Issuu on Google+

DESDE

1996

AS MARCAS MAIS LEMBRADAS PELOS LONDRINENSES

ALIMENTAÇÃO BEBIDAS SAÚDE EDUCAÇÃO SERVIÇOS VAREJO AUTOMÓVEIS TELEFONIA COMUNICAÇÃO IMÓVEIS TURISMO TOPS ESPECIAIS

Apoio

Pesquisa

Realização

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 1

20/11/12 09:41


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 2

20/11/12 09:41


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 3

20/11/12 09:41


5

editorial

OLHAR PARA O FUTURO

C

ada marca tem a sua individualidade, construída com a sua história, suas estratégias, sua forma de comunicação. Posicionar uma marca passa pela gestão de branding, ou seja, pela gestão humana que traz coerência entre discurso e prática. Apropriarse de conceitos mal adaptados à percepção da marca pelo consumidor é o mesmo que vestir uma roupa que não serve. A sustentabilidade ambiental, por exemplo, precisa fazer parte da alma do negócio da empresa e não ser apenas um discurso de marketing. O consumidor precisa enxergar uma conexão verdadeira entre o negócio da empresa e as suas práticas sustentáveis. Todas as empresas geram impactos ambientais e deixam passivos. As organizações precisam encontrar o seu caminho para se tornarem realmente sustentáveis. Marcas não podem ser somente vendedoras simplesmente porque não vão construir valor unicamente com boas estratégias de marketing. O consumidor conta hoje com uma multiplicidade de canais e está na posição de produtor de conteúdo. Se não houver coerência entre discurso e prática, a imagem da marca fica comprometida. O consumidor no Brasil está adquirindo consciência para enxergar valores nos produtos que consome. Marcas que praticam propósitos conseguem se diferenciar na relação com o mercado consumidor, ganham percepção e notoriedade na memória das pessoas. Está nas mãos das marcas reorientarem estrategicamente a relação com o consumo consciente. Muito além de vendedoras, precisam estar dispostas a construir ambientes que contribuam com vidas melhores e com um mundo verdadeiramente sustentável. Cláudia Romariz jornalista | diretora da crcom comunicação empresarial

Localize-se por aqui

4

Metodologia 6 Estratificação 7 Como é feita a pesquisa 8 Passo-a-passo 8 Perfil dos Entrevistados

SUSTENTABILIDADE 10 Líderes Sustentáveis

Tudo sobre o Top 2012 12 14 16 18 20 28

Top Meio Ambiente Tops Especiais Top do Top Top Performance Desafio das Marcas Top Posicionamento Top Personalidades Top Conectadas

As Marcas do Ano 30 36 40 44 48 52 56 60 66 68 70

          

Alimentação Automóveis Bebidas Comunicação Educação Imóveis Saúde Serviços Telefonia Turismo Varejo

pesquisa acumulada 77 Acumulados desde 2010

expediente Top de Marcas Londrina 2012 é uma publicação da CRCOM Editora Ltda Av. Rio de Janeiro, 1500, sala 14, Londrina - PR CEP: 86010-150 Telefone: (43) 3322-3388 crcom@crcom.com.br | www.crcom.com.br Jornalista Responsável: Cláudia Romariz – DRT 2457 Textos: Maria Luisa Hoffmann, Rogério Fischer e Fábio Cavazotti Edição: Rogério Fischer Projeto gráfico e diagramação: Brand & Brand Comunicação Estratégica de Marcas, Curitiba, PR Fotografia: Gabriel Teixeira Impressão: Plural Gráfica e Editora - São Paulo Tiragem: 30 mil exemplares Distribuição: encarte no jornal Folha de Londrina para Londrina e 60 municípios do Norte do Paraná

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 4

20/11/12 09:41


ORGULHO DE SER LONDRINENSE!

RPC TV, há 17 anos a emissora mais lembrada da cidade.

Av. Tiradentes, 1370 – Jd. Shangri-lá – (43) 3377-3400 www.rpctv.com.br

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 5

20/11/12 09:41


6

7

metodologia

estratificação garante qualidade da pesquisa PRosPECção Dos EnTREVIsTaDos PoR sEXo E IDaDE E DIVIsão DE lonDRIna EM MICRoRREGIÕEs REFlETEM os DIFEREnTEs PERFIs Da CIDaDE

A

confiabilidade da pesquisa Top de Marcas, promovida há 17 anos em Londrina pela CRCOM, é garantida não somente pelo compartilhamento dos resultados por parte de empresas, profissionais de marketing e o público em geral. Além da tradição, conta muito o aperfeiçoamento que a pesquisa experimentou ao longo dos anos, a ponto de conseguir captar tendências microrregionais – ou seja, fazer uma radiografia das várias percepções que os londrinenses têm em relação às marcas dentro de uma mesma área geográfica. “A qualidade da amostragem vem da estratificação por região, sexo e idade dos entrevistados. Com isso, a pesquisa reflete os diferentes perfis da cidade”, afirma Renato da Rocha Neto, da Litz Estratégia e Marketing, empresa responsável pelo levantamento e análise de dados. “A distribuição da amostra em 15 microrregiões tem o objetivo de identificar comportamentos específicos de lembrança e de consumo em cada área”, ele enfatiza. A metodologia utilizada pela Litz divide as cinco regiões da cidade (centro, norte, sul, leste e oeste) em outras três cada uma. O resultado da pesquisa, coletado em 1.064 entrevistas, reflete, portanto, características específicas de regiões formadas por bairros distintos como João Turquino e Gleba Palhano (ambos na zona oeste), Parque Guanabara e Conjunto União da Vitória (zona sul) ou os jardins Aeroporto e Marabá (leste). Esse sistema, conhecido como geografia de mercado, tem como principal objetivo, segundo Mário Pacagnan, também sócioproprietário da Litz, buscar de forma real e isenta a percepção do consumidor e a lembrança das marcas. “É um trabalho mais refinado e que resulta em mais detalhes”, avalia Pacagnan.

eMpaTes evideNciaM ForTe coMpeTiTividade Detalhe relevante da pesquisa 2012 foi a pequena diferença de percentual entre duas ou três empresas de alguns segmentos, o que configura empate técnico. Foi o que ocorreu em “Salão de Cabeleireiro”, no qual Lincoln Tramontini obteve 3,9% das citações, Fábio Farias obteve 3,6% e Studio One, 3,1%. “Vê-se aí que há uma pulverização de competidores”, diz Renato Rocha Neto, da Litz Estratégia e Marketing. “Há um grande número de empresas sendo lembradas, o que leva a indicadores baixos”, explica. Há outros casos de empate técnico – como em “Revenda de Telefone Celular” (TIM com 16,7% x Móveis Brasília com 16,6%) e “Churrascaria” (Chimarrão com 15,1% x Vento Sul com 14,1%) – que, segundo Rocha Neto, “também refletem competitividade acirrada no segmento, entretanto entre poucos e fortes competidores”. E há, ainda, casos como de “Concessionária de Veículos Importados”, que apontou Europort com 5,0%, Opera Peugeot com 4,7% e Honda Caiuás com 4,6%. “São segmentos com baixo índice de lembrança porque não fazem parte do dia a dia de toda a população”, ressalta o pesquisador.

há EMPrESaS qUE ESTÃo forTEMEnTE PoSiCionadaS, E Tirá-laS da lidEranÇa rEqUEr doS ConCorrEnTES UM ESforÇo dE MarKETing ConSidEráVEl. renaTO rOcHa neTO

LideraNÇa garaNTida Outra característica marcante – desta e também de pesquisas anteriores – é o alto índice de empresas que mantiveram a liderança em seus respectivos segmentos. Na opinião de Renato Rocha Neto, da Litz, é a prova da dificuldade em se posicionar uma marca em curto prazo. “A marca não vai aparecer de um dia para o outro, principalmente quando se fala em uma pesquisa que engloba toda a cidade”, ele destaca. “Há empresas que estão fortemente posicionadas, e tirá-las da liderança requer dos concorrentes um esforço de marketing considerável, além de investimentos em variáveis como redefinição do produto, preço, distribuição e comunicação.” ●

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 6

20/11/12 09:41


CoMo É FEITa a PEsQuIsa ToP oF MInD

Warta

Heimtal

Jardim São Jorge

Jd. Leonor

TE S

Jd. Shangri-La PUC AV. TIRADENTES

NORTE 3

AV. BRASÍLIA

CENTRO 1 AV. DOM

MA

S

LS O I RC GA A

Jd. Tókio

AL

CE

HO

DO

CI

AV. MARINGÁ

A

RT

GER

I OV

RT U

D

Jd. Hedi

Cj. Lindóia

AV. BRASÍLIA

Jd. Bandeirantes A AV.

ROD. CARLOS JOÃO STRASS

O

F ERN AN D ES

CENTRO 2

Linha Férrea

EST. DOS PIONEIROS

Conj. Antares

LESTE 2

Shopping Catuaí

OESTE 1

RO D

SUL 1

OV IA

CE

LS

S IA

X CA

RO

CH

UE

DE

H AV.

OG AR CIA

P RY AR

UQ

Lago Igapó

AV. MADRE LEÔNIA MILITO

H.U.

Aeroporto

LESTE 3

AV. INGLATERRA

OESTE 2

CENTRO 3 .D AV

AV. HIGIENÓPOILIS

Palhano UEL

Universidade Tecnológica Federal

Jd. Marabá

AV. JUSCELINO KUBITSCHECK

Jd. João Turquino

Ibiporã

LESTE 1

IAS

EN

E MANSAN

UE DE CAX

Parque Ney Braga

IRA D

AV. HENRIQU

AV. DUQ

AV .T

Cj. Milton Gavetti

MBR O

NORTE 2

OESTE 3 Cambé

Autódromo

DEZE

Linha Férrea

Linha Férrea

Z DE

Bela Vista

Lago Norte

AV. WINSTON CHURCHIL

Jd. Imagawa

Pool de Combustíveis

D RO

ET

Parque Arthur Thomas

CID

SUL 2

Jd. Piza

IAPAR

Pq. Ouro Lagoa Branco Dourada D RO I OV CE O I RC GA A CI D

SUL 3

Conj. São Lourenço

LS

Conj. Cafezal

CENTRO DE EVENTOS

A

Para saber do cidadão londrinense quais são as marcas mais lembradas, o Top de Marcas 2012 realizou 1.064 entrevistas no mês de agosto. A estratificação é baseada em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o que garante extrema confiabilidade ao levantamento. Do total de entrevistados, 53,1% são mulheres e 46,9% são homens. A faixa etária mais representativa vai dos 25 aos 34 anos, que ficou com 21,1% do total de entrevistas. Em relação à renda familiar, a faixa que vai de R$ 1.866,01 a R$ 3.110,00 liderou o levantamento, com 22,8% das entrevistas. Estes percentuais representam a composição da população londrinense segundo estes quesitos. O levantamento é feito em locais de grande concentração de pessoas e com a apresentação da seguinte pergunta: “Qual é a marca que lhe vem à cabeça quando se fala em...”, seguida dos segmentos. Como se trata de uma lembrança espontânea, não há qualquer tipo de indução às respostas. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, ou seja, ela apresentará resultados padronizados em 95 de cada 100 levantamentos. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.

Cj. João Paz

NORTE 1

AV. DE

Cj. Maria Celina

AV. SAUL ELKIND ROD. ANGELINA RICCI VEZOZZO

AV. FRANCISCO GABRIEL ARRUDA

Cj. Vivi Xavier

AV. RIO BRANCO

A televisão é também a mais lembrada pelos londrinenses, segundo a pesquisa Top de Marcas 2012. À pergunta “Quais mídias chamam mais sua atenção?”, 68,5% dos 1.064 entrevistados responderam TV. Em segundo lugar vem a Internet com 34,7%, seguida de Rádio (22,7%), Jornal (13,3%), Panfleto (8,9%), Outdoor (6,0%) e Revista (3,75) – esse ano foi aberta a possibilidade para as pessoas

(7,0%), Alvorada AM (5,8%), Tribuna FM (4,1%), Massa FM (2,7%), CBN (2,3%), Brasil Sul AM (1,8%), Globo AM (1,4%), Difusora AM (1,2%) e Universidade FM (1,0%). A Folha de Londrina é o jornal mais lido, com preferência de 53,5% dos londrinenses, seguida pelo Jornal de Londrina (15,6%). A Folha Norte – que não existe mais – foi citada por 1,6%, seguida por Folha de S. Paulo (0,9%), Viver Londrina (0,6%), O Diário do Norte do Paraná (0,4%), O Estado de S. Paulo (0,3%) e Gazeta do Povo (0,3%). ●

darem mais de uma resposta. Também foram lembrados Telefone (0,8%), Maladireta (0,6%), Busdoor (0,4%) e Indoor (0,2%). Das emissoras de televisão, a mais acessada pelos londrinenses é a RPCTV (Globo), com 59,3% das preferências. A RIC (Record) atingiu 11,7%, a Rede Massa (SBT) obteve 9,9% e a Tarobá (Band), 8,1%. Entre as rádios, a mais acessada é a Paiquerê FM, com índice de 20,9%, seguida pela Jovem Pan FM (13,7%), Igapó FM (12,0%) e Paiquerê AM (7,9%). Também foram lembradas as emissoras Folha FM

AV. JUSCELINO KUBITSCHECK

Tv é A mÍdiA mAiS ACeSSAdA

União da Vitória

Maravilha

São Luiz Tamarana

DI ST RI BUI Ç Ã O DO S EN T REV I ST A DO S

NORTE

1 2 3

SUL

10,5% 6,6% 4,7% 6,9% 4,4% 6,4%

CENTRO

LESTE

OESTE

7,2% 6,7% 6,8%

6,8% 6,6% 6,8%

6,7% 6,6% 6,5%

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 7

20/11/12 09:41


9

metodologia

PASSO-A-PASSO pLaNeJaMeNTo geraL > O primeiro passo é definir o tamanho da amostra, categorias e segmentos de mercado. E, na sequência, a estratificação das regiões pesquisadas e as cotas que caberão a cada pesquisador em termos de sexo, faixa etária, escolaridade, renda familiar e região de moradia, baseado sempre nos dados do IBGE para a população de Londrina. A pesquisa é espontânea e não há apresentação de listagem de marcas. O pesquisador anota na sua planilha a marca mais lembrada pelo consumidor

1

seLeÇÃo de pesqUisadores > Os pesquisadores são eleitos com base no perfil profissional e na experiência de trabalho comprovada. São identificados com camiseta, crachá, mochila e cartões de visita, além de prancheta, cotas da pesquisa, mapas e cartões para as perguntas sobre renda familiar baseada no Critério Brasil.

2

prÉ-TesTe > Funcionários do Instituto aplicam a pesquisa em entrevistas aleatórias para checar se as perguntas estão realmente claras e objetivas, de modo a facilitar o entendimento do entrevistado. Já os pesquisadores são orientados desde a necessidade de se observar a sequência exata de perguntas até a maneira de como se comportar diante do entrevistado. Todas as respostas são anotadas em planilha, preenchida pelo pesquisador, que registra a marca lembrada espontaneamente pelo entrevistado, aquela citada em primeiro lugar.

3

106 4 E N T R E V I S TA D O S

46,9% HOMENS

FAIXA ETÁRIA

8

^ 10,4 L 12,5 @ 21,1 2 18,7 a 18,9 1 18,4

% 20 a 24 anos ...................................... % 25 a 34 anos ...................................... % 35 a 44 anos ...................................... % 45 a 54 anos ...................................... % Acima de 54

apLicaÇÃo e acoMpaNHaMeNTo > O trabalho dos pesquisadores é minuciosamente acompanhado pelo coordenador de campo. Além de checar se a abordagem e a aplicação da pesquisa estão sendo feitas de maneira correta, o coordenador fica à disposição da equipe para tirar dúvidas. No Instituto, os funcionários exercem a tarefa de cobrar resultados e qualidade nos trabalhos.

ES CO LA RI DA DE

33,0%

Ensino Fundamental

45,4

% Ensino Médio Completo

7,8

% Ensino Superior Incompleto

10,8

% Ensino Superior Completo

1,7

% Pós Graduado

1,3% SEM ESCOLARIDADE

1,0

% Acima de 12.440,01 reais

0,8

% De 10.574,01 a 12.440 reais

1,5

% De 8.086,01 a 10.574 reais

3,3

% De 6.222,01 a 8.086 reais

5

crUzaMeNTo de dados e reLaTório FiNaL > Após checagem minuciosa, chega-se aos vencedores de cada segmento pesquisado. O Instituto cruza os dados para identificar as marcas mais lembradas por sexo, faixa etária, escolaridade, renda e região de moradia. É então elaborado o relatório final com as marcas que estão em primeiro lugar na memória do consumidor londrinense.

53,1%

MULHERES

% 15 a 19 anos ......................................

4

TaBULaÇÃo e cHecageM de dados > Quando chegam ao Instituto, os instrumentos da pesquisa são codificados com um número para o início do lançamento dos dados no software. Por telefone, é feita a checagem de uma amostra dos questionários. Se houver erros sistemáticos de um pesquisador, todo o trabalho dele é refeito.

N

N & @ a L 1

8,0

% De 4.354,01 a 6.222 reais

Renda FAMILIAR

6

12,7

% De 3.110,01 a 4.354 reais

22,8

% De 1.866,01 a 3.110 reais

17,1

% De 1.244,01 a 1.866 reais

18,2

% De 622,01 a 1.244 reais 11% NÃO SABE/ NÃO RESPONDEU

3,6%

Até 622 reais

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 8

20/11/12 09:41


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 9

20/11/12 09:41


10 11 SUSTENTABILIDADE

LÍDERES SUSTENTÁVEIS ESTIMULAM CRIATIVIDADE NAS EMPRESAS

onge de representar queda na rentabilidade e no retorno aos investidores e acionistas, o investimento em Liderança Sustentável tem gerado novos negócios e um ambiente corporativo mais dinâmico e inovador. Esta é tese defendida por Ricardo Voltolini, idealizador da Plataforma Liderança Sustentável – uma mobilização empresarial que nasceu em 2011 e já impactou mais de 3 milhões de pessoas no Brasil. A Plataforma foi deflagrada a partir da adesão de dez dos principais líderes empresariais do Pa��s que tem na Sustentabilidade um dos pilares da gestão corporativa. Ricardo Voltolini conversou com o Top de Marcas e contou que a iniciativa surgiu a partir de uma reportagem realizada pela revista Ideia Sustentável, da qual é diretor. A pauta previa investigar as razões pelas quais algumas empresas avançam tanto na Sustentabilidade e outras patinam nessa questão. “A gente queria saber quais as variáveis que influíam nisso: por que algumas empresas iam bem e outras não”, conta.

Ricardo Voltolini, idealizador da Plataforma Liderança Sustentável

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 10

20/11/12 09:41


5

as principais razões para o sucesso das empresas verdadeiramente sustentáveis:

1Um líder empresarial realmente apaixonado pelo tema 2Visão de sustentabilidade numa ótica de oportunidade, não de risco 3Faz parte da própria estratégia da empresa. não é algo pontual 4Educam seu público para a Sustentabilidade 5 Sabem comunicar o valor daquilo que fazem Os itens acima, segundo Voltolini, é que unem os dez líderes empresariais que se dispuseram a participar da primeira fase da Plataforma Sustentável e que consiste em eventos, palestras, vídeos e outras formas de mobilização que estão ganhando o País – já foram mais de 130 encontros em 15 meses de existência do projeto. A iniciativa também se transformou num livro, que conta a experiência de cada líder sustentável em sua própria organização empresarial. “Já conseguimos impactar 25 mil novos líderes. É um movimento que vem crescendo porque o Brasil está num momento de olhar com carinho para esse tema”, conta Voltolini. De acordo com ele, a iniciativa está apostando muito nos jovens, em razão da facilidade que as novas gerações têm com o conceito de sustentabilidade. ``Mas jovens podem ser pessoas com mais de 50 anos também”, ele pondera. “O importante é ter um espírito aberto às novidades.”. Ricardo Voltolini conta também que, por sua experiência, percebe na maioria dos líderes sustentáveis uma ligação pessoal com o meio ambiente, anterior ou paralela à atividade profissional. Não se trata apenas de uma visão empresarial, mas de uma forma mais ampla de enxergar o mundo. “O líder sustentável tem uma noção muito clara da interdependência entre lucro, sociedade e meio ambiente. Eles buscam lucro sim, como todas as empresas. Mas não aceitam que ele venha em detrimento do meio ambiente”, explica. Sob essa perspectiva, Voltolini aponta algumas das características mais importantes das empresas que efetivamente trabalham sob a ótica da sustentabilidade: trata-se de um conceito que permeia todas as ações – e não fica circunscrita a um departamento específico de Meio Ambiente.

“É uma bobagem achar que investir em sustentabilidade reduz a rentabilidade. Na verdade, a sustentabilidade estimula a criação de novas ideias que ajudam a melhorar os produtos e serviços. Trata-se de um caminho comprovadamente bem sucedido”

Saiba Mais Internet: www. ideiasustentavel. com.br/lideres/ Livro: “Conversas com Líderes Sustentáveis” (Ricardo Voltolini, Ed. Senac)

“O que a gente observa é que essas empresas permitem que a sustentabilidade faça parte de sua própria cultura. O oposto são as empresas que têm um conjunto de ações ambientais até bom, mas que não está em sintonia com o dia a dia de toda a corporação. Neste caso, quando você conversa com os funcionários, ninguém sabe nada sobre sustentabilidade”, conta. O resultado final de uma visão mais aprofundada de sustentabilidade é a formação de um ambiente em que as pessoas se preocupam com o todo, com soluções criativas e com a própria inovação. Isso, de acordo com Voltolini, tem gerado resultados muito positivos – inclusive financeiros – para essas empresas. 

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 11

20/11/12 09:41


12 13 TOP MEIO AMBIENTE

Compromisso verde Marcas locais já são reconhecidas em relação aos cuidados com o meio ambiente mais rapidamente. Além disso, ela destaca ações que atendem os consumidores na área de resíduos, como coleta de materiais recicláveis e de óleo usado realizada nas próprias unidades da Rede. “A gente acredita que o resultado é consequência disso. O londrinense tem visto nossas ações e já incorporou no seu dia a dia.”

ALÉM DA PRESERVAÇÃO Na A.Yoshii, estímulo ao plantio de árvores para neutralização de carbono

S

uper Muffato, A.Yoshii Engenharia e Milenia Agrociencias são empresas locais identificadas pelo consumidor como organizações que se preocupam com o meio ambiente. Num levantamento que ainda se caracteriza pela baixa conexão que o consumidor faz entre marca e meio ambiente, as três empresas aparecem entre as cinco mais lembradas pelo consumidor. O Muffato fica em primeiro, A.Yoshii em segundo e a Milenia em quinto. Em terceiro está a marca nacional Ype, seguida pela AMA (extinta Autarquia Municipal de Ambiente). Do total de consumidores ouvidos durante o levantamento, nada menos que 77,9% disseram não se lembrar de marcas associadas à sustentabilidade ambiental. Trata-se de um número maior que em 2011, quando 60,8% dos consumidores não souberam indicar uma marca no Top Meio Ambiente. É uma lacuna que pode – e deve – ser trabalhada pelas empresas locais. Boas dicas e estratégias nessa área podem ser encontradas aqui mesmo, na revista Top de Marcas 2012. Um exemplo é a abordagem sobre Branding, pelo especialista Renato Manzano (pág. 16 e 17). Outro guia para melhorar a relevância das marcas no inconsciente coletivo ambiental é traçado pelo ideali-

zador da Plataforma Liderança Sustentável, Ricardo Voltolini (pág. 10 e 11). O resultado do levantamento Top Meio Ambiente mostrou que o SuperMuffato aparece na lembrança de 2,3% dos consumidores quando se trata de sustentabilidade – índice que, apesar de manter a empresa em primeiro lugar pelo segundo ano consecutivo, representa uma queda acentuada em relação aos 5,1% do levantamento de 2011. Em seguida, vem a A.Yoshii, que foi lembrada por 1,9% dos consumidores – um acréscimo de 0,1% sobre o 1,8% obtido um ano antes. Para a gerente de Marketing do SuperMuffato, Rafaela Nassar, trata-se de um reconhecimento do trabalho realizado pela rede supermercadista. “Sabemos que são ações ainda pequenas diante do tamanho da cidade. Porém, é um trabalho que começou lá atrás e que vem crescendo ano a ano. Nosso objetivo é melhorar cada vez mais e fazer com que a população se conscientize de que a preservação ambiental é dever de todos”, diz. Fabiana Nassar conta que algumas ações na área da sustentabilidade remontam há praticamente 20 anos, como a substituição das sacolas plásticas por material oxibiodegradável – que se decompõem

Na construtora A. Yoshii, que ficou com a vice-liderança no Top Meio Ambiente, várias ações de sustentabilidade ficam a cargo do Instituto Kimiko e AtsushiYoshii. A coordenadora do Instituto, Larissa Squizzato de Campos, explica que estes trabalhos não se limitam aos clientes da empresa, mas também aos colaboradores e à comunidade. “Temos muita preocupação com o meio ambiente em nossos edifícios, mas a A. Yoshii vai além. Temos uma estratégia voltada a estimular o voluntariado a trabalhar a questão da sustentabilidade”, explica. Exemplos são a distribuição de cartilhas sobre coleta seletiva entre os funcionários e adoção de canecas individuais em substituição aos copos plásticos. Além disso, o Instituto coordena ações de plantio de árvores para neutralização do carbono emitido pela empresa, desenvolve ações educativas em escolas e consolidou uma parceria com a empresa Baplight para receber lâmpadas fluorescentes de toda população. “Somos postos de coleta das lâmpadas e não há custo para quem entrega. Com isso, ajudamos a dar destinação correta a estes materiais”, conta. Além da área ambiental, Larissa de Campos destaca as ações em outros campos da sustentabilidade. “Temos vários trabalhos em educação, uso de recicláveis para produção de artesanatos e valorização da mulher. Isso tudo para atingir o tripé da sustentabilidade: ambiental, social e econômica.” ●

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 12

20/11/12 09:41


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 13

20/11/12 09:41


O DE SER LONDRINENSE!

