Cidade e o Quotidiano Medieval

SEG A SEX: 9H30, 11H, 14H, 15H30 E / MP

Percurso Medieval, Percurso Lisboa Quinhentista, Percurso Pombalino E / MP

918 748 695

SÁB: 10H

ARMAZÉM 13

QUA: 17H-18H30 atelie.ca@gmail.com

ATELIER CABINE

Curso de expressão plástica 6-13 anos TER, QUI: 18H-20H

AUDITÓRIO CARLOS PAREDES

Oficinas de Movimento 6-9 anos ATÉ MAI SEG: 17H40-18H40

Artes Plásticas

TER: 15H-17H, 17H-19H MP

ATENEU COMERCIAL DE LISBOA ACADEMIA NACIONAL DE MÚSICA CARLOS SEIXAS

Música para Bebés, Piano, Violino, Violoncelo, Flauta Travessa MP AUDITÓRIO PEDRO ARRUPE

A Aventura de Ulisses Maiores de 6 anos

Auto da Barca do Inferno

Maiores de 12 anos www.culturalkids.com.pt E / MP

BANCO DE PORTUGAL

Desenhos à Desgarrada Visita-ateliê

Porquê visitar o Museu? Oficina lúdica QUA, QUI, SEX: 10H30, 14H30

O Tempo narrado pela Arqueologia Visita-oficina

De D. Dinis a Fernando Pessoa – O Tempo e a Palavra Visita-ateliê

MP

E / MP

AUDITÓRIO SONHO

BIBLIOTECA ORLANDO RIBEIRO

Auto da Barca do Inferno, Farsa de Inês Pereira, Aquilo que os Olhos veem ou o Adamastor, Leandro, Rei da Helíria, O Cavaleiro 218 861 799 (Companhia de Teatro O Sonho) MP ATELIÊ CÁ

Ateliê Criativo 5-12 anos

Curso do Teatro

10-16 anos SEG: 17H30- 18H30 5-9 anos SEG: 18H40-19H4O 214 194 893 | 964 379 701 CARAVELA VERA CRUZ DOCA DO ESPANHOL

Um dos Principais Laboratórios da Terra é o Mar


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

91

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL 29 DE ABRIL, ÀS 16H RUA ANTÓNIO MARIA CARDOSO, 38 / 213 257 650 / WWW.TEATROSAOLUIZ.PT

POESIA-ME: UMA COISA ASSIM PERFEITA O livro Como é que uma galinha... de Isabel Minhós Martins e Yara Kono, é o ponto de partida para mais uma sessão do ciclo Poesia-Me, que o São Luiz Teatro Municipal recebe até julho. Concebido para crianças com mais de seis anos, este ciclo de leituras para a infância pretende abordar, de forma cativante e divertida, livros escolhidos a Visita SEG A SEX: 10H-17H

CASA DO BRASIL

E / MP

www.caravelaveracruz.pt

10-14 anos TER, QUI: 17H-19H

CASA DA AM ÉRICA LATINA E UCCLA

CASA DA CULTURA DOS OLIVAIS

Sul

Oficinas E / MP

CASA DO ARTISTA

Curso de Teatro Musical Classe Júnior 7-15 anos SÁB: 10H-13H

Curso de Teatro Classe Drama Maiores de 15 anos SÁB: 15H-18H 963 773 636

Oficina de Teatro

Projeto Reciclo Orquestra

Oficina de construção de instrumentos musicais 6-16 anos SÁB: 10H-12H EG CASA DOS DIREITOS SOCIAIS

Aulas de Ballet e Dança Criativa 6-11 anos QUI: 17H30-18H30, SÁB: 11H-12H

dedo que deixam as crianças a sonhar. O objetivo é mostrar-lhes que a poesia não tem de ser chata, ou uma coisa só para crescidos. No dia 29 de abril, é a vez da escritora Isabel Minhós Martins (uma das fundadoras do Planeta Tangerina) e da ilustradora Yara Kono partilharem o seu universo com os mais pequenos. O bilhete para a sessão custa 2€. Filipa Santos

Aulas de Dança Contemporânea

12-18 anos QUI: 18H30-19H30, SÁB: 12H-13H 968 884 787 CASA FERNANDO PESSOA

Pela Cidade de Pessoa Percurso pedestre

Aqui viveu Pessoa Visita guiada

“Um, dois, três. Quem é? Quem são?” Teatro de Fantoches

Descalçar Botas d’Elástico e fazer uma Revista Modernista, Hora do conto - Leituras

Enviesadas Oficinas

Nós, os de Orpheu Exposição itinerante E / MP

CASA DE GIZ

Happy Yoga

5-12 anos TER: 18H-18H45

MP

CASA-MUSEU DR. ANASTÁCIO GONÇALVES

Recriação de Época: Elisa, a criada do Dr. Anastácio Gonçalves, apresenta a Casa e as Obras de Arte às crianças Visita guiada EG / MP


92

C R I A N ÇAS TO D O O A N O CASA DO SER

Aulas de Biodanza 3-10 anos QUA: 18H30-19H30 910 952 541

CAULINO CERAMICS

Workshops de Cerâmica 5-14 anos QUA: 17H-18H30

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

Visitas Orientadas ao Centro de Arqueologia de Lisboa E / MP / EG

Aprender com os Objetos

Oficina lúdico-pedagógica sobre a Pré-História no território de Lisboa 9-14 anos

Eu também sou Arqueológo

Oficina lúdico-pedagógica sobre o trabalho do arqueólogo 9-14 anos E / MP / EG

CENTRO CIENTÍFICO E CULTURAL DE MACAU

A Escrita Chinesa Maiores de 6 anos

Instrumentos Musicais Chineses Maiores de 6 anos

Visitas Guiadas Maiores de 6 anos MP

C.E .M – CENTRO EM MOVIMENTO

Baileia

0-3 anos QUA: 17H30-18H30

Dançar Uma História 5-10 anos QUA: 18H30-19H30

CENTRO CULTURAL DE CARNIDE

Tendas Circus

Workshop de artes circenses QUA: 18H-20H, DOM: 9H-13H

Ballet, Hip-Hop

VÁRIOS HORÁRIOS CENTRO CULTURAL PADRE CARLOS ALBERTO

Dança clássica, dança contemporânea, dança criativa, barra de chão, pontas

Curso de Expressão Dramática 6-12 anos pontifice73@gmail.com

CENTRO EUROPEU DE LÍNGUAS

Estudo Lúdico da Língua Inglesa Maiores de 6 anos MP

CENTRO DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA

Desenho Aberto

Maiores de 7 anos SEG: 16H45-18H25, QUA: 18H45- 20H15 CHAPITÔ

Ateliê de Circo 4-12 anos QUA: 18H

CINEMATECA JÚNIOR

Sessões de Cinema SÁB: 15H

Ateliê

ÚLTIMO SÁB: 11H www.cinemateca.pt/CinematecaJunior.aspx

Visita à exposição permanente de précinema SEG A SEX: 10H-17H SÁB: 11H-18H

CLAVE E SOM, ESCOLA DE M ÚSICA

Iniciação Musical 4-6 anos

Cursos de Piano, Teclado, Flauta, Guitarra, Acordeão, Violino, Violoncelo Maiores de 6 anos

COLÉGIO LUSO -SUÍÇO

Curso de Expressão Dramática e Cinema 3-13 anos ATÉ JUN MP

asformigas@sapo.pt COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO

Escola da Companhia Nacional de Bailado

Tai-Chi

Maiores de 10 anos SÁB: 12H-13H

Ateliê de Competências para Crianças SÁB: 18H-19H

A segurança em casa, na rua e nos espaços públicos

DOJO DA LUZ

Crianças com perturbação do desenvolvimento intelectual 5-14 anos TER, QUI: 17H, 18H COMUNIDADE HINDU

Aulas de canto e instrumentos MP

CULTURGEST

A Culturgest na Escola: Serviço Educativo portátil Oficinas do pré-escolar ao ensino secundário ATÉ MAI MP

DANÇA LIVRE - ESCOLA DE DANÇA

Ballet

A partir dos 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS MP

DANÇA DO SABER

Ballet kids, Hip-Hop kids, Contemporânea kids e teens VÁRIOS HORÁRIOS

DANÇARTE

CMS ESPAÇO TERRAPURIANO

DEPARTAMENTO DE PROTEÇÃO CIVIL

Todos Bailarinos

CLUB CLÍNICA DAS CONCHAS

MP

MP

5-10 anos SEG A SEX: 9H-12H, 14H-16H30 MP

MP

SÁB

Hip-Hop, Ballet, Contemporâneo, Sapateado

5-7 anos TER, QUI: 17H-18H 7-9 anos TER, QUI: 18H-19H

MP

Curso de Música para Bebés

DANCE SPOT

Ballet, Dança Criativa, Sevilhanas, Flamenco, Hip-Hop MP

DANÇATTITUDE

Aulas de Dança Flamenca

3-8 anos SÁB: 10H-11H xavierflamenco@gmail.com

Dança Criativa

6-14 anos TER, SEX: 18H-19H ESCOLA DE ACTORES ILHA D’ARTE

Cursos e workshops Maiores de 8 anos

ESCOLA BÁSICA PEDRO DE SANTARÉM

Curso de Percussão, Afro Brasileira, Samba Reggae Maiores de 10 anos TER: 18H blocooxala@gmail.com (Bloco Oxalá)

ESCOLA DE BELAS-ARTES PEDRO SERRENHO

Artes Plásticas

5-12 anos QUA: 14H-16H, 17H-19H30, SÁB: 10H-13H MP ESCOLA DE DANÇA ANA KÖHLER

Ballet, Dança Contemporânea, Dança Jazz, Dança Tradicional Irlandesa, Hip-Hop, Danças Orientais MP

ESCOLA DE DANÇA RAQUEL OLIVEIRA

Danças Espanholas, Dança para crianças MP

ESCOLA DE JARDINAGEM E CALCETEIROS

Programas de Educação e Sensibilização MP / E

DANCE FACTORY STUDIOS

Dança Criativa 3-6 anos

Hip-Hop Teens MP

ESCOLA SECUNDÁRIA PEDRO NUNES

Aulas de Mandarim QUA: 14H30-15H30


C R I A N ÇAS TO D O O A N O ESPAÇO 62

Artes plásticas 5-12 anos QUI: 18H-19H

ESPAÇO DANÇA DE PALMIRA CAMARGO

Ballet Kids MP

ESPAÇO ESPELHO D’ÁGUA

Tardes de Histórias Até aos 10 anos DOM: 13H30-16H EG

213 010 510 ESPAÇO PESSOA E COMPANHIA

Hora do Conto

3-5 anos SEG: 17H30-18H MP / EG

FORUM DANÇA

Pré-Ballet, Dança Criativa 3-5 anos

Ballet 5-7 anos

Dança Contemporânea 9-13 anos

Teatro 7-15 anos MP

FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO

Peddy-paper

Maiores de 10 anos

Visitas Guiadas à Fundação José Saramago E / MP

FULLOUT DANCE ACADEMY

Ballet, Hip-Hop MP

GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

Visitas guiadas ao Palácio do Beau Séjour MP / EG

GALERIA 36

Pintura sobre Azulejo, Artes Plásticas 4-12 anos MP

GALERIA MILLENNIUM

Visitas orientadas E / MP

MUSEU DO ORIENTE 8 E 29 DE ABRIL, ÀS 15H E ÀS 17H AV. BRASÍLIA, DOCA DE ALCANTÂRA NORTE 213 585 200 / WWW.MUSEUDOORIENTE.PT

A LENDA DA SERPENTE BRANCA EM MARIONETAS DE LUVA Através das coleções do Museu do Oriente, onde temas como a arte, história, literatura e geografia são abordados, os mais novos são convidados a desvendar um mistério nesta oficina. Duas donzelas têm poderes mágicos e um segredo. Para descobrir o que escondem é preciso ouvir a história e observar os objetos do museu. Depois através das marionetas toda a verdade é revelada. Uma oficina dirigida a crianças entre os seis e os 12 anos. AF

93


94

C R I A N ÇAS TO D O O A N O GATO QUE LADRA

OFICINAS

Teatro aos Sábados 4-12 anos SÁB: 11H

Mikado Grupo de Teatro 13-18 anos SÁB: 16H

MP

JARDIM BOTÂNICO DA AJUDA

Visita Geral, As Plantas Oficinais, O Sabor e os Cheiros PG / MP

Os Campeões do Jardim, À Descoberta do Jardim

GINÁSIO BEIJA-FLOR

4-5 anos

3-16 anos QUA E SEX: 19H30-20H30

Ensino básico

Capoeira Infantil GINÁSIO CLUBE PORTUGU ÊS

Aikido, Ginástica, Judo, Esgrima, Tiro com Arco, Capoeira, Futebol, Baby Gym MP

A Planta, O Herbário Plantas de todo o Mundo, Quem sou Eu? Como me Chamo?, Da Alga à Laranjeira, Os Botânicos e a Conservação da Biodiversidade Ensino secundário

