Page 1

AGOSTO 2015 | 24ª EDIÇÃO

R E V I S TA D A PA R Ó Q U I A S Ã O J O Ã O B AT I S TA - FÁT I M A

VISITA NA PARÓQUIA

IMAGEM PEREGRINA

PIRÃO COM LINGUIÇA

Irmãs da Comunidade Servos Adoradores da Divina Misericórdia farão visitas nas casas e irão promover ações missionárias. Página 3

Paróquia se prepara para acolher imagem de Nossa Senhora Aparecida, com carreata e visita nas comunidades. Confira! Página 6

Comunidade Santa Edwiges promove evento para arrecadação de fundos para continuidade da construção do centro cultural e social. Página 7

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA


Apresentação Palavra do pároco

Horários

Por Padre Eduardo da Costa

Amados irmãos e irmãs em Cristo Senhor: Pax Christi! O Senhor Deus tem sido largamente bondoso para conosco. Temos muito que agradecer por tantos benefícios e bênçãos derramadas sobre nossa comunidade paroquial São João Batista. Entre tantos acontecimentos, queremos de forma especial render graças pela festa da Comunidade Nossa Senhora da Paz. Foi uma festa de integração, de amizade e de muita alegria. Mês passado e início deste mês tivemos o 8° Rejaaf, e mais uma vez este retiro provou sua força regenerativa de proporcionar a nossos jovens a oportunidade de se encontrarem com o amor de Deus. É sempre maravilhoso ver a ação da graça de Deus atuando e transformando a vida destes jovens. Nosso reconhecimento a todos os que ajudaram na preparação e realização do retiro, que Deus os abençoe. Outro grande evento paroquial foi a “Semana de Estudo sobre a Leitura Orante” com o Dom Roberto Lopes, OSB. Tivemos a participação numerosa das lideranças e de todo o povo. Foi uma semana de crescimento no conhecimento da Sagrada Escritura, na intimidade com o método da Leitura Orante, e tenho certeza que tudo isso trará grandes frutos espirituais para todos os que participaram. E para agosto, mês dedicado as vocações, somos chamados a criar sempre mais uma consciência vocacional e da responsabilidade que cada um tem em responder ao desejo do Senhor Jesus: “Pedi ao dono da messe que envie trabalhadores para sua colheita!” (Mt 9, 38). Temos o dever de orar pelas vocações e promovê-las. E neste contexto se encaixa bem a semana dedicada a Família, de 9 a 15, lembrando o lema deste ano: “Família, berço de vocações”. Queira o Senhor que nossas famílias sejam lugares propícios para promover a vocação a santidade nos diversos estados de vida cristã, seja religiosa, seja familiar. Que Nossa Senhora Aparecida, em sua imagem peregrina, que estará nos visitando dos dias 19 ao 23, abençoe todas as nossas famílias, comunidades, pastorais e vocacionados.

Comunidade Matriz São João Batista Missas: • Domingo às 7h30 | Missa da Família às 19h • 1ª sexta-feira do mês às 18h30 Missa da Saúde: • Quarta-feira às 19h Atendimento da secretaria: • Segunda-feira das 14h às 18h • Terça a sexta-feira das 8h às 12h e das 14h às 18h • Sábado das 8h às 12h

Comunidade Nossa Senhora da Paz Missas: • Domingo às 9h Atendimento da secretaria: • Terça a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h • Sábado das 8h às 12h

Comunidade Santa Edwiges Missas: • Sábado às 18h • 1ª sexta-feira do mês às 17h Atendimento da secretaria: • Terça a sexta-feira das 8h às 11h30 e das 14h às 18h • Sábado das 8h às 12h

Atendimento do Padre: • Matriz: quarta e quinta-feira das 14h às 17hs • Nossa Senhora da Paz: sexta-feira das 13h30 às 15h30 • Santa Edwiges: sexta das 16h às 18h

Agosto | 2015

02

www.saojoaobatistadofatima.com.br


Geral Visita

Por Bernadete Biasin

Semana Missionária deve movimentar paróquia É com alegria que acolhemos na Paróquia São João Batista as irmãs da Comunidade Servos Adoradores da Divina Misericórdia. São três irmãs que durante os dias 26 a 30 de agosto, estarão em missão em nossa paróquia, realizando visitas durante as tardes e atividades à noite nas comunidades. O encerramento será com a tarde de louvor na Matriz. Você e sua família são nossos convidados. Venha e participe!