14 15 atops especiaismais á 17 anos emissora da cidade. TOP DO TOP

Coca-Cola, Absoluta Refrigerante mais consumido no mundo é, mais uma vez, a marca mais lembrada entre todas

U

m dos itens da pesquisa é a marca mais lembrada pelos consumidores de Londrina, independentemente do segmento ou ramo de atuação. Trata-se do Top do Top, que neste ano, mais uma vez, ficou com a Coca-Cola. O refrigerante mais consumido no mundo venceu nove das dez edições do Top do Top, pesquisado desde 2002. À primeira pergunta feita pelos pesquisadores, “Qual é a primeira marca que lhe vem à cabeça?”, 17,3% dos 1.064 entrevistados responderam Coca-Cola – ano passado, o índice dela foi de 17,4%. Em segundo lugar ficou a Nike, com 8,1% e, em terceiro, o Omo, com 7,9% – houve uma inversão entre eles em relação ao levantamento de 2011, quando o Omo apareceu com 7,1% e a Nike com 5,7%. Das regiões pesquisadas, o maior índice de lembrança da Coca foi na microrregião 3 da zona oeste, onde obteve 29,0%. Por sexo, a marca obteve 13,1% entre as mulheres e 22,0% entre os homens. Na escolaridade, o maior índice dela foi registrado entre pós-graduados (33,3%) e, no item renda, entre quem ganha de R$ 8.086,01 a R$ 10.574,00 (43,8%). Na faixa etária, a maior lembrança da Coca foi entre 20 e 24 anos (25,6%). ●

TOP performance

Salto Global RPCTV obtém maior crescimento em pontos percentuais em relação à pesquisa 2011

O

Top Performance aponta as marcas que mais cresceram percentualmente na lembrança dos londrinenses, em relação à pesquisa do ano anterior. E revela as empresas que, em tese, desenvolveram mais e melhores ações para gerar lembrança entre os consumidores. A marca que lidera o Top Performance deste ano vem da área de Comunicação: a RPCTV, emissora afiliada da Rede Globo, cresceu 8,8 pontos percentuais – passou de 57,2% para 64,0%. Em segundo lugar ficou a Brahma: esta marca de cerveja cresceu 7,3 pontos, de 38,2% para 45,5%. E, em terceiro, o Colégio Máxi, que saltou 3,8 pontos, de 29,5% para 33,3%. Em seguida vem o Shopping Catuaí, com crescimento de 3,7 pontos (de 76,2% para 79,9%). ●

Jd. Shangri-lá –Top(43) 3377-3400 de Marcas 2012 | Desde 1996 w.rpctv.com.br TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 14

20/11/12 09:41


Tops em segmentos especificos

Cruzamento de dados revela as marcas mais lembradas pelos londrinenses em 12 categorias

O

conjunto de dados da pesquisa Top de Marcas permite outro tipo de leitura, cujo resultado é de grande valor para que o mercado possa definir estratégias direcionadas de comunicação e de vendas. São os Tops Especiais, obtidos por meio de cruzamento de dados e que apontam as marcas mais lembradas em públicos específicos. Como faz desde 2005, a Top de Marcas deste ano traz as marcas que se destacam em 12 categorias: Top Masculino ( marca vencedora entre homens), Top Feminino (marca vencedora entre mulheres) Top Região Sul, Top Região Norte, Top Região Central, Top Região Oeste, Top Região Leste (marcas com melhor desempenho nestas regiões), Top Teen (destaque entre os entrevistados até 19 anos de idade), Top Adulto (25-44 anos), Top Sênior (acima de 45), Top Popular (relativo à faixa salarial

top MASCULINO

6,5

% Shangri-lá

4,7

% RPC / TV Coroados (globo)

3,7%

top feminino

9,1

top REGIÃO NORTE

9,1

% SENAI

% casas ajita

9,0

5,3%

7,6%

4,1%

% BRAHMA UNIÃO

que vai até R$ 1.866,00) e Top Classe A (quem ganha acima de R$ 8.086,00). Os resultados obtidos representam a diferença entre o percentual alcançado por determinada marca no item específico (mulheres, homens, regiões de moradia, idades e renda) menos o percentual geral alcançado por ela em seu segmento de mercado. “Vencer um Top Especial demonstra que a liderança da marca em seu segmento de mercado é fortemente puxada por um determinado público, considerados aí a região, a idade, a renda e o sexo dos entrevistados”, afirma Renato Rocha Neto, da Litz Estratégia e Marketing. “Se foi identificada uma vantagem competitiva em um público específico, a empresa tem a oportunidade de explorar ainda mais essa vantagem diante desse público”, destaca Cláudia Romariz, diretora da CRCOM. ●

tribuna da massa

móveis brasília

top REGIÃO leste

12,4%

paraná

11,1%

maxi

9,6

% móveis brasília

top REGIÃO sul

10,8%

top REGIÃO oeste

15,6%

MAXI

mônaco

10,1

14,4%

% PARANá

8,9

% paiquerê AM

big frango

12,7%

todimo

LAB IMAGEM

top região centro

14,4%

top teen

26,3%

top sênior

12,5

top adulto

10,1

evangélico

Diniz

% Paiquerê FM

11,5

18,5%

6,3%

Paiquerê AM

união

11,4

8,2%

5,7%

8,3%

% tim – revenda % tim – operadora

brahma maxi

Móveis Brasília

% BV - banco votorantim

8,3% cdi

top popular

top classe a

5,1

32,2%

4,9

27,7%

4,7

27,0%

% paiquerê fm % casas ajita % móveis brasília

5 a sec

wizard

o peixinho

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 15

20/11/12 09:41


16 17 Desafio das marcas

BRAndinG é A ALmA dA emPReSA passou o tempo em que as empresas conseguiam comunicar ao público conceitos diferentes do que praticava internamente e ninguém percebia. O público e o consumidor estão cada vez mais de olho na postura das empresas. Querem saber se, além de qualidade, seus produtos carregam valores que ajudam a melhorar a vida da sociedade e do meio ambiente. Essa concepção integral de marca, que une estratégia, atitude e imagem, é o campo principal de trabalho do Branding – conceito que cada vez mais tem integrado o dia a dia das principais corporações e empresas do País. Nesta entrevista ao Top de Marcas, o especialista Renato Manzano analisa como este conceito vem evoluindo nos últimos anos e aponta quais erros capitais que algumas empresas cometem nessa área. Manzano é diretor de Branding do Grupo Desafio, head da Manzano&Associados e responsável por alguns dos principais trabalhos em Branding do País, como da Vale, AES/Eletropaulo e Aloca.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 16

20/11/12 09:41


o consumidor, a sociedade em geral, sobretudo a geração a partir dos 18 anos, tÊm uma maturidade cada vez mais crescente com relação ao “como” uma empresa chegou a determinado resultado.

como sua trajetória profissional o levou a se transformar numa referência em Branding? Comecei numa época, nos anos 1980, em que Branding não era compreendido. Poucos profissionais se dedicavam a essa atividade “do futuro”. Trabalhava-se em marketing, propaganda, design, comunicação, vendas – mas de um modo muito isolado. Percebi muito cedo que havia um gap (brecha, distanciamento, em inglês) entre o que era dito e o que era feito, entre a estratégia que estava no papel e como os executivos conduziam de fato os negócios. Ficou muito claro para mim que isso era um risco para os negócios. Foi nessa linha que construí experiências significativas como executivo e consultor em diversos segmentos industriais e de serviços. Hoje, tenho orgulho em dizer que ajudo a humanizar as marcas, a fazê-las mais próximas das pessoas e aumentar o nível de contribuição delas para a sociedade, para o meio ambiente.

como o conceito de Branding evoluiu durante esse período? Anteriormente, havia várias dinâmicas de expressão da marca que estavam totalmente isoladas. Mesmo quando as empresas especializaram seu conhecimento sobre essas dinâmicas e as tornaram processos com a inteligência retida internamente, elas continuaram separadas. Cada um fazia o seu “melhor”, mas a falta de uma visão de Branding fazia com que perdessem valor, em termos reais. Por exemplo: uma campanha publicitária de produto e preço que garanta vendas no curto prazo, mas crie confusão em termos de marca na mente do consumidor está, na verdade, destruindo valor, ainda que aumente as vendas. Costumo dizer que a estrutura organizacional é o corpo da empresa. Sua estratégia é a mente. O Branding é a alma. E corpo e mente sem alma podem dar em um zumbi, jamais em algo realmente vivo. Branding, portanto, é a expressão da marca em todas as suas dimensões, a criação, o desenvolvimento e a gestão da marca.

Há muito de estratégia aí... Branding é a própria estratégia das empresas, traduzida e manifestada na dimensão humana, emocional. Afinal, uma estratégia não faz sentido, quer para os clientes, para os colaboradores e para a sociedade em geral, até que tenha alcançado a emoção e a alma das pessoas. Há certo

preconceito que é oriundo da ignorância por parte de empresários e gestores: a de que estratégia é o que sustém a empresa e que Branding é alguma forma de maquiagem. Mas o fato é que não existe uma estratégia completa sem Branding. São metades da mesma laranja. O contrário seria o mesmo que admitir que a cabeça pode viver sem o corpo. É um equívoco.

Mas há muitas empresas que ainda confundem Branding e maquiagem, não? Sim, há muita incoerência aí. Arthur Page deve estar se contorcendo no caixão. Quando ele era vice-presidente da AT&T, nos anos 1930, já alertava para a máxima segundo a qual as pessoas vão prestar atenção no que a empresa faz e não no que ela diz. E nunca houve um momento em que as empresas foram tão incoerentes quanto nos dias de hoje. Porque vivem sob a escravidão do resultado de curtíssimo prazo. Na verdade, Branding é uma excelente ferramenta de gestão. Porque ajuda a pensar a empresa de fora para dentro, do cliente para o processo – e não o contrário. Não é por outro motivo também que termos como “ética”, “responsabilidade social”, “sustentabilidade” etc caíram em um descrédito imenso junto aos públicos de interesse, porque grande parte desses discursos não se sustenta diante de uma olhadela, rápida que seja, para dentro da organização.

como integrar o conceito de sustentabilidade ao Branding? O Branding talvez seja a ferramenta mais eficaz e a temática mais diretamente ligada à questão da sustentabilidade. Isto porque promove na relação da marca com seus públicos a exata noção do que ela é, em todas as suas dimensões: da entrega objetiva de valor prometido, no ato do consumo, aos meios e à forma de produção para se chegar a essa mesma entrega, passando por toda a cadeia social e ambiental. As marcas que não explicitam isto, provavelmente, têm algo a esconder. O consumidor, a sociedade em geral, sobretudo a geração a partir dos 18 anos, têm uma maturidade cada vez mais crescente com relação ao “como” uma empresa chegou a determinado resultado. Isto faz com que enxerguem cada vez mais as corporações por trás dos produtos. Acabou a época em que as empresas se escondiam por trás das suas marcas. Esse é um valor fundamental, já que a marca é o mais importante ativo de uma organização. ●

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 17

20/11/12 09:41


18 19 tops posicionamento

RPC chega ao primeiro lugar

E

las estão sempre dividindo o pódio. Uma hora em primeiro lugar, outra em segundo ou terceiro, mas sempre ali marcando presença no levantamento mais disputado do Top de Marcas. Estamos falando da RPCTV, A.Yoshii e Unimed, as empresas mais bem classificadas pelo próprio mercado publicitário quanto a cinco quesitos fundamentais para o sucesso das marcas: “Identidade Visual”, “Desenvolvimento de Relações com o Mercado Consumidor e outros Stakeholders”, “Exposição da Marca em Campanhas Publicitárias e outras Ações Externas”, “Exposição da Marca no Ponto de Venda” e “Responsabilidade Social e Ambiental”. Dessa vez, na dança das cadeiras, a RPCTV ultrapassou A.Yoshii e Unimed e ficou em primeiro lugar no levantamento. Em 2011, a RPC havia tirado o terceiro lugar. A construtora e a cooperativa médica caíram uma posição cada e ficaram em segundo e terceiro lugares no levantamento. Do quarto ao sexto lugar, três nomes novos – Midiograf, Catuaí Shopping e Senai. A votação, que considera as marcas líderes na pesquisa Top de Marcas em 2012 nos vários segmentos de mercado, ficou a cargo de seis dos mais respeitados publicitários do mercado local: Renato Bas-

tos (Blubox), Patrícia Hemerly (Egg Comunicação), AlessandroCesário (La Casa Arquitetura de Marcas), Flávio Lanaro (OZ Londrina), Paulo Isper (Ideia Brasil Design) e Emerson Yamacita (M2MP Marketing e Propaganda). A marca vencedora, RPCTV, destacou-se nos quesitos Exposição da Marca em Campanhas Publicitárias e outras Ações Externas, onde liderou a votação de forma isolada, e em Identidade Visual, onde empatou com a Unimed em primeiro lugar. Em sua apresentação à Comissão Julgadora, a RPC destacou a evolução de sua marca junto ao público paranaense e seus esforços na construção de uma identidade verdadeiramente estadual. A RPC vem investindo também no resgate de sua história: em Londrina, foi pioneira entre as emissoras de TV e participou dos principais momentos históricos da cidade. Dentre os fatores de valorização da marca, também se destacam os investimentos em projetos esportivos, educativos e culturais. Este conjunto de ações e estratégias visa reforçar a presença da RPCTV no mercado cada vez mais disputado das emissoras de televisão – tanto abertas quanto fechadas. O resultado no Top Posicionamento mostrou o sucesso de seu novo slogan: “RPCTV, todo dia com você”.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 18

20/11/12 09:41


A.YOSHii Se deSTACA nO POnTO de vendA A praticidade e a elegância dos apartamentos decorados da A.Yoshii conferiram à construtora londrinense a maior nota no quesito Exposição da Marca no Ponto de Vendas. Com amplas e modernas instalações na Av. Madre Leonia Milito, osdecorados permitem que o consumidor conheça em detalhes os lançamentos e as novidades da empresa. Outro item em que a A.Yoshii se destacou foi Relações com o Mercado Consumidor e outros Stakeholders. A consistência das avaliações da construtora

pela Comissão Julgadora manteve a empresa entre as três primeiras colocadas no Top Posicionamento pelo segundo ano consecutivo, atrás apenas da RPC-TV e à frente da Unimed, que já venceu quatro Tops Posicionamentos quatro anos consecutivos. A estratégia de comunicação da A.Yoshii passa por um trabalho constante de estímulo ao voluntariado e ações nas áreas de sustentabilidade e educação. Estes trabalhos, cada vez mais, vêm se identificando com o slogan da empresa: “Referência de Qualidade”.

Unimed, SemPRe enTRe AS PRimeiRAS A Unimed Londrina é uma empresa acostumada aos primeiros lugares do Top Posicionamento – está sempre no pódio. Neste ano, ficou com a medalha de bronze. Com uma marca consolidada entre as cooperativas médicas, ela explora com competência alguns valores cada vez mais reconhecidos na sociedade: cooperação, diversidade, alegria e confiança. Fruto de uma estratégica unificada entre as cooperativas do sistema Unimed, a comunicação da empresa também tem espaço para as características locais.

A marca Unimed também se associa com facilidade a projetos sociais relevantes para a qualidade de vida, como Associação Mãos Estendidas (AME), que desenvolve trabalhos de valorização do ser humano em áreas vulneráveis, e Plantão Sorriso, uma iniciativa voltada a resgatar a autoestima e a alegria de pessoas internadas em unidades hospitalares. É por estas e outras que a Unimed foi a empresa mais bem classificada no quesito Responsabilidade Social e Ambiental.

Londrina

AS nOvATAS dO TOP POSiCiOnAmenTO Este ano, três novas empresas entraram nos ranking do Top Posicionamento: Midiograf (4º lugar), Catuaí (5º) e Senai (6º). A mudança mostra a vitalidade das marcas e o sucesso de suas estratégias de comunicação e marketing. A Midiograf, que ficou em quarto lugar, destacou-se nos quesitos Desenvolvimento de Relações com o Mercado Consumidor e outros Stakeholders e Responsabilidade Social e Ambiental. Pesou neste último item o oferecimento de matéria prima com certificação ambiental e sua inclusão no rol das gráficas sustentáveis do País. Nascida em Londrina, a Midiograf já atende diversas outras regiões do Paraná e do Brasil. Já o Catuaí Shopping primou pelo desempenho em Exposição da Marca no Ponto de Venda.

O resultado mostra a competência da comunicação em suas próprias instalações. Adquirido pelo Grupo BR Malls em 2011, o Catuaí acaba de inaugurar sua segunda unidade em Londrina, na Zona Norte. Além do mercado local, o Catuaí está presente em Maringá e chegará em breve a Cascavel. O Senai (Serviço Nacional da Indústria), que faz parte do chamado Sistema S, teve seu melhor desempenho na categoria Identidade Visual. O Senai vem desenvolvendo importantes eventos de capacitação profissional e inovação tecnológica, baseado em parcerias com outras entidades, o que também valeu boa classificação no quesito Desenvolvimento de Relações com o Mercado e outros Stakeholders.

A sua gráfica e editora

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 19

20/11/12 09:41


20 21 top personalidades

Ações que marcam Pelo quinto ano consecutivo, uma comissão de jornalistas que atuam em 12 veículos de comunicação e assessorias de imprensa de Londrina elegeu profissionais de destaque em três áreas de fundamental importância para o desenvolvimento da sociedade: Liderança Empresarial, Responsabilidade Social e Sustentabilidade Ambiental – esta última categoria é ocupada, nesta edição, por duas lideranças, que exercem trabalhos de relevância em áreas distintas, uma no ambiente corporativo e outra no ambiente educacional. A finalidade da premiação é divulgar e fomentar iniciativas que contribuam com melhoria da vida dos londrinenses, nas regiões onde moram e nas empresas em que trabalham. Conheça as categorias:

LideraNÇa eMpresariaL Empresário capaz de influenciar grupos de pessoas em busca do crescimento e inovação, de liderar processos e fomentar o desenvolvimento empresarial que beneficie pessoas e comunidades.

respoNsaBiLidade sociaL Líder engajado em ações de responsabilidade social, não o simples assistencialismo, mas iniciativas que permitam que comunidades cresçam e tenham novas perspectivas de vida, renda e trabalho.

sUsTeNTaBiLidade aMBieNTaL Líder com ações que impliquem na melhor utilização dos recursos naturais, que busque soluções sustentáveis para processos de produção ou venda de produtos e serviços, e que realmente faz a diferença.

a coMissÃo de JorNaLisTas aLeXaNdre saNcHes Portal O Diário aNdrea MoNcLar Assessoria Fórum Desenvolve Londrina FLavia LoBrigaTTe TV Tarobá geLsoN NegrÃo Rede Massa LiNo raMos Rádio Paiquerê AM KaTia Baggio RIC TV

Marcia KaNeKo RPCTV Marco FeLTriN Portal Bonde NeLsoN BorToLiN Folha de Londrina paULo BrigUeT Jornal da ACIL raqUeL rodrigUes Rádio CBN rosaNe Barros Jornal de Londrina

LiDeranÇa emPresariaL

Um ambiente de sonho nicholas haydu aposta na descontração para desenvolver produtos inovadores

E

stimativas dão conta de que uma em cada dez pessoas sofre de fobia, um mal cuja versão mais branda é o medo e a mais devastadora, o pânico. Tem-se fobia de tudo: lugares altos, lugares fechados, pragas domésticas, animais peçonhentos. Só no Brasil, portanto, cerca de 20 milhões de pessoas têm sintomas como tremores, suor frio, taquicardia, sufocação, que podem atacar mesmo quando se está dormindo. A doença é cruel. Quando a fobia se estabelece, o prazer de viver desaparece. Já o diabetes mata uma pessoa a cada dez segundos no mundo. Dados do Ministério da Saúde e de sociedades médicas estimam que no Brasil existam 11 milhões de portadores – destes, três milhões não sabem que têm a doença. Este é o detalhe mais angustiante: pesquisas mundiais revelam que 3,2 milhões de pessoas morrem todos os anos por falta de cuidado com o diabetes. Ignorar que se tem a doença – e, com isso, deixar de tomar as medidas necessárias – pode ser fatal. Diante das situações acima descritas, é possível imaginar o grau de importância de instrumentos capazes de ajudar na cura de fobias e no diagnóstico do diabetes. Sim, esses instrumentos estão a caminho – estão sendo desenvolvidos por uma empresa londrinense cujo sócio majoritário é um mestre em Informática de 33 anos chamado Nicholas Bender Haydu. Nascida na Incubadora Tecnológica da UEL e instalada em um prédio da rua Guararapes, centro de Londrina, a Oníria – nome que, curiosamente, remete a sonhos – se dedica a finalizar, em 2013, dois projetos inovadores: um simulador que vai auxiliar terapeutas no tratamento de fobias humanas e outro pelo qual profissionais vão ser treinados para diagnosticar o diabetes em pessoas que buscam atendimento em clínicas, hospitais e postos de saúde. O simulador de fobias é resultado do trabalho da equipe multidisciplinar da Oníria associado a um estudo científico do Departamento de Psicologia da UEL e financiado pelo

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 20

20/11/12 09:41


Nicholas Bender Haydu em seu local de trabalho: simuladores virtuais para atender demandas de grandes empresas

Senai. Trata-se de óculos de realidade virtual – além de alguns acessórios – que vão mostrar, aos pacientes, situações da qual eles têm medo. “O objetivo”, diz Nicholas Haydu, “é enganar os sentidos das pessoas, oferecendo estímulos de modo que elas têm a sensação de que o que estão sentindo é real”. Para ele, o simulador de fobias terá significativo impacto social. “Quem contrai alguma fobia geralmente não consegue exercer suas funções profissionais ou não as exerce de modo pleno”, afirma. “É uma ferramenta que pode auxiliar as empresas no diagnóstico de fobias entre seus funcionários”, exemplifica, citando indústrias como a da construção civil – em que as pessoas operam em andaimes, presas a cintos – e outras cujas atividades têm de ser exercidas em espaços confinados. Outro público alvo desse simulador, acredita Haydu, serão os Centros de Formação de Condutores, como agora são chamadas as antigas autoescolas, uma vez que uma das fobias mais conhecidas é o medo de dirigir. Mesmo os que já tiraram a carteira de motorista não estão imunes ao mal. “Um sexto das pessoas que se envolvem em acidentes de trânsito desenvolvem alguma fobia”, ele informa. Já o instrumento para diagnóstico do diabetes será um misto de simulador com jogo – a criação de games é outra área de excelência da Oníria. Um serious game vai contar a história de um jovem médico que passa a substituir um profissional veterano e, então, passa a lidar com as situações e as técnicas necessárias para diagnosticar o diabetes em pacientes que ignoram terem contraído a doença. Destinado aos profissionais de saúde de modo geral, esse simulador teve como base parte de um trabalho de doutorado do conceituado médico Pedro Gordan, ex-reitor da UEL. Dividida em Oníria Simuladores e Oníria Games, a empresa que Nicholas Haydu comanda em sociedade com o arquiteto Rodrigo Martins de Souza já é conhecida mundo afora. Em 2003, ainda incubada na Intuel, produziu o primeiro game brasileiro exportado e, no ano seguinte, outro jogo, o Die Pferdebande, sucesso de vendas na Alemanha. A partir de 2007,

como fruto de uma reorganização estratégica, a Oníria assinou contratos com grandes empresas, como Petrobras, Vale, New Holland, Case, para as quais desenvolveu produtos com alto índice de criatividade e inovação. Fazem parte do portifólio da Oníria um simulador de guindaste off shore, que recria as condições de operação de guindastes em plataformas marítimas; simulador de manutenção de linhas férreas; e simuladores para colheitadeira de soja e máquina colhedora de cana. E é grande a possibilidade de fechar contrato com as Forças Armadas para desenvolvimento de um simulador de tiros para diversos tipos de armamentos e carros de combate. A vantagem dos simuladores é que, para as empresas, diminuem os custos de treinamento dos funcionários; para as pessoas, cai a praticamente zero o risco de acidentes. “Somos prestadores de serviços. Os clientes nos procuram para resolver demandas, geralmente de treinamento por meio de simuladores virtuais”, afirma Haydu. A Oníria está no mesmo endereço desde o seu nascimento. No início, ocupava uma sala de 20 m2. Agora, ocupa 500 m2 no mesmo prédio, onde trabalham 25 pessoas em um “ambiente tipo Google”, define o sócio majoritário. “É um ambiente descontraído, para favorecer a criatividade”, diz ele, que participou ou ainda participará, neste final de ano, de alguma das principais feiras mundiais de inovação e tecnologia, na Suíça, na China e nos EUA, onde apresentou ou apresentará seus produtos. ●

a onÍria se dedica a Finalizar dois projetos inovadores: um simulador que vai auXiliar no tratamento de Fobias e outro para diagnosticar o diabetes Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 21

20/11/12 09:42


22 23 top personalidades

resPOnsaBiLiDaDe sOciaL

Um projeto de vida aposentados, Iraci e Francisco dedicam-se agora a ajudar o próximo

SE

alguém ainda duvida que baiano é um cabra da peste arretado da moléstia é porque, ó xente, ainda não conhece o casal Iraci Andrade dos Santos e Francisco Rodrigo da Costa. Na base da raça e da determinação (virtudes comuns a quem enfrentou muitas adversidades e, mesmo assim, venceu na vida), há sete anos eles comandam o “Projeto Sabão”, que vem transformando a vida de muitas famílias carentes da zona norte de Londrina – e da própria região, que passou a ter mais segurança com a redução do número de assaltos e agressões. A ideia de ajudar quem mais precisa sempre esteve na cabeça de Iraci – e contou a adesão irrestrita por parte de Francisco. Nascida em 1945 no povoado da Barra, no município de Mundo Novo, no sertão da Bahia, radicou-se ainda muito jovem em Atibaia-SP, para onde a família migrou em busca de novas perspectivas. Os pais cuidavam da lavoura e de animais em uma fazenda, e Iraci passou a trabalhar como costureira na cidade. Em uma confecção aberta por descendentes de japoneses, trabalhou até se aposentar – chegou a ter 60 costureiras sob sua responsabilidade. Natural de Itanhém, divisa com Minas, onde nasceu em 1946, antes dos 20 anos de idade Francisco foi para o Rio de Janeiro. Solteiro, chegou com chinelos no pé e a roupa do corpo. Arrumou emprego na construção civil e, uma década depois, já na condição de empreiteiro, mudou-se para São Paulo. Ganhou um bom dinheiro erguendo casas e lojas e, depois, construindo condomínios fechados de alto padrão na capital paulista e arredores, inclusive em Atibaia – onde conheceu Iraci. Nos finais de semana e feriados, Iraci realizava trabalhos voluntários em Atibaia. Assim, conheceu o pessoal de Schoensttat, movimento apostólico que, por coincidência, tem um de seus santuários em Londrina, mais precisamente no pátio do Colégio Mãe de Deus. “Toda vida gostei de ajudar as pessoas. Desde criança. E sempre alimentei a ideia de ter um projeto como esse que fazemos agora”, afirma Iraci. Quando acreditou que chegara o momento de por em prática o projeto há muito acalentado, o casal optou por Londrina. Chegaram à cidade em 2003, compraram uma casa no Jardim Alto da Boa Vista e procuraram a Pastoral da Criança, à procura de trabalho voluntário. Passaram a visitar casas de bairros vizinhos e logo se depararam com cenários de extrema carência – mães solteiras, desempregadas, com muitos filhos; avós cuidando de crianças abandonadas pelos pais.