GRUPO DRAMÁTICO RAMIRO JOSÉ

Aulas de Teatro Crianças e jovens MP

935 627 536 GYMBOREE

Play & Learn: Música, Artes, School Skills, Sports, Mommy and Baby Fitness

Programas de desenvolvimento infantil 0-5 anos

WORKSHOPS

The happiest baby on the block, Baby Signs 0-24 meses

HELEN DORON EARLY ENGLISH

Ensino de inglês 3 meses-14 anos MP

HIPÓDROMO DO CAMPO GRANDE

Aulas de equitação Isshin Dojo Aikido 6-14 anos

Yoga

Maiores de 3 anos VÁRIOS HORÁRIOS IPDJ – INSTITUTO PORTUGU ÊS DO DESPORTO E DA JUVENTUDE

Truz, Truz… Deixa-me Dançar! Aulas de dança criativa 3-5 anos QUA: 17H45-18H35 MP

Karaté

3-6 anos DOM: 11H-11H45 7-12 anos DOM: 12H-12H45

Pilates

Maiores de 14 anos SÁB: 11H-11H45

Pequenas atividades para grandes crianças Maiores de 3 anos DOM: 9H30-13H MP

Os Sentidos no Jardim, Um Povo Descobridor, Na Ponta do Lápis Visitas guiadas e atividades temáticas

Yoga, expressão dramática, artemix, expressão musical, danças do mundo Oficinas artísticas VÁRIOS HORÁRIOS LX DANCE

Ballet MP

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL

Dentro de Cena

E / MP

Visita guiada ao Teatro Maiores de 3 anos TER A DOM: 15H-20H

JAZZY DANCE STUDIOS

EG / MP

Break Dance Kids, Capoeira Kids, Hip-Hop, Shake-it-up Teens, Ginástica, Capoeira

MERCADO 31 DE JANEIRO

Vamos Todos ao Mercado

MP

Visita guiada e atividade lúdica no âmbito da Educação Alimentar Maiores de 8 anos TER A SEX: 9H30-12H

JUST4TEENS

E / MP

4-12 anos

Socialização e Descoberta para Bebés e Crianças TER A QUI: 10H-12H

LAVADOURO PÚBLICO DE CARNIDE

À Descoberta do Lavadouro!

Visita guiada com encenação Maiores de 4 anos 1º DOM: 11H LEAP – ESPAÇO AMOREIRAS

Visitas guiadas e atividades para escolas 6-10 anos MP / EG

info@edge-arts.org A LOJA DAS ATIVIDADES

Ballet Criativo 3-6 anos SÁB: 15H

Mundo Património LAB Laboratório de criatividade DIAS ÚTEIS: 16H-19H mundopatrimonio@spira.pt

MUSEU DE ARTES DECORATIVAS PORTUGUESAS DA FUNDAÇÃO RICARDO DO ESPÍRITO SANTO SILVA

Visitas Guiadas ao Museu e às Oficinas SEG A SEX

A LOJA DA TIA GLÓRIA

E / MP

JARDIM BOTÂNICO TROPICAL

Maiores de 4 anos QUA: 11H30-19H

MINIMUNDO

Música para Bebés Até aos 3 anos

MOSTEIRO DOS JERÓNIMOS

Brincando no Mosteiro, Animais do Mundo, Animais do Rei, Jogo do Mosteiro, Jogo dos Descobrimentos, Ateliê das Iluminuras, Jogando com o Tempo, Viagem de Vasco da Gama, Vem Conhecer o Mosteiro Visitas guiadas e oficinas pedagógicas TER A SEX E / MP

MP

MUSEU DA CARRIS

Visitas orientadas e visitas-jogo Fantoches de dedos, Construção de Transporte à nossa Escala e Desfile, Carrinhos de Rolamentos, Lisboa em Sombras!, Janelas Mágicas, Diário de Bordo MP

MUSEU DAS CRIANÇAS

Viagem ao Meu... Futuro! Exposição 3-11 anos

O Corpo Humano, Ciência com Balões, Brincar com a Matemática MP / E

MUSEU DO DINHEIRO

Museu do Dinheiro: percurso pela Coleção, Uma “peça” ao Almoço, A Arte do Dinheiro, A História da Banca, Muralha de D. Dinis, Reabilitação da antiga Igreja de S. Julião Visitas E / MP

Troco por Trocas, Desenho à Desgarrada, O Tempo narrado pela Arqueologia, As Rotas do Comércio, Quando a Terra tremeu… Visitas-oficina E / MP

MUNDO PATRIMÓNIO LAB

MUSEU DO FADO

Programa de Educação Patrimonial

6-10 anos

Aproxima-te!

Fado Menor


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

Só é Fadista quem Quer 6-15 anos MP

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Moinhos e Moídos, Panelas Cantoras

MUSEU DA MARIONETA

Oficinas de expressão plástica 4-12 anos

Visitas para famílias

Galerias da Amazónia

Um Mundo de Histórias PG / MP

Vila das Cores (Contos e Marionetas) Oficina de leitura e construção de marionetas MP

Manhãs Criativas Oficinas para famílias ÚLTIMO DOM MP

MUSEU MILITAR

Uma história com… Ateliê 4-8 anos

Escrita Criativa

MUSEU NACIONAL DO TEATRO E DA DANÇA

Visitas guiadas

E / MP

Oficina de pintura Maiores de 3 anos E / MP

Há música no Azulejo!

Visita de descoberta e concerto de piano comentado 4-12 anos

Uma Viagem pela História do Azulejo Visita orientada Maiores de 8 anos E / MP / EG

Peddy Paper no Museu 4-12 anos

E / MP / EG

MUSEU NACIONAL DOS COCHES

Visitas Guiadas, Visitas a Grupos com Necessidades Especiais MP / E

Peddy-Paper, Guia de Exploração Pedagógica, Caça ao Tesouro, Quem é Quem? Jogos

E / MP / PG

Maiores de 10 anos

Maiores de 6 anos E / MP

Jogos Teatrais, Hora do Conto, A Princesa Baixinha, A Princesa em Busca da Felicidade

OLÁ MAMÃ

3-12 anos

VISITA-ATELIÊ

Personagens Animadas, Histórias Transformadas 8-12 anos

A Brincar Construímos o Passado 6-12 anos

E / MP

MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

OFICINAS PEDAGÓGICAS

Frente a frente… com um Presidente 4-12 anos

Como se faz uma bandeira 7-12 anos

Acrescenta um Ponto! 9-12 anos

1-9 meses

MP

OCEANÁRIO DE LISBOA

Dormindo com os Tubarões Maiores de 4 anos E / PG / MP

Fado Miudinho Até aos 4 anos DOM: 09H

Maiores de 4 anos

Visita-jogo 12-15 anos

Pelos Sentidos do Barroco

Visita guiada temática com atividades 12-15 anos

O Padre António Vieira e o Barroco em São Roque Visita guiada temática com atividades 16-18 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / EG / MP/ PG

Até aos 3 anos SÁB: 09H

Visitas guiadas à exposição permanente E / PG

Visitas guiadas à exposição Florestas Submersas by Takashi Amano Maiores de 4 anos E / PG

PADRÃO DOS DESCOBRIMENTOS

O médico do mar, Os segredos do mar, O Grande Jogo dos descobrimentos, Puzzle fantástico, Entre fronteiras, Vou de viagem, o que levo na bagagem, Herbarium, Cruzando mares e oceanos Ateliês

M ÚSICA – CAMPO DE OURIQUE

Aulas de piano e música 931 402 010

6-12 anos

Outras viagens

Babyoga

Vamos conhecer a Capela de São João Baptista

12-15 anos

Vamos conhecer o Oriente em São Roque

Há vida no Parque!, A minha primeira Visita ao Parque Botânico do Monteiro-Mor

Até aos 12 meses

Concerto para Bebés

MUSEU NACIONAL DO TRAJE E DA MODA

E / MP

Massagem para Bebés

Desenhar a Cidade. Exercícios sobre Arquitetura e Urbanismo

E / MP

TRAJES NO PAÇO: MEMÓRIAS ESCONDIDAS

Expressão teatral

Há Animais no Museu?

Visita-jogo 8-12 anos

VISITAS GERAIS

OFICINA DA PESSOA 6-12 anos SÁB: 14H-15H30

D. Leonor, a Princesa Perfeitíssima

Ateliês de construção de fantoches

Dodgeball, Defesa Pessoal, Fitness, Badminton, Ginástica, Aulas de Teatro MP

6-12 anos

Era uma vez uma Princesa que queria entrar numa História, Cabeçudos e Divertidos

Ateliê de Expressão Corporal: o Corpo também Fala

Pintar um Azulejo!

O que nos dizem as Cores? 3-8 anos

Um enigma no Museu MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Uma História Colorida

E / MP

E / MP

E / MP

NEXGYM MP

MUSEU DE SÃO ROQUE

3-6 anos

E / MP / EG

E / MP

8-12 anos

Visitas orientadas VISITAS ANIMADAS

Visitas históricas guiadas 8-12 anos

4-10 anos

Galerias da Vida Rural Visitas guiadas

ATÉ JUN SÁB: 10H-13H

No Bosque dos Passarinhos

Visitas guiadas

Ateliê de Escrita e Caracterização: do Texto ao Palco

8-12 anos

95

NB ACADEMIA

Workshop de Representação 10-16 anos

MP

A Primeira visita, Visita encenada e Um Monumento singular Visitas E / MP


96

C R I A N ÇAS TO D O O A N O PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA

Visitas Guiadas SEG A SEX MP

PALÁCIO DE LAGUARES

Crescer Teatrando Oficina de teatro 4-12 anos

PANTEÃO NACIONAL

Era uma vez uma Igreja e uma Princesa Visita com atividade 4-6 anos

Contos no Panteão – Uma História de Mar Visita com atividade 4-10 anos

Peddy-Paper - Uma Aventura no Panteão Visita com atividade 5-12 anos

Joga e descobre o Panteão

Visita-jogo 7-12 anos TER A DOM: 10H-17H30 E / PG / MP

PENTÁCULO EXPO – ACADEMIA DE ESTUDOS

Atividades lúdicas e culturais com visitas a museus e castelos MP

A PISCINA DOS BEBÉS

Natação, Hidroterapia MP

POLIVALENTE DE SANTA CATARINA

Futsal

6-12 anos TER E QUI: 18H30-20H

Pedra e Ar, Múmias, Faraós e outros Amigos Assustadores!, Los Precolombinos, Quem tem Boca vai a Roma!, O Colecionador de Maravilhas, Há Mistérios no Carmo, O Estranho Caso do Misterioso Mestre, Spy Story no Museu, Qual é qual?, Com as Mãos na Arqueologia, Os Grandes Mistérios da Arqueologia, EscavaAção Atividades serviço-educativo SALA D’AULA

Mandarim 6-12 anos

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA ARQUIVO HISTÓRICO

Letras Habitadas

Visita com aletiê 6-10 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

À Descoberta do Arquivo

Visita-jogo 6-10 anos SEG A DOM: 10H-12H30, 14H-18H E / MP / EG / PG

BIBLIOTECA

Perlim Pim Pim os Livros São Assim…

Oficina de leitura com atividade 3-5 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

SOU – MOVIMENTO E ARTE

Dança Criativa 2-14 anos

Guitarra, Violino, Piano, Flauta Transversal, Sitar e Alaúde Turco

Visitas guiadas e oficinas pedagógicas 3-12 anos TER A SEX

Acordeão de Teclas

VOZES EM CONSERTO

2-16 anos

Maiores de 10 anos

Curso de Teatro 14-16 anos SEX: 17H-19H MP

STAGE 81

Ballet MP

TEATRO DA LUZ

Auto da Barca do Inferno, Ulisses

Teatro ATÉ JUN SEG A SEX: 11H, 14H

Auto da Índia, Auto da Barca do Inferno, Luzes, Câmara… Confusão!!, O Cavaleiro da Dinamarca Peças itinerantes E / MP

RUÍNAS E MUSEU ARQUEOLÓGICO DO CARMO

No Dia em que a Terra Tremeu, Rei por um Dia, Os Guardiões da Memória, Idade Média, Liberdade!, Arquitetar no MAC, Esculturas de

Ser Bibliotecário por um dia

Visita guiada temática com atividades 12-18 anos SEG: 14H-18H, TER A DOM: 10H-12H30, 14H-18H

SEG A QUI: 18H-21H, SÁB: 10H-13H 932 904 467/8 TEAR – ESPAÇO DE ARTES

Dança Aérea, Coreografia, Teatro 6-12 anos SÁB MP

TEATRO BOCAGE

Workshops de teatro 6-12 anos SÁB: 10H-12H 13-17 anos SÁB: 12H-14H MP

TEATRO PAPA-LÉGUAS

Aventuras de João Ratão VÁRIOS HORÁRIOS

Kéketem?!

