Page 1

COMUNIDADE BETHÂNIA | JULHO E AGOSTO DE 2015 | EDIÇÃO 7


Palavra do Padre Vicente, bth

EDITORIAL

Nossa Vocação: um caminho de Amor! “Tomé disse: Senhor não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho? Jesus respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se me conhecestes, conhecereis também o meu Pai. Desde já o conheceis e o tendes visto”. (Jo 14,5-7). O mês de agosto torna o cristão mais reflexivo. Somos chamados, como Família de Deus, a pensar no sentido último de nossa existência. É como se alguém nos perguntasse: qual razão de você estar nesse mundo? Na verdade, o itinerário de nossa vida constrói-se paulatinamente. Como os “tijolinhos a vista” em Bethânia, descobrimos que a vida é uma construção tijolo a tijolo, onde nos sentimos convocados ou direcionados a fazer algo que realmente valha a pena. Em outras palavras, cada ser humano tende a perguntar-se sobre os caminhos que quer seguir, sobre as veredas que quer trilhar, sobre o sentido que quer dar à sua vida, se não passa pela vida em “brancas nuvens”. Numa perspectiva de fé, somos chamados a uma decisão baseada numa experiência de Deus. Ela se insere num contexto de chamado divino e de uma escuta atenta para dar uma resposta concreta. O texto acima não deixa dúvida. Para nós, o caminho, a verdade e a vida alcançamos no encontro com Jesus. É Jesus, aquele que é capaz de desenrolar o novelo da nossa vocação. O Papa Francisco insiste na Encíclica Alegria do Evangelho: “Convido todo cristão, em qualquer lugar e situação que se encontre, a renovar hoje mesmo o seu encontro pessoal com Jesus Cristo ou, pelo menos, a tomar a decisão de se deixar encontrar por Ele, de procurá-Lo dia a dia sem cessar. Não há motivo para alguém pensar que este convite não lhe diz respeito, já que da alegria trazida pelo Senhor ninguém é excluído” (EG 3). Em Bethânia, encontro com Jesus é encontro com um estilo de vida que faz de nós “Amor Acolhedor” num mundo que tanto precisa de acolhimento e misericórdia. Somos chamados a sinalizar o que o Senhor nos manda em Mt 25,31-46, a acolhe-Lo nos mais necessitados. Nossa vocação se resume e se expressa no modo como acolhemos Jesus sofredor. Portanto, o sentido último de um vocacionado de Bethânia está no amor. Podemos proclamar com tantos que encontraram Jesus: “nossa vocação é o amor!”. Como Madre Tereza de Calcutá, carregamos uma convicção: “Deus não olha para o quanto fazemos, mas o quanto de amor nós fazemos no que fazemos”. Venha você também fazer parte desta família. Venha ser no mundo amor acolhedor. Boa Leitura. Feliz Mês Vocacional! Estamos juntos! Abraço e benção!

Testemunho Por Altaide da Silva

“Bethânia é um projeto de Deus que Pe. Léo entendeu e viveu. Quando você conhece os recantos, os consagrados, discípulos, filhos e vocacionados, você entende o que é se doar mais, pois o projeto de Deus (Bethânia), também chega até nós aqui “fora”, com o nosso pouco, e esse pouco santifica todos os envolvidos. Quando começamos a ajudar Bethânia, nosso olhar para o mundo, nosso sentir e agir mudam. Eu e minha família queremos agradecer a Deus por nosso chamado. Ajude Bethânia e entenda o verdadeiro sentido de dizer: Bethânia Lugar de Vida Plena.”

2

www.bethania.com.br


Curados pela Eucaristia Por Honaycon Gonçalves

GERAL

Pedir ao Honaycon que adapte a arte a esse tamanho. (9x9,5cm)

Encontramos na Eucaristia a certeza de Deus conosco. Resposta de Jesus: “Eis que estou convosco todos os dias até o fim dos tempos” (Mt 28,20). A Eucaristia é o centro da vida cristã, certeza de Deus presente, alimento e força para o caminho. Fonte de cura e libertação. Nos dias 18 e 19 de setembro acontece o retiro Curados pela Eucaristia. A Comunidade Bethânia convida você a aprofundar sua vida no poder que Ele possui. Padre Léo relatou inúmeras vezes que nós vivemos muito mal o sacramento da Eucaristia. Precisamos aprofundar e mergulhar em Deus para vivermos melhor o grande mistério da nossa fé presente no altar. Este milagre de amor é o meio que Deus se utiliza para derramar sobre nós abundantes graças. Estar na presença do Corpo Eucarístico é estar realmente na presença do Senhor, por isso acontecem grandes milagres e curas diante dEle. A Eucaristia é o grande mistério da aliança de Deus com a humanidade. É o meio do qual Deus encontrou para se fazer presente no coração do ser humano concretamente. Ele se faz pão material para saciar nossa fome de paz, amor, céu, vida plena. Jesus quer reafirmar essa aliança com você por meio dessa experiência de amor e adoração. Não perca tempo, inscreva-se!

