__MAIN_TEXT__

Page 1

SAN T UÁ R I O SAG R A DO COR AÇ ÃO DE JE SU S | JOINVILLE | MAIO | 2 0 1 9 | D I ST R I B U I Ç ÃO G R AT U I TA


EXPEDIENTE 2

Qual o valor de uma missa?

EVENTOS DO MÊS Jantar dançante pelo Dia das Mães 11 de maio | 18h30 Sede da Pastoral Antialcoólica Ingresso: R$ 25

Por Pe. Léo Heck, scj

Que sentido tem dar uma oferta pela intenção de missa? Reza o Direito Canônico da Igreja que não apenas é lícito dar uma oferta pela celebração da santa missa, mas incentiva e regulamenta tal gesto, especialmente para evitar abusos (cf. CIC, cân. 945 – 958). A Igreja sempre incentivou a prática da oferta para a intenção da missa. A razão principal vem do uso costumeiro da humanidade em associar oferta e sacrifício. O sacrifício implica dar algo em troca. No gesto de ofertar uma quantia em dinheiro, o fiel está implicado em primeira pessoa. Não se trata de um pagamento pelo favor que o ministro de Deus está fazendo ao oferecer o santo sacrifício da missa.

3ª Caminhada Diocesana em Defesa da Vida no Ventre 18 de maio | 8h Saída em frente ao Restaurante Casa do Capitão e caminhada até o Mirante Retiro Querigmático 18 de maio | 8h às 20h 19 de maio | 8h às 13h Colégio Celso Ramos – Rua Plácido Olimpio de Oliveira, 400 | Bucarein Inscrições na Secretaria Paroquial ou na Livraria do Santuário

Não, a oferta pecuniária está ligada diretamente ao sacrifício. Dessa forma, o ofertante sente-se unido, espiritual e materialmente, ao objeto que é oferecido a Deus. O segundo motivo de fazer uma generosa oferta decorre do desejo dos fiéis em contribuir para com as despesas e serviços da igreja e do sacerdote. É preciso respeitar a intenção do doador. A missa deve ser celebrada naquela intenção para a qual ela foi encomendada. As intenções geralmente são feitas por algum falecido da família. Acontece, também, que muitas pessoas não gozam de uma situação financeira boa, mas querem oferecer a santa missa pelos falecidos da família ou outras necessidades. A Igreja, sobretudo no Brasil, permite as missas com intenção comunitária, contemplando várias intenções, sendo que cada qual faz sua oferta espontânea pelas intenções solicitadas. É importante esclarecer que, se o fiel pede uma missa individual e oferece o equivalente estipulado pelo bispo da diocese, o celebrante deve respeitar e colocar apenas uma intenção. Existe também a chamada missa gregoriana, em referência ao papa Gregório Magno, que regulamentou a celebração de 30 missas, com uma única intenção e que deve ser conduzida de maneira sequencial e ininterruptamente. Essa intenção para 30 missas sequenciais ainda hoje é encomendada em alguns países. No Brasil, é um hábito muito raro, devido sobretudo ao alto custo da intenção. Por último, cada igreja paroquial deve reservar uma missa semanal a ser celebrada na intenção do povo. Geralmente, quando se celebra mais de uma santa missa, aos domingos, uma é sem intenção particular, tendo a comunidade como intenção. No Santuário Sagrado Coração de Jesus, isso acontece com a missa dominical das 17h. Concluo esta matéria convidando a comunidade para continuar fazendo esse gesto de comunhão e responsabilidade, fazendo sua oferta, pedindo missas pelos seus entes queridos e por outras intenções convenientes. Um afetuoso abraço.

Casamento Comunitário 9 de novembro | 15h Inscrições na Secretaria Paroquial | Casais em união estável e noivos Importante: fotografia e decoração serão contratados pela Paróquia e o valor será dividido entre os casais.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

• Rádio Clube Joinville (AM 1590) Segunda a sexta-feira 9h - O Santo do Dia 12h - O Pão da Palavra Domingo 8h Transmissão da Santa Missa • Rádio Arca da Aliança (AM 1480) Segunda a sexta-feira 12h - Oração do Almoço Sábado 8h - Especial Pe. Zezinho Canção & Mensagem 9h Amigos do Coração 1ª sexta-feira do mês 15h45 - Bênção das casas 16h - Transmissão da Santa Missa

O Jornal do Santuário é uma publicação do Santuário Sagrado Coração de Jesus, sob responsabilidade do padre Léo Heck, scj Rua Inácio Bastos, 308 - Bucarein - Joinville/SC 47 3455-2204 | www. santuarioscj.com.br

