__MAIN_TEXT__

Page 1

Jornal do

SANTU SANT UÁRIO

www. santuarioscj.com.br

Joinville, 01 de Janeiro de 2013 | Ano 01 | N° 01

01


Jornal d o

SANTUÁRIO

Expediente CELEBRAÇÕES NO SANTUário

MENSAGEM DO PÁROCO • Segunda-feira - 19h30 (pelos falecidos) • Terça-feira - 19h30 • Quarta-feira - 19h30 (pelas famílias) • Quinta-feira - 19h30 • Sexta-feira - 19h30 • Sábado - 19h • Domingo - 6h30, 8h, 11h30 e 19h

INFORMAÇÕES importantes • 1ª sexta-feira do mês Missa às 7h, 12h30 e 19h30 • Adoração ao Santíssimo Sacramento Toda quinta-feira - das 8h às 19h30 • Missa com tradução em Libras 4° domingo do mês - 19h • Missa dos Grupos Bíblicos de Reflexão 2ª terça-feira do mês - 19h30 • Bênção de objetos Após as missas da 1ª sexta-feira do mês e no expediente • Confissão Terça a sexta-feira - 8h30 às 11h | 14h30 às 17h Sábado - 8h30 às 11h

Por padre Sildo César da Costa, scj

Queridos devotos do Sagrado Coração de Jesus: começar um novo ano é revigorar nossas forças e olhar para frente, para o que nos espera. Ter um olhar de esperança. Todos os anos são assim. Temos sempre um projeto a realizar, um sonho a concretizar, uma mudança a acontecer. Temos esperança de dias melhores. 2015 não será diferente. Nós, Santuário vivemos a expectativa da abertura do Centenário, no final de dezembro de 2015. Todas as nossas forças convergem para este momento precioso. Marcar a história do Centenário. Saber que hoje somos nós que teremos esta honra de participar deste momento histórico. Uns plantaram, outros regaram e nós estamos colhendo os frutos deste quase um século de evangelização. Sabemos que este ano promete muitas bênçãos e graças sobre todos nós. Quero convidá-los à viver bem este ano. Que nós possamos acabar com aquela divisão, por meio do perdão. Que nós possamos acabar com aquele orgulho, através da bondade. Que nós possamos acabar com aquele julgamento falso, preconceituoso, com a comunhão, com a partilha. Que possamos eliminar as guerras internas e externas na nossa vida, com a paz. Nada melhor que começar um novo ano, buscando a Deus. Que possamos eliminar a distância de Deus em nossa vida nos aproximando dos sacramentos da Reconciliação e da Eucaristia. Nada mais sublime que nos comprometermos com Deus a cuidar bem da nossa família, neste ano em que nossa diocese celebra o “Ano da Família”. Queremos valorizar o presente mais precioso que Deus nos deu. Por isso, um forte apelo para olharmos em direção aos que nos amam e que tanto nós amamos. Quero, também, convidá-los a participar do dia devocional ao Sagrado Coração de Jesus, na primeira sexta-feira de cada mês. Sempre temos algo a agradecer, a louvar e a pedir. Em toda primeira sexta-feira os devotos do Coração de Jesus se aproximam da Casa do Coração, para sentir as batidas do Coração de Cristo, que nos ama e muito. Seja você um grande devoto do Coração de Jesus. Venha participar no Santuário e fazer a experiência do amor misericordioso de Jesus. Que o Santuário seja um lugar do encontro e reencontro dos filhos de Deus. Nós, sacerdotes do Coração de Jesus, desejamos a todos os devotos, lideranças, amigos, um feliz ano novo, no Coração de Jesus! Jesus, manso e humilde de Coração: fazei o nosso coração semelhante ao Vosso!

hORÁRIOS DAS RÁDIOS CRONOGRAMA MENSAL Rádio Clube (AM 1590) Segunda a sexta 7h55 - Nos Caminhos da Palavra 11h55 - O Pão da Palavra Domingo 20h30 - A Voz do Santuário

BÊNÇÃO DAS VELAS Local: igreja Data: 2 de fevereiro Horário: missa das 19h30 BÊNÇÃO DA GARGANTA (dia de São Brás) Local: igreja Data: 3 de fevereiro Horário: missa das 19h30

Dia devocional ao Sagrado Coração de Jesus Local: igreja Data: 2 de janeiro Horário: 7h, 12h30 e 19h30

Rádio Difusora Arca da Aliança (AM 1480) Domingo 8h - Transmissão da missa Rádio Cultura (AM 1250) 1ª semana do mês (segunda a sexta-feira) 10h - Refletindo a Palavra

