Issuu on Google+

RELATÓRIO ANUAL 2011 COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC


02

SUMÁRIO

Palavra do Presidente Palavra do Gerente Geral Depoimentos Missão e Visão Composição do Conselho Relatório da Gestão Tecnologias Expansão do Atendimento Serviços Responsabilidade Social Patrimônio Liquído Cota Capital Financiamento e Empréstimos Depósitos Ativos Totais Sobras Associados Demostrações Contábeis Parecer dos Auditores Agências do Sicoob

EXPEDIENTE Relatório Anual 2011 Informativo interno para associados do Sicoob São Miguel Coordenação Geral Diretoria Executiva - Sicoob São Miguel Endereço Rua Marcílio Dias, 1380 - Centro São Miguel do Oeste - Santa Catarina Tel.: 49 3631 3800 Projeto Gráfico e Editoração Pólo MB Comunicação

Textos Marília Maróstica Fotos Blásio Spaniol Impressão Gráfica Tiragem 6.000 exemplares

03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 a 30 31 32 a 35


03

PALAVRA DO PRESIDENTE

Agradecemos a Deus que nos proporcionou trabalhar em conjunto com mais de 30 mil associados, funcionários, conselheiros, lideranças, parceiros, somos o resultado da ação de muitos.

O ano de 2011 foi excelente, comemoramos muitas conquistas. Obtivemos 67% a mais de resultados (lucro) que em 2010, superando R$ 15 milhões. Os empréstimos e financiamentos atingiram o valor superior a R$ 240 milhões, entre recursos próprios e BNDES, distribuídos em mais de 55 mil contratos de crédito, o que representa 223 contratos por dia de trabalho, demonstrando o nosso comprometimento com as atividades econômicas dos associados. Alcançamos mais de R$ 56 milhões em Patrimônio Líquido, fundamental para o desenvolvimento e segurança do Sicoob, com uma rentabilidade de mais de 30% no ano, sendo que deste valor mais de R$ 21 milhões são da Cota Capital dos associados, esta que é vital para a formação do Patrimônio Líquido. Os depósitos (aplicações financeiras, que é a poupança do associado) ultrapassaram R$ 186 milhões, que demonstram a confiança dos associados no Sicoob e possuem as mesmas garantias determinadas pelo Sistema Financeiro Nacional. Inauguramos uma nova agência em Bom Jesus do Sul no Paraná ampliando a nossa rede de atendimento no sudoeste do estado, investimos também em melhorias da infra estrutura nas agências para melhor atender os associados, crescemos em todos os negócios, e melhoramos as competências e controles internos. Além disso, contratamos mais funcionários e investimos na qualificação e capacitação dos mesmos, provando mais uma vez que somos uma cooperativa que acredita no trabalho conjunto para atingir nossos objetivos. 2011 foi um marco da inserção do Sicoob na comunidade, com os projetos de Responsabilidade Social, como o gibi Sicoobito e o Cooperjovem nas escolas, os projetos de preservação do meio ambiente, a construção de viveiros e cisternas e diversos eventos e palestras para mulheres, idosos, crianças e adolescentes. Para 2012 o que temos de melhor a destacar é que estamos preparados e vamos continuar proporcionando as melhores alternativas de negócios aos associados, aprimorando os serviços e mantendo viva nossa capacidade e competência. Agradecemos a Deus que nos proporcionou trabalhar em conjunto com mais de 30 mil associados, funcionários, conselheiros, lideranças, parceiros - somos o resultado da ação de muitos.

Edemar Fronchetti Presidente


04

PALAVRA DO GERENTE GERAL O Sicoob São Miguel conquistou notoriedade na gestão pela participação nas atividades econômicas e sociais na comunidade onde atua. Oferecemos financiamentos e serviços para todos os segmentos, atendendo a demanda dos associados que melhoram o desempenho econômico de seus negócios. Isso demonstra que a diretoria está ativa e trabalha de forma transparente, juntamente com todo corpo funcional, sempre com o nosso lema "gente atendendo gente". Somos uma sociedade de pessoas, onde procuramos oferecer aos associados os melhores serviços com os menores custos e obtendo resultados para o crescimento aos associados e da instituição. O nosso destaque em eficiência é fruto da transparência e da atenção que destinamos ao associado, transmitindo confiança e tranquilidade ao fazer negócios. Investimos em treinamentos para a profissionalização dos funcionários. A expectativa para 2012 é excelente. Vivemos num país de economia estável, não tenho dúvidas que será um ano de crescimento superior a 2011. Sabemos que a estiagem afetou nossa região, no entanto, é nas horas difíceis que aparecem os grandes empreendedores e as grandes soluções para o crescimento. O compromisso com os associados continua sendo referência para nossas condutas. Somos um conjunto e provemos de uma administração que manterá em 2012 em todas as suas ações de trabalho a credibilidade. Agradecemos aos associados pela confiança depositada na instituição e todas as pessoas que fazem parte da família Sicoob.

