__MAIN_TEXT__

Page 1

Jornal do

SANTU SANT UÁRIO

www. santuarioscj.com.br

Joinville, 01 de Janeiro de 2013 | Ano 01 | N° 01

01


Jornal d o

SANTUÁRIO

Opinião CELEBRAÇÕES NO SANTUário • Segunda-feira - 19h30 (pelos falecidos) • Terça-feira - 16h (pelas intenções da rádio e internet) e 19h30 • Quarta-feira - 19h30 (pelas famílias) • Quinta-feira - 7h, 16h (pelos enfermos) e 19h30 • Sexta-feira - 7h, 12h30 e 19h30 • Sábado - 19h • Domingo - 6h30, 8h, 9h30, 11h30, 17h e 19h

INFORMAÇÕES importantes • 1ª sexta-feira do mês Missa às 7h, 12h30, 16h, 19h30 e 23h • Adoração ao Santíssimo Sacramento Toda quinta-feira - das 8h às 19h30 • Missa com tradução em libras 4° domingo do mês - 19h • Missa dos Grupos Bíblicos de Reflexão 2ª terça-feira do mês - 19h30 • Bênção de objetos Após as missas da 1ª sexta-feira do mês e no expediente paroquial • Confissão Terça a sexta-feira - 8h30 às 11h | 14h30 às 17h Sábado - 8h30 às 11h

hORÁRIOS DAS RÁDIOS Rádio Clube (AM 1590) Segunda a sexta 7h55 - Nos Caminhos da Palavra 11h55 - O Pão da Palavra Sábado 21h - A Voz do Santuário 22h - Nos Caminhos do Coração Domingo 19h - Transmissão da Missa (São Judas) 20h - Clube da Fé 21h - Direção Espiritual 22h - Interação Jovem Rádio Difusora Arca da Aliança (AM 1480) Domingo 8h - Transmissão da Missa (Santuário) 1ª sexta-feira do mês 15h45 - Bênção das casas 16h - Transmissão da Missa (Santuário)

MENSAGEM DO PÁROCO

Por padre Sildo César da Costa

Caros paroquianos e devotos do Sagrado Coração de Jesus: é chegada a hora de sermos Santuário. Quem sabe algumas pessoas se perguntam: isto quer dizer que antes nós não éramos Santuário? É importante saber que somos um Santuário novo se nos compararmos aos santuários que conhecemos. Estamos aos poucos formando e tendo uma característica de santuário. Precisamos dar passos que atinjam o “ser” santuário. Já foram dados passos muito importantes ao longo destes quase 14 anos de Santuário. Em 2014, começamos a dar mais um passo e - posso dizer - importantíssimo nesta caminhada. Vamos ter os olhos fixos no Coração de Jesus. O que queremos é levar a espiritualidade do Coração de Jesus, principalmente, às pessoas afastadas, aquelas que perderam a esperança, cuja fé se esmoreceu. Aquelas que se encontram em situações difíceis em suas vidas. Temos que ser um santuário que acolha as ovelhas perdidas. Graças ao Coração de Jesus, existem “noventa e nove” ovelhas que estão juntas na Casa do Coração. É com essas ovelhas que queremos contar para o grande trabalho e missão. Ter um Santuário na maior cidade do nosso estado é uma bênção. Ter um grande padroeiro é uma bênção maior ainda. Somos do Coração de Jesus. Somos do Coração que nos faz acreditar que tudo é possível. Que não existe problema maior que não possa ser resolvido com a presença de Deus por meio do Coração de Seu Filho: “Este é o meu Filho amado, no qual eu pus o meu agrado” (Mt 3,17). Temos algumas alterações de horários de missa e dos batizados no Santuário. Durante a semana, as missas, que antes aconteciam às 19h, a partir deste mês de fevereiro serão às 19h30. O motivo que nos levou a esta mudança é possibilitar que o percurso das pessoas que se deslocam do seu trabalho ou de sua casa para participar da missa seja mais tranquilo. O trânsito em nossa cidade está cada vez mais complicado nos horários de pico. Contudo, as missas de sábado e domingo continuam às 19h. Quanto aos batizados, a partir do mês de março serão realizados aos sábados às 15h30, não mais no primeiro e terceiro domingo do mês, após a missa das 9h30. O motivo que nos levou a esta decisão é a valorização do sacramento mais importante da Igreja. Da forma que estava, tínhamos dificuldade, pois o tempo para o sacramento era curto, visto que tínhamos a missa das 11h30. Batizar quinze crianças em meia hora, como aconteceu no ano passado, é limitar-se demais ao tempo e não vivenciar um momento tão importante na vida das crianças e de suas famílias. Mudanças são necessárias e vamos fazendo-as com consciência e responsabilidade. Toda mudança gera certo desconforto para quem está acostumado. Peço a todos a compreensão e que possamos ter uma mentalidade de santuário. Ao longo deste ano, teremos outras novidades, que serão anunciadas pelos meios de comunicação do Santuário. Jesus, manso e humilde de Coração: fazei o nosso coração semelhante ao Vosso.