2

www.santuarioscj.com.br


Jornal d o

SANTUÁRIO

Geral DIOCESE

Por Alexandra e Wilson Nascimento Junior

2015: Ano da Família A primeira etapa da 3ª Assembleia Extraordinária do Sínodo dos Bispos chegou ao fim em outubro do ano passado. Dom Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida/SP e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), afirma que o objetivo da reunião foi alcançado: “Podemos dizer que o balanço é positivo e que os padres sinodais que participaram dessa primeira etapa cumpriram a missão que o papa lhes confiou, preparando a primeira etapa do sínodo”. A segunda fase será entre 4 e 25 de outubro, tendo como tema “A vocação e a missão da família na Igreja”

Documento final Os participantes entregaram um documento ao papa, que posteriormente, divulgou e encaminhou às conferências episcopais para que seja discutido e aprofundado também nas dioceses de todo o mundo. É com esse intuito que a Diocese de Joinville declarou o ano de 2015 como o Ano da Família, para que cada paróquia promova celebrações e atividades que valorizem as famílias. O Santuário Sagrado Coração de Jesus também está preparando atividades para as famílias. Fique atento aos nossos canais de comunicação e programe-se.

SANTO DO MÊS

Santo Tomás de Aquino

1º DE JANEIRO

Por Enriete Stolf

Dia Mundial da Paz O Dia Mundial da Paz foi criado pelo papa Paulo 6º, com uma mensagem datada de 8 de dezembro de 1967, para que a paz fosse celebrada sempre no 1º dia do ano civil a partir de 1968, coisa que acontece até hoje. Papa Paulo 6º dizia em sua mensagem para este dia: “Dirigimo-nos a todos os homens de boa vontade, para os exortar a celebrar o Dia da Paz em todo o mundo”. Desejaríamos que a cada ano, esta celebração viesse a repetir, como augúrio e promessa que traça o caminho da vida humana no tempo que seja a paz. O papa não via a paz no consenso do mundo civil, mas um encontro de muitos promotores audazes, para imprimir ao Dia da Paz, caráter sincero e forte de uma humanidade liberta de conflitos.

Tommaso d’Aquino nasceu em 1225, em uma família feudal italiana dos condes de Aquino. Ingressou no mosteiro aos cinco anos de idade, onde deu início aos estudos. Quando decidiu entrar para a Ordem de São Domingos encontrou forte resistência da família. Seus irmãos chegaram a trancá-lo num castelo por um ano, para tentar mantê-lo afastado dos conventos, mas sua mãe acabou por libertá-lo e, finalmente, Tomás pôde se entregar à religião. Não sendo por acaso a sua escolha pela Ordem de São Domingos, que trabalha para unir ciência e fé em favor da humanidade, pois este sempre foi seu objetivo maior. Seu lema de vida era: “oferecer aos outros os frutos da contemplação”. Tomás D’Aquino morreu ainda jovem, com 49 anos de idade, no mosteiro de Fossanova, Itália. Em 28 de janeiro de 1567, o papa São Pio 5º lhe deu o título de “doutor da Igreja”, data também em que é celebrada a sua festa litúrgica.

www.santuarioscj.com.br

3


Jornal d o

SANTUÁRIO

De janeiro a dezembro de 2014, o Santuário Sagrado Coração de Jesus esteve em constante atividade: muitas foram as festividades, reuniões, missas e celebrações. Para o Santuário, o ano começou com um novo rumo, pois em fevereiro as quatro comunidades deixaram de pertencer à Paróquia Santuário Sagrado Coração de Jesus. Desta forma o Santuário pôde avançar em sua missão, se tornando sinônimo de acolhida aos peregrinos e devotos do Coração de Jesus. Durante todo o ano as pasto-

4

O início de 2014 foi marcado pelo desmembramento das quatro comunidades que pertenciam ao Santuário, das quais três foram instituídas paróquias

Em fevereiro, dezenas de pessoas estiveram reunidas no Seminário Diocesano Divino Espírito Santo, participando do retiro espiritual de abertura do ano pastoral

A missa da Quarta-feira de Cinzas marcou o início da Quaresma e da Campanha da Fraternidade, que em 2014 teve como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”

Em julho, o retorno do grupo Santuário Jovem trouxe novos ares para o Santuário

A Pastoral Familiar reuniu de 10 a 17 de agosto pastorais e movimentos para celebrar a Semana da Família

As lideranças das pastorais e movimentos estiveram reunidas no auditório do Santuário com o professor Celso Loraschi para uma formação bíblica em setembro

www.santuarioscj.com.br


Jornal d o

SANTUÁRIO

rais e movimentos estiveram à frente dos serviços eclesiais exercendo-os com muita fé e doação, não deixando faltar nada para a Casa do Coração. O ano também foi marcante para a juventude com o retorno do grupo Santuário Jovem. Entre tantas, a solenidade do Sagrado Coração, momento ápice do ano, reuniu centenas de fiéis para celebrar o padroeiro. Confira algumas imagens destes momentos que marcaram um ano repleto de realizações.