Jaimir José Balbinot Gerente Geral

Somos uma sociedade de pessoas, onde procuramos oferecer aos associados os melhores serviços com os menores custos, sempre com o nosso lema "gente atendendo gente".


05

PALAVRA DO PRESIDENTE DO SICOOB SANTA CATARINA RUI SCHNEIDER DA SILVA O Sicoob São Miguel é uma das melhores e maiores cooperativas do Sistema. Representa para o sul do Brasil um modelo de desenvolvimento, inovação e crescimento. A administração está voltada para uma gestão profissional que procura a capacitação de seus dirigentes e profissionais.

PALAVRA DO PRESIDENTE DA OCESC MARCOS ZORDAN A importância do Sicoob é fundamental, difícil de medir, mas o valor seria muito bem percebido se deixasse de existir. Tem grande importância para o associado em sua vida pessoal e nos negócios onde participa dos resultados. Não é banco e sim uma cooperativa. Sou conselheiro de uma cooperativa e sei da importância no dia a dia na vida das pessoas. O cooperativismo de Crédito tem crescido muito mais do que o mercado em geral. Isso passa a estabilizar a questão financeira.

PALAVRA DO ASSOCIADO O sócio fundador do Sicoob São Miguel, Ovidio Antonio Maldaner, que reside em Guaraciaba desde 1959, ressalta que se sente orgulhoso de ver o crescimento da cooperativa nesses 22 anos de existência. "Há 22 anos não foi tão fácil assim, houve discussão, contratempos, nem todos pensavam igual, tinham receio, medo, mas no final das contas o grupo enfrentou as dificuldades com coragem e está aí. Começou pequeno e hoje ainda existe devido à seriedade dos que dirigem e trabalham na cooperativa. De 34 para 30 mil associados, esse número é fruto do trabalho feito, conscientização com as comunidades, com as escolas, e com base nisso podemos prever que no futuro pode melhorar ainda mais. Me sinto orgulhoso por ter sido um dos fundadores, por que a coragem que o grupo teve e ver o crescimento hoje, é de se orgulhar de participar de uma organização dessas", avalia.


06

MISSÃO "Promover o desenvolvimento econômico e social, prestando serviços financeiros inovadores com excelência e ética, visando a satisfação dos cooperados e sociedade."

VISÃO "Ser reconhecida no país como uma Cooperativa de crédito sólida, com excelência no atendimento e nos serviços prestados, de forte interação com a comunidade e satisfazendo as necessidades dos cooperados e colaboradores."


COMPOSIÇÃO DOS CONSELHOS Conselho de administração: Presidente: Edemar Fronchetti Vice-Presidente: Elirio Mario Liotto Secretário: Eduardo Junior Pletsch Conselheiros: Osmar Spironello Pedro Romeu Lange Itacir Zanata Danilo Pedro Pappis

07

Conselho Fiscal Conselheiros Efetivos: Sergio Crestani Armindo Sabedot Janete Gasparin Santin Conselheiros Suplentes: Darci Gottardi Leocir Santin Vilson Edemar Gehm Gerente geral: Jaimir José Balbinot Gerente administrativa: Jussara Nunes Dalvit Gerente comercial: Marcelo Trevisan Gerente financeiro: Pedro Vlademir Schutz Assessor de comunicação: Blásio Spaniol


08

RELATÓRIO DA GESTÃO A transparência é uma das marcas da gestão do Sicoob São Miguel. Anualmente, diversas reuniões de esclarecimento, pré assembleias e assembleia geral são realizadas para prestar contas aos associados. A exemplo do último ano, as pré assembleias aconteceram nos 15 municípios de abrangência do Sicoob São Miguel. Foram realizadas mais de 200 reuniões com os associados em todos os municípios de atuação.

NOVA MARCA No ano de 2011 consolidamos a padronização de todas as agências com a nova marca.

RECURSOS HUMANOS O investimento em recursos humanos tem tornado o Sicoob São Miguel uma referência. Para isso realiza constantemente a capacitação dos funcionários que atuam em cada agência. No último ano foram contratados novos funcionários que receberam treinamento teórico e prático. Destacamos o auxílio educação disponibilizado pelo SESCOOP e treinamentos realizados pelo EDEX, SEBRAE, UNOESC e demais instituições. Cursos como Empretec, MBA em Gestão de Cooperativas de Crédito, Pós Graduações, Graduações, cursos de vendas, intercâmbios nacionais e internacionais entre tantos outros foram realizados. No final de 2011 o quadro de funcionários do Sicoob São Miguel era formado por 185 profissionais.