78º Encontro de Casais com Cristo (ECC) 26, 27 e 28 de julho Inscrições na Secretaria ou com Junior (47) 99152 – 6796 / Cátia (47) 98418 – 1174

HORÁRIOS NAS RÁDIOS

MISSAS NO SANTUÁRIO • Segunda-feira: 19h30 (pelos falecidos) • Terça-feira: 19h30 (pelas intenções do rádio e da internet) • Quarta-feira: 16h (pelos enfermos) e 19h30 (pelas famílias) • Quinta-feira: 7h e 19h30 • Sexta-feira: 7h, 12h30 e 19h30 • Sábado: 7h (devocional mariana) e 19h • Domingo: 6h30, 8h, 9h30, 11h30, 17h e 19h • 1ª sexta-feira do mês: 7h, 12h30, 16h, 19h30 e 23h (Missa Jovem) • 4º domingo do mês: 19h - missa com tradução em Libras (Língua Brasileira de Sinais)

Missa pelos 176 anos da Infância e Adolescência Missionária 26 de maio | 9h30

Produção

• Atendimento de confissões, orientação espiritual e bênção de objetos Terça a sexta-feira: 8h30 às 11h e 14h30 às 17h Sábado: 8h30 às 11h • Adoração Eucarística Quintas-feiras, das 8h às 19h30 • Grupo de Oração (RCC) Quintas-feiras, às 20h30 • Pastoral Antialcoólica Sextas-feiras, às 20h

SUGESTÃO DE CONTEÚDO: redacao@agenciaarcanjo.com.br www.agenciaarcanjo.com.br facebook/agenciaarcanjo 47 3227-6640

DIAGRAMAÇÃO: Raiane Bernardi

JORNALISTA RESPONSÁVEL: Rayana Borba (DRT/SC 3809)

REDAÇÃO: Taty Feuser

TIRAGEM: 2.700 exemplares

REVISÃO: Larissa Graça

IMPRESSÃO: Gráfica Volpato

www.santuarioscj.com.br


Por Padre Helton Iomes, scj

Espírito Santo: Deus não amado e desconhecido “Quando chegou o dia de Pentecostes, todos eles estavam reunidos no mesmo lugar [...] Todos ficaram repletos do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem” (At 2,1.4). A partir de Pentecostes, todos que abrirem seu coração poderão ficar repletos do Espírito Santo. No Antigo Testamento, somente os sacerdotes, profetas e reis recebiam a graça da unção do Espírito de Deus para uma missão específica. O Espírito Santo - terceira pessoa da Santíssima Trindade - é divino como o Pai e o Filho (mesma substância). Se Ele é pessoa, significa que se comunica e se relaciona conosco. Porém, este Deus de amor ainda continua sendo um Deus não amado e desconhecido por muitos católicos. Há alguns até que acreditam que o Espírito Santo é água, vento, fogo, pomba etc. Ora, esses elementos naturais e formas figuradas de descrever o modo pelo qual este mesmo Espírito age em nossa vida. Assim sendo, busquemos uma profunda intimidade com a pessoa do Espírito Santo.

PADROEIRO Por Rayana Borba

Novena do Sagrado Coração de Jesus Vem aí, entre 7 e 15 de junho, a novena em honra ao Sagrado Coração de Jesus. O tema é "Coração de Jesus, missionário do Pai". Dom Antônio Wagner da Silva, scj, confirmou presença em 13 de junho, enquanto Dom Wilson Tadeu Joenck, scj, celebrará em 14 de junho. Em 15 de junho será a vez de Dom Carmo João Rhoden, scj. A festa gastronômica será de 13 a 16 de junho, com noite de sopas, churrasco e galeto e o tradicional show de prêmios. Mais detalhes no próximo Jornal do Santuário e também

Diferentemente dos humanos, Ele nunca irá nos decepcionar. Abramos o nosso coração e nossa alma para que este Deus nos abrase e nos impulsione para sermos testemunhas vivas do Ressuscitado. Supliquemos todos os dias sem cessar: “Vem Espírito criador!”

3

Enquanto Apolo estava presente em Coríntio, Paulo atravessou as regiões mais altas e chegou a Éfeso. Encontrou aí alguns discípulos e perguntou-lhes: ‘Quando vocês abraçaram a fé receberam o Espírito Santo?’ Eles responderam: ‘Nós sequer ouvimos falar que existe um Espírito Santo”. At 19,1-3

pelas redes socias.

