Page 1

ABR MAI JUN AGENDA CULTURAL T E AT R O · D A N Ç A · C I N E M A MÚSICA · EXPOSIÇÕES CONFERÊNCIAS

SOPA DE JERIMU

www.ccc.com.pt


FICHA TÉCNICA: Diretor Geral / Programador: Carlos A. Ribeiro Mota Coordenação: Vanessa Gonçalves Produção: Dina Santos Comunicação / Posto de Informação: Catarina Alves

ABR MAI JUN

Técnico de Vídeo: Sérgio Roxo Design Gráfico: Fausto Vicente Estagiárias Design / ESAD CR: Ulé Baldé / Joana Bértolo Coordenação Equipa Técnica: José Manuel Ramalho Técnico de Som: João Nunes Técnico de Luz: Ricardo Pimentel

PATENTE ATÉ 21 ABR

EXPOSIÇÃO DE FERNANDO ROBLES GALERIA CCC “Cielo - Infierno”

PATENTE ATÉ 28 ABR

EXPOSIÇÃO DE HEITOR FIGUEIREDO

Técnico de Palco: Pedro Godinho

HALL E CAFÉ CONCERTO Trabalhar no Duro / Cerâmica

Bilheteira: Teresa Alves / Natércia Tempero

03 ABR · 19h00 · M/6 MÚSICA

Voluntariado / Apoio Direção: Carlos Xavier / Pedro Afonso Coordenação Frente Casa: Raquel Adrião

AUDIÇÃO DE PRIMAVERA CONSERVATÓRIO CALDAS DA RAINHA


03 ABR · 21h30 · M/14 CINECLUBE CCC

OU NADAS OU AFUNDAS de Gilles Lellouche

06 ABR · 21h30 · M/6 MÚSICA

THE GIFT

Tour Primavera/Verão 2019 17 ABR · 21h30 · M/14 CINECLUBE CCC

RAIVA

de Sérgio Tréfaut 30 ABR · 21h30 · M/6 MÚSICA

MÁRIO MARQUES & GONÇALO PESCADA

04 MAI · 21h30 GALA DE ENTREGA DE PRÉMIOS

WORLD PRESS CARTOON 04 MAI A 28 JUL EXPOSIÇÃO

19 MAI · 17h00 · M/6 MÚSICA

CONCERTO LUSO BRASILEIRO BANDA COMÉRCIO E INDÚSTRIA Maestro Convidado: Almir Silva 21 A 23 MAI CINEMA

12ª FESTA DO CINEMA ITALIANO Ver programa próprio

24 e 25 MAI · 21h30 · M/12 TEATRO

“O RESTO JÁ DEVEM CONHECER DO CINEMA” de Martin Crimp Produção TNSJ Em colaboração com Teatro da Rainha 31 MAI · 21h30 · M/6 MÚSICA

BANDA SINFÓNICA DO EXÉRCITO Soprano: Rita Marques Maestro: Cad. Al. Renato Tomás CHEFE TITULAR: Maestro: Maj. Alexandre Coelho

WORLD PRESS CARTOON

02 JUN · 16h30 · M/3 TEATRO PARA A INFÂNCIA

12 MAI · 17h00 · M/3 DANÇA

de Graça Ochoa Satélite Circolando

COMPOSIÇÃO 8 ESCOLA VOCACIONAL DE DANÇA Mostra de Trabalhos de Alunos Caldas da Rainha

SOPA DE JERIMU

05 JUN · 21h30 · M/12 CINECLUBE CCC

O SAL DA TERRA de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado

08 JUN · 21h30 · M/6 MÚSICA

MIGUEL ARAÚJO Casca de Noz

23 JUN · 17h30 DANÇA

ESPETÁCULO DE ENCERRAMENTO DO ANO LETIVO Estúdio de Dança Gecely Caldas da Rainha

