__MAIN_TEXT__

Page 1


M E N S A G E M D O PÁ R O C O P E . H É L I O F E U S E R , S C J

VAMOS ORAR PELAS VOCAÇÕES! Como é bom olharmos para trás e vermos as sementes plantadas germinando e olharmos para frente com perspectivas bem animadoras nos trabalhos em nossa Paróquia. Este é o sentimento diante da realidade que nos cerca. Agora é hora de assumir sempre com mais afinco a nossa missão de discípulos de Jesus. O mês de agosto é vocacional. É momento de rezar, avaliar e discernir os caminhos vocacionais da nossa Igreja. Iniciamos o primeiro domingo rezando e lembrando a vocação sacerdotal. Vocação tão importante para continuidade da missão da nossa Igreja. É tarefa primordial dos padres despertar, ajudar a discernir, cultivar e acompanhar todas as vocações. Nesse serviço, nossa participação é de fundamental importância. No segundo domingo de agosto, por imitação do segundo domingo de maio, temos o Dia dos Pais. Sabemos que no Brasil esse dia é comemorado porque antigamente no dia 16 de agosto celebra-se o dia de São Joaquim, pai de Nossa Senhora, e por isso adotou-se esse dia e depois o domingo para essa comemoração. Passamos a comemorar nesse dia a vocação matrimonial e também se criou a semana de oração pelas famílias. No terceiro domingo do mês, recordamos a vocação à vida consagrada: religiosos, religiosas, consagradas e consagrados

MISSAS MATRIZ SÃO SEBASTIÃO Segunda-feira: 19h Terça-feira: 19h Quarta-feira: 7h e 15h30 Quinta e sexta-feira: 19h Sábado: 19h Domingo: 7h, 9h30 e 19h Primeira sexta-feira do mês: 7h, 15h30, 19h e 23h COMUNIDADE SÃO LUÍS GONZAGA Sábado: 19h | Domingo: 10h COMUNIDADE RAINHA DA PAZ Sábado: 17h30 Domingo: 9h30 Dia 25 de cada mês: 19h30 (quando cair durante a semana) COMUNIDADE SÃO BENEDITO Sábado: 17h30

nos vários institutos e comunidade de vida apostólica e hoje também nas novas comunidades de vida. Essa recordação é feita porque no dia 15 celebramos o Dia da Assunção de Maria aos céus, solenidade que aqui no Brasil é transferida para o domingo seguinte. Maria, como mulher modelo de consagração a Deus dá o tom da comemoração do dia da vocação à vida consagrada. O último domingo de agosto é o Dia do Catequista, daí a comemoração do dia da vocação do cristão leigo na Igreja, tanto na sua presença ao interno da Igreja como também em seu testemunho nos vários ambientes de trabalho e vida. No entanto, ao participarmos dessas comemorações não podemos nos esquecer da vocação primeira e mais importante de todas: a vocação à vida cristã e, consequentemente, à santidade! Todos somos vocacionados à santidade e fora desse caminho não temos como viver bem qualquer que seja a nossa vocação pessoal. Que o Senhor nos ajude e nos ilumine e que cada um descubra cada vez mais a beleza da vida cristã e do chamado que Deus nos faz para as diversas vocações e, em especial, para sermos santos. E fica o nosso compromisso de rezar pelas vocações.

COMUNIDADE N. SRA. DO ROSÁRIO Domingo: 8h30 Dia 11 de cada mês: 19h terço e em seguida celebração EXPEDIENTE DA SECRETARIA MATRIZ SÃO SEBASTIÃO Segunda-feira: 13h às 18h Terça a sexta-feira: 7h30 às 18h (sem fechar para almoço) Sábado: 8h às 11h COMUNIDADE SÃO LUÍS GONZAGA Terça a sexta-feira: 7h30 às 11h30 e 13h às 17h30 Sábado: 8h às 11h COMUNIDADE RAINHA DA PAZ Segunda-feira: 13h às 17h30 Terça a sexta-feira: 8h às 11h30 e 13h às 17h30 2º e 4º sábado do mês: 8h às 11h

2 . E D I TO R I A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O

COMUNIDADE SÃO BENEDITO Temporariamente na Secretaria da Matriz COMUNIDADE N. SRA. DO ROSÁRIO Temporariamente na Secretaria da Matriz ATENDIMENTO DOS PADRES (confissão, orientação espiritual e bênção de objetos) MATRIZ SÃO SEBASTIÃO Terça, quarta e sexta-feira: 8h às 11h30 e 13h30 às 17h30 Quinta-feira: 8h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30 Sábado: 8h às 10h30 COMUNIDADE SÃO LUÍS GONZAGA Quinta-feira: 15h às 17h30 COMUNIDADE RAINHA DA PAZ Quinta-feira: 14h às 17h


UNIÃO

CRONOGRAMA 11/8 (domingo) Abertura da Semana da Família Missa na Matriz São Sebastião | 19h

“A FAMÍLIA, COMO VAI?”