Espetáculo itinerante E / MP

SMART WAY

THE LITTLE GYM

ATÉ JUN 11-15 anos SÁB: 9H-9H45 6-10 anos SÁB: 10H-10H45 MP

educaremocoes@sapo.pt

Canto, Dança, Piano, Guitarra, Coro, Teoria Musical, Arte Dramática MP

Work in Studio

Aulas de Dança Criativa Contemporânea 6-9 anos ZEN KIDS

Meditação e Mindfulness para Crianças

QUA: 18H30-19H30 projetozenkids@gmail.com

Aulas de Novo Circo, Acrobacias Aéreas: Tecido, Trapézio e Lira

E / MP / EG / PG

MINDFULLNESS

E / MP

E / MP

E / MP / EG / PG

PROPOSITÁRIO AZUL, ASSOCIAÇÃO ARTÍSTICA

Descoberta de Novos Mundos, Vem Conhecer a Torre

Ginástica para Bebés e Crianças 4 meses-12 anos VÁRIOS HORÁRIOS MP

TORRE DE BELÉM

Há Piratas Na Torre !, A viagem de Nuno Tristão, Armas e Brasões, À

E ESCOLAS EG ENTRADA GRATUITA MP MARCAÇÃO PRÉVIA

> Contactos pág 99


C R I A N ÇAS O S L I V R O S D E A B R I L

JOSÉ FANHA A MINHA CIDADE É UM LIVRO EMEL

Pela Cidade Fora é um programa de educação para a mobilidade que pretende despertar o imaginário infantil para a questão da mobilidade sustentável e a temática das cidades do futuro. O projeto materializa-se numa coleção de quatro livros. Este livro divertido descreve as aventuras desventuras e agruras de um peão distraído. Ilustrações da Ana Seixas.

BEATRIX POTTER A HISTÓRIA DA GATA DAS BOTAS ASA

É caso para dizer que uma boa notícia nunca vem só: um texto inédito de Beatrix Potter ilustrado por Quentin Blake, grande desenhador e fiel colaborador de Roald Dahl. O belíssimo livro conta a história divertida de Kitty, uma gata preta, séria e bem comportada. Será mesmo bem comportada?

97

SIMONA CIRAOLO

ARNALDO ANTUNES

O ROSTO DA AVÓ

IMAGEM

ORFEU NEGRO

Simona Ciraolo, autora e ilustradora italiana recebeu, em 2014, o Sebastian Walker Prize for Illustration pelo “seu particular uso da cor, o sentido de humor e as belas composições gráficas dos seus livros”. Esta obra lindíssima não precisa de muitos diálogos porque as linhas do expressivo rosto da avó contam muitas histórias e guardam memórias preciosas.

SUSANA TAMARO O TIGRE E O ACROBATA EDITORIAL PRESENÇA

Susanna Tamaro, escritora italiana de grande sucesso, constrói uma fábula sobre o valor da audácia, do conhecimento e do companheirismo. O Pequeno Tigre é um herói cheio de curiosidade que, insatisfeito com a vida na selva, resolve viajar. Na viajem conhece o Homem e desse encontro nasce uma amizade que vai mudar a sua vida.

PLANETA TANGERINA

No poema Imagem, que serve de fio condutor a este livro, Arnaldo Antunes brinca com os vários sentidos da palavra “ver”: olhar, ver, reparar. As ilustrações de Yara Kono acompanham o texto celebrando o mundo visual e as imagens, sejam elas paisagens, luzes, cores, corpos, cenas de um filme ou ilustrações de um livro.

ONDJAKI O CONVIDADOR DE PIRILAMPOS CAMINHO

É costume dizer que numa equipa vencedora não se mexe. Ondjaki e o ilustrador António Jorge Gonçalves produziram, em 2013, com Uma Escuridão Bonita uma verdadeira obra-prima. Por isso, regressam agora com uma bela história que encena de forma poética a tradicional temática da infância e do medo do escuro. LAE


C R I A N ÇAS TO D O O A N O

© Patrícia Andrade

98

Em 2017, a Orquestra de Câmara Portuguesa celebra 10 anos de vida sob o lema: O Som da Coragem! Do nascimento de uma orquestra de câmara, surgiram projetos como a Jovem Orquestra Portuguesa; a OCPsolidária na Cercioeiras, na APAC de Barcelos e as Sementes OCP; e OCPdois, com o lançamento da Orquestra Académica da Universidade de Lisboa, ou os projetos de difusão com bandas filarmónicas. Se o simples ato de fazer Música é um ato de coragem, lançamos ao nosso público os seguintes desafios: - como soa a coragem de criar uma orquestra, em Portugal? - como soa a coragem da criação dos compositores? - como soa a coragem dos músicos em palco?

CALENDÁRIO 2017 OCP CCB: 19 de março - Lisboa CCB: 28 de maio - Lisboa Casa da Música: 25 de junho - Porto Cistermúsica: 21 de julho - Alcobaça Festival das Artes: 22 de julho - Coimbra CCB: 5 de novembro - Lisboa OCP e JOP - Dias da Música em Belém CCB: 29 e 30 de abril - Lisboa OCP & Projectos Sociais Concerto 10º aniversário OCP CCB: 13 de setembro - Lisboa Notas de Contacto - a OCPsolidária na CERCIOEIRAS Cinema São Jorge: 18 de abril - Iniciativa CML Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância

JOP Estágio da Páscoa: 10 a 14 de abril Conservatório Regional de Palmela Concerto da Páscoa: 13 de abril Estágio de verão: 21 a 28 de agosto Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) Concertos ESML: 28 de agosto - Lisboa Casa da Música: 29 de agosto - Porto JOP – INTERNACIONALIZAÇÃO - Alemanha 31 de agosto a 2 de setembro Concerto “Festival Young Euro Classic” Konzerthaus Berlin - 1 de setembro

Diretor Artístico: Pedro Carneiro; Gestão Artística e Coordenação Projetos Sociais e Pedagógicos: Teresa Simas; Diretor Executivo: Alexandre Dias; Consultor: José Augusto Carneiro; Produção JOP e Design: Madalena Branco; Web Media: David Costa. https://ocp.org.pt/


> CONTACTOS A

Abysmo Galeria R. da Horta Seca, 40; 211 912 775; www.abysmo. pt • Academia de Artes e Tecnologias R. Silva e Albuquerque, 9, 3ºdto; 922 025 297 • Academia Lifeclub/Estúdio 1 R. de Cintura ao Porto de Santos, Armazém J; 968 037 924 • Academia do Lumiar Lg. Júlio Castilho, 3; 217 524 263; www.academialumiar.org • Academia de Música R. Rodrigues Sampaio, 170, 4º; 968 982 158; academiademusica. blogs.sapo.pt • Academia de Música da Graça Tv. S. Vicente, 15, 1º dt; 917 687 025 • Academia de Música de Telheiras R. Armindo Rodrigues, 11C; 217 524 795; www.academiamusicatelheiras.com • Academia Nacional de Música Carlos Seixas - Pólo Roma/Alvalade Av. EUA, 100, 1º • Academia Novas Letras Av. Maria Helena Vieira da Silva, 42A; 217 541 015; www.novasletras.com • Academia Talentos à Vista R. Álvaro Benamor, lt 8, lj 8A; 913 619 021 • Alecrim 50 R. do Alecrim, 48/50; 213 465 258; www.alecrim50.pt • Alunos de Apolo, Escola de Dança R. Silva Carvalho, 225; 213 885 366; www.alunosdeapolo.com • APCC - Associação Para a Promoção Cultural da Criança R. dos Lagares de El-Rei, 21A, 1º esq; 218 429 730; www.apcc.org.pt • Appleton Square R. Acácio Paiva, 27, r/c; 210 993 660; www.appletonsquare. pt • Aqueduto das Águas Livres Cç. da Quintinha, 6; 218 100 215; www.epal.pt • Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual R. de Santiago, 18; 218 801 010; www.arco.pt • O Armário Cç. da Estrela, 132; 213 954 401; www.a-montra.com • Arquivo Histórico da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml. pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt • Arquivo Municipal de Lisboa - Videoteca Lg. do Calvário, 2; 218 170 433; videoteca.cm-lisboa. pt • Arquivo Nacional da Torre do Tombo Al. da Universidade; 210 037 100; antt.dglab.gov.pt • Arta - Taberna das Almas Regueirão dos Anjos, 68; 963 023 435; mestresdoregueirao.pt • Arte Graça R. da Graça, 27-29; 965 858 009 • Arte Ilimitada Cç. da Estrela 128 - Anexo A; 213 954 401; www.arteilimitada.com • Arte pel’Arte R. Rodrigues Sampaio, 76, 2º; 917 937 703; www.artepelarte.com • A Arte da Terra R. Augusto Rosa, 40; 212 745 975; www.aartedaterra.pt • Artes de São Bento R. de S. Bento, 69/71 • Art!ist – Academia de Dança, Teatro & Performance R. da Manutenção, 45; 218 689 416; www.artist-ac.com • ArtKids R. Pinheiro Chagas, 8, r/c; 912 341 222; www.artkids.branded.me • Artlier R. Gervásio Lobato, 47B; 939 067 111; www.cursos-artlier.com • Arts2Science R. Jorge Colaço 17B; 918 880 375; www.arts2science.com • Artyaplausos Urb. da Ameixoeira, R. Varela Silva, Lt. 11 e 12, Lj. A e B • Assembleia da República Palácio de São Bento; 213 919 000; www.parlamento.pt • Associação ADN Av. Gomes Pereira 11; 963 061 995; www.adn-lx.com • Associação de Artesãos da Região de Lisboa R. de Entrecampos, 66; 217 962 497; aarl.pt • Associação Cristã da Mocidade de Lisboa R. de S. Bento, 329, 2º; 213 845 380; www.acmlisboa.com • Associação Desportiva e Cultural da Encarnação e Olivais - ADCEO R. Quinta Santa Maria, Bairro da Encarnação; 218 510 203; http://adceo.webnode. pt • Associação Gaita-de-foles 938 118 192; www.gaitadefoles.net • Associação de Gravura Água-Forte R. de Santo Amaro à Estrela 41 r/c esq; 213 956 295; www.agua-forte.com • Associação Musical Lisboa Cantat R. Teixeira de Pascoais, 10; www.lisboacantat.com • Associação Portuguesa dos Amigos dos Castelos R. Barros Queirós, 20, 2º; 218 885 381; www.amigosdoscastelos.org.pt • Associação Renovar a Mouraria Beco do Rosendo, 8; 218 885 203; www.renovaramouraria.pt • Associação de Residentes de Telheiras R. Prof. Mário Chicó, 5; 217 568 103; artelheiras.wordpress.com • Associação Subud R. do Centro Cultural, 23, 2º; 917 392 663 • Ateliê de Arte e ArtePsicoterapia R. Alexandre Herculano, 19; 213 558 060; www.a-ama.com.pt • Ateliê Cá R. da Páscoa, 12 r/c dto; 211 561 348; www.facebook.com/AtelieCa • Ateliê de Cerâmica Chamote Fino Cç. da Quintinha, 17A; 969 578 860 • Ateliê Melício Trav. Sargento Abílio, Ateliê 5; 967 521 886 • Atelier Cabine R. Palmira, lj. 36; 916 579 045; facebook.com/ateliercabine • Atelier Joana Simões www.joanasimoes.com • Atelier de Lisboa Av. de Berna, 31 - 2ºdto; www.atelierdelisboa.pt • Atelier Musical do Areeiro R. Abade Faria 48, R/C dto; 211 820 077 • Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; www.ateliermuseujuliopomar.pt • Atelier do Paço R. da Padaria 25, 1ºdto; 962 457 850; cursolisboa.wix. com/atelierdopaco • Ateliê Santa Rufina Cç. Conde de Penafiel, 9 A/B; 213 225 727 • Atelier de São Bento R. da Quintinha 15, cave dta; 965 769 007; atelierdesaobento.blogspot.pt • Ateliers de Alfama R. Terreiro do Trigo, 52, 1º; 965 297 046 • Ateneu Comercial de Lisboa R. das Portas de Santo Antão, 110; 213 246 060