O que mais chamou atenção de Iraci foi a falta de higiene: “Havia muita sujeira, nas casas e nas roupas; as crianças cheiravam mal. As mães diziam que não tinham dinheiro sequer para comprar sabão. Pensei: então vamos fazer sabão”. Aconselhada por uma conhecida que trabalhava em um restaurante no centro, procurou o dono, pedindo óleo de fritura. Foi prontamente atendida. Percorreu a vizinhança pedindo soda – até o padre da paróquia contribuiu com um quilo. Pronto: já tinham as primeiras barras de sabão para distribuir. Junto com o sabão, entregue às mães, ia o alerta de Iraci: “Agora vocês não têm desculpa; não quero ver mais ninguém sujo”. Outros restaurantes passaram a fornecer óleo usado, Iraci passou a pedir também sobras de hortifrúti em supermercados e, na

batalhando aqui, incomodando ali, que o casal Finalmente montou o projeto sabão no endereço onde Funciona hoje: uma meia-Água que ganhou um puXadinho sempre que o trabalho eXigia mais espaço vizinhança, roupas para um bazar, até que alguém emprestou um terreno nas redondezas que pudesse abrigar o projeto. “Expulsa” pela vizinha do terreno, incomodada com o entra e sai de pessoas pobres, Iraci conseguiu que outra pessoa emprestasse um imóvel, ali mesmo no bairro, que estava servindo de mocó. E foi assim, batalhando aqui, incomodando ali, que o casal finalmente montou o Projeto Sabão no endereço onde funciona hoje: uma meia-água que passou a ganhar um puxadinho sempre que o trabalho exigia mais espaço. Agora, nos cômodos originais, está o bazar com roupas e calçados, a maioria a R$ 1,00. E também peças de artesanato produzidas por voluntários. Ao lado, o Cyber Sabão, como é carinhosamente chamado o laboratório de informática com seis computadores, todos doados.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 22

20/11/12 09:42


O casal na sede do Projeto Sabão: trabalha social cria rede de solidariedade e transforma a vida de dezenas de famílias da zona norte

Em uma garagem improvisada, descansa Jandira II, a velha Kombi usada para buscar doações. Telhas de amianto e lonas plásticas protegem diversos objetos, também frutos de doação. No canto do muro que dá para a Avenida das Torres é instalado o tacho onde é produzido o sabão. Inicialmente visto com desconfiança, o trabalho de Francisco e Iraci atualmente é apoiado pelos moradores e comerciantes do Alto da Boa Vista e bairros vizinhos. Como numa corrente de solidariedade, pessoas atendidas pelo projeto e que conseguiram uma colocação profissional são as primeiras a avisá-los de que podem direcionar os benefícios para outras famílias. Também o Ceasa – onde são comprados frutas, verduras e legumes com o dinheiro do bazar – entrou na onda: a cada três caixas de

hortifrúti adquiridos, o projeto ganha outra. O resultado de sete anos de trabalho é que 60 famílias da zona norte – todas devidamente cadastradas – recebem, às sextas-feiras, sacolas com 10 quilos de comida fresca e, claro, barras de sabão. Enquanto toca o projeto em frente, sempre lamentando não ter mais espaço para ampliá-lo, Iraci atua em outras frentes ao mesmo tempo: encaminha dependentes químicos para tratamento e, de maneira também voluntária, cadastra famílias que são encaminhadas aos colégios da região que distribuem leite por meio de um programa do governo estadual. O baiano Francisco, que um dia largou a profissão de empreiteiro para abraçar o projeto de Iraci, não se surpreende: “Ela nasceu com o dom para isso.” ●

Desde 1996 | TOP DE MARCAS 2012 �

top-londrina-2012-pag-2-29.indd 23

20/11/12 11:07


24 25 top personalidades sUsTenTaBiLiDaDe amBienTaL

Uma ilha da fantasia Daniel steidle usa a imaginação para despertar a criatividade nas pessoas Daniel Steidle na Fazenda Bimini: “Não somos frangos prontos para o abate, mas indivíduos essencialmente criativos”

O

ito e meia da manhã de 17 de outubro último. Quinze alunos do 3º ano da Escola Roland desembarcam na entrada da Fazenda Bimini, a poucos quilômetros do centro de Rolândia, no caminho para Porecatu. Após rápida saudação, são convidados a montar em seus “cavalos” – na verdade, longas folhas secas de palmeira juçara – rumo ao antigo terreiro de café, onde seis brinquedos conhecidos como rema-rema os esperam, alinhados. Em duplas, remam os carrinhos em disparada, desenhando pistas imaginárias de corrida. Minutos depois, o grupo encontra-se em um antigo barracão construído com peroba rosa. Sentados em círculo sobre grandes toras de madeira, ouvem o anfitrião instigá-los a imaginar como poderia ser, na roça, a vida que eles levam na cidade. Passeiam com surpreendente disciplina pelo local, decorado por inúmeras peças, algumas centenárias, trazidas da velha Alemanha, outras confeccionadas com materiais simples recolhidos na mata – a variedade de objetos é indescritível. Em uma sala anexa ao barracão, aprendem, entre outras coisas, que é possível ter em casa, sem ter de recorrer ao comércio, um presépio de Natal com figuras feitas de sabugo e palha de milho dispostas no interior de uma cabaça. Depois, passam por um frondoso jatobá a caminho do chabuno, como foi batizada a “casa de índio” erguida no meio da mata. A manhã está ensolarada, mas as trilhas estão úmidas por conta da chuva mansa da madrugada. Concentradas, as crianças – todas

com sete ou oito anos de idade – cumprem a tarefa de construir barquinhos com cascas de pente-de-macaco e folhas de mangueira. Logo estão à beira de uma represa natural, acocoradas nas pedras, espantando cardumes de lambaris com os barcos que levam a preciosa carga de palha de arroz a portos de países que podem estar logo ali – ou pra lá de Marrakesh. Criatividade, fantasia, imaginação. Essas são as armas com que Daniel Steidle promove, desde 1997, uma guerra santa contra o desperdício e a degradação do meio ambiente. Foi naquele ano que Steidle iniciou um “trabalho voluntário de educação ambiental não-formal”, como ele mesmo define, para, entre outros objetivos, realizar o sonho dos avós Hans e Hildegard Kirchheim, que vieram da Alemanha e abriram a Fazenda Bimini em meados da década de 1930. Uma extensa carta escrita por Hans – João, em alemão – traz um relato emocionante sobre como era a mata nativa do Norte do Paraná naquela época e, sobretudo, as preocupações dele em relação à preservação do local. Denominado “Acordar a Fantasia”, o projeto de Daniel Steidle recebe, em média, quatro mil visitantes/ano. São alunos de ensino médio e fundamental das redes pública e particular de ensino, universitários, ambientalistas, pesquisadores e curiosos do Paraná, de outros Estados e de outros países. Em dias e horários previamente agendados, os grupos conhecem os vários “laboratórios de ideias” que ocupam os espaços utilizados anti-

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 24

20/11/12 09:42


gamente para secar, limpar, beneficiar e armazenar o café produzido na fazenda – além dos arboretos, instalados em parceria com instituições de ensino e pesquisa e que ajudam a recompor o fragmento original de floresta. O trabalho de educação ambiental na Fazenda Bimini vai se reinventando a cada ano. De 1997 para cá, foram vários os projetos desenvolvidos, todos com conteúdo lúdico: “Conquiste uma Planta”, “Safári Ecológico”, “Trilha dos Pés Vermelhos”, “Tatu Limpão”, “Ioga na Máquina de Café”, “Tucano de Bico Verde”... Steidle prepara aulas específicas para cada grupo de visitas, mas, de maneira geral, o recado é o mesmo para todos: a capacidade de enfrentar problemas depende fundamentalmente da ativação da nossa fantasia. “Praticar a sustentabilidade significa ativar a criatividade. Vivemos a era da anulação do indivíduo. Não somos frangos prontos para o abate, mas indivíduos essencialmente criativos. Não há capital humano maior do que o indivíduo criativo. Devemos investir no maior negócio que existe: a educação. O que vai promover o acordar do indivíduo é o contato com a natureza”, diz Steidle, que invariavelmente recebe os visitantes – todas as visitas são gratuitas – com os cabelos desgrenhados, camiseta de mangas compridas, chinelos de borracha e calça jeans surrada presa por um cinto implorando aposentadoria. “O requisito básico da sustentabilidade é você achar soluções com teus próprios meios, trabalhar com o que tem.” A Fazenda Bimini – nome retirado de um poema de Heinrich Hei-

praticar a sustentabilidade signiFica ativar a criatividade. não hÁ capital humano maior do que o indivÍduo criativo. devemos investir no maior negÓcio que eXiste: a educação. ne (1797-1856) que fala de “uma ilha encantada onde brota a fonte da eterna juventude” – recebe também grupos corporativos. “A satisfação de criar pode ser transmitida a crianças e também a funcionários de empresas”, afirma Steidle. “Num mercado altamente competitivo, atiçar a criatividade muitas vezes pode ser um diferencial.” O foco do trabalho dele é sempre as pessoas. “Urge oferecer ideias para a formação humana”, filosofa Steidle, que homenageou os funcionários da Bimini, muitos dos quais trabalharam na época de seu avô, com um quadro emoldurado no principal barracão da fazenda. O quadro – na verdade, uma velha janela estilizada – contém fotos dos ex-empregados, todas ao estilo 3x4 dos documentos de antigamente. Vovó Ruth, a mãe de Steidle, conta que antigos funcionários que às vezes aparecem por lá para uma visita de cortesia recorrem àquelas fotos em busca de uma prova para o processo de aposentadoria – ou, simplesmente, para chorar de saudade. ●

sUsTenTaBiLiDaDe amBienTaL

Uma missão cumprida ary sudan adota a sustentabilidade dentro e fora de suas empresas

EM

tempo de muito marketing verde e pouquíssimas ações concretas, duas empresas norte-paranaenses – a Rondopar (Londrina) e a Tamarana Metais (Tamarana) – dão exemplo de como inserir a questão da sustentabilidade no dia a dia de seu processo produtivo, na rotina de seus funcionários, na relação com clientes e fornecedores e, também, na disseminação de boas práticas ambientais junto à comunidade. Comandadas por Ary Sudan, um migrante mineiro que chegou a Londrina com 17 anos de idade em busca de estudos e oportunidades, as duas empresas se completam ambientalmente: após sua vida útil, as baterias automotivas fabricadas pela Rondopar são recicladas pela Tamarana Metais, que devolve os componentes utilizados na fabricação de baterias para a cadeia produtiva. “As empresas já nasceram com a filosofia da sustentabilidade, para preservar o ambiente em que vivemos e trabalhamos”, afirma Sudan, que cursou Economia – na primeira turma, a de 1971 – e Direito na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Fundada em 1984, a Rondopar produz 60 mil baterias/mês para o mercado interno e também para exportação. Aberta em 1995, a Tamarana Metais recicla três mil toneladas/mês de baterias usadas. As empresas de Ary Sudan utilizam água de chuva e adotam o “circuito fechado” da água, no qual nada é descartado – a pouca perda que se dá é pela evaporação. O caso da Tamarana Metais é emblemático. Lá, a água da chuva é es-

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 25

20/11/12 09:42


26 27 top personalidades

coada para lagoas dotadas de mantas impermeáveis. A empresa capta dali água para refrigeração dos equipamentos e para lavagem do pátio. A água da refrigeração retorna para outra lagoa específica, onde é reprocessada e volta a ser água limpa, pronta para ser utilizada novamente no processo produtivo. Poços artesianos garantem o abastecimento em épocas de estiagem. “O meio ambiente pode ser poluído através da água, do ar e do solo. Controlamos essas três possibilidades. Não existe risco de contaminação porque nossa água nunca vai para o solo, que é controlado por medições permanentes. E não geramos efluentes aéreos”, diz o empresário. A fabricação de baterias é feita basicamente com plástico, chumbo e ácido. A Tamarana Metais recicla esses três componentes. O plástico é remetido em grandes embalagens para a indústria de reciclagem. A água usada no processo, contaminada por solução ácida, é tratada. O chumbo – metal extremamente tóxico, que em casos mais severos de contaminação pode levar à morte – é transformado em matéria prima de acordo com a formulação solicitada pelo cliente. “O chumbo volta para a cadeia produtiva como era originalmente na primeira fusão, sem impurezas. Ao contrário de outros produtos, ele não perde qualidade na reciclagem”, destaca Sudan. A Tamarana Metais recicla, em média, duas mil toneladas de chumbo e 300 toneladas de plástico. As baterias usadas chegam de todo o País. Para Sudan, não basta praticar ações concretas de proteção ambiental: segundo ele, é preciso também influenciar que outros façam o mesmo. Foi pensando nisso que a Tamarana Metais passou a induzir fornecedores e clientes a adotar iniciativas em prol da sustentabilidade, como adquirir matérias primas – como o carvão vegetal, por exemplo – não clandestinas, mas de empresas com consciência ambiental comprovada. “Adotamos essa política em relação a todos os nossos fornecedores”, ele ressalta. “Em relação a nossos clientes, não temos a mesma força de indução, mas promovemos visitas e palestras a fim de ajudá-los a se certificar com a ISO 14.001.”. Dentre o seu segmento, a Tamarana Metais foi a primeira empresa da América do Sul a obter a certificação máxima ambiental. Para conquistar a ISO 14.001, bastante valorizada por empresários e consumidores em todo o mundo, é preciso que todas as etapas de produção sigam padrões internacionais de qualidade ambiental. Membro ativo do Fórum Desenvolve Londrina e nome freqüente nas diretorias de entidades com Associação Comercial (ACIL), Federação das Indústrias (Fiep) e Sindicato da Indústria Metal-Mecânica (Sindimetal), Ary Sudan defende também o desenvolvi-

Ary Sudan, da Rondopar e da Tamarana Metais: “É função de todos que se preocupam com a preservação ambiental levar esses conceitos a outras pessoas”

mento pessoal e profissional dos funcionários – a Rondopar tem 200 e a Tamarana Metais, 300 colaboradores. “Vamos fechar 2012 com média de 100 horas de treinamento por funcionário”, ele informa. “O aperfeiçoamento profissional proporciona ao funcionário um desenvolvimento como cidadão”, explica. “Sustentabilidade não é apenas ambiental, mas também social e cultural”, ele define. É comum ver funcionários nossos replicando, em casa, conceitos aprendidos aqui, como plantar árvores, reter água de chuva e criar áreas para infiltração de água.” É com base nessa premissa que as empresas de Sudan realizam projetos de responsabilidade social tendo a questão ambiental direta ou indiretamente envolvida. O programa Pingo D’água, que funciona desde 2005 em parceria com o Consórcio Intermunicipal de Proteção à Bacia do Rio Tibagi (Copati), leva a disciplina Educação Ambiental ao currículo de seis mil alunos de 4ª série da rede pública de ensino de Londrina e Tamarana. O Pingo D’água conquistou, em 2009, o prêmio de melhor programa de educação ambiental do Brasil, concedido pelo Ministério do Meio Ambiente. “Entendemos que é função de todos que se preocupam com a preservação ambiental levar esses conceitos a outras pessoas”, destaca Ary Sudan. “Temos a sustentabilidade como missão, é um papel nosso.” ●

não eXiste risco de contaminação porque nossa Água nunca vai para o solo, que É controlado por mediçÕes permanentes. e não geramos eFluentes aÉreos”, diz o empresÁrio.  Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 26

20/11/12 09:42


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 27

20/11/12 09:42


28 28 29 top conectadas

Senai vence pesquisa inédita Site topconectadas.com.br divulga todas as pontuações e traz entrevistas com marcas vencedoras

O

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) é a marca mais conectada de Londrina na primeira edição do Top Conectadas – as Marcas na Internet. O levantamento, inédito, se baseou na votação de quase cinco mil internautas. No total, participaram 87 marcas distribuídas em 28 categorias de mercado. O Senai, que participou em duas categorias (Cursos Técnicos e Universidade/ Faculdade), alcançou 645 votos no total, sendo 331 como Curso Técnico e 314 como Universidade/Faculdade. Em segundo lugar na contagem geral ficou a Ong SOS Vida Animal, com 322 votos, seguida da Legião da Boa Vontade (LBV), com 259. O ranking entrou no ar no dia 1 de agosto e possibilitou às marcas inscritas buscarem conexões com atuais e potenciais consumidores pelo período de três meses. As votações se encerraram no dia 31 de outubro. O objetivo do Top Conectadas foi criar um ambiente de visibilidade para que as empresas, por esforço próprio, pudessem ser estimuladas a aumentar suas conexões com o consumidor e tornar a marca mais percebida pelos internautas e clientes. “O resultado evidenciou o esforço de cada marca em se mostrar ao consumidor, sugerindo que curta e compartilhe seus valores e qualidades. Além de

proporcionar mais notoriedade, o Top Conectadas favoreceu uma competição sadia que mostrou como é possível, sem investimentos diretos, evidenciar uma marca no mercado consumidor”, explica Cláudia Romariz, diretora da CRCOM, que lançou o Top Conectadas em Londrina em parceria com a Avadora Digital. Para participar da iniciativa, as empresas fizeram sua inscrição pela internet e receberam um link, na página do Top Conectadas. Cada cadastro gerou uma página exclusiva da marca no Facebook e acesso ao mídia kit formado por adesivos, banners, QR Code e outros materiais de apoio para que a marca pudesse se auto promover na rede e buscar os votos de ‘curtir’. Os votos podiam ser efetuados diretamente via internet ou por celular. Cada internauta podia curtir a marca apenas uma vez. A categoria Boutique foi a que teve maior número de marcas participantes (9), seguida por Imobiliárias (7), ONGs (6) e Meios de Comunicação (6). Esta foi a primeira edição do Top Conectadas, que vai se repetir todos os anos durante os meses de agosto a outubro. “O Top Conectadas evidencia as marcas que já estão na rede e estimula o interesse daquelas que ainda não entraram no mundo digital a buscar visibilidade online. Desta forma,

acreditamos que a iniciativa favorece a economia regional, proporcionando mais visibilidade para as empresas, suas marcas, produtos e serviços, permitindo ao pequeno maior competitividade.” Segundo ela, a pesquisa Top de Marcas, que afere a lembrança espontânea de marcas na população, tem mostrado o crescimento da Internet como plataforma de comunicação das marcas com o mercado. “Neste cenário, o Top Conectadas passa a ser um impulso para as conexões aumentarem de forma sustentável, o que acaba refletindo no desenvolvimento e na projeção das empresas no mercado consumidor.” Para Dhiego Bicudo, sócio diretor da Avadora Digital, o Top Conectadas foi uma referência para o comportamento das marcas no mercado local. “Além de identificar, mapear e engajar as marcas de Londrina mais atuantes no digital, cada uma delas precisou de um esforço para conquistar os ‘curtir’ entre as suas concorrentes. Algumas trouxeram campanhas com brindes, sorteios e prêmios bem interessantes. Em Londrina ultrapassamos os mais de 260 mil usuários de Facebook e tivemos participando do Top Conectadas quase 5 mil usuários votando nas marcas que se inscreveram espontaneamente no ranking”, avalia. ●

Crescimento online Pesquisa recente realizada pela revista americana Business Week com as 100 empresas mais valiosas do mundo revela que os empreendedores que investem em redes sociais apresentaram crescimento de 18% a mais que o restante. De acordo com o portal Go-GLobe, a cada 60 segundos, 168 milhões de e-mails são envia-

dos no mundo, 695 mil novos status são postados no Facebook, 694 mil buscas são feitas no Google, 6,6 mil fotos são baixadas no Flickr, 98 mil twiters são publicados, 60 novos blogs são criados e 1,5 mil posts são escritos em blogs. Em Londrina, segundo a Faculdade Getúlio Vargas, 53,64% dos lares têm acesso à internet.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 28

20/11/12 09:42


Pró-atividade garante bom resultado ao Senai Mobilização, espírito de iniciativa e interatividade. Estas, as palavras chaves para o sucesso do Senai Londrina no Top Conectadas. A partir do início da votação, a instituição lançou, por meio de seu blog (www.senailondrina.com.br), uma campanha de mobilização que contou com o sorteio de uma bolsa de estudos, no valor de R$ 12 mil. Para participar, era necessário “curtir” o Senai Londrina no Top Conectadas. A iniciativa tem a cara do próprio blog – dinâmico, com atualização diária, notícias que fazem parte do universo dos stakeholders da instituição e interativo. “Acho que essa foi uma grande idéia”, comenta o gerente executivo do Senai Londrina, Alexandre Lourenço Ferreira. O resultado do sorteio da bolsa já foi realizado e também está registrado no blog. Além do blog, o Senai Londrina está presente

10

CONHEÇA AS MARCAS MAIS CONECTADAS DE LONDRINA

em todas as redes sociais, como Facebook, Twiter e Flickr, com grande destaque às fotos e imagens. Dessa forma, estimula o reconhecimento daqueles que fazem parte de suas atividades e ganha em mobilidade e interatividade. “A gente faz uma atualização diária, dando evidências positivas do mercado de trabalho, fotos de profissionais e formaturas. As pessoas acabam se vendo lá e comentam com os amigos, com a família. Isso tudo é informação para nós, gera negócios e mostra uma postura ativa”, explica Ferreira. O Senai Londrina conta hoje com 20 mil alunos em mais de 120 cursos – técnicos, profissionalizantes, de nível superior e MBA. No Top Conectadas, ficou com 645 votos – 331 na categoria Cursos Técnicos e 314 em Universidade/Faculdade.