EDITORIAL

Começo de transformações A edição deste mês chega com uma novidade: a redução da quantidade de páginas do jornal, que de 12, passou a conter 8 páginas. A mudança ocorre por conta da saída das comunidades que até então faziam parte da Paróquia. Sendo assim, a partir de agora o Jornal do Santuário passa a contemplar unicamente tudo que envolve o Santuário Sagrado Coração de Jesus. Nesta edição, o jornal aborda a importância do serviço pastoral e, portanto, apresenta

de forma sucinta cada pastoral ativa da Paróquia. Que por meio do conhecimento de cada uma delas, Deus possa despertar em você, caro leitor, o ardor missionário e vocacional. Com todas as mudanças pelas quais o Santuário está passando, certamente ele precisará ainda mais da sua colaboração. Eis que esse é o momento propício para que mais operários desejem trabalhar na obra de Deus. Que como Maria, mãe de Deus e mãe de todos, você também possa dizer um sim verdadeiro ao chamado que Deus lhe faz. Uma agradável leitura!

Rádio Cultura (AM 1250) 1ª semana do mês (segunda a sexta-feira) 10h - Refletindo a Palavra

2

www.santuarioscj.com.br


Jornal d o

SANTUÁRIO

Geral ARTIGO DO MÊS

Por Sidinei Thomas

Abriremos o ano pastoral em 22 de fevereiro com um retiro espiritual que se realizará no Seminário Diocesano Divino Espírito Santo, a partir das 8h30. Todos estão convidados a participar. As inscrições devem ser feitas na Secretaria até 8 de fevereiro. É o Sagrado Coração de Jesus que lhe convida para começar bem o Ano da Comunidade. Neste ano, buscaremos viver entre as pastorais e movimentos uma verdadeira e comum unidade, para que todos possam crescer juntos e caminhar na alegria de servir ao Senhor nos trabalhos pastorais que nos foram confiados. Para que possamos bem vivê-lo, participe, celebre, viva este Ano na Comunidade e faça tudo pelo Sagrado Coração de Jesus.

CARNAVAL

Por Elizandra de Souza

Carnaval Católico em Joinville Queremos Deus: há 24 anos levando a alegria que não se acaba

A Comunidade Católica Arca da Aliança promove neste Carnaval a 24ª edição do Queremos Deus. O evento oferece uma programação diferente e diversificada no período de Carnaval. Este ano será realizado de 1º a 4, de março com o tema “Vem sem medo ao encontro de Jesus”. O Queremos Deus é o evento de maior expressão apostólica da Arca da Aliança. O encontro também é promovido em outras cidades como Blumenau, Montes Claros, em Minas Gerais, e Paulo Afonso, na Bahia. Para o diácono Elias Dimas dos Santos, fundador da Arca da Aliança, a proposta do Queremos Deus é o próprio Cristo: “Nós propomos Jesus Cristo, não estamos oferecendo outra coisa, não é simplesmente uma festa. É um evento de evangelização, no centro do Queremos Deus está Jesus Cristo. Enquanto Ele for o Senhor, tenho certeza de que o Queremos Deus vai continuar crescendo”, afirmou o diácono. O Carnaval da Comunidade Católica Arca da Aliança é voltado para toda a família, com atrações para os jovens e espaço para as crianças. Tem início às 14h, com missas todos os dias às 19h30, além de apresentações de bandas, confissão, atendimento de oração e praça de alimentação.