A Semana Santa iniciou com a tradicional celebração do Domingo de Ramos e culminou com a Procissão da Ressurreição pelas ruas do bairro Bucarein no Domingo de Páscoa

Recolhemos e demos o correto destino à centenas de equipamentos eletrônicos, através da campanha de coleta de lixo eletrônico, realizada em maio

A solenidade do Sagrado Coração de Jesus, celebrada em junho, reuniu milhares de fiéis na novena, nas missas e na festa gastronômica

O clero e as lideranças do Santuário se encontraram na assembleia paroquial para rever projetos e planejar 2015

O Santuário promoveu um encontro de casais em 2ª união união, organizado pela Pastoral Familiar

Em dezembro, a Exposição do Centenário reuniu fotografias, documentos e objetos para contar nossos 98 anos de história, marcando assim o início das celebrações do Centenário

www.santuarioscj.com.br

5


Jornal d o

SANTUÁRIO

Santuário OBRAS

Por Marco Farias

ENCONTRO

Por Alexandra e Wilson Nascimento Junior

Gruta de Nossa Senhora Oficina de oração e vida Santuário contará com espaço devocional mariano

Em 2014, a Diocese de Joinville celebrou o Ano da Comunidade. O Santuário vivenciou este momento com oficinas de oração e vida, realizadas entre agosto e novembro. Nos encontros, aprendemos e partilhamos momentos de oração que nos tornaram pessoas melhores em Jesus Cristo. Também vivenciamos momentos de libertação: “A oficina não curou meus pecados, mas me ensinou as técnicas e o caminho para tal, que é o seguimento a Jesus Cristo, na Sua Palavra, e no sacramento da Reconciliação”, disse um dos participantes. Quem se interessar, poderá participar das oficinas que começarão em 10 de março. As inscrições já estão abertas na Secretaria do Santuário.

Uma das obras mais aguardadas no projeto de reforma do Santuário é a gruta em honra à padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Nela, os fiéis e visitantes serão conduzidos a um clima de oração e meditação, perfeitos para a reza do santo terço. O espaço, em formato de coração e com revestimento que remete ao de uma gruta, será construído debaixo de uma das árvores presentes no estacionamento, defronte à Secretaria do Santuário. Vai abrigar a imagem da santa que hoje se localiza na lateral da igreja, bem como o versículo bíblico “Fazei tudo o que Ele vos disser”, referência a importante intervenção de Maria nas Bodas de Caná, ocasião em que Jesus realiza Seu primeiro milagre, transformando água em vinho. Esta e as demais obras em andamento e planejadas para nosso Santuário só são possíveis graças a sua colaboração, devoto do Sagrado Coração de Jesus, que fielmente nos últimos meses tem nos dado uma ajuda financeira através da campanha em prol da Reforma do Santuário – Rumo ao Centenário, com o pagamento das mensalidades do carnê. Caso você ainda não tenha seu carnê e deseje colaborar com este projeto, poderá retirá-lo pessoalmente em nossa Secretaria ou solicitá-lo pelo telefone 3455-2204. Deus abençoe a sua generosidade!

12 PROMESSAS

1ª Promessa do Sagrado Coração de Jesus: “Eu darei aos devotos de meu Coração todas as graças necessárias a seu estado” Esta é considerada a primeira promessa do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria. Quem pratica a verdadeira devoção ao Coração de Jesus pode ter a certeza de que receberá as graças necessárias para cumprir fielmente sua missão. Nesta promessa, a graça de estado é garantida aos “verdadeiros devotos do Coração de Jesus”. E como seria a verdadeira devoção ao Sagrado Coração de Jesus? Em primeiro lugar, a verdadeira devoção é esclarecida, pois procura conhecer a espiritualidade do Coração de Jesus em suas raízes mais profundas: na Bíblia e nos documentos da Igreja. Em segundo lugar, a verdadeira devoção é interior: ela é cultivada no sacrário íntimo do coração. Em terceiro llugar, é ativa, ou seja, leva o devoto a querer instaurar o reino do Coração de Jesus nas “almas” e na