Senai (cursos técnicos) S.O.S Vida Animal (ong) Senai (universidade/faculdade) Legião da Boa Vontade (ong) Tribo Urbana (compras coletivas)

331 322 314 259 218

New York Lounge (casa noturna) Ana Emília (salão de beleza) Plantão Sorriso (ong) Doce Sabor (padaria e confeitaria) Perez (imobiliária)

168 168 146 144 139

AS MARCAS MAIS CONECTADAS POR CATEGORIA ACADEMIA Nadar — 47 Brasil Wellness André Arruda BAR Escritório — 112 Barzera Santo Prazer Buteko BOUTIQUE Mosfet — 116 Suzy e Carol Onná Hanami Fazzon Bela Salvatore How Surrender CAFÉ Itamaraty — 42

CASA NOTURNA New York Lounge — 168 Santarena 2800 66 Kalahari Mansão Palhano Vila Boemia CHURRASCARIA Vento Sul — 21 CLÍNICA ODONTOLÓGICA Fix — 24 COLÉGIO PARTICULAR Mãe de Deus — 122 PGD Ateneu Escola Premier CONCES. DE AUTOMÓVEIS Cipasa — 8 CURSOS TÉCNICOS Senai — 331 CONSTRUTORA A.Yoshii — 118 Yticon

FARMÁCIA Vale Verde — 48 Dhermus FLORICULTURA Acácia Flor — 60 4 Estações Flores Floricultura Amor Perfeito HOTEL Bourbon — 36 Golden Blue IMOBILIÁRIA Perez — 139 Century 21 Dmx Raul Fulgêncio Morar Barreto Mônaco

LOJA DE MÓVEIS Mobi Design — 35 Movelaria Vicente Lojix Casa 2 MEIOS DE COMUNICAÇÃO Aqui Jovem — 40 Jovem Pan Jornal Blitz Londrinatur CBN Mix FM ONG S.O.S Vida Animal — 322 Legião da Boa Vontade (LBV) Plantão Sorriso Organização Viver Londrina Pazeando Ong Mae

LANCHONETE RoastedPotato — 7

ÔNIBUS RODOVIÁRIO Brasil Sul — 81

LOJA DE CALÇADOS Queen Shoes — 32 João e Maria

ÓTICA Pupila — 24 Quintino Viso Store Higienópolis

PADARIA E CONFEITARIA Doce Sabor — 144 Palhano Millane RESTAURANTE Raízes Rest./Chop — 48 Caco Self Service Villa Fontana Ao Tempero Caseiro SALÃO DE BELEZA Ana Emília — 168 Fabio Farias Studio One Lincoln Tramontini SHOPPING CENTER Catuaí — 45 Comtour COMPRAS COLETIVAS Tribo Urbana — 218 Filho da Mãe Acesso Zero UNIVERSIDADE / FACULDADE Senai — 314

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 29

20/11/12 09:42


30 31 alimentação

CONSUMO aumento da renda deVe impaCtar na produção e na Venda de alimentoS

aumenTo acelerado da renda Per caPiTa em PaÍses emergenTes farÁ com Que o consumo de alimenTos aumenTe de forma exPressiva nos Próximos anos. Segundo a consultoria em agronegócios Informa Economics FNP, dentre esses alimentos destacam-se a carne bovina, que deve ter um aumento de 3% no consumo esse ano, e a carne de frango, que deve apresentar aumento de 4%. Ainda segundo os dados da consultoria, as pessoas com renda de até R$ 15/dia que têm aumento de renda elevam seus gastos principalmente em produtos alimentícios. As alterações nos hábitos dos consumidores serão sentidas em toda a cadeia produtiva, pois eles estarão mais atentos a sistemas de rastreabilidade, marcas e rótulos. Para acompanhar o consumo, as empresas do setor têm de investir em tecnologia, buscando maximizar suas produções, e devem fidelizar seus clientes por meio de sistemas de benefícios e promoções, por exemplo.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 30

20/11/12 09:42


% Churrascaria

15,1 14,1 10,6

Chimarrão Vento Sul Galpão Nelore

Promoções No segmento Churrascaria, Chimarrão (líder em 2011) e Vento Sul empataram tecnicamente no primeiro lugar. Para atrair um maior número de clientes, a Vento Sul investiu em televisão, outdoor e nas redes sociais onde divulga sua promoção de jantar para casais e as parcerias com empresas, que tem 20% de desconto no rodízio no almoço. Samuel Ribeiro dos Santos, sócio da Vento Sul, explica que a marca existe há 8 anos na cidade e que seu diferencial está no atendimento. “Estamos fa-

% pizzaria

8,3 Borelluccio 7,2 Pizza Hut 5,5 Piu Bella zendo uma pesquisa de satisfação para priorizar o atendimento, já que o nosso preço já é um diferencial. É rotina o maître e o gerente passarem de mesa em mesa perguntando aos clientes se estão satisfeitos, agregando valor ao produto”, explica. A Chimarrão apostou na divulgação da marca em emissoras de TV, principalmente no início do ano, após passar por uma completa reforma. O preço aliado à qualidade das carnes é, para o sócio gerente Dorlei Santos Chiesa, o que atrai o público, além da promoção

% Buffet

16,1 Planalto 9,0 Elite 7,8 Atlântico O preço aliado à qualidade das carnes é o que atrai o público, além da promoção de jantar para o casal, que acontece de segunda a sábado Dorlei Santos Chiesa

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 31

20/11/12 09:42


32 33 alimentação

% Padaria e Confeitaria

8,1 Pandor 7,9 Holandesa 2,3 Patio San Miguel de jantar para o casal, que acontece de segunda a sábado. Em pizzaria, a marca Borelluccio continua na liderança na memória do consumidor e também investe em promoções para atrair clientes, distribuindo entre eles cupons de desconto. Para manter sua marca em evidência, a pizzaria anuncia em listas telefônicas, folhetins semanais, busdoor e outdoor. “Estamos

% Frango

57,5 10,2 3,0

Big Frango Copacol Sadia

nos adaptando de acordo com as tendências do mercado”, comenta Vander Luiz Borelli, proprietário. “Todos os anos lançamos sabores novos. Em 2012 passamos a fazer parte das redes sociais e em breve teremos um novo site.”

Encantando os clientes Para Ronaldo Chineze, diretor comercial do Planalto, o Buffet lembrado em

% Supermercado

49,4 13,7 5,3

Super Muffato Viscardi Carrefour

nosso nome é muito divulgado entre formadores de opinião, mas também fazemos anúncios com parceiros em revistas Ronaldo Chineze

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 32

20/11/12 09:42


% Rest. de Comida Chinesa

21,2 4,8 4,4

China in Box Matsuri Jin Jin

primeiro lugar pelo consumidor, o convidado que vai a um evento no Planalto fica encantado com a qualidade dos pratos e com o atendimento. “Por isso, nosso nome é muito divulgado entre formadores de opinião, mas também fazemos anúncios com parceiros em revistas”, diz. A marca também está montando o blog “Minha vida é uma festa” com cardápios, receitas, dicas e outras novidades para seus clientes, estreando no mundo on line. Com 41 anos na cidade, o Planalto tem trabalhado com atrativos como cardápios diferenciados para eventos comerciais, e investido em ampliações e reformas. No segmento de padaria, duas marcas lideram a memória do londrinense: a Pandor, vencedora em 2011, e a Holandesa, tradicional na cidade. A Pandor vai inaugurar até o final do ano sua segunda unidade na Zona Norte, com o mesmo padrão da matriz localizada na região central. “Trabalhamos com produtos de

% Restaurante de Massas

6,1 1,9 1,6

La Gondola Bom Paladar Máfia Di Pasta

alta qualidade, o que tem encantado e fidelizado os londrinenses. A população da região norte está crescendo e queremos atendê-los com maior proximidade também”, enfatiza Amim Issa, proprietário. Além dos investimentos em infraestrutura, a padaria e confeitaria investe em comunicação, realizando campanhas com foco promocional com encartes nos principais jornais da cidade. Já a Holandesa aponta a tradição como elemento principal para a lembrança da marca. “Além dos muitos anos de mercado, a excelência em qualidade e fidelidade de nossos clientes também contam para que estejamos entre as marcas mais lembradas do setor”, complementa o proprietário João Carlos Guimarães Júnior. Buscando as inovações do mercado e da comunicação, a Holandesa criou um site no qual mantém internautas e clientes atualizados sobre novidades e promoções. “No mundo atual, as pessoas estão buscando cada vez mais informa-

% restaurante self service

12,2 Dá Licença 2,5 Minerinho 2,0 Tempero Manero no mundo atual, as pessoas estão buscando cada vez mais informações e até mesmo atendimento através da internet Joao C. Guimaraes Junior ções a até mesmo atendimento através da internet”, afirma Guimarães Júnior. “Para facilitar o conhecimento dos nossos produtos bem como ter a opinião de nossos clientes estamos utilizando o Facebook e o site da confeitaria.”

Crescimento aparente Com um faturamento que cresce 30% ao ano, a Big Frango mantém a liderança em seu segmento de mercado. O fatura- �

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 33

20/11/12 09:42


34 35 alimentação

mento da empresa chegou a R$ 1,1 bilhão em 2011 e, segundo o diretor de marketing do grupo, Sérgio Vrenna, esses são os resultados de um trabalho que vem sendo desempenhado por todos os colaboradores numa busca por excelência na qualidade dos produtos. Para divulgar seus 273 tipos de cortes de aves e outras carnes, a marca investe em um composto diversificado de mídias para fortalecer as marcas do grupo. “A carne de frango é consumida em todas as classes, o que nos obriga a utilizar todas as ferramentas de marketing e mídia disponíveis em vários níveis para chegar ao consumidor”, conclui Vrenna. O SuperMuffato, que se mantém no topo da liderança na memória do consumidor há anos consecutivos, passa também por um momento de expansão e já conta com sete unidades em Londrina. “O Grupo Muffato está em constante crescimento e os investimentos se ampliam na mesma proporção em nossa cidade”, comenta Everton Muffato, diretor do grupo. A marca utiliza publicidade e propaganda de maneira constante, com inserções diárias em TV e rádio, com uma comunicação dinâmica e contínua. “Também investimos nas mídias impressas como jornal, revista, folhetos de ofertas e nas redes sociais, que hoje são imprescindíveis para interagir com o nosso público alvo”, afirma Muffato.

resTaUranTes aposTaM na coMUnicaçÃo Durante todo o ano, o China in Box, marca líder no segmento de Comida Chinesa, utiliza as ferramentas de comunicação para divulgar seus produtos e promoções, com marketing local e institucional. São inserções diárias de VTs em televisão, divulgação de cardápios, outdoor e apoio a eventos locais. De acordo com a gerente de marketing Rosana Kimura, a marca é consolidada em todo o território nacional e acompanha as inovações tecnológicas do mercado. “Desde 2010 temos o canal de vendas on line, no qual o cliente faz o pedido, pelo computador ou celular, e recebe o box no local desejado.” Atualmente, nas mídias sociais, a marca tem sete mil seguidores do Twitter e 170 mil “curtidas” no Facebook. Consolidado no segmento de massas, o La Gôndola é a marca mais lembrada no segmento de Restaurante de Massa. O restaurante aposta em inserções em rádios, outdoor e participa de grupos de compras on line para incrementar seu número de clientes. “Compras coletivas dão um retorno satisfatório, é uma nova maneira de trabalhar e trazer pessoas novas para conhecer a casa”, comenta José Eduardo Consalter, sócio e gerente. Em 2012, o restaurante self service mais citado pelo consumidor, o Dá Licença,

CompraS ColetiVaS dão um retorno SatiSFatÓrio, é uma noVa maneira de traBalhar e trazer peSSoaS noVaS para ConheCer a CaSa” JoSÉ eDuarDo ConSalter

trabalhou principalmente a comunicação visual de suas unidades com mídia impressa, televisão, rádio, marketing direto, digital e redes sociais. Seus cinco pontos em Londrina têm propostas diferentes, mas buscam o mesmo objetivo: oferecer opções de comer bem fora de casa. “O Dá Licença remete aos londrinenses a certeza de encontrar uma gastronomia variada e atualizada com qualidade e bons serviços. Além disso, tornou-se uma ótima solução quando se fala em eventos empresariais e familiares”, explica a sócia proprietária Cintia Sehn Baccarin.

presença eM londrina A Selmi, produtora da marca de macarrão Galo, atribui a liderança da marca, tradicional em todo o País, também à presença de sua fábrica em Londrina.

arcas Top de Mº ano pelo 11 tivo. consecu

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 34

20/11/12 09:42


Segundo Marcelo Guimarães, diretor comercial, além da tradição de 125 anos de mercado, a Selmi contribuiu para o crescimento da região, sendo uma fonte de renda e empregos para os londrinenses. Através de ações como propaganda em TV, degustação, distribuição de material em pontos de vendas, participação em publicações gastronômicas e revistas, a Galo se mantém na lembrança de seus consumidores. Com mais de 450 pontos de vendas em Londrina, a Kibon, marca mais lembrada pelo consumidor no segmento Sorvete, mantém forte presença na cidade e fortalece seu posicionamento no mercado com um composto diversificado de marketing,

com campanhas de comunicação diferenciadas e ações inusitadas. “Além disso, acreditamos muito no contato direto com nosso consumidor, seja no ponto de venda, em ações de ativação ou nas redes sociais. Entender as necessidades do nosso público é extremamente importante para entregar exatamente o que eles desejam”, detalha Isabel Masagão, gerente de marketing. 

% macarrão

56,2 13,3 7,9

Galo Renata Floriani

% Sorvete

40,5 37,7 4,2

Kibon Sávio Geloni

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 35

20/11/12 09:42


36 36 37 automóveis

ipi reduzido eStimulou o Setor, que CreSCeu 19% em outuBro

IMPULSO vendas de veÍculos novos no brasil em ouTubro cresceram 19% em relação ao mesmo PerÍodo do ano Passado e 10,6% em relação ao mês anTerior, de acordo com a fenabrave, federação nacional da disTribuição de veÍculos auTomoTores. O aumento, segundo as indústrias, era esperado mesmo diante do encerramento da redução do IPI, que acabou prorrogado pelo governo. No ano passado, Londrina alcançou índice de mais de 300 mil veículos registrados, dentre carros, utilitários e motocicletas – média de 0,6 por habitante. Para estimular ainda mais as vendas, as marcas do setor apostam em um planejamento estratégico de comunicação, focando o relacionamento com o cliente em lojas ou pela internet.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 36

20/11/12 09:42


Desde 1996 | Top de Marcas 2011 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 37

20/11/12 09:42


38 38 39 automóveis

% Conces. Veíc. Importados

5,0 Euro Import - BMW 4,7 Ópera - Peugeot 4,6 Caiuás - Honda % Conces. de Automóveis

20,0 Metronorte 13,3 Cipasa 6,8 Norpave Revenda veíc. Multimarcas

11,5 Metronorte 10,1 Cipasa 5,1 Marajó % Revenda de Motos

31,2 9,9 5,5

Kalla's Motos Blokton Honda

% Autoelétrica

8, Araguaia 3,4 Bandeirantes 1,9 Elkind 1

Três marcas na cabeça No segmento de Concessionária de Veículos Importados, a disputa foi acirrada e três marcas apareceram na liderança da pesquisa: Euro Import, Ópera Peugeot e Honda Cauiás. O diretor comercial da Ópera, Osni Moreira, tem uma explicação: “O setor em Londrina está muito competitivo com a entrada de novas marcas no mercado. Esse aumento traz mais informação para o mercado e faz com que as empresas busquem se diferenciar por meio da propaganda e do atendimento”. A revendedora da marca francesa utiliza televisão, rádio e internet para apresentar seus produtos e se comunicar com os clientes, além da exposição de modelos em ambientes de circulação de públicos alvos. Já a Honda Cauiás investe frequentemente em veículos como jornais, outdoor, televisão, internet e mídias sociais, apoiando também projetos de responsabilidade social. “Faz parte de nossa filosofia incentivar iniciativas que aproximem a empresa das necessidades da população e a tornam, cada vez mais, lembrada e presente nas comunidades”, explica Fábio Rosa, gerente de marketing. A EuroImport também aposta na internet e conta com um site com toda a linha de automóveis disponíveis nas lojas, inclusive seminovos. Presente em Londrina desde 1993, a rede comercializa as marcas BMW, Land Rover e BMW Motos, e aposta nas mídias revista e rádio para fortalecer sua presença no mercado. O grupo conta ainda com outras três lojas no Estado, uma em Cascavel e duas em Curitiba.

Planejamento estratégico A Metronorte segue na liderança em dois segmentos da pesquisa: Concessionária de Veículos e Revenda de Veículos Multimarcas. Segundo o diretor comercial Waldir Rezende, essas e outras conquistas são decorrentes da credibilidade da marca Chevrolet, da modernização

das lojas e dos investimentos regulares em mídia impressa e eletrônica. “Os investimentos em comunicação fazem parte do planejamento estratégico da concessionária. Em rádio e TV temos pelo menos uma campanha por mês, além de anúncios semanais em jornal”, informa. O grupo, composto por outras quatro unidades no País, comercializa mensalmente cerca de 1,5 mil automóveis e tem como atual prioridade o investimento em tecnologia para estreitar o relacionamento com o cliente. Em Londrina, uma das lojas trabalha com veículos da GM e a outra com seminovos, nacionais e importados. Outra marca que planeja estrategicamente sua comunicação é a Kalla’s, revenda de motos Honda, a mais lembrada no segmento Revenda de Motos. A marca busca atingir seu público alvo por meio de mídias diversificadas dentre as quais se destacam merchandising semanal em programas na região, inserções diárias em emissoras de rádios e distribuição de panfletos. “Em virtude da necessidade de nos comunicar melhor com o nosso público alvo, desenvolvemos páginas nas principais redes sociais”, acrescenta o gerente de vendas, Lúcio Mamede.

Tradição faz a diferença Para Nelson Yuwanaga, proprietário da Autoelétrica Araguaia, a marca top no segmento de Autoelétrica, a lembrança do público londrinense está associada à tradição da marca, presente há 30 anos no mercado. “Couzo Yuwanaga abriu a autoelétrica em 1950 e desde então tem clientes fiéis, de geração a geração, que nos recomendam a amigos. Além disso, apostamos em um bom atendimento, o que gera credibilidade em nossos serviços.” A marca busca estar alinhada às novidades e lançamentos do mercado e contará em 2013 com um site que está em desenvolvimento. No mercado desde 1967, a Autopeças Londrina, líder no segmento Autopeças,

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 38

20/11/12 09:42


também aponta a tradição como diferencial, associada à variedade de produtos e ao atendimento. “Nossa equipe de trabalho tem grande conhecimento e é  especializada, atendendo as demandas do mercado”, comenta Silvana Martins, administradora.  Para fortalecer seu posicionamento em Londrina, a empresa investe em comunicação, com propagandas locais e patrocínio a eventos regionais.

Marcas focadas Focada no cliente, a locadora de veículos Localiza, a mais lembrada em Locadora de Veículos, aponta que a comunicação é um fator essencial para fortalecer o relacionamento. “Por isso, investimos de maneira constante em diferentes mídias, explorando inúmeras possibilidades em mídia impressa, outdoors, placas e empenas, internet e rádio”, explica Herbert

Viana, diretor de marketing. Neste ano, especialmente, a empresa investiu de forma significativa em mídias web, incluindo mídias display e links patrocinados. Além disso, o plano de mídia prevê, pelo menos, a divulgação anual de quatro campanhas em âmbito nacional. Com duas lojas em Londrina, a Pneumar, marca vencedora em Revenda de Pneus, focou seus esforços de mídia esse ano em comerciais na televisão, promocionais e institucionais, em comemoração aos 65 anos da empresa. “Também enviamos e-mail marketing a um público selecionado de clientes e possíveis clientes”, detalha Marco Cesar Felssner, gerente nacional de varejo. A marca acompanha os lançamentos do mercado e busca aprimorar, ano após ano, a qualidade de seus serviços e do atendimento. 

Os investimentos em comunicação fazem parte do planejamento estratégico da concessionária. Em rádio e TV temos pelo menos uma campanha por mês, além de anúncios semanais em jornal”

% Autopeças

10,5 9,1 5,3

Auto Peças Londrina Gevasco Araguaia

% Locadora de Veículos

13,8 Localiza 1,3 Avis 1,1 Unidas % Revenda de Pneus

14,6 Pneumar 6,3 Renato Pneus 5,7 Roger Pneus

Marco Cesar Felssner

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 39

20/11/12 09:42


40 41 bebidas

GOELA Estudos apontam quE a população Está consumindo mais itEns dEstE sEgmEnto brasileiros devem gasTar r$ 17,75 bilHÕes em bebidas aTé o fim do ano, segundo a PYxis consumo, ferramenTa de PoTencial de mercado do iboPe inTeligência. O montante representa um crescimento de 15% em comparação ao registrado em 2011. O levantamento inclui gastos com bebidas como refrigerantes, sucos, água, cerveja, vinho e destilados. A classe B deve ser a maior compradora, com 42,65%, seguida pela classe C, com 40% do consumo. O crescimento da renda per capita e do poder de compra transformou o Brasil em prioridade para as companhias globais como a Coca-Cola, que tem no País seu quarto maior mercado, atrás apenas de Estados Unidos, México e China. Até 2014, a companhia deve investir aqui cerca de R$ 2,5 bilhões.

crescimenTo No terceiro trimestre desse ano, a Coca-Cola, marca de refrigerante mais lembrada pelo consumidor londrinense, apresentou crescimento de 6% no Brasil, apoiado em um maior volume de vendas. A maior fabricante de refrigerantes do mundo divulgou que o lucro do primeiro trimestre de 2012 somou US$ 2,05 bilhões, alta de 8% em relação ao ano anterior. Os números positivos são, em parte, resultados dos altos investimentos da marca em comunicação e marketing. “Esse prêmio é resultado de nossos esforços para atender cada vez melhor nossos clientes e consumidores, e mostram que nosso trabalho de marca,

sempre investindo em ações tanto mundiais como regionais, tem sido reconhecido”, comenta Ana Flavia Barbosa de Bello Rodrigues, gerente de comunicação da Spaipa, distribuidora da marca na região. Com crescimento de 20% das vendas em 2012, a D’Fonte continua na liderança de Água Mineral. Emerson Batistão, proprietário, explica que a leveza da água garante a fidelização e a lembrança dos clientes. “A água tem uma aceitação muito boa e, apesar da grande concorrência na região, nosso produto se destaca pela qualidade. Além disso, estamos logisticamente bem

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 40

20/11/12 09:42


Desde 1996 | Top de Marcas 2011 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 41

20/11/12 09:42


42 43 bebidas % Refrigerante

65,3 15,1 6,3

Coca-Cola Guaraná Antarctica Guaratuba

% Água Mineral

19,4 9,0 7,4

D' Fonte Ouro Fino Lon Rita

% Cerveja

45,5 37,5 4,5

Brahma Skol Antarctica

localizados.” Para manter a marca em evidência, a empresa aposta em cartazes e banners nos pontos de vendas, além de inserções em rádios.

Próximas de seus públicos Após anos no segundo lugar, a Brahma chega à liderança do Top de Marcas como a marca de Cerveja que vem em primeiro na lembrança espontânea do consumidor. A empresa busca estar próxima dos clientes, atuando em duas plataformas: country e patrocínio ao esporte, como o futebol. “Em Londrina, marcamos forte presença na ExpoLondrina e no Campeonato Super Touros, trazendo ao público diversas atrações, espaços diferenciados e novidades em termos de lançamento, como o chopp Brahma Black, lançado com exclusividade no evento”, comenta

Heitor Lopes Guimarães, gerente comercial da Ambev. Além de estar presente nas mídias sociais dos clubes apoiados, a marca foi uma das primeiras no Brasil a investir nas novas tecnologias, e se comunica diretamente com seus consumidores por meio de seus perfis nas redes sociais. Outro nome que tem marcado presença nas redes sociais é a Itamaraty, marca líder no segmento Café. Tradicional em Londrina, a marca chega aos seus 49 anos apostando nessas e em outras mídias como televisão, rádios, jornais e revistas para fortalecer sua presença no mercado. “Durante todos esses anos a Itamaraty sempre buscou inovar com o lançamento constante de  produtos e com a realização de promoções inesquecíveis que até hoje são lembradas por consumidores de diversas idades, sempre muito próximos de nossos clientes e consumidores nos mais diversos eventos”, explica Wesley Sangregorio, da equipe de marketing.

 Novidades A Cativa, marca de Leite mais lembrada pelos londrinenses, acompanha a evolução do mercado e está se adaptando e buscando melhorias em seus processos produtivos e comercial. “Este ano, robotizamos a paletização de nossa linha de leite longa vida e atualizamos a linguagem de nosso sistema comercial com novos softwares”, explica o gerente co-

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 42

20/11/12 09:42


% Café

mercial Cláudio Fileto Barros. Em 2013, a marca deve lançar novos sabores e linhas de iogurte, além de queijos e manteiga. Para divulgar esses produtos, a Cativa investirá nos próximos meses em ações específicas nos pontos de vendas, além de mídia em rádio e televisão. A vinícola Guaravera, marca de Vinho que primeiro vem à memória de grande parte dos consumidores, também aposta em novos produtos e se prepara para lançar uma Vodka saborizada. A marca atua no mercado há 20 anos e conta com mais de três mil pontos de vendas na cidade. Para interagir com o consumidor, a Guaravera participa com seus vários produtos em redes sociais e utiliza a internet

Este ano, robotizamos a paletização de nossa linha de leite longa vida e atualizamos a linguagem de nosso sistema comercial com novos softwares” Claudio Fileto Barros para comercializar e divulgar lançamentos. “Investimos também em revistas, jornais e eventos, além de ações de degustação nos supermercados o ano todo”, afirma Dirceu Gazzi, diretor comercial. 