Memórias Pe. Aloísio, servo de Deus Se alguém nos ofende, devemos perdoar. Perdoar não é fácil, devemos pedir, é uma graça. Além de perdoar , amar ao próximo. Isto é amor misericordioso. Maior amor é perdoar e amar a pessoa que nos ofende. Três coisas importantes: amor, reparação, e misericórdia.

www.santuarioscj.com.br

ESPIRITUALIDADE

PENTECOSTES


Maternidade: uma parceria de cocriação de vocações Por Filipe Natali e Agência Arcanjo

No evangelho de São Lucas 1,26, Deus fez um convite à maternidade para Ma mulher gerou Jesus, o maior servo de todos. Por isso, entende-se que mãe é aq de cocriação divina: Deus concede à mulher o dom de ser geradora de vocação Ele mesmo poderia dar sequência à humanidade sozinho, mas preferiu escolhe fazer dela participante da vida na história. Na Bíblia, encontramos bons exemp que, assim como Maria, Sara e Isabel, inspiram pela fé e dedicação à família. melhor do que Santa Mônica, fiel intercessora do seu filho, proclamado Santo

MARIA Na figura materna da mãe de Deus, a humanidade encontra o modelo per João Paulo 2º às mulheres traz uma reflexão que ilumina a figura da mã pela sociedade. Ele afirma que a Igreja vê na virgem Maria a máxima ex isso, encontra nela uma fonte incessante de inspiração. Maria definiu-se obediência à palavra de Deus, acolheu a sua vocação privilegiada, mas família de Nazaré. Nossa Senhora se doou por completo a Jesus, acompa morte na cruz. Apesar de ter vivido há mais de dois mil anos, as virtudes de Nossa Senh vida das mulheres. Ela nos ensina como ter persistência e força diante de se assemelhar à mãe de Jesus, é fundamental colocar-se à disposição de Seu plano.

SARA A exemplo de tantas mulheres que têm dificuldade para ser mãe, a e na velhice (Gn 21,1-2). Abraão já tinha 99 anos quando deixou sua casa A recompensa foi divina, a promessa de que eles gerariam o tão deseja anunciaram o milagre próximo à tenda onde habitavam. Mas Sara riu, p "(Gn 18,12-14). Na primavera seguinte, nasceu Isaque, e ela se tornou a m

www.santuarioscj.com.br


ISABEL Zacarias e Isabel eram um casal idoso, justo, irrepreensível e profundamente dedicados e comprometidos com os mandamentos do Senhor. Dois judeus que aguardavam ansiosamente a vinda do Messias. Isabel era estéril e Zacarias não acreditou quando o anjo Gabriel — o mesmo que apareceu à Maria — anunciou que ele seria pai. Assim ficou mudo até o nascimento de João, cujo nome foi concedido pelo anjo sob a missão ser “grande aos olhos do Senhor”. Durante a gravidez, Isabel recebeu a visita da prima Maria, que já carregava Jesus em seu ventre. Ao ouvir a saudação dela, o menino que carregava em seu ventre ficou agitado, e Isabel foi tomada do Espírito Santo. “Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre”, exclamou Isabel (Lc 1,42). Maria atendeu às necessidades da prima ao longo de três meses. Certamente Isabel era uma mulher temente a Deus e que confiava fielmente em Suas promessas.

Maria. O sim de uma simples quela que sela uma parceria o para o mundo. er o ventre de uma mãe para plos de mães. São mulheres Na Igreja, não há exemplo o Agostinho.

rfeito de mulher. A carta do papa ãe, tantas vezes incompreendida xpressão do feminino. Mais que “serva do Senhor” (Lc 1, 38), em nada fácil, de esposa e mãe da anhando os passos do filho até a

SANTA MÔNICA A história de Santa Mônica não está na Bíblia. Mas sua vida nos prova que “tudo pode ser mudado pela força da oração”. Africana, ela foi entregue como esposa a Patrício, um homem violento e pagão, que recebia suas orações diárias. Foram inúmeras preces e sofrimentos pelos quais Santa Mônica passou ao interceder também pelo seu filho, Agostinho. “Continue a rezar, pois é impossível que se perca um filho de tantas lágrimas”, ouviu de um bispo sobre o jovem que vivia no pecado. Agostinho era dotado de muita inteligência e uma inquieta busca da verdade que o levou inclusive a viver na mentira. Mônica, a mãe fervorosa e fiel, intercedeu com ardor por 33 anos. Antes de morrer, ela mesma revelou ao filho que uma única coisa a fazia desejar viver ainda mais: “Ver-te cristão antes de morrer”. Agostinho, assim como o pai, converteu-se pelo poder da oração. Ele ainda se tornou bispo, doutor da igreja e santo, escrevendo agradecido sobre a dedicação de sua mãe: “Ela me gerou seja na sua carne para que eu viesse à luz do tempo, seja com o seu coração para que eu nascesse à luz da eternidade”. Santa Mônica, padroeira das mães cristãs, rogai por nós!