B BAOBÁ Livraria R. Tomás da Anunciação 26B; 211 928 317; facebook.com/baobalivraria • Biblioteca de Belém R. da Junqueira, 295; 213 616 620 • Biblioteca Nacional de Portugal Cp. Grande 83; 217 982 000; www.bnportugal.pt • Biblioteca Orlando Ribeiro Antigo Solar da Nora, Est. de Telheiras, 146; 218 172 660; blx.cm-lisboa.pt • Biblioteca da Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410; blx.cm-lisboa.pt • O Bom o Mau o Vilão R. do Alecrim, 21; 964 531 423; thegoodthebadandtheuglybar.com • Boutique da Cultura Lg. das Pimenteiras 6; 926 830 272; www.facebook.com/boutiquedacultura • Buédalouco Pharmácia de Cultura R. do Norte, 60; 933 479 161 C Cão Solteiro Teatro R. Poço dos Negros 120; 963 908 526; www. caosolteiro.blogspot.com • Carlos Carvalho Arte Contemporânea R. Joly Braga Santos, Lt. F r/c; 217 261 831; www.carloscarvalho-ac.com • Carpe Diem Arte e Pesquisa R. de O Século 79; 211 977 102; www. carpediemartepesquisa.com • Casa da Achada – Centro Mário Dionísio R. da Achada, 11, r/c; 218 877 090; www.centromariodionisio.org • Casa do Alentejo R. das Portas de Sto. Antão, 58; 213 405 140; www. casadoalentejo.com.pt • Casa da América Latina e UCCLA Casa das Galeotas, Av. da Índia 110; 218 172 490; www.casamericalatina.pt • Casa do Artista Est. da Pontinha, 7; 217 110 890; www.casadoartista. net • Casa-Atelier Vieira da Silva Alto de S. Francisco, 3; 213 880 044; www.fasvs.pt/casa-atelier • Casa do Brasil R. Luz Soriano 42; 213 400 000 • Casa da Comarca de Arganil R. da Fé, 23; 218 851 896 • Casa da Comarca da Sertã R. da Madalena, 171, 3º; 218 872 154; casacomarcaserta. webnode.com • Casa da Cultura Junta de Freguesia dos Olivais R. General Silva Freire, Lote C; 218 540 690 • Casa dos Direitos Sociais R. Ferreira de Castro; 217 988 000; http://lisboasolidaria.cm-lisboa.pt • Casa Estrela do Mar Estrada Poço do Chão, Lt 7, Lj A; 214 083 125; www. casaestreladomar.pt • Casa Fernando Pessoa R. Coelho da Rocha, 16; 213 913 270; casafernandopessoa.cm-lisboa.pt • Casa de Giz R. Prior do Crato, 41/43; 216 013 994 • Casa da Imprensa R. da Horta Seca, 20; 213 420 277/8 • Casa de Lafões R. da Madalena, 199, 1º; 218 872 065; casa-de-lafoes.org • Casa da Liberdade - Mário Cesariny R. das Escolas Gerais, 13; 218 822 607; www.pervegaleria.eu • Casa de Macau Av. Almirante Gago Coutinho, 142; 218 495 342; www.casademacau.pt • Casa dos Mundos R. Nova da Piedade, 66 • Casa-Museu Amália Rodrigues R. de S. Bento, 193; 213 971 896 • Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves Av. 5 de Outubro, 6; 213 540 823; blogdacmag.blogspot.pt • Casa-Museu Medeiros e Almeida R. Rosa Araújo, 41; 213 547 892; www. casa-museumedeirosealmeida.pt • Casa Nic e Inês R. José Estêvão 19B, r/c esq; 963 731 318; casaniceines.blogspot.pt • Casa de Trás-osMontes e Alto Douro Campo Pequeno, 50, 3.º esq; 217 939 311; ctmad.pt • Casino de Lisboa Al. dos Oceanos; 218 929 000; www.casinolisboa.pt • Castelo de S. Jorge 218 800 620; www.castelodesaojorge.pt • Casual Lounge Caffé R. Bartolomeu Dias, 148B; 213 019 024; www.facebook.com/ casuallounge • Caulino Ceramics R. de S. Mamede ao Caldas, 28; 917 296 439; caulinoceramics.com • c.e.m – centro em movimento R. dos Fanqueiros, 150, 1º; 218 871 763; www.c-e-m.org • Centro de Arqueologia de Lisboa Av. da Índia, 166; 218 172 180 • Centro Científico e Cultural de Macau R. da Junqueira, 30; 213 617 796; www.cccm.mctes.pt • Centro Comunitário da Madragoa R. da Esperança 49; 808 911 313 • Centro Cultural Arte Pura R. do Loreto, 42; 927 924 763 • Centro Cultural de Belém Pç. do Império; 213 612 400; www.ccb.pt • Centro Cultural de Carnide R. Rio Cavado, 3, B.º Padre Cruz; 931 462 210; www.jf-carnide. pt • Centro Cultural Casapiano R. dos Jerónimos, 7 A; 213 614 090; www.casapia.pt • Centro Cultural Padre Carlos Alberto Guimarães R. Lagares de El-Rei 4; 218 454 458 • Centro de Documentação do Edifício Central do Município Campo Grande, 25, 1º F; 217 989 637; www.cm-lisboa.pt • Centro Europeu de Línguas www.cel.pt • Centro de Formação Artística Tv. de São Vicente, 11; 21 353 09 31; www.eira.pt • Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa Av. do Brasil, 53; 217 917 000 • Centro de Informação Urbana de Lisboa - CIUL R. Viriato, 13E; 218 172 100 • Centro de Inovação da Mouraria Tv. dos Lagares 1; 218 170 202; www.cm-lisboa.pt/centro-de-inovacao-da-mouraria-mourariacreative-hub • Centro InterculturaCidade Tv. do Convento de Jesus, 16 A; 21 820 7657; interculturacidade.wordpress.com • Centro Ismaili Av. Lusíada, 1 • Centro Nacional de Cultura R. António Maria Cardoso, 68; 213 466 722; www.cnc.pt • Centro Português de Serigrafia - CCB Centro Cultural de Belém, Lj. 7; 213 162 175; www.fress.pt • Centro de Recreio Popular do Bairro Cç. dos Mestres, R. 7; 966 037 222 • Cerâmica do Bairro Alto R. Diário de Notícias, 24; 919 492 318 • Chapitô Costa do Castelo, 1/7; 218 855 550; www.chapito.org • Cineclube Cine-Reactor 24i R. Latino Coelho, 87; 926 536 179; www.cine-reactor24i. com • Cinema City Classic Alvalade Av. de Roma, 100; 218 413 040; www.cinemacity.pt • Cinema Ideal R. do Loreto, 15/17; 210 998 295 •

99


100

> CONTACTOS Cinema São Jorge Av. da Liberdade, 175; 213 103 402; cinemasaojorge. pt • Cinemateca R. Barata Salgueiro 39; 213 596 200; www.cinemateca. pt • Cinemateca Júnior Palácio Foz, Pç. dos Restauradores; 213 462 157; www.cinemateca.pt/cinemateca-junior.aspx • Cine Theatro Gymnásio R. da Misericórdia, 14; 213 430 184 • Clave e Som, Escola de Música Lg. Santa Bárbara, 3B; 213 150 886; www.claveesom.com • Club Clínica das Conchas R. Luís Pastor Macedo, 27C; 217 507 000; www. clinicadasconchas.pt • Clube Estefânia R. Alexandre Braga, 24A; 213 542 318 • CMS Espaço Terrapuriano www.centrodemeditacaosolaris. com • Colégio Luso-Suíço R. de Santo Amaro, 18; 213 906 979; www. colegiolusosuico.com • Coliseu dos Recreios R. das Portas de Santo Antão, 96; 213 240 585; www.coliseulisboa.com • Companhia Olga Roriz R. de Santa Apolónia, 12; 218 872 383; www.olgaroriz.com • Complexo Desportivo Alto do Lumiar (Campo de Futebol) Junto à Av. Santos e Castro, lt. 2; 218 170 137 • Complexo Desportivo do Boavista (Pavilhão e Piscina) R. das Azáleas; 218 170 053 • Complexo Desportivo do Casal Vistoso (Pavilhão e Piscina) R. João Silva; 218 170 107 • Comuna Teatro de Pesquisa Pç. de Espanha; 217 221 770; www.comunateatropesquisa.pt • Comunidade Hindu de Portugal Al. Mahatma Gandhi; 217 576 524; www.comunidadehindu.org • Confiquatro – Desportos Naúticos R. José Dias Coelho, 36B; 213 627 984; www.confiquatro.pt • Contraprova R. do Garrido 62; contraprova-gravura.blogspot.pt • Convento dos Cardaes R. de O Século, 123; 213 427 525; www.conventodoscardaes.pt • Convento de São Pedro de Alcântara R. Luísa Todi, 1; 213 243 930; www.scml.pt • Convento das Trinas do Mocambo R. das Trinas, 49; 210 943 283; www.hidrografico.pt • Convento da Trindade R. Nova da Trindade 20; 210 993 045 • Cordoaria Nacional Av. da Índia; 213 637 635 • El Corte Inglés Av. António Augusto Aguiar, 31; 213 711 700; www. elcorteingles.pt • Cristina Guerra Contemporary Art R. Santo António à Estrela 33; 213 959 559; www.cristinaguerra.com • Culturgest R. Arco do Cego 50, Piso 1; 217 905 155; www.culturgest.pt D Dança Livre - Escola de Dança R. Marquês da Fronteira, 76; 213 894 190; www.dancalivre.com • Dançarte R. Professor Simões Raposo, 8 A; 217 147 244; www.dancarte.pt • Dança do Saber R. Barão de Sabrosa, 161 A; 215 932 074; www.dancadosaber.pt • Dançattitude Tv. Escola Araújo, 3 A; 965 127 123; www.dancattitude.com • Dance Factory Studios R. Soares dos Reis, 11A; 210 169 043; www.dancefactory.com. pt • Dance Spot R. Fernando Vaz, 10B; 214 003 877; www.palcoplural. com • Darc/Desterro Calç. do Desterro, 7; dar.pt • Departamento de Proteção Civil R. Cardeal Saraiva; 217 825 240 • De Pura Cepa - Escuela de Tango Tv. da Escola Araújo , 3A; 965 127 123 • Direção Municipal de Cultura R. do Machadinho, 20; 218 170 900 • Divisão de Gestão Cemiterial R. do Rio Zêzere; 218 172 375 E Edge Arts - Arte Contemporânea Espaço Amoreiras, Centro Empresarial, R. D. João V, 24, 1.01; 213 600 071; www.edge-arts.org • EKA [Palace] Cç. de D. Gastão 12, porta 8; 969 300 402; www.ekaunity.org • Enigma Lisbon R. do Crucifixo, 86, 4º esq; 211 358 975; www.enigmalisbon. com • Ermida Nossa Srª da Conceição Trav. do Marta Pinto, 21; 213 637 700; www.ermidabelem.com • Escola de Actores Ilha D’Arte R. Antero de Quental, 18 c/v; 936 411 313; www.escoladeactoresilhadarte.com • Escola Básica Pedro de Santarém Est. de Benfica 535; 217 160 684 • Escola de Belas-Artes Pedro Serrenho R. Campo de Ourique, 61; 218 063 436; escoladeartespedroserrenho.blogspot.pt • Escola de Dança do Conservatório Nacional R. João Pereira da Rosa, 22; 213 408 030; www. edcn.pt • Escola de Dança Ana Köhler R. Luís Pastor de Macedo, 37A; 217 150 738; www.edak.pt • Escola de Dança Projeto Latino Havana e Hawaii, Doca de Santo Amaro, Armazém 1; 917 860 556 • Escola de Dança Raquel Oliveira R. dos Anjos; www.raquel-oliveira.com/escoladedanca • Escola de Jardinagem e Calceteiros Av. Dr. Francisco Luís Gomes, Quinta Conde dos Arcos; 218 550 690 • Escola de Medicina Tradicional Chinesa R. Dona Estefânia, 175; 213 475 605; www.esmtc.pt • Escola de Música do Conservatório Nacional R. dos Caetanos, 29; 213 425 922 • Escola Secundária Pedro Nunes Av. Álvares Cabral; 213 940 090; www.espn.edu.pt • Escola Superior de Artes Decorativas da Fundação Ricardo Espírito Santo Silva Lg. das Portas do Sol 2; 218 881 991; www.fress.pt • Escrever Escrever R. do Alecrim 47 - 4ºA; 911 197 797; www.escreverescrever.com • Espaço 9 R. Coronel Luna de Oliveira, 9; espaco9.weebly.com • Espaço 62 R. Conceição da Glória, 62; 968 506 535 • Espaço Águas Livres Pç. das Águas Livres 8 • Espaço Cultural das Mercês R. Cecílio de Sousa, 94; 963 061 995 • Espaço Dança de Palmira Camargo Av. das Forças Armadas (Centro de Apoio