12/8 (segunda-feira) Comunidade São Benedito Missa | 19h30 13/8 (terça-feira) Comunidade N. Sra. do Rosário Missa | 19h30

POR CLAUDIA SOELI BORGES A Semana Nacional da Família é um evento anual e integra o calendário das paróquias e comunidades de todo o Brasil. A atividade tem início no domingo, 11 de agosto, Dia dos Pais, dentro do clima do mês vocacional, e prossegue até sábado, 17 de agosto. É um evento que vem crescendo a cada ano. É um momento de dar um presente à família. E este presente é uma presença maior e melhor, que possa enriquecer espiritualmente a sua convivência. A Pastoral Familiar, junto ao nosso pároco, Pe. Hélio Feuser, deixa um convite: “Queremos convidar todas as famílias, de todas as comunidades, especialmente aquelas que estão engajadas em pastorais e movimentos de família para que façam dessa semana um grande acontecimento em nosso país”.

14/8 (quarta-feira) Matriz São Sebastião Missa | 19h30 15/8 (quinta-feira) Comunidade Rainha da Paz Missa | 19h30 16/8 (sexta-feira) Comunidade São Luiz Gonzaga Missa | 19h30 17/08 (sábado) Casamento comunitário 9h (Todos estão convidados a participar) 19h - Encerramento da Semana da Família, com participação do coral infantil antes da missa (neste dia haverá missa apenas na Matriz São Sebastião).

Não permita que a Semana da Família seja algo isolado do programa da Igreja. Planeje de tal forma que esta programação contribua grandemente para o projeto maior da igreja: trazer mais pessoas para o Reino de Deus!

INFÂNCIA

COROINHAS: DESDE PEQUENOS A SERVIÇO DE DEUS P O R PA S C O M Os coroinhas prestam um serviço valioso à Igreja, ao sacerdote e principalmente a Deus. São eles que possuem o privilégio de servir o próprio Jesus no altar, auxiliando o padre durante a Santa Missa ou em outras celebrações litúrgicas. A Paróquia São Sebastião é campo fértil para os pequenos que assumem esta missão.

“Sou coroinha na Comunidade São Luís Gonzaga e gosto do que faço. Quando me pediram para ser coroinha me animei, falei para minha mãe e ela me ajudou em tudo. Aprendi muito e sempre me esforço para servir melhor a Deus no altar e na vida. Minha mãe é o motivo de eu estar nesta caminhada persistindo. Ser coroinha é um dom e ter uma mãe como a minha é um presente de Deus”. JOÃO VICTOR 9 ANOS

“Sempre tive vontade de ser coroinha, em 2017 o chamado aconteceu, foi através de um casal maravilhoso, Márcio e Senilde, que me convidou para servir na Comunidade Rainha da Paz. Quando estou servindo me sinto mais perto de Deus, sinto uma alegria e tranquilidade enorme. Desde 2011 sinto dentro de mim uma vontade de conhecer mais sobre a vida religiosa e com o incentivo de meus pais vem ascendendo cada vez mais a vontade de ser padre”. ROMULO HENRIQUE WESTPHAL 12 ANOS

“Sou coroinha na Matriz desde 2015. Quando eu estava fazendo catequese, o Pe. Diomar me convidou para ser coroinha e eu aceitei fazer a formação, mas eu não sabia direito como era. Foi durante a formação que entendi a importância que esse ministério tem. São os coroinhas que estão junto do padre durante a consagração, estamos ali bem do lado de Jesus durante a missa e isso me dá uma grande alegria e aumenta cada vez mais a minha fé e vontade de servir a Cristo”. GABRIELA FLORIANI RIBEIRO 12 ANOS

3 . I G R E J A | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


POR PE. DARLAN DEJAIME MARASCA, SCJ Muitos têm curiosidade de saber como é a formação de um padre, quantos anos ele vive em um seminário, qual é sua rotina de oração, trabalho e estudo até a ordenação. Por isso, neste mês dedicado às vocações apresentamos o caminho de formação dos padres dehonianos.

