Page 1

26 anos da Comunidade Santa Paulina De 1 a 9 de julho a Paróquia Santa Paulina celebra a festa de sua Padroeira, com novena e festividades que prometem resgatar a história de Santa Paulina, mas também de comunidade que ali se instalou. A história da comunidade matriz começa em 15 de maio de 1991, Alvino D’Avila, encaminhou um pedido ao Padre Alvino Broering, então pároco do Santuário Nossa Senhora dos Navegantes, solicitando a criação de uma Capela próximo a Pedra da Miraguaia, no balneário de Gravatá. Atendendo a este pedido da população, em 2 de agosto de 1992, a população foi convidada para um dia de Evangelização. Com a presença de muitas lideranças e da população em geral, foi celebrada uma Missa nas dependências da Escola Ilca Muller de Mello. A partir daí foi considerada oficialmente instalada a Comunidade Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, a escolha da padroeira foi sugestão do Padre Alvino e aceita por todos. Com o apoio dos párocos, do povo em geral, a comunidade cresceu e se desenvolveu. No início de sua criação, as celebrações continuaram acontecendo na escola do bairro. Manoel João Severino foi nomeado pela comunidade para cuidar dos pormenores práticos visando a criação da CAEP e, em 13 de março de 1993, assumia a primeira diretoria. Inicialmente foi construído o galpão para as atividades pastorais e litúrgicas e em 1994, aconteciam ali todas as atividades da nova comunidade. Em 1998 a comunidade já contava com a sua capela para as celebrações e, anos depois, veio a se tornar sede da Paróquia.

Comunidade São Miguel: fundada em 2 de dezembro de 1951, mas somente em 30 de janeiro de 1979, foi definitivamente oficial a compra restante do terreno. A comunidade pertencia à Paróquia Nossa Senhora da Penha, Arquidiocese de Florianópolis/SC. Com a criação da Diocese de Blumenau, houve mais um desmembramento com a criação da então Paróquia Santa Paulina no Gravatá. Comunidade São Pedro: fundada em 27 de janeiro de 1981. A comunidade pertencia também à Paróquia Nossa Senhora da Penha, Arquidiocese de Florianópolis/SC. Com a chegada da nova Diocese de Blumenau em 2000, houve mudanças na Comunidade São Pedro, que cinco anos mais tarde desmembrou-se com a criação da então Paróquia Santa Paulina no Gravatá de Navegantes. Comunidade São Judas Tadeu: constituída em 1957. Quando fundada pertencia à Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, da Arquidiocese de Florianópolis/SC. Com a criação da Diocese de Blumenau em 2000, algumas mudanças aconteceram e, cinco anos mais tarde, foi instituída como parte da Paróquia Santa Paulina no Gravatá de Navegantes. Comunidade Santa Lídia: fundada em 1936. Pertencia à Paróquia Santíssimo Sacramento de Itajaí, da Arquidiocese de Florianópolis/SC. Com a criação da Diocese de Blumenau em 2000, a Comunidade de Santa Lídia tomou um novo rumo. Cinco anos mais tarde passou a fazer parte da Paró-

(47) 3319-0263 | www.santapaulinadogravata.com.br | facebook.com/ParoquiaSantaPaulinaDeGravataNavegantes