Dia / Hora

26.08

Quarta-feira

19h30

27.08

Quinta-feira

Atividade

Local

Pastoral da Sobriedade: Tema; A drogadição nas famílias

Matriz

Grupo de Oração(RCC)

Matriz, Com. Santa Edwiges e Nossa Senhora da Paz

19h30

28.08

Sexta-feira

19h30

29.08 Sábado

20h

30.08

Domingo

19h30

Encontro

Terço luminoso de Nossa Senhora com as famílias

Nossa Senhora da Paz

Noite de intercessão pela Paróquia, jovens, crianças, famílias, entre outros

Comunidade Santa Edwiges

Tarde de louvor Tema: família, oração e fé

Matriz

Por Maricléia Fernandes Amaral - coordenadora Paroquial da Pastoral Familiar

Pastoral Familiar promove retiro para recém-casados No dia 19 de setembro acontece o primeiro retiro para recém-casados na Paróquia São João Batista, do bairro Fátima. Trabalharemos com casais que celebraram o matrimônio no máximo há dois anos. Este retiro tem o intuito de trazer mais casais para participarem da comunidade e assim trabalhar com as famílias levando a Palavra de Deus e mostrando como é maravilhoso e gratificante. Passar para cada um deles esse amor maravilhoso que Deus tem por nós, um amor que não tem como explicar. Entraremos em contato com alguns casais para participarem do retiro e esperamos o seu sim. Aproveitamos também para convidar todas as famílias da região a participarem da Semana da Família, que contará com missas diárias e uma programação diversificada na Matriz e nas comunidades. Convide aqueles que você ama para estarem conosco, vale a pena e serão dias de profunda intimidade com o Senhor, de profundo avivamento e fortalecimento de nossas famílias. Confira a programação completa, agende-se, programe-se e não fique de fora! Mobilize seus familiares e vamos juntos participar desta grande corrente de oração por nossas famílias. Contamos com sua presença!

Agosto | 2015

03

Semana da Família de 09 a 15 de agosto 09/08 | Missa de Abertura na Matriz | 19h 10/08 | Pastoral Antialcoólica na Matriz | 19h30 11/08 | GBR | Cada grupo faz seu encontro normalmente, mas com a temática das famílias | 19h30 12/08 | Missa na Matriz | 19h30 13/08 | Grupo de Oração Paroquial na Matriz | 19h30 14/08 | Pastoral da Sobriedade na Matriz | 19h30 15/08 | Missa de encerramento na comunidade Santa Edwiges | * 18h * Concentração de todos na Praça Padre Érico com cartazes e faixas às 17hs.

www.saojoaobatistadofatima.com.br


Muitos são os testemunhos de pessoas que largaram tudo para seguir ao Senhor, e fazer da casa de Deus a sua segunda família. Os padres são os melhores exemplos, pois a decisão pelo ministério sacerdotal não é fácil e requer muito desapego de coisas, das pessoas e costumes. Eis um ponto importante para assumir a vocação: buscar a Deus e estar disposto a renúncias. Algumas vezes, a renúncia vocacional pode ser até mesmo a própria família. Aos que já se perguntaram um dia “Por que existo? Qual o meu sentido nessa vida?”, é Deus quem coloca esse direcionamento vocacional. Impossível nunca ninguém ter se auto-questionado sobre a sua missão. Deus com certeza tem muito claro dentro do coração de cada um sua vocação, mas se torna difícil discernir porque muitos têm medo de remexer em sentimentos. Certas decisões podem mudar o rumo de muitas coisas. Tudo aquilo que foi construído e “conquistado” pode ser alterado com uma escolha. Que os paroquianos e leitores da revista possam assumir os desafios e buscar um rumo verdadeiro para sua vida. Já não é mais tempo de se enganar, Deus quer levantar novos trabalhadores do Seu reino. Permita-se deixar direcionar pelo Seu amor e um novo futuro se abrirá diante dos seus olhos. “Pedi, pois, ao Senhor da messe que envie operários para sua messe” (Mt 9,38).

Em agosto a Igreja Católica celebra com muita honra e entusiasmo o mês vocacional, tempo de discernimento e experiência da vocação a escolher. Neste ano, norteado como “Ano da Família”, a Paróquia São João Batista dá ênfase para a vocação familiar, seio de onde são geradas todas as outras vocações e a formação da célula base da sociedade. As famílias, assim como proferiu São João Paulo II em um de seus discursos, devem ser ‘verdadeiras Igrejas Domésticas’, todos enquanto cristãos precisam ser a ponte que faz com que a presença de Deus seja perceptível a outros corações. E nesta missão de ser presença de Deus, é de crucial responsabilidade dos pais a tarefa de ajudar seus filhos a compreenderem os caminhos divinos. Isto pode representar um trabalho árduo e difícil, com um caminho estreito e sujeito a voltas, pois em determinados momentos os filhos podem seguir numa caminhada vocacional, mas lá na frente mudar de direção, ou até mesmo retornar à base, voltar para sua família. O processo de direcionamento e orientação da família é importante para dar um norte a essa busca constante, seja por qual for a decisão tomada, é pela família que deve brotar a escolha. Por muitas vezes, decisões sujeitas a serem feitas por inspiração dos membros mais próximos do âmbito familiar.