09

TECNOLOGIA No último ano foram feitos investimentos no sistema de comunicação das agências com a aquisição de equipamentos de última geração e instalados novos e modernos terminais de Auto Atendimento Eletrônico (ATM), destinados diretamente para o atendimento aos associados. O Sicoob investiu em um novo site (www.sicoobsmo.com.br) onde diariamente são inseridas informações, notícias e eventos e passou a fazer uso também do Facebook, disponibilizando um aplicativo (programa) para celular, onde o associado pode estar fazendo verificações de sua conta, bem como o pagamento de títulos.


NOVA ESPERANÇA DO SUDOESTE

10

ENÉIAS MARQUES

Pinhal de São Bento Santo Antônio do Sudoeste

Francisco Beltrão Manfrinópolis

Salgado Filho

Bom Jesus

Barracão

Marmeleiro

Flor da Serra do Sul

Dionísio Cerqueira

EXPANSÃO DO ATENDIMENTO

Palma Sola Guarujá do Sul

Para estar cada vez mais perto de seus associados e melhorar o atendimento, no último ano o Sicoob São Miguel inaugurou uma nova agência no município de Bom Jesus do Sul (PR). Esta é mais uma semente que a cooperativa planta, no intuito de promover o desenvolvimento regional, bem como melhorar a qualidade de vida da população. Hoje a estrutura de atendimento do Sicoob São Miguel é formada por 16 agências em 15 municípios, localizadas em Bom Jesus do Sul, São Miguel do Oeste, Guaraciaba, Paraíso, Bandeirante, São José do Cedro, Princesa, Guarujá do Sul, Dionísio Cerqueira, Flor da Serra do Sul (PR), Salgado Filho (PR), Palma Sola, Anchieta, Romelândia e Barra Bonita.

Princesa

São José do Cedro Anchieta

Sal

Santa Terezinha do Progresso

Guaraciaba

Paraíso Barra Bonita

São Miguel do Oeste

São Miguel da Bom Jesu Boa Vista do Oeste Tigrinhos

Romelândia

Maravilha Flôr do Sertão

Bandeirante

Descanso

Modelo

Iraceminha

Belmonte

Cunha Porã

Saud

Santa Helena

Cunhataí Tunápolis

Iporã d`Oeste

Riqueza São João do Oeste

Itapiranga

Mondaí

Caibí

Palmitos


11

SERVIÇOS O Sicoob possui 76 correspondentes instalados que levam os serviços e produtos da cooperativa até mesmo aos locais de difícil acesso, como em comunidades do interior. Os pontos de atendimento são conectados em tempo real com o Sicoob. Através deles o associado pode pagar contas de água, luz, telefone entre outros. Lançamos também o Financiamento Imobiliário com até 360 meses para o pagamento. Melhoramos também o Sistema de Cobrança, implantamos o Sicoob Previ, um plano de previdência privada destinado exclusivamente aos associados e funcionários, ampliamos o volume de Consórcios, a excelência nos serviços de Seguros é demonstrada pela agilidade na prestação dos serviços a exemplo do vendaval ocorrido em Anchieta e Romelândia.


12

RESPONSABILIDADE SOCIAL O Sicoob São Miguel tem forte atuação na comunidade, como prova disso a parceria com o SESCOOP nos propiciou o sucesso do gibi Sicoobito, com a distribuição de 21.000 exemplares, em 160 escolas da área de atuação e o Programa Cooperjovem, implantado em 9 escolas, em 5 municípios, com a participação de 1450 alunos. Foram desenvolvidos projetos de preservação do meio ambiente como a construção de cisternas para captação e armazenagem de água, viveiros de mudas, plantação de matas ciliares para proteção de cursos d'agua envolvendo escolas e comunidade.


25

COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE SICOOB SÃO MIGUEL SC Rua Marcílio Dias n° 1.380 - São Miguel do Oeste - SC - CNPJ: 81.607.046/0001-75 NOTAS EXPLICATIVAS SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA O PERÍODO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 NOTA 01 - DA COOPERATIVA E SEUS OBJETIVOS A COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC, instituição financeira não bancária, de direito privado, regida pela legislação do Sistema Cooperativo do Brasil, Lei 5.764/71, Lei 4.595/64 que criou o Sistema Financeiro e Resolução 3859 do Conselho Monetário Nacional. Têm por objetivo propiciar, através da mutualidade, a assistência financeira e prestação de serviços, tipicamente bancários, aos associados. NOTA 02 - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, considerando as Normas Brasileiras de Contabilidade, especificamente aquelas aplicáveis às entidades cooperativas, a Lei do cooperativismo nº 5.764/71, a Lei Complementar 130/09, normas e instruções do Banco Central do Brasil - BACEN e apresentadas conforme o Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional - COSIF. As principais práticas contábeis adotadas na elaboração dessas demonstrações contábeis estão definidas a seguir:

