__MAIN_TEXT__

Page 1


EDITORIAL

POR AGÊNCIA ARCANJO

QUARESMA Chegamos a mais uma Quaresma. Esse tempo litúrgico de grande importância para a Igreja, que marca os quarenta dias de preparação para a Páscoa do Senhor, é o momento ideal para que todo fiel busque boas práticas para alcançar a conversão. Durante esse período de jejum, caridade e profunda espiritualidade, cada comunidade procura vivenciar com mais intensidade a fé, convidando a todos que façam também um propósito de mudança e preparem seus corações para receber o Cristo Ressuscitado. Por isso, esta edição da Revista São Sebastião aborda o tema da Quaresma – tempo de reconciliação, mostrando como bem viver esse período na prática. Além disso, apresentamos os passos para a confissão, sacramento tão propício para esse tempo. Veja, também, como funcionam os encontros dos grupos ‘Mães que Oram pelos Filhos. Saiba mais sobre ‘O Senhor é meu Pastor’, evento para casais de 2ª união, que ocorrerá no final de março, em nossa Paróquia. Desejamos a todos uma boa leitura!

MISSAS MATRIZ SÃO SEBASTIÃO Segunda-feira: 19h Terça-feira: 19h Quarta-feira: 7h e 15h30 Quinta e sexta-feira: 19h Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e 19h Primeira sexta-feira do mês: 7h, 15h30, 19h e 23h COMUNIDADE SÃO LUÍS GONZAGA Sábado: 19h | Domingo: 9h COMUNIDADE RAINHA DA PAZ Sábado: 17h30 Domingo: 8h Dia 25 de cada mês: 19h30 (quando cair durante a semana) COMUNIDADE SÃO BENEDITO Sábado: 17h30

ATENÇÃO DIZIMISTA! Lembre-se de retirar o seu Calendário do Dízimo com a Pastoral do Dízimo ou na secretaria de sua comunidade.

COMUNIDADE N. SRA. DO ROSÁRIO Domingo: 8h30 Dia 11 de cada mês: 19h terço e, em seguida, celebração EXPEDIENTE DA SECRETARIA MATRIZ SÃO SEBASTIÃO Segunda-feira: 13h às 18h Terça a sexta-feira: 7h30 às 18h (sem fechar para almoço) Sábado: 8h às 11h COMUNIDADE SÃO LUÍS GONZAGA Terça a sexta-feira: 7h30 às 11h30 e 13h às 17h30 Sábado: 8h às 11h COMUNIDADE RAINHA DA PAZ Segunda-feira: 13h às 17h30 Terça a sexta-feira: 8h às 11h30 e 13h às 17h30 2º e 4º sábado do mês: 8h às 11h

2 . E D I TO R I A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O

COMUNIDADE SÃO BENEDITO Temporariamente na Secretaria da Matriz COMUNIDADE N. SRA. DO ROSÁRIO Temporariamente na Secretaria da Matriz ATENDIMENTO DOS PADRES (confissão, orientação espiritual e bênção de objetos) MATRIZ SÃO SEBASTIÃO Terça, quarta e sexta-feira: 8h às 11h30 e 13h30 às 17h30 Quinta-feira: 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30 Sábado: 8h às 10h30 COMUNIDADE SÃO LUÍS GONZAGA Quinta-feira: 15h às 17h30 COMUNIDADE RAINHA DA PAZ Quinta-feira: 14h às 17h


IGREJA

DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS Por Agência Arcanjo

Para o 54° Dia Mundial das Comunicações Sociais, o Papa Francisco divulgou a mensagem intitulada ”’Para que possas contar e fixar na memória’ (Ex 10, 2). A vida faz-se história”. Ele a dedica ao tema da narração, dizendo que “para não nos perdermos, penso que precisamos respirar a verdade das histórias boas: histórias que edifiquem, e não as que destruam; histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos”.

Ainda finaliza afirmando que precisamos “fazer memória daquilo que somos aos olhos de Deus, testemunhar aquilo que o Espírito escreve nos corações, revelar a cada um que a sua história contém maravilhas estupendas”. O Dia Mundial das Comunicações Sociais será celebrado no dia 24 de maio.