Por Arcanjo Comunicação Católica

Agosto | 2015

04

www.saojoaobatistadofatima.com.br


Andréia Terezinha Farias Hoffmann e Simão Roberto Hoffmann A melhor coisa no mundo é ter pessoas ao nosso lado que se preocupam conosco, fazendo de tudo para nos ver feliz, seja qual for nossa decisão na vida, pessoas dispostas a prestarem ajuda nos momentos mais difíceis e isso é viver em família! Eu, Andréia, casada com o Simão há 10 anos, já tinha 2 filhos, a Maristela e o Manoel. Logo depois veio a Milena para completar a nossa família. Eu só participava na comunidade como Catequista do Crisma e atualmente também como Coordenadora do Crisma da Matriz, portanto meu maior sonho era ver toda minha família na Igreja. Aos poucos Deus foi modelando a nossa nova Família, entreguei a Ele este desejo com muita oração e deixando como marca o meu exemplo, pois ser família não é só dar educação, mas sim o amor e o exemplo. Hoje todos estão participando da comunidade, a Maristela (casada), Catequista do Crisma e participa do REJAAF, o Manoel esta na Catequese do Crisma e também participa do REJAAF, já a Milena é Coroinha e, nós dois, participamos do Grupo de Casais (ECC). Família é a base das vocações, independente dos problemas devemos sempre entregar nossa família a Deus, pois Ele sabe de todas as coisas e o tempo certo para que tudo aconteça. “Família que reza unida, permanece unida”

Eliziane Zatta Felipe e Marcos Antonio de Souza Felipe A Bíblia nos diz que o “amor é o perfeito vínculo de união”. Na família, mostrar amor significa tratar uns aos outros com dignidade, respeito e bondade. Na família em que todos se tratam com respeito e dignidade prevalece a boa comunicação onde é exatamente esse tipo de comunicação constante e amorosa que a Bíblia nos recomenda. A família é um bem preciosíssimo da humanidade, um dos mais valiosos que há. Podemos dizer que é na família que conhecemos o amor, onde o verdadeiro valor de uma família está no quanto podemos dar de atenção e brilho no olhar. Está no caminhar de mãos dadas, seguindo os mesmos passos e trilhando a mesma estrada, afastando as dificuldades e tristezas e atraindo prosperidade e alegrias. Sem dúvida a família é o bem mais importante que podemos ter em nossas vidas, é uma dádiva, um bem inestimável, onde todos se amam, se ajudam e se respeitam. Família, o nosso melhor refúgio! Devemos sempre fortalecer a família com Cristo e na Eucaristia. Que as famílias possam entender que ao buscar Deus elas estão buscando bem mais que conforto, estão buscando o Senhor que tudo pode. Que não tenham medo de professar a fé e que elas exibam em seus rostos a felicidade por terem encontrado a verdade e o amor.

Evandro Zatta e Juliete Casanova Zatta “A família é o amor que plantamos em solo fértil, com raízes fortes e que cultivamos constantemente, para que brote belas flores e bons frutos.” Viver em família é viver o verdadeiro amor de Deus, ela é feita de laços para durar para sempre. É importante que a família viva no amor, na unidade, se perdoando, se respeitando, falando sempre a verdade, para que assim os filhos cresçam aprendendo a amar, a perdoar, a respeitar e a serem honestos. É importante que a família se apoie incondicionalmente, que se queiram bem e que se sacrifiquem uns pelos outros sem pedir nada em troca, que comemorem as conquistas e alegrias juntos, que ofereçam os ombros como suporte para a dor e para o choro. É muito importante e essencial que a família reze junto, para que os filhos amadureçam na fé e aprendam a confiar no amor de seus pais. Se os filhos observam a riqueza moral e espiritual, eles serão espiritualmente ricos e moralmente fortes. A relação de confiança, segurança, conforto e bem estar, proporciona a unidade familiar e a oração fortalece a família.