a) Apuração do Resultado As Receitas e Despesas são apropriadas mensalmente, pelo regime de competência, em cumprimento a normas de contabilidade e normas do BACEN. b) Operações Ativas e Passivas As operações Ativas e Passivas com encargos pós-fixados são registradas pelo valor principal, com acréscimo dos respectivos encargos pactuado inclusive atualização monetária, observada a periodicidade da capitalização contratual. Aqueles com encargo financeiro prefixado estão registrados a valor futuro, retificado por contas de rendas a apropriar ou despesas a apropriar, em contas de subgrupos internos em conformidade ao previsto no COSIF 1.1.10.6. c) Provisão Para Operações de Crédito Foi constituída com base nos parâmetros das Resoluções 2.682/99, levando-se em consideração o risco da operação, com base nos critérios de consistência, realizações e informações internas e externas. d) Ativo Imobilizado Estão demonstrados ao custo de aquisição e corrigidos monetariamente até 31/12/1995, conforme estabelece Lei 9.249/95, deduzido conforme o caso as provisões para perdas nos investimentos e depreciação/amortização para os imobilizados e diferidos. As depreciações e amortizações são calculadas pelo método linear com base em taxas determinadas pelo prazo de vida útil estimado, levando em conta as seguintes taxas anuais: * Instalações, móveis e equipamentos de uso - 10% a.a * Sistema de transporte e equipamentos de Proc. de Dados - 20% a.a * Bens imóveis sujeitos a depreciação - 4% a.a

NOTA 03 - RELAÇÕES INTERFINANCEIRAS Atendendo ao estabelecido na Circular 3.238/04 do Bacen, foi contabilizado no subgrupo Centralização Financeira - Cooperativas, do grupo relações interfinanceiras,

Tipo de Aplicação C. Financeira Cooperativas C. Financeira Conta Vinculada C. Financeira Vinc. Pre. Garantias Total

referente à disponibilidade financeira da cooperativa, proveniente do saldo mantido em conta de depósito junto a Cooperativa Central de Crédito de Santa Catarina.

Curto Prazo 6.691.282,46 65.836.487,68 10.881.476,24 83.409.246,38

Longo Prazo 00,00 00,00 36.269.466,11 36.269.466,11

em reais Total 6.691.282,46 65.836.487,68 47.150.942,35 119.678.712,49


26 NOTA 04 - OPERAÇÕES DE CRÉDITO a)Por Atividade Econômica:

Tipo de Atividade Agropecuário Comércio Industrial Pessoa Física

Serviços Total

em reais

Pessoa Física 00,00 00,00 00,00 135.224.170,35 00,00 135.224.170,35

Pessoa Jurídica

Total

420.774,99 9.849.156,59 6.003.571,50

420.774,99 9.849.156,59 6.003.571,50

00,00

135.224.170,35

44.179.108,21 60.452.611,29

44.179.108,21

195.676.781,64

b) Por Vencimento: em reais

Prazos Vencidas A Vencer até 180 dias A Vencer de 181 à 360 dias A Vencer acima 360 dias Total

Operações de Crédito 1.909.785,47 70.987.656,62 58.303.610,57 64.475.728,98 195.676.781,64

c) Oscilação do Prejuízo: em reais

Tipo Levados à Prejuízos no Ano Recuperados de Prejuízos Saldo do Ano

Valor 1.520.938,38 (310.573,69) 1.210.364,69

NOTA 05 - PROVISÕES PARA OPERAÇÕES DE CRÉDITO De conformidade com as Resoluções nº 2.682/99 e 2.697/00, está sendo procedida a Provisão para operações de Créditos, observado os aspectos definidos Nível de Provisão A B C D E F G H TOTAL

Operações Normais 173.906.577,59 10.600.319,74 7.571.305,42 224.374,33 783.174,05 159.389,62 374.065,01 147.790,41 193.766.996,17

Atraso até 14 Dias 907.820,95 186.868,80 125.232,01 4.028,58 638,11 195,29 00,00 1.488,36 1.226.272,10

para dimensionamento do volume necessário de provisão. Na forma que estabelece o citado instrumento, a seguir demonstramos o volume de recursos, conforme nível de risco. em reais

Atraso Igual ou Superior a 15 Dias 15.000,13 110.872,74 198.256,30 23.841,97 151.879,42 35.589,97 77.216,04 70.856,80 683.513,37

Total das Operações

Valor Provisão

174.829.398,67 (874.139,45) 10.898.061,28 (108.980,61) 7.894.793,73 (236.843,81) 252.244,88 (25.224,49) 935.691,58 (280.707,47) 195.174,88 (97.587,44) 451.281,05 (315.896,74) 220.135,57 (220.135,57) 195.676.781,64 (2.159.515,59)