Mãe que desperta vocação

hora continuam se refletindo na e tantas lutas e sofrimentos. Para e Deus e permitir que Ele realize

esposa de Abraão só concebeu a em busca da terra prometida. ado filho. "Três anjos do Senhor pensando que não seria possível matriarca do povo judeu.

Padre Anísio e sua mãe Lídia

A exemplo de Santa Mônica, Lídia Schwirkowski também conduziu a vocação do seu filho Anísio José Schwirkowski, vigário no Santuário Sagrado Coração de Jesus. “Tenho uma forte recordação de minha mãe antes do meu ingresso no seminário. Trabalhei por seis anos em duas empresas. Após a jornada de trabalho e estudo, a minha chegada em casa era por volta das 23h, quando recebia um prato de comida. E ela ainda acordava para me encontrar”, recorda o sacerdote dehoniano sobre o gesto de amor materno. Os pais, Lídia e Silvestre, sempre estiverem envolvidos na comunidade e apoiaram incondicionalmente a vocação do filho Anísio. E assim, costureira bastante conhecida em São Bento do Sul, construiu um relacionamento de respeito e de proximidade com o filho. “Herdei, tanto dela quanto de meu pai, a retidão em minhas decisões”, explica agradecido. Dona Lídia, como carinhosamente é chamada, representa aqui muitas mães guerreiras e valentes que, mesmo sem possuir muitos estudos, são autoras de grandes ensinamentos. “E ela continua fazendo sua parte. A firmeza que ela opera em minha vida é meu porto seguro”.

Aparelho Auditivo O Lyric é o aparelho auditivo totalmente invisível e resistente a água. Você não precisa trocar pilhas, não requer manutenção e você o utiliza 24 horas por dia. Rua Anita Garibaldi, 164 - Joinville/SC 0800.052.9191 | 47 9 9966.2034 www.digsom.com.br /clinicadigsom

www.santuarioscj.com.br

@clinicadigsom

Conheça o Lyric na DigSom


VOCAÇÃO

GERAL

Por Rayana Borba

6

Maternidade: oportunidade de evangelização Conduzir os filhos no caminho cristão é uma responsabilidade assumida por Rita de Cassia Prim. Durante a gestação, ela rezava por Isabela, 5 anos, e Miguel, 3 anos, seguindo o exemplo que também tivera de sua mãe. Quando criança, Rita foi auxiliar de catequese, e, há um ano, dedicase aos adolescentes, no Crisma. Ela e o esposo Thiago estão casados há dez anos e desde 2015 participam do Encontro de Casais com Cristo (ECC) no Santuário Sagrado Coração de Jesus. A seguir, conheça o exemplo e as estratégias maternas de evangelização. Rita e os filhos Miguel e Isabela

Jornal do Santuário - A escolha dos nomes das crianças tem alguma relação bíblica? Rita Prim - Sim. Sempre quis ter filhos com nomes bíblicos e até pensei em Maria e João, mas escolhemos Isabela, um derivado de Isabel [saiba mais na página 5] e Miguel, o arcanjo protetor. Jornal do Santuário - Vocês vivem uma rotina cristã? Rita Prim - Eu busco sempre mostrar e conversar com eles sobre a nossa fé. Em casa assistimos à Canção Nova e à Rede Vida e preferimos músicas cristãs, no celular mesmo. Jornal do Santuário - Como é a participação dos pequenos na vida da igreja? Rita Prim - Nós tentamos ser exemplo e levamos as crianças em tudo, seja na missa, procissão ou grupinho do ECC. Assim como nossos pais nos encaminharam um dia, sentimos a necessidade de estar na igreja com Jesus e também com eles. E foi lá que a Isa começou a ver e perguntar sobre as crianças da catequese. Eu expliquei que quando fizesse quatro anos poderia participar da Infância Missionária e todos os sábados é ela mesma que me cobra. Ela também diz que quer ajudar o padre lá na frente e tenho ensinado que é preciso crescer um pouquinho mais. Jornal do Santuário - E a oração, quando acontece? Rita Prim - Nós quatro rezamos o terço todos os dias à noite. É um ensinamento que recebi da minha mãe. As crianças deitam na cama conosco, iniciamos a oração do terço e logo elas se acalmam e dormem. A Isa já sabe o Pai-Nosso e a Ave-Maria e até reza uma parte do terço. Do Miguel, já está quase saindo uma AveMaria. É tudo natural, não forçamos nada, eles aprendem com o nosso exemplo.