19 JUN · 21h30 · M/14 CINECLUBE CCC

COLD WAR GUERRA FRIA de Pawel Pawlikowski

29 JUN · 21h30 · M/6 DANÇA

HOME 2.0

VÓRTICE DANCE Companhia de dança


Diretor Geral / Programador: Carlos Alberto Ribeiro Mota

ÍTACA “Sendo Ítaca a meta de chegada, não vale a pena apressar-nos em chegar porque não vale a pena ficarmos ansiosos pela meta, porque muitas das vezes deixamos de aproveitar o caminho que fazemos. E é nesse (s) percurso (s) que vivemos. A meta de chegada deve estar sempre nítida e ser motivadora, mas é no caminho, no aqui, no hoje que a vida nos consagra”. O caminho que construímos/vivemos é com certeza mais importante do que chegar a um fim, a um pressuposto objectivo. Porque a partilha tornou-se o principal motivo do nosso trabalho para com as populações. As experiências partilhadas formam o nosso entendimento dos outros… as descobertas que proporcionámos e que tivemos com a diversidade de públicos e de culturas foi e é o nosso alicerce, a nossa descoberta de fazer o caminho caminhando. Criar e produzir uma programação é um caminho cheio de encruzilhadas, de escolhas e de decisões. Ao apresentarmos uma programação como a que temos apresentado aos cidadãos residentes no concelho e dos concelhos limítrofes, almejamos contribuir para a valorização de um

território como o das Caldas da Rainha, pelo carácter promocional e vivencial que oferecemos, entrosando os talentos que as áreas culturais e recreativas aqui possuem, cruzando-as com o bem-estar e a valorização cultural das populações. O próximo desafio é hoje. Toda a equipa do CCC assume os quotidianos como etapas fulcrais, em que os níveis de concretização e avaliação de cada projecto e o conhecimento se encontram com a produção efectiva de cada obra apresentada, de cada concerto, de cada festa, de cada congresso, de cada espectáculo, de cada exposição. Enfim, de todas as actividades aqui realizadas, com o empenhamento e o rigor necessários para conseguirmos dar resposta a todas as necessidades estéticas, artísticas e operacionais que nos são colocadas em cada projecto, sem menosprezar qualquer condição técnica e logística. O CCC abre quotidianamente as portas, para oferecer mais do que o consumo cultural. Pretendemos oferecer um nível de experiências que proporcione novos interesses e novas ideias. Obrigado Caldas da Rainha.


EXPOSIÇÃO

02 MAR A 21 DE ABRIL

FERNANDO ROBLES “CIELO - INFIERNO” Galeria CCC O projeto expositivo “Cielo-Infierno” é uma ideia a longo prazo e sumativa. Divide-se em capítulos, como uma novela e vai-se construindo no tempo e no espaço. Por isso mesmo, o final é imprevisível, quiçá coincida com a própria vida do autor ou ele mesmo poderá abandoná-lo ou finaliza-lo em dado momento, para começar outra série… Embora existam antecedentes desde 1999, com as obras “A viagem dos ovos-alma” e ¨O senhor notário com alma¨, pintados imediatamente após a sua experiência portuguesa. É mais tarde, quando escreve o primeiro texto, durante uma viagem, que anuncia a ideia de “Cielo-Infierno”. Só o será em 2016, quando intitula assim a primeira série, a modo de anotações para os primeiros capítulos, em séries como “Preludio para Cielo-Infierno”,”Suite para cieloInfierno”, “Divertimentos para CieloÍnfierno”y “Cinema Cielo-Infierno”. Neste “Capítulo 2” juntam-se ao “corpo do projeto” as primeiras e algumas peças novas ligadas muito diretamente a Portugal.

O autor parece ter uma relação onírica com o país, desde finais dos anos 80 viaja até à “Lusitânia” anualmente, até que realiza a sua primeira exposição lisboeta em 1998 no “Jardim do Marquês”, pela mão do artista português Fernando Ezequiel. Em 1999 é professor convidado de pintura nos Cursos de Verão do Centro de Artes de Caldas da Rainha, durante as edições de 1999 a 2001. Tem a sorte de partilhar a docência com figuras relevantes da arte portuguesa, como o desaparecido gravador Bartolomeu dos Santos e o fotógrafo José Manuel Rodrigues, com quem mantém amizade até hoje. Nesse mesmo ano realiza uma exposição individual na “Sala Osíris”, da Câmara Municipal de Caldas da Rainha, “Pinturas a partir de la memoria”, que terá um itinerário por vários municípios do país.


EXPOSIÇÃO

HEITOR FIGUEIREDO TRABALHAR NO DURO Hall e Café Concerto Heitor Figueiredo, expõe um conjunto de trabalhos resultantes de curtas estadias nas Caldas da Rainha, na fábrica de cerâmica do António Duro, Portugal Gifts, que se chama TRABALHAR NO DURO.