42,5 9,1 7,6

Itamaraty Londrinense Pilão

% Leite

42,9 21,2 7,3

Cativa Polly Parmalat

% Vinho

35,6 14,0 3,1

Guaravera Campo Largo Do Avô

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 43

20/11/12 09:42


44 45 44 Comunicação

VeíCuloS FoCam proximidade Com o púBliCo e aS mudançaS de háBitoS do ConSumidor

PosTando em conTeúdos regionais e na Proximidade com o Público, as marcas do segmenTo de comunicação desenvolvem suas ProgramaçÕes e açÕes buscando esTar PresenTes no dia a dia da comunidade. Para isso, promovem e patrocinam eventos, investem em melhorias de sinal e disponibilizam seus conteúdos digitalmente, atendendo assim a uma mudança de hábitos dos leitores e telespectadores brasileiros. Segundo a VansonBourne, especializada em pesquisas do mercado de tecnologia, os telespectadores mais jovens estão impulsionando a adoção de novos serviços, como vídeo via internet, e os consumidores do Brasil e de outros mercados emergentes estão começando a adotar mídias de relacionamento para ampliar suas experiências de televisão e som. De acordo com o estudo, os laptops já rivalizam com TV e com o rádio na veiculação de conteúdo nas residências do País. A pesquisa aponta também que atualmente 33% dos brasileiros possuem um televisor de alta definição, e 57% esperam comprar um nos próximos 18 meses.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 44

20/11/12 09:42


% Jornal

% Programa de TV Local

23,5 66,4 Folha de Londrina 20,0 Jornal de Londrina (JL) 10,3 1,4 Folha de S. Paulo 6,1 Engajamento com o público Para a gerente de marketing da Folha de Londrina, jornal mais lembrado pelo consumidor londrinense, Allessandra Vieira Mejía, a credibilidade e a confiabilidade fazem da Folha não apenas a marca mais lembrada, mas também a que tem maior engajamento com seu público. O jornal hoje é multiplataforma e permite que os londrinenses o acessem de qualquer lugar, seja na forma impressa ou digitalizada. “Adicionalmente, estamos presentes nas redes sociais com estratégias de comunicação específicas para cada uma das marcas do grupo. A Folha tem investido continuamente em comunicação com publicidade através do próprio jornal e dos portais do grupo, utilizando às vezes outras mídias como apoio”, explana a gerente. A comunicação da empresa é também focada em apoios culturais e na divulgação de novos produtos e serviços.

Tribuna na Massa/ Carlos Camargo Tempo Quente/ Léo José Balanço Geral/ Cobra

que essas interações com a sociedade têm feito a diferença”, avalia Lamastra. Dentre as ações de marketing desenvolvidas para fortalecer a marca estão investimentos em mídia com um padrão de regularidade, e que inclui principalmente mídia extensiva e ações de guerrilha. A RPCTV, Emissora de TV mais lembrada pelo londrinense, utiliza campanhas

% Emissora de TV

66,0 RPC/ TV Coroados (Globo) 9,4 RIC (Record) 8,9 Massa (SBT) institucionais para estar mais próxima do paranaense e valorizar o momento compartilhado com o telespectador. “Esse conceito se traduz no slogan ‘Todo dia com você’. A RPCTV investe muito na marca por meio de campanhas institucionais que são veiculadas na própria TV e nos veículos do grupo GRPCOM, ao qual pertence. Além disso, faz ações e eventos

Próximo da comunidade Para o diretor geral da Rede Massa em Londrina, Rafael Lamastra Júnior, a presença do programa Tribuna da Massa como líder de lembrança na população londrinense no segmento Programa de TV Local, é resultado de sua grande aceitação, da força do apresentador Carlos Camargo e, principalmente, de um grande projeto de envolvimento da marca com a comunidade. “Esse projeto inclui desde ações voltadas a questões importantes para a cidade como o Projeto Nova Sergipe, até atividades desenvolvidas nos bairros de Londrina, como o nosso projeto ‘Meu Bairro é Massa’. Temos certeza

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 45

20/11/12 09:42


46 46 47 Comunicação

próximos aos telespectadores, à comunidade e ao mercado publicitário”, afirma a gerente geral Silvana Postiglioni. Há 49 anos em Londrina, a emissora foi a primeira do interior no Brasil e também se destaca como a primeira do interior a ter transmissão digital. A previsão é que, em 2014, 70% do Paraná esteja recebendo sinal digital, com sua programação local transmitida em alta definição.

A força de um nome Nos dois segmentos de rádio pesquisados, AM e FM, o nome mais lembrado é o mesmo: Paiquerê. Na frequência AM, a marca tem uma tradição de 55 anos, nos quais esteve presente nos principais acontecimentos da cidade nas áreas política, social e esportiva. “Esse mês, o principal programa da emissora, o Jornal da Manhã, chegou a 12 mil edições, e é considerado um dos mais importantes programas de radiojornalismo do Paraná, gozando de muito prestígio e respeito da população”, enaltece o sócio proprietário da Paiquerê AM, JB Faria. Para divulgar projetos e eventos, a marca conta com sua própria programação e site, além de inserções em TV e jornal. “As novas tecnologias possibilitaram um incremento muito forte no relacionamento da emissora com seus ouvintes em qualquer lugar no mundo”, ele diz. A Paiquerê FM também investe em mídias diversas para a divulgação de seus eventos, ações e promoções culturais. As

mais trabalhadas são televisão, jornal, internet, redes sociais e o Painel Eletrônico na Avenida  Ayrton Senna. “Há mais de 33 anos no ar, a programação é desenvolvida de forma estratégica e composta por vinhetas diferenciadas e marcantes, que fixam a marca na cabeça dos ouvintes”, comenta Cristiano Stuani, gestor de marketing. Nos últimos três anos, a emissora de rádio apresentou um crescimento de 10% na audiência e planeja nos próximos anos crescer mais 7%. Para isso, aposta em novos programas, como o Rádio Esporte Paiquerê FM, que vai ao ar às 18 horas. “Com a entrada do programa, em apenas dois meses, a audiência do horário foi de 26% para 33%”, diz Stuani.

Novo segmento Esse ano, a pesquisa Top de Marcas levantou as marcas mais lembradas pela população no segmento de Revista Local, que apresentou empate técnico entre a Frizz Magazine e a Wink Mag. Há mais de oito anos no mercado, a Frizz Magazine circula em cidades como Londrina, Apucarana, Arapongas, Maringá, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu e, mais recentemente, em Curitiba. Segundo o diretor de redação, João Arruda, a revista mensal conta com mais de 100 páginas por edição e é divulgada através de mídia impressa, eletrônica, TV e rádio, além das ações de marketing que desenvolve. “A revista também investe continuamente no aprimoramento de seu conteúdo, de olho nos temas e personagens que mais possam interessar aos

A revista investe continuamente no aprimoramento de seu conteúdo, de olho nos temas e personagens que mais possam interessar aos leitores, com uma receita jornalística capaz de superar as expectativas” Joao Arruda

leitores, com uma receita jornalística capaz de superar as expectativas”, analisa. A Wink Mag está há três anos no mercado, é bimestral e distribuída gratuitamente em edifícios, condomínios residenciais, salões de beleza, restaurantes e consultórios em Maringá, Londrina e cidades vizinhas. “Nossa revista conta com conteúdo diversificado, exclusivo e o comprometimento com a qualidade e a novidade dos assuntos e personagens. Está sempre buscando o novo para apresentar aos leitores e mostrar a cidade sob um olhar diferenciado”, explica o sócio Fábio Pitrez. Em setembro, a revista passou por uma mudança no projeto gráfico e todas as edições podem ser integralmente visualizadas no site. 

% Emissora de Rádio AM

34,2 9,1 6,8

Paiquerê Alvorada Brasil Sul

% emissora de rádio fm

31,9 13,9 13,5

Paiquerê Jovem Pan Igapó

% Revista Local

1,6 1,4 0,7

Frizz Wink Veja

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 46

20/11/12 09:42


Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 47

20/11/12 09:42


48 48 49 educação

ura

crescimenTo da classe c e o aumenTo da renda Per caPiTa esTão fazendo com Que muiTos brasileiros busQuem novas oPorTunidades Por meio da educação, seja em cursos ProfissionalizanTes, de graduação ou ensino a disTÂncia. Até 2014, o Senai deve matricular mais de 4 milhões de alunos por ano em cursos de educação profissional para atender a demanda do mercado de trabalho. O Paraná está entre os sete estados que mais devem gerar vagas para esses profissionais. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), em 2010 o número de alunos matriculados em cursos superiores foi 7,1% maior em relação ao ano anterior, e a última década fechou com um número de universitários duas vezes maior que de outros períodos. Além disso, os ganhos desses profissionais tendem a ser 156% superiores daqueles que apenas terminaram o ensino médio.

Para incentivar estudantes em potencial na busca da qualificação, as escolas e instituições de ensino em Londrina se renovam, oferecem a cada ano novos cursos e se adaptam aos novos tempos com o ensino a distância e atividades on line para o aluno.

renovação Pautado na renovação, o Senai é a Escola Profissionalizante mais lembrada pelo londrinense. Em 2013, vai implantar em Londrina o Instituto Senai de Tecnologia (IST). “É uma iniciativa em âmbito nacional e tem como objetivo a modernização das instalações e o atendimento especializado aos vários setores da indústria. Londrina tem como meta se tornar um IST

com alta performance em tecnologia da informação e comunicação”, comenta o gerente Alexandre Lourenço Ferreira. A cada semestre, com a abertura dos cursos, a insituição dá início a novas campanhas de mídia utilizando os meios convencionais como TV, rádio, jornais, outdoor, e-mail marketing e distribuição de material gráfico dentro das empresas da região, direcionados de acordo com o público que se procura atingir. “O trabalho do marketing na renovação da imagem da marca em conjunto com o trabalho de relacionamento com o cliente muito bem elaborado contribuiu para o sucesso em Londrina”, afirma o gerente. O Peixinho, Escola de Educação Infantil mais citada pelo londrinense, tam-

bém se renova com mudanças na logomarca e em ações de mídia, propaganda e marketing de forma consistente. “Contratamos uma agência de publicidade para desenvolver a imagem e a percepção da escola na comunidade”, detalha Daniele Zoéga Della Barba, diretora educacional. Fundada em 1969, a escola conta com 450 alunos e planeja ampliar e melhorar a infraestrutura, mantendo a sintonia com a qualidade educacional. “Acompanhamos a evolução da sociedade, investindo em tecnologia e treinamentos, sem nos desprender dos princípios básicos da educação”, diz Daniele. “Nos próximos anos, temos como objetivo instalar lousas eletrônicas na maioria das salas do Ensino Fundamental.”

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 48

20/11/12 09:42


% esCola profissionalizante

% eduCação infantil

% Colégio partiCular

29,1 13,3 3,7

10,2 3,5 2,4

33,3 14,8 7,0

Senai SenaC

CeBraC

o peixinho pequeno prínCipe maxi

HigH scHool

Presença em Todo o brasil

Com 26 anos de história e mais de três mil alunos em Londrina, o Colégio Particular mais citado pelos entrevistados foi o Maxi. “Esse ano, com o lançamento de novos cursos, o Maxi ampliou investimentos nas mídias impressa, de TV e rádio. O colégio ratifica sua marca como a mais moderna de Londrina”, destaca Virgilio Tomasetti Júnior, diretor. Em 2013, o Maxi inicia o Maxi High School, fruto de um convênio com a Universidade do Texas (EUA). “O aluno terá a opção de cursar o ensino regular, a High School ou ambos. Para 2013, teremos também outras novidades como o Maxi Sistema Integral e o Maxi Bilíngue”, revela Tomasetti.

Fundado em Londrina há 27 anos, o CDI, marca líder no segmento Escola de Informática, está presente hoje em todos os estados do País. São 98 unidades com uma média de duas novas escolas abertas por semana. A escola de informática oferece a seus alunos 23 cursos, sendo os mais procurados o de Design e Web, Informática Profissional, Matemática Financeira e XGamer. “Hoje atendemos os filhos dos nossos primeiros alunos. A satisfação de quem estuda conosco garante o reconhecimento ano a ano do público londrinense”, enfatiza Ariana Quelho, gerente da unidade em Londrina.

maxi mariSta

londrinenSe

As ações de mídia da marca são direcionadas para alunos em potencial com distribuição de panfletos, cartazes colocados em locais estratégicos e por meio das mídias sociais. “Hoje a tecnologia faz parte da nossa rotina. Por isso, o CDI tem atuado nas redes sociais e conta com uma ferramenta de ensino que permite ao aluno fazer atividades e obter atendimento on line, de qualquer computador”, detalha a gerente.  Também presente em todo o País, através de ensino presencial e a distância, a Unopar, Universidade Particular que vem em primeiro lugar na lembrança da população, não para de crescer. Após ser incorporada pelo Grupo Kroton Edu-

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 49

20/11/12 09:42


50 51 Educação

cacional, a universidade deve oferecer onze novos cursos em 2013, com um grande investimento no Financiamento Estudantil que possibilita que jovens tenham acesso ao ensino superior em universidades pagas. Para divulgar o vestibular, a Unopar investe nos diversos segmentos de mídia e conta com um departamento bem estruturado na área comercial. “É possível potencializar melhor os investimentos neste segmento e buscar personalidades de destaque para assinar nossas campanhas, como o ator Reynaldo Gianecchini, que é o novo garoto propaganda do ensino a distância da Unopar nas peças veiculadas pela mídia nacional e distribuídas nos mais de 450 polos parceiros em todo o País”, explica a reitora Wilma Jandre Melo.

Resultados reais No segmento de Cursinho Pré-Vestibular, o Sigma continua sendo o mais citado na pesquisa. O diretor geral Jamil Hatti acredita que esse é o resultado de um trabalho de 16 anos de mercado e de resultados reais. “No ano passado, aprovamos 700 alunos nos vestibulares, contando somente as universidades públicas”, justifica. Para divulgar as diferentes modalidades de cursos, dentre eles preparatórios para o Enem, a marca investe em outdoor, panfletos, busdoor, televisão e e-mail marketing. Para o próximo ano, o cursinho tem o projeto de implantação da TV Sigma, um modo diferente de transmitir o conteúdo.

% Escola de Informática

13,7 7,8 6,8

CDI Microlins Microcamp

A colocação no mercado de trabalho, nacional e internacional, é o resultado real que fideliza os alunos do Studio Desirée Soares e mantém a marca como a mais lembrada no segmento Escola de Modelo. “Nossa melhor propaganda são os alunos, modelos e clientes que expressam sua satisfação e gratidão por tudo que lhes é ensinado e proporcionado”, comenta a diretora Desirée Soares Galvão Bueno. Atualmente, a escola conta com um staff de modelos que atua na região e um seleto grupo agenciado no exterior. A marca, que tem 12 anos de mercado, é divulgada por meio de eventos promovidos ao longo do ano. Para a reitora Nádina Aparecida Moreno, a Universidade Estadual de Londrina, a mais lembrada na pesquisa, é reconhecida pelos londrinenses pela tradição e qualidade de ensino. “’A UEL está entre as cinco melhores instituições estaduais do País e figura entre as 70 melhores da América Latina”, diz. Por se tratar de uma universidade pública, conta com sua própria Agência de Notícias, Rádio e TV para divulgar suas ações na comunidade. O site, que tem mais de três mil acessos diários, também funciona como um propagador dos acontecimentos e das ações da instituição.

Focada em comunicar sua marca, a Wizard, marca de Escola de Inglês mais lembrada em 2012, direciona seus esforços na mídia nacional para fortalecer seu posicionamento. Dentre suas ações, vale

destacar os patrocínios nas mangas de uniformes do São Paulo Futebol Clube, anúncios em jornais, placas em estádios de futebol, outdoors, eventos culturais, spots em rádios e na TV, além de anúncios no canal infantil Discovery Kids. “Todo esse trabalho e o investimento feito na área publicitária têm como objetivo divulgar a metodologia Wizard de ensino e consolidar a marca como a maior rede de idiomas do País”, comenta Carlos Wizard Martins, presidente do Grupo Multi, ao qual a rede pertence. Hoje a marca conta com mais de 1,2 mil unidades em todo o País – cinco delas em Londrina. As franqueadas investem na divulgação de suas escolas com ações específicas. A Wizard da zona Norte utiliza carro de som, outdoor e panfletagem na região onde atua. A Wizard Jardim Presidente aposta em rádios, outdoors, busdoor e jornais, além de atuar com endomarketing, trabalhando com indicação dos próprios alunos. A Wizard Centro concentra esforços em outdoors espalhados por rodovias do estado e em redes sociais e a Wizard Aeroporto aposta na propaganda em TV, rádio, panfletagem e e-mail marketing. “Temos utilizado muito o Facebook para divulgar os trabalhos realizados pelos professores em sala de aula, dicas de aprendizado dos idiomas, informações culturais e experiências de alunos”, detalha a franqueada da Wizard Centro, Ana Cláudia Leão. Fernanda Cita Giora, franqueada da Wizard Aeroporto, destaca o investimento em infraestrutura da escola como estratégico para oferecer maior conforto aos alunos. 

% Universidade Particular

% Cursinho pré-vestibular

Investimentos em comunicação

46,0 15,7 6,3

Unopar Unifil

PUC

21,4 8,0 6,2

Sigma Maxi

Neo DNA

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 50

20/11/12 09:42


% Escola de Modelo

40,1 4,3 0,8

Studio Desiree Soares Studio CDI

Ă?PS

% Universidade

61,6 18,2 6,1

UEL Unopar Unifil

% Escola de Idiomas

18,0 16,6 9,3

Wizard Fisk

CCAA

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 51

20/11/12 09:42


52 52 53 imóveis

Índice de velocidade na comercialização de imóveis é alto em londrina, revela pesquisa

P

EsQuisa rEaliZada pElo sEBraE/pr E sinduscon nortE aprEsEntou informaçõEs importantEs para as EmprEsas da construçÃo civil Em londrina. O levantamento, que contou com a avaliação da Brain Bureau de Inteligência Corporativa, apontou que o índice de velocidade nas vendas de imóveis em Londrina é alto. As obras são entregues em média 30 meses após o lançamento, com cerca de 80% a 90% das unidades vendidas.

O desafio, entretanto, está em aumentar o número de unidades e também o preço de venda, que está abaixo da média nacional. Atualmente, Londrina é a sexta cidade brasileira em número de edifícios acima de 12 pavimentos e a 12ª cidade no mundo em número de prédios por habitantes. Em 2011, a construção civil apresentou um crescimento de 7,3% com um aumento de empregabilidade de 9,5%. Para acompanhar o aquecimento do setor de imóveis, as empresas lançam novos empreendimentos, investem no desenvolvimento

de e-commerce e informatizam seus sistemas de comunicação e gestão.

novos eMpreendiMenTos Em 2011, foram seis lançamentos, totalizando mais de 1,1 mil unidades. Esse ano serão oito empreendimentos, com quase 1,3 mil unidades lançadas em Londrina. Assim cresce a A.Yoshii Engenharia, a Construtora mais lembrada pelo londrinense, que também passou a atuar em cidades da região como Arapongas, Apucarana e Maringá. “Este ano, o Grupo A.Yoshii completa 47 anos. Todos estes anos refletem muito

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 52

20/11/12 09:42


o o

% Construtora

27,5 A.Yoshii 17,2 Plaenge 3,4 Quadra no crescimento e posicionamento da marca. A empresa tem muita credibilidade no mercado e a cada ano esta percepção se concretiza ainda mais”, explica Érica Volpato Endo, gerente de marketing. Como estratégia de comunicação, a construtora aposta em anúncios nos principais jornais e revistas da cidade, campanhas de outdoor e televisão, internet, patrocínios a eventos ligados ao desenvolvimento da cultura e projetos de responsabilidade socioambiental. A Monaco, a mais lembrada entre as imobiliárias, também está participando da

% Imobiliária

8,6 Mônaco 7,0 Raul Fulgêncio 5,5 Perez elaboração de novos empreendimentos na cidade que darão mais visibilidade a sua marca e contribuirão com o desenvolvimento de Londrina. “A empresa aposta na divulgação da marca utilizando vários veículos de comunicação como rádios, eventos, revistas, jornais, panfletos, outdoor e e-mail marketing. Além disso, os perfis das redes sociais são atualizados diariamente, o que estimula a interação com os consumidores”, comenta o sócio proprietário Marcos Moura. A empresa administra aproximadamente dois mil imóveis e conta com duas filiais em Londrina.

% loja materiais construção

16,4 Todimo 15,6 Telhanorte 8,6 São Marcos Sem sair de casa Empatadas tecnicamente no segmento de Loja de Material de Construção, a Todimo e a Telhanorte buscam facilitar a vida do cliente. A Todimo está se preparando para atender a um novo consumidor. “Hoje já temos o e-commerce e estamos em todas as redes sociais. Com isso, aprendemos como comunicar para as próximas gerações de consumidores”, afirma Tiago Guimarães, gerente de marketing. Investindo em TV, rádio, e-mail marketing e panfletos, a marca acredita que a comunicação aliada à credibilidade e ao aten-

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 53

20/11/12 09:43


54 55 imóveis

dimento fideliza o consumidor. “Por isso, estamos todos os meses comunicando e promovendo nossas lojas.” A Telhanorte está atenta às novidades do mercado que permitem maior interação com o consumidor e acaba de estrear o novo site, pelo qual os consumidores poderão comprar produtos e fazer cálculos de custos com tintas e pisos, sem sair de casa. Para fortalecer a lembrança de sua marca, a Telhanorte investe constantemente em mídias, sobretudo em grandes campanhas nacionais. “Esse investimento engloba anúncios em TV em rede nacional, em revistas e em jornais, além de comunicação por meio de tablóides, e-mail marketing, entre outras ferramentas”, comenta Rodrigo Rissato, gerente regional.

inforMaTizada

a concorrência se torna ainda mais agressiva.” A Casa das Tintas, que atua na cidade desde 2010, aposta no atendimento para fidelizar o cliente. “É aí que fazemos a diferença. A política da empresa não é vender o produto e sim dar assessoria e suporte de vendas, inclusive com o envio de e-mail marketing.” De acordo com Roderlei Alessi, diretor da Tintas Darka, a rede é a maior especializada em tintas no Sul do Brasil, tanto em número de lojas quanto em fatura-

% loja materIaIs elÉtrICos

7,0 eletrotraFo 4,7 casas Bahia 4,3 eletro união

mento. “Ao todo são 17 lojas, sendo 10 em Curitiba e região metropolitana, e as demais nas principais cidades do Paraná. Na Darka, os vendedores sabem indicar o produto certo para cada ação, otimizando os recursos dos clientes”, avalia. Para disseminar sua presença no Estado, a Darka investe constantemente em diferentes mídias como rádio, televisão e painéis rodoviários, alternadamente. Em 2014, a rede completa 25 anos e tem como meta chegar a 25 lojas. 

% loja de tIntas

5,6 casa das tintas 5,2 tintas darka 3,1 londrina tintas

Com cinco lojas no Paraná e uma em Londrina, a Eletrotrafo volta à liderança do segmento de Loja de Materiais Elétricos. “Somos uma empresa 100% informatizada. Todas as nossas filiais são interligadas via fibra ótica e possuímos um sistema de monitoramento e canal de voz para comunicação entre filiais”, comenta Fernando de Mello Batista, responsável pelo marketing da marca. Com o intuito de apresentar seus mais 45 mil itens aos consumidores, todos os investimentos de mídia da Eletrotrafo são feitos pelo grupo, levando em consideração todas as filiais. “São diversas as mídias utilizadas, como panfletos, rádio, jornais impressos, mídias da própria empresa como o blog, site, mala direta, bem como outras mídias esporádicas como revistas e flyers”, diz.

Mercado acirrado No novo segmento de Loja de Tintas houve um empate técnico entre Casa das Tintas e Tintas Darka. Segundo a proprietária da Casa das Tintas, Caroline Martins Pereira, assim como o resultado da pesquisa, o mercado é acirrado na cidade. “Conhecemos outras praças como Maringá e Cascavel, e podemos afirmar que em Londrina é muito forte a competição, ainda mais agora, com os home centers,

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

0048_SU TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 54

20/11/12 09:43


dogcom.com.br

OBRIGADO! Hoje quem está com o sorriso estampado no rosto somos nós. É com esse mesmo sorriso que a Unimed Odonto agradece a cada cliente o reconhecimento. Afinal os responsáveis por isso são vocês.

www.unimedodonto.com.br

Unimed Odonto Top de marcas em Londrina / PR

ODONTO Completa a sua saúde.

0048_SU_ANÚNCIO_TOP_OF_MIND_ODONTO_AF.indd 1

07/11/12 10:50

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 55

20/11/12 09:43


56 56 57 saúde

cordo com lEvantamEnto da consultoria EspEcialiZada no mErcado farmacÊutico ims hEalth, o crEscimEnto do podEr aQuisitivo das classEs c E d aumEnta a prEocupaçÃo com a saúdE E, consEQuEntEmEntE, faZ suBir a produçÃo E vEnda dE mEdicamEntos mEdicamEntos. A classe C, que corresponde a 53% da população brasileira, representa atualmente 42% do consumo desses itens no Brasil, encostando nas classes A e B, que respondem por 48% do total. Consequentemente, a taxa de crescimento das vendas de medicamentos no Brasil tem sido seis vezes superior ao desempenho dos mercados de países desenvolvidos, segundo a Federação Internacional da Indústria Farmacêutica.