Agosto | 2015

05

www.saojoaobatistadofatima.com.br


Espiritualidade Passagem

Por Zenilda Maria Sezerino - coordenadora do CPP

Visita da imagem de Nossa Senhora Aparecida Queridos paroquianos: de 19 a 24 de agosto, nossa paróquia recebe a visita da imagem de Nossa Senhora Aparecida, com muita alegria em nossa Matriz São João Batista para uma missa solene às 19h30. Teremos uma programação especial em cada comunidade, a imagem será recebida com missas e momentos de veneração e devoção. Serão promovidos encontros com a participação de pastorais e movimentos, nos quais aprenderemos mais sobre Nossa Senhora, e teremos belos e fortes momentos de oração. Consideramos que serão dias de muitas graças e bênçãos para todas as famílias de nossas comunidades. Nossos paroquianos se encontrarão para receber essa visita especial de nossa mãe Maria, que generosamente nos acolhe e nos apresenta a seu filho Jesus. Convidamos com muito carinho a todos para acompanhar a carreata para buscar a imagem no dia 19 de agosto, com saída da Paróquia Santa Luzia, às 18h, assim também faremos carreatas pelas ruas do bairro para levá-la às comunidades Nossa Senhora da Paz e Santa Edwiges. Preparemos nossos corações e nossas casas para esta visita tão especial. Você que é devoto a Maria Santíssima pedimos que coloquem em sua casa uma fita azul, sinalizando a presença da imagem de Nossa Senhora Aparecida em nosso bairro. E que ela sempre interceda por nossos lares. Nossa Senhora Aparecida, rogai por nós.

Formação

Por Sérgio Siqueira

Dizimo: O nosso auxílio para a Igreja O quinto mandamento da igreja nos fala que devemos ajudar a Igreja nas suas necessidades. Poderíamos pensar em como seria essa ajuda? Esse ajuda se chama dízimo, isso mesmo, dízimo. Aquele termo que às vezes escutamos na missa e ficamos com a pergunta: Por que a Igreja precisa deste auxilio de cada um de nós? O dizimo, no catecismo, serviria para “prover as necessidades da Igreja, segundo os legítimos usos e costumes e as determinações”. Os cristãos assim, por serem membros da comunidade e do corpo, cuja a cabeça é Cristo, tem o dever de ajudar a igreja, pois, por exemplo, o funcionamento das suas atividades tem um custo. O direito canônico complementa este assunto, ao dizer que o dizimo tem “a intenção de dispor do que é necessário para o culto divino, para as obras de apostolado e de caridade e para o honesto sustento dos ministros.” Outro ponto que o código também destaca seria o da promoção a justiça social, sendo este um preceito do próprio senhor para nós. Uma outra questão seria a quantidade, a nossa tradição diz sobre os 10% do nosso salário. Todavia isto deve ser dado com amor, pois segundo São Paulo: “Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama o que dá com alegria.” ( 2 Cor 9,7)

Agosto | 2015

Por isso, o quinto mandamento da igreja deve ser compreendido como o meio de ajudarmos a igreja a auxiliar nossa comunidade e todas as pessoas excluídas da sociedade. Ao fazer nossa parte podemos ajudar quem realmente precisa e o local de acolhimento dos necessitados de paz no coração, dessa forma façamos de coração e alegria verdadeira esta ação evangelizadora.

06

www.saojoaobatistadofatima.com.br


Mensal Nossa Senhora da Paz

Matriz

Por Olavo Braz Marques

Um sonho se tornando realidade

Comunidade celebra Festa do Padroeiro

Em 2006 iniciou-se um sonho. Um desejo idealizando pelo Pe. Edson Adolfo e abraçado pela comunidade: a construção do Centro Comunitário Pastoral. No processo, deparamo-nos com inúmeras dificuldades burocráticas. Entre muitas idas e vindas em cartórios e prefeitura para regularizar a documentação necessária, o pensamento que predominava é de que tudo daria errado. Quando já pensávamos em desistir, Deus nos deu forças para continuar e abriu muitas portas, e assim, conseguimos a liberação para construir. Graças aos Padres Joelson Beninca, Sérgio Silva e Eduardo da Costa, que não mediram esforços para dar continuidade ao nosso sonho, é com muita alegria que hoje já podemos vê-lo sendo concretizado. Com a colaboração da comunidade, já estamos iniciando a cobertura e, em breve, esperamos entregar as salas em ótimas condições, atendendo as necessidades da nossa paróquia e possibilitando a realização das atividades e eventos comunitários. Agradecemos a Deus, por nos permitir esse sonho, ao nosso pároco, padre Eduardo, e àqueles que já foram nossos párocos, e a toda a comunidade, que muito tem colaborado. Sem vocês, nada disso seria possível.