09 MAR A 28 DE ABRIL


MÚSICA

06 ABR · 21H30

THE GIFT

PRIMAVERA/VERÃO 2019 Plateia: 20 € Camarotes: 15 € Tribuna: 15 €

M/6

O Verão. O Verão dos Gift... Este Verão é a continuidade óbvia da Primavera. Neste verão o preto e branco dá lugar ao azul escuro. Ao sépia. Ao calor visto desde dentro. Este Verão não é das praias e da pele salgada. Não é dos olhos que parecem ser verde esmeralda. Não é das paixões que acabam por carta. Não é das viagens com vidros abertos. Não é do mar. Não é o verão das cores vivas ao sol. Neste Verão corre apenas uma brisa. Uma suave brisa. Lá fora o calor

abrasador. Cá dentro ecoa um piano. Uma voz. Mil sons que são trazidos pela brisa quente que move as cortinas finas. Brancas. Cá dentro os raios de sol entram nas brechas dos estores de madeira. Ouve-se ao fundo uma natureza a radiar de alegria. Um rio e as crianças ao final da tarde a brincar em repuxos que existem num jardim longínquo. Neste Verão os The Gift são mais íntimos que nunca. No palco a intimidade ganha outra forma. Um espetáculo impreterível.


MÚSICA

30 ABR · 21H30

MÁRIO MARQUES & GONÇALO PESCADA

Mário Marques & Gonçalo Pescada desfrutam da música como linguagem repleta de universos sonoros. O duo de saxofone e acordeão possibilita um ecletismo tímbrico e diversas potencialidades melódicas. A metodologia aplicada na estrutura musical permite criar espaço livre para a improvisação, revisitando um universo músical que não é jazz, não é erudito ou popular, mas um pouco de todos. Empenhados em empreender esforços para tornar efetivo o ato de fazer música em duo na sua forma e substância, celebram a dádiva da música de diferentes géneros musicais e de diferentes partes da geografia global.

O universo musical explorado percorre nomes como Astor Piazzolla, Richard Galliano, Hermeto Pascoal, V. Semionov, J.S.Bach e J.Brahms, entre outros. Em fase final de produção este duo prepara-se para editar o seu primeiro disco.

M/6 Bilhete: 10 € Promoção: Na compra de dois bilhetes oferta do terceiro Pack 4 Bilhetes: 30 € Alunos de Escolas de Música | Músicos de bandas Filármónicas: 5 €


Mais informações: coordenacao@ccc.com.pt

ALUGUER DOS ESPAÇOS CCC GRANDE AUDITÓRIO O grande auditório tem 660 lugares, distribuidos por fosso de orquestra, duas plateias, tribuna e camarotes, com um palco de 600m².

PEQUENO AUDITÓRIO O pequeno auditório tem uma bancada retráctil de 120 lugares, que se pode complementar com mais 28 cadeiras, num total de capacidade para 148 pessoas. Este espaço é ideal para distintos projectos empresariais tais como: apresentações de produtos ou serviços, colóquios ou acções de marketing interno.

FOYER Espaço amplo com uma área total de 317 m2. Caracterizando-se pela sua enorme versatilidade, pois está apto a receber conferências, jantares, espectáculos, cocktails, desfiles de moda, etc. Este espaço com apoio de bar pode ainda servi-lo como zona de recepção a um evento realizado em qualquer um dos outros espaços existentes no C.C.C.

SALA DE ENSAIOS Caracteriza-se por ser um espaço mais discreto mas moderno, estando munido de todo o equipamento audiovisual necessário para apresentações de produtos/serviços, cursos e workshops, sala de apoio aos media, etc.

SALA MULTIUSOS Um espaço multiusos, com 240 m2, vocacionado para apoio a congressos, sessões de formação e reuniões, apresentações produtos, facilmente configuradas às necessidades dos clientes através de painéis amovíveis, que quando “seladas” continuam a oferecer todo o conforto e confidencialidade às suas reuniões.. Espaço amplo divisível até 4 salas por sistema de biombos insonorizados.

SALA DE EXPOSIÇÕES É por excelência, uma montra privilegiada para obras de arte, nomeadamente a pintura e a escultura, mas estes 282 m2 também é o espaço ideal para todo o tipo de feiras empresariais, acções de formação ou de showroom.