27 NOTA 06 - OUTROS CRÉDITOS

em reais

Descrição Curto Prazo Rendas a Receber · Serviços Prestados a Receber 7.743,97 Outras Rendas a Receber 155.992,33 Diversos · Adiantamentos e Antecipações 120.342,82 · Adiantamentos de Nossa Conta 44.959,52 · Pagamentos a Ressarcir 129.238,12 · Devedores Compra de Valores e Bens 420.224,22 · Devedores Por Depósitos em Garantia 00,00 · Títulos e Créditos a Receber 61.302,05 · Devedores Diversos - País 200.600,18 · (-) Provisão Para Outros Créditos (322.810,05) TOTAL 817.593,16

Longo Prazo 00,00 00,00

7.743,97 155.992,33

00,00 00,00 00,00 575.716,16 274.940,54 00,00 00,00 00,00 850.656,70

120.342,82 44.959,52 129.238,12 995.940,38 274.940,54 61.302,05 200.600,18 (322.810,05) 1.668.249,86

NOTA 07 - OUTROS VALORES E BENS

em reais

Discriminação

Valor

Outros Valores e Bens · Imóveis · Bens em Regime Especial · Almoxarifado · (-) Provisão Pra Desvalorização Total

1.115.851,76 180.000,00 49.358,09 (180.000,00) 1.165.209,85

NOTA 08 - INVESTIMENTOS

em reais

Investida Sicoob Central – SC Bancoob Outras Total

TOTAL

Tipo Cotas Partes Ações PN

Quantidade 2.663.458 121.901

Valor Atual % No Capital da Investido Investida 7.990.376,00 08,7581% 157.041,11 00,0724% 5.225,00 8.152.642,11

NOTA 09 - IMOBILIZADO EM CURSO em reais

Discriminação Imóveis Total

Valor Acumulado 43.392,10 43.392,10

Depreciação Acumulada 00,00 00,00

Residual 43.392,10 43.392,10


28

em reais

NOTA 10 - IMOBILIZADO DE USO

Valor Acumulado 197.014,35 1.910.792,58 391.809,91 976.390,68 290.502,87 248.800,00 4.015.310,39

Discriminação Terrenos Móveis e Equipamentos Sistema de Comunicação Processamento de Dados Sistema de Segurança Sistema de Transportes TOTAL

Depreciação Acumulada 00,00 (535.735,75 (75.577,17 (577.169,84 (80.060,94 (88.827,96 (1.357.371,66)

Residual 197.014,35 1.375.056,83 316.232,74 399.220,84 210.441,93 159.972,04 2.657.938,73 em reais

NOTA 11 - Diferido

Valor Acumulado 179.836,54 215.625,96 780,00 396.242,50

Discriminação Benfeitorias Programas de Computador Instalações e Adaptações TOTAL

Depreciação Acumulada (141.380,57) (110.659,24) (279,50) (252.319,31)

Residual 38.455,97 104.966,72 500,50 143.923,19

NOTA 12 - OBRIGAÇÕES POR EMPRÉSTIMOS E REPASSES Compostas, substancialmente, por recursos captados em outras Instituições Financeiras, repassando aos associados, sujeitos á correção de encargos como segue: a) Empréstimos e repasse: em reais

Instituições Sicoob Central Bancoob S/A Banco do Brasil B. Bradesco Banco Itaú HSBC B. Brasil Banco Safra S/A

Total

Finalidade Vencimento F. F. F. F. F. F. F.

Repasse Repasse Repasse Repasse Repasse Repasse Repasse

Diversos Diversos Diversos Diversos Diversos Diversos Diversos

Valor Curto Prazo Longo Prazo 3.254.499,90 00,00 19.970.112,15 20.115.131,53 861,58 59.023,23 5.163.330,68 00,00 812.899,26 1.714.178,85 20.263.465,49 5.818.622,24 300.171,83 00,00 49.765.340,89 27.706.955,85

As obrigações são atualizadas com variações de juros entre 00,08% a.m mais TR até 12,5% a.a.

Total 3.254.499,90 40.085.243,68 59.884,81 5.163.330,68 2.527.078,11 26.082.087,73 300.171,83 77.472.296,74


29 NOTA 13 - OUTRAS OBRIGAÇÕES

em reais

Descrição Curto Prazo Cobrança e Arre. de Tributos e Assemelha 40.362,48 Sociais e Estatutárias 1.203.511,27 Negociação e Intermediação de Valores 35.759,17 Fiscais e Previdenciárias 344.838,68 Diversas · Cheques Administrativos 3.150.688,93 · Obrigação Por Aquisição de Bens 3.211,09 · Despesas de Pessoal 1.071.610,58 · Outras Despesas Administrativas 1.700.167,97 · Outros Pagamentos 64.774,69 · Provisão Para Passivos Contingentes 00,00 · Credores Diversos – País 232.089,06 TOTAL 7.847.013,92