Julho, um mês que ansiávamos muito, pois promovemos a festa da padroeira Nossa Senhora da Paz. A festa aconteceu de 9 a 12 de julho, com missas diárias, presididas pelo Padre Anderlei, Padre Edson, Padre Dejacir e nosso pároco, Padre Eduardo. A solenidade contou com a presença de dezenas de pessoas, que puderam saborear um delicioso jantar colonial, preparado com carinho por membros de nossa comunidade com muita dedicação. Logo após, aconteceu a tradicional festividade com entrega de prêmios, que animou e esquentou a noite. A coordenação da comunidade agradece, de coração, a todos que ajudaram com a organização, arrecadação de doações, festeiros e os que se fizeram presentes. Que Nossa Senhora da Paz interceda por cada um de nós!

Santa Edwiges

Por Adriane Cordeiro da Costa Secretária da comunidade

Pirão com linguiça

A comunidade Santa Edwiges promove no dia 15 de agosto, um pirão com linguiça com o objetivo de integrar a comunidade e também angariar recursos para dar continuidade à construção do centro cultural e social. Eventos dessa natureza, além de integrar a comunidade, sensibilizam a todos a importância do serviço cultural e social que está sendo organizado para todo o bairro Fátima. Este Projeto foi idealizado pela paróquia, sob a orientação do pároco Padre Eduardo da Costa, justamente objetivando proporcionar oportunidade a todos os moradores do bairro. A orientação para os pais quanto à educação, a formação, e a integração social de seus filhos, são alguns dos objetivos que se pre-

Agosto | 2015

Por Leonir Preis – vice-coordenador do CPP

07

tende com este Projeto. Participe desta promoção, comparecendo e convidando seus amigos, vizinhos e familiares a prestigiarem este evento, que inicia com a santa missa às 18h, e logo após será servido um delicioso pirão com linguiça.

www.saojoaobatistadofatima.com.br


Agosto é o mês das vocações para a Igreja Católica, um período muito importante na vida de um cristão. Este é um importante momento de decisão. Papa Francisco disse na mensagem ao 52º dia mundial de oração pelas vocações: “A oferta da própria vida na atitude missionária só é possível se formos capazes de sair de nós mesmos”. Logo, seja constituir uma família, ou dedicar-se integralmente a Deus é preciso despojar-se de si mesmo. O caminho exige muitos sacrifícios, porém todo o resultado é gratificante e edifica o ser humano no rumo vocacional. Abaixo conheça um pouco mais sobre as vocações:

A família é o berço das demais vocações. Seja qual for a decisão tomada, toda vocação passa primeiro pela família. É nela que são constituídas as virtudes cristãs que afloram o desejo de querer seguir rumo ao caminho vocacional.

A vocação laical tem sua origem nos sacramentos do batismo e da crisma. O cristão leigo tem o papel de libertar o mundo da secularidade, dos falsos ídolos e de todas as prisões que oprimem e destroem a pessoa humana.

A Igreja reconhece nos catequistas pessoas chamadas a exercitar um particular encargo eclesial, uma especial participação na responsabilidade de anunciar e avançar o Evangelho.

O carisma da vida religiosa está orientado também para o mundo. Demonstra o contraste, não é fuga, mas compromisso. A vocação religiosa é assumida por homens e mulheres que foram chamados a testemunhar Jesus Cristo de uma maneira radical.

O sacerdócio fundamental é comum a todo cristão leigo. Cristo fez do novo povo um reino de Sacerdotes para Deus Pai (cf. Ap 1,6). Pelo Batismo todos participam da dimensão sacerdotal de Cristo (LG 27).

Deixamos aqui o nosso muito obrigado a todos os patrocinadores da festa da padroeira Nossa Senhora da Paz, que aconteceu no último mês. Que Deus os abençoe! Agradecemos cordialmente a cada um destes, que são: Guga Presentes José (coordenador RCC comunidade) Carlos e Cleide (Contabilidade Nova Visão) Ana Aviamentos Panificadora Dany Mercado e Verdureira dos Anjos Hélio Alipio e Ana Furlaneto Pastoral do Dízimo e GBR Paz e Amor Todos os grupos do GBR Todos os festeiros

Todas as pessoas que ajudaram com as prendas Todos os voluntários que se doaram para a realização da festa Martha Zatta Antônio Pinto Marcos e Eliziane Zatta Mercado Alvorecer Embaville Material de Costrução Rodrigo Lojas Salfer Celso Biesk

Revista O Anunciador - Edição Agosto de 2015  
Revista O Anunciador - Edição Agosto de 2015  
Advertisement