6

sociedade. Os verdadeiros devotos do Coração de Jesus podem ter a certeza de que receberão uma graça especial, uma força maior para bem cumprirem seus deveres de estado. É a primeira promessa do amor. *Adaptado de: As 12 promessas do Coração de Jesus, Pe. Joãozinho, scj

www.santuarioscj.com.br


Jornal d o

SANTUÁRIO

Espiritualidade DISCERNIR

Por padre Francisco Sehnem, scj

A vocação do homem: a vida no Espírito O Catecismo da Igreja Católica se articula em quatro partes, em correspondência com as leis fundamentais da vida em Cristo. A terceira parte, intitulada “A vida em Cristo”, evoca a lex vivendi, isto é, o esforço que os batizados fazem para manifestar nos seus comportamentos e nas suas escolhas éticas a fidelidade à fé professada e celebrada. Os fiéis, de fato, são chamados pelo Senhor Jesus a realizar as obras próprias de sua dignidade de filhos e filhas do Pai na caridade do Espírito Santo. Daí o título desta nossa conversa de hoje (A vocação do homem: a vida no Espírito). A vida no Espírito Santo realiza a vocação do homem. É feita de caridade divina e de solidariedade humana. É concedida gratuitamente como salvação. A vocação vem de Deus, não vem de nós. Vocação é responder ao chamado que Deus nos fez. Uma verdadeira vocação é obra do Espírito Santo e Deus nos revela que a nossa vocação é obra dEle e ninguém pode vivê-la sem Ele. À medida que nós dizemos “sim” à vontade divina a força do Espírito entra e nos dá a força necessária, porque Deus tem, para nós, um plano que só nós podemos realizar. Ninguém poderá fazê-lo por nós. Quando dizemos sim, Deus vai nos transformando a cada dia em pessoas melhores. A nossa vocação não vem daquilo que sabemos fazer, mas vem do Senhor. Nenhum plano humano pode alcançar os planos de Deus para nós. O Senhor tem um desígnio para a nossa vida, tem um plano de amor, o qual só depende do nosso “sim” para que Ele possa realizá-lo. Quem não tem o Espírito Santo jamais vai conhecer e realizar a própria vocação. Podemos descrever o ser humano como um ser íntimo de Deus. Isto pode ser explicado pela sua participação da natureza divina e pela sua filiação divina. Porém, existe aí outro dado de especial grandeza: a presença viva e ativa do Espírito Santo no mundo e na nossa existência. O Novo Testamento fala da lei nova, a de Cristo, como sendo o próprio Espírito Santo, conduzindo interiormente o cristão. São João Crisóstomo faz o seguinte comentário sobre este assunto: “Nossa vida deveria ser tão pura que não precisasse de escrito nenhum: a graça do Espírito Santo deveria substituir os livros. E, como estes estão escritos com tinta, assim os nossos corações deveriam ser escritos pelo Espírito Santo. Somente porque perdemos essa graça, devemos utilizar os escritos!”. Aos discípulos, Jesus não deixou nada por escrito, mas prometeu-lhes a graça do Espírito Santo. Em outras palavras, o cristão que é dócil ao Espírito não precisa de lei externa. Mas, em razão da sua fragilidade, para a grande maioria das pessoas, mesmo cristãs, as leis são um meio pedagógico necessário para formar sua consciência, orientar sua ação, aprender a discernir concretamente o bem. Elas são um dom de Deus, oferecido, como gesto de amor, para capacitar a viver plenamente a vocação.

SOCIEDADE

Por Jouber Castro

Brasil: país cristão, Estado laico Laicidade do governo brasileiro é garantia do direito à religião O Brasil é o país com mais católicos no mundo: 123 milhões, segundo o último Censo (65% da população). Isso não significa que o governo brasileiro seja um Estado religioso: é um Estado laico, o que garante o livre exercício de todas as crenças, sem interferência do governo. O artigo 19 da Constituição brasileira diz que “é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público”. Isso também significa que, apesar de não ter religião, o Estado brasileiro não é ateu. Sua função é garantir que todos tenham direito de expressar sua fé ou mesmo não ter religião. As religiões e os governos andam lado a lado, e se misturam em países islâmicos, por exemplo, ou mesmo no Vaticano. Um dos grandes desafios da Igreja Católica é reforçar o diálogo com outras crenças, de modo a pregar a paz e lutar por causas comuns, inclusive por meio de parcerias institucionais com governos de todas as esferas. A celebração do Dia Mundial das Religiões em 21 de janeiro é a expressão da

www.santuarioscj.com.br

tolerância e da crença na existência do Divino. Além disso, outra grande iniciativa é a realização do Parlamento Mundial das Religiões, de natureza 100% ecumênica, realizado há mais de 100 anos. Em 2015, o evento será nos Estados Unidos, reunindo 10 mil religiosos, de 80 países e mais de 50 denominações religiosas.

7


Profile for Agência Arcanjo

Jornal do Santuário - Edição janeiro / 2015  

Jornal do Santuário - Edição janeiro / 2015  

Advertisement