à Juventude); 934 531 025; www.palmira.camargo.com • Espaço Eira 33 R. Camilo Castelo Branco, 33, 1º; 213 530 931; eira33.blogspot.com • Espaço INATEL Mouraria R. da Mouraria, 64, 4º; 210 027 150; www. inatel.pt • Espaço Nimas Av. 5 de Outubro 42B; 213 574 362 • Espaço Novo Banco Pç. Marquês de Pombal 3; 213 501 112; www.novobanco.pt/ espaconovobanco • Espaço Pessoa e Companhia Cç. de Santana, 177 • Espaço Santa Catarina Lg. Dr. António de Sousa Macedo, 7; 211 339 837; www.facebook.com/espacosantacatarina • Espassus 3G R. dos Táxis Palhinha; 931 462 215 • Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos R. do Alviela, 12; 218 100 263; www.epal.pt • Estádio do Sport Lisboa e Benfica Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt • Estúdio ACCCA R. dos Caetanos, 26, 1º • Estúdio Vanda Melo Pç. Olegário Mariano, 5, 2ºdt; 932 015 610 • Eurostars das Letras Hotel R. Castilho 6-12; 213 573 094 • Evoé - Escola de Actores R. das Canastras, 36/40; 218 880 838; www.evoe.pt F 40 Camels R. da Senhora do Monte 34, 3ºA; 214 059 311; www.40camels.com • Fábrica Braço de Prata R. da Fábrica de Material de Guerra, 1; 925 864 579; www.bracodeprata.com • Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa Lg. da Academia Nacional de Belas-Artes; 213 252 100; www.fba.ul.pt • Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Alameda da Universidade ; 217 960 063 • Forum Dança Tv. do Calado, 26 B; 213 428 985; www.forumdanca. pt • Fórum Lisboa Av. de Roma, 14L; 218 170 400 • FullOut Dance Academy R. Almirante Barroso 52A; 213 155 431; fulloutda.weebly.com • Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 841 490; http://fasvs.pt • Fundação Calouste Gulbenkian Av. de Berna, 45A; 217 823 000; www.gulbenkian.pt • Fundação Carmona e Costa R. Soeiro Pereira Gomes, Lt. 1; 217 803 003; www.fundacaocarmona.org.pt • Fundação das Casas de Fronteira e Alorna Palácio Fronteira, Lg. de S. Domingos de Benfica; 217 784 599; www.fronteira-alorna.pt • • Fundação Champalimaud - Champalimaud Centre for the Unknown Av. Brasília; 210 480 200; www.fchampalimaud.org.pt • Fundação José Saramago Casa dos Bicos, R. dos Bacalhoeiros; 218 802 040; www. josesaramago.org • Fundação Leal Rios R. do Centro Cultural, 17B; 210 998 623; www.lealriosfoundation.com • Fundação LIGA R. do Sítio ao Casalinho da Ajuda; 213 616 910; www.fundacaoliga.pt • Fundação Portuguesa das Comunicações – Museu das Comunicações R. do Instituto Industrial, 16; 213 935 000; www.fpc.pt G Gabinete de Estudos Olisiponenses Palácio do Beau Séjour, Est. de Benfica, 368; 217 701 100; geo.cm-lisboa.pt • Galeria 111 Cp. Grande, 113; 217 977 418; R. Dr. João Soares, 5B; 217 819 907; www.111.pt • Galeria Abraço R. Poço do Borratém, 39; 218 884 310 • Galeria Acervo R. do Machadinho 1; 213 974 325; www.acervo.com.pt • Galeria Avenida da Índia Av. da Índia, 170; 215 830 010 • Galeria Baginski R. Capitão Leitão, 51-53; 213 970 719; www.baginski.com.pt • Galeria Bangbang R. Dr. Almeida Amaral, 30B; 213 148 018; www.galeriabangbang.com • Galeria Belo-Galsterer R. Castilho, 71, r/c esq; 213 815 914; www. belogalsterer.com • Galeria Diferença R. S. Filipe Nery, 42, c/v; 213 832 193; diferencagaleria.blogspot.pt • Galeria Filomena Soares R. da Manutenção 80; 218 624 122; www.gfilomenasoares.com • Galeria Graça Brandão R. dos Caetanos 26A; 213 469 183; www.galeriagracabrandao. com • Galeria João Esteves de Oliveira Rua Ivens, 38; 213 259 940 • Galeria Maria Lucília Cruz Rua das Salgadeiras, 22; 213 421 135 • Galeria Millennium R. Augusta, 96; facebook.com/fundacaomillennium • Galeria Monumental Campo dos Mártires da Pátria, 101; 213 533 8 48 • Galeria Municipal Pavilhão Branco Cp. Grande, 245; 215 891 259; www. egeac.pt • Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010 • Galeria Opus 14 R. das Gáveas, 14; 213 460 216; www.opus14.com.pt • Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; www.facebook.com/galeriasmunicipaislisboa • Galeria Ratton R. Academia das Ciências 2C; 213 460 948; www. galeriaratton.blogspot.com • Galeria Reverso R. da Esperança, 59/61; 213 951 407; www.reversodasbernardas.com • Galeria das Salgadeiras R. da Atalaia, 12-16; 213 460 881; www.salgadeiras.com • Galeria São Mamede R. da Escola Politécnica 167; 213 973 255; www.saomamede. com • Galeria Tapeçarias de Portalegre R. da Academia das Ciências, 2J; 213 421 481; www.mtportalegre.pt • Galeria 36 R. S. Filipe Néri 36; 918 972 966; www.artelinguas.com • Galeria Valbom Av. Conde Valbom, 89A; 217 801 110; www.galeriavalbom.com • Galeria Vale Formoso R. Fernando Farinha 18A; 218 597 246; www.galeriadeartevaleformoso.com • Galeria Zé dos Bois R. da Barroca, 59; 213 430 205; www.zedosbois. org • Gare Marítima de Alcântara Estação Marítima de Alcântara, Ed. Infante; 213 969 551 • Gato que Ladra R. Prof. Sousa da Câmara, 156; 968 382 245; www.gatoqueladra.com • Giefarte R. da Arrábida, 54BC;


> CONTACTOS 213 880 381 • Ginásio Beija-Flor R. João José Cochofel; 913 276 159 • Ginásio Clube Português Pç. Ginásio Clube Português, 1; 213 841 580; www.gcp.pt • Giradiscos Café Bar Trav. do Monte 30; 214 011 293 • Goethe-Institut Cp. Mártires da Pátria, 37; 218 824 510; www.goethe. delisboa • Grupo Amigos de Lisboa R. Portugal Durão, 58ª; 217 800 156; www.amigosdelisboa.com • Grupo Dramático e Escolar “Os Combatentes” R. do Possolo 5-9; 213 961 846; http://oscombatentes. com.sapo.pt • Gymboree Azinhaga da Torre do Fato, 19B, lj. 1; 910 277 128; www.gymboree.pt H Helen Doron Early English Learning Center Av. Álvaro Cunhal 1B; 217 551 870 • Hipódromo do Campo Grande Cp. Grande; 217 817 410 • Hospital de São José R. José António Serrano; www.chlc.min-saude. pt • Hot Club de Portugal Pç. da Alegria, 48; 213 460 305 • Hotel NH Campo Grande Cp. Grande, 7; 210 020 848; www.nh-hoteles.pt I Igreja Nossa Senhora dos Navegantes Passeio do Levante, Pq. das Nações • Igreja de Santo António de Campolide Tv. Estevão Pinto; 213 850 477 • Ilnova - Instituto de Línguas da Universidade Nova de Lisboa Av. de Berna, 26; 217 908 382; ilnova.fcsh.unl.pt • Imagerie - Casa de Imagens R. das Francesinhas 21A; 916 199 408; www.imagerieonline.com • In Impetus R. de Campolide, 27A; 213 157 815; www.inimpetus.org • Instituto de Artes e Ofícios R. Particular à R. Saraiva de Carvalho, 207; 213 964 502; www.iao.ual.pt • Instituto Cultural Romeno R. Barão 10/08; 213 537 060; www.icr.ro/ lisboa • Instituto Italiano de Cultura R. do Salitre 146; 213 884 172; www.iiclisbona.esteri.it/iic_lisbona/pt • Instituto Português de Fotografia R. da Ilha Terceira 31A; 213 147 305; www.ipf.pt • Instituto Português do Mar e da Atmosfera R. C do Aeroporto; 218 447 000; www.ipma.pt • Instituto Superior Técnico Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; tecnico.ulisboa.pt • Isshin Dojo LxFactory - Edif. principal, sala 2.15C (2º piso); 918 228 949; www.isshindojo.com J Jardim Botânico da Ajuda Cç. da Ajuda; 213 622 503; www. jardimbotanicodaajuda.com • Jardim Botânico Tropical Lg. dos Jerónimos; 213 609 660; www.iict.pt • Jazzy Dance Studios R. da Cintura do Porto a Santos, Armazém J; 213 950 763; www.jazzy.pt • Junta de Freguesia de Santa Clara Lg. do Ministro 1; 217 567 420; www.jfsantaclara.pt • Just4Teens Azinhaga dos Barros, 27, lj. 1; 218 003 949; www.just4teens.pt L Labirinto Lisboa R. do Instituto Industrial, 6-10; 213 900 365; www. labirintolisboa.com • Lavadouro Público de Carnide Est. da Correia; 217 121 330 • Leap – Espaço Amoreiras R. D. João V, nº 24, piso -1, 1.03; 210 415 920 • Lisboa Autêntica 913 221 790; lisboaautentica.com • Lisboa Ginásio Clube R. dos Anjos, 63; 213 154 002; www.lgc.pt • Lisboa Story Centre Terreiro do Paço, 78-81; 211 941 099; www.lisboastorycentre. pt • Lisboa ao Vivo Av. Infante D. Henrique, Armazém 3; 967 089 462 • Lisbon Movie Tour 969 616 063; www.lisbonmovietour • Lisbon Walker R. do Jardim do Tabaco, 126; 218 861 840; www.lisbonwalker.com • Livraria Bulhosa (Amoreiras) Amoreiras Shopping; 213 812 254; www. bulhosa.pt • Livraria Ler Devagar LxFactory, R. Rodrigues Faria 103; 213 259 992; www.lerdevagar.com • Livraria Móvel Tell a Story 963 171 710 • A Loja das Atividades Av. Álvaro Cunhal, 3A; 965 261 132 • A Loja da tia Glória 912 441 735; facebook.com/aloja.datiagloria • Lost Lisbon Trav. do Corpo Santo 10, 2ºD, R. Ivens 51; 936 954 426; www.lostlisbon. pt • Lumiar Cité R. Tomás del Negro 8A; 217 551 570; www.maumaus.org • Lx Dance - Escola de Dança e Bailado de Lisboa R. João Amaral, Pista de Atletismo Municipal Prof. Moniz Pereira; 961 722 039; www. escolalxdance.com M MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia Av. de Brasília, Central Tejo; 210 028 190; www.maat.pt • MAC_Movimento Arte Contemporânea Av. Álvares Cabral 58-60; 213 867 215; www. movimentoartecontemporanea.com • Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www.teatromariamatos.pt • MEF - Movimento de Expressão Fotográfica Palácio de Laguares, R. Prof. Sousa da Câmara 156; 962 527 453; www.mef.pt • MEO Arena Rossio dos Olivais, Lt. 2.13.01A; 218 918 409; arena.meo.pt • Mercado 31 de Janeiro R. Eng. Vieira da Silva; 213 501 327 • Mestres do Regueirão Regueirão dos Anjos, 68; mestresdoregueirao.pt • Minimundo R. Armindo Rodrigues, 7A; 936 969 949; www.minimundo.pt • Ministério das Finanças Pç. do Comércio; 218 816 800 • Módulo – Centro Difusor