ENTREGA DE PRÉMIOS

O World Press Cartoon está de novo na cidade das Caldas da Rainha, na sua décima quarta edição. Salão de projeção global que todos os anos seleciona e premeia os melhores cartoons publicados nos jornais e revistas de todo o mundo. As obras vencedoras do World Press Cartoon 2019 vieram do Brasil, Bulgária, Cuba, Espanha, França, México, Portugal e Turquia. O anúncio dos prémios terá lugar no grande auditório do Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, no próximo dia 4 de Maio, num espetáculo de música e humor que conta com a presença de todos os autores premiados. A animar a noite estarão os Franceses Elastic e o nosso comediante Pedro Tochas. A animação musical estará a cargo da orquestra ligeira Monte Olivett, constituída por músicos da cidade, dirigida pelo Maestro David Santos. O espetáculo será apresentado por Inês Gonçalves, da RTP. Os trabalhos premiados integram uma exposição que será inaugurada

04 MAI · 21H30

nessa mesma noite, após o espetáculo, também no Centro Cultural e de Congressos. São 279 caricaturas, cartoons editoriais e desenhos de humor que fazem a história de todo um ano, olhares de diferentes culturas, obras em que os cartoonistas retratam e criticam o andar do Mundo com a acutilância do sorriso. Estão representadas 147 publicações de 49 países. Foram selecionados por um júri internacional de cartoonistas que reuniu nas Caldas da Rainha em Fevereiro e que integrou, para além do diretor do salão, o português António Antunes, Cássio Loredano do Brasil, Manuel Peres de Portugal, Maria Picassó e Piquer de Espanha e Óscar Grillo de Inglaterra. A exposição estará aberta ao público, com entrada livre, entre os dias 4 de Maio e 28 de Julho. A cerimónia de entrega de prémios realiza-se dia 4 de Maio às 21:30 e o preço é 2€. Bilhetes limitados à lotação da sala.


EXPOSIÇÃO

04 MAI A 28 JUL

EXPOSIÇÃO Galeria CCC, Foyer e Mezanine

entrada livre


TEATRO

24 e 25 MAI · 21H30

“O RESTO JÁ DEVEM CONHECER DO CINEMA”

M/12

De Martin Crimp

a partir de Fenícias, de Eurípides É um herdeiro direto da “grega inquietação”, legado que reconhece e subverte, com insolência e maturidade, passe o paradoxo. Martin Crimp é um dos grandes dramaturgos contemporâneos. Em O Resto Já Devem Conhecer do Cinema (2013), regressa às páginas de As Fenícias, de Eurípides, projetando-as contra o pano de fundo de uma pergunta insidiosa: “Sim, como podem os mortos viver agora?” Vivem ainda Jocasta, Édipo, Antígona, Creonte, Etéocles, Polinices, os enigmas da Esfinge, o coro de raparigas fenícias, a guerra, a honra, a justiça, o caos, o sangue. Mas o agora de Crimp é o agora mesmo, a barbárie do nosso quotidiano, a Europa, “cidade” dividida, decadente e sob ameaça, como Tebas, habitada por personagens que o dramaturgo inglês olha com um sarcasmo temperado pelo humor. Os encenadores Nuno Carinhas e Fernando Mora Ramos reeditam a parceria testada em O Fim das Possibilidades, de Sarrazac (2015). Um monstro com quatro mãos e duas cabeças, capaz de afrontar e revolver as entranhas deste teatro político, dilemático, lúdico, palavroso, musical. Um teatro que muito duvida e que muito pergunta. “Onde está o mundo?” – “Que filme é esse que continuamente projetas no cinema deserto da minha cabeça?”