Seminaristas Jonah e Alexandre em frente ao Seminário São José, em Rio Negrinho (SC)

Tudo começa na comunidade de origem, quando o jovem sente o chamado de Deus para seguir a vida religiosa e sacerdotal. Inicialmente, ele é acompanhado pela Pastoral Vocacional e realiza três visitas ao seminário para conhecer e discernir o seu chamado. Por fim, se ele discernir ser essa a vontade de Deus, é enviado pelo pároco de sua paróquia ao seminário. A primeira etapa acontece no Seminário São José, em Rio Negrinho (SC). Neste local os seminaristas que fazem o ensino médio cursam essa etapa e permanecem por três anos. Os que ingressam no seminário depois de terem concluído o ensino médio passam um ano nessa casa para receberem as primeiras instruções a respeito da vida religiosa e se adaptarem à vida seminarística, esse período é chamado de propedêutico. Atualmente nossa paróquia tem dois seminaristas no propedêutico.

Terminado o ensino médio ou o propedêutico, o jovem seminarista inicia um período mais intenso de estudos que irá durar três anos. Trata-se do curso de filosofia, esse curso educa o pensar reflexivo e desperta para as grandes questões da humanidade, ajudando a ter um olhar crítico e a refletir sobre o mundo. Paralelo aos estudos, o seminarista desenvolve seu caminho de vida espiritual na comunidade, com missas e adoração ao Santíssimo diariamente e o seu serviço ao próximo por meio de atividades pastorais nas comunidades de Brusque (SC), onde está localizado o seminário. Atualmente temos três seminaristas em Brusque oriundos da Paróquia São Sebastião. Seminaristas Ricardo Vinter, Tiago Deretti e Roberto Berthlsen


Concluído esse período de estudos mais intensos é o momento de aprimorar a vida religiosa e espiritual. O jovem entra na fase do postulantado, ou seja, neste momento está pedindo o ingresso na congregação religiosa. Essa etapa acontece em Barretos (SP). Durante o postulantado dedica-se um tempo maior à formação humana por meio de estudos e de acompanhamento psicológico. A vida comunitária e a oração são muito valorizadas nesta etapa para que ao final do período, o postulante, com liberdade responda ao chamado que Deus lhe faz. Postulante Matheus Spézia

Decidido a servir a Deus na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, o jovem inicia o período chamado de noviciado, que tem duração de um ano. Esta etapa acontece em Jaraguá do Sul (SC), no noviciado Nossa Senhora de Fátima. É um tempo de conhecimento e aprofundamento da espiritualidade, em uma vida intensa de oração e recolhimento o noviço busca maior intimidade com Deus. Ao final desse período ele professará os votos religiosos de pobreza, castidade e obediência ingressando na Congregação, sua nova família religiosa e será chamado de frater, que significa irmão.

Noviço Anderson Viana

Os dois anos seguintes são de experiência da vida religiosa. O frater irá residir em alguma comunidade religiosa para vivenciar na prática o dia a dia, esse período é chamado de tirocínio, alguns trabalham em paróquias dehoanianas ou em algum seminário da Congregação. Terminado o tirocínio tem início a a última etapa da formação, o curso de teologia. Esse curso é realizado em Taubaté (SP) e dura quatro anos. A teologia estuda as questões relacionadas à revelação divina, à sagrada escritura, aos sacramentos e à teologia moral, ou seja, questões que farão parte do dia a dia do padre. Neste tempo, pouco a pouco ele recebe as ordens menores e ao final do terceiro ano é ordenado diácono. Por fim, ao concluir a teologia estará pronto para ser ordenado padre e isso geralmente ocorre na comunidade que o enviou para o seminário.


VOCAÇÕES: CORRESPONDER LIVREMENTE AO AMOR DE DEUS Chamado à vida, à experiência do amor que transcende sentidos e sentimentos, do despojamento de si, para o vestir-se da presença iluminadora e encorajadora de Deus. Este movimento afetivo nos desafia a entender a vocação como um processo de entrega, de uma entrega consciente e consistente à vontade de Deus. É nesta atitude de ‘faça-se’ que o Espírito forja em nós a vontade do Pai, no seguimento a Jesus. É na pequenez do ser, que cresce a capacidade de tocar e embeber-se da aliança de amor, entre a humanidade e o divino. E o mais fantástico é que a experiência do CHAMADO é algo contínuo que se dá no simples, no cotidiano. É nesta experiência de amor que rompemos nosso olhar egocêntrico e, com os olhos fixos em Jesus, somos capazes de transcendermos ao serviço do Reino, da vida. É nesta mesma experiência que não desistimos da vida, da relação com o outro e da vivência na comunidade eclesial. Em agosto celebramos as vocações, cada uma com sua missão completa o projeto de Deus. Confira alguns depoimentos de fiéis da nossa paróquia e comunidades sobre suas vocações:

>> Pai “Meu nome é Hilário Pauli, tenho três filhas. Sempre procurei passar os valores da família, vivendo com honestidade e respeito. Como pai, me preocupo em ser exemplo para elas, ensinando que o melhor caminho a seguir é junto de Deus”.