INFANTIL

Quer ver a Rita rezando a Ave-Maria com as crianças? Siga @santuarioscj no Instagram!

Por Rayana Borba

Youcat: catecismo católico para crianças O catecismo é o livro que concentra todas as instruções do catolicismo. Mas se muitas vezes nós temos dúvidas e dificuldades para compreender a Doutrina da Igreja, como repassar nossos princípios às crianças? Em 2011, a Igreja lançou o Youcat com uma linguagem voltada aos jovens. Agora chegou a vez dos pequenos de 7 a 13 anos, com o "Youcat para crianças". O livro reúne perguntas e respostas claras, acompanhadas por ilustrações coloridas, sobre as principais dúvidas da nossa fé. É um bom guia para a evangelização familiar, podendo complementar a catequese oferecida pela Igreja. "Quando os filhos perguntarem, não deixem de responder. Sejam como uma corrente viva que possibilite a presença do Evangelho, de geração a geração, em nossas famílias, comunidades e na Igreja", sugere papa Francisco durante a apresentação do livro. O livro está disponível na Livraria do Santuário por R$ 25

www.santuarioscj.com.br


SEMANA SANTA SANTUÁRIO

Por Filipe Natali

Um coração transpassado por amor 1 O Santuário reviveu os últimos passos de Jesus na terra, desde a sua entrada em Jerusalém para morte até a sua ressurreição vitoriosa na Páscoa. De maneira intensa e fervorosa, os fiéis e devotos estiveram assíduos, remontando junto aos sacerdotes, momentos de reflexão e interiorização do propósito de amor que transpassou o Coração de Jesus. 1 - A abertura da Semana Santa foi celebrada com a tradicional procissão e missa de Ramos, recordando assim, a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém para seus últimos passos.

7 2 3

2 - Segunda-feira, na missa e meditação da agonia de Jesus no Horto das Oliveiras, presidida pelo Pe. Helton, foi momento de retratar um dos mistérios dolorosos do santo rosário. 3 - O Santuário manteve a tradição da Procissão do Encontro entre o Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores, momento de grande emoção entre os fiéis na terça-feira. 4 - Na celebração penitencial de quarta-feira, Pe. Anísio levou o povo a uma reflexão com a analogia de um jovem enfaixado pelos pecados que podem vedar a vida de uma pessoa.

4 5

5 - Na noite da instituição da Eucaristia, quando padre Lucas celebrou a missa de Lava-pés, resgatamos o gesto de humildade feito por Jesus, reproduzido no Santuário com devotos e paroquianos na quinta-feira. 6 - A tarde de sexta-feira foi de profunda experiência com a celebração da Paixão de Cristo na cruz. Ao anoitecer, a procissão do Senhor morto evangelizou as ruas do Bucarein.

6 7

7 - No sábado, guiados pela luz do círio pascal, as velas dos fiéis produziram um lindo cenário para a celebração da Vigília Pascal. Tudo culminou na proclamação da Páscoa, com a renovação do batismo. 8 - A vitória de Cristo sobre a morte foi celebrada no domingo da Páscoa, às 6h, quando Jesus Eucarístico foi elevado pelas ruas em torno do Santuário para declarar a Sua ressurreição.

8

#santuarioscj

@anabeatriz.simorrocha “A Semana Santa foi intensa e vivida em comunidade. As celebrações nos envolveram na mística da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. Maravilhoso tríduo” Ana Beatriz Rocha

www.santuarioscj.com.br

@patricia.budal “Lindas celebrações, fechando com chave de ouro a missa de Páscoa na procissão” Patrícia Nara Budal

@frandestro86 “A missa de ressurreição foi linda. Levei a família que veio passear e todos amaram” Fran Destro

Fotos: Pascom SSCJ

@neidfurlan “Foi muito lindo, me emocionei na missa de Ramos na hora que o padre jogou água benta” Neide Furlan


Profile for Agência Arcanjo

Jornal do Santuário - Maio de 2019  

Jornal do Santuário - Maio de 2019  

Advertisement