FICHA TÉCNICA tradução: Isabel Lopes encenação: Nuno Carinhas, Fernando Mora Ramos figurinos e cenografia: Nuno Carinhas desenho de som: João Oliveira desenho de luz: Rui Monteiro interpretação: António Parra, Ana Cunha, Carlos Borges, Fábio Costa, Fernando Mora Ramos, Isabel Lopes, Joana Carvalho, João Cardoso, Jorge Mota, Manuel Petiz, Pedro Frias, Sara Barros Leitão e Mafalda Taveira, Marta Taveira, Sofia Nero Guimarães, Maria Luís Cardoso (coro) produção: TNSJ em colaboração com: Teatro da Rainha Duração: 2h s/ intervalo

Bilhete: 10€ Bilhete para Seniores e Estudantes: 5€ Bilhete para Grupo + 6 pessoas: 4€


MÚSICA

31 MAI · 21H30

BANDA DO EXÉRCITO

“MEMÓRIAS” - SOLDADOS DE PORTUGAL Jorge Campos - Memórias | James Mobberley –

INTÉRPRETES

Words of love | Morton Gould – Sinfonia n.º 4 “West

Soprano Rita Marques

Point” | Frank Ticheli – Angels in the Architecture | Jose Suñer-Oriola – El Jardim de las Hespérides A Banda Sinfónica do Exército apresenta-se em concerto, associada às comemorações do 38º aniversário da Escola de Sargentos do Exército. O programa consiste no recital final do Tirocínio para Oficial Chefe de Banda de Música da Academia Militar - Exército Português, do Cadete aluno Renato Tomás que dirige este concerto. A primeira parte contempla como estreia absoluta do compositor português Jorge Campos, “Memórias”, composta para Banda Sinfónica e electrónica, explorando outras práticas performativas. Words of Love, do compositor James Mobberley, é uma obra que contem um poema de David Mobberley, e que é superiormente interpretado pela soprano Rita Marques, que através da sua presença, presta um enorme contributo à família militar. Para finalizar a primeira parte, Sinfonia n.º 4 “West Point” do compositor Norte-Americano Morton Gould, escrita para a celebração dos 150 anos da Academia Militar dos E.U.A. Esta obra é dedicada ao Marechal Marquês de Sá da Bandeira, patrono da Academia Militar,

Maestro Cad Al. Renato Tomás CHEFE TITULAR Maestro MAJ Alexandre Coelho

personalidade incontornável da História do séc. XIX português, enquanto homem, militar e político. Na segunda parte, Angels in the Architecture de Frank Ticheli, obra que representa o confronto entre a luz divina da paz e da harmonia que aqui simboliza a luz perpétua de todos os soldados que ao serviço da pátria, tombaram no campo de batalha, e, a escuridão e as trevas espirituais. Para encerrar o concerto, El Jardim de las Hespérides, obra de Jose Suñer-Oriola, baseada na mitologia grega e que evoca feitos heróicos dos deuses que representavam o espírito fertilizador da natureza. Este concerto evoca a memória de todos os soldados de Portugal, que desde D. Afonso Henriques, patrono do Exército e primeiro grande Soldado da Pátria, muito deram de si em perigos e guerras esforçados, e dos quais herdamos a capacidade de gritar bem alto e em liberdade: “Esta é a ditosa Pátria minha Amada”. Bilhete: ver programa próprio


TEATRO PARA A INFÂNCIA

Sopa de Jerimu é um espectáculo a solo para uma mulher e várias abóboras... então já não é a solo! Estão lá a menina, a porqueira, a chila, a bolina, a cabaça, todas diferentes e todas abóboras. Na sua cozinha, esta mulher, convive com as abóboras, ouve-lhes os segredos e mergulha em si, descobrindo coisas que não conhecia.

Criação e Interpretação: Graça Ochoa Apoio à Criação: Alberto Carvalhal, Gilberto Oliveira, Margarida Chambel, André Braga e Cláudia Figueiredo Textos e Apoio à Dramaturgia: Regina Guimarães Sonoplastia: Carlos Adolfo Desenho de Luz: Francisco Tavares Teles Cenografia: Nuno Guedes e Nuno Brandão Operação: João Abreu Produção: Ana Carvalhosa (direcção) e Cláudia Santos Agradecimentos: Norman Taylor, Tiago Porteiro e Teatro do Frio Público-alvo: maiores de 3 anos Duração: 50 min aproximadamente

02 JUN · 16H30

SOPA DE JERIMU de Graça Ochoa Satélite Circolando

M/3 Bilhete: 5€ Pack Família 1 (1 adulto + 1 criança)*: 7.50€ Pack Família 2 (2 adultos + 1 criança)*: 10€ * A aquisição deste desconto realiza-se apenas na Bilheteira CCC.