NOTA 14 - PATRIMÔNIO LÍQUIDO a) Capital Social O Capital Social está representado pela participação de 30.961 (Trinta mil, novecentos e sessenta e um) associados, atingindo o montante de R$ 21.593.890,34 (Vinte e um milhões, quinhentos e noventa e três mil, oitocentos e noventa reais e trinta e quatro centavos). b) Das Reservas b.1) Fundo de Estabilidade Financeira - F.E.F. Constituído de acordo com o previsto em regulamento próprio, o fundo de estabilidade financeira, tem como objetivo suprir eventuais

Longo Prazo 00,00 00,00 00,00

TOTAL 40.362,48 1.203.511,27 35.759,17 344.838,68

00,00 00,00 00,00 00,00 00,00 241.895,41 00,00 241.895,41

3.150.688,93 3.211,09 1.071.610,58 1.700.167,97 64.774,69 241.895,41 232.089,06 8.088.909,33

obrigações financeiras no caso de perda de receitas. Está contabilizado no subgrupo "Outras" do grupo "Reservas de Capital", o valor de R$ 18.477.179,62 (dezoito milhões quatrocentos e setenta e sete mil cento e setenta e nove reais e sessenta e dois centavos). b.2) Fundo de Reserva Legal Constituído de acordo com o previsto na Lei 5.764/71 e no Estatuto Social. Está contabilizado no subgrupo "Reserva Legal" do grupo "Reserva de Lucros", o valor de R$ 10.567.913,76 (dez milhões quinhentos e sessenta e sete mil novecentos e treze reais e setenta e seis centavos).

c) Do Resultado do Exercício Descrição Resultado Depois da Tributação Sobre Lucro Resultado com Associados Resultado com Não Associados Outros Resultados Destinações Estatutárias (-) Fates Resultado com Não Associados (-) Fates 05% ( ) Reserva Legal 20% (-) FEF 25% Resultado Líquido do Período

em reais

Valor 15.045.700,22 14.893.354,60 152.345,62 00,00 (9.088.358,38) (152.345,62) (744.667,73) (2.978.670,92) (5.212.674,11) 5.957.341,84


30

NOTA 15 - DA TRIBUTAÇÃO DOS RESULTADOS a) Com Atos Cooperativos Sendo nosso objetivo social regulamentado pela Lei 5.764/71, e possuirmos operações, ativas e passivas somente com associados, procedemos aos cálculos de tributação de Imposto e Contribuição, conforme prevê o artigo 182 do Decreto 3.000/99 - Regulamento do Imposto de Renda - RIR e artigo 30 da Lei 11.051/04 - PIS e COFINS. b) Com Atos Não Cooperativos As receitas apuradas com prestação de serviços a não associados, prevista no artigo 86 da Lei 5.764/71, estão sendo tributadas conforme determina o artigo 183 do Decreto 3.000/99 e Lei 8.212/91. NOTA 16 - PASSIVOS CONTINGÊNTES As contingências com o PIS existentes até dezembro/2004 acham-se cobertas por depósitos judiciais específicos, no valor de R$ 241.895,41 (duzentos e quarenta e um mil oitocentos e noventa e cinco reais e quarenta e um centavos), julgados suficientes à cobertura de eventuais desembolsos. NOTA 17 - RESUMO DA DESCRIÇÃO DA ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DO SISTEMA DE COOPERATIVAS DE CRÉDITO DO BRASIL - SICOOB a) Risco Operacional O gerenciamento do risco operacional da COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC, objetiva garantir a aderência às normas vigentes e minimizar o risco operacional, por meio da adoção de boas práticas de gestão de riscos, na forma instruída na Resolução CMN 3.380/2006. Conforme preceitua o artigo 11 da Resolução CMN 3.721/2009, a COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC aderiu à estrutura única de gestão do risco operacional do Sicoob, centralizada na Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob Ltda. (Sicoob Confederação), a qual encontra-se evidenciada em relatório disponível no sítio www.sicoob.com.br. O processo de gerenciamento do risco operacional está estruturado com base no preenchimento de Listas de Verificação de Conformidade (LVC), baseadas na metodologia Controll Self Assessment (CSA), processo por meio do qual, sob a responsabilidade da Diretoria Executiva e a coordenação do Agente de Controle Interno e Risco, são identificadas situações de risco que são avaliadas quanto ao impacto e à probabilidade de ocorrência, de forma padronizada. Para as situações de risco identificadas são estabelecidos planos de ação, com a aprovação da Diretoria Executiva, que são registrados em sistema próprio para acompanhamento, pelo Agente de Controle e Risco. Da mesma forma, perdas operacionais ocorridas têm as causas e as ações de mitigação identificadas, sendo as informações devidamente registradas em sistema informatizado, para acompanhamento pelo Agente de Controle e Risco. Não obstante a centralização do gerenciamento do risco operacional, a COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE SICOOB SÃO MIGUEL SC possui estrutura compatível com a natureza das operações, a complexidade dos produtos e serviços oferecidos e é proporcional à dimensão da exposição ao risco operacional.