A média de crescimento é de 13% ao ano, enquanto em países ricos esse número não chega a 2%, fazendo com que o Brasil mantenha o sétimo lugar no ranking global. No segmento de planos de saúde, o primeiro trimestre de 2012 encerrou com o registro de 47,9 milhões de vínculos de beneficiários, enquanto em dezembro de 2000 esse número era de 30,7 milhões. Em 2011, o mercado dos planos de saúde teve um faturamento de R$ 83,4 bilhões, o que representa um crescimento de 11,7% quando comparado a 2010.

prÓxiMa dos clienTes A proximidade dos londrinenses é, segundo Aline Fernandes, gerente de marketing e negócios da Rede de Farmácias Vale Verde, marca líder no segmento Farmácia, a principal razão para a presença da Vale Verde na liderança da pesquisa por anos consecutivos. “Não apenas na questão de localização, mas no sentido de entender e atender a necessidade do cliente. O fato de termos 38 anos de atuação com foco voltado ao atendimento ao cliente e às ações que desenvol-

vemos com a terceira idade também é determinante.” Para se manter perto do consumidor, a rede de farmácias divulga seus produtos e serviços frequentemente em mídia, nos meios rádio, televisão e jornais, além de ações de panfletagem e carros de som. Em 2012, a Vale Verde adquiriu a rede Senador, passando a ter 31 lojas na cidade, e deve fechar o ano com a mudança para um novo Centro de Distribuição, que proporcionará às lojas maior competitividade.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 56

20/11/12 09:43


% Farmácia

31,5 21,9 19,6

Vale Verde Nissei Drogamais

Referência no segmento Com sete lojas em Londrina, a Londrifórmulas mantém-se na liderança do segmento Farmácia de Manipulação. Evaldo Mendes Taborda, diretor, afirma que a marca se tornou referência para a população da cidade. “Atuamos nesse mercado há 25 anos com qualidade e seriedade e mantemos um crescimento constante na produção e em novas tecnologias. Buscamos estreitar a relação de confiança com pacientes e médicos que fazem uso de nossos medicamentos”, afirma. Mensalmente, a Londrifórmulas investe em propagandas em rádios, panfletagem, carros de som e busdoor, além de patrocinar eventos voltados para a área da saúde. No próximo ano, a marca deve intensificar sua participação na mídia. “Todas as lojas da rede passarão por uma adequação do layout com o objetivo de proporcionar aos clientes um ambiente agradável e confortável.” Já o Evangélico, líder entre os hospitais, não faz investimento publicitário na divulgação da marca por ser mantido por uma associação beneficente. As inserções

% Farmácia de Manipulação

17,7 16,2 11,3

Londrifórmulas Vale Verde Phloraceae

nas mídias são feitas de forma espontânea, e a marca se comunica com os clientes através das redes sociais, utilizadas para divulgar as campanhas que realiza. Para o diretor Luis Soares Koury, o londrinense reconhece o hospital pela qualidade dos serviços prestados. “Buscamos ser referência na área da saúde, servindo sempre com excelência. Estamos investindo na melhoria dos nossos serviços, criando ferramentas que nos permitam melhorar ainda mais o nosso atendimento.” Recentemente, o Evangélico ampliou sua central de materiais, esterilização e farmácia, e inaugurou uma agência transfusional, uma unidade de diálise e um ambulatório de tratamento de feridas.

Qualidade que fideliza Cerca de 50 mil vidas na região estão cobertas pelo Gram, marca líder no segmento Plano Assistencial e Funeral. Além da assistência funeral, o plano apresenta uma gama de convênios com profissionais para atendimento dos associados em médicos, dentistas e outros profissionais, além de laboratórios, óticas e outros estabelecimentos.

% Hospital

36,5 Evangélico 22,7 HU 15,3 Santa Casa O diretor administrativo Edmundo Mercer Gomes dos Santos explica que o bom desempenho no segmento é reflexo da fidelidade dos associados e dos investimentos em comunicação, com campanhas de caráter institucional e divulgação em programas populares em rádio e televisão, além de mídia eletrônica. “A qualidade do serviço prestado e o respeito no tratamento aos seus associados em todos os momentos faz com que o Gram seja uma marca de credibilidade junto à comunidade. O Top de Marcas é um reflexo da grande fidelidade dos associados”, avalia Santos. A qualificação dos profissionais que atuam na Fitline, a Academia mais lembrada pelo consumidor londrinense, fideliza o aluno, segundo o administrador e proprietário André Gustavo Romero. Em Londrina há 11 anos, a Fitline acredita que seu crescimento econômico está relacionado à experiência adquirida pelos colaboradores e à busca de modalidades atuais. Recentemente, a empresa investiu na compra de novos equipamentos, em um sistema de controle de treinamento dos alunos e em novas modalidades de treino para resultados rápidos.

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 57

20/11/12 09:43


58 58 59 Saúde

% Plano Assistencial Funeral

20,4 17,7 5,1

Gram Unipax Bom Pastor

Apostando suas fichas na internet, a marca participa ativamente de redes sociais, faz divulgações via e-mail marketing e, uma vez por ano, participa de site de compras coletivas para atrair novos alunos.

Comunicação 360° A política de comunicação da Unimed, o Plano de Saúde líder por anos consecutivos, é 360 graus, procurando atingir clientes atuais e potenciais em todos os momentos de sua vida. “A marca está sempre presente na mídia com campanhas promocionais e institucionais que enfatizam, acima de tudo, a importância do cuidado com a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas”, esclarece Edgar Almeida, gerente de marketing. Com mais de 170 mil associados e mil médicos cooperados em Londrina e região, a marca também apoia e patrocina eventos culturais e esportivos, colaborando para uma integração social maior entre a população londrinense. O alcance da Unimed se reflete também no segmento de Plano Odontológico, no qual atua desde 2008 e é líder pelo segundo ano na pesquisa Top de Marcas. Segundo a gerente de marketing da Seguros Unimed, Rosangela Comminato, a Odonto herdou a força da marca do grupo, que é Top of Mind por anos consecutivos. Para divulgar o segmento, no qual conta com 10 mil associados londrinenses, a Unimed Odonto utiliza mídia regional como revistas, outdoor e rádio, e em 2013 deve estruturar seu marketing digital para poder entrar nas redes sociais e interagir com os clientes.

% Academia de Ginástica

3,9 Fit Line 2,8 Iron Works 2,7 Gustavo Borges Duas vezes Top A marca Lab Imagem continua na liderança em Londrina em dois segmentos de marcado: Clínica de Imagem e Laboratório de Análises Clínicas. Para o diretor Marco Antônio Romero Aliberti, a marca tem se consolidado como de preferência dentre a comunidade médica por seus serviços de qualidade e pelo monitoramento dos processos. “A marca se posicionou dessa maneira através de decisões estratégicas que começam cada vez mais a trazer resultados.” O laboratório, que atende nos domingos e feriados, realiza mais de 12 mil exames de imagem por mês, e conta com pontos de coletas em cidades vizinhas a Londrina. “Inauguramos uma Unidade de Coleta na cidade de Cambé neste último trimestre, ampliamos a  Unidade de Atendimento Popular e demos início a estudos  para abrir uma unidade na re-

% Plano de Saúde

55,6 Unimed 7,4 Unipax 7,3 Hospitalar gião norte. Estamos ampliando nossas instalações para dar ainda mais conforto aos clientes, além de possibilitar um aumento da capacidade de atendimento”, acrescenta Aliberti. Para fortalecer seu posicionamento no mercado, a Lab Imagem investe na produção de materiais de divulgação como folders, flyers, informativos da área da saúde, além de divulgar os serviços através de e-mail marketing, mídias sociais, e patrocínio a eventos culturais e da área médica.

Sorriso perfeito No primeiro ano em que o segmento de Clínica de Ortodontia é pesquisado, a Ortofamily, fundada há 45 anos, foi a marca mais citada pelos entrevistados. O sócio proprietário, Ricardo Nakama, explica que os esforços atuais de comunicação estão sendo direcionados para fortalecer os nomes dos dentistas sócios.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 58

20/11/12 09:43


% Plano Odontológico

9,3 8,3 6,0

Unimed odonto Odontosan Uniodonto

“Os clientes consideram mais importante conhecer quem vai realizar o tratamento. Por questões de posicionamento de mercado, estamos diminuindo a força da marca Ortofamily e investindo no fortalecimento dos nomes dos dentistas sócios.” A clínica conta com sete dentistas, nove consultórios e realiza procedimentos de implante, ortodontia e restaurações estéticas. Também estreante na pesquisa Top de Marcas, o segmento Clínica de Implantes Dentários apontou empate entre duas marcas: Ortodontic Center e Imppar. A Ortodontic Center atua na cidade há 10 anos e oferece serviços como implantes, próteses, clareamento, aparelhos dentais e odontologia estética. Segundo a diretora comercial, Cláudia Consalter, “a pesquisa reflete o trabalho de divulgação da marca, além da divulgação espontânea feita pelo grande nú-

% Clínica Imagem

20,5 7,4 5,9

Lab Imagem Ultramed Ultraclin

mero de pacientes satisfeitos”. A partir de janeiro, a avaliação dos pacientes poderá ser feita também em uma nova sede na região central. O Imppar prevê expansão e deve abrir em 2013 duas novas unidades em Londrina. Fundado em 2008, a rede conta com clínicas no Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro e, segundo Edilson José Ferreira, diretor de marketing, esse crescimento é resultado do empenho dos colaboradores. Para manter a marca na mente dos consumidores, o Imppar investe em propagandas em televisão e rádio. A Central existe em Londrina desde 2003, operando com duas sedes, uma na região central e outra na região Norte. A marca atua também em Cambé com uma unidade fundada há pouco mais de dois anos. 

% Lab. de Análises Clínicas

14,2 6,7 5,2

Lab Imagem/ Lab Med

Oswaldo Cruz Clinilab

% Clínica de Ortodontia

11,7 Ortofamily 8,1 Odontosan 4,3 Ortodontic Center % Clínica de Implantes Dentários

4,8 4,5 4,1

Ortodontic Center

Imppar Central

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 59

20/11/12 09:43


60 60 61 serviços

setor é responsável por maior parte do piB e é o que mais emprega

egundo dados do insTiTuTo brasileiro de geografia e esTaTísTica, o ibge, o seTor de serviços É responsÁvel por 69% do produTo inTerno bruTo (pib) do brasil. Em Londrina, esse índice chega a 77%, um bom indicador, já que em países ricos o setor tende a ser o mais representativo, sendo considerado um medidor de desenvolvimento. O setor é também o que mais emprega na cidade, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, sendo responsável por 55% dos postos de trabalhos criados no primeiro semestre de 2012. Esses números englobam os segmentos de transportes, serviços bancários, turismo, comércio, dentre outros. Em Londrina, as empresas de serviços expandem seus negócios e acompanham as inovações tecnológicas em seus ramos de atividade, focando o relacionamento com o cliente e fortalecendo suas marcas.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 60

20/11/12 09:43


% Emp. Trabalho Temporário

23,0 Labor 8,8 Sine 2,0 Admita Modernização Para acompanhar os avanços da tecnologia, em 2012 a Labor – marca líder no segmento de Empresa de Trabalho Temporário – adquiriu o mais moderno sistema de seleção disponível no mercado, o R&S. “Estamos nos adaptando a esta nova tecnologia que propiciará uma considerável melhora na qualidade da prestação de serviços aos nossos clientes”, explica Silvio Lopes, diretor. Além de se manter atualizada, a Labor divulga sua marca por diferentes meios de comunicação, como televisão, rádio, mala direta e folders. “A forte presença da marca na lembrança do londrinense é também resultado da quantidade de processos seletivos e de temporários que disponibilizamos ao mercado de trabalho.” Todo esse investimento refletiu em um crescimento de 10% nesse ano. Também em 2012, a 100% Vídeo, a marca mais lembrada em Locadora, lançou

% Locadora de Vídeo

9,0 100% Video 6,8 Delta 1,6 Vídeo e Ação sua loja virtual, através da qual os clientes podem locar filmes. A rede investe alto em inovação e já conta com um novo modelo de distribuição de conteúdo, via pen drive, que funciona com um software de segurança pioneiro, o Digital Right Management (DRM). Com uma loja na cidade, a 100% Vídeo divulga sua marca por meio de inserções em rádio, televisão, redes sociais e panfletos, além de promover sorteio de prêmios. “Também desenvolvemos várias ações de preservação do meio ambiente, como a campanha para a racionalização do uso de sacolas plásticas”, enfatiza Railda Oliveira, sócia gerente em Londrina. Outra marca que investe em inovação e está na liderança da pesquisa é o Itaú, banco que vem em primeiro lugar na mente do consumidor, presente em Londrina com 11 agências. Em setembro, o banco anunciou que deve investir, en-

% Banco

29,4 Itaú 22,4 Bradesco Econômica 18,8 Caixa Federal tre 2012 e 2015, R$ 10,4 bilhões em tecnologia, inovação e atendimento com o intuito de aumentar sua eficiência. O Itaú, que tem 60 anos de história, está divulgando nacionalmente uma nova campanha institucional de incentivo à leitura que prevê a distribuição de mais de sete milhões de livros infantis à população em geral.

Foco em relacionamento Relacionamento é a palavra da vez para o Consórcio União, marca líder em Consórcio. A empresa tem buscado estreitar cada vez mais seus vínculos com os clientes, principalmente através dos meios digitais, mantendo um canal de comunicação em redes sociais para facilitar o dia a dia daqueles que adquiriram um consórcio. O Consórcio União, fundado em 1977, faz agora parte da BR Consórcio que soma a parceria com a Rodobens.

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 61

20/11/12 09:43


62 62 63 Serviços

O Iate, clube social mais lembrado em 2012, tem também dirigido seus esforços para se relacionar com o associado, focando inicialmente o público jovem. Para isso, criou um perfil no Facebook e faz promoções via rede social. “Em 2013, pretendemos trabalhar no processo de revitalização de todos os espaços do clube. Vamos criar eventos que possam atrair  a juventude. É nossa intenção também trazer atrações nacionais para nossos eventos, incrementando o calendário social”, explana Antônio Carlos Divino, comodoro. Como estratégia de comunicação, o Iate busca disseminar sua marca por meio dos eventos que promove e que são divulgados na mídia em geral. “Vale considerar também que a mais eficiente divulgação é

para manter o contato com os clientes refizemos nosso site e passamos a participar do Facebook. Alceu Malucelli Junior feita mesmo por quem frequenta o clube, que somam mais de oito mil usuários.”.

Comunicação direcionada No segmento Gráfica, houve empate técnico entre duas tradicionais marcas da cidade: Ipê e Midiograf. A Ipê está no

mercado há 62 anos, fornece formulários e, principalmente, rótulos adesivos para pequenas, médias e grandes empresas. “A marca é sinônimo de qualidade. E para manter o contato com os nossos clientes refizemos nosso site e passamos a participar do Facebook”, detalha Alceu Malucelli Júnior, diretor. Para divulgar seus produtos, a gráfica tem uma comunicação direcionada, com inserções em rádio, revistas, distribuição de folhetos, calendários e envio de e-mail marketing. A Midiograf também aposta em comunicação periodicamente. “Trabalhamos com mídia de massa e dirigida que levam o público a interagir com a  nossa equipe”, afirma Denise Benvenho, sócia proprietária. A empresa, com 20 anos de mercado, conta com um parque grá-

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 62

20/11/12 09:43


fico de 20 mil m2. Em 2013, inicia uma grande modernização ao adquirir três novos equipamentos de impressão e acabamento que aumentarão em 40% a capacidade produtiva. A Garcia, marca de Ônibus Rodoviário mais citada na pesquisa, busca estar presente em todas as mídias, mas também trabalha com o e-mail marketing dire-

cionado para o cadastro de clientes que adquirem bilhetes pela internet. “Quinzenalmente eles recebem informações, notícias e campanhas da empresa”, esclarece o gerente de marketing Cesar Macedo. No próximo ano, a Garcia deve dar continuidade à personalização de ônibus com cores diferenciadas para promover campanhas de grande repercussão como

a do câncer de mama, na qual o ônibus foi envelopado de rosa, câncer de próstata, com ônibus azul e ônibus promocionais como o do aniversário da empresa. No segmento de Estacionamento, o Royal Park foi o mais lembrado pelos londrinenses. O proprietário Saulo Edgard Ishii explica que os esforços de mídia para divulgar a marca estão voltados para pan-

% empresa de ConsórCIo

% Clube soCIal

% GráFICa

47,3 união 4,6 Bv - Banco votorantim 2,1 norpave

22,4 iate cluBe 18,0 grêmio 7,0 countrY cluB

11,0 ipê 10,2 midiograF 4,3 lider

Midiograf anu 80x110 institucional De outro mundo.pdf

1

11/14/12

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 63

20/11/12 09:43

7:18 P


64 65 Serviços

% Ônibus Rodoviário

71,1 Viação Garcia 6,6 Brasil Sul 3,9 Ouro Branco

fletagem direcionada nas áreas onde atua, distribuição de camisetas e inserções em rádio. Atualmente, o Royal Park está presente em cinco pontos em Londrina, todos na região central, sendo o mais procurado o da Rua Mato Grosso. As unidades contam com 35 funcionários e atendem uma média de 20 mil carros por mês.

Reformulação % Estacionamento Particular

12,5 Royal Park 8,6 Estacenter 5,0 Central Park % Casa Noturna

13,0 Santarena 8,4 2800/ Kingdom 7,6 Escritório Bar

A Santarena, Casa Noturna líder de lembrança, vai voltar a usar seu antigo nome: Vega. Segundo a gerente Adriana Parissenti, a mudança é uma forma de inovação que atende ao pedido do público. “Vamos agregar à programação os estilos musicais do tempo da Vega e, ao mesmo tempo, dar continuidade ao estilo sertanejo universitário que é o ritmo predominante nesta geração. Nossa cidade tem perfil universitário e conta hoje com seis faculdades com mais de 60 mil universitários. A mudança vem atender a este consumidor”, afirma.

Empates na beleza Quando questionado sobre a lembrança de uma marca de Salão de Cabeleireiro, os londrinenses citaram majoritariamente três nomes: Lincoln Tramontini, há anos na liderança da pesquisa, Fábio Farias, que no ano passado ficou em segundo lugar, e Studio One, que cresceu 1,2 ponto

na lembrança dos entrevistados. Todos são considerados líderes no segmento. Segundo Lincoln Tramontini, diretor geral da rede, a marca foi a primeira a acreditar e investir em marketing em Londrina. “Fomos pioneiros em muitos canais como televisão, jornal e rádio. Além disso, desde que existimos como marca, encaramos nosso negócio como uma empresa, cuidamos da qualidade através do treinamento das equipes, administração profissional e inovação nos serviços e produtos.” Já Fábio Farias, proprietário do salão que leva seu nome, explica que no último ano a marca investiu em programas de televisão e em anúncios em revistas para divulgar seus serviços para o consumidor. O salão atende 2,2 mil clientes por mês e conta com duas unidades na cidade. Micheli Pressoto, proprietária do Studio One, enfatiza que desde a fundação, há nove anos, a marca sempre investiu em mídia para fortalecer seu posicionamento, porém as ações foram intensificadas há dois anos. “A empresa tem um departamento próprio de marketing e estratégia, que gerencia toda mídia interna e externa, cuida do marketing de relacionamento e campanhas de e-mail marketing”, diz. Em 2012, o salão abriu um espaço de estética para tratamentos e relaxamento, e para os próximos anos pretende inaugurar novas unidades em Londrina.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 64

20/11/12 09:43


Novas unidades Carlos Alberto Cestari, proprietário da 5àsec, Lavanderia mais lembrada em 2012, ressalta a importância dos dados segmentados da pesquisa fornecidos às empresas líderes. “A lembrança da nossa marca nas regiões da Gleba Palhano e Zona Norte nos incentivou a abrir unidades nestas localidades. A pesquisa Top de Marcas também foi decisiva na hora de abrir a loja no Quebec. Os números mostravam, naquela época, que 32% das pessoas dessa região levavam suas roupas na loja do centro. E hoje ela é uma loja consolidada.” Como consequência da expansão, Londrina é a única cidade na sua densidade demográfica a contar com cinco lojas 5àsec em atividade. “Isso indica que estamos muito bem conceituados na rede”, complementa Cestari. Para divulgar seus serviços, a marca investe em inserções em programas de televisão nacionais, patrocínios e promoções. Com três unidades em funcionamento na cidade, a Autoescola Paraná mantém-se como a mais lembrada no segmento e tem planos de expansão para o futuro. “Estamos nos preparando para abrir filiais em outras regiões de Londrina. Estamos no mercado desde 1973. Começamos com quatro funcionários e hoje temos mais de 60 colaboradores”, comenta a

investimos em nossos profissionais para que eles estejam preparados para encontrar soluções específicas para as necessidades pontuais de cada cliente. Élcio Jorge dos Santos

diretora de ensino Ângela Maria Fudolli. Sempre conectada às novidades do mercado, a autoescola utiliza a internet para aplicar simulados teóricos, redes sociais para interagir com alunos além de investir em propagandas diárias em rádios, jornais e revistas de bairro.

Fortalecendo a marca No primeiro ano em que o segmento é pesquisado, a Financeira mais lembrada pelo londrinense foi a BV. O diretor executivo de negócios de varejo, Élcio Jorge dos Santos, explica que a empresa investe constantemente em ações para fortalecer a marca, mantendo o foco na excelência dos produtos oferecidos e serviços prestados. “Além disso, investimos em nossos profissionais para que eles estejam preparados para encontrar soluções específicas para as necessidades pontuais de cada cliente.” 

% Salão de Cabeleireiro

3,9 Lincoln Tramontini 3,6 Fábio Farias 3,1 Studio One % Lavanderia

16,4 5à sec 8,8 Bolha de Sabão 0,7 Laving % Autoescola

28,8 Paraná 7,4 Christiane 5,6 Silva % Financeira

26,5 BV - Banco Votorantim 5,7 Fininvest 2,1 Losango Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 65

20/11/12 09:43


66 67 telefonia

ACESSO AMPLIADO

Em

2013, o Brasil deve alcançar 300 milhões de acessos à telefonia celular, ficando apenas atrás da China, Eua, Índia e Rússia. Os dados, da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), apontam que a telefonia móvel fechou o mês de setembro com 258,86 milhões de linhas ativas, o que representa 131,56 acessos para cada 100 habitantes. Ainda de acordo com a agência, os terminais 3G, que têm acesso à internet, representam 57,8 milhões dessas linhas. Assim como cresce o número de aparelhos habilitados, cresce a utilização de banda larga no País.

% operadora de celular

36,3 TIM 32,0 Oi 14,5 Vivo % Revenda de Tel. Celular

De acordo com a Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), o total de acessos à internet por meio de conexão de banda larga somou 83 milhões em setembro deste ano, um crescimento de 58% em relação ao mesmo mês do ano passado. A banda larga móvel representa a maioria dos acessos, com 63,6 milhões de conexões e 19,4 milhões de banda larga fixa. As redes 3G, que permitem a oferta em banda larga móvel, já estão instaladas em mais de três mil municípios, onde vivem 86,7% da população brasileira.

Investimentos e tecnologia Para dar continuidade ao crescimento da cobertura 3G, melhorar a infraestrutura e divulgar sua marca, a TIM, marca de Operadora de Telefonia Celular mais lembrada pelo londrinense, deve investir entre 2012 e 2014 mais de R$ 9 bilhões em todo o País. Para fortalecer seu posicionamento na região sul, a empresa busca estar presente em todas as mídias, dire-

cionando o investimento de acordo com o lançamento de planos e ofertas. “A TIM tem focado na inovação e na transparência na relação com o cliente. Uma aposta importante que une os dois atributos foi a simplificação do portfólio de ofertas, com o lançamento de planos diferenciados e com uma mecânica de fácil entendimento. Além disso, a operadora foi a pioneira em oferecer serviços dentro do conceito ilimitado e a primeira a ofertar o novo iPad aos paranaenses”, comenta Alexandre Ratacheski, diretor comercial da TIM Sul. No segmento de Revenda de Celular, a TIM e Móveis Brasília estão literalmente empatadas. Em Londrina, a TIM possuiu cinco revendas e cerca de sete mil pontos de comercialização, e prevê para a região sul uma expansão da presença comercial. Atualmente, a operadora conta com nove lojas conceito no Paraná e em Santa Catarina, as chamadas TIM Store, focadas em um modelo diferenciado de atendimento. “O objetivo é aumentar

16,7 TIM 16,6 Móveis Brasília 9,5 Vivo % Operadora telefone fixo

70,7 Sercomtel 9,8 gvt 4,4 oi % provedor de internet

27,2 Sercomtel 15,9 GVT 13,3 Net

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 66

20/11/12 09:43


esse número até o fim do ano com a abertura de mais uma loja em Londrina”, conclui Ratacheski. O atendimento diferenciado também é o foco de Móveis Brasília. “Temos duas lojas especializadas Telecom, de alta tecnologia, que vendem celulares, iPhones, Smartphone, notebooks e computadores, uma em Londrina e outra em Balneário Camboriú, em Santa Catarina”, explica Fernando Moraes, diretor comercial da rede. Os aparelhos celulares também são comercializados nas outras 20 lojas da rede e, segundo Moraes, em todas elas a procura é grande. Para divulgar seus produtos, a marca investe em mídias como televisão, veiculando anúncios nas emissoras de maior abrangência, jornais, rádio e internet, com oferta de produtos, campanhas em datas específicas e liquidações.

ceira com a Copel, nas cidades de Ponta Grossa, Cascavel e Pato Branco. No segmento de Provedor de Internet, a estratégia de comunicação com o consumidor é o e-mail marketing, enviado em todas as ocasiões de lançamentos de produtos e campanhas comerciais. Além disso, a empresa busca a constante atualização tecnológica, acompanhando a evolução das redes sociais. “Planejamos nossa participação de forma que seja positiva tanto para a empresa quanto para os clientes”, explica Lourival de Medeiros Nóbrega Filho, gerente de marketing e serviços. 