Na plenitude da graça Trecho da pregação do Pe. Léo

Uma grande alegria para os padres e amigos de Bethânia foi sempre assistir as pregações do nosso querido e amado Pe. Léo. Por isso, dividimos com você, caro leitor, um pouco das suas palavras proferidas no acampamento de cura da Canção Nova, realizado no dia 9 de fevereiro de 2003: “Nós precisamos descobrir a plenitude de Deus em nossa vida a partir daquilo que somos. E para que possamos ser felizes a partir do que somos, a primeira grande coisa a fazer é como nos direciona o texto de Eclesiástico capítulo 30 versículos 22 e seguintes, jogar a tristeza para longe do coração. Segundo o texto, a escolha crucial a fazer para cultivar a alegria e não se atormentar é não entregar a alma para a tristeza. E o tormento vem quando a pessoa fica ruminando ideias e acontecimentos negativos da vida. É quando a pessoa olha para o seus fracassos com lente de aumento. O maior erro é pensar que o adulto é alguém que está pronto, amadurecido e que tudo em sua vida já está estabelecido. O que mata um matrimônio? O que mata um sacerdócio? O que mata o entusiasmo no trabalho? A rotina. E rotina é você fazer as coisas como se já soubesse. Erro número um da nossa vida é contar os dias como se os dias fossem só um dia depois do outro. E esquecemos que hoje é o único dia da nossa vida. O ontem não volta. O amanhã é um dia que nunca vem. Viva como se fosse o primeiro dia, comece hoje. A partir daí você vai saborear a plenitude da vida. A alegria do coração é a vida da pessoa, um inesgotável tesouro de santidade. A santidade está relacionada a alegria. E a alegria do homem torna mais longa a sua vida, porque ele saboreia essa vida. Tenha compaixão da sua alma. Viva na plenitude da graça na terra”

www.bethania.com.br

Gostou do que leu até aqui? Então, confira a pregação na íntegra por meio do QR Code abaixo. Para utilizá-lo é fácil. Basta você baixar o aplicativo “leitor QR Code”, identificar em seu aparelho smartphone, e em seguida a pregação será aberta em seu dispositivo automaticamente.

3


CENTRAL

Por Padre Elinton Costa, bth

Amigo, amiga de Bethânia você já se perguntou qual é o sentido

é formada por jovens, casais, famílias, sacerdotes que procuram vi-

da sua vida? qual é sua vocação? Já encontrou seu lugar neste mun-

ver a experiência da consagração em um núcleo comunitário ou em

do tão grande, cheios de oportunidades e com inúmeros caminhos?

um trabalho específico de doação plena à Comunidade.

Segundo a nossa fé peregrinamos neste mundo com uma mis-

Consagrados

são específica de instaurar o Reino de Deus nos corações, nas al-

Os que optam por este estilo de vida serão chamados de consa-

mas e na sociedade. Somos chamados para viver de forma concreta

grados, após passarem por um processo de discernimento vocacio-

o Evangelho, a Boa-Notícia do Reino.

nal formativo na Comunidade Bethânia. Os nossos Consagrados

Em outras palavras, o sentido da vida do ser humano é ser todo

são pessoas que, de acordo com seu estado de vida, vivem seus

de Deus, como nos lembra o Catecismo da Igreja Católica que “o

compromissos em entrega total a Deus, dedicando-se inteiramente

desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem

a Ele, partilhando tudo o que são e o que possuem.

é criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem

Por meio da oração e do trabalho são comprometidos a viver

a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a

segundo o Evangelho, dando testemunho da ternura do Coração de

felicidade que não cessa de procurar” (CIC 27).