>> Religiosa “Sou a Irmã Maira de Souza Ortiz, desde pequena queria muito seguir a vida religiosa, conforme eu ia crescendo esse sonho crescia comigo. Participei da Pastoral da Criança na nossa comunidade de São Benedito e isso me deixou ainda mais convicta da minha vocação. Faço parte da Fraternidade Fransciscana de Santa Clara, minha missão é estar junto do povo, acolher quem mais necessita, estar sempre em oração e seguir firme na fé. Ser religiosa pra mim se resume em uma frase de Santa Clara de Assis: “NÃO PERCA DE VISTA SEU PONTO DE PARTIDA”.

>> Frater “Sou o frater Rodrigo Bento, tenho 31 anos. Deus nos presenteia com o maior de todos os dons: a vida. Por isso, além de sermos bons administradores deste dom, devemos promovê-lo em todas os ambientes da sociedade e respeitá-lo como sendo um sacrário inviolável: nada poderá diminuir seu valor. Desta forma, estaremos correspondendo ao amor de Deus”.

>> Catequista “Me chamo Daiane Hillesheim, tenho 30 anos, sou catequista há três. Acredito que minha vocação é passar o que Cristo passou para todos nós, a evangelização. Tento ser exemplo e vivo isso no meu dia a dia. A coisa mais gratificante que fiz nesses 30 anos foi aceitar o chamado do nosso Senhor. Não existe algo melhor que ver o sorriso de uma criança te agradecendo pelos ensinamentos de Cristo”.

6 . A Ç Ã O PA S TO R A L | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


#JUVENTUDE Entre os dias 12 e 14 de julho aconteceu o 12º EJU – Encontro de Jovens Unidos, na Paróquia São Sebastião.

#FORMAÇÃO

#APROFUNDAMENTO

#ANIMAÇÃO

Catequistas da Paróquia São Sebastião participaram da formação comarcal no dia 20 de julho, na Matriz.

Escola Bíblica com o Pe. Claudio Buss, da Escola Dehoniana de Taubaté (SP), nos dias 22 e 23 de julho.

Todos os sábados tem ensaio do Coral Infantil da Paróquia São Sebastião, das 10h às 11h. Traga seu filho para participar!

#FORTALECIMENTO

Encontro de Namorados com 17 casais, no dia 20 de julho.

#PREPARAÇÃO Diretório Litúrgico no dia 24 de julho, na Matriz.

7 . A C O N T E C E U | R E V I S TA S Ã O S E B A S T I Ã O


PROGRAME-SE ENCONTROS DE PREPARAÇÃO PARA O BATISMO (PAIS E PADRINHOS)

Matriz 3 e 4 de setembro | 19h30 às 21h30 Local: Auditório São José Inscrições na secretaria Vagas limitadas Comunidade São Luís Gonzaga 17 e 19 de setembro | 19h30 às 21h30 Inscrições na secretaria da comunidade Vagas limitadas ESCOLA DE TEOLOGIA PARA LEIGOS

Toda terça-feira | 19h30 às 21h30 Local: Auditório do Salão Cristo Rei Mensalidade: R$30 Inscrição no local Tema de setembro: Penitência e Unção dos enfermos Assessor: Pe. João Boeing ESCOLA DE ESTUDO BÍBLICO

Toda quinta-feira | 19h30 Local: Auditório Sagrado Coração de Jesus Tema de setembro: Salmos e Sapienciais Palestrante: Pe. Hélio Feuser, scj

AVISOS MENSAIS COMUNIDADE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO (MOLHA) FESTA DA PADROEIRA

18 de agosto (domingo) Café da manhã | 8h Missa festiva | 10h Após a missa será servido churrasco Café com prêmios | 14h MISSA COM AS CRIANÇAS

28 de setembro | 15h | Matriz

EDIÇÃO Taty Feuser

Este informativo é uma publicação sob responsabilidade do Pe. Hélio Feuser, scj e Pascom da Paróquia São Sebastião, situada na Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 632 Centro - Jaraguá do Sul/SC - (47) 3371-0321

DIAGRAMAÇÃO Raiane Bernardi SUGESTÃO DE CONTEÚDO redacao@agenciaarcanjo.com.br www.agenciaarcanjo.com.br facebook.com/agenciaarcanjo (47) 3227-6640

REVISÃO Larissa Graça IMPRESSÃO Gráfica Sbardelatti TIRAGEM 2.000 exemplares

Profile for Agência Arcanjo

Revista São Sebastião - Agosto de 2019  

Revista São Sebastião - Agosto de 2019  

Advertisement