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO J O N ATA S C L E B E R M A U R I C I O , C O O R D E N A D O R C O M A R C A L D A PA S TO R A L D A C O M U N I C A Ç Ã O - PA S C O M

Inicio este texto com a introdução do doc. 99 da CNBB (Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil): “1. A Igreja existe para evangelizar. Ela anuncia, por palavras e ações, Jesus Cristo, que enche nossos corações e nos impele a evangelizar. Jesus atrai a si os homens de cada geração, convocando a Igreja a anunciar o Evangelho, com um mandato que é sempre novo. Hoje, é necessário um empenho eclesial mais convicto a favor de uma nova evangelização, para redescobrir a alegria de crer e o entusiasmo de comunicar a fé.” A partir deste pequeno trecho, vemos a importância de utilizar dos meios de comunicação para uma evangelização mais incisiva. E, quando utilizo este termo, é por um único motivo, o mesmo que me leva a insistir e dedicar parte do meu tempo e meus dons a esta pastoral que tanto me fascina. Se o mundo adentra às nossas casas, pessoas evangelizadas, através da televisão, rádio, internet, inserindo todas essas tranqueiras que nos afastam de Deus, por que nós, Igreja evangelizadora, não podemos entrar na casa de pessoas pagãs e levar a Palavra de Deus?

ficar nas redes sociais, e esquecer o sentido de comunicação que, nada mais é, que estar em comunhão com o irmão. Os que não podemos alcançar com um abraço, esses sim, vamos abraçar com meios que a tecnologia disponibiliza no nosso dia a dia. Mas sem deixar de visitá-los e levar o calor humano que tanto faz bem. Um simples gesto faz uma grande diferença. Resumindo, a Pastoral da Comunicação é mais uma ferramenta para difundir a Palavra de Deus em cada canto da terra.

E, é assim que a Pascom (Pastoral da Comunicação) atua, utilizando de todos os meios possíveis para se inserir e levar essa alegria que é servir ao nosso Deus, Aquele que enviou seu Filho para trazer luz, paz e alegria. Importante frisar que a pastoral não pode apenas se deixar levar pelos meios de comunicação. Costumo repetir, em cada reunião que participo, que a Pascom não é apenas fotografia ou 3 . I G R E J A | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


Por Agência Arcanjo

Jesus veio ao mundo e se entregou na cruz, pela remissão dos pecados de toda a humanidade. Por isso, a Quaresma é oportunidade para rever atitudes, procurando uma vida mais santa, que nos reconcilie com Cristo.

Nesse sentido, o primeiro ponto a ser observado é a oração. Por meio dela, é possível pedir a Deus que nos ilumine na trajetória dos 40 dias dedicados à Quaresma. Na oração, rogamos por forças para nos mantermos longe das tentações e do pecado, para seguirmos firmes nos caminhos do Senhor. Ela também nos aproxima mais do Cristo, que peregrinou por 40 dias no deserto, em preparação para Sua missão. Assim, também nós, iniciamos com a Quaresma uma caminhada rumo à Páscoa. E, para chegarmos a ela com o coração realmente apto para receber Jesus Ressuscitado, precisamos intensificar a prática da oração. Se a Quaresma é tempo de conversão, refletir sobre nossas atitudes também é uma etapa importante para melhor vivenciá-la. Meditar a Palavra de Deus ajuda nesse processo. Através dela, podemos nos questionar: estou realmente vivendo conforme os preceitos do Senhor? De que maneira posso aproximar minhas ações do que Cristo espera de mim? Todas essas questões devem fazer parte de uma reflexão profunda sobre a nossa vida e nossa fé. A partir delas, poderemos, com a ajuda do Senhor, nos transformar por Cristo e sua Páscoa. A Quaresma também é um convite para viver um propósito. Mais do que praticar o jejum e a abstinência - orientados pela Igreja, podemos nos abster de tudo que nos afasta de Deus e nos aproxima do pecado. Escolher cortar ou diminuir hábitos prejudiciais, propor-se a não praticar ações que fazem mal para si ou para o outro, ou ainda fazer um gesto concreto de caridade durante esse período, são formas de viver verdadeiramente um propósito durante a Quaresma.

E, por fim, a confissão é o sacramento da conversão. Através dela, as faltas são reconhecidas e perdoadas, deixando o coração livre para receber a Cristo Ressuscitado. Por ser um tempo de reflexão e interioridade, a Quaresma favorece a autoanálise necessária para reconhecer os pecados, promovendo o arrependimento e propiciando a superação das faltas, na esperança do perdão e compromisso de não mais pecar. Nesse período, portanto, a confissão - preferencialmente individual, ou comunitária, se não houver outra possibilidade, é instrumento de real conversão para o cristão. Que possamos aproveitar o tempo da Quaresma para rever nossas vidas e vivência na fé. Que seja um tempo de reflexão, oração e profunda espiritualidade, que nos reconcilie novamente com o Cristo Ressuscitado.

“Agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração e não as vestes; e voltai para o Senhor, vosso Deus; Ele é benigno e compassivo, paciente e cheio de misericórdia, inclinado a perdoar o castigo” (Jl 12, 12-13)


“É Jesus que está ali presente, e é mais bondoso que os sacerdotes. Jesus te recebe com muito amor. Seja corajoso e vá à Confissão!” (Papa Francisco)

Há 5 passos para realizar uma boa confissão:

1 – Fazer um bom exame de consciência: num momento de oração silenciosa, olhar com sinceridade para sua vida e reconhecer seus pecados de pensamentos e palavras, atos e omissões. 2 – Arrepender-se: dos pecados reconhecidos; quais deles se está realmente arrependido? De quais pecados dói o coração por ter cometido? 3 – Propósito: compromisso de se esforçar para melhorar e mudar de vida, disposto a viver a conversão. 4 – Confissão: momento de humildade e sinceridade diante do sacerdote que, em nome de Deus e da Igreja, acolhe, absolve e orienta o processo de conversão. 5 – Reparação / Penitência: é o gesto concreto indicado pelo sacerdote para reparar o pecado cometido. Este pode ser uma oração, uma reflexão bíblica, um gesto de caridade, etc. O que deve ser confessado: o fiel tem obrigação de confessar, na sua espécie e número, todos os pecados graves de que se lembrar, após exame de consciência, cometidos depois do batismo e ainda não perdoados, nem acusados em confissão individual. Quando se deve confessar: cada fiel está obrigado a confessar fielmente os pecados graves, ao menos uma vez ao ano (CDC 989). Também se recomenda confessar antes da recepção de um sacramento (Eucaristia, Crisma, Matrimônio, Batizado dos filhos/afilhados).

“Não ter medo da Confissão! Alguém, quando está na fila para confessar-se, sente todas estas coisas, também a vergonha. Mas depois, quando termina a Confissão, sai livre, grande, belo, perdoado, purificado, feliz” (Papa Francisco)


PA S TO R A I S E M O V I M E N TO S

MÃES QUE ORAM POR CAROLINA CETENARESKI C O O R D E N A D O R A E S TA D U A L – S C

O “Movimento Mães que Oram pelos Filhos“ chegou à Matriz São Sebastião após dois anos de existência em Jaraguá do Sul. A paróquia já fazia parte, com grupos atuando nas comunidades Nossa Senhora Rainha da Paz e São Luís Gonzaga. Foi uma bênção ter acontecido desta maneira, vem nos confirmar que pela vontade de Deus os grupos comecem a surgir, além do chamado pessoal que as coordenadoras de grupos estão vivenciando. Este presente do Espírito Santo às mães e o carinho da própria Mãe Maria, com o título de Nossa Senhora de La Salette, padroeira do Movimento, vem mexendo com as estruturas das mulheres, mães ou não, que tem sede de algo a mais em suas vidas. Com uma rotina cheia de compromissos, afazeres e responsabilidades, as mães sentem, cada vez mais, a necessidade de abastecimento para fortalecerem sua caminhada de fé, sua presença Mariana na família e um olhar mais atento para “as coisas do alto”. O Movimento surgiu há quase dez anos em Vitória/ES, onde um grupo de mães começou a orar pelos filhos. Hoje, já são mais de 1.500 grupos no Brasil, 1 nos EUA, 3 na Alemanha, 1 em Dubai, 1 em Hong Kong e 1 em processo de iniciação na França, além do acolhimento já feito no Canadá, pelo Bispo de Quebec. Para que todo o momento do encontro aconteça dentro do carisma Mães que Oram pelos Filhos, nos grupos, formações ou encontros específicos, há uma metodologia a seguir, inspirada pelo Divino Espírito Santo. Há também o tripé do Movimento: Obediência, Unidade, Humildade. Ou seja, onde quer que você participe de encontros das Mães que Oram, rezará, estudará, meditará e vivenciará a mesma Graça. Os grupos encontram-se semanalmente, na Matriz São Sebastião, todas as quintas-feiras, após a Santa Missa das 19h, na Comunidade São Luís Gonzaga, se reúnem todas as

segundas-feiras, às 15h e na Comunidade Rainha da Paz, todas as terças-feiras, às 19h30. Eles têm uma sequência muito simples e, ao mesmo tempo, muito rica em acolhimento, perdão, devoção e conhecimento, buscando a sabedoria divina, fazendo com que as mães supliquem de joelhos pelos seus filhos e os do mundo inteiro. Reza-se, na intenção O 1ºtambém, dia do Tríduo a São See intercessão pelo Filhos prediletos de Maria: bastião, dia 16, quinta-feira, foi os sacerdotes.

celebrado pelo Padre Gilberto

Há três formatos de grupo que se diferem pelo tempo. Geralmente, tem duração de 1h. A sequência é a entronização da imagem de Nossa Senhora de La Salette, Terço pelos Filhos e, uma vez ao mês, Terço do Perdão, Formação e Lectio Divina (leitura orante) da Palavra de Deus. Há muitos serviços (ministérios) no movimento e muitas formas de dar seu SIM à Deus, por meio deste carisma.