Jesus, dentro da Comunidade em todos os ambientes e situações

É uma missão exigente, porém realizadora. Vivemos o desafio

de sua vida pessoal e comunitária. São chamados a mergulharem

de descobrir o melhor que podemos ser para colocar em prática dia

por inteiro em uma espiritualidade do amor, no coração, na própria

a dia no serviço aos irmãos. É sabido que somos únicos, com dons

vida e nas obras.

específicos que nos diferenciam. Por isso, para encontrarmos verda-

Membro de Aliança

deira felicidade, é preciso estarmos atentos ao chamado do Senhor,

Há também a possibilidade de Consagração na Comunidade

para descobrirmos de que modo vamos cumprir melhor nossa mis-

Bethânia como Comunidade de Aliança, que é formada por homens

são. Esse chamado que Deus faz chama-se vocação e se manifesta

ou mulheres, solteiros ou casados, sacerdotes que desejam parti-

por meio de sinais, palavras, situações, pessoas que auxiliam a en-

lhar a espiritualidade e o carisma de Bethânia, mesmo vivendo fora

tender a vontade de Deus para a própria vida.

de nossos núcleos comunitários.

Assim também nos ensina o Concílio Vaticano II, “A razão mais

Os membros de aliança continuam a exercer sua profissão na

sublime da dignidade do homem consiste na sua vocação à união

sociedade, no entanto procuram viver em espírito de unidade com

com Deus. É desde o começo da sua existência que o homem é

nosso carisma. Embora vivam cada um em sua própria residência,

convidado a dialogar com Deus: pois, se existe, é só porque, criado

deverão reunir-se periodicamente para oração e partilha de vida.

por Deus por amor, é por Ele por amor constantemente conservado;

Devem manter assiduidade na oração pessoal, aos sacramentos,

nem pode viver plenamente segundo a verdade, se não reconhecer

procurando viver e partilhar os bens espirituais e materiais entre si.

livremente esse amor e se entregar ao seu Criador” (GS 19).

Tem por compromisso participarem dos retiros propostos na Comu-

Estilo Bethânia

nidade e visitar com frequência nossos recantos.

E nós, Comunidade Bethânia, oferecemos um estilo de vida que

E aí? Você sentiu-se atraído para assumir nosso estilo de vida?

auxilia a viver de forma mais intensa o chamado do Senhor. Possi-

Entre em contato conosco e venha nos conhecer melhor. Venha

bilitamos viver o Evangelho de forma mais radical, doando sua vida

fazer parte desta família que, inspirada no seu fundador Pe. Léo,

em resgate de muitas outras vidas em nome de Jesus Cristo, na for-

escolheu viver como Marta, Maria e Lázaro uma amizade íntima

ça viva do Espírito Santo. Aqui, em Bethânia, somos Comunidade

com Jesus, em Bethânia. Se ainda há dúvida, coloque-se em dis-

de Vida e Aliança, que em família, procuramos acolher o próximo

cernimento vocacional, intensifique suas orações nesta intenção e

que vem a nós como o próprio Cristo que bate a nossa porta, para

esteja atento pois o Pai escolhe, o Filho chama e o Espírito forma e

mostra-lhe que é possível encontrar vida plena.

envia para neste mundo cumprirmos nossa missão.

Conforme nosso livro inspirador, Viver Bethânia, a Comunidade Entre em contato conosco: vocacional@bethania.com.br ou pelo telefone (48) 3265-4416.

4

www.bethania.com.br


Com a Comunidade Bethânia, que trabalha na restauração do ser humano, fomos aprendendo que tudo é possível para aquele que crê e busca o sentido da vida. Temos buscando uma vida de oração e lutamos juntos para colocar em prática aquilo que o

CENTRAL

PAULO E ADRIANA, CASAL CONSAGRADO DE ALIANÇA

nosso fundador Pe. Léo nos ensinou, e continua a nos ensinar, “É com pequenos passos que se faz uma longa caminhada”.

ODAIR E LUCIANA, CASAL ASPIRANTE O que nos motiva a deixar tudo para estar em Bethânia, é acreditar neste carisma, acreditar neste amor acolhedor. É querer tocar nesta mística, que nos perpassa e faznos sentir na alma, leva-nos a viver este sentimento de entrega de si mesmo para que o outro viva. A Com. Bethânia é uma profecia para o nosso tempo!

IDALINA E BENEDITO, DISCÍPULOS EM ESTÁGIO Viver em Bethânia é uma graça, como casal é uma graça maior e viver como casal consagrado, discípulos em estagio é “graça” triplicada. É viver em união com Deus numa busca constante. Viver em Bethânia é fazer da nossa vida uma entrega total, sempre prontos a servir. Prova disso é que comemoramos em março, 36 anos de matrimônio, e temos dois filhos abençoados.