INFORMAÇÕES Local: Casa Mãe da Comunidade Católica Arca da Aliança Rua João da Costa Junior, 980 - Itaum Contato: queremosdeus.com.br ou ligue (47) 3466-0515 e saiba mais sobre a programação Entrada: 1 material de limpeza

www.santuarioscj.com.br

Foto: Fabíola Goulart

Abertura do ano pastoral: como viver o Ano da Comunidade no Santuário

“Ser cristão é ocupar-se com Cristo, é tê-Lo como ocupação principal. Cristo deve ser a preocupação dos nossos pensamentos e dos nossos sentimentos. Todo o nosso esforço deve estar voltado a nos concentrar em Cristo, sobretudo no tabernáculo, onde nasce a vida verdadeira”. Padre Aloísio

SANTO DO MÊS

São Brás

São Brás nasceu na Armênia, foi médico e depois bispo de Sebaste. É considerado protetor da garganta, pois certo dia uma mãe aflita jogou-se aos seus pés pedindo que socorresse o filho, que agonizava engasgado com uma espinha de peixe atravessada. O santo rezou, fez o sinal da cruz sobre o menino e este se levantou milagrosamente como se nada lhe tivesse acontecido. Por isso, a bênção de São Brás é procurada principalmente por quem tem problemas na garganta. No ano 316, São Brás sofreu perseguições do imperador e fugiu para uma caverna, onde ficou um bom tempo vivendo em meio a animais selvagens. Anos mais tarde, quando encontrado, foi torturado com ferros em brasa e depois decapitado. No Santuário, a bênção da garganta será em 3 de fevereiro, dia de São Brás, na missa das 19h30. Participe!

3


Jornal d o

SANTUÁRIO

O ano de 2014 foi intitulado pelo bispo da Diocese de Joinville, Dom Irineu Roque Scherer, como o Ano da Comunidade. Tal denominação, por sua vez, carrega uma série de significados expressivos para todos os cristãos. União, fraternidade, amor, doação e, por fim, serviço. Este é o ano que a comunidade ganha vez e voz. É o momento de arregaçar as mangas e partir ao trabalho. Indo ao encontro desta temática diocesana, o Santuário Sagrado Coração de Jesus também passa por um ano decisivo e importante, no qual o povo que constitui o Santuário precisa se fazer ainda mais presente na vida comunitária. A messe é grande e este é um ano de desafios e mudanças que apenas poderão acontecer com êxito, se todos se unirem em um só corpo e um só espírito, a fim de juntarem suas forças para construírem e edificarem a Igreja de Cristo. Você já deve ter lido e ouvido falar, inclusive nesta edição, que este ano o Santuário passa a cumprir o papel unicamente de Santuário. Para que isso se torne real, é preciso do apoio de cada membro da Igreja, de cada servo, cada participante de pastoral. 2014 teve início há pouco mais de um mês, mas ainda há tempo de retomar os objetivos pretendidos pra este ano. Certamente, com a chegada de um novo ano, Deus traz no-

4

vos planos para a vida de todos os Seus filhos. O desafio é ter ouvidos sensíveis para ouvir e discernir o propósito de Deus para cada um dos Seus. Agora é tempo de parar, orar e refletir sobre o chamado que Deus lhe faz. Existem inúmeras formas de serviços na Igreja e o Santuário está com as portas abertas para acolher cada um dos que se colocarem à disposição para servir a Deus. No Coração de Jesus há espaço para todos. A vida de um cristão está muito além de sentar em um banco e ouvir as palavras do sacerdote. É preciso vivenciá-las, trazê-las para o âmbito familiar, comunitário, profissional e espiritual. “Assim também é a fé: sem as obras, ela está completamente morta” (cf. Tiago 2,17). Deus se faz presente nos menores gestos na vida das pessoas, pois Ele volta Seus olhos para a verdade do servir de cada um. Deus quer suscitar no coração de Seus filhos um novo caminho a ser trilhado. Que você possa sentir-se impulsionado pelo mover do Espírito Santo a, com um gesto de ousadia, dar um passo de fé! Ao lado, destacamos cada pastoral atuante do Santuário Sagrado Coração de Jesus. Que seu coração esteja aberto ao chamado de Deus. Que por meio da verdadeira união seja possível construir, a cada dia, a Igreja de Cristo.