MÚSICA

08 JUN · 21H30

MIGUEL ARAÚJO CASCA DE NOZ M/6 1ª Plateia: 22,50 € 2ª Plateia: 20 € Camarotes: 15 € Tribuna: 12€

“Casca de Noz” serei eu sozinho no palco, à deriva, por entre guitarras, ukeleles, um piano e as minhas canções. As que sou eu que canto e as que fiz para serem cantadas por outros. E as que vierem a propósito na altura, dos autores que são a raíz de tudo aquilo que eu faço. “Casca de Noz” é a imagem dessa embarcação frágil, que pode colapsar e afundar a qualquer momento. Mas também é a expressão que os anglófonos usam quando querem recorrer ao poder da síntese.

“Casca de Noz” é também imagem de coisa robusta. Podem ser as músicas e essa força de poderem existir como quando nasceram, tocadas só ao piano ou à guitarra. Ando sempre à procura dessas canções. Aquelas que caem na rede de caçar borboletas que um compositor nunca recolhe. Sonho com aquelas que, de tão imensas, cabem dentro duma casca de noz.


DANÇA

ESPETÁCULO DE ENCERRAMENTO DO ANO LETIVO ESTÚDIO DE DANÇA GECELY | CALDAS DA RAINHA Bilhete geral: 5€

Pelo 11º ano consecutivo, o Estúdio de Danças Gecely, Approved Examination Centre e a sua diretora Gecely Lima RAD RTS, professora registada da Royal Academy of Dance, têm o prazer de apresentar o espetáculo de encerramento do ano letivo no CCC, Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha. Após mais um ano de muito trabalho, a maioria das crianças e jovens dos 4 aos 18 anos que vão participar neste espetáculo fizeram exames em diferentes níveis nas Caldas da Rainha para receberam o certificado de reconhecimento internacional de uma das mais prestigiadas organizações de dança, a Royal Academy of Dance ( RAD). Neste espetáculo, participam alunos de vários níveis do método da RAD, desde o Pre Primary até o Grade 8. Estes pequenos artistas, não vão deixar indiferente o público, presenteando-nos com lindas danças nas diversas modalidades como Dança Clássica, Moderna, Jazz e Carácter onde demonstram todo o seu esforço, dedicação e amor à dança.

23 JUN · 17H30


DANÇA

HOME 2.0 VORTICE DANCE COMPANY M/6 Bilhete: 10€ Bilhete Séniors e Estudantes: 5€

Inspirada na obra do Dr. Phyllis J. Johnson “At Home in Space”, HOME 2.0 aborda a íntima relação do astronauta com a terra, a natureza e os afetos. À descoberta do espaço ele encontra formas de colmatar essas ausências, no meio do universo... “Home is Where the Astronaut Is.” É uma peça que se impõe por uma linguagem corporal e uma plasticidade cénica contemporâneas, que aliadas a uma forte componente multimédia mergulham no futuro, na habitabilidade de novos planetas, nos multiuniversos. Home 2.0 é uma reflexão sobre a vida no espaço e os astronautas. FICHA TÉCNICA Direção: Cláudia Martins and Rafael Carriço Coreografia: Cláudia Martins and Rafael Carriço Cenografia / Videografia / Sonoplastia: Rafael Carriço Figurinos: Cláudia Martins Intérpretes: Cláudia Martins, Rafael Carriço Direcção Técnica: Nuno Martins Direcção de Cena: Paulo Formiga Desenho de Luz / Audiovisuais: Rafael Carriço Fotógrafo: Nuno Abreu

08 29 JUN · 21H30


CINECLUBE CCC

OU NADAS OU AFUNDAS

de Gilles Lellouche

03 ABR

QUARTA-FEIRA, 21H30 122’ M/14 Atores Mathieu Amalric Guillaume Canet Benoît Poelvoorde Jean-Hugues, Virginie Efira Leïla Bekhti Biografia do Realizador: Gilles Lellouche é um realizador, ator e argumentista francês. Começou como realizador de curtas-metragens, até encontrar Guillaume Canet, que o convidaria para o elenco de Mon Idole (2002) e Ne le Dis à Personne (2006). Em 2003, realiza Narcos, convidando de volta Canet para o papel principal. A partir de 2005, torna-se reconhecido do público pelas comédias românticas Ma Vie n’est pas une Comédie Romantique (2007) ou Les Petits Mouchoirs (2010), sendo considerado um dos atores mais requisitados do cinema francês. Em 2012 realiza Les Infidèles, um filme sobre a infidelidade masculina, vista por 7 realizadores. Em 2017, realiza Le Grand Bain, protagonizado por alguns dos mais icónicos atores franceses como: Mathieu Amalric, Guillaume Canet e Benoît Poelvoorde.