de Arte Cç. dos Mestres, 34 A/B; 213 885 570; www.modulo.com.pt • MOB R. dos Anjos 12 F; moblisboa@gmail.com • Mosteiro dos Jerónimos Pç. do Império; 213 620 034; www.mosteirojeronimos.pt • Movimento de Educação pela Arte Pólo da Pena da Junta de Freg. de Arroios, R. Saco 1-A; 926 848 392 • MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo R. Augusta, 24; 218 886 117; www.mude.pt • Mundo Património LAB R. de Campo de Ourique, 169-171; 217 974 587; www. mundopatrimonio.com • Museu da Água da EPAL – Galeria do Loreto Pç. do Príncipe Real; 218 100 215; www.epal.pt • Museu da Água da EPAL - Reservatório da Mãe d´Água das Amoreiras Pç. das Amoreiras 10; 218 100 215; www.epal.pt • Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; www.museudoaljube.pt • Museu Arpad Szenes-Vieira da Silva Pç. das Amoreiras, 56; 213 880 044; www.fasvs.pt • Museu Arqueológico do Carmo Lg. do Carmo; 213 478 629; www.museuarqueologicodocarmo.pt • Museu de Arte Popular Av. Brasília; 213 011 675; www.map.imc-ip.pt • Museu de Artes Decorativas Portuguesas da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva Lg. das Portas do Sol, 2; 218 814 600; www.fress.pt • Museu da Associação de Futebol de Lisboa R. Nova da Trindade, 2 - 2º; 213 224 870; www.afl.pt • Museu Benfica Cosme Damião Av. General Norton de Matos; 217 219 500; www.slbenfica.pt/museu • Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 218 170 667; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt • Museu da Carris R. 1º de Maio 101; 213 613 087; museu.carris.pt • Museu Coleção Berardo Pç. do Império; 213 612 878; www.museuberardo.pt • Museu do Combatente Av. Brasília; 919 903 210; www.facebook.com/ museucombatente.oficial • Museu das Crianças Est. de Benfica, 158160; 213 976 007; www.museudascriancas.eu • Museu do Dinheiro Lg. de S. Julião; 213 213 240; www.museudodinheiro.pt • Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; www.museudofado.pt • Museu da Farmácia R. Marechal Saldanha, 1; 213 400 600; www.museudafarmacia. pt • Museu Geológico - LNEG R. da Academia das Ciências, 19, 2º; 213 463 915; www.lneg.pt/museugeologico • Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Cp. Grande 245; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 820 320; www.museudelisboa.pt • Museu da Marinha Pç. do Império; 213 620 019 • Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; www.museudamarioneta. pt • Museu Militar de Lisboa Lg. do Museu da Artilharia; 218 842 300 • Museu Nacional de Arqueologia Pç. do Império; 213 620 000; www. museuarqueologia.pt • Museu Nacional de Arte Antiga R. das Janelas Verdes; 213 912 800; www.museudearteantiga.pt • Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado R. Serpa Pinto, 4 | R. Capelo, 13; 213 432 148; www.museuartecontemporanea.pt • Museu Nacional do Azulejo R. da Madre de Deus, 4; 218 100 340; www.museudoazulejo.pt • Museu Nacional dos Coches Pç. da Afonso de Albuquerque; 213 610 850; www.museudoscoches.pt • Museu Nacional de Etnologia Av. Ilha da Madeira; 213 041 160; mnetnologia.wordpress.com • Museu Nacional de História Natural e da Ciência R. da Escola Politécnica 56/58; 213 921 800; www.museus.ulisboa.pt • Museu Nacional do Teatro e da Dança Est. do Lumiar, 10; 217 567 410; www.museudoteatroedanca.pt • Museu Nacional do Traje Lg. Júlio de Castilho; 217 567 620; museudotraje. imc-ip.pt • Museu do Oriente Av. Brasília, Doca de Alcântara; 213 585 200; www.museudooriente.pt • Museu da Presidência da República Palácio de Belém, Pç. Afonso de Albuquerque; 213 614 660; www.museu. presidencia.pt • Museu de São Roque Lg. Trindade Coelho; 213 235 444; www.museudesaoroque.com • Música - Campo de Ourique R. Coronel Ribeiro Viana, 25 cv • Mute Art Project R. Cecílio de Sousa 20C; 917 920 013; www.muteart.org N NAF - Núcleo de Arte Fotográfica Av. Rovisco Pais 1; 218 417 000; www.nucleodeartefotografica.pt • NB Academia Trav. do Recolhimento Lázaro Leitão, 1; 218 438 020, www.nbacademia.pt • Negócio R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165;;www.nexgym.pt • NexGym R. Luís Pastor de Macedo, 1B; 210 366 165; www.nexgym.pt • Núcleo Arqueológico da Rua dos Correeiros R. dos Correeiros, 9; 211 131 004 • Núcleo de Artes e Ofícios Av. João XXI 76; 210 027 154; www. inatel.pt O Oceanário de Lisboa Esplanada D. Carlos I; 218 917 002; www. oceanario.pt • Oficina da Pessoa Av. 5 de Outubro, 122, 3º dto; 217 957 393 • Olá mamã R. Fernando Lopes Graça, 12 C; 217 580 301; www. olamama.com • Orienta-te Asian Studies orientate.pt/pt • Outra Lisboa 927 136 291; www.outralisboa.wordpress.com P

Paços do Concelho Pç. do Município; 213 236 200; www.

101


102

> CONTACTOS cm-lisboa.pt • Padaria do Povo R. Luís Derouet, 20A; 213 620 464 • Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; www. padraodosdescobrimentos.pt • Palácio Foz Pç. dos Restauradores; 213 221 200; www.gmcs.pt/palaciofoz • Palácio da Independência Lg. de S. Domingos, 11; 213 241 470 • Palácio de Laguares R. Prof. Sousa da Câmara, 156 • Palácio Nacional da Ajuda Lg. da Ajuda; 213 637 095; www.palacioajuda.pt • Palácio Pombal R. do Século, 65-103 • Palavra de Viajante R. de S. Bento 30; 211 956 340; www.palavrade-viajante. pt • Pando Atelier R. Particular à Manuel Soares Guedes 7B; 211 934 826 • Panteão Nacional Cp. de Santa Clara; 218 854 820 • Parque Florestal de Monsanto - Espaço Monsanto Est. do Barcal, Monte das Perdizes; 218 170 200; lisboaverde.cm-lisboa.pt • Parque das Nações www.parquedasnacoes.pt • Passevite White Cube R. Maria da Fonte, 54; facebook.com/passevitelx • Pátio da Galé Pç. do Comércio; 210 312 700 • Pavilhão da Ajuda Cç. da Tapada; 218 170 143 • Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva Al. dos Oceanos; 218 917 100; www.pavconhecimento.pt • Pavilhão de Portugal Al. dos Oceanos, Pq. das Nações; 218 918 409 • Pavilhão Preto do Museu de Lisboa Cp. Grande 245; 217 513 200; www.museudelisboa.pt • Pensão Amor R. do Alecrim 19; 928 639 054; www.pensaoamor.pt • Pentáculo - Academia de Estudos Av. Maria Helena Vieira da Silva, 36A e 44A; 217 578 110; www.pentaculo.pt • A Pequena Galeria Av. 24 de julho, 4C; 213 950 356; apequenagaleria.tumblr.com • Perve Galeria R. das Escolas Gerais 17; 218 822 607; www.pervegaleria.eu • Piscina de Alfama 218 170 873 • Piscina da Ameixoeira 218 170 306 • A Piscina dos bebés Ed. Gonçalves Zarco, Doca de Alcântara Norte; 913 171 158; www.apiscinadocas.com • Piscina do Oriente 218 170 124 • Piscina da Penha de França 218 170 103 • Piscina do Rego 218 170 309 • Piscina do Restelo 218 170 309 • Piscina Vale Fundão 218 170 121 • Planetário Calouste Gulbenkian Pç. do Império; 213 620 002; planetário.marinha. pt • Pole Heart R. Vitor Hugo 4C; 969 090 881 • Polivalente de Santa Catarina Cç. do Combro, 82A • Ponto de Luz Ateliê Lg. de Sto António da Sé, 21; 218 871 136 • Português Et Cetera R. dos Douradores, 11, 1º, Sala 3; 969 056 067; www.portuguesetcetera.com • Primo Canto – Associação Cultural R. da Mouraria, 64, 1º; 966 555 048; primocanto. com.sapo.pt • Pro.Dança - Escola de Dança R. de S. Domingos à Lapa, 8; 213 979 937; www.prodanca.pt • Propositário Azul, Associação Artística R. do Grilo, 104, 4ºesq; 933 288 560 R Reitoria da Universidade de Lisboa Al. da Universidade; 217 968 581; www.ulisboa.pt • Restart R. Quinta do Almargem, 10; 213 609 450; www.restart.pt • Roca Lisboa Gallery Pç. dos Restauradores, 46; 213 404 260; www.rocalisboagallery.com Rua das Gaivotas 6 R. das Gaivotas 6; 210 962 355; ruadasgaivotas6.pt S Sabotage Club R. de S. Paulo 16; 213 470 235; www.sabotage.pt • Sagrada Família R. dos Remédios, 98; 213 520 159 • Sala d’Aula Av. da República, 41, 6ºE; 217 957 083; www.saladaula.com • Sala - Galeria Carlos Paredes R. Gonçalves Crespo 62; 213 594 453; www.spautores. pt • Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Lg. Trindade Coelho; 213 235 000; www.scml.pt • São Luiz Teatro Municipal R. António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt • Sé Patriarcal Lg. da Sé; 218 866 752; www.patriarcado-lisboa.pt • S Espaço R. das Farinhas, 26; 924 368 752 • Sindicato dos Professores da Grande Lisboa Espaço António Borges Coelho, R. Fialho de Almeida 3; www.spgl. pt • Smart Way R. Ilha dos Amores, lj. 51; 962 361 041 • Sociedade de Geografia de Lisboa R. das Portas de St. Antão 100; 213 425 401; www. socgeografialisboa.pt • Sociedade de Instrução Guilherme Cossoul Av. D. Carlos I, 61-1º; 213 973 471; www.guilhermecossoul.pt • Sociedade Nacional de Belas-Artes R. Barata Salgueiro, 36; 213 138 510; www. snba.pt • Sou – Movimento e Arte R. Maria, 73; 211 547 790; www.sou. pt • Stage 81 R. Portas de St. Antão, 110; 912 629 568; www.stage81.com • Steps Clube R. dos Caminhos de Ferros, 90 B; 210 150 893; www.steps.pt • Studio 8A R. Luciano Freire 8A; 217 960 007; www.cursosdefotografia. pt • Studioteambox LxFactory, Ed. G, sala 6A; 965 786 793; www. studioteambox.org • Syntax R. Coronel Ferreira do Amaral 21A; 912 325 052; www.syntaxproject.org T 30 da Mouraria - Psicoterapia e Movimento R. da Mouraria, 30, 4º; 30damouraria.weebly.com • 3+1 Arte Contemporânea Lg. Hintze Ribeiro 2E-F; 210 170 765; www.3m1arte.com • Tango d’Avenida Av. da Liberdade 157 r/c esq; 938 226 403 • Tap Dance Center Lisbon R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin.com.pt • Tcharan Eventos Tv.

dos Fornos, 15, 1º dto; 914 107 158; www.tcharan.com • TEAR - Espaço de Artes R. Dr. Estevão de Vasconcelos, 13; 913 754 661; www.arproducoes. org • Teatro Aberto R. Armando Cortez; 213 880 086 • Teatro Armando Cortez Est. da Pontinha 7; www.teatroarmandocortez.pt • Teatro do Bairro R. Luz Soriano 63; 213 473 358; www.teatrodobairro. org • Teatro do Bairro Alto R. Tenente Raúl Cascais 1A; 213 961 515; www.teatro-cornucopia.pt • Teatro Camões Pq. das Nações, Passeio de Neptuno; 218 923 470 • Teatro Cinearte Lg. de Santos, 2; 213 965 360; www.abarraca.com • Teatro Dom Luiz Filipe (Teatro da Luz) Lg. da Luz; 211 536 034; http://teatrodluisfilipe.wix.com/tdlf • Teatro Maria Vitória Parque Mayer; 213 475 454; www.teatromariavitoria.com • Teatro de Marionetas Algazarra Cç. da Boa-Hora, 58, 2º; 962 429 895; www.algazarrateatro.blogspot.pt • Teatro Meridional R. do Açúcar, 64, Beco da Mitra; 218 689 245; www.teatromeridional.net • Teatro Nacional D. Maria II Pç. D. Pedro IV; 213 250 800; www.teatro-dmaria. pt • Teatro Nacional de São Carlos R. de Serpa Pinto, 9; 213 253 000; www.saocarlos.pt • Teatro Papa-Léguas R. Prof. Santos Lucas, 36A; 210 970 654; www.teatropapaleguas.net • Teatro Politeama R. das Portas de Sto. Antão, 109; 213 405 700; www.teatro-politeama.com • Teatro da Politécnica R. da Escola Politécnica, 56; 961 960 281 • Teatro Taborda R. da Costa do Castelo, 75; 218 854 190; www.teatrodagaragem.com • Teatro Thalia Estr. das Laranjeiras 205; 217 811 690 • Teatro Tivoli BBVA Av. da Liberdade nº 182 A; 213 151 050 • Teatro da Trindade Lg. da Trindade, 7A; 213 423 200; www.inatel.pt • Teatro Turim Est. de Benfica, 723 A; 217 606 666; www.teatroturim.com • Teatro Villaret Av. Fontes Pereira de Melo 30 A; 213 538 586 • Teatro da Voz Tv. de São Vicente, 11; 213 530 931; www.eira.pt • TheBlackSheep Art Gallery R. do Sol ao Rato 45A • The Little Gym R. 1 à R. Direita de Palma, 4B; 217 269 464; www.thelittlegym.pt • The Switch R. Heróis de Quionga 54D; 934 084 058; www.theswitchgallery.com • Time Out Mercado da Ribeira Av. 24 de Julho, 49; 213 593 100 • Time Travellers 965 107 188; www. timetravellers.pt • Top Ensino R. Gaivotas em Terra, Lt. 4A; 218 016 482; www.topensino.pt • Torre de Belém Av. de Brasília; 213 620 034; www. torrebelem.pt U Um Outro Olhar 938 258 919; www.umoutroolhar.com • Underdogs Gallery R. Fernando Palha, Armazém 56; 218 680 462; www.under-dogs.net • União de Associações do Comércio e Serviços R. Castilho 14; 213 515 610 • Universidade Autónoma de Lisboa R. Santa Marta 56, Palácio dos Condes do Redondo; 213 177 600; www.ual.pt V Vera Cortês Art Agency Av. 24 de Julho 54 - 1ºE; 213 950 177; www. veracortes.com • Verso Branco R. da Boavista, 132-134; 211 342 634 • Viragem Lab R. de Santa Marta, 73 A; 213 580 733; www.viragem-lab.com. pt • Voz do Operário R. da Voz do Operário, 13; 218 862 155; vozoperario.pt • Vozes em Conserto – Academia de Canto e Performance R. João Menezes, 4A; 218 400 213; www.vozesemconserto.com w Work in Studio R. de O Século, 44; 932 940 988; www.workin.com.pt • Wozen R. das Janelas Verdes 128, Lj. B; 912 700 506; www.wozenstudio. com X Xuventude de GaliciaR. Júlio de Andrade, 3; 218 853 680; www. juventudedagaliza.com Z Zaratan - Arte Cintemporânea R. de S. Bento 432; 965 218 382 • Zen Kids R. Alexandre Herculano, 19; 960 271 750; www.zen-kids.org

EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS ARQUIVO

Arquivo Municipal de Lisboa R. B ao Bairro da Liberdade, lt 3-6, piso 0; 213 807 108; seg a sex: 9h-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Arco do Cego R. Nunes Claro, 8 A; 218 411 170; seg a sex: 9h-17h, encerra fer Fotográfico R. da Palma, 246; 218 844 060; sala de exposições: seg a sáb: 10h-19h, encerra dom, fer; sala de leitura: seg a sex: 9h30-17h, encerra fer; arquivomunicipal.cm-lisboa.pt Videoteca Largo do Calvário, 2; 218 170 433


> CONTACTOS BIBLIOTECAS

Consultar horários em blx.cm-lisboa.pt Belém R. da Junqueira, 295; 218 172 580 Camões Largo do Calhariz, 17, 2º esq; 218 172 360 Coruchéus R. Alberto Oliveira; 218 172 049 David Mourão-Ferreira R. Padre Abel Varzim, 7 D; Casal dos Machados; 218 536 337 Gabinete de Referência Cultural R. Cidade do Lobito; 218 507 100; Reservado a atividades com estabelecimentos de ensino especial e regular, entidades para deficientes e outras instituições culturais; marcação prévia Hemeroteca R. Lúcio de Azevedo, 21B; 218 172 430 Maria Keil R. Maria José da Guia, 8; 217 589 280 Marvila R. António Gedeão; 218 173 000 Natália Correia Centro Social Polivalente; R. Rio Cávado, B.º Padre Cruz; 218 054 526 Olivais/Bedeteca R. Cidade do Lobito; 218 507 100 Orlando Ribeiro/Fonoteca Antigo Solar da Nora, Estrada de Telheiras; 218 172 660 Palácio Galveias encerrada temporariamente Penha de França R. Francisco Pedro Curado, 6A; 218 172 410 Por Timor R. de São Bento, 182-184; 213 905 702 Quiosque Jardim da Estrela Jardim da Estrela; 213 904 198 República e Resistência - Cidade Universitária R. Alberto de Sousa, zona B do Rêgo; 217 802 760 São Lázaro R. do Saco, 1; 218 852 672 ITINERANTES/ MÓVEIS 21 8 170 544 / 910 238 089 CASA FERNANDO PESSOA

R. Coelho da Rocha, 16-18; 213 913 270; seg a sáb: 10h-18h; casafernandopessoa.cm-lisboa.pt

Galeria Boavista Rua da Boavista, 47-50; 213 476 335; ter a dom: 13h-18h, encerra seg, fer; facebook.com/galeriasmunicipaislisboa Galeria Municipal Pavilhão Branco Campo Grande, 245; 215 891 259; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; encerra dom, fer; www.egeac.pt Galeria Municipal Torreão Nascente da Cordoaria Av. da Índia; 215 830 010; ter a sex: 10h-18h, sáb, dom: 14h-19h Galeria Quadrum R. Alberto Oliveira, Palácio dos Coruchéus, 52; 215 830 010; ter a dom: 10h-18h, sáb, dom: 14h-18h, encerra seg, fer; facebook. com/galeriasmunicipaislisboa MONUMENTOS

Castelo de São Jorge 218 800 620; Núcleo Museológico; Núcleo Arqueológico; todos os dias: 9h-21h; www.castelosaojorge.pt Padrão dos Descobrimentos Av. Brasília; 213 031 950; todos os dias: 10h-19h; www.padraodosdescobrimentos.pt MUSEUS

Atelier-Museu Júlio Pomar R. do Vale, 7; 215 880 793; ter a dom: 10h-18h; www.ateliermuseujuliopomar.pt Museu do Aljube – Resistência e Liberdade R. de Augusto Rosa, 42; 218 172 400; ter a dom: 10h-18h; www.museudoaljube.pt Museu Bordalo Pinheiro Campo Grande, 382; 218 170 667; ter a dom: 10h-18h, encerra seg, fer; museubordalopinheiro.cm-lisboa.pt MUDE - Museu do Design e da Moda. Coleção Francisco Capelo www.mude.pt Museu do Fado Lg. do Chafariz de Dentro, 1; 218 823 470; ter a dom: 10h-18h; www.museudofado.pt Museu de Lisboa - Casa dos Bicos R. dos Bacalhoeiros, 10; 217 513 200; seg a sáb: 10h-18h, encerra dom, fer; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Palácio Pimenta Campo Grande, 245; 217 513 200; ter a dom: 10h-13h/14h-18h, encerra seg, fer; www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Santo António Lg. de Santo António da Sé, 22; 218 860 447; ter a dom: 10h-18h, encerra dom, fer Museu de Lisboa - Teatro Romano R. de São Mamede, 3A; 218 820 320; ter a dom: 10h-18h, encerra dom, fer, www.museudelisboa.pt Museu de Lisboa - Torreão Poente Pç. do Comércio, 1; www. museudelisboa.pt Museu da Marioneta Convento das Bernardas, R. da Esperança, 146; 213 942 810; ter a dom: 10h-13h/14h-18h; www.museudamarioneta.pt

CENTRO DE ARQUEOLOGIA DE LISBOA

Av. da Índia, 166; 218 172 180; centro.arqueologia@cm-lisboa.pt

POLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTA

Rua das Gaivotas, 8; todos os dias: 8h-23h30; pologaivotasboavista@ cm-lisboa.pt

CINEMA SÃO JORGE

Avenida da Liberdade, 175; 213 103 400; cinemasaojorge.pt GABINETE DE ESTUDOS OLISIPONENSES

Est. de Benfica, 368; 217 701 100; seg a sex: 9h-18h; geo.cm-lisboa.pt

TEATROS

Maria Matos Teatro Municipal Av. Frei Miguel Contreiras, 52; 218 438 800; www.teatromariamatos.pt São Luiz Teatro Municipal Rua António Maria Cardoso, 38; 213 257 640; www.teatrosaoluiz.pt

GALERIAS

Galeria Avenida da Índia Avenida da Índia, 170; 215 830 010; ter a dom: 10h-13h/14h-18h, sáb, dom: 14h-18h

AGENDA CULTURAL LISBOA Abr 2017 / N.º 310

na capa

Alexandre Cortez fotografia de Francisco Levita, tipografia de Elisabete Gomes copy desk

Manuel Veiga editora executiva

Paula Teixeira editor

Luís Almeida d’Eça direção de arte

Jorge Silva/Silva!Designers design

Inês do Carmo

Marco Mateus publicidade

Sara Simões

Sónia Maia Just Media / 213 219 120

coordenação da redação

impressão

Ricardo Gross diretor

relações públicas, publicidade institucional, circulação e assinaturas

redação

Ana Figueiredo Ana Rita Vaz Cristina Engrácia Filipa Santos Frederico Bernardino Manuela Costa Tomás Collares Pereira fotografia

Francisco Levita Humberto Mouco

Digipress distribuição

JMTOSCANO, Lda tiragem

40 000 exemplares depósito Legal

40722/90 periodicidade

Mensal Isenta de registo na ERC ao abrigo da lei de imprensa 2/99

edição

câmara municipal de lisboa/ EGEAC vereadora do pelouro da cultura Catarina Vaz Pinto recolha de informação

Rua do Machadinho, 20 1249-150 Lisboa Tel. 218 170 900 agenda.cultural@cm-lisboa.pt www.agendalx.pt

103


104

CONVERSAS DE LISBOA (IV)


ÁLVARO LABORINHO LÚCIO CULTURA E EDUCAÇÃO Entrevista FREDERICO BERNARDINO Fotografia HUMBERTO MOUCO

105


106

Magistrado de carreira, ex-Ministro da Justiça e escritor, Álvaro Laborinho Lúcio destacou-se nos últimos anos como uma das vozes que mais importa escutar para os temas da Educação. Reconhecido pela intensa atividade cívica, é autor do ensaio Educação, Arte

A quem compete, de facto, educar: à família ou ao Estado?

É conhecida a tese segundo a qual, com recurso à terminologia clássica, a educação cabe à família, enquanto a instrução cabe à escola. E, enquanto princípio proclamado em abstrato, direi que nada tenho contra o pensamento assim manifestado. A questão está, porém, no concreto, na realidade tal como ela se nos ime Cidadania, onde propõe uma põe, e, aí, jamais poderemos reflexão profunda sobre estas sossegar sobre tal afirmação. Nem a família corresponde temáticas numa sociedade cada hoje – se é que alguma vez vez mais complexa e carente de correspondeu – ao modelo sobre o qual se vaza a responpensamento crítico. sabilidade de educar as suas crianças; nem a escola, sobretudo a escola pública, enquanto escola de massas, pode continuar a O que o levou a debruçar-se pelas questões da educação? refugiar-se nos padrões da chamada “escola burguesa” onde facilmente se Há, entre outras, duas razões principais. fazia coincidir os objetivos e as prátiA primeira vinda da circunstância de ser cas seguidas pelo Estado, com os ana educação, necessariamente, um tema seios das famílias. Na linearidade da do espaço público, a convocar, por isso, sociedade de então, estabelecendo uma para uma intervenção interessada todos funda linha de divisão entre excluídos aqueles que entendam dever tomar poe integrados, era fácil articular escola sição, isto é, comprometer-se na prática de uma cidadania ativa e responsável. A com família, deixando os excluídos à segunda razão prende-se com a atenção porta daquela e reclamando dela apeque fui dando, cada vez mais, à condição nas a garantia da continuação do mode ser criança e aos direitos dela enquandelo social estabelecido. A Ditadura, to sujeito. Por essa via, fui procurando entretanto, encarregava-se de manter a olhar a educação e especialmente a esordem, enquanto as normas lá estavam cola a partir daqueles direitos e daquele para “reduzir a complexidade”… sujeito novo, buscando outras leituras, Entretanto, veio a democracia… diferentes pontos de vista ou perspetivas para olhar uma e outra. E, quanto mais E tudo mudou. Com a instauração do fui olhando, mais me fui interessando regime democrático, a complexidade sopelo tema e empenhando no debate sobre cial impôs as suas regras, a democracia ele. Foi assim que conclui, por exemplo, estendeu a todos o direito aos direitos, que uma escola concebida e organizada nomeadamente aos direitos fundamende cima para baixo jamais responderá às tais e, entre estes, o direito universal à exigências dos nossos dias. educação e ao ensino. Seguindo a linha


107

O direito à Educação tem de revestir-se de conteúdo substantivo, material, não bastando proclamar a sua previsão legal.

correta, o Estado foi alargando os anos de escolaridade obrigatória e, ainda que sem se ter dado imediatamente conta disso, foi-se progressivamente confrontando com o dever de garantir a inclusão universal de todos e de cada um dos seus alunos. A escola passava, desse modo, a ter de desempenhar uma função, também ela, muito mais complexa. A “instrução” era agora apenas um episódio num quotidiano muito mais exigente. A ela vinha acabar por caber o objetivo de formar, na complexidade e na diversidade, para a autonomia pessoal de cada aluno, para a sua capacidade de viver com o outro, desenvolvendo o pensamento, treinando a sua capacidade de escolha, aprendendo a ser competente, tanto técnica como socialmente. Tudo, desejavelmente, em colaboração com as famílias, mas, em muitos casos, infelizmente, em vez delas. Era a criança, agora feita sujeito de direito, quem o impunha. E assim teria de ser, em respeito pelo seu “superior interesse”, que a lei, entretanto, elevara à condição de imperativo. Reconhece que a massificação do ensino é uma das maiores conquistas do 25 de Abril. Porém, sublinha que a escola pública confunde o direito fundamental à educação (consignado constitucionalmente) com o postulado da igualdade de oportunidades.

Um dos direitos que consolidam o conceito renovado de cidadania é o que permite a cada um desenvolver o má-

ximo das suas capacidades para poder intervir ativamente na vida pública, política, económica, social e cultural. Ora, este direito pressupõe a garantia de um outro, anterior, precisamente o direito à educação, enquanto direito fundamental. Direito este que tem de revestir-se de conteúdo substantivo, material, não bastando proclamar a sua previsão legal. É, pois, bom de ver que só assegurado o direito à educação é possível falar, depois, em igualdade de oportunidades, que não pode confundir-se com a colocação de todos os alunos no mesmo ponto físico e temporal de partida. É a educação que gera a igualdade, ainda que relativa. Sem aquela, previamente assegurada, o que há é uma falsa igualdade e, assim, uma ilusória ideia de oportunidades igualmente disponíveis. Como analisa o efeito dos conteúdos audiovisuais e da internet (nomeadamente com as redes sociais) neste binómio escola/família?