b) Risco de Mercado O gerenciamento do risco de mercado da COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC, objetiva garantir a aderência às normas vigentes e minimizar o risco de mercado, por meio das boas práticas de gestão de riscos, na forma instruída na Resolução CMN 3.464/2007. Conforme preceitua o artigo 11 da Resolução CMN 3.721/2009, a COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC aderiu à estrutura única de gestão do risco de mercado do Sicoob, centralizada no Banco Cooperativo do Brasil S.A. (Bancoob), a qual encontra-se evidenciada em relatório disponível no sítio www.sicoob.com.br. No gerenciamento do risco de mercado são adotados procedimentos padronizados de identificação de fatores de risco, de classificação da carteira em trading e banking, de mensuração do risco de mercado (Value at Risk - VaR), de estabelecimento de limites de risco, de testes de estresse e de aderência do modelo de mensuração de risco (backtesting do VaR). Para as situações de risco identificadas são estabelecidos planos de ação, com a aprovação da Diretoria Executiva, que são registrados em sistema próprio para acompanhamento, por parte do Agente de Controle e Risco. Não obstante a centralização do gerenciamento do risco de mercado, a COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC possui estrutura compatível com a natureza das operações, a complexidade dos produtos e serviços oferecidos e é proporcional à dimensão da exposição ao risco de mercado da entidade. c) Risco de Crédito O gerenciamento de risco de crédito da COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC, objetiva garantir a aderência às normas vigentes, maximizar o uso do capital e minimizar os riscos envolvidos nos negócios de crédito por meio das boas práticas de gestão de riscos. Conforme preceitua o artigo 10 da Resolução CMN 3.721/2009, a COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC aderiu à estrutura única de gestão do risco de crédito do Sicoob, centralizada no Banco Cooperativo do Brasil S.A. (Bancoob), a qual encontra-se evidenciada em relatório disponível no sítio www.sicoob.com.br. Compete aos responsáveis pela estrutura centralizada de riscos a padronização de processos, de metodologias de análises de risco de clientes e de operações, de criação e de manutenção de política única de risco de crédito para o Sicoob, além do monitoramento das carteiras de crédito das cooperativas. Não obstante a centralização do gerenciamento de risco de crédito, a COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC possui estrutura compatível com a natureza das operações, com a complexidade dos produtos e serviços oferecidos e é proporcional à dimensão da exposição ao risco de crédito da entidade.

Edemar Fronchetti Presidente 296.046.489-34

Fabiane Perassoli Contadora CRC:023.708/5


31 PARECER DO CONSELHO FISCAL RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Aos Diretores, conselheiros e associados da Cooperativa de crédito livre Admissão de Associados São Miguel do Oeste- SICOOB SÃO MIGUEL SC São Miguel do Oeste- SC Examinamos as demonstrações contábeis da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Associados São Miguel do Oeste- SICOOB SÃO MIGUEL SC, que compreendem o balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2011 e as respectivas demonstrações do resultado, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, assim como o resumo das principais práticas contábeis e demais notas explicativas.

Nós, abaixo assinados, efetivos do Conselho Fiscal da COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC, cumprindo o desempenho de nossas funções como conselheiros, emitimos o seguinte: PARECER Após analisarmos os elementos do Balanço Geral, encerrado em 31 de dezembro de 2011, com o exame dos demonstrativos de Sobras e Perdas e demais documentos componentes do Balanço Geral, achando tudo em ordem e de conformidade com a legislação vigente, somos de parecer favorável e recomendamos a sua aprovação pela Assembleia Geral.

Responsabilidade da administração sobre as demonstrações contábeis A administração do SICOOB SÃO MIGUEL SC é responsável pela elaboração e adequada apresentação dessas demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e pelos controles internos que ela determinou como necessários para permitir a elaboração de demonstrações contábeis livres de distorção relevante. Responsabilidade dos auditores independentes Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis com base em nossa auditoria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências éticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis estão livres de distorção relevante. Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgações apresentados nas demonstrações contábeis. Os procedimentos selecionados dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos de distorção relevante nas demonstrações contábeis. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada apresentação das demonstrações contábeis do SICOOB SÃO MIGUEL SC, para planejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunstâncias, mas não para fins de expressar uma opinião sobre a eficácia desses controles internos do SICOOB SÃO MIGUEL SC. Uma auditoria inclui, também, a avaliação da adequação das práticas contábeis utilizadas e a razoabilidade das estimativas contábeis feitas pela administração, bem como a avaliação da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Acreditamos que a evidência de auditoria obtida é suficiente e apropriada para fundamentar nossa opinião. Opinião Em nossa opinião, as demonstrações contábeis acima referidas apresentam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira do SICOOB SÃO MIGUEL SC, em 31 de dezembro de 2011, o desempenho de suas operações e os seus fluxos de caixa para o exercício findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil aplicáveis ás instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

São José (SC), 16 de Janeiro de 2012.