SESSÃO ÚNICA » 21H30 Bilhete Geral: 4.50€ Bilhete Estudante | Sénior: 2.50€

É nos corredores da piscina municipal que Bertrand, Marcus, Simon, Laurent, Thierry e os outros treinam sob a autoridade relativa de Delphine, antiga campeã de banhos. Juntos, sentem-se livres e úteis. Vão colocar toda a sua energia numa atividade até então associada ao género feminino: a natação sincronizada. Então, sim, é uma ideia estranha, mas esse desafio irá ajudá-los a encontrar um sentido para a vida...


CINECLUBE CCC

RAIVA

de Sérgio Tréfaut

17 ABR

QUARTA-FEIRA, 21H30 107´ M/14 Atores Isabel Ruth Leonor Silveira Hugo Bentes Kaio César Rita Cabaço Adriano Luz Lia Gama Diogo Dória Dinis Gomes Catarina Wallenstein

Alentejo, 1950. Nos campos desertos do Sul de Portugal, fustigados pelo vento e pela fome, a violência explode de repente: vários assassinatos a sangue frio têm lugar numa só noite. Porquê? Qual a origem dos crimes? Adaptação de «Seara de Vento», de Manuel da Fonseca, um clássico da literatura portuguesa do século XX, Raiva é um conto negro sobre o abuso e a revolta.

SESSÃO ÚNICA » 21H30 Bilhete Geral: 4.50€ Bilhete Estudante | Sénior: 2.50€ Biografia do Realizador: Foi assistente de realização de vários autores portugueses, entre os quais José Álvaro de Morais, Teresa Villaverde, Rita Azevedo Gomes e António Campos. Começou a realizar em 1992.

FESTIVAIS E PRÉMIOS Festival Internacional de Cinema de Moscovo, 2018 Competição internacional Prémio do júri internacional da Federação de Cineclubes da Rússia “Keen Eyes” Prémio da imprensa independente jornal Kommersant IndieLisboa Festival Internacional de Cinema, 2018 Sessão de encerramento Filmfest München, 2018 Secção “International Independence” Seville European Film Festival, 2018 New Waves Competition Periferias Festival Internacional de Cinema, 2018 Prémio Tejo Internacional – Prémio do Público


CINECLUBE CCC

O SAL DA TERRA

de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado

05 JUN

QUARTA-FEIRA, 21H30 110’ M/12 SESSÃO ÚNICA » 21H30 Bilhete Geral: 4.50€ Bilhete Estudante | Sénior: 2.50€

FESTIVAIS E PRÉMIOS Festival de Cannes Un Certain Regard Menção Especial do Júri Oscar Nomeação Melhor Documentário

Biografia do Realizador: Wim Wenders é uma das figuras mais importantes do panorama cinematográfico mundial. Realizou títulos incontornáveis da história do cinema como “Paris, Texas”, “As Asas do Desejo”, “O Estado das Coisas”. Com “Viagem a Lisboa” mostrou a cidade através de um olhar único e inesquecível, num filme cheio de humor, que conta com música dos Madredeus. O seu trabalho no cinema documental trouxe-nos ainda títulos como “Buena Vista Social Club” ou “Pina”.

Nos últimos 40 anos, o fotógrafo Sebastião Salgado viajou por todos os continentes, nas pegadas de uma humanidade sempre em mutação. Testemunhou alguns dos maiores eventos da nossa História recente; conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Embarcou recentemente numa viagem à descoberta dos territórios virgens, fauna e flora, das paisagens grandiosas num enorme projeto fotográfico que presta tributo à beleza do planeta. A vida e o trabalho de Sebastião Salgado são-nos revelados pelo filho, Juliano, que o acompanhou nas suas últimas viagens, e por Wim Wenders, também ele fotógrafo.