Informações completas, no site oficial w w w. m a e s q u e o ra m p e l o s f i l h o s.c o m - e, em nosso estado, há a página ‘maesqueorampelosfilhossantacatarina’. Fica aqui meu agradecimento e convite para o 1º Encontro Estadual SC, dia 14 de março, no Santuário Sagrado Coração de Jesus, em Joinville. Inscrições on-line pela página Facebook SC ou, diretamente na plataforma www.sympla.com.br

6 . A Ç Ã O PA S TO R A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


No dia 2 de fevereiro, 15 noviços do Noviciado Nossa Senhora de Fatima, fizeram sua primeira profissão religiosa e os votos de castidade, obediência e pobreza e, a partir de agora, são chamados de Fraters e seguem seu caminho na formação para serem padres Dehonianos.

No dia 7 de fevereiro, 7 Fraters fizeram seus votos perpétuos na Congregação do Sagrado Coração de Jesus. A celebração foi realizada na Igreja Nossa Senhora do Rosário, em Nereu Ramos. No dia 23 de janeiro, aconteceu a Missa de encerramento e entrega de certificados da Escola Ministerial Diocesana.

No dia 8 de fevereiro, esses mesmos Fraters foram ordenados Diáconos, na Matriz. Eles seguem com sua formação para, ano que vem, serem ordenados padres Dehonianos. A Formação “Uma noite com Jesus”, para os Coroinhas da Comunidade Nossa Senhora do Rosário, aconteceu nos dias 1 e 2 de fevereiro.

Aconteceu, no dia 29 de janeiro, o encontro de planejamento e formação dos Coordenadores de Catequese de nossa Paróquia.

Abertura do Ano Pastoral, no dia 15 de fevereiro.

7 . A C O N T E C E U | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


O SENHOR É MEU PASTOR DIAS 21 E 22 DE MARÇO, ACONTECE O 17º CURSO O SENHOR É MEU PASTOR, PARA CASAIS DE 2ª UNIÃO. Quem pode fazer o curso: casais com união estável que, pelo menos um dos dois, tenha sido casado na Igreja Católica. Local: Matriz São Sebastião - Jaraguá do Sul *Apenas 50 vagas Interessados, preencher ficha de inscrição na secretaria da Matriz ou, pelos telefones/whatsapp 99973-2878 (Solange) / 99975-7971 (Fabiana)

PROGRAME-SE CATEQUESE EM PREPARAÇÃO PARA O BATISMO PAIS E PADRINHOS

Comunidade São Luís Gonzaga (três encontros consecutivos). 1ª. Turma – 26.03, 30.04 e 28.05, das 19h30 às 22h. Inscrições na secretaria da comunidade. ENCONTRO DE CASAIS NÃO CASADOS

25 de abril, sábado, das 13h30 às 22h. Inscrições na secretaria da Matriz. MISSAS PENITENCIAIS E VIA SACRA - QUARESMA

De 27 de fevereiro a 8 de abril, de segunda a sábado, às 6h15. Via Sacra, sextas-feiras, às 18h, na Matriz.

AVISOS MENSAIS 06.03 | SEXTA-FEIRA

Missa Matriz Devocional ao Sagrado Coração de Jesus, com adoração ao Santíssimo Sacramento durante todo o dia. 7h, 15h30 e 19h. Missa da Juventude, às 23h. 07.03 | SÁBADO

Missa com as crianças, às 15h. EDIÇÃO Aline F S Oliveira

Este informativo é uma publicação sob responsabilidade do Pe. Hélio Feuser, scj e Pascom da Paróquia São Sebastião, situada na Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 632 Centro - Jaraguá do Sul/SC - (47) 3371-0321

DIAGRAMAÇÃO Tuany Pereira SUGESTÃO DE CONTEÚDO redacao@agenciaarcanjo.com.br www.agenciaarcanjo.com.br facebook.com/agenciaarcanjo (47) 3227-6640

REVISÃO Luísa Borges IMPRESSÃO Gráfica Sbardelatti TIRAGEM 2.000 exemplares

Profile for Agência Arcanjo

Revista São Sebastião - Março de 2020  

Revista São Sebastião - Março de 2020  

Advertisement