www.santuarioscj.com.br


Jornal d o

SANTUĂ RIO

www.santuarioscj.com.br

5


Jornal d o

SANTUÁRIO

Santuário MODIFICAÇÕES

Por Rayana Borba

O santuário do Coração de Jesus Um novo capítulo da história do Santuário Sagrado Coração de Jesus começa a ser escrito. Em fevereiro, sua missão de paróquia se cumpre e surge um novo tempo de missão e evangelização. O santuário é o ponto de encontro do povo com Deus. Lá são oferecidos meios de salvação mais abundantes, com agendas extensas de celebrações e confissões. Isto só é possível porque ao se destituir como paróquia, os padres deixam de ter uma série de compromissos administrativos. Os sacerdotes que continuarão no Santuário — padres Geraldo, Kleber e Sildo — dedicarão a maior parte do seu tempo para o atendimento dos fiéis com bênçãos, confissões, orientações espirituais e visitas. Todas as celebrações serão mantidas, alterando apenas o horário de missa durante a semana, que agora é às 19h30. E assim, naturalmente, o Santuário se tornará um espaço de peregrinação dos devotos do Sagrado Coração de Jesus. O beato João Paulo 2º, durante uma de suas homilias dirigidas aos reitores de santuários, destacou que os santuários devem favorecer “a prece pessoal e comunitária, a alegria e o recolhimento, a escuta e a meditação da palavra de Deus, a celebração verdadeiramente digna da Eucaristia e a recepção pessoal do sacramento da reconciliação”. Além disso, o Santuário Sagrado Coração de Jesus manterá suas pastorais ativas (confira a matéria nas páginas 4 e 5) e continuará oferecendo os sacramentos do batismo, eucaristia, crisma e matrimônio, o que não é comum. A devoção ao Sagrado Coração de Jesus também será intensificada com a realização de novenas, tríduos e momentos de oração. Financeiramente, o Santuário se tornará mais dependente da generosidade de seus dizimistas e visitantes, já que deixa de receber contribuições das comunidades que até então coordenava.

Missão Dehoniana Juvenil

Por Karla Gulini

2ª etapa em Independência (RS)

6

envolver os jovens no processo de evangelização. Durante estes 23 anos, a MDJ aconteceu em Santa Catarina nas cidades de Mondaí, Corupá, Armazém, Botuverá e Rio Negrinho.

Foto: Karla Gulini

A juventude dehoniana viveu seu período forte de missão de 2 a 12 de janeiro de 2014, na cidade de Independência (RS). Foram enviados cinco jovens do Santuário, que se uniram com outros missionários de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. A preparação dos jovens buscou a formação espiritual, missionária e humana, sobre o carisma dehoniano e teológico. Por esse motivo, o jovem missionário Rafael Nogueira relata: “Fizemos nossas formações e retiros tendo em mente que estaríamos representando todos os 600 mil habitantes de Joinville e nosso tão amado Santuário Sagrado Coração de Jesus”. Para Gabriel Gonçalves, que foi pela primeira vez à missão e ficou em um núcleo no interior da cidade de Independência, o sentimento mais forte vivido na missão foi a amizade. “Criamos um vínculo rápido, porém, forte uns com os outros”. Com relação à convivência, ele afirma: “A convivência com os núcleos foi como uma família de extrema confiança e lealdade um com o outro”. E finaliza dizendo que “a missão foi extremamente diferente do que eu imaginava, contudo, muito melhor do que previ. Posso dizer que foi linda e espero ansiosamente 2015 para ir à outra. A experiência que experimentei construiu um novo ser, com mais compaixão e, principalmente, fé. E, como comunidade, me ensinou a ter mais paciência”. A Missão Dehoniana Juvenil (MDJ), projeto iniciado em 1991, tem o objetivo de

Padre Kleber fez o envio dos missionários em missa celebrada no dia 1º de janeiro