Esses conteúdos existem. Os audiovisuais e a internet constituem hoje extensões de nós próprios e encontram nas crianças e nos jovens, tantas vezes, os seus utilizadores mais “competentes”. Conhecemos, porém, a sua face negativa e os perigos que ela comporta. Por isso mesmo, urge integrar a sua utilização, o seu manejo, as ilusões que prometem, as frustrações a que conduzem, na própria formação escolar. Esse pode constituir, aliás, um excelente campo para aprender e treinar o pen-


108

samento crítico, tão necessário e ainda tão deficitário na escola de hoje. Numa entrevista recente, o finalista do Global Teacher Prize, o espanhol César Bona, apontava “a tendência para educar como fomos educados” como um dos mais graves problemas da escola de hoje. Será a falta de perceção de uma nova realidade que promove, num número significativo de alunos, a exclusão a partir da escola?

Tendo em conta o que disse antes tenderia, numa primeira aproximação, a responder afirmativamente, concordando com a posição insinuada na pergunta. Não creio, todavia, que se trate apenas de uma falta de perceção da realidade. Os tempos, em geral, não correm a favor da inclusão social, ou integração, sendo que a escola é, como sempre tende a ser, um instrumento de construção social. Quando a educação se vê quase exclusivamente comprometida com o desenvolvimento económico, tornando-se a escola instrumento da chamada sociedade da inovação, do conhecimento e das novas competências, a cidadania e a democracia perdem relevo na formação das crianças e dos jovens. A escola surge então como mero instrumento ao serviço daquele desígnio e os alunos acabam, também eles, por vir a ser convertidos em instrumento dos objetivos, económico e social, que subjazem ao modelo assim concebido. O sucesso passa a

constituir o grande ponto de mira da educação e da escola, afastando o da evitabilidade do insucesso, que é coisa bem diferente. A competição substitui a solidariedade, a avaliação prevalece sobre a formação, a procura do “conhecimento adquirido” vale muito mais do que o impulso para a potenciação das capacidades existentes ou a promover. Quem entra excluído, tem, assim, uma forte probabilidade de sair, mais tarde, excluído e certificado como tal. Afirma que “o grande desafio do professor é ser capaz de criar a vontade de aprender”. Sabendo que não há fórmulas milagrosas, como é que este desafio se pode concretizar tendo em consideração o atual contexto escolar?

Apetece-me dizer que a resposta é simples: basta perguntar a um bom professor. Importa, porém, acrescentar que a um bom professor é necessário garantir condições mínimas de trabalho, como, por exemplo, um adequado número de alunos por turma, e a afirmação de uma clara política de educação compatível, que lhe reforce a segurança e lhe garanta a estabilidade indispensável para a qualidade de um desempenho que exige persistência, cumplicidades de vária ordem e corresponsabilidade dentro e fora da escola. Há pouco referia que a escolarização parece estar vocacionada para servir uma ideologia de prag-

A um bom professor é necessário garantir condições mínimas de trabalho, como, por exemplo, um adequado número de alunos por turma, e a afirmação de uma clara política de educação compatível.


109

É fundamental que a escola seja capaz de trabalhar a desobediência crítica, a dissidência, fazendo-o paredes meias com a construção de um verdadeiro sentimento de responsabilidade.

matismo, apontada quase em exclusivo ao desenvolvimento económico. Não estará essa ideologia a destruir o pensamento crítico e a imaginação das nossas crianças?

Claro que está. É fundamental que a escola seja capaz de trabalhar a desobediência crítica, a dissidência, fazendo-o paredes meias com a construção de um verdadeiro sentimento de responsabilidade. É disso que se trata quando se fala de autonomia. Não falta quem chame a atenção para o facto de que fomos deixando de dizer: - «penso, logo existo», para, entusiasmados com o “hiperconsumismo”, passarmos a afirmar: - «sinto, logo existo», até acabarmos a sussurrar: “não penso, logo ajo”. Não pode ser para isso que serve a educação e, com ela, a escola. De que modo é que a arte e a cultura podem encaminhar o aluno para a “desobediência crítica”?

Entre nós, Teixeira de Pascoaes e, mais tarde, Sophia de Mello Breyner disseram que “só a arte é didática, porque a arte não explica, a arte implica”. Julgo poder afirmar que está aí, bem concentrada, toda a resposta à sua pergunta. A explicação – o nosso método mais tradicional – parte sempre de dois lados que se relacionam numa linha vertical, de dependência, entre quem sabe e ensina, explicando, e quem não sabe e procura, ou não, aprender, ouvindo a explicação. A implicação, diferentemente, começa por reconhecer no aluno a sua condição de sujeito autónomo.

Ele é um outro. Aquele que se implica, que contribui, que é agente, também ele, da sua própria formação. A relação, sem deixar de partir de uma geometria vertical, tem agora um traço horizontal, reflexivo, onde o diálogo, o esforço de aproximação e de afastamento, a procura comum, vêm substituir a passividade de quem apenas ouve, diante daqueles que apenas “dão matéria”. Para isto, para discutir o gosto, para participar a partir de conhecimentos anteriores, para ser um sujeito capaz de se implicar, não encontro nada melhor do que a arte. De uma arte que não é chamada para criar artistas, mas que surja na escola como processo, como processo criativo, de construção, e que seja capaz de responder ao objetivo de formar públicos, cidadãos e cidadãs cultas, capazes de escolher, de criticar, de discutir, argumentando, de ouvir o outro e de se responsabilizar pela sua própria convicção. Leonard Bernstein disse que uma obra perfeita é aquela que nenhum de nós seria capaz de imaginar de forma diferente. É, pois, com a qualidade desse ‘nós’ que a escola tem de preocupar-se. Porém, a arte e a cultura parecem ser quase sempre entendidas pelo sistema educativo como áreas “à parte”. Na verdade, parece ser muito mais fácil mobilizar uma escola a levar alunos ao Pavilhão do Conhecimento do que ao Museu Nacional de Arte Antiga. Sem retirar méritos ao primeiro, o que será


110

necessário fazer para obter um maior reconhecimento às artes?

Antes do mais, julgo dever começar por assumir a posição de que tanto o Pavilhão do Conhecimento, como o Museu Nacional de Arte Antiga, fazem parte, ou devem fazer, de um mesmo conceito de cultura. Desde logo, para cativar mais facilmente uma juventude, ela própria, já bem mais voltada para o primeiro do que para o segundo. A sua questão, porém, é muito mais densa. E aponta para o centro do problema, aí onde tem de perguntar-se de que ideia de arte se parte, qual o reconhecimento a manifestar à arte enquanto entidade autónoma e, por isso, a ser respeitada nessa autonomia no interior das escolas; que dimensão instrumental pode, depois disso, requerer-se dela; com que preparação é a arte trabalhada no nosso ensino básico e secundário; quais os objetivos que com o recurso à arte a escola pretende atingir? Basta colocar este tipo de questões – e várias outras podia enunciar – para se compreender que urge discutir abertamente o papel da educação e da escola nas sociedades dos nossos dias pois será da resposta que quisermos encontrar aí que poderá definir-se qual o lugar da arte no quadro geral do ensino público. Receio que, antes de isso acontecer, a arte continue a ser uma lateralidade que, trabalhada como é, não serve os alunos, nem se prestigia a si própria. Há dias, uma encenadora com larga experiência de trabalho em

teatro para a infância confessava-me não conseguir aferir se, ao longo dos anos, teria contribuído para criar um público para teatro. O maior entrave a uma educação com sensibilidade cultural está na escola ou na família?

Creio poder dizer que o entrave de que fala está verdadeiramente em todos nós. A cultura tem sido, ao longo do tempo, um dos parentes mais pobres na família alargada do Estado. E, para lá de várias manifestações pouco estridentes vindas do interior dos agentes culturais, nenhum sobressalto cívico se verificou a este propósito. Uma vez mais, aqui, a escola terá de ter um papel decisivo. Claro que os jovens nascidos e crescidos em meios familiares com hábitos culturais estão muito mais aptos a prosseguirem um caminho de aprendizagem social comprometido com propostas culturais, as mais diversas. Todavia, nem todas as famílias têm com a cultura a relação íntima que, não raro, parece terem; como é também verdade que uma imensidão delas não teve, anteriormente, qualquer hipótese de acesso aos bens culturais e à cultura, ela mesma. Trata-se de uma grave lacuna, tanto em termos de respeito pelos direitos de cada um, como em termos de valorização social, primeiro do indivíduo e, depois, por via dele, da comunidade no seu todo. É por tudo isso que a esperança tem de concentrar-se na escola. Mas numa escola que procure viver o interior da comunidade educativa, envolvendo-se

A Arte deve surgir na escola como processo criativo, de construção, capaz de responder ao objetivo de formar públicos, cidadãos e cidadãs cultas.


111

A nossa inépcia está cheia de certezas e a escola cheia de respostas; as dúvidas e as perguntas levam-nos muito mais longe.

nela, compreendendo que faz parte dela, e que só num contexto alargado de responsabilidade social é hoje possível viver os tão aliciantes desafios da complexidade. Essa, a questão da comunidade educativa, constitui também matéria que não pode desprezar-se sendo que, muitas vezes, exatamente por ausência dela, vários dos problemas que aí deviam encontrar o fórum adequado para serem debatidos e resolvidos, acabam por tombar sobre a escola e, em regra, em tempo tão tardio que muito difícil se torna encontrar para eles a saída que uma atuação atempada, e noutro terreno, bem podia ter encontrado. Há, pois, aqui também um caminho a fazer. E, se ele se faz caminhando, então importa começar quanto antes. De todo o modo, relativamente às dúvidas da encenadora de quem me fala, julgo dever dizer, em primeiro lugar, que a dúvida que manifesta é uma esperança viva para quem acredita que é possível mudar. A nossa inépcia está cheia de certezas e a escola cheia de respostas. As dúvidas e as perguntas levam-nos muito mais longe. Claro que não posso dizer se ao longo dos anos conseguiu criar um público para o teatro. Mas sei que, mesmo que não tenha conseguido, é a sua interrogação que a deixa já muito mais perto de lá chegar. Há hoje uma certa tendência para tornar frugal o discurso da cultura como se substituíssemos inquie-

tação por entretenimento. Preocupa-o este tipo de fenómenos?

Sem dúvida que preocupa. Mas sobretudo quando tende a confundir-se cultura com mero entretenimento. Gostaria, porém, de dizer que esta é matéria relativamente à qual necessito de saber mais e de ter uma reflexão mais séria. Há por aqui uns ruídos de geração que tenho de ultrapassar. Enquanto não o conseguir, ou julgar que consegui, não me sinto capaz de responder como se soubesse. Creio, ainda assim, que o entretenimento não tem de ser adversário da cultura. Limito-me, por isso, a adiantar que recuso aceitar a expressão segundo a qual “os gostos não se discutem”, tudo estando em saber distinguir o direito de cada um a gostar do que quiser, do dever imposto a todos de respeitarem o valor do conhecimento, do debate e da discussão crítica acerca da qualidade daquilo que se detesta ou de que se gosta. A Câmara Municipal de Lisboa está a desenvolver um plano integrado de serviços educativos nos seus equipamentos culturais. Qual a importância destas ações?

É enorme a importância deste tipo de ações. O trabalho já desenvolvido está aí a responder em termos de qualidade, e a adesão dos públicos constitui a prova de que há resposta quando vale a pena aquilo que é proposto. Aqui está um exemplo da CML a pedir multiplicação. Oxalá esta se verifique.


112

ARQUIVOS DE LISBOA 25 DE ABRIL

TROPAS REVOLUCIONÁRIAS JUNTO DO EDIFÍCIO DA CÂMARA MUNICIPAL / JOÃO HERMES CORDEIRO GOULAR, 25 DE ABRIL DE 1974 / ARQUIVO MUNICIPAL DE LISBOA / FOTOGRÁFICO


113

ATÉ 9 ABR

1 E 2 ABR

ENSAIO PARA UMA CARTOGRAFIA

MÚSICA POBRE

SALA ESTÚDIO

SALÃO NOBRE · ENTRADA LIVRE

DE MÓNICA CALLE

COORDENAÇÃO FILIPA FRANCISCO PEDRO TUDELA FILIPE REIS PAULO RAPOSO JOSÉ LUÍS BENTO COELHO VERA MANTERO

M/16

BoCA – BIENNIAL OF CONTEMPORARY ARTS

M/12

6 – 9 ABR

PARC E I RO D E C O M U N I CAÇÃO

20 – 30 ABR

VERANEANTES

BACANTES – PRELÚDIO PARA UMA PURGA

SALA GARRETT

SALA GARRETT

DE MAKSIM GORKI

A PA RT I R D E EURÍPIDES

ENCENAÇÃO NUNO CARDOSO

COREOGRAFIA MARLENE MONTEIRO FREITAS

M/12

A CLASSIFICAR PELA CCE

PARC E I RO S TN D M I I

Informações e reservas 800 213 250 Bilheteira online www.teatro-dmaria.pt


Agenda Cultural Lisboa | abril'17  

Nem sempre a leitura tem de ser uma atividade solitária, por isso, Ana Leite, Elsa Serra, Alexandre Cortez, Vanda Anastácio e Cristina Taque...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you