Mídias alternativas A Sercomtel, marca tradicionalmente forte na região, é líder nos segmentos de Operadora de Telefonia Fixa e Provedor de Internet. Segundo Marcos Roberto Marques, gerente de comunicação e marketing, a empresa está fora da mídia há um ano por problemas ligados à licitação de agências de propaganda. Para compensar a falta das mídias tradicionais, a marca tem investido nos esportes como futebol, vôlei, futsal, atletismo, handebol e basquete, e procura estar presente em todos os eventos que, de alguma forma, tragam benefícios à população. “O fato de sermos os maiores investidores em esportes, eventos e acontecimentos da cidade, termos o melhor atendimento, legitimado pelos índices da Anatel, nos coloca um passo à frente dos concorrentes.” Nos últimos anos, a Sercomtel Fixa passa por um processo de expansão e conta com redes próprias em várias cidades da região, como Ibiporã, Arapongas, Cornélio Procópio, Mandaguari e Astorga. Nos próximos meses, a empresa vai inaugurar operações com rede própria em Jataizinho e Bandeirantes e, em par-

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 67

20/11/12 09:43


68 68 69 turismo

Em

2011, o Brasil rEGistrou 982 milhõEs dE chEGadas dE turistas, um crEscimEnto dE 4,6% Em rElaçÃo ao ano antErior. Os dados são da Organização Mundial do Turismo (OMT), que anunciou em outubro uma projeção de que os países emergentes devem superar os países ricos em número de chegadas de visitantes em cerca de cinco anos.

% aGÊnCIa de turIsmo

22,7 4,6 2,9

cvc alBatroz garcia tur

No Paraná, o crescimento em 2011 foi de 7,5%, e os financiamentos das instituições federais para as empresas do setor atingiram resultados recordes, crescendo 29% em relação ao ano anterior e 728% em relação a 2003. Buscando se atualizar, as empresas do setor apostam em reformulações e novas estratégias de comunicação.

MarKeTing diversificado Pela diversidade de perfis e produtos (mais de 700 opções de pacotes), a CVC, Agência de Turismo mais lembrada pelo consumidor, tem uma estratégia de marketing diversificada e integrada para manter sua marca em evidência. “Semanalmente, a CVC está presente na mídia, reforçando sua comunicação no varejo por meio de um novo conceito de comunicação: ‘CVC. Tudo por uma Boa Viagem’”, comenta Thiago Quilici, gerente geral de Londrina e região. A operadora, que conta com quatro agências na cidade, é a única que possui bases de atendimento em todas as localidades turísticas onde opera, seja no Brasil ou no exterior. Para 2013, além de lançar promoções de férias de verão, a marca deve inaugurar duas novas lojas em Londrina.

reforMulação Passando por uma reformulação nos últimos dois anos, o Hotel Bourbon, o mais lembrado pelo londrinense, atualizou sua estrutura para promover a acessibilidade, reformando quartos e banheiros, construindo rampas de acesso e alterando os painéis dos elevadores por painéis com braille. Para divulgar a nova estrutura e seus serviços, o hotel conta com um

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 68

20/11/12 09:43


an_top-marcas-nov12_bob-londrin_2crv.ai

% Hotel

% Local para Eventos

32,9 Bourbon 10,1 Sumatra 5,0 Crystal

25,7 Parque Ney Braga 15,7 Centro de Eventos 2,6 Catuaí

site e investe em propagandas na televisão, rádio e jornais, além de participar de grupos de compras coletivas e redes sociais. “Apoiamos também grandes festivais como o de música e o de teatro, além de shows e espetáculos”, comenta Leandro Mosca, gerente de operações.

tou esse ano com 471 mil visitantes e movimentou R$ 355 milhões. O presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni, explica que o parque recebe anualmente outros 200 eventos e que investe constantemente em benfeitorias para melhorar a infraestrutura. Para fortalecer sua presença em Londrina, a marca aposta em anúncios em revistas, material promocional, e-mail marketing e está presente em redes sociais divulgando os espaços e promoção de eventos. 

ExpoLondrina O Parque Ney Braga foi o Local de Eventos mais citado pelos entrevistados. A Exposição Agropecuária de Londrina, maior evento que o parque recebe, con-

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 69

20/11/12 09:43


70 70 71 Varejo

Brasil é o paÍs em desenvolvimento com maior potencial para atrair investimentos

consultora nortE-amEricana a. t. KEarnEY divulGou um ranKinG com os paÍsEs QuE aparEcEm como mais atraEntEs para invEstimEntos EstranGEiros no varEJo, E pElo sEGundo ano o Brasil Está na lidErança. A consultoria avalia 25 variáveis de cada país, reunidas em quatro grupos: atratividade do mercado, risco econômico e político, saturação do mercado e em quanto tempo novos players estarão presentes na região. Os fatores que mais contribuíram para o País ter permanecido no topo foram os indicadores de baixa saturação de mercado e potencial de consumo. Segundo dados da pesquisa, o mercado varejista brasileiro aumentou 15% no ano passado e os gastos com consumo têm crescido 9% ao ano desde 2007. Dentre esses gastos, se destacam o varejo de luxo e a aquisição de bens duráveis, impulsionada por uma política que incentiva o consumo e a demanda por crédito. Os setores mais promissores para os estrangeiros são eletrônico, moda, beleza e móveis.

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 70

20/11/12 09:43


% Ótica

27,7 11,5 8,9

Diniz Gouveia Visão

Em Londrina, as marcas presentes na pesquisa buscam incentivar o consumo de seus produtos através de uma divulgação intensa e de facilidades como e-commerce e os diferentes pontos de vendas na cidade.

Divulgação maciça Mais uma vez, a marca Diniz foi a Ótica mais lembrada pelos londrinenses. A

% Shopping Center

% Loja de Áudio e Vídeo

79,9 Catuaí 12,6 Royal 1,7 Com Tour

22,1 Sonkey 10,3 Casas Bahia 2,8 Móveis Brasília

empresa tem um plano de comunicação diversificado que inclui inserções mensais em rádio e televisão, divulgação e vendas pela internet e relacionamento com os clientes via redes sociais. “A força da marca também está relacionada ao atendimento, já que nossos colaboradores estão em  treinamento constante e as lojas contam com equipamentos moder-

nos para garantir a manutenção e suporte  aos nossos clientes”, afirma Miranete Moura, diretora. A Diniz está no mercado há 20 anos e conta com unidades em todos os estados, sendo quatro delas em Londrina. Em 2013, a rede deve inaugurar mais uma loja na cidade. Outra marca que investe constantemente em comunicação é a vencedora no seg-

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 71

20/11/12 09:43


72 73 Varejo

% Loja de Produtos Esportivos

% Loja de Calçados

29,8 Bolivar 9,9 Centauro 5,4 Decathlon

40,2 18,6 10,5

mento de Shopping Center, o Catuaí Shopping. Segundo a gerente de marketing do Catuaí Londrina, Mariane Kucinski Caponi, a marca, em geral, utiliza e-mail marketing, jornal, rádio e TV para a divulgação de suas ações, além das mídias internas que conversam com o consumidor no exato momento da compra. “O Catuaí é tradicionalmente o ponto de encontro das famílias e moradores de Londrina e região e tem uma história com este público. Sempre fez e fará parte da vida dos consumidores de Londrina e região.” No segundo ano em que o segmento de Loja de Áudio e Vídeo é pesquisado, a Sonkey mantém a liderança na lembrança dos entrevistados. Para Luis Fernando Bassetto, gerente de vendas, esse é o resultado da credibilidade que a marca tem com a população de Londrina, adquirida ao longo de seus 47 anos. Hoje, a Sonkey conta com 122 colaboradores. “Temos nossos jornais de

ofertas que são produzidos bimestralmente, flyers promocionais e spots para rádios. Desenvolvemos um trabalho nas redes sociais, enviamos newsletters e promovemos vários workshops na loja”, ele diz.

Casas Ajita Bolivar Pé Quente

% Loja de Revelação Fotográfica

32,1 15,2 2,3

Foto Célula SH Marabá Kodak

Novas lojas Os esforços da Bolivar, Loja de Materiais Esportivos mais citada pelo londrinense, estão voltados para fidelização do cliente. “Estamos valorizando a comunicação e o relacionamento entre vendedor e consumidor. Nossos vendedores estão sempre em contato com seus clientes ou via telefone ou via rede virtual. Eles recebem treinamentos constantes que os capacitam a manter uma relação próxima com o consumidor”, explica Basílio Armando Fonseca, diretor de operações. A marca Bolivar tem 65 anos em Londrina. A Casas Ajita, marca líder em Loja de Calçados, se prepara para abrir novo pon-

O Catuaí é tradicionalmente o ponto de encontro das famílias e moradores de Londrina e região e tem uma história com este público. Kucinski Caponi

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 72

20/11/12 09:43


% Loja de Móveis

40,9 Móveis Brasília 25,7 Casas Bahia 8,8 Magazine Luiza to de venda em Londrina, fortalecendo a proximidade com o consumidor. Uma das ações de relacionamento com o consumidor atualmente é a Promoção Passo a Passo, que sorteia carros e motos durante todo o ano. “Nossa promessa é agitar os passos com a moda, ou seja, ter sempre à disposição do cliente os lançamentos e tendências da temporada”, detalha o diretor Fábio Ajita. No próximo ano, a loja, fundada em 1971, vai passar a utilizar as redes sociais em seu plano de comunicação, já que o principal ativo da marca é seu relacionamento pessoal como o consumidor.

Redes sociais O Foto Célula, marca mais citada em Loja de Revelação Fotográfica, atende diariamente 500 a 700 consumidores. Resultado, segundo a proprietária Cristiane Koga, de seus investimentos na partici-

% Floricultura

11,8 Shangri-lá 8,5 Acácia 6,7 Beija-flor pação em eventos e do relacionamento que mantém com os clientes através da internet e das redes sociais. A loja comercializa todos os produtos voltados para fotografia, mas a maior procura tem sido por produtos e serviços personalizados como álbuns e objetos com fotografias impressas. Com 51 anos de história, a marca conta com cinco lojas em Londrina e com um e-commerce para venda de produtos e revelação de imagens.

Nova estrutura A Móveis Brasília, marca líder no segmento de Loja de Móveis, já está presente nas redes sociais e inaugurou esse ano uma Mega Loja na Rodovia Carlos Strass, em frente ao novo shopping da Zona Norte. Segundo Fernando Moraes, diretor comercial da rede, a loja é a maior do Paraná, e conta com atendimento em horários diferenciados. “É um sucesso

total de público e vendas”, enfatiza. Também em 2012, a rede inaugurou o novo centro de distribuição com 15 mil m2, o que possibilitou o crescimento da rede e a abertura de três novas unidades em Londrina e região. No seu dia a dia, a marca utiliza diferentes mídias como a televisão, com inserções nos principais canais da região, jornal, com anúncio de ofertas, e campanhas em datas específicas, rádio e internet. “Temos uma mídia técnica muito bem elaborada. Nossas produções de TV são de ótima qualidade, todas produzidas em alta definição.” Contando também com uma nova estrutura, a Floricultura Shangri-lá, marca mais lembrada em Londrina no segmento Floricultura, se mantém na lembrança do consumidor. Com nova loja, localizada em frente ao Mercado Municipal, a Shangri-lá passou a contar com mais espaço, o que

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 73

20/11/12 09:43


74 75 Varejo

favorece a visibilidade de seus mais de cem produtos. “Todos têm elogiado muito o espaço, que é bastante amplo. Não tem uma pessoa que venha aqui e não elogie”, comenta Yda Katsumi Masaki Pozza, proprietária. Em Londrina há 28 anos, a floricultura conta com divulgação espontânea para conquistar novos clientes.

Nas telinhas Os produtos mais comercializados pela Acadêmica, Livraria e Papelaria mais lembrada pelo consumidor, são de materiais escolares, concentrando o maior número de vendas no início do ano letivo, além de materiais para escritórios. “A lembrança da marca Acadêmica está muito ligada à credibilidade e confiança que os clientes têm na nossa empresa”, afirma Alexandre

Fujita, proprietário. A marca existe em Londrina há mais de 40 anos. No segmento de Colchão, a Castor é novamente a marca que vem em primeiro na mente do consumidor. Além de comerciais em TV, a fabricante também utiliza revistas, outdoors e participa de eventos para apresentar sua marca. Hélio Antônio Silva, diretor superintendente, comenta que a Castor está presente em Londrina com duas lojas próprias, além de ter produtos comercializados em lojas parceiras. O bom posicionamento da marca, que conta com a tradição de 50 anos, engloba ainda investimentos feitos na qualidade e na inovação. “Utilizamos as tecnologias mais modernas para garantir qualidade e durabilidade aos nossos colchões”, complementa. 

% Livraria e Papelaria

13,7 Acadêmica 9,2 Livrarias Curitiba 7,1 Bom livro % Colchão

56,0 22,6 1,2

Castor Ortobom Simbal

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 74

20/11/12 09:43


Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 75

20/11/12 09:43


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 76

20/11/12 09:43


ACUMULADOS TOP DE MARCAS 2010–2012 tops especiais tops especiais tops especiais tops especiais tops especiais toP do toP

toP Meio aMbiente MARCAS

[%]

2012

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

2,3%

5,1% 2,2%

Coca-Cola

A.Yoshii

1,9%

1,8%

-

Nike

8,1% 5,7% 5,3%

Ypê

1,2%

1,2% 3,8%

Omo

7,9%

Ama

1,2%

3,3%

2,5%

Nestlé

3,9% 4,3% 3,8%

1,1%

-

-

Muffato

Milenia

17,3% 17,4% 14,1%

2,2% 2,0%

Brahma

Outros

14,4% 27,8% 24,1%

Outros

Não lembra

77,9% 60,8% 67,4%

Não lembra

7,1%

7,7% 3,4%

53,1% 60,5% 62,2% 7,5% 3,0% 3,5%

chuRRascaRia

Alimentação Alimentação Alimentação Alimentação Alimentação buffet MARCAS

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

15,1% 22,3% 19,6%

Chimarrão Vento Sul

14,1% 12,1% 10,7%

Galpão Nelore

10,6% 14,5% 12,8%

Limozini

9,3%

Tradição Gaúcha

7,6% 13,3% 11,6%

9,7%

7,9%

Outros

16,6% 13,2% 16,5%

Não lembra

26,6% 14,9% 20,9%

fRango [%]

2012

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

Planalto

16,1% 20,1% 16,2%

Big Frango

57,5% 72,3% 59,3% 10,2% 8,4% 11,5%

Elite

9,0% 11,5% 10,4%

Copacol

Atlântico

7,8% 10,1% 8,2%

Sadia

3,0%

3,3%

2,3%

Dá Licença

2,0%

1,2% 0,5%

Maringá

2,0%

1,3%

1,5%

Laguna

1,8%

1,6%

Vit

2,0%

2,5% 2,6%

Outros Não lembra

1,0%

9,3% 10,4% 10,3% 54,0% 45,1% 53,4%

Outros Não lembra

5,7%

4,1% 6,9%

19,5%

8,1% 15,9%

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 77

20/11/12 09:43


78 79 ACUMULADOS DE 2010 A 2012 Restaurante Self Service

Macarrão MARCAS

[%]

2012

2011

2010

Galo

56,2% 63,4% 60,3%

Renata

13,3% 11,6% 11,3%

MARCAS

[%]

2012

AutoelétricA 2011

2010

12,2% 13,5% 14,4%

Dá Licença

MARCAS

[%]

2012

Revenda de Motos 2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

Araguaia

8,1% 7,7% 4,4%

Kalla's Motos

31,2% 28,1% 26,1%

Blokton

9,9% 6,5%

Honda

5,5% 15,3% 16,3%

Minerinho

2,5%

-

-

Bandeirantes

3,4% 2,1%

Floriani

7,9%

6,3% 8,4%

Tempero Manero

2,0%

-

-

Elkind

1,9% 1,2% 2,4%

Todeschini

3,4%

2,5%

2,7%

Paulo's

1,8%

3,5% 2,9%

Guanabara

1,5% 0,8% 0,8%

Suzuki Import Motos

1,9% 2,3%

Basilar

2,2%

2,7%

2,3%

Rodeio

1,7%

2,3%

Dael

1,5% 1,5% 0,7%

Yamaha

1,8% 5,4% 5,8%

6,6%

6,1%

5,7%

Outros

37,7% 27,7% 39,5%

Outros

13,1% 15,4% 17,2%

Outros

10,4%

7,3%

9,3%

Não lembra

42,1% 53,0% 43,2%

Não lembra

Outros Não lembra

Padaria e Confeitaria MARCAS

[%]

70,6% 71,3% 72,8%

Sorvete

Autopeças MARCAS

2010

Revenda de Pneus 2012

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

2010

MARCAS

Kibon

40,5% 43,2% 47,3%

Holandesa

7,9%

7,1%

9,7%

Sávio

37,7% 40,8% 37,4%

9,1% 8,0%

7,4%

Renato Pneus

6,3% 6,9%

Patio San Miguel

2,3% 2,9%

1,5%

Geloni

4,2% 2,9% 0,8%

Araguaia

5,3% 5,3%

1,8%

Roger Pneus

5,7% 6,8% 4,2%

Mister Cuca

2,3%

1,8%

2,5%

Nestlé

3,9%

3,5%

Londri Peças

3,4% 5,6%

-

Guaporé

5,2% 3,4% 3,0%

Milane

2,3%

4,4%

1,9%

Skioba

0,8%

1,4% 0,4%

Outros

43,1% 48,3% 52,7%

Outros

4,0% 4,6%

Não lembra

34,0% 26,6% 27,0%

Não lembra

8,8% 3,6% 6,8%

[%]

2011

7,7% 7,0% 5,8% 42,0% 35,4% 36,6%

Não lembra

4,7%

MARCAS

2012

3,7%

2011

Pizzaria

[%]

[%]

5,7%

8,1% 8,9%

Pandor

2012

-

1,7%

3,9% 3,4%

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

12,8% 15,9% 17,3%

Outros

23,4% 24,0% 31,6%

Não lembra

57,8% 50,8% 55,0%

Não lembra

39,8% 37,0% 33,9%

MARCAS

5,1% 2,9% 2,5%

7,3%

Norpave

2,3% 1,2%

1,2%

1,8% 1,6%

1,8%

Caiuás

2,2% 2,8%

1,8%

3,1% 2,2%

4,6%

4,1% 6,5%

Ford

Outros

42,0% 36,4% 44,0%

Outros

Não lembra

30,0% 25,5% 29,9%

Não lembra

20,5% 18,0% 16,9% 1,3% 0,6%

Outros

12,7% 17,2% 18,0%

Outros

13,6% 11,4% 15,4%

Não lembra

38,7% 34,6% 34,8%

Não lembra

55,3% 61,8% 63,9%

Concessionária de Veíc. Importados

Restaurante de Comida Chinesa

MARCAS

2010

[%]

Euro Import - BMW

21,2% 30,4% 26,9%

2012

2011

2010

5,0% 9,4% 3,8%

Matsuri

4,8%

1,7% 0,9%

Ópera - Peugeot

4,7% 3,9%

Jin Jin

4,4%

6,4% 5,9%

Caiuás - Honda

4,6% 6,3% 3,8%

Taiwan

3,2%

5,5%

Toyopar - Toyota

3,8% 3,9% 4,9%

Tai Pei

2,9% 4,9% 4,0%

6,1%

Outros

10,7% 9,0%

Não lembra

52,7% 42,1% 46,1%

9,1%

Restaurante de Massas [%]

2012

2011

2010

AUTOMÓVEIS AUTOMÓVEIS AUTOMÓVEIS AUTOMÓVEIS AUTOMÓVEIS

Nissan Nicenter

6,1%

3,1% 3,5% 2,7%

Outros

12,9% 12,9% 20,0%

Não lembra

66,0% 60,1% 58,7%

Locadora de Veículos MARCAS

Localiza

[%]

2012

2011

2010

13,8% 14,6% 11,7%

La Gondola

6,1% 6,9% 4,2%

Bom Paladar

1,9%

Avis

1,3%

Máfia Di Pasta

1,9% 0,9% 2,2%

Unidas

1,1% 0,6% 0,3%

Rivolli

1,6%

1,9%

1,6%

Brascar

1,0% 0,8% 0,7%

Bella Itália

1,5% 2,6%

-

Rent a Car

0,9%

4,1% 4,1% 4,3%

1,0%

2010

6,7% 7,2%

4,8%

MARCAS

2011

3,9% 4,9%

Condor

2011

2012

10,1% 7,8% 6,7%

Golf

2012

[%]

Marajó

3,7%

[%]

MARCAS

6,8% 6,5% 6,3%

3,4% 4,2% 4,0%

China in Box

2010

Norpave

Labaredas

MARCAS

2011

11,5% 12,1% 8,5%

Ravenna

1,7%

2012

Metronorte

Marajó

1,8% 4,2%

[%]

Revenda de veículos Multimarcas

Cipasa

13,7% 11,8% 20,2% 5,3%

Outros

13,3% 14,1% 13,0%

Viscardi Carrefour

5,1% 5,2% 4,5%

Edy Pneus

20,0% 20,4% 18,8%

Super Muffato 49,4% 57,8% 48,7%

7,2% 11,7% 5,8% 7,5% 3,8%

- 0,9%

7,7%

Cipasa

8,3% 12,9% 8,3% 5,5%

1,1%

Guaporé

14,6% 16,7% 15,1%

Pneumar

Metronorte

Borelluccio Pizza Hut Piu Bella

10,5% 14,4% 17,6%

Concessionária de Automóveis

Supermercado 2012

Auto Peças Londrina Gevasco

2,3%

Outros

10,4% 14,9% 14,7%

Outros

Não lembra

76,6% 71,8% 75,0%

Não lembra

BEBIDAS BEBIDAS BEBIDAS BEBIDAS BEBIDAS

1,1% 0,5%

- 2,5%

77,6% 78,8% 80,0%

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 78

20/11/12 09:43


Vinho

ÁGUA MINERAL MARCAS

[%]

2012

2011

2010

19,4% 18,3% 15,7%

D' Fonte Ouro Fino

9,0% 8,3%

Lon Rita

7,4% 12,0% 6,6%

Safira

5,9%

6,7%

Nestlé

4,1% 2,8%

9,1%

Emissora de Rádio FM

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

MARCAS

Guaravera

35,6% 42,2% 39,7%

Paiquerê

Campo Largo

14,0% 16,4% 14,2%

2012

2011

Jovem Pan

13,9% 14,8% 14,9%

Igapó

13,5% 13,9% 14,6%

2,7%

1,7%

Folha

12,7% 15,3% 17,0%

1,0%

1,5%

Tribuna

4,6%

3,4%

9,4%

7,7% 9,5%

3,1%

1,8%

6,1%

Do Porto

2,9%

1,9%

Sangue de Boi

1,0%

19,8% 18,8% 18,8%

Outros

14,8% 14,1% 14,2%

Outros

Não lembra

34,3% 33,1% 41,8%

Nao lembra

28,6% 21,8% 26,9%

Não lembra

Café

1,7%

14,0% 9,0% 9,4%

Jornal [%]

Itamaraty

2012

2011

MARCAS

2010

Colégio Particular [%]

2012

2011

2010

2010

Marista

14,8% 17,2% 17,7%

Jornal de Londrina (JL) 20,0% 17,3% 17,4% Folha de S. Paulo

1,4%

Pelé

6,7%

7,4% 6,9%

Folha Norte

4,7%

5,1%

4,1%

23,8% 21,8% 23,0% 5,6% 2,5%

5,7%

Cerveja [%]

2011

33,3% 29,5% 34,9%

9,1% 9,0% 8,2%

MARCAS

2012

Maxi

7,6% 9,0% 10,6%

Não lembra

[%]