CINECLUBE CCC

GUERRA FRIA - COLD WAR de Pawel Pawlikowski

19 JUN

QUARTA-FEIRA, 21H30 88’ P/B M/14 Atores Joanna Kulig Tomasz Kot Borys Szyc Agata Kulesza Cédric Kahn Jeanne Balibar um filme de Paweł Pawlikowski argumento Paweł Pawlikowski, Janusz Głowacki com a colaboração de Piotr Borkowski fotografia Łukasz Żal PSC décors Katarzyna Sobańska, Marcel Sławiński montagem Jarosław Kamiński PSM som Maciej Pawłowski, Mirosław Makowski casting Magdalena Szwarcbart guarda-roupa Aleksandra Staszko cabelo e maquilhagem Waldemar Pokromski direção de produção Magdalena Malisz produtores executivos Nathanaël Karmitz, Lizzie Francke, Rohit Khattar, John Woodward, Jeremy Gawade, Daniel Battsek co-produtores Piotr Dzięcioł, Małgorzata Bela produtores Tanya Seghatchian, Ewa Puszczyńska realização e imagem Paweł Pawlikowski distribuição Midas Filmes

FESTIVAIS E PRÉMIOS Festival de Cannes Melhor Realizador

SESSÃO ÚNICA » 21H30 Bilhete Geral: 4.50€ Bilhete Estudante | Sénior: 2.50€

Cold War é uma impetuosa história de amor entre duas pessoas de diferentes origens e temperamentos, que são fatalmente incompatíveis, mas que estão destinadas a estar juntas. Tendo como pano de fundo a Guerra Fria nos anos 50 na Polónia, Berlim, Jugoslávia e Paris, o filme retrata uma história de amor impossível em tempos impossíveis.


INFORMAÇÕES ÚTEIS Rua Dr. Leonel Sotto Mayor 2500-227 Caldas da Rainha Tele. 262 094 081 /262 889 650 E-mail: coordenacao@ccc.com.pt

* O CCC disponibiliza a atribuição de 3 bilhetes duplos por sessão no Grande Auditório e 1 bilhete duplo por sessão no Pequeno Auditório a famílias carenciadas e desempregados nos espetáculos de produção própria.

www.ccc.com.pt www.facebook.com/CCCCaldas

** Para efeito do mesmo, é necessário o comprovativo dos Serviços de Ação Social da Autarquia das Caldas da Rainha.

HORÁRIOS: POSTO DE INFORMAÇÃO/BILHETEIRA De Segunda a Terça-feira 10h00 » 13h00 | 14h00 » 19h00 De Quarta a Sexta-feira 10h00 » 13h00 | 14h00 » 21h00 Sábados e Feriados 15h00 » 18h00 Dias de Cinema Abre 2 horas antes e encerra após términus do mesmo

CONDIÇÕES DE ACESSO Após o início de espectáculo não é permitida a entrada na sala (Nº5 do Art. 10º do Decreto-Lei no 23/2014 de 14 de Fevereiro), não havendo lugar ao reembolso do preço pago pelo bilhete. O bilhete deverá ser conservado até ao final do espectáculo. É expressamente proibido filmar, fotografar ou gravar, assim como fumar, consumir alimentos ou bebidas. À entrada, os espectadores devem desligar os telemóveis e outras fontes de sinal sonoro. MOBILIDADE REDUZIDA (6) Lugares Vocacionados (6) Lugares para acompanhantes

Dias de Espetáculo à noite 15h00 / até terminus do espetáculo Dias de Espetáculo à tarde 10h00 » 13h00 / abre 2 horas antes do início do espetáculo CAFÉ CONCERTO Domingo a Quinta 08h00 / 00h00 Sextas e Sábados 08h00 / 02h00

CENTRO CULTURAL E CONGRESSOS CALDAS DA RAINHA Rua Dr. Leonel Sotto Mayor 2500-227 Caldas da Rainha www.ccc.com.pt Depósito Legal: 398901/15

Profile for agenda CCC

ABR / MAI / JUN - REVISTA CCC' 19  

Agenda CCC de Abril, Maio e Junho de 2019. Mais informações em www.ccc.com.pt ou em www.facebook.com/CCCCaldas/

ABR / MAI / JUN - REVISTA CCC' 19  

Agenda CCC de Abril, Maio e Junho de 2019. Mais informações em www.ccc.com.pt ou em www.facebook.com/CCCCaldas/

Advertisement