www.santuarioscj.com.br


Jornal d o

SANTUÁRIO

Espiritualidade QUARESMA

Por diácono Osvaldo da Rosa

Jejum e abstinência

Consciência

Por Danieli Herdt

Campanha da Fraternidade Fraternidade e Tráfico Humano

Quando chega a Quaresma, muitas pessoas têm dúvidas de como fazer o jejum e a abstinência que, por vezes, acabam confundindo as duas coisas achando que são iguais. O que é o jejum? O jejum é deixar de fazer uma refeição no dia (almoço ou jantar). Acontece assim: você toma o café da manhã, normalmente, e escolhe uma das duas refeições para fazer somente um lanche básico. Nesse dia, não se pode comer doces, bolachas ou lanches entre as refeições, assim como beliscar ou beber refrigerante, cerveja, entre outras bebidas e aperitivos. Quem pode fazer o jejum? Todos podem fazer jejum. Sejam idosos, estejam cansados ou doentes; sejam gestantes, jovens ou adultos. Todos podem jejuar sem que isso lhes faça mal. Muitas pessoas não jejuam porque não sabem fazê-lo. Imaginam que jejuar seja uma coisa muito difícil e dolorosa e que elas não conseguiriam. Qual a essência do jejum? A disciplina. É não comer nada além dessas três refeições. O que interessa é cortar de vez o hábito de “beliscar”, de abrir a geladeira várias vezes ao dia para comer “uma coisinha”. Evitar completamente, nesse dia, balas, doces, chocolates e biscoitos. Deixar de lado refrigerantes, bebidas e os cafezinhos. O que é abstinência? O Código de Direito Canônico (Can. 1251) ensina que: “Observe-se a abstinência de carne ou de outro alimento, segundo as prescrições da Conferência dos Bispos, em todas as sextas-feiras do ano, a não ser que coincidam com algum dia enumerado entre as solenidades; observe-se a abstinência e o jejumna quarta-feira de Cinzas e na sexta-feira da Paixão e Morte de Nosso Senhor Jesus Cristo.” No Brasil, a CNBB, por delegação expressa da Santa Sé mediante o cânon aludido, concedeu a faculdade ao fiel de, nas sextas-feiras do ano, inclusive durante a quaresma, substituir a abstinência de carne por “alguma forma de penitência, principalmente obra de caridade ou exercício de piedade” (Legislação Complementar da CNBB). Assim, salvo a abstinência da Quarta-feira de Cinzas e da Sexta-feira Santa (que devem ser observadas juntamente com o jejum: não basta “não comer carne”, é preciso comer só uma refeição completa). As demais, no Brasil, podem ser substituídas por outro tipo de mortificação ou penitência: renúncia a outro alimento, determinadas orações, atos de piedade ou caridade, etc. Quem está obrigado à abstinência de carne? Todo católico que tiver quatorze anos completos até o final da vida. Assim, na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira da Paixão, todo católico deve abster-se de comer carne e seus derivados e fazer jejum. O abster-se de comida e bebida tem como fim introduzir na existência do homem não somente o equilíbrio necessário, mas também o desprendimento do que se poderia definir como “atitude consumista”. Com estes sacrifícios, trata-se de que todo nosso ser (alma e corpo) participe em um ato em que reconheça a necessidade de fazer obras com as quais reparemos o dano causado com nossos pecados e para o bem da Igreja.

www.santuarioscj.com.br

O tema da Campanha da Fraternidade deste ano é “Fraternidade e Tráfico Humano” e tem como lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). O objetivo deste ano é identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse mal, com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus. A liberdade nos foi dada na cruz de Cristo; Ele nos concedeu participar da plenitude de Sua vida. Na morte, deu-nos a vida; no sofrimento, conquistou para nós a plena liberdade. Jesus fala que o conhecimento da verdade liberta: “conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8,32). A verdade liberta, pois traz à luz a dignidade da pessoa humana, esta liberdade é dignidade única e transparente. Todos os laços que impedem a liberdade desfiguram o homem e a mulher criados “à imagem e semelhança de Deus” (cf. Gn 1,26). O tráfico humano é uma das modas atuais de escravidão, sendo um crime que atenta contra a dignidade da pessoa humana, já que envolve seres humanos. O papa Francisco, em maio de 2013, se referiu a essa prática afirmando que “tráfico de pessoas é uma atividade ignóbil, uma vergonha para as nossas sociedades que se dizem civilizadas. Peçamos ao Senhor a graça de chorar pela nossa indiferença, e chorar pela crueldade que há no mundo, em nós, incluindo aqueles que, no anonimato, tomam decisões socioeconômicas que abrem a estrada a dramas como este.”. A Campanha da Fraternidade acontece durante a Quaresma, período compreendido entre a Quarta-feira de Cinzas (5 de março) e a Quinta-feira Santa (17 de abril).

7


Ligue os objetos de cada pastoral com a sua respectiva sombra!

Olá, amiguinhos do Santuário! No mês de fevereiro, apresentamos principalmente a vida pastoral no nosso Jornal. Deste modo, querendo mostrar para vocês o quanto é necessário novos trabalhadores para Deus, pedimos a sua ajuda. É fácil, quer ver? Você só precisa ajudar o João a encontrar o caminho da igreja!

Profile for Agência Arcanjo

Jornal do Santuário - Edição de fevereiro/2014  

Confira a Edição de fevereiro do Jornal do Santuário Sagrado Coração de Jesus, de Joinville / SC.

Jornal do Santuário - Edição de fevereiro/2014  

Confira a Edição de fevereiro do Jornal do Santuário Sagrado Coração de Jesus, de Joinville / SC.

Advertisement