SANDRO, DISCÍPULO CONSAGRADO Viver como consagrado em Bethânia é algo especial, desafiador e apaixonante, que nos remete ao Coração de Jesus. Nosso carisma nos convida a amar cada vez mais os necessitados, que por meio do nosso acolhimento, com o tempo, passam a enxergar a vida de outro ângulo, é gratificante.

FERNANDO, DISCÍPULO CONSAGRADO Em primeiro lugar, cultivar uma intimidade com Jesus e a partir disso dar continuidade a minha restauração, para que a cada dia mais possa servir melhor a Deus e todos aqueles que Ele me confiar na Com. Bethânia, acolhemos a cada um como o próprio Cristo. Em Bethânia desejo ser um homem segundo coração de Deus.

DANIEL E CARLA, CASAL CONSAGRADO DE VIDA Viver como casal consagrado de Bethânia tem como principal missão tornar-se pai e mãe para os filhos acolhidos em nossos recantos. Partilhando a vida com os padres e solteiros consagrados, vivemos nossa fraternidade e espiritualidade, dedicando momentos de oração, meditação com a Palavra e de partilha da nossa experiência.

www.bethania.com.br

5


RECANTOS

Curitiba/PR Comunidade Bethânia na Arquidiocese Por Loreci Prado Viana A comunidade Bethânia apresentou o projeto “Valorizando a vida e o bem viver” para o Fundo Diocesano de Solidariedade Por Padre Elinton Costa (FDS), da Arquidiocese de Curitiba. Para nossa grande alegria, o projeto foi aprovado e recebemos R$ 5.000,00 para a compra de uma câmara fria que ajudará muito no aproveitamento e conservação de alimentos perecíveis como: frutas, verduras e legumes. Queremos agradecer ao conselho do FDS, e ao excelentíssimo Don José Antônio Peruzzo, Arcebispo de Curitiba, que apoia e acredita em nosso trabalho.

São João Batista/SC O sonho que começou no Biguá Por Honaycon Gonçalves

6

O saudoso Padre Léo nasceu no dia 9 de outubro de 1961, em Biguá, no município de Delfim Moreira (MG). Foi no Biguá que o sonho de comunidade começou, em meio à natureza e a família Deus já plantava a semente e Seu objetivo no coração do menino Léo. “O Biguá é um grande vale, banhado pelas águas frias do Ribeirão do Salto, cercado por duas colunas de montanhas. Algumas famílias vivem nesse abençoado lugar, que por ser muito montanhoso exige o cultivo das lavouras com muito trabalho braçal”. (Pe. Léo, Lv. Rastros de Deus). O Biguá vem unir as famílias e aquecer nossos corações. Pe. Léo fala que a família deve ser o lugar natural para a educação da alma. Sem Deus ninguém é próximo de ninguém. Nos dias de frio, no Biguá, a taipa do fogão estava sempre a aquecer a família do Pe. Léo que conversava e partilhava seu dia a dia gerando amor entre todos do seu lar. “Quando eu morava na roça, oh meu Deus como era bom. A gente se reunia lá na taipa do fogão. Mandioca, milho e cana era nossa plantação. E tudo se resolvia lá na taipa do fogão” (Pe. Léo, CD. Cantando a Vida). Jesus quer gerar esse calor e a alegria acolhedora em nossos corações e aquecer a frieza da nossa alma. Gerando amor e convívio fraternal nas famílias em nosso dia a dia. A réplica da casa do Pe. Léo, em São João Batista/SC, está em reforma para que possamos vivenciar de perto aquilo que Deus fez por meio do Biguá. Ajude essa obra de evangelização com sua doação por meio da seguinte conta bancária: Banco do Brasil Ag: 2629-8 C/C: 13000-1

www.bethania.com.br


Leitura orante da Palavra por meio da Lectio Divina

Por Arcanjo Comunicação Católica

Como realizar a Leitura Orante da Palavra de Deus? A Leitura Orante em sua essência é feita individualmente, mas também pode ser realizada em grupos. É por meio dessa meditação que serão interpretados e compreendidas as promessas de Deus, e desejos do Senhor para a vida de cada um. Então, para que seja efetuada uma oração profunda e intima com Deus, seguem abaixo alguns passos para a sua realização:

FORMAÇÃO

alimento espiritual da alma do cristão, por isso vem como grande auxílio para todos a Lectio Divina, que é a leitura orante da Palavra de Deus. A Lectio ajuda justamente nesse ponto, a levar o cristão a um nível maior de compreensão da Palavra.