São Miguel do Oeste, SC 19 de janeiro de 2012.


32

RELAÇÃO DAS AGÊNCIAS DO SICOOB SÃO MIGUEL DO OESTE - SC - SEDE Fone: (049) 3631-3800 E-mail: sicoobsmo@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua Marcílio Dias 1380, Centro Cep: 89900-000

São Miguel do MOeste . Associados: 7.652 . Habitantes: 36.306 . %: 21,08 SÃO MIGUEL DO OESTE - SC - JARDIM PEPERI Fone: (049) 3621-3983 E-mail: gerencia15@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua Waldemar Rangrab, 1558, Bairro Jardim Peperi Cep: 89900-000

GUARUJÁ DO SUL - SC Fone: (049) 3642-0397 E-mail: gerencia08@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua São Paulo, 434, Centro Cep: 89940-000

Agência: Guarujá do Sul . Associados: 2.260 . Habitantes: 4.908 . %: 46,05

BOM JESUS DO SUL - PR Fone: (046) 3548 1277 E-mail: gerencia16@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Ipiranga, nº 400, Centro Cep: 85708-000 Agência: Bom Jesus . Associados: 462 . Habitantes: 3.796 . %: 12,17


33

GUARACIABA - SC Fone: (049) 3645-0209 E-mail: gerencia06@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua Sete de Setembro, 359, Centro Cep: 89920-000

Agência: Guaraciaba . Associados: 2.835 . Habitantes: 10.498 . %: 27,01 PARAÍSO - SC Fone: (049) 3627-0057 E-mail: gerencia05@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua Professor João Lindermayer, 623, Centro Cep: 89906-000 Agência: Paraíso . Associados: 1.984 . Habitantes: 4.080 . %: 48,63

PALMA SOLA - SC Fone: (049) 3652-0668 E-mail: gerencia04@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Crestani, 816, Centro Cep: 89985-000

Agência: Palma Sola . Associados: 1.656 . Habitantes: 7.765 . %: 21,33

BARRA BONITA - SC Fone: (049) 3649-0129 E-mail: gerencia11@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Buenos Aires, s/nº, Centro Cep: 89909-000 Agência: Barra Bonita . Associados: 926 . Habitantes: 1.878 . %: 49,31


34

ROMELÂNDIA - SC Fone: (049) 3624-0230 E-mail: gerencia03@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua 12 de Outubro, 629, Centro Cep: 89908-000

Agência: Romelândia . Associados: 1.814 . Habitantes: 5.551 . %: 32,68 DIONÍSIO CERQUEIRA - SC Fone: (049) 3644-4228 E-Mail: gerencia09@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Santa Catarina, 238, Centro Cep: 89950-000 Agência: Dionísio Cerqueira . Associados: 1.159 . Habitantes: 14.811 . %: 7,83

FLOR DA SERRA DO SUL - PR Fone: (046) 3565-1307 E-mail: gerencia13@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Francisco Perondi, 213, Centro Cep: 85618-000

Agência: Flor da Serra . Associados: 1.598 . Habitantes: 4.726 . %: 33,81

SÃO JOSÉ DO CEDRO - SC Fone: (049) 3643-0637 E-mail: gerencia07@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Rio Grande Do Sul, 231 sala 4, Centro Cep: 89930-000 Agência: São José do Cedro . Associados: 3.081 . Habitantes: 13.684 . %: 22,52


35

PRINCESA - SC Fone: (049) 3641-0036 E-mail: gerencia12@sicoobsmo.com.br Endereço: Rua Rio Grande do Sul, 590, Centro Cep: 89935-000

Agência: Princesa . Associados: 1.384 . Habitantes: 2.758 . %: 50,18

ANCHIETA - SC Fone: (049) 3653-0305 E-mail: gerencia02@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Anchieta 143, Centro Cep: 89970-000

Agência: Anchieta . Associados: 1.769 . Habitantes: 6.380 . %: 27,73

SALGADO FILHO - PR Fone: (046) 3564-1184 E-mail: gerencia14@sicoobsmo.com.br Endereço: Av. Presidente Dutra, 241, Centro Cep: 85620-000

Agência: Salgado Filho . Associados: 1.119 . Habitantes: 4.403 . %: 25,41

BANDEIRANTE - SC Fone: (049) 3626-0063 E-mail: gerencia10@sicoobsmo.com.br Endereço: Avenida Santo Antonio s/n, Centro Cep: 89905-000 Agência: Bandeirante . Associados: 1.262 . Habitantes: 2.906 . %: 43,43


www.sicoobsmo.com.br

RELATÓRIO ANUAL 2011 COOPERATIVA DE CRÉDITO DE LIVRE ADMISSÃO DE ASSOCIADOS SÃO MIGUEL DO OESTE - SICOOB SÃO MIGUEL SC


teste