SANTO DO MÊS Nossa Senhora do Carmo O nome de Nossa Senhora do Carmo está totalmente ligado à região do Monte Carmelo (em hebraico, “carmo” significa vinha; e “elo” significa senhor; portanto, “Vinha do Senhor”). Foi ali que os profetas Elias e Eliseu se refugiaram, tornando o lugar o cenário de um dos acontecimentos mais importantes do Antigo Testamento e onde se reuniram e juntos construíram uma pequena capela em homenagem a Nossa Senhora e por isso ganharam o nome de “Ordem dos Carmelitas”. Esse local não foi escolhido à toa, já que é considerado um local sagrado, principalmente por conta das ações do profeta Elias que em questão teve como prova de Deus sua manifestação o defendendo e mostrando que era o único Deus. Um tempo depois, a Ordem foi para a Europa onde enfrentaram tempos muito difíceis. Mas foi ali que São Simão Stock consagraria a história e origem do escapulário. O ano era 1251 e São Simão estava orando e pediu um sinal de proteção a Nossa Senhora contra os seus possíveis inimigos. Foi ali que recebeu dela um escapulário com a promessa de proteção para todos aqueles que o usassem. “Recebe, filho amado, este escapulário. Todo o que com ele morrer, não padecerá a perdição no fogo eterno. Ele é sinal de salvação, defesa nos perigos, aliança de paz e pacto sempiterno”. O escapulário, segundo o Concilio do Vaticano II é um Sacramental, um sinal sagrado, obtendo efeitos de proteção da Igreja Católica. É uma realidade visível que nos conduz a Deus. Santa Tereza dizia que: “portar o escapulário, era estar vestida com o hábito de Nossa Senhora”. Depois desse episódio, os carmelitas ficaram conhecidos como uma das maiores ordens da Igreja Católica. A ordem dos Carmelitas proveu para o mundo muitos santos importantes da história como: Santa Tereza D’Ávila, Santa Terezinha do Menino Jesus, São João da Cruz e inúmeros outros.

GRAÇAS ALCANÇADAS Em junho de 2016 precisei fazer uma cirurgia bastante delicada. Estava com muito medo, mas minha irmã e meu cunhado me encorajaram, pois tinha um lencinho em meu nome e rezaram por mim durante as novenas de Santa Paulina. Estou curada e muito grata a Santa Paulina pela graça alcançada!” (Matilde Beta) Uma pessoa de nossa família teve queimaduras graves pelo corpo, ao ponto de ficar em coma por vários dias. Quando tudo parecia estar bem, passou por um procedimento médico e teve hemorragia grave prolongando o coma. Foi nesse momento que a intercessão a Santa Paulina agiu e na mesma noite ele acordou. Nos sentimos muito gratos a Deus pela graça alcançada! (Lucia A. B. Vavassori)

Participe da Novena em honra a padroeira Santa Paulina de 1 a 9 de julho na Comunidade Matriz!

HORÁRIOS ATENDIMENTO SECRETARIA PAROQUIAL Terça a sexta-feira - 8h às 11h30 | 14h às 17h30 Sábado - 8h às 11h30 ATENDIMENTO SACERDOTAL E CONFISSÕES Quartas e sextas-feiras: a partir das 9h e das 14h Sábados: a partir das 9h CURSO DE BATISMO No 1º sábado do mês, na Matriz Santa Paulina BATIZADOS No 3º domingo, às 8h, na Matriz Santa Paulina EXÉQUIAS Entrar em contato com a Pastoral da Consolação; na secretaria paroquial ou lideranças da comunidade


AGENDA | JULHO DE 1 a 9 | 19h30

Novena em honra a Santa Paulina

Matriz Santa Paulina

08/07 | 10h

Missa com os Festeiros – Festa da Padroeira

Matriz Santa Paulina

09/07 | 5h50

Missa de Santa Paulina

Matriz Santa Paulina

09/07 | 15h

Missa de Santa Paulina e bênção do bolo

Matriz Santa Paulina

09/07 | 19h30

Nono dia da Novena de Santa Paulina

Matriz Santa Paulina

com o Bispo Dom Rafael 24/07 | 19h30

Missa Grupo de reflexão

Comunidade São Pedro

25/07 | 18h

Reunião com os coord. dos Grupos de Reflexão Matriz Santa Paulina e do dízimo

24/07 | 19h30

Reunião paroquial de Liturgia

Matriz Santa Paulina

27/07 | 19h30

Reunião do CPP

Matriz Santa Paulina

28/07 | 19h30

Novena de São Judas Tadeu

Comunidade São Judas

29/07 | 8h

Encontro com Casais (Mov. de Irmãos E RCC)

Matriz Santa Paulina

Novena de Santa Paulina

2ª Quarta-Feira do Mês ás 19h30


IMPRESSรƒO Grรกfica Volpato

Profile for Agência Arcanjo

Edição de Julho - Revista Santa Paulina  

Edição de Julho - Revista Santa Paulina  

Advertisement