Você já parou para avaliar como está sua oração pessoal com Deus? E sua oração com a Bíblia? Por vezes, muitos buscam revelações de Deus por meio de diversas maneiras, nas pessoas, na igreja e em determinados lugares. E realmente, Deus se revela por meio desses, mas acabam esquecendo-se de buscar no mais simples e essencial que é na Sua Sagrada Escritura. Na Palavra, Deus revela os Seus direcionamentos e mais profundos desejos. E por que então, não fazer das palavras de Deus uma oração? Sim, isto é possível. A Bíblia, muito mais do que uma leitura leva os fiéis a uma vida espiritual e a uma intimidade inimaginável com Deus. O Livro Sagrado é o

Ao iniciar todo o processo de oração por meio da leitura, é preciso antes pedir à luz do Espírito Santo para a compreensão e entendimento, pois é Ele quem nos faz conhecer cada vez mais sobre Deus. O aconselhável é fazer por meio de uma oração espontânea e seguida da oração do “vinde Espírito Santo”. Para escolher a leitura, opte por livros bíblicos que você mais se identifica, como os evangelistas João, Lucas, Mateus e Marcos, ou profetas como Ezequiel, Isaias, Jeremias, entre outros. Como achar melhor. E disto faça uma varredura completa das palavras, tente compreender o porquê delas terem sido colocadas em determinado contexto. Qual o sentido e significado delas estarem inseridas em certas frases. Matute como o autor desse livro o escreveu, e o que ele queria transmitir. Depois de ler e meditar é o momento de rezar tudo aquilo que o Senhor colocou em seu coração, depois desse processo. Não se preocupe em fazer uma oração com palavras bonitas, mas sim com aquilo que anseia o seu coração. Se for um louvor, o faça, se for um pedido de perdão também. Deixe-se conduzir pelos seus sentimentos. Deus quer ouvir sua oração e suas necessidades mais profundas.

Ao concluir os passos mencionados, permita-se envolver pela contemplação mística de Deus. Fique um instante em silêncio e acolha em seu coração o que Senhor tem para você no determinado instante. É Ele quem conduz a partir de então.

Por fim, de nada adiantará todos os passos se não houver frutos da Sagrada Escritura em sua vida. É preciso levar os direcionamentos aprendidos e dar testemunho do que Deus pode fazer. É preciso lançar a semente para colher futuramente os frutos.

Recordando Pe. Léo

Trecho do livro Seja feliz todos os dias Pe. Léo, scj

É muito difícil manter a paz e a serenidade até descobrirmos a paz inquieta. Ela é exatamente o contrário da apatia: provoca-nos as mudanças necessárias e nos ajuda a aceitar o que não pode ser mudado. Infelizmente, o mundo parece não gostar das coisas boas. Prova disso é o amplo espaço que dá às coisas negativas. Fico muito triste quando vejo as pessoas valorizando somente o que é negativo. Basta olharmos para as manchetes dos jornais e da TV para perceber o quanto o mundo parece gostar do que não presta. Existe uma sede muito grande de fofoca no coração de muitas pessoas. São os “urubus” sociais. Ficam à espera de algo negativo para poder alardear. Mentiras, fofocas, calúnias... e isso gera um pessimismo de vida, um negativismo constante. Com isso as pessoas não sabem mais sorrir. Vivem criticando e se lamentando... Acho que aqui se encontra uma das grandes causas das maiorias das doenças.

www.bethania.com.br

Sabemos que existe uma causa para tudo isso. As pessoas que vivem para mal das outras na verdade estão querendo se esconder por trás de tudo isso. Com medo de que descubram o quanto são infelizes e frustradas, elas procuram comentar a vida alheia esperando que suas carências e frustrações passem despercebidas. São doentes sociais, não aprenderam a saborear a vida. São carentes e mal-amados e além disso e têm medo de buscar auxílio. A fofoca, na verdade, esconde sentimentos negativos plantados no coração dessas pessoas. Muitos nunca descobrirão essa paz inquieta porque são especialistas em criticar os outros. São aqueles que estão sempre atentos para descobrir o erro alheio e mais prontos ainda para alardear estes erros aos quatros ventos.

7


Revista Viver Bethânia - Edição Julho / Agosto 2015  
Revista Viver Bethânia - Edição Julho / Agosto 2015  
Advertisement