Folha de Londrina 66,4% 63,6% 67,7%

Londrinense

Outros

MARCAS

42,5% 45,2% 41,5%

Pilão Três Corações

Educação Educação Educação Educação Educação

2010

31,9% 35,9% 32,9%

1,8%

Do Avô

Outros

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

Brahma

45,5% 38,2% 36,4%

Skol

37,5% 44,4% 44,8%

Comunicação Comunicação Comunicação Comunicação Comunicação

Londrinense

7,0%

5,4%

6,7%

0,9% 0,3% 0,7%

Universitário

6,4%

7,4%

5,0%

Gazeta do Povo

0,8%

1,2%

2,1%

Adventista

4,5%

7,4%

3,6%

Outros

1,2% 10,0%

1,4%

Outros

17,1% 18,9% 18,7%

Não lembra

9,1% 6,5% 9,3%

Não lembra

16,9% 14,2% 13,4%

1,1%

1,4%

Programa de TV Local

Cursinho pré-vestibular

MARCAS

2011

MARCAS

Tribuna da Massa / Carlos Camargo

[%]

23,5% 38,2%

2012

Sigma

Tempo Quente/ Léo José

10,3% 13,7%

Maxi

[%]

2012

2011

21,4% 25,6% 8,0%

9,9%

2010

-

Antarctica

4,5% 5,6%

7,4%

Balanço Geral/ Cobra

6,1%

Neo DNA

6,2%

3,0%

-

Itaipava

2,2% 0,8%

1,0%

Destaque/ Cloara

4,8% 4,0%

Universitário

3,2%

4,1%

-

Bohemia

1,8% 2,0%

2,7%

Primeira Hora

2,1% 4,0%

UEL

2,0%

1,8%

-

Outros

5,3% 6,3%

5,4%

Outros

16,1% 13,9%

Outros

6,4%

7,3%

-

Não lembra

3,3%

2,7%

2,3%

Não lembra

37,1% 23,1%

Não lembra

52,8% 48,3%

-

2012

2011

2010

Leite MARCAS

MARCAS

[%]

Cativa

42,9% 50,6% 57,1%

RPC/Coroados (Globo)

Polly

21,2% 17,4% 17,6%

Parmalat

7,3% 6,0%

Lider

4,6%

Terra viva

3,1% 3,8%

8,1%

6,7% 4,9% 1,9%

15,9% 13,2% 8,9%

Outros

5,0%

Não lembra

2,3%

1,5%

Refrigerante MARCAS

Coca-Cola

Revista Local

Emissora de TV [%]

[%]

2012

2011

2010

65,3% 64,6% 66,8%

Guaraná Antarctica 15,1% 17,7% 13,0%

2012

3,1%

2011

2010

MARCAS

[%]

Educação Infantil

2012

2011

2010

1,6%

-

-

O Peixinho

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

10,2% 17,1% 12,4%

66,0% 57,2% 60,5%

Frizz

RIC (Record)

9,4% 14,8% 12,6%

Wink

1,4%

-

-

Pequeno Príncipe

3,5%

3,8%

1,9%

Massa (SBT)

8,9% 14,2% 13,1%

Veja

0,7%

-

-

Maxi

2,4% 0,8%

2,9%

Tarobá (Band)

7,3% 8,4% 8,9%

Perfil

0,7%

-

-

Educativa

2,1% 2,0%

-

Tropical (CNT)

0,6% 0,4% 0,5%

Sucesso

0,5%

-

-

Alternativa

1,6%

-

Outros

2,7% 2,0%

2,5%

Outros

4,2%

-

-

Outros

36,6% 37,8% 40,5%

Não lembra

5,1% 3,0%

1,9%

Não lembra

91,0%

-

-

Não lembra

43,7% 36,9% 42,3%

1,6%

Emissora de Rádio aM

Escola de Idiomas

MARCAS

MARCAS

Paiquerê

[%]

2012

2011

2010

34,2% 38,2% 35,4%

[%]

2012

2011

2010

Wizard

18,0% 20,7% 14,5% 16,6% 20,1% 20,8%

Alvorada

9,1% 8,4% 6,6%

Fisk

Brasil Sul

6,8% 5,5% 8,7%

CCAA

9,3% 11,3% 13,6%

Difusora

3,4% 3,8%

4,1%

CDI

3,2%

Globo

2,5% 5,9%

6,1%

CNA

2,9%

7,2%

Outros

7,2% 5,9%

7,6%

Outros

10,3%

1,1%

Não lembra

Não lembra

39,6% 30,4% 32,4%

Guaratuba

6,3%

Fanta

3,6% 2,8%

Refriko

2,0%

-

-

Outros

6,1% 6,4%

Nao lembra

1,6% 0,9%

7,6% 8,5% 3,4%

36,7% 32,3% 31,5%

5,2% 4,6% 2,4%

2,9%

9,9% 11,2%

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 79

20/11/12 09:43


80 81 ACUMULADOS DE 2010 A 2012 Loja de Tintas

Escola de Informática MARCAS

[%]

2012

2011

13,7% 19,0% 19,1%

CDI Microlins

7,8% 8,9%

Microcamp

6,8%

5,9%

8,5%

Cedaspy

6,4%

5,2%

5,0%

Cebrac

4,6%

1,9%

1,6%

5,7%

Outros

10,9% 14,1% 11,7%

Não lembra

49,8% 45,0% 48,4%

[%]

Studio Desirée Soares Studio CDI

2012

2011

MARCAS

2010

40,1% 47,2% 38,6%

MARCAS

[%]

2012

2011

27,5% 26,2% 21,3%

5,3% 10,0%

Plaenge

17,2% 19,1% 18,2%

0,8%

2,7%

Quadra

3,4% 2,4% 2,5%

Ford Model

0,3%

0,3% 0,2%

MRV

2,6% 2,3% 4,4%

Life Models

0,3% 0,2%

0,5%

Artenge

1,6% 3,8% 2,4%

1,6%

1,2%

Outros

12,4% 14,9% 17,0%

Não lembra

35,2% 31,3% 34,2%

1,6%

2,4%

52,8% 42,7% 47,1%

Escola Profissionalizante MARCAS

[%]

2012

2011

2011

2010

2012

2011

Casa das Tintas

5,6%

-

-

Ortofamily

11,7%

-

-

Tintas Darka

5,2%

-

-

Odontosan

8,1%

-

-

Imobiliária 2010

MARCAS

[%]

3,1%

-

-

Ortodontic Center

4,3%

-

-

-

Central

2,4%

-

-

Todimo

1,9%

-

-

Betel

1,0%

-

-

Outros

20,5%

-

-

Outros

Não lembra

61,0%

-

-

Não lembra

Saúde Saúde Saúde Saúde Saúde

2012

2011

2010

MARCAS

-

-

-

-

[%]

2012

[%]

2012

2011

2010

Vale Verde

31,5% 31,4% 31,1%

Nissei

21,9% 21,9% 21,5%

Drogamais

19,6% 19,8% 18,3%

DrogaRaia

2,5%

Senador

1,7% 3,6% 4,6%

Outros

16,0% 18,9% 19,2% 6,8% 4,4%

Não lembra

2011

-

-

5,3%

Farmácia de Manipulação

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

-

Londrifórmulas 17,7% 23,8% 22,1%

Iron Works

-

Vale Verde

Gustavo Borges

2,7% 3,6%

-

Phloraceae

11,3% 13,6% 16,1% 10,4% 8,5%

5,7%

7,0% 6,6% 2,7%

13,3% 17,9% 17,0%

8,7% 63,7%

3,9% 6,2% 2,8% 2,5%

5,5% 2,5% 4,5%

Senac

MARCAS

academia de ginástica

Raul Fulgêncio

Mônaco

2010

2,7%

Fit Line

29,1% 32,1% 22,5%

[%]

Belém

8,6% 10,6% 6,2%

Senai

MARCAS

Londrina Tintas

2010

A.Yoshii

4,3%

Não lembra

2012

Farmácia

ÍPS

Outros

Clínica de Ortodontia

[%]

construtora

Escola de Modelo MARCAS

imóveis imóveis imóveis imóveis imóveis

2010

16,2% 16,1% 8,0%

Cebrac

3,7%

2,1%

3,6%

Perez

Microlins

3,3%

1,6%

1,0%

Santamérica

5,1% 3,8% 6,8%

N1

2,4% 3,3%

-

Drogamais

Sesc

3,3%

2,7%

5,4%

Coroados

4,8% 6,4% 2,7%

Brasil Fitness

2,3%

2,1%

-

Nissei

5,1% 4,6%

2,1%

Outros

14,7% 17,9% 20,4%

Outros

33,9% 41,8% 42,8%

Outros

25,7% 26,7%

-

Outros

9,6% 5,8%

7,1%

Não lembra

32,7% 25,7% 30,1%

Não lembra

35,2% 28,3% 34,3%

Não lembra

60,2% 55,6%

-

Não lembra

Loja de Material de Construção

Universidade MARCAS

[%]

2012

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

Clínica Imagem 2011

2010

MARCAS

UEL

61,6% 74,9% 60,6%

Todimo

16,4% 19,1% 12,9%

Lab Imagem

Unopar

18,2% 10,6% 18,9%

[%]

2012

29,8% 27,6% 38,9%

Hospital 2011

2010

20,5% 20,9% 13,2%

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

Evangélico

36,5% 38,5% 32,6%

Telhanorte

15,6% 19,1% 19,6%

Ultramed

7,4% 9,7% 8,6%

HU

22,7% 25,0% 30,0%

Unifil

6,1%

5,7%

7,5%

São Marcos

8,6% 8,8% 7,6%

Ultraclin

5,9% 6,9% 4,0%

Santa Casa

15,3% 17,7% 19,9%

Pitágoras

2,5%

1,5%

1,9%

Alvorada

4,9% 6,7% 5,8%

Clinilab

3,5% 4,0% 2,3%

Mater Dei

4,6% 4,4% 3,8%

PUC

1,6%

1,4%

2,2%

Sanderson

4,8%

Clinimagem

2,4%

3,1%

1,9%

Zona Norte

4,0% 4,2% 4,7%

Outros

2,6%

2,2%

2,9%

Outros

24,5% 28,7% 30,6%

Outros

8,3%

7,8%

7,4%

Outros

13,8%

9,1%

7,5%

Nao lembra

7,3%

3,7% 6,0%

Não lembra

25,2% 15,9% 22,2%

Não lembra

3,0%

1,1%

1,5%

[%]

2012

1,3%

Loja de Materiais Elétricos

Universida de Particular MARCAS

1,7%

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

Clínica de Implantes Dentários 2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

9,1%

Ortodontic Center

4,8%

-

-

4,7% 2,6% 0,9%

Imppar

4,5%

-

-

Lab Imagem/ Lab Med Oswaldo Cruz

4,3% 5,7% 3,2%

Central

4,1%

-

-

Clinilab

5,2% 4,4% 4,2%

Odontosan

3,7%

-

-

Ultramed

4,9%

Oralmaster

2,3%

-

-

Cetel

2,4% 2,0% 2,3%

Outros

10,0%

-

-

Outros

Não lembra

70,6%

-

-

Não lembra

Eletrotrafo

Unifil

15,7% 19,2% 21,9%

Casas Bahia

PUC

6,3%

4,7% 4,2%

Eletro União

Pitágoras

4,9%

5,5%

6,3%

Eletrorede

2,8%

5,1%

Uninorte

2,7% 2,0%

2,6%

Econolux

2,7% 9,4% 3,8%

Outros

3,2%

7,1%

Outros

27,5% 24,6% 29,0%

Não lembra

50,9% 50,8% 48,9%

21,2% 14,0% 16,3%

Laboratório de Análises Clínicas

2011

46,0% 51,0% 41,6%

Não lembra

Não lembra

7,0% 5,8%

Unopar

3,6%

52,0% 47,6% 62,6%

1,1%

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

14,2% 16,1% 11,5% 6,7% 10,5% 9,4% 7,4% 3,9%

6,0% 6,4% 4,8% 60,6% 53,2% 63,9%

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 80

20/11/12 09:43


Plano Assistencial Funeral

Banco

MARCAS

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

Gram

20,4% 31,2% 36,0%

Unipax

17,7% 17,8% 17,0%

Bom Pastor

5,1%

1,8%

União

4,0%

3,3% 2,2%

Central

3,5% 4,0%

1,2% 1,9%

3,6% 4,7% 3,6%

Outros

45,8% 37,2% 38,1%

Não lembra

Plano de Saúde MARCAS

[%]

2012

2012

2011

2010

29,4% 32,0% 32,9%

Itaú

Bradesco 22,4% 22,9% 23,0% Caixa Econômica 18,8% 14,6% 10,4% Federal Banco do Brasil 16,5% 18,3% 23,0%

2011

2010

MARCAS

Salão de Cabeleireiro

[%]

BV - Banco Votorantim Fininvest

2012

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

26,5%

-

-

5,7%

-

-

Lincoln Tramontini Fábio Farias

Losango

2,1%

-

-

Studio One

3,1%

1,9% 0,7%

Itaú

2,1%

-

-

Paulo Ricardo

1,1%

1,0%

2,1%

-

-

Embeleze

3,9% 4,5% 3,8% 3,6% 4,0% 2,6% 1,0%

Santander

5,3% 4,7% 2,0%

Cacique

Outros

5,9% 6,8%

Outros

16,2%

-

-

Outros

35,9% 38,9% 38,6%

Não lembra

1,7% 0,7% 0,6%

Não lembra

45,4%

-

-

Não lembra

51,6% 49,2% 52,5%

8,1%

Casa Noturna

55,6% 55,2% 60,8%

Unimed

Financeira [%]

MARCAS

[%]

Santarena

2012

Empresa de Trabalho Temporário

Gráfica MARCAS

0,8% 0,5% 0,8%

2011

2010

2010

MARCAS

13,0% 12,6%

-

Ipê

[%]

11,0% 16,2% 11,5%

2012

2011

Labor

10,2% 13,4% 8,5%

[%]

2012

2011

2010

23,0% 27,5% 23,9%

Unipax

7,4%

2800/ Kingdom

8,4% 6,0%

-

Midiograf

Sine

8,8% 13,5% 15,1%

Hospitalar

7,3% 9,3% 3,8%

Escritório Bar

7,6%

7,2%

-

Lider

4,3% 5,8% 6,3%

Admita

2,0% 2,6%

Gram

1,9%

Mansão Palhano

6,1%

7,5%

-

Grafmarke

1,8%

ADM

1,6% 2,0% 0,7%

7,7% 6,6% 5,7% 6,8%

3,4%

1,4%

0,8% 0,3%

-

1,9%

CAAPSML

1,6% 2,8%

1,8%

Albatroz

3,5% 4,0%

-

Maxiprint

Alternativa

1,3% 0,7%

Outros

5,9% 4,7%

6,1%

Outros

15,0% 17,0%

-

Outros

12,9% 12,1% 15,1%

Outros

8,7% 5,0% 8,3%

Não lembra

46,4% 45,7%

-

Não lembra

59,0% 48,8% 57,2%

Não lembra

20,2% 14,6% 14,1%

Não lembra

Plano Odontológico MARCAS

[%]

2012

2011

Clube social 2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

Iate Clube

22,4% 19,8% 21,2%

5àsec

Odontosan

8,3% 13,3% 9,8%

Grêmio

18,0% 19,6% 22,3%

Bolha de Sabão

Uniodonto

6,0% 8,0% 5,5%

Country Club

7,0% 8,3% 6,3%

Laving

0,7%

Arel

6,5% 5,9%

Clarear

0,5% 0,7%

3,7% 4,0% 3,5%

Thermas

4,8%

Luxo

0,5%

11,6% 17,2% 18,4%

Outros

Ortodontic Center 4,8% Oralmed Outros

-

-

56,4% 42,3% 56,2%

Não lembra

Serviços Serviços Serviços Serviços Serviços

Paraná

[%]

7,2% 4,5%

17,7% 18,4% 21,9%

2011

2010

2011

3,9% 5,9% 5,5%

Outros

69,4% 64,9% 64,1%

Não lembra

[%]

2012

2011

OPERADORA DE CELULAR 2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

100% Video

9,0% 10,2% 6,0%

TIM

36,3% 34,4% 30,6%

Delta

6,8% 9,0% 8,8%

Oi

32,0% 25,1% 19,7%

Norpave

2,1% 4,0% 2,6%

Vídeo e Ação

1,6% 5,5% 4,5%

Vivo

14,5% 19,7% 21,8%

Luiza

1,5%

1,6%

-

Chalé Vídeo

0,8%

Sercomtel

Metronorte

1,4%

1,4%

1,2%

Phanton

0,4% 0,4% 2,5%

Claro

1,8%

3,2%

Outros

9,1%

7,6% 9,9%

Outros

4,3% 6,4% 11,1%

Outros

0,5%

1,7%

3,1%

Não lembra

5,5% 2,8%

7,0%

3,1%

34,0% 25,6% 32,2%

Não lembra

2010

1,5%

- 0,5%

MARCAS

2012

47,3% 54,3% 51,0%

Estacionamento Particular 2012

- 0,6%

MARCAS

BV-Banco Votorantim 4,6% 5,5%

28,8% 31,5% 32,9%

8,8% 9,5% 13,2%

Locadora de Vídeo

[%]

telefonia telefonia telefonia telefonia telefonia

2010

16,4% 19,0% 14,6%

Empresa de Consórcio União

autoescola MARCAS

6,1%

23,6% 20,8% 17,7%

Não lembra

54,5% 48,7% 48,5%

Lavanderia

9,3% 15,2% 6,6%

Unimed Odonto

1,6%

MARCAS

Royal Park

[%]

2012

1,1% 0,7%

77,2% 67,4% 66,4%

Não lembra

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

6,3%

Operadora de Telefone Fixo

Ônibus Rodoviário

12,5% 18,9% 11,7%

9,6% 13,1% 11,5%

2010

MARCAS

Viação Garcia

71,1% 69,7% 64,0%

Sercomtel

[%]

2012

2011

2010

70,7% 75,4% 77,7%

Christiane

7,4% 18,9% 21,7%

Estacenter

8,6% 8,9% 6,9%

Brasil Sul

6,6% 2,3% 3,0%

GVT

9,8% 9,0% 6,8%

Silva

5,6% 4,5%

5,3%

Central Park

5,0% 7,0% 4,9%

Ouro Branco

3,9% 3,6% 3,0%

Oi

4,4% 4,5%

2,3%

Santana

3,5% 6,3% 2,2%

Londri Park

2,0% 2,6% 2,0%

Grande Londrina

2,3% 13,3% 15,6%

Tim

4,0%

3,3%

2,6%

Pratika

3,4% 3,8% 3,2%

Park Center

1,3%

TIL

2,0% 3,9% 4,9%

Net

3,2%

2,5%

1,8%

Outros

25,4% 25,6% 25,2%

Outros

7,8% 6,7% 9,2%

Outros

4,9% 4,5% 6,0%

Outros

1,8%

2,3%

4,1%

Não lembra

25,9% 9,4% 9,5%

Não lembra

Não lembra

9,2% 2,7%

Não lembra

6,1% 3,0%

4,7%

3,4% 2,2%

62,8% 52,5% 63,1%

3,5%

Desde 1996 | Top de Marcas 2012 

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 81

20/11/12 09:43


82 83 ACUMULADOS DE 2010 A 2012 Provedor de Internet

Local para Eventos

MARCAS

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

2010

27,2% 30,0% 36,8%

Parque Ney Braga 25,7% 26,9%

-

Acadêmica

GVT

15,9% 17,7%

8,4%

Centro de Eventos 15,7% 21,2%

-

Livrarias Curitiba 9,2%

3,1%

-

Net

13,3% 9,5%

6,9%

Catuaí

2,6% 2,9%

-

Bom livro

7,1% 10,8%

7,8%

Uol

2,6% 4,2%

5,8%

Moringão

2,3%

3,1%

-

Porto

4,6% 11,3% 14,4%

Vivo

0,8% 0,6% 0,2%

Planalto

2,2% 2,0%

-

Estrela

4,6% 9,5% 9,5%

Outros

4,2%

Outros

15,0% 17,6%

-

Outros

22,6% 20,3% 24,4%

Não lembra

36,6% 26,3%

-

Não lembra

38,2% 30,3% 31,5%

4,3%

2,4%

35,9% 33,7% 39,5%

Não lembra

2012

Livraria e Papelaria

2011

Sercomtel

[%]

Revenda de Telefone Celular MARCAS

[%]

2012

2011

MARCAS

2012

2011

2010

13,7% 14,7% 12,4%

Loja de Áudio e Vídeo

Loja de Calçados 2010

[%]

2011

2010

2011

2010

TIM

16,7% 20,3% 23,3%

Casas Ajita

40,2% 36,6%

-

Sonkey

22,1% 31,1%

-

Móveis Brasília

16,6% 21,2% 10,5%

Bolivar

18,6% 21,9%

-

Casas Bahia

10,3% 3,6%

10,5% 13,3%

-

Móveis Brasília

2,8%

MARCAS

[%]

2012

MARCAS

[%]

2012

-

Vivo

9,5% 13,2% 17,5%

Pé Quente

Sercomtel

8,7% 14,9% 12,3%

Mocassim

6,3% 6,3%

-

Magazine Luiza

2,6% 0,7%

-

Oi

5,1%

Aracalce

4,6% 2,3%

-

Byshow

2,1% 4,5%

-

Outros

13,9% 13,9%

-

Outros

-

Não lembra

4,1%

7,2%

Varejo Varejo Varejo Varejo Varejo

15,1% 11,7% 14,0%

Outros

28,2% 14,6% 15,2%

Não lembra

turismo turismo turismo turismo turismo

[%]

2011

MARCAS

[%]

2011

25,7% 23,4% 24,3%

Magazine Luiza

8,8% 9,8%

Daron

Visolux Outros

22,7% 20,8% 22,6%

Não lembra

7,2% 6,3% 4,6%

Não lembra

16,2% 13,8% 16,8%

1,0% 0,8%

Ortobom

22,6% 24,4% 20,9%

Centauro

9,9% 11,3%

Simbal

1,2% 0,9% 0,9%

Decathlon

5,4%

Silva Tur

1,3% 2,9% 0,7%

Probel

1,1%

1,1% 0,8%

Tecnosport

Continental

0,5% 0,5%

Americanflex

0,5% 0,9% 0,2%

Casas Ajita

3,1% 4,4% 3,8%

Outros

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

32,9% 38,1% 28,7%

Sumatra Crystal

MARCAS

[%]

2012

[%]

2012

2011

MARCAS

29,8% 34,6% 31,4%

Catuaí

79,9% 76,2% 73,6%

Royal Plaza

12,6% 16,0% 17,9%

5,7%

1,7%

1,8%

1,3%

1,6%

1,4%

1,9%

1,1%

Planet Shopping

0,6% 0,8% 0,8%

9,0%

7,2% 14,0%

Outros

1,4%

1,9%

1,9%

Não lembra

3,1%

1,8%

3,1%

-

2011

2010

MARCAS

[%]

2012

2011

2010

10,1% 11,2% 12,4%

Acácia

8,5% 8,9%

SH Marabá

15,2% 18,2% 16,2%

5,0% 6,8% 6,0%

Beija-flor

6,7% 10,2% 10,4%

Kodak

Blue Three

4,9%

Paraíso

4,3% 5,5% 6,2%

Fuji Color

1,6% 2,6% 4,0%

Cedro

3,8% 5,2% 4,7%

Prá Você

1,8% 2,3% 2,6%

Colortec

0,9% 2,4% 0,4%

8,9% 9,4% 12,4%

Outros

18,0% 15,7% 23,0%

Outros Não lembra

2010

0,8%

32,1% 35,5% 27,3%

25,5% 18,9% 21,6%

2011

Quintino

Foto Célula

Não lembra

2012

3,9% 11,8% 10,4%

-

11,8% 12,1% 6,4%

Outros

[%]

Com Tour

-

Shangri-lá

4,1% 3,6%

5,3%

2010

40,2% 34,0% 38,5%

Não lembra

7,9%

Loja de Revelação Fotográfica

Floricultura

Bourbon

MARCAS

4,8%

Shopping Center

2,9% 5,3% 2,9%

Hotel

11,5% 12,5% 15,2%

2,0%

4,6% 2,6% 2,6%

15,5% 5,8% 11,6%

Gouveia

11,2% 11,3% 13,4%

Garcia Tur

Não lembra

2010

Outros

Albatroz

Outros

2011

Ponto Frio

Bolivar

8,4% 8,4% 11,4%

2012

27,7% 32,7% 28,5% 8,9% 6,5% 8,0%

56,0% 62,5% 61,8%

59,7% 49,9% 62,1%

[%]

Diniz

8,2% 5,8% 3,6%

Castor

Não lembra

2010

MARCAS

Matsumoto

22,7% 30,4% 20,3%

Outros

2011

-

4,2% 3,8% 3,8%

6,1%

Loja de Produtos Esportivos 2012

9,1% 11,3% 50,9% 48,8%

Visão

MARCAS

-

2010

Móveis Brasília 40,9% 44,4% 47,0%

colchÃO [%]

2012

-

Ótica

2010

CVC

2012

5,7%

Loja de Móveis

Casas Bahia

agência de turismo MARCAS

5,8%

Não lembra

-

7,4%

58,0% 51,6% 54,6%

Não lembra

2,3% 2,3% 3,9%

4,0%

5,4% 5,5%

43,8% 33,6% 42,7%

 Top de Marcas 2012 | Desde 1996

TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 82

20/11/12 09:43


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 83

20/11/12 09:43


TOP-MARCAS-LONDRINA-2012.indb 84

20/11/12 09:43


TOP DE MARCAS - As Marcas Mais Lembradas pelos Londrinenses em 2012